Você está na página 1de 57

Universidade Estadual do Ceará

Patologia Geral
Nutrição

Prof. Daniel Gurgel
INTRODUÇÃO À PATOLOGIA
INTRODUÇÃO –– CONCEITOS IMPORTANTES
INTRODUÇÃO 

A Patologia é, literalmente, 
o estudo
estudo
t d (logos)
(l ) do sofrimento
d sofrimento
fi t (pathos)
( th )

ABRANGE

Ciência  Prática 
Básica Clínica

Ciência que estuda as doenças, as causas das doenças e 
Ciência que estuda as doenças as causas das doenças e
as mudanças estruturais e funcionais que as acompanham
INTRODUÇÃO À PATOLOGIA
INTRODUÇÃO –– CONCEITOS IMPORTANTES
INTRODUÇÃO 

Conseqüências funcionais  Etiologia Intrínsecas


das alterações morfológicas Causa
Adquiridas

Significado  Base da 
Clínico Patogenia
Patologia

Alterações estruturais  Mecanismos de seu 
induzidas nas células  Alterações  desenvolvimento
e nos órgãos Morfológicas
Sinais Sintomas
INTRODUÇÃO À PATOLOGIA
INTRODUÇÃO –– CONCEITOS IMPORTANTES
INTRODUÇÃO 

Técnicas
Moleculares Morfológicas

Microbiológicas Imunológicas

Compreensão das alterações: Causas e Motivos 
™ Bioquímicas
í d Si i Si t
dos Sinais e Sintomas 
™ Estruturais apresentados pelos pacientes
™ Funcionais
(CÉLULAS | TECIDOS | ÓRGÃOS)

Base racional para abordagem clínica e para TRATAMENTO
INTRODUÇÃO À PATOLOGIA
INTRODUÇÃO –– CONCEITOS IMPORTANTES
INTRODUÇÃO 

Tradicionalmente a disciplina é dividida em:

Patologia Geral
Patologia Geral Patologia Sistêmica
Patologia Sistêmica

Enfoca as respostas 
Examina as 
fundamentais 
respostas
respostas 
das células 
específicas 
e dos tecidos 
de órgãos
de órgãos 
aos estímulos 
especializados
patológicos
INTRODUÇÃO À PATOLOGIA
INTRODUÇÃO –– CONCEITOS IMPORTANTES
INTRODUÇÃO 

“Saúde é 
é um estado de completo bem
um estado de completo bem‐‐estar físico, 
mental e social e não apenas a ausência de doença”
mental e social, e não apenas a ausência de doença”
OMS, 2008

“Doença é 
é um estado de mal
um estado de mal‐‐estar físico, 
mental e social”
OMS, 2008
INTRODUÇÃO À PATOLOGIA
INTRODUÇÃO –– CONCEITOS IMPORTANTES
INTRODUÇÃO 

Qualquer fenômeno de caráter subjetivo
Qualquer fenômeno de caráter subjetivo
provocado no organismo por uma doença, 
SINTOMAS e que, descritos pelo paciente, auxiliam
e que, descritos pelo paciente, auxiliam, , 
em
em maior ou menor grau, a estabelecer 
em maior ou menor grau, 
maior ou menor grau a estabelecer 
a estabelecer
um diagnóstico

SINAIS Manifestação objetiva
Manifestação objetiva de estado mórbido
INTRODUÇÃO À PATOLOGIA
INTRODUÇÃO –– CONCEITOS IMPORTANTES
INTRODUÇÃO 

Consideramos duas classes principais de fatores etiológicos:
p p f g

Intrínsecos ou 
í
Genéticos

Infeccioso
Nutricional
Adquiridos Físico
Químico
INTRODUÇÃO À PATOLOGIA
INTRODUÇÃO –– CONCEITOS IMPORTANTES
INTRODUÇÃO 

Isquemia Hipóxia Anóxia

Toxinas Infeccioso
Radiação
Nutricional
B té i
Bactérias Físico
Químico Traumas
Vírus

Temperaturas Elevadas Reações Inflamatórias Radicais Livres


INTRODUÇÃO À PATOLOGIA
INTRODUÇÃO –– CONCEITOS IMPORTANTES
INTRODUÇÃO 

A Patogenia se refere à 
A
A Patogenia se refere à seqüência de eventos da resposta 
Patogenia se refere à seqüência de eventos da resposta das 
seqüência de eventos da resposta das 
das
células ou dos tecidos ao agente etiológico, desde o 
estímulo inicial até a 
até a expressão final 
expressão final da doença em si
da doença em si

9 É objetivo de muitos estudos científicos!

Bioquímico
Fibrose  Imunológico
MECANISMO
Cística Morfológico
g
Funcional
INTRODUÇÃO À PATOLOGIA
INTRODUÇÃO –– CONCEITOS IMPORTANTES
INTRODUÇÃO 

As alterações morfológicas referem‐se às alterações 
As alterações morfológicas referem‐
ESTRUTURAIS nas células ou nos tecidos que 
él l id
são característicos 
são característicos da doença ou 
da doença ou levam 
levam 
ao diagnóstico do processo etiológico
ao diagnóstico do processo etiológico
ao diagnóstico  do processo etiológico
INTRODUÇÃO À PATOLOGIA
INTRODUÇÃO –– CONCEITOS IMPORTANTES
INTRODUÇÃO 

Alterações Morfológicas  Æ Consequências Funcionais
Alterações Morfológicas  Æ

Características Clínicas
Características Clínicas

Prognóstico

“Todas as formas de lesões aos órgãos começam 
com alterações moleculares ou estruturais”
com alterações moleculares ou estruturais
ç ”
Rudolph Virchow, séc. XIX
INTRODUÇÃO À PATOLOGIA
INTRODUÇÃO –– CONCEITOS IMPORTANTES
INTRODUÇÃO 

A natureza das alterações morfológicas e sua distribuição 
nos diversos órgãos ou tecidos influencia a função normal 
nos diversos órgãos ou tecidos influencia a função normal 
e determina as características clínicas 
e determina as 
d i características clínicas (sinais e sintomas), 
í i lí i (i i
(sinais e sintomas), 
i )
curso e prognóstico de uma doença
INTRODUÇÃO À PATOLOGIA
INTRODUÇÃO –– CONCEITOS IMPORTANTES
INTRODUÇÃO 

Uma célula é capaz de lidar com exigências fisiológicas normais, 
mantendo um estado 
mantendo um estado estável
estável conhecido como 
conhecido como HOMEOSTASIA
HOMEOSTASIA
INTRODUÇÃO À PATOLOGIA
INTRODUÇÃO –– CONCEITOS IMPORTANTES
INTRODUÇÃO 

Preservando a 
viabilidade da 
Alcançando  él l
célula e 
novos estágios de  modulando sua 
estabilidade função 
conforme ela 
ADAPTAÇÕES 
Õ responde a tais 
CELULARES estímulos
* Fisiológicas
*M f ló i
*Morfológicas
Estresse 
fisiológico mais 
severo ou 
alguns 
estímulos 
patológicos
INTRODUÇÃO À PATOLOGIA
INTRODUÇÃO –– CONCEITOS IMPORTANTES
INTRODUÇÃO 

Célula Normal
Cél l N l Reversível ?
(Homeostasia)
Estresse
Estresse, 
aumento da  Estímulo
demanda Nocivo

L ã C l l
Lesão Celular
ADAPTAÇÃO Incapacidade para Morte Celular
se adaptar
p
INTRODUÇÃO À PATOLOGIA
INTRODUÇÃO –– CONCEITOS IMPORTANTES
INTRODUÇÃO 

Modificações que ocorrem para que 
Regressiva a célula possa suportar  estímulos! Progressiva
Catabólica Anabólica
Passiva Ativa

M t b li
Metabolismo reduzido
d id M t b li
Metabolismo e 
e função celular  função celulares 
diminuída ou abolida aumentadas 

Degenerações
Atrofia
M t C l l
Morte Celular
INTRODUÇÃO À PATOLOGIA
INTRODUÇÃO –– CONCEITOS IMPORTANTES
INTRODUÇÃO 

Modificações da estrutura citoplasmática
DEGENERAÇÕES e nuclear com conseqüente DIMINUIÇÃO
e nuclear com conseqüente DIMINUIÇÃO
da FUNÇÃO CELULAR
da FUNÇÃO CELULAR

Dos Pigmentos

Dos Carboidratos
Distúrbio do 
metabolismo Mineral

Lipídico

Protéico
INTRODUÇÃO À PATOLOGIA
INTRODUÇÃO –– CONCEITOS IMPORTANTES
INTRODUÇÃO 

ATROFIA Redução no TAMANHO
TAMANHO e na FUNÇÃO
FUNÇÃO da célula
INTRODUÇÃO À PATOLOGIA
INTRODUÇÃO –– CONCEITOS IMPORTANTES
INTRODUÇÃO 

MORTE CELULAR Resultado final da lesão celular
Essencial para manutenção da homeostasia

Ocorre após estresses anormais
NECROSE (Isquemia, Lesão Química)
É SEMPRE PATOLÓGICA

Ocorre quando a célula morre
APOPTOSE devido à ativação de um programa
de suicídio controlado internamente
INTRODUÇÃO À PATOLOGIA
INTRODUÇÃO –– CONCEITOS IMPORTANTES
INTRODUÇÃO 

As células respondem ao aumento da demanda 
As células respondem ao aumento da demanda
e ao estímulo externo por meio da HIPERPLASIA
e da HIPERTROFIA, , e respondem à redução de 
p ç
nutrientes e de fatores de crescimento pela ATROFIA

Em algumas situações as células mudam de um tipo
para outro, processo conhecido como METAPLASIA
INTRODUÇÃO À PATOLOGIA
INTRODUÇÃO –– CONCEITOS IMPORTANTES
INTRODUÇÃO 

HIPERPLASIA É um aumento do NÚMERO
NÚMERO de células 
de um órgão ou tecido, geralmente
resultando em aumento do seu volume

• Ocorre se as células forem capazes de 
O él l f d
sintetizar DNA (mitose – divisão celular)

• Pode ser fisiológica ou patológica
P d fi i ló i t ló i

• Cicatrização
• Crescimento Uterino ‐ Gravidez
• Mama Feminina na Puberdade
• Hiperplasia Prostática Benigna
MICROSCOPIA Hiperplasia dos 
Alvéolos Prostáticos
INTRODUÇÃO À PATOLOGIA
INTRODUÇÃO –– CONCEITOS IMPORTANTES
INTRODUÇÃO 

ÉÉ um aumento no TAMANHO das células, 
TAMANHO d él l
HIPERTROFIA resultando em aumento no tamanho do órgão 

• A hipertrofia envolve o aumento 
do volume celular sem que
do volume celular sem que 
ocorra divisão celular

• Sendo assim, o órgão não tem 
S d i ó ã ã t
nenhuma célula nova, 
somente células maiores

• Fisiológica ou Patológica

• Gravidez
• Seios durante a amamentação
INTRODUÇÃO À PATOLOGIA
INTRODUÇÃO –– CONCEITOS IMPORTANTES
INTRODUÇÃO 

É uma alteração reversível na qual um tipo 
METAPLASIA de célula adulta é SUBSTITUÍDA
SUBSTITUÍDA por outro 
tipo de célula também adulta
tipo de célula também adulta

Célula 
Escamosa

Célula Colunar 
Especializada
Epitélio Respiratório Normal  Metaplasia Escamosa Secundária à Infecção Crônica

Epitélio Colunar Ciliado Epitélio Escamoso  Estratificado
INTRODUÇÃO À PATOLOGIA
INTRODUÇÃO –– CONCEITOS IMPORTANTES
INTRODUÇÃO 

NEOPLASIA Significa, literalmente, o processo 
(Neoplasma) de um “novo crescimento”

CÂNCER é o termo comum para todos os tumores MALIGNOS


CÂNCER é o termo comum para todos os tumores MALIGNOS

“Um neoplasma é uma massa ANORMAL
ANORMAL de tecido, 
cujo crescimento ULTRAPASSA
ULTRAPASSA e não é coordenado 
com o dos tecidos normais e persiste da mesma
com o dos tecidos normais e persiste da mesma 
maneira EXCESSIVA
EXCESSIVA depois da interrupção dos 
est u os que de a o ge à uda ça
estímulos que deram origem à mudança”
Willis, oncologista  Britânico
INTRODUÇÃO À PATOLOGIA
INTRODUÇÃO À PATOLOGIA
INTRODUÇÃO –– CONCEITOS IMPORTANTES
INTRODUÇÃO 

Acontece quando as células que são submetidas a 
estresses severos NÃO são mais capazes 
estresses severos NÃO são mais capazes de se adaptar
de se adaptar
REVERSÍVEL
REVERSÍVEL | IRREVERSÍVEL | MORTE
REVERSÍVEL | IRREVERSÍVEL | 
| IRREVERSÍVEL | MORTE
INTRODUÇÃO À PATOLOGIA
INTRODUÇÃO –– CONCEITOS IMPORTANTES
INTRODUÇÃO 

Celulares

Inflamação Intersticiais

LESÕES

Alterações  Distúrbios da 
da inervação
da inervação Circulação
INTRODUÇÃO À PATOLOGIA
INTRODUÇÃO –– CONCEITOS IMPORTANTES
INTRODUÇÃO 

REVERSÍVEIS IRREVERSÍVEIS

Tipo de Célula
p
Funcionalidade
Duração
Intensidade
Tipo de estímulo lesivo
INTRODUÇÃO À PATOLOGIA
INTRODUÇÃO –– CONCEITOS IMPORTANTES
INTRODUÇÃO 

IRREVERSÍVEIS REVERSÍVEIS

Com a progressão do 
Com a progressão Cessado o estímulo 
d
dano, a lesão torna‐
dano, a lesão torna
l ã ‐se  agressor tendem
agressor  tendem
d
irreversível e a células,  a ficar normais
então, não tem mais 
como se recuperar
Células que sofreram 
l õ i
lesões irreversíveis 
í i
geram alterações  NECROSE
morfológicas que são 
conhecidas como  APOPTOSE
MORTE CELULAR
INTRODUÇÃO À PATOLOGIA
INTRODUÇÃO –– CONCEITOS IMPORTANTES
INTRODUÇÃO 

Envolvem a matrix extracelular
Envolvem a matrix extracelular

Englobam as 
modificações da 
ç
substância fundamental 
amorfa e das fibras 
elásticas colágenas
elásticas, colágenas 
e reticulares
INTRODUÇÃO À PATOLOGIA
INTRODUÇÃO –– CONCEITOS IMPORTANTES
INTRODUÇÃO 

Incluem:

• Parada (Isquemia) 
• Aumento ((Hiperemia) 
p )
• Diminuição (Oligoemia) 

• Coagulação Vascular
Coagulação Vascular
(TROMBOSE)
• Oclusão Vascular
(EMBOLIA)

• Hemorragia
• Edema
INTRODUÇÃO À PATOLOGIA
INTRODUÇÃO –– CONCEITOS IMPORTANTES
INTRODUÇÃO 

Lesão mais complexa e envolve 
todos os componentes teciduais
todos os componentes teciduais

“A inflamação é uma reação complexa a vários 
agentes nocivos como os microrganismos
agentes nocivos, como os microrganismos 
e células danificadas, geralmente necróticas, 
que consiste de resposta vasculares, migração
que consiste de resposta vasculares migração
e ativação de leucócitos e reações sistêmicas”
INTRODUÇÃO À PATOLOGIA
INTRODUÇÃO –– CONCEITOS IMPORTANTES
INTRODUÇÃO 

Imuno‐
Imuno‐ Cultura
Cultura 
Morfológico
histoquímica Celular

Métodos de Estudo

Biologia 
Citometria Morfometria
Molecular
INTRODUÇÃO À PATOLOGIA
INTRODUÇÃO –– CONCEITOS IMPORTANTES
INTRODUÇÃO 

Estudo Morfológico

A forma tradicional de análise em Patologia é feita a partir 
do estudo macroscópico e microscópico
do estudo macroscópico e microscópico da doenças 
da doenças

Vários tipos 
p
de amostras 
podem ser 
analisadas
INTRODUÇÃO À PATOLOGIA
INTRODUÇÃO –– CONCEITOS IMPORTANTES
INTRODUÇÃO 

Estudo Morfológico
Exame Citológico

Importante meio de diagnóstico, sobretudo 
das neoplasias e suas lesões precursoras

EXAME COLPOCITOLÓGICO

Também utilizados para detecção  
de agentes infecciosos e parasitários
de agentes infecciosos e parasitários

Material Utilizado: Raspados de pele ou mucosa, 
Material Utilizado: Raspados de pele ou mucosa
secreções, líquidos,   punção aspirativa.
INTRODUÇÃO À PATOLOGIA
INTRODUÇÃO –– CONCEITOS IMPORTANTES
INTRODUÇÃO 

Estudo Morfológico
Demais Exames

A
Anatomopatológicos de Biópsias ou Peças Cirúrgicas
ló i d Bió i P Ci ú i

DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO
INTRODUÇÃO À PATOLOGIA
INTRODUÇÃO –– CONCEITOS IMPORTANTES
INTRODUÇÃO 

Estudo Morfológico

Exames post mortem sistemático de órgãos 


ou parte deles para determinar causa da morte
ou parte deles para determinar causa da morte

NECRÓPSIA AUTÓPSIA

Causa da morte, acompanhada
Pesquisa e Ensino
q de coleta de sangue e secreções
de coleta de sangue e secreções
INTRODUÇÃO À PATOLOGIA
INTRODUÇÃO –– CONCEITOS IMPORTANTES
INTRODUÇÃO 

Imunohistoquímica
Utiliza Ac como reagentes específicos para
detecção de Ag presente em células e tecidos

A imunohistoquímica envolve anticorpos de espécie 
pré‐‐definidas
pré definidas com sistema de alta sensibilidade 
com sistema de alta sensibilidade
de detecção, o que resulta numa reação com 
um produto colorido quando observado ao microscópio 
INTRODUÇÃO À PATOLOGIA
INTRODUÇÃO –– CONCEITOS IMPORTANTES
INTRODUÇÃO 

Cultura de Células

Consiste na manutenção e/ou multiplicação 
Consiste na manutenção e/ou multiplicação in  in vitro
vitro
de células vivas (vírus, microrganismos intracelulares...), 
para análise de seu comportamento e metabolismo

ANÁLISE

Genética Bioquímica Fisiológica Farmacológica


INTRODUÇÃO À PATOLOGIA
INTRODUÇÃO –– CONCEITOS IMPORTANTES
INTRODUÇÃO 

Morfometria

Utilização
Utilização de oculares micrometradas ou outros métodos 
de oculares micrometradas ou outros métodos
para medições das DIMENSÕES
para medições das  DIMENSÕES de tecidos, células ou 
seus constituintes normais ou patológicos

Hoje existem  programas computadorizados 
de análise de imagens com maior eficiência
INTRODUÇÃO À PATOLOGIA
INTRODUÇÃO –– CONCEITOS IMPORTANTES
INTRODUÇÃO 

Biologia Molecular

Principalmente para análise de DNA e RNA

Reação em Cadeia da Polimerase

É um método de AMPLIFICAÇÃO
(de criação de múltiplas cópias) de 
DNA  sem o uso de um organismo vivo

• Criação de organismos transgênicos Máquina de PCR (Reação 
Máquina de PCR (Reação 
(Reação
• Testes de Paternidade em Cadeia da Polimerase)
• Resolução de Crimes