Você está na página 1de 4

LATIN AMERICA AERO & DEFENCE OS

FOCUS

El Ejército de Brasil,
actualidad y futuro
Entrevista de "Tecnología Militar"
al Comandante en Jefe del Ejército de Brasil
General de Ejército Enzo Martins Peri^

tanto no Norte como no Sul do Pais, e na fim de agregar vator ao homem.


atuacáo militar brasileira na Missáo da Paz no Algumas das perspectivas do EB, no ámbito
Haiti. das Forças Armadas, encontram-se diretamen-
A busca da atualizaçâo tecnológica encon- te ligadas as acóes decorrentes da Estrategia
tra-se consubstanciada em nossos planos de Nacional de Defesa, aprovada em dezembro de
modernizacáo, que devem ser encarados como 2008. Tais acóes apontam para a intensificaçào
imperativo estratégico, pois sao fundamentáis da integraçâo operacional entre as Forças Sin-
para a manutençâo da credibiüdade dissuasória gulares e para a reestruturaçâo da Industria
do pais. O progresso tecnológico está voStado Brasileira de Defesa, influenciando diretamente
Tecnologia Militar (TecMil): Quais sao, em re- para a atualizaçâo dos sistemas de armas, que em nossos planos de modernizacáo, peta pos-
sumo, a atualidade e as perspectivas do Exé- integram uma Brigada, grupamento de cerca de sibilidade de crescimento na autonomia da pro-
rcito Brasileiro dentro do conjunto das Forças cinco mil homens que se constitui no módulo duçâo tecnológica nacional.
Armadas brasiieiras? básico de combate do Exército.
General Enzo Martins Peri: A crescente impor- Assim como a Marinha tem, como módulo TecMil: Que funçào especifica o Exército Bra-
tancia das operacóes conjuntas e a busca con- básico de combate, navios e submarinos e a sileiro tem no programa de proteçào da Ama-
stante pela atualizaçâo tecnológica fazem parte Aeronáutica, seus cacas, o Exército possui suas zonia?
da atualidade e das perspectivas do Exército Brigadas. A capacitaçâo para o emprego em General Enzo Martins Peri: A Amazonia Brasi-
Brasileiro (EB) no universo das Forças Armadas. combate é adquirida pelo adestramento dessa leira é área estratégica da mais alta prioridade
Nos dias da hoje, a capacidade de Forças tropa. para o Exército, As atençôes internacionais
militares atuarem em conjunto é um dos fatores O homem é o elemento central do sistema, para a atual problemática do meio ambiente e a
considerados na avaliaçâo do nivel dissuasório necessitando, para o cumprimento de suas dificuldade do Estado em se fazer presente
de determinado Pais. A historia militar recente múltiplas tarefas no combate moderno, de equi- naquele imenso vazio demandam estrategias
está ai para demonstrar que Forças que operam pamentos que váo desde cantis e uniformes de voltadas para a afirmaçâo da soberania brasilei-
dessa forma, desde os tempos de paz, apre- tecidos térmicos, passando por óculos de visáo ra sobre aquela importante regiáo.
sentam maiores possibilidades de sucesso noturna, até blindados, misseis, radares, veicu- O Brasil repudia qualquer ingerencia interna-
diante daquelas que atuam singularmente, Por- los aéreos nao tripulados, obuseiros e helicóp- cional que atente contra a soberania de seu ter-
tanto, um dos aspectos a destacar na atualida- teros, entre outros.
de do Exército é essa crescente integraçâo, que Os planos de modernizacáo da Força estäo
" La preguntas de Tecnologia Militar se contestaran el 6 de
se manifesta de forma concreta e efetiva ñas calcados em diversos projetos de atualizaçâo marzo pasado. La Redacción de Tecnologia Militar añadió
varias operacóes desta natureza já realizadas. tecnológica dos mais variados equipamentos, a las ilustraciones.

Carro de combate M-60 A3 TTS brasileño.


(Foto: Archivo Mönch / BIB-EB)
LATIN AMERICA AERO & DEFENCE DB

FOCUS
ritório- O Exército Brasileiro, inserido nesse con-
texto politico-estratégico e em consonancia
com a Estrategia Nacional de Defesa, criou o
"Programa Amazonia Protegida".
O Programa, entre outras açôes, pretende
instalar 28 Pelotôes Especiáis de Fronteira
(PEF) dotados de modernos equipamentos de
monitoramento e de vigilancia de fronteiras ter-
restre e fluvial e de controle de tráfego aéreo de
baixa altura na Regiâo Amazónica. Dessa for-
ma, a açâo de presença ñas regióes fronteiriças
será muito mais efetiva, aumentando a visibili-
dade, ¡unto à comunidade internacional, da
capacidade brasileira de exercer piena sobera-
nia sobre a totalidade de seu territorio.
Cabe ressaltar que esse programa nao se
estrutura somente na melhoria de capacidades
militares voltadas para a defesa das fronteiras.
O "Amazonia Protegida" articula-se em tres
eixos estruturantes: a segurança, o desenvolvi-
mento e a preservaçao ambiental. Esses prin-
cipios facilitarâo a integraçâo dos pelotóes de
fronteira com a comunidade local, com as orga-
nizacóes náo-governamentais e com outros
órgaos representantes do poder público. Essa
integraçâo caracterizará o esforço conjunto da
sociedade brasiieira na afirmaçâo da soberanía
nacional sobre a Amazonia.

TecMil: Quais os programas e projetos princi-


páis, em materia de armamento e equipamento Vehículo Chivunk 4x4. General Enzo Martins Peri: No passade a In-
Exército Brasileiro? (Foto: CTEx) dustria de Defesa do Brasil teve pape! relevante
General Enzo Martins Peri: O Exércifo Bra- no cenârio internacional. Atualmente, busca-se
sileiro vem acompanhando o desenvolvimento a recuperaçâo desse segmento industrial,
tecnológico dos materiais de defesa, em con- - Missil Anttcarro; tendo em visîa a política de diversificaçâo e de
sonancia com os programas de governo e de - Muniçâo Assistida Pré-raiada com Propulsâo fortaiecimento do parque industrial brasileiro e
acordó com o aporte de recursos destinados Adicional para o Morteiro Pesado 120 mm; o objetivo de facilitar o acesso a novos merca-
pelo Orçamento da Uniao. Em consequência, - Morteiros Medio, Leve e Muniçôes; dos. Sendo assim, varias industrias têm desen-
diversos projetos tem sido conduzidos, englo- - Arma Leve Anticarro (ALAC);
bando viaturas, armamentos e equipamentos volvido produtos de uso dual, em diversas
- Equipamento de Visào Noturna; áreas de interesse, que poderâo atender aos
variados. - Sistema Tático de Guerra Eletrônica; e requisitos exigidos pela Força Terrestre.
Dentre os programas de desenvolvimento - Fuzil 5,56 mm. As principáis parcerias desenvolvidas pelo
prioritarios, merecem destaque a adoçâo, a Exército Brasileiro com o setor industrial, dent-
implementaçâo e a reestruturaçâo dos seguin- TecMil: Em materia de desenvolvimento e pro- re outras, sâo as seguintes:
tes meios de emprego militar: duçâo de material militar para as forças terrest- - com a FIAT/IVECO, para o desenvolvimento
- Nova Familia de Blindadas sobre Rodas; res, quais sao as companhias e empresas prin- da nova familia de blindados sobre rodas;
- Sistema de Defesa Antiaérea; cipáis e a que materiais se dedicam? Há coope- - com a ORBISAT, para o desenvolvimento do
- Sistema de Comando e Controle da Força raçào industrial internacional neste campo e radar de vigilancia aérea de baixa altura;
Terrestre nivel Bda/DE: com que países ou multinacionais? - com a MECTRON, para o desenvolvimento
do missil anticarro; e
-comaIMBEL, para a fa-
bricaçâo do fuzil 5.56 mm.

Quanto as cooperaçôes
internacicnais, o Brasil é
reconhecidamente recep-
tivo a essa modalidade de
acordó. No momento, há
entendimentos com al-
guns países nesse sen-
tido, os quais se encon-
tram em estágios distintos
de negociaçâo.
As parcerias com a
EUROCOPTER (Helicóp-
tero de Emprego Gérai
para as très Forças Arma-
das), com o Exército Ar-
gentino {Viatura Leve de
Emprego Gérai Aerotrans-
portável) e com o Exército

Carro de combate
Leopard 1 A1 brasileño.
Están llegando carros
Leopard 1 A5 de
arsenales alemanes.
(Foto: Archivo Mönch /
CIBId-EB)

Militar • TECMIL 1/2Û09


LATIN AMERICA AERO & DEFENCE CDS

FOCUS

RECONHECIMENTO El VBR-MR de conocimiento


de la nueva familia brasileña de
Blindados Medios de Ruedas.
(Gráfico: IVECO,
vía Expedito C. Stephani Bastos)

como alunos ou como instrutores nos cursos


promovidos por escolas militares de outros
Exércitos, bem como a participaçâo em orga-
nismos internacionais, dentre os quais se
destacam a Organizaçâo das Nacóes Unidas
(ONU), a Organizaçâo dos Estados Americanos
(OEA) e a Junta Interamericana de Defesa (JID),
Outros instrumentos eficazes para o inter-
cambio sao as Conferencias dos Exércitos
Americanos (CEA) e as Conferencias Bilaterais
de Estado-Maior (CBEM), realizadas a cada
dois anos com todos os países da América do
Sul, com os Estados Unidos da América e com
a Espanha, além das Reuniöes Regionais de
Intercambio Militar (RRIM), desenvolvidas
VBR-MR anualmente com todos os países com os quais
o Brasil possui fronteiras.
No último bienio, o Exército Brasileiro foi o
Frances {Soldado do Futuro) sao exemplos típi- cooperaçâo internacional, favorecendo, dessa anfitriâo da CEA, encargo transferido ao Exér-
cos desses acordos, forma, a interaçào comercial e o intercambio de cito da Argentina para os anos de 2009 e 2010,
visitas, de estágios e de cursos. A XXIV Conferencia Bilateral de Estados-
TecMil: Como se aprésente a cooperaçâo inter- Os principáis veículos para implementaçâo Maiores Brasil - Estados Unidos ocorreu entre
nacional, seja com os Exércitos vizinhos. seja a de intercambio doutrinário com as Naçôes Ami- os días 13 e 18 de abril de 2008, em San An-
nivel mundial, do Exército Brasileiro? gas sao: o trabalho desenvolvido peios adidos tonio, no Estado do Texas, oportunidade em
General Enzo Martins Peri: O Exército Brasi- militares brasileiros no extenor; o convivio com que foram alinhavados os intercambios de cur-
leiro (EB) mantém um excelente relacionamento os seus adidos oredenciados no Brasil; a parti- sos militares para o corrente ano e decidiu-se
com os Exércitos dos países vizinhos e com os cipaçâo de tropa brasileira em missôes de paz, que Brasilia será a sede do próximo evento pre-
de outros paises, o que permite um alto nivel de a constante presença de integrantes da Força vista para abril de 2009. •

Mobility
at: their best

Running Gear: Protection: Diehl Remscheid GmbH & Co, KG


System Tracks Mine Protection Viennghausen 118
Wheels Roof Protection 42857 Remscheid
Sprockets Ballistic Protection Phone +49 21 91 976-0
Fax +49 21 91 976-206
E-Mail sales@diehl-remscheid com
www.diehl-remscheid,com
• lEHL
Defence
• lEHL
Remscheid

54 Tecnologia Militar • TECMIL • N° 1/2009