Você está na página 1de 21

Educação em

Saúde

Definição

Processo educativo de construção de


conhecimentos em saúde que visa à apropriação
temática pela população.
O objetivo de educar acerca da saúde é empoderar indivíduos,
famílias ou comunidades a alcançar níveis ótimos de saúde.

Um dos papéis mais importantes para o enfermeiro em


qualquer setor de saúde.

Os enfermeiros proporcionam aos clientes informações


necessárias para o AUTOCUIDADO.

Características da Educação em Saúde


• Facilitar ações para promover a conscientização de modo
espontâneo ao indivíduo ou a população, de forma sistemática
I sobre cuidados à saúde.

• As ações devem ser planejadas ( não acontecem por acaso).


II

• Para isso acontecer é necessário investimento através de


III profissionais qualificados para o sucesso das ações educativas.
A educação em saúde envolve:

Múltiplos
Intervenções
determinantes do INTERAÇÃO educativas
comportamento

Múltiplas experiências de
aprendizagem

ATORES PRIORITÁRIOS

Profissionais de
saúde

Gestores População
Aspectos que devem ser considerados:

Conhecimentos,
atitudes, habilidades Crenças em saúde; Oportunidades de
e práticas da aprendizagem;
população – alvo;

Comunicação competente
(clareza da linguagem
Possibilidade de diálogo,
empregada, informações
confronto e reciprocidade.
adequadas do ponto de vista
técnico e científico);

Ensino Aprendizado

- Processo interativo que promove


aprendizado. - Propósito da aquisição de
novos conhecimentos,
- Conjunto de ações conscientes e atitudes, comportamentos e
deliberadas que ajudam os habilidades.
indivíduos a ganhar novos
conhecimentos,

- MUDAR ATITUDES, adotar novos


comportamentos ou realizar novas
habilidades.
CONTÍNUO

SISTEMÁTICO PERMANENTE

Educação em Saúde

PRÁTICAS
PEDAGÓGICAS/ PRÁTICAS
SOCIAIS
EDUCATIVAS OBJETIVO DE MUDANÇA
TRANSFORMAÇÃO

 Todo cuidado de enfermagem → direcionado no sentido de


promover, manter e restaurar a saúde; evitar a doença; e ajudar
as pessoas a se adaptarem aos efeitos residuais da doença.

 Enfermeiros possuem a responsabilidade ética de ensinar seus


clientes e de abordar a informação de que seus clientes e
familiares precisam.

 A meta da educação em saúde é ensinar as pessoas a viver a


vida com saúde máxima → empenhar-se no sentido de atingir
seu potencial de saúde máximo.
Modalidades de educação no trabalho
em saúde

EDUCAÇÃO EDUCAÇÃO
CONTINUADA PERMANENTE

Estratégia descontínua de
capacitação com rupturas no
tempo: são cursos periódicos sem
sequencia constante.

Educação Possui duração definida e utiliza


metodologia tradicional.
Continuada

Representa uma continuidade do


modelo escolar ou acadêmico
(atualização do conhecimento).
Deve ser concebido
dentro das premissas
básicas de ser um
O MS → Portaria processo
GM/MS nº 1.996, de
20 de agosto de 2007 constante de
promoção e
Educação desenvolvimento
integral
Permanente
e problemas de seu
Contextualizado na
processo de trabalho,
equipe, centrando-se de modo crítico e
nas circunstâncias
criativo.
Obrigada!

Educação em Saúde
(Questões)
1. (Prefeitura de Fortaleza-CE/IMPARH/2014) A educação em saúde é uma
das mais importantes estratégias para a promoção da saúde nos diferentes
cenários da Estratégia de Saúde da Família. Sobre o processo educativo,
assinale a alternativa CORRETA:
a) No processo educativo o uso de metodologias similares pode ser
empregado para diferentes grupos etários sem restrições.
b) A educação em saúde permite ao usuário do serviço de saúde participar
com mais autonomia das decisões relativas à sua saúde.
c) Dentre as atividades educativas o processo realizado em grupos não
alcança resultados tão favoráveis quanto o individual.
d) O grupo desenvolve uma relação vertical entre os participantes e opera a
integração do conhecimento intelectual com a vivência dos profissionais.

2. (Pref. Água Doce-SC/UNOESC/2015) O Enfermeiro, em sua prática diária,


realiza educação em saúde de diversas formas. Sobre esse conceito, assinale a
alternativa INCORRETA:
a) A falta ou o desconhecimento de uma metodologia adequada dificulta o
pleno desenvolvimento da atividade educativa.
b) A prática educativa compreende: os sujeitos (quem aprende e quem
ensina), o objeto (os conteúdos que são ensinados e aprendidos), os objetivos
e os métodos.
c) O papel educativo em saúde é função exclusiva do enfermeiro.
d) Educação em saúde é o que se deve saber para conquistar melhores
condições de vida e de trabalho, promovendo a tomada de decisão por meio
da reflexão crítica.
3. (Pref. Água Doce/SC/UNOESC/2015) Ainda sobre educação em saúde,
essa prática deve ser utilizada para orientar as pessoas a:

a) promover a saúde e prevenir doenças.

b) restaurar a saúde.

c) evitar riscos à saúde.

d) Todas as alternativas estão corretas.

4. (UPE/2016) De acordo com a Portaria GM/MS, Nº 1.996, de 20 de agosto


de 2007, a qual dispõe sobre as diretrizes para a implementação da Política
Nacional de Educação Permanente em Saúde, é CORRETO afirmar que a
condução regional da Política Nacional de Educação Permanente em Saúde
se dará por meio das(dos)

a) Comissões Intergestores Regional com a participação das Comissões


Permanentes de Integração Ensino-Serviço (CIES).

b) Comissões Intergestores Regional com a participação das Comissões


Intergestores Bipartites (CIBS).

c) Colegiados de Gestão Regional com a participação das Comissões


Permanentes de Integração Ensino-Serviço (CIES).
4. (UPE/2016)

d) Comissões Permanentes de Integração Ensino-Serviço (CIES)


exclusivamente.

e) Colegiados de Gestão Regional exclusivamente.

5. (IF Farroupilha/IF Farroupilha/2014) O Ministério da Saúde, por meio da


Portaria GM/MS nº 1.996, de 20 de agosto de 2007, define que “a Política
Nacional de Educação Permanente em Saúde deve considerar as
especificidades regionais, a superação das desigualdades regionais, as
necessidades de formação e desenvolvimento para o trabalho em saúde e a
capacidade já instalada de oferta institucional de ações formais de educação
na saúde.” Analise as alternativas e assinale a que revela o novo enfoque na
Educação Permanente.

a) A Educação Permanente deve incorporar o ensino e o aprendizado à vida


cotidiana das organizações e às práticas sociais e laborais, no contexto real em
que ocorrem.
5. (IF Farroupilha/IF Farroupilha/2014)

b) A Educação Permanente deve modificar substancialmente as estratégias


educativas, a partir da teoria como fonte de conhecimento e de problemas,
definindo o próprio fazer.

c) Deve colocar as pessoas como construtores do conhecimento e de


alternativas de ação e como recursos humanos passivos da prática, ao invés
de atores. atores reflexivos
receptores

5. (IF Farroupilha/IF Farroupilha/2014)

d) Deve abordar a equipe e o grupo como estrutura de interação,


proporcionando a fragmentação disciplinar.
evitando ampliar

e) A Educação Permanente deve restringir os espaços educativos fora da aula


(na comunidade, em clubes e associações, em ações comunitárias) e ampliá-los
dentro das organizações.
6. (Pref. Nova Lima - MG/FUNDEP/2010) Os serviços de enfermagem, parte
integrante das organizações de saúde, vêm percebendo a necessidade de
promover capacitações/oportunidades de ensino aprendizagem para o seu
pessoal com vistas à melhoria da prática da enfermagem (BESSIE e
MARQUIS, 2005). No que diz respeito à Educação Continuada, analise as
afirmativas abaixo e assinale com V as verdadeiras e com F as falsas.

( ) Para garantir o desenvolvimento do pessoal de enfermagem, o serviço


de enfermagem deve ter um setor ou serviço que agrupe, organize e
coordene as atividades educacionais.

( ) Cabe ao setor responsável pelas atividades educacionais definir,


organizar, articular e programar essas atividades, divulgando-as,
posteriormente, nos demais setores de enfermagem.

6. (Pref. Nova Lima - MG/FUNDEP/2010)

( ) A Educação Continuada, na estrutura administrativa de uma instituição


de saúde, poderá estar subordinada à área de recursos humanos, à chefia de
enfermagem ou estar dentro de uma estrutura matricial.

( ) A enfermeira que atua na Educação Continuada, além da formação


profissional, deve ter ainda o preparo para conduzir o processo ensino
aprendizagem.
6. (Pref. Nova Lima - MG/FUNDEP/2010) Assinale a alternativa que
apresenta a sequência de letras CORRETA.

a) (V) (F) (V) (F)

b) (V) (V) (F) (F)

c) (F) (V) (F) (V)

d) (V) (F) (V) (V)

7. (Residência Multiprofissional de Enfermagem/NUCEPE – UESPI/2014)


Analise as assertivas abaixo a respeito da Educação Popular em Saúde:
I. Busca empreender uma relação de troca de saberes entre o saber popular e
o científico, em que ambos têm a se enriquecer reciprocamente.
II. Tem como balizador ético-político os interesses das classes populares,
considerando os movimentos sociais locais como seus interlocutores
preferenciais.
III. Prioriza promover processo educativo com a população, com vistas a
fortalecer a relação vertical entre profissional e usuário.
IV. Tem como eixos agregadores, a concepção de educação popular de Paulo
Freire e a orientação por modos alternativos e diferenciados de lutar pelas
transformações das relações de subordinação e opressão, em favor da
autonomia.
7. (Residência Multiprofissional de Enfermagem/NUCEPE – UESPI/2014)

Assinale a alternativa correta.

a) Somente I está correta.

b) Somente I, II e III estão corretas.

c) Somente I, II e IV estão corretas.

d) Somente II, III e IV estão corretas.

e) I, II, III e IV estão corretas.

8. (Residência Multiprofissional em Área de Saúde/UESPI/2014) Sobre as


práticas de Educação Popular em Saúde, é correto afirmar que:

a) Seu desenvolvimento nos territórios de saúde da família é competência


restrita dos agentes comunitários de saúde.

b) Contribuem para o fortalecimento da cultura biologicista dos


profissionais de saúde.

c) Contribuem para a construção de cenários nos quais os movimentos


políticos partidários municipais possam se fazer presentes, apresentando
novas temáticas e desejos.
8. (Residência Multiprofissional em Área de Saúde/UESPI/2014)

d) Impulsionam a prática da gestão estratégica, através da centralização do


poder nos processos de enfrentamento aos determinantes e condicionantes
da saúde.

e) Impulsionam movimentos voltados para a promoção da participação


social no processo de formulação e gestão das políticas públicas de saúde.

9. (Residência Multiprofissional em Área de Saúde/UESPI/2014) O Plano


Estadual de Educação Permanente em Saúde deverá:

a) Ser elaborado de acordo com o Anexo II da Portaria nº 1.996/2/GM/MS, de 2007,


observando as necessidades de formação identificadas a partir das demandas
prioritárias das Regiões de Saúde, com ênfase nas Redes Temáticas de Atenção à
Saúde – Rede Cegonha; Rede de Atenção as Urgências; Rede de Atenção
Psicossocial, cuidados aos usuários de álcool, crack e outras drogas; Programa de
prevenção e qualificação do diagnóstico e tratamento do câncer de colo de útero e
da mama e outros;

b) Ser elaborado considerando o diagnóstico epidemiológico do Estado, a coerência


entre as ações e estratégias propostas e os Programas Prioritários do Ministério da
Saúde na área de gestão do trabalho e da educação na saúde: Profaps, Pró-Saúde,
PET-Saúde, Telessaúde, Pró-residências, UNA-SUS, Progesus, dentre outras ações.
9. (Residência Multiprofissional em Área de Saúde/UESPI/2014)

c) Priorizar conteúdos e cenários de práticas profissionais relativas à


implementação das políticas estruturantes do SUS e contemplar, no que se
refere a Educação Profissional Técnica de Nível Médio, ações de capacitação,
aperfeiçoamento e especializações dos trabalhadores de nível fundamental e
médio, observando as áreas prioritárias do Profaps: Radiologia; Citopatologia;
Hemoterapia; Manutenção de Equipamentos; Saúde Bucal; Prótese Dentária;
Vigilância em Saúde; Enfermagem; Saúde do Idoso para as equipes da
Estratégia Saúde da Família e equipes de enfermagem das instituições de
longa permanência; Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate
as Endemias.

9. (Residência Multiprofissional em Área de Saúde/UESPI/2014)

d) Contemplar, no que se refere a Educação Profissional Técnica de Nível


Médio, ações de capacitação, aperfeiçoamento e especializações dos
trabalhadores de nível fundamental e médio, observando as áreas prioritárias
do Profaps: Radiologia; Citopatologia; Hemoterapia; Manutenção de
Equipamentos; Saúde Bucal; Prótese Dentária; Vigilância em Saúde;
Enfermagem; Saúde do Idoso para as equipes da Estratégia Saúde da Família
e equipes de enfermagem das instituições de longa permanência; Agentes
Comunitários de Saúde e Agentes de Combate as Endemias.

e) Todas as alternativas estão corretas.


10. (SESC-BA/FUNCAB/2012) Nos projetos de Educação em Saúde,
intervenções orientadas a evitar o surgimento de doenças específicas,
reduzindo sua incidência e prevalência nas populações, é denominada de:

a) saúde complementar.

b) promoção da saúde.

c) prevenção da saúde.

d) saúde mental.

e) recuperação da saúde.

11. (Residência em Saúde da Família/FACIME-UEPI/2008) Na prática da


promoção de saúde, faz-se necessária a Educação em Saúde Pública. Assinale
a alternativa CORRETA quanto ao conceito de Educação em Saúde Pública.

a) A essência da Educação em Saúde é poder oferecer informações


suficientes e de qualidade à população com o objetivo de mudar hábitos,
costumes prejudiciais à saúde, por condutas individuais e coletivas, favoráveis
à profilaxia ou prevenção de doenças transmissíveis e crônicas, acidentes e
outros.

b) A educação em saúde, sendo um componente importante, da promoção e


da prevenção primária, não deverá realizar-se em todo momento do processo
saúde-doença.
11. (Residência em Saúde da Família/FACIME-UEPI/2008)

c) A educação em saúde, visa promover o diagnóstico precoce das doenças,


ainda sem manifestação clínica, para que possa propiciar cura de uma
determinada enfermidade.

d) A educação em saúde, visa garantir a atenção médica periódica e


sistemática à população assistida.

e) A educação em saúde se sustenta, na estimulação da busca de soluções


comunitárias para os problemas de saúde do meio.

12. (Residência Multiprofissional em Saúde da Família/FACIME-UEPI/2008)


A Educação Permanente em Saúde tem como objetivo, EXCETO:

a) articulação entre os diversos setores que podem contribuir para as práticas


em saúde;

b) consideração das práticas inovadoras em saúde, partindo-se das


necessidades dos serviços;

c) formar profissionais que detenham monopólio de um campo de saber


específico;

d) incentivar espaços de construção coletiva do saber em saúde;

e) formar profissionais que tenham compromisso com um objeto e com a sua


transformação.
13. (Residência Multiprofissional em Saúde/CEV-UFMT/2010) A Política
Nacional de Educação Permanente em Saúde (PNEPS), criada pela Portaria
GM/MS n.º 198/2004 e expandida pela Portaria GM/MS n.º 1996/2007,
agrega em seu bojo um conjunto de propósitos, princípios e finalidades. Com
base nesses elementos, assinale a afirmativa correta.

a) Propõe transformações das práticas profissionais com ênfase exclusiva na


dimensão técnica. Transformação das práticas profissionais
e da própria organização do trabalho.

b) Constitui uma proposta que prioriza o trabalho articulado entre o sistema


de saúde, em suas esferas de gestão, e as instituições formadoras, com vista à
identificação de problemas cotidianos e à construção de soluções.

c) Destina-se a públicos multiprofissionais, focada restritamente nos


trabalhadores que lidam de forma direta com os processos interventivos em
saúde.

13. (Residência Multiprofissional em Saúde/CEV-UFMT/2010)

d) Seus propósitos, princípios e finalidades são idênticos aos da Educação


Continuada, uma vez que se pautam em compromissos entre os
trabalhadores, gestores, instituições de ensino e usuários para o
desenvolvimento institucional e individual.
Gabarito
1-B 8-E
2-C 9-E
3-D 10 - C
4-C 11 - A
5-A 12 - C
6-D 13 - B
7-C