Você está na página 1de 66

O Evangelho Gnóstico-Essênio-Romano de Neron,

TESTEMUNHO SOBRE JESUS, DE UM IMPERADOR


CALUNIADO.

Evangelho de Neron: 

Testemunho sobre Jesus de um Imperador caluniado.

Parte de um arquivo militar achado em 1932 em Roma.

Neron foi, em sua época, talvez o mais nobre dos cristãos.

E justamente por eles foi o mais caluniado.

Foi Neron quem recompilou todos os dados sobre a vida e obra do grande Mestre Essênio Jesus e realizou
com eles uma síntese que chamou JESUS CHRISTI.

PREFÁCIO

O imperador Romano Lucio Domicius Neron tinha apenas 17 anos quando


teve que ocupar o trono imperial devido à morte de Cláudio, ano 54 D.C.,
e a essa idade já se apresentava como um dos melhores discípulos da
escola imperial, na qual se preparavam os homens de ARMAS, JUSTIÇA E
CIÊNCIAS, para dedicar sua vida à mais alta responsabilidade, a da Política.
A humanidade mortal, enganada sempre pela história oficial,
desconhecedora da milenar conspiração Jeovítica, tem acreditado na
interesseira calúnia de que os grandes homens da humanidade eram
todos pervertidos, que podia ocupar o trono um degenerado, um
demente, como ocorre nas democracias do século XX, e especialmente se
tem inventado uma história de Impérios Tiranos, de formas de governo
primitivas, de culturas que, por carecerem de tecnologia eletrônica, eram
inferiores à atual. Tem-se feito crer às massas que os antigos eram menos
inteligentes
A tarefa da conspiração Jeovítica é absolutamente indiscutível, pela
referência e raciocínio histórico do Antigo Testamento, e também em
especial, o TALMUD, tem tido 6 campos de ação principal:
1)Perversão das pessoas usando o sexo, droga, álcool, cobiça e todas as
debilidades psicológicas;

1
2) perversão das instituições mediante o suborno;
3) infiltração e toda classe de truques espúrios e mestiçagem das Nações,
para provocar o detrimento sanitário que logicamente surge da violação
das leis naturais;
4) destruição, mediante intrigas entre os povos, fazendo-os
enfrentarem-se em guerras desnecessárias; e utilização do povo escolhido
para agir mediante arquétipos psicológicos, fazendo-o perseguido e
perseguidor, impondo uma economia artificial monetária e injusta;
5) destruição de todos os valores culturais dos povos, mediante
ridicularização dos folclores próprios de cada nação, posto que não é
possível dominar uma nação que mantenha vivo seu espírito coletivo e
particularmente seus folclores, indumentárias, poesia, canto, teatro,
rituais, costumes sociais, etc. são manifestações do Espírito que, através
do tempo, permitem conservar os valores morais e éticos, como a
dignidade, a lealdade, a solidariedade, a união, etc.; e
6) a parte mais terrível da conspiração: os instrumentos de conspiração
midiática, política e religiosa, para destruir todo obstáculo na carreira de
domínio mundial, que são: a destruição de livros, a elaboração de livros
falsos ou produção de livros maravilhosos, mas adulterados de tal maneira
que confundam, pervertam ou levem a erros tremendos os que buscam a
verdade.

O principal objetivo desses ataques tem sido a História, onde tem sido
aplicado o extremo da calúnia, a denotação e ridicularização. Neron, como
todos os imperadores Romanos, sabia que o máximo inimigo a enfrentar
não estava nos povos isolados que normalmente acediam a fazer parte do
império sem nenhum problema, pois nele se achavam seguros militar,
econômica e culturalmente. Sabia que os povos, às vezes, tinham
elementos enganosos que viam no Império um perigo para seus malfeitos
particulares e muitas vezes produziam-se batalhas. Mas os triunfos que os
Romanos festejavam não eram os logros militares propriamente ditos,
senão que as campanhas de exploração do mundo permitiam conhecer
outros povos dispersos, os quais eram anexados ao Império, do mesmo
modo que era recebido um irmão em casa. Isso engrandecia o Império e a
cosmovisão dos cidadãos.

2
O ato final de cada triunfo era a colocação no templo de todos os deuses
das imagens ou estátuas que o povo anexado levava a Roma, como sinal
de participação nos altos desígnios do império, no qual a liberdade de
culto era defendida plenamente.
Ser parte do império era um interesse das nações em todo sentido, pois
assim o governante assegurava para os seus a PAX ROMANA, que
significava o direito a reclamar defesa, proteção e acesso a todos os bens
que se produziam em todas as nações, segurança de engrandecimento da
cultura, já que o trânsito sem perigos por todo o território do império
estava assegurado mediante o exército, e tudo isso em troca de participar
ativamente nas campanhas militares e entregar aos armazéns os
excedentes de todo tipo de produção, e em troca, teriam assegurada o
recebimento de todo o necessário que se produzisse em outros lugares .

Neron sabia muito bem que não eram seus inimigos as sentinelas, nem se
tramavam no seio familiar ou nas organizações do Estado. Sabia que o
inimigo era astuto e ruim, e que buscava destruir o império para impor o
seu deus como único e absoluto sobre os deuses dos demais. Neron não
desconhecia que existe um Deus absoluto, criador do Universo e talvez
fosse em sua época o mais nobre dos cristãos de todos os tempos;
justamente por eles foi o mais caluniado de todos os homens na história
do mundo.
Foi Neron quem recompilou todos os dados sobre a vida e a obra do
grande mestre essênio Jesus e realizou com eles uma síntese que chamou
Jesus Christi.
As expedições que enviou à Ásia e à África, seguindo os rastros do Mestre,
obtiveram resultados surpreendentes, mas também, como se verá,
conhecia-se mais do mundo do que se acredita atualmente.

 
 

3
*******Jesus Christi ******** 

Há 480 dias mandei expedições ao Nascente, ao Poente e à África, com


dois motivos importantes como são: saber se o mundo termina em um
abismo além das colunas de Hércules, ou acaso, como dizem os gálios,
que tem forma de ovo e flutua no éter do infinito dando voltas a um...
(1). O outro motivo é saber se é verdade o que me informaram os
mensageiros do Nascente, de que o Mestre Jesus o essênio se converteu
em pura luz do espírito, e que subiu aos céus do Deus absoluto para ser
mais que os Deuses do Norte.
Julguei as notícias que todas as expedições trouxeram e exclamei – Que
destino me impôs Marte! Com que prazer teria deixado o governo do
Império em outras mãos para correr o mundo pessoalmente! Quantas
maravilhas viram os olhos dos meus enviados! Mas os inimigos de Roma
são os inimigos do mundo inteiro e me compete a tremenda
responsabilidade de contê-los para que não o pervertam​.
Se não existissem os que semeiam o joio entre as nações, certamente
seria escasso o trabalho de governar e até aborrecido ser imperador,
mas hei-nos aqui, os que conhecemos os jogos dos deuses, eles discutem
nossos assuntos para fazer-nos imortais ou para fazer-nos escravos e não
é possível confiar em nenhum.
Ainda que tenham razão em não nos ajudar, muitos dos que pretendem
a imortalidade do homem, pois se fizessem imortais os corruptos, os
loucos ou os tiranos, nenhuma criatura no universo do criador de
estrelas e mundos poderia descansar jamais, e toda a eternidade se
estremeceria.

Ocasionalmente algum dos enviados dos deuses fazem entre as nações o


mesmo que meus enviados fazem entre os pequenos povos. Essa tarefa
tão difícil que é despertar o espírito das pessoas para que aprendam a
viver como Deuses ainda que neste mundo de morte. Assim é que
caminhou entre nós um dos maiores mestres que teve o império e
certamente o mundo todo.
Faz mais de dez anos que se foi de Roma nosso mais preclaro homem,
Jesus, o essênio, tendo deixado um ensinamento que nós, mortais,

4
devemos tomar para nossa Glória, porque esse mesmo ensinamento o
levou até a imortalidade e mais além ainda. Jesus, o essênio, a essa hora,
Jesus, O Cristo, porque subiu ao céu que está acima da imortalidade dos
deuses. Se os deuses têm um reino maior que os mortais, o Cristo está
em um reino mais excelso ainda.
Nasceu há 76 anos, em uma aldeia próxima ao Mar Morto, e foi seu pai
um grande construtor chamado José, e sua mãe uma Virgem Vestal que
oficiou no templo de Ur. Como os essênios têm os melhores mensageiros
do mundo, pois saem do corpo em espírito, inteiraram-se de seu
nascimento os magos Teurgos e Taumaturgos de todo o império.
Assim como os Caldeus, os Trimegistos da Grécia e os sacerdotes do
Egito o esperavam há muito tempo, pois os deuses lhes anunciaram que
um deles nasceria como um mortal, tendo em vista que muitos tinham
perdido o caminho da luz, e que as misturas de raças tinham feito muitos
homens defeituosos, que somos nós mesmos, impossibilitados de
ganhar a imortalidade.
Assim foi que um deus entregou sua imortalidade para lutar contra o
deus dos Harpios, que é o causador de que sejamos mortais.
Nenhum dos magos pôde dizer qual era o nome do Deus, então
colocaram-lhe o nome mais comum da região, a fim de que os sequazes
de Herodes não o pudessem identificar.
Herodes foi advertido de que um deus inimigo de Jeová nasceria, porque
os magos traidores ao juramento da escola grega são os que sempre
adoraram Jeová em segredo.
Este malvado Rei hebreu, que tanto trabalho deu a Roma mandou
matar milhares de criaturas, calculando a idade do deus entre
recém-nascido e 5 anos, mas como pensou que poderia ter nascido entre
os do seu próprio povo, não se limitou a aumentar a perseguição que
fazia contra os essênios, senão que mandou assassinar todos os meninos
hebreus também.
Mas como os essênios saem em espírito, tanto de dia como de noite,
inteiraram-se da intenção do malvado.

5
E não sabendo o que fazer, José foi em espírito implorar ajuda aos
deuses [*1] mas estes o repreenderam por seu medo, dizendo-lhe que
não o abandonariam porque quem deviam proteger era um deles.
Assim, José levou sua mulher e seu filho à Aldeia de Luvyia, que nesses
dias era um acampamento da Legião de Marcio Olimpio, onde ali
estiveram a salvo, enquanto que nossos soldados lidavam com os
soldados hebreus, tratando de impor a ordem entre os aterrorizados
hebreus, que ainda que perseguidos por seu rei, levavam-lhes notícias de
tudo, e ninguém confiava em ninguém.
[*1] [N.T. Como fica claro mais adiante, tais deuses se encontravam em Agartha ] 

A tal ponto são cruéis entre eles que, se não houvesse Roma para
contê-los, já se teriam matado entre si ou teriam massacrado todos os
demais povos. Mas o mestre foi levado a salvo até HÉLADE, onde os
gregos o receberam, sabendo que era um deus.
Ali foi instruído até que completou 8 anos; e a essa idade era ele que
começava a ensinar os mestres da Escola Hermética. E como estes viram
que era um verdadeiro Deus, dedicaram-lhe mais cuidado ainda, porque
entenderam que era uma responsabilidade muito grande a que tinham
nas mãos.
Assim, quando completou os 12 anos, já havia aprendido tudo que podia
dos gregos, e lhes tinha ensinado muitas coisas da alma e do espírito.
Assim, inspirado pelos deuses que frequentemente o visitavam em seus
“barcos de nuvens “[*2], pediu a seus pais que o acompanhassem em
uma viagem até as montanhas mais altas, lá nos confins do nascente.
Entre aquelas montanhas, que muitos Romanos conhecem, estão os
homens mais sábios do mundo e ali o cuidaram e instruíram, porque eles
conservam os segredos dos deuses e sabem mais que os deuses,
[*2] Naves espaciais, provavelmente, discos voadores – óvnis – de Agartha. Como citam, o intercâmbio cultural e logístico com
Agartha vinha sendo habitual em todas antigas civilizações, notadamente entre os Vikings, sobre os quais a sinarquia falsifica a
história como se fossem tribos bárbaras incultas do Norte ou coisa pior​.

de como vencer a velhice e fazer-se imortais. Eles mesmos eram mortais


que deixaram de sê-lo, por isso têm mais experiência que os deuses.
Assim, com eles o Mestre Deus completou sua instrução e nada pôde
ensinar a esses homens, que vivem tantos séculos, com a única e grande
missão de conservar o conhecimento da imortalidade.

6
Aqueles sacerdotes são de outra raça, de modo que só puderam ensinar
ao grande Essênio a arte do ​coito mágico [NT*3] tal como ele tem
ensinado entre nós, pois tal prática é aconselhável para todos os varões
e mulheres do mundo, sem importar a raça, da mesma forma que a
expulsão dos demônios da alma​, [NT*4] mas ​a outra ciência que é 
a  da  GINÁSTICA  COM  VERBO  ​[NT *5]  não  é  igual  para 
todas as raças. 
 
[NT *3] “Sexo dos Deuses” segundo SH 
[NT *4] Arquétipos Demiúrgicos, segundo SH 
[NT *5] Runas, segundo SH
 
Assim que tendo já 20 anos, teve que viajar com seus pais até o Egito,
onde ​os  sacerdotes  do  Templo  de  Luxor  [*6]  lhe 
ensinaram  a  magia  das  Runas,  que  é a raiz de todas as 
magias para nossa raça.
[NT*6]  : ​Templo de Luxor, no Egito se refere a “Kristus Luxor “, ou seja, o nome Atlante como foi chamado Lúcifer Portador da Lux do Sol Negro ,
como Apolo Deus da Musica Portador da Lux na Grécia, ou Amon-Rá Luxor no Egito, o “pai em secreto “como Lorde Jesus Cristo falava de seu pai
ao longo de todo novo testamento, ou seja, jamais falou que seria filho de Jeová satanás, de quem foi um inimigo anunciado desde séculos antes de
seu nascimento, quando seu pai então Amon Ra o construtor da Grande Pirâmide, onde incrustou a pedra graal de sua coroa bem no alto da tal
maravilha do mundo que nunca jamais a sinarquia divulgou a história real, onde em seu topo ficava uma ponta de ouro maciço denominada na SH
como a “Runa de Ouro “, onde a pedra do Graal foi implantada, e mediante a energia telúrica condensada pelo gigantesco capacitor eletro
magnético , a grande pirâmide, foi plasmado na anima mundi, a alma do mundo mais conhecida como a dimensão astral, de entropia negativa,
séculos mais tarde invadida pelos sidhas traidores que assessoraram ao demiurgo para a partir dessa dominação, manter as almas de todos

 
habitantes do planeta escravizadas por seus arquétipos demiúrgicos que se manifestam como as mais estupidas emoções do desígnio pasu, a
típica criatura que manifesta o aspecto raça escolhida do tirano.

No Egito, viveu até os 30 anos e como fosse grande seu conhecimento,


ensinou para milhares de varões e mulheres daquele povo a Arte da
Imortalidade. Dessa forma, 50 mil Egípcios foram ​voluntariamente para
o Nascente, por que a cidade de Cachemira, que é a mais antiga do
mundo, segundo se conhece até agora, é o lugar perfeito para
converter-se em luz e subir ao reino dos CRISTAIS​.
[N.T. Assim como o antigo nome do Japão foi “Pais da harmonia “, Agartha foi citada como o Reino dos Cristais. Assim, gregos e Romanos ainda se
referiam a Agartha, onde há uma gigantesca biblioteca toda de cristal, onde foi usada a mesma tecnologia hiperbórea de armazenar volumes
gigantescos de informações em Cristais, ou seja, a mesmíssima tecnologia usada por Kristus Lux da Atlântida em uma das joias de sua coroa, que
retirou e implantou no topo da grande pirâmide do Egito, monumento edificado por Ele para ser o marco da chegada do Graal no planeta Terra. ]. O
termo subir, que a posteridade bíblica registrou como sinônimo de morrer, fica claro no contexto do relatório do imperador, que foi bem preciso no
sentido de ter havido uma nave que levou o mestre e uns amigos selecionados em uma viagem ao então “paraíso terrestre dos deuses “, como o
imperador relata mais adiante.

Mas só iam aqueles que tenham feito a ​teurgia muitos anos e que
tenham purificado totalmente sua alma. Aos que não são aceitos nos
templos da ascensão, se lhes convida a permanecerem no vale do
silêncio, onde não existem palavras, pois ali todos se dedicam a purgar
seus demônios. Se algum fala, é levado para fora, para que não perturbe,
e não pode voltar até que se tenha transcorrido um ano inteiro.

7
Milhares de homens tornaram-se imortais naquele lugar e queiram os
deuses que algum dia, quando toda Roma esteja livre dos inimigos, toda
essa humanidade mortal possa ir até o reino da Perfeição, porque tal é o
exemplo de Jesus o Cristo que, em vez de ascender e ser imortal em seu
mundo, veio ser mortal, para que o sigamos fora deste, até a gloria
maior, onde os deuses vão, quando se cansam de viver. Se não vamos
normalmente a esta glória é porque, sendo mortais, interrompe-se a
vida eterna do corpo. Ainda que seja imortal nossa alma, salvo que
muitas vezes pequemos, ​caso não seja arrebatada pelo demônio a vida
eterna também.
Jesus quis golpear duramente o deus Jeová, indo predicar entre seu
próprio povo escravo, porque este é o que passa mais misérias e
sofrimentos do que nenhum outro, devido ao seu cego fanatismo e
servidão ao mais malévolo dos deuses.
Assim, foi ao Templo de Salomão, onde os hebreus adoram Jeová, e
tomando as tábuas e escritos que eles têm desde que existem como
povo, fez-lhes ver, com grande sabedoria, que os mandamentos que têm
não são dignos de um deus, senão de um demônio. Porque nenhuma
sabedoria há em sua história, já que nenhum deus realmente sábio pode
mandar um povo sacrificar crianças e mulheres, tal como Jeová fez
muitas vezes.
Disse-lhes que, se Jeová fosse realmente um deus, os cumularia de
bênçãos, mas os cumulou de desgraças, transformando-os em inimigos
de todos os povos, fazendo-lhes crer que somente eles ​têm direito de
existir, quando até seu idioma é produto de um deus sem alma, pois não
têm ideia do passado nem ​do porvir quando falam. Esse deus deu-lhes
essa língua incompleta para que o espírito não possa expandir-se no
tempo, pois não pensam em um futuro individual, senão como um
exército de bonecos que servem a um só individuo, esse que se diz ser
um deus.
Como estiveram algumas tribos de essênios no norte da Judeia, Jesus
permanecia com eles, ensinando-lhes tudo que havia aprendido como
deus e como mortal, para que nenhum deles tivesse filhos da carne,
senão que engendrassem a si mesmos na imortalidade do corpo, por que
sem isso não se pode ir ao reino dos cristos.

8
Por isso é que, desde então, os essênios ​fizeram-se mais sábios ainda e
são as melhores pessoas do império, pois não precisamos cuidar deles,
nem cuidar deles com outros povos.
Cada vez que os essênios chegam a um lugar, agem como mensageiros
dos deuses, pois constroem formosas casas, ensinam as melhores regras
de vida e fabricam para nossos soldados as melhores espadas que jamais
se empunharam.
Conhecem as técnicas do ferro eterno, que não se apodrece nem se
destempera, e não sendo egoístas com o conhecimento, ensinam todas
as ciências a quem queira aprendê-las.
Algumas vezes nossos soldados devem protegê-los dos hebreus pois,
como são bons ​golpistas, submetem alguns deles até à escravidão. Mas
isso nunca dura muito, pois a maioria dos essênios sabe quando
retirar-se de um lugar.
Como andam por tantos caminhos como é possível, sabem muito de
medicina e até combateram pestes que poderiam ter matado um povo
inteiro. Não encontraram os deuses um povo melhor para mandar um
deles vir a nascer, pois creio que não haja outro melhor, e é um orgulho
para Roma que eles estejam entre nós.
Muitas horas amargas ​deve ter passado o mestre Jesus porque entre os
hebreus não é fácil predicar senão o mais contraditório sendo mais fácil
um jumento compreender de assuntos militares que um hebreu
compreender de assuntos espirituais​.​ [NT*7]
.[NT*7]: ​Além de ser um comentário hilário da parte de um excelente humor do imperador, tal observação está corroborada nos FSH nos estudos da
Anamnese onde se explica que todos que manifestam o aspecto da raça escolhida não conseguem abrir os registros culturais, o que está
demonstrado pelo vetor ARSEPE, ( aspecto raça escolhida em presente extensivo ) , ou seja, são criaturas totalmente ESTÚPIDAS, incapazes de
expressar nem o mínimo sinal de vida inteligente no planeta.

Mas existem uns poucos hebreus muito castigados em suas almas, que
quiseram libertarem-se de seu deus, assim foi que Jesus lhes ensinou
com grande cuidado durante 3 anos, de como expulsar os demônios da
alma, pois estavam cheios deles. Como esses hebreus estivessem muito
empobrecidos por causa daqueles de seu mesmo povo que os
escravizavam, Jesus mandou o seu criado Pedro, que era Numida, para
fazer sua melhor arte que era a do “Escândalo “​(N.T. *8). Assim, foram até
aonde estavam dois dos jovens que desejavam libertar-se de Jeová e de
seus patrões, e Pedro lhes disse:

9
( N.T. *8): ​Seria o que hoje se denominaria como “gerar polêmicas”, considerada arte naquele tempo, pois que tal habilidade muito usada
no contexto do debate político, assim como na 7​a Arte Clássica, o Teatro, havia sido detalhadamente estudada e ensinada desde Aristóteles da
Grécia Antiga, como precisamente a arte do silogismo e outros recursos da Oratória​.

- Discípulo Pedro​:
- << ​Vós que tendes os lombos tão duros para carregar odres de
barro, me seríeis muito úteis em meu barco, e teriam bom
descanso, e não como esse ruim patrão que tendes, que
certamente nem sequer vos alimenta como necessitam e
corresponde ​>>.

Isto disse Pedro, sabendo que um dos que ali estavam discutindo valores
ao modo hebreu seria o patrão, que tinha como escravos os jovens e
assim era. Um dos debatedores empenhados em sua mesquinhez,
respondeu-lhe que os jovens não estavam à venda, como chamam eles a
troca de valores, coisa que sempre fazem, tratando de prejudicar ao
outro. Então Pedro lhes respondeu assim:

Discípulo Pedro​:
<< ​Eu não sou hebreu, portanto, não entrareis em tratos comigo ao
vosso modo, senão ao meu modo, e isto é que vão se meter no buraco
mais profundo de vossa toca de ratazanas, ou conhecerão a força de
minha espada, ainda que deva sujá-la com o vosso sangue!​ >>
O patrão olhou para todos os lados e calculou que não tinha ninguém
que o ajudasse em seu ​trâmite, porque Jesus estava junto a Pedro e
ambos eram muito grandes e portavam espadas muito temíveis.
Assim, como se visse diminuído, ele disse a Pedro que se retirasse em
paz, ou faria chamar os soldados de Herodes Antipas, que eram homens
tão cruéis como o rei deles, e estão sempre protegendo os traficantes
que eles chamam de “mercadores”, mas que diferem dos nossos, eles
acumulam as riquezas para seu exclusivo uso pessoal, deixando pobres
os que os servem.
Mas isso não assustou Pedro nem Jesus, senão que ambos se riram da
ameaça. E como Pedro dissera aos jovens que estavam liberados de
obrigações com o mercador, este mandou que um menino trouxesse os
soldados, mas antes que nenhum chegasse, os jovens, que se chamavam
Simão e Timóteo, foram-se com Pedro e Jesus, e eles os levaram à
presença de Poncio Pilatos, que era Governador da Galileia, e bom

10
discípulo do Mestre. Ali, Simão e Timóteo juraram lealdade ao império e
considerando Poncio que a referência de Jesus não podia ser melhor,
concedeu-lhes a cidadania Romana.
Assim, foram libertados de toda obediência a Herodes, seu deus e seus
sucessores. Quando mostraram seus talentos ante o administrador do
armazém, sendo Simão talabarteiro e Timóteo muito entendido em
assuntos agrícolas, Poncio em pessoa lhes entregou seu talento de ouro
a cada um e os empossou como criados de primeira classe a Serviço do
grande mestre.
​ alabarteiro​:=​ Seleiro, correeiro, artesão que fabrica objetos de couro.
[​NT: **]​ T

Como não podia haver maior alegria destes hebreus, libertados do jugo
de seu deus e de seu rei, prometeram aprender a usar a espada a serviço
de Roma e servir por toda a vida como o mestre lhes mandasse.
Assim, estes falaram a outros do que Jesus lhes ensinava, e fizeram
muitos inimigos por causa da ​pregação contra Jeová, [NT.*], mas em vez
de desfalecer diante do escárnio dos que eram seus parentes, tomaram
maior força por isso e com tal sabedoria falavam, que os seus
estranhavam, porque somente ao Mestre haviam escutado falar assim.
Quando na Praça dos Tebanos vinham a Ele os rabinos para discutir e
escandalizá-lo, estes estavam muito preocupados porque já eram mais
de 10 os criados do Mestre Jesus que falavam como Ele, e rebelavam o
povo contra os ditames do Sinédrio [N.T] que, em nome de seu Deus ou
em seu próprio dirigia todos os atos de Herodes.
[NT.*]: Esse relato simples derruba toda tese teológica-lisérgica-litúrgica segundo a qual seria o Mestre Jesus o filho de Jeová Satanás, que veio
para fazer a vontade do pai....ou ...eu e o pai somos um...e todas tais baboseiras caluniosas arquitetadas por um concilio de traidores da
humanidade infiltrados dentro do próprio Vaticano com uma única meta devidamente patrocinada pelos donos do capital bancário sionista
: Por a raça humana a perder-se esquecendo suas origens divinas.

[N.T.**]: * (Sinédrio, Supremo Tribunal de Justiça dos Judeus, de onde vem o nosso STJ igualmente judaico-maçônico)

Como Herodes Antipas era homem tão cruel quanto seu pai, mandou
cortar a língua de todos hebreus que se romanizaram, mas somente
pode fazê-lo com dois deles, porque Poncio Pilatos o admoestou
severamente.
Então o Sinédrio compreendeu que legalmente não podia evitar os
ensinamentos do Mestre, pois estes não negavam aos homens liberdade
alguma, nem nunca foram contra a disciplina e a Lei de Roma, sendo que
nossa lei tem base nos valores do Espírito.

11
Desde que existe Roma, quando os Etruscos a fundaram há mais de cinco
séculos, a missão mais importante que teve tem sido conter a loucura
dos hebreus de dominar o mundo, no que colocam todo seu empenho.

Enquanto Roma usou sempre a Espada e a Justiça, os cristãos, desde o


sábio Tibério [N.T. 3*] até agora, temos usado a Espada, a Justiça e os
ensinamentos dos deuses.
[N.T. *3] Tibério César, imperador de Roma, leal e amigo pessoal do Mestre Essênio JC.

O lamentável é que entre nosso povo está surgindo um mau costume


que tem sido produzido pelos hebreus pouco a pouco, que é o de usar a
moeda particular. Ou seja, que se trocam entre as pessoas os talentos
Romanos que são próprios e exclusivos de cada um e por causa do valor
que dão ao ouro, os cristãos passam algumas necessidades, ainda que
vivam nas cidades e trabalhem muito.
[N.T. *4]:Nesse breve parágrafo, em poucas linhas, o Imperador descreve a técnica de infiltração que os judeus empregaram para dominar a
economia de todas as nações onde atuaram ao ponto de atingir domínio mundial a partir do século XX: Substituir a moeda nacional por
dinheiro falso emitido por eles, baseado no princípio da usura, empréstimo mediante juros extorsivos. Daí foi surgindo o sistema bancário
desse mesmo povo, que chegou ao apogeu quando escravizou a nação mais influente depois do império do meio, a China, assim dominaram
os EUA e depois todo mundo ocidental.

E por causa dessas necessidades alguns cristãos culpam o Império sem


dar-se conta que nunca o Império poderia propiciar estas injustiças, além
disso, eles dizem ser cristãos, mas agem como hebreus, e nos dias que o
Mestre Jesus foi predicar entre os da Galileia, aconteceu que o Sinédrio
ordenou a Antipas destruir, eliminar o Predicador, porque este golpeava
no mais profundo do corpo infectado de Jeová, mas mandaram-no fazer
de tal modo que aparentemente não se violavam as leis de Roma, assim,
chegaram diante dele quatro homens que buscavam indispô-lo contra
Roma, e em especial contra César, sabendo que isso seria delito grave.
Então lhe disseram:
“Vós, que sabeis tantas coisas, dizei-nos se o Deus de que falais e que
dizeis que se encontra em vosso coração pode considerar justo que César
disponha de nossas vidas e que devamos respeitá-lo como um deus. E
que não nos deixe usar nossas moedas, e em contrapartida, como vemos
nesta (NT. mostrava uma moeda de Roma), todo o Império conhece sua
cara, e dizei a todos se é justo que, em vez de respeitar Deus, que dizeis
que se acha em nós, rendamos tributo a César.

12
- << Podeis perfeitamente, disse Jesus, dar a César o que é de César
e a Deus o que é de Deus, e assim vivereis em paz com todos os
homens e com vosso coração.

-- César é quem garante a Justiça entre os homens e vosso deus interior


se regozija nisso, porque sem a Justiça que ele, César, representa,
faríeis pobres a todos os povos e não haveria paz para os homens
nem em suas casas nem em seus corações. >>

- Mas vós dizeis que o César representa a Justiça, sem embargo nós
não somos livres, porque temos que pagar tributos a Roma”,
acrescentou o tumultuador.
-

- JC 
-

<< Vossa liberdade não sofre por Roma nem por César, senão por vossas iniquidades
e por vossa mesquinhez. Assim como vossas riquezas e pobrezas não há em outros
povos, pois vós que vos deixais sujar o coração, quando não sois escravagistas, vos
deixais escravizar pelos de vosso próprio povo, mediante esse injusto dinheiro que
haveis inventado, e se não escravizásseis outros povos, Roma os deixaria tranquilos,
fora de sua comunidade, porque nunca pretendeu dominar o mundo senão garantir
sua liberdade. Acaso vós não comeis frutos de todo o mundo sem ter que pagar com
vossa moeda? Acaso há alguém entre vós que não tenha abrigo, sandálias ou báculo
ou bolsa ou alimento para 3 dias em suas casas? Se vais ao armazém tirais o que vos
faz falta, e Roma tem tolerado até agora vossa mesquinhez, já que pagam um tributo
medido e nunca como os demais povos que de tudo levam aos armazéns para que o
Império o distribua? Então, de que falta de liberdade e de Justiça vos queixais, seria
do direito que acreditam ter, de fazer todos os povos seus escravos?
N.T.[Fantástico paragrafo no qual MsC JC desvela ao mundo como sempre agiu, o povo escolhido pelo demônio para subjugar a humanidade:
nunca mudaram tais modus operandis, por isso registros históricos como esse , foram alvo de censura e destruição desde tantos séculos, por isso
queimaram bibliotecas no mundo todo, como a que o hipócrita judeu do alto sinédrio, “são Paulo “, Saulo de tarso, foi o mentor de tal incêndio
criminoso , da biblioteca histórica de Roma onde a humanidade foi privada das mais brilhantes e notáveis sabedorias que formavam um acervo
memorial de tal império de nível galáctico, como veremos adiante, em permanente contato com extraterrestres em intercâmbios culturais
inexistentes no mundo moderno de hoje]

Por outro aspecto, desvela igualmente como foi a fantástica estrutura econômica daquele império que não tinha dinheiro, tudo era trocado com
base no SAL, daí o termo “salarium minimorum”, todas demais necessidades básicas incluindo moradia , educação, segurança pública, era tudo
suprido gratuitamente pelo império, em troca de trabalho e participação na segurança, servindo ao exército. Daí os historiadores judaicos, como
Flavio Josefo, terem distorcido toda a verdade sobre Roma, pois foi o império onde o povo judeu não conseguiu impor sua dominação financeira,
como acontece nesses dias do séc. XXI, onde de tudo, ao contrário de Roma, os povos são cobrados extorsivamente, por impostos e juros,
contudo as necessidades básicas não são atendidas em seus aspectos mínimos, daí a pobreza mundial resultante da dominação judaica mundial,
agravada exponencialmente após a grande derrota mundial de todos os povos, que foi a 2​a​ guerra mundial.

Então as centenas de pessoas que os escutavam começaram a discutir


entre eles, pois a alguns lhes doía o fato de serem judeus, e entendiam
os ensinamentos e as razões do Mestre. Mas outros, fechavam o olho de
13
Mitra [N.T. *5] e não viam seus próprios pensamentos, e se lançavam
furiosamente contra o Mestre, com perguntas insidiosas e polemizando.
- [N.T. *5] Citando “Olho de Mitra “o Mestre demonstrava para seus discípulos que sabia perfeitamente que os mais exaltados, agindo
como verdadeiros demônios representantes de Jeová satanás, haviam chegado em tal estado degradante pela prática da sodomia
ritual, que visa despertar o que foi denominado no Egito como “olho de Hórus”, “olho de Abraxas”, “olho que tudo vê “, da moderna
maçonaria, e Olho de Mitra no império Romano, várias denominações para um mesmo fenômeno de manifestação sub-humana, ou
seja, demoníaca, desencadeada a partir de tal solenidade ritualística, a sodomia ritual, que nada mais é que o sexo anal entre
homens, praticado como ato agradável a Jeová Satanás, ritual denominado “despertar da kundalini”, que tem sido a base mística
secreta de inúmeras seitas infiltradas em todas religiões, citadas como “missas negras”, ou “black sabbats”, sempre o mesmo ato da
perversão sexual mais degradante da raça humana, que desce assim ao patamar dos pasu, sub-humanos em geral, passando a se
comportar como macacos, ou seja, numa condição sub-humana de existência onde se perde toda essência espiritual, o sentido de um
espírito de liberdade, que fica assim substituído por uma alma escrava, a meta do satanismo de um modo absolutamente geral.
-

Então, o grande Essênio levantava os braços e todos se calavam. E tal era


o silêncio, porque até os que O odiavam sabiam, em seu coração, que
Jesus somente dizia a palavra de Deus, porque seu coração era duro,
porém justo, sua palavra poderosa, porém cálida e sincera, seu olhar
firme, porém sereno. Um dos tumultuadores perguntou:

​“Temos ouvido que falas de ter paz no coração, mas sem dúvida, portais
uma espada muito grande, igualmente como os vossos criados: Como é
possível ter paz no coração, se não a tens como nós, que não portamos
espadas, mas respeitamos deus e seus mandamentos? “
E o Mestre respondeu imediatamente:
-
- JC 
-
- ​“Vós não portais espadas porque o governador vos proibiu, devido
aos assassinatos entre vós mesmos, por causa de seixos e
bugigangas e até Herodes recebeu essa ordem com satisfação,
entendendo que isso lhe confere uma cota a mais de poder sobre
vós, ficando assim mais fácil manter a ordem, como regente dos
judeus, e além disso, vos digo que somente quem tem paz em seu
coração pode empunhar sabiamente uma espada, pois quem não
tenha matado seus próprios demônios, mal pode usar uma espada
sem ferir a si mesmo, e vós tendes em vosso coração não apenas
um, mas uma legião de demônios. Então nunca lutariam por causa
justa, senão que vossos demônios os fariam lutar por qualquer
injusto motivo, como muitas vezes o fizeram, assassinando
inocentes. “

14
N.T. Num simples parágrafo o mestre formula um verdadeiro tratado, que serve como um princípio para todos guerreiros do mundo, quanto a
questão hoje em dia tão polêmica sobre qual país teria como direito à cidadania, deveria liberar o porte de armas para seu povo, como já fizeram
desde muito tempo não somente os EUA, quanto igualmente a China, segundo certamente esses mesmo sábios princípios universais.

- JC 
-

Há 30 anos, vosso povo foi dizimado por Herodes, sem indicador ordinal
masculino [N.T.6*] e tudo por temor de minha presença. Mas não
foram os Romanos que assassinaram aos que hoje seriam vossos
irmãos ou vossos primos algo maiores, senão vosso próprio
governante. E se os Césares vos toleraram tanto, é porque a missão
de Roma é um desígnio de deuses benevolentes contra o deus de
Israel, que tantas vezes mandou produzir holocaustos com os povos
vizinhos, entretanto vós usais armas tão perigosas como a espada,
pois a calúnia, a provocação e a mentira são armas terríveis, ainda
que mais cedo ou mais tarde se voltem contra quem as usa. Com
respeito à espada, quando, em vez de ser usada pelo Deus que mora
no coração de cada homem, é usada pela Legião de Demônios que
usurpou tal coração, certamente a ferro mata e certamente que a
ferro morre.

Os escribas de Jerusalém anotaram tudo o que Jesus dizia. O Sinédrio os


fazia perseguir para que não ficassem testemunhos do que foi dito,
porque era palavra sagrada que saia do coração do mestre. Assim, do
meio de uma multidão de soldados Romanos que escutavam, Jesus
escolheu um que se chamava Flávio Marcelius e lhe disse:

​“Sinto em meu coração que o César em pessoa vos mandou vigiar-me e


que ainda que vista como cidadão, vossa aura é a de um homem
poderoso e influente. Assim que se podeis escrever, fazei-o e dizei a
Tibério que no profundo do meu coração sei de todos seus desvelos
por Roma e por todos os povos, porque tal é o mais alto sacrifício que
um mortal pode fazer, dizei-lhe, além disso, que os boatos que lhe
tem levado os enviados do Sinédrio são conhecidos por mim, antes
que os mensageiros de calúnias saiam da Judéia. Mas que pode estar
tranquilo com respeito a mim e a meus criados, pois eles são
igualmente fiéis a Roma e ao seu desígnio. Escrevei tudo quanto digo
e vereis que não há diferenças entre meus desígnios e os de César,
15
senão que são carne e unha apontando para o inimigo de todos os
povos, que tenho tentado redimir com paz de alma.
Assim foi como, desde então, Flávio, que era centurião especialmente
enviado de Tibério escreveu tudo o que Jesus falou na Galileia e na
Judéia. E como este se maravilhara do conhecimento que Jesus tinha,
lhe disse:

- << Reconheço que há sabedoria em vossas palavras, e que sois um


enviado dos deuses, pois nem sequer Poncio Pilatos sabia de
minha presença e, em Roma, nem sequer minha mulher sabe onde
me encontro, porque Tibério me pediu segredo total até saber a
verdade sobre vossa doutrina. >>

Desta maneira, Flávio escrevia as palavras do Mestre.


Poncio Pilatos ditava a um escriba e, sem perda de tempo, mandava os
escritos a Tibério. Portanto, eles foram os primeiros seguidores de Jesus
do Império, e muita riqueza espiritual obtiveram do Mestre. Mas como
Herodes não deixava de perseguir, mediante calúnia e deformações,
Jesus decidiu dar testemunho entre os homens dos poderes de um Deus,
mas em vez de demonstrar cólera e ódio, como o deus de Herodes,
demonstrou um amor sem limite e uma sabedoria infinita.
- Reuniu, pois, seus criados e lhes disse que lhes ensinaria a
MEDICINA DA MAGIA, e que cada vez que surgisse um perturbador
para escandalizá-lo, lhe tirariam os demônios pela força do
espirito e lhe curariam as feridas, se as tivessem. A menos que
usassem a força do corpo ou a espada, mas recomendou não usar
mal esse poder, senão que ensinassem todos que ​não há homem
limpo de alma que não possa fazer milagres​.
-
Assim, estando na Praça da Fonte, pôs-se a predicar entre as mulheres
que lavavam suas roupas, e uma delas lhe disse que não havia deus
algum nem dentro nem fora de ninguém, porque ela tinha um filho
pequeno que era cego e nada havia feito de mal para que algum deus
o castigasse.

16
Então o Mestre viu o sofrimento da mulher e seu vazio espiritual, e se
compadeceu dela. Assim, encaminhou-se para a casa dela, dizendo-lhe
que seu filho veria, e a mulher o seguiu, maravilhando-se. Quando
chegaram à casa, que estava a uns 20 estádios [N.T. *8], uma multidão
de umas 2.000 pessoas o seguia. Mas como ela não havia dito ao mestre
onde era sua casa, disse-lhe que isso podia ser coisa de demônios, ao
que o Mestre respondeu:

- JC 
-
- Como acreditais no mal e não no bem e acreditais em demônios e
não acreditais em Deus, quando Ele mora no profundo do vosso
próprio coração, e está mais perto de vós que vossa veia jugular,
como negais Deus se Ele é o vosso próprio alento de vida?
-
- E sem dizer mais, entrou na casa e tomou pela mão um menino de
uns 10 anos que se achava em uma cama, e levou-lhe uma vasilha
que tinha água. Ali molhou-lhe os olhos, que estavam como que
desenhados, porque nunca haviam visto nada. E, ao terminar de
fazer uma oração no silêncio de seu coração, o menino se
maravilhou, porque era a primeira vez que via. Assim, todos
choraram, porque o espírito de Deus no menino havia feito ver os
olhos, que eram vazios até este dia.
-
- Mas como os enviados do Sinédrio se achavam tão cheios de demônios em seu
coração, em vez de sentir a presença de Deus que estava Nele, aumentaram sua
aversão e ódio contra o Mestre, e o acusaram entre a multidão,
dizendo a viva voz:
<< Aí tendes o que diz que somos deuses fazendo coisas de demônios!
Porque somente um demônio que faz o mal é que pode fazer cessar esse
mal.
Só um grande demônio pode fazer estas coisas e certamente este
homem não é tal, senão um demônio disfarçado de homem! >>

- Mas quase todos que ali estavam haviam escutado muitas vezes
Jesus falando de Amor e não de ódio, e agora o haviam visto dar
visão a um cego...

17
- Assim, um dos que ali estavam disse ao anterior:

JOSE DE ARIMATEIA, ALTO MINISTRO DO STJ-SINÉDRIO, FALA EM DEFESA DE JESUS

- << Mais valeria se guardásseis vossa língua [N.T.*9], porque entre


os gentios temos visto mais obras de caridade do que entre os


nossos, e se Jeová manda-nos submeter as nações dos gentios sem
falar-nos jamais de amor, senão de adoração e temor a ele, muito
temo que temos adorado sempre um demônio e não um Deus...
-
- [N.T.*9] Hoje em dia no Brasil se fala: < Melhor seria ficar calado>, mas no RJ o povo sábio sabe como lidar com tal tipo de demônio
insolente que usa a palavra para transtornar o próximo: < Deveriam cortar essa língua de cobra e enfiar naquele lugar!>

Porque se atentais aos frutos da árvore, vereis que não é bom para nós
quando nos são venenosos ou se foi bom para nós os que nos deram. Da
mesma forma, o fruto de adorar Jeová tem sido somente ódio e
sofrimento ...
- ​... querendo perseguir e sendo perseguidos, querendo escravizar e
sendo escravos até de nossos próprios parentes ou amigos. Mas
este que faz milagres de bem, como poderia ser um demônio? Por
acaso pode o mal devolver a visão a um inocente que nasceu
cego? Acaso Jeová foi visto por algum de nós? Acaso os que antes
o viram podem nos dizer se devolveu a visão aos cegos, como este
fez? Sim, parente, guardai vossa língua porque eu sei quem vos
manda perturbar este que fala e faz com sabedoria, e vos digo que
certamente estou enfastiado de ver tanta iniquidade em meu
povo e envergonhado me sinto de fazer parte dele >>
-
- Narrador: ​Imperador LDN
-
- Como o Mestre o escutara, ainda que estivesse muito longe,
aproximou-se do que falou com tanta força do coração e que lhe
disse que, desde aquele momento, se quisesse, podia
acompanhá-lo, ao que, aquele que se chamava José, o de
Arimateia, respondeu com temor, mas firmemente determinado:
-
-
- << Certamente cairá sobre mim a ira de Jeová e a ira de meus
conotáveis, porque sou membro do Sinédrio, e isto pode ser
considerado como traição. Mas sobre todas as leis de meu povo
vale uma que está em meu coração, e é que somente me aterei à

18
verdade, porque sinto que por ela vale todo sacrifício e sem ela
nada somos, e o pouco que sejamos, esquecemos e mentimos, e
meu povo foi arrastado à mentira, distanciando-se dos deuses
boreais e do deus do mundo e céu, aferrando-se a um que só sabe
mentir e maldizer.>>
-
- E como o homem chorasse com profundo sentimento e não
pudesse consolar-se, o Mestre JC pôs-lhe uma mão no ombro e o
preencheu de vontade, para que seu espírito não fraquejasse, e
disse:
-
- Jesus consola José de Arimateia:
- << Sois um homem verdadeiro, e haveis despertado para Deus em vosso coração. Mas que o
demônio do medo não faça ninho a seu lado porque com semelhante força de alma
certamente saireis vencedor deste transe. Ninguém o perseguirá nem tampouco vos
molestará o Sinédrio se vos mantiveres ferreamente em vossa razão. Dificilmente podereis
mudar os desígnios desse antro de cegos, mas podereis fazer muito bem a muitos de vosso
povo, permanecendo no meio deles. Vossa influência pode salvar muitos se em verdade vos
atentais aos ditados do Deus, ouvindo-o em vosso coração.
-
- [N.T *10] Nesse pronunciamento o MsC JC nos brinda com um tratado de libertação, deixando bem claro que devemos buscar nossa divindade interior,
revertendo o estupido processo de exteriorização da consciência que provoca a permanente perplexidade que atinge seu auge no êxtase do orgasmo que
leva a morte a quem por direito de ancestralidade dos deuses não tinha o arquétipo da morte em seu DNA espiritual, ou seja, que o deus exterior é falso,
sendo que o deus eterno e verdadeiro se manifesta no mais íntimo interior de nosso ser infinito e absoluto, o que, segundo a semântica adequada à época,
o Mestre denominou como coração. Daí a tenebrosa censura que a sinarquia decretou contra esses ensinamentos, que certamente eliminariam todas
religiões sinárquicas da face da terra, tirando assim o meio de sustento parasita de tantos milhões de supostos líderes religiosos, meros parasitas sociais
que subsistem sendo parte da grande fraude religiosa mundial.

-
- Nada haveis de temer e a paz estará sempre convosco, mas
quando empenharem em ser cegos, não permaneçais entre eles
porque não é inteligente desgastar-se entre Harpias.
[ N.T. *11] “Harpias “foi um termo usado na época relativo a “Aves de Rapina “. O mesmo sentido foi utilizado nos discursos do sábio Führer
quando se referia ao povo escolhido como escravos de Jeová Satanás, os denominava como “AS HIENAS”, querendo significar que Jeová era como
um leão quiçá um dragão que seguia em frente devastando criaturas indefesas, e no rastro de tal devastação o seguia um povo que mais parecia
um bando de Hienas buscando sustento nos restos mortais e praticando saques e pilhagens, como bem registra a bíblia sobre tantos povos
vitimados por tais legiões de piratas continentais, que tanto infernizaram o chamado velho mundo Europa Ásia , sempre os mesmos demônios
agindo como vermes das nações. O auge de tal calamidade anti-humanitária ocorreu com a aliança entre os hebreus da era rei Salomão e o rei de
Tiro, ou seja, os fenícios. A tal riqueza do rei Salomão citadas na bíblia foi devida a esse fato, que, com ajuda dos fenícios, foi talvez o maior rei
LADRÃO de todos os tempos. Por isso, o império Romano exterminou os fenícios de Cartago da face da terra, mediante as “guerras Púnicas”, e o
filho de Neron, General Tito, depois de destruir o templo de Salomão, na intenção de extirpar o foco do grande tumor cancerígeno, não obteve
êxito, pois efetivaram uma fuga em massa, um êxodo, para se infiltrarem nos países do norte, onde, usando as mesmas técnicas jeovíticas de
sempre, resultou no genocídio de mais de 160 milhões de civis indefesos, só na URSS, no episódio conhecido como 2​a​ guerra mundial.

Assim se tranquilizou aquele homem, valente como poucos, já que decidiu


desafiar todos os seus, sem sair da Judéia, nem abandonar seu lugar no Sinédrio. E
por causa de sua defesa de ​Jesus e sua luta contra Jeová ​... [N.T.*11]
... o chamaram desde então, “José o homem-gentio“ [N.T. 12]...pois não o queriam
entre eles por sua defesa de ​Jesus, que era gentio [N.T. 13] ...segundo denominam
os ​que não são judeus​. Outros o chamaram “GOIN”, que significa “BESTA” no
aramaico que falam os SINITAS [N.T.*14] ... e nas proximidades do Sinédrio.

19
- E como este homem tivesse entre os seus muita riqueza, tinha muitos criados
que o amavam por seu bom coração [N.T. *14]. Então o Sinédrio não o pôde
destruir, mas lhe foi retirado seu título.
-
- Assim, José recorreu a Pilatos para que este o protegesse e o
governador o confirmou, ainda que fosse difícil a situação,
tratando-se de um membro do Sinédrio, porque Pilatos temia que
se tratasse de mais um estratagema dos que já conhecia de parte
dos hebreus, mas, sendo homem sábio, perguntou a José:
-
- Governador Romano Poncio Pilatos: 
- Que podeis dizer-me sobre o vosso deus, que lhe
responderia, se reclamasse de vossa traição?
- -
O fantástico discurso-declaração de A-mort de José de Arimateia: 

- Jose de Arimateia : 
  
<< Não vos nego que o temo, pois é um deus malvado e iracundo. 
-
-
-   Mas  quisera  apurar  o  trâmite  de  enfrentá-lo  pois, apesar do meu 
temor,  asseguro  que  não  dedicarei  nem  um  segundo  mais  de 
minha vida a ele, senão a combatê-lo. 
-  
- E,  na  verdade,  não  o  traí,  porque  nunca  o  vi,  e  creio  que  se  isto 
ocorresse  somente  haveria decepção, pois em meu coração sinto 
um  Deus  muito  diferente,  que  é  tão  poderoso  que  não  necessita 
submeter  ninguém,  senão  que  doa  alento  de  vida  a  todas  as 
criaturas  do  mundo,  e  se  houvesse  outros  mundos,  esse  mesmo 
Deus  os  teria  criado  e  avivaria a chama da vida nas criaturas que 
os  habitassem,  fazendo-as  então  nossas  irmãs,  como  somos 
irmãos todos os homens de todas as nações.  
-  
- Ainda  que  devamos  lutar  por  causa  de  Jeová  neste  pequeno 
cenário,  que  nos  parece  grande  somente  pela  razão  de  nossa 
cegueira espiritual.  
-  
-  
- Assim,  podeis  estar  certo  que  em  minha  palavra  não  está  a 
hipocrisia  dos  meus  parentes,  que,  ainda  que  muito  me 
envergonhem,  não  deixo  de  amar,  senão  que  lutarei  para  libertar 
do jugo de Jeová todos os que queiram ser felizes.  
-  
- Asseguro-vos  que,  apesar  do  meu  medo,  meu  coração  está 
sobejante  de  felicidade  desde  o  momento  em  que  compreendi  a 
20
palavra  do  Essênio,  a  quem  devo  algo  mais  caro  que  minha 
miserável  vida,  pois  devo-lhe  a  liberdade  de  minha  alma  e  a 
plenitude de meu espírito.>> 
-
[NT ***] salvo possível engano nosso Cedron ou Cedro (árvore) foi o antigo nome do país hoje chamado Líbano.

- Como dissesse isto com franqueza e fortaleza de espírito, Pilatos


lhe conferiu o título de Cidadão Romano, e lhe tomou juramento
na Praça das Armas, além de torná-lo Administrador de Armazém
de Cedron, com isso ficava sua vida assegurada, pois se o Sinédrio
o perseguisse, violaria a Lei da Cidadania.
- Mas o valente José continuou mantendo suas riquezas, porque
delas desfrutavam muitas famílias de hebreus que passaram a ser
instruídas por ele sobre a doutrina de Jesus, que foi chamada –
Doutrina – por ter conhecimento das ​3, que são as Virtudes do
Espírito, e estas são Amor, Inteligência e Vontade.
- Assim, aquelas famílias ficavam fora do alcance dos escravagistas
hebreus, que eram todos os membros do Sinédrio, e os cortesãos
do Tetrarca Herodes.
-
-
- (Narrador​ LDN -Neron​)
- Tibério não suportava Herodes porque era este um homem cruel
até o ponto de martirizar seu próprio povo; por outro lado os
mantinha entretidos em seus assuntos, e com isso o Mestre
Essênio era menos perseguido:
-
- Disse ​Tibério :   
- - “Que os deuses me ensinem tal paciência que eu já não a tenho
com os hebreus, que infectaram Roma com ideias falsas, de
fornicação e embriaguez... Tanta paciência teve Jesus com eles, e
tão infinito amor, que, com falsos motivos conspiravam entre seus
seguidores, e Ele os perdoava quanto podia “.
-
- ​Assim,
tentaram semear inimizade com Cesar e com Pilatos, e
Tibério viu-se diante da necessidade de ditar um decreto que dizia:
-
- DECRETO IMPERIAL DE TIBERIO CESAR EM DEFESA DE MsC JC :
-

- << Todo aquele que traga mensagem de injúria contra o


Galileu chamado Jesus o Essênio, deverá ser crucificado na

21
Via Ápia, e ali permanecerá por três dias, e assim não
morrer, se lhe deixará viver, mas lhe será cortada a
língua.>>
-
- E como os hebreus não acreditaram na disciplina e compromisso
da palavra do César, 14 deles sofreram tal castigo, morrendo 7, e 7
viveram sem língua, para não poder mentir mais.
-
- Narrador LDN 
- Quando na Galileia o Mestre teve esta notícia, que pediu ao César que
relevasse o tal edito, mas este não foi relevado, porque não é possível relevar
um edito até que morra o imperador, mas Tibério, em troca, ordenou que
nenhum hebreu saísse da Judéia sem permissão do governador. ​[N.T. *13]
- Assim Roma livrou-se do assédio aborrecedor que se fazia contra Jesus.
- Tibério, era um homem extremamente sábio, organizou o Império de tal
maneira, que pôde ausentar-se por um tempo, a fim de visitar a Judéia e
encontrar-se com Jesus, e assim o fez, com o que sua grande estima pelo
Mestre, ao conhecê-lo pessoalmente, transformou-se em profunda
veneração, convidando-o a ir a Roma, para que predicara entre os cidadãos,
que estavam um pouco esquecidos da herança dos deuses, porque fazia
muito tempo que ninguém ensinava aos novos aprendizes.
-
- ​[N.T. *13] : Como veremos mais adiante, os chefes secretos dos judeus, entendendo esse decreto, decretaram a morte do Imperador,
o que veio a ocorrer quando ofereceram a incontáveis assassinos de aluguel uma grande recompensa de precisamente 30 moedas de
ouro, o mesmo valor oferecido pela cabeça do mestre JC, exatamente foi assim que um judeu infiltrado como faxineiro no castelo
real, veio a matar por asfixia ao imperador enquanto dormia, foi identificado o hebreu Elias Makron, seu nome falso para ocultar sua
etnia, como passou a ser uma das táticas deles para infiltração em todos países, em larga escala, os ataques de falsa bandeira, até os
dias de hoje causadores das multidões de refugiados que todos os dias chegam desesperados na Europa, causando um total inferno
de problemas sociais.

  
-
-
- Então o mestre disse ao Imperador :
- JC : 
<<  Honrais-me  grandemente  com  vosso  convite,  mas 
não é o são que necessita de médico senão o enfermo e 
-

este  povo  está  enfermo  de  ódio  e  cheio  de  demônios​, 


mas  agora  mandarei  Claudio  Benettius  para  que  os 
acompanhe em meu nome, e para que ensine a Doutrina 
em  Roma,  ainda  que  pouco  trabalho  terá  entre  os 
Homens de Boa Vontade.
Eu  permanecerei,  se  não  ordenais  o  contrário,  no  meio  deste 
-

povo  até  que  a  hora  de  ir  a  Roma  chegue  por  seu  peso,  pois 
-

vossa  presença  aqui  a  ratifica,  e  certamente  daqui  a  mais  um 


tempo, vos pedirei hospitalidade em vossa casa! >> 
-

22
- Tibério voltou com Cláudio Pablo Bennecius e com o Mestre e ao
chegar a Roma, conferiu-lhe o título de Tribuno e Censor, o que o
permitiu fazer sua primeira obra, que foi a restauração do Templo
dos Deuses, que estava ruindo, e disse ali um curto discurso:
-
- DISCURSO DO NOVO CENSOR DE ROMA, CLAUDIO BENNECIUS,
INAUGURANDO O RESTAURADO TEMPLO DOS DEUSES.
- ​<< Fui enviado a Roma pelo mestre Jesus, o Essênio, quem me

ensinou os segredos da Magia para que os divulguemos e deixem


de ser secretos, porque só no conhecimento há paz e liberdade de
Espírito, e na aplicação da Magia, o mortal se liberta de toda
ilusão, e do engano da morte.
-
- [N.T. *15] : Riquíssimo parágrafo informativo onde está subentendido que, uma vez que tenhamos tal conhecimento, o qual demonstra que grande
percentual das pessoas supostamente falecidas de fato estão sendo enterradas vivas, todas elas vindo a voltar cerca de 3 ou 4 dias depois de enterradas,
como observam todos os dias os coveiros e funcionários dos IML de todos cemitérios do mundo, sendo por isso que a falsa medicina pratica as tenebrosas
autópsias, cujo intento é deixar a pessoa sem órgãos para que não possa voltar, e assim, a intenção da suposta medicina forense legal, tem sido uma grande
farsa, cuja função tem sido ocultar os agentes homicidas da sinarquia, e culpar eventuais inocentes. Ou seja, mediante tal conhecimento, ele ensinava como
vinha ressuscitando tantos “mortos”, quando apenas o que fazia era retirar tais pessoas desse transe hipnótico induzido pelo arquétipo demiúrgico da
morte, ou seja, o arquétipo de Tanatos que compõe a tríade da KUNDALINI-serpente-de 3-cabeças (Eros-Hipnos-Tanatos), o que a medicina denomina como
- Estado de Coma Profundo - , mas não sabe ou não divulga como identificar, e assim seguem os modernos emparedamentos, pena notabilizada como um
dos piores castigos do antigo Egito decadente, pela tirania dos faraós do novo deus único, para lá levado pelo povo escolhido desde o final da Atlântida, daí
o culto dos mortos praticado por meio das mumificações, que não ocorriam para uma vida no além, mas para que não retornassem do mundo dos mortos
jamais.

-
-
- << ... Simples são os conceitos que deveis aprender ou recordar.
- Porque Tibério manteve firme a Espada Romana, defendendo a
Justiça entre os homens, e ainda que muito duras pareçam as leis,
somente elas asseguram a liberdade material e moral do Povo.
- Para mim, que estive vivendo com os judeus, é um deleite chegar a
Roma e ver a limpeza de hábitos, o respeito entre vós todos, e a
disciplina e naturalidade em todos os atos.
- Mas vim para dizer-lhes que o Mestre Jesus, o Essênio, ditou uns
mandamentos que, sendo os mais antigos, são os pilares do
Império em suas origens:
-
- << I: Não Tenhais por Deus a outro que aquele que sois vos mesmos, pois os
demais deuses são nossos irmãos maiores, mas são somente homens imortais que
respeitam esses mandamentos naturais, e além disso...
- << II: Amai-vos uns aos outros, assim como a todas as criaturas e ...
- ​<< III. Amai ainda aos vossos inimigos, porque os inimigos do mundo são
momentâneos, mas isso não quer dizer que NÃO deveis combatê-los, tanto os que
estão fora conspirando e intrigando contra a ordem do Império, como aqueles que
crescem e criam ninho nos corações.
-
- ​Esses demônios do interior da alma de cada um são os piores, e por causa
deles, não somos deuses.
-
-

23
- ... Aqui tendes restaurado e preparado o templo dos Deuses, NÃO
para que os adoreis, senão que para tenhais exemplo deles, e
sejais como Eles, porque são o modelo a seguir para chegar até a
glória eterna. >>>
-
-
-
- Enquanto Roma renascia em Espírito com a Doutrina recuperada
em todas suas partes, o Mestre permanecia na Judéia predicando
e descansando por algum tempo na Galileia [N.T. *16], porque
muito era o trabalho que lhe davam os judeus, e muito poucos
deles desejavam tomar a via da imortalidade, sendo a maioria
muito cegos de espírito e essa cegueira não pode ser curada nem
pelos deuses, porque ​sua cura depende da vontade do espírito de
cada um.
- Por aqueles dias foi que Jesus havia golpeado no mais profundo do
povo judeu, para afastá-lo do demônio que havia sido um Deus.
-
- [ N.T. *16]: como ele era do Norte, da Galileia, onde habitava seu povo, os Essênios, que tinham cidadania Romana entre outros
tópicos, serem como ele, altos, louros e de olhos azuis como se descreve mais adiante, ali tinha paz entre os seus, enquanto que mais
abaixo, na Judeia, ficavam os que lhe causaram os piores tormentos como fantoches do demônio que os dominava. O detalhe que a
história judaica do mundo oculta, é que por meio do regente Herodes, Jeová decretou o genocídio de tal povo que o rejeitava, as 10
tribos do norte de Israel, da região então chamada Galileia, decreto de extermínio por holocausto até hoje em execução, perante a
vista de todas as nações terrenas, a causa do implacável massacre hoje conhecido como a extinção do povo da Palestina, sem que
nem ONU, nem qualquer ajuda externa possa impedir o que foi ordenado desde então.
-

- Esse demônio Jeová veio a ele em pessoa, e o quis enganar,


fazendo-se passar por um dos que haviam enviado Jesus desde o
paraíso do mundo.
- [N.T. *17] Como relatado mais adiante, pela descrição das naves que o visitavam, temos uma referência a Agartha, continente da terra oca interior, que
devido ter sido chamada Valhala pelas civilizações de outrora, a sinarquia resolveu derivar o termo Halla para Hell, e assim até hoje, os crentes mantém a
noção de que trata-se do INFERNO (Hell, em inglês) que se não for a maior mentira da bíblia, talvez uma das 10 mais criminosamente graves e
imperdoáveis, como cúmplices que foram no processo de levar a humanidade à perdição do demônio Jeová, jogando no lixo da história toda infinita
sabedoria que o MsC Jesus veio de lá, com muita boa vontade nos trazer a tão sonhada paz, o mais valioso fruto colhido no cultivo da Guerra e destruição
total do inimigo, ensinamento central do insuperável mestre.

-
-

- Então situou seu barco de nuvens e fogo a 150 estádios da Judéia,


para que fosse visto. Mas nenhum dos judeus se atreveu a ir até
onde estava seu deus. Uns diziam que era Jeová, e que os do
Sinédrio deviam ir recebê-lo. Mas outros diziam que era algum dos
deuses amigos de Jesus.
-
- [N.T. *18] : Mais um relato fantástico, que corrobora tudo que Jesus afirmou sobre o demônio Jeová: quando o grande “deus de Israel “ foi visitar tal povo
escravizado e aterrorizado, não houve um desgraçado sequer, nem os vagabundos do supremo tribunal de justiça, uns inúteis vassalos dos demônios como
sempre e até hoje são, uma facção de criminosos maçons empenhada em acobertar os crimes de suas hostes urbanas, com a coragem para encarar muito
menos enfrentar o tirano dos tiranos , e assim o mais valente guerreiro de todos os tempos foi encarar o rei dos diabos em pessoa, o MsC Jesus Cristo !!!!!
-

24
- Então o Mestre reuniu aos seus 347 discípulos e lhes disse que iria
para ver em pessoa, já que em espírito não podia aproximar-se
mais, disse-lhes:
-
-

- JC: 
-
- << Irei até lá para ver quem é que vem com tanto estrondo e sinal
de fogo, mas irei só. Porque se fossem dos meus, me teriam
visitado em Espírito, e creio que este é o que diz ser um deus, e que
fez crer a esta gente que é o único. Se algo me ocorrer e não volte
a vós, já sabem qual é o vosso caminho, e a vossa missão. >>
-
-

O VERDADEIRO ENCONTRO DE JESUS COM SATANÁS: 

- E dito isto foi até o deserto, e quando o Mestre avançava, o barco


de nuvens também se afastava para o deserto, e ali a muitos dias
de caminhada, o mestre se encontrou com Jeová.
- Então este Satanás mostrou-lhe seus prodígios e quis tentá-lo para
que fosse seu servo predileto, dizendo-lhe:
-
-
- O QUE SATANÁS FALOU AO MESTRE JESUS​ [​N.T. *18] 

- Jeová satanás:
- << ​ Podeis ver como me servem meus Anjos ?
- E quanto poder tenho sobre esse mundo, em que todos estão
dependentes de mim, e cada vez mais o estarão?
- Se por acaso tivesse um pouco de inteligência, saberia que
ninguém pode me vulnerabilizar.
- Assim que, se estais comigo, vos darei grande poder de
representar-me perante as nações, e sereis servido por todos e até
tereis potestade sobre todos os homens do mundo, dispondo de
suas vidas como bem queira>>.
-
- [N.T. *18] ​Episódio tão distorcido na Bíblia tergiversada, como todos os demais, quando comparamos com o que o
honorabilíssimo Imperador de Roma relatou e os agentes do povo escolhido pelo demônio ocultaram durante
séculos: Aqui notamos que não ocorreu ​nada da palhaçada hollywoodiana criada pelos teatrólogos do vaticano, sobre o pão, da
pedra, no pulo no abismo, nem a tentativa ou assédio de abuso sexual, como “prostrado me adorar“, como uma dica dada nas
entrelinhas a todos maçons do mundo, sobre o segredo da sodomia ritual exigida para ser escolhido por deus e bem sucedido
financeiramente​ ,​uma sabotagem - imperdoável - que chega na fronteira dos piores crimes contra a humanidade.
-
- LDN: 
- E muito mais coisas prometeu Jeová a Jesus.

25
- Mas o Mestre o deixou falar sem contestá-lo, e entendendo que o
queria tentar, não disse nada até 40 dias depois, quando, cansado
de compreender quanta maldade havia naquele homem, lhe
respondeu:
-
- A  FANTÁSTICA  RESPOSTA  DE  JESUS  A  SATANÁS  E  O 
DESAFIO PARA UM DUELO DE VIDA OU MORTE  
- JC : 
-

- << Certamente que sois homem poderoso, pois possuis astúcia e


conhecimentos, mas vosso poder é tão vão como o engano com
qual o obtendes. Pois, em vez da vida eterna, vos assegurais a
segunda morte para vós e para aqueles que o sigam. E certamente
que podeis enganar a muitos, mas agora sei como os enganais.
Porque para isso o tenho escutado todos esses dias. Assim que se
estivesse a meu alcance apressar sua morte, não duvideis que eu o
faria, mas vossa covardia é muito grande, e sei que não se
atreveria a bater-vos em duelo comigo, com igualdade de forças!
>>
[N.T. *19] Mais uma vez, ao ocultar essa fantástica declaração de guerra de Jesus contra Satanás, os criminosos da sinarquia religiosa prepararam
argumentos de criação de um falso mestre, cheio de amor , perdão E DERROTISMO PUSILANIME, para eclipsar o brilho do impecável guerreiro
irradiante de HONRA, JUSTIÇA E VINGANÇA, filho do portador da lux incriada, seu “pai em secreto”, como costumava afirmar, Kristus Luxor , o
portador da lux que desceu ao inferno criado por Jeová satanás, como um ato de resgate e verdadeiro amor aos antigos kamaradas da guerra nas
estrelas.

- LDN: 
- Como Jesus lhe provocasse desta maneira, o demônio Jeová
lançou um raio de sua magia sobre o espírito do Mestre, tratando
de feri-lo. Mas Jesus assumiu Posição-de-Odin, tal como ensinava
a seus discípulos, e nenhum resultado conseguiu Jeová, que
mandou seus anjos acompanharem o Mestre até fora de seu
barco. Quando Jesus saiu, ficou entorpecido pelo fogo que saiu do
barco, além de aturdido por um estrondo.
- Quando se recuperou o barco já não estava, senão que estavam
com Ele um pequeno chamado Marcos e seu pai, Nicodemos, pois
estes o haviam seguido a pouca distância, quando saiu da Judéia, e
com eles voltou e lhes contou o acontecido entre ele e Jeová.
-

- Desde então, mais afinco empenhou o grande Essênio em sua


missão divina, pois alertou a todos os judeus com mais
conhecimento dos métodos de engano que usava Jeová.

26
-

- Então também foi maior ainda a perseguição que os sinedritas


fizeram contra Ele.
- E quiseram matá-lo muitas vezes, mas sua espada era muito boa e
seu braço muito habilidoso, assim que, quem se aproximava para
matá-lo, acabava com uma orelha a menos, pois sempre evitava
matar seus inimigos.
-

- E por isso Santiago, que pescador de peixes e se tornou pescador


de almas e bom discípulo, perguntou-lhe porque não matava
aqueles que queriam matá-lo:
-
- << Se criancinhas vos atacam, usando palitos de dentes, vós as
mataríeis com vossa espada? >>
- Disse –lhe o Mestre.
- E ante a negativa de Santiago o Mestre acrescentou:
- << Se vos atacam a ferro, pois que pelo ferro morram.
- Mas não podeis matar, quando tendes demasiada vantagem,
porque sabeis que não necessitais matar quem não pode superar
seus medos.
- Mas não duvideis que EU mataria se me visse em real perigo,
porque a própria vida é prioridade de defesa.
- E tenhais por certo que, se matais um homem que vos ataca, para
matar-vos ou submeter-vos, não cometereis pecado algum, pois o
verdadeiro pecado é fazer filhos da carne, quando sabeis que
deveis fazer de vós mesmos um filho de homem, que é um Cristo.
>>
-
- E nisso, Pedro, que era lerdo para entender, perguntou-lhe:
- << Então, se vem um homem e me esbofeteia uma bochecha,
provocando-me dor, o que devo fazer? >
-
- LDN:  

- Então, o alto Mestre que encontrou inocência na pergunta,


levantou-se da pedra em que se achava sentado, e olhando-o
profundamente em seus olhos, com o que Pedro se estremeceu,
disse-lhe:
-

27
- << Por acaso voc​ê o deixaria esbofetear-lhe a outra, tendo uma
espada tão grande como a minha? >>
-
- [N.T.] Como podem ter mentido tanto assim, ao ponto de criar um falso personagem, tão ao contrário do guerreiro leal , honrado,
justo e valente como foi, ou seja, são uns criminosos que não merecem perdão, mas no mínimo a destruição de todos locais onde a
mentira , calúnia e injúria contra a vida e obra do mestre foi articulada, desde o menor terreiro de macumba, passando pelas igrejas,
templos, mesquitas e sinagogas, até chegar no Vaticano: Só faltaram sugerir que tenha sido um gay....por isso merecem a Destruição
total , todas religiões foram cúmplices dessa fraude e nenhuma se manteve honrada, na verdade!
-
- LDN: 
- ​ ssim foi que Pedro entendeu que a Lei de Deus, que é amar
A
todas as criaturas, não está oposta à Lei dos Guerreiros da Luz,
pois quem mata por ódio, por ódio morre.
- Mas quem arrisca a vida, morre ou mata por amor a Deus, amando
ainda seu inimigo, consegue a vida eterna, ainda que para isso
deva voltar ao mundo usando outro corpo, pois é lei do mundo
que, para alcançar o reino dos Cristos, tendo nascido mortal, deve
fazer-se tomando por assalto, por força do amor e da espada.
- E quem não entenda esta aparente contradição é porque em seu
coração ainda se aninha o ódio e o temor, que são a raiz de todos
os males desse mundo.
-
- E Como Jesus ensinasse estas coisas com autoridade e tirava os
demônios daqueles que o provocavam, as pessoas tinham-lhe
respeito.
-
- Muitos tentavam perturbá-lo, porque Jesus não respeitava o
sábado.
- E em todos os dias predicava, e ainda, um dia de sábado foi à
Sinagoga e ali curou muita gente de suas pestes.
-
- Então, os Herodianos e os Sinedritas fizeram-lhe escândalos, e o
acusaram publicamente de blasfemador e de demônio, ao que
Jesus respondeu:
-
-
- <<  Certamente que hoje é sábado, e segundo vossa lei, por pouco 
deveríeis  permanecer  em  uma  cripta, mas vos digo que isso é um 
invento  de  homens,  não  de  Deus,  porque  é  lícito curar e predicar 
todos os dias, inclusive no sábado...  
-  
- ... e se para nós é blasfêmia trabalhar neste dia, porque vindes
cumprir mandato de Herodes de perseguir-me e escandalizar-me?

28
- Por acaso não estais trabalhando em vosso próprio veneno? >>
-
- E como não puderam contra esses argumentos, alegaram que
somente um demônio tem potestade sobre os demônios, e que o
Mestre era o próprio Belzebu em pessoa, ao que lhes disse:
-
-
- <<  Se  eu  fosse  Belzebu  não  tiraria  demônios  e  os 
destruiria,  [N.T.  *17]  senão  que  os  criaria  e  vos  encheria 
deles.  Como  pode  uma  casa  estar  dividida  em  partidos  e 
permanecer  de  pé?  Pode  uma  nação  achar-se  dividida  em 
bandos  e  permanecer livre? Acaso pode o mal fazer o bem, 
e Deus dedicar-se a fazer o mal? 
- Decerto  vos  digo  que  podeis  escandalizar  as  pessoas  e 
muitos  pecados  podeis  cometer,  que  poderão  ser 
perdoados  até  certo  tempo,  mas  não  poderá  ser  perdoado 
quem  blasfeme  contra  o  Espírito  Santo,  e  vós,  se  não 
estais  comigo  estais  contra  mim  ,  assim  que  o  que  esteja 
comigo que tome seu arado e sua espada e me siga... 
-  
- [ N.T. *17] : Temos aí uma GRANDE diferença : Aqui afirma que ele DESTRUÍA os demônios, e assim não faria como fazem com os
vermes, que fogem passando para outros hospedeiros por via sexual, as DST, na qual resulta na palhaçada teatral encenada nas igrejas
evangélicas pentecostais: como alegam que Jesus – expulsava – os demônios...eles – expulsam - ...quando a pessoa paga o
dizimo...vai prá casa...poucos dias depois...o demônio voltou como um verme....que não foi destruído....apenas foi dado um vermífugo
fraco ... o verme fugiu do intestino...e foi para outro local....se manifestando no coração....no pulmão....na cabeça...outro lugar qualquer
onde os médicos, que atuam na mesma Fraternidade Branca....mentirão dizendo que a pessoa ficou doente em tal local de seu corpo,
como se fosse culpada da mentira que inventaram para extorquir a economia de toda uma vida de trabalho da pessoa....isso sim... “
coisa de demônios ! “...como diziam os dementes que afrontavam o mestre...

-
- ...  E  o  que  está  contra  mim  que  se  prepare  para 
combater porque não lhe será fácil o combate. 
- Mas  se  estiver  contra  o  Espírito  Santo,  que  é  o 
próprio  Deus  em  seu  interior,  já  estará  condenado 
por si mesmo. 
- E  se  abusar  do  tempo,  e  até  ao  morrer  não  se 
arrepender  de  sua  blasfêmia,  o  Espírito  Santo  o 
abandonará  para  sempre,  e  saberá  o  que  significa 
chorar  e  ranger  de  dentes  no  Avici  (nível  mais 
baixo do inferno budista). >> 
-
- E dito isto, Jesus andou até perto do mar, porque ali estavam João
e seu irmão Santiago, que eram pescadores e guerreiros
impetuosos, que falavam com grandes vozes. Como somente o
seguiam cerca de 200 pessoas desde Jerusalém, advertidos os
soldados de Herodes, o seguiram também, com a intenção de

29
separá-lo do grupo, em algum momento, e matá-lo, no meio de
todos.
-

- Então o Mestre sentiu em seu coração a conspiração, e disse a


seus discípulos, que daria gosto àqueles covardes.
-
- Assim, quando chegaram às colinas próximas ao mar, mandou que
todos continuassem até onde estavam os barcos de João e
Santiago, e ele ficou esperando os soldados de Herodes. Mas os
discípulos André, Bartolomeu, Felipe, Mateus e Tadeu temeram
pela vida do Mestre, e o seguiram, permanecendo com suas
espadas prontas, deitados com o corpo em terra, apenas espiando
na colina mais próxima.
-
- Os soldados, que eram mais de 50, chegaram até Jesus, mas
continuaram marchando, como se não o vissem, até que chegaram
bem perto dos discípulos. Assim, André disse aos outros:
-
-

- << Como é possível que não o viram, se passaram apenas a 10


passos dele? >>
- Mas os outros estavam preocupados, porque os soldados estavam
a poucos passos deles, e seguiriam até descobri-los ali, onde os
tomariam como sentinelas do Mestre.
-
- Então, Jesus, que permanecia no mesmo lugar, chamou os
soldados e lhes disse:
- << Se não podeis me ver, como pensais fazer para matar-me?
Nem sequer desembainhei minha espada, e aqui me tendes tão só como
pretendíeis? >>
-
-
- Assim, atropeladamente, foram até ele, mas, ao chegar, davam
voltas e mais voltas no lugar, deixando de vê-lo outra vez. Por isso
se assustaram e explodiram pelo ódio que tinham e começaram a
dar golpes de espada para todos os lados no ar, e tão cegos
estavam, que acabaram matando-se entre eles, ficando 30 dos 50
que foram até ali. Quando reagiram os que restavam, porque o
líder do grupo gritou com autoridade com eles, um deles jogou sua
espada e seu escudo ao solo, e a esse outro seguiu, e finalmente

30
os lanceiros também largaram suas lanças, e o líder disse, olhando
para todos os lados:
-
-

- << Como faremos para vencê-lo, se não podemos vê-lo?


- Realmente sois um Deus ou um demônio?
- Porque não é possível que um homem faça essas coisas!
- Então Jesus falou, mas não deixou que o vissem:
-
- << Decerto vos digo que não sou demônio, e sou um Deus, como todo aquele
que recebe em si mesmo o Espírito Santo.
- Não podeis ver-me porque assim é a minha vontade agora, mas o pior é que
estais cegos de alma e de entendimento, e ainda continuareis assim,
enquanto estejais sob o mandato do vosso deus Jeová, e obedeçais ao
Sinédrio e ao cruel Tetrarca.
-
-
- ​...
e também vos digo que se, algum dos meus for, por minha causa,
perseguido ou morto, conhecereis a força de minha espada mais de perto.
Assim, enterrai ali mesmo vossos mortos, não seja a podridão faça impuras
vossas feridas e dizei a Herodes que não tolerarei por muito tempo esta
perseguição. >>
-
- Em seguida saíram-lhe ao encontro os discípulos, que
acompanharam Jesus até os barcos dos pescadores, onde deram
testemunho do ocorrido. As pessoas que tinham vindo de muitas
aldeias vizinhas somavam cerca de 3.000, e todos queriam tocar o
Mestre, para curar suas pestes e certamente se curavam, porque
eram pessoas simples que, na verdade, queriam um Mestre que
lhes ensinasse a ser deuses.

- Assim, um deles perguntou a Jesus o que era a fé, e como podia-se


tê-la, ao que o Mestre respondeu com grande lisura:
-
- << Boa é vossa pergunta, porque franca é vossa busca. Assim, de agora em
diante, não vos faltará fé, porque vos esclarecerei:
- É a mistura perfeita de Amor, de Inteligência e de Vontade, quando pedis que
o Espírito Divino vos conceda qualquer coisa que não venha a afetar a outros.

-
-

31
- << Muitos entre vós, por causa do que ensinam os rabinos e os
escribas, acreditam que se trata de serdes crédulos e
supersticiosos, mas deveis ter claro que não há fé possível, se
tendes o coração cheio de temor, de ódio ou de desejos impuros,
porque são os três demônios maiores que procriam uma legião de
demônios menores dentro da alma e da mesma forma que os
demônios do ventre, nutrem-se de vossa vida, que é, como repito,
Amor, Inteligência e Vontade.
- Ou vos entregais aos demônios, e ides onde eles os levam, fazendo
crer que eles são vós mesmos ou vos enfrentais até destruir sua
raiz, que são o ódio, o medo e o desejo impuro.>>
-
-

- Como eram claros os ensinamentos, poucos faziam perguntas, mas


um deles tinha dúvidas sobre os desejos:
- - “Perdoai minha pergunta Mestre, mas é mau desejar?
- Acaso é ilícito desejar a mulher, e que a mulher deseje o homem, é
ilícito ou pecado desejar um bom manjar?
-
- Respondeu-lhe o Essênio:
-
-

- << Os ódios e os medos não podem jamais ser bons, mas os


desejos são de dois tipos: há os bons que são necessários, como
são os que nomeais, mas tudo deve ser moderado.
- E a consciência, que é a Inteligência divina em vós, sempre vos dirá
quando um desejo é bom e quando é mau...
-
-
- << Não é mau desejar a mulher, nem que a mulher deseje o
homem, mas é mau desejar a mulher de outro, e para a mulher é
mau desejar outro homem já que tenha mulher, e é muito bom
que os esposos brinquem com seus corpos e se deem prazer
mutuamente, e assim se deve fazer porque a alma se expressa
mediante o corpo...
-
- ...Mas também é mau fornicar, que é jogar fora a água da vida a
mulher, e a semente o varão, pois nisso lançais fora do corpo a
sagrada hóstia do Espírito Santo, porque com ela deveis preparar o
corpo de Cristo, com o qual podereis nascer para a vida eterna,

32
fazendo o filho de homem, em vez de fazer filhos da carne, porque
se fazeis filhos da carne, fazeis cordeiros para Jeová.

-
- ... E logo nascereis em condições piores, e sempre ireis do
Devachan até a carne, e da carne ao cemitério, e do cemitério al
Kamaloka, e do Kamaloka ao Devachan, e no Kamaloka deixareis
apodrecer a alma das emoções, e desde o Devachan devereis
voltar a este mundo de sofrimento, e assim pelos séculos dos
séculos, sem conhecer a glória do pai, a menos que revertam esse
processo, e desperteis vossa alma, matando seus demônios.
-
- ... E não deveis preocupar-vos por manter reino humano, porque o
Logos do mundo dispôs bem as coisas e os deuses sempre terão
algum filho da carne para perpetuar o reino, mas os filhos dos
deuses não são mortais, e vós também podereis ter filhos imortais,
quando vos tenhais purificado, transmutando a vossa carne.>>
-
- <<, mas quem, à hora de ser chamado para seguir o caminho da
vida eterna, continuar fazendo filhos mortais, mais se afastará da
glória, fazendo causa comum com Jeová, que aprisionou os
homens fazendo-lhes corpos mortais. Por isso vos digo que estais a
favor ou contra minha doutrina, e não é possível estar morno,
porque os mornos estão sobre um fio e certamente cairão no
abismo, e logo nascerão como micos, esses que os Fenícios creem
ser animais, mas na realidade são homens caídos na
imperfeição.​>>

-
- Pouco depois de ensinar aquelas coisas, Ele subiu a uma barca
para ir com os pescadores até a outra margem, onde havia outra
multidão esperando-o há dias. Assim, quando partiram, Jesus
adormeceu sobre umas redes.
-
- Nisso, uma tempestade se levantou com grandes ondas, e as
barcas ameaçavam afundar. Assim, Pedro chamou o Mestre, que
não despertou pelo estrondo dos ventos e dos trovões, e como os

33
visse muito assustados, ergueu-se e disse ao mar que se acalmasse
e que a tormenta se fosse. E tão grande era a vontade em seu
Espírito que tudo ficou em calma.
- Os discípulos, ainda que conhecessem seus ensinamentos, não
entendiam os fatos e Jesus lendo-lhes seus pensamentos,
disse-lhes:
-
- << Lamento que ainda não entendais que estas coisas que faço,
vos também as fareis, e fareis coisas maiores ainda, mas nada
fareis se vos assombrais e maravilhais em vez de praticar... porque
se tendes fé verdadeira e o coração livre de medos e ódios, o único
que vos falta é praticar, praticar e praticar, e sem desânimo,
continuar praticando...
-
- << Pois não existe milagre para quem conhece, senão para quem
acreditou ou não, porque crer ou não crer SAO DUAS COISAS
IGUALMENTE INÚTEIS: NENHUMA DAS DUAS SE COMPARA COM O
SABER, sendo que o que simplesmente acredita, pode acreditar
em qualquer tolice ou estar enganado, e quem não acredita estará
um pouco mais longe do erro mas muitas vezes julgará mal o que
não conhece. [N.T. *19].
- A vós já expliquei tudo, e não o faço em parábolas como os
escribas e os rabinos, porque eu não vim para confundir, mas para
esclarecer, para que todos entendam, pois para isso é que vim.
- Assim, que dediquem mais tempo para pensar, segundo vos
ensinei.
- E não percais ocasião de aniquilar os brotos que os demônios
tenham deixado em vosso sentimento, porque, por causa deles é
que ainda não podeis dizer ao mar que se acalme, e à tormenta
que se vá. >>
-
-

- << Repito-vos que o milagre não é mais que uma sensação para
aquele que desconhece a Ciência de alguma coisa, e recordai que
ainda que sejais mortais, todavia até podereis ressuscitar um
morto recente, se tiverdes suficiente pureza de coração. >>
-
-  

- Quando  chegaram  à  margem  onde  a  multidão  os 


esperava,  chegou  ante  o  Mestre  o  chefe  da 

34
Sinagoga,  e  como  João  e  Santiago  o  conheciam, 
acreditaram  que  vinha  para  escandalizar,  e  o 
prenderam  para  levá-lo  para  longe,  mas  o  homem 
chorava  e  suplicava  que  o  deixassem  solto, 
porque vinha em paz com eles.  
- Então  o  levaram  até  o  Mestre,  e  lhe  rogou  que 
salvasse sua filha que estava morrendo. 
- Jesus  o  acompanhou  até  sua  casa,  e  todos  o 
seguiram. 
-
- Assim, um monte de pessoas tocava seus cabelos, e o abraçavam e
beijavam aqueles que o conheciam em pessoa pela primeira vez.
- Nisso o Mestre perguntou quem havia tocado suas vestes, ao que
Pedro respondeu com uma gargalhada, e lhe disse que todos o
estavam apertando. . .
-
-
- Eram cerca de 500 pessoas, mas uma mulher se ajoelhou diante
dele, e confessou-lhe que ela tinha há muito tempo uma perda de
sangue por hemorroidas, e tinha ficado pobre porque tinha
visitado todos os médicos da Judéia sem que nenhum a curasse,
mas agora sentia que por ter apenas tocado o “Saial “de Jesus,
estava curada e sentia-se assombrada por sentir forte seu corpo
novamente, daí o Mestre a mandou ficar em paz, porque a fé dela
a havia curado, já que era mulher de coração limpo e amoroso.
-
Pouco depois, chegaram à casa do rabino que se chamava Jairo, e os
parentes que saíram a recebê-los estavam de luto, com as cabeças
baixas e as roupas rasgadas, como eles costumam quando se
encontram indignados, mas o Essênio quis confortá-los,
dizendo-lhes que a menina não estava morta, senão apenas
adormecida, e por isto ainda na dor, um deles disse a Jairo:
-
- << Quem é este que trouxesteis para zombar de nós?
- Tão logo você saiu, e há mais de um dia esperando-lhe na costa,
vossa filha morreu e nada se pode fazer.>>
-
- Então o mestre chamou a mãe e o pai da menina, e três de seus
discípulos, e puseram para fora da casa todos os demais.

35
- Então, aproximou-se de onde jazia a jovem, levantando suas mãos
e disse com grande doçura de palavra e força de espírito que a
menina se levantasse.
- E como a menina se levantou e abraçou entre prantos seus pais,
Jairo disse:
-

<< Se em troca do que haveis feito, me pedires a vida, toma-a!


E assim tudo o mais que queirais de meus pertences, pois nos olhos de
minha filha viva está o maior tesouro que possamos ter.>>
- << Nada quero para mim! ... >> respondeu o grande Essênio:
- . << e sim para vós! ...
-
- <<.. atentai aos meus ensinamentos e dai-os sem alterar, uma vez
praticado em vós mesmos.
- E a vossos criados que, segundo vossa riqueza devem ser muitos,
tratai-os igualmente à vossa filha, ainda que sejam estrangeiros ou
dos seus, pois essa menina esteve morta porque o
- Espírito Santo estava nela e não queria permanecer entre vossas
iniquidades.>>
-
os esposos abraçaram Jesus e lhe juraram que mudariam seus atos e
pensamentos, como nenhum outro havia feito antes, porque
certamente que as iniquidades remoíam seus corações e não
queriam continuar nelas.
-
- Inteirando-se de todas essas coisas, os fariseus e os doutores da lei
se reuniram em Jerusalém para tramar contra o Mestre, porque
estava convertendo os próprios judeus em cristãos. Assim, não se
davam por vencidos.
- Enquanto eles tramavam, os discípulos saíam pelos povoados
ensinando às pessoas a Doutrina, dando discursos e curando
enfermos, em nome do Espírito Santo.
- Ao retornarem e reunirem-se com Jesus, este disse a Pedro,
Santiago e João:
-
JESUS CONVIDA PEDRO, SANTIAGO E JOÃO PARA

36
UM PASSEIO DE NAVE ATÉ AGARTHA.

- << Boa tem sido vossa andança destes dias, e os deuses que vivem
dentro do mundo me visitaram em espírito, e como viram que
estamos fazendo bem nossa missão, têm algo para dizer-me em
pessoa. Assim, vós me acompanhareis até o Monte das Palmeiras,
onde virão meus irmãos, e por uns dias estaremos no paraíso do
mundo. Escolhi-vos porque são os mais adiantados e de mais puro
coração, mas não direis aos demais onde vamos. >>
-
- Assim, acompanharam-no aquela noite ao monte citado, e
estando muito longe da vista da cidade, puseram-se a meditar em
silêncio, até que perto do amanhecer, quando os três discípulos se
achavam adormecidos, despertou-lhes uma luz amarela muito
potente que se colocou a pouco mais de um estádio deles.
-
- Como estavam um pouco assustados, Jesus os tranquilizou, e
quando ficaram bem, a luz havia se transformado em uma enorme
bandeja, como as de moer grãos, ali foram os quatro e, ao
aproximarem-se, uma luz branca como nunca haviam visto antes,
deixou-se ver por uma porta, e dela saíram dois anjos ou deuses,
que falaram em pensamento com Jesus.
- Logo lhes fizeram entrar na bandeja e desde dentro via-se tudo
fora, porque aquela era uma nave de deuses, e suas paredes eram
como o natrão, mas de fora não era possível ver nada dentro.
-
- ​Como os três discípulos estivessem muito assustados, Jesus
repreendeu-lhes, porque com tais sentimentos importunavam aos
recém-chegados, que foram apresentados como irmãos de Jesus
em espírito. Então, um deles disse-lhes:
-
- O COMANDANTE DA NAVE FAZ UMA DECLARAÇÃO DE PATERNIDADE SOBRE JESUS
AOS 3 DISCÍPULOS:
<< Este que vos convida é meu filho no paraíso, onde iremos agora, e
estareis sempre com ele, assim, permaneçais com o coração em
paz. >>
-
- Quatro dias estiveram no Paraíso, e quando regressaram, só
disseram aos demais que tinham estado no reino dos deuses, mas
não disseram o que viram e o que souberam deles, porque está

37
vedado aos mortais entrar no Paraíso, salvo por motivos especiais
que só eles conhecem.

- Como os Fariseus e os doutores estivessem preparando


argumentos para prejudicá-lo e emboscadas de soldados para


matá-lo, três membros do Sinédrio que queriam ser salvos
disseram ao Mestre:
-
- << Até quando vais estar neste território perverso? Estais
curando-os de suas pestes, devolvendo a visão aos cegos,
tornando sãos os paralíticos e até ressuscitando alguns mortos e,
apesar disso, os sinedritas e os herodianos conspiram para
matar-vos!
-
-
- ... E se ficais mais tempo, eles aprontarão das suas, pois são
persistentes como a Lepra e Venenosos como a Serpente. Nada
temos contra vós, por isso estamos aqui. Ao contrário, vemos que
vossa palavra é verdadeira e não queremos que vos prejudiquem
essas harpias.
- Mais não podemos fazer, porque se nossos companheiros se
inteirarem, nos arrancariam a língua e os olhos, e vós não
poderíeis curar-nos, porque não teríamos olhos. >>
-
- E disse-lhes o Essênio:
-
-
- De  como  JESUS  CONVENCEU  TRÊS  MINISTROS  DO  SUPREMO 
TRIBUNAL  DE  JUSTIÇA  PARA  ABANDONAR  SEUS  CARGOS  A 
SERVIÇO DE JEOVÁ SATANÁS. 
-  
- (A  real  história  da  versão  bíblica  mentirosa  sobre  o  jovem  rico  que  JC  teria  dito  para 
doar à igreja todos seus bens, como os dízimos, para segui-lo) 
-  
- << Podeis ficar tranquilos quanto a mim, porque ninguém poderá
tocar-me sequer em um fio de cabelo, se eu não o permitir.
- Eles não entendem que não se pode ir contra alguém que tenha
consciência de Deus, e age sendo um com o Espírito Santo​.
- Nem sequer precisei usar minha espada mais do que para cortar
algumas orelhas, e me irei quando meu pai em secreto, que é o Eu
Divino em mim me mande partir...​.
38
-
- ..., mas não vejo o que fazeis vós ainda no Sinédrio, quando vós
mesmos sabeis o que é isso e os escorpiões que ali se criam.
- Já ficaram suficientemente esclarecidas as coisas, desde que vim,
para que o que me ouça decida se está comigo ou contra mim.
- Os Fariseus e os traidores hipócritas caminham a meu lado,
achando que não os percebo, mas se equivocam....
-
- Se os deixo estar entre nós é porque dou-lhes oportunidade de
trocar seus demônios pelo Espírito Santo.
- Pois a cada um corresponde aceitar que o cure dos demônios, ou
que não o faça, pois não há pior cego que o que não quer ver, nem
pior surdo que o que não quer ouvir...
-

- ..., mas nós não nos metemos onde haja harpias em outra atitude
que não seja combatê-las, pois libertar escravos é a nossa função.
- Se permaneces sob o juramento do Sinédrio, vós fazeis cúmplices
dele e traidores ao mesmo tempo, porque assim o consideraram o
nobre José de Arimateia, e foi expulso, sem valorizarem sua
sabedoria.
-

...Assim, que reneguem vossos títulos para viver como corresponde,


segundo vossa consciência, pois se não estais preparados para morrer ou
matar em defesa de vossa liberdade e vossa Paz, não as tereis jamais.>>
-
- [N.T. *20] Como tal fato histórico foi tão chocante para a sinarquia religiosa e seria até hoje, resolveram riscar da história, e assim esse episódio foi trocado
por outro, intitulado na bíblia como a “parábola do rapaz rico “, uma palhaçada ou comédia forjada na qual MsC Jesus ordena que um jovem rico abandone
todos seus bens e lhe siga, com isso, a igreja argumentava que os fiéis deveriam doar todos seus bens para a congregação em nome de Jesus e outras
fraudes modernas onde até contas bancarias em nome do mestre são aberta para deposito dos “dízimos”.
-
- Como foram tão claras e sábias as palavras de Jesus, os três
renunciaram ao Sinédrio e com isso o ódio dos outros se fez mais
intenso.
- Assim, convocaram Saulo, apelidado “O ISCARIOTE “... [N.T.*21]
-
- [N.T.*21] : Nesse ponto os falsificadores do concílio inventaram um personagem que nunca existiu – Judas Escariotes – para ocultar que o pior traidor foi o
famoso < SÃO PAULO > escolhido como o < Criador do Cristianismo >, mentira simplesmente infernal , ou seja, Saulo de Tarso, foi quem recebeu as 30
moedas ...DE OURO...não de prata, como mente a bíblia...para matar o MsC JC, tentativa na qual fracassou, daí que <JUDAS> nunca existiu, sendo tal nome
usado pois significava <O TRAIDOR > daí que Saulo-verdadeiro-Judas, tendo sido desmascarado como um verme traidor na frente de toda comunidade
cristã local, ainda foi enforcado a mando do tribunal judaico porque mentiu, afirmando que tinha tido êxito na trama popular armada por ele, para exigir a
crucificação de JC, além de ter sido o mandante de um grande crime contra a história da humanidade, o incêndio da biblioteca central de Roma, que passou
para os bairros populares vizinhos provocando uma grande mortandade que foi considerada um belo holocausto agradável a Jeová satanás, mas a falsa
história sinárquica culpa Neron até hoje.

... a quem tinham mandado seguir Jesus aonde fosse, dizendo seguir sua
doutrina.

39
Ordenaram-lhe isolar Jesus com algum pretexto, a fim de matá-lo sem
que o povo soubesse, porque todas as pessoas reagiriam contra os
assassinos e aqueles que os mandaram, e se o governador se inteirasse
poderia destituir Herodes e fechar o Sinédrio.
[N.T. *22] Esse único paragrafo corrobora a gravidade do crime cometido pelo Vaticano, patrocinado pelo capital judaico, contra a História. Vale recordar que, para dar
crédito às mentiras sobre o traidor Saulo, que nunca se tornou Paulo, pois o episódio da cegueira espiritual diante da visão do mestre na estrada de Damasco....NUNCA
ACONTECEU.....e sim, foi contemporâneo de Jesus, quando a bíblia mente, alegando que jamais se conheceram pessoalmente, óbvio que para garantir-lhe a impunidade
do crime que tentou cometer...ou seja, toda e qualquer mentira tecida nesse mundo pelos servos do rei da ignorância Jeová são tão inconsistentes, que basta encontrar
um pequeno fio da meada da verdade, ao puxar, toda a trama se desfaz e o castelo de areia se desmancha, como tudo que o deus da mentira Jeová criou, tergiversou,
copiou, plagiou, mentiu, enganou...nesse palco de tenebrosas mentiras religiosas que tem afrontado a humanidade, realmente dividindo o tempo em AC/DC.

-
-
- Para este Saulo, que era um grande hipócrita, custava a acreditar
que Jesus soubesse seus pensamentos, ainda que, às vezes, era
surpreendido pelo Mestre, que o olhava quando elocubrava com
base em sua inveja e vileza.
- Mas todas as suas dúvidas se foram, quando o chefe do Sinédrio
lhe prometeu 30 moedas de ouro puro, para que fizesse com elas o
que bem entendesse.
-
-
- Assim, disse a Jesus que, durante a festa da Páscoa, já que Ele não
a festejava, mas pouco haveria para fazer, estando quase todo o
povo nas celebrações, podiam ir orar no Monte das Oliveiras, pois
sabia que aquele era o lugar predileto de Jesus. Mas pediu-lhe que
fossem sós, porque queria confessar-lhe coisas que lhe
envergonhava falar diante dos outros.
- O Mestre disse-lhe que pensaria o que fazer, e nessa noite,
enquanto ceiavam na casa de Marcos, falou a todos os que ali
estavam, que eram umas 40 pessoas:
-
MsC JESUS ANUNCIA SEU CASAMENTO COM MARIA MADALENA e...
JC : 

<< Duas notícias tenho para dar-vos, uma é boa e outra ruim, contudo
nenhuma deve angustiar o vosso coração:
1) A primeira é que vou casar-me com Madalena, que tem sido a mulher
mais valente que conheci, pois com ela hei de seguir meu caminho, já
que a achei afinizada a meus desejos de ascender ao reino dos cristos
o quanto antes...

40
...como nasci mortal, é mister recuperar a imortalidade tal como ensinei,
e não se pode fazer em solidão, nem o homem, nem a mulher ...
[N.T.***] E... DESMASCARA O TRAIDOR HIPÓCRITA SAULO PERANTE A ALTA SOCIEDADE PRESENTE NA CEIA DO NOIVADO, OFERECIDA PELO GOVERNADOR ROMANO

MARCOS, O MESMO “São Marcos “evangelista da bíblia​ ... ​DO QUE PODEMOS DEDUZIR QUE NUNCA HOUVE O SUPOSTO LADO PUSILÂNIME, QUASE QUE
HOMOSSEXUAL DO MESTRE JESUS, NO SENTIDO DE ESTAR SEMPRE PREDISPOSTO AO PERDÃO E AO AMOR CONDESCENDENTE A TODO TIPO DE DEMÔNIO QUE TODO
TEMPO VINHAM LHE HOSTILIZANDO DESDE QUE NASCEU...NÂO...pelo contrário, nesse episódio desmascarou o hipócrita Saulo de Tarso, eleito pelos concílios da mentira
como patrono criador do cristianismo moderno ou coisa que o valha, que nunca passou de um verme conspirador vil do mais baixo nível espiritual, como eram a maioria
dos condestáveis do grande tribunal de IN-justiça judaico presidido pelo demônio Herodes, regente vassalo do império Romano, que igualmente a falsa história cita como
REI dos judeus, o que significaria uma AUTONOMIA, que em vista do jogo imperial Romano, nunca houve, sendo que tudo que fazia era em oculto, em secreto, nas
sombras, como tudo que esse povo escolhido vem fazendo em suas dominações em tantos países, ao ponto de não ter sido à toa que foram expulsos de mais de 109
países até o início do Século XXI, certamente que esta cota aumentará muito, incluindo os tão tiranizados por eles, os EUA.

JC: 

2 – Mas a outra notícia é que o punhado de hienas [N.T.*21] que julga o


vosso povo, não dormem senão sonhando em matar-me. Assim,
enviaram um hipócrita, para fazer ato de traição.
[N.T.*21] : Interessante que A.Hitler, o Führer da Alemanha, desde que teve oportunidade de ler esse arquivo secreto do Vaticano, traduzido desde o Latim para o alemão
em 1930, quando o papa Leão XX liberou desclassificando do Index Proibitorium , desde então ele passa a se referir ao povo escolhido por Jeová Satanás, como “As Hienas
do Sistema Bancário Internacional “, em todos seus discursos apoteóticos, por meio dos quais instruía ao povo como agia o inimigo camuflado em pele de cordeiro.

e como todos se escandalizaram e se olharam uns aos outros, o Mestre


continuou:

JC: 
- ... Não vos preocupeis pelos demais, porque assim a traição se
tornaria em desconfiança, e envenenaria a alma de todos. Deixai
que o traidor faça das suas até onde eu lhe deixe, pois basta que
eu o saiba, já que é tão ruim, bem o sabe ele, e terá por isso seu
preço, que o apetece mais que a salvação de sua alma. Assim,
comamos em paz, e não vos preocupeis por mim, pois se acaso me
matassem, voltaria a nascer no paraíso onde se é imortal​.>> 
-
- LDN: 
-
- Quando isto dizia Jesus, Saulo baixou a cabeça, e se revolvia em
seu coração de tal modo, que todos se deram conta de quem era o
traidor.

41
-
- No dia seguinte, viu-se Jesus ir até as colinas dos Oscares, onde os
discípulos haviam combinado com muita gente que ainda desejava
escutar a palavra da sabedoria, e muitos tinha vindo de muito
longe.
-
- Ao chegar sobre o Teni, estimou que eram mais de 5.000, e se
alegrou de que houvessem muitos desejosos de ser livres em
espírito.

-
- LDN: 
- Assim, esteve curando os enfermos e ensinando com grande
clareza a Doutrina, até que se fez muito tarde. Os discípulos
estavam cansados porque eles ensinavam a falar, para que todos
conhecessem a ​MAGIA  DAS  RUNAS,  que  é  a  - 
GINÁSTICA  COM  VERBO  –  que  faz  florescer  o 
verbo criador de Deus em cada um.
- Assim, Pedro disse ao Mestre:
-
-
- Pedro Discípulo: 
-  
- << Recordo-vos de que de carne somos e a carne se cansa.
- Além disso, se não dispensais essa gente, vão desfalecer de fome.
- Pois alguns caminharam por 5 dias, faz dois ou três dias que estão
sem comer, e como já se faz noite, terão que ir às aldeias dos
arredores buscar refúgio e alguma comida.>>
-
-
- LDN: 
- Então o mestre chamou os 10 que ensinavam com ele, e lhes
indicou deixar as pessoas formadas em grupos de 50, tal como
estavam para os exercícios.
- Então tomou as cestas de comida deles, e achou apenas cinco pães
e dois peixes.
- Assim que partiu em dois pedaços um peixe, para que houvesse
Pão e Peixe em cada uma das 3 cestas.
- Disse a Pedro, João e Felipe:
-

42
- JC:
-   <<  Agora  deixeis  de  lado  todo  pensamento  alheio 
ao poder divino, e deixai-o agir. 
- Que  não  se  assombreis,  recordai  que  não  existe 
milagre  maior que o AMAR, o SABER e a VONTADE 
divina,  que  está  até  em  vosso  próprio  alento, 
dando graças à divindade que vós mesmos sois.  
- Baseai-vos  nisto,  irmãos,  e  que  cada  um  tome  o 
quanto queira.>> 
-
- LDN: 
- E como os três fizeram tal como o Mestre os mandou, as cestas
começaram a encher-se de Pães & Peixes, à medida em que as
pessoas tiravam. E em vez de esgotarem-se, cada vez estavam
mais pesadas.
- Até que outros precisaram ajudá-los, pois haviam somente três
cestas, mas não se esvaziavam.
- Quando voltaram com o Mestre, os 5 mil tinham comido até se
saciarem, e restavam ainda 3 cestas cheias de comida.
-
-
- Encontraram-no  como  que  dormindo,  recostado  a 
uma pedra e, ao ouvir seus murmúrios, disse-lhes:
-
- JC:
- << Estas obras que eu faço, vós também as fareis, e fá-las-ão
maiores ainda, pois o Espírito Santo, que está em todas as coisas, é
inesgotável. Quando façais coisas similares, será porque haveis
terminado de purificar vosso coração e vossa alma. Então o
Espírito Santo virá a vós, que O recebereis. ...
-
- [N.T.*21] Porque será então que nunca nenhum cristão conseguiu fazer grandes obras como Jesus prometeu? Vejamos: Mais uma vez o relato confirma
que o MsC Essênio ia ensinando até que não existia milagres, na mesma medida em que os fenômenos citados na bíblia como “milagres” iam acontecendo.
Pelo contrário, os traidores do Vaticano patrocinados pelo Lobby dos banqueiros templários, do “ Templo de Salomão” , título inicial deles, ou seja, não
cristãos controlando o Vaticano, resolveram censurar como crime inafiançável o cerne de todos os ensinamentos cristãos, a ciência rúnica, daí que, para
citar apenas um exemplo, dois mercenários judeus, chamados “santos”, Inácio de Loyola e Carlos Magno, foram comissionados pelo Vaticano para
exterminar da face da terra todas famílias detentoras de tal conhecimento, Carlos Magno promovendo um genocídio em toda Europa, e Inácio de Loyola
encarregado de exterminar os clãs ninjas do Japão, quando lá os jesuítas se infiltraram com uma rede de intrigas, subornos e assassinatos, aplicando o
princípio de “dividir para governar”, de tal modo que até que foram expulsos pelo Xogum Ieasu Tokugawa, criaram um inferno tão pavoroso no Japão,
entre outras atrocidades, crucificando milhões de pessoas, em nome de Jesus, daí que até hoje o povo do extremo oriente sinta algo quando lá se fala em
“cristianismo”: Nojo e Pavor!

-
- JC:
-   ...,  mas  não  será  o  final  de  vossos  dias,  nem  da 
vossa  missão,  senão  que  vos  achareis  perto  de 

43
ascender  ao  Reino  dos  Cristais [N.T.*22]   –  e  vosso 
será esse Reino, o Poder e a Glória.>> 
- [N.T.*21] Nesta conclusão da “promessa”, fica claro porque foram tomados de total desespero os dominadores da sinarquia religiosa da época, e até hoje,
ou seja, até o Vaticano se tornou cúmplice da grande conspiração Jeovítica contra a Verdade: Uma vez todo povo seguindo a “Doutrina “apresentada,
certamente que a humanidade restaurada tomaria o poder mantido sob as rédeas e o chicote impiedoso dos satanistas de Jeová.
-
- [N.T.*22] O título “cristo”, então tornado tratamento honorifico, decorre de dificuldades ocorridas nas traduções, desde o Latim antigo original, para o
Italiano, depois ao alemão e Espanhol, até chegar ao português ou ao inglês : Era tal termo relativo ao cristal-Graal, a joia da Coroa de Kristus Lúcifer, um HD
de todo conhecimento e sabedoria de Galáxias distantes, ou seja, o verdadeiro Graal, um manancial de informações da ordem de cerca de 100 TB,
considerando que nesses idos de 2018 os maiores HD comerciais cheguem em apenas 2 TB. Assim um “Cristo”, seria um - Portador da Sabedoria do Graal, e
o tal Reino, o continente interno de Agartha, de onde veio o mestre, e que ao final para lá retornou com sua esposa, levados por uma majestosa nave, um
OVNI hoje denominado disco voador.

-
- LDN: 
- Nesses dias, chegou às mãos de Tibério uma carta de ADRIANO
GALIO, que era espião, enviado por ele para estudar a situação da
Judéia, e o compromisso político do governador, e dizia: [N.T. *23]
-
- [N.T.*23] Os observadores e conselheiros do império, senadores, sabiam do risco que corria o governador Romano da região, Poncio Pilatos, que lá atuava
sem ser subornado pelo lobby do regente judeu Herodes Antipas, pois assim dominavam os políticos desde então e até hoje o fazem em todas nações onde
usaram as mesmas antigas técnicas de infiltração, dominação e devastação, até mesmo exterminar um povo como estão fazendo com a Palestina, nos dias
de hoje, causas que estes registros deixarão claro: eram o povo da Galiléia, de onde saiu o Essênio Jesus, daí que até riscaram tal tribo da história, não
consideram-na entre as 10 tribos do norte, as de Davi, nem as 2 do sul, as de Salomão, pois eram os essênios da antiga Galileia, extremo Norte de Israel hoje
Palestina, receberam cidadania Romana, estando todos contra a ingerência do genocida Herodes Antipas, regente judeu, por isso foram alvo de decreto de
extermínio por genocídio gradativo e “discreto”, como sempre agem, caluniando e criando história falsa, culpando, por exemplo, os alemães, de fazerem
com eles o que sempre fizeram com outros povos.
-
-
-  
Centurião ​Adriano Gálio​ reporta ao Imperador Tibério: 

- << Divino César: Passei três meses observando os judeus, os


galileus e os essênios, e os cafarnitas, e muito especialmente os
cristãos da Judéia, e minha conclusão é esta:
- os Essênios são de nossa raça, ainda que quase todos de olhos
azuis, mesmo aqueles que tem cabelo preto, todos eles são mais
altos que os demais povos, na proporção de uma cabeça de
diferença, e como cidadãos, certamente que vosso juízo sobre eles
estava correto, porque são um povo leal e digno como nenhum
outro e muito ganha o império tendo-os onde se encontram
atualmente...
-  
- << Ainda que não tenham formado um território fixo, seus
desígnios são afins com os de Roma, pois respeitam as leis e jamais
achareis faltas em nenhum deles.
- Lamento dizer-vos que igual não ocorre o mesmo com os judeus,
os galileus e os cafarnitas, e ainda que não seja alguém para
sugerir-vos nada, temo que se lhes permitireis transitar pelo
Império, fariam muitos estragos e alterariam a paz dos demais
povos​...
-  
44
- .​ .. Sei que sabes estas coisas, mas é meu dever confirmar a
Verdade, como me haveis pedido.
- Entre esse povo, os cristãos da Judeia são a exceção, pois são
vários milhares que tem se rebelaram contra a tirania de Herodes
e do Sinédrio, mas também há falsos cristãos, que na verdade são
enviados pelos sinedritas para escandalizar e perverter os
verdadeiros...
-  
- ... Como agora se acha dividido todo esse povo, o Mestre Essênio
que causou esta divisão corre perigo de morte.
- Pois, nos templos dos judeus, a única coisa que se fala é de como
matá-lo ou acusá-lo, para que o governador lhe tenha inimizade.
- Estando com ele em seus discursos, comprovei que não é a
exceção entre os Essênios, senão que é igualmente um cidadão de
Honra, e vossa impressão sobre ele tem sido correta ...
-  
-   
- ...​Perguntei-lhe em que conceito tinha o nosso César, ele nos
respondeu​:
-
-  
- JC:  
- ​ < Ai do mundo se a mão de César fosse branda! Porque,
<
enquanto o Deus de seu coração o continue guiando, e enquanto
sua espada continue sendo a da Justiça, o mundo avançará para a
Glória.
- Porque enquanto haja povos como este, e Jeová continue fazendo
das suas, não é possível deixar de velar atentamente. ​>>
-  
- ... E como o mestre dissesse isso perante mais de 1.000 pessoas,
seu compromisso é grande.
- Assim que não duvido de que seja assim seu pensamento.
- Encontrei nos ensinamentos de Jesus, que chamam doutrina, a
mesma sabedoria que em vossos princípios se predica em Roma!
[N.T.*24]
- Nosso amado povo se veria beneficiado.
- Mas isso corresponde a vosso sábio juízo e decisão. Ave César! ​>>
-
- Escrito por Adriano Gálio na Judeia, no mês de junho do ano siberiano de
(...)​NT:***​.​ ​Romano​.
-

45
- NT:*** ​citação em caracteres Romanos, do ano segundo o calendário da época.
-
-
- LDN:  
- E como na Judeia as perseguições contra os cristãos continuaram
dividindo o povo, um Saduceu chamado Canaã de Betsaida foi
ante Pilatos, acompanhado por 5 mulheres, e disse ao governador:
-
- Canaã de Betsaida reclama de Jesus a Poncio Pilatos 
-  
- << Vimos pedir-vos ingerência neste assunto de meu povo que,
por causa do Essênio Jesus, se encontra em inimizade entre si e os
irmãos já não são irmãos, nem os pais são pais de seus filhos,
senão inimigos.
- Essas mulheres que choram aqui perderam seus maridos, não por
porque estejam mortos, mas porque foram-se de suas casas e as
abandonaram, e tudo porque elas não compartilham da Doutrina
...
-
-
- Canaã de Betsaida
- .​ .. Se é verdadeiro vosso poder e justo vosso juízo, não achais
conveniente crucificar Jesus, considerando que ele tem causado
mais mortes que os Zelotes?
- Ali tendes prisioneiro Barrarás, Ameneliades e Bartolomé, o
Namorado, enquanto que o Essênio anda revoltando o povo e
provocando desordens.
- Por acaso não estais aqui para impor a paz? ​>>
-

Como  Pilatos  vinha  passando  todos  os  dias  por 


- LDN:
-
situações como esta, disse a Canaã: 
-
- Pilatos​: 
- << Não discutirei convosco quais são minhas obrigações, nem
permitirei que me as recordeis. – Assim como também não
tolerarei que digais o que devo fazer, mas vos digo que não vos
achais divididos pela Doutrina do Mestre, senão por causa de
vossas próprias iniquidades.
- - Antes de cair a noite, o Mestre haverá de estar em minha mesa,
assim que voltai a essa hora e ele terminará de responder-vos. >>

46
-
-

- Narrador LDN​:
- Sabendo deste compromisso de Jesus, o saduceu convocou os
Sinedritas e os Herodianos para propor-lhes uma ideia.
- Assim, começaram muitas corridas na cidade e, avançada a tarde,
os conspiradores tinham reunido uns dois mil parentes, e todos os
que estavam perseguindo o Mestre.
- Foram até o governador e ali os soldados tiveram que contê-los
porque, em altas vozes, clamavam que Pilatos viesse até eles.
- Quando Pilatos foi avisado, Jesus se achava com ele e lhe disse:
-
- JC:
- << Sei que vieram por minha causa, e por minha causa devereis
fazer juízo.
- Mas vos rogo deixar de lado nossa amizade, para que vosso
pensamento seja justo.
- Deixai que vossa autoridade seja a que vós recebeis de cima, quer
dizer, a do Deus de vosso coração, que é maior do que a da vossa
investidura. >>
-
- Pilatos​:    
- << Não vos preocupeis pelo compromisso, disse-lhe Pilatos,
porque eu sei muito bem o que essa turba quer e vossa Doutrina
certamente que não é pacífica, mas não contradiz a lei que eu
represento. Se predicásseis em Roma, certamente não produziria
divisão, senão mais União entre todos, porque se este povo é
divisível porque o merece.>>

- Narrador​ LDN: 
-
- Insistiam os que estavam fora.
- Pilatos os mandou à Praça de Armas, porque ali falaria com todos.
- Então Jesus não considerou oportuno deixar Pilatos só, já que
estavam contra ele.
- Quando estavam ambos no palco da Praça, um dos sinedritas
mandou que todos calassem e falou:
-
-
-
- Representante do STJ Sinédrio reclama de JC 

47
- << Por este que vos acompanha é que estamos aqui. E bem sabeis
que anda perturbando nosso povo há 3 anos. Assim que, como é
nascido na Galileia, segundo nos disseram alguns de seus
parentes, antes da Justiça Romana lhe corresponde a justiça de
nosso rei, que o condenou à morte, por causa de blasfêmias contra
nosso deus Jeová!
-
-
- ... Esse Essênio diz ser um Deus, e que os deuses são imortais,
então se o crucificais, tal como fez Tibério com alguns enviados de
nosso rei, certamente não morrerá, e se morresse terá
comprovada sua blasfêmia, mas se o deixais livre, estareis contra
Roma e contra a paz de nosso povo. ​>> 
-
- [N.T. ** ] Essa versão estúpida e demencial dos fatos que levaram à suposta e falsa crucificação que, como veremos adiante, NUNCA ACONTECEU... foi
adotada oficialmente no concílio bíblico, para convencer a humanidade que sempre tem sido o povo escolhido quem julga e condena a humanidade, em
nome de Jeová satanás, como tem sido até hoje nos judiciários do ocidente, notadamente nos EUA e no Brasil, onde toda cúpula judicial se encontra
diretamente comandada pelos rabinos locais, por meio das lojas maçônicas, às quais pertencem 99% dos juízes e desembargadores​.

E lhes disse ​Pilatos​:


- ​ < Nada injusto cometeu este homem. Assim que não entendo
<
vossos argumentos, e mesmo que tenha nascido na Galileia, sabeis
que os cidadãos Romanos não são tais por terem nascido em
Roma, senão por serem leais ao Império. E este não só é leal a
Roma, senão que é homem por demais justo e tolerante, assim,
deixaremos que o essênio que fale por si, porque não é justo que
não se defenda.​>>
-
- O Mestre adiantou-se uns passos e disse aos conspiradores: 
-
- JC:  
- ​ < Desde que vim a vós, tenho tratado de que compreendais que
<
não sois um povo saudável de espírito.
- Assim, podeis arrancar de vosso coração esse demônio de Ódio,
porque é a causa de todos nossos males e todas nossas misérias, e
se demonstramos que o Deus do qual vos falo nada tem a ver com
o que adorais, é porque o Deus criador do mundo e de todas as
moradas infinitas que há no céus, é certamente um Deus de Amor,
e não de ódio, e nunca pode ficar iracundo, nem amaldiçoar suas
criaturas. E se agora estais alegando que vim para separá-los, vos
digo que é do joio, ainda que isso obrigue a semear sangue e
espada, separando os irmãos de seus irmãos, pais de seus filhos, e

48
as mulheres de seus esposos, pois não pode conviver o de coração
sadio com o de coração impuro, porque assim é como os limpos de
coração são escravos dos hipócritas e dos cobiçosos.
- Por acaso já não estavam divididos em castas, de acordo com a
posse de riquezas desse mundo, havendo poucos ricos em
possessões e muitos escravos carentes até de comida? ...
-
-
- O VERDADEIRO SERMAO DA MONTANHA DE JESUS CONTRA OS CONSPIRADORES JUDEUS 

JC: 

​ < Certamente vos digo que muito tolerou Roma e todos os povos, mas
<
se continuam em vossa cegueira e perfídia, chegará o dia em que a
paciência se esgotará e tereis exércitos rodeando vossas cidades, e não
restará pedra sobre pedra nelas, porque infundem a ira em todas as
nações, assim, não me culpem dos vossos demônios, mas despertai de
vossa infâmia! ​>> 
- [N.T.  ***] ​Jesus aplica uma lição de moral tão grande nos conspiradores judeus, que a partir desse dia resolveram riscar da história o
dia em que foram desmascarados perante a humanidade: Hoje, passados mais de 2000 anos do fato histórico, incalculáveis fortunas
gastaram para formar um lobby pesadíssimo pela alteração da história, principalmente para os constituintes dos concílios do
Vaticano, subornados só “deus “sabe por que quantias de moedas de ouro com que compraram a consciência dos mais notáveis
personagens dedicados aos tais registros: Essa tática do suborno, só nunca funcionou enquanto houve o Império Romano, que
rejeitava violentamente esse tipo de ingerência religiosa do povo que se considera melhor que todos os demais por ter sido escolhido
por satanás.

-
- LDN:
- Então a multidão que continuava surda e cega à toda razão, e que
agia mediante sinais para agir ao mesmo tempo, começou a
insultar Pilatos e o Mestre, sabendo que a Centúria na era
suficiente para reprimi-los, então o governador levantou suas
mãos e esperou que calassem e disse:
-
-
- PONCIUS PILATOS​: 
- ​ < Amanhã terei tomado uma decisão, e podeis vir aqui, a esta
<
mesma hora.
- Assim, ide a vossas casas, e preparai-vos para vossa celebração de
Páscoa, que eu meditarei sobre o que é justo. ​>>
-
- E como não acharam respostas prontas, começaram a ir pesarosos,
então, entrando no palácio Pilatos e Jesus, o mestre disse:
-

49
- JC 
- << Entendo qual é o vosso desejo, ainda que não queirais dizê-lo,
mas não vos preocupeis, porque ainda que tenteis ajudar-me, sei
que mais não poderíeis fazer com esse povo tão cego e pecador.
>>
-
-
- LDN: 
- Assim, o Mestre mandou convocar todos seus fiéis mais próximos,
que eram cerca de 500, para que o esperassem no Horto de
Getsemani, que era propriedade de José de Arimateia, onde
costumavam reunir-se secretamente alguns poucos, mas Pilatos
lhe rogou que os convidasse ao seu Palácio, pois mandaria
preparar comida para os que fosse necessário atender, e como
Jesus aceitasse, reuniram-se ali os cristãos que se encontravam na
cidade.
- Então, durante a ceia que o Mestre escolheu 72 deles para que
continuassem na região com a campanha de ensinamentos, e lhes
disse que se ausentaria, porque se permanecesse ali colocaria toda
missão em perigo, e disse:
-

- JC: 
- << Muitos de vós serão perseguidos, presos ou mortos, mas agora
estais preparados para combater o mal, porque o haveis
desterrado de vossos corações. Tenho tido bastantes provas de
vossa valentia e de que haveis vencido o medo da morte. É que
entre os soldados de Roma e vos não há diferença, e que bem
podeis envolverdes com eles, mas vos recomendo que se não vos
convocarem para tal serviço, dedicai todo vosso esforço para
divulgar os ensinamentos que haveis recebido ​...​ >
​ >
-
- ...​Pilatos designou 10 instrutores, para que vos terminem de
formar no uso da espada e na arte da Guerra, porque por causa da
Doutrina, o inimigo está mais atento que nunca.
- Mas vos recordo qual é o inimigo mais perigoso que os soldados
de Herodes e os assassinos que Sinédrio mandou emboscar-nos
quando tiveram oportunidade: ​O maior inimigo é vosso medo,
vosso ódio e vossos desejos carnais, representados no triângulo da

50
Estrela Hebraica, ​enredando outro triângulo, que é a Doutrina do
Amor, da Inteligência e da Vontade.
O verdadeiro discurso de Jesus na famosa: ÚLTIMA CEIA 

- O​ JC 
- Não importam os inimigos de fora, porque vos guiará o Espírito
Santo. Para que atuem com Justiça entre todos os povos e
permaneçam onde quer que sejam bem recebidos e escutados,
mas onde não houver ouvidos atentos, não permaneçais nem uma
só hora , porque não podeis esperar que os porcos comam pérolas,
e como esta é a última ceia que compartilharemos, bebei e comei
estes vinhos e manjares, mas não esqueçais jamais de alimentar o
corpo de cristal, que mora no céu de vossa alma, porque vossa
semente [N.T.***] é o pão do Espírito Santo em vós.
- JC 
- ...  ​Flavio Marcelius tem tomado nota dos ensinamentos e foi
encarregado de fazer cópias dos mesmos, [N.T. ****] que cada
qual leve e recorde tudo sem alterar nem uma letra, porque virá
um tempo em que, por causa de perseguição, se esquecerão
muitas coisas e será bom que esses escritos sejam bem cuidados,
pois virão falsos profetas que, em nome de Jeová Satanás,
adulterarão os escritos dos escribas judeus, e se até agora não
cessaram de enganar e caluniar, é de se esperar que o continuem
fazendo​.>>  
- [N.T. ****] Como cita Neron, foram editadas inúmeras cópias de todos os ensinamentos do Mestre, patrocinadas pelo Império Romano, de tal modo que
mesmo podemos imaginar que ao longo dos séculos o Lobby Sionista se empenhou em destruir todas quanto possível, de algum modo vários dos casais
leais ao mestre, suas famílias vêm guardando como um tesouro essas sabedorias, e fora as cópias hoje no Index da Biblioteca do Vaticano, talvez uma
dessas cópias hoje nos permita tomar ciência de tais detalhes dessa, entre tantas histórias perdidas, da maior importância para a libertação da
humanidade.  
-  
- LDN: 
- Antes que todos se fossem sendo já muito tarde, o Mestre escolheu 10 entre os
demais presentes, os quais eram:
- 1) Pedro, o Numida, 2) Bartolomeu de Betsaida, 3) Mateos Vespasiano, 4) Lucas
Galvan, 5) Santiago & 6) João Zebedeu, que eram irmãos, 7) Adriano Gálio, 8)
Santiago Alfeo, 9) Simônides Lúcio e 10) Filipe de Ustedes(?) -
- A eles fez que se preparassem para uma longa viagem, pois iriam
até o Porto Romano para embarcar para a Gália, onde um barco de
Armazém devia levar um carregamento de Sal. Antes do
amanhecer, os onze homens e as mulheres de sete deles, mais a
esposa de Jesus, que era de nome Maria de Magdala, receberam
provisões e os salvo-condutos de Pilatos e foram ao porto dos
Mineradores, escoltados por 50 soldados, porque algumas tropas
51
de Herodes rondavam sempre os caminhos, a fim de emboscar o
Mestre e matá-lo.
-
- [N.T. *****] mais um parágrafo de tirar o fôlego dos leitores que por terem conhecido os relatos bíblicos, não se cansam de estar espantados com tamanha
criminalidade dos que alteraram a história com fins inconfessáveis:
- Informe I) São citados 10 discípulos ou apóstolos de 1​a​ linha, que simplesmente foram riscados, sabe-se lá que diabos porquê...
- II ) Foi citado como fato mais corriqueiro de conhecimento público o nome e a condição civil – casada – de Maria Magdalena, esposa de Jesus...no
entanto...virou assunto classificado...talvez para impedir que milhares de padres resolvesse se casar, como ocorreu na Alemanha, onde todos padres se
casaram com as freiras alemãs, diga-se de passagem, todas belíssimas, dignas esposas de guerreiros da fé como se tornaram os Luteranos, entre eles, o
Führer Adolf Hitler.
- III) Cita que viajaram num barco de sal: era como se fosse num carro forte, por isso seguido por segurança fortemente armada. Motivo: O império
Romano funcionava sem dinheiro, a moeda de troca era o sal, por isso os judeus não conseguiram infiltrar o dinheiro deles, que desencadeia o processo da
usura que, descontrolado depois do final do império Romano, levou toda a Europa e Ásia à mais completa pobreza social e cultura, pois os judeus tiraram o
padrão sal, tiraram o padrão ouro, tiraram o padrão petróleo e impuseram o padrão dinheiro falso internacional, que somente eles passaram a ter o direito
de imprimir o quanto achem por bem imprimir, principalmente para subornar líderes políticos, juízes e os demais, que passam a ser monitorados pelas lojas
maçônicas, cerne do sistema de controle e dominação deles.
- IV) No último parágrafo, está registrado como o Imperador Romano já havia decifrado o modus operandis principal do povo escolhido, manter uma
vasta rede de assassinos de aluguel em permanente estado de alerta, para eliminar toda e quaisquer autoridade política que represente autonomia
decisória para todo e qualquer povo sobre o qual decretem estado de sítio ou cerco de dominação, como parasitas sociais que chegaram a um nível
planetário, tantas foram as nações em que empregaram as mesmas técnicas antigas e de sempre.

-
-
- LDN: 
- Quando se fez a tarde daquele dia, os que pediam a Pilatos que
mandasse crucificar Jesus, haviam se congregado na Praça de
Armas, e reclamaram a Pilatos que ordenasse notificá-lo
imediatamente, e que se o entregasse a eles, para levá-lo ante
Herodes. Como estes eram o dobro em quantidade, visto que
durante todo um dia tinham preparado a revolta, e Pilatos tinha
previsto a situação, a centúria de Cafarnaum e a de Oscares
tinham reforçado a guarda, isso não amedrontou os revoltosos,
mas os conteve, sem que pudessem entrar no palácio. Então
Poncio Pilatos disse-lhes, na Praça:
-
- Poncio Pilatos aplica um golpe de mestre da estratégia nos demenciais assassinos pagos,
mantendo lealdade eterna ao MsC Jesus.
-
- ​ < Viesteis em busca de minha decisão, mas não a posso
<
dar-vos de modo algum porque o homem que buscais já não está
entre nós, pois se foi ao outro lado do mundo para predicar o que
vós tendes rejeitado, então como aqui vedes, lavo minhas mãos,
como juramento de que o Mestre Essênio não está em Jerusalém,
e me disse que não voltará a predicar entre vós. Assim, ides todos
em paz a celebrai vossa santa Páscoa. >>
-
- [N.T. ****] Essa derrota do povo escolhido, que sempre se vem auto arvorando como os mais astuciosos da face da terra, segundo prega a bíblia, porque
seguem os mandamentos e estatutos do tal deus deles, obviamente gerou grande parte do desespero, que tiveram a ponto de gastar fortunas com suborno
para degradar a história, além de matar historiadores leais e destruir livros e bibliotecas onde tais registros estivessem guardados, como fez o grande
hipócrita falso apóstolo Paulo-Saulo de Tarso, que foi o verdadeiro Judas, palavra que desde aquele tempo significava – traidor, mandante da queima da
biblioteca central de Roma, que gerou o incêndio criminoso que devastou grande parte da cidade, o qual os mesmos historiadores, pagos pelo capital
sionista, atribuíram a culpa ao Imperador Neron, autor desses relatos, como bem diz o título da introdução, um dos personagens honoráveis mais
caluniados de toda história da humanidade...como fizeram com tantos outros...até Alexandre o Grande, o maior herói da antiguidade, tendo libertado
inúmeros povos , não foi poupado pelo instinto devastador dos escravos do dragão satanás.
-

52
-
-
- ​QUEM FOI CRUCIFICADO VERDADEIRAMENTE NO MONTE GÓLGOTA​:

- LDN​ ​:
- ... e como se vissem enganados os que haviam preparado enormes
argumentos para prender o mestre, mandaram, mediante sinais
preparados, que todos insultassem o Governador, e este teve que
reprimir o avanço dos revoltosos, ficando muitos deles feridos.
Nesse mesmo dia, como represália, mandou executar
sumariamente os prisioneiros Zelotes, fazendo-os crucificar no
Monte da Caveira, para servir de exemplo, para que ninguém mais
tentasse sedição contra Roma.
-
- [N.T.****}: E o que fizeram os criminosos pagos para alteração da história senão arquitetar o grande drama teatral, da via crucis, até
a suprema humilhação e tantas falas ensaiadas como ....” pai, porque me abandonastes.... nesse cálice de vinho tinto de sangue.... e
bla bla bla.... ​a única parte de meias verdades que houve nessa cena, foi que vários bandidos...ladrões...foram crucificados
também...pelo visto...dezenas...uma história falsificada ao ponto de que nada menos que prisão perpétua é o que merece essa corja
de criminosos​.
-
- Assim, o Mestre chegou um mês depois na Gália [N.T. ****] onde muitos já o
conheciam, porque alguns soldados que estavam ali a serviço e os
mineradores que viajavam entre a Gália e o Mar Morto sabiam da doutrina.
Assim, muita alegria tiveram os que a receberam, e quiseram escutá-lo e
perguntar-lhe coisas e muitos se fizeram cristãos naqueles dias, mas como
havia muitos judeus dispersos por todo o Império, também os havia por lá,
assim, o Mestre não esteve em plena paz.
- Nesses dias, os zelotes haviam incitado muitos povos da Galileia, e um grupo
de Saduceus escapou da região, em razão da repressão que teve que exercer
Pilatos, e quando desembarcaram na Ibéria com um Navio-Trirreme que
roubaram dos mineradores, deram aos judeus que ali ​viviam, a notícia de
que o Mestre fora condenado à morte por Herodes e que o
Tetrarca havia oferecido uma grande recompensa por sua cabeça.
Também espalharam a notícia de que muitos cristãos estavam
prisioneiros nas celas do Palácio de Herodes, e que os tinha como
isca, para que o Mestre Jesus fosse lá por eles.
- Assim, inteirando-se disso, apressou seu encontro com Tibério,
para pedir-lhe ajuda, porque tinha intenções de voltar à Judéia
para resgatar seus discípulos.
-
-
- [N.T. ***] nesse ponto os historiadores vagabundos, devidamente apoiados pela cumplicidade do Vaticano corrupto,
- montaram uma trama contraditória para encobrir os fatos reais, pois na bíblia consta que quem foi decapitado foi Paulo de Tarso, que na vida real foi
enforcado, no entanto há um episódio em que João Batista, que não foi citado como irmão mais velho de Jesus, que também teria sido decapitado, a
mando da mulher de Herodes....a dificuldade da mentira, como uma colcha de retalhos, sempre deixa alguns buracos pelo meio.
-

53
- Nisso, Tibério comunicou-lhe a notícia recente de que fazia já um
mês que seu irmão mais velho João, que o havia afundado na água
para despertar no Mestre o Espírito Santo, tinha sido preso por
Herodes e, a pedido de sua mulher, foi decapitado.
-
-
- LDN: 
- E como ocorresse grande revolta contra Roma, e fora atacado o
Palácio do Governador, Poncio Pilatos teve que retirar-se ao Porto
dos Mineradores, onde se equipou e recebeu reforços da Legião de
Plinio Cassius. Então sitiou todas cidades da província, mas não
pode resgatar com vida nenhum dos cristãos, pois o Sinédrio os
mandou crucificar. Voltando Poncio à Judeia, encontrou muitos
crucificados, com cartazes que diziam:
-
- < Isto fez o Rei dos Judeus por causa de Jesus, o Cristão.>
-
- ​Assim que foi restaurada a ordem, alguns que, sendo cristãos,
haviam passado despercebidos por Herodes, pediram a Pilatos
salvo-condutos para que fossem onde os enviasse, contanto que
fosse longe de seu povo, mas Pilatos disse-lhes:
-
-
- Pedis que vos mande para fora de onde é vossa casa e vossa
pátria, mas se sois verdadeiros cristãos, sabeis que o Mestre não
se foi daqui fugindo, senão para continuar sua luta, tendo feito
aqui o que lhe foi possível. Assim, que vos corresponde ficar e
combater com o Espírito contra a ignorância de vossos parentes.
Sabeis que os zelotes são o único braço armado do Sinédrio,
porque eu prendi a guarda de Herodes. Assim, o que me pode
comprazer é que vos integreis ao exército de Roma, para que
estejais sob a lei da cidadania, e assim podereis lutar e combater
contra vossos tiranos.
-
-
- LDN: 
- Era difícil a situação de Pilatos, porque sabia que se não os
satisfazia seriam perseguidos ou morreriam, e se os integrasse,
corria o risco de que os falsários e traidores que se diziam ser
cristãos viessem a ter ingerência no exército. Optou por esta
última alternativa, pois se os enviasse a outro lugar do império,

54
não poderia vigiá-los, e não estariam sujeitos à Lei da Cidadania
nem ao regulamento militar, e por causa disso muitos judeus
chegaram a formar entre as nossas fileiras, e até hoje há traidores
difíceis de descobrir que, sendo judeus, distorcem os desígnios de
Roma.
-
-
- Na Gália, os cristãos se reuniram com Jesus novamente e lhe expuseram suas
preocupações porque lhes hostilizavam os judeus que viviam ali, e os perseguiam e
matavam quando tinham oportunidade, porque sabiam que, se bem que Roma fosse
um freio aos planos de Jeová, ​a ​Doutrina de Jesus era a DESTRUIÇÃO DA
ESCRAVIDÃO ESPIRITUAL E MATERIAL QUE JEOVÁ QUER IMPOR A TODAS AS
NAÇÕES, ​mediante sua adoração exclusiva.
-
- [N.T. ***] Nesse parágrafo, temos de forma sintética porque a sinarquia teve que até inventar um novo Jesus
bonzinho, meio homossexual, cheio de amor e perdão pra dar, num coração sangrando pelo signo da dor....quanto
mais...a sabedoria que realmente divulgou para nossa plena libertação...que seria a pá de cal sobre o fim de toda
religião...hoje em dia principalmente a dos crentes pentecostais, que são os mais satanistas de todos, 100% escravos
de Jeová satanás, e 10% no máximo de seguidores do mestre Jesus.
-
- Assim foi que no mês de Martius (?), ano Romano, 700 cristãos
armados da Gália, com Jesus à frente, tiveram sua primeira
batalha contra 1.200 judeus [N.T. ****] que se reuniram no Norte
da Ibéria e avançaram decididos a terminar definitivamente com
quaisquer um que sequer mencionasse o nome de Jesus dos
cristos, ou da Doutrina, mas os Desígnios dos Deuses não eram de
abandonar a quem tivesse Força de Espírito.
-
- Assim, em 4 horas de batalha 45 cristãos morreram e dos 1200
judeus ​nenhum sobrou para semear joio no mundo... Quando
chegou a Centúria de Emilio Brasso, inteirada do assunto por um
menino Galês chamado Fredix, os cristãos já estavam enterrando
todos os cadáveres para que não gerassem peste, e logo fizeram
oração e meditação, porque a fúria do combate sempre é grande,
e o espírito se revolta alimentando o ódio. Assim, o Mestre, que
havia combatido por cinquenta, disse:
-
- << Imensa foi vossa coragem e saúdo vosso ânimo, pois não os
vejo tristes e pesarosos, mas assim deve ser sempre, ainda que
fôssemos derrotados.
- Mas fé a primeira vez que devo usar Graal com total severidade, e
não me foi possível perdoar as vidas de nossos inimigos, pois eles
também tiveram grande valor, ainda que hajam combatido sem
saber realmente quem lhes manda. Por isso meu espírito se

55
turbou, e é necessário orar muito para que a fúria não afaste e o
Espírito Santo não seja o que me viu (?) de nossos corações, para
isso então repetiremos mais com entendimento do que com a
língua, esta oração: >>
-  
- .
- Discurso  de  paz  de  espírito  de  Jesus  depois  que  ele  e  alguns 
discípulos mataram 1.200 judeus pagos para assassiná-los: 
-
A verdadeira oração que depois de falsificada, foi chamada O PAI NOSSO!!!! 

- Pai absoluto que estais em nós:


- Purificado seja em vosso nome nosso sentimento...
- ... e que o nosso amor seja tão imenso ...
- . que chegue a todas as terras e a todos os céus...
- ...que se faça nossa vossa divina vontade,
- na espada que empunhamos.
- .... amor no pão que amassamos...
- ... e no sulco que abrimos ...
- ...redime nossos pecados com a luz de vossa eterna consciência...
- ...e dai-nos compreensão para com nossos inimigos....
- .... estai em nós e nos outros....
- para que todos alcancemos....
- .... a luz, o poder e a glória.
-
- LDN: 
- E todos repetiam em murmúrio porque não eram palavras de
oração, como os que vociferam nos templos, senão pensamentos
de oração para encontrar-se consigo mesmos.
- Como grande fosse o cansaço e a noite estivesse próxima, Jesus
mandou chamar uns dos homens mais fortes, e os fez tomar as
cinco cestas de comida que já estavam vazias, e dois ou três odres
de vinho que apenas tinham umas gotas.
- Logo, mandou que umas mulheres que estavam na retaguarda,
trouxessem umas frutas, que achassem nos campos próximos, mas
lhes recomendou que fossem variadas, sem que fosse necessário
trazer muitas.
- Então alguns pensaram que isso era injusto, porque todos tinham
fome e fadiga, e como assim lhe disseram, o Mestre respondeu:
-

56
-
- JC: 
- << Pensais acaso que o Espirito Santo que se acha em nós seria
injusto em pedir alguns odres aos soldados de Emilio, porque
ainda que dê o vinho, mas somos muitos e estão secas todas as
gargantas dos homens...

-
- LDN: 
-
- (.....) ... Não entenderam as palavras do Mestre, mas seus
discípulos já haviam visto a criação de pães e peixes vindos do
Espírito Santo, assim, acalmaram aos confundidos e foram pedir
odres aos soldados, mas como não tivessem odres vazios, o que se
chamava Pedro disse-lhes:
-
- Pedro : 
- << Dai-me igualmente os vossos odres, que os devolverei cheios, mas será
com vinho do Espírito Santo.>>
-
- LDN : 
- E como não acreditaram nem entenderam o que Pedro dizia,
apressaram suas libações e lhe deram os odres vazios.
- Ao voltar perante o Mestre encontraram que as mulheres tinham
regressado trazendo alguns com mel, uvas secas, peras e maçãs,
mas uma delas trazia recipientes recém feitos por um artesão,
para que pudessem beber água do rio.
-
- Assim Jesus tomou dos odres usados e fazendo uma oração que
ninguém entendeu, estes ficaram cheios com o mesmo tipo de
vinho que tinham, em seguida tomou dos odres novos e fez
novamente a oração.
-
Assim que estes se encheram de um vinho diferente, mandou os
discípulos devolverem os odres dos soldados, e estes assim o
fizeram.
- Ainda estando entre a tropa, notaram que todos bebiam, mas o
vinho não se acabava.
- Assim, um deles que era escriba da milícia, porque era homem
muito versado, anotou isso na parte, pois que se observava

57
durante muitos dias os recipientes manarem vinho de tal modo,
que todos se fartaram de bebê-lo. Mas como foram perguntar ao
Mestre sobre que milagre seria aquele, os cristãos deram-lhes do
vinho dos odres novos, e consideraram-no muito melhor, pois que
deles se podia beber o quanto quisesse, sem nunca embriagar-se.
- Perguntaram ao mestre porque não lhes havia feito vinho como
aquele, ao que o Jesus respondeu:
-
- JC: 
-
- <<É uma qualidade do Espírito Santo a precipitação ao mundo
daquelas coisas que se peçam, segundo sua classe. Se tendes uva à
mão, o Espírito Santo não vos dará maçãs. Assim, estando os odres
com vinho velho, desse mesmo tipo o Espírito Santo pode dar
mais, mas nos odres novos, o Espírito Santo pode fazer um vinho
novo. Assim é como ocorre com as almas​: se alguém morre, é lei
do E.S. que, passado certo tempo, o corpo não pode mais ser
ressuscitado, porque seria ruim a mistura, e o espírito encarna no
novo corpo, mas se este apodrece ou se deteriora, o espírito se
desfaz dele.
- Assim, se vos interessa essa Doutrina, sabei que deveis
renovar-vos, porque agora sois como esses odres velhos, mas se
vos transformardes em deuses, lançando fora os demônios do
ódio, do engano e inveja, sereis como odres novos, onde o E.S.
fará sua melhor obra.>>
-
- [N.T. **] Esse parágrafo resume a Obra Prima da sabedoria gnóstica que foi a tal “Doutrinado MsC JC, pois descortina o legado de inestimável valor que o
mestre deixou, mas a sinarquia religiosa proibiu, impedindo que a humanidade pudesse desfrutar sobretudo de um status mais elevado, tendo deuses e
deusas como modelos de conduta, e tudo por um processo comparável hoje em dia com as terapias de desintoxicação antecedidas por vermífugação ou
eliminação dos vermes, não apenas do corpo, senão que uma faxina e renovação geral do corpo, mente, alma e espirito.
-
-
- LDN: 
- Como acharam boa e clara a comparação, os maravilhados

soldados se fizeram cristãos, e como Jesus, o que agora é um


CRISTO, fosse um guerreiro como nenhum outro, os soldados lhe
tinham grande respeito.
- Naquela noite, todos os cristãos e a Centúria de Emilio Brassius
beberam vinho e comeram frutas com mel, até se saciarem.
- E os recipientes permaneceram cheios para o dia seguinte, mas os
odres de vinho manaram por vários dias. E tal coisa foi
documentada de ofício pelo tribuno militar Bruno Atílio e os

58
Centuriões de sua legião. Em uma ocasião, um deles perguntou se,
assim como ressuscitava mortos e curava cegos e aleijados, não
poderia fazer de tal modo que não fosse necessário combater os
malfeitores, ou que, pelo contrário, se tornassem puros, ao que o
Mestre respondeu:
-
- JC: 
- << A perfeição que o Pai Absoluto é, encontra-se em todas as
coisas, e tal perfeição não seria, se a criatura não fosse livre para
experimentá-la e conhecê-la, de tal modo que o que tem olhos
pode ver, e o que tem ouvidos pode ouvir, assim como o que tem
entendimento pode entender, e se o que vê, ainda que vendo e
entendendo não aceita em si mesmo o Espírito Santo, que é o
próprio Deus em cada um, este lhe tirará o alento de vida, porque
diferentemente do vinho, o filho do homem é Deus manifestado
com os seus todos atributos, e feito corpo, e parte do corpo é a
alma dos sentimentos, assim que, se seu corpo de sentimentos
-
-
- ... apodrece, o Espírito Santo se desfará dele de um modo ou

outro, mas não tendes direito de dar a morte a um homem,


enquanto aquele não pretenda submeter-vos.
- Assim que, se matais o corpo de um escravagista, só tereis
liberado o Espírito Santo nele, pelo contrário, se o mata com ódio,
ódio atraireis, ainda que tenhas matado o pior dos homens. E se
matais um justo, seu sangue se derramaria desde a terra e o
espírito santo, que é um e em cada um o reclamaria desde o céu
de vosso próprio coração.
-
-
- LDN: 
- Fazia muito tempo que os deuses não visitavam os homens
mortais, por causa que Satanás Jeová lhes havia feito cúmplices de
sua loucura.
- Pois quase todos os homens disputam o poder sobre outros, em
vez de recordar as recomendações dos deuses, de “dominar a si
mesmo”, mas o Mestre Jesus foi muito valoroso em vir lidiar entre
nós, para fazermos algo, mas não deixou de recomendar que não
esperemos salvação alguma, porque o que espera se atém a uma

59
vontade alheia, em vez de fazer surgir a vontade de Deus em si
mesmo, tal como é a lei da vida.
-
-
- LDN: 
JESUS PRESIDE SEÇÃO NO FORUM DO SENADO IMPERIAL DE ROMA 
- Tudo explicou o mestre, quando foi convidado por Tibério para
que ensinasse a doutrina entre os chefes das milícias e os
administradores de armazéns, assim como aos mestres das
escolas, pois esses seriam melhores educadores de todos os
demais.
- E era muito importante fazê-lo, porque muitos se achavam
confundidos porque já não acreditavam nos ensinamentos dos
deuses, posto que não os viam desde há muitos séculos, e como
Jesus era um Deus que já estava se fazendo imortal novamente,
tendo nascido da carne mortal, ninguém podia ensinar melhor aos
que deviam conduzir os povos.
- Assim, reuniu-se no Fórum com 10 mil homens, vindos de todas as
partes do Império.
- E durante muitos dias esteve ali, ensinando todas as coisas do
Espírito Santo, deixando-lhes bem cuidada e para ser divulgada a
TÁBULA MÁXIMA HIPERBÓREA, pois é sabedoria de Deus.
-
-
- LDN: 
JUDEUS ACUSAM JESUS DE MANDAR NO IMPERADOR 
- E durante todo o tempo que o mestre esteve em Roma, os judeus
tentaram convencer o povo que Tibério era mandado e controlado
por Jesus, e que Jesus era quem realmente governava, mas esta foi
uma das tantas calúnias que fizeram.
-
- LDN: 
DE COMO UM JUDEU INFILTRADO NO EXÉRCITO ROMANO ASSASSINOU O 
IMPERADOR TIBÉRIO 
- Como Tibério não era afeiçoado aos grandes espetáculos, e não
permitia vícios entre o povo, as pessoas de mau viver lhe fizeram
muitas conspirações, e como foram admitidos no exército muitos
judeus, que negavam sê-lo, um desses, que havia alcançado o
cargo de Pretor, chamado Elias Macron, aproveitou uma noite em
que Tibério se achava muito adormecido, e o estrangulou.
- Mas como Jesus sentira em seu coração o assassinato, e Tibério
estivesse com ele em espírito essa mesma noite, o Mestre enviou
60
uma carta desde a Cachemira, que copiamos de punho nosso, para
que fique constando junto a esta parte de minhas memórias.
-
-
- CARTA DE JESUS EM CACHEMIRA, AO NOVO IMPERADOR DE ROMA

- <<< AO NOVO IMPERADOR CAIO CÉSAR: que, ao receber esta, já


tereis muitos meses de desvelos por causa dos inimigos de Roma,
dou-vos minhas saudações como guerreiro da Luz, e estejais certo
de que o veneno de Jeová já entrou em vosso Palácio vestido
como grego, como egípcio, como Romano, e até como soldado de
Roma.
- Se pretendeis estender-vos em campanhas exteriores, perdereis
um tempo precioso, pois nada há mais urgente nem mais difícil
que expulsar os demônios de um corpo.
- Assim, expulsar de Roma os adoradores de Jeová deveria ser vossa
total prioridade, pois sabeis que não cessam contra vós as calúnias
e as conspirações​...
-
- ... Assim, com meu mais profundo respeito, vos aconselho
endurecer vossa mão com os inimigos e usar o máximo de
inteligência do Divino Espírito, pois se o inimigo logra seu objetivo
de destruir o Império, o mundo inteiro estremecerá, e terá muitos
séculos de padecimentos, os homens serão transformados em
cegos de alma, e o habitarão milhões de ovelhas em corpos de
homens, e Roma será abatida, como tentam fazer há seis séculos a
estrela do mal submeterá o mundo, ainda que passem vinte
séculos​...
-
- ...  ​Vossa  divina  tarefa,  como  César,  vai  muito  além  do  que 
vosso  pensar  possa  prever,  mas  vos  digo  que  não  há,  nesses 
momentos  no  mundo,  homem  algum  com  responsabilidade 
mais alta que a vossa.
- Até os deuses do paraíso se encontram preocupados com o
desenvolvimento desta grande batalha, e enquanto a maioria dos
mortais não a conheçam, o inimigo será muito poderoso.
- Sei que muitas vezes vosso espírito desfalece perante a falsidade e a
cegueira dos homens, mas sabeis que vosso antecessor esteve
recentemente comigo, pois em espírito nos temos encontrado, e
voltará a nascer em Roma, para continuar lutando, ainda que não
recorde quem foi.

61
- Mas tendes como luminar os ensinamentos que deixei, e haja tanta
paz em vosso coração como força em vossa espada.
-
- ... Pois essa espada que somente o César de Roma porta e
empunha é o graal que me deram os mestres amarelos, feita com
ferro da Estrela de Vênus, tendo mil batalhas fora desse mundo e
três batalhas neste.
- Assim, significa o combate que já transcendeu a fronteira do
mundo, hoje é Roma o único centro de luz para os mortais desta
parte do mundo, e vos cabe o mais alto dos deveres que a divina
luz, o divino amor e o divino poder em cada homem restabeleça a
vida eterna no mundo.
- A espada Graal que herdou certamente está cheia do espírito de
muitos guerreiros da luz.​>>>
-
-

Mas Caio César não soube ser suficientemente forte e, crendo que
tratando bem os judeus, e fazendo-os participar gratuitamente no
Império, acalmar-lhes-ia a soberba e o costume de consumir de tudo, mas
foi caluniado com mais ódio do que a Tibério, e um criado Cafarnita, que
foi chamado para viver na casa de Caio, e a quem tinha grande afeto, o
assassinou, por ordem do chefe secreto dos hebreus.
[N.T.] ​Aqui o Imperador estabelece um princípio geral de como lidar com todo tipo de criaturas designadas pelos demônios, seja o desígnio pasu, ou desígnio Manu,
sempre vão desempenhar um papel social, como atores seguindo um script que são os arquétipos demiúrgicos como são, encenando com desenvoltura tudo que possa
parecer com um ser humano normal, amizade, lealdade, consideração, devoção, gratidão.... tudo falso, encenado, para atingir a enteléquia do desígnio final, como cita a
bíblia, sobre ...”os servos do diabo que vieram só para...MENTIR....ROUBAR...MATAR...E DESTRUIR...”...citação essa atribuída ao próprio Jesus, mas como constatamos
nesse valioso documento, pode não ter sido, pois os falsificadores das escrituras misturaram várias fontes clássicas, até de mitologias de outros povos, ao longo de todo o
tempo em que tiveram como meta o saque e a devastação de todas bibliotecas do mundo antigo, a mais notável delas, a de Alexandria., cujos volumes mais valiosos,
séculos depois foram reeditados ou recuperados no segundo Vaticano, que foi chamado segunda Roma, que nunca se prostituiu por ter sido tomada e preservada pelos
árabes, situada no mesmo local da antiga cidade de Troia, que antecedeu o Império Romano, a cidade de Constantinopla, onde uma catedral maior que a respectiva de
São Pedro na praça central do vaticano, foi edificada como sede de todas sabedorias das antigas civilizações, denominada SANTA SOFIA, santa essa que nunca existiu, pois
trata-se de uma Deusa da Filosofia da Sabedoria, SOFIA.

Caio César não soube ser suficientemente forte, porque, não crendo nas advertências de seus sábios conselheiros, achou que podia conquistar a simpatia desse povo, e
revertendo a índole traiçoeira dos mesmos a seu favor, dentro da hipótese da salvação...da resignação...que são teses básicas do próprio cristianismo, e por isso, o próprio
Jesus Cristo redigiu a carta recomendando que não entendessem jamais dessa forma, pelo contrário, que agissem de forma justa e mais rigorosa quanto possível,
cortando o mal pela raiz, o que resultou num verdadeiro massacre...ACONSELHADO POR JESUS, que pode ser chamado de “genocídio”, ou então como “holocausto”,
conforme eles sempre fizeram em seus cultos ao demônio Jeová, sendo que a verdade é que JAMAIS ROMA INCENDIOU, JOGOU AS FERAS DO COLISEU...AOS CRISTÃOS
COMO MENTE A BÍBLIA...mas SIM...FORAM ALVO DE UM GRANDE EXTERMÍNIO EM TODO IMPÉRIO...UMA MÉDIA DE 1.000 judeus por cidade, essa cifra ao longo de todo
império passa da casa dos milhões, a partir do conselho....DE JESUS CRISTO...do verdadeiro, e não do falso “Jesus de Nazaré”, que nunca existiu, primeiro porque tal
cidade nunca existiu, tendo ele nascido em UR, que fica hoje no Iraque, nada a ver com uma figura cheia de amor pusilânime e o coração sangrando de perdão e amor ao
inimigo....não....tudo ao contrário....como veremos em seguida, e daí podemos entender o ódio que tiveram dele nos séculos seguintes, até resolverem riscá-lo da
história e, para dar consistência às mentiras que forjaram, criaram uma total história falsa do Império Romano, como se fosse o auge da perdição da babilônia e outras
alegorias bíblicas....

[N.T.** ] Outros documentos do Império Romano, desclassificados a partir da própria biblioteca secreta do vaticano ou da biblioteca da catedral de Santa Sofia, em
Constantinopla, hoje na Turquia, sob o controle Árabe, demonstram que o tal “CHEFE SECRETO”...era o ministro do alto STJ local, o Sinédrio, mais conhecido como SÃO
PAULO, na verdade Saulo, o maior traidor de Jesus, pois foi o mandante direto do incêndio da Biblioteca de Roma, que devastou a cidade, hoje ensinam nas escolas que
tal mortandade foi causada por Neron, sendo que o nefasto Saulo de Tarso que recebeu 30 moedas de ouro para assassinar Jesus, ele que foi o famoso JUDAS...mas
fracassou, tendo sido enforcado por isso, foi o mandante do assassinato do segundo imperador seguido, daí o grande massacre que ocorreu dos judeus, e tal punição foi
pública, usando para isso o Coliseu, do qual nada se sabe de sua função original, dedicado ao teatro clássico mas, que num contexto da aplicação do Direito Romano,
nunca houve alguma injustiça nem “crueldades gratuitas” em tal local, muito menos dos próprios cristãos, dos quais os Romanos foram os mais devotados, mas apenas
dos inimigos mortais do império, como esse fantástico documento nos permite entender, em vista de sua total veracidade, baseada no insuperável desígnio imperial de
honra, verdade, lealdade e Justiça Absoluta.

62
Então meu padrasto Cláudio mandou nesse mesmo dia que todos os
judeus fossem reconhecidos. Foi assim que cerca de mil inimigos de
Roma foram executados aqui e outros mil em diversas partes do
Império, e ainda que se os matasse rapidamente, para que não
sofressem, e sepultassem para que não se produzisse peste, muitos
judeus fugiram para sua pátria, então Roma, por alguns anos, pôde ter
descanso.
[N.T.] Era sabido no Império que grandes mortandades eram seguidas de endemias, e para evitar era preciso queimar os cadáveres ou sepultar o
mais rápido possível para que não ocorresse pestes e epidemias propagadas por moscas e ratos.

Saulo, o Escariotes, que se fazia chamar ...”O de Tarso “... salvou-se


porque pôde escapar para a Judéia, depois de perseguir o mestre
como nenhum outro homem jamais ousou perseguir alguém,
disfarçado até de mulher, com nomes falsos, dinheiro falso, e até com
roupas de um soldado assassinado por ele, fustigou, caluniou, e criou
emboscadas para assassinar Jesus, fez-se passar por cristão
facilmente durante vários anos, porque conhecia muito bem a
doutrina, sem senti-la no coração.
[N.T. ***] Tal monstro da falsidade ideológica e hipocrisia foi eleito pelo vaticano corrupto como o patriarca do cristianismo moderno, daí a podridão que a atual doutrina
Judaico-cristã espalhou pelo mundo, decorrente de quem a criou, ou seja, como já dizia Gandhi, que admirava Jesus mas abominava o que o Vaticano praticava,
principalmente as desgraças que causou na Índia e na China, que por isso aboliram por lei o uso da bíblia, para total desaprovação dos estúpidos missionários
ocidentais, que passaram a praticar o “tráfico negro de bíblias “ para tais países , e por isso, quando presos, pagavam tal crime com pena de morte, absolutamente
nada do que o mestre essênio legou à humanidade,

Assim que o duplo traidor Saulo, o Escariotes, o “de Tarso “, que já era
conhecido por ser um JUDAS...foi enforcado pelos sinedritas no patíbulo
de Cedron, no ritual judaico do cachorro, que é morrer enforcado como
um cachorro.
Mas a outros faltou corretivo em Roma e continuaram aparecendo entre
nós, usando para isso nomes falsos, dinheiro falso, roupas falsas, e
assassinaram meu amado (?), se não me culparam é porque todo o povo
sabe que me encontrava na Britânia, fazendo minhas primeiras
construções.
[ N.T.****] foi acusado de incendiar a cidade. Em Britânia, atual Inglaterra, acompanhou mais uma obra gigantesca do Império Romano, desconhecida da humanidade
geral, devido a censura decretada contra a verdadeira história de Roma: Desde a costa Leste até o extremo Oeste do Norte da Inglaterra, até hoje tal limite que forma a
região chamada Escócia, terra do grande Sean Connery, primeiro James Bond, está bem marcado por uma GIGANTESCA MURALHA DO MESMO ESTILO DA GRANDE
MURALHA DA CHINA, pois que foi edificada pelos Romanos com o mesmo fim, proteger pontos estratégicos do império contra os mesmos inimigos de sempre da
humanidade, os escravos do pacto pseudo cultural, mais conhecidos como povo escolhido do grande dragão, que as novas religiões os obrigaram a chamar de deus:
trata-se da fantástica e desconhecida, pela razão citada, MURALHA DE ADRIANO AGRIPA, o mesmo Imperador que a iniciou, e simultaneamente mandou construir em
Roma o fantástico PANTEÃO DE AGRIPA, onde o povo visitava buscando o segredo da sabedoria da libertação espiritual humana, tema que Leonardo da Vinci registrou em
sua obra Homem de Vitruvio, em homenagem ao fantástico arquiteto do império, Vitruvio, que trabalhou para vários imperadores, desde Adriano, Tibério, Caio, Neron e
outros, ou seja, viveu centenas de anos, por isso a homenagem de Da Vinci a tal personagem.

63
Há poucos meses os judeus incendiaram a grande biblioteca, e se
queimaram muitas casas. Ainda que estivesse em Ancio, culparam a
mim. É pior minha situação, e me sinto como entre uma espada e
uma parede, pois como não fosse encontrado o traidor que
assassinou Caio Cesar, culparam minha mãe, que já está velha e no
Egito.
Tenho tido muita tolerância até agora e o povo tem sido muito enganado
pela habilidade de palavras de alguns inimigos, que ocupam cargos
até nas entranhas da Administração, tentando converter nossa
economia com valores de câmbio aos sestércios e talentos, enquanto
que em toda Judéia as coisas vão de mal a pior, com conspirações
constantes.
Mandei que os animais do Circo fossem substituídos pelos judeus, e que
lutem de igual para igual, por vida ou morte, contra os Gladiadores,
mas alguns deles gritam que são cristãos e boas pessoas, e por isso o
nosso povo, que pouco quer se ocupar dos assuntos mais
importantes, não se dá conta do quão difícil é a situação.
Assim são as coisas, encontro grande sabedoria no Espírito Santo, e se
conseguem assassinar a mim também, espero que meus sucessores
sejam mais sábios, e mais poderosos do que eu que, na realidade, só
queria dedicar-me à Arte e às Viagens.
[N.T.] Nesse trecho o honorabilíssimo Imperador vai completando seu testemunho de Honra para a História, pois da mesma forma idônea com
que afirmou o que não fez jamais, declara o que fez, nesse caso, um dos aspectos mais explorados nos séculos seguintes contra sua boa
imagem, o fato de ter “lançado milhares de pessoas aos leões”, ele confirma que o fez mas jamais vitimando os cristãos, e sim dos
identificados como perigosos inimigos sediciantes dos cristãos de Roma, que se tornaram grande parte da população, como fica claro nesse
relato fantástico e esclarecedor.

Houveram dias em que me achava já cansado, mas desde que recebi a


notícia de que o Mestre Jesus foi elevado ao reino dos Cristais, retomei a
fé, pois meus enviados trouxeram-me de Cachemira um manto com a
imagem de Jesus, que seu corpo deixou impresso, como testemunho de
sua partida para a vida eterna.
Trouxeram junto com esse, muitos outros mantos, pois ali muitos
homens puros de todo o mundo ganham a eternidade.
Mandei que fossem bem guardados, em distintos lugares, todos esses
testemunhos da Glória de Deus, que todo homem deve alcançar, para
que não estejam como os judeus, ajoelhados diante de seu deus Jeová,

64
que só é um deus causador de nossos padecimentos, e lançado fora do
Valhala, que os gregos chamam de “Olimpo”.
Pergunto-me: Como é que devem permanecer com tanto medo e
adoração ao mesmo tempo, na mesma posição que obrigam que
seus escravos permaneçam, quando estão diante deles, e como é que
podem estar tão cegos, sendo que o Espírito Santo está tão próximo
deles como de todos nós e mandando também predicar aos cristãos
no Templo de Todos os Deuses.

Porque alguns vão implorar-lhe clemência para suas próprias


iniquidades, em vez de seguir o exemplo daquele que agora é Cristo,
para chegar a ser deuses, e mais que os deuses?
Ainda não sei quanto durará essa grande batalha, mas seja ​quanto puder
permanecerei nela, ​até que a luz que se faça na alma de todos os
homens, porque não há maior exemplo nem maior sabedoria que a
que nos legou o último Deus que veio a nós, para ajudar os mortais
do que desse que se chamou Jesus, que agora é um Cristo, e mora na
glória da vida eterna.

LDN: Lucio Domicio Neron

​Notas
1] A terceira foi escrita em viagem no país dos líbios e a data está ilegível por causa de um selo de cera
dura que foi arrancado parcialmente, esta é a única parte danificada do documento, mas outras foram
muito difíceis de ler, pois existem alguns erros menores devido à gíria militar de Neron.

2] Como se pode compreender, quando bebemos das fontes autênticas, a adulteração da história
romana foi espantosa, como quase toda a história mundial, daí as contradições tão grosseiras em toda
a descrição que nos faz a historiografia oficial, chegando ao cúmulo do absurdo nas telas do cinema e
romances que as pessoas costumam tomar como fatos verídicos.

3] Este não é o único documento referido à vida de Jesus, mas é um dos mais ricos para a análise de
cunho (?) antropológico e político, para se apreciar a adulteração da história, já que nos permite
conhecer (?) o homem mais caluniado da história antiga, de seu punho e letra, em vez do que pelo
hebreu Flávio Josefo, na realidade seu nome era José Farmatitu, ou as belas obra de Suetonio
Tranquilo e Galo Tácito, que foram terrivelmente adulteradas, pouco antes de Constantino chegar ao
poder.

65
 

66