Você está na página 1de 1

Tema de Capa

O jornalista-autor e a mediação
do real – Para além de novas ou
ǀĞůŚĂƐŐƌĂŵĄƟĐĂƐ
Para Cremilda Medina, independentemente do meio em que é veiculada, a
reportagem densa e tensa é resultado de um autor preparado para lidar com
ŽƌĞĂů͕ĐŽŵĞƋƵŝƉĂŵĞŶƚŽƚĠĐŶŝĐŽĞĮĐŝĞŶƚĞ͕ƐĞŶƐŝďŝůŝĚĂĚĞĚŝĂůſŐŝĐĂŽƵĐƵŵƉůŝĐŝĚĂĚĞ
ĠƟĐĂĞŶĂƌƌĂƟǀĂŝŶŽǀĂĚŽƌĂ

WÊÙėٮʽ½®ÊÝãƒ

E
ŵ ƵŵĂ ƚĞŶƚĂƟǀĂ ĚĞ ƌĞƐƉŽŶĚĞƌ ă ŝŵĞ- ĮŐƵƌĂ ĚŽ ũŽƌŶĂůŝƐƚĂͲƌĞƉſƌƚĞƌͲĂƵƚŽƌ͕ ͞ĐŽŵ
diatez da informação nas redes sociais, ƉƌĞƐĞŶĕĂůĞŐŝƟŵĂĚĂ͕ƉĂƌĂĐƌŝĂƌĂĂƌƟĐƵůĂĕĆŽ
ŽƌŐĂŶŝnjĂĕƁĞƐũŽƌŶĂůşƐƟĐĂƐƉĞƌƐĞŐƵĞŵŽ ĐŽŵƉůĞdžĂĚŽƐƐĞŶƟĚŽƐĚĂƌĞĂůŝĚĂĚĞŝŵĞĚŝĂ-
ƌĞůĂƚŽĞŵƚĞŵƉŽƌĞĂů͕ƌĞŝŶǀĞŶƚĂŶĚŽƉƌĄƟĐĂƐĞ ƚĂ͕ĐŽŵĐŽŶƐĐŝġŶĐŝĂŝĚĞŶƟƚĄƌŝĂĞƐĞŶƐŝďŝůŝĚĂ-
ĨŽƌŵĂƚŽƐĞŝŶǀĞƐƟŶĚŽĞŵŝŶŽǀĂĕƁĞƐƚĞĐŶŽůſ- ĚĞĞƐƚĠƟĐĂ͟ƚŽƌŶĂͲƐĞĂŝŶĚĂŵĂŝƐĨƵŶĚĂŵĞŶ-
ŐŝĐĂƐ͘WŽƌŽƵƚƌŽůĂĚŽ͕ŽƵƚƌĂƐŝŶŝĐŝĂƟǀĂƐĚĞŵş- ƚĂů͘ĠĞƐƚĂĐĂƌĂĐƚĞƌşƐƟĐĂƋƵĞŽĚŝƐƟŶŐƵĞĚŽƐ
dia apostam no retorno à grande reportagem ĚĞŵĂŝƐƉƌŽĚƵƚŽƌĞƐĚĞĐŽŶƚĞƷĚŽ͘͞ƐƐĞĂƵƚŽƌ
ĞăƉĞƐƋƵŝƐĂũŽƌŶĂůşƐƟĐĂʹƉƌĄƟĐĂƐƋƵĞƉĞƌĚĞ- ĚĞĨŽƌŵĂĕĆŽĐŽŶơŶƵĂ͕ŵŽǀŝĚŽƉĞůĂƌĞƐƉŽŶ-
ram espaço nos veículos tradicionais devido sabilidade social, pode ou não registrar em
ao alto custo e à precarização das redações. ƐƵĂ ŶĂƌƌĂƟǀĂ Ă ǀŽnj ĐŽůĞƟǀĂ͕ ƐŝŐŶŝĮĐĂĚŽƐ Ğ
ŽŵĚƵĂƐǀŝƐƁĞƐĂƉĂƌĞŶƚĞŵĞŶƚĞĐŽŶŇŝƚĂŶƚĞƐ͕ comportamentos no embate dos diferentes
ƋƵĂŝƐĐĂƌĂĐƚĞƌşƐƟĐĂƐĚĞǀĞƌŝĂŵƐĞƌƌĞƐŐĂƚĂĚĂƐ ĚĞƵŵĂƐŽĐŝĞĚĂĚĞĚĞŵŽĐƌĄƟĐĂ͕͟ĚĞƐƚĂĐĂĞůĂ͘
e quais deveriam ser superadas no jornalismo ͞KƌƋƵĞƐƚƌĂƌƚƵĚŽŝƐƐŽĨŽŝ͕ĠĞƐĞƌĄĂĂƵƚŽƌŝĂ
do futuro? ĐƌŝĂƟǀĂ ĚĞƐƐĂ ĚŝİĐŝů Ğ ĐŽŶŇŝƟǀĂ ŵĞĚŝĂĕĆŽ
Para a professora Cremilda Medina, in- ƋƵĞ͕ ƐĞŵ ĚƷǀŝĚĂ͕ ŶĂƐ ƐŽĐŝĞĚĂĚĞƐ ĂƵƚŽƌŝƚĄ-
dependentemente das frentes de trabalho, rias, torna-se um perigoso ato de resistência
ĞŵƉƌĞƐĂƐ͕ ŝŶƐƟƚƵŝĕƁĞƐ͕ ƌĞĚĞƐ ĚŝŐŝƚĂŝƐ ŽƵ ŝŶŝ- cultural.”
ĐŝĂƟǀĂƐĂƵƚƀŶŽŵĂƐ͕ŽĚĞĐŝƐŝǀŽĚĂƉƌĄƟĐĂũŽƌ- ƌĞŵŝůĚĂĞůĞƐƚĞĚĞƌĂƷũŽDĞĚŝŶĂĠŐƌĂ-
ŶĂůşƐƟĐĂ ŶĆŽ Ġ ŽƵƚƌĂ ĐŽŝƐĂ ƋƵĞ ŶĆŽ Ž ĐŽŶƚĂ- duada em Jornalismo e Letras pela Universi-
to vivo do repórter, os diálogos e os afetos.
www.ihu.unisinos.br

dade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS,


ŽŵŽ͕ĂĮŶĂů͕͞ŶŽŵĞĂƌĚĞĐŽŵƵŶŝĐĂĚŽƌĂƋƵĞ- com mestrado e doutorado em Comunica-
le indivíduo que não está afeto a seu povo?”, ção pela Universidade de São Paulo – USP.
ƋƵĞƐƟŽŶĂ͕ĞŵĞŶƚƌĞǀŝƐƚĂƉŽƌĞͲŵĂŝůăIHU On- Professora aposentada da Escola de Comu-
-Line. Para Medina, o repórter não é apenas nicações e Artes da USP, é autora e organi-
aquele que informa, mas um autor que desve- zadora de cerca de 60 livros. Dentre estes,
la a complexidade do real e a materializa em destacamos: ŶƚƌĞǀŝƐƚĂ͕ Ž ĚŝĄůŽŐŽ ƉŽƐƐşǀĞů
ƉĂůĂǀƌĂƐ͕ ŶĂ ĨŽƌŵĂ ĚĞ ŶĂƌƌĂƟǀĂ ũŽƌŶĂůşƐƟĐĂ͘ ;^ĆŽ WĂƵůŽ͗ ƟĐĂ͕ ϭϵϴϲͿ͕ A arte de tecer o
ŽƉƌŽĮƐƐŝŽŶĂů͞ƉƌĞƉĂƌĂĚŽƉĂƌĂůŝĚĂƌĐŽŵŽ ƉƌĞƐĞŶƚĞʹEĂƌƌĂƟǀĂĞĐŽƟĚŝĂŶŽ (São Paulo:
ƌĞĂůĐŽŵĞƋƵŝƉĂŵĞŶƚŽƚĠĐŶŝĐŽĞĮĐŝĞŶƚĞ͕ƐĞŶ- Summus Editorial, 2003) e o recém-lançado
ƐŝďŝůŝĚĂĚĞ ĚŝĂůſŐŝĐĂ ŽƵ ĐƵŵƉůŝĐŝĚĂĚĞ ĠƟĐĂ Ğ Ğ ĂƵƚŽďŝŽŐƌĄĮĐŽ ƚƌĂǀĞƐƐĂŐĞŵ ʹ ZĞŇĞdžŽƐ Ğ
ŶĂƌƌĂƟǀĂŝŶŽǀĂĚŽƌĂ͘͟ ZĞŇĞdžƁĞƐŶĂDĞŵſƌŝĂĚĞZĞƉſƌƚĞƌ (São Pau-
Em um contexto de fragmentação de lo: Summus, 2014).
informações promovida pelas redes, esta ŽŶĮƌĂĂĞŶƚƌĞǀŝƐƚĂ͘

EDIÇÃO 447 | SÃO LEOPOLDO, 30 DE JUNHO DE 2014 35

Interesses relacionados