Você está na página 1de 4

1

Atividade Nº 3 Entregar dia 14/ 08/19 (4ª f)

Nome: Andressa dos Santos Bergamim Curso: Administração 2º Per

1.Descreva os seguintes conceitos:

a) Capitalismo Liberal:
RESPOSTA: O estado não interfere na economia. Os produtos devem ter seus preços livres sem que o governo
interfira nos valores. (Lei da Oferta e Procura).
Economista Adam Smith – “A riqueza das Nações”.

b) Capitalismo de Estado:
RESPOSTA: O estado deve interferir na economia em alguns casos e planos estratégicos.

c) Capitalismo Neoliberal:
RESPOSTA: Defende a pouca intervenção do governo no mercado de trabalho, a política de privatização de empresas
estatais, a livre circulação de capitais internacionais e ênfase na globalização, a abertura da economia para a entrada de
multinacionais, a adoção de medidas contra o protecionismo econômico, a diminuição dos impostos e tributos
excessivos.

2.Na primeira metade do século XX o Capitalismo Liberal estava em crise. Descreva:

a) Crise Interna:
RESPOSTA: Discussão sobre as desigualdades estruturais entre países e sociedades. Seções específicas do trabalho
são dedicadas ao comércio, as finanças internacionais e ao câmbio (do padrão ouro ao padrão ouro-dólar e à flutuação
generalizada de moedas) e à estrutura institucional da economia internacional no século XX.

b) Crise Externa:
RESPOSTA: O montante da dívida externa havia sido contraído substancialmente nos 15 anos anteriores, reduzindo a
carga de seu serviço para os anos vindouros. As reservas acumuladas durante o período da guerra, devido aos
reiterados superávits obtidos no balanço de pagamentos, chegavam a cerca de 650 milhões de dólares em 1945. No
entanto, começariam a se manifestar os desequilíbrios nas transações externas.

3. Transporte coletivo em Curitiba e Região Metropolitana – a tarifa é igual para todas as distâncias – a URBS
(empresa estatal) organizam e repassam o serviço p/ as empresas privadas executarem o serviço dentro das
condições estabelecidas pela empresa estatal.
Este modelo pode ser considerado: Capitalismo Liberal? Capitalismo de Estado? Ou Capitalismo Neoliberal?
Justifique.
RESPOSTA: Capitalismo de Estado, pois o estado que estabelece as tarifas de acordo com os serviços de transporte
coletivo.

4. (UEL) Apenas 3,5% dos jovens têm acesso ao Ensino Superior. Diante da demanda social para ampliar os
índices de acesso ao ensino superior o Estado poderia:
I. expandir as vagas no setor público melhorando a infraestrutura, o número de bolsas para estudantes sem recursos
suficientes e/ou que tenham mérito acadêmico.
II. expandir as vagas no setor privado fortalecendo o mercado da educação.
III. garantir as vagas em instituições estatais para a permanência de todos os estudantes, coibindo e proibindo, o
desenvolvimento de mercados livres na área da educação.

Assinale a alternativa que contém os tipos de Estado que proporiam as soluções I, II e III, respectivamente:
a. Estado socialista; Estado absolutista, Estado liberal.
b. Estado absolutista; Estado do bem-estar social; Estado liberal.
c. Estado liberal; Estado socialista; Estado do bem-estar social.
d. Estado socialista; Estado do bem-estar social; Estado liberal.
e. Estado do bem-estar social; Estado liberal; Estado socialista.

5. (UEL) O texto a seguir faz referência a uma forma específica de organização do trabalho, que impulsionou o
desenvolvimento do capitalismo industrial no séc XX.
2

O trabalho era [...] prender tampas de vidro em garrafas pequenas. Trazia na cintura a meada de barbante.
Segurava as garrafas entre os joelhos, para poder trabalhar com as duas mãos. Nesta posição, sentado e curvado
sobre os joelhos, os seus ombros estreitos foram se encurvando; o peito ficava contraído durante dez horas por
dia [...] O superintendente tinha grande orgulho dele e trazia visitantes para observarem-no [...] Isto significava
que ele atingira a perfeição da máquina. Todos os movimentos inúteis eram eliminados. Todos os movimentos
dos seus magros braços, cada movimento de um músculo dos dedos magros, eram rápidos e precisos. Trabalhava
sob grande tensão, e o resultado foi tornar-se nervoso.
É correto afirmar que esta forma de organização do trabalho
a. implicou um enriquecimento das tarefas a serem desenvolvidas, de tal modo que os trabalhadores poderiam operar,
por exemplo, com a habilidade das duas mãos.
b. produziu um trabalhador mais intelectualizado, visto que a complexidade do seu trabalho coincidia com a
complexidade da máquina utilizada.
c. apoiava-se no princípio do Just in time, isto é, trabalho a tempo justo, na maior autonomia do trabalhador frente a
seus meios de trabalho.
d. generalizou a tarefa parcelar, monótona e desinteressante, pela subordinação do homem à máquina, distanciando-o,
assim, do trabalho criativo.
e. revelou-se inviável em outros setores de atividade, como o caso dos escritórios e restaurantes de fast-food, embora
tenha sido amplamente utilizada no espaço fabril ao longo do século XX.

6. (UEM) Sobre o Estado de Bem-Estar Social, implementado em diferentes nações capitalistas no séc.
XX, indique se as afirmativas a seguir são (V) ou (F):
( ) Fundamentava-se em uma doutrina econômica que pregava a livre regulação dos mercados e,
consequentemente, a não intervenção estatal nos assuntos relacionados à produção material.
( ) Surge como estratégia de reversão da crise econômica das primeiras décadas do séc. XX.

A ordem correta é: a) VV b) FF c) VF d) FV

7. ( ) As políticas de pleno emprego, inspiradas no modelo econômico proposto por John Maynard Keynes,
foram estratégias comuns a todos os países que implementaram versões do Estado de Bem-Estar.
( ) Os altos investimentos públicos, que foram necessários para efetivar políticas que garantissem a
continuidade do Capitalismo, foram obtidos por meio da criação de impostos ou elevação de alíquotas já
existentes.

A ordem correta é: a) VV b) FF c) VF d) FV

8. (UEL) Observe a charge a seguir:

(BEYNON, H. Trabalhando para Ford. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1995, p.192.)

Com base na charge e nos conhecimentos sobre o tema, considere as afirmativas a seguir:

I. Um dos impactos do sistema Ford de produção foi o elevado índice de homicídios entre os operários,
decorrentes de brigas motivadas por ganhos de produtividade e ritmos extenuantes de trabalho.
3

II. A separação entre concepção e execução das tarefas representaram, no taylorismo-fordismo, o declínio do
operário de ofício e a potencialização do trabalho desqualificado.
III. Datado historicamente, o taylorismo-fordismo foi abandonado com o desenvolvimento das formas de
gestão propostas pelo toyotismo, que exige o desprezo pelo controle dos tempos e movimentos.
IV. Embora nascido no espaço fabril, os métodos propostos por Ford se generalizaram no séc XX, abarcando
o setor de serviços, como é o caso de fast-foods.

Assinale a alternativa correta:


a. somente as afirmativas I e II são corretas.
b. somente as afirmativas II e IV são corretas.
c. somente as afirmativas III e IV são corretas.
d. somente as afirmativas I, II e III são corretas.
e. somente as afirmativas I, III e IV são corretas.

9. (UEL) Observe a charge a seguir:

(Le Monde Diplomatique Brasil. São Paulo: Instituto Pólis. Ano 2, n. 21, abr. 2009, p. 3.)

Com base na charge e nos conhecimentos sobre o tema, é correto afirmar:

a) As privatizações ocorridas nos anos 1990 e 2000 no Brasil tiveram por principal impacto o barateamento dos
serviços básicos à população, além de terem livrado o Estado de empresas desnecessárias.

b) A participação popular tem sido fundamental para definir o programa de privatizações do governo brasileiro, pois o
eleitor conhece quais os melhores setores que devem ser gerenciados pela iniciativa privada.

c) As principais dificuldades para a administração das empresas privatizadas tornarem-se rentáveis, nos diversos
países, decorrem das ações de manifestantes antiglobalização, os quais constituem braços políticos de sindicatos e
partidos políticos de esquerda.

d) Mesmo diante de vários protestos populares, o programa de privatizações, intensificado a partir de 1990 no Brasil e
vários países do mundo, tornou patrimônio particular grande parte dos recursos naturais, materiais, culturais e de
serviços sociais.

e) E por serem elementos fornecidos pela natureza e não se constituírem propriedade de ninguém, é indiferente se a
água e demais recursos naturais forem cuidados pelo Estado ou pela iniciativa privada.
4

Você também pode gostar