Você está na página 1de 38

BUSINESS PLAN

GUIA DE ELABORAÇÃO DO PLANO DE NEGÓCIO


DISCIPLINA:
EMPREENDEDORISMO E DESENVOLVIMENTO DE NOVOS NEGÓCIOS

UBERABA-MG
2018
UNIVERSIDADE DE UBERABA
EMPREENDEDORISMO E DESENVOLVIMENTO DE NOVOS NEGÓCIOS

Sumário

Empreendedorismo e Criação de Novos Negócios .............................................................. 3

1.1 – Proposta da Disciplina .................................................................................................. 3


1.2 – Formação das equipes .................................................................................................. 3
1.3 – Retirada de um ou mais membros da Equipe: demissão. ........................................... 3
1.4 - Distribuição de Pontos................................................................................................... 4
1.5 – Critérios de Avaliação ................................................................................................... 5
1.6 – Plágio Acadêmico .......................................................................................................... 5
1.7 – Cronograma de Atividades ........................................................................................... 6

III - Plano de Negócios – Guia de Elaboração .................................................................... 10

3.1 – Análise de Oportunidade: formatação e estrutura ................................................... 10


3.2 – Etapa I: Produtos & Serviços ...................................................................................... 11
3.2.1 – Produtos e Serviços: estrutura ................................................................................ 12

3.3 – Etapa II: Plano Operacional, Análise de Mercado e Visita Técnica ........................... 12
3.3.1 – Visita Técnica............................................................................................................ 12
3.3.2 – Plano Operacional: estrutura .................................................................................. 14
3.3.3 – Análise Mercadológica............................................................................................. 15
3.3.3.1 - Dicas de Sites para pesquisa de mercado ............................................................. 15
3.3.3.1.1 – Fontes de informações para quantificação do público-alvo ............................ 15
3.3.3.1.2 – Fontes de informações para quantificação do potencial de consumo –
Pessoas Físicas e Jurídicas ................................................................................................... 17
3.3.3.2 – Análise de Mercado: estrutura............................................................................. 18

3.4 – Etapa III: Planejamento Financeiro ............................................................................ 22

3.5 – Etapa IV – A Empresa / Os Empreendedores ............................................................. 32

3.6 – Etapa V – Planejamento Estratégico e Planejamento de Marketing ........................ 35


3.6.1 – Planejamento Estratégico - Estrutura ..................................................................... 35
3.6.2 – Estratégia de Marketing - Estrutura ........................................................................ 36

3.7 – Etapa VII – Sumário Executivo .................................................................................... 37


3.7.1 – Sumário Executivo - Estrutura ................................................................................. 38
UNIVERSIDADE DE UBERABA
EMPREENDEDORISMO E DESENVOLVIMENTO DE NOVOS NEGÓCIOS

Empreendedorismo e Criação de Novos Negócios

1º SEMESTRE DE 2018

1.1 – Proposta da Disciplina

 O objetivo da disciplina Empreendedorismo e Criação de Novos Negócios é transmitir


conhecimento científico e acadêmico para elaboração de Plano de Negócios.
 O aluno deverá desenvolver um Plano de Negócios de um produto com
características inovadoras, podendo ser inédito ou não. Entende-se por
características inovadoras um produto que tenha diferenciais que possam atender
uma necessidade de mercado, que seja desejado pelo mercado e que seja factível, ou
seja, tenha viabilidade técnica para ser produzido e ofertado ao mercado.
 O Plano de Negócios será o instrumento avaliativo da disciplina.

1.2 – Formação das equipes

 O Plano de Negócio poderá ser elaborado individualmente ou em grupo de, no


máximo, 4 (quatro) componentes.
 Cada equipe deverá ter um líder que terá a função de coordenar os trabalhos e
reportar diretamente ao professor para sanar dúvidas ou obter explicações mais
detalhadas a respeito do trabalho.

1.3 – Retirada de um ou mais membros da Equipe: demissão.

 Aquele aluno que não corresponder às expectativas da equipe poderá ser “demitido”
pelo grupo, ou seja, retirado da equipe.
 O comunicado da retirado do membro deverá ser registrado para o professor através
da Central de Mensagens.
 O aluno “demitido” pela equipe deverá adotar os seguintes procedimentos:
o Elaborar um Plano de Negócio individual, não podendo ingressar em outra
equipe;
o A nota já conquistada permanecerá atribuída a esse aluno;
UNIVERSIDADE DE UBERABA
EMPREENDEDORISMO E DESENVOLVIMENTO DE NOVOS NEGÓCIOS

o O aluno terá 15 (quinze) dias, a contar da data do comunicado da equipe de


seu desligamento, para desenvolver as etapas do Plano de Negócios que já
foram entregues conforme cronograma.
o Vale lembrar que essas etapas serão avaliadas na “Entrega do Trabalho” e são
sine qua non para aceitação do mesmo e, possível aprovação na disciplina.

1.4 - Distribuição de Pontos

Observação: A entrega final do trabalho (via impressa encadernada com espiral e digital
através de arquivo que deverá ser enviado através do Diário de Bordo [versão em Word e
PDF]), devidamente formatado, para que o aluno seja aprovado na disciplina.
UNIVERSIDADE DE UBERABA
EMPREENDEDORISMO E DESENVOLVIMENTO DE NOVOS NEGÓCIOS

1.5 – Critérios de Avaliação

 Cada etapa do trabalho será avaliada conforme os itens solicitados do presente


roteiro de elaboração do Plano de Negócio.
 Serão descontados 5% (cinco %) para cada dia de atraso na entrega das Etapas
propostas.
 O aluno poderá tirar uma nota igual a 0 (zero) caso tenha um atraso igual ao
superior a 20 (vinte) dias na entrega do material desenvolvido para cada uma das
etapas propostas.
 Entende-se por nota líquida os pontos atribuídos a cada Etapa menos os
descontos relativos a atraso de entrega.

1.6 – Plágio Acadêmico

 Em caso de plágio acadêmico será atribuída nota igual a 0 (zero) à Etapa que será
avaliada. Caso persista o plágio acadêmico será atribuído ao trabalho nota igual a
0 (zero). De acordo com a Comissão de Avaliação de Casos de Autoria – Instituto
de Arte e Comunicação Social (IACS) da Universidade Federal Fluminense “o
plágio acadêmico se configura quando um aluno retira, seja de livro ou da
Internet, ideias, conceitos ou frases de outro autor (que as formulou e as
publicou), sem lhe dar o devido crédito, sem citá-lo como fonte de pesquisa” e,
ainda, segundo Prof. Lécio Ramos (Garschagen apud Cartilha sobre Plágio
Acadêmico) podem ser listados 3 tipos de plágio acadêmico: Integral (cópia literal
de um texto sem citar a fonte), Parcial (quanto o trabalho é formado por cópias
de parágrafos e frases de diferentes autores sem mencionar suas obras,
conhecido pejorativamente no meio acadêmico como “colcha de retalho”) e
Conceitual (utilização da ideia do autor escrevendo de outra forma, porém,
novamente, sem citar a fonte original).

_______________________________________
UNIVERSIDADE DE UBERABA
EMPREENDEDORISMO E DESENVOLVIMENTO DE NOVOS NEGÓCIOS

1.7 – Cronograma de Atividades

OBS: Será disponibilizado, em material separado.


UNIVERSIDADE DE UBERABA
EMPREENDEDORISMO E DESENVOLVIMENTO DE NOVOS NEGÓCIOS

II - ESTRUTURA DO PLANO DE NEGÓCIO


Sequência que o Plano de Negócio deverá ser organizado para entrega/apresentado:

Sequência que o Plano de Negócio deverá ser organizado e apresentado.


1 – Capa

2 – Índice (Sumário)

3 – Sumário Executivo
3.1 – Enunciado do Projeto
3.2 – Os produtos / serviços
3.3 – O mercado potencial – A oportunidade
3.4 – Elementos de diferenciação
3.5 – Previsão de Vendas
3.6 – Quadro de Investimento (INVESTIMENTO TOTAL NO PROJETO)
3.8 – Capital (% Próprio e O % de Terceiros)

4 – A Empresa
4.1 – Ficha de identificação
4.2 – Breve Histórico
4.3 – Conceitos Estratégicos (Visão, Missão, Negócio e/ou Serviços e Valores)
4.4 – Políticas (Qualidade, Ambientais e Sociais)

5 – Os Empreendedores
5.1 – Dados Pessoais
5.2 – Perfil e qualificações
5.3 – Experiências profissionais

6 - Produtos e Serviços
6.1 – Objetivo
6.1.1 – Objetivo do produto / serviço
6.1.2 – Benefícios ao cliente
6.1.3 – Solucionar Problema / Oportunidade Identificada
6.1.4 – Classificação: bem de luxo ou bem necessário
6.2 – Descrição
6.2.1 – Breve descrição
6.2.2 – Características únicas (custos, design, capacidades, dentre outras)
6.3 – Estágio de Desenvolvimento
6.3.1 – História do desenvolvimento do produto / serviço
6.3.2 – Estágio de desenvolvimento (modelo, protótipo, desenho industrial, dentre
outros).
6.3.3 – Matriz BCG (Fase do ciclo de vida)
UNIVERSIDADE DE UBERABA
EMPREENDEDORISMO E DESENVOLVIMENTO DE NOVOS NEGÓCIOS

6.4 – Limitações do Produto e serviço (perecimento, vida de prateleira limitada, necessidade


de instalações, restrições legais, disponibilidade da equipe ou outras limitações relevantes). (
SE APLICADO)
6.5 – Tecnologia e Método
6.6 – Insumos necessários
6.6.1 – Relação de insumos
6.6.2 – Principais fornecedores (LISTAR 03 FORNECEDORES)
6.6.3 – Fornecedores reservas (LISTAR 02 FORNECEDORES)

7 – Plano Operacional
7.1 – Infraestrutura física
7.2 – Máquinas e Equipamentos
7.3 – Fornecedor (Equipamentos)
7.4 – Dimensionamento (capacidade de produção)
7.5 - Recursos Humanos
7.5.1 – Organograma Funcional
7.5.2 – Políticas de RH

8 - Análise de Mercado
8.1 – Análise setorial/tendências
8.2 – Competidores
8.3 – Vantagens Competitivas
8.4 – Mercado-alvo
8.5 – Potencial de Mercado

9 - Estratégias de Marketing
9.1 – Marketing Mix – 4 P’s (Produto, Preço, Praça e Promoção)
9.2 – Percepção
9.3 – Estratégia de Venda
9.4 – Projeção de Vendas
9.5 – Alianças Estratégicas

10 – Análise Estratégica
10.1 – Análise FOFA
10.2 – Metas e Objetivos (Geral e Específicos)

11 – Plano Financeiro
11.1 – Composição dos Principais Investimentos (Investimentos necessário para
estruturar a empresa)
11.2 – Fontes de recursos financeiros (No Capital de terceiro informar o CET – CUSTO
EFETIVO TOTAL) da operação. (Simular no site do banco que você escolher)
11.3 – Projeções (Simulação de um horizonte de acordo com o PAYBACK )
11.3.1 – DRE
11.3.2 - Fluxo de Caixa Livre (Free Cash Flow – FCF)
UNIVERSIDADE DE UBERABA
EMPREENDEDORISMO E DESENVOLVIMENTO DE NOVOS NEGÓCIOS

11.4 – PE - Ponto de Equilíbrio


11.5 – Payback (simples)
11.6 - TIR

12 – Anexos (opcional).
PÁGINA 10 DE 38
UNIVERSIDADE DE UBERABA
EMPREENDEDORISMO E DESENVOLVIMENTO DE NOVOS NEGÓCIOS

III - Plano de Negócios – Guia de Elaboração

3.1 – Análise de Oportunidade: formatação e estrutura1

"Se vós estiverdes em mim e as minhas palavras em vós,


pedireis tudo o que quiserdes, e vos será feito”. (João 15.7)

Formatação:

 Apresentado em língua portuguesa


 Com (até) 2 (duas) páginas
 Espaço entre linhas 1,5
 Fonte Arial em tamanho 12.
 O Resumo de Oportunidade deverá ser dividido em 4 (quatro) subtítulos
(oportunidade, mercado, inovação e viabilidade) e para cada um dos subtítulos você
deverá escrever a pergunta e, logo em seguida, escrever sua resposta para o
questionamento do “mercado”.

Estrutura:

Título do documento: Resumo da Oportunidade Empreendedora

 Nome Completo dos Membros da Equipe:


 Nome do Resumo da Oportunidade:
 Nome do Professor-Orientador: Esp. Adm. Stwe Marllon Tavares Cânfora

 Oportunidade
 Contextualize sua ideia. Qual o problema ou necessidade a que ela se dirige?
 Descreva seu produto ou serviço.
 Como seu negócio pode resolver o problema ou necessidade identificada?

 Mercado
 Quem é o seu cliente?
 Quais seriam seus principais concorrentes? Como eles atuam hoje no
mercado?
 Como você pretende vender e produzir seus produtos e serviços?

1
Adaptado do modelo utilizado no concurso cultural Prêmio Santander de Empreendedorismo.

O presente material foi baseado e/ou extraído e/ou adaptado dos livros indicados nas bibliografias e na experiência profissio nal do Prof. MSc.
Econ. Cássio Silveira da Silva., com a prévia autorização ao prof. Stwe Marllon Tavares Cânfora, para uso na disciplina correspondente.
PÁGINA 11 DE 38
UNIVERSIDADE DE UBERABA
EMPREENDEDORISMO E DESENVOLVIMENTO DE NOVOS NEGÓCIOS

 Qual é a demanda e o potencial de mercado, em R$?

 Inovação
 Seu produto ou serviço já existe no mercado?
 Qual o diferencial do seu produto ou serviço?

 Viabilidade
 Quais os investimentos necessários?
 Em quanto tempo a oportunidade é viável?

Recomendação de Leitura:

 DOLABELA, Fernando. O segredo de Luísa. Rio de Janeiro: Sextante, 2008.


 Plano de negócio da empresa GMA (Apêndice 1)

3.2 – Etapa I: Produtos & Serviços

“Os lucros direcionam os negócios para atividades que incrementam a riqueza”


Franklin Roosevelt (19/10/32)

Instruções:

1. Estudar os seguintes capítulos:


 II – O processo Empreendedor
 III – Identificando Oportunidades
 V – O Plano de Negócio
 VI – Criando um Plano de Negócio – Item 6.5 – Produtos e Serviços
 VIII – Buscando assessoria para o negócio.
2. Bibliografia:
 DORNELAS, José Carlos Assis. Empreendedorismo: transformando idéias em
negócios. Rio de Janeiro: Elsevier, 2001.
 ROSA, Cláudio Afrânio. Como elaborar um plano de negócio. Belo Horizonte:
SEBRAE/MG, 2004.
3. Forma de Entrega:
 Uma via impressa em papel A4, fonte Arial, tamanho 12.
PÁGINA 12 DE 38
UNIVERSIDADE DE UBERABA
EMPREENDEDORISMO E DESENVOLVIMENTO DE NOVOS NEGÓCIOS

3.2.1 – Produtos e Serviços: estrutura

Atenção: Definir um mix de, no mínimo, três produtos (dois produtos além do “carro
chefe” porém as informações seguiram apenas no produto principal.

Produtos & Serviços

 Descrição
o Características
o Benefícios
 Tecnologia e Métodos
 Insumos necessários
 Fornecedores

3.3 – Etapa II: Plano Operacional, Análise de Mercado e Visita Técnica

"Os justos clamam, e o SENHOR os ouve, e os livra de todas as suas angústias”.


Salmo 34:17
1. Estudar os seguintes capítulos:
 VI – Criando um Plano de Negócio – Item 6.4 – Descrição da Empresa
 VI – Criando um Plano de Negócio – Item 6.6 – Mercado e Competidores
2. Bibliografia:
 DORNELAS, José Carlos Assis. Empreendedorismo: transformando idéias em
negócios. Rio de Janeiro: Elsevier, 2001.
 ROSA, Cláudio Afrânio. Como elaborar um plano de negócio. Belo Horizonte:
SEBRAE/MG, 2004.
3. Forma de Entrega:
 Uma via impressa em papel A4, fonte Arial, tamanho 12.

3.3.1 – Visita Técnica ( Agrega valor – OPICIONAL);

O que eu ouço, eu esqueço. O que eu vejo, eu lembro. O que eu faço, eu entendo.


Confúcio

Você deverá realizar visita técnica em uma Empresa do mesmo ramo de atividade de seu
projeto. O objetivo principal da visita técnica é realizar um benchmark e compreender
melhor o processo produtivo e a necessidade de dimensionamento da capacidade produtiva.

Essa atividade deverá ser entregue ao professor em forma de relatório e, posteriormente o


relatório fará parte do Plano de Negócio e ficará na sessão Anexo.

Estrutura do Relatório de Visita Técnica


PÁGINA 13 DE 38
UNIVERSIDADE DE UBERABA
EMPREENDEDORISMO E DESENVOLVIMENTO DE NOVOS NEGÓCIOS

Registro Fotográfico: todos os membros do grupo devem ser fotografados em local onde
possibilite a identificação da empresa. Há necessidade de participação na foto de um
funcionário da empresa devidamente identificado com uniforme e ou crachá.

Estrutura do Relatório:

a) Capa
a. Nome da Universidade
b. Nome do Curso
c. Nome da Disciplina
d. Nome do professor responsável.
e. Nome dos membros da equipe.
f. Cidade e Ano.
b) Informações Gerais
a. Local da Visita Técnica
i. Nome da Empresa visitada (Razão Social e Nome Fantasia)
ii. Data da Visita
iii. Duração da Visita.
b. Profissional Responsável
i. Nome do profissional que acompanhou os alunos na visita.
ii. Formação acadêmica
c. Objetivos Didáticos da Visita Técnica
i. Relatar os objetivos da realização da visita.
c) Desenvolvimento
a. Relatar de forma objetiva todos os departamentos visitados, equipamentos e
processos demonstrados pela empresa e demais informações relevantes para o
seu trabalho e para o seu crescimento profissional.
b. Avaliação da visita técnica
c. Contribuições para a formação profissional e para elaboração do Plano de
Negócio
d. Observações Complementares.
d) Anexos:
a. Registro Fotográfico
i. Exemplo: recepção dos alunos, planta industrial com os membros da
equipe no fundo, técnicos da empresa, processo produtivo (se possível),
dentre outras imagens permitidas pela empresa.
PÁGINA 14 DE 38
UNIVERSIDADE DE UBERABA
EMPREENDEDORISMO E DESENVOLVIMENTO DE NOVOS NEGÓCIOS

3.3.2 – Plano Operacional: estrutura

“O que lavrar a sua terra virá a fartar-se de pão,


mas o que segue a ociosos se fartará de pobreza”.
Plano Operacional

 Infra-estrutura
o Detalhamento da infra-estrutura necessária.
 Quais são os planos para instalações (fabricação, escritório, varejo)?
 Incluir instalações de fabricação, capacidade instalada de
produção e capital futuro exigido para a construção de
instalações.
o Planta Baixa

 Máquinas e Equipamentos
o Relação de Máquinas e Equipamentos
o Relação de fornecedores de máquinas e equipamentos.

 Detalhamento do processo de produção.


o Esquema do Processo Produtivo

 Dimensionamento

o Capacidade de produção

 Subcontratação:
PÁGINA 15 DE 38
UNIVERSIDADE DE UBERABA
EMPREENDEDORISMO E DESENVOLVIMENTO DE NOVOS NEGÓCIOS

o Quanto será produzido internamente e quanto da produção será


subcontratada?
o Quais são os custos e os serviços envolvidos na subcontratação?
o Quem são os subcontratantes, quais são seus custos, quem fornece os
serviços?

 Recursos Humanos
o Descrição de quantidade de funcionários distribuidos por cargos.
o Descrever as funções que serão atribuidas para cada cargo.
o Descrever as exigências para ocupação do cargo.
o Organograma Funcional
o Política de RH

3.3.3 – Análise Mercadológica

"Honra ao SENHOR com os teus bens e com as primícias de toda a tua renda;
e se encherão fartamente os teus celeiros, e transbordarão de vinho os teus
lagares."
Provérbios 3:9-10

3.3.3.1 - Dicas de Sites para pesquisa de mercado

3.3.3.1.1 – Fontes de informações para quantificação do público-alvo2

 Dados demográficos sobre população em geral

 Fonte: www.ibge.gov.br
 Nível de detalhe: Municipal
 Dados encontrados:
 Lista de municípios por Estado
 Habitantes por faixa etária e sexo
 Nº de casamentos
 Nº de separações
 Nº de domicílios
 Nº de eleitores.
 Nº de migrantes.

 Dados sobre empresas

 Fonte: www.seade.gov.br
 Nível de detalhe: Municipal
 Dados encontrados:

2
Adaptado de: Ashoka Empreendedores Sócias e McKinsey & Company, Inc. Empreendimentos sociais sustentáveis: como
elaborar planos de negócio para organizações sociais. São Paulo: Peirópolis, 2001.
PÁGINA 16 DE 38
UNIVERSIDADE DE UBERABA
EMPREENDEDORISMO E DESENVOLVIMENTO DE NOVOS NEGÓCIOS

 Nº de empresas.
 Arrecadação
 Investimentos em São Paulo.

 Fonte: www.dieese.org.br
 Nível de detalhe: Estadual
 Dados encontrados:
 Pesquisa de emprego e desemprego
 Estatística de preço de cesta básica e análises.
 Estatísticas de ICV (Índice de Custo de Vida) e análise (restrito a São Paulo).

 Fonte: www.bndes.gov.br
 Nível de detalhe: Geral
 Dados encontrados:
 Estudos sobre responsabilidade social.
 Relatórios Setoriais
 Estudos sobre a economia brasileira

 Fonte: www.sebraesp.com.br
 Nível de detalhe: Geral
 Dados encontrados:
 Estudo e estatística diversas sobre pequenas e médias empresas de São Paulo.

 Fonte: http://www.sebraemg.com.br
 Nível de detalhe: Geral
 Dados encontrados:
 Estudo e estatística diversas sobre pequenas e médias empresas de Minas Gerais.

 Fonte: http://www.institutoassaf.com.br
 Nível de detalhe: Geral
 Dados encontrados:
 Estudo sobre finanças e algumas informações setoriais.

 Dados específicos sobre educação.

 Fonte: www.ibge.gov.br
 Nível de detalhe: Geral
 Dados encontrados:
 Nº de estabelecimentos de ensino por categoria (pré-escola, fundamental e
médio).
 Nº de matrículas em estabelecimento de ensino por categoria.
 Nº de alunos no ensino fundamental e no ensino médio.

 Fonte: www.inep.gov.br
PÁGINA 17 DE 38
UNIVERSIDADE DE UBERABA
EMPREENDEDORISMO E DESENVOLVIMENTO DE NOVOS NEGÓCIOS

 Nível de detalhe: Municipal


 Dados encontrados:
 Censo educacional
 Centro de informações e biblioteca da educação.
 Perfil municipal da educação básica.
 Cadastro das instituições de ensino superior.

 Dados específicos sobre saúde.

 Fonte: www.ibge.gov.br
 Nível de detalhe: Geral
 Dados encontrados:
 Nº de hospitais.
 Nº de leitos.
 Nº de unidades ambulatoriais
 Nº de internações
 Nº de nascimentos
 Nº de óbitos por sexo

 Fonte: www.datasus.gov.br
 Nível de detalhe: Estadual e Municipal
 Dados encontrados:
 Movimento mensal de internações hospitalar e atendimento ambulatorial e
cadastro de hospitais.
 Tabelas de procedimentos médicos.
 Arquivos com os códigos e descrições da classificação estatística internacional de
doenças.
 Arquivos com municípios e unidades territoriais brasileiras.
 Informações sobre mortalidade.
 Arquivos do Sistema de Informações Hospitalares do SUS.
 Arquivos do Sistema de Informações Ambulatoriais do SUS.

3.3.3.1.2 – Fontes de informações para quantificação do potencial de consumo – Pessoas


Físicas e Jurídicas3

 Fonte:
 www.infoinveste.com.br
 www.cvm.com.br
 Nível de detalhe: Geral
 Dados encontrados:
 Consulta de balanços e análises de empresas.

 Fonte: www.ibge.gov.br
3
Adaptado de: Ashoka Empreendedores Sócias e McKinsey & Company, Inc. Empreendimentos sociais sustentáveis: como
elaborar planos de negócio para organizações sociais. São Paulo: Peirópolis, 2001.
PÁGINA 18 DE 38
UNIVERSIDADE DE UBERABA
EMPREENDEDORISMO E DESENVOLVIMENTO DE NOVOS NEGÓCIOS

 Nível de detalhe: Estadual e Municipal


 Dados encontrados:
 Nº de estabelecimentos comerciais por número de empregados (por Estado e
por Município).

 Nível de detalhe: Estadual


 Dados encontrados:
 Nº de empresas por grupos e subgrupos de atividade.
 Nº de pessoal ocupado.
 Gastos das empresas com salários.
 Dados sobre receita.
 Margem de comercialização.
 Estoques.

 Nível de detalhe: Quebra por regiões metropolitanas.


 Dados encontrados:
 NINPC – Consumo das regiões metropolitanas por grupo de consumo
(alimentação, bebidas).
 Censo agropecuário.
 POF (Pesquisa de Orçamentos Familiares) – Rendimento familiar.
 PME (Pesquisa Mensal de Empregados) – População economicamente ativa.

 Nível de detalhe: Geral


 Dados encontrados:
 Domicílios.
 Famílias
 Tamanho médio da família.
 Consumo familiar
 Distribuição da renda.
 Famílias que possuem bens duráveis.
 Despesa mensal familiar.

3.3.3.2 – Análise de Mercado: estrutura.

Análise de Mercado

Análise setorial: (Comportamento do setor econômico que está inserido o negócio).


 Qual o tamanho atual de seu setor para este produto/serviço?
 Qual o tamanho do setor a nível nacional, regional, estadual e local?
 Quantos reais são gastos anualmente e/ou quantas unidades são consumidas
anualmente no setor?
PÁGINA 19 DE 38
UNIVERSIDADE DE UBERABA
EMPREENDEDORISMO E DESENVOLVIMENTO DE NOVOS NEGÓCIOS

 O quanto o setor está crescento, estabilizado ou declinando?


 Quais as tendências no setor?
 Que efeito a tecnologia tem sobre o negócio?
 Como a internet afeta seu setor?
 Quais questões sazonais afetam seu setor?
 Qual o lucro médio para negócios neste setor?
 Em que área do país está localizada a maioria dos negócios em seu setor?

Macroambiente: (Principais aspectos econômicos, legais e culturais que afetam o negócio.


Tendências do Mercado a curto médio e longo prazo).

Mercado-Alvo: (Segmentação de mercado)

 Área Geográfica de atuação da empresa:

 Perfil do Consumidor/Cliente:

o Os principais aspectos para definição do perfil dos consumidores/clientes a


serem considerados são:
 Onde moram:
 Faixa etária:
 Sexo:
 Aspectos culturais:
 Aspectos físicos:
 Aspectos econômicos:

Necessidades do Cliente: (Identificação das principais necessidades do consumidor cliente e


explicar como o produto irá atender essa necessidade.)

Competidores (mercado concorrente)

 Identificação das empresas concorrentes

Nome Pontos Fortes Pontos Fracos

 Vantagens em relação aos concorrentes


PÁGINA 20 DE 38
UNIVERSIDADE DE UBERABA
EMPREENDEDORISMO E DESENVOLVIMENTO DE NOVOS NEGÓCIOS

 Desvantagens em relação aos concorrentes

Mercado Potencial:

 Número de Clientes potenciais na macro região de atuação do empreendimento.


 Nível de Detalhamento:
 Por cidade de atuação.
 Memória de cálculo do número potencial de clientes.
 Citar fontes de pesquisa que justifiquem os cálculos.

Demanda Potencial:

 Quantidade de consumo médio por cliente potencial.


 Frequência de consumo (diário, semanal, mensal, anual).
 Observação:
 Citar fontes de pesquisa que justifiquem os cálculos.

Exemplo de Mercado Potencial e Demanda Potencial

Hipótese:
 Fábrica de calçados feminino.
 Área Geográfica de atuação: Uberaba/MG

 Dados:
o População
 51,03% Mulheres
 48,97% Homens
o Taxa de Fecundidade: 1,94 crianças p/ mulher brasileira
o Taxa de Natalidade: 16 por mil.
o Taxa de Mortalidade: 6 por mil.
o Taxa de Mortalidade Infantil: 22,5% (crianças menores de 1 ano de idade que
morrem por mil habitantes nascidos vivos)
o Esperança de Vida ao nascer: 73,1 anos
o Analfabetos: 14,1 milhões – 9,7% da população
o Analfabetos funcionais: 20,3% da população
o Taxa de Urbanização: 84,4% da população
o Classes sociais:
 A e B: 21%
 C: 53%
 D e E: 25%

o Brasileiros de 15 a 19 anos: 9% do total


Brasileiros de 20 a 24 anos: 9% do total
PÁGINA 21 DE 38
UNIVERSIDADE DE UBERABA
EMPREENDEDORISMO E DESENVOLVIMENTO DE NOVOS NEGÓCIOS

Brasileiros de 25 a 29 anos: 9% do total


Brasileiros de 30 a 34 anos: 8% do total
Brasileiros de 35 a 39 anos: 7% do total
Brasileiros de 40 a 44 anos: 7% do total
o Total de brasileiros entre 15 a 44 anos: 49% do total

 Uberaba: 295.988 habitantes


 Mercado de Calçados Femininos
 Brasil: 3,41 pares por ano
 Estados Unidos: 10 pares por ano.

 Demanda Potencial
 Base: consumo médio e frequência de consumo.
 Share do mercado alvo.
 Exemplo: hipótese de produção de 2.000 pares dias.

 Potencial de Mercado de classe A e B, feminino, entre 15 e 44 anos


 Base: 295988 x 0,21 x 0,5103 x 0,49 = 15.542 pessoas
 Demanda Potencial
 15.542 pessoas x 3,41 pares ano ≈ 53.000 pares de calçados ano
 Share projetado:
 Produção anual: 20 pares dia x 240 dias = 480 pares ano
 Share do mercado alvo: 480 / 53.000 = 0,91%

Futuros Mercados

 Quais oportunidades podem surgir em futuros mercados, incluindo tamanho do


mercado, métodos de penetração no mercado, data prevista de entrada e custos
aproximados?
PÁGINA 22 DE 38
UNIVERSIDADE DE UBERABA
EMPREENDEDORISMO E DESENVOLVIMENTO DE NOVOS NEGÓCIOS

3.4 – Etapa III: Planejamento Financeiro

“O que lavrar a sua terra virá a fartar-se de pão, mas o


que segue a ociosos se fartará de pobreza”.
(Provérbios 28.19)
Instruções:

1) Bibliografia:
 DORNELAS, José Carlos Assis. Empreendedorismo: transformando idéias
em negócios. Rio de Janeiro: Elsevier, 2001. (Capítulo 6 – Item 6.9 – Plano
Financeiro – p. 162)
 ROSA, Cláudio Afrânio. Como elaborar um plano de negócio. Belo
Horizonte: SEBRAE/MG, 2004.
 ROSS, Stephen A.; WESTERFIELD, Randolph W. Randolph; JAFFE, Jefrey F.
Administração Financeira. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2002. (Capítulo 6, 7 e
8).

3) Forma de Entrega:
a. Uma via impressa em papel A4, fonte Arial, tamanho 12.

Estimativa de Investimento:

Quadro 1: Investimentos Fixos

Descrição Quantidade Valor Unitário Valor Total


Máquinas
Equipamentos
Softwares
Móveis e utensílios
Veículos

Total de Investimentos Fixos (A)


PÁGINA 23 DE 38
UNIVERSIDADE DE UBERABA
EMPREENDEDORISMO E DESENVOLVIMENTO DE NOVOS NEGÓCIOS

Quadro 2: Investimentos Financeiros

Estimativa de Estoque (matéria prima, produto semi-acabado e acabado)


Descrição Quantidade Valor Unitário Valor Total

Valor total de investimento em estoque

Estimativa Total de Investimentos Financeiros


Descrição Valor Total
Estimativa de Estoque (valor total)
Estimativa de Capital Disponível (reserva de caixa)
Total de Investimentos Financeiros (B)

Observação: para calcular a necessidade de “Capital Disponível” será necessário demonstrar


os cálculos do Ciclo Financeiro e Giro de Caixa.

 Investimento Financeiro – Disponível (Reserva de Caixa)


 Ciclo Operacional
 Prazo médio de estoque
 Prazo médio de fabricação
 Prazo médio de estoque do produto acabado
 Prazo médio de recebimento
 Ciclo Financeiro
 Prazo médio de pagamento dos fornecedores
 Prazo médio de pagamento das despesas correntes

 Exemplo:
 Ciclo Operacional = 98 dias
 Prazo médio de estoque = 30 dias
 Prazo médio de fabricação = 03 dias
 Prazo médio de estoque do produto acabado = 05 dias
 Prazo médio de recebimento (30, 60 e 90 dias) = 60 dias

 Prazo médio de pagamentos:


 Fornecedor A: 30.000,00 x 30 = 900.000,00
 Volume de compra: R$ 30.000,00
PÁGINA 24 DE 38
UNIVERSIDADE DE UBERABA
EMPREENDEDORISMO E DESENVOLVIMENTO DE NOVOS NEGÓCIOS

 Prazo de pagamento: 30 dias


 Fornecedor B: 30.000,00 x 30 = 900.000,00
 Volume de compra: R$ 75.000,00
 Prazo de pagamento: 25 dias
 Fornecedor C: 25.000,00 x 28 = 700.000,00
 Volume de compra: R$ 25.000,00
 Prazo de pagamento: 28 dias
 Despesas Correntes: 38.000,00 x 30 = 1.140.000,00
 Valor total: R$ 38.000,00
 Prazo de pagamento: 30 dias

 Somatório dos desembolsos: R$ 168.000,00

 Prazo médio = 4.615.000 / 168.000 = 27,470238 ou 28 dias

 Exemplo:

 Ciclo Operacional = 98 dias


 Prazo médio de pagamentos = 28 dias
 Ciclo Financeiro = 98 dias – 28 dias = 70 dias

 Giro de Caixa = 365 dias / 70 dias = 5,214286 vezes

 Necessidade de Investimento em Giro Disponível:


 (38.000 x 12) / 5,214286 = R$ 87.452,49

 Observação: É fundamental a projeção das despesas fixas para calcular a


necessidade de capital de giro disponível (NIG disponível).

Quadro 3: Investimentos Pré-operacionais

Descrição Valor Total


Despesas de Legalização
Obras (construção e/ou reformas)
Gastos com publicidade
Capacitação
Processo de Recrutamento, Seleção e Contratação

Total dos investimentos pré-operacionais (C)


PÁGINA 25 DE 38
UNIVERSIDADE DE UBERABA
EMPREENDEDORISMO E DESENVOLVIMENTO DE NOVOS NEGÓCIOS

Quadro 4: Total dos Investimentos

Descrição Valor Total


Investimentos Fixos (total A)
Investimentos Financeiros (total B)
Investimentos Pré-Operacionais (total C)
Total de Investimentos

Estimativa de Investimento:

 Atenção:
o Especificar as condições do financiamento (prazo, taxa de juros, períodos de
carência e linha de crédito).
o Construir quadro de amortização de financiamento dos recursos obtidos
através de instituições financeiras ou banco de fomento.

Fontes Percentual Valor


Recursos Próprios 30%
Recursos Terceiros 70%
Total

Depreciação e Manutenção

Depreciação

Depreciação Valor da Depreciação


Ativos Valor do bem
anual (%) Anual
Imóveis 4,00 %
Máquinas 10,00 %
Equipamentos 20,00 %
Móveis e Utensílios 10,00 %
Veículos 20,00 %
Computadores 33,33 %
Outros:

Total R$
PÁGINA 26 DE 38
UNIVERSIDADE DE UBERABA
EMPREENDEDORISMO E DESENVOLVIMENTO DE NOVOS NEGÓCIOS

Provisão para Manutenção

Ativos Provisão para Manutenção Anual (R$)


Imóveis
Máquinas
Equipamentos
Móveis e Utensílios
Veículos
Computadores
Outros:
Total

Estimativa de Salários

Número de
Função funcionários Salário Mensal Total
na função

Total dos Salários (mensal)


Total dos Encargos Sociais
Total da Folha de Pagamento Mensal

Encargos Sociais
Itens Percentual
FGTS 8,00%
13° Salário 8,33%
Férias 2,78%
FGTS s/ 13° Salário 0,67%
FGTS s/ férias 0,22%
FGTS (provisão de multa rescisória) 4,00%
Total de Encargos (Simples Nacional) 24,00%
INSS 11,00%
INSS s/ 13° salário 0,92%
INSS s/ férias 0,31%
Total de Encargos (Lucro Real e Presumido) 36,23%
PÁGINA 27 DE 38
UNIVERSIDADE DE UBERABA
EMPREENDEDORISMO E DESENVOLVIMENTO DE NOVOS NEGÓCIOS

Pró-Labore

Função Salário Mensal Total

Total dos Pró-Labores (mensal)


Total dos Encargos Sociais (20%)
Total geral dos gastos com Pró-Labores

Estimativa de Despesas Administrativas


- Despesas Fixas Mensais -

Discriminação Valor mensal


Honorários do contador
Água
Energia
Telefone
Despesas com Publicidade
Aluguéis e encargos
Materiais de expediente
Despesas de manutenção
Seguro
Outros (xxxxxxxx)

Sub-total
( + ) Contingências (3% sobre o sub-total)
Total

Custos Variáveis e Formação do Preço de Venda:

Quadro A: Custos de matéria-prima e insumos

Matéria-prima e/ou Custo


Quantidade Total
insumos diretos Unitário
PÁGINA 28 DE 38
UNIVERSIDADE DE UBERABA
EMPREENDEDORISMO E DESENVOLVIMENTO DE NOVOS NEGÓCIOS

Sub-total de matéria-prima e insumos R$


Embalagens Individuais (embalagens primárias) R$
Total dos custos direto do produto R$

Quadro B: Custos Diretos Apropriados

Descrição de Custos Diretos Total


Embalagem - Lote

Total dos Custos Diretos Total


Custo Direto Unitário (rateio)

Explicar detalhadamente a forma de rateio.

Quadro C: Custos de Comercialização em percentual (%)

Descrição Percentual (%)


Comissão de Venda
Outros

Total

Quadro D: Custos Tributários (%)

Tipo de Impostos Alíquota

Total

Quadro E: Mark-up de Venda

Descrição Percentual (%)


Quadro B: Custo de Comercialização (%)
Quadro C: Custos Tributários (%)
PÁGINA 29 DE 38
UNIVERSIDADE DE UBERABA
EMPREENDEDORISMO E DESENVOLVIMENTO DE NOVOS NEGÓCIOS

Margem Desejada
Outros percentuais
Total

1
Mark  up 
1  %

Quadro F: Total dos Custos Variáveis

Descrição Total
Custos de Matéria-prima (Quadro A)
Custo Direto Apropriado - Unitário (Quadro B)
Outras custos diretos unitário (R$)*

Custos Variáveis Totais

* Detalhar “outras apropriações” se necessário.

Quadro G: Formação de Preço

Produto: _________________________

Custos Variáveis Totais Mark-up de Venda Preço de Venda


X =

Produto: _________________________

Custos Variáveis Totais Mark-up de Venda Preço de Venda


X =

Quadro H: Demonstrativo de Viabilidade de Preço

Descrição Total
Preço Unitário
( - ) Custo de Matéria-Prima e Insumo
( - ) Custos Apropriados
( - ) Custos de Comercialização
( - ) Custos Tributários
( = ) Margem de Contribuição
PÁGINA 30 DE 38
UNIVERSIDADE DE UBERABA
EMPREENDEDORISMO E DESENVOLVIMENTO DE NOVOS NEGÓCIOS

Estimativa de Receita:

 Com base na capacidade de produção e análise de mercado, preencha os quadros


abaixo com a estimativa de faturamento.
 Faça a projeção mês a mês para os primeiros 12 (doze) meses e, como base nos
números levantados e, em seguida, projete o faturamento anual para os próximos 4
(quatro) anos.

Mês xx
Quantidade Preço Faturamento
Descrição
estimada de venda Unitário Total

Total de faturamento referente ao mês xx

 Especificar se a venda será realizada em lotes ou de forma unitária.

 No caso de vendas por lote, especificar a quantidade de cada lote, definir o


preço unitário por unidade e o preço do lote.

 Nas projeções anuais deixar claro qual foi o critério adotado para definir o
crescimento anual de vendas.

DRE – Demonstrativo de Resultado de Exercício - Gerencial

Elaborar DRE para os 3 (três) primeiros anos.


Receita Bruta de Vendas
( - ) Impostos sobre Vendas
( = ) Receita Líquida de Venda
( - ) Custo da Mercadoria Vendida (custo variável direto)
( - ) Comissão
( - ) Despesas de Distribuição (Frete)
( = ) Margem de Contribuição
( - ) Despesas Operacionais
( - ) Despesas com Pessoal (Inclusive Encargos)
( - ) Despesas gerais e administrativas
( - ) Pró-Labore (Inclusive Encargos)
( - ) Despesa de Depreciação
PÁGINA 31 DE 38
UNIVERSIDADE DE UBERABA
EMPREENDEDORISMO E DESENVOLVIMENTO DE NOVOS NEGÓCIOS

(-) Despesa de Manutenção


( = ) Resultado Operacional
( + ) Resultado Financeiro Líquido
( - ) Despesas Financeira
( + ) Receitas Financeiras
Lucro Antes do Imposto de Renda
( - ) Provisão p/ Contribuição Social (CSLL)
( - ) Provisão p/ Imposto de Renda
Lucro Líquido do Período

Lucratividade

Fluxo de Caixa Livre – FCL (Free Cash Flow – FCF) – MODELO

Elaborar o Fluxo de Caixa Livre para os 3 (três) primeiros anos.


Receita bruta de vendas e serviços
( - ) Impostos
(=) Receita Líquida
(-) Custo da Mercadoria Vendida (custos variáveis diretos)
(-) Comissão
(-) Despesas de Distribuição (Frete)
( = ) Lucro Bruto
( - ) Despesas Operacionais
Despesas com Pessoal (Inclusive Encargos)
Despesas gerais e administrativas
Pró-Labore (Inclusive Encargos)
Despesa de Depreciação
Despesa de Manutenção
( = ) LAJIR ou EBIT
( - ) Impostos
Imposto de Renda
Contribuição Social
( = ) LOLDI ou NOPAT
( + ) Despesas com depreciação
( = ) FCO ou OCF
( - ) Investimentos Líquidos em Capital de Giro Operacional
( - ) Investimentos Líquidos em Ativos Permanente
( = ) FCL ou FCF
PÁGINA 32 DE 38
UNIVERSIDADE DE UBERABA
EMPREENDEDORISMO E DESENVOLVIMENTO DE NOVOS NEGÓCIOS

( = ) Lucro antes dos juros e Imposto de Renda (LAJIR ou EBIT)


( + ) Despesas com depreciação, amortização e exaustão
( = ) LAJIDA ou EBITDA

FCL ou FCF
( + ) Receitas Financeiras
( - ) Desperas Financeiras (juros + amortização)
( = ) Geração de Caixa
( - ) Distribuição de Lucros
( = ) Saldo Disponível

Índices Econômicos e Financeiros

Descrição Resultado
Taxa de Desconto (taxa de atratividade e/ou
custo de oportunidade)
Taxa Interna de Retorno (TIR)
Payback
Lucratividade
Ponto de Equilíbrio

3.5 – Etapa IV – A Empresa / Os Empreendedores

“Todos os gênios, todos os líderes, morrem um dia. Se uma empresa for


constituída apenas ao seu redor, surgem muitas dúvidas sobre o futuro após a
sua morte. As empresas mais bem - sucedidas possuem uma visão
corporativa, uma ideologia que se perpetua ao longo da história”. Janes
Collins (Universidade de Stanford - Califónia - EUA)

Instruções:

Estudar os seguintes capítulos:


a. VI – Criando um Plano de Negócio – Item 6.4 – Descrição da Empresa
PÁGINA 33 DE 38
UNIVERSIDADE DE UBERABA
EMPREENDEDORISMO E DESENVOLVIMENTO DE NOVOS NEGÓCIOS

Bibliografia:
DORNELAS, José Carlos Assis. Empreendedorismo: transformando idéias em
negócios. Rio de Janeiro: Elsevier, 2001.

Forma de Entrega:

o Uma via impressa em papel A4, fonte Arial, tamanho 12.

A Empresa

 Razão Social da Empresa


 Nome Fantasia da Empresa
Endereço
Telefone Fax e-mail
 Nomes dos proprietários, função na empresa e participação societária:
1.
2.
 Data de constituição da empresa:
 CNPJ
 Tipo de empresa:
 Ramo de atividade:
 Breve histórico da empresa:
 Declaração de Visão:
 Declaração de Missão:
 Declaração de Valores:
 Negócio (e/ou Serviços)
 Políticas da Qualidade
 Políticas Ambientais
 Políticas Sociais
 Consultores com os quais tem trabalhado
 Advogados e contadores com os quais tem trabalhado
 Outras informações que considerem relevantes
PÁGINA 34 DE 38
UNIVERSIDADE DE UBERABA
EMPREENDEDORISMO E DESENVOLVIMENTO DE NOVOS NEGÓCIOS

(Preencher os dados abaixo de cada um dos empreendedores do grupo)

Os Empreendedores

Dados dos sócios

 Nome:
Endereço:
Cidade:
Telefone: e-mail:
Escolaridade:
Ocupação atual:
 Perfil e qualificações como empresário (responda as questões abaixo em forma de
texto):
 Qual a experiência empresarial e gerencial anterior?
 Quais os conhecimentos técnicos do ramo em que pretende atuar?
 Qual sua área de atuação na empresa?
 Qual o tempo de dedicação à empresa?
PÁGINA 35 DE 38
UNIVERSIDADE DE UBERABA
EMPREENDEDORISMO E DESENVOLVIMENTO DE NOVOS NEGÓCIOS

3.6 – Etapa V – Planejamento Estratégico e Planejamento de Marketing

"Reze como se todas as coisas dependessem só de Deus; mas aja


como se todas as coisas dependesse só de você."

Instruções:

1. Bibliografia para consulta:

DORNELAS, José Carlos Assis. Empreendedorismo: transformando idéias em


negócios. Rio de Janeiro: Elsevier, 2001.

2. Forma de Entrega:

a. uma via impressa em papel A4, fonte Arial, tamanho 12.

3.6.1 – Planejamento Estratégico - Estrutura

Análise Estratégica

 Fatores Críticos de Sucesso

 Opção Estratégica

 Situação estratégica atual e futura da empresa quanto ao mercado, área de atuação


e especialização:
o Análise FOFA e GUT
o Destacar os 5 (cinco) principais pontos fortes e oportunidades
o Destacar os 5 (cinco) principais pontos fracos e ameaças
o Utilizar a GUT para destacar os 3 (três) principais problemas internos e
externo.
o Determinar o quadrante estratégico.

 Definição da Estratégia Empresarial que será adotada.

 Definição dos Objetivos e Metas SMART (eSpecífica, Mensurável, Atingível,


Relevante, Temporais)
PÁGINA 36 DE 38
UNIVERSIDADE DE UBERABA
EMPREENDEDORISMO E DESENVOLVIMENTO DE NOVOS NEGÓCIOS

 Elaboração de Plano de Ação (3Q e 1 POC)


o O que fazer?
o Por que será feito?
o Como fazer?
o Quem será o responsável?
o Quando será feito?
o Quais os recursos necessários?

3.6.2 – Estratégia de Marketing - Estrutura

"Só ação, baseada em Estratégia, é que conduz à


vitória." Sun Tzu, em A Arte da Guerra.

Estratégia de Marketing

Estratégias de Marketing a serem adotadas, considerando os seguintes aspectos


(detalhados):

 Preço (Price)
 Produto (Product)
 Praça (Place) – Localização e política de distribuição (logística)
 Promoção (Promotion) – política de divulgação da empresa (detalhar com uso de peças
publicitárias – modelos – e demais políticas promocionais. Tais promoções devem ser
detalhada com tipo de mídia, tempo de uso da mídia e período de utilização da mídia e
valores)
 Apresentação (Presentation)
 Proteção (Protection)
 Percepção do Cliente (Perception)
 Participação no Mercado (Participation)
 Posicionamento (Position)
 Questões Ambientais (Physical Environment)

Estratégias de venda
PÁGINA 37 DE 38
UNIVERSIDADE DE UBERABA
EMPREENDEDORISMO E DESENVOLVIMENTO DE NOVOS NEGÓCIOS

 Terceiros
 Distribuição Própria
 Outros

Projeção de Vendas dos primeiros 12 (doze) meses (fundamentar com base no estudo de
mercado e detalhar em planilha constando quantidade, valor unitário e valor total)

Parcerias e Alianças Estratégicas (Detalhar explicando os motivos)

3.7 – Etapa VII – Sumário Executivo

"O emprego do século 21 requer habilidades mentais. Exige raciocínio


rápido, capacidade de interpretação e análise da informação.
Atributos que só são adquiridos com ensino de qualidade. " Célio da
Cunha, representante da UNESCO no Brasil para a área de educação.
Revista Exame, 27/09/2006, página 22.

Breve explicação:

 O Sumário Executivo é a introdução do Plano de Negócio.


 Trata-se da principal seção do Plano de Negócio.
 No sumário executivo é que encontraremos todas as informações chaves do Plano de
Negócio.
 Ele deverá ser escrito, em forma de texto, utilizando no máximo 03 (três) páginas.
 Ele será a “Introdução” do Plano de Negócios.

Instruções:

1) Bibliografia: DOLABELA, Fernando. O segredo de Luísa. Rio de Janeiro: Sextante, 2008.

3) Observações Gerais:

 Data da entrega final do Plano de Negócio: (CONFORME CRONOGRAMA)

 Local para Entrega: em sala de aula.

 Cabe salientar que o Plano de Negócio deverá ser entregue devidamente


formatado, em uma via impressa e encadernada em espiral e duas via digital,
PÁGINA 38 DE 38
UNIVERSIDADE DE UBERABA
EMPREENDEDORISMO E DESENVOLVIMENTO DE NOVOS NEGÓCIOS

uma em formato pdf e a outra em formato word, que deverá ser através da
Central de Mensagens. A via digital é sine qua non para que o aluno receba a nota
final do Plano de Negócio e dê validade as demais notas obtidas. Outrossim, o
plano de negócio deverá ser formatado em um único arquivo, ou seja, capa,
desenvolvimento e parte financeira, não sendo permitido a entrega do plano de
negócios fragmentado em diversos arquivos.

 O grupo que não entregar o Plano de Negócio nas vias impressa e digital,
conforme solicitado, não será aprovado na disciplina uma vez que a elaboração
do Plano de Negócio é o objeto principal da disciplina. Dessa forma as notas
postadas serão anuladas.

 Apresentação do trabalho: a definir

3.7.1 – Sumário Executivo - Estrutura

Sumário Executivo4

 Enunciado do Projeto
 Os produtos / serviços
 O mercado potencial – A oportunidade
 Elementos de diferenciação
 Previsão de Vendas
 Rentabilidade e Projeções Financeiras (além do breve texto explicativo sobre o
valor do investimento e os índices de rentabilidade).
 Necessidade de financiamento.

Observação: Consulte o plano de negócio da empresa GMA (Apêndice 1) do livro O Segredo


de Luísa. Você deverá escrever seu Sumário Executivo com base no modelo do livro,
inclusive utilizando os subtítulos conforme os tópicos acima (que seguem a referida
bibliografia).

4
Modelo extraído do livro: DOLABELA, Fernando. O Segredo de Luísa. Rio de Janeiro: Sextante, 2008.

Você também pode gostar