Você está na página 1de 5

PROBLEMAS DE COMBUSTÃO

(LISTA PROPOSTA PARA ESTUDO)

1) Considere uma indústria que utiliza gás natural como insumo energético num forno de processo.
Sabe-se que o forno está preparado para funcionar com outros combustíveis como GLP e
Biogás. Faça uma análise comparativa sobre a emissão de CO2 considerando que o carbono do
combustível é totalmente oxidado e indique qual o percentual para mais ou para menos da
massa de CO2 tomando como base de comparação o Gás Natural. Para esta análise utilize as
seguintes informações: Entalpia de formação do C3H8 (-103847 kJ/kmol); Entalpia de formação
do C4H10 (-124733 kJ/kmol)

Composição percentual volumétrica (CPV) do Gás Natural


CO2 CH4 C2H6 C3H8 N2 PCI
0,5 90,8 6,1 1,2 1,4 47900 kJ/kg

CPV do GLP CPV do Biogás

C3H8 C4H10 PCI CH4 CO2 N2 O2 PCI


40 60 ???? kJ/kg 50 35 10 5 24800 kJ/kg

2) Considere uma biomassa cuja composição base mássica é dada na tabela abaixo. Para essa
biomassa foi determinado o seu poder calorifico superior numa bomba calorimétrica e o valor
obtido foi de 18635 kJ/kg. Sabemos que a reação na bomba calorimétrica foi realizada com
oxigênio puro e numa pressão de 30bar o que garante excesso de oxigênio para a reação
completa do combustível. Determinar;

a) O Poder Calorifico Inferior a partir do dado experimental do PCS obtido no Calorímetro.


b) O percentual de excesso de Oxigênio durante o experimento se o vaso de reação tem um
volume útil de 260ml e a massa utilizada no experimento foi de 0,8626g.
c) O valor numérico do PCI obtido através da aplicação da primeira lei em sistemas reagentes.
Comparar com o valor obtido no item (a).

Carbono Hidrogênio Oxigênio Umidade


(C) (H2) (O2) (H2O) Cinzas
36,0 5,9 43,2 10,8 4,1

3) A análise molar base seca dos produtos da combustão da queima de um hidrocarboneto CXHY
indica 12,37% de CO2, 0,87% de CO, 2,47% de O2 e 84,29% de N2. Para estas condições
determine;

a) Qual a razão molar entre o hidrogênio e o carbono do Hidrocarboneto.


b) A reação foi realizada com excesso ou falta de ar? Determine o percentual de excesso ou
falta de ar.

4) Considere que carvão mineral, cuja composição percentual mássica é indicada na tabela, é
queimado numa fornalha do gerador de vapor de uma planta termoelétrica com 25% de excesso de
ar. Uma medição da temperatura dos gases da combustão na saída da fornalha indica 227ºC. O
combustível entra na caldeira a 25ºC enquanto que o ar entra a 127ºC. A planta consome 15 ton/h de
vapor superaquecido a 6MPa e 350ºC enquanto que a água de alimentação entra no gerador a 40ºC e
6MPa. Sabe-se também que a fornalha perde 10% da energia térmica disponível pelas paredes,
determine:
a) O consumo mensal de carvão mineral considerando um funcionamento contínuo.
b) A eficiência térmica do gerador de vapor.
c) Se na planta realizam-se melhorias que correspondam a um acréscimo de 5% na sua eficiência
como isso repercute na redução de CO2 e quantos créditos de carbono poderia acumular em um
ano de operação?

Considerar que a entalpia de formação do dióxido de enxofre é (-279000 kJ/kmol) e o seu calor
específico médio a pressão constante é de 41,7 kJ/kmol K.

Composição mássica do carvão mineral


C H2 S O2 N2 Cinzas Umidade
77 4,8 0,5 4,7 2 5 6

5) A casca de coco apresenta uma composição percentual em massa dada a seguir;


Carbono Hidrogênio Oxigênio Nitrogênio Umidade Cinzas
(C) (H2) (O2) (N2)
42% 2% 29% 5% 12% 10%
Considerando que a casca de coco tem potencial para ser utilizado como combustível, determine;
a) A composição em massa, base seca, dos produtos da combustão para uma queima com 10%
de excesso de ar.
b) Se a combustão for realizada com 5% de falta de ar qual a razão em massa de CO/CO2 ?
c) Qual a quantidade de massa de ar por hora que deverá ser injetada numa fornalha de uma
caldeira que utiliza este combustível e que demanda uma potência térmica para produzir vapor
da ordem de 10MW (já considerando todas as perdas). Assumir que o poder calorífico inferior
do combustível é 16680 kJ/kg e que a combustão foi realizada com 10% de excesso de ar
(como no caso do item a).

6) Gás natural pode ser modelado de forma simplificada como sendo formado por 80% de Metano
(CH4) e 20% de Etano (C2H6).
a) Determine o poder calorífico inferior deste combustível.
b) Considerando que o valor latente de condensação da água seja 2442 kJ/kg de água, determinar o
poder calorífico superior.
c) Determinar a temperatura adiabática de chama.

Admitir que as entalpias de formação do Metano e do Etano sejam:


Metano = -74873 kJ/kmol e Etano = -84740 kJ/kmol

7) Um forno para reaquecimento de metais (figura) funciona queimando gás liquefeito de petróleo
(GLP) cuja composição molar pode ser tratada como sendo formada por 40% de Propano (C3H8) e
60% de Butano (C4H10). Considerando as condições de entrada e saída das peças de metal no forno
foi estimada uma demanda de potência térmica da ordem de 5700 kW (apenas para o processo) e
pelas características do forno perde-se pelas paredes uma quantidade da ordem de 250 kW térmico.
Admitindo que a combustão é realizada com 5% de excesso de ar e que a temperatura dos produtos
da combustão na saída do forno é igual a 527OC, determinar; [Para esta análise utilize as seguintes
informações: Entalpia de formação do C3H8 (-103847 kJ/kmol); Entalpia de formação do C4H10 (-
124733 kJ/kmol)]

a) O consumo de GLP (em kg/h)


b) A eficiência térmica do processo.
c) O Poder Calorifico Inferior do GLP.

8) Se no forno do problema anterior for sugerido como melhoria o pré-aquecimento do ar de


combustão com a energia residual nos produtos, de quanto seria a economia de combustível e de
emissões de CO2? Assumir que os produtos da combustão continuam saindo a 527OC e que o ar de
combustão entra no forno a 127 OC.

9) A análise molar base seca dos produtos da combustão da queima de um hidrocarboneto CXHY indica
12,37% de CO2, 0,87% de CO, 2,47% de O2 e 84,29% de N2. Para estas condições determine;

c) A relação de átomos (C/H) e o percentual de excesso ou falta de ar da reação de combustão


d) Para eliminar o CO dos produtos da combustão estes devem ser introduzidos junto com ar num
reator como mostrado na figura. Determinar a razão entre as vazões mássicas dos produtos e do
ar que entram no reator considerando que dados experimentais mostram uma fração molar de
10% de O2 e zero quantidade de CO na mistura gasosa na saída do reator (ponto 3).

10) Considere uma biomassa cuja composição base mássica é dada na tabela abaixo. Determine a
composição mássica dos produtos da combustão base seca para duas condições de queima desse
combustível;
a) Combustão com 15% de excesso de ar.
b) Combustão com 5% de falta de ar.

Carbono Hidrogênio Oxigênio Umidade Cinzas


36,0 5,9 43,2 10,8 4,1
Tabela: Propriedades de várias substâncias (gases perfeitos e entropia relativa a 0,1 MPa)