Você está na página 1de 1

Cobertura e efetivação dos Direitos Humanos através da Mídia

União Internacional das Telecomunicações

República de Cuba
¡Patria o Muerte, Venceremos!
La Habana, 22 de abril de 2019,

A República de Cuba, assim como soleniza sua memorável admissão como Estado-
Membro na União Internacional das Telecomunicações em 15 de Janeiro de 1918,
celebra agora a possibilidade de se fazer presente nesta reunião de tamanha
importância ao povo cubano, que vêm sendo nas últimas décadas fortemente
impactado pela difusão das novas tecnologias de comunicação implantadas pela
Empresa de Telecomunicações de Cuba S.A. , a ETECSA.

Assim, criada em 28 de junho de 1994, a estatal ETECSA hoje é responsável, em


totalidade, pela telefonia móvel, internet e serviços de comunicação sem fio em geral.
Logo, trabalhamos para garantir, gradativamente, o acesso à rede a todos os cidadãos
cubanos, os quais conquistaram em 2017 o direito de obter internet em suas casas e
em diversos pontos de conexão wi-fi públicos, nas principais praças e localidades
cubanas. Ainda, em 2018 vale destacar a oferta de rede 3G à população, que doravante
os investimentos da ETECSA já pode desfrutar de conexão nos principais centros
urbanos. Ainda, vale salientar que recentemente, a estatal ETECSA firmou parceria com
a multinacional Google a fim de melhorar a conexão na ilha, visando solucionar
eventuais problemas de conexão.

Destarte, a República de Cuba reconhece que a manutenção dos Direitos Humanos


através da mídia é algo potencialmente alcançável mediante o investimento nas
telecomunicações, uma vez que a difusão do conhecimento desses Direitos auxiliaria a
identificação de possíveis infrações, as quais vão claramente contra o Artigo Primeiro
da Constituição da República Cubana, no tangente à liberdade política, a justiça social,
e o bem-estar individual.

Não obstante as críticas envolvendo a ETECSA, a República de Cuba, além de se


comprometer a se posicionar publicamente diante de quaisquer eventuais acusações,
reitera estar ciente da importância de difundir, sob sua supervisão, o acesso às
tecnologias de comunicação aos povo cubano e reafirma seu compromisso com a
manutenção e o desenvolvimento das telecomunicações na ilha, o qual é auxiliado pela
Universidad de Las Ciencias Informáticas, instituição mantida pelo Ministério de
Educação Superior Cubano.

Honrosamente e à serviço da República de Cuba,


Marcelo Antônio Cavalcante Fernandes.