Você está na página 1de 77

Prefeitura Municipal de Vitória

Estado do Espírito Santo

ATOS OFICIAIS PUBLICADOS EM 30/10/2010

SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO
PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO
RESULTADO PARCIAL
EDITAL Nº 098/2010
A Subsecretária de Gestão de Pessoas da Prefeitura Municipal de
Vitória, dando prosseguimento ao Processo Seletivo Simplificado para
contratação temporária de profissionais na função de ANALISTA EM
COMUNICAÇÃO – ÁREA DE ATUAÇÃO: JORNALISMO, faz saber que:
1. O Resultado Parcial das Inscrições estará afixado em frente à
Gerência de Recrutamento, Seleção e Registros da Prefeitura de Vitória
– Avenida Mal. Mascarenhas de Moraes, 1927 – Bento Ferreira, no dia
03/11/2010 a partir das 09 horas.
2. Conforme previsto no subitem 9.2 do Edital de Abertura, os
candidatos poderão questionar a Banca de Avaliação sobre o resultado
de sua avaliação no balcão de atendimento de Recursos Humanos (SEMAD)
– Avenida Mal. Mascarenhas de Moraes, 1927 – Bento Ferreira, nos dias
03/11/2010 e 04/11/2010, no horário de 9 às 17 horas.
3. O Resultado Final está previsto para ser afixado no mesmo local
citado no item 1 no dia 08/11/2010, a partir das 09 horas e publicado
na Coluna do Poder Executivo do jornal A Tribuna no dia 06/11/2010.
Vitória-ES, 29 de outubro de 2010.
Adriana Cremasco - Subsecretária de Gestão de Pessoas

SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO
PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO
EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 114/2010
A Subsecretária de Gestão de Pessoas da Prefeitura Municipal de
Vitória, no uso de suas atribuições legais, faz saber que:
1 - Ficam convocados os candidatos abaixo relacionados a comparecerem
na Gerência de Recrutamento, Seleção e Registro, localizada na sede da
Prefeitura de Vitória, no período de 03/11/10 a 04/10/10, no horário
de 9 às 17 horas, para contratação por tempo determinado, conforme a
Lei nº 7.534/2008, autorizada através dos processos indicados:
TÉCNICO EM EDIFICAÇÕES (ED. 083/10)
Inciso V, Art. 2º - Atividades técnicas, para atuar exclusivamente no
âmbito de projetos, com prazo de duração determinado.
Proc. 5966373/10 – SEHAB
9º (*) Carlos Alberto Zocolotti
10º Debora dos Santos Santanna
MÉDICO CLÍNICO DIARISTA (ED. 098/09)
Inciso VI, Art. 2º - Contratação para substituir servidor efetivo,
quando afastado de seu cargo.
Proc. 4412900/10 – SEMUS, considerando desinteresse de candidato (ED.
112/10).
9º Letícia Lopes de Vargas
MÉDICO CLÍNICO PLANTÃO (ED. 151/09)
Inciso VI, Art. 2º - Contratação para substituir servidor efetivo,
quando afastado de seu cargo.
Proc. 4412900/10 – SEMUS, considerando desinteresse de candidato (ED.
112/10).
9º Jose Miquilino da Cunha
2 - O candidato indicado pelo símbolo (*) fica automaticamente
reclassificado para último lugar da listagem de classificação, não
podendo ser novamente contratado antes de decorridos 12 (doze) meses
do encerramento de seu contrato anterior mantido com este Município ou
não podendo rescindir o contrato em vigência, para ser novamente
contratado na mesma função, conforme determina o Art. 9º, incisos III
e IV, da Lei nº 7.534, de 21 de julho de 2008.
3 - O não comparecimento do candidato no prazo especificado no item 1
implicará na sua reclassificação para o final da lista de reserva do
processo seletivo simplificado ao qual concorreu, caso o mesmo não
tenha sido reclassificado anteriormente.
Vitória, 29 de outubro de 2010.
Adriana Cremasco - Subsecretária de Gestão de Pessoas

SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO
PORTARIA Nº 195
O Secretário Municipal de Administração, no uso de suas atribuições
legais, conforme dispõe o § 2º do Art. 4º do Decreto nº 13.847, de 05
de maio de 2008,
R E S O L V E:
Art. 1º - Designar os servidores abaixo relacionados para comporem a
Comissão de Sindicância da Secretaria Municipal de Administração, para
apurar os fatos irregulares denunciados no processo n.º 5261457/2010,
com a seguinte composição:
Presidente: Thais Zanelato Martins – matrícula 583549
Membro: Ikaro Carvalho Veloso - matrícula 560651
Membro: Marisa Gonçalves Salvador - matrícula 546256
Art. 2º - A Comissão de Sindicância, constituída, respeitará as normas
expressas no Decreto nº 13.847 de 05 de maio de 2008 e na Lei nº
2.994, de 17 de dezembro de 1982.
Art. 3º - Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.
Vitória, 26 de outubro de 2010.
Valdir Massucatti-Secretário Municipal de Administração

SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO
PORTARIA Nº 197
O Secretário Municipal de Administração, no uso das atribuições que
lhe foram delegadas pelo Senhor Prefeito Municipal nos termos do
Decreto nº 13215, de 26 de fevereiro de 2007,
R E S O L V E:
Art. 1º - Excluir a servidora Amélia Gave, mat. 46.310-8,
representante da Controladoria Geral do Município, da composição do
Grupo Gestor de Trabalho para controle e atualização do SIPAD (Sistema
de Informação de Processos Administrativos, com a finalidade de
desenvolvimento das atribuições descritas no artigo 2º do Decreto nº
13215/2007.
Art. 2º - Designar a servidora Elaine Alvarenga Oliveira, mat. 52694-
2, representante da Controladoria Geral do Município, para o compor a
mesma equipe.
Art. 3º - Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação
retroagindo seus efeitos a contar de 31/03/2010.
Vitória, 26 de outubro de 2010.
Valdir Massucatti-Secretário Municipal de Administração

Secretaria de Administração
PORTARIA N.° 198
O Secretário Municipal de Administração, no uso das atribuições que
lhe foram delegadas pelo Senhor Prefeito Municipal, nos termos do
Decreto 13.847, de 05 de maio de 2008,
R E S O L V E:
Art. 1º - Declarar, com base no parágrafo único do artigo 198 da Lei
n.º 2.994/1982, o arquivamento do Processo Administrativo Disciplinar
n.º 842358/2010, instaurado por meio da Portaria n.º 54 de 18 de março
de 2010, por ter sido reconhecida pela Comissão Processante a
absolvição do servidor de matrícula 116793.
Art. 2º - Determinar a remessa dos autos à Corregedoria Geral para
anotação e arquivo.
Art. 3º - Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.
Vitória, 28 de outubro de 2010.
Valdir Massucatti-Secretário Municipal de Administração

PORTARIA N° 199
A Subsecretária de Gestão de Pessoas da Prefeitura Municipal de
Vitória, no uso de suas atribuições,
RESOLVE:
Art. 1°. Conceder a Gratificação de Adicional por Tempo de Serviço,
prevista no Art. 119, inciso I, da Lei Municipal n° 2.994, de 17 de
dezembro de 1982 (Estatuto dos Servidores Públicos do Município de
Vitória), aos servidores exclusivamente comissionados, com base no
Parecer nº 454/2003 e Acórdão nº 035/2005 da PGM, conforme abaixo
discriminado:

Percentual Percentual
Pagamento a
Matrícula Servidor Gratificação Gratificação
partir de:
Anterior Concedida

589388 ADRIANA BERTHOLDO 0% 5% 17/08/2010


528815 EDNA DAS NEVES E SILVA 0% 5% 23/08/2010
589569 EVANDRO DE OLIVEIRA 0% 5% 16/08/2010
JORGE LUIZ MATOZINHOS DOS
589033 0% 5% 17/08/2010
ANJOS
553029 RACHEL BELARMINO GUSMAO 0% 5% 25/08/2010
530059 VERA LUCIA RODRIGUES 5% 10% 04/09/2010
Art. 2°. Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.
Vitória, 27 de Outubro de 2010.
Adriana Cremasco - Subsecretária de Gestão de Pessoas

PORTARIA N° 200
A Subsecretária de Gestão de Pessoas da Prefeitura Municipal de
Vitória, no uso de suas atribuições,
RESOLVE:
Art. 1°. Conceder a Gratificação de Adicional por Tempo de Serviço,
prevista no Art. 119 da Lei Municipal n° 2.994, de 17 de dezembro de
1982 (Estatuto dos Servidores Públicos do Município de Vitória), aos
servidores municipais efetivos, conforme abaixo discriminado:
Percentual Percentual
Pagamento a
Matrícula Servidor Gratificação Gratificação
partir de:
Anterior Concedida
582296 ANA CARLA DA CONCEICAO 5% 10% 02/09/2010
521169 ANDRE FELIPE GOMES 0% 5% 30/08/2010
217662 ANGELA PERINI PEREIRA 15% 20% 21/08/2010
152242 BERNADETE PERIM LORENZONI 20% 25% 18/08/2010
223018 DALMAR FUNDAO SCHMITZ 15% 20% 22/08/2010
DANIELLA MIRIAN COUTINHO
220159 15% 20% 07/09/2010
MECHIATTI
460893 DENISE PINHEIRO QUADROS 5% 10% 14/09/2010
177334 DENISE SANTOS SCHNEIDER 20% 25% 27/08/2010
ELENIR DA SILVA SOBRINHO
151718 20% 25% 25/08/2010
PIRES
050369 EZEQUIEL PIMENTEL PEREIRA 25% 30% 31/08/2010
448303 FABIA DIAS DA SILVA SOUZA 0% 5% 23/08/2010
107492 GELSON METZKER 20% 25% 12/09/2010
580664 GESA MARIA DE SOUZA ARAUJO 0% 5% 02/08/2010
529739 HEBER SCHEIDEGGER AMARAL 0% 5% 26/08/2010
HELOISA HELENA RAMOS
563235 0% 5% 19/11/2008
GONCALVES
HUMBERTO LUIZ FERREIRA
050180 25% 30% 15/09/2010
POLONI
056200 INES MARIA VICENTINI 25% 30% 25/08/2010
IVANETE MARIA DE OLIVEIRA
237876 10% 15% 29/08/2010
MEDEIROS
597823 IVANY OLIVEIRA ROCHA 0% 5% 28/04/2010
100951 IZALDINO OHNESORGE 25% 30% 10/09/2010
JANIRA FARIAS VASCONCELOS
111937 20% 25% 19/08/2010
OLIVEIRA
JAQUELINE AHNERT SIQUEIRA
567145 0% 5% 30/08/2010
DA SILVA
JESILDA MARIA DA SILVA
596500 0% 5% 10/09/2010
SANTOS
598565 JESSE DE SOUZA FRANCA 0% 5% 04/08/2010
109835 JOSE LUIZ WANDECKOLK 20% 25% 06/09/2010
448325 JULIO CEZAR SANTOS DE SOUZA 5% 10% 30/08/2010
240192 KATHIA SIMONE MOLULO SALLES 10% 15% 21/08/2010
446793 KELLY FRANCOISE MATTOS 5% 10% 29/08/2010
MEIRELLES
241784 LENY PAULINO DA SILVA 10% 15% 10/09/2010
476080 LUZIA MARIA CONCEICAO 15% 20% 07/09/2010
105783 MARCOS PRATES FERREIRA 20% 25% 23/08/2010
527754 MARIA CRISTINA OTTONI RAMOS 0% 5% 12/09/2010
MARIA DAS GRACAS CRISTINO
528177 0% 5% 31/08/2010
DOS SANTOS
522554 MARIA DO CARMO PASOLINI 5% 10% 24/08/2010
111185 MARIA FERRI DOS SANTOS 20% 25% 18/08/2010
MARIA LUIZA NASCIMENTO DOS
111171 20% 25% 18/08/2010
REIS
590180 MARIZETE LUDOLFO DA SILVA 0% 5% 10/09/2010
527260 MARLENE RAMOS DO NASCIMENTO 0% 5% 06/09/2010
546518 MAURO SERGIO DA SILVA 0% 5% 05/09/2010
529346 MIGUEL ARCANJO FAVORETTI 0% 5% 23/08/2010
046868 OBERALCI MARIA DA PENHA 25% 30% 15/09/2010
049808 PEDRO DOS SANTOS 25% 30% 06/09/2010
RODRIGO FERNANDES DE
487783 5% 10% 19/08/2010
MENEZES
158054 RONILSA PERAZZINI 15% 20% 06/09/2010
525767 ROSANA GOMES KOLAGA 0% 5% 26/08/2010
527616 ROSICLER RODRIGUES ALELUIA 0% 5% 30/08/2010
046515 SEBASTIAO DA SILVA 25% 30% 16/09/2010
176125 SERGIO LUIZ POLETTI 15% 20% 02/09/2010
572708 TELMA FERRAZ PEREIRA BONOMO 0% 5% 18/08/2010
THEREZA CHRISTINA MARTINS B
236764 10% 15% 17/08/2010
N MARINHO
526049 THIENNE MELADO BARRERI 0% 5% 14/09/2010
107972 UBIRATAN FRICKS 20% 25% 15/09/2010
528877 VIVIANI CORREA DE MELLO 0% 5% 24/08/2010
Art. 2°. Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.
Vitória, 27 de Outubro de 2010.
Adriana Cremasco - Subsecretária de Gestão de Pessoas

PONTOS DE CULTURA DO MUNICIPIO DE VITÓRIA


EDITAL DE SELEÇÃO, Nº01, DE 30 DE OUTUBRO DE 2010
A Prefeitura do Município de Vitória convida instituições da sociedade
civil, sem fins lucrativos, legalmente constituídos, que desenvolvam
ações de caráter cultural há pelo menos dois anos no Município, para
apresentarem propostas à edição municipal do Programa Mais Cultura do
Ministério da Cultura, nos termos das Leis Federal n° 8666/93, no que
couber, Lei n° 8.313/91, IN/STN 01/97, Lei Municipal n°5804, de 2002 e
nas condições e exigências estabelecidas neste Edital.
A Prefeitura Municipal de Vitoria, por meio da Secretaria Municipal de
Cultura tem por objetivo selecionar projetos para implementação da
ação Ponto de Cultura do Programa Mais Cultura do Ministério da
Cultura.
A seleção dos projetos não obriga a Secretaria Municipal de Cultura a
formalizar imediatamente os convênios, caracterizando apenas
expectativas de direito para os selecionados. O prazo de validade das
propostas selecionadas neste Edital será de dois anos a partir da
publicação do resultado desta seleção.
1. DA AUTORIZAÇÃO
1.1. O Programa Mais Cultura foi instituído pelo Decreto 6.226, de
quatro de outubro de 2007.
1.2. O pacto entre a União/Ministério da Cultura e Prefeitura
Municipal de Vitoria e Secretaria de Cultura tem como instrumento o
Convênio SICONV 731945/2010 MINC/FNC, publicado no D.O. U de, 23 de
março de 2010, de expansão do Programa Cultura Viva que baseia também
a descentralização de recursos orçamentários do programa.
2. DO OBJETIVO
2.1. Este Edital tem por objetivo apoiar por meio de repasse de
recursos financeiros do Programa Mais Cultura – Pontos de Cultura,
projetos de instituições da sociedade civil sem fins lucrativos, de
caráter cultural ou com histórico de atividades culturais.
Instituições que atuem na produção artístico-cultural há pelo menos
dois anos, contribuindo para a inclusão social, a construção da
cidadania, seja através da geração de emprego e renda, seja por meio
de ações de fortalecimento das identidades culturais.
2.2. Compreende-se que os Pontos de Cultura são elos entre a Sociedade
e o Estado que possibilitam o desenvolvimento de ações culturais
sustentadas pêlos princípios da autonomia, protagonismo e
empoderamento social, integrando uma gestão compartilhada e
transformadora da instituição selecionada com a Rede de Pontos de
Cultura.
2.3. O Ponto de Cultura deverá funcionar como um instrumento de pulsão
e articulação de ações e projetos já existentes nas comunidades do
Município, desenvolvendo ações continuadas em pelo menos uma das áreas
de Culturas Populares, Grupos Étnico-Culturais, Patrimônio Material,
Audiovisual e Radiodifusão, Culturas Digitais, Gestão e Formação
Cultural, Pensamento e Memória, Expressões Artísticas, e/ou Ações
Transversais.
2.4. A Prefeitura do Município de Vitória, de acordo com os recursos
disponibilizados através de convênio firmado com o Ministério da
Cultura, apoiará o desenvolvimento das atividades culturais de 5
(cinco) Pontos de Cultura, desde que as instituições selecionadas
atendam a todas as exigências deste Edital.
2.5. Para melhor conhecimento dos Pontos de Cultura sugere-se a
leitura das informações disponíveis no endereço eletrônico:
www.cultura.gov.br/culturaviva.
3. DAS CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO
3.1. Podem participar deste Edital pessoa jurídica de direito privado
sem fins lucrativos, que sejam de natureza cultural como associações,
sindicatos, cooperativas, fundações privadas, escolas caracterizadas
como comunitárias e suas associações de pais e mestres, ou
organizações tituladas como Organizações da Sociedade Civil de
Interesse Público (OSCIPs) e Organizações Sociais (OS), sediadas e com
atuação comprovada na área cultural há pelo menos dois anos no
município de Vitória e com CNPJ de no mínimo 01 ano.
3.1.1. Entende-se por atuação comprovada na área cultural a realização
de atividades dessa natureza por instituição, grupo, ou pessoa,
atestadas na forma do item 4.2, alínea f.
3.2. Não podem participar, sob pena de imediata inabilitação: pessoa
física, instituições com fins lucrativos, instituições de ensino,
pesquisa, e desenvolvimento institucional, públicas ou privadas, com
ou sem fins lucrativos, suas mantenedoras e associações de pais e
mestres, fundações e institutos criados ou mantidos por empresas ou
grupos de empresas, entidades integrantes do “Sistema S” (SESC, SENAC,
SESI, SENAI, SEST, SENAT, SEBRAE, SENAR e outros), instituições ou
grupos que já sejam Pontos de Cultura com convênio ativo e com
parcelas financeiras a receber do Ministério da Cultura, e/ou sem
prestação de contas final aprovada.
3.3. Os Pontos de Cultura que estejam finalizando o convênio com
Ministério da Cultura, poderão concorrer a esta seleção nas mesmas
condições de todos os inscritos, desde que no ato do conveniamento com
a Secretaria Municipal de Cultura, ou seja, até sessenta (60) dias
após a publicação do resultado deste Edital, apresentem declaração do
Ministério da Cultura em que conste seu encerramento oficial, com
aprovação da prestação de contas final do convênio.
3.4. Não podem ser apresentados projetos que possuam as mesmas
despesas e Plano de Trabalho contemplados em qualquer programa dos
governos, municipal, estadual ou federal, a exemplo da Lei Rouanet,
Fundo de Cultura Nacional ou Estadual.
3.5. Serão eliminadas as instituições que se encontrem com qualquer
pendência ou inadimplência registrada no Município de Vitória, a
exemplo da Lei de incentivo municipal ou na Secretaria Municipal da
Fazenda (Setor de Dívida Ativa).
3.6. Os projetos apresentados poderão prever a aplicação máxima de 15%
(quinze por cento) do recurso em pagamento de despesas de atividades
rotineiras, tais como: aluguel, água, luz, telefone, serviço e
material de limpeza, contador, advogado e pessoal administrativo. Os
projetos que contiverem despesas dessa natureza, superiores a 15%
(quinze pro cento), serão automaticamente eliminados.
3.7. Cada instituição poderá inscrever mais de um projeto, mas apenas
um poderá ser selecionado.
4. DA INSCRIÇÃO
4.1. O período da inscrição é de 30 de outubro a 14 de dezembro de
2010.
4.2. As instituições da sociedade civil que desejarem participar desta
seleção devem enviar à Secretaria Municipal de Cultura sua proposta,
através do protocolo geral da Prefeitura Municipal de Vitória com os
documentos devidamente assinados pelos seus representantes legais e
apresentados na ordem abaixo descrita:
a) REQUERIMENTO, solicitando ingresso na Rede de Pontos de Cultura de
Vitória (Anexo I)
b) FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO (Anexo II);
c) PLANO DE TRABALHO e CRONOGRAMA DE DESEMBOLSO (Anexo III);
d) RELATÓRIO DAS ATIVIDADES DA INSTITUIÇÃO, (Anexo IV)
e) DECLARAÇÃO, devidamente preenchida, assinada, com o compromisso de
envio dos documentos e certidões necessários para a celebração do
convênio, caso a instituição seja selecionada, no prazo máximo de (8
oito) dias corridos após a divulgação do resultado desta seleção
(Anexo V);
f) Comprovação de dois anos de atividade da instituição através de
atestado de realização de atividades a ser solicitado, em papel
timbrado, a autoridades competentes do município de atuação, como
Secretário ou Diretor de Cultura do Município, de Escola Pública, de
Centro Cultural, Vereadores, Presidentes de Entidades de Classe (Anexo
VI). Ou portfólio das atividades culturais da instituição,
apresentando comprovação através de matérias em jornais, revistas,
cartazes, publicações, e/ou certificados de participação em eventos.
g) Cópia do CNPJ da instituição ou emitida através do site da Receita
Federal (www.receita.fazenda.gov.br);
h) Cópia do estatuto da instituição;
i) Cópia da Ata de Posse ou de Eleição da Diretoria da instituição;
j) Cópia do RG e CPF do responsável legal ou procurador nomeado (neste
caso com cópia autenticada da procuração);
k) Cópia do comprovante de endereço da instituição, tais como
comprovante de água, luz, e correspondência bancária;
4.3. Os modelos destes documentos, bem como formulários e instruções
de preenchimento, encontram-se em anexo. Estes documentos poderão ser
“baixados” no endereço eletrônico www.vitoria.es.gov.br/semc, através
do link “Edital de Pontos de Cultura, do Município de Vitória”, e
também estarão disponíveis na Secretaria de Cultura do Município de
Vitória, sito à Rua 13 de Maio, 47 – Vitória, ES – Centro – CEP.
29015-280.
4.4. Para efetuar a inscrição, o proponente deverá enviar os
documentos mencionados no item 4.2 devidamente preenchidos e
assinados, em envelope lacrado no protocolo geral da Prefeitura
Municipal de Vitória, com a identificação – “Programa Mais Cultura –
Edital de Pontos de Cultura de Vitória/2010 – Secretaria Municipal de
Cultura, Av. Marechal Mascarenhas de Moraes, 1927- Bento Ferreira,
Vitória – ES, CEP 29050-945, no horário das 08:00 às 18:00 horas.
4.5. A proposta recebida após o prazo de entrega será automaticamente
invalidada.
4.6. A proposta encaminhada implica a prévia e integral concordância
com todas as normas deste Edital.
4.7. Os projetos não aprovados poderão ser retirados pelo seu
representante legal ou com procuração autenticada em cartório, no
prazo de até 90 (noventa) dias após a publicação dos resultados.
Decorrido esse período, poderão ser incinerados.
4.8. Depois da inscrição do projeto e até que se encerre sua análise,
não será permitido anexar novos documentos ou informes, salvo por
solicitação expressa da Secretaria Municipal de Cultura.
5. DA SELEÇÃO E JULGAMENTO
A seleção das propostas será realizada por uma Comissão Tripartite de
Avaliação constituída por representantes indicados respectivamente
pelo Ministério da Cultura, através da Secretaria de Cidadania
Cultural, pela Secretaria Municipal de Cultura e por representantes de
instituições da sociedade civil atuantes no setor sócio-cultural ou
membros da classe artística de notória especialização, com seus
respectivos suplentes. Caberá ao presidente da Comissão de Avaliação,
que será representante da SEMC na coordenação dos trabalhos da
Comissão e o voto de “minerva”.
5.1. A seleção das propostas será realizada de acordo com as
seguintes etapas:
a) Análise dos documentos.
b) Avaliação técnica e de mérito que analisará a capacidade de gestão
e potencial do proponente e apreciará o conteúdo das propostas
habilitadas.
c) Seleção Final.
5.2 – Análise documental.
5.2.1. A análise dos documentos será realizada por uma equipe técnica
da Secretaria Municipal de Cultura, designada para este fim, formada
por, pelo menos, 3 (três) membros. Serão exigidos todos os documentos
previstos no item 4.2 deste Edital, sendo esta uma fase eliminatória.
5.2.2. Serão indeferidos, na análise documental, projetos que não
apresentarem, de forma exata e elucidativa, objeto e fins propostos
para sua execução. A equipe técnica de análise poderá solicitar a
complementação de informações pelo proponente à Secretaria Municipal
de Cultura, no prazo de 3 (três) dias úteis, contados da data de
notificação.
5.2.3. No caso de apresentação de complementação de informações fora
do prazo, ou de não apresentação destas, o projeto será
desclassificado.
5.3 – Análise Técnica e de Mérito e Seleção dos Projetos.
Os projetos serão avaliados individualmente pelos membros da Comissão
de Avaliação considerando os seguintes critérios técnicos e de mérito:
5.3.1. - Avaliação do proponente (pontuação máxima de 16 pontos):
a) Adequação da experiência da instituição proponente ao objeto da
proposta. (4 pontos).
b) Realização comprovada de projetos relevantes para a área cultural.
(3 pontos).
c) Capacidade de agregar parcerias. (3 pontos).
d) Desenvolvimento de gestão compartilhada. (3 pontos).
e) Apresentação de estratégias de sustentabilidade. (3 pontos).
5.3.2 - Avaliação de proposta técnica (pontuação máxima de 16 pontos):
a) Objetivos explicitados de forma clara e bem definidos. (4 pontos).
b) Pertinência das estratégias em relação aos resultados pretendidos.
(3 pontos).
c) Descrição das etapas/ações para desenvolvimento do projeto. (3
pontos).
d) Equipe técnica adequada para a realização da proposta. (3 pontos).
e) Estrutura de Gestão e Estratégias de Monitoramento da proposta. (3
pontos).
5.3.3. Adequação do orçamento e viabilidade do Plano de Trabalho
(pontuação máxima de 10 pontos):
a) Coerência entre as ações do projeto e os custos apresentados. (4
pontos).
b) Viabilidade do projeto no prazo proposto. (3 pontos).
c) Razoabilidade dos itens de despesas e seus custos. (3 pontos).
5.3.4. Atendimento às Diretrizes do Programa Mais Cultura (pontuação
máxima de 18 pontos):
a) Contribuição para o acesso à produção de bens culturais. (6
pontos).
b) Promoção da auto-estima, o sentimento de pertencimento e a
cidadania. (4 pontos).
c) Dinamização dos espaços culturais do município. (4 pontos).
d) Geração de oportunidades de emprego e renda. (4 pontos).
5.3.5. Impactos artístico-culturais, econômicos e/ou sociais
(pontuação máxima de 20 pontos):
a) Desenvolvimento de processos criativos continuados. (2 pontos).
b) Desenvolvimento de ações de formação cultural. (4 pontos).
c) Promoção de ações da cultura digital em software livre. (2 pontos).
d) Desenvolvimento de ações de documentação e de registro nas
comunidades em que atua. (2 pontos).
e) Proposta de integração entre culturas de tradição oral e educação
formal e/ou novas tecnologias culturais, sociais e científicas. (4
pontos).
f) Proposta de integração da cultura com outras esferas do
conhecimento e da vida social. (2 pontos).
g) Proposta de ações de valorização do patrimônio cultural imaterial
de Vitória. (4 pontos).
5.3.6. Abrangência da proposta, considerando público-alvo participante
(pontuação máxima de 20 pontos):
a) Estudantes da rede pública de ensino. (3 pontos).
b) Crianças em situação de vulnerabilidade social. (4 pontos).
c) Adolescentes e jovens adultos em situação de vulnerabilidade
social. (3 pontos).
d) Idosos em situação de vulnerabilidade social. (2 pontos).
e) Populações de baixa renda, moradores de áreas com precária oferta
de serviços públicos e de cultura. (4 pontos).
f) Portadores de deficiência. (2 pontos).
g) Outros grupos minoritários. (2 pontos).
5.4. Após receber parecer técnico e de mérito, os projetos que
obtiverem pontuação igual ou superior a 50 pontos serão apreciados
coletivamente, na etapa de Seleção Final, pela Comissão de Avaliação.
As pontuações dos pareceristas poderão ser confirmadas ou alteradas
pela Comissão e, ao final, será definida a relação dos projetos
aprovados e dos projetos suplentes.
5.5. A somatória dos pontos alcançará a pontuação máxima de 100
pontos, de acordo com o item 6 deste Edital.
5.6. A Comissão de Análise de Projetos contará no mínimo, 03 membros
sendo pelo menos um deles representante do Governo Municipal e 01 do
Ministério da Cultura e sociedade civil. . O número total de membros
dependerá do número de projetos inscritos em cada segmento, a critério
da Secretaria de Cultura.
5.7. Caberá ao secretário de Cultura a coordenação dos trabalhos da
Comissão e voto de “minerva”.
5.8. A composição da Comissão de Análise de Documentos e da Comissão
de Análise de Projetos será publicada em portaria nos atos do Poder
Executivo da Prefeitura Municipal de Vitória, em jornal da capital.
6. DOS CRITÉRIOS DE DESEMPATE
Na seleção das iniciativas inscritas, a Comissão de Avaliação, havendo
necessidade, considerará como critérios de desempate:
a) Região com menor Índice de Desenvolvimento Humano.
b) Projetos que contemplem região que não possuem Pontos de Cultura.
c) Projetos que contemplam a diversidade de expressões e manifestações
culturais
7. DA CLASSIFICAÇÂO E DO RESULTADO
7.1. O resultado do concurso, efetivado pela Comissão de Análise
de Projetos, será consignado em Ata e publicado nos Atos do Poder
Executivo (Jornal “A Tribuna”), indicando o nome da proponente e o
título do projeto.
7.2. A Comissão de Análise de Projetos indicará 05 (cinco) projetos
selecionados para contratação.
7.3. A Comissão de Análise de Projetos indicará até 05 (cinco)
projetos em ordem de classificação, considerados “suplentes”.
7.4. Os projetos considerados “suplentes” poderão ser contratados em
casos de perda do direito de contratação por algum dos projetos
selecionados, ou na hipótese do Proponente vencedor não comparecer
para assinar o Contrato ou se recusar a fazê-lo.
7.5. Caberá recurso, no prazo de 05 (cinco) dias úteis a contar da
publicação no Poder Executivo (Jornal “A Tribuna”), do resultado da
seleção, devendo, o mesmo, ser protocolado no Protocolo Geral da
Prefeitura de Vitória - Av. Marechal Mascarenhas de Moraes, 1927 -
Bento Ferreira, Vitória – ES, CEP 29050-945, no horário das 08:00 às
18:00 horas.
7.6. Realizados todos os ritos e prazos previstos nos itens
anteriores, caberá ao Prefeito do Município a homologação do resultado
definitivo do Concurso/ Edital.
8. DO CONVENIAMENTO
8.1. A Secretaria Municipal de Cultura de Vitória firmará convênio com
as instituições selecionadas como Pontos de Cultura para o repasse de
recursos, conforme descrito neste Edital.
8.1.1 A instituição selecionada terá o prazo de 8 (oito) dias corridos
para a entrega dos seguintes documentos necessários à formalização do
convênio:
8. Certidão de Quitação de Tributos Municipais;
9. Certidão de Quitação de Tributos Estaduais;
10. Certidão de Quitação de Tributos Federais;
11. Dívida Ativa da União;
12. Certidão Negativa de Débitos INSS;
13. Certidão Negativa de Débitos FGTS.
8.1.2 A não entrega de qualquer um desses documentos no prazo previsto
implicará o arquivamento do projeto e a convocação da instituição com
maior pontuação na suplência.
8.2. A inadimplência registrada no Sistema Integrado de Administração
Financeira do Governo Federal (SIAFI) impede a celebração do convênio
pelo proponente.
8.3. O repasse dos recursos às instituições que tiverem seus
projetos selecionados será de até R$ 180.000,00 (cento e oitenta mil
reais), em três anos. A verba será depositada em conta bancária aberta
especificamente para o projeto.
8.4. O valor anual a ser transferido será de R$ 60.000,00 (sessenta
mil reais), disponibilizados da seguinte forma:
a) 2010-2011: R$24.000,00 em capital e R$ 36.000,00 em custeio
b) 2011-2012: R$24.000,00 em capital e R$ 36.000,00 em custeio
c) 2012-2013: --------- R$ 60.000,00 em
custeio
8.4.1. As despesas de capital são aquelas que aumentam o valor do
patrimônio da instituição, correspondendo tal despesa a aquisição de
equipamentos ou material permanente.
8.4.2 Entende-se por despesas de custeio aquelas que não aumentam o
patrimônio da instituição, ou seja, os gastos com a realização de
atividades ou execução de serviços.
8.4.3. No primeiro exercício fiscal, 2010 -2011, o valor de
R$15.000,00 (quinze mil reais) será necessariamente gasto na aquisição
de Kit Multimídia, conforme determinação prevista no Manual de
Instrução deste Edital.
8.5. Toda e qualquer despesa somente deverá ser efetuada dentro da
vigência do convênio, após depósito do recurso em conta bancária
específica para o projeto.
8.6. O repasse da segunda parcela ficará condicionado à aprovação da
prestação de contas parcial referente à primeira parcela liberada,
composta da documentação específica. O repasse da terceira parcela
ficará condicionado à aprovação da prestação de contas parcial
referente à segunda parcela liberada, composta de documentação
especificada, nos itens da Portaria Interministerial CGH/MF/MP nº 127,
de 29.05.2008. A referida Instrução Normativa encontra-se disponível
no site do Ministério da Cultura através do endereço eletrônico
www.cultura.gov.br/cultura_viva.
8.7. Os gastos deverão ser executados exclusivamente na realização das
metas previstas no Plano de Trabalho apresentado.
8.8. Caso o projeto não seja executado conforme estabelecido no Plano
de Trabalho, serão adotadas medidas administrativas e jurídicas
cabíveis, podendo ser exigida a devolução dos recursos repassados com
os acréscimos legais.
8.9. Qualquer alteração no Plano de Trabalho, depois de firmado o
convênio, deverá ser feita por escrito e somente poderá ser efetuada
após aprovação da Secretaria Municipal de Cultura de Vitória.
9. DA CULTURA DIGITAL
9.1. A ação cultural Digital é o instrumento que permitirá a
comunicação em rede, entre os diversos Pontos de Cultura, a divulgação
das atividades produzidas e dos produtos elaborados pelos Pontos de
cultura, proporcionando a visibilidade de suas ações.
9.2. A instituição se obriga a investir no primeiro repasse dos
recursos financeiros, no mínimo a importância de R$ 15.000,00 (quinze
mil reais) na aquisição de Kit Multimídia para a implementação da Ação
cultural Digital, conforme determinação prevista no Manual do
Proponente deste Edital.
9.3. Os Pontos de Cultura deverão implantar, no prazo de um ano, o
software livre nos equipamentos multimídia, para o que contarão como
apoio da Coordenação Nacional da Ação cultura Digital do Ministério da
Cultura e da Assessoria para Cultura Digital da Prefeitura Municipal
de Vitória.
10. DA REDE DE PONTOS DE CULTURA
10.1. A Rede de Pontos de Cultura de Vitória será ampliada pelas
instituições conveniadas a partir deste Edital.
10.2. A gestão desta Rede de Pontos de Cultura será de
responsabilidade da Secretaria Municipal de Cultura e deverá ser
compartilhada com os Pontos de Cultura conveniados a partir deste
Edital.
10.3. O diálogo da Secretaria de Cultura com os Pontos de Cultura do
Município de Vitória deverá incluir, sempre que possível, a
interlocução com os Pontos de Cultura apoiados diretamente pelo
Ministério da Cultura.
10.4. A execução dos projetos conveniados terá necessariamente os
seguintes acompanhamentos:
a) Secretaria de Cultura do Município de Vitória supervisionará as
questões administrativas;
b) Os representantes da Secretaria de Cultura do Município de Vitória
e do
Ministério da Cultura, por meio da Secretaria de Cidadania Cultural, e
de órgãos de controle do Ministério poderão realizar visitas técnicas
e auditorias a qualquer tempo.
11. DAS OBRIGAÇÕES
11.1. Compete ao Ponto de Cultura:
a) Cumprir fielmente a proposta aprovada e o Convênio assinado,
respondendo pelas conseqüências de sua inexecução total ou parcial, de
acordo com a legislação vigente.
b) Executar os projetos dentro da vigência do Convênio, conforme
proposto no Plano de Trabalho apresentado, que será parte integrante
do Convênio.
c) Integrar a Rede de Pontos de Cultura.
d) Participar de cursos e encontros sobre Pontos de Cultura que venham
a ser
promovidos pela Secretaria de Cultura do Município de Vitória e / ou
pelo Ministério da Cultura.
e) Transferir tecnologia social e de gestão.
f) Permitir que os servidores do Ministério da Cultura e da Secretaria
de Cultura do Município de Vitória tenham acesso a todos os documentos
e materiais relativos a este convênio em caso de auditoria.
g) Divulgar, em destaque, o nome do Ministério da Cultura/Governo
Federal, Secretaria de Cultura do Município de Vitória e do Programa
Mais
Cultura – Ponto de Cultura em todos os atos de promoção e divulgação
do projeto,
objeto do Convênio, no local do Ponto de Cultura e nos eventos e ações
deles
decorrentes, conforme layout a ser disponibilizado pela Secretaria de
Cultura do
Município de Vitória e Secretaria de Comunicação.
h) As marcas do Ministério da Cultura/Governo Federal, Secretaria de
Cultura do
Município de Vitória e do Programa Mais Cultura – Ponto de Cultura
deverão ser exibidas de acordo com os padrões de Identidade Visual,
fornecidos pelos correspondentes órgãos, após a assinatura do
Convênio, sendo vedada às partes a utilização de nomes, símbolos ou
imagens que caracterizem promoção pessoal de autoridades ou servidores
públicos.
i) Assinar termo de liberação do uso das imagens e áudios produzidos
através de ações do Ponto de Cultura para a União/Ministério da
Cultura e Secretaria de Cultura do Município de Vitória.
j) Encaminhar junto com a prestação de contas final um relatório
adicional de análise de resultados e impactos sócio-culturais que
abordem o número de beneficiários diretos e indiretos, pesquisa de
satisfação da comunidade presente no Ponto de Cultura e do entorno,
informação de geração de novas oportunidades para o Ponto de Cultura e
seu público, e relato da articulação na comunidade.
11.2. Compete ao Ministério da Cultura:
a) Supervisionar a execução do projeto de acordo com o Plano de
Trabalho aprovado com o Município alvo do convênio SICONV nº 731945
MINC/FNC, publicado no D.O.U de 23 de março de 2010.
b) Promover o repasse dos recursos financeiros de acordo com o
cronograma de
desembolso previsto no Convênio;
c) Prorrogar a vigência do convênio, quando houver atraso na liberação
dos recursos, por período igual ao do atraso verificado (art. 30°
Inciso VI, da Portaria Interministerial n° 127/08);
11.3. Compete à Secretaria de Cultura do Município de Vitória:
a) Coordenar, supervisionar e fiscalizar a execução do projeto de
acordo com o Plano de Trabalho aprovado;
b) Promover o repasse dos recursos financeiros de acordo com o
cronograma de
desembolso previsto no Convênio;
c) Prorrogar a vigência do convênio, quando houver atraso na liberação
dos recursos por período igual ao do atraso verificado;
d) Assumir ou transferir a responsabilidade pelo objeto do Convênio,
no caso de paralisação ou de fato relevante que venha a ocorrer, de
modo a evitar a sua
descontinuidade;
e) Aplicar as penalidades previstas e proceder às ações
administrativas necessárias à exigência da restituição dos recursos
transferidos, nos casos em que se aplique;
f) Oferecer assistência técnica para a gestão dos recursos do
Convênio;
g) Comunicar e disseminar os resultados e impactos sócio-culturais
alcançados.
12. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS
12.1. Os Pontos de Cultura conveniados a partir deste Edital que não
cumprirem suas obrigações após 01(um) ano de funcionamento, serão
substituídos por outros projetos inscritos, a serem convocados por
ordem de classificação dos suplentes.
12. 2. A Secretaria de Cultura do Município de Vitória e o Ministério
da Cultura não se obrigam a renovação de convênio, ainda que o Ponto
de Cultura tenha obtido êxito em todas as suas obrigações.
12.3. O presente Edital e seus anexos ficarão à disposição dos
interessados no site da Prefeitura do Município de Vitória,
http://www.vitoria.es.gov.br/semc e nos equipamentos de cultura do
município de Vitória.
Anexo I – Requerimento;
Anexo II – Formulário de Inscrição;
Anexo III – Cronograma de Desembolso;
Anexo IV – Relatório de Atividades;
Anexo V – Declaração;
Anexo VI – Atestado
12.4. Mais informações poderão ser obtidas por meio dos telefones (27-
31322000 - 31322097) ou pelo email
pontosdeculturavitoria@vitoria.es.gov.br.
12.5. Os casos omissos serão dirimidos pela Comissão de Avaliação de
Mérito.
Alcione Alvarenga Pinheiro
Secretário Municipal de Cultura

EDITAL DE SELEÇÃO PARA PONTOS DE CULTURA


DO MUNICÍPIO DE VITÓRIA
MANUAL DE INSTRUÇÕES
Orientações sobre o preenchimento dos Anexos I a VI para inscrição no
Edital de Seleção para Pontos de Cultura do Município de Vitória. É
fundamental o preenchimento e entrega de todos os Anexos. O
preenchimento dos mesmos deve ser digitado, mas serão aceitos os que
forem preenchidos à mão, em letra de fôrma, legível e sem rasuras.
1. REQUERIMENTO (ANEXO I)
Este requerimento deverá ser feito em papel timbrado da organização,
assinado e carimbado por seu dirigente responsável, ou seja, a pessoa
nomeada através de Ata de Eleição como representante legal da
instituição.
2. FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO (ANEXO II)
Apresente com detalhes o projeto que será inscrito. O formulário é
composto por 13 itens que deverão ser preenchidos de acordo com as
orientações já descritas no próprio documento. Ao final do formulário
o representante legal da instituição deverá preencher o local, a data
e assinar o termo de responsabilidade.
3. CRONOGRAMA DE DESEMBOLSO (ANEXO III)
Detalhe os itens de despesa necessários à execução do projeto. Planeje
detalhadamente como a instituição realizará o projeto, de acordo com o
formulário de inscrição. O preenchimento desta planilha deverá estar
compatível com o descrito no formulário de inscrição - Anexo II. É de
fundamental importância que conste desse anexo, todos os gastos
possíveis para a realização das atividades do projeto.
Para cada um dos 03 anos do projeto existe um quadro nesta planilha.
Por isso existem 3 quadros a serem preenchidos.
Atenção: Ao elaborar o orçamento, não esquecer de destinar uma parte
da verba para representantes do Ponto de Cultura possam participar de
reuniões, encontros, cursos, a serem promovidos pela Secretaria de
Cultura do Município de Vitória e o Ministério da Cultura conforme
Edital. Essa verba deverá ser destinada a gastos com passagens,
hospedagens e alimentação.
O que deve ser preenchido em cada item do Orçamento?
a) Descrição – detalhe os itens de despesa necessários à execução do
projeto.
Exemplo:
Um projeto de capoeira pode ter como despesa: compra de cabaças;
contratação de mestre de capoeira; compra de material de consumo
(cola, cordão, tesoura, etc.), e assim por diante.
b) Quantidade – quantifique em números o item que você especificou.
Exemplo:
Número de cabaças a serem compradas; ou de mestres de capoeira a serem
contratados.
c) Unidade – especifique a medida que você usou para quantificar cada
item descrito. As unidades variam de projeto para projeto, mas, de
maneira geral, as mais utilizadas são:
- Mês/ Hora/ Dia/ Semana - quando o cálculo de algo é feito através da
duração de um período. Essas unidades são muito utilizadas para
quantificar serviços técnicos.
Ex. mixagem de CD, edição de vídeo, etc; mas pode também ser usada
para pagamento de pessoa, ex.: professor que dará aulas por 04 meses.
- Serviço - pode ser usada tanto para contratação de Pessoa Física,
quanto de Pessoa Jurídica.
Ex: contratação de 01 serviço de uma empresa de iluminação cênica.
- Locação - usada para indicar a contratação de alguma empresa que irá
alugar algo.
Ex. aluguel de 2 automóveis, de 01 equipamento de data show etc.
- Cachê - mais indicado para pagamento de artistas e grupos culturais.
- Unidade - tudo que possa ser quantificado e expresso por números.
Ex.: aquisição de 05 livros; compra de 03 filmadoras.
- Verba - quando a especificação individual de todos os itens de um
mesmo grupo
de despesa é difícil de ser estipulada. Esses itens, em geral, são de
baixo custo.
Ex.: verba no valor de 500 reais para compra de material de consumo
(ex: lápis, borracha, caneta, copo plástico).
- Litro - quando a especificação refere-se a líquido que possa ser
comprado. Ex.:
compra de 50 litros de gasolina.
- Material - usualmente são utilizadas unidades de medida para compra.
d) Período – preencha o tempo que a instituição levará para executar o
item de despesa descrito. Na coluna início coloque “DLR” (Data da
Liberação do Recurso, quando o dinheiro é depositado na conta corrente
do projeto). Na coluna fim preencha a quantidade de dias necessários
para executar o item de despesa descrito a contar da liberação do
recurso, ex: 60 dias após a DLR.
e) Natureza da despesa é a classificação de uma despesa ou custo, que
pode ser de dois tipos: custeio e capital. Na planilha orçamentária,
basta indicar com um x o tipo de despesa que será efetuada.
As despesas de custeio são aquelas que não aumentam o patrimônio da
instituição, ou seja, os gastos com a manutenção das atividades ou a
execução de serviços, conforme abaixo. Alguns materiais são
classificados como despesa de custeio quando são usados por um tempo
determinado, por serem frágeis ou descartáveis.
Exemplos de despesas de custeio:
- passagens terrestres;
- hospedagem;
- alimentação;
- material de consumo: caneta, copo plástico, cartucho para
impressora, etc;
- combustível para veículo: gasolina, óleo diesel, etc;
- material para fotografia: filme, bateria, pilha, álbum de fotos,
etc;
- material para filmagem: fita, DVD-R, CD-RW, etc;
- computadores e acessórios: cartuchos, cabos para conexões, etc;
- uniformes;
- contratação de serviço de pessoa física ou de pessoa jurídica –
professores, artistas, monitores;
- Aluguel, Água, Luz, telefone, serviço e material de limpeza,
contador, advogado e pessoal administrativo. Sendo que essas despesas
não poderão ser superior do montante de 15% do valor destinado para
custeio.
As despesas de capital são aquelas que aumentam o valor do patrimônio
da instituição cultural. Geralmente esse tipo de despesa corresponde à
aquisição de equipamentos ou material permanente, construção,
ampliação e reforma.
Exemplos de despesas de capital:
- compra de máquinas: computadores, impressoras, etc;
- material artístico e instrumentos de música
- peças avulsas para coleções de discotecas e filmotecas;
- objetos históricos: obras de arte e peças para museu;
- mobiliário em geral: móveis e utensílios de escritórios,
bibliotecas, etc;
- e outros equipamentos e materiais que, em razão da sua utilização,
não percam a identidade física e/ou tenham uma durabilidade superior a
dois anos e constituam meios para a produção de outros bens e
serviços.
Totalize todo o orçamento do seu projeto. Para facilitar, as despesas
em custeio e capital já estão preenchidas.
O Orçamento é o calendário financeiro do projeto. Ele está dividido em
3 períodos, onde constam os valores dos recursos financeiros que o
Ponto de Cultura terá que desembolsar a cada ano.
Para facilitar, você já vai encontrar alguns campos preenchidos.
Assim, a cada período o Ministério da Cultura e a Secretaria de
Cultura do Município de Vitória entram com os valores conforme
disponibilizados abaixo:
a) 2010-2011: R$ 24.000,00 em capital e R$ 36.000,00 em custeio
b) 2011-2012: R$ 24.000,00 em capital e R$ 36.000,00 em custeio
c) 2012-2013: --------------- R$ 60.000,00 em
custeio
No primeiro ano o valor de R$ 15.000,00 dos R$ 24.000,00 repassados,
deverão ser gastos com despesas de Capital (KIT MULTIMÍDIA).
O KIT MULTIMÍDIA poderá ser composto de acordo com a seguinte sugestão
de equipamentos:
- Computador servidor;
- Computador servidor Multimídia;
- Computador terminal para consulta;
- Switch não-gerenciável;
- Impressora colorida a jato de tinta;
- Impressora preto-e-branco a laser;
- Scanner de mesa;
- Filmadora;
- Projetor e telão;
- Câmera Fotográfica digital;
- Mesa de Som;
- Par de monitores para som;
- Amplificador;
- Microfones;
- Microfone de Lapela;
- Fone de Ouvido;
- MD;
- Pedestais para microfone;
- Kit de cabos para áudio;
- Estabilizador de Tensão;
- Filtros de Linha;
- Kit de Ferramentas;
- Cabo de rede;
- Conectores de rede;
- Carregador de pilha;
- Tripé para câmera de vídeo;
- Cabo firewire para filmadora;
- Mini-discs – dois fones de ouvido;
- Cabo para impressora.
Em resumo:
O valor anual a ser transferido será de R$ 60.000,00 (sessenta mil
reais) – 2010; R$ 60.000,00 (sessenta mil reais) - 2011; R$ 60.000,00
(sessenta mil reais) - 2012.
Atenção: É preciso muito cuidado no momento da aplicação do recurso
financeiro destinado a esses tipos de despesa. Por isso, se tiver
dúvida entre em contato com a Secretaria de Cultura do Município de
Vitória para receber os esclarecimentos necessários.
4. RELATÓRIO DE ATIVIDADES (ANEXO IV)
Apresente o currículo da instituição e dos seus membros utilizando os
tópicos sugeridos, estas explicações já constam do formulário. O
projeto Ponto de Cultura valoriza ações que tenham integração com a
comunidade, por isso, ao preencher o relatório, é importante destacar
as ações que a instituição tenha promovido ou participado.
Atenção: Além desse relatório, a instituição poderá enviar outros
documentos, como: fotografias, vídeos, CDs, DVDs, etc., mas esses não
serão devolvidos e passarão a integrar o acervo da Secretaria
Municipal de Cultura. A confecção e reprodução desses materiais podem
ter um custo alto para a instituição, por isso, só envie se for de
muita importância para a avaliação do projeto. A entrega desse tipo de
material é para explicativos e não se constitui em um diferencial que
possa interferir na análise para aprovação do projeto.
5. DECLARAÇÃO (ANEXO V)
Declare que entregará as certidões necessárias para assinar o contrato
no prazo máximo de 15 dias corridos após a publicação do resultado do
edital, caso venha a ser selecionado como Ponto de Cultura, conforme
modelo sugerido. A declaração deverá ser assinada pelo representante
legal da organização, e entregue no ato da inscrição. A não entrega
das certidões dentro do prazo significa a perda da vaga de Ponto de
Cultura, que será passada para o primeiro suplente de acordo com a
ordem de classificação.
6. ATESTADO DE REALIZAÇÂO DE ATIVIDADES CULTURAIS (ANEXO VI)
Esse documento foi idealizado especialmente para aquelas instituições
que realizam atividades culturais e têm dificuldades em montar um
portfólio.
Para comprovar os dois anos de atuação na área cultural a instituição
tem duas opções:
a) Preencher o Anexo VI que é o Atestado de Realização de Atividades
Culturais. Este atestado deve ser solicitado a autoridades competentes
do município – Secretário ou Diretor de Cultura do Município, de
Escola Pública, de Centro Cultural, Vereadores, Presidentes de
Entidades de Classe e outros. Essa declaração deve ser feita em papel
timbrado da instituição ou ter o carimbo da autoridade que o assina.
b) Elaborar um portfólio das atividades culturais da instituição,
apresentando comprovação através de matérias em jornais, revistas,
cartazes, publicações, e/ou certificados de participação em eventos.
BOA SORTE!
Informações e dúvidas através da Secretaria Municipal de Cultura de
Vitória
Telefones: 27 – 31322000 e 31322076 no horário de 9:00 às 18:00
E- mail: pontosdeculturavitoria@vitoria.es.gov.br

ANEXO I
(Este documento deverá ser feito em papel timbrado da organização,
assinado e carimbado por seu dirigente responsável).
REQUERIMENTO
___________________(cidade)/ES, ____ de ____________ de 2010
Com o presente, encaminho a Vossa Senhoria o projeto
______________________________________________________________________
_____________________________(Nome do projeto), acompanhado da
documentação necessária, com vistas à inscrição no PROGRAMA MAIS
CULTURA – PONTO DE CULTURA/PONTOS DE CULTURA DO MUNICÍPIO DE VITÓRIA,
ao tempo em que solicito apoio para o mesmo, declaro que as
informações nele contidas são de minha inteira responsabilidade,
podendo vir a ser comprovadas a qualquer tempo, e que darei início a
execução do referido projeto somente quando da liberação dos recursos
pelo Ministério da Cultura e Secretaria de Cultura do Município de
Vitória.
Atenciosamente,
___________________________________________________________________
Assinatura do Dirigente da Organização acompanhado de carimbo
Ilmo Sr.
Alcione Alvarenga Pinheiro
Secretário Municipal de Cultura
Vitória – ES

ANEXO II
MINISTÉRIO DA CULTURA
PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE VITÓRIA
SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA
FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO
PROGRAMA MAIS CULTURA – PONTO DE CULTURA
PONTOS DE CULTURA DO MUNICÍPIO DE VITÓRIA
1. IDENTIFICAÇÃO DO PROJETO
Título do
projeto:______________________________________________________________
______________________________________________________________
Área Predominante:
(Marque um x nas áreas que seu projeto mais se identifica)
CULTURAS POPULARES
( ) Tradição Oral
( ) Artesanato
( ) Manifestações culturais
( ) Contador de Histórias
( ) Medicina Tradicional
( ) Ervas e Curas Tradicionais
( ) Outros_______________
AUDIOVISUAL E RADIODIFUSÃO
( ) Vídeo
( ) Cinema
( ) TV Comunitária
( ) Rádio Comunitária/ Alternativa
( ) Cineclube
( ) Outros_______________
PENSAMENTO E MEMÓRIA
( ) Livro (Editora, distribuidora, etc)
( ) Leitura
( ) Bibliotecas
( ) Acervos/ Centro de Memória
( ) Arquivos
( ) Outros_______________
GRUPOS ÉTNICO-CULTURAIS
( ) Culturas Indígenas
( ) Cultura Afro-descendente
( ) Cultura Cigana
( ) Outros_______________
CULTURAS DIGITAIS
( ) Internet
( ) Desenvolvimento de Novas Tecnologias
( ) Jogos Eletrônicos
( ) Outros_______________
EXPRESSÕES ARTÍSTICAS
( ) Teatro
( ) Dança
( ) Música
( ) Circo
( ) Artes Visuais
( ) Literatura
( ) Performance
( ) Outros_______________
PATRIMÔNIO MATERIAL
( ) Museus
( ) Educação Patrimonial
( ) Bens Culturais
( ) Outros_______________
GESTÃO E FORMAÇÃO CULTURAL
( ) Cursos/ Oficinas
( ) Seminários/ Palestras
( ) Projetos de Profissionalização
( ) Incentivo a Cadeias Produtivas
( ) Outros_______________
AÇÕES TRANSVERSAIS
( ) Cultura e Meio Ambiente
( ) Cultura e Educação
( ) Cultura e Saúde
( ) Cultura e Tecnologia
( ) Cultura e Cidade
( ) Cultura e Campo
( ) Cultura e Turismo
( ) Cultura e Juventude
( ) Cultura e Infância
( ) Cultura e Gênero
( ) Outros______________
2. IDENTIFICAÇÃO DO PROPONENTE
(Dados da organização que irá participar do processo de seleção)
Esta iniciativa é inscrita por:
( ) Associação ( ) Cooperativa ( )Fundação
Privada ( ) Sindicato
( ) OSCIP ( ) Organização Social ( )
Outros. Qual?_______________________
Nome da Organização:
CNPJ: Endereço:
Número: Complemento: Bairro:
CEP: UF: Cidade:
DDD / Telefone: DDD / Fax:
E-mail:
Endereço na Internet:
Nome do Representante Legal (Pessoa nomeada através de Ata de Eleição,
responsável por representar a organização legalmente):
CPF: RG: Órgão Expedidor: UF do Órgão:
Cargo: Estado:
Cidade:
Endereço: Número: Complemento:
Bairro: CEP: DDD / Telefone: DDD / Fax:
E-mail:
Nome do Responsável Técnico (Pessoa autorizada pelo Representante
Legal a tratar de assuntos referentes ao projeto):
CPF: RG: Órgão Expedidor: UF do Órgão:
Cargo: Estado:
Cidade:
Endereço: Número: Complemento:
Bairro: CEP: DDD / Telefone: DDD / Fax:
E-mail:
3. LOCALIZAÇÃO
(Informe a(s) cidade(s) onde o projeto será realizado.)
Cidade(s)_____________________________________________________________
_____________________________________________________________
PLANO DE TRABALHO
4. APRESENTAÇÃO DO PROJETO
Em resumo, o que será realizado no projeto? O que é o projeto?
Descreva todas as ações que serão desenvolvidas.
(Utilize no mínimo 30 linhas)
Materiais adicionais, como fotos, CDs, DVDs e outros poderão ser
acrescentados, se houver.
______________________________________________________________________
_______________________________________________________________
Em qual (is) espaço(s) físico(s) serão realizadas as atividades do
projeto?
______________________________________________________________________
______________________________________________________________
5. JUSTIFICATIVA
Qual a importância do projeto? Porque ele deve ser realizado?
(Utilize no mínimo 20 linhas)
______________________________________________________________________
_______________________________________________________________
6. CONTEXTUALIZAÇÃO DO PROJETO
6.1 - Qual o público participará das atividades do seu projeto?
(Preencha com números por ordem de importância, a partir de 01, nos
casos em que se aplicam. O número 01 é o mais prioritário, 02 (menos
prioritário) que o número 01, e assim sucessivamente. Marcar somente
os campos que estiverem relacionados ao projeto.)
( ) Estudantes da rede pública de ensino.
( ) Crianças em situação de vulnerabilidade social.
( ) Adolescentes e Jovens adultos em situação de
Vulnerabilidade social.
( ) Idosos em situação de vulnerabilidade social.
( ) População de baixa renda, moradores de áreas com precária
oferta de serviço públicos e de cultura.
( ) Portadores de deficiência.
( ) Outros Grupos minoritários.
7. OBJETIVOS
Quais resultados o projeto pretende alcançar? Para que ele foi
pensado? O que se quer atingir com o projeto?
(Utilize no mínimo 20 linhas)
______________________________________________________________________
____________________________________________________________
Para realizar seu Plano de Trabalho que equipe de trabalho será
preciso? (Marque quantas opções se aplicarem)
( ) Mestres da tradição oral ( ) Professores /
Oficineiros ( ) Arte-educador
( ) Jovens aprendizes/monitores ( )Técnicos (ex.
cinegrafista, cenógrafo, figurinista, etc)
( ) Artistas ( ) Outros______________
Descreva: (Utilize quantas linhas precisar)

Função no projeto Condição de trabalho no projeto


Remunerado (Indique o valor do pagamento em reais) Voluntário
(marque um x)
9. PARCERIAS
Para desenvolver esse projeto a organização contará com a participação
de outras entidades ou indivíduos?
( )Sim ( )Não.
Caso afirmativo informe quais:
( ) Órgãos públicos (Prefeitura/ Estado/
União):__________________________________
( ) Organizações não governamentais (Associações, ONGs,
Cooperativas, etc):___________
( ) Instituições culturais/ Museus/ Bibliotecas:
_____________________________________
( ) Empresas privadas: _____________________________________
( ) Universidades: _____________________________________
( ) Escolas da região: _____________________________________
( ) Gestores públicos da região:
_____________________________________
( ) Lideranças da comunidade: _____________________________________
( ) Artistas, artesões, talentos locais:
_____________________________________
( ) Outras: __________________________________________________
10. PLANO DE COMUNICAÇÃO
Como a organização pretende divulgar a existência desse projeto?
(Utilize quantas linhas precisar)
Material de Divulgação
Indique a peça (cartaz, folder, banner, convite, panfleto, etc) Local
de Divulgação
(Prefeitura, escolas, associações, espaços culturais, restaurantes,
bancas de revista, igrejas, etc)
11. CONTINUIDADE DA AÇÃO
Após o término do projeto, como as atividades poderão continuar a
acontecer?
(Utilize quantas linhas precisar)
______________________________________________________________________
______________________________
12. INFORMAÇÕES ADICIONAIS

Que outras informações ou característica do projeto você gostaria de


destacar ou considera importante para participar no Edital de Pontos
de Cultura do Município de Vitória?
(Utilize quantas linhas precisar)
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
__________
13. TERMO DE RESPONSABILIDADE
Estou ciente que são de minha inteira responsabilidade as informações
contidas no presente formulário relativas ao meu projeto cultural, e
que ao apresentá-lo este deve ser acompanhado dos documentos
obrigatórios, básicos e específicos, sem os quais a análise e a
tramitação ficarão prejudicadas. Comprometo-me, ainda, a fazer constar
a logomarca do Ministério da Cultura e da Secretaria de Cultura do
Município de Vitória em todos os produtos, peças gráficas e de
propaganda referentes à mídia e divulgação do projeto, de acordo com o
que determina a Portaria MINC nº 219, de 1997.
Local/data: ________________, ____/____/_________.
Nome do Proponente:
______________________________________________________
Assinatura do Proponente:
__________________________________________________

ANEXO III - CRONOGRAMA DE DESEMBOLSO

CONCEDENTE (MINC-SEMC - VITÓRIA)


2010 - 2012 -
EXERCÍCIO 2011 2011-2012 2013 TOTAL

VALOR
60.000,00 60.000,00 60.000,00 180.000,00
(R$)

Plano de Aplicação - 1º Ano


Período
Item Descrição Quantidade Unidade Natureza Valor
Início Fim
01

Plano de Aplicação - 2º Ano


Período
Item Descrição Quantidade Unidade Natureza Valor
Início Fim
01

Plano de Aplicação - 3º Ano


Período
Item Descrição Quantidade Unidade Natureza Valor
Início Fim
01

DECLARAÇÃO
Na qualidade de representante legal do proponente, declaro, para fins
de prova junto à SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA DE VITÓRIA e ao
MINISTÉRIO DA CULTURA , para os efeitos e sob as penas da lei,
notadamente o art. 299 do Código Penal, que inexiste qualquer débito
em mora ou situação de inadimplência com o Tesouro Nacional ou
qualquer órgão ou entidade da Administração Pública Federal e
Estadual, Direta ou Indireta, conforme inciso VII do art. 2º da
IN/STN 01/97, que impeça a transferência de recursos oriundos de
dotações consignadas nos orçamentos da União, na forma deste Plano de
Trabalho.

Pede deferimento,

,
de de
2010
ASSINATURA E CARGO DO
LOCAL E DATA PROPONENTE
51 - PARECER DA COMISSÃO DE AVALIAÇÃO TÉCNICA

Vitória, de de 2010

ASSINATURA DO PARECERISTA
52 - APROVAÇÃO PELO CONCEDENTE
APROVADO
Vitória, de de 2010

ASSINATURA E CARGO DO CONCEDENTE

ANEXO IV
RELATÓRIO DE ATIVIDADES DA INSTITUIÇÃO
Neste relatório a instituição deverá apresentar as principais
atividades sócio-culturais que desenvolveu ao longo dos dois últimos
anos. Além das informações que serão descritas, a instituição poderá
enviar outros documentos, tais como fotografia, vídeo, CD, DVD, etc,
para possibilitar melhor avaliação do projeto. Informamos, entretanto,
que os mesmos não serão devolvidos e passarão a integrar o acervo da
Secretaria de Cultura do Município de Vitória.

1. IDENTIFICAÇÃO

Nome da Instituição:

CNPJ:

Endereço: Número: Complemento:

Bairro: CEP: UF: Cidade:

DDD / Telefone: DDD / Fax:

E-mail: Endereço na Internet:

2. HISTÓRICO

Quando e como a instituição foi criada?


______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
__________

Qual a relação dela com a comunidade onde está localizada?


______________________________________________________________________
______________________________
3. ATIVIDADES
Quais são as principais atividades culturais desenvolvidas pela
instituição?
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
__________
4. PÚBLICO-ALVO
Para quem as principais atividades promovidas pela instituição são
direcionadas?
______________________________________________________________________
______________________________
5. PARCERIAS
A instituição participou de eventos realizados em conjunto com outras
instituições?
( ) SIM ( )NÃO
Em caso afirmativo, quais foram, onde e quando ocorreram?
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
__________
6. PREMIAÇÕES E SELEÇÕES
A instituição foi selecionada em algum concurso ou edital?
( ) SIM ( )NÃO
Em caso afirmativo, quais foram, quando ocorreram?

______________________________________________________________________
____________
Foi homenageada ou recebeu algum prêmio?
( ) SIM ( )NÃO
Em caso afirmativo, quais foram, quando ocorreram?

______________________________________________________________________
____________
7. PUBLICAÇÕES
A instituição publicou material, tais como livros, revistas, CDs,
DVDs, cartilhas, etc? Quais?

Alguma outra instituição publicou material sobre sua instituição? Que


tipo de publicação?

8. DIVULGAÇÃO
A instituição foi citada em jornais, revistas, rádios, sites da
internet, etc? Em que ocasião?

9. INFORMAÇÕES ADICIONAIS
Há mais informações, dados, referências que a instituição queira
destacar?
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
__________
10. MEMBROS DA INSTITUIÇÃO
(Quem são os principais membros da instituição? Que tipo de atividades
culturais eles desenvolvem dentro e fora da instituição? Caso seja
necessário, adicione novas tabelas.)

NOME COMPLETO:
_______________________________________________________________

FUNÇÃO NA INSTITUIÇÃO:
________________________________________________________

PRINCIPAIS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS ANO DE REALIZAÇÃO

NOME COMPLETO:
_______________________________________________________________

FUNÇÃO NA INSTITUIÇÃO:
_______________________________________________________
PRINCIPAIS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS ANO DE REALIZAÇÃO

NOME COMPLETO:
_______________________________________________________________

FUNÇÃO NA INSTITUIÇÃO:
______________________________________________________

PRINCIPAIS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS ANO DE REALIZAÇÃO

NOME COMPLETO:
_______________________________________________________________

FUNÇÃO NA INSTITUIÇÃO:
______________________________________________________

PRINCIPAIS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS ANO DE REALIZAÇÃO


ANEXO V
D E C L A R A Ç Ã O
_______________________________ (Nome do responsável pela
instituição), portador da carteira de identidade RG nº ____________
expedida pela SSP/____ , em ___/___/____; CPF nº ______________;
residente e domiciliado na
Rua/Trav./Av._______________________________________________, nº____
complemento ____ (Apto, edifício, quadra, lote, etc.), na cidade de
__________________ , Estado do Espírito Santo, CEP ________-____,
telefone (DDD- ) ______________, e-mail __________________________;
declara, para os devidos fins, que é o dirigente da entidade
______________________________________________ (Nome da instituição),
CNPJ _________________; com sede social na Rua
__________________________________________, nº____ complemento ____ ,
na cidade de __________________ , estado ___ ,CEP _________ - ___ ,
telefone (DDD- ) _______________; Fax (DDD- ) _______________; e-
mail: _______________________; exercendo o cargo de
_____________________ , com mandato de ____ anos conforme disposto no
artigo ___ parágrafo / alínea ____ do Estatuto Social, vencendo em
___/___/___; podendo representá-la conforme disposto no artigo ___
parágrafo / alínea ___ do Estatuto Social; Que caso a instituição seja
selecionada no Programa Mais Cultura - Ponto de Cultura de Vitória de
2010, encaminharei as certidões, abaixo relacionadas, no prazo máximo
de 8 (oito) dias corridos, a partir da data de publicação nos Atos
do Poder Executivo do Jornal (A Tribuna) para Secretaria de Cultura,
para a celebração do Convênio e que a falta desta entrega no prazo
estabelecido, implicará na desclassificação da instituição.
________________________________
(ASSINATURA )
CERTIDÕES PARA CONVENIAMENTO:
1 - Certidão de Quitação de Tributos Municipais;
2 - Certidão de Quitação de Tributos Estaduais;
3 - Certidão de Quitação de Tributos Federais;
4 - Dívida Ativa da União;
5 - Certidão Negativa de Débitos INSS;
6 - Certidão Negativa de Débitos FGTS.

ANEXO VI
(Este documento deverá ser feito em papel timbrado do órgão que
atestará o funcionamento da instituição)
ATESTADO DE REALIZAÇÃO DE ATIVIDADES CULTURAIS
Eu, _______________________________(Nome da autoridade), representante
da instituição/órgão _______________________ (nome da instituição)
portador da carteira de identidade RG nº ____________ expedida pelo
órgão ______ , em ___/___/____; CPF nº ______________; residente e
domiciliado na
Rua/Trav./Av._______________________________________________, nº____
complemento ____ (Apto, edifício, quadra, lote, etc.), na cidade de
__________________ , Estado do Espírito Santo, CEP ________-____,
telefone (DDD- ) ______________, e-mail __________________________;
atesto, para os devidos fins, que a entidade
______________________________________________ (Nome da instituição
que concorre ao edital), CNPJ _________________, com sede na Rua
__________________________________________, nº____ complemento ____ ,
na cidade de __________________ , estado ___ ,CEP _________ - ___ ,
telefone (DDD- ) _______________; Fax (DDD- ) _______________; e-
mail: _______________________; realiza atividades culturais há no
mínimo dois anos.
________________, ____ de _________________ de 2010.
(nome do município)
________________________________
(ASSINATURA DA AUTORIDADE COMPETENTE)

SECRETARIA DE ESPORTES E LAZER


Resumo de Termo Aditivo ao Termo de Adesão do Bolsa Atleta, com base
na Lei Municipal n.º 7.889/2010 - Jayme Navarro de Carvalho, e em
atendimento ao Artigo 61, Parágrafo Único, da Lei Federal nº 8.666/93.
TERMO DE ADESÃO DO BOLSA-ATLETA Nº: 067/2010
TERMO ADITIVO AO TERMO DE ADESÃO DO BOLSA-ATLETA Nº: 24/2010
BENEFICIÁRIO: Rhamon Pereira Passos (representada por Luciana de Nardi
Pereira)
ALTERAÇÃO DE DADOS BANCÁRIOS:
onde se lê:
“O valor total dos recursos a serem transferidos pela SEMESP ao ATLETA
correspondem ao montante de R$2.400,00 em 04 (quatro) parcelas
mensais, iguais e sucessivas, a partir da vigência do presente termo
de adesão, a serem depositadas na Conta Corrente nº 17.883, Agência
nº3436, do Banco do Brasil.”
leia-se:
“O valor total dos recursos a serem transferidos pela SEMESP ao ATLETA
correspondem ao montante de R$2.400,00 em 02 (duas) parcelas mensais,
iguais e sucessivas, a partir da vigência do presente termo de adesão,
a serem depositadas na Conta Corrente nº 35.444, Agência nº3436, do
Banco do Brasil.”
DA VIGÊNCIA:
onde se lê:
“O presente termo de adesão vigerá por 07 meses (sendo 05 meses para a
execução do objeto, 30 dias para a prestação de contas do atleta e 30
dias para análise da prestação de contas, cadastramento no sistema de
convênios e homologação), a partir de sua assinatura até a data do
recebimento da última parcela, admitidas prorrogações desde que
justificadas pela SEMESP, mantidas as iniciais do Atleta para
recebimento do incentivo .”
leia-se:
“O presente termo de adesão vigerá por 04 meses (sendo 02 meses para a
execução do objeto, 30 dias para a prestação de contas do atleta e 30
dias para análise da prestação de contas, cadastramento no sistema de
convênios e homologação), a partir de sua assinatura até a data do
recebimento da última parcela, admitidas prorrogações desde que
justificadas pela SEMESP, mantidas as iniciais do Atleta para
recebimento do incentivo .”

Resumo de Instrumento de Convênio de Cooperação Mútua, com base na Lei


Municipal n.º 7.889/2010 - Jayme Navarro de Carvalho, e em atendimento
ao Artigo 61, Parágrafo Único, da Lei Federal nº 8.666/93.
PROCESSO Nº: 4980875/2010 - CONVÊNIO Nº: 040/2010
CONVENENTE: Federação Espiritosantense de Frescobol
OBJETO: Subsidiar a realização da 3ª Etapa do Campeonato Brasileiro de
Frescobol, a fim de custear despesas com: confecção de camisas e
premiação em espécie.
VALOR: R$ 7.000,00 (Sete mil reais).
DOTAÇÃO: 25.01 27.811.0002.2.0247 3.3.50.41.99 FR-01
NOTA DE RESERVA: 17039 - NOTA DE EMPENHO: 19363-000
DA VIGÊNCIA: A vigência deste convênio será contado a partir de sua
assinatura, compreendendo a execução do objeto a ser realizado no
período de 29 a 31 de outubro de 2010, acrescidos de mais 60
(sessenta) dias para prestação de contas final, sendo 30 (trinta)
dias (30 de novembro de 2010) para apresentação da prestação de contas
pela entidade, 20 (vinte) dias para análise da Área Técnica da SEMESP
e 10 (dez) dias para homologação pelo Ordenador de Despesas, podendo o
mesmo ser prorrogado por conveniência técnica ou administrativa,
mediante a celebração de Termo Aditivo.

Resumo de Instrumento de Convênio de Cooperação Mútua, com base na Lei


Municipal n.º 7.889/2010 - Jayme Navarro de Carvalho, e em atendimento
ao Artigo 61, Parágrafo Único, da Lei Federal nº 8.666/93.
PROCESSO Nº: 5687357/2010 - CONVÊNIO Nº: 041/2010
CONVENENTE: Federação Universitária de Esporte Capixaba
OBJETO: Subsidiar a realização das Olimpíadas Universitárias – Jubs
2010, a fim de custear despesas com: transporte, uniforme de desfile e
cerimônia de premiação e alimentação durante o trajeto.
VALOR: R$ 35.094,00 (Trinta e cinco mil e noventa e quatro reais).
DOTAÇÃO: 25.01 27.811.0002.2.0247 3.3.50.41.99 FR-01
NOTA DE RESERVA: 17037 - NOTA DE EMPENHO: 19362-000
DA VIGÊNCIA: A vigência deste convênio será contado a partir de sua
assinatura, compreendendo a execução do objeto a ser realizado no
período de 03 a 16 de novembro de 2010, acrescidos de mais 60
(sessenta) dias para prestação de contas final, sendo 30 (trinta)
dias (16 de dezembro de 2010) para apresentação da prestação de contas
pela entidade, 20 (vinte) dias para análise da Área Técnica da SEMESP
e 10 (dez) dias para homologação pelo Ordenador de Despesas, podendo o
mesmo ser prorrogado por conveniência técnica ou administrativa,
mediante a celebração de Termo Aditivo.
Vitória, 28 de Setembro de 2010.
Sebastião Luiz Siller -Secretário Municipal de Esportes e Lazer

SECRETARIA DE OBRAS
COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO
EDITAL DE CONCORRÊNCIA Nº 018/2010
O Município de Vitória-ES, torna público aos interessados que conforme
autorização do Secretário Municipal de Obras, fica adiada, por motivos
administrativos, para o dia 17/12/2010 às 14hs, a abertura da
CONCORRÊNCIA nº 018/2010, do tipo menor preço, que trata da
CONTRATAÇÃO DAS OBRAS E SERVIÇOS IMPLANTAÇÃO E MELHORIAS DO SISTEMA DE
DRENAGEM URBANA DO BAIRRO JARDIM CAMBURI, SUB-BACIAS ORLA E AFLUENTE
ORLA, nesta Capital. O novo edital encontra-se à disposição dos
interessados na Comissão Permanente de Licitação.
Vitória, 28 de agosto de 2010
Valflan Alves de Azevedo-Presidente da CPL
SECRETARIA DE OBRAS
COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO
EDITAL DE CONCORRÊNCIA Nº 019/2010
O Município de Vitória-ES, torna público aos interessados que conforme
autorização do Secretário Municipal de Obras, fica adiada, por motivos
administrativos, para o dia 15/12/2010 às 14hs, a abertura da
CONCORRÊNCIA nº 019/2010, do tipo menor preço, que trata da
CONTRATAÇÃO DAS OBRAS E SERVIÇOS IMPLANTAÇÃO E MELHORIAS DO SISTEMA DE
DRENAGEM URBANA DO BAIRRO JARDIM CAMBURI, SUB-BACIA NORTE SUL TRECHOS
1, 2 E 3 E OBRAS EMERGENCIAIS, nesta Capital. O novo edital encontra-
se à disposição dos interessados na Comissão Permanente de Licitação.
Vitória, 28 de outubro de 2010
Valflan Alves de Azevedo-Presidente da CPL

SECRETARIA DE OBRAS
COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO
EDITAL DE CONCORRÊNCIA Nº 023/2010
O Município de Vitória-ES torna público aos interessados que conforme
autorização do Secretário Municipal de Obras, fica adiada, por motivos
administrativos, para o dia 13/12/2010 às 14h, a abertura da
CONCORRÊNCIA nº 023/2010, do tipo menor preço, que trata da
CONTRATAÇÃO DAS OBRAS E SERVIÇOS DE IMPLANTAÇÃO DE GALERIA DE ÁGUAS
PLUVIAIS BACIA CÂNDIDO PORTINARI, TRECHO 1 – AV. LEITÃO DA SILVA ATÉ O
HORTO, nesta Capital. O novo edital encontra-se à disposição dos
interessados na Comissão Permanente de Licitação.
Vitória, 28 de outubro de 2010
Valflan Alves de Azevedo-Presidente da CPL

SECRETARIA DE OBRAS
COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO
EDITAL DE CONCORRÊNCIA Nº 024/2010
O Município de Vitória-ES, torna público aos interessados que conforme
autorização do Secretário Municipal de Obras, fica adiada, por motivos
administrativos, para o dia 10/12/2010 às 14h, a abertura da
CONCORRÊNCIA nº 024/2010, do tipo menor preço, que trata da
CONTRATAÇÃO DAS OBRAS E SERVIÇOS DE IMPLANTAÇÃO DE GALERIA DE ÁGUAS
PLUVIAIS BACIA CÂNDIDO PORTINARI, TRECHO 2 – HORTO, RUA JOSÉ CASSIANO
E MANOEL PINHEIRO, nesta Capital. O novo edital encontra-se à
disposição dos interessados na Comissão Permanente de Licitação.
Vitória, 28 de outubro de 2010
Valflan Alves de Azevedo-Presidente da CPL
SECRETARIA DE OBRAS
COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO
EDITAL DE CONCORRÊNCIA Nº 025/2010
O Município de Vitória-ES, torna público aos interessados que conforme
autorização do Secretário Municipal de Obras, fica adiada, por motivos
administrativos, para o dia 09/12/2010 às 14h, a abertura da
CONCORRÊNCIA nº 025/2010, do tipo menor preço, que trata da
CONTRATAÇÃO DAS OBRAS E SERVIÇOS DE CONSTRUÇÃO DE RESERVATÓRIO DE ÁGUA
PLUVIAL – HORTO DE MARUÍPE – BACIA CÂNDIDO PORTINARI, nesta Capital. O
novo edital encontra-se à disposição dos interessados na Comissão
Permanente de Licitação.
Vitória, 28 de outubro de 2010
Valflan Alves de Azevedo-Presidente da CPL

PORTARIA Nº. 020/2010


O Secretário Municipal de Meio Ambiente da Prefeitura Municipal de
Vitória, Capital do Estado do Espírito Santo, no uso das atribuições
que lhe são conferidas pelo item II do Art. 2º. do Decreto nº. 11.827,
de 23 de dezembro de 2003,
R E S O L V E:
o
Art. 1 – Excluir o servidor Robson Rangel Freire da função de Membro
da Comissão Permanente de Fiscalização e Gestão dos Serviços de
Implantação e Manutenção das Áreas Verdes do Município de Vitória –
COPFGAV, a contar de 01/11/2010.
Art. 2o – Nomear a servidora Mirian Bragança Sardenberg na função de
Membro da Comissão Permanente de Fiscalização e Gestão dos Serviços de
Implantação e Manutenção das Áreas Verdes do Município de Vitória –
COPFGAV, a contar de 01/11/2010.
Art. 3º – Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação.
Vitória, 26 de outubro de 2010.
Roberto Mannato Valentim-Secretário de Meio Ambiente

ERRATA DO DECRETO INDIVIDUAL DATADO DE 22.10.2010, PUBLICADO NO JORNAL


A TRIBUNA EM 26.10.2010.
ONDE SE LÊ:
. Resolve autorizar o afastamento do Professor PEB III RINALDO PEVIDOR
PEREIRA, matrícula nº 553844, lotado na Secretaria de Educação, para
freqüentar curso de Pós-Graduação em Educação Stricto Sensu –
Mestrado, promovido pela UFES, ..............
LEIA-SE:
. Resolve autorizar o afastamento do Professor PEB III RINALDO PEVIDOR
PEREIRA, matrícula nº 553844, lotado na Secretaria de Educação, para
freqüentar curso de Pós-Graduação em Educação Stricto Sensu –
Mestrado, promovido pela Universidade Federal do Ceará - UFC,
..............

ERRATA DO DECRETO INDIVIDUAL DATADO DE 07.10.2010, PUBLICADO NO JORNAL


A TRIBUNA EM 08.10.2010, EM NOME DE TIAGO JULIATE DOS SANTOS.
ONDE SE LÊ:
......, no período de 01 a 30.11.2010,....
LEIA-SE:
......, no período de 03.11 a 02.12.2010,....

SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO
CONVITE Nº 005/2010
O Município de Vitória torna público, para conhecimento dos
interessados, por meio da Comissão Permanente de Licitação da
Secretaria de Administração que no dia 29 de outubro do corrente
procedeu à abertura dos envelopes número 01 – habilitação da licitação
Convite nº 005/2010.
A CPL constatou que as instituições/entidades Associação de Árbitros
de Futebol da Grande Goiabeiras – ASAFUG e Sindicato dos Árbitros de
Futebol do Espírito Santo – SINAFES foram declaradas INABILITADAS por
não apresentarem a certidão expedida no exercício de 2010 pela
Corregedoria Geral de Justiça ou órgão correspondente no Estado,
conforme exigência constante na letra “j” do item 6.2.1 do Edital. A
instituição Liga Vilavelhense de Desportos – LIVID foi declarada
HABILITADA, tendo em vista que atendeu na íntegra ao estipulado no
instrumento convocatório. As entidades Sindicato dos Árbitros de
Futebol do Espírito Santo – SINAFES e Associação de Árbitros de
Futebol da Grande Goiabeiras – ASAFUG manifestaram interesse de
interpor recurso conforme art. 109 da Lei 8.666/93. A entidade Liga
Vilavelhense de Desportos – LIVID declinou do direito de recurso para
a 1ª Fase do Convite.
Objeto: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE
ARBITRAGEM DE FUTEBOL PARA ATENDER AOS EVENTOS DA SECRETARIA DE
ESPORTE E LAZER.
O Edital está disponível na sala da Comissão Permanente de Licitação,
no endereço acima citado, podendo ser retirado junto ao “site”:
www.vitoria.es.gov.br – EMPREENDEDOR – licitações – Editais – Comissão
Permanente de Licitação-SEMAD, ou através de sistema magnético
mediante a apresentação de 01 (um) disquete novo (permuta) ou pen-
drive, no horário comercial.
Vitória-ES, 29 de Outubro de 2010
Jaqueline Carmo Murça – Presidente

COMUNICADO
SECRETARIA MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL
A Secretaria Municipal de Assistência Social da Prefeitura Municipal
de Vitória, torna público que procura 01 (um) imóvel na Região Santo
Martha, com a seguinte área de abrangência : Andorinhas, Joana D' Arc,
Mangue Seco (Santa Martha), Santa Martha, neste município, que
comporte 01 sala para recepção, 04 salas para atendimento, 01 sala
para coordenação, 02 salas para oficinas pedagógicas e cursos
motivacionais, 01 sala para brinquedoteca, 01 espaço para
almoxarifado, 04 banheiros e espaço aberto para eventos, totalizando
aproximadamente 300m² de área construída, próximo ao local de maior
concentração de famílias e de maior acessibilidade, podendo assim
realizar a cobertura da região de abrangência do seu território, para
atender ao Centro de Referência de Assistência Social da Região Santa
Martha. Informamos que as taxas de IPTU e Resíduos Sólidos serão de
responsabilidade do Locador. Maiores informações através do telefone:
3382-6156. As informações acima obedecem o disposto no Art. 52 da Lei
Orgânica do Município de Vitória.
Vitória, 28 de outubro de 2010
Ana Maria Petronetto Serpa-Secretária Municipal de Assistência Social

Secretaria de Desenvolvimento da Cidade


EDITAL DE NOTIFICAÇÃO – SEDEC/GCON/CCA Nº 091/2010
Conforme previsto no Inciso I do Artigo 164 e Artigo 165 da Lei
6.080/2003, ficam as Empresas abaixo relacionadas Notificadas do
Indeferimento e Arquivamento após a publicação deste Edital, de seus
respectivos Processos Administrativos, relativos às solicitações de
Licenciamento de Localização e Funcionamento, de Alteração e/ou
Renovação do Alvará de Localização e Funcionamento, cujos Processos
estão pendentes de documentação, por falta de interesse dos
requerentes, em desacordo com o disposto no Artigo 6, da Lei nº
6.080/2003, combinado com o disposto nos Artigos 7º, 30 e/ou 31, do
Decreto nº 11.975/2004 – Código de Posturas e de Atividades Urbanas do
Município de Vitória, e, ato contínuo, de conseqüentes Ações Fiscais,
por infração aos dispositivos da Lei nº 6.080/2003, de 29 de dezembro
de 2003, regulamentada pelo Decreto nº 11.975/2004, de 29 de junho de
2004, alterado pelo Decreto nº 14.037/2008, de 16 de setembro de 2008.
Nº EMPRESA CNPJ/CPF PROC. DATA
01 Fassbier Comércio e
Delivery Ltda ME 11012453000154 5519571 27/08/2009
02 Fassbier Comércio e
Delivery Ltda ME 11012453000154 7956600 03/12/2009
03 Apollo Viagens e Turismo
Ltda Me 12506372000173 5692784 23/09/2010
04 Gilson Kohler 18988768787 5707542 23/09/2010
05 Intermodas Masculina Ltda
ME 04919995000220 5709857 23/09/2010
06 Jaqueline Alvarenga Rocha 03151842720 5698841 23/09/2010
07 Lanchonete Tia Inês Ltda ME 39332259000175 5716155 23/09/2010
08 Maxi Refrigeração Ltda ME 05872644000274 5707886 23/09/2010
09 Rabello e Rizzo Ltda ME 12550193000133 5715506 23/09/2010
10 Vitane Bar Ltda 08080237000131 5693331 23/09/2010
Ásia Shipping Transportes
11
Internacionais Ltda 01137526000423 5731653 24/09/2010
Dong Fang Cheng Bazar e
12
Presentes Ltda ME 09644588000190 5729232 24/09/2010
Drogaria Ponto Certo Ltda
13
ME 09613815000110 5740300 24/09/2010
Elegant Roupas e Acessórios
14
Ltda ME 12569999000173 5724599 24/09/2010
JKX Serviços e Transporte
15
Ltda ME 12446129000107 5733779 24/09/2010
16 Laene Lopes Petruceli 52537269772 5737143 24/09/2010
17 Luiz Carlos Chiesa ME 05967519000167 5743650 24/09/2010
Mariana Alves de Lima
18
Monjardim 82344175768 5723697 24/09/2010
19 Nilda Jacobsen Bortolini ME 39327960000104 5745107 24/09/2010
R. Ceballos – Bixiga Pizzas
20
e Massas ME 03920020000179 5728496 24/09/2010
WHCL Agenciamentos de
21
Cargas Ltda 06318776000483 5731464 24/09/2010
Andréa Luiza Silveira das
22
Dores Vieira 03475939762 5759608 27/09/2010
Bella Donna Pizzaria
23
Express Ltda ME 11476973000118 5770589 27/09/2010
24 Comercial Brumar Ltda ME 03840988000195 5774864 27/09/2010
25 Comercial Elvimar Ltda ME 03373236000161 5763225 27/09/2010
26 Doces Lindemberg Ltda 05561913000109 5766575 27/09/2010
27 Estacionamentos Reunidos do 09097751000908 5751417 27/09/2010
Espírito Santo Ltda
Legis Júris Consultoria
28
Ltda 12485929000137 5763758 27/09/2010
29 Mauricio Hott Chaves 81679866753 5751372 27/09/2010
30 Omega Consulting Ltda 12567429000144 5761787 27/09/2010
RF Representações de
31
Produtos Alimentícios Ltda 11465870000152 5761632 27/09/2010
32 RI Centro Estético Ltda ME 11664389000196 5766386 27/09/2010
33 RR Lanchonete Ltda ME 12485907000177 5749140 27/09/2010
Schlumberger Serviços de
34
Petróleo Ltda 32319931002510 5753876 27/09/2010
Sociedade de Ensino
35
Superior Estácio de Sá Ltda 34075739004252 5754767 27/09/2010
36 Tema Propaganda Ltda 27463827000198 5759177 27/09/2010
Vita Vitória Comércio e
37 Distribuição de Produtos de
Informática Ltda ME 12110666000181 5753910 27/09/2010
Vix Plus Serviços de
38
Limpeza Ltda 12227852000103 5762901 27/09/2010
W. Vix Importadora e
39
Distribuidora Ltda 12542523000149 5770434 27/09/2010
Vitória, 27 de outubro de 2010.
Coordenadora de Controle de Atividades-SEDEC/GCON/CCA

Secretaria de Desenvolvimento da Cidade


EDITAL DE NOTIFICAÇÃO – SEDEC/GCON/CCA Nº 092/2010
Ficam as Empresas abaixo relacionadas Notificadas a apresentarem, no
prazo máximo de 30 (trinta) dias a contar da data de publicação deste
Edital, os documentos necessários à conclusão de seus respectivos
Processos Administrativos, relativos às Solicitações de Licenciamento
de Localização e Funcionamento, cujos Processos estão pendentes de
documentação, por falta de interesse dos requerentes, em desacordo com
o disposto no Artigo 6, da Lei nº 6.080/2003, combinado com o disposto
nos Artigos 7, 30 e/ou 31, do Decreto nº 11.975/2004 – Código de
Posturas e de Atividades Urbanas do Município de Vitória, sob pena de
Indeferimento dos mencionados Processos e, ato contínuo, de
conseqüentes Ações Fiscais, por infração aos dispositivos da Lei nº
6.080/2003, de 29 de dezembro de 2003, regulamentada pelo Decreto nº
11.975/2004, de 29 de junho de 2004, alterado pelo Decreto nº
14.037/2008, de 16 de setembro de 2008.
Nº EMPRESA CNPJ/CPF PROC. DATA
01 A L Barbieri Adega Coração 07665234/0001-05 398702 22/01/2010
Sertanejo-Me
02 Academia Body Fit Ltda - Me 12314473/0001-42 4602873 03/08/2010
03 Comercio de Equipamentos de 11202408/0001-62 3535988 15/06/2010
Segurança Galveas Ltda Me
04 Cooperativa de Trabalho em 39786454/0001-75 3802755 28/06/2010
Tecnologia, Educação e
Gestão
05 Creditar Intermediação de 08065098/0008-43 4338624 22/07/2010
Negócios Ltda
06 E. O. Alves Comercial Me 06098490/0001-97 4076804 12/07/2010
07 Fabrica de Sonhos Eventos 10916836/0001-94 1422489 12/03/2010
Ltda
08 FF Bortoluzzi - Me 11630664/0001-50 3597150 17/06/2010
09 Fundação Instituto de 09295207/0001-05 4353908 14/07/2009
Educação e Políticas
Publicas do Espírito Santo
10 Hallen Instalações de 01307399/0001-10 677957 04/02/2010
Equipamentos de
Telecomunicações Ltda
11 Igreja Universal do Reino
29744778/6532-39 3575505 16/06/2010
de Deus
12 Irmãos AMR Lanchonete &
08039897/0001-79 4900243 04/08/2009
Mercearia Ltda
13 José Rodrigues Oliveira – J
11116228/0001-68 3561726 16/06/2010
R Construções - Me
14 Kezia Lima de Oliveira Me 11161041/0001-86 4778410 10/08/2010
15 Labmar Analises e Soluções
09583456/0001-04 2515150 30/04/2010
Ambientais Ltda Me
16 Medlog Consultoria e 11012532/0001-65 4710279 06/08/2010
Logística Aduaneira Ltda Me
17 Moto Economia Comercio de
11505915/0001-75 3997319 07/07/2010
Veículos e Peças Ltda Me
18 Onedes Santos Silva Me 11029776/0001-50 768261 09/02/2010
19 Primeira Igreja Batista em 36044899/0001-91 1816284 26/03/2010
Bento Ferreira
20 R. L. de Oliveira - Me 09380797/0001-74 5694711 03/09/2010
21 Ricardo Rodrigues da Cunha
10174546/0001-12 4246904 19/07/2010
RRC Comercio Hospitalar
22 Rodobom Industria e
11439102/0001-24 1745699 24/03/2010
Comercio de Rodos Ltda
23 Serv&Sol Intermediações 11358856/0001-50 3776774 24/06/2010
Ltda Me
24 Sociedade Praiana de 06111814/0001-80 3833969 29/06/2010
Estudos Espiritas
25 Volkers Intermediação 09095246/0001-69 3486405 11/06/2010
Financeira Ltda - Me
Vitória, 27 de outubro de 2010
Coordenadora de Controle de Atividade-SEDEC/GCON/CCA

SECRETARIA DE TRANSPORTES E INFRAESTRUTURA URBANA DE VITÓRIA


EDITAL N.º 417/2010
INTERDIÇÃO DE VIAS
O Secretário Municipal de Transportes e Infraestrutura Urbana torna
público pelo presente Edital e ALERTA aos condutores e pedestres,
conforme §2º do artigo 95, da Lei Nº 9.503/97(CTB), que tendo em vista
a “Festa Comunitária”, realizada pela SECOP, a via: R. Coutinho
Mascarenhas(trecho em frente a Igreja do Carmo) estará totalmente
interditada para o acesso à r. Coronel Monjardim - Centro, das 15h às
23h do dia 06/11/2010. O trânsito será desviado pela R. Profº
Baltazar, seguindo pela Treze de Maio, Pça Costa Pereira, rua Duque de
Caxias e Nestor Gomes ou pela rua Profº Azambuja, seguindo pela rua
Gama Rosa, Treze de Maio, Pça Costa Pereira, rua Duque de Caxias e
Nestor Gomes . A coordenação das operações de desvio e orientação do
tráfego ficará a cargo da SEMSU/GCMV/GOFT.
Vitória, 29 de Outubro de 2010.
Fábio Ney Damasceno-Secretário Municipal de Transportes e
Infraestrutura Urbana

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA CIDADE


EDITAL DE NOTIFICAÇÃO N.º 440/2010
Prezado Senhor, em atenção ao Processo nº 92152/2010,no qual V.Sª
apresenta recurso contra o Auto de Intimação nº 0320082/2009,comunico
que seu pedido foi indeferido com base nos dispositivos legais
indicados no auto em questão. Entretanto fica prorrogado para o dia
14/02/2010 o prazo estabelecido no referido auto para apresentação do
Alvará de Localização e Funcionamento ao Fiscal.
ATIVA FITNESS & BEACH LTDA - ME
Rua Aleixo Neto, nº 317 – loja 02
Bairro Santa Lúcia – Vitória – ES
Ofício nº: 009/2010 SEDEC/GFPE
Vitória – ES, 30 de Outubro de 2010
Kleber Perini Frizzera-Secretário Municipal de Desenvolvimento da
Cidade

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA CIDADE


EDITAL DE NOTIFICAÇÃO N.º 442/2010
Prezado Senhor, em atenção ao Processo nº 256990/2010,no qual V.Sª
apresenta recurso contra o Auto de Intimação nº 0362503/2009, comunico
que seu pedido foi deferido ficando cancelado o referido auto.
JÚPTER COMÉRCIO DE VEICULOS
Avenida Vitória, nº 2415
Bairro Consolação – Vitória – ES
Ofício nº: 025/2010 SEDEC/GFPE
Vitória – ES, 30 de Outubro de 2010
Kleber Perini Frizzera-Secretário Municipal de Desenvolvimento da
Cidade

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA CIDADE


EDITAL DE NOTIFICAÇÃO N.º 442/2010
Prezado Senhor, em atenção ao Processo nº 256990/2010,no qual V.Sª
apresenta recurso contra o Auto de Intimação nº 0362503/2009, comunico
que seu pedido foi deferido ficando cancelado o referido auto.
JÚPTER COMÉRCIO DE VEICULOS
Avenida Vitória, nº 2415
Bairro Consolação – Vitória – ES
Ofício nº: 025/2010 SEDEC/GFPE
Vitória – ES, 30 de Outubro de 2010
Kleber Perini Frizzera-Secretário Municipal de Desenvolvimento da
Cidade

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA CIDADE


EDITAL DE NOTIFICAÇÃO N.º 443/2010
Prezado Senhor, em atenção ao Processo nº 8332808/2009, informo que a
atividade denunciada não se configura como comércio ou serviço,
tratando – se de edifício residencial multifamiliar sem condomínio
juridicamente estabelecido e que as taxas, supostamente recolhidas dos
moradores, visam a manutenção do prédio, de forma que a fiscalização
de posturas não tem dispositivo legal que permita qualquer tipo de
autuação neste caso. Informo ainda que o assunto deverá ser resolvido
entre moradores do prédio ou em juízo.
ELIAS JOSÉ PIFFER
Avenida Duarte Lemos, nº 595
Bairro Ilha do Príncipe – Vitória – ES
Ofício nº: 054/2010 SEDEC/GFPE
Vitória – ES, 30 de Outubro de 2010
Kleber Perini Frizzera-Secretário Municipal de Desenvolvimento da
Cidade
SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA CIDADE
EDITAL DE NOTIFICAÇÃO Nº 444/2010
Prezado Senhor, em atenção ao Processo nº 480502/2010, no qual V.Sª
apresenta recurso contra o Auto de Intimação nº 323773/2010, comunico
que seu pedido foi indeferido, com base nos dispositivos legais
indicados no auto em questão.
CASSIS – CAIXA DE ASSISTÊNCIA
Avenida Governador Bley, nº 186, loja 02
Bairro Centro – Vitória – ES
Ofício nº: 057/2010 SEDEC/GFPE
Vitória – ES, 30 de Outubro de 2010
Kleber Perini Frizzera-Secretário Municipal de Desenvolvimento da
Cidade

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA CIDADE


EDITAL DE NOTIFICAÇÃO Nº 445/2010
Prezado Senhor, em atenção ao Processo nº 8456811/2010, no qual V.Sª
apresenta resposta ao Auto de Intimação nº 0362507/2009, comunico que
seu pedido foi indeferido com base nos preceitos legais indicados no
Auto em questão e especialmente nos artigos 37 do Decreto 11.975/2004:
“Artigo 37. É obrigatório o licenciamento prévio, através de alvará
de localização e funcionamento, para as pessoas jurídicas de outros
municípios que exerçam ou venham a exercer atividades de forma
contínua dentro de instalações de pessoas jurídicas estabelecidas e
licenciadas no Município de Vitória em decorrência de contratos de
prestação de serviços, com prazo superior a 03 (três) meses.
Parágrafo único. O disposto no caput deste artigo não se aplica às
pessoas jurídicas cujo ramo de atividade seja a construção civil e que
exerçam atividades licenciadas conforme previsto nos artigos 23 e 32
da Lei 4821/98
Artigo 38. O licenciamento da pessoa jurídica que possui sede ou
filial no Município de Vitória e que exerça ou venha a exercer
atividades na forma prevista no artigo anterior será comprovado pela
apresentação das cópias dos alvarás de localização e funcionamento de
sua sede ou filial e do estabelecimento onde estiver exercendo as suas
atividades temporariamente. ”
PIERRE & MARTINS LTDA
Avenida Vitória, nº 2415
Bairro Consolação – Vitória – ES
Ofício nº: 093/2010 SEDEC/GFPE
Vitória – ES, 30 de Outubro de 2010
Kleber Perini Frizzera-Secretário Municipal de Desenvolvimento da
Cidade

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA CIDADE


EDITAL DE NOTIFICAÇÃO Nº 446/2010
Prezado Senhor, em atenção ao Processo nº 185202/2010, no qual V.Sª
apresenta recurso contra o Auto de Intimação nº 362514/2009, comunico
que o seu pedido foi indeferido, com base nos dispositivos legais
indicados no auto em questão.
FIBRA NEGÓCIOS E SERVIÇOS LTDA
Rua Ruy Barbosa, nº 214
Bairro de Fátima – Serra – ES
Ofício nº: 095/2010 SEDEC/GFPE
Vitória – ES, 30 de Outubro de 2010
Kleber Perini Frizzera-Secretário Municipal de Desenvolvimento da
Cidade

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA CIDADE


EDITAL DE NOTIFICAÇÃO Nº 448/2010
Prezado Senhor, em atenção ao Protocolado nº 1419/2010, no qual V.Sª
apresenta resposta ao Auto de Intimação nº 0322838/2010, comunico que
o seu pedido foi indeferido com base nos preceitos legais indicados
no Auto em questão e especialmente nos artigos 37 do decreto
11.974/2004.
“Artigo 37. É obrigatório o licenciamento prévio, através de alvará
de localização e funcionamento, para as pessoas jurídicas de outros
municípios que exerçam ou venham a exercer atividades de forma
contínua dentro de instalações de pessoas jurídicas estabelecidas e
licenciadas no Município de Vitória em decorrência de contratos de
prestação de serviços, com prazo superior a 03 (três) meses.
Parágrafo único. O disposto no caput deste artigo não se aplica às
pessoas jurídicas cujo ramo de atividade seja a construção civil e que
exerçam atividades licenciadas conforme previsto nos artigos 23 e 32
da Lei 4821/98
Artigo 38. O licenciamento da pessoa jurídica que possui sede ou
filial no Município de Vitória e que exerça ou venha a exercer
atividades na forma prevista no artigo anterior será comprovado pela
apresentação das cópias dos alvarás de localização e funcionamento de
sua sede ou filial e do estabelecimento onde estiver exercendo as suas
atividades temporariamente. ”
CONCREMAT ENGENHARIA S/A
Avenida Dante Michelini, nº 5500
Bairro Parque Industrial - Vitória – ES
Ofício nº: 132/2010 SEDEC/GFPE
Vitória – ES, 30 de Outubro de 2010
Kleber Perini Frizzera-Secretário Municipal de Desenvolvimento da
Cidade.

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA CIDADE


EDITAL DE NOTIFICAÇÃO Nº 449/2010
Prezado Senhor, em atenção ao Processo nº 2372250/2010, no qual V.Sª
apresenta recurso contra o Auto de Intimação nº 0362515/2009, comunico
que o seu pedido foi indeferido com base nos preceitos legais
indicados no Auto em questão e especialmente no artigo 37 do decreto
11.974/2004.
“Artigo 37. É obrigatório o licenciamento prévio, através de alvará de
localização e funcionamento, para as pessoas jurídicas de outros
municípios que exerçam ou venham a exercer atividades de forma
contínua dentro de instalações de pessoas jurídicas estabelecidas e
licenciadas no Município de Vitória em decorrência de contratos de
prestação de serviços, com prazo superior a 03 (três) meses.
Parágrafo único. O disposto no caput deste artigo não se aplica às
pessoas jurídicas cujo ramo de atividade seja a construção civil e que
exerçam atividades licenciadas conforme previsto nos artigos 23 e 32
da Lei 4821/98
AQUILA ADMINISTRADORA E CORRETORA DE SEGUROS LTDA
Avenida Vitória, nº 1047
Bairro Romão - Vitória – ES
Ofício nº: 136/2010 SEDEC/GFPE
Vitória – ES, 30 de Outubro de 2010
Kleber Perini Frizzera-Secretário Municipal de Desenvolvimento da
Cidade.

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA CIDADE


EDITAL DE NOTIFICAÇÃO Nº 450/2010
Prezado Senhor, em atenção ao Processo nº 514432/2010, no qual V.Sª
apresenta recurso contra o Auto de Intimação nº 0362521/2009, comunico
que o seu pedido foi indeferido com base nos preceitos legais
indicados no Auto em questão e especialmente no artigo 37 do decreto
11.974/2004.
“Artigo 37. É obrigatório o licenciamento prévio, através de alvará de
localização e funcionamento, para as pessoas jurídicas de outros
municípios que exerçam ou venham a exercer atividades de forma
contínua dentro de instalações de pessoas jurídicas estabelecidas e
licenciadas no Município de Vitória em decorrência de contratos de
prestação de serviços, com prazo superior a 03 (três) meses.
Parágrafo único. O disposto no caput deste artigo não se aplica às
pessoas jurídicas cujo ramo de atividade seja a construção civil e que
exerçam atividades licenciadas conforme previsto nos artigos 23 e 32
da Lei 4821/98
ADMINISTRADORA DE CONSÓRCIO NACIONAL LIDER LTDA
Avenida Marechal Campos, nº 329
Bairro de Lourdes - Vitória – ES
Ofício nº: 137/2010 SEDEC/GFPE
Vitória – ES, 30 de Outubro de 2010
Kleber Perini Frizzera-Secretário Municipal de Desenvolvimento da
Cidade.

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA CIDADE


EDITAL DE NOTIFICAÇÃO Nº 451/2010
Prezado Senhor, em atenção ao Protocolado nº 1788/2010, no qual V.Sª
solicita prorrogação de prazo da intimação nº 0323221/2010, comunico
que seu pedido foi deferido, ficando prorrogado para 21 / 07 /2010 o
prazo para apresentação do Alvara de Localização e Funcionamento ao
Fiscal.
GOVERNO DO ESTADO DO ESPIRITO SANTO
Avenida Mascarenhas de Moraes, nº 2355
Bairro Bento Ferreira - Vitória – ES
Ofício nº: 155/2010 SEDEC/GFPE
Vitória – ES, 30 de Outubro de 2010
Kleber Perini Frizzera-Secretário Municipal de Desenvolvimento da
Cidade.

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA CIDADE


EDITAL DE NOTIFICAÇÃO Nº 452/2010
Prezado Senhor, em atenção ao Protocolado nº 1568/2010, no qual V.Sª
solicita prorrogação do prazo,comunico que seu pedido foi indeferido,
considerando que já foi concedida uma prorrogação de prazo através do
protocolado nº 534/2010, não cabendo nova prorrogação conforme
estabelece a instrução normativa nº 002/2009 da SEDEC e o disposto no
Artigo 160 da Lei 6.080/2003 – Código de Posturas do Município de
Vitória.
LEI 6.080/2003
“Artigo 160. As autoridades administrativas e seus agentes
competentes para tal que, tendo conhecimento da prática de infração
administrativa, abstiverem -se de promover a ação fiscal devida ou
retardarem o ato de praticá-la, incorrem nas sanções administrativas
previstas no estatuto dos funcionários públicos do Município de
Vitória, sem prejuízo de outras em que tiverem incorrido.”
Desta forma, fica mantido o prazo prescrito no auto de intimação para
apresentação do Alvará de Localização e Funcionamento ao agente
fiscal.
PAULO DELAZARE JOALHERIA E OURIVESARIA LTDA - ME
Avenida Nossa Srª. da Penha, nº 570, loja 33 – A Ed. Centro da Praia
Bairro Praia do Canto - Vitória – ES
Ofício nº: 157/2010 SEDEC/GFPE
Vitória – ES, 30 de Outubro de 2010
Kleber Perini Frizzera-Secretário Municipal de Desenvolvimento da
Cidade.

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA CIDADE


EDITAL DE NOTIFICAÇÃO Nº 453/2010
Prezado Senhor, em atenção ao protocolado o nº 1794/2010, no qual
V.Sª apresenta recurso solicitando a prorrogação de prazo do Auto de
Intimação nº 032320/2010, comunico que o seu pedido foi indeferido,
visto que o Fiscal já emitiu o respectivo Auto de Infração nº
129454/10. Informo que, havendo a devida fundamentação, poderá V.Sª
protocolar processo de recurso em 1ª instância contra o Auto de
Infração recebido.
COMPLEMENTAR PROJETOS E CONSULTORIA LTDA
Rua Da Alfândega , nº 22 – Sala 701
Bairro: Centro, Vitoria – ES
Ofício nº: 158/2010 SEDEC/GFPE
Vitória – ES, 30 de Outubro de 2010
Kleber Perini Frizzera-Secretário Municipal de Desenvolvimento da
Cidade.

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA CIDADE


EDITAL DE NOTIFICAÇÃO Nº 454/2010
Prezado Senhor,em atenção ao processo n° 874074/10, no qual V.Sª
apresenta recurso contra o auto de intimação n° 0362540/10, comunico
que seu pedido foi deferido ficando cancelado o referido auto.
PRICE IMPORTAÇÃO, COMÉRCIO E EXPORTAÇÃO LTDA
Rua Construtor Camilo Gianordi, n°117,
Bairro Consolação, Vitória, E.S
Ofício nº: 162/2010 SEDEC/GFPE
Vitória – ES, 30 de Outubro de 2010
Kleber Perini Frizzera-Secretário Municipal de Desenvolvimento da
Cidade.

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA CIDADE


EDITAL DE NOTIFICAÇÃO Nº 455/2010
Prezado Senhor,em atenção ao protocolado n° 1403/2010, no qual V.Sª
solicita prorrogação de prazo do intimação n° 0323232/10, comunico que
seu pedido foi deferido, ficando prorrogado para 25/04/2010 o prazo
para apresentação do Alvará de Localização e Funcionamento ao Fiscal.
SECRETARIA DE ESTADO DE ESPORTES E LAZER
Rua Cel. Schwab Filho,s/n
Bairro Bento Ferreira, Vitória, E.S
Ofício nº: 167/2010 SEDEC/GFPE
Vitória – ES, 30 de Outubro de 2010
Kleber Perini Frizzera-Secretário Municipal de Desenvolvimento da
Cidade.

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA CIDADE


EDITAL DE NOTIFICAÇÃO Nº 456/2010
Prezado(a) Senhor(a), em atenção ao Processo nº 850980/2010, no qual
V.Sª apresenta recurso contra o Auto de Intimação nº 323773/10,
comunico que o seu pedido foi indeferido, com base nos dispositivos
legais indicados no auto em questão.
CASSIS – CAIXA DE ASSISTÊNCIA
Av. Governador Bley, n°186, loja 02,
Bairro Centro, Vitória-ES.
Ofício nº: 176/2010 SEDEC/GFPE
Vitória – ES, 30 de Outubro de 2010
Kleber Perini Frizzera-Secretário Municipal de Desenvolvimento da
Cidade.

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA CIDADE


EDITAL DE NOTIFICAÇÃO Nº 457/2010
Prezado Senhor, em atenção ao protocolado n° 2177/2010, no qual V.Sª
solicita prorrogação de prazo do intimação n° 0362941/10, comunico que
seu pedido foi deferido, ficando prorrogado para 21/06/2010 o prazo
para apresentação do Alvará de Localização e Funcionamento ao Fiscal.
JOSÉ AUGUSTO NUNES LOUREIRO
Av. Nossa Senhora da Penha, nº 2490,
Bairro Santa Luiza, Vitória, E.S
Ofício nº: 207/2010 SEDEC/GFPE
Vitória – ES, 30 de Outubro de 2010
Kleber Perini Frizzera-Secretário Municipal de Desenvolvimento da
Cidade.

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA CIDADE


EDITAL DE NOTIFICAÇÃO Nº 458/2010
Prezado Senhor, em atenção ao processo nº 83694/2010, no qual V.Sª
apresenta recurso contra o Auto de Intimação nº 59762/09, comunico que
o seu pedido foi indeferido com base nos preceitos legais indicados
no Auto em questão e especialmente nos artigos 38 do Decreto
11.975/2004:
Artigo 38. O licenciamento da pessoa jurídica que possui sede ou
filial no Município de Vitória e que exerça ou venha a exercer
atividades na forma prevista no artigo anterior será comprovado pela
apresentação das cópias dos alvarás de localização e funcionamento de
sua sede ou filial e do estabelecimento onde estiver exercendo as suas
atividades temporariamente. ”
DACASA FINANCEIRA S/A
Av. Nossa Senhora da Penha, nº 2035,
Bairro Santa Lucia, Vitória-ES
Ofício nº: 211/2010 SEDEC/GFPE
Vitória – ES, 30 de Outubro de 2010
Kleber Perini Frizzera-Secretário Municipal de Desenvolvimento da
Cidade

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA CIDADE


EDITAL DE NOTIFICAÇÃO Nº 459/2010
Prezado(a) Senhor(a), em atenção ao Processo nº 1004383/2010, no qual
V.Sª apresenta recurso contra o Auto de Intimação nº 362544/10,
comunico que o seu pedido foi deferido, comunico que seu pedido foi
deferido ficando cancelado o referido auto.
LUCIO´S ROLAMENTOS COMERCIO E IMPORTAÇÃO LTDA
Rua Antõnio aleixo, n° 765,
Bairro Consolação, Vitória-ES
Ofício nº: 213/2010 SEDEC/GFPE
Vitória – ES, 30 de Outubro de 2010
Kleber Perini Frizzera-Secretário Municipal de Desenvolvimento da
Cidade.
SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA CIDADE
EDITAL DE NOTIFICAÇÃO Nº 460/2010
Prezado(a) Senhor(a), em atenção ao Processo nº 992073/2010, no qual
V.Sª apresenta recurso contra o Auto de Intimação nº 53366/10,
comunico que o seu pedido foi deferido, comunico que seu pedido foi
deferido ficando cancelado o referido auto.
BANESTES S/A
Av. Princesa Isabel, n° 574, Ed. Pala Center, BL B, 1º andar,
Bairro Centro, Vitória-ES
Ofício nº: 215/2010 SEDEC/GFPE
Vitória – ES, 30 de Outubro de 2010
Kleber Perini Frizzera-Secretário Municipal de Desenvolvimento da
Cidade.

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA CIDADE


EDITAL DE NOTIFICAÇÃO Nº 461/2010
Prezado(a) Senhor(a), em atenção ao Processo nº 937092/2010, no qual
V.Sª apresenta recurso contra os Autos de Intimação nº 0344798/10 e
0325413/10, comunico que o seu pedido foi indeferido, com base nos
dispositivos legais indicados no auto em questão.
STOCK PAPELARIA LTDA
Av. Presidente Costa e Silva, n° 182,
Bairro Goiabeiras, Vitória-ES
Ofício nº: 216/2010 SEDEC/GFPE
Vitória – ES, 30 de Outubro de 2010
Kleber Perini Frizzera-Secretário Municipal de Desenvolvimento da
Cidade.

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA CIDADE


EDITAL DE NOTIFICAÇÃO Nº 462/2010
Prezado(a) Senhor(a), em atenção ao Processo nº 615684/2010, no qual
V.Sª apresenta recurso contra o Auto de Intimação nº 0362539/10,
comunico que o seu pedido foi deferido, comunico que seu pedido foi
deferido ficando cancelado o referido auto.
COMERCIAL RIZK DE MOTOCICLETAS LTDA
Av. Marechal Campos, n° 586,
Bairro de Lourdes, Vitória-ES
Ofício nº: 223/2010 SEDEC/GFPE
Vitória – ES, 30 de Outubro de 2010
Kleber Perini Frizzera-Secretário Municipal de Desenvolvimento da
Cidade.

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA CIDADE


EDITAL DE NOTIFICAÇÃO Nº 463/2010
Prezado Senhor, em atenção ao protocolado nº 1322/2010, no qual V.Sª
apresenta recurso solicitando a prorrogação de prazo do Auto de
Intimação nº 323745/10, comunico que o seu pedido foi indeferido,
visto que o Fiscal já emitiu os respectivos Autos de Infração nº
129061/10 e nº129094/10. Informo que, havendo a devida fundamentação,
poderá V.Sª protocolar processo de recurso em 1ª instância contra cada
Auto de Infração recebido.
FLUKXO SOFTWARE LTDA
Av. Nossa Senhora dos Navegantes, nº 495,
Bairro Enseada do Suá, Vitória-ES
Ofício nº: 237/2010 SEDEC/GFPE
Vitória – ES, 30 de Outubro de 2010
Kleber Perini Frizzera-Secretário Municipal de Desenvolvimento da
Cidade.

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA CIDADE


EDITAL DE NOTIFICAÇÃO Nº 464/2010
Prezado Senhor, em atenção ao protocolado nº 2101/2010, no qual V.Sª
apresenta recurso solicitando a prorrogação de prazo do Auto de
Intimação nº 323745/10, comunico que o seu pedido foi indeferido,
visto que o Fiscal já emitiu o respectivo Auto de Infração nº 15990/10
. Informo que, havendo a devida fundamentação, poderá V.Sª protocolar
processo de recurso em 1ª instância contra o Auto de Infração
recebido.
LANCHONETE ALBATROZ LTDA
Av. Nossa Senhora dos Navegantes, s/n
Bairro Enseada do Suá, Vitória-ES.
Ofício nº: 238/2010 SEDEC/GFPE
Vitória – ES, 30 de Outubro de 2010
Kleber Perini Frizzera-Secretário Municipal de Desenvolvimento da
Cidade.

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA CIDADE


EDITAL DE NOTIFICAÇÃO Nº 465/2010
Prezado Senhor, em atenção ao protocolado nº 1717/2010, no qual V.Sª
solicita prorrogação de prazo do Auto de Intimação 0323867/2009,
comunico que o seu pedido foi indeferido, considerando que já foi
concedida uma prorrogação de prazo através do protocolado nº
476/2010, não cabendo nova prorrogação conforme estabelece a Instrução
Normativa nº 002/2009 da SEDEC e o disposto no Artigo 160 da Lei nº
6080/2003 – Código de Posturas do Município de Vitória.
LEI 6.080/2003
Artigo 160. As autoridades administrativas e seus agentes
competentes para tal que, tendo conhecimento da prática de infração
administrativa, abstiverem -se de promover a ação fiscal devida ou
retardarem o ato de praticá-la, incorrem nas sanções administrativas
previstas no estatuto dos funcionários públicos do Município de
Vitória, sem prejuízo de outras em que tiverem incorrido.”
Desta forma, fica mantido o prazo prescrito no protocolado 476/2010
para apresentação do Alvará de Localização e Funcionamento ao agente
fiscal.
VITFAST-COMÉRCIO DE ALIMENTO E PARTICIPAÇÕES LTDA
Av. Nossa Senhora da Penha, nº 356, 1º piso, Espaço E,
Bairro Praia do Canto, Vitória-ES
Ofício nº: 240/2010 SEDEC/GFPE
Vitória – ES, 30 de Outubro de 2010
Kleber Perini Frizzera-Secretário Municipal de Desenvolvimento da
Cidade.

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA CIDADE


EDITAL DE NOTIFICAÇÃO Nº 466/2010
Prezado Senhor, em atenção ao ofício n° 043/2010-GAB/IPAMV, no qual
V.Sª solicita prorrogação de prazo do intimação n° 0337551/10,
comunico que seu pedido foi deferido, ficando prorrogado para
28/05/2010 o prazo para apresentação do Alvará de Localização e
Funcionamento ao Fiscal.
INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA E ASSISTÊNCIA DOS SERVIDORES DO MUNICÍPIO DE
VITÓRIA
Rua Chafic Murad, n° 712
Bairro Bento Ferreira, Vitória, E.S.
Ofício nº: 248/2010 SEDEC/GFPE
Vitória – ES, 30 de Outubro de 2010
Kleber Perini Frizzera-Secretário Municipal de Desenvolvimento da
Cidade.

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA CIDADE


EDITAL DE NOTIFICAÇÃO Nº 467/2010
Prezado(a) Senhor(a), em atenção ao Processo nº 1341712/2010, no qual
V.Sª apresenta recurso contra o Auto de Intimação nº 0337012/10,
comunico que o seu pedido foi indeferido, com base nos dispositivos
legais indicados no auto em questão.
SÃO GABRIEL MODAS LTDA
Rua Celso Calmon, n° 267-loja 01,
Bairro Praia do Canto, Vitória-ES
Ofício nº: 249/2010 SEDEC/GFPE
Vitória – ES, 30 de Outubro de 2010
Kleber Perini Frizzera-Secretário Municipal de Desenvolvimento da
Cidade.

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA CIDADE


EDITAL DE NOTIFICAÇÃO Nº 468/2010
Prezado Senhor, em atenção ao protocolado n°3082/2010, no qual V.Sª
solicita prorrogação de prazo do Auto de Intimação n° 323776/10,
comunico que seu pedido foi deferido, ficando prorrogado para
20/07/2010 o prazo para apresentação do Alvará de Localização e
Funcionamento ao Fiscal.
Com relação ao Auto de Intimação n° 325202/10, informamos que não cabe
prorrogação de prazo, visto que já foi emitido o auto de infração n°
13.118/10, e o mesmo apresenta um processo de recurso administrativo
em 1° instancia em andamento, sob nº 1489403/2010.
IGREJA MUNDIAL DO PODER DE DEUS
BISPO MARCELO MIGUEL DA SILVA
Avenida Princesa Isabel, n° 407,
Bairro Centro, Vitória, E.S
Ofício nº: 258/2010 SEDEC/GFPE
Vitória – ES, 30 de Outubro de 2010
Kleber Perini Frizzera-Secretário Municipal de Desenvolvimento da
Cidade.

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA CIDADE


EDITAL DE NOTIFICAÇÃO Nº 469/2010
Prezado Senhor, em atenção ao processo n° 2085004/2010, no qual V.Sª
solicita o cancelamento do auto de intimação n° 0324756/10, comunico
que seu pedido foi indeferido considerando que no campo 11 do referido
auto não foram especificadas quais alterações de atividade deverão ser
providenciada no Alvará de Localização e funcionamento. Pelo exposto,
torno sem efeito o auto de intimação nº 0324756/10.
LOTERIA NOSSA SENHORA DA PENHA LTDA
Avenida Fernando Ferrari, n° 595,
Bairro Santa Lucia, Vitória, ES.
Ofício nº: 320/2010 SEDEC/GFPE
Vitória – ES, 30 de Outubro de 2010
Kleber Perini Frizzera-Secretário Municipal de Desenvolvimento da
Cidade.

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA CIDADE


EDITAL DE NOTIFICAÇÃO Nº 470/2010
Prezado Senhor, em vistoria de rotina efetuada pela fiscalização do
comércio ambulante na Avenida Marechal Campos, foi verificada a
instalação irregular de uma barraca coberta em frente ao portão de
acesso ao HUCAM. Solicito que seja esclarecido se foi dado pela
diretoria do hospital algum tipo de autorização para a permanência do
referido ambulante no local, conforme ele alega. Caso contrário,
solicito as suas providências e apoio à fiscalização de posturas para
que seja promovida a sua retirada do local.
GERSON MARINO
DIRETOR DO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO CASSIANO
ANTÔNIO DE MORAES - HUCAM
Avenida Marechal Campos, nº 1.355,
Bairro Santa Cecília, Vitória - ES.
Ofício nº: 351/2010 SEDEC/GFPE
Vitória – ES, 30 de Outubro de 2010
Kleber Perini Frizzera-Secretário Municipal de Desenvolvimento da
Cidade.

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA CIDADE


EDITAL DE NOTIFICAÇÃO Nº 471/2010
Prezado Senhor, em atenção ao protocolado nº 5227/2010, no qual V.Sª
apresenta recurso solicitando a prorrogação de prazo estabelecido no
Auto de Intimação nº 0324773/2010, comunico que o seu pedido foi
deferido, ficando prorrogado para o dia 04/09/2010 o prazo para
apresentação do Alvará de Localização e Funcionamento ao Agente
Fiscal.
LOTERIA NOSSA SENHORA DA PENHA LTDA ME
Avenida Nossa Senhora da Penha, n° 595, loja 01,
Bairro Praia do Canto, Vitória - ES
Ofício nº: 386/2010 SEDEC/GFPE
Vitória – ES, 30 de Outubro de 2010
Kleber Perini Frizzera-Secretário Municipal de Desenvolvimento da
Cidade.

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA CIDADE


EDITAL DE NOTIFICAÇÃO Nº 472/2010
Prezado Senhor, venho comunicar o cancelamento do Auto de Intimação nº
0337915/2010, lavrado contra essa empresa, visto que foi informado
mais de um Inciso para o Artigo 23 da Lei 6.080/2003 e para o Artigo
27 do Decreto nº 11.975/2004, tornando confuso o entendimento do
referido Auto. Informo também que o referido estabelecimento já possui
Alvará de Localização e Funcionamento.
LANCHONETE E PIZZARIA COSER LTDA ME
Rua das Palmeiras, nº 345,
Bairro: Itararé – Vitória – ES
Ofício nº: 409/2010 SEDEC/GFPE
Vitória – ES, 30 de Outubro de 2010
Kleber Perini Frizzera-Secretário Municipal de Desenvolvimento da
Cidade.

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA CIDADE


EDITAL DE NOTIFICAÇÃO Nº 473/2010
Prezado Senhor, em atenção ao protocolado o nº 5206/2010, no qual
V.Sª apresenta recurso solicitando a prorrogação de prazo do Auto de
Intimação nº 0325342/10, comunico que o seu pedido foi indeferido,
visto que o Fiscal já emitiu o respectivo Auto de Infração nº
0121027/10. Informo que, havendo a devida fundamentação, poderá V.Sª
protocolar processo de recurso em 1ª instância contra o Auto de
Infração recebido.
DMA DISTRIBUIDORA S/A
Avenida Marechal Campos, n° 100,
Bairro Consolação - Vitória - ES
Ofício nº: 447/2010 SEDEC/GFPE
Vitória – ES, 30 de Outubro de 2010
Kleber Perini Frizzera-Secretário Municipal de Desenvolvimento da
Cidade.

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA CIDADE


EDITAL DE NOTIFICAÇÃO Nº 474/2010
Prezado Senhor, em atenção ao protocolado nº 5897/2010, no qual V.Sª
apresenta recurso solicitando a prorrogação de prazo estabelecido no
Auto de Intimação nº 0322906/2010, comunico que o seu pedido foi
deferido, ficando prorrogado para o dia 25/07/2010 o prazo para
apresentação do Alvará de Localização e Funcionamento ao Agente
Fiscal.
NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES
Rua Sete de Setembro, n° 152, pav. 02,
Bairro Centro, Vitória - ES
Ofício nº: 462/2010 SEDEC/GFPE
Vitória – ES, 30 de Outubro de 2010
Kleber Perini Frizzera-Secretário Municipal de Desenvolvimento da
Cidade.

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA CIDADE


EDITAL DE NOTIFICAÇÃO Nº 475/2010
Prezado Senhor, em atenção ao protocolado nº 6961/2010, no qual V.Sª
apresenta pedido solicitando a prorrogação de prazo estabelecido no
Auto de Intimação nº 0362894/2010, comunico que o seu pedido foi
deferido, ficando prorrogado para o dia 26/07/2010 o prazo para
apresentação do Alvará de Localização e Funcionamento ao Agente
Fiscal.
REALMAR DISTRIBUIDORA LTDA
Rua Pedro Nolasco, 150,
Bairro Vila Rubim, Vitória/ES
Ofício nº: 544/2010 SEDEC/GFPE
Vitória – ES, 30 de Outubro de 2010
Kleber Perini Frizzera-Secretário Municipal de Desenvolvimento da
Cidade.

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA CIDADE


EDITAL DE NOTIFICAÇÃO Nº 476/2010
Prezada Senhora, em atenção ao processo nº 3957836/2010, no qual V.Sª
apresenta pedido solicitando a prorrogação de prazo estabelecido no
Auto de Intimação nº 0339907/2010, comunico que o seu pedido foi
deferido, ficando prorrogado para o dia 17/01/2011 o prazo para
apresentação do Alvará de Localização e Funcionamento ao Agente
Fiscal.
ANA MARIA PETRONETTO SERPA
SECRETÁRIA MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL
Avenida Vitoria, nº 143,
Bairro Gurigica, Vitória - ES.
Ofício nº: 544/2010 SEDEC/GFPE
Vitória – ES, 30 de Outubro de 2010
Kleber Perini Frizzera-Secretário Municipal de Desenvolvimento da
Cidade.

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA CIDADE


EDITAL DE NOTIFICAÇÃO Nº 477/2010
Prezado Senhor, em atenção ao protocolado nº 7507/2010, no qual V.Sª
apresenta recurso solicitando prorrogação de prazo do Auto de
Intimação nº 0325074/10, comunico que o seu pedido foi indeferido,
visto que o Fiscal já emitiu o respectivo Auto de Infração nº
0121074/10. Informo que, havendo a devida fundamentação, poderá V.Sª
protocolar processo de recurso em 1ª instância contra o Auto de
Infração recebido.
DIEGO JOSE FERNANDES ME
Av. José Maria Vivaqua Santos, nº 400,
Bairro Jardim Camburi, Vitória- ES
Ofício nº: 649/2010 SEDEC/GFPE
Vitória – ES, 30 de Outubro de 2010
Kleber Perini Frizzera-Secretário Municipal de Desenvolvimento da
Cidade.

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA CIDADE


EDITAL DE NOTIFICAÇÃO Nº 478/2010
Prezado Senhor, em atenção ao processo nº 4165473/2010, no qual V.Sª
apresenta recurso contra aos Autos de Infração nºs 121086, 121087,
121085, 121084, 121079, 121078, 121077, 121076, 121075, 121089,
121090, 121092, 121083, 121082, 121081, 121080, informo que o artigo
200 da Lei 6.080/2003 – Código de Posturas e de Atividades Urbanas do
Município de Vitória, determina que é vedado reunir em uma só petição
recursos administrativos contra autos de infração diferentes. Isto
posto, deverá V.Sª protocolar novos processos de recurso referente aos
15 Autos de Infração restantes. O processo 4165473/2010 será mantido
como recurso contra ao Auto de Infração nº 121086/2010.
ESC 90 TELECOMUNICAÇÕES LTDA ( NET)
Avenida José Maria Vivacqua, n° 400,
Bairro Jardim Camburi, Vitória - ES
Ofício nº: 652/2010 SEDEC/GFPE
Vitória – ES, 30 de Outubro de 2010
Kleber Perini Frizzera-Secretário Municipal de Desenvolvimento da
Cidade.

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA CIDADE


EDITAL DE NOTIFICAÇÃO Nº 479/2010
Prezada Senhora, em atenção ao processo nº 3733030/2010, no qual V.Sª
solicita revisão da dívida ativa em nome do Condomínio do Edifício
Royal Center, comunico que consta inscrito o Auto de Infração nº
3356/2007, referente à não apresentação do alvará de localização e
funcionamento ao fiscal, com base no artigo 19 da Lei nº 6.080/2003.
Informo que, havendo a devida fundamentação, poderá V.Sª protocolar
processo de recurso em 1ª instância contra o Auto de Infração
recebido.
CONDOMÍNIO DO EDIFÍCIO ROYAL CENTER
Rua Júlia Lacourt Penna, n° 1150,
Bairro Jardim Camburi,Vitória/ES.
Ofício nº: 774/2010 SEDEC/GFPE
Vitória – ES, 30 de Outubro de 2010
Kleber Perini Frizzera-Secretário Municipal de Desenvolvimento da
Cidade.

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA CIDADE


EDITAL DE NOTIFICAÇÃO Nº 480/2010
Prezado Senhor, em atenção ao processo nº 4910547/2010 no qual V.Sª
apresenta recurso solicitando o cancelamento do Auto de Intimação nº
0337948/10, comunico que seu pedido foi indeferido ficando prorrogado
para 09/09/2010 o prazo para apresentação do Alvará de Localização e
Funcionamento ao Agente Fiscal.
ROMILDA DAS GRAÇAS PEREIRA-ME
Avenida Maruipe, n° 2544,
Bairro Itararé, Vitória - ES
Ofício nº: 786/2010 SEDEC/GFPE
Vitória – ES, 30 de Outubro de 2010
Kleber Perini Frizzera-Secretário Municipal de Desenvolvimento da
Cidade.

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA CIDADE


EDITAL DE NOTIFICAÇÃO Nº 481/2010
Prezado Senhor, em atenção ao processo nº 4825722/2010, no qual V.Sª
apresenta recurso contra o Auto de Intimação nº 0364776/10, comunico
que o seu pedido foi indeferido, visto que o Fiscal já emitiu o
respectivo Auto de Infração nº 0127620/10. Informo que, havendo a
devida fundamentação, poderá V.Sª protocolar processo de recurso em 1ª
instância contra o Auto de Infração recebido.
CRISTIANO CALDEIRA RAMALHO
Rua Vila Lobus, n° 123,
Bairro Barro Vermelho, Vitória - ES
Ofício nº: 822/2010 SEDEC/GFPE
Vitória – ES, 30 de Outubro de 2010
Kleber Perini Frizzera-Secretário Municipal de Desenvolvimento da
Cidade.

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA CIDADE


EDITAL DE NOTIFICAÇÃO N.º 482/2010
Fica o contribuinte, abaixo relacionado, intimado a fechar os vãos
abertos na divisa para a residência do vizinho dos fundos, no prazo
máximo de 24 (vinte e quatro) horas, a ser contado a partir da data
desta publicação, conforme Auto de Intimação lavrado pela Secretaria
Municipal de Desenvolvimento da Cidade, referente ao Artigo 17, Inciso
I da Lei nº 4.821/1998, sob pena de aplicação da seguinte penalidade:
multas pecuniárias diárias.
GESSY MATIAS BORGES
Bairro: Santo Antônio, Vitória-ES
CPF: 760.976.417-53
Auto de Intimação nº: 0333213/2010
Vitória – ES, 30 de outubro de 2010
Kleber Perini Frizzera-Secretário Municipal de Desenvolvimento da
Cidade

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA CIDADE


EDITAL DE NOTIFICAÇÃO N.º 483/2010
Fica o contribuinte, abaixo relacionado, notificado a providenciar a
quitação do débito ou solicitar impugnação, no prazo máximo de 20
(vinte) dias, a ser contado a partir da data desta publicação, a
respeito do Auto de Infração lavrado pela Secretaria Municipal de
Desenvolvimento da Cidade, referente ao Artigo 58 da Lei 4.821/1998.
Não havendo impugnação ou efetivação do pagamento, o crédito apurado,
expresso em reais, será inscrito em dívida ativa.
WLADEMIRO DA SILVA SANTOS
Bairro: Centro, Vitória-ES
CIM: 01.04.025.0170.001 face 3
Auto de Infração nº: 31008/2010
Vitória – ES, 30 de outubro de 2010
Kleber Perini Frizzera-Secretário Municipal de Desenvolvimento da
Cidade
SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA CIDADE
EDITAL DE NOTIFICAÇÃO N.º 484/2010
Fica o contribuinte, abaixo relacionado, notificado a providenciar a
quitação do débito ou solicitar impugnação, no prazo máximo de 20
(vinte) dias, a ser contado a partir da data desta publicação, a
respeito do Auto de Infração lavrado pela Secretaria Municipal de
Desenvolvimento da Cidade, referente ao Artigo 32, inciso III da Lei
4.821/1998. Não havendo impugnação ou efetivação do pagamento, o
crédito apurado, expresso em reais, será inscrito em dívida ativa.
WLADEMIRO DA SILVA SANTOS
Bairro: Centro, Vitória-ES
CIM: 01.04.025.0170.001 face 3
Auto de Infração nº: 31009/2010
Vitória – ES, 30 de outubro de 2010
Kleber Perini Frizzera-Secretário Municipal de Desenvolvimento da
Cidade

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA CIDADE


EDITAL DE NOTIFICAÇÃO N.º 485/2010
Prezado Senhor, pelo presente, venho comunicar que seu processo
protocolado sob nº 5430666/2010, onde solicita Alvará de Autorização
para Pequenas Reformas, foi indeferido com base no Artigo 24, da Lei
nº 4.821/1998 – Código de Edificações do Município de Vitória,
considerando que os serviços a serem realizados não se enquadram no
conceito de Pequena Reforma previsto no Anexo 1, da referida Lei, por
apresentar acréscimo de área irregular.
“ANEXO 1
I – Conceitos:
.......................
PEQUENA REFORMA: consiste em obra sem alteração de uso, sem supressão
ou acréscimo de área, e sem alterações que infrinjam o Código de Obras
e legislação referente ao parcelamento, uso e ocupação do solo.
......................”
Para maiores esclarecimentos, entrar em contato com a SEDEC/GFPE,
Avenida Vitório Nunes da Motta, 220, 3º andar, sala 308 – Ed. Ítalo
Batan Régis, Enseada do Suá ou pelo telefone 3325-2615.
JOSÉ HUMBERTO TEODORO FERNANDES
Avenida Rio Branco, nº 1777, Loja 05
Bairro: Praia do Canto, Vitória-ES
Ofício nº: 856/2010 SEDEC/GFPE
Vitória – ES, 30 de outubro de 2010
Kleber Perini Frizzera-Secretário Municipal de Desenvolvimento da
Cidade

Secretaria de Meio Ambiente


Edital de Infração nº 013/2010
A SEMMAM - Secretaria Municipal de Meio Ambiente, através da Gerência
de Fiscalização, em conformidade com os Artigos 50 e da Lei Municipal
nº 4.438/97; Artigo 15, item XXII do Decreto nº 10023/1997; torna
público o Auto de Infração nº 00152/2010, no qual fica Inspire Estudio
Multimidia Ltda com endereço à Rua Dionisio Rosendo nº 81– Vitória/ES,
notificado. O referido Auto encontra-se a disposição na sede da SEMMAM
à rua Vitorio Nunes da Motta, nº 220, 6o andar do CIAC (Centro
Integrado de Atendimento ao Cidadão), sala 613 – Enseada do Suá.
Vitória, 26 de Outubro de 2010.
Roberto Mannato Valentim -Secretário Municipal de Meio Ambiente

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA CIDADE


Resumo de instrumento de contrato em atendimento ao Parágrafo Único do
Art. 61 da Lei Federal nº. 8.666/93.
Contrato nº. 04 /2010 - Processo nº 2791886/2010
Contratante: Município de Vitória - SEDEC
Contratada: FG Arquitetura, Interiores e Urbanismo Ltda-EPP.
Objeto: Elaboração de Estudos Ambientais para as Obras de Duplicação e
Ampliação da Rodovia Serafim Derenzi, nesta Capital.
Dotação: 29.01.00.15.0032.1.0077 – 3.3.90.39.05 fonte 001.
Valor: R$ 190.366,87 (cento e noventa mil, trezentos e sessenta e seis
reais e oitenta e sete centavos).
Prazo de vigência: 150 (cento e cinquenta) dias, a partir do
recebimento da ordem de serviço.
Kléber Perini Frizzera-Secretário de Desenvolvimento da Cidade

Edital de convocação de Audiência Pública n.º 006/10


Audiência Pública relativo ao Processo N.º 4698799/2010, Referente ao
ESTUDO DE IMPACTO DE VIZINHANÇA - EIV, de um empreendimento de uso
misto residencial multifamiliar e comércio (lojas) constituído de 01
(uma) torre, de 20 (vinte) pavimentos, com 96 apartamentos de 02
(dois) quartos, 6(seis) lojas comerciais no térreo e 151 vagas de
estacionamento de automóveis, a ser implantado à Av. Cesar Hilal,
esquina com Joubert de Barros, Bairro Bento Ferreira, Vitória - ES.
A Secretaria Municipal de Desenvolvimento da Cidade – SEDEC, faz saber
aos que o presente edital virem ou dele notícia ou conhecimento
receberem, que em atendimento ao Parágrafo Único do Artigo 147 da Lei
6.705/2006 – Plano Diretor Urbano de Vitória - PDU, fica convocada a
Audiência Pública para informar e obter subsídios visando respaldar
decisões a serem tomadas por esta Secretaria em relação ao processo
supra citado.
OBJETO:
Apresentação do ESTUDO DE IMPACTO DE VIZINHANÇA - EIV, enfocando:
acessos ao empreendimento, demanda e oferta de vagas de
estacionamento, interferências sobre a estrutura viária e circulação
no entorno, a altura da edificação do empreendimento em estudo, bem
como propostas de medidas mitigadoras dos possíveis impactos urbanos.
Local: Cerimonial Maison Orange.
End: Avenida Carlos Moreira Lima, nº 457, Bairro Bento Ferreira -
Vitória – ES.
Data da realização: 16 (dezesseis) de novembro de 2010.
Horário: Início às 19:00 horas e término previsto às 21:00 horas.
Informamos que o ESTUDO DE IMPACTO DE VIZINHANÇA - EIV referente ao
empreendimento, bem como o detalhamento do procedimento da Audiência
Pública encontram-se à disposição dos interessados para consulta no
seguinte local: Gerência de Gestão Urbana
End.: ¨CIAC¨ – Centro Integrado de Atendimento ao Cidadão
Rua Vitório Nunes da Motta, 220, 3ºandar, Enseada do Suá – Vitória –
ES – CEP: 29.050-480
Horário: 9:00 às 17:00h.

PORTARIA Nº 81
O Secretário Municipal de Fazenda da Prefeitura Municipal de Vitória,
Capital do Estado do Espírito Santo, no uso das atribuições que lhe
foram conferidas pela Lei n.º 7.756/2009 de 22/07/2009, resolve:
Art. 1º - Promover, na forma dos Anexos I e II a esta Portaria, as
alterações do Quadro de Detalhamento da Despesa – QDD – Orçamento
2010.
Art. 2º - Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.
Vitória, 29 de outubro de 2010
Ângelo André Vieira Segatto-Secretário de Fazenda

R$ 1,00

ANEXO I

Decréscimo

Código Especificação Natureza Valor


23.01 SECRET.DE TRANSPORTES E INFRAESTRUTURA
1545100482.03 URBANA 339039.0 5.220
48 Iluminação Pública Adequada e Eficiente 0 3.544
1545100482.03 Iluminação Pública Adequada e Eficiente 339092.0
48 0

Total 8.764

R$ 1,00

ANEXO II

Acréscimo

Código Especificação Natureza Valor

23.01 SECRET.DE TRANSPORTES E INFRAESTRUTURA


1545100482.03 URBANA 339093.0 8.764
48 Iluminação Pública Adequada e Eficiente 0

Total 8.764

DECRETO Nº 14.871
Abre crédito adicional suplementar.
O Prefeito Municipal de Vitória, Capital do Estado do Espírito Santo,
usando das atribuições que lhe são conferidas pela Lei nº 7.847, de 17
de dezembro de 2009;
D E C R E T A:

Art. 1º. Fica aberto o crédito adicional suplementar, no valor de R$


2.116.927 (dois milhões cento e dezesseis mil novecentos e vinte e
sete reais), no Orçamento vigente, assim discriminado:
R$ 1,00
SECRETARIA DE EDUCAÇÃO
1401.1236100162.0176 - Coordenação Sistêmica do Programa de Educação
em Tempo Integral
3.3.50.43.00.................................. 135.036
1401.1236100392.0282 - Manutenção, Otimização e Revitalização dos
Prédios Escolares
3.3.90.30.00.................................. 128.000
1401.1236500392.0282 - Manutenção, Otimização e Revitalização dos
Prédios Escolares
3.3.90.30.00.................................. 70.391
SECRETARIA DE OBRAS
1301.1751200331.0090 - Intervenções na Rede de Drenagem e Esgoto
4.4.90.51.00.................................. 495.000
1307.1545100302.0272 - Manutenção das Regiões Administrativas
4.4.90.51.00.................................. 9.000
SECRETARIA DE SAÚDE
1501.1012200042.0158 - Contrução e Reforma de Prédios Públicos
4.4.90.52.00.................................. 30.000
1501.1013100242.0219 - Controle Social
3.3.90.36.00.................................. 10.000
1501.1030300072.0214 - Assistência Farmacêutica
3.3.90.30.00.................................. 850.000
SECRETARIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL
1101.0812200042.0297 - Manutenção e Adequação de Espaços Físicos
3.3.90.36.00.................................. 1.482
1102.0824400172.0106 - Rede de Proteção Social Especial aos
Adultos/Migrantes
3.3.90.30.00.................................. 8.718
SECRETARIA DE CULTURA
2101.1339200101.0018 - Circuito Cultural
3.3.50.41.00.................................. 326.450
2101.1339200102.0166 - Preservação, formação, promoção, intercâmbio e
difusão cultural
3.3.50.41.00.................................. 47.650
3.3.90.39.00.................................. 5.200
TOTAL......................................... 2.116.927
Art. 2º. Os recursos necessários para atender ao disposto no artigo
anterior são provenientes da anulação de dotações orçamentárias
consignadas no orçamento vigente, conforme demonstrado a seguir:
R$ 1,00
SECRETARIA DE EDUCAÇÃO
1401.1236100312.0253 - Projovem Urbano
3.3.90.39.00.................................. 44.031
1401.1236100362.0264 - Gênero e Sexualidade na Educação
3.3.90.30.00.................................. 5.000
3.3.90.39.00.................................. 31.000
1401.1236100362.0287 - Educação para as Relações Étnico-raciais nas
Unidades de Ensino
3.3.90.30.00.................................. 8.000
3.3.90.39.00.................................. 12.000
1401.1236100392.0282 - Manutenção, Otimização e Revitalização dos
Prédios Escolares
4.4.90.52.00.................................. 11.000
1401.1236100442.0322 - Formação Continuada para Profissionais da
Educação, Servidores e Comunidade Escolar
3.3.90.30.00.................................. 95.000
3.3.90.39.00.................................. 25.004
1401.1236500282.0195 - Desenvolver e Manter a Política de Software
Livre
4.4.90.52.00.................................. 32.001
1401.1236500442.0322 - Formação Continuada para Profissionais da
Educação, Servidores e Comunidade Escolar
3.3.90.30.00.................................. 70.391
SECRETARIA DE OBRAS
1301.1545100321.0080 - Recuperação Asfáltica de Vias Urbanas
4.4.90.51.00.................................. 100.000
4.4.90.92.00.................................. 142.000
1301.1545100331.0088 - Ampliação e Melhorias em Vias Públicas
4.4.90.51.00.................................. 66.000
1301.1545100331.0093 - Construção ou Melhoria de Áreas de Lazer e
Esporte
4.4.90.51.00.................................. 187.000
1308.1545100302.0272 - Manutenção das Regiões Administrativas
4.4.90.51.00.................................. 9.000
SECRETARIA DE SAÚDE
1501.1030100071.0014 - Construção,Readequação,Ampliação e Aquisição de
Equipamentos para a Atenção Básica
4.4.90.51.00.................................. 430.000
1501.1030100331.0089 - Construção, Ampliação e Readequação das
Unidades de Saúde-Básicas
4.4.90.51.00.................................. 460.000
SECRETARIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL
1101.0812200042.0020 - Manutenção de Serviços Administrativos
3.3.90.36.00.................................. 8.718
1102.0824300172.0103 - Liberdade Assistida Comunitária e Prestação de
Serviço à Comunidade - LAC-PSC
3.3.50.43.00.................................. 1.482
SECRETARIA DE CULTURA
2101.1339100381.0113 - Restauração e Reforma de Edificações de
Interesse Histórico-cultural
4.4.90.51.00.................................. 244.372
2102.1339200102.0054 - Gestão do Fundo Municipal de Cultura
3.3.90.31.00.................................. 134.928
TOTAL......................................... 2.116.927
Art. 3º. Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação.
Palácio Jerônimo Monteiro, em 29 de outubro de 2010.
João Carlos Coser-Prefeito Municipal
Ângelo André Vieira Segatto-Secretário Municipal de Fazenda

SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO
CONCURSO PÚBLICO N° 009/2007
EDITAL DE INSUBSISTÊNCIA Nº 024/2010
O Prefeito Municipal de Vitória, Capital do Estado do Espírito Santo,
usando de atribuição legal, Resolve Tornar Insubsistente a nomeação
datada de 15/10/2010, publicadas no jornal A TRIBUNA em 16/10/2010,
que nomeou o habilitado em concurso público, abaixo relacionado, para
exercer o cargo de Analista em Comunicação – Área de atuação:
Jornalismo, Edital PMV 009/2007, do Quadro Estatutário:
ANALISTA EM COMUNICAÇÃO – ÁREA DE ATUAÇÃO:
JORNALISMO
CLASS NOME PROCESSO
9º THAISSA APARECIDA DA VITÓRIA AZEVEDO 4022623/10
Vitória, 29 de outubro de 2010.
JOÃO CARLOS COSER - Prefeito Municipal
VALDIR MASSUCATTI - Secretário Municipal de Administração

SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO
CONCURSO PÚBLICO Nº 008/2007
EDITAL DE INSUBSISTÊNCIA Nº 018/2010
O Prefeito Municipal de Vitória, Capital do Estado do Espírito Santo,
usando de atribuição legal, Resolve Tornar Insubsistente a nomeação
datada de 16/07/2010, publicada no jornal A TRIBUNA em 17/07/2010, que
nomeou o habilitado em concurso público, abaixo relacionado, para
exercer o cargo de Fiscal de Arrecadação e Serviços Municipais:
Posturas, Edital PMV 008/2007, do Quadro Estatutário:
Fiscal de Arrecadação e Serviços Municipais: Posturas
Class NOME Processo
47º WALKIRIO SEIXAS DA COSTA 908871/09
Vitória, 29 de outubro de 2010.
JOÃO CARLOS COSER - Prefeito Municipal
VALDIR MASSUCATTI - Secretário Municipal de Administração

SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO
CONCURSO PÚBLICO Nº 008/2007
EDITAL DE CONVOCAÇÃO E NOMEAÇÃO Nº 012/2010
O Prefeito Municipal de Vitória, Estado do Espírito Santo, no uso das
atribuições que lhe confere o inciso XV do Art. 113 da Lei Orgânica do
Município, NOMEIA para exercer os cargos abaixo relacionados, do
Quadro Estatutário na forma do Art. 11, inciso I, da Lei n° 2994, de
17 de dezembro de 1982 (Estatuto dos Funcionários Públicos do
Município de Vitória), os candidatos habilitados no Concurso Público
realizado pelo Edital nº 008/2007, conforme abaixo identificados:
FISCAL DE ARRECADAÇÃO E SERVIÇOS MUNICIPAIS
ÁREA DE ATUAÇÃO: POSTURAS
Processo nº 6063924/2010
57º Philippe Galdino Gomes Ribeiro
Processo nº 908871/2009
58º Marcos Sidney Moreira Novaes
TÉCNICO EM EDIFICAÇÕES
Processo n.º 3701658/2010
42º Vicente de Paulo Amâncio *sub-judice
Processo n.º 7376679/2008
43º Rafael Arrigoni Vieira
Processo n.º 1966422/2010
44º Ronald Carneiro Brasil
Processo n.º 257736/2010
45º Thais Cristina de Jesus Nascimento
Processo n.º 8400334/2009
46º Luciano Cruz
*Candidato nomeado sub-judice em razão da sentença proferida nos autos
do Mandado de Segurança n.º 024.080.128.358.
E CONVOCA os profissionais acima nomeados a comparecerem na Gerência
de Recrutamento, Seleção e Registro, situada na Avenida Mal.
Mascarenhas de Moraes n° 1927 – Bento Ferreira – Vitória, nos dias
03/11/2010 e 04/11/2010, das 09 às 17 horas, para serem encaminhados
para laudo médico admissional, conforme previsto no item 05 e seus
subitens do Edital nº 008/2007, do respectivo concurso.
Na oportunidade, informa aos candidatos convocados e nomeados a
necessidade de entregarem na data supracitada cópia autenticada dos
documentos exigidos como requisito (item 2 e subitens do referido
Edital), para investidura ao cargo pleiteado.
Vitória – ES, 29 de outubro de 2010.
João Carlos Coser - Prefeito Municipal
Valdir Massucatti - Secretário Municipal de Administração
SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO
CONCURSO PÚBLICO Nº 002/2007
EDITAL DE CONVOCAÇÃO E NOMEAÇÃO Nº 008/2010
O Prefeito Municipal de Vitória, Estado do Espírito Santo, no uso das
atribuições que lhe confere o inciso XV do Art. 113 da Lei Orgânica do
Município, NOMEIA para exercer o cargo abaixo relacionado, do Quadro
Estatutário na forma do Art. 11, inciso I, da Lei n° 2994, de 17 de
dezembro de 1982 (Estatuto dos Funcionários Públicos do Município de
Vitória), o candidato habilitado no Concurso Público realizado pelo
Edital nº 002/2007, conforme abaixo identificado:
ANALISTA EM TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO
OCUPAÇÃO: DESENVOLVIMENTO
Processo nº 5909600/2010
39º Cintia Eller Pinto
E CONVOCA o profissional acima nomeado a comparecer na Gerência de
Recrutamento, Seleção e Registros, situada na sede da Prefeitura
Municipal de Vitória – Avenida Marechal Mascarenhas de Moraes, n.º
1927 – Bento Ferreira – Vitória – ES, nos dias 03/11/2010 ou
04/11/2010 das 09 às 17 horas, para ser encaminhado para laudo médico
admissional, conforme previsto no item 05 e seus subitens do Edital
PMV nº 002/2007, do respectivo concurso.
Na oportunidade, informa ao candidato convocado e nomeado a
necessidade de entregar na data supracitada cópia autenticada dos
documentos exigidos como requisito (item 2 do referido Edital) para
investidura ao cargo pleiteado.
Vitória – ES, 29 de outubro de 2010.
João Carlos Coser - Prefeito Municipal
Valdir Massucatti - Secretário Municipal de Administração

SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO
CONCURSO PÚBLICO Nº 002/2010
EDITAL DE CONVOCAÇÃO E NOMEAÇÃO Nº 001/2010
O Prefeito Municipal de Vitória, Estado do Espírito Santo, no uso das
atribuições que lhe confere o inciso XV do Art. 113 da Lei Orgânica do
Município, NOMEIA para exercer o cargo abaixo relacionado, do Quadro
Estatutário na forma do Art. 11, inciso I, da Lei n° 2994, de 17 de
dezembro de 1982 (Estatuto dos Funcionários Públicos do Município de
Vitória), o candidato habilitado no Concurso Público realizado pelo
Edital nº 002/2010, conforme abaixo identificado:
MÉDICO REUMATOLOGISTA
Processo nº 6016098/2010
1º Brunela Passos Borjaille
E CONVOCA o profissional acima nomeado a comparecer na Gerência de
Recrutamento, Seleção e Registro, situada à Avenida Marechal
Mascarenhas de Moraes, nº 1927 – Bento Ferreira – Vitória – ES, nos
dias 03/11/2010 ou 04/11/2010, no horário de 09 às 17 horas, para ser
encaminhado para laudo médico admissional, conforme previsto no item
14, subitens 14.2.1 do respectivo concurso.
Na oportunidade, informa ao candidato convocado e nomeado a
necessidade de entregar na data supracitada cópia autenticada dos
documentos exigidos como requisito (Anexo I do referido Edital) para
investidura ao cargo pleiteado.
Vitória – ES, 29 de outubro de 2010.
João Carlos Coser - Prefeito Municipal
Valdir Massucatti - Secretário Municipal de Administração

SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO
CONCURSO PÚBLICO Nº 007/2007
EDITAL DE CONVOCAÇÃO E NOMEAÇÃO Nº 004/2010
O Prefeito Municipal de Vitória, Estado do Espírito Santo, no uso das
atribuições que lhe confere o inciso XV do Art. 113 da Lei Orgânica do
Município, NOMEIA para exercer o cargo de MOTORISTA, do Quadro
Estatutário na forma do Art. 11, inciso I, da Lei n° 2994, de 17 de
dezembro de 1982 (Estatuto dos Funcionários Públicos do Município de
Vitória), o candidato habilitado no Concurso Público realizado pelo
Edital nº 007/2007, conforme abaixo identificado:
MOTORISTA
Processo nº 6096497/2010
87º Josival da Silva Fahning
E CONVOCA o profissional acima nomeado a comparecer na Gerência de
Recrutamento, Seleção e Registro da Prefeitura Municipal de Vitória
situada na Av. Mal. Mascarenhas de Moraes n° 1927 – Bento Ferreira –
Vitória, nos dias 03/11/2010 e 04/11/2010, das 9 às 17 horas, para ser
encaminhado para laudo médico admissional, conforme previsto no item
05 e seus subitens do Edital PMV 007/2007, do respectivo concurso.
Na oportunidade, informa ao candidato a necessidade de entregar na
data supracitada cópia autenticada dos documentos exigidos como
requisito (item 2 do referido Edital) para investidura ao cargo
pleiteado.
Vitória – ES, 29 de outubro de 2010.
João Carlos Coser - Prefeito Municipal
Valdir Massucatti - Secretário Municipal de Administração
SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO
CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2009
EDITAL DE CONVOCAÇÃO E NOMEAÇÃO Nº 019/2010
O Prefeito Municipal de Vitória, Estado do Espírito Santo, no uso das
atribuições que lhe confere o inciso XV do Art. 113 da Lei Orgânica do
Município, NOMEIA para exercer o cargo abaixo relacionado, do Quadro
Estatutário na forma do Art. 11, inciso I, da Lei n° 2994, de 17 de
dezembro de 1982 (Estatuto dos Funcionários Públicos do Município de
Vitória), os candidatos habilitados no Concurso Público realizado pelo
Edital nº 001/2009, conforme abaixo identificados:
MÉDICO CLÍNICO GERAL (20H)
Processo nº 6016098/2010
64º Brenno Magalhaes Simoes
65º Cristiano Sobral de Carvalho
E CONVOCA os profissionais acima nomeados a comparecerem na Gerência
de Recrutamento, Seleção e Registro, situada à Avenida Marechal
Mascarenhas de Moraes, nº 1927 – Bento Ferreira – Vitória – ES, nos
dias 03/11/2010 ou 04/11/2010, no horário de 09 às 17 horas, para
serem encaminhados para laudo médico admissional, conforme previsto no
item 14, subitens 14.2 e 14.3 do respectivo concurso.
Na oportunidade, informa aos candidatos convocados e nomeados a
necessidade de entregarem na data supracitada cópia autenticada dos
documentos exigidos como requisito (Anexo I do referido Edital) para
investidura ao cargo pleiteado.
Vitória – ES, 29 de outubro de 2010.
João Carlos Coser - Prefeito Municipal
Valdir Massucatti - Secretário Municipal de Administração

SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO
CONCURSO PÚBLICO Nº 009/2007
EDITAL DE CONVOCAÇÃO E NOMEAÇÃO Nº 028/2010
O Prefeito Municipal de Vitória, Estado do Espírito Santo, no uso das
atribuições que lhe confere o inciso XV do Art. 113 da Lei Orgânica do
Município, NOMEIA para exercer os cargos abaixo relacionados, do
Quadro Estatutário na forma do Art. 11, inciso I, da Lei n° 2994, de
17 de dezembro de 1982 (Estatuto dos Funcionários Públicos do
Município de Vitória), os candidatos habilitados no Concurso Público
realizado pelo Edital nº 009/2007, conforme abaixo identificados:
ANALISTA EM COMUNICAÇÃO
ÁREA DE ATUAÇÃO: JORNALISMO
Processo nº 4022623/2010
10º Giovana Rebuli Santos
ENGENHEIRO
ÁREA DE ATUAÇÃO: ENGENHARIA CIVIL
Processo nº 6057606/2010
24º Maria Azoury Nacari
E CONVOCA os profissionais acima nomeados a comparecerem na Gerência
de Recrutamento, Seleção e Registro, situada à Avenida Marechal
Mascarenhas de Moraes, nº 1927 – Bento Ferreira – Vitória – ES, nos
dias 03/11/2010 e 04/11/2010, no horário de 09 às 17 horas, para serem
encaminhados para laudo médico admissional, conforme previsto no item
14, subitens 14.2 e 14.3 do respectivo concurso.
Na oportunidade, informa aos candidatos convocados e nomeados a
necessidade de entregarem na data supracitada cópia autenticada dos
documentos exigidos como requisito (Anexo I do referido Edital) para
investidura ao cargo pleiteado.
Vitória – ES, 29 de outubro de 2010.
João Carlos Coser - Prefeito Municipal
Valdir Massucatti - Secretário Municipal de Administração

RESUMO DE ATOS ASSINADOS PELO SECRETÁRIO-CHEFE DO GABINETE DO PREFEITO


EM 29.10.2010.
NOMEANDO NA FORMA DO ART. 56, DA LEI Nº 2.994/82, E DECRETO Nº
10.476/99.
NA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO:
. REGINA CÉLIA ALVES COSSOLOSSO para exercer a função gratificada de
Diretor da EMEF Izaura Marques da Silva, FG-T, em substituição ao seu
titular Maria de Fátima Hemerly Silva, no período de 03.11 a 02.12.10.

. MARIA DE FÁTIMA DA HORA GONZAGA para exercer o cardo comissionado de


Chefe de Equipe de Almoxarifado, PC-OP2, em substituição ao seu
titular Lusimar Francisco Alberto, no período de 01 a 30.10.10.

. DENISE BERTOLDO ROCHA para exercer a função gratificada de Diretor


da EMEF Mauro Braga, FG-T, em substituição ao seu titular Teresa Lenir
Andrade, no período de 03.11 a 02.12.10.

CESSANDO EFEITOS.
NA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO:
. Do Decreto Individual datado de 17.06.10, publicado no Jornal A
TRIBUNA em 18.06.10, que nomeou GLECIR PEREIRA BARRETO DE CHAVES para
exercer a função gratificada de Diretor do CMEI Marlene Orlande
Simonetti, FG-T, em substituição ao seu titular Tereza Regina Costa
Brandão, a contar de 26.10.10.

As publicações acima obedecem ao disposto no Art. 52 da Lei Orgânica


do Município de Vitória.