Você está na página 1de 68
MT MOM CMa iM iL iy sre ms a aa demais !! G - quem jé nao ouviu esse termo! Quer seja nos noticisrios, quer seia nos telejornais.Ha quem id tenha ido aos encontros: Outros, simplesmente, notaram um ‘rupo de rds. 0, Culupiia, animais. Seu corpo é¢ todo : tanto pode ter pele colorido, coberto de penas, pelos é pintas. Suas grelhas so iguais as orelhas de jaguiatiricas. Possui pequenas garras e grandes dentes verdes. Poderes Poderes pode criar ilusdes, para confun Arimacao dos maltratados: 0 Caapora temo _invasores. Podem acontecereoisas, como. | poder de teanimar aninais mortos, aparecimento de filfias erradas, ou a criacao da Tnjustamente, pelos cacadores, para vingé-los. _ilusdod@/6uvir Haris © ver imagens de Avvoz da mata: Gragas 4 sua grande intimidade anjmaiga com a mata, 0 Caapofa pode imitar o ruido de Chamado do porco selvagem: os Curupiras podem | todos os animais gue vivem nela. convocar enormes porcos selvagens, para usar como montafia © para assustar os cagadares, 2 com Seus fortes berros (uma disputa entre o 28 nivel de poder contra a coragem dos que escutarem 0 utto). Fraquezas s Curupiras so muito violentos, podendo perder 0 controle com provocacdes (sempre que provocado, com muita'veemencia, deve resistir com coragem ou agir violentamente). Os Curupitas tambem sao repelidos por simbolos sagrados. Boto _ Maitas vezes as mulhetes ribeirinhas voltam gravidas, sem nenhuma explicagio, para as suas "casas. 05 respansaveis por tais acontecimentos S80 05 Botos, fadas com forma de golfinhos cor- de-rosa, que podem tomar formas de homens muito bonitos, Fm sua forma humana, a Gnica coisa que os catacteriza como botos, 6 um pequeno furo em suas costas. Poderes 0 feitico do amor: Os Botos encantam as mogas com sua aparéacia belissima, podendo assim, leva-las e engravidé-las (esse poder pode ser resistido, numa disputa de poder do boto contra coragem). 0 disfarce da beleza: os Botos podem mudar sua forma, de golfinho, para a de um homem muita linda! A transformacdo, no entanto, nao é€ perfeita, pois ele tem um pequeno furo nas Costas, 0 reflexo de sua imagem,em agua doce, mostra sua verdadeira forma. Em sua forma de Roto, ele consegue nadar muito. rapido, sendo praticamente impossivel persegui-lo. Fraquezas 05 Botos precisam viver uma paixao a cada lua cheia, Se nao conseguirem, ficam presos na forma humana até a proxima lua cheia, quando tem uma nova chance. Tara A Tata representa a voz das cachoeiras e a beleza da agua doce. Com longos cabelos verdes ou dourados, uma mulher muito bonita e com uma voz muito doce. Quando esta na agua doce, ao possui pernas, mas sim uma cauda de peixe de agua doce. Ela também tem orethas pontudas ese veste sempre com flores, Poderes O feitico da voz: Da mesma forma que os Botos encantam as mulheres com sua aparencia, as Taras encantam com sua linda yor. A vontade das aguas: As Taras sa0 as rainhas dos rios-ey portanto, podem, contrald-los com sila vontade, tornando-se realmente nerignsa desafia-las em seus rins Da mesma forma que os Botos, elas nadam muito répido quando estdo com suas caudas “de peixe. Fraquezas As Taras nao podem se manter muito tempo com pernas de mulheres. Elas conseguem manter sells disfarces humanos apenas até o proxima anoitece. | As Taras também sao muito argulhosas de seus encantos sobre os homens. Gracas a isso sempre que um homem resista aos seus encanitos, a lara se apaixona, perdidamente, por ele, fazendo.tudo para conquista- lo. Caboclo d’agua Quando uma crianga m travessa morre afogada, surge um novo Caboclo d’agua. Sempre com a f de pequenos garotos negros, mas com barbatanas embaixo dos bracos, e, a0 invés de pern: 0s Caboclos stam muito de fazer traquinagens e sao muito mal educados. Poderes A forca das aguas: mesmo com aparéncia de uma crianca, 0s Caboclos d4gua so muito fortes (eles comecam com dois nfveis extras fla sua habilidade compleigao fisica). Provocacdo: Sendo muito mal-educados, eles conseguem enervar 05 céus e as aguas, podendo toné-los violentos, de uma hora para a outra. Fraquezas: Como ja dissemos, os caboclos d’agua sao muito mal educados. (Nunca podem ter mais que fraco nos seus niveis de Trato social) Eles também gostam de pregar pecas e sao bravos. Mapinguari Um monstro gigante que vive nas profundezas " das florestas. Mapinguari faz parte da odiada corte Unseelie ¢ adeia as criaturas que vivem em Sus florestas. 0 Mapinguari pode passar de 5 metros de altura, e tem bracos e pemnas desproporcionais ao seu corpo. Sua boca 6 muito alongada, cobrindo de ponta a po! rosto. Quando ele abre a boca, sua cabeca ‘também se abte, Suas orelhas sao pontudas, tem ‘ollios flamejantes e enormes chifres na testa a Seu Poderes 30 Garras e presas: Possui garras e presas que permitem que ele cause enormes estragos em combate (0 dano ¢ 0 mesmo que 0 dos animais gigantes) Couro: Seu couro & indesuulivel, sé puderidy ser penetrado pelo farro frio. Fraquezas ‘Ac mesio tempo que seu couro & sua maior defesa, também é sua maior fraqueza, Em seu umbigo nao existe protecao e qualquer golpe bem dada sera capaz de mata-lo, 0 Mapinguari também pode ser ferido por dentro de sua barriga, quando engole algum adversario Negrinhos do Pastoreio : a Quando um escravo recebi ‘aus tratos ¢ morria, voltava como um Negrinho do Pastoreio, para cumprir um dever. He fem a mesma aparéncia que tinha em vida, s 's@ que seus scales sao inteiremente brancos4 Poderes a. Caminho dos so rl 0» Negantios an Pastoreio consegitem achat 0 caminhio daqueles que estao perdidos, Também consequem achar objetos, fa muro tempo perdidas e que esta causando sofrimento a seus donos. . luz do condenedo: sendo um guia pata equéles que estan saffeniay 0s Negrinhos do Pastoreio podem criar luz na escuriddo, para dimir sont dos out Faiz : Ele haces sempre se dedi ser alo sofrimento de pessoas ou animais, Dragées).. Saci Fraquezas Enquanto o Caboclo d’agua prega, pecas pal Os Boitatas s6 podem aparecer durant a se divertir, o Saci as prega, apenas para causar _ noite, e precisam se esconder do sol. Se forem 0 mal as outras pessoas. Os Sacis também fazem _expostos a0 sol, eles irda se dissipar para parte da corte Unseelie, e tm uma péssima sempre, reputacdo devido aos seus atos. Os Sacis so . sempre criancas negras, com apenas uma perna. Boiuna jem olhos vermelhds e orethas pontudas, suas Enquanto os boitatas sao os devoradores da maos tém buracos no meio e cheiram a enxofre. luz, seres muito matignos, os Boiunas sao 0s Andam sempre com um gorro : reis da escuridao e sao rs seres muito bene- volentes. Sao cobras gigantescas, com mais i + de 30 metros e seu colito uum Saci esta proximo, todos © @metalico. Os Boiunas tém grande azar (aumenta a sao intimamente tigados dificuldade dos testes que ‘ 9 20 tio Amazonas. forem executados na Existem pouguissimos presenga de um Saci. desses seres no mundo. Redemoinho: a qualquer momento, um Saci pode Sf ae Poderes - virar um redemainho © se Controle da noite: os mover a alta velocidade ™\ Boiunas +ém controle tanto para fugir, quanto a @ total sobre a noite & 5. pata causar confusap 9 sobre a escuriddo. - ny oe 0 Dom da Magika: os | Fraquezas e Boiunas tem o Dom mais > A maior fraquezal cg raro entre'as fadas: podem ~ Saci é seu gorro, quee nee lancar feiticos de magika fonte de seu poder Se. 4 : (usando regras normnais i falguém tirar o gomede um para feiticaria) Saci, deve tomar muito Cuidado, pois ele ficara Fraquezas J m seus podéies e tente Sao afetadas por tudo if allgier coisa para reso ue acontece ao rio Amazonas, sendo essa a Hes também sa0 repel dos por. nica maneira de destrut-las. - sagrados. if : (Nota: Nao é recomendado que os Boiunas oe sejain usados como persanagens dos jogadores). Boitatas Boitatas sao 0s devora Bom, essas sdo alguitias das fadas de lendas cobras matignas, qui oe eu: brasileiras, prontas para serem postas nas suas | brasileitas. Sa0 cobras com ma is de 12 metros e _hist6rias de Castelo Falkenstein, situadas no. & _ cheias de olhos. Brasil. Leandro “Tecnocrata” s de fogo a ‘ pe severe ee a tahela de “clispir fagn das . . "UM NINHO DE FENIX" Uma verdadeira jornada em busca de um objetivo bem conhecido para GURPS Historia de investigacao/arqueologia para GURPS. 2 a 6 PCs construidos em média com 150 pontos de personagem. Os personagens podem utilizar até 65 pontos de desvantagem, ao.invés de apenas 40. Uma aventura em nosso mundo, bem proxima das investigacdes e aventuras de Indiana Jones, no fim de nossa década, ‘As duas Ginicas restricoes,da historia sao que os PCs estejam falidas financeiramente, apenas com 0 suficiente para sobreviver, € que sigam 0s arquétipos abaixo. £ fecomendado 0 uso de alguns NPCs pelo GM, om -05)mesmos arquétipos utilizados para os Pls. Arguétipos da Aventura - Detetive particular, ex-presidi = Arque6logo alcoolatra. = Teblogo ligado ao clero (sem 6.x): Cacador de emocoes que softe de depressao. = Especialista ém meios de transporte. = Um aftista homossexual que perdeu sua fama. = Bidlogo-zadlogo esotérico, famoso desenho animado japonés. Ha muitos anos, esse “passaro” tem influenciado culturas INTRODUCAO espalhadas por todo. o mundo. O mito de FENIX, 0 Passaro de Fogo Capitulo 1 - Uma Luz na Escuridao Fenix, a famosa ave de fogo, que ressurgiu das Qs PCs estao na mais pura desolacdo. Varie a inzes. inspirou varias lendas. Inclusive ade um pobreza de cada um e explofe 0 estado pe decadente que cada PC esta passando. Dé algumas lembrancas, “flashbacks” do passado pata cada jogadar. Utilize um pouco de distracao e humor neste primeito capitulo, para amenizar a futura tensao-do jogo. ‘Ambientalize aicena-ao maximo, conforme cada arquétipo. Faca os pensar que a aventura nao saira disso, que sera essa “mesmice”, até que um Cadillac vermelfio para na porta de onde estiver cada PC. De dentro dele, sai um bando de 5 chineses engtavatados ¢ entram no local. 0 lider, 04 0 que parece ser o lider, comunica ao PC que 0 Sr. Ming 6 espera, em suas dependencias. 0 personagem ira, por bem ou por mal. Se 0 PC se tecusar, resistir, ou alguém do local se intrometer, eles utilizaréo todo 0 seu talento (que nao € pouto...) paralutare inutitizar-o alvo. Se, apg duas tentativas, ndo convencerem 0 personagem a ir, eles 0 seqiies- tiardo.. No meio do caminho, eles entorpeceraa as Pls com algum:calmante ou droga, para que ‘estes-ndo saibam-a localizagao do Sr. Ming. CHINESES: ST 413 x 15 jeslocamento/Esquiva: 6/6 | 10 2 HT. 10 DP/RD: 1/2 jantagens, Desvantagens, Pericias: intolerancia (Ocidentais, Estrangeiros), idade, Briga 16, Kung Fu 17 Capitulo 2 - 0 Salao dos Dragoes Qs PCs acordam em: uma sala totalmente \, decorada em estilo chings, com diagées em ouro, tapecarias vermelhas, vases e tapetes coleridos de veludo. les esta séritados em Cadeitas de bronze macico ¢ tem as maos ie presas por lencos vermelhos, Quando acoidam, entiam-mocas orientais muito belas (duas para cada PC) com uma arma de indo cada, que apontam parao colo de cada PC. Fles estao sentados formando um cfteulo. As gatotas se posicionam ao lado de cada um, feciando os olhos. Os Pes podem tentar 0 que quiserem. Apos alguns minutos entram 6 soldadds, com armaduras chinesas empunhando alabardas. E, logo depois de sua entrada, um vetho quiado por uma crianga entra, senta-se no trono que fechava 0 cfrculd; formado por dois diagoes de ouro, Assim que ele se senta, as garatas levantam, em sinal de fespeito. 0 velho comsca a falar, com voz seca ¢ rouca: “Fy sou-o Imperador Ming, 0 Senhor de toda a terra do Sol Nascente e 0 altimo descendente do povo do dragao. Senhor de todo 0 Oriente, E voces foram escothidos, pelo : consetheiro Sang-Lu, que disse que apenas os senhores podleriam ime ajutlar a encontrar a i Fenix, Se me ajudarem, receberac dias recompensas: uma boa quantidade em dinhieito, @ suas Vidas. me Caso se recusem, tiraremos as suas vidas ‘imediatamente. Aceitam minha proposta? Sem hesitar, as mulheres agora apontam a arma para a cabeca de cada personagem, © engatilham, Caso-algum genio nao aceite, uma das mulheres explodiré:seus miolos sem pensar duas vezes... Como exemplo, yoca pode utilizar um NPC que; aniteriormente, estava na aventura, ~ feclisOu © morfeu com seu cérebro esparramado pelo chao vetmelho: Isso-dara a entender aos PCs que Ming nao esta para brincadeira. Os que aceitarem, terao as maos desatadas e Ming continuara “Ko longo de muitos anos, eu consequi tevar 0 Oriente até onde chegou, mas com 0 passar do tempo, minha idade ayancou © quero ter uma segunda chance, antes que a morte-rie carregue para.o inferno! No'decorter dos séculos, procure’ pelo mundo, todos os meios| para prolongar minha vida: Achei, em Téquio. no cemiterio dos Samurais, a placa de Tomore. Nela, encontrei a verdade sobre a Fenix ¢ onde ela fez seu ninho. Que voces enas¢am em suas chamas e partam para provar sua confianga” Nesse momento, o velho balanca a cabeca ¢ as mogas do fado esquerdo dos personagens vem fem direcao a mesa, com uma caixa preta. Ao abri-la, elas retiram, cada uma um escorpiao peguena, de cinco centimetros © pegam-nos com “pauzinhos chineses’, Entao, outra moca segura as bocas dos personagens. Em sequida, jogam os escorpioes vivos, garganta abaixo. Totios devem testar HT-2. 0s que falharem, sentitao dores terriveis no umbigo. “Estes sao escorpiges Gary, eles matam em um ciclo lunar. Vocés terdo este tempo para trazer a fénix para mim, ou aceitem seusidestiros. Se a trouxerem, eu podere’ thes dar 0 antidoto. Senhores, aguardo a suavolta, em breve. Foi um grande prazer conhecé-los. Nesse instante, uma das imogas puxa o tapete, debaixo da mesa e revela uma chapa com furos, de onde sai uma névoa rosa, Capitulo 3--0 encontro com o destino Cada personagem acorda em sua propria casa, em plena npite ¢ se lembra, vagamente, coma se tudo que aconrteceu fosse um sonho. Seu quarto, ou onde costumam dormir, vai estar como estava antes, nada foi removido e nenhiim sinal de invasdo, até que cada um encontre, debaixo da caina, ow a0 lado. do seu ravesseiro, 0 seguinte bilhete, feito em veludo azul, estampando um dragao dourado, nos dois lados inferiores, ‘com 05 dizeres em prateado: Encontre-me no Zoolégico da cidade (de o nome de uma capital de facil acesso a todos os ame Jogadores). Estarei esperando na jaula das ; ‘tartarugas. ' Ass: (nome de um persenagem jogador) Até breve fo. O bilhete nao diz a hora, mas agora sao dez horas da manha e © Zoolégico abie as cito fecha as seis. Deixe 0 jogador confuso e, sutilmente, deixe um sinal de que as explicacoes para tudo estao no Zoolégico. Conduza-os ate seu destino! Os que rejeitarem o convite, softerao-a0 meio dia, um atentado a balae depois, outro e outro, até sair de onde estiver © ir para onde deve i. (Sim, os homens de Ming nao estao para brincadeira e estao por at, onde quer que voces vao. Para fins de teste, eles possuem furtividade 19° armas de fogo 18 sao ‘d+? atiradotes de elite, cercando cada personage e estao muito bem ocultos): Capttuto 4 - No Zootogico Mestre, faca que, coincidentemente um jogador esbarre:no outro, ou por acaso, um note 0 outro, para que se reconhecam, basta um teste de 1Q+1. Assim, um identifica o outro pelo somhio (na tealidade, nao conte a verdade ainda, deixe-0s.perisar que tudo foi um sonho). Lembre-os do bilhets edastartaruga, e na secao de répteis e quelonios, Ha uma placa com os sequintes dizeres “a tartaruga morreu, em seu Viveiro: Em breve, estarao os dragoes de Komodo. De onde‘estao, os personagens podem Vero yiveito.@ ao se aproximar, podem ver, na agua, um casco de tartaruga, Com um teste de percepcao +2, se pegarem o casco (devemser discretos Ou 0s segurancas do jardim zool6gico yao atrapalhé-los), irao ver estranhas ‘crituras. Se perguntarem sobre a tatlaruga na administracao, descobrirao que quem fornecia alimento e cuidados medicos, eram/as empresas “Noboko FUJIN" A tartaruga tinha 210 anos, Se procurarem saber sobre as escritas, verao que estao em tibetano antigo, talvez uma oragao. Nao acharao a traduco onde esto; $6 no “TIBET”. Sobre a Noboko FUJIN. existem, na Internet, referéncias sobre trabalhos com induistrias.de materiais farmaceuticos, hospitais e elinicas de estética, Pertencem a Illisa Namatory, uma das mais proeminentes profissionais da medicina moderne natural, aplicada na sadde do corpo. A Noboko FUIIN possui sede em Hong Kong Deixe-os pensar o que fazer. Agora, se tentarem corer atras de dinheito, irdo ver que suas economias estao sendo restabelecidas Giadativamente, Caso algum deles volte para @@sa, teceberd um telefonema avisando que seu vOo parte és duas horas da tarde do lita dia, nn aernpartn internacional, para a Tibete, com escala em Hong Kong. Capitulo 5- Partida para o Tibete Eles tém praticamente um dia para se arrumar. Deixe-os usarem seus recursos plenos ¢ reorganizar suas vidas. Case se atrasein 05 “atentados voltam a acontecer”, mas de forma mais viglenta, até que “o furdo" volte a rota tomada pelos personagens. Nao havera nenhuma complicacéo de embarque-e vo (crie um clima de que esta faltando algo). Eles:terao tempo de sobra, num vao de dezoito horas, para que possam-rever materiais ¢ equipamentos necessarios para viagem, para quando chegarem a Hong Kong, Se alum personage dormir, faca-o ter sontios confusos, com um. passaro de fogo, emergindo de'um ovo de cristal. Esse mesmo passaro é vendido ao pregodas cabegas de seus companheiros, © 20 entrar no corpo do velho Ming, p> noite. Num Hotel, os peisénagens s6 tem dinheiro para um quarto-e Uma-refeigae, e na hospedaria, para trés quartos ¢ dias refeicbes. 0 inglés é uma lingua razoavelmente conhecida pelos Tibetanos, nesta regiao. $6 que os Tibetanos nao yao muito coma caja de americanos. Eles estaoem Kupan, 0 aeroporto & } tural, abastecido pelos taficantes de Opio locais. “Nao, eles ndo vieram num vo comercial, vieram do.aeroporto de Hong Kong (a moga com © bilhets estava no aeroporto de Hong Kong). Este é um véo particular de fazendeiros locais, Vieram com cabras, ex- pidsidiarios « traficantes que nao queriam bater papo a toa'com os gringos” Se perguntarem, no hotel, onde ea Alvorada dos Deuses, qualquer pessoa que esteja lay-dir a eles que esta (ocaliza-se no vilarejo Yijin. Chegando la, encontrarao um templo,Tibetano, uma poreao de monges, e muitos turnstas, perderao apenias um dia'e meio de viagem Se perguntarem, na hospedaria, onde € a ‘Alyorada dos Deuses, dirdo que se trata de um jardim, ao norte de Kupan. $6 que, @ ponte que da acesso a esse jardim, esta obstuidarporneve da mortanha, Perderdo dois dias de viagem, atravessando gélo, para chegar aos magnificos Jardins imperiais da Alvorada das Deuses. L4 nao havera ninguém para thes dizer o que esta escrito 10 casco de tartaruga. acaba consumrindo 0 mundo em suas Se algum dos personagens perguntar, nas ruas, chamas, onde fica‘a Alvorada dos Deuses, descobrirao 0 poulso em Hong Kong € sossegado. Eles tem que ela ¢ muito conhecida na regiao, que fica tiés horas pata conhecer a cidade, visitar pontos no centro da cidade, uma regiao de trafico e turisticos e compar equipamentos que estejam _prostitutas, uma das melhiores casas do licen. E, faltando, afinal estao indo paraio Tibete. Nao _ se pergunntarem Sabre Khan, a pessoa rita, © havera maiores problemas a nao ser aque eles respondera com humor: "= Pata que voce piecisa mesmos criem. O desembarque sera problemas. __dagliele velho™” Capitulo 6 - No teto do mundo Capitulo 7 - Encontro com Khan ‘Apés a parada em Hong Kong, 0 personagem Khan é um velho maltrapitho, bebado, muito que sonhou ho avido, recebera, de uma conhecido na regiao como caloteiro aeromoga, um bilhete dizendo: *- Encontreo __Vagablindo. Alvoradia dos Deuises & Um velio Khan na Alvorada dos Deuses". A aeromoca _prostibulo, em estilo de um templo chines dira que recebeu esse bilhete de um chines antigo, que agora parece Uma casa noturna muito bem vestido. eneveada pelo alto consiimo de Opio « cigartos. Chegando ao Tibete, apds dezoito horas de Drogas de todo tipo infestam 0 local, e auialquer viagem, desde a saida de seu pais, os esbattdo, patece se” uma cena de pancadaria a0 peYsoniagens estao cansados. Devem encontrar __velho modo do cinema chinés. Bem, Khan € um um Hotel ou uma hoepedaria para passar a valho largado no chaa oul no sofa, vendo uma a das dancarinas do local, em seu némero, € Capitulo 8 - Escalando o Himalaia tentando lamber os pés dela. Se houver no Se perguntarema qualquer Tihetano onde 6 0 grupo dos jogadores, uma personagem feminina, templo dos Ammay, obtefao a informacao que ela’serd assediada por Khan, que trataré bem os — esse templo fica num dos platds, no alto do personagens, dando-lhes.a informacao.que Himalaia, e nao poderdo subir até (4, pois esta quiserem, pois deseja comprar a moca (bebida —_havendo, em toda regiaa do Tibete, uma funciona do mesmo modo para subornar Khan). _tempestade de neve, que matou cinco pessoas. _ G0 nao vendam a mulher ou tentem intimidé- Nenhum guia na cidade vaise arriscar a subir a {o, Khan reagira com-agressividade. Acertara um — montanha, em plena tempestade. Sem contar dos frequentadores do local, imeiando uma que @ a epoca de rectusto dos monges, as briga, com diteito a quebrar cadeiras, briga de _portas estdo fechadas. O-maximo que um guia artes matciais, @ tirateio. Caso haja uma pode oferecer, é um mapa detalhado, dicas de confusao, Khan saira de fininho, € os sobrevivencia e postos para acampar com personagens 0 verao fugindo pelas portas do _—_-seguranca, A escalada consistira em oito fundo, emocionantes téages de escalada com \ i fedutotes de-2/- | 4/-6, e terio que enfrentar a tempestade de neve, que faz todos os testes de sobrevivencia sofrerem um redutar ~6, mais o frio da regido, que forga um teste de HT -3.a cada trinta minutos. Uma falha causa 1 ponto de fadiga. Equipamentos de sobrevivéncia podem ajudar nesses testes. Caso eles mn sobrevivam, chegarao a0 cambaleando, Se for intimidado, ele entregard tudo, até as chaves da propria casa (mas nao dir nada sobre 0 casco da tartaruga), e fugird para casa. Se ‘0 seguiten, chegarao facilmente 2 sua cabana fUstica, num, dos auetos da cidade, e overdo dormindo na porta, balbuciando palavias estranhas (ele @ sonambulo € conseque ter dormindo). Se bem estimulado, “por sua mae", traduzira o texto. vilarejo Ammay apos tres dias de viagem, no Versos: periodo da manha. Novalto do ceu Repouisa 0 passaro Capitulo 9 - No templo dos Ammay de fogo que arde No gelo em seu Depois de chegarem ao vilarejo, basta um sono dartadeito deles pedir socom, para que os monges os La ele fez seu... acudam. 0 vilarejo 6 agricola, cercado sor € seu destino carvalhos, , ao pé da montanha, localizam-se Entre os dois a5 casas, © 0 templo, Existem cinco casas, fellas Deuses do tempo de madeira, ac estilo Tibetano, 0 templo dos Ammay Tibetano dos Ammay é feito em pura est 0 portal rocha.Cuando recepeionados pelos monges, do sol ninho recebergo os tratamentos médieos necessarios renasce das para recuiperarem suas condig6es fisicas. Dentro cinzas vivas das casas, tapecarias e mOveis chineses ornam x as humildes residéncias desses monges. Cinco ‘monges moram em cada cabana. Ao chegarem, serdo bem tecepcionados, e 0 ancigo da cabana, gue 0s recebeu, indicara a vinda deles, como parte da profecia. Pela manha, a tempestade tera cessado. Os personagens despertam, conforme 0 grau de seu cansaco,-e podem apteciar uma vista panoramica de todo-0 Himalaia. Ficaraa sabendo porque essa regiao chama-se o“teto do mundo” (mestre, capriche no panorama).As dez horas, um monge convoca os personagens, pois estes estao sendo aguardados no templo, onde o Lama espera para recebé= los. 14, todos 05 monges esto reunidos esentados, oranda, ha toda uma atmosfera de sefeitidade, que é quebrada quando 0 primetto:personagem entra no templo. 0 Lama, um velho de mais de 130.anos, levanta-se © som-para 0 personagens dizendo, em voz alta, para todo templo: ”- Sejam bem vindos, criancas do amanha, venham ¢ deixem-me prestar reverencia a tao hontosas criaturas’. 0 valho sai de onde est4, apoiando-se num bastao de ouro, os personagem percebem aie ele 6 cegn, parém vai diretamente anncle esto 05 personagens, Nesse momento, a0 chegar frente aos personagens, comeca a orar em Tibetano. Todos os moriges fazem 0 mesmo, formando um eirculo. Se perguntarem a eles sobre a Fenix, eles nao responderao nada ® continuaram rezando por timas trés horas, Se eles nao recitarem algum verso do casco da tartaruga, passarao uma agradavel estadia, de tempo indefinido no vilarejo Ammay. No entanto, se um deles citar a0 menos uma frase, eles serao levados a0 anciao Lama, e ele ira dizer: -"Esses sao 05 Deuses de Ammay’, E 0 anciao mostra uma placa g6lida, do um tronco de drvores, com um triangulo estampado env fogo, atrés, ha um pequeno cfrculo que se eleva dcima:do triangulo. 0 segredo esta no nome-de Ammay, que quer dizer “A luz que ha por detras da montanha’.-O Lama dard a seguinte recomendacdo; “cuidado, pois a vida morre e renasce.a.cada amanhecer em Fénix, com ardor dé sua chama, mais pura e plena do dia” Escalar a montanha.que existe atrés da montanha é facil. Como a tritha € de gelo e foi feita pelos os mangas, todo dia, comeca a derreter. fo chegarem ao ponto mais alto da montanha,-verao onde 0 sol do meio dia, bate a montanha. Surge uma gruta na montanha de pedra, Pata chegar até 14, havera um teste de escalada com um redutor da-2, caso falhe, havera uma bonita queda de 300 metros; 1umo tio abaixo. Capitulo 10 - 0 templo sagrado A gruta: comeca com uma fresta de dois metios e trinta de-largura, até uma camara cheia de estalactites e estalagmites de 60 metros de altura, e 1 180m* de area. La dentro, a5 estalagmites sobre 0 solo criaram formagdes de monges, oranvia rle joeths, torias viradas de frente para uma porta de puro ouro, com uma mandala de um passaro de fogo. A porta tem trinta metros de altura, por trinta metros de largura. Nao existem fechaduras, nem maganetas, ¢ nota-se que ha uma plataforma, onde est4 comecando se formar um monge. Cada monge tem tres metros de altura. Ao meio dia, uma lu2 incide sobre © monge proximo a porta, e atravessa seu peito, refietindo, nos outros monges, no mesmo ponto, formando, ao todo, 0 simbolo naimero oito. 0 raio se perde na plataforma, como se estivesse faltando um monge para completar algo, Solucao: basta algum personagom ficat na plataforma frente 3 porta e esperar o-raio cruzar-seu-corpo. Este, liberard de seus olhos e bocas uma luz verde, que acertaré, em cheio, a mandala da porta, € formara o fiovo simbolo. Nesse-riomento, a porta entrara.na parede, a uns vinte metros de profundidade e dois tineis surgirao, um do tado direito ¢ outro do lado esquerdo, com as portas fechando, O tanet do vento oeste (porta direita), di para um tinel de*60-metros de comprimento, 2m de larguta @ de altura. Nas paredes, existem cinzas, que ao-serem limpas revelatao escritos sobre a verdadeira lenda da Fenix, Sua origem-e condicao na terra, como a chama viva do espirito humano. Conta, também-sobre uma época muito antiga, em que os homens nao possuiam ossos, e os deuses andavam na teva. Nessa época, foi feito o sino do novo despertar do amanh’, um artefato, feito com 05 oss0s.de.um Deus caido. Chegando ao final 30 metros, ¢ la embaixo, no centro de uma sala de 70 m cabicos, ha uma -depressao, cheia de 08805 Humanos, num chao de pedra. No alto, ha um sino-preso por uma corrente de gels, no teto. Detalhe: 9 sino ¢ feito osso puro. Solucad: basta acender a fornalha de assos para @ Sino descer aos poucos. 0 problema € 0 seguinte, conforme o sino desce, 0 glo comeca a deireter e a evyaporar, ea fornallia volta 2 tona. As rochas, em tres rodadas, tomam-se magma. As rochas que eram sustentadas e presas pelo gelo, comecam a desabar sobre 0 magma, O'sino desce em 5 rodadas, € 0 teto desmorona em 9, A escada de gelo se desfaz em 6 rodatas ¢ 0s personagens, para pegar o sino, devem fazer o teste de DEX-2. A-cada falha, peide-se uma radada e para escalar a escada, Gerretendo DEX -5 € nerde-se 2 rodadas. Eles tem 15 rodadas antes que 0 tinel de seida fique abstruido por rochas, Eo sino, para ser Carregado, deve ser feito um teste de DEX -2 a ada 3 rodadas, au seja, uma falha, ele se desmonta. Pata remonta-lo, deve-se fazer um teste de ceramica -3.¢ um teste de 10-4. 0 sino se parece Com um cranio de 1,20m, nao humane, nem préximo disso. Tanel do vento leste (porta esquerda) o ‘iinet da esquerda da para um tunel:de 60 metros, cheio de paredes com pinturas do Tibete. Um breve detalhie: se analisa-la com mais atengao, perceberdo que as paredes 30 feitas de porcelan ,, podem ser quebradas (¢ se forem, revelarao uma cidade feita ao estilo chines, completamente feita de porcelana, palacios, templos, jardins, estatuas, mas nenhuma-alma viva}: Seguindo em frente, encontrarao ima escadaria de prata em espiral, que dard de frente 8 uma parta de bronze puro, com a Terra entalhada ¢ sendo envolvida por dias maos. Existem 9 citculos de pedia abaixo da porta. Cada um desses simbolos passui 9 elementos, e estao dispostos em fileira. Os simbolos sao, nimeros suméricos, que vao de 1 a9. Solugao: os personagens deverao fazer a combinacao certa, enumerando do miaior para 0 menor, toda a sequencia. Cada falha aumenta em 3¢° a temperatura da sala, @ depois oitava tentativa falha, fecha-se a porta da sala, onde se inicia escadaria, Essa porta é de pura rocha e tem, apenas, 5 toneladas. E nessa porta, & que esta'a combinacao certa, ou seja, eles apenas ouvem a queda da porta. Se forem ver, sabergo que se trata de uma tocha muito empocitada € suja. Com um teste de 10-2, para ‘dentificar os simbolos-ocuttos, que indiquem a cambinacdo.carret, Ao-acettara combinacao, a porta sobe « da para uma sala completamente fejta de cristal, com 0 cu noturho estampado no teto, € pequenas éstrelas de luz voando, ao-tedor de um Ovo 1osa, dé 30 centimetros. de diametro, flutuando e girando num pendulo. Ha dois ledes de pedia sentados ao lado do pedestal, com seus othos frios fixendo a porta, A sala tem 30-m cdbicos. Nas paredes, estio estampatios 05 planetas de nosso sistemasolay, incluifido a Terra. Se alguem entrar na sala; os ledes de pedra fecham a boca, seus olhos ardem em chamas, urram e atacam, Ko se sair da sala, éles voltam_a posicao inicial. LEGES DE PEDRA ST 35 Deslocamento/ Esquiva:6/6 DX 15 ——_RD/DP: 6/0 HT 15/50 Iq 10 Solugan: ha um mecanismo igual 4 porta anterior 56 que ele esta dentro da sala, ocultado sobre @ pintura, na parede, do planeta Terra. Fsse mecanismo esta localizado numa rocha, que se pode retirar da parede, La existe nove redas de pedra, que funcionam como um relagio. Para fazer cada seqiiencia, demota 30- DX rodadas e as rodas, para serem manuseadas, um teste de ST -1 e DX -2. Estas tem, cada uma, um metro e meio de diametro. 0 numero da sequiencia para desativat 05 ledes € 7, Sea segiiencia correta for feita, os (eGes param onde estao, abrem suas mandibulas, ficam imdveis. Mande © personagem que leu as inscrigdes (nas inscrigoes, esta descrita a necessidade de quebrar 6s ossos para desperta- la e ele deverd saber da necessidade, antes de ativar a fornalha) que sao descritas na sala das cinzas no tinel da direita, fazer um lembrara gue © sino s6 toca quando im osso humano 6 quebrado, e para acordar a Fenix, deverao ser nove toques. A Fémix despertara, eclodindo de seu ovo de cristal, como ump passaro de um metro ¢ cingiienta, © dois metros de envergadura, com penas semelhantes, a0 mesmo tempo, as de um pavao e de. uma aguia, em chamas. Estas chamas envolverao a tudo ea todos (nao daremos as caracteristicas da Fenix por motivos de conventao eventuais fins {nterpretativos), ela di Eu sou a Fenix, a chama da vide, sou 0 éspinito que jaz, {feito da esperanga humana. Meu ardor é puro saber e ‘minhos chomas sdo as chamas da paixao:queenvolve 0 ‘espirito humano. 0 qué desejam mortals?” Caso 0 personagens consi gam elar uma boa explicagao ara que a Fenix saia ce seu niinho, ela mencionara que, para abandonar seu refugio, ela deve habitar o carpo de _um-humano, como fez com os grandes lideres da humanidade. F ela espera até que alauém se ofereca. 0 personagem que serve de haspedeito esquece tada sua parsonalidade = comeca a agir como uma erianea curiosa e inocente, envolvida em chamas espirituais (Obs: ela pode ocupar mais de um corpo, caso haja mais de um voluntario. Se ninguem sé oferécer ela nao saira), - Capitulo 11.- Saindo do-templo A Fenix teleport os personagens para fora do templo, @ leva-os para a vila dos monges. La, os personagens encontram a vila abandonada. Mande-os fazer um teste de investigacdo. Eles Wverdo diversas marcas de pegadas (entre elas, de “botas), e encontrarao também, marcas de balas mas cabanas. Essas marcas vao até.o templo dos Ammay. AS casas estdo vazias e nao ha sinais de abandono. Ao chegarem ao templo, encontrardo todos os monges, sendo que um deles-dira: “- Oh NAO, e'eles perceberdo que la fora do tempo, existem’ 5d 430 soldadios de Ming'e 3 helicopteros de combate, Os personiagens serae subjugados de qualquer, torma, cam au. sem viol&ncia, ¢ osisoldados exigirao que o (s) Hospedeita (3) da Fenix va com oles. Para ‘dentifica-to (5) € simples: quem estiver. com chamas espirituais de até 2 metyos de altura, € 0 hospedeiro. As tropas de Ming prenderao todos ‘na templo, junto com os-personagens e tocarao fogo no templo trancado, fuginds em seus hreticopteros. Enquanto 6s personagens jogadores estio desesperatos, vendo o templo se desfazer em chamas, com eles dentro, os monges sentam e Comecam a orar. Deixe-os quebrar a cabeca, procurando uma Saida. Em 5 rodadas, as chamias ficam azulis ¢ param de queimar. As portas éxplodem para fora, Quando eles olham para os Monges estes estao levitando acima do solo e 0 tama, com chames azuis em volta do corpo, explica: ”- Tolos, vocés Gberaram as chamas da destruicao sobre seu povo, agora voces receberdo a purificacao, em chamas, da Fenix’. ‘Agora-os jogadores véem 0 Lama aproximar-se, apertar fortemente o ompro de cada um e dizer: * Criangas, é dado o momento da vitoria, agora yocés devem resgatar a Fenix do maldoso Ming, oimperador da China, Durante séculos, 0 povo amarelo buscou 0 poder da Fenix, por suas proprias ambigoes. Cobicavam a for¢a colhedora do Dharma, mas a Fenix negouseu poder, pois sabia do egofsmo de Ming. Agora as chantas da Terra irao clamar pela volta de sua guardia. Em breve, vulcdes Bclodirao. na B terrae mundo sera destruido, corsumido em suas proprias chamas; vdo e resgatem a Fenix do egofsino humano, meus escolhidos", Capitulo 12 - 0 resgate da O Lama diz aos personagens us a Fenix deve ser libertada até antes de final desse dia, sendio todas as chamas da teria seiao vomitadas pelo solo, ¢ ent40 entraremos no nino ciclo, no qual estard a era do renascimento, Esse ocorrencia 6 deveid acontecer daqui ha varias geracdes de homens, quando 9 préprio homem tomasse conseiencia de que nao esta sozinho em seu proprio planeta, € quando cada povo alcancasse 0 sell messias, Os personagens sao guiados, pelos monges, até um aeroporto clandestino, de So onde pegam lm aviao, de um piloto conhecido destes, para Hong Kong. € um voo-de trafico. Embarcam com cerca de 130 kg-de pio, e um cadaver. Nenhum monge-vai-com-05 personagens, pois cada monge, individualmente, ira se concentrar para segurar as chamas. da terra até o fim do dia e algumas horas a mais, com suas oracées. Chegando a Hong Kong, as 07:45, eles podem Ver que existe uma trilha de chamas espirituais, deixada pela Fenix, que os levam do aeroporto até uma feira chinesa. Se eles fizerem um teste de IQ - 2, notardo ‘um garoto de bicicleta, com uma chama has costas. Se os personagens perseguirem esse garoto, que tenr ‘conducdo 13 @ OX 12, e conseguirem pega-lo, ele dira que estava andando perto do. templo Runei, que fica proximo a0 consulado chines, ‘em Hong Kong. Se ele for subornado, levard 05 personagens até o templo. Chegando ao templo, enconitrarao as trithas de chamas nas escadarias. Flas vao entrando no templo até tumia parede, atrés do oratorio, 0 problema ¢ que ‘0 templo, esta lotado. € dia de celebrac4o aos padtoeiros do mesmo € 0 mais santo dos animais esta fazendo aniversario, o ser supremo de Runei. No oratorio existem trés animais: a Taposa, 0 gato e 0 sapo. Os freqiientadores do templo nao ajudarao os personagens e, se um deles vir alguem mexendo com seus deuses, vao agredi-los. Porém nio momento maximo do culto, as onze hoias, 0 saceidote abre a porta secteta, oculta atrés do oratorio, quando move a cabeca do gato. A porta esconde uma.escadaria que da para o pordo-do tempts, Os personagens podem tentar, furtivamente, achar 0 mecanismo de abertura da porta secieta, com teste de furtividade -6 durante a ceriménia, mas se falharem, sera expulsos peta seguranca do templo. Se petsisti-rem tis vezes, os membros do culto chamardo 08 oficiais Eda policia, para dificultar a vida dos personagens. Tmportunar culto Feligioso, equivale a prisdo de seis meses ou mutta de “1000. DOLARES™ Capitulo 13-A Sinfonia do Nove Existe, descendo a escadaria, um corredor apertado, com 2de2 guaidas atmados (Npcsde 100 pontos) com Pistolas, Tifles e munigao & vontade. Estao armedos para matar qualquer um que queira atrapalhar a cerimdniia. Ao avistar 0 primeifo personagem, abrem fogo. Solucao: numa sala ao (ado, existem extintores produtos quimicos de limpeza, possibilitando que um personagem criativo se livie dessa, Caso eles consigam ultrapassar os quaidas, encontratao, depois de-uma escadaria, uma porta trancada: Se conseguirem arrombar a porta farao muito barulho e os guardas do outro lado da porta (5 NPCs de 50 pontos), atacarao, sem hexitar, com seus fuzis, mas se conseguirem abrir a porta sem fazer barulho, surpreenderaa 05 guardas, qua estardo observando a ceriménia. A cerim@nia esta sendo realizada no amplo aldo oval, sustentado por 12 pilares de ouro. 0 ~ chao € todo-emi marmore puro. No chao, esta 4tiés sacerdotes mortos.e, no centro, num grande altar de pedra circtlar, estdo os hospedeiros da Fenix, Se as personagens chegarem até ai, por volta do meto dia,-a cerim6nia ja estard sendo realizada. Ming sequra uma esfeta de aco brithante com as diias maos, © 8 esferas giram em torno da mesa, Cada esfera é feita de um elemento diferente, sendo uma de cada, das Seguintes cores: azul, bianca, verde, amarela, preta, Tosa, Masfom € foxa. Elas entoam ume misica suave, como uma ventania, e Ming extrai energia da Fenix. Os personagens hospedeiros ardem em chamas. Se os persohagens deixarem a cerimonia se completar, Ming se tornara imortal, aprisionando as chamas da Fenix em seu proprio corpo, eo planeta sera todo destruido com a chegada da noite. Solucdo: 05 personagens devem entoar a nona esfera que ira jeverter a forea da Fenix para todos qule estao no local, pois a dadiva do fogo € oferta a toda a humanidade, Como? Basta tirar a ésfera de Ming, pois ele est4-sendo consumido 110 proceso e esta inconsciente. Porém, quem tocar na esfera estaré no mesmo estado que Ming. Para cada pessoa qué tocar na esfera, ‘corre 6 mesmo proceso. E eles tem menos de uma hora para fazer isso. Cada esfera que esta flutuando tem um significado mistico: 4 roxa (i), amarela (b), branca (2), preta (1), azul(d), verde (2), rosa (d), marrom (e) e.a que esta nas maos de Ming (V).Quem sonhou com a Fenix saberd 0 significado de cada esfera e sahera que a stia soma deve resultar na_palavra “Liberdade", para libertar a Fenix. Em todos os cantos da Terra serd ouvido “HENGAKIONIJIN” (0 grito da tiberdade da Fenix, clastiando em cada ser vivo sobre a Teta !). Nesse momento, 0 velho Ming dara um grito seco, e seu corpo sera consumido pelas chamas escuras de um buraco negro, @ nada restard dete: 0 buraco negro comeca devorar todo 0 loeal, e os personagens so teletransportados, pela Fenix, para 0 ‘eroporto, minutos antes de embarcarem. A. Fenixse revela como uma mulher ruiva, que pata seu carro na frente dos petsonagens, antes deles entrarem mo aeroporta, com suas memorias confusas A Fenix sorti, e diz aos personagens: “- Hoje weds salvaram um mundo, mas, € amanha? - A cada novo dia surge uma fiova ameaca, um nove inimigo, e velhos amigos. Minhas chamas, um dia, envolveram voces ¢, para sempre, vocas serau elivolvils pur ela”. A Fenix.sai: dertapando, com seu mustangue vermetho, e some da vista dos personagens. Conclustio: os personagens ganham cada um, 5 portos em NH psiguico ou magica, ou 10, caso. sejam hospedeiros, e “mais 4 pontos de fadiga extra, Suas vidas foram remanejadas ¢ receberam uma segunda chance, num mundo em que eles jamais repetirdo os erros anteriores. Esia € a piova, pasa que todos possam apreciar a maior dadiva dada a humanidade pelos Deuses, que é coneedida a cada amonhecer de um novo dia. A dadiva de podermos escolher como conduziremos nossas vidas. Tsso faz da raca humana, um verdadeiro “ninko de Fenix” aj 0 T0LO Ese, no inicio do ano, houvesse uma falha no sistema de seguranca e um vazamento em um famoso laboratério? E, se nesse vazamento, estivesse um virus artificial, letal? ~ Dre Giutian? para desenvolver seres humanos,-em-caso de- =Sim..7 uma guerra, esses tres virus nap sa0 ~ Est muito ocupado? contagiosos. Entretanto, podem,ser contraidos = Na verdade, estou afienas por se tentando achara respirar 0.ar cura‘para meu proximo da fonte, paciente, (nao do portador) Infelizmente ext do vitus, =Me acompanhe, Os tres virus, por favor. chamados tambem, — Mas... quem, de "Os Trés diabos, é voce? ‘rmaas’, so ~ Agente da NSA. estimtllantes de = Pode me mostrar adrenatina e sua identificacao, forlificantes dos por favo. ET, anticorpos; que SOLTE MEU BRACO! fazem 0 portador ENFERMEIRA! muito. mais. SOCORR=.: resistente, agil forte. Fazem a BANG! pessoa raciocinar aM ‘com mais facilidade HISTORIA E e ficar de prontidao CARACTERISTICAS para situacoes inesperadas, fm 1998, Entretanto, existem E desyantagens penqosas: Como os: és virus foram desenvolvidos, eles determinam © que ‘uma pessoa @ ou nao, capaz de fazer, hem como, controlam muitos dos seus atos e stia personatidade, Sem contar que os tres tem um periodo de duraggo estipulado. Ao fim desse prazo, a pessoa morre lentamente, E Os virus, desenvalvidos pata a batalha, e estimulam 0 portador a brigar, provocando seus respectivos hormenias e disparando a adrenalitia deste, Isso faz que o portador tenha uma Gieritistas do mundo iniciaidity wit eykudy sobre uma nova possibilidade de clonagem de humanos, entre ‘outras descobertas genéticas, que chocaram o J mundo. Sera que nao houve nada mais “por tras", algo mais perigoso e de seguranca j nacional? Algo que pudesse afetar uma sociedade inteira? Nessa materia pata GURPS, estao descritos trés virus mottais, que transformam os anticorpos de uma pessoa em mais do que uma defesa. Criados vontade incrivel e incontrotavel de lutar, matar e destruir. Os trés virus foram desenvolvidos pelo Dr. Terry Képker, um renomado quimico/genético/ bidlogo que éstuda, tanto as artes medicinais e vitais, quanto as parasitas. Foi misturando seus conhecimentos em tais areas, que ele desenvolveu os tres virus, sob inspecao-e ordem do governo dos EUA. 0 projeto foi desenvolvido para assegurar a forca militar dos Estados Unidos, caso houvesse conflitos mais releyantes contra 0 Traque; Ira © Sérvia. 0 projeto, iniciado em Margo de 1998, foi segredo de Estado, revelado para uma miniiscula porcao do Sistema, entre eles quimicos ‘importantes & tideres militares. Mas, foi em Novambro de 98 que 0 projeto se concluiu, Os trés virus comecaram a ser testados, em areas isoladas da humanidade (ithas desertas, florestas, Area 51...). As pessoas que viram, ou souberam de algo, desapareceram. Boatos corem que essas pessoas, se torharam cobaias do tal experimento. 0 projeto for realizado sob inspecao ¢ seguranca da NSA sendo tratado como caso de seguranca nacional, nao podendo ser revelado 2 nenhum civil, sem autorizacao. Os primeitos testes foram realizados na ‘América Central, Africa e Havai, em Janeiro de 99, Fortanto, 0 risco de os virus se espalharem rfessas areas @ muito maior que em outras areas do mundo. Os virus se reproduzem de forma tnica. Liberados, eles passam para 0 potador através do ar ou da agua. Apds esse processo, alojam-se nas células da medula, nos gl6bulos, na camada epitelial e nos neurdnios, Alajados, eles se reproduzem, assim como as células, € junto com estas; se dividem e criam novas “unidades”. Essas unidades se movem, de célula em célula, para, finalmente, assumir uma posicao “estratégica", onde, cercam uma porcao de células nao contaminadas, para infecté-las. Ao impregnarem um certo numero de células (de 22 4 dias), 05 sintomas surgem. Os primeiros sintomas sao indisposigao ¢ dores de cabeca, muito semelhantes aos da gripe. Em uma semana, esses sintomas somem e a mentee 0 corpo. comegam a se desenyolver de maneira incontrolavel. 0 portador passa a ter fome de atividades mentais e fisicas, sendo impossivel manter-se na ociosidade. A necessidade de dormir diminui em mais de 50%, fazendo a pessoa aproveitar muito mais 0 seu dia. Surge, no portador, um rancor € mau humor notaveis, A vontade de matar e 0 sadismo 40 perceptiveis, jana terceira semana, No fim do prinietro mes, 0 portador esta concluido: ja 6 uma maquina de matar. ‘A disposigsia do portador continuard ap extremo durante 5d anas, mesmo que este estivesse pata morrer antes de contrair 0 virus. No final desse periado, a indisposicao e dor de cabeca voltam gradativamente, junto com palidez @ nauseas, até chegar a um ponto insuportavel, que-€ quando'o virus morre e leva as células contaminadas:com ele, OU seja, 0 portador morre em poucos dias. OS TRES IRMAOS Os tras virus, chamados, “carinhosamente”, pelo seu criador de “Os Tres Irmaos’, se desenvolvem de forma idantica, e suas caracteristicas basicas so exatamente as mesmas. 0 que muda sao apenas as alteracées na mente e no corpo-da pessoa, conforme 0 virus determina. As caracteristicas basicas, as desvantagens e vantagens dos trés virus seguem abaixo (para GURPS). 3 Irmaos Basicamente, os trés levam essas vantagens e desvantagens ao portador: (Desvantagens de -5 pantos) Stal TO DX+1 HT (40 pts.) Hipoalgia (40 pts.) Longevid: (5 pts.) Ultra-Flexi Juntas (10 pls.) Anibidestiia 10 pts.) Mau Humor (10 pts.) Sanguinoléncia (10 pts.) Impulsivicade (45 pts.) Intolerancia (-10 pts.) Excesso de Confianca ) lade das (-10 pts.) Paranoia (-15 pts.) Sadismo Abaixo, seguem as descricdes dos tres “irmaos’, 0s tis virus. Todos sao “compraveis”, tanto desvantagens,como vantagens. Ao comprar um dos tres virus, vocé compra automaticamente o basico, descrito anteriormente, de -5 pontos de personagem. Nostradamus (485 pontos) O virus voltado para a inteligéncia, sabedoria. Desenvolve a capacidade mental, 1048 (10 pts.) Talento para Matematica (15 pts.) Intuicao (30 pts.) Memoria Eidética (20 pts.) Bom Senso (40 pts.) Prontidao x8 (5:pts.) Nocao Exata do Tempo (5 pts) Basico César (175 pontos) O vitus da forca, do poder. Desenvolve a capacidade fisica e de combate. $143, HT+3 (15 pts.) Nogao do Perigo (30 pts.) Prontidaa x6 (15 pts.) Sorte as pts.) Antidao Magica (10 pts.) Imunidade (15 pts.) Visdo Periférica (25 pts.) Rijeza 6 pts.) Recuperacao Aligera (5 pts.) Basico Hermes (175) O virus da destreza, agilidade. Desenvolve a agilidade, velocidade. DX+6 HI+2 (20 pts.) Ambidestria (40 pts.) Carisma x8 (5 pts.) Senso de Direcao (0 pts.) Prontidaa x6 (15 pts.) Visao Periférica (10 pts.) Visao Noturna (5 ots.) Basico Por mais que possam ser adquindos como vantagens, os virus nao podem ser comprados mais qué uma vez, e um portador fem apenas UM dos t7és frindos. DICAS DE AVENTURAS Certo. Voce tain a historia, caracteristicas e explicagao dos virus, Ja sabe até como. construir seU doente. Was... @ agora, o-que mais? Onde eu enfio essas explicacdes e regrinhas? Abaixo, seguem algumes idéias de aventuras com os Trés Trmaos, para GURPS atual (1999, 2000, 2001). VAZAMENTO Um laboratorio acaba deixando escapar uma. quantidade de am dos virus (ou mais de-um) em uma pequena sociedade (vila, cidade). L4, os habitantes comecam a se sobressair, misteriasamente. Entao, para proteger a seguranca nacional, 0 governo isola/destr6i-a cidade. Ai é que entram o8iPCs, como pesquisadores, investigadores, xeretas, ou habitantes desesperados para fugir. SUPER-DOENTE Utn portador comeca a se aproveitar de sew estado para-ganhar dinheiro desonestamente. Os PGs sao designados'a deté-lo (contratados pela policia ou pela NSA). Entretanto, descobrem uma trama muito mais profunda e complexa, uma conspiracdo repugnante, por parte do gaverno americano. s FUGITIVOS Fugitivos de uma das experiéncias do Dr. Kapker, os PCs portadores fogem e tentam, a toro custo, se esconder, ocultando sua doenca, mas usando-a, quando necessério. 0 governo ira fazer de tudo pata esconder a doenca dos personagens e destrui-los. PACIENTE Emm um hospital, os Pes tecebem um paciente com dotes de cabeca € indisposicao, mas nao ha nenhum sinal de doenca comum, como gripe. Pesquisanda mais profundamente, descobrem que ha um virus desconhecido e mortal no corpo ~ da vitima. € farac de tudo para saber mais, € ai que a encrenca comesa... Bem, pessoal, ¢ s6 por enquanto, Divirtam-se “adoecendo” com a materia descrita nas linhas acima. Tenham um bom proveito, Se tiverem ‘idéias, sugestées, reclamacées, sabem como nos contatar. KOBOLD RELIGIOSOS MEDIEWAIS Como representar seu defensor dos deuses, em AD&D Mestre: Té, 05 esquecem de Ores agarraram a : alguns seu irmao < ‘ : “minimos estao com uma f es detalhes” ao lamina no a. 4 : criar 0 pescoco dele, oo personagem e murmurando a acaba essa algumas ' : n es aca ai, em palavras. ‘ muita Clérigo: \ Confusio. 0 Beleza, entao... . = ADD € um dos Eu jogo Sono. cs sistemas de Mestre: E como {jogo em que vocé vai fazer Re existem mais 1sso' opcodes de Clérigo: Assim, : : F deuses do que 6; eu pego... € ; em todos (ou, tango 0 Sono! E Mi pelo menos, pronto. Nao . quase todos) precisa de <2 ‘ ‘05 outros jogos dados. ; 5 de RPG. Mestre: Eu sei, 7 Portanto, seria eu sei... eu ae e meio “de lei” quero que voce - ‘ Y B 9 respeitar a represente 3 : c | 7 escolha dos como vai pedir . ) 7 douses na para o seu deus “ Bf cracao de seu que sua magia > . personagem, funcione. NC J clérigo ou nao. Clérigo: DEUS? S is 2 pet Além de ser um ‘QUE DEUS? iiaiuiias fator muito Mestre: 0 deus relevante ha que vocé escotheu na cria¢ao do personagem, —_vida dos personagens, também pode ser hem aquele que the deu as esferas. interessante para, com 0 decorrer da aventura, Clérigo: Que deus? Eu nao escolhi nenhum —_criar situacOes novas, divertidas e ate deus! Desde quando se precisa de um deus _engracadas. para lancar magias? Mestre € todos 0s outros jogadores: Ai, meu ESCOLHENDO 0 DEUS Deus do céu.... Nem sempre o deus com esferas atraentes é 0 Ja aconteceu isso com vocé em uma mesa de —_melhor. Preste muita atencao a suas limitacoes jogo? Pois é... muitas vezes as pessoas se ou oferendas, que sao uma boa parte da representacao-do seu-personagem, em relagao a0 deus escolhido:Procure um deus que combine com-a-personalidade de seu personagem. Se for um piromaniaco, nao faz sentido escolher um deus. pacifico e natural, como. Mystra Entretanto, combinacGes conflitantes, podem Ser interessanteside se explorar - até carto panto. Afinal, até quando um assassino poder matar,sem-a “permissao” de seu deus da morte? Portanto,senia melhor deixar teligioes conflitantes aos jogadores mais experientes. Outra coisa: dé sentido 4 sua religiao. Se voce 6 devoto dé um deus, qual 2 razdio? Sua familia era devota @ voce sequin seus passos? Ou foi abandonado cedo e um, padre dequela ordem 0 cro? Se voce nao & devoto de ninguém, por que, entao, nao €? Qual foi. trauma que 0 abalou?-Dar.explicacoes dos fatos.de sed “back- ground” ajuda, tanto no decomer de suas agées, quanto no desenrolar da historia, por parte do Mestje, & interessante, também, saber até onde ‘voce conieee esse deus, e ate que ponto voce se *relaciona” com ele, Se wore nao sabe quase nada, mas € muito > interessado « ira batalhar para descobrir. temos ima personialidade: Voce ‘também pode nao se interessar por sua divindade, apesar de respe (ae adoré-la. Ou entao, quem sabe, vocé é apenas um adolescente, sendo treinado e nao da 4 minima para o delis que the foi designado, ¢ acahia em muita confusaa e encrenca...? Se voce ainda esta aprendendo sobre o seu deus, entao ¢ interessante saber se alguém o |__treipa; 0 ehsina, quem é seu tutor, seu mentor, seu mastre. Se voce tem um mestre, como ele é, 0 que ele faz, como trata a divindade? Ele “ chato? fle fica o dia inteiro trancado em um templo escurd, ou-sai com vacé, para ajudé-to (ou lhe dar uns daqueles sermbessiritantes)? Como ele trata voce? Os mentores sao, também, uma parte interessante em AD&D, que ajudam muito na-historia e na criacao do personagem. & a ele que vocé vai recorrek quando precisar de ajuda, de ensinamentos, ou de um papinho... PREGANDO... Vamos supor que voce soja muito devoto a um deus que nao suporta lUxtiria. Entao Voce vai até uma cidade e ve pessoas bebendo, roubando, entre outras coisinhias mais... Entao, como bom) preaador, 0 que vocé faz? Vocé sobe no palanque da praca central e comeca a dizer B ads cidadaos 0 que é correto., Ops. Corifusao, Em um-mundo de AD&D como o de Forgotten Realms, existem muitos deuses. € muitas vezes, esses deuses sa0 “contrarios", “opostos” uns aos outros. Se voce realmente 6 deyoto a um deus, que tem seus “inimigos" e limitacbes, vai evitar que seu deus seja ofendido, certo? E, se todo mundo a sua volta, comecar a, desrespeitar 3 sua diyindade? Pois €, Tagine que voce é atlepto de um deus que venera a vida, e chega em uma cidade que faz churrasco de cies, durante o dia. € af? Como fica? Situacdes desse tipa, acontecem fregilentemente em aventuras de AD&D, s6 que, como muitos nao dao importancia a religiao, essas situagdes - que poderiam dar inicio a uma aventura, ou poderiam ser um gancho co proprio. Mestre - passam batido, como um minimo detalhe. Sem contar que, grandes sagas ou campanhas, podem se iniciar em um detalhe relativo a.um deus. Por exemplo, um importante sacerdote foi roubado e tiraram de sua posse uma pedra que significava 0 poder daquete deus. Os PCs precisarao tevirar 0 mundo para encontra-la, enfrentando vil6es, demonios, inimigos poderosos que planejam algo maligno com a pedra, etc... Ea representagap, como € que fica? Uma pessoa se comporta de maneira diferente da outra, muitas vezes, pela religiao. Um exemplo, aqui, da Terra: compare uma mulher catdlica a uma muculmana. As duas sao dois pontos extremos, que chegam a ser polémicos. Entao, se vocé é devoto de Mystra, nao vai sair botando fogo em tudo quanto ¢ floresta, porque nao faz sentido nenhum. Tente agir de acordo com-o seu deus; claroy-se vocé nao for um adolescente rebelde, que Rao vai com a cara de seu deus... E A MAGIA, HEIN, COMO FICA? Foi dada uma situacdo, que envolve magia divina, [ogo no inicio da matéria. Trata-se de uma situacao-onde um jogador est tentando langar uma magia divina @ nao faz idéia do nome do seu deus. Devemos sempre leinbrar que os clérigos nao LANCAM magias, e sim rezam 4 sua divindade para que thes deem paderes para enearar a situagao. £, se deus quiser, ou achar que 0 carinha merece, ele manda ver. Senao... Também devemos lembrar que um clérigo conhece aquielas magias que estao descritas na sua ficha, MATS aquelas que o deus dele conhece. Entietanto, essas magias “a mais” 456 serdo lancadas quando o deus estiver de bom humor (leia-se, “quando 0 Mestre quiser”). Essas siluagdes sao raras, mas acontecem. Sao mmilagres, ue. Mas... os deuses nao distribuem magias para qualquer um, ou seja, 6 realmente MUTTO dificil vace receber uma magia assim, do nada. € por isso que rebeldes podem ser um problema em uma aventiira. Desrespeitando seu deus, eles nao recebem poderes... Na-hora de fazer magia, por favor... seja um pouco dramatico... Nao va-dizer “eu to fazendo tal magia” pronto. Desereva seus atos, suas falas, seus gestos. Elabore \ma oracaa criativa, anote-a em um papelzinho, para quando for fazer a.magia; invente gestos ihirabolantes e poses misticas. Além de dar um “toque especial” 0 personagem, incentiva 45 jogadores e 0 Mestre a detalharem mais seus etos, evitando confusdes do tipo “mas ele nao estava em cima da arvore?”, on “mas ele nao estaya morto?” Enfim, tente representar seu personagem de acordo com suas ctencas. Faca-o sé comportar de modo que seja compativel com o seu deus. Poralie afinal, uma pessoa s6 ¢ feita do que ela acredita, devota e respeita. E isso, tanto na vida Teal quanto no RPG. (ay KOBOLD as Fevereiro de 1328, Inglaterra. 1 = Alto! Quem vem 1a?. Postava-se, a minha frente, um senhor corpulento, cujo rosto repleto de rugas, revelavam sua idade avancada. Vestia trapos de cores, que-néo me recordo no momento, carregava, junto 20 corpo um enorme livro colorido, de couto. Seus olhos estavam fixos nos arbustos da estrada de terra, que meu Senhor mandate providenciar ha alguns anos. Com uma expressdo s6bria, 0 homemnao parava um minuto de encarar os arbustos.e parecia dirigir Palavras a eles, Apds alguns segundos, sem resposta, repeti minha perount: Quem sois vs, que vos dirigis a0 estabelecimento do nobre Thomas. Fireheart, filho dedohn Fireheart ¢ Elizabeth Fireheart? 0 homem dirigiu 0 seu olhar a mim, e com voz fraca’ envelhecida falou: = 0 meu bom homem, meu nome é Emmet. Hyde, enviado da Rainha Phenia, Trago boas mnoticias a0 vosso povo. Olhei-o fixamente, do alto da fortaleza de madeira, tentando lembrar-me de alguma Rainha Phenia. Nao quis perguntar, pois poderia fender 0 povo desse senhor, que fora educado, em suas palavras. Entretanto, fui interrompido ao refletir sobre tal situacao, quando ele tornou a dirigir-me a palavra: = Nao se acanhie, meu senhor. Denuiicia, o teu Tosto, que nao sabes quem € minha Majestade, Permaneci em silencio, pois percebi que minha pergunta seria respondida. Estava enganado. 0 velho apenas sorriu e me disse, de modo irOnico: ‘Abrirds os portées de teu forte, filho? Como é teu nome? = Antes, preciso saber de onde vens. Meu nome @ William Harsén, mas nao sou Senhor deste forte. Holive um momento de silencio, o velho retirou © sorriso do rosto e continuou: = Estas a ouvir o som do vento? Consegues ouvir 0 canto dele? = Como?, eu disse, indagando a mim mesmo sobre a sanidade do velha, - Shh! Ouca! E 0 vento cantava alto, assobiava pela planicie ‘onde actavamas Ficamos parados, auvindo o som do vento, quando, novamente, fui interrompido por-uma gargalhiada do velho. ~ HA! Quyiste2 - Sim, ouvi. Mas nao entendo 0 propésito disto. De onde vens, senhor? ~ Seja mais sAbio, William. Um dia, herdaras este terreno onde tu vives, Dizendo isto, 0 velho virou as costas e seguiu de volta pela estrada, conversando com os arbustos eas atvores, Gritei, insistindo para que voltasse, mas nada. Nem se despediu, Tive de ficar ali, encarando as costas dele, pois nao podia sair de meu posto. 2 Depois que o velho sumiu completamente de minha vista, voltet meus othos para o lado da cidade, onde uma festa acontecia. Pessoas dangavam, cantavam e se divertiam. Aquele inicio de noite estava muito belo. Quando vottei a mim, percebi que a Lua jé sorria no céu para 0 mundo. As estrelas brilhavam e 0 céu escurecia. ‘Ao voltar meus olhos para a estrada, percebi algo que me incomodou. 0 veliio deixara o livre colorido, que carregava, no chao, ali, para que qualquer um pegasse. Pata que eu © pegasse. E wu u fiz. Desti du fuile de wadeira, que cercava a cidade ha décadas, agarrei o livro, com minhas maos, cobertas pelas luvas da armadura. Levei-o até 0 topo da torre de observacao do forte © 0 avaliei melhor. Sua capa tinha a estranha forma de um mapa em alto-relevo, vermelho e cheio de enfeites coloridos. Em dourado, estava escrito “Terra de Phenia’. Abri 0 livro, observei as paginas, ja amareladas pelo tempo, onde poesias se repetiam, elagiando Rainha Phenia e sua terra. Em uma das paginas, havia um mapa da Inglaterra, Um trecho, no centro, estava em destaque, Na pagina/ao lado, uma poesia: Obrilho magnifico do Sol lumina os pasos de uma doninha Que corre em-meio a planicie O canto melodioso do vento Toca suavemente as fortes rochas Do castelo de Phenia Dentro dele esta ela Deslumbrante, Vivendo sua eternidade Deslumbrando sua-bondade E dancanda:na melodia do vento E pintando na hatmonia das fadas Dentro dela descansa A eternamente amada Rainha Phenia 3 Deixei o forte, a0"nascer do Sol, em busca da Terra de-Phenia, Disse ao Senhor que iria em busca de novos suprimentos para os soldados, em uma cidade vizinha. Ele cedeu um cavalo e um escudeiro, paraminha jornada. Ainda tinha esperanca de encontrar o velho, para que me desse as "boas nolicias’. Nas primeiras tres horas de viagem, passamos por duas florestas calmas, onde 0 escudeiro permanecedl calado. Ao chegarmos ao primeiro morro, o silencio foi quebrado: = Ross, Meu nome € Ross. Surpreso, mas sem vacilar, acenei com a cabeca e the respond’: ~ Meu nome William Harsén. Fil spi qi! @-9'seui name ~ diese! pasrudeien, com um sorrise no rosto - acompanho seus feitos destle que era crianca. Sempre sonhei em acompanha-lo, em uma aventura: William, 0 Bravo. Bravo, mas sem coracgo. Era assim que 0 chamavam. Othei 6, fixamente, por alguns segundos, do alto do cavalo, em um movimento, o cavalo | parou: ~ Por que sem coracao? = Diziam que quando vocé era crianca, nao _acreditava em magia. ~ Nunca acreditei, Magia ¢ para criancas O escudeiro mostrara-se frustrado com minha reagdo, ¢ respondeu: = A magia vive, senhor, Ela esta presente em cada flor, em cada animal. : E seguiu sua caminhada, em silencio, Depois de algumas horas, estavamos proximos a0 lugar. Segundo o mapa, se passassemos algumas folhagens, chegariamos la. Ao atravessarmos as folhagens, Ross e eu fixamos nossa visao-em algo que nao esperavamos. Uma planicie. Vasta, plana e vazia. Sim, vazia. Exceto por algumas triancas, que brincavam, espathadas. Fora 1ss0, nada, Absolutamente nada: - Nao é possivel!, disse Ross, que parecia indignado € maravilhado. ~ Nao,.ndo @ mesmo. Viemos ate aqui por nada. ~ resmunguei. Rapidamente, desci de meu cavalo € me dirigi a uma garotinha-de seus cinco, seis anos, ignorando a reacao de meu escudeito, =Olal, disse eu, = Oi}, respondeu @ garotinha de-plhos azuis, que movia os dedos, incansavelmente, no ar, = Conheces um castelo, aqui por perto? Sabes onde fica?, indaguei. = Fica ali, 6 - me respondeu a crianca, apontando pata uma enorme rocha. = Muito obrigado! - disse eu. Raciocinei que o castelo so poderia estar atras da grande racha, afinal. Montei o cavalo, e segui sem Ross - que continuava observando, fixamente, a planicie e a rocha - pata a grande rocha. Entretanto, ao chegar la, deparei com a continuacao da planicie, sem nenhum castelo. Fristrada, tamei a caminho de unlta, em meu cayalo, Cavalguei alguns segundos, até ser interrompido, por uma voz firme e paternal, 4 - William! - Disse a yoz. . Virei-me e deparei com Emmet, o velho que me deixou 0 livio, Estava com as maos erquidas e tomava muito cuidado ao andar, como se algo estivesse no caminho. Ele se aproximou de mim, encarou-me € continueu: ~ Entao vieste mesmo. - Sim, eu vim, Vim para devolver-te o pertence que deixaste frente ao forte. 0 livre. Entao, mostrei-the o livro colorido, que me levara até o local. Fle 0 pegou, olhou para mim, abriu um sorriso € disse em tom afetivo: - Gostas? Gostas daqui? Eu o olhei com frieza, e lhe respond: - Eagradavel. Mas nao encontrei nenhum castelo de Phenia.. Houve alguns segundos de siléncio. Ele tirara 0 sartiso da tosto'e comecara ame encarar, Touicamente, Cumy se yuisesse: wie insullas., ‘Apds um tempo, ele disse: - Nunca teves uma infancia, nao é, William? Como vivias? Nao-entendo, Em volta de ti, esta a Terra de Phenia. Mas nada verds, se olhares com teus olhos, William. Tolice. Nao ha outra maneira de enxergar, velho. Ele apontou Uma crianiga.que brincava com 0 ar, - Estis vendo aquela crianca? Vejas como esta alegre. Vejas como vibra. = Aquela que éstaibrincando com o ar? - indeauei. ~AVe gue erraste, meu caro. Ela nao brinca com 0 ar. Ela brinea com uma fada. Com uma filha de Phenia, Fiquei surpreso. Tinha certeza absoluta de que nao havia nada lg, além da crianga: ~Grianca tola....nada hé ali. Sim, William, ha. Ha uma fada voando em volta da crianea, divertindo-a. Eu a vejo, a erianga a ve. $6 tu ndo a enxergas, pois insistes em procuré-la com teus olhos. Viste aquela focha? = acenei que sim - aquele € 0 castelo de Phenia: Siga-me. Gvelho me levou até meu escudeiro, que conversava com uma pedra. = Olha teu escideiro. 0 que ele faz? - fsta conversando com uma pedra = Nao. Ele esta discutindo com uma doninha. - Mas doninhas nao falam, e aquela, certamente, € uma pedra. Ele se aproximou de Ross, tocou a pedra como sea acariasse, beljou-a ¢ se levantou. Continuou: = £5 um bom homem, Will. Mas feito de pedra. Para ti, 0 que enxergas, é 0 que existe. Mas ha muitas coisas que existem © que ndo podem ser vistas, apenas sentidas. = Como Gar, disse eu. = Como 0 amor. Ficamos nos encarande, alguns segundas, ate que eu resolvi falar: - Mas eu néo vejo nada, Emmet Eu gostaria, ‘mas nao vejo. Ovelho sorriu. - Tu podes, se assim quiseres. Olhai a pedra. 0 que é - Euma pedra. Sélida, parada, imovel. Ao dizer essas palavras, todos me olharam com latiLur. Ad Ciiaitgas, Russ, Eel, Todos eles. Foi como se tivesse insultado a todos eles. 0 velho repetiu - Olhai a pedra. 0 que €? Parei algum tempo para refletir, ¢ disse: = E uma doninha? Emmet me olhou, consentiu, somiu, e tornou a falar: - Acaricie-a. ~ Gomo? - Acaricie-a. Parei um momento. As criancas da plantcie, € Ross, me fitavam, como que esperando que eu agisse Nao sabia mais o que fazet, entao, toquei a pedra. Acariciei-a. Lomo se tosse uma doninha. 5 Ao levantar-me, observei novamente a planicie. Tudo hayia mudedo. A planicie, agora, j4 nao era. como antes, mas sim uma floresta magnifica. A grande rocha no era mais uma rocha, mas um castelo branco, de enormes paredes, com vitrais imensos e coloridos. Do nada, apareceram pequenas criatures voadoras, de alguns centimetros, voando em volta das criangas. Por toda parte nasceram flores, de todos as tipos e de todas as espécies. E a pedra, ao meu lado, totnou-se uma doninha. Uma doninha que conversava com Ross. Tudo a minha volta agora eta lindo, alegre, ‘trangliilo. Senti como se estivesse no Eden. Foi quando a vor de Emmet me confortou: - Viste, agora? Volte quando desejares, sempre serds bem-vindo. Quem sabe, um dia, até conhegas a Rainha Phenia? Fiquei ali, fascinado, encantado, maravilhado. Nunca me senti tao bem antes. Ao final do dia, quando a noite emeacava chegar, as eriancas foram embora, as fadas se recolheram e os lobos ~ cometaram a sair © vigiar a Terra de Phenia. Quando: voltei para a forte, sabia que nao seria adequado contar ao meu Senhor o que passei Mas. contei, ‘mesmo. assim, tal como conto a 0 Senhor nao acreditou-em minha narrativa, portanto, entenderei se vocé nao. acreditar também. Mas, 0 que vi mudou minha fa. E se voce visse, sua vida também mudaria. apenas, 0 sentido dessa historia, que, nem todas as coisas indispensaveis do mundo, so vistveis aos olhos. Como o ar: Como o amor. [i André Kobold Ronqueiro. RESPEITO US. REPRESENTACHO Representar ou ndo representar? Eis a ‘questo... Nos jogos de RPG, é clara-a presenca da Fepresentagao. 0 proprio nome, ja define que esta é importante, Entretanto, sera que esse fator deve ser cultivado? Deve ser utitizado em toda mesa, em toda sessio? REPRESENTANDO Mestre: “Seus olhos se voltam a uma estatua de giande porte, que repousa, elegante, sobre um pedestal dourado. Seu aspectn cinza e-cua textura forte, mostram sua grandeza magica e fisica. Representa 0 corpo de um-homem forte, vyestindo uma armadura resistente e, quase que com vida. Seus ollios de pedra so fortes e suas mos empunham, com coragem, uma espada de lamina prateada, enfeitada por joias preciosas, de tadds 08 cantos dos reinos. Vocé 0 olha, respeitando sua pose herdica e sua magica latente, 0 que voce faz?? Jogador: “Ahn... Eu-pego meu martelo de guerra e quebro a cabeca dete, para ver se tem tesouyo!! Mestre: SittiacGes assim sao comuns, é estao presentes em muitas aventuras, por mais ironicas que parecam. Mestres frustrados, que deixam de fepiesentar por causa de jogadores imaturos, gule, mesmo sem querer, desestimulam cenas de muita importancia na aventura, por causa da falta de interpretacso. 0 Mestre de jogo comeca a citar uma magnifica cena de acio, cheia de sentimento e dor, © ai vai um maninho e grita “PO! TIRET 1 NO 0201”... Eu nao tenho nada Contia a maneira de se jogar, de se representar ou de se lutar, de cada um, no RPG. SO que, a colaboracao dos jogadores ¢ indispensavel para 0 decorrer do jogo. Se a mesa inteira esta representando, por que tem sempre um que quer dar uma de Sr OVerpower? Nao da certo... Ea mesma coisa. que fazer um Strip Tease no meio de uma reuniao demegocios. Nada a ver! Sem contar que, muitas vezes, a representacao @ a chave para muitas aventuras, as quais ndo podem ser solucionadas sem ela, NAO REPRESENTANDO Mestre: ’Té. Joga 0 d20. Beleza. Deu 15. Cé tacou o cara lange, @ caiu um pedaco-da armadura.” Jogador 1: “Beleza! Cato 0 meu machado 12 ¢ dou na-¢abeca do bicho!” Mestre: “Peraf... Ele morreu!” Jogador 2 e 3: “YES!!!” Jogador 2: 76 atacando o maninho de preto.” Mestre: “Joga o dado. Hmmm... 167 Ta, em cheio. 0 cara caiuno chao, se levantou e ta preparando uma Bola de Fogo,” Jogador 1 ¢ 3: “DA HORA,” Mestre para Jogador 4: ‘Ta, 0 Orc taca a machadinha no seu peito. E... ele acertou, Toma dois de dano.” Jogador 4: “Eu me coloco de lado, em um canto da sala, sento-me encolirido. Agarro meu brago diveitu com furga, Letilandy inlesemper 0 Sangramento. Contiaio meus misculos faciais, como se nav dgiientasse tal sofrimento. Sotto gemidos curtos de dor, mas com coragem, empunho minha espada e reno minhas forcas para sequir-a batalha, A batalha por um mundo. melhor! AAAAHHH!!!” Mestre e todos os outros jogadores: “..” deut para perceber, n? E se for uma situagdo contraria & citada no primeiro texto? E se estiver todo mundo se divertindo jagando d20, nem se preocupando se cortaram 0 pescoco. do Clérigo e ele tomou trés de dano, Tudo bem! Nada de errado, mas ai vem um metido a Shakespeare e comeca a riores de-um terri atranhao. € basic ENTRE EM UMA MESA DE OVERPOWERS (ou a jogar @ voce entrouem uma RolePlayers, entzo, se divirta! $0 nao vai re enquantogeles RESPEITO o-RolePla\ cular dano, nao jogue com 3@ veste colorido e cheio de colare: Ew acho que é entando, matando, pithando, set la, mas m no lugar certo! IN Nomine worp-RounD Em todas as grandes batalhas, sempre aparecem aqueles que se destacam por seus feitos, dentre ‘05 demais. Na batalha entre o céu e o inferno, nao podia ser diferente, Aqueles poucos anjos (ou demonios) que se mostram mais dedicados e efetivos, em seu trabalho de promaver suas causas, ganham Um importante titulo. Ganham o direrto de carregar Uma WURD (Palavra ou concéito) sio conhecidos como Word-Bound (Aigo como quardides das palavras). No livro basico de IN NOMINE, é apresentado 0 conceito dos Word-Bound e existem dois exemplos de personagens com esse titulo. Entretanto esse conceito geia um grande leque de possibilidades interessantes. Entdo por que nao aprovettar essa idéia e cliar algo interessante? Vamos apresentar dois novos Word-Bound nessa matéria, um-anjo e um demonio, les podem ser infroduzidos numa historia de diversas maneiras e podem, tanto se tornar um grande petrono dos jogadores, como um inimigo temivel. lacus ‘Anjo das artes cenicas Choir: Kyrrotates Archangel: Eli mas a seivico de Blandine Word: (Artes Cénicas) Ethereal Forces: 5 Intelligence-10 Precision-10 Corporeal Forces: 4 Strength-8 Agility-8 (Celestial Forces- 6 Will 12 Perception=12 Songs: Form(Corporeal/3, Etheieal/5 Celestial/6), Healing(Corporeal/s, Ethereal/3, Celestial/3), Tangues(Gorporeal/6, Ethereal /4), Attraction(Ethereal/3), Light(Ethereal/5) Skills: Emote/o, Fase Talk/, Singing/3, Sevoir-faire/3, Lying/2, Representacac/6 (Wer abaixo) ‘Attunements & Distinctions: Kyriotace of Greation, Dream walking, Abracadabra, Kyriotate of destiny, Anjo das artes cenicas Rituais especiais: Como o Anjo das Aries Cenicas, Lacus ganha um ponto de essencia, entretendo um grupo de pesseas por algumas horas, atuando em suas pecas, Lacus também possui Um ritual, dado por Blandine (dormir sem visitar 0 reino de Beleth). Lacus sempre foi unt dedicado servo de Eli. Usando seus talentos artisticos, na criagao de indmeras peras e personagens. Os tatentos de Lacus, também the proporcionaram a simpatia de outros Arcanjos no céu, principalmente, a simpatia de Blandine, a quem Lacus prestava uma serie de favores. Eli, como agradecimento, cedeu o direito a Lacus, de proteger um Conceito (0bs.: a palavra WORD foi traduzida, excepcionalmente, como Conceito, para, dessa forma, deixar mais claro 0 que significa) s6 seu, as Artes Canicas. Mas isso foi antes de Eli-abandonar seu lugar no céu, deixando lacus sem um arcanjo a quem re sponder: Hoje em dia, Lacus, mesmo sem 0 apoio de Eli, continua realizando um grande trabalho, promovendo seu Conceito. Devido-& Intima relagao entre seis atos e os sonhos dos homens, Blandine aceitou Lacus, para trabalhar sob seu comando, Seu attunement permite que Lacus sempre consiga se comunicar com toda a sua platéia, Ele costuma possuir varios hospedeiros ao Tesi Leip, Guatido COlIega @ aLual et suas’ pecas, € Usa 0s attunement, cedidos por Eli, para criar, com perfeicao, seus personagens! Novas pericias Representagao (Perception) Default: -2 Essa pericia permite ao personagem,se desenvolver com mais talento e naturalidade, fiente a uma platéia, 0 uso dessa pericia, mostra 0 quanto de atencao e entietenimento o artista conseque ter de sua plateia. Essa pericia tambem mostra 0 quanto se consegue imitar a Voz e os maneirismo de seus personagens. Novos Attunements Anjo das Artes Cénicas Este attunement, permite que o personagem use, sem custo de esséncia, a corporeal songue of fongues, enquanto estiver representando uma peca. Idéias de Aventura Lacus pode ser usado de diversas formas, numa historia. Algumas formas interessantes de usar Lacus, em jogo sao: -Servos de Lacus Uma otima maneira de usar Lacus, € permitindo que alguns dos jogadores prestem servico 2 ele. Lacus esta muito ativo, nos ‘ltimos anos, sempre promoyendo sua causa ¢ esta sempre disposto a patrocinar aqueles que também tém esse interesse. Costuma mostrar um interesse especial por aqueles gue mostram um talento maior, na arte de representacao. A maior honra que pade ser concedida a um.ator, tanto mortal como divino, éa permissao de atuar em uma pega, ao lado de Lacus -Guerra contra Nybbas Nybbas, nia sua tentativa de manipular todas as formas de midia, cedo ou tarde acaba por interferir nos planos de Lacus, tentanda promover seu Conceito. Isso acabour criando uma rixa pessoal entre Lacus e Nybbas. Hoje’ém dia, com a ascensdo do.cinema ¢ da TV, a popularidade do teatro, a principal area de infiuéncia de Lacus, caiu muito. Lacus esta disposto a fazer de tudo para frustrar os planos de Nybbas, de usar, também o teatro, para moldar 0 comportamento das pessoas. Dizem os boatos, que Nybbas ofereceu uma excelente recompensa para quem conseguir resolver 0 problema chamado Lacus! (Mircoss Démonio da Internet Band: Tinpudite | Demon Prince: Nybbas \Word: Internet Ethereal Forces-4 Intelligence-10 Precision-6 Songs! Projection(Corpareal/4), Tongues(Corporeal/4), Attraction(Ethereal/3), \Form(Celestial/3), Possession(Celestial/3) ‘Attunements & Distinctions: Servant: Allan » Dubin (Humano/5), Subliminal, Knight of influence, demonio da Intemet Rituais Especiais: Gastar quatre horas fazendo) “amizades” pela internet Mircoss, por muito tempo, nao passava de um servo menor ¢ réjeitado de Nybbas, nunca conseguindo um grande destaque dentro da midia, devido ao fato de nao possuir grandes dots artisticos ou.um grande carisma, Com 0 surgimento dos computadores, « posteriormenite, 0 advento da internet, Mircoss encontrow sua grande chance, para conquistar 0 prestigio com Nybbas. 0 primeiro passo de Mircoss, foi se aproximar de um promissor programador, Allan Dubin, com quem aprendeu a titar todo 0 proveito dos computadores. Dai em diante, sua gloria estava apenas a um passo. Ataalments, Mircoss é um habil programador de uma grande empresa de programas para internet, Utiliza toda a sua influencia para promover a interacao entre as pessoas, pela Tede. Mircoss costuma passar horas © horas *conversando” pela internet e est envolvido com uma infinidade de atividades escusas, através desta Novos attunements Deménio da internet Pode-sé usar a resonance dos Impudite, se comunicando pela internet (através de chat, email, etc), sem enum redu Comporeal Forces. 3 Strength-6 Agitity-6 Celestial Forces-5 Will-11, Perception-9 ‘Skills: Computer Operation/4, Lying/4, Languages(Inalés/4), Detect lies/2, Emote/5, Seduction/6 Vessel: Humano/3, Charisma +3 (0 bonus de carisma s6 é utilizado quando Mircoss estd se comunicando através da internet), Idéias de Aventura Encrenca pela internet “0 dominio da internet sé nao esta completamente nas maos de Mircoss, devido a um Gnico detalhe: a existéncia de Orc (ver pagina 194 do livro basico de IN NOMINE). 0s dois passam arande parte de seu tempo frustando planos, um do ouiro. Os negocios sujos praticados por Mircoss podem pdr os personagens, a servico de Ore, em conflito direto com Mircoss, Desconfiancas Dizem os boatos que Mircoss, na verdade, néo se contenta apenas em manter seu titulo de Word-Bound, mas, na verdade, esta trabalhando om um grupo de demanios e anjos renegados para depor Vapula de sua posi¢ao. Se isso for confiimado, pode abalar severamente a relacdo de Nybbas e Vapula, e, pior ainda, Mircoss seus sequidores, ja esto sob constante vigilancia da policia secrela de Asmodeus. 56 resta saber-se Asmodeus pretende apoiar ou ‘impedir que tal boato se torne verdade. Fal Um vetdadeiro conto de fadas para Advanced Dungeon&Dragons AS RAIZES DE ELLURIA Uma iha no meio do nada... Driades, e, dessa forma, eles tem uma vida Um mundo onde a harmonia-impera, € a longa, como a do Carvalho. prosperidade esta por todos os lados. Pata 0s Elloi, o spno.@ a morte, Sua alimentacao €haseada em fatossintese e saclimulos de minerais extraidos ida terra. Um traco interessante, é que, em Elluria nao ha nenhuma forma de criacao de animais au agricultura. Os animals silvesties dominamias abundantes florestas, Ellois nae sabem 0 que @doenca, € descuibeveni-a dor flluria-é um pequeno-continente, que pode ser actescentado ao mundo de sua preferéncia, Junto com ume descricao de Elluria, ‘yoce vai conhecer também os dois principais povos do continente, os Ellei € 0s Morlocks Tenha uma boa vyiagem por esse local mistico ELLURIA aa da miséria.-Porem, 0 prego disso 6 que, Elluria ¢ uma terra 9s Ellois (com distante do excecao ads profundo ly nobres), jamais oceang. Um podem peqileno, abandonar continente, de Elluria, pois proporcoes esto presos 3 semelhantes a K “sua terra ‘Australia, com desde sew florestas nascimenta, temperadas, com / Se um Elloi ‘abanidona seu que cortam toda a terra. ie solo, em cerca = Brotam, nessas terras, de uma semana, douradas montantias. Em seca € Lansforina-se emi uina Elluria, o metal € arvere. Resuivindo, pelas lendas inexistente. Elloi, seu pove e toda vegetacaa E uma terra formada por - do planeta. No nascimento, apos a uma arvore gigantesca, fecundacao, biota, da femea flloi, Seti povo, os Elloi, sada sabem sobre as artes da uma semehite, gue cai sabie 0 solo virgem. Essa guerra, por serem pacificos e harmoniosos, com ements, forma um corpo de um bebe Elloi, em Sila terra natal. Elluria ¢ uma terra magica, em —_pouicas horas. oe cujo centro biota a arvore da criacdo. Suas Na Ellutia, a vida é farta, a mata ¢ virgem, e as Yaizes formam toda a paisagem geagratica desse _ rvores sao enormes, Mas, todo este paraiso nao local. Os Elloi so uma miscigenagdo de Entese seria assim, se nao fosse administiado e Se Z plenos vales, © 1108 2a preservado pelos Elloi com as cinco leis da Natureza de Elluria: Que'a vida se-prolifere em-seu ciclo; nada nem ninguem que esteja em Elluria tem poder para modificar ou alterar as formacbes naturais, por qualquer motivo, alterando, assim, paisagens a seu bal jracional, nativa ou estrangeira , ninguém pode ser menosprezado pela sua forma, idade, origem, diet ou fama .Em Elluria, toda vida pode, deve, ser tratada da mesma forma, contanto que esteja tespeitando ¢ sendo respeitada. Em Elluria, nao devem haver escravos, servidio DU minorias, Quem desrespeitar essa lei, deve ser julgado pelo oprimido, com duras penas, conforme a opressao causada. Cada um deve obedecer aos critérios de sua ‘cadeia alimentar, como a Gnica lei verdadeira de separacao, entte ume outro. £ uma grave ofensa, em Elluria, umsef vivo desrespeitar essa lei, pois sem esta, a ordem nao se estabelaceria, ‘Quem for presa, deve ser devorado € quem for predador, deve devorar, Assim como os Morllack devoram os Ello’ quando a maré baixa, cada habitante de Elluria deve respeitar essa lei, sem se preocupar prazere com dramas necessidade; pessoais. Ao Nenhuma yuebiat essd vida pode ou lei, o infrator deve ser. demonstra que sacrificada nao esté apta ‘em prot de a permanecer outta, @ em Elluria e menos qué deve ser esteja exilado, para obedecendo manter a a ciclo harmonia. natural das Toda vida coisas; vida deve se pela vida: submeter a0 -Qualquerum apelo da que reproducao de desrespeite sua especie? esta ardem sempre se natural, deve entregar devers ser se ao desejo punido superior de severamente, ciclo de conformea reproducao da infracao; vida. Toda 2 vida Emm Elluria, esta viva e assassinate 6 meiece crime, ou seja, respeito, matar um seja animal animal, por uu vegetal, Um Ello’ adutto qualquer facional eu motivo, é considerado homicidio doloso. Os criminosos sao punidos com penas severas. Existem trés penas aplicaveis, que sao: Prisao, Exilio © Envenenamento. Na Prisao, o aprisionamento € feito do seguinte modo: Plantam-se algumias sementes em igual niimero aos crimes cometidas, em volta [ de um circulo de terra, onde esta 0 infrator. ee Essas sementes se desenvolvem em extrema rapidez, gracas ao dom inato dos Ello} de desenvolver plantas. Ao se desenvolverem, éssas plantas, aprisionam o criminoso numa arvore, entrelacada, Lavdentro, 0 criminoso pode encontrar seiva para se alimentar. Em seu tronco e raizes; maltiplas'e ocas, formam-se taneis, que um personagem habilidoso poderia escalar. Se ele conseguir achar a saida, esta perdoado de seu crime. Parém, ha um pequena.detalhe: como as sementes sao jogadas aleatoriamente; ¢ como fotla vida vegetal de Elluria tem consciéncia, dentro da prisdo, existem parasitas como limo- Vivo, pulgoes-gigantes, plantas carnivoras, Os ELLOI (15a16) (15a 16) Tesouro Qualquer Qualquer Tendéncia Neutra Neutra Quant. de encontro 1a 20 1a3 C. As 8 (Natural) 9 (Natural) Movimentagao 10 10 ‘acidos e orgaos digestivos(das arvores. Ou seja, uma “Dungeon de valor”. No Envenenamente, o criminaso acusado e declarado culpado, recebe uma dose de um tipo de venetio, conforme a pena. Elluria € uma terra de toda a sorte de plantas, desde arvores, até tamos e folhagens. E facil encontrar, nessa terra, todas as espécies de plantas de natureza magica, ¢ 05 Ello. fal Elloi Comum Nobre Clima/Terreno Elluria Qualquer Freqiiéncia Comum Muito rara Organizacao Monarquia Monarquia \ Periodo de Atividade — Qualquer Qualquer Dieta Fotossintese Fotossintese Inteligéncia Excepcional Excepcional No proximo numero, conhega os terriveis Morllocks ea CAMPANHA’ Uma das principais queixas dos rpgistas de todo 0 pais, era a dificuldade em conseguir montar um grupo dejogadores, para finalmente, jogat aquela aventura, ha tanto, tempo planejada. Agora; pela Internet, tudo ficou mais facil, bastando participar ou criar seu proprio PBEM, ou Play by E-Mail. Voce pode jogar a distancia, com outras pessoas, sem mesmo conhecé-las, através de mensagens de e-mail, Geralmente, uma das pessoas assume o papel de Mestre, que fica responsavel por enviar a ambientacdo do jogo € gerenciar sua narrativa, enquanto os outros jogadores vao enviando suas acées, na aventura, Cabe'ao mestre, analisar esta acao e mandar os resultados aos jogadores, para flovas-a¢des, dando sequencia ao jogo. Gxistem trés tifos de PBEM: 1) Aberto: todas as mensagens chegam para todos os jogadores, com isso, todos sabem 0 que est acontecendo no jogo e interagem entre si. 0 mestre, deve, apenas, organizar © ditar as regras do que est certo ou etrado, bem como, introduzir ganchos na aventura, para que os personagens deem continuidade 20 jogo. 2) Semi-aberto: nesse tipo, 0 mestre passa alguimas informagoes para todos, ¢ algumas s6 para petsonagens especificos. 3) Fechado: os jogadores enviam mensagem para 0 mestre e ele da a resposta, apenas para ‘este jagador. Para se criar um PBEM, basta que alguém queira ser o narrador e gerenciar as mensagens, podendo fazer isso manualmente ou Utilizar uma lista de discusséo, que pode ser criada facilments, em sites como 0 Egroups ( hitp://www.egroups.com ). Depois, basta chamar os amigos ou convidar outros jogadores e deixar rolar a aventura ! Apesar de ser mais lento que um jogo comum, 0 PBEM mantém um clima de mistério, pois voce nao estara vendo os outros jogadores, suas fichas, €, muito menos, seus seqredos. Isso S VIRTUAIS aumentara ainda mais a expectativa de jogo. Vocé pode encontrar alguns PBEMs que ja estao rolando pela Internet, na secao dedicada a eles, na SpellBrasil (http:// wweirog.com.br).. Bookmarks Quem nao selembra da historia de seis jovens que foram brincar, num parque de diversdes e acabaram sendo tranisportados ara um olltro mundo, de fantasia e magia, cavaleiros e dragies... Pois é, agota existe uma pagina exclusivamente dedicada ao 0 desenho Caverna do Dragao, que em meados de 1983, encantou jovens de todo o mundo e 5 levolr a descobrir 0 fantastico mundo dos RPGs. 0 site'leva o nome do desenho, e la (http:// wwelcome.to/caverna), voce pode encontrar informagées sobre os principais personagens da série, dados sobre todos os episddios, imagens e tradugdes de textos e entrevistas, além de links para varios outros sites relacionados. fa Dicas da Web by Guilherme Moteno Frias < spellbrasil@rpa.com.br = Editor/Webmaster da SpellBrasil - http:// www.tpg.com. br 0 Mestre é um jogador sem personagem fixo. Enquanto todas se divertem com suas atuacdes © interacdes, o mestre € sempre tido coro o vilao, que dificulta a vida dos pefsonagens e quer mata-los, a qualquer custo, nao importa o que eles facam. E sempré a velha historia, que ele ¢ um Deus (a), insano (@), que joga com a vida dos personagens, dos jogadores. Como evitar esse problema, em suas interacdes com os jogadores? | De Sistema para Sistema Em cada jogo de RPG, as editoras e autores fentam diferenciar o nome de suas regras, cenatins.@ mestres. Fsse esforca nan é feitn em a0, pois 05 mundos de RPG. sao diversos. Como resolver esse problema? Basta seguir a di¢a dada por cada autor, ao diferenciar seus mesties, caso.a caso. D&D e Outros: 0 Mestre do Jogo, é um nome ‘interessante, mas muito forte. Chega a causar até um certo desconforto, para alguns jogadores iniciantes ou até mesmo, aos experientes. Esse nome, por muitos anos, serviu para tentarmos definir o papel desses uias-diretores-autores de hist6rias, no universo do RPG, adotado por muitos Jogadores e mestres, para defini-lo, Mas 0 que 6 um mestre? Pense umpouco, se formos pelo sentido da palavia: Mestre é aquele que dominou plenamente algo, ¢ agora aplica ou H cnsina algo « seus discipulos. Entao, quer dizer que o Mestre deve ser como um profeta ‘ou sAbio, que todos os jogadores devem seguir piamente, sem questionar, Nao use 0 sentido proprio da palavra. Um Mestre do Jogo deve saber que rumo dar a seus personagens jogadores, afinal, ele deve dominar a historia contada, sendo paciente e benevolente aos POR TRAS DOS PANOS atos de seus jogadores, dando-thes parametros fara suicesso ou fracasso, conforme suas escolhias. Para facilitar a interacdo, crie um personagem, conforme a campanha e faca dele um guia-mentor para seus jogadores. Caracterize-o, petsonalize suas campanhas com esta figura, faca seus personagens amé- lo. Deixe-os se désenvolver em volta dele, como um “mestre das magos" « fara dele uma peca indestrutfvel, alauém podetoso 0 suficiente para tiré-los de qualquer encrenca. Sem divida, seus jagadores o verde como um Mestre do Jogo, peis partiré dele qualquer informagao de importancia para os personagens. Deixe-os verem como ele € importante, mas no tao importante a ponto de se tomar a estfela do espetariin. Nan exagere! Nada de excesso de drama. Muito menos, em acdes do personagem de mestre, Utilize criaturas poderosas, como: Deuses de mundos conhecidos, monstros como Gigantes ‘inteligentes. Dragdes, Fadas e seres misticos de lendas € contos antigos sao altamente recomendados, € nao se esqueca dos Magos de poder e Her6is da mitologia ou cultura desses Mundos. Observe que, quanto mais mortal e perigoso for 0 mestte do jogo, miais proximos ou distantes deste (de voce), se tornarao os jogadores. Um grupo unido vale mais que um grupo poderoso. Esse 6 apenas um método, dos muitos que existem. Vaca ainda pode escolher entre uma série de opcées coma: liberdade total de agao dos personagens oua famosa forca da Bondade infinita, que cerca 0s personagens, dando-thes sorte e beneticios, além do necessario, por exemplo, Nao importa a escolha. Sempre dé a impressao a seus personagens, que existe alguém que olha por eles. Esse € 0 verdadeito Mestre do Joyo. Storyteller e Outros jogos de ambientacao moderna. 0 Nanador - quando vimus este nome, em-nossos livros de jagos, nao percebemos a importancia que ele tem. Pense numa Nartacdoy um texto que €contado-por um Narradar. Dé:como exemplo uma novela de radio, antiga ou nao, um_protogo, epflogo, prefacio-ou texto intradutorio; sao necanismos de ambientacao, Assim como 0 mestre do jogo, um Narrador deve ter »consciéncia.c agao. Porém, ao contrario, um. Natrador nao deve, jamais, estar diretamente ligado aos personagens atuantes.. Ele deve ser alguém fora do tempo dos jogadores ou fatos. Deve ser uma testemunha ocular dos fatos dos dramas de cada personagem. Seu emprego deve ocorter, no infcio da-cronica, ¢ em pequenas participagoes em cada historia, em ino maximo, curtas fraseste,citacoes, dentro de “cada capitulo. Suas palayras devem servir de dica para cada pagina de historia, dando um af de “déjavous’. Se for bem feito, esse ectifso se fofna uma-ferramenta importante, Nas tdus Ue quem escreve a [iisloria, & pata quem esta ¢ estrita. Pode ou nao ter uma fictia de personagem. De preferéncia, alguém dilé seja freco, no tempo da historia a ser contada; 6 que, mais tarde, se desenvolve e 2 @niia aos jogadores, nao aos personagens. 0 Anfitriao e outros que surgem a cada dia: @ receita do castelo de Falkenstein, tratou-de rar, nao apenas um narrador, ol! ihestie de jogo, Trolxe pare a tealidade do jogo, nao so um simples contador de historias, mas também, um personagem atuante, vivo, vulnerayel a alteragoes do ambiente, clima da historia. Um fato interessante, 6 que o anfitriao se Tesponsabiliza pelas acoes © ganhos dos petsonagens, Fle pode ser julgado, conforme selis hidspedes. A principal fraqueza ¢ sua vulnerabilidade, como, por exemplo, a célebre frase, “matei o mestre”, pois o anfitriao ppossui planilha € estatisticas, como os jogadorss e seus personiagens. Ele esta submetide as leis do jogo e participa ativamente com os fogadores. Assim, nao ha mestre-do jogo, nem altar da historia, todos sao iguais e personagens de umacdnica historia, sem distincao, Entre otros, o que podemos ressaltar é que aa longo dos anos em que se desenvolveram os RPGS, existiam apenas duas vertentes distintas, entre aqueles que guiavam a mesa. Um sequia 3-risca conirios, clima c ambientacao, valorizando a forca do ambiente e do destino, sobre-os personagens. Pregava suas Tegras, sobre a vida dos jogadores, coma um Deus, intransigente e malicioso, em suas tramas e metaforas, a Cada historia. Valorizava a forca impetativa da realidade, contra seus personagens. © Gitito, apoiava-se diretamente na forca da interpretacao de seus jogadores e fazia deles, herdis de valor inquestionavel. Eles modificavam o mundo a sua volta © centralizavam em si todos os fatos e realizagoes do jogo. Eram,-nada mais que Tiyuias, plenamente ativas, cuiilia luda 4 ambientacdo. Para esses, era valorizada a frabilidade em transformaro meio a sua necessidade e prazer. Mestre, narrador, poeta, arquiteto, ou seja lé Como voce se denominar, lembre-se que, nao. ‘importa seu nome, o que importa é 0 quao pratico, carismatico e criativo voce consiga sere trasformar uma historia, numa verdadeira aventura para a mente humana. Isso 6 o que basta... #0 Tolo” MURAL GRIMORIUM Em toda publicacdo, existe uma secdo onde o leitor “interage” com a revista. E 0 local em que ele deixa suas dividas, suas certezas, sua falta de educag¢do... enfim, tudo 0 que estiver a fim de mandar. Essa secao, ninguém pode negar, é do leitor. A Secao de Cartas, os Pergaminhos dos Leitores, os Clasificados. Aqui, » chamamos de Mural Grimorium, onde vocé pode botar a boca no trombone e fazer todo mundo (bem, nem tooodo 0 mundo) ouvir - ler - o que quer falar. Entao é sé... Tem cartas, emails, idéias, insultos, desenhos que vocé quer ver aqui?? E so mandar para nos: grimorium@mid.com.br Acesso a Internet por linhas digitais a 96k sem dar linha ocupada ?!? Nao ¢ possivelltt Com homepage pessoal gratuita e um enorme acervo de arquivos para download! Além disso, nem precisa ser ET pra comecar, 0 suporte técnico resolve tudo!! ee Vocé ainda tem que usar aqueles discadores pra tentar encontrar uma linha desocupada? Conhega o provedor de acesso a Internet que nao da linha ocupada ha 3 anos. ee eee ce en ecu C} Se Cen ua servigas exclusives, © um grande acervo de arquivos, como utilities, games Se en eee cae Sete ec eu eee en ad Se Tee eee ue UL ceo SST nec a aed eee ee Te ee Se eer ee eet Cee Cara Assine ja e ganhe 30 horas de acesso gratuito!* a (cent) 5092020 en Patent: Oat 5082-6033 Canara) ermal: febwodel con. Agora vocé pode © comprar. as revistas da Editora Escala © cca ryt) Een COIEGET. aarp l | Aertie Ie) ATLA ACCS CCL E COs G 3 LEG CSET CLT