Você está na página 1de 3

Teatro de fantoches Folclore

O redemoinho mágico
Contar histórias sobre o nosso Folclore é reviver tradições! Por isso hoje conto para
vocês uma história diferente de todas que já ouviram sobre o Saci Pererê! Aquele saci que só
vive para assustar os outros, espantar os animais, fazer medo em todos já era mesmo! Agora
ouçam com atenção a História de um Saci bem diferente! Com vocês, “O REDEMOINHO
MÁGICO”!

O redemoinho mágico

NARRADOR- Em um lugarejo chamado Gorro Vermelho existe um lindo menino que é muito
estudioso e feliz: É o Saci Pererê - que vive alegrando a todos, com seus ensinamentos que
foram passados por seu avô, o Velho Sacizão!
SACI- Olá, pessoal! Eu sou o Saci-Pererê! Sou um personagem do nosso folclore brasileiro. Vcs
já ouviram falar de mim?
SACISÃO! E eu sou o Sr. Sacisão! Eu sou o avô do Saci-Pererê!Vocês sabiam que todos os dias
na minha casa a gente se reúne para contar e ouvir muitas histórias que já se passaram há
muito tempo, mas que são valiosas nos dias atuais de Saci Pererê?
SACI- Pois é, vovô... Esse momento também é proporcionado para que a nossa família se
reúna e conte como foi o seu dia! Vovô, conta para os nossos amiguinhos a história de como
era o Saci na sua época...

SACIZÃO “- Saci, no meu tempo o Saci Pererê era um moleque muito atrevido, ele era negro e
de narizinho em pé. O Saci-Pererê era uma lenda e possuia apenas uma perna, assim como
você e usava um gorro vermelho. Além de tudo, ele vivia assustando todo esse povoado...
SACI- Sério, vovô? Nem consigo imaginar uma coisa dessas... Não consigo imaginar que o saci
era assustador!
SACIZÃO- Sim... O saci usava cachimbo e as pessoas tinham horror só de pensarem no cheiro
do cachimbo do Saci Pererê, pois era tão forte que todos podiam sentir o odor da fumaça de
seu cachimbo.

SACI- Ecaaa... Só de pensar no cheiro, já fico enjoado...

SACIZÃO- Quando isso acontecia, todos já corriam para suas árvores a procura de proteção,
pois o moleque era mesmo danado! Espantava os animais, assustava a todos com seu assobio
forte e aterrorizador...

SACI- Eu lembro que o senhor me falou que os sacis brincavam de esconder todos os objetos
que as pessoas mais achavam importante ( e que elas levavam dias para encontrá-los.) Ele
entrava nas casas e apagava o fogo, fazia queimar as comidas das panelas, secava a água das
vasilhas... Eta moleque difícil, vovô!
SACIZÃO- Sim, saci! Eles eram terríveis... Segundo a lenda, o Saci estava nos redemoinhos de
vento e podia ser capturado jogando uma peneira sobre os redemoinhos. Mas os anos foram
se passando, as pessoas começaram a estudar mais, conhecer o ser humano como um ser
iluminado, então o saci Pererê arteiro foi perdendo sua vez nas travessuras.
SACI- Ai, Dou graças a Deus por isso ter acontecido, sabe? O saci é um personagem muito
importante do nosso folclore brasileiro, não pode ficar fazendo coisas feias e travessuras por
aÍ! Se fizermos o bem, a vida fica mais bonita, alegre e harmoniosa. Não é pessoal?
SACIZÃO- Por isso, Saci, desejo que sempre siga o caminho do amor, da harmonia, sempre em
suas ações proporcionando paz, ajuda a todos o que encontrar pelo caminho de sua vida.
SACI-Eu faço sempre isso, vovô!
SACIZÃO- Conte-me então o que tem feito para ser um Saci Pererê bonzinho, conte-me, estou
muito curioso meu neto querido!”

SACI- -Vovô, sigo seus conselhos: Ao me levantar, olho para o céu e agradeço à Deus por mais
um dia maravilhoso que me presenteou! Faço meu lanche e vou para escola, pois o estudo é
muito importante em minha vida!
SACIZÃO- Isso mesmo! Devemos sempre dar o exemplo!

SACI- Sabe, vovô, aqueles alunos que gostam muito de fazer bagunça, não cumprem com os
deveres de sala? Sempre levo palavras amigas, explico que o estudo faz de nós todos pessoas
de valor. No entanto, devemos obedecer a nossa professora e respeitar todos os nossos
coleguinhas.

SACIZÃO- Muito bem, saci! Eu me orgulho de você!


SACI-Vovô, outro dia quando fui correr na hora do recreio, meu redemoinho apareceu!
Confesso que fiquei preocupado das outras crianças terem medo de mim, mas isso não
aconteceu porque descobri que meu redemoinho é mágico, vovô!

SACIZÃO- Redemoinho mágico? Como assim, Saci?

SACI- Aconteceu o seguinte, vovô: - Os meninos estavam brincando de pique comigo, mas eles
corriam mais do que eu. Quando fui me esforçar para correr na velocidade deles, vi meu
redemoinho acontecer: rodava rapidamente e fazia um barulho bem forte! Um menino ouviu
o barulho do redemoinho e olhou para trás para ver o que era. Acredita, vovô que o menino
começou a cair e nesse instante o redemoinho saiu de perto de meus pés e começou a
levantar o corpo do meu amigo Rodrigo , levantando-o e elevando-o bem alto! Toda a turma
ficou de boca aberta, vovô! Depois disso, o redemoinho foi perdendo sua força e colocou
Rodrigo no chão bem levemente, sem nenhum arranhão! Todos bateram palmas para mim,
vovô, fiquei muito orgulhoso mesmo!Depois desse dia, sempre quando vejo algo que seja
ruim, sei que meu redemoinho aparecerá para fazer o bem.
SACIZÃO- Sim, estou feliz por ouvir tudo isso! Primeiro porque você está fazendo o bem e
compartilhando com outras pessoas. Assim que deve ser a vida! Segundo, porque o Saci
Pererê está evoluindo! Parabéns, Saci Pererê! Continue utilizando seu REDEMOINHO MÁGICO
para grandes mágicas do viver! Assim, o Folclore da vida será marcado por uma existência de
amor! Dê cá um abraço, meu netinho lindo!