Você está na página 1de 6

GESTÃO DE ATENDIMENTO AOS REQUESITOS LEGAIS E OUTROS REQUISITOS

Daiana Ferreira Raveli Sechi

Faculdade de Engenharia de Sorocaba Sorocaba, Brasil daiafravelli@hotmail.com

ResumoAs empresas necessitam de estar em conformidade com os requisitos legais, pois assim, poderá evitar penalidade civil, administrativa e penal, valorizando suas ações no mercado investidor. Cada vez mais o mercado exige que as empresas sejam mais eficazes cumprindo seus prazos conforme acordado e que garanta o atendimento os requisitos de qualidae, segurança do trabalho, saúde ocupacional e meio ambiente. Dessa forma o item 6.1.3 Requisitos Legais e Outros da ISO 14001:2015 e da 45001:2018 definem padrões e sistemáticas de identificação, atualização, planejamento e monitoramento do atendimento aos requisitos legais. Assim, o objetivo é apresentar uma ferramenta robusta e, ao mesmo tempo, simples e dinâmica para sintetizar todas estas informações e gerenciá-las de forma prática e intuitiva. Este estudo de caso viabiliza a sistemática de implantação para o monitoramento dos requisitos legais com custo reduzido mantendo a eficácia ao atendimento dos mesmos. A metodologia de pesquisa utilizada foi um levantamento bibliográfico e um estudo de caso de um modelo em uma empresa onde os resultados já são eficazes atingindo os indicadores de cumprimento dos requisitos legais e outros requisitos

NBR

45001:2015, atendimento, requisitos legais, outros requisitos.

Palavras-chaveABNT

ISO

14001:2015,

ABNT

ISO

1. INTRODUÇÃO

A tualmente, em diversos tipos de negócio trabalha-se para o aumento da excelência, visando colocar no mercado

produtos e serviços seguros, eficazes e sustentáveis. A certificação conforme normas aceitas internacionalmente aumentam a competitividade das organizações e garantem sua permanência no mercado altamente disputado. Os setores que buscam a excelência contínua, ganham também retorno financeiro e a melhoria da imagem junto a seus públicos. Segundo informações obtidas junto ao site da IUS Natura, empresa que vende software para o monitoramento dos requisitos legais, uma empresa de pequeno a médio porte precisa conhecer e/ou cumprir uma média de 500 legislações que podem se desdobrar entre 3.000 a 4.000 requisitos legais, apenas para o escopo de meio ambiente e saúde e segurança do trabalho. Já para uma empresa de grande porte, esse número chega facilmente de 600 a 1.000 legislações que podem se desdobrar entre 4.000 a 9.000 requisitos legais para os mesmos escopos mencionados no item anterior. Nesse contexto, percebemos o quanto se tornou difícil monitorar e gerenciar esses requisitos legais de forma autônoma e/ou por meio de métodos considerados arcaicos para

Victoria Donanzam Pereira Petri

Faculdade de Engenharia de Sorocaba Sorocaba, Brasil vickpereirapetri@gmail.com

o novo cenário de conectividade que se desponta nos modelos de negócios atuais. Para enfrentar este problema, precisamos criar métodos e aplicações que nos permitam simplificar o atendimento legal. Objetivo principal deste estudo é apresentar uma ferramenta robusta e, ao mesmo tempo, simples e dinâmica para sintetizar todas estas informações e gerenciá-las de forma prática e intuitiva. A ferramenta apresentada está implantada em uma empresa de grande porte na área da construção civil desde sua certificação NBR ISO 14001:2004 Sistema de Gestão Ambiental e na OHSAS 18001:2007 Especificação para Sistemas de Gestão de Segurança e Saúde Ocupacionalestabelece a sistemática capaz de identificar, acessar, monitorar e avaliar o atendimento à Legislação aplicável à Segurança, Saúde Ocupacional, Meio Ambiente e Ordem Genérica / Requisitos Estatutários de âmbito Federal, Estadual e Municipal em todas as localidades da Empresacom resultados dos indicadores de acordo com as metas e objetivos. Dividimos este artigo em quatro partes. Primeiro apresentamos os conceitos e definições, que abordam argumentos essenciais para a compreensão da sistemática apresentada, bem como indicadores, requisitos propostos e aplicação da norma. A segunda, mostramos a metodologia utilizada, de modo a expor a eficácia de implantação da sistemática utilizada pela empresa X. A terceira, os resultados da ferramenta no caso, indica o atendimento aos requisitos legais de acordo com a NBR ISO 14001:2015 e ISO 45001:2018. Finalmente, a quarta onde expomos a conclusão com as considerações finais referente a sistemátca apresentada.

2. CONCEITOS E DEFINIÇÕES

Para iniciar as citações e definições que a base maior são normalizações serão apresentadas algumas abreviações:

ABNTAssociação Brasileira de Normas Técnicas

ISOOrganização

( InternationalOrganizationofStandardization )

Internacional

de

NBRNorma Brasileira

Padronização

SSOSaúde e Segurança do Trabalho

PAM Plano de Ação e Melhoria

AVCB Auto de Vistoris do Corpo de Bombeiro

PPP Perfil Profissiográfico Previdenciário

ASO Atestado de Saúde Ocupacional

QSMAQualidade, Segurança do Trabalho, Saúde Ocupacional e Meio Ambiente

SSMA Segurança do Trabalho, Saúde Ocupacional e Meio Ambiente

Para os conceitos e definições, o requisito legal é toda regra jurídica escrita e obrigatória, ou seja, que deve ser cumprida. São exemplos de requisitos legais os seguintes documentos: Leis, Decretos, Instruções normativas, Resoluções, Portarias, dentre outros, desde que aprovados e em vigor. Lembrando que projetos de lei não são requisitos legais, por não terem sido aprovados. Da mesma maneira, leis revogadas (anuladas) perdem seu efeito, e não existe mais a obrigação de seu cumprimento. Os requisitos legais e outros requisitos podem ser explicados com os termos e definições descritos em cada uma das normas de gestão ISO, sendo que, em todas elas as explicações e definições são muito parecidas, modificando apenas o foco de cada uma, conforme abaixo:

NOTA 1 “Geralmente implícita” significa que é costume ou prática comum para a organização e partes interessadas que a necessidade ou expectativa sob consideração esteja implícita. ( ABNT NBR ISO 14001:2015) NOTA 2 Um requisito especificado é aquele que é declarado, por exemplo em informação documentada. (ABNT NBR ISO 14001:2015 e ABNT ISO 45001:2018) Requisito necessidade ou expectativa que é declarada, geralmente implícita ou obrigatória. NOTA 3: Outros requisitos que não sejam os requisitos legais passam a ser obrigatórios quando a organização decide cumpri- los. (ABNT NBR ISO 14001:2015) Obrigações de cumprimento:

Requisitos legais e outros requisitos - requisitos legais que uma organização tem de cumprir e outros requisitos que uma organização tem de cumprir ou opta por cumprir. (ABNT NBR ISO 14001:2015) NOTA 1: Requisitos legais e outros requisitos estão relacionados ao sistema de gestão ambiental. (ABNT NBR ISO

14001:2015)

NOTA 2: Requisitos legais e outros requisitos podem originar-se de requisitos mandatórios, como leis e regulamentos aplicáveis, ou compromissos voluntários, como normas da organização e da indústria, relações contratuais, códigos de práticas de acordos com grupos comunitários ou organizações não governamentais. (ABNT NBR ISO 14001:2015) Requisito necessidade ou expectativa que é declarada,

geralmente implícita ou obrigatória. (ABNT ISO 45001:2018) NOTA 3 de entrada: Este termo é um dos termos comuns e definições fundamentais das normas ISO de sistemas de gestão apresentadas no Anexo SL do Suplemento consolidado ISO da ISO/IEC Directves, Part 1. (ABNT ISO 45001:2018) Também de acordo com os termos e definições da norma ISO 45001:2018, os requisitos legais e outros requisitos são:

“requisitos legais que uma organização deve cumprir e outros requisitos que uma organização tem ou opta por cumprir.

NOTA 1 de entrada: Para os efeitos deste documento, requisitos legais e outros requisitos são aqueles relevantes para

o sistema de gestão de SSO. (ABNT ISO 45001:2018) NOTA 2 de entrada: Os “requisitos legais e outros requisitos” incluem as disposições em acordos coletivos. (ABNT ISO

45001:2018)

NOTA 3 de entrada: Os requisitos legais e outros requisitos incluem aqueles que determinam as pessoas que são representantes dos trabalhadores de acordo com as leis, regulamentos, acordos coletivos e práticas. (ABNT ISO

45001:2018)

2.1. REQUISITOS LEGAIS

As normas ISO citam constantemente em seus requisitos a obrigatoriedade de atender aos requisitos legais, além de enfatizarem que a organização deve analisar e monitorar criticamente suas questões externas e internas, entendendo que as questões externas incluem ambiente legal, tecnológico, cultural, social e econômico, ou seja, o cumprimento dos requisitos legais são essenciais para obtenção de uma certificação ISO. Elas também dizem que é necessário levantar as necessidades

e expectativas das partes interessadas, podendo ser seus clientes, o governo, os empregados, o sindicato, os fornecedores, e quem mais a empresa definir, ou seja, se faz necessário verificar se há algum requisito específico e/ou legislativo que a empresa deverá atender, levando em consideração o seu ramo de atuação. Para as normas ISO as organizações são obrigadas a incluir em sua Política de Sistema de Gestão, o comprometimento com

o cumprimento dos requisitos legais e outros requisitos. Na Norma ISO 14001:2015 referencia o dever que a empresa

deve ter de acessar aos requisitos legais e outros requisitos relacionados aos seus aspectos e impactos ambientais, além de determinar meios para que sejam cumpridos e levados em consideração em quaisquer mudanças que forem necessárias em seu Sistema de Gestão Ambiental. A ISO 45001:2018 exige que a organização determine os seus requisitos legais e outros requisitos relacionados aos seus perigos e riscos de SSO e Sistema de Gestão de SSO, além de garantir o acesso aos mesmos de forma atualizada. A organização precisará determinar uma sistemática para o atendimento destes requisitos, além de determinar como estes serão atendidos e também levar em consideração todos eles ao estabelecer, implementar, manter e/ou melhorar o seu Sistema

de Gestão de SSO. As normas ISO 14001:2015 e ISO 45001:2018 possuem um

padrão a ser seguido, alterando apenas o foco de cada uma, sendo que, para a norma relacionada à ambiental o foco é o atendimento aos requisitos relacionados apenas ao meio ambiente, e na Saúde e Segurança ela levanta as questões relacionadas à SSO.

2.2. SISTEMÁTICA PARA O MONITORAMENTO DOS REQUISTOS LEGAIS

A sistemática utilizada neste artigo é capaz de identificar, acessar, atender, monitorar e avaliar o atendimento à legislação aplicável à segurança, saúde ocupacional, meio ambiente e ordem genérica / requisitos estatutários de âmbito Federal, Estadual e Municipal em todas as localidades da empresa, pois ela corre risco de ser multada, paralisada ou até mesmo perder ou ser impedida de ter uma certificação de gestão, seja por descumprimento ou desconhecimento do requisito legal aplicável.

2.3. AIMPORTÂNCIA DOS REQUISITOS LEGAIS E OUTROS REQUISITOS PARA A NORMA ISO E QUANTO A ESTRATÉGIA DA ORGANIZAÇÃO

Os requisitos legais e outros requisitos englobam a obrigatoriedade do atendimento às legislações vigentes, normas regulamentadoras, normas referentes aos produtos fabricados e aos serviços prestados, portarias, exigências específicas de cada cliente, procedimentos e instruções internas, entre tantas outras, porém cada empresa necessita analisar, pesquisar e conhecer quais são os seus requisitos legais e outros requisitos necessários para o seu ramo de atuação, pois há as leis que servem para todos, como também há as leis que são específicas para um determinado tipo de atividade. Todas as normas de gestão ISO que possuem o Anexo SL incluem a obrigatoriedade de atendimento aos requisitos legais e outros requisitos, sendo que, as normas deixam clara a necessidade de se estabelecer, implementar e manter um processo que determine o acesso aos requisitos legais e outros requisitos, sempre em sua última revisão e/ou em quanto durar a sua vigência, sendo estes relacionados a produtos e serviços, aos aspectos ambientais ou aos seus perigos, riscos de SSO e sistema de gestão de SSO. Sendo assim, caso a organização não atenda a estas obrigatoriedades, ela além de deixar de atender um requisito mandatório, poderá receber multas dos órgãos competentes e também ser negada a sua certificação e/ou revalidação do certificado de sistema de Gestão, caso a empresa não demonstre o interesse em atender e/ou não apresente um plano de ação para que o requisito comece realmente a ser atendido. As organizações devem incluir em seus objetivos e metas o atendimento aos requisitos legais e outros requisitos, para que esteja explícito em seu planejamento estratégico o atendimento aos mesmos, pois, talvez este seja o método mais eficaz de se comprometer em cumpri-los e poder avaliar os avanços deste atendimento.

3.

METODOLOGIA

Para o desenvolvimento deste artigo, foi necessário fazer o levantamento dos requisitos legais, analisar de forma aprofundada as normas 14001:2015 e 45001:2018 e apresentar uma ferramenta robusta e, ao mesmo tempo, simples e dinâmica para sintetizar todas estas informações e gerenciá-las de forma prática e intuitiva que atenda os requisitos legais, e ainda que os resultados sejam eficazes cumprindo os indicadores. Dessa Forma Vergara 2002, usa como base a taxionomia que

a qualifica em relação a dois aspectos: quanto aos fins e quanto aos meios. Este artigo, quanto aos fins, será um estudo metodológico, pois foi utilizado um instrumento de manipulação real, utilizando-se uma sistemática padronizada para atingir um determinado fim, ou seja, o atendimento ao requisito 6.1.3 Requisitos Legais e Outros Requisitos da NBR ISO 14001:2015

e ISO 45001:2018. Também, este artigo será baseado em um estudo de caso e documental, quanto aos meios, pois o estudo de caso será limitado a poucas pessoas relacionadas a um setor de Segurança do Trabalho, Saúde Ocupacional e Meio Ambiente de uma determinada empresa onde este responsável terá mais profundidade e detalhamento no assunto. Documental, porque será utilizado ferramenta e documentos de trabalho de consulta privada, não disponivel para consulta pública. O estudo para apresentar um sistema de gerenciamento de requisitos legais e outros foi realizado em uma empresa de grande porte na área da construção civil desde sua certificação NBR ISO 14001:2004 Sistema de Gestão Ambiental e na OHSAS 18001:2007 Especificação para Sistemas de Gestão de Segurança e Saúde Ocupacional estabelece a sistemática

capaz de identificar, acessar, monitorar e avaliar o atendimento

à Legislação aplicável à Segurança, Saúde Ocupacional, Meio

Ambiente e Ordem Genérica / Requisitos Estatutários de âmbito Federal, Estadual e Municipal em todas as localidades da Empresa com resultados dos indicadores de acordo com as metas e objetivos.

4. RESULTADOS DO ESTUDO DE CASO

O resultado abaixo foi desenvolvido em planilha de Excelde forma a ser acessível e de uso comum a qualquer empresa poder utilizar. Para obtermos os resultados de atendimento aos requisites legais da empresa acima citados, foi necessário

terceirizar uma empresa especializada no assunto para realizar

o levantamento dos requisitos legais de acordo com o escopo de atividades e assim garantirmos a eficácia do atendimento aos requisitos legais. Desta mesma forma, sugerimos para a empresa que for adotar está sistemática abaixo, que também

utilize da terceirização para fazer o levantamento dos requisitos legais federais, estaduais e municpais. Também, sugerimos que

a planilha, abaixo, seja dividida em abas com cada assunto

especifico, ou seja, uma aba para Meio Ambiente, outra para Segurança e Saúde do Trabalho e outra Ordem Genérica. Assim

facilita o gerenciamento. Para a realização da identificação, atualização e

monitoramento dos requisitos legais, foram seguidas algumas etapas, conforme o fluxograma apresentado abaixo:

algumas etapas, conforme o fluxograma apresentado abaixo: Figura 1 – Fluxograma do processo de controle da

Figura 1 Fluxograma do processo de controle da legislação

No item 1 do fluxograma “Identificação dos requisitos legais” foi levantado as legislações de ordem genérica, dos requisitos estatutários, legislação de meio ambiente e legislação de saúde e segurança ocupacional. Após o levantamento dos requesitos legais, o responsável pelo setor de QSMA foi responsável pela leitura dos mesmos para analisar a aplicabilidade, conforme escopo de atividades. Todos estes requisitos identificados alimentam a planilha de requisitos legais e outros requisitos, sendo que nesta planilha as informações pertinentes são:

a- A área relacionada (Meio Ambiente ou Saúde e Segurança Ocupacional). b- A abrangência (Federal, Estadual, municipal e/ou Requisito do Cliente).

c-

O Requisito (Leis, decretos, portarias, normas ou até mesmo manual de clientes).

d-

O órgão competente (Órgão fiscalizador e/ou emitente de documentos).

e-

Data (da lei, do manual do cliente, da portaria data vigente).

f-

Análise da aplicabilidade (Se o requisito é obrigatório ou não para a Organização).

g-

Tipo de registro (Quando houver registros que deverão ser gerados, solicitados e/ou atualizados, como por exemplo, o AVCB do corpo de bombeiros).

h-

Data do vencimento do Registro (se aplicável), quando há documentos que possuem prazo de validade e devem ser renovados.

i- O responsável (que deverá ser responsável pela identificação e pelos seus respectivos registros).

j- O tempo de retenção (tempo que o documento deverá

estar acessível e/ou disponível). Houve o cuidado de manter o histórico das leis, decretos ou requisitos de clientes que foram substituídos, revisados e/ou até mesmo revogados.

foram substituídos, revisados e/ou até mesmo revogados. Figura 2 – Identificação dos Requisitos Legais No item
foram substituídos, revisados e/ou até mesmo revogados. Figura 2 – Identificação dos Requisitos Legais No item

Figura 2Identificação dos Requisitos Legais

No item 2 do fluxograma “Atualização dos requisitos legais

e outros requisitosfoi utilizada a periodicidade trimestral para

a análise da aplicabilidade (S sim ou N não). Ressaltando que esta periodicidade pode deixar de ser regra, caso hajaalguma revisão antecipada e/ou mudanças significativas nos âmbitos federais, estaduais e/ou municipais. Nesta etapa é imprescindível incluir a data da verificação, que neste caso é a data da realização.É necessário informar se houve ou não alteração da norma, legislação e demais itens que estejam, sendo verificados, caso haja revisões é necessário incluir no campo observações/ ações o que se deve fazer e/ou informar que mesmo com as revisões efetuadas não houve nenhum tipo de ação a ser tomada.Abaixo segue o modelo de controle trimestral:

a ser tomada.Abaixo segue o modelo de controle trimestral: Figura 3 - Planilha de Requisitos legais

Figura 3 - Planilha de Requisitos legais e outros requisitos / Atualização Trimestral

No item 3 do fluxograma “Planejamento e atendimento dos requisitos legais” foi elaborada uma tabela que contempla os vencimentos anuais da organização, incluindo por exemplo as licenças necessárias, os cursos de reciclagem exigidos e demais obrigatoriedades que possuem data de validade, ou seja, tudo

que foi levantado na “planilha de requisitos legais e outros requisitos” deve ser planejado com a data das revisões, solicitações, contratações, ou seja, quaisquer ações necessárias devem estar descritas neste planejamento. A tabela de planejamento de atendimento contempla as informações de data de vencimento (quando aplicável), data que a organização deverá fazer a solicitação de renovação e/ou revalidação do que for necessário.

de renovação e/ou revalidação do que for necessário. Figura 4 - Planejamento de atendimento aos requisitos

Figura 4 - Planejamento de atendimento aos requisitos legais e outros requisitos

No item 4 do fluxograma “Avaliação do atendimento aos requisitos legais” foi avaliado trimestralmente, através de evidências geradas. Neste item realizamos praticamente uma auditoria em cada requisito legal aplicável. A avaliação dos requisitos foi realizada utilizando os seguintes critérios:

100% - Sem pendências de documentação (validade ok, recolhimentos efetuados no prazo, documentações legais entregues aos devidos órgãos / instituições / outros no prazo). Ex: Guias de impostos, PPP, ASO´s, AVCB, Alvará, Certificados, DOF´s, Comprovantes de Rescisão, etc. 75% - Planejado e dentro do prazo e com documentação encaminhada, entregue aos órgãos / instituições / outros com protocolo, documentos providenciados, mas com atraso. Ex.:

PPP´s entregues com atraso, ASO´s com atraso, etc. 50% - Documentação providenciada fora do prazo, porém ainda não entregue ao órgão / instituição / outros, amostragem parcialmente correta, com ações satisfatórias em andamento. Ex.: Exames Médicos atrasados, mas agendados, Renovações de licença ambiental, em atraso, com documentação pronta, faltando entregar, mas com data agendada. 25% - Documentação identificada como aplicável, porém não providenciada. 0% - Não iniciado processo algum para providenciar ou regularizar. Ex: AVCB não providenciado e sem nenhuma ação satisfatória, Certificações vencidas e sem ações para renovação, pela amostragem feita e PPP´s não entregues (em qualquer quantidade), ASO´s não entregues (em qualquer quantidade) e sem ações de correção. Para a avaliação e monitoramento de algo que não possua registros, documentos e/ou evidências escritas, foi pontuado conforme abaixo:

100% - Indica que está totalmente correta. 75% e 50% - Indicam que está parcialmente correta, porém está tomando ações satisfatórias.

25% - Indica que está insatisfatória. 0% - Indica que está totalmente incorreta. Para os requisitos que atenderam 25% ou 0%, foi aberto um Plano de Ação e Melhoria para a tratativa da não conformidade e registrado o número do Plano de Ação no campo “PAM” para o controle.

do Plano de Ação no campo “PAM” para o controle. Figura 5 – Controle de avaliação

Figura 5 Controle de avaliação periódica de atendimentos os requisitos legais

Realizamos no fim de cada status a compilação o percentual (%) de atendimento aos requisitos legais da seguinte forma:

Somatória dos percentuais (ex.: 100%+0%+100%), dividido pela quantidade de requisitos legais avaliado. Desta forma consigo tirar a médida de Atendimento aos requisitos legais. Esta medição consolidada é controlada através de indicadores de desempenho, mensalmente, e monitorado pela Diretoria para que em casos de não conformidades relacionadas ao requisito legal possamos atuar em tomadas de decisões corretas.

5.

CONCLUSÃO

Se faz necessário que as empresas saibam, conheçam e entendam todos os seus requisitos legais e outros, para que as mesmas possam continuar atuando no mercado sempre cumprindo a sustentabilidade e a integridade física de seus funcionários, porém o fator econômico lucro para se manter dentro das leis é muito alto e que algumas empresas que não possuem uma gestão sólida, não conseguem se manter por muito tempo por diversos fatores. Com a implantação desta sistemática e o forte comprometimento do responsável em fazer o levantamento dos requisitos legais e de analisá-los periodicamente, é possível verificar a melhoria nos “Indicadores do Sistema de Saúde, Segurança e Meio Ambiente”, ou seja, aumentar o atendimento aos requisitos legais e outros requisitos. Mesmo tendo uma sistemática buscando 100% de adequação, é necessário ter uma consultoria e/ou outras maneiras de obter as informações sobre as novas mudanças legais da área de atuação. É imprescindível que as organizações entendam a importância do atendimento aos requisitos legais, normativos e estatutários, pois uma não conformidade é algo brando, quando considerada a possibilidade de se obter multas de valores extraordinários, podendo até mesmo levar empresas à falência

com seus valores exorbitantes. Com o desenvolvimento deste trabalho, foi fácil verificar que ao invés de seguir um fluxograma, a organização segue um ciclo que nunca se encerra, pois as nossas leis, sejam elas de âmbito federal, estadual e/ou municipal, estão sempre em constante mudança, além dos clientes que também melhoram constantemente e exigem o mesmo de seus parceiros e fornecedores, solicitando mudanças constantes. Este trabalho não teve a pretensão de dar a última palavra final sobre a melhor estrutura para o monitoramento dos requisitos legais. É uma boa contribuição, e direção, para que se possa utilizá-la como referência quando há a intenção de monitorar os requisitos legais independente de ter a certificação da ISO 14001:2015 e ISO 45001:2018. O resultado obtido através da implantação dessa sistemática apresentada foi satisfatório, apresentados e registrados em relatórios de auditorias internas e externas.

REFERÊNCIAS

[1]

IUS

NATURA:

Software

de

requisitos

legais.

Disponível

 

março, 2019.

 

[2] NORMA BRASILEIRA ABNT ISO 14001: Sistemas de Gestão

Ambiental Requisitos com orientações para uso. Terceira Edição

06.10.2015.

NORMA BRASILEIRA ABNT ISO 45001: Sistemas de Gestão de Saúde e Segurança Ocupacional Requisitos com orientação para uso. Primeira

Edição 03.2018.

[3]