Você está na página 1de 60

Especificação para Requisitos do

Sistema de Gestão da Qualidade para


Organizações Fabricantes da Indústria
de Petróleo e Gás Natural

ESPECIFICAÇÃO API Q1
NONA EDIÇÃO, JUNHO DE 2013

DATA DE VIGÊNCIA: 1º DE JUNHO DE 2014


--``,,`,,`,,```,,`,,```,`,``,`,`-`-`,,`,,`,`,,`---

AMERICAN PETROLEUM INSTITUTE

Copyright American Petroleum Institute


Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT
Copyright American Petroleum Institute
--``,,`,,`,,```

Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT
Notas Especiais

As publicações do API necessariamente tratam de problemas de natureza geral. Com respeito a circunstâncias
particulares, as leis e regulamentos locais, estaduais e federais devem ser observados.
O API ou seus funcionários, subcontratadas, consultores, comitês, ou outros cessionários do API não oferecem
qualquer garantia, expressa ou implícita, com respeito à exatidão, integridade ou utilidade das informações aqui
contidas e tampouco assumem qualquer obrigação ou responsabilidade pelo uso de qualquer informação ou
processo divulgado nesta publicação ou pelos resultados de tal uso. O API ou seus funcionários, subcontratadas,
consultores, ou outros cessionários do API não garantem que o uso desta publicação não infringe direitos de
propriedade privada.
Áreas classificadas podem variar dependendo do local, das condições, dos equipamentos e das substâncias
envolvidas em cada situação. Os usuários desta especificação devem consultar as autoridades competentes.
Os usuários desta especificação não devem se basear unicamente nas informações contidas nesta especificação.
Recomenda-se a utilização de adequado discernimento comercial, científico, de engenharia e de segurança
durante a aplicação das informações aqui contidas. O API não tem como intuito realizar as obrigações dos
empregadores, prestadores de serviços ou fornecedores de alertar e treinar adequadamente seus funcionários e
outros indivíduos expostos no que tange a riscos de saúde e segurança e precauções a ser tomadas. O API
tampouco tem o intuito de relembrar o dever de cumprir com as exigências das autoridades competentes.
Com o empregador, prestador de serviços ou fornecedor de materiais (ou ainda na ficha de informações de
segurança dos produtos), podem ser obtidas informações relativas a riscos de saúde e segurança, além das
precauções necessárias com certos materiais particulados e determinadas condições.
As publicações do API podem ser usadas por qualquer um que deseje utilizá-las. O Instituto realizou todos os
esforços cabíveis para assegurar a precisão e a confiabilidade dos dados contidos nessas publicações; no
entanto, o Instituto não faz garantias para esta publicação e expressamente se isenta de quaisquer
responsabilidades por perdas ou danos resultantes de seu uso ou por violações frente a autoridades em
jurisdições em que esta publicação possa causar conflitos legais.
As publicações do API são disponibilizadas para facilitar maior divulgação e disponibilidade de práticas
comprovadamente sólidas de engenharia e operação. Estas publicações não têm como intuito explicitar a
necessidade de ser utilizada uma análise operacional sólida nos locais e momentos especificados nas
publicações. A elaboração e divulgação das publicações do API não tem o intuito de inibir a utilização de
quaisquer outras práticas.
Qualquer fabricante de equipamentos ou materiais que esteja em conformidade com os requisitos de marcação de
um padrão do API é plenamente responsável por estar de acordo com todas as exigências aplicáveis do padrão.
O API não garante que tais produtos estarão de acordo com os padrões API aplicáveis.

Todos os direitos reservados. Nenhuma parte deste trabalho pode ser reproduzida, traduzida, armazenada em um sistema de
recuperação, ou transmitida por quaisquer meios eletrônicos, mecânicos, de fotocópia, de gravação, dentre outros, sem a
prévia permissão por escrito da editora. Entre em contato com a
Editora, API Publishing Services, 1220 L Street, NW, Washington, DC 20005.

Direitos autorais © 2013 American Petroleum Institute


--``,,`,,`,,```,,`,,```,`,``,`,`-`-`,,`,,`,`,,`---

Copyright American Petroleum Institute


Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT
Prefácio

Nenhuma parte do conteúdo de qualquer publicação do API deve ser interpretada como concessão de qualquer
direito, mesmo que indiretamente, relativo à fabricação, venda ou utilização de qualquer método, aparato ou
produto protegido por carta-patente. Nenhuma parte do conteúdo da publicação pode ser interpretada como que
assegurasse quaisquer Partes contra violações de cartas-patente.

Deve(m): Quando utilizadas em um padrão, as palavras “deve"/“devem” denotam um requisito mínimo necessário
para estar em conformidade com uma especificação.

Pode(m): Quando utilizadas em um padrão, as palavras “pode”/“podem” denotam uma recomendação ou um


aconselhamento, mas não representam um requisito a ser seguido para estar em conformidade com a
especificação.

Este padrão estará vigente a partir da data impressa na capa, mas poderá ser utilizado voluntariamente a partir da
data de sua distribuição.

Este documento foi elaborado com procedimentos de padronização do API de modo a assegurar a notificação e
participação adequada no processo de desenvolvimento. O documento foi denominado padrão API. Questões
relativas à interpretação do conteúdo desta publicação ou quaisquer comentários e questões a respeito dos
procedimentos segundo os quais esta publicação foi elaborada devem ser encaminhadas por escrito ao Diretor de
Padrões do American Petroleum Institute, 1220 L Street, NW, Washington, DC 20005. Quaisquer solicitações de
autorização para reproduzir ou traduzir o material publicado integralmente ou em parte também devem ser
encaminhadas ao diretor.

De maneira geral, os padrões API são analisados, revistos e reafirmados ou retirados pelo menos a cada cinco
anos. Uma extensão única de até dois anos pode ser incluída neste ciclo de análise. A condição da publicação
pode ser verificada com o Departamento de Padrões do API pelo telefone (202) 682-8000. O API publica
anualmente um catálogo de publicações e materiais do API, 1220 L Street, NW, Washington, DC 20005.

Aceitamos e encorajamos revisões, as quais devem ser encaminhadas ao Departamento de Padrões, API, 1220 L
Street, NW, Washington, DC 20005, standards@api.org.

--``,,`,,`,,```,,`,,```,`,``,`,`-`-`,,`,,`,`,,`--- iii
Copyright American Petroleum Institute
Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT
--``,,`,,`,,```,,`,,```,`,``,`,`-`-`,,`,,`,`,,`---

Copyright American Petroleum Institute


Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT
Conteúdos
1 Escopo ............................................................................................................................................................... 1
2 Referências Normativas .................................................................................................................................. 1

3 Termos, Definições, e Abreviações ................................................................................................................ 1


3.1 Termos e Definições ....................................................................................................................................... 1
3.2 Abreviações ..................................................................................................................................................... 4

4 Requisitos do Sistema de Gestão de Qualidade ........................................................................................... 4


4.1 Sistema de Gestão de Qualidade.................................................................................................................... 4
4.2 Responsabilidade da Administração ............................................................................................................. 5
4.3 Capacidade da Organização .......................................................................................................................... 6
4.4 Requisitos de Documentação ........................................................................................................................ 7
4.5 Controle de Registros ..................................................................................................................................... 8

5 Realização do Produto ..................................................................................................................................... 8


5.1 Análise Contratual ........................................................................................................................................... 8
5.2 Planejamento ................................................................................................................................................... 9
5.3 Avaliação e Gestão de Riscos ....................................................................................................................... 9
5.4 Projeto e Desenvolvimento ......................................................................................................................... 10
5.5 Plano de Contingência ................................................................................................................................. 12
5.6 Aquisições .................................................................................................................................................... 12
5.7 Produção e Manutenção .............................................................................................................................. 14
5.8 Controle de Equipamentos de Teste, Medição e Monitoramento ........................................................... 18
5.9 Liberação do Produto .................................................................................................................................. 19
5.10 Controle de Produto Não Conforme ........................................................................................................... 20
5.11 Gestão de Mudanças (MOC) ........................................................................................................................ 21

6 Monitoramento, Medição, Análise e Melhoria do Sistema de Gestão de Qualidade .............................. 21


6.1 Geral .............................................................................................................................................................. 21
6.2 Monitoramento, Medição e Melhoria .......................................................................................................... 22
6.3 Análise de Dados ......................................................................................................................................... 23
6.4 Melhoria ......................................................................................................................................................... 23
6.5 Avaliação da Administração ....................................................................................................................... 24
Anexo A (informativo) Uso do Monograma do API por Licenciados ................................................................... 26
Anexo B (informativo) Referência cruzada entre API Q1, 9ª Edição com API Q1, 8ª Edição ............................ 29
Anexo C (informativo) Referência cruzada entre API Q1, 8º Edição com API Q1, 9ª Edição ............................ 40
Bibliografia ............................................................................................................................................................... 47
Página
--``,,`,,`,,```,,`,,```,`,``,`,`-`-`,,`,,`,`,,`---

Copyright American Petroleum Institute


Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT
--``,,`,,`,,```,,`,,```,`,``,`,`-`-`,,`,,`,`,,`---

Copyright American Petroleum Institute


Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT
Introdução

Esta especificação foi desenvolvida para tratar de sistemas de gestão de qualidade para organizações que
fabricam produtos ou oferecem serviços relacionados à fabricação sob uma especificação de produtos utilizada na
indústria de petróleo e gás. Ela define os requisitos fundamentais do sistema de gestão de qualidade para todos
aqueles que desejam estar em conformidade com os requisitos desta especificação.

Os requisitos desta especificação são similares aos de outros documentos de sistemas de gestão de qualidade
(por exemplo, API Q2). Os requisitos estão estruturados de forma a minimizar a possibilidade de não
conformidade. Ainda que esta especificação venha a incluir alguns elementos de outros sistemas de gestão (tais
como aqueles específicos de gestão ambiental, gestão de saúde e segurança ocupacional, gestão financeira ou
gestão de riscos), esta especificação não incluirá todos os requisitos específicos a esses sistemas. Esta
especificação pode ser utilizada conjuntamente com outros documentos específicos da indústria ou de forma
independente.

Esta especificação pode ser utilizada por Partes internas e externas, incluindo órgãos de certificação, com o intuito
de avaliar a capacidade de uma organização de atender aos requisitos legais e aos requisitos do cliente aplicáveis
ao produto, assim como aos requisitos da própria organização.

Esta especificação promove a integração de uma abordagem de processo na aplicação de cláusulas específicas
durante o desenvolvimento, implementação e melhoria da eficácia de sistemas de gestão de qualidade, permitindo
um controle contínuo dos requisitos mencionados e facilitando a sobreposição de processos.

Para que uma organização opere de forma eficaz, ela deve decidir e administrar várias atividades relacionadas.
Qualquer atividade que transforme entradas (estágios iniciais) em saídas (produtos ou resultados finais) pode ser
considerada um processo. Atividades de processamento incluem a determinação de necessidades em toda a
organização, fornecimento de recursos e realização de produtos, identificação da sequência ou ordem adequada
em uma série de atividades, o monitoramento e a medição da eficácia das atividades realizadas, e modificações
ou correções a todas as atividades necessárias.

Objetivo do documento

O objetivo desta especificação é o de apresentar os requisitos mínimos para o desenvolvimento de um sistema de


gestão de qualidade que apresente melhoria contínua, que tenha ênfase na prevenção de falhas e que busque
minimizar variações e desperdícios nas organizações de fabricação. Esta especificação foi elaborada para
promover a confiabilidade no setor de fabricação de equipamentos para a indústria de petróleo e gás. Esta
especificação não tem como intuito prescrever uma uniformidade na estrutura dos sistemas de gestão de
qualidade ou uniformidade em documentações.

Aplicabilidade da Especificação API Q1 e da Especificação API Q2

Esta especificação define os requisitos do sistema de qualidade API necessários para que organizações
continuem a fabricar produtos utilizados na indústria de petróleo e gás de acordo com as especificações API de
forma consistente e confiável. Esta especificação também define os requisitos e também é aplicável a
--``,,`,,`,,```,,`,,```,`,``,`,`-`-`,,`,,`,`,,`---

organizações que desejem adquirir e manter uma licença de uso do Monograma API, o qual é aplicável a todo
momento na organização quando uma localização for licenciada pelo Programa de Monogramas do API. A
especificação API Q1 se aplica a atividades que de outra forma podem ser consideradas um serviço (tais como
tratamentos térmicos, rosqueamentos ou testes) se essas atividades ou se os resultados dessas atividades forem
identificados como um produto passível de aplicação do Monograma API em qualquer especificação de produtos
aplicável do API no Programa de Monogramas do API.

A API Q2 (Especificação de Requisitos do Sistema de Gestão de Qualidade para Organizações Fornecedoras de


Serviços para as Indústrias de Petróleo e Gás Natural) define os requisitos do sistema de qualidade API
necessários para que as organizações fornecedoras de serviços possam cumprir, de forma consistente e
confiável, com os requisitos do cliente, com os requisitos legais e outros aplicáveis. Esta especificação se aplica a
atividades relativas a serviços na construção, intervenção, produção e abandono de poços de petróleo e gás,
assim como de reparos/manutenção de equipamentos. Esta especificação não se aplica ao Programa de
Monogramas API ou a qualquer produto identificado por licença como passível de ser marcado no Monograma
API.
Copyright American Petroleum Institute
Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS
vii Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT
--``,,`,,`,,```,,`,,```,`,``,`,`-`-`,,`,,`,`,,`---

Copyright American Petroleum Institute


Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT
Especificação para Requisitos do Sistema de Gestão da Qualidade para Organizações
Fabricantes da Indústria de Petróleo e Gás Natural

1 Escopo

Esta especificação define os requisitos mínimos para os sistemas de gestão de qualidade de


organizações que fabricam produtos ou oferecem serviços relacionados à fabricação sob uma
especificação de produtos utilizada na indústria de petróleo e gás.

Esta especificação determina os requisitos de um sistema de gestão de qualidade para que uma
organização demonstre sua capacidade de fornecer produtos confiáveis e realizar processos relativos à
fabricação que sempre cumpram com as exigências de seus clientes e com as exigências legais.

Se uma organização realizar atividades incluídas nesta especificação, não serão permitidas exceções a
essas atividades. Sempre que um requisito nesta especificação não puder ser aplicado devido à natureza
da organização, uma exceção pode ser aplicável sobre o requisito. Sempre que houver exceções, o
critério para aplicá-las deve ser identificado. Além disso, as exceções não podem afetar a capacidade ou
responsabilidade da organização de disponibilizar produtos e serviços relacionados que atendam às
exigências do cliente e das regulações aplicáveis. As exceções estão limitadas às seguintes seções:

— 5.4, Projeto e Desenvolvimento;


— 5.7.1.2, Manutenções;
— 5.7.1.5, Validação de Processos para Produção e Manutenção;
— 5.7.5, Propriedade fornecida pelo Cliente;
— 5.8, Controle de Equipamentos de Teste, Medição e de Monitoramento.

Os requisitos especificados para o sistema de gestão de qualidade nesta especificação são similares aos
requisitos das seções e têm o mesmo formato do documento utilizado para a prestação de serviços e para
o uso de produtos relativos a serviços (API Q2). Frases informativas marcadas como “NOTA” não são
requisitos. Elas são apresentadas somente como orientações para melhor compreensão ou clareza do
requisito associado.

2 Referências Normativas

Os documentos mencionados abaixo são indispensáveis para a aplicação desta especificação. As edições
mais recentes dos documentos mencionados (incluindo quaisquer aditivos) serão as edições aplicáveis.

ISO 9000, Sistemas de gestão de qualidade – Princípios e vocabulário

3 Termos, Definições e Abreviações


3.1 Termos e Definições

Para os fins desta especificação, os termos e as definições utilizados no ISO 9000 serão aplicáveis
juntamente com os termos e definições abaixo. Quando forem definidos termos idênticos no ISO 9000 e
nesta especificação, as seguintes definições serão aplicáveis.

3.1.1
Critérios de aceitação
Limites especificados de aceitabilidade aplicados a um processo ou a características de um produto.

--``,,`,,`,,```,,`,,```,`,``,`,`-`-`,,`,,`,`,,`---

Copyright American Petroleum Institute


Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT
--``,,`,,`,,```,,`,,```,`,``,`,`-`-`,,`,,`,`,,`---

Copyright American Petroleum Institute


Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT
2 ESPECIFICAÇÃO API Q1

3.1.2 Inspeção de aceitação


Demonstração através de monitoramento ou medição de que o produto está em conformidade com os
requisitos especificados.

3.1.3 Calibração
Comparação a um padrão de precisão conhecido e realização de ajustes se necessários.

3.1.4 Coleta
Processo de obtenção, junção e/ou organização de informações aplicáveis com o intuito de atender aos
requisitos em 4.5.

3.1.5
Atendimento/Cumprimento (de Regulamentos)
Ato ou processo de satisfazer os requisitos legais ou outros requisitos aplicáveis de um regulamento ou
órgão regulatório.

3.1.6
Crítico
Tudo aquilo que seja considerado pela organização, pela especificação do produto ou pelo cliente como
obrigatório, indispensável ou essencial, necessário para um fim ou tarefa definida e que necessite de uma
ação específica.

3.1.7
Entrega
Momento e local físico em que ocorre a transferência de posse acordada.

3.1.8
Critérios de aceitação do projeto DAC
Limites definidos utilizados em características de materiais, produtos ou serviços definidos pela
--``,,`,,`,,```,,`,,```,`,``,`,`-`-`,,`,,`,`,,`---

organização, cliente e/ou especificações aplicáveis para estar em conformidade com o projeto do produto.

3.1.9
Validação do projeto
Processo de apresentar um projeto para teste para demonstrar a conformidade do produto com os
requisitos de projeto.

NOTA A validação do projeto pode incluir um mais dos seguintes itens (esta não é uma lista completa):

a) testes de protótipos,

b) testes funcionais e/ou operacionais dos produtos da produção,

c) testes especificados pelos padrões da indústria e/ou por requisitos regulatórios,

d) testes e análises de desempenho de campo.

3.1.10
Verificação do projeto
Processo de examinar o resultado do projeto e a saída do desenvolvimento para determinar seu
atendimento aos requisitos especificados.

NOTA A verificação do projeto pode incluir um mais dos seguintes itens (esta não é uma lista completa):

a) confirmar a precisão dos resultados através da realização de cálculos alternativos,

b) analisar os documentos de saída do projeto independentes de atividades de projeto e desenvolvimento,

c) comparar novos projetos com projetos similares consagrados.

Copyright American Petroleum Institute


Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT
ESPECIFICAÇÃO PARA REQUISITOS DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE PARA ORGANIZAÇÕES
FABRICANTES DA INDÚSTRIA DE PETRÓLEO E GÁS NATURAL 3

3.1.11
Primeiro artigo
Amostra considerável de um produto, componente ou saída de um processo utilizado para se verificar que
as atividades prescritas satisfizeram os requisitos como especificado pela organização.

NOTA As amostras podem incluir produtos de teste e protótipos.

3.1.12
Indicador chave de desempenho - KPI
Medida quantificável utilizada por uma organização para medir ou comparar o desempenho.

3.1.13
Requisito legal
Obrigação imposta sobre uma organização, incluindo obrigações na legislação ou de agências
regulatórias.

3.1.14
Administração
Departamento relativo a uma pessoa ou grupo de pessoas que dirigem e controlam uma instalação, local,
departamento ou outra função total ou parcialmente, que tenham a responsabilidade fiscal pela
organização e que sejam responsáveis por garantir o cumprimento com requisitos legais e outros
requisitos aplicáveis.

NOTA Em algumas organizações, a alta direção (ver ISO 9000) e a administração são o mesmo
departamento.

3.1.15
Critérios de aceitação de fabricação
MAC
Limites definidos colocados sobre características de materiais, produtos e serviços determinados pela
organização para cumprir com os requisitos de fabricação ou manutenção.

3.1.16

--``,,`,,`,,```,,`,,```,`,``,`,`-`-`,,`,,`,`,,`---
[atividade] terceirizada
Função ou processo realizado por um fornecedor externo a favor da organização.

3.1.17
Manutenção preventiva
Ação planejada para minimizar a possibilidade de falhas em equipamentos e interrupções não
programadas.

3.1.18
Procedimento
Método documentado pela organização para realizar uma atividade sob condições controladas de modo a
atender requisitos específicos.

NOTA Esta definição foi anteriormente identificada como “característica de controle” em edições
anteriores desta especificação.

3.1.19
Risco
Situação ou circunstância que tenha possibilidade de ocorrência e consequências potencialmente
negativas.

3.1.20
Serviço
Realização de uma atividade por um departamento ou por uma organização para outro departamento ou
organização.

Copyright American Petroleum Institute


Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT
4 ESPECIFICAÇÃO API Q1

3.1.21
Manutenção
Manutenção, ajuste, reparos e/ou instalação local de um produto quando a instalação for exigida pelas
especificações aplicáveis do produto.

3.2 Abreviações
Para os fins desta especificação, serão aplicadas as seguintes abreviações:

DAC critérios de aceitação do projeto


ITP plano de testes de inspeção
KPI indicador chave de desempenho
MAC critérios de aceitação de fabricação
MOC gestão de mudanças
MPS especificação do processo de fabricação
PCP plano de controle de processos
QAP plano de atividade de qualidade
QM manual de qualidade
QMS sistema de gestão de qualidade
QP plano de qualidade

4 Requisitos do Sistema de Gestão de Qualidade


4.1 Sistema de Gestão de Qualidade
4.1.1 Geral

A organização deve determinar, documentar, implementar e manter a todo momento um sistema de


gestão de qualidade para todos seus produtos e manutenções fornecidas na indústria de petróleo e gás. A
organização deve mensurar a eficácia e melhorar o sistema de gestão de qualidade de acordo com as
exigências desta especificação.

4.1.2 Política de Qualidade

A política da organização relativa a seu compromisso com a qualidade deve ser definida, documentada e
aprovada pela alta direção. A alta direção da organização deve analisar a política de qualidade para
garantir que esta é adequada à organização, que serve de base para o desenvolvimento de metas de
qualidade (ver 4.1.3) e que será comunicada, compreendida, implementada e mantida por todos os
departamentos e níveis relevantes na organização. A política deve incluir um compromisso de cumprir com
os requisitos e de melhorar continuamente a eficácia do sistema de gestão de qualidade.

4.1.3 Metas de Qualidade

A administração, com a aprovação da alta direção, deve assegurar que as metas de qualidade, incluindo
aquelas necessárias para atingir os requisitos do cliente e dos produtos, sejam definidas nos
departamentos e níveis relevantes na organização. As metas de qualidade devem ser mensuráveis e
coerentes com a política de qualidade.

4.1.4 Planejamento

A Administração deve garantir que:

a) os critérios e métodos necessários à operação e ao controle de todos os processos do sistema de


gestão de qualidade sejam determinados, administrados e eficazes; e
--``,,`,,`,,```,,`,,```,`

Copyright American Petroleum Institute


Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT
ESPECIFICAÇÃO PARA REQUISITOS DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE PARA ORGANIZAÇÕES
FABRICANTES DA INDÚSTRIA DE PETRÓLEO E GÁS NATURAL 5

b) o planejamento do sistema de gestão de qualidade seja realizado de modo a cumprir com os


requisitos desta especificação.

4.1.5 Comunicação

4.1.5.1 Interna

A administração deve garantir que sejam estabelecidos os processos de comunicação adequados na


organização e que a eficácia do sistema de gestão de qualidade seja comunicada.
A organização deve estabelecer processos para garantir que:
a) a importância de cumprir com os requisitos do cliente, com os requisitos legais e outros aplicáveis seja
comunicada nos departamentos relevantes na organização; e

b) os resultados da análise de dados (ver 6.3) sejam comunicados nos níveis e departamentos
relevantes na organização.

4.1.5.2 Externa

A organização deve determinar e implementar um processo para se comunicar com organizações


externas, incluindo clientes, para garantir que os requisitos sejam bem compreendidos durante todo o
cumprimento do contrato e da realização do produto. O processo de comunicação deve incluir:

a) a realização de levantamentos, contratos ou manuseio de encomendas e aditivos (ver 5.1);

b) a disponibilização de informações sobre os produtos, inclusive não conformidades dos produtos que
tenham sido identificadas após a entrega ao cliente (ver 5.10.4);

c) feedback e reclamações do cliente (ver 62.1); e

d) a disponibilização de informações necessárias para os planos de qualidade do produto e para


modificações subsequentes a esses planos, se contratualmente exigido (ver 5.7.2).

4.2 Responsabilidade da Administração


4.2.1 Geral

A alta direção deve garantir a disponibilidade de recursos essenciais para a definição, implementação,
manutenção e melhoria do sistema de gestão de qualidade.

NOTA Os recursos podem incluir recursos humanos e qualificações especializadas, infraestrutura organizacional,
recursos financeiros e tecnologias.

A administração deve disponibilizar provas de seu compromisso com o desenvolvimento e com a


implementação do sistema de gestão de qualidade, melhorando continuamente sua eficácia:

a) assegurando que as metas de qualidade sejam definidas, incluindo seus indicadores chave de
desempenho (KPIs), a ser utilizados em análises de dados; e

b) realizando análises de gestão (ver 6.5).

4.2.2 Responsabilidade e Autoridade

As responsabilidades, autoridades e deveres dos funcionários no escopo deste documento devem ser
definidos, documentados e comunicados em toda a organização.
--``,,`,,`,,```,,`,,```,`,``,`,`-`-`,,`,,`,`,,`---

Copyright American Petroleum Institute


Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT
6 ESPECIFICAÇÃO API Q1

4.2.3 Representante da Administração

A alta direção deve indicar e manter um membro da administração na organização que,


independentemente de suas outras responsabilidades, terá responsabilidades e autoridades que incluem:

a) garantir que os processos necessários para o sistema de gestão de qualidade sejam determinados,
implementados e mantidos;

b) apresentar à alta direção o desempenho do sistema de gestão de qualidade e quaisquer pontos de


melhoria;

c) dar início a ações que minimizem a possibilidade de ocorrência de não conformidades (ver 6.4.3); e

d) garantir a conscientização sobre os requisitos do cliente em toda a organização.

4.3 Capacidade da Organização


4.3.1 Fornecimento de Recursos

A organização deve determinar e alocar os recursos necessários para a implementação, manutenção e


melhoria da eficácia dos requisitos do sistema de gestão de qualidade.

4.3.2 Recursos Humanos

4.3.1.1 Geral

A organização deve manter um procedimento documentado para a definição da competência dos


funcionários e para a identificação dos requisitos de treinamento ou de outras ações para se obter a
competência (qualificação) necessária dos funcionários cujas responsabilidades recaiam no escopo do
sistema de gestão de qualidade. O procedimento deve incluir dispositivos para a determinação e
documentação da eficácia do treinamento ou outras ações tomadas para a obtenção da competência
necessária.

4.3.1.2 Competência dos Funcionários

Os funcionários devem ter competência no que diz respeito a sua qualificação adequada, treinamento,
habilidades e experiência necessários para cumprir com os requisitos do cliente e do produto. Devem ser
registrados e mantidos todos os comprovantes da competência dos funcionários (ver 4.5).

4.3.1.3 Treinamento e Conscientização

A organização deve:

a) disponibilizar treinamento no sistema de gestão de qualidade e treinamento nas tarefas;

b) assegurar que treinamentos especificados e/ou disponibilizados pelo cliente, se necessário, sejam
incluídos no programa de treinamento;
--``,,`,,`,,```,,`,,```,`,``,`,`-`-`,,`,,`,`,,`---

c) garantir que seja identificada a frequência e o conteúdo do treinamento;

d) garantir que seus funcionários estejam cientes da relevância e importância de suas atividades e de
como contribuem para atingir as metas de qualidade; e

e) manter os registros necessários de qualificação, treinamento, habilidades e experiência (ver 4.5).

Copyright American Petroleum Institute


Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT
ESPECIFICAÇÃO PARA REQUISITOS DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE PARA ORGANIZAÇÕES
FABRICANTES DA INDÚSTRIA DE PETRÓLEO E GÁS NATURAL 7

4.3.2 Ambiente de Trabalho

A organização deve determinar, fornecer, administrar e manter o ambiente de trabalho necessário para se
cumprir com os requisitos de fabricação do produto. O ambiente de trabalho deve incluir:

a) prédios, áreas de trabalho e áreas associadas;

b) equipamentos de processamento e sua manutenção (incluindo programas) (ver 5.7.8);

c) serviços de suporte (por exemplo, transporte ou sistemas de comunicação ou informação); e

d) condições em que o trabalho seja realizado, incluindo condições físicas, ambientais e outros fatores.

4.4 Requisitos de Documentação


4.4.1 Geral

A documentação do sistema de gestão de qualidade deve incluir:

a) definições da política de qualidade e as metas de qualidade;

b) um manual de qualidade que inclua cada requisito desta especificação e inclua também:

1) o escopo do sistema de gestão de qualidade, incluindo justificativas para quaisquer exceções


específicas de elementos do sistema de gestão de qualidade (ver Seção 1);

2) uma descrição da sequência e da interação entre os processos do sistema de gestão de


qualidade;

3) identificação dos processos que necessitem de validação (ver 5.7.1.5); e

4) referências a procedimentos documentados que controlem os processos do sistema de gestão de


qualidade;

c) procedimentos documentados definidos para o sistema de gestão de qualidade;

d) documentos e registros que garantam o planejamento, operação e controle de seus processos, assim
como o atendimento aos requisitos especificados; e
--``,,`,,`,,```,,`,,```,`,``,`,`-`-`,,`,,`,`,,`---

e) a identificação de requisitos legais e outros requisitos aplicáveis necessários para se obter a


conformidade do produto e que a organização se diga em conformidade.

4.4.2 Procedimentos

Todos os procedimentos listados nesta especificação podem ser definidos, documentados, implementados
e mantidos para uma adequabilidade prolongada.

NOTA 1 Um único documento pode mencionar os requisitos para um ou mais procedimentos.

NOTA 2 Um requisito para procedimentos documentados pode ser satisfeito por mais de um documento.

4.4.3 Controle de Documentos

A organização deve manter um procedimento documentado para a identificação, distribuição e controle de


documentos exigidos pelo sistema de gestão de qualidade e por esta especificação, incluindo documentos
requisitados de origem externa à organização.

Copyright American Petroleum Institute


Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT
8 ESPECIFICAÇÃO API Q1

O procedimento deve especificar as responsabilidades para a aprovação e re-aprovação dos documentos


e deve identificar os controles necessários para assegurar que os documentos exigidos pelo sistema de
gestão de qualidade, incluindo suas revisões, traduções e atualizações:

a) sejam analisados e aprovados quanto à sua adequação antes de ser publicados e utilizados

b) indiquem ocasionais modificações e revisões

c) permaneçam legíveis e facilmente identificáveis e

d) estejam disponíveis no local em que a atividade esteja sendo realizada.

Documentos de origem externa devem ser controlados de modo a garantir que as versões relevantes
estejam sendo utilizadas e mantidas.

Documentos obsoletos devem ser removidos de todos os pontos de publicação ou utilização, ou pelo
menos identificados como obsoletos para impedir seu uso inadvertido caso sejam guardados por qualquer
motivo.

Devem ser controlados os procedimentos, instruções de trabalho e as formas exigidas pelo sistema de
gestão de qualidade.

4.4.4 Uso de Documentos Externos na Realização de Produtos

Quando um produto API ou outros requisitos de especificação externos, incluindo seus adendos, erratas e
atualizações, forem utilizados na elaboração ou fabricação do produto, a organização deve manter um
procedimento documentado da integração desses requisitos no processo de realização do produto e de
quaisquer outros processos afetados.

4.5 Controle de Registros


A organização deve manter um procedimento documentado para identificar os controles e
responsabilidades necessários para a identificação, coleta, armazenamento, proteção, retirada, tempo de
retirada e descarte de registros.

Os registros, incluindo todos originários de atividades terceirizadas (ver 5.6.1.6), devem ser definidos e
controlados de forma a apresentar evidências de atendimento aos requisitos e com o sistema de gestão de
qualidade da organização.

Os registros devem permanecer legíveis, identificáveis e utilizáveis. Os registros devem ser guardados por
um período mínimo de cinco anos ou conforme requisitado pelo cliente ou por requisitos legais ou outros
aplicáveis, o que for mais longo.

5 Realização do Produto
5.1 Análise Contratual
5.1.1 Geral

A organização deve manter um procedimento documentado para a análise dos requisitos relativos ao
fornecimento de produtos e manutenções exigidos.

5.1.2 Determinação de Requisitos

A organização deve determinar:

a) os requisitos especificados pelo cliente;


b) os requisitos legais ou outros requisitos aplicáveis; e
c) os requisitos não mencionados pelo cliente mas que sejam considerados necessários pela organização para o
fornecimento do produto.
--``,,`,,`,,```,,`,,```,`,``,`,`-`-`,,`,,`,`,,`---

Copyright American Petroleum Institute


Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT
ESPECIFICAÇÃO PARA REQUISITOS DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE PARA ORGANIZAÇÕES
FABRICANTES DA INDÚSTRIA DE PETRÓLEO E GÁS NATURAL 9

Quando o cliente não apresentar requisitos documentados, a organização deve confirmar com o cliente
quais os requisitos exigidos e deve também guardar registros desses requisitos (ver 4.5).

5.1.3 Análise de Requisitos

--``,,`,,`,,```,,`,,```,`,``,`,`-`-`,,`,,`,`,,`---
A organização deve rever os requisitos relativos ao fornecimento de produtos. Essa análise deve ser
realizada antes de a organização se comprometer a entregar o produto ao cliente, devendo se assegurar
de que:

a) os requisitos foram identificados e documentados;

b) quaisquer ocasionais requisitos diferentes dos anteriormente identificados sejam resolvidos; e

c) a organização tem a capacidade de cumprir com os requisitos documentados.

Sempre que forem modificados os requisitos contratuais, a organização deve garantir que os documentos
relevantes sejam aditados e que os funcionários respectivos sejam conscientizados sobre a mudança de
requisitos.

Devem ser mantidos os registros dos resultados da análise, incluindo suas ações resultantes (ver 4.5).

5.2 Planejamento

A organização deve identificar e planejar os processos e documentos necessários para a realização do


produto. O planejamento da realização do produto deve ser coerente com os requisitos dos outros
processos do sistema de gestão de qualidade (ver 4.1.4).

Durante o planejamento, a organização deve considerar o seguinte:

a) os recursos necessários e a administração do ambiente de trabalho (ver 4.3);

b) os requisitos do produto e os requisitos especificados pelo cliente (ver 5.1);

c) os requisitos legais ou outros requisitos aplicáveis;

d) contingências levantadas a partir da análise de riscos (ver 5.3 e 5.5);

e) requisitos de projeto e desenvolvimento (ver 5.4);

f) atividades de verificação, validação, monitoramento, medição, inspeção e teste necessárias e


específicas do produto e dos critérios de aceitação do produto;

g) gestão de mudanças (MOC) (ver 5.11); e

h) os registros necessários para apresentar evidências de que os processos de realização do produto


atendem aos requisitos (ver 4.5).

A saída do planejamento deve ser documentada e atualizada assim que ocorrerem modificações. Os
planos devem ser mantidos em uma estrutura adequada ao método de operação da organização.

5.3 Análise e Gestão de Riscos


A organização deve manter um procedimento documentado para a identificação e controle de riscos
associados com o impacto na entrega e com a qualidade do produto. O procedimento deve identificar as
técnicas, ferramentas e suas aplicações na identificação, análise e mitigação de riscos.

NOTA A análise de riscos pode incluir considerações sobre gravidade, métodos de detecção e probabilidade de
ocorrência.

Copyright American Petroleum Institute


Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT
10 ESPECIFICAÇÃO API Q1

A análise de riscos associada à entrega do produto deve incluir:

a) disponibilidade e manutenção da instalação/equipamento; e

b) desempenho do fornecedor e disponibilidade/fornecimento de materiais.

A análise de riscos associada à qualidade do produto deve incluir, quando cabível:

c) a entrega de produto não conforme (ver 5.10.1);

d) a disponibilidade de funcionários competentes.

Devem ser mantidos registros sobre a análise e gestão de riscos incluindo as medidas tomadas (ver 4.5).
NOTA 1 A saída da análise de riscos pode ser utilizada na elaboração de planos de contingência (ver 5.5).
NOTA 2 A análise de riscos pode ser uma atividade associada a ações corretivas e/ou preventivas.
--``,,`,,`,,```,,`,,```,`,``,`,`-`-`,,`,,`,`,,`---

5.4 Projeto e Desenvolvimento


5.4.1 Planejamento do Projeto e Desenvolvimento

A organização deve manter um procedimento documentado para a identificação e controle de riscos


associados com o impacto na entrega e com a qualidade do produto.

O procedimento deve identificar:

a) o(s) planejamento(s), incluindo atualizações, a ser utilizadas no desenvolvimento do projeto;

b) os estágios do projeto e do desenvolvimento;

c) os recursos, responsabilidades, autoridades e suas interfaces para assegurar uma comunicação


eficaz;

d) as atividades de análise, verificação e validação necessárias para se completar cada estágio do


projeto e do desenvolvimento; e

e) os requisitos para uma análise final do projeto (ver 5.4.5).

Quando forem realizadas atividades de projeto e desenvolvimento em locais diferentes na mesma


organização, o procedimento deve identificar os controles exigidos para se garantir que os projetos
atendem aos requisitos em 5.4.

Quando o projeto e o desenvolvimento forem terceirizados, a organização deve garantir que o fornecedor
cumpra com os requisitos de 5.6.1.6.

NOTA A análise, verificação e validação do projeto e do desenvolvimento têm propósitos distintos, mas podem ser
realizados e registrados separadamente ou em conjunto conforme convier ao produto e à organização.

5.4.2 Entradas do Projeto e Desenvolvimento

As entradas devem ser identificadas, sendo analisada sua adequação, completude e ausência de conflitos.

As entradas devem incluir requisitos funcionais e técnicos, além dos seguintes, quando cabível:

a) requisitos especificados pelo cliente (ver 5.1);

Copyright American Petroleum Institute


Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT
ESPECIFICAÇÃO PARA REQUISITOS DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE PARA ORGANIZAÇÕES
FABRICANTES DA INDÚSTRIA DE PETRÓLEO E GÁS NATURAL 11

b) requisitos apresentados por fontes externas, incluindo especificações de produtos do API;

c) condições ambientais e operacionais;

d) metodologia, considerações iniciais e documentação de fórmulas;

e) histórico de desempenhos e outras informações obtidas a partir de projetos similares anteriores;

f) requisitos legais; e

g) resultados das análises de riscos (ver 5.3).

Devem ser guardados os registros das entradas do projeto (ver 4.5).

5.4.3 Saídas do Projeto e Desenvolvimento

As saídas devem ser documentadas para se permitir a verificação dos requisitos da entrada do projeto e
desenvolvimento. As saídas devem:
a) atender aos requisitos de entrada do projeto e desenvolvimento;

b) apresentar informações adequadas de aquisição, produção e manutenção;

c) identificar ou indicar critérios de aceitação de projeto (DAC);

d) incluir a identificação ou indicação de produtos e/ou componentes considerados críticos para o projeto;

e) incluir os resultados de cálculos aplicáveis; e

f) especificar as características do produto que sejam essenciais para sua utilização segura e adequada.

Devem ser guardados os registros das saídas do projeto (ver 4.5).

NOTA Pode ser mantida fora do processo de projeto e desenvolvimento a identificação da importância de produtos
e/ou componentes.

5.4.4 Análise do Projeto e Desenvolvimento

Em estágios próprios, devem ser realizadas análises:

a) para avaliar a adequabilidade e eficácia dos resultados dos estágios do projeto e desenvolvimento em
seu atendimento aos requisitos especificados; e

b) para identificar quaisquer problemas e propor ações necessárias.

Os participantes nessas análises devem incluir os representantes de cargos relativos aos estágios do
projeto e desenvolvimento sendo analisados. Devem ser mantidos os registros dos resultados das
análises, incluindo quaisquer ações necessárias (ver 4.5).

5.4.5 Verificação e Análise Final do Projeto e Desenvolvimento

Para garantir que as saídas do projeto e desenvolvimento cumpriram com os requisitos de entrada, devem
ser realizadas e documentadas de acordo com o planejamento a verificação e análise final do projeto e
desenvolvimento (ver 5.4.1).

Devem ser mantidos os registros da verificação e análise final do projeto e desenvolvimento (ver 4.5).

--``,,`,,`,,```,,`,,```,`,``,`,`-`-`,,`,,`,`,,`---

Copyright American Petroleum Institute


Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT
12 ESPECIFICAÇÃO API Q1

5.4.6 Validação e Aprovação do Projeto e Desenvolvimento

A validação do projeto e desenvolvimento deve ser realizada de acordo com o planejamento (ver 5.4.1)
para garantir que o produto resultante seja capaz de atender aos requisitos especificados. A validação
deve ser concluída antes da entrega do produto sempre que possível.

O projeto concluído deve ser aprovado após a validação. Indivíduos competentes (ver 4.3.2.2) além das
pessoas que elaboraram o projeto serão responsáveis por aprovar o projeto final.

Devem ser mantidos os registros da validação e aprovação do projeto e desenvolvimento, além de


quaisquer ações necessárias (ver 4.5).

5.4.7 Modificações no Projeto e Desenvolvimento

Devem ser identificadas quaisquer modificações no projeto e desenvolvimento. As modificações devem


ser analisadas, verificadas e validadas, quando possível, e aprovadas antes de sua implementação.

A análise das mudanças no projeto e desenvolvimento deve incluir a avaliação do efeito das modificações
no produto e/ou em suas partes constituintes já entregues.

Modificações no projeto e desenvolvimento, incluindo mudanças nos documentos do projeto, devem exigir
os mesmos controles que o projeto e desenvolvimento original.

Devem ser mantidos os registros das modificações no projeto e desenvolvimento, das análises dessas
modificações, além de quaisquer ações necessárias (ver 4.5).

5.5 Plano de Contingência


5.5.1 Geral

A organização deve manter um procedimento documentado para o plano de contingência necessário para
lidar com os riscos associados com o impacto na entrega e com a qualidade do produto.

O plano de contingência deve se fundamentar nos riscos analisados (ver 5.3), devendo sua saída ser
documentada e comunicada aos respectivos funcionários, atualizando-se conforme seja necessário.

5.5.2 Saída do Planejamento

O plano de contingência deve incluir, minimamente:

a) ações de resposta necessárias em cenários de risco considerável para a mitigação dos efeitos de
incidentes;

b) identificação e designação de responsabilidades e autoridades; e

c) controles de comunicação interna e externa (ver 4.1.5).

5.6 Aquisições
5.6.1 Controle de Aquisições

5.6.1.1 Procedimento

A organização deve manter um procedimento documentado que assegure que os produtos adquiridos ou
as atividades terceirizadas estão de acordo com os requisitos especificados.

--``,,`,,`,,```,,`,,```,`,``,`,`-`-`,,`,,`,`,,`---

Copyright American Petroleum Institute


Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT
ESPECIFICAÇÃO PARA REQUISITOS DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE PARA ORGANIZAÇÕES
FABRICANTES DA INDÚSTRIA DE PETRÓLEO E GÁS NATURAL 13

O procedimento deve considerar:

a) a determinação da importância das atividades ou produtos com relação à conformidade do produto ou


às especificações do cliente;

b) uma avaliação e seleção inicial de fornecedores com base em sua capacidade de fornecer produtos
ou realizar atividades de acordo com os requisitos da organização (ver 5.6.1.2 e 5.6.1.3);

c) o tipo e grau de controle aplicado ao fornecedor com base na importância do produto ou atividade;

d) os critérios, o escopo, a frequência e os métodos de reavaliação de fornecedores;

e) a manutenção de uma lista de fornecedores aprovados e o escopo de aprovação; e

f) o tipo e o grau de controle a ser aplicado a atividades terceirizadas (ver 5.6.1.6).

5.6.1.2 Avaliação Inicial de Fornecedores – Aquisições Críticas

Na aquisição de produtos, componentes ou atividades críticos, os critérios para a avaliação inicial de


fornecedores pela organização deve ser específico para cada fornecedor e deve incluir o seguinte:

--``,,`,,`,,```,,`,,```,`,``,`,`-`-`,,`,,`,`,,`---
a) verificação de que o sistema de gestão de qualidade está de acordo com os requisitos do sistema de
qualidade especificados para fornecedores da organização; e

b) avaliação do fornecedor na garantia de sua capacidade de cumprir com os requisitos de compra da


organização:

i) na realização de atividades relevantes neste local,

ii) ou na realização de uma inspeção do primeiro artigo para garantir o atendimento aos
requisitos mencionados ou

iii) identificação de como os produtos fornecidos estão de acordo com os requisitos mencionados
quando limitados por condições legais, de exclusividade ou outras condições contratuais.

5.6.1.3 Avaliação Inicial de Fornecedores – Aquisições Não Críticas

Para a aquisição de produtos, componentes ou atividades não críticas que tenham impacto na realização
do produto ou no produto final, os critérios para a avaliação de fornecedores a ser feito pela organização
deve cumprir com os requisitos de 5.6.1.2 ou satisfazer a um ou mais dos seguintes itens:

a) a verificação de que o sistema de gestão de qualidade está de acordo com os requisitos do sistema de
qualidade especificados para fornecedores da organização; ou

b) avaliação do fornecedor na garantia de sua capacidade de cumprir com os requisitos de compra da


organização; ou

c) avaliação do produto após sua entrega ou da atividade após sua conclusão.

5.6.1.4 Reavaliação de Fornecedores

Para a reavaliação de todos os fornecedores (críticos e não críticos), os requisitos de 5.6.1.3 devem
aplicar.

5.6.1.5 Avaliação do Fornecedor – Registros

Devem ser mantidos os registros dos resultados das avaliações, além de quaisquer ações necessárias
resultantes das avaliações (ver 4.5)

Copyright American Petroleum Institute


Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT
14 ESPECIFICAÇÃO API Q1

5.6.1.6 Terceirização

Sempre que uma organização escolher terceirizar qualquer atividade no escopo de seu sistema de gestão
de qualidade, a organização deve garantir que todos os elementos aplicáveis de seu sistema de gestão de
qualidade estão satisfeitos e deve manter-se responsável pelo atendimento do produto aos requisitos
especificados, incluindo quaisquer especificações API aplicáveis associadas com a realização dos
produtos.

Devem ser guardados os registros das atividades terceirizadas (ver 4.5).

5.6.2 Informações de Aquisições

A organização deve garantir a adequação das informações de aquisições especificadas antes de serem
comunicadas ao fornecedor. As informações de aquisição apresentadas para o fornecedor devem estar
documentadas e devem descrever os serviços ou produtos relativos a serviços a ser adquiridos, incluindo,
quando cabível:

a) requisitos para a aprovação de procedimentos, processos e equipamentos do fornecedor;

b) a versão aplicável de especificações, desenhos, requisitos de processos, instruções de inspeção,


rastreabilidade e outros dados técnicos relevantes;

c) requisitos para a qualificação dos funcionários do fornecedor; e

--``,,`,,`,,```,,`,,```,`,``,`,`-`-`,,`,,`,`,,`---
d) requisitos do sistema de gestão de qualidade.

5.6.3 Verificação de Produtos Adquiridos ou Atividades

A organização deve manter um procedimento documentado para verificação ou outras atividades


necessárias para garantir que o serviço e o produto relativo ao serviço adquiridos cumpram com os
requisitos de compra especificados.

Quando a organização ou o cliente desejar realizar uma verificação nas instalações do fornecedor, a
organização deve declarar os planos de verificação desejados e o método de lançamento do produto nas
informações de aquisição.

A organização deve garantir e apresentar uma comprovação de que os produtos adquiridos e as


atividades atendem aos requisitos especificados.

A organização deve manter os registros das atividades de verificação (ver 4.5).

5.7 Produção e Fornecimento de Manutenção


5.7.1 Controle de Produção e Manutenção

5.7.1.1 Produção

A organização deve manter um procedimento documentado que descreva os controles associados com a
produção dos produtos. O procedimento deve incluir o seguinte:

a) a disponibilidade de informações que descrevam as características do produto;

b) a implementação do plano de qualidade do produto quando cabível (ver 5.7.2);

c) garantia de que os requisitos de projeto e suas respectivas modificações foram satisfeitos, quando cabível (ver
5.4);

d) a disponibilidade e o uso de equipamentos adequados de produção, teste, monitoramento e medição;

Copyright American Petroleum Institute


Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT
ESPECIFICAÇÃO PARA REQUISITOS DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE PARA ORGANIZAÇÕES
FABRICANTES DA INDÚSTRIA DE PETRÓLEO E GÁS NATURAL 15

e) a disponibilidade de instruções de trabalho, quando aplicável;

f) documentos de controle de processos (ver 5.7.1.3);

g) implementação de atividades de monitoramento e medição; e

h) implementação do lançamento do produto (ver 5.9) incluindo atividades aplicáveis de entrega e pós-entrega.

5.7.1.2 Manutenções

A organização deve manter um procedimento documentado que descreva os controles associados com as
manutenções (ver 3.1.21) de produtos. O procedimento deve incluir o seguinte:

a) análise e implementação de requisitos da organização, de requisitos especificados pelo cliente, de


requisitos de manutenção dos produtos e outros requisitos relacionados;

b) a disponibilidade e o uso de equipamentos adequados de manutenção, teste, monitoramento e


medição;

c) a disponibilidade de instruções de trabalho, quando aplicável;

d) garantir que os requisitos de identificação e a rastreabilidade sejam mantidos em todo o processo de


manutenção;

e) a implementação de atividades de monitoramento e medição;

f) documentos de controle de processos (ver 5.7.1.3); e

g) requisitos para a liberação do produto após manutenção (ver 5.9).

5.7.1.3 Documentos de Controle de Processos

Os controles de processos devem ser documentados em listas de checagem, planilhas de processos ou


em controles equivalentes exigidos pela organização, devendo incluir requisitos para a verificação de
atendimento aos planos de qualidade do produto aplicáveis (ver 5.7.2), com as especificações API para
produtos, com os requisitos do cliente e/ou outros padrões/códigos aplicáveis. Os documentos de controle
de processos devem incluir ou mencionar instruções e critérios de aceitação para os processos, testes,
inspeções e os pontos de vistoria ou inspeção do cliente.

5.7.1.4 Documentação de Capacidade de Realização do Produto

A organização deve elaborar e manter uma documentação que inclua, dentre outras questões, os planos
de realização dos produtos (ver 5.2) e os registros de análise/verificação, validação, monitoramento,
medição, inspeção e atividades de teste, incluindo os critérios para aceitação do produto que demonstrem
a capacidade da organização de satisfazer os requisitos especificados do produto e/ou das manutenções.
--``,,`,,`,,```,,`,,```,`,``,`,`-`-`,,`,,`,`,,`---

NOTA A documentação relativa à realização do produto é um comprovante da capacidade da organização de


fabricar produtos ou conjuntos de produtos e não se estende a qualquer autorização de trabalho ou produto individual
fabricado.

5.7.1.5 Validação de Processos para Produção e Manutenção

A organização deve validar os processos para a produção e manutenção sempre que a saída resultante
não puder ser verificada após monitoramento ou medição, consequentemente evidenciando deficiências
apenas após o produto já se encontrar em uso ou depois que as manutenções já tiverem sido realizadas.
A validação deve demonstrar a capacidade desses processos de atingir resultados planejados. Quando a
organização optar por terceirizar um processo que exija validação, a organização deve exigir que o
fornecedor cumpra com esses requisitos (ver 5.6.1.6).

Copyright American Petroleum Institute


Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT
16 ESPECIFICAÇÃO API Q1

A organização deve manter um procedimento documentado para métodos de análise e aprovação dos
processos, incluindo:

a) equipamentos necessários;

b) qualificação dos funcionários;

c) utilização de métodos específicos, incluindo parâmetros de operação identificados;

d) identificação de critérios de aceitação;

e) requisitos para registro (ver 4.5); e

f) revalidação.

A organização deve validar os processos identificados pela especificação de produto aplicável que não
tenha sido ainda validados. Se esses processos não forem identificados ou caso não haja especificação
para o produto, os processos que não tenham sido validados devem incluir, minimamente, testes não
destrutivos, soldagem e tratamento térmico se aplicáveis ao produto.

5.7.2 Planos de Qualidade dos Produtos

Quando contratualmente exigido, a organização deve elaborar um plano de qualidade dos produtos que
especifique os processos do sistema de gestão de qualidade (incluindo os processos de realização do
produto) e os recursos a ser aplicados a um produto.

O plano de qualidade dos produtos exigido contratualmente deve incluir pelo menos cada um dos
seguintes itens:

a) uma descrição do produto a ser fabricado;

b) os processos e a documentação necessária, incluindo as inspeções, os testes e os registros


necessários para atender aos requisitos;

c) identificação e referência ao controle de atividades terceirizadas;

d) identificação de cada procedimento, especificação ou outro documento mencionado ou utilizado em


cada atividade; e

e) identificação dos pontos de vistoria e análise de documentos exigidos.

Os planos de qualidade dos produtos e quaisquer revisões a estes devem ser documentados e aprovados
pela organização para garantir que os requisitos do cliente sejam cumpridos.

Os planos de qualidade dos produtos e quaisquer revisões a estes devem ser comunicados ao cliente.

NOTA 1 Um plano de qualidade de um produto pode ser composto por um ou vários documentos diferentes.
--``,,`,,`,,```,,`,,```,`,``,`,`-`-`,,`,,`,`,,`---

NOTA 2 Um plano de qualidade de um produto pode ser mencionado por outros termos – como plano de qualidade
(QP), plano de inspeção e testes (ITP), especificação para o processo de fabricação (MPS), plano de controle de
processos (PCP) e plano de atividades de qualidade (QAP) – geralmente fazendo referência a partes do manual de
qualidade ou a documentos de procedimento.

5.7.3 Identificação e Rastreabilidade

A organização deve manter um procedimento documentado para a identificação e rastreabilidade


enquanto o produto estiver sob controle da organização, conforme exigido pela organização, pelo cliente
e/ou por especificações de produtos aplicáveis em todo o processo de realização do produto, incluindo

Copyright American Petroleum Institute


Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT
ESPECIFICAÇÃO PARA REQUISITOS DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE PARA ORGANIZAÇÕES
FABRICANTES DA INDÚSTRIA DE PETRÓLEO E GÁS NATURAL 17

atividades de entrega e pós-entrega. O procedimento deve incluir requisitos para a manutenção ou


substituição de marcas de identificação e/ou rastreabilidade.

Os registros (ver 4.5) de identificação e rastreabilidade devem ser mantidos.

5.7.4 Inspeção do Produto/Situação Pós-Teste

A organização deve manter um procedimento documentado para a identificação da inspeção dos produtos
e ou das situações pós-teste em todo o processo de realização dos produtos, indicando a conformidade ou
não conformidade dos produtos com relação às inspeções e/ou aos testes realizados. A organização deve
garantir que apenas os produtos que cumprirem com os requisitos ou que sejam autorizados (ver 5.10.3)
sejam liberados.

5.7.5 Propriedade fornecida pelo Cliente

A organização deve manter um procedimento documentado para a identificação, verificação, proteção,


preservação, manutenção e controle das propriedades fornecidas pelo cliente, incluindo propriedades
intelectuais e dados que estejam sob o controle da organização. O procedimento deve incluir requisitos
para notificar ao cliente quaisquer ocasionais perdas, danos ou usos indevidos de propriedades fornecidas
pelo cliente.

Devem ser mantidos registros para o controle e o descarte de propriedades fornecidas pelo cliente (ver
4.5).

5.7.6 Preservação do Produto

5.7.2.1 Geral
--``,,`,,`,,```,,`,,```,`,``,`,`-`-`,,`,,`,`,,`---

A organização deve manter um procedimento documentado que descreva os métodos utilizados para
preservar o produto e suas partes constituintes em toda a realização do produto e na entrega ao destino
desejado de modo a manter o atendimento a requisitos. Quando aplicável, a preservação deve incluir
marcas de identificação e rastreabilidade, transporte, manuseio, embalagem e proteção.

5.7.2.2 Armazenamento e Avaliação

O procedimento deve identificar os requisitos para armazenamento e avaliação. A organização deve


utilizar áreas de armazenamento designadas ou salas de estocagem para evitar danos ou deterioração do
produto antes de sua entrega.

Para detectar a deterioração, a condição do produto ou as partes constituintes em estoque devem ser
avaliadas em intervalos especificados identificados pelo procedimento. O intervalo deve ser apropriado
aos produtos ou partes constituintes sendo avaliados.

Devem ser mantidos os registros dos resultados da avaliação (ver 4.5).

5.7.7 Inspeção e Testes

5.7.7.1 Geral

A organização deve manter um procedimento documentado para inspeções e testes para verificar que os
requisitos dos produtos foram cumpridos. O procedimento deve incluir requisitos relativos à inspeção
durante o processo, à inspeção final e aos testes. Devem ser mantidos registros das inspeções e testes
necessários por procedimentos documentados (ver 4.5).

Copyright American Petroleum Institute


Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT
18 ESPECIFICAÇÃO API Q1

5.7.7.2 Inspeção durante o Processo e Testes

A organização deve inspecionar e testar o produto em estágios planejados conforme exigido pelo plano de
qualidade do produto (ver 5.7.2), pelos documentos de controle de processos (ver 5.7.1.3) e/ou pelos
procedimentos documentados. Devem ser guardados os comprovantes de atendimento aos critérios de
aceitação.

5.7.7.3 Inspeção Final e Testes

A organização deve realizar todos os testes e inspeções finais de acordo com o plano de qualidade dos
produtos (ver 5.7.2) e/ou procedimentos documentados de modo a validar e documentar o cumprimento do
produto final com os requisitos especificados.

Funcionários que não sejam os que tenham realizado ou supervisionado diretamente a produção do
produto devem realizar a inspeção de aceitação definitiva em estágios planejados do processo de
realização do produto.

NOTA Em processos de fabricação de um único passo (por exemplo, rosqueamento), os testes e as inspeções final
e durante processo podem ser realizados como uma única atividade.

5.7.8 Manutenção Preventiva

A organização deve manter um procedimento documentado para o estabelecimento de manutenção


preventiva para o equipamento utilizado na realização do produto. O procedimento deve definir os
requisitos para:

a) o tipo de equipamento a entrar em manutenção;

b) a frequência; e

c) os responsáveis.

Devem ser mantidos os registros de manutenção preventiva (ver 4.5).

NOTA A manutenção preventiva pode ter como base os riscos, a confiabilidade do sistema, o histórico de uso, a
experiência, as práticas recomendadas pela indústria, os códigos e padrões relevantes, as orientações originais do
fabricante do equipamento ou outros requisitos aplicáveis.

5.8 Controle de Equipamentos de Teste, Medição e de Monitoramento

A organização deve determinar os requisitos de teste, monitoramento e medição e os equipamentos


associados necessários para apresentar evidências de atendimento a esses requisitos.

A organização deve manter um procedimento documentado de modo a assegurar que os equipamentos de


teste, medição e monitoramento estejam calibrados e com boa manutenção e de que os equipamentos
estejam sendo utilizados de maneira adequada aos requisitos de monitoramento e medição.

O procedimento deve incluir requisitos para o tipo de equipamentos específico, considerando:

a) um identificador único;

b) a condição de calibração;

c) a rastreabilidade de equipamentos frente a padrões de medição nacionais ou internacionais; quando


não existirem esses padrões, o critério utilizado para a calibração ou verificação deve ser registrado
(ver 4.5);

d) a frequência de calibração em intervalos específicos ou antes de seu uso;

--``,,`,,`,,```,,`,,```,`,``,`,`-`-`,,`,,`,`,,`---

Copyright American Petroleum Institute


Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT
ESPECIFICAÇÃO PARA REQUISITOS DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE PARA ORGANIZAÇÕES
FABRICANTES DA INDÚSTRIA DE PETRÓLEO E GÁS NATURAL 19

e) o método de calibração ou verificação, incluindo ajustes e reajustes, se necessário;

f) os critérios de aceitação;

g) o controle de equipamentos identificados como não calibrados de modo a evitar usos inadvertidos; e

h) quando os equipamentos forem considerados não calibrados, uma avaliação da validade das
medições anteriores e das ações a ser tomadas nos equipamentos e nos produtos, incluindo registros
de manutenção e comprovantes de notificação ao cliente (ver 4.1.5.2) caso um produto suspeito seja
enviado.

Os equipamentos de teste, medição e monitoramento devem:

1) estar calibrados ou verificados de acordo com os padrões de medição;

NOTA 1 A verificação de acordo com os critérios de aceitação é realizada em equipamentos não ajustáveis.

2) apresentar uma condição de calibração identificável a qualquer momento pelo usuários das atividades
sendo realizadas;

3) estar protegidos contra quaisquer ajustes que possam invalidar o resultado da medição ou a condição
de calibração;

4) estar protegidos contra danos e deterioração durante seu manuseio, manutenção e armazenamento; e

5) ser utilizados em condições ambientais adequadas às calibrações, inspeções, medições e testes a ser
realizados.

Quando utilizados no teste, monitoramento ou medição de requisitos especificados, a capacidade dos


programas de computador de cumprir com seus propósitos deve ser verificada antes de inicialmente
utilizados e reconfirmada quando necessário.

NOTA 2 A verificação da adequabilidade de equipamentos de medição exclusivos e a comprovação de seu


atendimento aos requisitos de 5.8 pode ser limitada por contrato ou por licença; no entanto, o licenciado deve
demostrar as limitações impostas pelo contrato para cumprir com 5.8 c), 5.8 d), 5.8 e), e 5.8 f).

Quando os equipamentos forem fornecidos por uma fonte externa à organização, incluindo equipamentos
de terceiros, equipamentos exclusivos e equipamentos de funcionários ou do cliente, a organização deve
verificar se os equipamentos são adequados, devendo também apresentar evidências de cumprimento
com os requisitos desta seção.

A organização deve manter um registro dos equipamentos necessários de teste, medição e monitoramento
utilizados para se determinar o atendimento dos produtos aos requisitos incluindo uma identificação única
e específica a cada equipamento individual.

Devem ser mantidos os registros dos resultados da calibração e verificação (ver 4.5).

5.9 Liberação do Produto

A organização deve manter um procedimento documentado para garantir ao cliente que a liberação do
produto não ocorrerá até que todo o planejamento (ver 5.7) tenha sido concluído satisfatoriamente, exceto
se aprovado de forma diferente por uma autoridade competente e, quando cabível, pelo cliente.

Devem ser mantidos registros que possibilitem a identificação do indivíduo que liberar o produto (ver 4.5).

--``,,`,,`,,```,,`,,```,`,``,`,`-`-`,,`,,`,`,,`---

Copyright American Petroleum Institute


Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT
20 ESPECIFICAÇÃO API Q1

5.10 Controle de Produto Não Conforme


5.10.1 Geral

A organização deve manter procedimentos documentados que identifiquem os controles e as


responsabilidades relacionadas, assim como as autoridades que deverão tratar de produtos não
conformes.

O procedimento que tratar de produtos não conformes identificados durante a realização dos produtos
deve incluir controles para:

a) a identificação dos produtos para evitar utilização ou entrega indevida;

b) tratar da não conformidade detectada (ver 5.10.2);

c) tomar medidas para evitar seu uso originalmente planejado ou sua entrega; e

d) autorizar a utilização, liberação ou aceitação mediante permissão de autoridades competentes e,


quando aplicável, pelo cliente (ver 5.10.3).

O procedimento que tratar de produtos não conformes identificados após a entrega dos produtos deve
incluir controles para:

1) identificar, documentar e notificar não conformidades ou defeitos no produto identificados após sua
entrega;

2) garantir a análise da não conformidade ou do defeito do produto, contanto que o produto ou os


comprovantes documentados que justifiquem sua não conformidade estejam disponíveis para facilitar
a determinação da causa (ver 6.4.2);

3) tomar medidas apropriadas para os efeitos reais ou potenciais da não conformidade quando o produto
não conforme for detectado após sua entrega.
5.10.2 Produto Não Conforme

A organização deve tratar de produtos não conformes realizando uma ou mais das seguintes ações:
a) reparar ou realizar retrabalho com subsequente inspeção que verifique o cumprimento dos
requisitos especificados;

b) reclassificar os produtos para diferentes aplicações;

c) liberar os produtos mediante permissão (ver 5.10.3); e/ou

d) rejeitar ou descartar os produtos.

5.10.3 Liberação de Produto Não Conforme com Permissão

A avaliação e a liberação de um produto não conforme permitido que não satisfaça aos critérios de
aceitação de fabricação (MAC) deve ser possível sempre que a autoridade competente da organização e o
cliente (quando aplicável) tiverem autorizado sua liberação, contanto que:

a) os produtos continuem a satisfazer ao DAC aplicável e/ou aos critérios do cliente; ou

b) os MAC não cumpridos sejam classificados como desnecessários para a satisfação do DAC aplicável
e/ou aos critérios do cliente; ou

c) os DAC se mantenham imutáveis e os produtos satisfaçam aos requisitos DAC e MAC relacionados.

--``,,`,,`,,```,,`,,```,`,``,`,`-`-`,,`,,`,`,,`---

Copyright American Petroleum Institute


Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT
ESPECIFICAÇÃO PARA REQUISITOS DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE PARA ORGANIZAÇÕES
FABRICANTES DA INDÚSTRIA DE PETRÓLEO E GÁS NATURAL 21

5.10.4 Notificação do Cliente

A organização deve notificar seus clientes do não atendimento de produtos ao DAC ou aos requisitos
contratuais se os produtos tiverem sido entregues. A organização deve manter os registros das
notificações (ver 4.5).

5.10.5 Registros

Devem ser mantidos os registros da natureza do não cumprimento e de quaisquer ações subsequentes
realizadas, incluindo autorizações obtidas. (ver 4.5).

5.11 Gestão de Mudanças (MOC)


5.11.1 Geral

A organização deve manter um processo para o MOC. A organização deve garantir que a integridade do
sistema de gestão de qualidade seja mantida quando mudanças no sistema de gestão de qualidade forem
planejadas ou implementadas. No que diz respeito à gestão de mudanças, a organização deve identificar
os riscos potenciais (ver 5.3) associados com a mudança e quaisquer aprovações necessárias antes da
realização de cada mudança. A organização deve manter os registros das atividades do MOC (ver 4.5).

5.11.2 Implementação do MOC

A organização deve utilizar o processo MOC em qualquer dos itens abaixo que possam impactar
negativamente a qualidade do produto:

a) mudanças na estrutura organizacional (ver 4.2.2);

b) mudanças de funcionários chave ou essenciais (ver 4.3.2);

c) mudanças nos fornecedores críticos (ver 5.6.1.1); e/ou

d) mudanças nos procedimentos do sistema de gestão, incluindo mudanças resultantes de ações


corretivas e preventivas (ver 6.4).

5.11.3 Notificação do MOC

A organização deve notificar os funcionários relevantes, assim como o cliente, se exigido contratualmente,
sobre a mudança e sobre riscos remanescentes ou novos devidos a todas as mudanças que tenham sido
realizadas pela própria organização ou solicitadas pelo cliente.

6 Monitoramento, Medição, Análise e Melhoria do Sistema de Gestão de


Qualidade
6.1 Geral
--``,,`,,`,,```,,`,,```,`,``,`,`-`-`,,`,,`,`,,`---

A organização deve planejar e implementar os processos de monitoramento, medição, análise e melhoria


necessários para garantir o cumprimento do sistema de gestão de qualidade com os requisitos desta
especificação e melhorar continuamente a eficácia do sistema de gestão de qualidade.

O monitoramento, medição, análise e melhoria do sistema de gestão de qualidade deve incluir a definição
dos métodos aplicáveis, incluindo as técnicas para a análise de dados e a extensão de seu uso.

Copyright American Petroleum Institute


Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT
22 ESPECIFICAÇÃO API Q1

6.2 Monitoramento, Medição e Melhoria


6.2.1 Satisfação do Cliente

A organização deve manter um procedimento documentado para acompanhar a satisfação do cliente. O


procedimento deve considerar a frequência da medição, a obtenção de feedback do cliente, os indicadores
chave de desempenho (KPIs) e outras informações que a organização utilizar para determinar se a
organização satisfez seus clientes no cumprimento de requisitos identificados. Devem ser mantidos os
registros dos resultados de satisfação do cliente (ver 4.5).

6.2.2 Auditoria Interna

6.2.2.1 Geral

--``,,`,,`,,```,,`,,```,`,``,`,`-`-`,,`,,`,`,,`---
A organização deve manter um procedimento documentado para definir as responsabilidades de
planejamento, realização e documentação de auditorias internas. As auditorias devem verificar se o
sistema de gestão de qualidade está sendo implementado de forma eficaz e mantido em cumprimento com
os requisitos desta especificação. O planejamento de auditorias internas deve levar em consideração os
resultados das auditorias anteriores e a importância do processo sendo auditado.

A organização deve identificar os critérios de auditoria, o escopo, a frequência e os métodos para garantir
que todos os processos do sistema de gestão de qualidade que se identifiquem como em atendimento aos
requisitos desta especificação sejam auditados pelo menos a cada 12 meses.

Atividades terceirizadas que impactem na qualidade do produto e que sejam realizadas nas instalações da
organização devem ser incluídas como parte da auditoria interna da organização.

6.2.2.2 Realização da Auditoria Interna

As auditorias devem ser realizadas por profissionais competentes (ver 4.3.2.2) que sejam independentes
dos indivíduos que realizaram a supervisão da atividade sendo auditada para garantir a objetividade e
imparcialidade do processo de auditoria. Os registros das auditorias devem apresentar comprovações
objetivas de que o sistema de gestão de qualidade está sendo implementado e mantido (ver 4.5).

Todos os processos do sistema de gestão de qualidade necessários para cumprir com esta especificação
devem ser auditados antes de se apresentarem como em cumprimento com os requisitos desta
especificação.

NOTA Os requisitos de especificação de produtos podem ser incluídos durante os processos do sistema de gestão de
qualidade e auditados juntamente com um ou mais processos do sistema de gestão de qualidade.

6.2.2.3 Análise da Auditoria e Fechamento

A organização deve identificar os tempos de resposta no tratamento de não conformidades detectadas. A


administração responsável pela área sendo auditada deve garantir que todas as correções e ações
corretivas necessárias estão de acordo com os requisitos de 6.4.2. Os resultados das auditorias internas e
a situação das ações corretivas devem ser apresentados na análise da administração (ver 6.5). Devem ser
mantidos os registros das auditorias internas (ver 4.5).

6.2.3 Avaliação do Processo

A organização deve utilizar os métodos de avaliação adequados para demonstrar a capacidade dos
processos do sistema de gestão de qualidade de atingir os resultados planejados, incluindo o atendimento
aos requisitos dos produtos. Sempre que os resultados planejados não forem atingidos, devem ser
tomadas as ações corretivas (ver 6.4.2) conforme seja apropriado.
NOTA A realização de auditorias internas e análises da administração são suficientes para satisfazer este
requisito.

Copyright American Petroleum Institute


Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT
ESPECIFICAÇÃO PARA REQUISITOS DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE PARA ORGANIZAÇÕES
FABRICANTES DA INDÚSTRIA DE PETRÓLEO E GÁS NATURAL 23

6.3 Análise de Dados

A organização deve manter um procedimento documentado para a identificação, coleta e análise de dados
para demonstrar a adequabilidade e eficácia do sistema de gestão de qualidade. A análise deve incluir

--``,,`,,`,,```,,`,,```,`,``,`,`-`-`,,`,,`,`,,`---
dados gerados a partir do monitoramento e da medição, das auditorias internas (ver 6.2.2), das análises
da administração (ver 6.5) e de outras fontes relevantes.
A saída da análise de dados deve fornecer informações relativas a:

a) satisfação do cliente (ver 6.2.1);

b) atendimento aos requisitos do produto;

c) não conformidades e defeitos dos produtos identificados após sua entrega ou uso, contanto que o
produto ou suas evidências documentadas estejam disponíveis para facilitar a determinação da causa
(ver 5.10);

d) características e tendências de processos e produtos incluindo oportunidades de ação preventiva (ver


6.4.3);

e) desempenho do fornecedor (ver 5.6); e

f) metas de qualidade (ver 4.1.3).

A organização deve utilizar dados para avaliar possíveis pontos de melhoria contínua para maior eficácia
do sistema de gestão de qualidade.

6.4 Melhoria
6.4.1 Geral

A organização deve melhorar continuamente a eficácia do sistema de gestão de qualidade através da


utilização de uma política de qualidade, de metas de qualidade, dos resultados das auditorias, da análise
de dados, de medidas corretivas e preventivas e da análise da administração.
NOTA Ver ISO 9000 para as definições de correção, ação corretiva e ação preventiva.

6.4.2 Ação Corretiva

A organização deve manter um procedimento documentado para corrigir não conformidades e realizar
ações corretivas tanto internamente quanto na cadeia de suprimentos, de modo a eliminar as causas de
não conformidades e minimizar a probabilidade de sua recorrência. As ações corretivas devem ser
adequadas ao(s) efeito(s) da não conformidade encontrada.

NOTA A ação corretiva pode ser aplicada tanto a processos do sistema de gestão de qualidade quanto a
produtos não conformes.

O procedimento deve definir os requisitos para:

a) analisar não conformidades em processos (incluindo reclamações do cliente);

b) determinar e implementar correções;

c) identificar a raiz da não conformidade e avaliar a necessidade de ações corretivas;

d) implementar ações corretivas para reduzir a probabilidade de recorrência de uma não conformidade;

Copyright American Petroleum Institute


Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT
24 ESPECIFICAÇÃO API Q1

e) identificar o prazo e o(s) responsável(is) pela realização das correções;

f) verificar a eficácia das correções realizadas; e

g) realizar o MOC (ver 5.11) quando as ações corretivas necessitarem de controles novos ou modificados
no sistema de gestão de qualidade.

Devem ser mantidos os registros das atividades de controle de processos não conformes (ver 4.5). Os
registros devem identificar as atividades realizadas para se verificar a eficácia das ações corretivas
realizadas.

6.4.3 Ação preventiva

A organização deve manter um procedimento documentado para definir e implementar ações preventivas
tanto internamente quanto na cadeia de suprimentos, de modo a eliminar as causas de não conformidades
e minimizar a probabilidade de sua ocorrência. As ações preventivas devem ser adequadas aos efeitos
dos problemas potenciais.
--``,,`,,`,,```,,`,,```,`,``,`,`-`-`,,`,,`,`,,`---

NOTA A ação corretiva pode ser aplicada tanto a processos do sistema de gestão de qualidade quanto à análise
de produtos.

O procedimento deve definir os requisitos para:

a) identificar oportunidades de melhoria;

b) identificar potenciais não conformidades e suas causas potenciais;

c) avaliar a necessidade de ação preventiva, incluindo quaisquer ações imediatas ou de curto prazo que
sejam necessárias, de modo a evitar a ocorrência de não conformidades;

d) identificar o prazo e o(s) responsável(is) pela implementação das ações preventivas;

e) analisar a eficácia das ações preventivas realizadas; e

f) realizar o MOC (ver 5.11) quando as ações corretivas necessitarem de controles novos ou modificados
no sistema de gestão de qualidade.

Devem ser mantidos os registros das atividades de controle de processos potencialmente não conformes
(ver 4.5).

6.5 Análise da Administração


6.5.1 Geral

O sistema de gestão de qualidade da organização deve ser analisado pelo menos a cada 12 meses pela
administração da organização de modo a avaliar continuamente a adequabilidade e eficácia do sistema de
gestão de qualidade. Essa análise deve incluir uma avaliação de oportunidades de melhoria e a
necessidade de mudanças no sistema de gestão de qualidade, incluindo a política de qualidade e as
metas de qualidade.

6.5.2 Requisitos de Entrada

A análise de entrada para a administração deve incluir, minimamente:

a) a eficácia de ações resultantes de análises anteriores da administração;

b) os resultados das auditorias (ver 6.2.2);

Copyright American Petroleum Institute


Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT
ESPECIFICAÇÃO PARA REQUISITOS DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE PARA ORGANIZAÇÕES
FABRICANTES DA INDÚSTRIA DE PETRÓLEO E GÁS NATURAL 25

c) modificações que possam afetar o sistema de gestão de qualidade, incluindo modificações a requisitos
legais e outros requisitos aplicáveis (tais como padrões da indústria);

d) uma análise da satisfação do cliente, incluindo o feedback do cliente (ver 6.2.1);

e) desempenho dos processos [ver 6.2.3 e 6.3 d)];

f) resultados de análises de riscos (ver 5.3);

g) a condição das ações corretivas e preventivas (ver 6.4.2 e 6.4.3);

h) uma análise do desempenho dos fornecedores (ver 5.6);

--``,,`,,`,,```,,`,,```,`,``,`,`-`-`,,`,,`,`,,`---
i) uma avaliação da análise da conformidade dos produtos, incluindo quaisquer não conformidades que
tenham sido identificadas após sua entrega ou uso (ver 5.10); e

j) recomendações de melhoria.

6.5.1 Requisitos da saída

A saída da análise da administração deve incluir uma avaliação resumida da eficácia do sistema de gestão
de qualidade. A avaliação deve incluir todas as modificações necessárias (ver 5.11) aos processos e
quaisquer decisões e ações, recursos necessários e melhorias de produtos para cumprir com as
exigências do cliente.

A alta direção deve avaliar e aprovar a saída das análises da administração. As análises da administração
devem ser documentadas e devem ser mantidos os registros dessas análises (ver 4.5)
.

Copyright American Petroleum Institute


Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT
26 ESPECIFICAÇÃO API Q1

Anexo A
(informativo)

Uso do Monograma API por Licenciados

A.1 Escopo

O Monogram® do API é uma marca de certificação registrada do API, cuja licença pode ser concedida pela
Diretoria do API. Através do Programa do Monograma do API (www.api.org/certification-programs/api-
monogram-program-and-apiqr.aspx), o API licencia fabricantes de produtos a aplicar o Monograma do API
a produtos que estejam em cumprimento com as especificações de produtos e que tenham sido fabricados
mediante um sistema de gestão de qualidade que esteja de acordo com os requisitos do API Q1. O API
mantém uma lista pesquisável completa de todos os Licenciados do Monograma no site da Lista Composta
do API (http://compositelist.api.org).

A aplicação do Monograma API e do seu número de licença em produtos representa uma garantia feita
pelo Licenciado ao API e aos compradores dos produtos de que, à data indicada, os produtos foram
fabricados mediante um sistema de gestão de qualidade em cumprimento com os requisitos do API Q1 e
que o produto está de acordo em todos os seus detalhes com os padrões aplicáveis ou com as
especificações do produto. As licenças do Programa do Monograma do API são emitidas somente após a
verificação de uma auditoria presencial de que uma organização tenha implementado e mantido
continuamente um sistema de gestão de qualidade que esteja de acordo com os requisitos do API Q1, e
que os produtos resultantes satisfaçam aos requisitos das especificações API para produtos e/ou padrões
API aplicáveis. Ainda que alguns fabricantes possam declarar que seus produtos estão de acordo com os
requisitos API para produtos sem, no entanto, possuir o Monograma, apenas fabricantes com uma licença
da API podem aplicar o Monograma API aos seus produtos.

Juntamente com os requisitos da licença do Monograma API, este anexo define os requisitos para as

--``,,`,,`,,```,,`,,```,`,``,`,`-`-`,,`,,`,`,,`---
organizações que desejarem voluntariamente obter uma licença API para fornecer produtos com o
Monograma API que satisfaçam aos requisitos das especificações API para produtos e/ou dos padrões API
e aos requisitos do Programa do Monograma do API.

Para mais informações sobre como se tornar um Licenciado do Monograma do API, entre em contato com
os Programas de Certificação do API em 1220 L Street, NW, Washington, DC 20005 ou pelo telefone 202-
682-8145 ou ainda pelo e-mail certification@api.org.

A.2 Referências Normativas

API Q1, Especificação de Requisitos do Sistema de Gestão de Qualidade para Organizações Fabricantes
para as Indústrias de Petróleo e Gás Natural

A.3 Termos e Definições

Para os fins deste anexo, os seguintes termos e definições serão aplicados.

A.3.1
Produto monogramável
Produto que tenha sido fabricado por um Licenciado do API utilizando um sistema de gestão de qualidade
do tipo API Q1 completamente implementado e que cumpra com todos os requisitos especificados pelo
API nas especificações e/ou padrões do API para produtos.

A.3.2
Especificação do API para produtos
Conjunto de regras prescritas, condições ou requisitos atribuídos a um produto especificado que dê conta
da definição de termos; da classificação de componentes; da delimitação de procedimentos; das
dimensões especificadas; dos critérios de fabricação; dos requisitos materiais, dos testes de desempenho,

Copyright American Petroleum Institute


Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT
ESPECIFICAÇÃO PARA REQUISITOS DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE PARA ORGANIZAÇÕES
FABRICANTES DA INDÚSTRIA DE PETRÓLEO E GÁS NATURAL 27

da elaboração de atividades; e da medição da qualidade e quantidade referente aos materiais, produtos,


processos, serviços e/ou práticas.

A.3.3
Requisitos especificados pelo API
Requisitos, incluindo de desempenho ou especificados pelo Licenciado, que tenham sido incluídos no API
Q1 e as especificações e/ou padrões API aplicáveis para produtos.

NOTA Requisitos especificados pelo Licenciado incluem atividades necessárias para se satisfazer os requisitos
especificados pelo API.

A.3.4
Pacote do projeto
Registros e documentos necessários para se apresentar evidências de que o produto aplicável foi
projetado de acordo com o API Q1 e com os requisitos das especificações e/ou padrões aplicáveis aos
produtos.

A.3.5
Licenciado
Organização que tenha completado com sucesso o processo de seleção e auditoria e que tenha recebido
uma licença do API.

A.4 Requisitos do Sistema de Gestão de Qualidade

Organizações que solicitem o Monograma API para seus produtos devem desenvolver, manter e operar
um sistema de gestão de qualidade em acordo com o API Q1 a todo momento.

A.5 Controle da Aplicação e Remoção do Monograma API

Cada Licenciado deve controlar a aplicação e remoção do Monograma API de acordo com o seguinte:

a) Produtos que não estejam em cumprimento com os requisitos especificados pelo API não devem
possuir um Monograma API.

b) Cada Licenciado deve desenvolver e manter um procedimento de marcação do Monograma API que
documente os requisitos de marcação/aplicação do Monograma especificados por este anexo e por
quaisquer especificações e/ou padrões API aplicáveis para produtos. O procedimento de marcação
deve:

1) definir a autoridade responsável pela aplicação e remoção do Monograma API;

2) definir os métodos utilizados na aplicação do Monograma;

3) identificar o local no produto em que o Monograma API será aplicado;

4) exigir a aplicação do número de licença do Licenciado e a data de fabricação do produto


juntamente com o uso do Monograma API;

5) exigir que a data de fabricação seja de pelo menos dois dígitos representando o mês e dois
dígitos representando o ano (por exemplo, 05-12 representa maio de 2012) exceto se estipulado
de outra forma pelas especificações ou padrões API aplicáveis a produtos; e

6) exigir controles para a aplicação dos requisitos de marcação das especificações e/ou padrões
API adicionais para produtos, quando cabível.
--``,,`,,`,,```,,`,,```,`,``,`,`-`-`,,`,,`,`,,`---

Copyright American Petroleum Institute


Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT
28 ESPECIFICAÇÃO API Q1

c) Apenas Licenciados API podem aplicar o Monograma API e seu número de licença nos produtos
monogramáveis.

d) A licença para o Monograma API, quando emitida, é dedicada a um único local e,


subsequentemente, o Monograma API pode apenas ser aplicado no local da instalação especificada.

e) O Monograma API pode ser aplicado a qualquer momento apropriado durante o processo de
produção, mas deve ser removido de acordo com o procedimento de marcação do Monograma API
do Licenciado caso o produto se encontre posteriormente sem atendimento aos requisitos das
especificações e/ou padrões do API aplicáveis para produtos e ao Programa do Monograma API.

Em certos processos de fabricação ou tipos de produtos, podem ser aceitos procedimentos alternativos de
marcação do Monograma API. Os requisitos para a marcação alternativa do Monograma API estão
detalhados na Política do API, Licença de Marcação Alternativa de Produtos no Programa do Monograma
API, disponível no site do Programa do Monograma API http://www.api.org/alternative-marking.

A.6 Requisitos do Pacote do Projeto

Cada Licenciado e/ou candidato a licença deve manter um pacote de projeto atual para todos os produtos
aplicáveis que estejam no escopo de suas Licenças para o Monograma. As informações do pacote do
projeto devem apresentar evidências objetivas de que o projeto do produto está de acordo com os
requisitos das especificações API para produtos mais recentes. Os pacotes de projeto devem ser
disponibilizados durante as auditorias do API nas instalações.

Em casos específicos, são permitidas exceções às atividades de elaboração de projeto de acordo com o
Programa do Monograma, conforme disposto no Aviso #6, disponível no site do Programa do Monograma
API http://www.api.org/advisories.

A.7 Capacidade de Fabricação

--``,,`,,`,,```,,`,,```,`,``,`,`-`-`,,`,,`,`,,`---
O Programa do Monograma API foi desenvolvido para identificar instalações que tenham demonstrado a
capacidade de fabricar equipamentos que cumpram com as especificações e/ou padrões API. O API pode
negar a concessão de uma licença ou suspender uma licença pré-existente tendo como base a
capacidade de fabricação de uma instalação. Se o API considerar que é recomendável a realização de
análises adicionais, o API pode realizar outras auditorias (a ser pagas pela organização) em suas
subcontratadas de modo a verificar seu cumprimento com os requisitos das especificações e/ou padrões
aplicáveis do API para produtos.

A.8 Programa do Monograma API: Notificação de Não Conformidades

O API solicita informações sobre produtos que sejam considerados não conformes pelos requisitos
especificados pelo API, assim como defeitos (ou funcionamento deficiente) comprovados por uso, que se
acredita ter sido causados por deficiências nas especificações ou por não conformidades com requisitos
especificados pelo API. Recomenda-se que os clientes notifiquem ao API todos os problemas em
produtos com o monograma API. Não conformidades podem ser notificadas utilizando-se o Sistema de
Notificação de Não Conformidades do API no site http://compositelist.api.org/ncr.asp.

Copyright American Petroleum Institute


Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT
Anexo B
(informativo)

Referência cruzada entre API Q1, 9ª Edição com API Q1, 8ª Edição

Nesta edição atual do API Q1, as citações de menções estão renumeradas. Em sistemas de gestão de
qualidade existentes, não há requisitos relativos ao uso de um formato ou sistema de numeração
específico em um sistema de gestão de qualidade. Este anexo foi criado para apresentar uma Referência
cruzada rápida entre os requisitos do API Q1, 8ª e 9ª Edições. Isso permitirá que a organização mantenha
seu sistema de formatação e numeração existente se assim desejar, identificando os requisitos que tenham
sido incluídos à nova edição da especificação.

NOTA Quando for identificado “Nenhum Requisito” na matriz abaixo, isso é uma indicação de que este é um novo
requisito no API Q1 9ª Edição que não tem um correspondente no API Q1, 8ª Edição.

Correlação com API Q1, 9ª Edição


Requisitos “Leves” (quando aplicável, se necessário, etc.)
API Q1, 9ª Edição API Q1, 8ª Edição
4.1 Sistema de Gestão de Qualidade
4.1.1 Geral
4.1.1 Definir, documentar, implementar e manter o QMS sempre 4.1, 4.1 c), 7.1
4.1.1 Medir a eficácia e melhorar o QMS 4.1 c), 8.5.1
4.1.2 Política de Qualidade
4.1.2 A alta direção define, documenta e aprova a política 5.1 b), 5.3.1
4.1.2 Política analisada para garantir metas de qualidade adequadas e fundamentadas 5.3 a), 5.3 c)
4.1.2 Comunicada, compreendida, implementada e mantida 5.3 d)
4.1.2 Declaração de compromisso de cumprir e melhorar o QMS 5.3 b)
4.1.3 Metas de Qualidade
4.1.3 A administração e a alta direção definem 5.1 c), 7.1 a)
4.1.3 Definidos os departamentos e funções relevantes 5.4.1
4.1.3 Mensurável e coerente com a política de qualidade 5.4.1
4.1.4 Planejamento
4.1.4 a) Determinados e funcionais os critérios e métodos do QMS 4.1, 4.1 a), 7.1
4.1.4 b) Realizado o planejamento do QMS para atender aos requisitos 4.1, 4.1 a), 5.4.2 a)
4.1.5 Comunicação
4.1.5.1 Interna
Estabelecidos os processos de comunicação 5.5.3
Comunicada a eficácia do QMS 5.5.3
4.1.5.1 a) Requisitos comunicados na organização 5.1 a)
4.1.5.1 b) Resultados da análise de dados comunicados na organização Nenhum Requisito
4.1.5.2 Externa
Determinar, documentar, e implementar o processo de comunicação externa 5.2, 7.2.3
4.1.5.2 a) Para a execução de levantamentos, contratos e aditamentos 7.2.3 b)
4.1.5.2 b) Para informações sobre o produto e não conformidades 7.2.3 a)
4.1.5.2 c) Para feedbacks e reclamações 7.2.3 c)
4.1.5.2 d) Planos de qualidade e modificações Nenhum Requisito
4.2 Responsabilidade da Administração
4.2.1 Estrutura da Organização
A alta direção garante a disponibilidade de recursos 4.1 d), 5.1 e)
Compromisso da administração com o QMS e sua melhoria 5.1
4.2.1 a) A administração disponibiliza os objetos definidos, incluindo KPIs 5.1 c)
29
--``,,`,,`,,```,,`,,```,`,``,`,`-`-`,,`,,`,`,,`---

Copyright American Petroleum Institute


Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT
30 ESPECIFICAÇÃO API Q1

Correlação com API Q1, 9ª Edição


Requisitos “Leves” (quando aplicável, se necessário, etc.)
API Q1, 9ª Edição API Q1, 8ª Edição
4.2.1 b) A administração realiza as análises da administração 5.1 d)
4.2.2 Responsabilidade e Autoridade
Definidas as responsabilidades e autoridades 5.5.1
4.2.3 Representante da Administração
A alta direção indica um representante da administração que: 5.5.2
4.2.3 a) Garante que os processos sejam definidos, implementados e mantidos 5.5.2 a)
4.2.3 b) Notifica à alta direção o desempenho do QMS 5.5.2 b)
4.2.3 c) Dá início a ações para minimização de não conformidades Nenhum Requisito
4.2.3 d) Garante a conscientização dos requisitos do cliente 5.5.2 c)
4.3 Capacidade de Organização
4.3.1 Fornecimento de recursos
Determinar e alocar os recursos necessários para o QMS 6.1, 7.1 b)
4.3.2 Recursos Humanos
4.3.2.1 Geral
Procedimento de competência e treinamento 6.2.2.1, 6.2.2 a), 6.2.2 b)
O procedimento inclui dispositivos para a determinação da eficácia 6.2.2 c)
4.3.2.2 Competência dos Funcionários
Funcionários capazes de atender aos requisitos 6.2.1
Registros das definições de competências Nenhum Requisito
4.3.2.3 Treinamento e Conscientização
4.3.2.3 a) QMS e treinamento nas tarefas para os funcionários 6.2.2.1
4.3.2.3 b) Permitir treinamento especificado ou oferecido pelo cliente Nenhum Requisito
4.3.2.3 c) Identificados a frequência e o conteúdo 6.2.2.1
4.3.2.3 d) Funcionários conscientes da importância das atividades e da contribuição 6.2.2 d)
4.3.2.3 e) Mantidos os registros 6.2.2 e)
4.3.3 Ambiente de trabalho
Determinar, fornecer, administrar e manter o ambiente de trabalho, incluindo: 6.3, 6.4
4.3.3 a) Prédios, áreas de trabalho e instalações 6.3 a)
4.3.3 b) Equipamentos de processamento 6.3 b)
4.3.3 c) Serviços de apoio 6.3 c)
4.3.3 d) Fatores físicos, ambientais e outros 6.4
4.4 Requisitos para Documentação
4.4.1 Geral
4.4.1 a) Declaração da política e das metas 4.2.1 a)
4.4.1 b) Manual de qualidade que inclua: 4.2.1 b), 4.2.2.1
4.4.1 b) 1) O escopo ou o QMS e justificativas para exceções 4.2.2 a)
4.4.1 b) 2) Interação de processos do QMS 4.1 b), 4.2.2 c)
4.4.1 b) 3) Identificação de processos a ser validados Nenhum Requisito
4.4.1 b) 4) Menção a procedimentos do QMS 4.2.2 b)
4.4.1 c) Procedimentos do QMS 4.2.1 c)
4.4.1 d) Documentos/registros para o planejamento, operação, e controle do QMS 4.2.1 d), 7.1 b)
4.4.1 e) Requisitos legais e outros aplicáveis Nenhum Requisito
4.4.2 Procedimentos
Procedimentos definidos, documentados, implementados e mantidos Nenhum Requisito
4.4.3 Controle de Documentos
Procedimento para controle de documentos, incluindo documentos externos 4.2.3
O procedimento especifica as responsabilidades para aprovação e re-aprovação 4.2.3 a), 4.2.3 b), 4.2.3.2
4.4.3 a) Documentos analisados e aprovados antes de utilizados 4.2.3 a), 4.2.3 b)
4.4.3 b) Identificadas as modificações e as situações de revisão 4.2.3 c)

--``,,`,,`,,```,,`,,```,`,``,`,`-`-`,,`,,`,`,,`---

Copyright American Petroleum Institute


Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT
ESPECIFICAÇÃO PARA REQUISITOS DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE PARA ORGANIZAÇÕES FABRICANTES
DA INDÚSTRIA DE PETRÓLEO E GÁS NATURAL 31

Correlação com API Q1, 9ª Edição


Requisitos “Leves” (quando aplicável, se necessário, etc.)
API Q1, 9ª Edição API Q1, 8ª Edição
4.4.3 c) Documentos ainda legíveis e identificáveis 4.2.3 e)
4.4.3 d) Documentos disponíveis onde a atividade for realizada 4.2.3 d)
Documento externo controlado para assegurar a utilização da versão correta 4.2.3 f)
Documentos obsoletos removidos ou identificados 4.2.3 g)
Controlados os procedimentos, instruções de trabalho e formulários Nenhum Requisito
4.4.4 Uso de Documentos Externos na Realização de Produtos
Procedimento de tradução de requisitos no processo de realização do produto 7.1.1
4.5 Controle de Registros
Procedimento para controle de registros e identificação de responsabilidades 4.2.3, 4.2.4, 4.2.4.1
Identificar, coletar, armazenar, proteger, retirar, manter e descartar registros 4.2.4
Os registros, incluindo os de atividades terceirizadas, apresentam evidências de Nenhum Requisito

--``,,`,,`,,```,,`,,```,`,``,`,`-`-`,,`,,`,`,,`---
Registros legíveis, identificáveis e disponíveis 4.2.4
Registros mantidos por cinco anos no mínimo ou conforme especificado 4.2.4.1
5 Realização dos Produtos
5.1 Análise Contratual
5.1.1 Geral
Procedimento de revisão de requisitos e fornecimento de produtos e manutenções 7.2.2.1
5.1.2 Determinação de Requisitos
5.1.2 a) Determinar os requisitos especificados pelo cliente 7.2.1 a)
5.1.2 b) Determinar os requisitos legais 7.2.1 c), 7.2.1 d)
5.1.2 c) Determinar os requisitos não declarados pelo cliente, mas que sejam necessários 7.2.1 b), 7.2.2
Quando não houver requisitos documentados, a organização confirma e mantém os 7.2.2
5.1.3 Análise dos Requisitos
Análise dos requisitos relativos ao fornecimento de produtos 7.2.2
Análise realizada antes do comprometimento de entregar o produto 7.2.2
5.1.3 a) Requisitos identificados e documentados 7.2.2 a)
5.1.3 b) Resolvidas as diferenças entre requisitos 7.2.2 b)
5.1.3 c) A organização tem a capacidade de cumprir os requisitos 7.2.2 c)
Quando modificados, os documentos são aditados e os funcionários notificados 7.2.2
Registros mantidos 7.2.2
5.2 Planejamento
Processos de planejamento necessários para a realização do produto 7.1
Planejamento coerente com os requisitos de outros processos do QMS 7.1
5.2 a) Considerar os recursos necessários e o ambiente de trabalho 7.1 b)
5.2 b) Considerar os requisitos do produto e os especificados pelo cliente 7.1 a)
5.2 c) Considerar os requisitos legais e outros aplicáveis Nenhum Requisito
5.2 d) Considerar as contingências com base na análise de riscos Nenhum Requisito
5.2 e) Considerar os requisitos do projeto 7.1 a)
5.2 f) Considerar a verificação, validação, monitoramento, inspeção e testes necessários 7.1 c)
5.2 g) Considerar a gestão de mudanças Nenhum Requisito
5.2 h) Considerar os registros 7.1 d)
Saída do planejamento atualizada após modificações Nenhum Requisito
Planejamento adequado à organização 7.1
5.3 Análise e Gestão de Riscos
Procedimento para: identificar e controlar riscos Nenhum Requisito
identificar ferramentas e técnicas Nenhum Requisito
5.3 a) O risco de entrega do produto inclui disponibilidade de instalação/equipamentos e Nenhum Requisito
5.3 b) O risco de entrega do produto inclui o desempenho do fornecedor e a disponibilidade Nenhum Requisito
de materiais
5.3 c) O risco na qualidade do produto inclui a entrega de um produto não conforme Nenhum Requisito

Copyright American Petroleum Institute


Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT
32 ESPECIFICAÇÃO API Q1

Correlação com API Q1, 9ª Edição


Requisitos “Leves” (quando aplicável, se necessário, etc.)
API Q1, 9ª Edição API Q1, 8ª Edição
5.3 d) O risco na qualidade do produto inclui a disponibilidade de funcionários Nenhum Requisito
competentes
Mantidos os registros das análises de risco e medidas tomadas Nenhum Requisito
5.4 Projeto e Desenvolvimento
5.4.1 Planejamento do Projeto e Desenvolvimento
Procedimento para planejar e controlar o projeto e desenvolvimento 7.3.1.1
5.4.1 a) Planos e atualizações 7.3.1
5.4.1 b) Estágios do projeto e desenvolvimento 7.3.1 a)
5.4.1 c) Recursos, responsabilidades, autoridades e interfaces 7.3.1, 7.3.1 c)
5.4.1 d Atividades de análise, verificação e validação 7.3.1 b)
5.4.1 e) Análise final do projeto 7.3.4.1
Controles dos outros locais de projeto que influenciem no projeto Nenhum Requisito
Controles de atividades de projeto terceirizadas 7.3.1.1
5.4.2 Entradas do projeto e desenvolvimento
Entradas identificadas e analisadas quanto à sua adequação e completude 7.3.2, 7.3.2.1
As entradas incluem requisitos funcionais e técnicos 7.3.2 a), 7.3.2 d)
5.4.2 a) Requisitos especificados pelo cliente 7.3.2.1
5,4.2 b) Fontes externas (especificações API) 7.3.2 d)
5.4.2 c) Condições ambientais e operacionais 7.3.2 d)
5.4.2 d) Documentação de métodos, considerações iniciais e fórmulas 7.3.1.2
5.4.2 e) Histórico do desempenho 7.3.2 c)
5.4.2 f) Requisitos legais 7.3.2 b)
5.4.2 g) Análise de riscos Nenhum Requisito
Mantidos os registros 7.3.2.1
5.4.3 Saídas do projeto e desenvolvimento
Saídas comparadas com os requisitos das entradas 7.3.3
5.4.3 a) Cumprir com os requisitos das entradas 7.3.3 a)
5.4.3 b) Fornecer informações sobre compras, produção e pós-entrega 7.3.3 b)
5.4.3 c) Critérios de aceitação do projeto 7.3.3 c)
5.4.3 d) Produtos ou componentes críticos Nenhum Requisito
5.4.3 e) Resultados dos cálculos 7.3.1.2
5.4.3 f) Especificar características essenciais para uso seguro e adequado 7.3.3 d)
Mantidos os registros 7.3.3.1
5.4.4 Análise do Projeto e Desenvolvimento

--``,,`,,`,,```,,`,,```,`,``,`,`-`-`,,`,,`,`,,`---
5.4.4 a) Análise de adequação no cumprimento dos requisitos 7.3.4 a)
5.4.4 b) Identificar problemas e propor ações 7.3.4 b)
Participantes das funções envolvidas 7.3.4
Mantidos os registros da análise 7.3.4
5.4.5 Verificação e Análise Final do Projeto e Desenvolvimento
Realização de verificação e análise final para garantir que a saída confere com a 7.3.4.1, 7.3.5
entrada
Mantidos os registros da verificação e análise final 7.3.4, 7.3.5
5.4.6 Validação e Aprovação do Projeto e Desenvolvimento
Produto capaz de cumprir com os requisitos especificados 7.3.6
Realizado antes da entrega 7.3.6
Projetos concluídos aprovados após validação Nenhum Requisito
Indivíduo competente que não seja o projetista aprova o projeto final 7.3.4.1
Mantidos os registros da validação e aprovação 7.3.6
5.4.7 Modificações no Projeto e Desenvolvimento
Modificações identificadas 7.3.7
Modificações avaliadas, verificadas, validadas e aprovadas 7.3.7

Copyright American Petroleum Institute


Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT
ESPECIFICAÇÃO PARA REQUISITOS DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE PARA ORGANIZAÇÕES FABRICANTES
DA INDÚSTRIA DE PETRÓLEO E GÁS NATURAL 33

Correlação com API Q1, 9ª Edição


Requisitos “Leves” (quando aplicável, se necessário, etc.)
API Q1, 9ª Edição API Q1, 8ª Edição
Avaliação do efeito das modificações no produto e nas partes entregues 7.3.7
As modificações necessitam dos mesmos controles que o projeto original 7.3.7.1
Mantidos os registros 7.3.7
5.5 Plano de Contingência
5.5.1 Geral
Procedimento para o tratamento dos riscos a partir do plano de contingência Nenhum Requisito
Com base nos riscos analisados Nenhum Requisito
Saída documentada e comunicada Nenhum Requisito
5.5.2 Saída do Planejamento
5.5.2 a) Inclui ações de resposta necessárias a riscos consideráveis Nenhum Requisito
5.5.2 b) Inclui a identificação e designação de responsabilidades Nenhum Requisito
5.5.2 c) Inclui controles de comunicação interno e externo Nenhum Requisito
5.6 Aquisições
5.6.1 Controle de Aquisições
5.6.1.1 Procedimento
Procedimento para controle de produtos adquiridos e atividades terceirizadas 4.1, 4.1.1, 7.4.1, 7.4.1.1
5.6.1.1 a) Determinar a importância Nenhum Requisito
5.6.1.1 b) Avaliação inicial e seleção de fornecedores 7.4.1
5.6.1.1 c) Tipo/grau de controle sobre o fornecedor considerando o nível de importância Nenhum Requisito
5.6.1.1 d) Critérios, escopo, frequência e métodos de reavaliação 7.4.1
--``,,`,,`,,```,,`,,```,`,``,`,`-`-`,,`,,`,`,,`---

5.6.1.1 e) Lista de fornecedores aprovados Nenhum Requisito


5.6.1.1 e) Escopo da lista de fornecedores aprovados Nenhum Requisito
5.6.1.1 f) Controle de atividades terceirizadas 4.1, 4.1.1, 7.4.1.3
5.6.1.2 Avaliação Inicial do Fornecedor—Aquisições Críticas
Critérios para uma avaliação inicial de fornecedores críticos Nenhum Requisito
5.6.1.2 a) QMS do fornecedor atende aos requisitos especificados 7.4.1.2 d)
5.6.1.2 b) i) Análise presencial do fornecedor, ou 7.4.1.2 a)
5.6.1.2 b) ii) Análise por inspeção do primeiro artigo, ou Nenhum Requisito
5.6.1.2 b) iii) Identificação de como o produto cumpre com requisitos legais ou Nenhum Requisito
contratuais
5.6.1.3 Avaliação Inicial do Fornecedor – Aquisições Não críticas
Cumprir com os requisitos em 5.6.1.2, ou Nenhum Requisito
5.6.1.3 a) Avaliação do fornecedor no cumprimento de requisitos de aquisição, ou 7.4.1.2 c)
5.6.1.3 b) QMS do fornecedor atende aos requisitos especificados, ou 7.4.1.2 d)
5.6.1.3 c) Avaliação do fornecedor após a entrega do produto 7.4.1.2 b)
5.6.1.4 Reavaliação do Fornecedor
Os requisitos de reavaliação seguem os parâmetros em 5.6.1.3 7.4.1.2
5.6.1.5 Avaliação do Fornecedor—Registros
Mantidos os registros da avaliação do fornecedor 7.4.1
5.6.1.6 Terceirização
Atendidos os requisitos do QMS aplicáveis à organização 4.1
Manter a responsabilidade de cumprimento dos requisitos do produto 4.1.1
Mantidos os registros Nenhum Requisito
5.6.2 Informações de Aquisições
Garantir a adequação das informações 7.4.2
Informações documentadas incluindo: 7.4.2, 7.4.2.1
Critérios de aceitação 7.4.2 a)
5.6.2 a) Requisitos para a aprovação de procedimentos do fornecedor 7.4.2 a)
5.6.2 b) Versões aplicáveis dos documentos 7.4.2.1
5.6.2 c) Requisitos para a qualificação dos funcionários do fornecedor 7.4.2 b)

Copyright American Petroleum Institute


Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT
34 ESPECIFICAÇÃO API Q1

Correlação com API Q1, 9ª Edição


Requisitos “Leves” (quando aplicável, se necessário, etc.)
API Q1, 9ª Edição API Q1, 8ª Edição
5.6.2 d) Requisitos do QMS 7.4.2 c)
5.6.3 Verificação dos Produtos Adquiridos ou Atividades
Procedimento para verificação de produtos ou atividades 7.4.3.1
Controle para verificação nas instalações do fornecedor 7.4.3
Produtos ou atividades em atendimento aos requisitos 7.4.3
Mantidos os registros 7.4.3.1
5.7 Produção e Fornecimento de Manutenção
5.7.1 Controle da Produção e das Manutenções
5.7.1.1 Produção
O procedimento da produção inclui: 7.5.1.1

--``,,`,,`,,```,,`,,```,`,``,`,`-`-`,,`,,`,`,,`---
5.7.1.1 a) Informações sobre as características do produto 7.5.1 a)
5.7.1.1 b) Implementação dos planos de qualidade Nenhum Requisito
5.7.1.1 c) Satisfeitos os requisitos do projeto Nenhum Requisito
5.7.1.1 d) Disponibilidade e uso dos equipamentos 7.5.1 c), 7.5.1 d)
5.7.1.1 e) Disponibilidade de instruções para o trabalho 7.5.1 b)
5.7.1.1 f) Documentos de controle de processos Nenhum Requisito
5.7.1.1 g) Implementação de atividades de monitoramento e medição 7.5.1 e)
5.7.1.1 h) Implementação da liberação, entrega e pós-entrega do produto 7.5.1 f)
5.7.1.2 Manutenção
O procedimento para manutenção de produtos inclui: 7.5.1.1
5.7.1.2 a) Implementação de requisitos para as manutenções 7.5.1 a)
5.7.1.2 b) Disponibilidade e uso de equipamentos 7.5.1 c), 7.5.1 d)
5.7.1.2 c) Disponibilidade das instruções de trabalho 7.5.1 b)
5.7.1.2 d) Garantir a identificação e rastreabilidade Nenhum Requisito
5.7.1.2 e) Implementação de atividades de monitoramento e medição 7.5.1 e)
5.7.1.2 f) Documentos de controle de processos Nenhum Requisito
5.7.1.2 g) Implementação da liberação do produto 7.5.1 f)
5.7.1.3 Documentos de Controle de Processos
Controles em planilhas, listas de checagem, etc. 7.5.1.2
Os controles incluem especificações API para produtos ou equivalentes Nenhum Requisito
Instruções de referência e critérios de aceitação 7.5.1.2
Pontos de vistoria do Cliente Nenhum Requisito
5.7.1.4 Documentação da Capacidade de Realização do Produto
Manter os comprovantes de capacidade para atender aos requisitos do produto Nenhum Requisito
5.7.1.5 Validação de Processos para Produção e Manutenção
Validar processos cuja saída não possa ser verificada em seguida 7.5.2
A validação demonstrou que os processos atingiram os resultados planejados 7.5.2
Processos terceirizados exigem os mesmos controles 7.4.1.3
Procedimento estabelecido, incluindo: 7.5.2
5.7.1.5 a) Equipamentos necessários 7.5.2 b)
5.7.1.5 b) Qualificação dos funcionários 7.5.2 b)
5.7.1.5 c) Uso de métodos, incluindo parâmetros operacionais 7.5.2 c)
5.7.1.5 d) Identificação dos critérios de aceitação 7.5.2 a)
5.7.1.5 e) Requisitos para registros 7.5.2 d)
5.7.1.5 f) Revalidação 7.5.2 e)
Processos de validação identificados nas especificações do produto 7.5.2.1
Validar testes não destrutivos, soldagens e tratamentos térmicos 7.5.2.1
5.7.2 Plano de Qualidade do Produto
Plano desenvolvido para requisitos do QMS e de recursos Nenhum Requisito

Copyright American Petroleum Institute


Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT
ESPECIFICAÇÃO PARA REQUISITOS DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE PARA ORGANIZAÇÕES FABRICANTES
DA INDÚSTRIA DE PETRÓLEO E GÁS NATURAL 35

Correlação com API Q1, 9ª Edição


Requisitos “Leves” (quando aplicável, se necessário, etc.)
API Q1, 9ª Edição API Q1, 8ª Edição
5.7.2 a) Descrição do produto a ser fabricado Nenhum Requisito
5.7.2 b) Processo necessário, incluindo registros Nenhum Requisito
5.7.2 c) Controle de atividades terceirizadas Nenhum Requisito
5.7.2 d) Identificação de procedimentos Nenhum Requisito
5.7.2 e) Identificação de pontos de vistoria Nenhum Requisito
Planos e revisões aprovados pela organização Nenhum Requisito
Planos e revisões comunicados ao cliente Nenhum Requisito
5.7.3 Identificação e Rastreabilidade Nenhum Requisito
Procedimento para identificação e rastreabilidade na organização 7.5.3, 7.5.3.1
Manutenção e substituição de identificações e rastreabilidade 7.5.3.2
Registros mantidos 7.5.3
5.7.4 Inspeção do Produto/Situação pós-Teste
Procedimento para a identificação da inspeção do produto/situação pós-teste 7.5.3, 7.5.3.3
Garantir que o produto atenda aos requisitos ou Nenhum Requisito
Produto liberado após consentimento 8.3 b)
5.7.5 Propriedade fornecida pelo Cliente
Procedimento para controle de propriedades do cliente 7.5.4.1
Identificar, verificar, proteger, preservar, manter e controlar a propriedade do cliente 7.5.4
Controles para notificação de perdas, danos ou uso indevido ao cliente 7.5.4
Registros mantidos 7.5.4
5.7.6 Preservação do Produto
5.7.6.1 Geral
Procedimento para preservação dos produtos e peças 7.5.5.1
Procedimento para identificação, rastreabilidade, marcação, transporte, manuseio, 7.5.5.1
embalagem e proteção
5.7.6.2 Armazenamento e Avaliação
Procedimento para armazenamento e avaliação 7.5.5.1
Uso de áreas próprias para armazenamento Nenhum Requisito
Avaliação do estoque em períodos específicos 7.5.5.2
Períodos próprios para a avaliação do produto/peças Nenhum Requisito
Mantidos os registros da avaliação Nenhum Requisito
5.7.7 Inspeção e Testes
5.7.7.1 Geral
Procedimento para inspeção e teste 8.2.4.1
Requisito para inspeções/testes durante o processo e finais 8.2.4
Mantidos os registros 8.2.4
5.7.7.2 Inspeção e Teste durante o processo
Inspecionar e testar em estágios planejados 8.2.4
Mantido o comprovante de conformidade 8.2.4
--``,,`,,`,,```,,`,,```,`,``,`,`-`-`,,`,,`,`,,`---

5.7.7.3 Inspeção e Teste Finais


Inspeção final baseada em planos ou procedimentos para validar e documentar Nenhum Requisito
resultados
Funcionários independentes realizam a inspeção de aceitação definitiva 8.2.4.2
5.7.8 Manutenção Preventiva
Procedimento para manutenção preventiva dos equipamentos de fabricação Nenhum Requisito
5.7.8 a) Requisitos para o tipo de equipamento a entrar em manutenção Nenhum Requisito
5.7.8 b) Requisitos de frequência Nenhum Requisito
5.7.8 c) Requisitos do responsável Nenhum Requisito
Mantidos os registros Nenhum Requisito
5.8 Controle de Equipamentos de Teste, Medição e Monitoramento
Determinar os requisitos de teste, monitoramento e medição 7.6

Copyright American Petroleum Institute


Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT
36 ESPECIFICAÇÃO API Q1

Correlação com API Q1, 9ª Edição


“Requisitos “Leves” (quando aplicável, se necessário, etc.)
API Q1, 9ª Edição API Q1, 8ª Edição
O procedimento de calibração de equipamentos inclui: 7.6.1
5.8 a) Identificador único 7.6 c), 7.6.1
5.8 b) Condição de calibração 7.6 c)
5.8 c) Rastreabilidade dos equipamentos 7.6 a)
5.8 c) Quando não houver padrão, registrar o critério de calibração 7.6 a)
5.8 d) Frequência da calibração 7.6 a), 7.6.1
5.8 e) Método de calibração 7.6.1, 7.6 b)
incluindo ajustes e reajustes
5.8 f) Critérios de aceitação 7.6.1
5.8 g) Controle de equipamentos não calibrados 7.6
5.8 h) Avaliar as medidas quando o equipamento não estiver calibrado 7.6
5.8 h) Registros das avaliações e notificação do cliente 7.6
5.8 1) Calibrado/verificado em comparação com os padrões 7.6 a)
5.8 2) Identificada a condição de calibração 7.6 c)
5.8 3) Evitar ajustes nos equipamentos 7.6 d)
5.8 4) Proteção contra danos e deterioração 7.6 e)
5.8 5) Utilizados em ambiente adequado 7.6.2
Confirmação da adequação dos softwares utilizados nas medições 7.6
Verificação dos equipamentos fornecidos externamente Nenhum Requisito
Registro dos equipamentos, incluindo identificadores únicos Nenhum Requisito
Mantidos os registros de calibração 7.6
5.9 Liberação do Produto
Procedimento para liberação do produto em condições planejadas 8.2.4.1
Liberação aprovada após consentimento do cliente 8.2.4
Mantidos os registros 8.2.4
5.10 Controle de Produto Não Conforme
5.10.1 Geral
Procedimentos para controle de produtos não conformes e para identificação de 8.3
responsabilidades, incluindo:
5.10.1 a) Identificação do produto e uso indevido 8.3
5.10.1 b) Atendimento a não conformidades 8.3 a)
5.10.1 c) Realizar ações para impedir uso indevido 8.3 c)
5.10.1 d) Autorizar utilização após consentimento do cliente 8.3 b)
Procedimentos para controle do produto não conforme após sua entrega 8.3
5.10.1.1) Identificar e notificar as não conformidades 8.3.2
5.10.1 2) Análise de defeitos do produto se houver evidências disponíveis 8.3.2
5.10.1 3) Realizar as medidas apropriadas para os efeitos 8.3 d)
5.10.2 Produto não conforme
5.10.2 a) Realizar a manutenção ou retrabalhar e re-inspecionar para atender aos requisitos 8.3
5.10.2 b) Reclassificar o produto para outras aplicações Nenhum Requisito
5.10.2 c) Aceitar o produto mediante consentimento do cliente Nenhum Requisito
5.10.2 d) Rejeitar/descartar Nenhum Requisito
5.10.3 Liberação de Produto Não Conforme após Consentimento
5.10.3 a) Os produtos continuam em conformidade com o DAC 8.3.1 a)
5.10.3 b) Em violação do MAC e classificado como isento da necessidade de atender aos 8.3.1 a)
requisitos do DAC/cliente
5.10.3 c) DAC modificado 8.3.1 b)
5.10.4 Notificação ao Cliente
--``,,`,,`,,```,,`,,```,`,``,`,`-`-`,,`,,`,`,,`---

Notificar o cliente se os produtos não atenderem aos requisitos após a entrega 8.3.3
Mantidos os registros de notificações ao cliente 8.3.3
5.10.5 Registros
Mantidos os registros de não conformidades e ações subsequentes 8.3

Copyright American Petroleum Institute


Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT
ESPECIFICAÇÃO PARA REQUISITOS DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE PARA ORGANIZAÇÕES FABRICANTES
DA INDÚSTRIA DE PETRÓLEO E GÁS NATURAL 37

Correlação com API Q1, 9ª Edição


Requisitos “Leves” (quando aplicável, se necessário, etc.)
API Q1, 9ª Edição API Q1, 8ª Edição
5.11 Gestão de Mudanças (MOC)
5.11.1 Geral
Processo para o MOC Nenhum Requisito
Mantida a integridade do QMS se as modificações forem planejadas/implementadas 5.4.2 b)
Identificar os riscos associados às modificações Nenhum Requisito
Identificar as aprovações anteriores à introdução das modificações Nenhum Requisito
Mantidos os registros Nenhum Requisito
5.11.2 Implementação do MOC
5.11.2 a) MOC para modificações na estrutura organizacional Nenhum Requisito
5.11.2 b) MOC para modificações de funcionários essenciais Nenhum Requisito
5.11.2 c) MOC para modificações em fornecedores críticos Nenhum Requisito
5.11.2 d) MOC para modificações de procedimentos do sistema de gestão Nenhum Requisito
5.11.3 Notificação do MOC
Notificar os funcionários envolvidos Nenhum Requisito
Notificar o cliente se exigido contratualmente Nenhum Requisito
6 Monitoramento, Medição, Análise e Melhoria do QMS
6.1 Geral
Monitorar e medir o QMS para melhorá-lo e verificar sua conformidade 4.1, 8.1 b), 8.1 c), 8.5.1
Os métodos incluem técnicas para análise de dados e de seus usos 8.1
6.2 Monitorar, Medir, Melhorar
6.2.1 Satisfação do Cliente
Procedimento de satisfação do cliente 6.1 b), 8.2.1
Determinar a frequência de medições, feedback, KPIs 8.2.1
Mantidos os registros Nenhum Requisito
6.2.2 Auditoria Interna
6.2.2.1 Geral
Procedimento para responsabilidade pelo planejamento e realização de auditorias 8.2.2
internas
Verificação da implementação do QMS nos requisitos 8.2.2 a), 8.2.2 b)
O planejamento deve considerar os resultados de auditorias anteriores 8.2.2
Identificar os critérios, escopo, frequência e métodos 8.2.2
Auditorias a ser realizadas pelo menos a cada 12 meses 8.2.2.1
Atividades presenciais terceirizadas submetidas a auditorias internas Nenhum Requisito
6.2.2.2 Realização da Auditoria Interna
A ser realizada por funcionários competentes independentes da área auditada 8.2.2, 8.2.2.1
Mantidos os registros 8.2.2
Processos do QMS a ser auditados antes de ser garantido o atendimento à Nenhum Requisito
especificação
6.2.2.3 Análise da Auditoria e Fechamento
Identificar os tempos de resposta no atendimento de não conformidades 8.2.2, 8.2.2.2
As administrações de áreas auditadas realizam ações corretivas 8.2.2
Notificados à administração os resultados das auditorias e das ações corretivas 5.6.2 a)
Mantidos os registros 8.2.2
6.2.3 Avaliação do Processo
Os métodos de avaliação utilizados no QMS apresentam resultados 4.1 e), 4.1 f), 8.2.3
Quando não forem obtidos resultados, devem ser realizadas ações corretivas 8.2.3
--``,,`,,`,,```,,`,,```,`,``,`,`-`-`,,`,,`,`,,`---

6.3 Análise de Dados


Procedimento para coleta e análise de dados 8.4.1, 4.1 c)
Inclui dados do monitoramento/medição, de auditorias e de análises da administração 8.4
6.3 a) A saída inclui informações sobre a satisfação do cliente 8.4 a)
6.3 b) A saída inclui informações sobre a conformidade com os requisitos do produto 8.4 b)

Copyright American Petroleum Institute


Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT
38 ESPECIFICAÇÃO API Q1

Correlação com API Q1, 9ª Edição


Requisitos “Leves” (quando aplicável, se necessário, etc.)
API Q1, 9ª Edição API Q1, 8ª Edição
6.3 c) A saída inclui informações sobre não conformidades Nenhum Requisito
6.3 d) A saída inclui informações sobre tendências dos processos e produtos 8.4 c)
6.3 e) A saída inclui informações sobre o desempenho do fornecedor 8.4 d)
6.3 f) A saída inclui informações sobre metas Nenhum Requisito
Use os dados para uma melhoria contínua 8.4
6.4 Melhoria
6.4.1 Geral
Melhorar continuamente a eficácia do QMS 8.5.1
6.4.2 Ações Corretivas
Procedimento de não conformidades do processo 8.5.2
Ações corretivas apropriadas aos efeitos das não conformidades 8.5.2
6.4.2 a) Análise de não conformidades e reclamações do cliente 8.5.2 a)
6.4.2 b) Determinar e implementar correções 8.5.2 c), 8.5.2 d)
6.4.2 c) Identificar a raiz dos problemas e avaliar a necessidade de ações corretivas 8.5.2 b), 8.5.2 c)
6.4.2 d) Implementar ações corretivas 8.5.2 d)
6.4.2 e) Identificar o período e os funcionários 8.5.2.2
6.4.2 f) Verificação da eficácia 8.5.2 f), 8.5.2.1
6.4.2 g) MOC quando as ações corretivas exigirem novos controles Nenhum Requisito
Mantidos os registros 8.5.2 e)
Os registros identificam as atividades realizadas para verificação da eficácia Nenhum Requisito
6.4.3 Ação Preventiva
Procedimento para não conformidades potenciais do processo 8.5.3
Ações preventivas adequadas aos efeitos das não conformidades 8.5.3
6.4.3 a) Identificar a necessidade de melhorias 8.5.3 c)
6.4.3 b) Identificar potenciais não conformidades e suas causas 8.5.3 a)
6.4.3 c) Avaliar a necessidade de ações preventivas 8.5.3 b)
6.4.3 d) Identificar o período e os funcionários Nenhum Requisito
6.4.3 e) Verificação da eficácia 8.5.3 e), 8.5.3.1
6.4.3 f) MOC quando as ações preventivas exigirem novos controles Nenhum Requisito
Mantidos os registros 8.5.3 d)
6.5 Análise da Administração
6.5.1 Geral
Adequação do QMS analisada pelo menos a cada 12 meses pela administração 5.6.1.1
A análise inclui oportunidades de melhoria e necessidades de mudança do QMS 5.6.1, 5.3 e)
6.5.2 Requisitos da entrada
6.5.2 a) Eficácia das ações resultantes das análises anteriores 5.6.2 e)
6.5.2 b) Resultados das auditorias 5.6.2 a)
6.5.2 c) Mudanças no QMS, inclusive legais 5.6.2 f)
6.5.2 d) Satisfação do cliente/feedback do cliente 5.6.2 b)
6.5.2 e) Desempenho nos processos Nenhum Requisito
6.5.2 f) Resultados da análise de riscos Nenhum Requisito
6.5.2 g) Situação das ações corretivas e preventivas 5.6.2 d)
6.5.2 h) Análise do desempenho do fornecedor Nenhum Requisito
6.5.2 i) Análise de conformidade e não conformidade do produto após sua entrega 5.6.2 c)
6.5.2 j) Recomendações de melhoria 5.6.2 g)
6.5.3 Requisitos da saída
Resumo da eficácia do QMS 5.6.3 a)
Modificações exigidas nos processos 5.6.3 a)
Recursos necessários 5.6.3 c)

--``,,`,,`,,```,,`,,```,`,``,`,`-`-`,,`,,`,`,,`---

Copyright American Petroleum Institute


Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT
ESPECIFICAÇÃO PARA REQUISITOS DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE PARA ORGANIZAÇÕES FABRICANTES
DA INDÚSTRIA DE PETRÓLEO E GÁS NATURAL 39

Correlação com API Q1, 9ª Edição


Requisitos “Leves” (quando aplicável, se necessário, etc.)
API Q1, 9ª Edição API Q1, 8ª Edição
Melhorias para atendimento dos requisitos do cliente 5.6.2 b)
Saída da análise da alta direção sobre análises da administração 5.6.1
Análises documentadas e registros mantidos 5.6.1
--``,,`,,`,,```,,`,,```,`,``,`,`-`-`,,`,,`,`,,`---

Copyright American Petroleum Institute


Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT
Anexo C1
(informativo)

Referência cruzada entre API Q1, 8ª Edição com API Q1, 9ª Edição

Nesta edição atual do API Q1, as citações de menções estão renumeradas. Em sistemas de gestão de
qualidade existentes, não há requisitos relativos ao uso de um formato ou sistema de numeração
específico em um sistema de gestão de qualidade. Este anexo foi criado para apresentar uma Referência
cruzada rápida entre os requisitos do API Q1, 8ª e 9ª Edições. Isso permitirá que a organização mantenha
seu sistema de formatação e numeração existente se assim desejar, identificando os requisitos que tenham
sido incluídos à nova edição da especificação.

Vale ressaltar que a utilização deste anexo não apresenta uma análise de diferenças entre o API Q1
8ª e 9ª Edições. O Anexo B facilita a identificação de todos novos requisitos encontrados no API Q1,
9ª Edição.

NOTA Quando “Nenhum Requisito” for identificado na matriz abaixo, isso indica que este é um novo requisito no
API Q1, 9ª Edição que não apresenta um requisito correspondente no API Q1, 8ª Edição.

Correlação com API Q1, 8ª Edição (ISO/TS 29001 e ISO 9001)


Requisitos “Leves” (quando aplicável, se necessário, etc.) Não Aplicável ao ISO 9001:2008
API Q1, 8ª Edição (ISO/TS 29001 e ISO 9001) API Q1, 9ª Edição
4.1 Requisitos Gerais
4.1 Estabelecer, documentar, implementar e manter o QMS 4.1.1, 6.1
4.1 a) Determinar os processos 4.1.4 a), 4.1.4 b)
4.1 b) Determinar a sequência dos processos 4.4.1 b) 2)
4.1 c) Determinar os critérios de eficácia 4.1.1
4.1 d) Disponibilidade de recursos 4.2.1
4.1 e) Monitorar e medir processos 6.2.3, 6.3 d)
4.1 f) Implementar ações 6.1, 6.2.3
4.1 Administrar processos 4.1.4 a), 4.1.4 b)
4.1 Controle (e identificação no QMS) de processos terceirizados 5.6.1.1, 5.6.1.6
4.1 Definidos os controle de processos terceirizados 5.6.1.1 f)
4.1.1 Responsabilidade por processos terceirizados 5.6.1.6
4.2 Requisitos de Documentação
4.2.1 Geral
4.2.1 a) A documentação inclui a política de qualidade 4.4.1 a)
4.2.1 b) A documentação inclui um manual de qualidade 4.4.1 b)
4.2.1 c) A documentação inclui procedimentos e registros 4.4.1 c)
4.2.1 d) A documentação inclui planejamentos e controles 4.4.1 d)
4.2.1 e) Registros 4.4.1 d)
4.2.2 Manual de Qualidade
4.2.2 a) O QM inclui o escopo e as exceções 4.4.1 b) 1)
4.2.2 b) O QM inclui os procedimentos 4.4.1 b) 4)
4.2.2 c) O QM inclui a descrição da interação de processos 4.4.1 b) 2)
4.2.2.1 O QM identifica os controles de cada requisito 4.4.1 b)
4.2.3 Controle de Documentos
4.2.3 Documentos controlados 4.4.3
4.2.3 Registros controlados 4.5
______________________
1 Vale ressaltar que o Anexo C não identifica os novos elementos do API Q1, 9ª Edição referentes à Análise e Gestão de Riscos
(5.3), Plano de Contingência (5.5), Planos de Qualidade dos Produtos (5.7.2), Manutenção Preventiva (5.7.8), Liberação dos Produtos
(5.9) e Gestão de Mudanças (5.11). Além disso, há novos requisitos em várias seções individuais já encontradas no API Q1. Veja o
Anexo B ou API Q1, 9ª Edição para mais detalhes sobre esses novos requisitos.

40

--``,,`,,`,,```,,`,,```,`,``,`,`-`-`,,`,,`,`,,`---

Copyright American Petroleum Institute


Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT
ESPECIFICAÇÃO PARA REQUISITOS DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE PARA ORGANIZAÇÕES FABRICANTES
DA INDÚSTRIA DE PETRÓLEO E GÁS NATURAL 41

Correlação com API Q1, 8ª Edição (ISO/TS 29001 e ISO 9001)


Requisitos “Leves” (quando aplicável, se necessário, etc.) Não Aplicável ao ISO 9001:2008
API Q1, 8ª Edição (ISO/TS 29001 e ISO 9001) API Q1, 9ª Edição
4.2.3 Estabelecido o procedimento para documentos 4.4.3
4.2.3 a) Aprovação de documentos 4.4.3, 4.4.3 a)
4.2.3 b) Análise, atualização e re-aprovação de documentos 4.4.3
4.2.3 c) Identificadas as modificações nos documentos 4.4.3 b)
4.2.3 d) Documentos disponíveis nos locais de uso 4.4.3 d)
4.2.3 e) Documentos legíveis 4.4.3 c)
4.2.3 f) Documentos (externos) identificados e controlados 4.4.3
4.2.3 g) Documentos (obsoletos) identificados 4.4.3
4.2.3.1 Definida a lista mestra de documentos Nenhum Requisito
4.2.3.2 Aprovadas as modificações no documento pela mesma pessoa que no original Nenhum Requisito
4.2.4 Controle de Registros
4.2.4 Registros estabelecidos e controlados 4.5
4.2.4 Estabelecido o procedimento para registros 4.5
4.2.4 Registros identificados, armazenados, protegidos, enviados e descartados 4.5
4.2.4 Registros legíveis, identificáveis e disponíveis 4.5
4.2.4.1 Procedimento de registros identifica os responsáveis 4.5
4.2.4.1 Registros mantidos pelo tempo determinado pelas especificações do produto 4.5
4.2.4.1 Registros mantidos por um mínimo de cinco anos 4.5
5.1 Compromisso da Administração
5.1 A alta direção se compromete ao QMS 4.2.1
5.1 a) A alta direção comunica os requisitos do cliente 4.1.5.1 a)
5.1 b) A alta direção estabelece a política de qualidade 4.1.2
5.1 c) A alta direção estabelece as metas 4.1.3, 4.2.1 a), 4.2.1 b)
5.1 d) A alta direção realiza a análise da administração 4.2.1 b), 6.5.1
5.1 e) A alta direção garante a disponibilidade de recursos 4.2.1
5.2 Foco no Cliente
5.2 A alta direção determines as necessidades/satisfação do cliente 4.1.5.2
5.3 Política de Qualidade
5.3 a) A política de qualidade apropriada 4.1.2
5.3 b) A política de qualidade inclui o compromisso à conformidade 4.1.2
5.3 c) A política de qualidade apresenta a estrutura de metas 4.1.2
5.3 d) A política de qualidade foi comunicada e compreendida 4.1.2
5.3 e) A política de qualidade foi analisada para uma adequação contínua 6.5.1
5.3.1 A alta direção documenta a aprovação da política de qualidade 4.1.2
5.4 Planejamento
5.4.1 A alta direção estabelece as metas dos departamentos
--``,,`,,`,,```,,`,,```,`,``,`,`-`-`,,`,,`,`,,`---

4.1.3
5.4.1 As metas de qualidade devem ser mensuráveis e coerentes com a QP 4.1.3
5.4.2 a) A alta direção planeja o QMS 4.1.4 b)
5.4.2 b) A alta direção assegura a integridade do QMS quando modificado 5.11
5.5 Responsabilidade, Autoridade e Comunicação
5.5.1 A alta direção se certifica de que as responsabilidades foram definidas 4.2.2
5.5.2 a) O representante da administração guarda os processos 4.2.3 a)
5.5.2 b) O representante da administração faz notificações à alta direção 4.2.3 b)
5.5.2 c) O representante da administração promove a conscientização do cliente 4.2.3 d)
5.5.3 A alta direção define os processos de comunicação 4.1.5.1
5.6 Análise da Administração
5.6.1 A alta direção analisa o sistema de qualidade 6.5.1
5.6.1 A análise inclui melhorias, modificações, políticas e metas 6.5.1
5.6.1 Mantidos os registros das análises da administração 6.5.3

Copyright American Petroleum Institute


Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT
42 ESPECIFICAÇÃO API Q1

Correlação com API Q1, 8ª Edição (ISO/TS 29001 e ISO 9001)


Requisitos “Leves” (quando aplicável, se necessário, etc.) Não Aplicável ao ISO 9001:2008
API Q1, 8ª Edição (ISO/TS 29001 e ISO 9001) API Q1, 9ª Edição
5.6.1.1 Análises realizadas anualmente 6.5.1
5.6.2 a) A entrada inclui os resultados das auditorias 6.5.2 b)
5.6.2 b) A entrada inclui o feedback do cliente 6.5.2 d)
5.6.2 c) A entrada inclui o desempenho dos processos/a conformidade do produto 6.5.2 e), 6.5.2 i)
5.6.2 d) A entrada inclui ações preventivas/corretivas 6.5.2 g)
5.6.2 e) A entrada inclui acompanhamentos de análises anteriores 6.5.2 a)
5.6.2 f) A entrada inclui modificações ao QMS 6.5.2 c)
5.6.2 g) A entrada inclui recomendações de melhoria 6.5.2 j)
5.6.3 a) A saída inclui a eficácia do QMS 6.5.3
5.6.3 b) A saída inclui melhorias do produto 6.5.3
5.6.3 c) A saída inclui necessidades de recursos 6.5.3
6.1 Fornecimento de Recursos
6.1 a) Recursos fornecidos para implementar o QMS 4.3.1
6.1 b) Recursos destinados a aumentar a satisfação do cliente 6.2.1
6.2 Recursos Humanos
6.2.1 Funcionários competentes 4.3.2.1, 4.3.2.2
6.2.2 a) Determinar competências 4.3.2.1
6.2.2 b) Oferecer treinamentos ou outras ações 4.3.2.1
6.2.2 c) Avaliar a eficácia das ações realizadas 4.3.2.1
6.2.2 d) Conscientização dos funcionários da importância das atividades 4.3.2.3 d)
6.2.2 e) Manutenção dos registros 4.3.2.3 e)
6.2.2.1 Estabelecidas as características de controle do treinamento 4.3.2.1
6.2.2.1 O treinamento inclui treinamento em QMS 4.3.2.3 a)
6.2.2.1 Definida a frequência do treinamento 4.3.2.3 c)
6.3 Infraestrutura
6.3 a) A infraestrutura inclui prédios, áreas de trabalho e instalações 4.3.3 a)
6.3 b) A infraestrutura inclui equipamentos de processamento 4.3.3 b)
6.3 c) A infraestrutura inclui serviços de suporte 4.3.3 c)
6.4 Ambiente de Trabalho
6.4 A organização administra o ambiente de trabalho 4.3.3, 4.3.3 d)
7.1 Planejamento da Realização do Produto
7.1 Processos do planejamento 4.1.4 a), 4.1.4 b), 5.2
7.1 Planejamento coerente com os processos do QMS 4.1.4 a), 5.2
7.1 a) O planejamento inclui metas e requisitos do produto 4.1.3, 5.2 b)
7.1 b) O planejamento inclui processos e recursos 4.3.1, 4.4.1 d), 5.2 a)
7.1 c) O planejamento inclui a verificação, a validação e o monitoramento 5.2 f)
7.1 d) O planejamento inclui os registros 5.2 h)
7.1 Saída do planejamento adequado às operações 5.2
7.1.1 Características de controle para a implementação de requisitos externos 4.4.4
7.2 Processos Relativos ao Cliente
7.2.1 a) Determinar os requisitos do cliente 5.1.2 a)
7.2.1 b) Determinar requisitos não mencionados pelo cliente 5.1.2 c)
7.2.1 c) Determinar requisitos legais 5.1.2 b)
7.2.1 d) Determinar outros requisitos 5.1.2 b)
7.2.2 Analisar requisitos relativos ao produto 5.1.3
7.2.2 Análise a ser realizada antes do comprometimento a fabricar 5.1.3
7.2.2 a) A análise inclui a definição dos requisitos do produto 5.1.3 a)
7.2.2 b) A análise inclui a definição das diferenças 5.1.3 b)
7.2.2 c) A análise deve garantir que a organização é capaz 5.1.3 c)

--``,,`,,`,,```,,`,,```,`,``,`,`-`-`,,`,,`,`,,`---

Copyright American Petroleum Institute


Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT
ESPECIFICAÇÃO PARA REQUISITOS DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE PARA ORGANIZAÇÕES FABRICANTES
DA INDÚSTRIA DE PETRÓLEO E GÁS NATURAL 43

Correlação com API Q1, 8ª Edição (ISO/TS 29001 e ISO 9001)


Requisitos “Leves” (quando aplicável, se necessário, etc.) Não Aplicável ao ISO 9001:2008
API Q1, 8ª Edição (ISO/TS 29001 e ISO 9001) API Q1, 9ª Edição
7.2.2 Analisar os registros mantidos 5.1.3
7.2.2 Confirmar requisitos não documentados 5.1.2
7.2.2 Após modificações, os documentos são aditados e os funcionários notificados 5.1.3
7.2.2.1 Estabelecidas as características de controle de análise do produto 5.1.1
7.2.3 a) Comunicar os requisitos do produto 4.1.5.2 b)
7.2.3 b) Comunicar a análise contratual 4.1.5.2 a)
7.2.3 c) Comunicar feedbacks e reclamações 4.1.5.2 c)
7.3 Projeto e Desenvolvimento
7.3.1 Planejar o projeto do produto 5.4.1
7.3.1 a) O planejamento inclui estágios 5.4.1 b)
7.3.1 b) O planejamento inclui estágios de análise, verificação e validação 5.4.1 d)
7.3.1 c) O planejamento inclui responsabilidades 5.4.1 c)
7.3.1 Administrar interfaces 5.4.1 c)
7.3.1 Planejamento atualizado com o progresso do projeto 5.4.1 a)
7.3.1.1 Definidas as características de controle do projeto 5.4.1
7.3.1.2 A documentação inclui os métodos, considerações iniciais, etc. 5.4.2 d), 5.4.3 d)
7.3.2 Entradas determinadas e registros mantidos 5.4.2
7.3.2 a) A entrada inclui requisitos funcionais e de desempenho 5.4.2
7.3.2 b) A entrada inclui requisitos legais 5.4.2 f)
7.3.2 c) A entrada inclui informações de projetos similares 5.4.2 e)
7.3.2 d) A entrada inclui requisitos legais 5.4.2, 5.4.2 b), 5.4.2 c)
7.3.2 Entradas analisadas para maior adequação 5.4.2
7.3.2 Entradas completas, claras 5.4.2
7.3.2.1 Identificar, documentar e analisar as entradas 5.4.2
7.3.2.1 As entradas incluem os requisitos especificados pelo cliente 5.4.2 a)
7.3.3 Saída de forma adequada 5.4.3
7.3.3 Saída aprovada 5.4.6
7.3.3 a) Saídas condizem com os requisitos da entrada 5.4.3 a)
7.3.3 b) As saídas apresentam informações de aquisições 5.4.3 b)
7.3.3 c) As saídas mencionam os critérios de aceitação 5.4.3 c)
7.3.3 d) A saída especifica as características de uso seguro e apropriado 5.4.3 f)
7.3.3.1 Saídas documentadas 5.4.3
7.3.4 Realizar a análise em estágios planejados 5.4.4
7.3.4 a) Análises do projeto realizadas para avaliar o projeto 5.4.4 a)
7.3.4 b) Análises do projeto realizadas para identificar problemas 5.4.4 b)
7.3.4 As análises do projeto incluem todos os participantes aplicáveis 5.4.4
7.3.4 Registrados os resultados da análise do projeto 5.4.4
7.3.4.1 Análise final do projeto realizada e documentada 5.4.5
7.3.4.1 Análise final do projeto realizada por funcionários independentes 5.4.6
7.3.5 Realizada a verificação do projeto 5.4.5
7.3.5 Mantidos os registros da verificação do projeto 5.4.5
7.3.6 Realizada a validação do projeto 5.4.6
7.3.6 Validação do projeto realizada antes da entrega 5.4.6
7.3.6 Mantidos os registros da validação do projeto 5.4.6
7.3.7 Identificadas e mantidas as modificações do projeto 5.4.7
7.3.7 Modificações ao projeto avaliadas, verificadas e validadas 5.4.7
7.3.7 Modificações incluem efeitos nas peças e no produto entregue 5.4.7
7.3.7 Mantidos os registros das modificações do projeto 5.4.7
7.3.7.1 As modificações ao projeto incluem os mesmos controles que o projeto original 5.4.7
7.4 Aquisições

--``,,`,,`,,```,,`,,```,`,``,`,`-`-`,,`,,`,`,,`---

Copyright American Petroleum Institute


Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT
44 ESPECIFICAÇÃO API Q1

Correlação com API Q1, 8ª Edição (ISO/TS 29001 e ISO 9001)


Requisitos “Leves” (quando aplicável, se necessário, Não Aplicável ao ISO 9001:2008
API Q1, 8ª Edição (ISO/TS 29001 e ISO 9001) API Q1, 9ª Edição
7.4.1 Produto adquirido em conformidade com os requisitos 5.6.1.1
7.4.1 Controle de aquisições dependente do efeito na realização do produto 5.6.1.1, 5.6.1.1 c)
7.4.1 Avaliar e selecionar fornecedores 5.6.1.1 b)
7.4.1 Estabelecidos os critérios de seleção de fornecedores 5.6.1.1 d)
7.4.1 Mantidos os registros das avaliações 5.6.1.5
7.4.1.1 Estabelecidas as características de controle de aquisições 5.6.1.1
7.4.1.2 a) Os critérios de seleção incluem inspeções nas instalações do fornecedor 5.6.1.2 b) i)
7.4.1.2 b) Os critérios de seleção incluem inspeções no momento da entrega 5.6.1.3 c)
7.4.1.2 c) Os critérios de seleção incluem acompanhamento do fornecedor 5.6.1.3 a)
7.4.1.2 d) Os critérios de seleção incluem o cumprimento do fornecedor com o QMS 5.6.1.2 a), 5.6.1.3 b)
7.4.1.3 Atendimento do fornecedor terceirizado ao 7.5.2 5.6.1.1 f), 5.7.1.5
7.4.2 a) As informações incluem requisitos de aprovação 5.6.2 a)
7.4.2 b) As informações incluem requisitos de qualificação de funcionários 5.6.2 c)
7.4.2 c) As informações incluem requisitos de QMS 5.6.2 d)
7.4.2 Determinada a adequação dos requisitos 5.6.2
7.4.2.1 Informações documentadas que descrevem o produto 5.6.2
7.4.2.1 a) As informações incluem o tipo, classe ou outras informações 5.6.2 b)
7.4.2.1 b) As informações incluem as especificações aplicáveis 5.6.2 b)
7.4.3 Estabelecidas as atividades de inspeção 5.6.3
7.4.3 Identificados os planos para verificação presencial dos fornecedores 5.6.3
7.4.3.1 Estabelecidas as características da verificação do controle de produtos e de registros 5.6.3
7.5 Produção e Prestação de Serviços
7.5.1 Produção e serviços controlados 5.7.1.1
7.5.1 a) Os controles incluem as características do produto 5.7.1.1 a)
7.5.1 b) Os controles incluem a disponibilidade das instruções de trabalho 5.7.1.1 e)
7.5.1 c) Os controles incluem os equipamentos adequados 5.7.1.1 d)
7.5.1 d) Os controles incluem o uso de dispositivos de monitoramento e medição 5.7.1.1 d)
7.5.1 e) Os controles incluem monitoramentos e medições 5.7.1.1 g)
7.5.1 f) Os controles incluem atividades de liberação e pós-entrega 5.7.1.1 h)
7.5.1.1 Estabelecidas as características de controle da produção 5.7.1.1
7.5.1.2 Controles do processo documentados em planilhas, etc. 5.7.1.3
7.5.1.2 Os documentos de controle do processo incluem os critérios de aceitação 5.7.1.3
7.5.2 Validar processos quando a saída não puder ser verificada 5.7.1.5
7.5.2 A validação apresenta a possibilidade de atingir resultados 5.7.1.5
7.5.2 a) A validação dos processos inclui critérios definidos 5.7.1.5 d)
7.5.2 b) A validação dos processos inclui a aprovação de equipamentos/funcionários 5.7.1.5 a), 5.7.1.5 b)
7.5.2 c) A validação dos processos inclui o uso de procedimentos 5.7.1.5 c)
7.5.2 d) A validação dos processos inclui registros 5.7.1.5 e)
7.5.2 e) A validação dos processos inclui revalidação 5.7.1.5 f)
7.5.2.1 A validação do processo inclui tratamentos térmicos, soldagem e testes não destrutivos 5.7.1.5
7.5.3 Identificar o produto 5.7.3
7.5.3 Identificar a situação do produto 5.7.4
7.5.3 Controlar a rastreabilidade e manter registros 5.7.3
7.5.3.1 Estabelecidas as características de controle para identificação do produto 5.7.3
7.5.3.2 Controles para substituição ou manutenção da identificação 5.7.3
7.5.3.3 Estabelecidas as características do controle das condições dos produtos 5.7.4
7.5.4 Cuidados com a propriedade do cliente 7.5.4
7.5.4 Identificar, verificar, proteger e preservar a propriedade do cliente 5.7.5
7.5.4 Notificar ao cliente ocasionais danos ou perdas da propriedade e manter os registros 5.7.5
respectivos

--``,,`,,`,,```,,`,,```,`,``,`,`-`-`,,`,,`,`,,`---

Copyright American Petroleum Institute


Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT
ESPECIFICAÇÃO PARA REQUISITOS DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE PARA ORGANIZAÇÕES FABRICANTES
DA INDÚSTRIA DE PETRÓLEO E GÁS NATURAL 45

Correlação com API Q1, 8ª Edição (ISO/TS 29001 e ISO 9001)


Requisitos “Leves” (quando aplicável, se necessário, etc.) Não Aplicável ao ISO 9001:2008
API Q1, 8ª Edição (ISO/TS 29001 e ISO 9001) API Q1, 9ª Edição
7.5.4.1 Características do controle da propriedade do cliente 5.7.5
7.5.5 Preservar o produto durante o processo 5.7.6.1
7.5.5 A preservação inclui a identificação, manuseio, embalagem, armazenamento e 5.7.6.1, 5.7.6.2
7.5.5 A preservação também se aplica às partes constituintes do produto 5.7.6.2
7.5.5.1 Estabelecidas as características do controle de preservação 5.7.6.1
7.5.5.2 Produtos e partes avaliados em períodos especificados 5.7.6.2
7.6 Controle de Equipamentos de Monitoramento e Medição
7.6 Determinar as medições e os equipamentos necessários 5.8
7.6 Estabelecer os processos para medição e monitoramento 5.8
7.6 a) Equipamentos calibrados em períodos especificados e comparados a padrões 5.8 c), 5.8 d)
7.6 b) Equipamentos ajustados e reajustados 5.8 e)
7.6 c) Equipamentos identificados 5.8 a), 5.8 b)
7.6 d) Equipamentos impedidos de receber ajustes 5.8 3)
7.6 e) Equipamentos protegidos 5.8 4)
7.6 Avaliar os resultados se os equipamentos estiverem sem calibração 5.8 h)
7.6 Realizar as medidas necessárias nos equipamentos e produtos sem calibração 5.8 h)
7.6 Mantidos os registros de calibração 5.8
7.6 Confirmada a utilização correta dos softwares 5.8
7.6 Softwares verificados antes de utilizados 5.8
7.6.1 Estabelecidas as características de controle de calibração 5.8
7.6.1 Os controles incluem identificação, local, frequência, método e aceitação 5.8 a), 5.8 d), 5.8 e), 5.8 f)
7.6.2 Controladas as condições ambientais. 5.8 5)
8.1 Medição, Análise e Melhoria—Geral
8.1 a) A medição comprova a conformidade do produto 6.3 b)
8.1 b) A medição comprova o atendimento ao QMS 6.1
8.1 c) Medições realizadas continuamente para melhorar o QMS 6.1
8.1 As medições incluem técnicas estatísticas 6.1
8.2 Monitoramento e Medição
8.2.1 Monitorar a satisfação do cliente 6.2.1
8.2.1 Métodos de determinar a satisfação do cliente 6.2.1
8.2.2 Realizar auditorias em períodos planejados 6.2.2.1
8.2.2 a) Realizar auditoria para verificar o atendimento aos requisitos do QMS 6.2.2.1
8.2.2 b) Realizar auditoria para confirmar se o QMS foi implementado 6.2.2.1
8.2.2 As auditorias consideram os resultados de auditorias anteriores 6.2.2.1
8.2.2 Escopo, critérios, métodos e a frequência de realização de auditorias definidos 6.2.2.1
8.2.2 Os auditores e as auditorias permanecem objetivos 6.2.2.2
8.2.2 Os auditores não auditam seu próprio trabalho 6.2.2.2
8.2.2 Estabelecido procedimento para auditoria 6.2.2.1
8.2.2 Mantidos os registros das auditorias 6.2.2.2, 6.2.2.3
8.2.2 Acompanhamento sem atraso das áreas auditadas 6.2.2.3
8.2.2 Os acompanhamentos das auditorias incluem a verificação das medidas tomadas 6.2.2.3
8.2.2.1 Auditorias realizadas anualmente por funcionários independentes 6.2.2.1
8.2.2.2 Identificados os tempos de resposta a não conformidades 6.2.2.3
8.2.3 Monitorar e medir os processos do QMS 6.2.3
8.2.3 Demonstração da capacidade dos processos de atingir resultados 6.2.3
8.2.3 Se os resultados não forem atingidos, são realizadas as ações corretivas 6.2.3
necessárias.
8.2.4 Monitorar e medir a realização do produto 5.7.7.1
8.2.4 Monitorar e medir o produto em estágios planejados 5.7.7.1, 5.7.7.2
8.2.4 Mantidos os comprovantes de conformidade 5.7.7.2
8.2.4 Os registros indicam a pessoa que liberou o produto 5.9
8.2.4 Liberação de produto após cumprimento dos requisitos ou permissão do cliente 5.9

--``,,`,,`,,```,,`,,```,`,``,`,`-`-`,,`,,`,`,,`---

Copyright American Petroleum Institute


Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT
46 ESPECIFICAÇÃO API Q1

Correlação com API Q1, 8ª Edição (ISO/TS 29001 e ISO 9001)


Requisitos “Leves” (quando aplicável, se necessário, etc.) Não Aplicável ao ISO 9001:2008
API Q1, 8ª Edição (ISO/TS 29001 e ISO 9001) API Q1, 9ª Edição
8.2.4.1 Estabelecidas as características de controle de monitoramento/medição do 5.7.7.1
produto
8.2.4.2 Inspeção final por funcionários independentes 5.7.7.3
8.3 Controle de Produtos Não Conformes
8.3 Produtos não conformes identificados e controlados 5.10.1, 5.10.1 a)
8.3 Estabelecido procedimento para produtos não conformes 5.10.1
8.3 a) Controles para ação de eliminação de não conformidade 5.10.1 b)
8.3 b) Controles para liberação após consentimento 5.7.4, 5.10.1 d), 5.10.2 c)
8.3 c) Controles para ação de impedimento de uso 5.10.1 c)
8.3 Controles para ação após entrega do produto 5.10.1 3)
8.3 Produtos não conforme re-verificados após correção 5.10.2 a)
8.3 Mantidos os registros das medidas contra não conformidades 5.10.5
8.3.1 a) Liberação de produtos não conformes ao MAC 5.10.3 a), 5.10.3 b)
8.3.1 b) Liberação de produtos não conformes ao DAC 5.10.3 c)
8.3.2 Controles de não conformidades práticas Nenhum Requisito
8.3.2 Controles para avaliação de não conformidades práticas Nenhum Requisito
8.3.3 Notificação quando o produto entregue não condiz com seu projeto 5.10.4
8.3.3 Registros de notificações do cliente 5.10.4
8.4 Análise de Dados
8.4 Coletar e analisar dados 6.3
8.4 Dados de monitoramento, medição e outras fontes 6.3
8.4 a) A análise de dados inclui a satisfação do cliente 6.3 a)
8.4 b) A análise de dados inclui a conformidade do produto 6.3 b)
8.4 c) A análise de dados inclui as tendências do processo 6.3 d)
8.4 d) A análise de dados inclui fornecedores 6.3 e)
8.4.1 Estabelecidas as características do controle para análise de dados 6.3
8.5 Melhoria
8.5.1 Melhorar continuamente a eficácia do QMS 6.1, 6.4.1
8.5.2 Eliminar as causas de não conformidades 6.4.2
8.5.2 As ações corretivas são apropriadas aos efeitos 6.4.2
8.5.2 Estabelecido o procedimento para ações corretivas 6.4.2
8.5.2 a) Análise de não conformidades 6.4.2 a)
8.5.2 b) Determinar a causa das não conformidades 6.4.2 c)
8.5.2 c) Avaliar a necessidade de tomada de ação 6.4.2 c)
8.5.2 d) Determinar e implementar a necessidade de tomada de ação 6.4.2 b), 6.4.2 d)
8.5.2 e) Feitos os registros das ações 6.4.2
8.5.2 f) Analisar as ações corretivas 6.2.4 f)
8.5.2.1 Ação corretiva eficaz 6.2.4 f)
8.5.2.2 Identificar os tempos de resposta para ações corretivas 6.4.2 e)
8.5.3 Eliminar a causa potencial de não conformidades 6.4.3
8.5.3 Estabelecido o procedimento para ações preventivas 6.4.3
8.5.3 a) Determinar potenciais não conformidades 6.4.3 b)
8.5.3 b) Avaliar a necessidade de realização de ações 6.4.3 c)
8.5.3 c) Determinar e implementar a necessidade de realização de ações 6.4.3 c)
8.5.3 d) Feitos os registros das ações 6.4.3
8.5.3 e) Análise da eficácia de ações preventivas 6.4.3 e)
8.5.3.1 Assegurar a eficácia das ações preventivas 6.4.3 e)

--``,,`,,`,,```,,`,,```,`,``,`,`-`-`,,`,,`,`,,`---

Copyright American Petroleum Institute


Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT
Bibliografia

[1] Especificação API Q1, Especificação para Programas de Qualidade para a Indústria do Petróleo,
Petroquímica e Gás Natural, Quinta a Oitava Edições

[2] Especificação API Q2, Especificação de Requisitos do Sistema de Gestão de Qualidade para
Organizações de Prestação de Serviços para as Indústrias de Petróleo e Gás Natural, Primeira
Edição
2
[3] BS OHSAS 18001 , Sistemas de gestão de saúde e segurança ocupacionais - Requisitos

3
[4] ISO 9001 , Sistemas de gestão de qualidade - Requisitos

[5] ISO 9004, Administrando o sucesso contínuo de uma organização - Uma abordagem sobre gestão
de qualidade

[6] ISO 10005, Sistemas de gestão de qualidade – Orientações para planos de qualidade
[7] ISO/TR 10013, Orientações para a documentação de sistemas de gestão de qualidade
[8] ISO 10015, Gestão de qualidade – Orientações sobre treinamento
[9] ISO/TR 10017, Orientações sobre técnicas estatísticas para o ISO 9001;2000

[10] ISO 19011, Orientações para a auditoria de sistemas de gestão

[11] ISO/TS 29001, Indústrias do Petróleo, Petroquímica e do Gás Natural – Sistemas de gestão de
qualidade específicas por setor – Requisitos para organizações de fornecimento de produtos e
serviços

[12] ISO 31000, Gestão de riscos – Princípios e orientações

4
[13] OSHA 29 CFR 1910.119 , Gestão de segurança em processos com produtos químicos altamente
perigosos

[14] BS 25999-1, Gestão de Continuidade de Negócios, Especificação

[15] ISO 13880, Indústrias do Petróleo e Gás – Conteúdos e especificações técnicas preliminares

[16] ISO 13879, Indústrias do Petróleo e Gás – Conteúdos e especificações funcionais preliminares
--``,,`,,`,,```,,`,,```,`,``,`,`-`-`,,`,,`,`,,`---

_____________________________
2
British Standards Institution, Chiswick High Road, London W4 4AL, Reino Unido, www.bsi-global.com.
3
Organização Internacional para Padronização, 1, ch. de la Voie-Creuse, Case postale 56, CH-1211 Geneva 20,
Suíça, www.iso.org.
4
Departamento Americano de Administração do Trabalho, da Saúde e Segurança Ocupacionais, 200 Constitution
Avenue, NW, Washington, DC 20210, www.osha.gov.

47

Copyright American Petroleum Institute


Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT
--``,,`,,`,,```,,`,,```,`,``,`,`-`-`,,`,,`,`,,`---

Copyright American Petroleum Institute


Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT
Veja outros certificados e programas de treinamento da API, além de outras normas, estatísticas e publicações

API Monogram™ Licensing Program API Engine Oil Licensing and API-U®
API Engine Oil Licensing and
Vendas: 877-562-5187 Certification System (EOLCS™) Vendas: 877-562-5187
(Sem tarifas para os EUA e Canadá) (Sem tarifas para os EUA e Canadá)
(+1) 202-682-8041 Vendas: 877-562-5187 (+1) 202-682-8041
(Local e Internacional) (Sem tarifas para os EUA e Canadá) (Local e Internacional)
Email: certification@api.org (+1) 202-682-8041 Email: training@api.org
Web: www.api.org/monogram (Local e Internacional) Web: www.api-u.org
Email: eolcs@api.org
API Quality Registrar (APIQR™) Web: www.api.org/eolcs API eMaintenance™
• ISO 9001 Vendas: 877-562-5187
Motor Oil Matters™
• ISO/TS 29001 (Sem tarifas para os EUA e
• Vendas: 877-562-5187 Canadá) (+1) 202-682-8041
ISO 14001 (Sem tarifas para os EUA e Canadá) (Local e Internacional)
• OHSAS 18001 (+1) 202-682-8041 Email: apiemaint@api.org
• API Spec Q1® (Local e Internacional) Web: www.apiemaintenance.com
• API Spec Q2™ Email: motoroilmatters@api.org
• API QualityPlus™ Web: ' www.motoroilmatters.org API Standards
• Dual Registration Vendas: 877-562-5187
Vendas: 877-562-5187 (Sem tarifas para os EUA e
(Sem tarifas para os EUA e Canadá) API Diesel Exhaust Fluid™
Certification Program Canadá) (+1) 202-682-8041
(+1) 202-682-8041 (Local e Internacional)
(Local e Internacional) Vendas: 877-562-5187
Email: standards@api.org
Email: certification@api.org (Sem tarifas para os EUA e Canadá)
Web: www.api.org/standards
Web: www.api.org/apiqr (+1) 202-682-8041
(Local e Internacional)
API Data™
API Training Provider Certification Email: apidef@api.org
Program (API TPCP®) Web: www.apidef.org Vendas: 877-562-5187
(Sem tarifas para os EUA e
Vendas: 877-562-5187 API Perforator Design™ Canadá) (+1) 202-682-8041
(Sem tarifas para os EUA e Canadá) Registration Program (Local e Internacional)
(+1) 202-682-8041 Service: (+1) 202-682-8042
(Local e Internacional) Vendas: 877-562-5187
Email: data@api.org
(Sem tarifas para os EUA e Canadá)
Email: tpcp@api.org (+1) 202-682-8041
Web: www.api.org/data
Web: www.api.org/tpcp (Local e Internacional)
API Publications
Email: perfdesign@api.org
API Individual Certification Programs (ICP™) Web: www.api.org/perforators Telefone: 1-800-854-7179
Vendas: 877-562-5187 (Sem tarifas para os EUA e
(Sem tarifas para os EUA e Canadá) API WorkSafe™ Canadá) (+1) 303-397-7956
(+1) 202-682-8041 (Local e Internacional)
Vendas: 877-562-5187
(Local e Internacional) (Sem tarifas para os EUA e Canadá) Fax: (+1) 303-397-2740
Email: icp@api.org (+1) 202-682-8041 Web: www.api.org/pubs
Web: www.api.org/icp (Local e Internacional) global.ihs.com
Email: apiworksafe@api.org
Web: www.api.org/worksafe

--``,,`,,`,,```,,`,,```,`,``,`,`-`-`,,`,,`,`,,`---

Copyright American Petroleum Institute


Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT
AMERICAN PETROLEUM INSTITUTE
--``,,`,,`,,```,,`,,```,`,``,`,`-`-`,,`,,`,`,,`---

1220 L Street, NW
Washington, DC 20005-4070
EUA

202-682-8000

Outras cópias disponíveis online no site www.apl.org/pubs

Pedidos por Telefone: 1-800-854-7179 (Sem tarifa para os EUA e Canadá)


303-397-7956 (Local e Internacional)
Pedidos por Fax: 303-397-2740

Outras informações sobre as publicações, os programas e os serviços


do API estão disponíveis no site www.apl.org.

Produto Nº G0Q109

Copyright American Petroleum Institute


Provided by IHS under license with API Licensee=Pacific Rubiales/5974266001, User=Lozano, William
No reproduction or networking permitted without license from IHS Not for Resale, 05/05/2015 10:42:43 MDT