Você está na página 1de 12

Roteiro de Carro do Rio de Janeiro a Foz do Iguaçu

Posto de Gasolina com infraestrutura.


Se você for parar para comer entre Rio e São Paulo eu indico as redes Graal e Frango Assado,
que costumam ter várias opções de comidas e lanches.
Já entre São Paulo e Curitiba eu indico a RodoRede. É uma rede do posto Ipiranga que sempre
possui boas opções também. Em especial o Posto Pelanda (unidade Alpino – Km 19,5 sentido
Curitiba), da mesma rede que tem uma infra bem legal.
Entre Curitiba e Foz há 2 postos que eu já sou fã de carteirinha: O Restaurante Benedita e o
Restaurante do Grupo Três Pinheiros.
O Restaurante Benedita (BR277 – Km 254 – Irati – PR) possui uma comida caseira de ótima
qualidade, além de uma mega infraestrutura para a família. Os banheiros super limpos e o
fraldário me chamaram a atenção. No local vende também lanches, biscoitos, doces,
artesanato, brinquedos e outras coisas.

Restaurante Benedita

O Restaurante do Grupo Três Pinheiros (BR 277 – Km 398 – Candói – PR) também possui boas
refeições com churrasco, lanches e muitas coisas para venda. E para os papais e mamães de
plantão, nessa parada há um espaço kids para as crianças brincarem enquanto os pais
recarregam as energias antes de continuar. Grupo Três PinheirosEspaço Kids

Hotel Águas do Iguaçu

Uma outra comodidade desse hotel, é que há uma agência da Loumar Turismo onde você
pode agendar todos os seus passeios com toda a comodidade. A Loumar também vende
ingressos para todas as atrações, o que faz você economizar tempo nas filas.

Como se locomover?
Se você quiser ficar mais livre com os horários, alugue um carro. A cidade é bem sinalizada e
não há dificuldades de locomoção. Estacionar nos pontos turísticos também é tranquilo (mas
pode encarecer a viagem).
Importante:
 Não recomendo fazer a travessia pro Paraguai de carro. Contrate um transfer nem que seja
só pra isso. É mais seguro;
 Se for atravessar para as Cataratas Argentinas ou Puerto Iguaçu (Argentina) tenha sempre
o passaporte ou identidade (em bom estado de conservação e identificável pela foto) de
todas as pessoas, inclusive bebês e crianças;
 Pra quem vai de carro não é necessário a Carta Verde para ir até as Cataratas Argentinas e
nem para Puerto Iguaçu;
 Até o Free Shopping não precisa das recomendações acima.

O que fazer?
Há muitas coisas para fazer em Foz, vou resumir aqui e depois faço um post detalhando as
atrações, ok?
Também vou dizer o que dá ou não para ser feito no mesmo dia.
Dia 1:
Parque Nacional do Iguaçu – Cataratas do Iguaçu.
Ir em Foz e não ir nas Cataratas é quase como ir em Paris e não ver a Torre Eiffel. Então não
deixe essa maravilha fora do seu roteiro. Jamais!
Dia 2:
O passeio até a hidrelétrica de Itaipu pode ser feito no mesmo dia também. Lá você tem a
opção da visita panorâmica, refúgio biológico, Eco Museu, Visita Especial e o Porto Katmaran. É
só escolher o que mais agrada a sua família e aproveitar.
Itaipu

Dia 3:
Reserve um dia inteiro para visitar as Cataratas Argentinas, tem muito mais coisa pra fazer do
que no lado Brasileiro.
Cataratas Argentinas

Combina com a ida ao Free Shopping no retorno.


Dia 4:
Compras no Paraguai… Por que não? Caso queira comprar ou só conhecer eu indico que vá
bem cedo, pois as lojas já estão abertas por volta das 7 da manhã e as 15 horas começam a
fechar.
Combina perfeitamente com uma ida a Puerto Iguazu na Argentina a tardinha. Lá tem o bar
de gelo, a feirinha de queijos, azeitonas, doces de leite, artigos de couro. E a própria cidade
que é super agradável e possui ótimos restaurantes. Ah, empanadas também (hummm).
Feira Puerto Iguazu

Em Foz tem também o Museu de Cera e o Parque dos Dinossauros.

Compras no Paraguai: 9 dicas para você se dar bem

Os roteiros mais tradicionais por Foz do Iguaçu incluem um pulinho na Ciudad del Este, no Paraguai. Antes
de iniciar as 9 dicas sobre compras no Paraguai, quero lembrar que o destino é totalmente comercial e se
você não tiver interesse em comprar nada, não o inclua no seu roteiro por Foz do Iguaçu. Aproveite esse
tempo para conhecer melhor outros lugares que tenha maior interesse.

1) Saia de Foz com roteiro

Portanto, saiba exatamente o que você quer comprar e onde ir. De outra forma, você perderá muito tempo e
não irá realmente aproveitar os melhores preços e produtos. Pesquise bastante na internet e siga o foco.
2) Esteja com RG atualizado

Tenha um RG atualizado para entrar no Paraguai

3) Chegue cedo no Paraguai

Fuja do trânsito no dia da compras no Paraguai

4) Pechinche quando for fazer compras

Logo, se você incluir no seu roteiro por Foz do Iguaçu uma visita ao comércio paraguaio não leve nada pelo
primeiro preço que o vendedor lhe falar. E atenção aos ambulantes: eles são muito, mas muito insistentes,
então se você realmente não tem interesse no produto, seja bem claro, sob risco de tê-lo lhe
acompanhando pelos próximos 100 ou 200 metros. Outra situação bem comum é que existem pessoas que
lhe abordam na rua para saber o que você está procurando. A partir disso, eles começam a lhe levar em
várias lojas que tem o produto. Obviamente, acredito que eles ganham comissão dos lojistas para fazer
isso, mas acho super invasiva essas “técnicas” de vendas e isso me incomodou muito.

5) Se gostou, leva logo

São tantas barracas e ambulantes, que se você realmente gostou de um produto e conseguiu barateá-lo de
forma justa, pague e leve. Claro que essa dica é para os itens baratinhos, oferecidos no meio da rua
mesmo.

Porém, para compras nas lojas do Paraguai, o melhor mesmo é pesquisar os melhores preços e
depois voltar para comprar o que lhe interessa.

6) Paraguai é bom para comprar eletrônicos

Mega é uma opção para comprar eletrônicos

As quatro maiores lojas de eletrônicos são a Mega (fica na principal, onde comparei os preços), a Casa
Nissei (preços levemente mais caros que a Mega), a Madrid Center e a Pontocom (essas duas últimas
não deu tempo de visitar, mas foram muito bem recomendadas). Também dei uma passada pela Monalisa,
uma grande loja de departamentos, que mais parece um shopping, mas achei os preços bem parecidos
com os do Brasil.

7) Não deixe as compras para a última hora

As lojas grandes do Paraguai, como as que citei acima, são confiáveis e dão até garantia. Por isso, são
lotadas. Não deixe para a última hora para comprar um produto que gostou, pois você pode ficar para trás.
Desde o processo da escolha, até o pagamento e a entrega do produto vai demorar quase uma hora. Eu
explico.
Primeiro, você é atendido por um vendedor que verifica o que tem em estoque, preços, modelos etc. Depois
de escolhido o produto, ele finaliza a compra e faz um cadastro seu, inclusive escaneando o seu documento
pessoal e colocando um endereço.

8) Mesmo dentro da loja, pesquise na internet

Pesquise antes de comprar no Paraguai. As grandes lojas oferecem wifi gratuito, basta você registrar o seu
email do próprio celular. Isso foi muito útil para mim, pois deu para pesquisar rapidamente se os preços
daquela loja estavam consideravelmente melhores do que no Brasil.
9) Qual moeda levar para compras

Real é aceito para compras no Paraguai. Todos os preços das lojas de eletrônicos e outros produtos mais
caros, estão em dólares. Nas barracas das ruas e lojas menores, os preços são em guaranis paraguaios.
Mas, em todos os lugares se aceita bem dólar, peso ou real.

Se você não tem dólares de outras viagens anteriores, acho que não vale a pena trocar dinheiro somente
para comprar no Paraguai, principalmente por conta das taxas das casas de câmbio e IOF. Portanto, se
você estiver em Foz, apenas passeando no Paraguai, vá com real mesmo. Vale lembrar também que o
limite para compras sem declaração é de 300 dólares por pessoa.
por Ricardo Freire
@riqfreireAtualizado em 19.fev.2019

Se você tiver entre 4 e 7 dias, além de cobrir o básico, vai enriquecer sua
viagem com passeios e atividades que tenham a ver com seu
perfil: compras, programas para fazer com crianças, ecoturismo, um segundo
dia no parque argentino, uma esticada às Missões paraguaias e argentinas -- ou
simplesmente aproveitar a estrutura do seu hotel estilo resort.

Como comprar ingressos

Você pode comprar ingressos na bilheteria das atrações, nos sites das
atrações, nos sites das agências e também no seu hotel, onde certamente
haverá um posto avançado de alguma agência no saguão da recepção.
Algumas agências também vendem transporte compartilhado às atrações.

Caso você compre ingressos online, preste atenção nas condições. Algumas
agências e atrações requerem que você imprima o voucher para levar. Peça
para imprimir na recepção do seu hotel.

O parque argentino das Cataratas só vende ingressos na bilheteria. O parque


não aceita reais: é preciso pagar em pesos ou com cartão de crédito.

Os passeios de Itaipu também devem ser comprados antes, porque têm hora
marcada. Se você chegar a Itaipu sem ingresso, talvez não consiga pegar a
próxima saída do passeio desejado.

O que fazer

Dia 1: Cataratas brasileiras e Parque das Aves

Cataratas brasileiras

O parque brasileiro é organizado e muito fácil de visitar. Ônibus saem a todo


momento do Centro de Visitantes e levam até o restaurante Porto Canoas. No
caminho há três paradas: na entrada da Trilha do Poço Preto, no Macuco
Safari e na saída para a Trilha das Cataratas.
Salte na parada Trilha das Cataratas para fazer o circuito panorâmico de 1,2
km que passa em revista várias quedas secundárias (todas superfotogênicas)
até chegar à majestosa Garganta do Diabo. No fim da trilha, uma passarela
leva até perto da catarata -- a molhação é garantida, por isso não deixe de levar
uma capa.

Parque Nacional do Iguaçu


 Endereço: Rodovia das Cataratas, km 18
 Telefone: (45) 3521-4400
 Horários: Abre diariamente 9h-17h
o Pagamento: reais ou cartão

Dia 2: Cataratas argentinas e Marco das 3 Fronteiras


O lado argentino do parque do parque é um passeio essencial: vale investir um
dia inteiro (ou mesmo dois dias seguidos!). Na volta, se você ainda tiver fôlego,
pode passar no Marco das 3 Fronteiras, que tem programação no fim da
tarde/começo da noite. Ou, se estiver interessado em comprar produtos
artesanais argentinos, passar na Feirinha de Puerto Iguazú.

Recomendo a seguinte estratégia:

 Chegue o mais cedo possível

 Pegue o trem e vá direto à estação Garganta do Diabo, que é o ponto


final da linha. De lá vai caminhar por uma passarela de 1.100 metros que
leva até a boca (ops) da Garganta do Diabo, a mais caudalosa das
quedas de Foz. No Brasil você contempla a Garganta do Diabo de longe;
na Argentina, você sente a força das águas de pertinho. A maioria dos
visitantes deixa esse circuito para o final, então indo cedo você tem
chance de ficar mais tempo na muretinha da catarata. Contando a volta, é
um circuito de 2,2 km

 Volte de trem até a estação Cataratas. Perto dali saem dois circuitos:
o Circuito Inferior, de 1.400 metros, e o Circuito Superior, de 1.750
metros. Ambos passam em revista os saltos do lado argentino de dois
ângulos diferentes: de baixo e do topo das cascatas. Qual é o mais
bonito? Não tem. Vai por mim: faça os dois. Comece pelo inferior, faça
uma pausa para almoçar, volte para fazer o superior

Você também pode aproveitar para conferir outras atrações de Puerto Iguazú,
como o Icebar Iguazú ou a Feirinha de Puerto Iguazú.
Cataratas Argentinas
 Endereço: Ruta 101, Puerto Iguazú, Argentina
 Telefone: 0054 3757 491469
 Horários: Abre diariamente 8h-18h
o Pagamento: em pesos ou cartão de crédito/débito internacional

Feirinha de Puerto Iguazú


No final da av. Brasil, no centro de Puerto Iguazú, stands vendem produtos
artesanais argentinos que dão bons souvenirs. Alguns pontos também
funcionam como bar, com cerveja barata de litrão e petiscos argentinos (ficam
concorridos na hora do esquenta para a night). Funciona a partir do meio da
tarde.

Marco das 3 Fronteiras


Cada uma das cidades da tríplice fronteira tem seu marco -- uma espécie de
obelisco -- erguido num local que possa ser visível (com binóculos...) dos outros
países. Há alguns anos, o marco brasileiro foi concedido à Cataratas S.A. (a
mesma administradora do parque nacional), que transformou o lugar num
parque temático.

Marco das 3 Fonteiras


 Endereço: Av. General Meira, s/n, Jardim Eldorad
 Telefone: (45) 3132-4100
 Horários: abre diariamente 14h-23h

Dia 3: Itaipu
Há dois passeios principais para escolher:

 A Vista Panorâmica é o passeio-padrão, que leva até a área da barragem.


O guia explica os fundamentos da geração de energia e você tem a
chance de ver a usina de vários ângulos. Duração: 2 horas

 O Circuito Especial é o único passeio que leva ao interior da usina, vendo


de perto as turbinas e a sala de controle. É preciso ter 14 anos para fazer
o passeio. Duração: 2h45

 O Ecomuseu usa muita tecnologia (e uma enorme maquete) para contar a


história da região desde o período jurássico, e para mostrar como foi feita
a construção da (então) maior usina hidrelétrica do mundo. Duração: livre
(estime ficar uns 45 minutos)

 O Pólo Astronômico é o planetário de Itaipu. Além do planetário


convencional, com duas sessões por dia, o Pólo tem um pequeno museu
sobre o Universo e um telescópio solar à disposição do público. Duração:
2 horas e meia

 O evento da Iluminação da barragem acontece apenas na 6ª e no


sábado. O passeio noturno é igual ao da Visita Panorâmica, com o bônus
de ver a usina dramaticamente iluminada. Duração: 1h30

Itaipu
 Endereço: Av. Tancredo Neves, 6702, Jardim Itaipu
 Telefone: (45) 3576-7000
Itaipu - Vista Panorâmica
 Horários: abre diariamente 8h30-16h45 (saídas a cada 20 minutos)
Itaipu - Circuito Especial

o Horários:
 dom a 5ª 8 saídas entre 8h30-15h30
 6ª e sáb 12 saídas entre 8h30-15h30
Itaipu - Ecomuseu

o Horários: 3ª a dom 8h-17h


Itaipu - Pólo astronômico
 Horários: abre diariamente 10h-16h
Itaipu - Refúgio biológico
 Horários: 3ª a dom 6 saídas entre 8h30-15h30
Itaipu - Iluminação da barragem
 Horários:
o 6ª a sáb 20h ou 21h (durante o horário de verão)

Compras no Paraguai (e na Argentina)

Para muitos visitantes, a possibilidade de fazer compras no Paraguai é um dos


maiores atrativos de Foz do Iguaçu. Só vá, porém, se você realmente tiver
intenção de comprar. Não é um passeio prazeroso. O centro comercial de
Ciudad del Este é bastante conturbado.
Como atravessar a fronteira
Não há controle de imigração sistemático em nenhum dos dois lados da Ponte
da Amizade, que liga Foz do Iguaçu a Ciudad del Este. Esteja, porém, com seu
RG ou passaporte, porque pode ser pedido em alguma fiscalização eventual.

Há várias maneiras de ir de Foz do Iguaçu ao Paraguai.

De táxi ou Uber

Um táxi desde o centro de Foz do Iguaçu sai uns R$ 60 até Ciudad del Este.

Com tour de compras

Esta é, disparado, a melhor maneira de ir a Ciudad del Leste. Você é apanhado


no hotel e levado a lojas onde vai comprar produtos garantidos. Indo com tour
você reduz ao mínimo os aspectos desagradáveis da experiência de compras
no Paraguai.

É preciso certificado internacional de vacinação contra febre amarela?


O Paraguai agora exige o certificado de brasileiros. Mas como não há controle
sistemático de imigração na fronteira terrestre em Ciudad del Este, a regra
acaba não valendo para a cidade.

De todo modo, todo brasileiro deveria vacinar-se ou, se for o caso, solicitar o
seu certificado de isenção. Ter uma viagem a Foz do Iguaçu marcada pode
ajudar você a receber a dose integral da vacina, que é a única que dá direito ao
certificado internacional. Leia mais aqui.

Como fazer boas compras no Paraguai?

 Não compre nada de camelô ou em loja mequetrefe


 Desconfie de todos os negócios da China -- devem ser produtos falsos,
"refurbished" (recauchutados) ou defeituosos
 Compre apenas nas grandes lojas. Os preços serão maiores, mas a
garantia é mais do que 'soy yo'
 Teste TODOS os eletrônicos antes de sair com eles da loja
 Se você vai com guia, siga as dicas dele. Que moeda levo para o Paraguai?

Todos os artigos à venda na zona comercial de Ciudad del Este são cotados em
dólar. É melhor levar dólares em espécie para fazer todas as suas compras.
Reais são aceitos, mas a cotação feita pelas lojas não é boa. Usar cartão de
crédito tampouco é recomendável, porque a compra é debitada em guaranis, a
uma cotação que pode não ser vantajosa (e ainda há os 6,38% de IOF
acrescidos).

Qual é o limite de compras isentas de imposto no Paraguai?


Para viagens terrestres, o limite é de US$ 300. Nesse limite entra tudo:
cosméticos, roupas, eletrônicos -- incluindo celulares, câmeras e relógios.

A cota é individual. Não é possível juntar as cotas de pessoas diferentes da


família para 'inteirar' um produto mais caro.

Como é feita a fiscalização das compras?


Onde suas compras podem ser fiscalizadas:

 Na fronteira -- os fiscais fazem blitze aleatórias, parando carros ou vans,


ou ainda entrando no ônibus de linha para examinar os pacotes maiores.
Na fronteira ainda é possível pagar multa e regularizar a compra
 Na estrada -- seu carro pode ser parado para vistoria da bagagem.
Mercadorias além da cota são retidas

Compras na Argentina

O free-shop de Puerto Iguazú é vizinho à imigração argentina. Funciona 365


dias por ano das 10h às 21h, horário local (ou seja, durante o horário de verão
do Brasil, entre 9h e 20h no horário brasileiro).

Fazer compras no free-shop argentino é exatamente como passar pelo free


shop de um aeroporto. Você paga preços internacionais, só que livres de
impostos. Os produtos são legítimos e podem ser comprados sem receios.

O free-shop na Argentina aceita dólares, reais e pesos.

Quanto ao limite de compras, é exatamente o mesmo do Paraguai: US$ 300 por


pessoa.

Como chegar ao free-shop de Puerto Iguazú

Um táxi vai cobrar entre R$ 40 e R$ 50 a ida, ou R$ 80 para ida e volta, com


espera.
Foz do Iguaçu nas alturas

Passeio de helicóptero

Se você pode e o dia não está feio, FAÇA. O sobrevôo das Cataratas é um
passeio inesquecível. Um conselho: ou bem você filma o passeio, ou bem você
curte o passeio. Pagar uma grana federal para ter a telinha do celular entre
você e as cataratas não vale a pena...

Sobrevôo das Cataratas


 Endereço: Rodovia das Cataratas, 12499
 Telefone: (45) 3529-7327
 Horários: abre diariamente 8h30-17h30

Skydive
Salto duplo de pára-quedas a 20 mil pés, com 30 segundos de queda livre e 7 a
8 minutos de pára-quedas aberto, com vista para Itaipu e -- bem ao longe -- as
Cataratas. Esse é o programa do Skydive Foz, que usa como base uma pista
de pouso que fica no caminho do Templo Budista (que é um ótimo
complemento do passeio, depois do salto). A atividade dura em média 3 horas.
Depois de fazer o check-in no horário marcado, é preciso conferir as condições
atmosféricas. Depois de decolar, o aviãozinho leva 20 minutos até atingir o
ponto do salto. Depois de voltar à base, é preciso esperar mais uns 30 minutos
até que suas fotos e vídeo sejam editados.

Skydive Foz
 Endereço: R. Ângela Aparecida Andrade, 97, Jardim Porto Belo
 Telefone: (45) 99916-0162
 Horários: abre diariamente 8h-pôr do sol
 Vôo duplo com instrutor: 590 reais por pessoa
o Pessoas pesando entre 95 kg e 130 kg precisam passar por avaliação

Sou seguidor antigo de vcs há muitos anos. Não viajo sem checar suas dicas. Só atualizando: duas coisas sobre o passeio a Itaipú: O circuito especial é

muito bom, recomendo ! Mas se não estiver de sapato fechado e calça/bermuda abaixo do joelho, não entra. E também o preço teve um aumento absurdo

há uma semana, passou para cerca de RS 130,00. Grande abraço.

- Puerto Iguazú: The Argentine Experience vale muito a pena. Um dos pontos altos da viagem. O Duty Free, que na verdade fica antes da Aduana pra

entrar na Argentina, é um passeio interessante, um dos free shops mais legais que já vi, decoração muito bacana. Mas os preços são normais, não vi

nada de barato - dá no mesmo comprar no shopping.

- Foz: dei uma passada na Mesquita - legal mas só se precisar "encher" seu dia com mais algum passeio. Em frente tem uma doceria árabe famosinha
muito boa pra tomar um café.

- Itaipu: Circuito Especial é bacana. Também conheci o Polo Astronômico, mas achei a resolução do planetário muito baixa. Me pareceu mais interessante

o Refúgio Biológico, mas não tive a oportunidade de ir.

- Restaurantes em Foz: melhor árabe que já comi foi o Castelo Libanês, pra quem gosta é imperdível. Também recomendo o Indian Lounge.

- Marco das 3 Fronteiras: fui na esperança de jantar por lá, mas o restaurante era um quilão (bife, arroz, batata frita e similares). Recomendaria ir lá para o

pôr do sol, conhecer o local, mas não deixaria para comer lá. Dá pra emitir vouchers para entrada gratuita com pontos do Km de Vantagens.

Jorge Luis24.mar.2019 às 17:59PermalinkResponder

Vou viajar em abril para foz do Iguaçu e estou em dúvida do certificado internacional da febre amarela, é obrigatório para entrar no Paraguay e na

Argentina ou não?

A Bóia24.mar.2019 às 18:05PermalinkResponder

Olá, Jorge! Você precisa da vacina para se proteger da febre amarela aí mesmo na cidade onde você mora. Vacine-se e emita o certificado de vacinação

internacional que será útil em muitas viagens. Nesta, porém, você não vai precisar.

Você também pode gostar