Você está na página 1de 48

CAPSULITE ADESIVA

DO OMBRO
(CAO)

Produção/Organização do material: Taís Cerentini – Acadêmica de Fisioterapia


CAPSULITE ADESIVA DO OMBRO
Definição --------------------------------------------------------------------------- 3
Fisiopatologia ---------------------------------------------------------------------- 4
Í Etiologia ---------------------------------------------------------------------------- 7
Frequência ------------------------------------------------------------------------- 8
N Quadro Clínico ------------------------------------------------------------------- 9
D Diagnóstico Diferencial --------------------------------------------------------- 11
Exames de Imagem ---------------------------------------------------------------14
I Tratamento ------------------------------------------------------------------------ 15
C Tratamento Fisioterapêutico --------------------------------------------------- 21
Referencias ------------------------------------------------------------------------ 45
E Fisiowork -------------------------------------------------------------------------- 46

www.grupofisiowork.com //FisioWork @ fisioworkrs


CAPSULITE ADESIVA DO OMBRO : DEFINIÇÃO

Popularmente conhecida como:


ombro congelado

Duas características
principais

Diminuição da mobilidade Dor


articular, ativa e passiva

Muitas vezes de longa duração

www.grupofisiowork.com //FisioWork @ fisioworkrs


CAPSULITE ADESIVA DO OMBRO : DEFINIÇÃO
Cápsula normal “Condição de etiologia incerta Cápsulite adesiva
caracterizada por significante restrição
da mobilidade ativa e passiva do
ombro que ocorre na ausência de
alteração intrínseca do ombro”.

Sociedade Americana de Cirurgia


de Ombro e Cotovelo, 1992

Revise a anatomia do ombro


com um vídeo clicando sobre a
imagem

www.grupofisiowork.com //FisioWork @ fisioworkrs


CAPSULITE ADESIVA DO OMBRO : FISIOPATOLOGIA
Apesar de não ser totalmente conhecida, são participantes deste processo as
seguintes estruturas:

Cápsula Bolsa
Músculo
articular subacromial
subescapular

Tecidos do
intervalo dos Ligamento
rotadores coracoumeral

www.grupofisiowork.com //FisioWork @ fisioworkrs


CAPSULITE ADESIVA DO OMBRO : FISIOPATOLOGIA
Secreção excessiva de colágeno tipo III;
Hiperplasia fibroblástica;
Levam a contratura da cápsula e
estruturas adjacentes;
Limitação progressiva da
mobilidade;

O liquido sinovial é normal, porém o volume da


articulação está sempre diminuído, em torno de 3
a 15mL (capacidade articular normal = 20 a 25mL).
OBS: pode haver predisposições genéticas para o surgimento dessa hiperplasia.

www.grupofisiowork.com //FisioWork @ fisioworkrs


CAPSULITE ADESIVA DO OMBRO : ETIOLOGIA

Ainda obscura (diabetes, doenças neurológicas,AVC);

Qualquer condição que leve a articulação glenoumeral a


assumir determinada posição por tempo prolongado.

www.grupofisiowork.com //FisioWork @ fisioworkrs


CAPSULITE ADESIVA DO OMBRO : FREQUÊNCIA
Acomete de 3% a 5% da população geral;

A idade de maior ocorrência varia entre 40 e 60 anos;


Pessoas que utilizam anticonvulsivantes, que tiveram AVE, que tem
dislipidemias, tireoideopatias e doenças intratorácicas e neurológicas
tem mais risco de desenvolver;

Os diabéticos tem 40% mais chances de ter;


Mais incidente no sexo feminino;
O lado não dominante tem maior incidência;

A bilateralidade pode ocorrer em 16% dos casos.

www.grupofisiowork.com //FisioWork @ fisioworkrs


CAPSULITE ADESIVA DO OMBRO : QUADRO CLÍNICO
Dor mal localizada no ombro, de início espontâneo, geralmente sem
história de trauma;

Dor se torna muito intensa, mesmo quando em repouso;

À noite tem caráter contínuo e se percebe piora com a movimentação;

A intensidade da dor tende a diminuir em algumas semanas;

Progressivamente a amplitude de movimento de alguns movimentos vão diminuindo;

www.grupofisiowork.com //FisioWork @ fisioworkrs


CAPSULITE ADESIVA DO OMBRO : QUADRO CLÍNICO
Estes movimentos são: elevação, rotação interna, rotação externa e abdução;

Sempre há bloqueio da rotação externa e da rotação interna;

Geralmente tem evolução lenta, não inferior a quatro ou seis meses;

Até descobrir o verdadeiro diagnóstico, é comum o paciente receber vários


diagnósticos, infiltrações, imobilizações, entre outros.

OBS: o diagnóstico precoce é essencial para o início do tratamento correto.

www.grupofisiowork.com //FisioWork @ fisioworkrs


CAPSULITE ADESIVA DO OMBRO : DIAGNÓSTICO
DIFERENCIAL

É importante
 Considerar todas as patologias do ombro que podem
evoluir para rigidez articular (rupturas do manguito rotador,
tendinite calcária, luxações glenoumerais não diagnosticadas,
tumores primários ou metastásicos, síndrome ombro-mão e
traumas).

www.grupofisiowork.com //FisioWork @ fisioworkrs


CAPSULITE ADESIVA DO OMBRO : DIAGNÓSTICO
DIFERENCIAL

Primária Secundária

Sem causa determinada


Concomitante ou logo após uma
(idiopática), em pacientes sem
das patologias citadas
histórico de trauma ou
anteriormente.
cirurgia.

www.grupofisiowork.com //FisioWork @ fisioworkrs


CAPSULITE ADESIVA DO OMBRO : DIAGNÓSTICO
DIFERENCIAL

Os pacientes podem ser divididos em 3 grupos, cada


grupo requer um tratamento diferente

Restrição de Limitação de Restrição de


mobilidade e mobilidade e dor mobilidade associada
ausência de dor intensa a patologia cirúrgica
do ombro

www.grupofisiowork.com //FisioWork @ fisioworkrs


CAPSULITE ADESIVA DO OMBRO : EXAMES DE IMAGEM

A radiografia
simples apresenta-
se normal, podendo
haver diminuição
do espaço articular
entre cavidade
glenoidal e a cabeça
do úmero.

Na imagem por ressonância magnética, as setas indicam as aderências.

www.grupofisiowork.com //FisioWork @ fisioworkrs


CAPSULITE ADESIVA DO OMBRO : TRATAMENTO

O melhor tratamento é a prevenção!


 Diagnóstico correto e precoce;

 Evitar a imobilização, ou seja, após cirurgia ou


trauma do membro superior, é muito importante
a mobilização passiva.
Objetivo do tratamento:
 Diminuir a dor;
 Restaurar a amplitude de movimento (ADM) do
ombro.

www.grupofisiowork.com //FisioWork @ fisioworkrs


CAPSULITE ADESIVA DO OMBRO : TRATAMENTO

Restrição de mobilidade e ausência de dor


 Pacientes participam de um programa de reabilitação;
 Acompanha-se o tratamento com um médico
ortopedista;
Se em 30 dias a mobilidade não melhorar, considera-se
intervenção médica invasiva.

www.grupofisiowork.com //FisioWork @ fisioworkrs


CAPSULITE ADESIVA DO OMBRO : TRATAMENTO

Restrição de mobilidade dor intensa:


 Primeiramente deve-se controlar a dor;
 Depois que a dor estiver controlada, objetiva-se
ganhar ADM.

Após a diminuição do quadro de dor, o programa de


reabilitação tem grandes chances de sucesso.

www.grupofisiowork.com /FisioWork
//FisioWork @
@ fisioworkrs
fisioworkrs
CAPSULITE ADESIVA DO OMBRO : TRATAMENTO

Restrição de mobilidade associada a patologia


cirúrgica do membro:
 Se indica primeiro a reconstrução cirúrgica;
 Após o indivíduo é inserido em um programa de
reabilitação.

www.grupofisiowork.com //FisioWork @ fisioworkrs


CAPSULITE ADESIVA DO OMBRO : TRATAMENTO

Bloqueio do nervo supraescapular


Os bloqueios simpáticos são utilizados
desde 1953 para tratar os sintomas de
DOR nos mais diversos
comprometimentos do ombro. Pesquisas
realizadas mostraram que os resultados
do bloqueio seriados do nervo
supraescapular traz resultados
Clique na foto para assistir a realização de um
satisfatórios nos tratamentos com CAO.
bloqueio do nervo supraescapular.

www.grupofisiowork.com //FisioWork @ fisioworkrs


CAPSULITE ADESIVA DO OMBRO : TRATAMENTO
Flexão anterior Rotação lateral

Pré-operatório 89º 12.5º

1ª semana de pós- 150º 46º


operatório

Seis meses de pós- 153º 56º


operatório
Clique no artigo para assistir uma videoartroscopia do
ombro no tratamento da capsulite adesiva.

www.grupofisiowork.com //FisioWork @ fisioworkrs


CAPSULITE ADESIVA DO OMBRO : TRATAMENTO
FISIOTERAPÊUTICO

Objetivos das fisioterapia


Reduzir a dor;
Aumentar a flexibilidade muscular;
Aumentar/manter a ADM do ombro;
Minimizar a perda da capacidade de
condicionamento aeróbico;
Aumentar a força muscular no quadrante
superior do ombro.

www.grupofisiowork.com //FisioWork @ fisioworkrs


CAPSULITE ADESIVA DO OMBRO : TRATAMENTO
FISIOTERAPÊUTICO

Pontos importantes no exame físico


Inspeção, principalmente do quadrante superior;
Teste de ADM passiva e ativa, mensurando
através do goniômetro ou fotogrametria;
Teste de movimentação articular acessória;
Teste de dor coracóide;
Palpação.

www.grupofisiowork.com //FisioWork @ fisioworkrs


CAPSULITE ADESIVA DO OMBRO : TRATAMENTO
FISIOTERAPÊUTICO

Diagnóstico diferencial
Distensão do manguito rotador;
Tendinose do manguito rotador;
Impacto subacromial;
Tumor;
Osteoartrite;
Fratura.

www.grupofisiowork.com //FisioWork @ fisioworkrs


CAPSULITE ADESIVA DO OMBRO : TRATAMENTO
FISIOTERAPÊUTICO

Exame, avaliação e diagnóstico


A rotação externa é a restrição primária
observada em todos pacientes com CAO;
Para avaliar o movimento passivo da articulação
glenoumeral é importante o paciente estar
deitado em decúbito dorsal.

www.grupofisiowork.com /FisioWork
//FisioWork @
@ fisioworkrs
fisioworkrs
CAPSULITE ADESIVA DO OMBRO : TRATAMENTO
FISIOTERAPÊUTICO
Terapêuticas como ultrassom, compressa de calor úmido,
crioterapia e estimulação elétrica são associadas aos exercícios
terapêuticos e técnicas de fisioterapia manual;

Agentes térmicos podem ser usados antes da terapia


manual e dos exercícios terapêuticos, objetivando
aumentar a extensibilidade do colágeno;

Crioterapia e eletroestimulação auxiliam na


diminuição da dor no final da sessão.

www.grupofisiowork.com //FisioWork @ fisioworkrs


CAPSULITE ADESIVA DO OMBRO : TRATAMENTO
FISIOTERAPÊUTICO
Mobilização articular:
Estas técnicas ajudam a mobilizar a capsula aderida,
aumentando a ADM de pacientes com CAO.
As técnicas utilizadas são:
Clique na foto para assistir
um vídeo explicando as
técnicas de Maitland,
Kalternborn e Mulligan

Mobilizações Mobilizações de final Mobilizaçõ Técnica de effleurage


glenoumeral de grau de amplitude es com e outras técnicas de
baixo e elevado ( graus sustentadas (grau III de movimento mobilização de
I a IV de Maitland). Kalternborn). (Mulligan). tecidos moles.

www.grupofisiowork.com //FisioWork @ fisioworkrs


CAPSULITE ADESIVA DO OMBRO : TRATAMENTO
FISIOTERAPÊUTICO
Graus das mobilizações
GRAUS I e II (Movimento passivos oscilatórios controlados)

 Em pequenas amplitudes, no início da ADM, buscando ativar os mecanorreceptores que influenciam a modulação da dor.

GRAUS III e IV

 Movimentos que alongam a cápsula e tecidos adjacentes, com efeitos mecânicos e


neurofisiológicos, com ganhos reais de ADM;

 Complementando o programa de alongamentos – instituir exercícios de fortalecimento;

 A posição inicial para a cinesioterapia é o DD, sendo que a evolução para a bipedestação deve ser
estimulada com a melhora da ADM, a fim de aumentar a atividade do MR e do deltoide.

www.grupofisiowork.com //FisioWork @ fisioworkrs


CAPSULITE ADESIVA DO OMBRO : TRATAMENTO
FISIOTERAPÊUTICO

IRRITABILIDADE ALTA
 Paciente refere dor 7 de 10;

Presença de dor noturna e em repouso;

Os pacientes relatam altos níveis de incapacidade;

Dor ocorre antes de chegar ao final da ADM, ativa ou passiva;

 ADM ativa é menor que a passiva, devido a dor.

www.grupofisiowork.com //FisioWork @ fisioworkrs


CAPSULITE ADESIVA DO OMBRO : TRATAMENTO
FISIOTERAPÊUTICO

Quais recursos usar e que recomendações dar?


Educação do paciente
para posições de
conforto e atividades Mobilização articular
Calor: para Exercícios
modificadas de acordo de baixa intensidade em
dor; de ADM
com suas limitações; intensidades acessórias, a
Eletroestimula passiva e
 Usar desodorante spray e partir de posição que não
ção: para baixar o tronco como pendulo;
ativa livre de
modular a dor;  Colocar o soutiã pela frente. cause dor no ombro; dor.

www.grupofisiowork.com //FisioWork @ fisioworkrs


CAPSULITE ADESIVA DO OMBRO : TRATAMENTO
FISIOTERAPÊUTICO

Mobilização passiva
(realizada pelo fisioterapeuta)

Movimentos fisiológicos
e acessórios

www.grupofisiowork.com //FisioWork @ fisioworkrs


CAPSULITE ADESIVA DO OMBRO : TRATAMENTO
FISIOTERAPÊUTICO

Exercícios passivo-assistido com bastão


Clique aqui para
em decúbito dorsal assistir um vídeo de
exercícios com
bastão.

www.grupofisiowork.com //FisioWork @ fisioworkrs


CAPSULITE ADESIVA DO OMBRO : TRATAMENTO
FISIOTERAPÊUTICO

Passivo assistido com bola suíça


Clique aqui para
assistir um
vídeo com
exercícios de
ombro

www.grupofisiowork.com //FisioWork @ fisioworkrs


CAPSULITE ADESIVA DO OMBRO : TRATAMENTO
FISIOTERAPÊUTICO

Exercícios auto-assistidos para fazer em casa


Clique aqui para assistir ao
exercício de elevação anterior
ativo-assistido;

Clique aqui para assistir a um


vídeo com exercícios
pendulares;
Clique aqui para assistir a um
vídeo com exercícios de
elevação de ombro;

www.grupofisiowork.com //FisioWork @ fisioworkrs


CAPSULITE ADESIVA DO OMBRO : TRATAMENTO
FISIOTERAPÊUTICO

IRRITABILIDADE MODERADA
 Paciente refere dor moderada de 4-6 de 10;

Presença de dor intermitente para dormir e no repouso;

Os pacientes relatam moderados níveis de incapacidade;

Dor ocorre no final da ADM, ativa ou passiva;

 ADM ativa e passiva são similares.

www.grupofisiowork.com //FisioWork @ fisioworkrs


CAPSULITE ADESIVA DO OMBRO : TRATAMENTO
FISIOTERAPÊUTICO
Reeducação
Quais recursos usar e que recomendações dar? neuromuscular:
procedimentos para
integrar ganhos de
Calor: para Educação do Mobilização  Exercícios mobilidade nos
dor, se paciente em articular de de alongamento movimentos
necessário; atividades moderada de leve para escapuloumerais
Eletroestimu progressivas intensidade, moderado, enquando faz
lação: para para ganha aumentando a ADM aumentando a movimentos de
dor, se de função; e a duração intensidade e alcançar objetos
necessário; progressivamente; duração (acima da cabeça)

www.grupofisiowork.com //FisioWork @ fisioworkrs


CAPSULITE ADESIVA DO OMBRO : TRATAMENTO
FISIOTERAPÊUTICO

Exercícios para ADM ativos

Rotação interna e
Clique aqui para assistir ao Escalar escada externa em cadeia
exercícios ativos com bastão; digita - cadeia cinética fechada
cinética fechada

www.grupofisiowork.com //FisioWork @ fisioworkrs


CAPSULITE ADESIVA DO OMBRO : TRATAMENTO
FISIOTERAPÊUTICO

IRRITABILIDADE BAIXA
 Paciente refere pouca dor de 3 de 10;

Não há dor noturna ou no repouso;

Os pacientes relatam mínima incapacidade;

Dor ocorre no final da ADM passiva com pressão excessiva;

 ADM ativa e passiva são iguais.

www.grupofisiowork.com //FisioWork @ fisioworkrs


CAPSULITE ADESIVA DO OMBRO : TRATAMENTO
FISIOTERAPÊUTICO

Quais recursos usar e que recomendações dar?

Paciente é Mobilização no  Exercícios de Reeducação


educado final da ADM, grau alongamento neuromuscular: integração
para que 4, com longa progridem na entre ganhos de mobilidade
volte a duração na intensidade e duração nos movimentos normais
realizar suas restrição do na restrição do escapuloumerais enquanto
AVDs; tecido; tecido; realiza AVDs.

www.grupofisiowork.com //FisioWork @ fisioworkrs


CAPSULITE ADESIVA DO OMBRO : TRATAMENTO
FISIOTERAPÊUTICO
É importante primeiro ganhar ADM;

www.grupofisiowork.com //FisioWork @ fisioworkrs


CAPSULITE ADESIVA DO OMBRO : TRATAMENTO
FISIOTERAPÊUTICO
É importante primeiro ganhar ADM;

www.grupofisiowork.com //FisioWork @ fisioworkrs


CAPSULITE ADESIVA DO OMBRO : TRATAMENTO
FISIOTERAPÊUTICO
Depois de ganhar ADM, deve-se ganhar força muscular.
Isometria para flexão Isometria para Isometria para Isometria para Isometria para
abdução extensão rotação externa rotação interna

www.grupofisiowork.com //FisioWork @ fisioworkrs


CAPSULITE ADESIVA DO OMBRO : TRATAMENTO
FISIOTERAPÊUTICO
Depois de ganhar ADM, deve-se ganhar força muscular.
Isotonia para flexão Isotonia para Isotonia para Isotonia para
Isotonia para
flexão diagonal flexão diagonal abdução horizontal
abdução

www.grupofisiowork.com //FisioWork @ fisioworkrs


CAPSULITE ADESIVA DO OMBRO : TRATAMENTO
FISIOTERAPÊUTICO
Depois de ganhar ADM, deve-se ganhar força muscular.
Isotonia para Isotonia para Isotonia para Isotonia para Isotonia para
extensão extensão diagonal rotação externa rotação externa rotação externa

www.grupofisiowork.com //FisioWork @ fisioworkrs


CAPSULITE ADESIVA DO OMBRO : TRATAMENTO
FISIOTERAPÊUTICO
Depois de ganhar ADM, deve-se ganhar força muscular.
Isotonia para
Isotonia para Isotonia para
rotação interna
rotação interna rotação interna

www.grupofisiowork.com //FisioWork @ fisioworkrs


:

REFERENCIAS

• BRUMITT, Jason. Casos clínicos em fisioterapia ortopédica. Porto Alegre: AMGH, 2015. 500p
• CHECCHIAI, Sergio Luiz, et al. Tratamento da capsulite adesiva com bloqueios seriados do nervo supra-escapular. Rev Bras Ortop., v.41, n.7, p.
245-52, 2006.
• COHEN, Marcio, et al. Avaliação dos resultados do tratamento cirúrgico artroscópico da capsulite adesiva. Rev. bras. ortop., v.48, n.3, São
Paulo, Mai/Jun 2013.
• EDMOND, Susan L; RIBEIRO, Lilia Breternitz (Trad.). Manipulação e mobilização: técnicas para membros e coluna . São Paulo: Manole, 2000.
• Equipe Silviane Vezzani. Capsulite Adesiva: a verdadeira dor no ombro. SONAFE.
• LECH, Osvandré; SUDBRACK, Guilherme, NETO, Cesar Valenzuela . Capsulite adesiva (“ombro congelado”): Abordagem multidisciplinar. Rev Bras
Ortop., v.28, n.9, p. 617-624, set, 1993.
• LEDERMAN, Eyal. Fundamentos da terapia manual: fisiologia, neurologia e psicologia . Barueri: Manole, 2001.
• HEBERT, Sizínio et al. Ortopedia e traumatologia: princípios e prática. 4. ed. Porto Alegre: Artmed, 2009. 1693 p.
• SNIDER, Robert K.. (Coord.) AMERICAN ACADEMY OF ORTHOPAEDIC SURGEONS. AMERICAN ACADEMY OF PEDIATRICS. Tratamento das
doenças do sistema musculoesquelético. São Paulo: Manole, 2000. 686 p.
• SPASSIM, Mateus Valdir; GAVIOLLI, Cristina. Intervenções Fisioterapêuticas na Capsulite Adesiva ou Ombro Congelado. 2007. Disponível em:<
http://www.wgate.com.br/> . Acessado em 03 de setembro de 2015
• WHITING, W.; ZERNICKE, R. F. Biomecânica da lesão musculoesquelética. Rio de Janeiro: Ed. Guanabara Koogan, 2001.
• Imagens: Google imagens

www.grupofisiowork.com //FisioWork @ fisioworkrs


PARA SABER MAIS:
A EMPRESA

"Acreditamos em uma fisioterapia resolutiva e diferenciada, e numa sociedade melhor


assistida em sua saúde funcional"
PARA SABER MAIS

CONHEÇA NOSSOS CURSOS DE


APRIMORAMENTO AQUI

SAIBA MAIS SOBRE OS CURSOS DE


PÓS-GRADUAÇÃO (ESPECIALIZAÇÃO)
AQUI
www.grupofisiowork.com /GrupoFisioWork

(51) 3065.6520
contato@fisioworkrs.com.br