Você está na página 1de 2

Baseado em Flick (2009)

Entrevista focalizada
Método de análise dos dados: A análise de dados pode ser através de geração de hipóteses para estudos
quantitativos posteriores, mas também a interpretação aprofundada das descobertas experimentais. A
interpretação não se fixa a um método específico, ainda que os procedimentos de codificação pareçam ser
mais apropriados.
Possibilidades e limitações: A competência situacional do entrevistador pode ampliar os resultados da
entrevista, principalmente através de treinamento. A limitação do método está nos critérios de condução, a
entrevista pode ser até de perguntas livres, mas o enfoque está num objetivo específico.

Entrevista semipadronizada
Método de análise dos dados: interpretação e análise de conteúdo.
A aplicação desta técnica consiste basicamente em dois momentos distintos de contato entre o entrevistador
e o entrevistado.
Num primeiro momento, numa entrevista são abordados diversos aspectos de um determinado tópico. Para
tal, três tipos de questionamentos são empregados:
1. Questões abertas: são introduzidos inicialmente os tópicos que se desejam obter detalhamentos. Espera-se
que os entrevistados consigam expressar nas respostas o conhecimento que eles já possuem a mão.
2. Questões controladas pela teoria e direcionadas para as hipóteses: Baseadas na fundamentação teórica
adotada pelo pesquisador sobre um tópico, estas questões buscam explicitar o conhecimento implícito do
entrevistado a respeito do tópico. Recomenda-se que estas questões sejam apresentadas ao entrevistado
como proposições que ele possa adotar ou recusar.
3. Questões confrontativas: buscam detalhar criticamente as teorias reveladas no discurso do entrevistado
até este momento.
Após este primeiro momento, e num período não superior a duas semanas, são feitas as transcrições da
entrevista e uma rápida análise de seu conteúdo.
Em um segundo momento, a Técnica da Disposição da Estrutura (TDE) é aplicada. Nesta técnica, os
conceitos oriundos do primeiro encontro com o entrevistado são apresentados em pequenos cartões com dois
objetivos:
1. Avaliar/Validar os conteúdos: se solicita ao entrevistado que ele avalie se os conceitos que ele apresentou
no primeiro momento estão corretamente representados nos cartões. Caso não estejam, o entrevistado tem a
liberdade de reformular, substituir ou eliminar o conteúdo dos cartões pelos que ele julgar mais apropriados.
2. Estruturar os conceitos aplicando as regras da TDE: Após o entrevistado estruturar a representação gráfica
da sua teoria subjetiva, é feita uma comparação entre as representações gráficas do entrevistado e a que o
entrevistador elaborou no intervalo entre os dois momentos.
Esta comparação tem por objetivo fazer com que o entrevistado confronte os pontos de vista e reflita
novamente sobre suas opiniões.
Possibilidades e limitações: adaptação das questões de pesquisa se necessário e dificuldade na interpretação
dos dados.

Entrevista centrada no problema


Método de análise dos dados: é baseado nos objetivos da investigação, com procedimentos de codificação,
aproveitando, principalmente a análise qualitativa do conteúdo. Pré entrevista com um questionário
precedente, a entrevista com gravador e guia de questões e pós-entrevista com um pós-escrito.
Possibilidades e limitações: critério da centralização do problema.

Entrevistas com especialistas


Método de análise dos dados: análise do conteúdo.
Possibilidades e limitações: problema de direcionamento, o conteúdo do entrevistado é mais importante que
o entrevistado em si, para maior sucesso é necessário que o entrevistador tenha conhecimento do tema.
Entrevista etnográfica
Método de análise dos dados: descrição densa da observação participante.
Possibilidades e limitações: dificuldade em moldar a conversa para manter-se alinhado com o assunto da
pesquisa.