Você está na página 1de 14

Sociologia

Sugestões enviadas, ao longo do ano de 2012, pelas Subsecretarias Regionais de Educação


(SREs), para as adequações ao currículo de Sociologia da Rede Estadual de Ensino permitiram
observar importantes indicações para a estruturação do referido currículo. As sugestões
apontaram para a necessidade de um delineamento mais preciso dos eixos temáticos ou eixos
estruturadores, uma reestruturação das expectativas de aprendizagem e a necessidade de se
apontar, com clareza, indicações de conteúdos que possibilitem o processo ensino-
aprendizagem.

A proposta procurou contemplar as solicitações enviadas pelas SREs, bem como os Referenciais
Curriculares para o Ensino Médio – Seduc 2010, e a LDB 9394/1996. O Currículo que

284
Currículo Referência de Sociologia
apresentamos não está finalizado e sim aberto às adequações conforme necessidades que
surgirem ao longo do ano de 2013.

Assim espera-se que o Currículo Referência de Sociologia seja entendido como ponto de partida
para se iniciar os estudantes no processo de compreensão sociológica, o qual não pode ser
aplicado como um roteiro de conteúdos fixos a serem transmitidos em sala de aula. Desse modo,
espera-se que o ensino e a aprendizagem de tais conteúdos contribuam para que os estudantes
desenvolvam uma reflexão crítica sobre a sociedade onde estão inseridos, bem como do mundo
em sua complexidade, e, saibam exercer a sua cidadania fortalecendo a democracia.

285
Currículo Referência de Sociologia
1ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO

EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM EIXOS TEMÁTICOS CONTEÚDOS

 Diferenciar os conceitos de senso comum e conhecimento  Ciência e Senso Comum.


científico e compreender os princípios que tornam uma  Contexto Histórico do
abordagem sociológica diferente de uma abordagem de senso Surgimento da Sociologia.
comum.  Contradições da sociedade
 Compreender o surgimento da Sociologia no seu contexto moderna e a resposta
histórico - demonstrar compreensão e informação histórica sobre sociológica: o positivismo de
o contexto e o conteúdo do surgimento da sociologia como Auguste Comte; Cientificismo;
ciência. Organicismo; Evolucionismo.
 Compreender o homem como ser social e a subjetividade  Relação entre indivíduo e
individual como resultante da socialização. sociedade; sociabilidade e
1º BIMESTRE

Senso-comum e
 Compreender a relação entre o indivíduo e a sociedade, bem socialização; isolamento social.
Conhecimento Sociológico.
como as diferentes formas de sociabilidade.  Sociabilidade no ciberespaço.
Contexto Histórico do
 Compreender a diferença entre as categorias sociais utilizadas na
Surgimento da Sociologia.
convivência do dia a dia e aquelas desenvolvidas a partir de uma
O Campo da Sociologia.
atitude mais distanciada do contexto em que vivemos.
 Compreender que a civilidade é um dos mecanismos da
socialização que torna possível o convívio em sociedade –
diminui a violência e evita surpresas nas relações entre os
indivíduos.
 Compreender o papel das tecnologias de informação e
comunicação nas transformações da contemporaneidade, assim
como a sua importância na construção de novas formas de
sociabilidade e sua utilização como instrumento de controle
social.

286
Currículo Referência de Sociologia
1ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO

EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM EIXOS TEMÁTICOS CONTEÚDOS

 Estabelecer distinções entre fato individual – de  Consciência coletiva.


caráter biológico ou psicológico – e o fato social,  Fato Social (exterioridade, coercitividade e
associando esse último aos critérios definidos por generalidade).
2º BIMESTRE

Durkheim.  Objetividade do fato social e método sociológico.


 Analisar o processo de socialização do indivíduo, a A Sociologia de Émile  Estado como fato social.
partir do referencial teórico durkheimiano. Durkheim.  Normal e patológico.
 Entender a leitura que esse sociólogo fez da  Anomia social.
sociedade moderna, enfatizando o caráter de  A construção do método sociológico: a educação e o
integração exercido pela divisão do trabalho suicídio.
social.  Solidariedade orgânica e solidariedade mecânica.

EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM EIXOS TEMÁTICOS CONTEÚDOS

 Modo de produção: relações sociais de produção e


forças produtivas.
 Interpretar, em nível introdutório, as concepções
 Infraestrutura e superestrutura.
fundamentais de Marx sobre a estrutura e a
3º BIMESTRE

 A contradição social como fundamento da realidade


dinâmica das sociedades de classes, em geral, e
sociocultural.
da sociedade capitalista, em particular. Karl Marx e a crítica da
 A produção social em função da lógica do capital: a
 Interpretar, o significado da teoria marxista para sociedade capitalista.
mercantilização das relações sociais – mais-valia,
o entendimento das relações sociais no mundo
fetiche e reificação (sugestões).
moderno e o caráter original dessa teoria,
 A produção social como produção de valor; ciência e
centrado na noção de contradição.
tecnologia; desigualdade, alienação e conflito.
 Estado como resultado da luta de classes.

287
Currículo Referência de Sociologia
1ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO

EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM EIXOS TEMÁTICOS CONTEÚDOS

 Conceito de ação social, sentido,


compreensão, motivo.
 Método compreensivo.
 Familiarizar com a análise weberiana quanto aos
 Tipologia das ações sociais.
conceitos: Ação Social e Tipo Ideal; para estabelecer
 Relação Social – comunidade e sociedade.
uma leitura sociológica.
 Racionalização e desencantamento do
4º BIMESTRE

 Reconhecer o Método Compreensivo a partir da


mundo.
construção weberiana. Max Weber e a Teoria
 Ética Protestante e Espírito do capitalismo.
 Reconhecer em Weber o modo racional típico da Compreensiva da
 Tipos puros de dominação.
sociedade capitalista. Sociedade.
 Estado moderno como monopólio da
 Identificar e caracterizar em Weber os tipos de
norma jurídica e do uso legítimo e legal da
dominação: tradicional, carismática e racional.
violência.
 Identificar o Estado enquanto único agente detentor
 Aplicação da tipologia da dominação
legítimo do uso da violência.
weberiana para compreender a realidade
brasileira: clientelismo, coronelismo,
patrimonialismo, nepotismo e corrupção.

288
Currículo Referência de Sociologia
2ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO

EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM EIXOS TEMÁTICOS CONTEÚDOS

 Situar a origem e desenvolvimento da Sociologia no Brasil.  Geração de 1930: formação do


 Identificar as etapas da evolução da Sociologia, considerando a povo brasileiro e
influência dos fatores externos, relacionando-as com as desenvolvimento econômico
transformações do panorama político, cultural e econômico do brasileiro.
1º BIMESTRE

país.  Gerações de 1940 e 1950: a


 Entender a importância da elaboração de uma temática e de uma questão racial e a revolução
linha de interpretação sociológica de raízes nacionais. Sociologia no Brasil. burguesa no Brasil.
 Reconhecer a originalidade e a contribuição dos sociólogos  Teoria do Subdesenvolvimento
brasileiros à Sociologia do desenvolvimento. e Teoria da Dependência
Econômica.

EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM EIXOS TEMÁTICOS CONTEÚDOS

 Reconhecer a vida social e a participação do ser humano como  Comunidade e sociedade.


ser social.  Processos sociais.
 Realizar leitura sociológica da realidade na qual o indivíduo está  Grupos e agrupamentos sociais.
inserido e a complexidade de suas relações.  Estrutura e organização social.
Papéis sociais e status, e
2º BIMESTRE

 Perceber a importância do processo de inserção social na 


personalidade individual. minorias na estrutura e na
 Entender as relações sociais entre os indivíduos e o coletivo na A Sociedade e sua organização social.
sociedade complexa. Dinâmica.
 Entender as estreitas relações sociais criadas nas comunidades a
qual o indivíduo ou grupo participam.

289
Currículo Referência de Sociologia
2ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO

EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM EIXOS TEMÁTICOS CONTEÚDOS

 Estabelecer a relação entre a construção da identidade individual e o  Instituições sociais –


pertencimento aos diferentes grupos e instituições sociais. como a família, o
 Perceber a importância do processo de inserção social na personalidade Estado, a escola, a
individual. igreja, entre outros.
 Entender as relações sociais entre os indivíduos e o coletivo na sociedade  Estratificação social:
3º BIMESTRE

A Sociedade e sua
contemporânea. classes sociais, castas e
Dinâmica.
 Entender as estreitas relações sociais criadas nas comunidades a qual o estamentos.
indivíduo ou grupo participam.  Mobilidade social.
Identidade, Preconceito e
 Entender as diversas formas de estratificação e perceber a dinâmica da  O Movimento operário
Discriminação.
mobilidade social nas diferentes sociedades. e a transformação
 Identificar as principais formas de estratificação da sociedade brasileira e social, nos países
compreender a questão da desigualdade social no Brasil. capitalistas centrais e
 Analisar criticamente o movimento operário, o sindicalismo e a problemática no Brasil.
da superação da ordem capitalista.

EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM EIXOS TEMÁTICOS CONTEÚDOS

 Refletir sobre os processos de estigmatização e rotulação de determinados  Desigualdade social.


grupos e sujeitos sociais.  Mudanças sociais.
A Sociedade e sua
 Identificar as diferentes formas de preconceito, discriminação e intolerância,  Controle Social.
Dinâmica.
compreendendo suas inter-relações e sobredeterminações.
 Identificar os marcadores sociais da diferença na contemporaneidade e
4º BIMESTRE

Identidade, Preconceito e
perceber sua inter-relação na produção e reprodução das desigualdades.
Discriminação.
 Compreender, pelo ponto de vista sociológico, as diversas formas de
manifestação da violência.
Estratificação e
 Identificar as disputas territoriais e os processos de exclusão e segregação
Desigualdade.
sócioespacial que marcam a construção das cidades e os conflitos sociais.
 Distinguir as diferentes formas em que se manifesta a violência no meio
Formas de Violência e
rural e urbano e identificar o processo de criminalização da pobreza e dos
Criminalidade.
movimentos sociais.
 Compreender as diferentes formas de exercício do poder e da dominação.

290
Currículo Referência de Sociologia
3ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO

EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM EIXOS TEMÁTICOS CONTEÚDOS

 Compreender o conceito de etnocentrismo e as relações de poder nele  Conceito antropológico de


implicadas. cultura: a desnaturalização
 Compreender os problemas decorrentes da visão etnocêntrica e dos costumes.
relativizar as diferenças culturais.  Diversidade cultural:
 Analisar a produção cultural como um processo histórico marcado pela etnocentrismo e relativismo
diversidade, necessariamente negador dos determinismos biológico, cultural.
geográfico e do etnocentrismo.  Indústria Cultural.
1º BIMESTRE

 Refletir sobre a noção de ideologia como instrumento de poder e  A mídia e as comunicações


A Concepção
como construção social. de massa.
Antropológica de Cultura
 Entender como os padrões de consumo se relacionam com as  Consumo e alienação –
e a Diversidade Cultural.
posições sociais dos indivíduos. Ideologia.
Cultura e Consumo.
 Entender como o consumo se relaciona com o acesso aos bens e
serviços coletivos e com as desigualdades sociais e regionais.
 Entender as relações entre consumo e cidadania – os direitos e
deveres dos consumidores – e algumas questões éticas envolvidas no
ato de consumir.
Construir uma visão crítica da indústria cultural, reconhecendo as
diversas ideologias que a atravessam, bem como sua transformação
em cultura de massa.

291
Currículo Referência de Sociologia
3ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO

EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM EIXOS TEMÁTICOS CONTEÚDOS

 Identificar e compreender as formas legítimas de exercício de poder.  Formas de Governo:


 Identificar as diversas maneiras de organização do poder no Estado, República, Monarquia e
bem como as relações entre as esferas públicas e privada no Estado Anarquia.
Moderno.  Democracia Moderna:
 Conceituar democracia. formas direta e indireta de
Poder, Política e Estado.
 Identificar tensões entre os direitos e os deveres da cidadania e suas participação política.
A Democracia Moderna:
2º BIMESTRE

formas de participação (direta e indireta).  Democracia versus


Cidadania, Direitos e
 Distinguir um sistema político representativo de um autoritário. autoritarismo.
Deveres.
 Compreender a emergência de novos atores sociais.  Liberalismo e Socialismo.
Participação e
 Compreender o papel da participação política para o exercício da
Representação (os
cidadania.
problemas “da ação
 Compreender o papel da sociedade civil na construção de uma
coletiva”).
sociedade democrática.
 Compreender o processo histórico e sociopolítico de formação do
Estado brasileiro.
 Compreender o princípio da divisão dos poderes e a organização dos
sistemas partidário e eleitoral do Estado brasileiro.

292
Currículo Referência de Sociologia
3ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO

EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM EIXOS TEMÁTICOS CONTEÚDOS

 Compreender as formas de organização social das relações de trabalho  O trabalho visto como
em diferentes tempos históricos e culturas. protoforma1 de atividade
 Compreender a divisão social do trabalho e a coexistência de diferentes humana.
relações sociais de produção, com ênfase na divisão de classes no  Paradigmas
modo de produção capitalista. produtivistas e a
 Perceber a complexidade das transformações no mundo do trabalho e atualidade do método
refletir sobre as consequências dessas transformações no padrão de marxiano – taylorismo,
acumulação capitalista. fordismo e a produção
3º BIMESTRE

 Compreender e distinguir as diferentes manifestações de trabalho flexível - ênfase nos


Trabalho, Sociedade e
formal e informal no Brasil, com especial atenção às formas de modelos de gestão e
Capitalismo.
trabalho precarizado, infantil, escravo e análogo à escravidão. estratégias para
Relações de Trabalho.
 Entender a dinâmica do mercado de trabalho no Brasil relativamente produzir acréscimos de
aos marcadores sociais de diferença. produtividade.
 Identificar os processos de regulação e flexibilização das relações de  Direitos trabalhistas e
trabalho e compreender as especificidades do capitalismo brasileiro. flexibilização - trabalho
formal e informalidade
no Brasil.
 Mercado, economia,
emprego e desemprego
no Brasil e no mundo.

1
Protoforma: forma originária do ser social, que ocorre por meio da atividade do trabalho.

293
Currículo Referência de Sociologia
3ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO

EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM EIXOS TEMÁTICOS CONTEÚDOS

 Apontar aspectos que possam contribuir para a postura  Diferença entre gênero, sexo e
negadora das diferentes manifestações do preconceito, da sexualidade.
discriminação e da intolerância (raça, etnia, gênero e Identidade, Preconceito e  Os movimentos sociais de
culturas). Discriminação. minorias em busca de identidade
4º BIMESTRE

 Distinguir os efeitos de gênero de outros fatores que afetam e cidadania: Afrodescendentes;


diferenças ocupacionais e salariais no Brasil. Estratificação e Mulheres, LGBT, Ambientalistas,
 Identificar os processos de preconceito e discriminação em Desigualdade. MST, e mais aqueles que forem
relação às diversidades: étnica, racial, religiosa, sexual e pertinentes à realidade local.
social. Participação e Representação
 Entender os problemas sociais e seus reflexos para a (os problemas “da ação
mobilização de pessoas e grupos sociais dentro da sociedade. coletiva”).
 Identificar os paradigmas de sexo, sexualidade e gênero.

294
Currículo Referência de Sociologia
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS / Sugestões:

BRASIL. Congresso Nacional. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional - LDB. Lei nº 9.394/96.

BRASIL. MEC/SEB. Ensino Médio Inovador, 2009.

BRASIL. MEC/SEMTEC: Políticas Púbicas para a Educação Profissional e Tecnológica. Brasília, 2004. p.76.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Parecer n° 39, de 8 de dezembro de 2004.

BRASIL. Secretária de Educação Média e Tecnológica. Parâmetros Curriculares Nacionais- Ensino Médio, Brasília: MEC/SEMTEC, 2002.

BRASIL. MEC/SEMTEC. Educação profissional e tecnológica: Legislação básica, 2005.

BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais do Ensino Médio. Ciências humanas e suas tecnologias. Brasília: Ministério da Educação, 2000.

SAVIANI, Dermeval. Trabalho e Educação: fundamentos ontológicos e históricos. Revista Brasileira de Educação. V. 12, nº 34, jan/abr. 2007.

SOCIOLOGIA

ABRAMO, Helena W. Cenas Juvenis. Punks e darks no espetáculo urbano. São Paulo: Scritta, 1994.

ALVES, Branca Moreira, PITANGUY, Jaqueline. O que é feminismo? São Paulo: Brasiliense, 1982, Coleção Primeiros Passos.

ANDRADE, Elaine N. (Org.). Rap e educação. Rap é educação. São Paulo: Selo negro, 1999.

BERGER, Peter. L., O dossel sagrado: elementos para uma teoria sociológica da religião. – Religião e construção do mundo. São Paulo:
Paulinas, 1985.

295
Currículo Referência de Sociologia
BOMENY, Helena; FREIRE-MEDEIROS, Bianca. Tempos modernos, tempos de sociologia. São Paulo: Editora do Brasil, 2010.

CARMO, Paulo Sérgio do. O trabalho na economia global. São Paulo: Moderna, 2004.

CATTANI, Antonio David. Trabalho e Tecnologia – Dicionário crítico. Petrópolis: Vozes, 1999.

COHN, Gabriel (Org). Sociologia – Para ler os clássicos: Durkheim, Weber e Marx. Rio de Janeiro: Azougue editorial, 2005.

COSTA, Cristina. Sociologia: introdução à ciência da sociedade. São Paulo: Moderna, 2006.

DA MATTA, Roberto. Relativizando: uma introdução à antropologia social. Rio de Janeiro: Rocco, 2000.

DURKHEIM, Émile. Educação e Sociologia. São Paulo: Melhoramentos, 1978.

DURKHEIM, Émile. As regras do método sociológico. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1974.

FERNANDES, Florestan (Org.). Marx. Coleção grandes cientistas sociais. São Paulo: Ática, 1989.

FREUND, Julien. Sociologia de Max Weber, Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2006.

GIDDENS, A. Sociologia. São Paulo: Artmed. 2005.

GOMES, Nilma Lino, MUNANGA, Kabengele. O negro no Brasil hoje. São Paulo: Global, 2006.

GOMES, Nilma Lino. A mulher negra que vi de perto. Belo Horizonte: Mazza, 1995.

GONH, Maria da Glória. Educação Não-Formal e Cultura Política: impactos sobre o associativismo do terceiro setor. São Paulo: Cortez, 2001.

HOLANDA, Sérgio Buarque de. Raízes do Brasil. São Paulo: Cia das Letras, 1999.

IANNI, Otávio. A sociologia e o mundo moderno. Série Textos em Ciências Sociais. São Paulo: EDUC, 1988.

LARAIA , Roque. Cultura, um conceito antropológico. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2000.

296
Currículo Referência de Sociologia
MARTINS, Carlos Benedito. O que é Sociologia. São Paulo: Brasiliense, 1994.

MARX, Karl. ENGELS, Friederich. Manifesto do Partido Comunista. São Paulo: Global, 1986.

MARX, Karl. O Capital. São Paulo: Civilização Brasileira, 2001.

QUEIROZ, R. S. Não vi e não gostei: o fenômeno do preconceito. São Paulo: Scipione, 2001.

QUINTANEIRO, Tânia. Um toque de clássicos. Belo Horizonte: Editora da UFMG, 2002.

RIBEIRO, Júnior. O que é Positivismo. São Paulo: Brasiliense, 1986.

ROCHA, Everardo P. Guimarães. O que é Etnocentrismo? São Paulo: Ed. Brasiliense, 1986. (Coleção Primeiros Passos.)

SAINT-PIERRE. Héctor L. Max Weber: entre a paixão e a razão. Campinas: Ed. Unicamp, 1994.

SCHERER-WARREN, Ilse. Movimentos sociais – uma interpretação sociológica. Florianópolis: Ed. UFSC, 1987.

SCHWARCZ, Lilia Moritz. O espetáculo das raças – Cientistas, instituições e questão racial no Brasil. São Paulo: Cia das Letras, 2000.

SEYFERTH, Giralda et all. Racismo no Brasil. São Paulo: Petrópolis, 2002.

TOMAZI, Nelson Dácio. Sociologia para o ensino médio. São Paulo: Atual, 2007.

_______. Iniciação à Sociologia. São Paulo: Atual, 2000.

VÁRIOS AUTORES. Gênero e Educação – Caderno de apoio para a educadora e o educador. Coordenadoria especial da Mulher, Secretaria
Municipal de Educação. São Paulo: 2003.

VIANNA, Hermano. Galeras cariocas: territórios de conflitos e encontros culturais. Rio de Janeiro: Ed. UERJ, 2003.

WEBER, Max. Economia e sociedade. 5ª ed. Brasília: Editora UNB,1991.

297
Currículo Referência de Sociologia