Você está na página 1de 1

Albert Einstein disse brilhantemente que “insanidade é continuar fazendo sempre a

mesma coisa e esperar resultados diferentes”, trazendo tal entendimento para o campo de
atuação do gestor comercial, pode-se dizer que é impossível adotar as mesmas práticas
comerciais e querer que as empresas alcancem seus objetivos e promovam o crescimento
sistemático do negócio.

Nesse sentido, a citação de Albert, é atual com o que propõe a Gestão Comercial
quanto as suas características e necessidades de atualização. No que concerne as suas
características, a exemplo, é impossível o sucesso do empreendimento sem uma liderança
comprometida com as estratégias e atenta a todas as necessidades do negócio.

É importante ressaltar, que além de uma boa liderança, o sucesso da organização esta
intrinsecamente ligada à flexibilidade na utilização das práticas de gestão comercial, ao
aprendizado organizacional, ao processamento de informações, a visão de futuro, as relações
de mercado, a atuação do gestor comercial nas empresas, ao planejamento financeiro,
otimização das operações de varejo, administração de contatos, estruturação dos produtos,
avaliação de risco, coordenação de pessoas e comunicação integrada.

Sob esse âmbito, a gestão comercial apesar de não ter um conceito único, ligando-se a
ideia de uma administração otimizada dos recursos tecnológicos, humano e financeiros de
uma empresa, demonstra ser um fator importante de influência no rendimento da
organização. Em meio a isso, é a gestão comercial que é responsável pelo cuidado das
negociações realizadas no seio da empresa, trabalhando diretamente com os processos de
vendas, atividades essenciais para o desenvolvimento do negócio e para que a empresa se
mantenha sustentável no mercado.

Cabe mencionar, em segundo plano, que quando a gestão comercial é bem executada,
gera vantagens competitivas para o empreendimento e traz inúmeros benefícios para a
organização, tais como, a geração de uma equipe de alto desempenho, a criação de metas
mais claras e coerentes com os objetivos da empresa, otimização dos processos e
investimentos em técnicas e ferramentas modernas para lidar com as transações comerciais
do negócio, mais vendas, melhor relacionamento com o mercado, etc.

Partindo desse pressuposto, fica claro que um bom gestor comercial precisa ter
aptidões que contribuem para uma alta performance, tais como, visão estratégica do
empreendimento, senso de posicionamento, atenção aos concorrentes, habilidade de liderar,
disposição para trabalhar sobre pressão, etc.

Infere-se, portanto, que para um bom desenvolvimento empresarial é necessário um


bom gestor comercial, que estabeleça intima relação das características de gestão com os
aspectos de mercado.

Desse modo, é imperioso que o gestor comercial, tenha conhecimento das tendências
de mercado, esteja sempre atualizado, apresente capacidade organização, talento para
negociação, boa comunicação, postura ética, etc.

Visando assim, ao mesmo objetivo, o sucesso da organização.