Você está na página 1de 40

Edição Lisboa • Ano XXX • n.º 10.

711 • 1,30€ • Terça-feira, 20 de Agosto de 2019 • Director: Manuel Carvalho Adjuntos: Amílcar Correia, Ana Sá Lopes, David Pontes, Tiago Luz Pedro Directora de Arte: Sónia Matos

Guiné Banda desenhada


Nesta livraria-galeria
Equatorial a arte do desenho
Obiang é uma experiência
Cultura, 26/27
também Viana do Castelo
quer um Pescadores que ameaçaram
muro boicotar Senhora da Agonia
vão receber meio milhão
Mundo, 23
Mu Economia, 21

Juízes denunciam más condições


de tribunais em todas as comarcas
Salas de audiência com 40 graus, baldes para quando chove, inundações provocadas por esgotos, agendas
em espanhol. Estas são algumas condições “indignas” apontadas em relatórios oÄciais Destaque, 2/3
DANIEL ROCHA

Atrasos no
Domingos Lopes SEF obrigam
“Em 1974, Marcelo imigrante a
disse-me que era ir de Lisboa
um marxista
não-leninista” ao Funchal
Uma imigrante brasileira
gastou 500 euros que pediu
emprestados para se
Verão deslocar de Lisboa ao
Funchal, o único local onde
havia vaga para renovar a
sua autorização de
residência em tempo útil p15

Reacção de Costa Motoristas e Enfermeiros Corbyn disposto


“merece apoio patrões voltam recusam limpar a (quase) tudo
consensual” dos hoje à mesa de ambulâncias para travar
empresários negociações do INEM o no deal
Elogios sobre gestão da greve Cerca de 50 euros relativos a Ordem dos Enfermeiros diz Líder trabalhista promete
chegam do PSD. Alexandre trabalho suplementar que não constitui um acto moção de censura, mas não
Relvas não tem dúvidas p8 separam os dois lados p18/19 próprio da proÄssão p12 abdica de poder governar p22ISNN-0872-1548

a93e48dc-0314-47e8-8841-46ac9e99cfd5
2 • Público • Terça-feira, 20 de Agosto de 2019

DESTAQUE
JUSTIÇA

Tribunais
portugueses
continuam
a meter água
Computadores e impressoras obsoletos, falta de sistemas
para garantir a segurança de pessoas e bens, recurso a baldes
por chover dentro dos tribunais são algumas das situações
consideradas indignas pelos presidentes de comarca
Paiva para evitar escorrências para o do devido ao sistema de esgotos”. E Embora alguns dos problemas nal de Paços de Ferreira, assinalando
Ana Henriques piso inferior, ocupado pela conserva- casos há em que a falta de obras colo- mencionados nas quase 3500 páginas a insuÆciência da potência eléctrica
tória do registo civil. Já no Tribunal de ca os utentes dos tribunais em risco. dos relatórios sobre 2018 possam já contratada, “havendo tomadas arran-

H
ouve inÆltrações, problemas Espinho, como em tantos outros, é a No edifício onde se encontra instala- estar ultrapassados, muitos outros cadas e Æos descarnados e deslocados
graves de segurança e até água da chuva que causa estragos: “O do o Tribunal de Família e Menores subsistem sem perspectivas de reso- das paredes”. Nas instalações do Palá-
pragas de piolhos. O retrato fornecimento de energia eléctrica é do Porto teme-se pela segurança de lução. cio da Justiça de Santarém, sediadas
anual do estado dos tribu- interrompido por vezes em conse- pessoas e bens, tal o estado de degra- O município de Felgueiras, por na antiga Escola Prática de Cavalaria,
nais portugueses, feito pelos quências das pannes provocadas dação do imóvel, também sujeito à exemplo, mostrou-se disponível para “o ramal relativo à puxada de electri-
presidentes das 23 comarcas pelas anomalias da Æação ali existen- entrada de chuva pela cobertura. No ajudar a Ænanciar a construção de um cidade e o contador estão feitos como
judiciais do país, revela um panorama te, possivelmente daniÆcada pelas Palácio da Justiça de Loures mostra-se novo palácio da Justiça. “Contudo, sendo para obras”.
de degradação pouco compatível inÆltrações.” Quando o organismo do urgente reparar as pedras de revesti- não obstante a disponibilidade desta
com esta função de soberania do Ministério da Justiça responsável por mento da fachada, “porque se têm câmara e de algumas outras, o IGFEJ Salas a 40 graus
Estado. As carências não se resumem autorizar as obras tarda em solucio- registado quedas, com grave risco [instituto que gere o património da Um dos principais motivos de recla-
à falta de obras nos edifícios, muitas nar estas e outras questões, improvi- para os transeuntes”. Justiça] não dá respostas atempadas”, mação das comarcas relaciona-se
delas pedidas há anos com carácter sa-se. “As inÆltrações obrigam à colo- Também no Porto, mas no Tribu- queixa-se no seu relatório a juíza que com a falta de ar condicionado. A
de urgência: quem trabalha nos tri- cação de baldes para recolha da água nal de São João Novo, caiu o tecto de dirige a comarca do Porto Este, expli- questão não é de somenos: como fri-
bunais confronta-se com demasiada da chuva à entrada da sala de audiên- uma sala de audiências e de um gabi- cando que esteve cerca de quatro sam vários presidentes de comarca,
frequência com computadores obso- cias, o que causa algum dano na ima- nete de juízes. Quando o edifício anos à espera de luz verde deste orga- há dias em que se torna quase impos-
letos, avarias constantes nas impres- gem da própria Justiça”, descreve o entrar em obras onde irão ser feitos nismo para fazer obras num edifício sível trabalhar. No Palácio de Justiça
soras e casas de banho fechadas por magistrado. os julgamentos? O presidente da em PenaÆel. No início a autarquia de Torres Novas “chegam-se a atingir
terem as sanitas entupidas. No Tribunal de Vila Real é o arqui- comarca considera a solução preco- comprometia-se a pagar tudo — “cus- 40 graus na sala de audiências” nos
No seu mais recente relatório, refe- vo, situado no sótão, que mais sofre, nizada pelo ministério, a instalação to zero para o Estado” —, mas entre- meses mais quentes, enquanto em
rente ao ano de 2018, o juiz que pre- com a água a “escorrer pelas pare- em pavilhões pré-fabricados, lesiva tanto já não é assim. A magistrada fala Trás-os-Montes se enregela no Inver-
side à comarca de Aveiro conta como des”. Quando as águas do rio Almon- do interesse público, uma vez que o de uma “gritante realidade” repleta no. “Ligando os aquecedores vai abai-
foi necessário encerrar o WC dos fun- da sobem, o arquivo do Palácio de seu aluguer importará em centenas de carências que se mantém há qua- xo a energia eléctrica”, descreve o
cionários no Tribunal de Castelo de Justiça de Torres Novas “Æca inunda- dos milhares de euros. tro anos, e da qual faz parte o Tribu- presidente da comarca de Vila Real.
Público • Terça-feira, 20 de Agosto de 2019 • 3

ADRIANO MIRANDA
São muitos os
problemas nos
tribunais portugueses
no que toca às
condições de trabalho

Ænanceiros sem que daí resulte qual-


quer vantagem, uma vez que o custo
dos sucessivos arranjos acaba por ser
Funcionamento
superior ao da compra de novas assegurado
máquinas.

M
O presidente da comarca do Porto esmo admitindo que
fala ainda nas constantes e reparações ainda não se atingiu “o
das impressoras, que há muito atin- número adequado” de
giram o máximo da sua vida útil, bem funcionários judiciais nos
como dos sucessivos arranjos aos veí- tribunais, o Ministério da
culos de serviço, também a precisar Justiça (MJ) garante que “em
de reforma. nenhuma comarca se verifica
A presidente da comarca de Lisboa que esteja em causa o normal
recomenda à tutela maior exigência funcionamento dos serviços”.
nos critérios de contratação de forne- Nesta legislatura, acrescenta,
cedores. Perante a lentidão dos com- foram admitidos 442 novos
putadores com que os funcionários oficiais de justiça, prevendo-se
têm de trabalhar — os magistrados mais uma centena em
viram os seus substituídos este ano —, Novembro. Recordando que
a juíza já nem pede equipamentos de este ano procedeu à
ponta. Apenas máquinas “menos substituição de todos os
obsoletas”. Outros colegas seus têm computadores de serviço dos
solicitado equipamentos doutro géne- magistrados, o MJ revela que a
ro, embora nem sempre com sucesso: 2 de Agosto a Direcção-Geral
telefones, por os existentes serem da Administração da Justiça
escassos ou terem avariado. adjudicou a aquisição de mais
7227, “tendo em vista a total
Audiências em contentores renovação dos equipamentos
Ali ao lado, em Vila Franca de Xira, há afectos aos oficiais de justiça”.
salas de audiências que continuam a Já ao nível das fotocopiadoras
funcionar em contentores, apesar da “disponibilizou-se mais 223
humidade e do cheiro a mofo. “A pla- multifuncionais, o que permite
taforma envolvente dos contentores satisfazer as necessidades dos
apresenta-se podre e infestada de tribunais nessa área”. Esclarece
pragas e, por vezes, com um cheiro ainda que a direcção-geral tem
nauseabundo”, descreve a juíza que um contrato de manutenção a
dirige a comarca de Lisboa Norte, nível nacional para ter em
sem detalhar se se trata de ratos ou funcionamento os aparelhos
Ainda no capítulo da segurança de as comarcas não entendem por que de baratas. As pragas não são, aliás, de videovigilância e os
pessoas e bens, merece destaque a razão o IGFEJ continua a adquirir um exclusivo de Vila Franca. No pórticos de segurança. “O
inexistência ou avaria dos sistemas de bens e serviços para os tribunais de Redondo teve de ser levada a cabo acompanhamento da
detecção de incêndios, bem como a qualidade duvidosa. O relatório da uma desinfestação no Verão passado execução desse contrato é dos
frequente ausência de pórticos de presidente da comarca de Lisboa é para erradicar piolhos. administradores judiciários, a
segurança para controlar a entrada revelador: “O material de economato Por Æm, subsiste o problema da quem cabe promover as
É necessário de armas nos tribunais. No Palácio da
Justiça de PenaÆel uma tentativa de
é de fraca qualidade, os lápis partem-
se com facilidade, as canetas e os
falta de funcionários judiciais. “Sen-
tem que há muito foram abandona-
reparações”, refere o
ministério. Trata-se dos
repensar a questão agressão a uma testemunha durante marcadores não escrevem, aparen- dos pelos decisores políticos”, refere funcionários incumbidos de

da segurança. um julgamento resultou em ferimen-


tos nos guardas prisionais que tenta-
tando estar secos, o Æo para apensar
processos é difícil de trabalhar por
a presidente da comarca do Porto
Este. O seu colega do Porto diz que se
ajudar a gerir os tribunais, e
que no entender da tutela são
Estamos perante o ram dominar o agressor, que terá
entrado no edifício com um instru-
ser demasiado grosso e tem mau chei-
ro.” Mas há mais: “Os agrafes partem-
trata de uma carência dramática. “Os
seus efeitos negativos são de tal modo
também responsáveis pela
resolução de problemas como
exercício de uma mento de corte. O episódio não é
recente, mas a situação continua por
se com facilidade, o mesmo aconte-
cendo com os furadores e agrafado-
profundos que diÆcilmente será pos-
sível recuperar das suas consequên-
as avarias nos WC ou as
desinfestações. A tutela admite
função soberana do resolver, lamenta a magistrada. O seu res. As agendas normalmente cias a curto prazo”, prevê, numa que, dada a grande quantidade

Estado, que como tal colega de Faro mostra-se taxativo: “É


necessário repensar, ao nível mais
apresentam como primeira língua a
língua espanhola e, já aconteceu pelo
referência aos atrasos nos processos
judiciais. E acrescenta que mais não
de edifícios em causa, ainda
não foi possível dotar todos
deve ser encarada e elevado dos decisores políticos, a
questão da segurança. Estamos
menos uma vez, os feriados assinala-
dos nas agendas serem apenas os
pode fazer do que gerir os recursos
que lhe dão: “Tudo o mais depende
eles de climatização. Quanto
aos contentores, “só por
respeitada perante o exercício de uma função
soberana do Estado, que como tal
espanhóis.” DeÆcientes e demasiado
morosos são também os serviços de
do Ministério da Justiça, a quem com-
pete facultar os meios e implementar
desconhecimento da realidade
se poderá afirmar que têm
Presidente da comarca de Faro deve ser encarada e respeitada.” reparação dos equipamentos dos tri- políticas estruturais em termos de menos condições do que as
bunais. Alguns deles, diz o presiden- recursos humanos.” instalações onde os tribunais
Agendas em espanhol te da comarca de Leiria, tornaram-se funcionavam antes”.
Por outro lado, os juízes que dirigem autênticos sorvedouros de recursos ana.henriques@publico.pt
4 • Público • Terça-feira, 20 de Agosto de 2019

ESPAÇO PÚBLICO
O líder trabalhista britânico quer formar uma A economia alemã não corre de feição e há o
aliança que faça cair o Governo de Boris risco de entrar em recessão, segundo avança
Johnson e tentar formar um executivo de o banco central alemão. No seu relatório, o
transição para impedir a saída da UE sem acordo e Bundesbansk diz que o PIB pode continuar a cair no
deu a entender que, nesse cenário, pretende ser terceiro trimestre, depois da contracção registada
primeiro-ministro, algo que não agrada a alguma no segundo. Sendo uma economia muito
oposição. Uma sondagem, que mostra que metade dependente do estrangeiro, a instituição aponta
dos eleitores prefere um “Brexit” sem acordo e que causas externas, como a guerra comercial
Corbyn não seja primeiro-ministro também não lhe é EUA-China e o “Brexit”. O cenário que se antecipa
Jeremy Corbyn favorável. (Pág. 32) J.J.M. Angela Merkel não é uma boa notícia para a UE. (Pág. 20) J.J.M.

O “diabo” a bater à porta da campanha eleitoral


Portugal”, nota o Presidente. O que governado por um homem que portuguesa tem hoje bases sólidas
é ao mesmo tempo uma reduz a política a conversas de para enfrentar um contexto
constatação e um receio: que a tasca ajuda. Os pesadelos da externo pautado pela acumulação
recessão mundial parece hoje uma História reabrem feridas antigas de riscos”. Mas o certo é que o
fatalidade; e que Portugal não se entre a Coreia e o Japão. A “diabo” que Passos Coelho
Manuel Carvalho pode dar ao luxo de se considerar a realidade é o que é e Wall Street profetizou muito antes do tempo
Editorial salvo das suas consequências — antecipa a recessão. O Bundesbank começa a andar por aí e só há duas

O
“nomeadamente no primeiro alerta para a iminência de um formas de o enfrentar: ou se lê a
Presidente da República emprego e nos desempregados de segundo trimestre consecutivo de realidade com os olhos do
promulgou ontem as longa duração”, alerta a nota crescimento negativo e o Governo, Presidente e o país começa a
alterações ao Código do Presidencial. num monumento à hipocrisia antecipar os danos da recessão que
Trabalho e se esta iniciativa A história da economia faz-se de política, estuda a possibilidade de tarde ou cedo há-de chegar, ou
não é surpreendente, se a ciclos e estava escrito nas estrelas mudar a Constituição para poder assobia-se para o lado acreditando
maioria dos argumentos com que que após a bonança dos últimos fazer o que antes não deixou fazer que os passos dados na banca ou
fundamenta a sua decisão não são cinco anos tarde ou cedo chegaria na Europa aÇita — o aumento da no controlo do déÆce chegam para
novidade, há uma razão invocada a borrasca. Factores para garantir o despesa para aquecer a economia. criar imunidade ao contágio. A
por Marcelo para assinar as padrão cíclico não faltam. O avanço Os dados da economia campanha eleitoral que se
mudanças que merece atenção e da extrema-direita nacionalista portuguesa para o segundo aproxima será um bom momento
cuidado. “Os sinais que se esboçam assusta. Trump e Jinping trimestre ainda não reÇectem a para se perceber qual destas
de desaceleração económica continuam a trocar ameaças e onda negativa que assola o mundo atitudes prevalecerá.
internacional e sua virtual promessas de retaliação em torno e o Ministério das Finanças pode
repercussão no emprego em da guerra comercial. O Brasil ainda dizer que “a economia manuel.carvalho@publico.pt

CARTAS AO DIRECTOR
“Pagam a Salvini para mostram” generosos” em receber esquerda e a direita, entre os que administrativa especial da China,
ser uma “alma má”? os imigrantes distribuindo-os mais acreditam na visão idílica de uma isto depois de o contrato de
ou menos de forma Europa de portas escancaradas e arrendamento dos Novos
Curioso o editorial do dia 17/8 da equiponderada. Existe uma certa os que defendem a utopia de Territórios entre a China e o Reino
autoria do director do PÚBLICO, hipocrisia destes países, vêem-se muros para a isolar”. Pois é caro Unido ter expirado. No entanto,
Manuel Carvalho, com o título em “forçados” a receber os imigrantes director, o nó górdio reside aqui : os chineses comprometeram-se a
epígrafe. Naturalmente que — é mesmo assim — e Æcariam, de “na Europa de portas implementar o modelo “um país,
qualquer pessoa de bom senso e todo, satisfeitos se a Itália arcasse escancaradas” e “na utopia de dois sistemas”, com duração de
civilizada é sensível ao problema com toda a responsabilidade de muros para a isolar”… É nesta 50 anos. Com isto, Hong Kong
dos imigrantes — são seres receber os imigrantes. E deste ambivalência contraditória que os passou a usufruir de uma
humanos — que não param de ponto de vista Salvini terá alguma países da Comunidade Europeia se legislação própria que permite aos
chegar aos países do sul da Europa. razão. É que o problema tem encontram, pese embora vá seus cidadãos a liberdade de
O problema é que se dirigem, sobrado demais para o governo prevalecendo a política humanista expressão e que o território seja
As cartas destinadas a esta secção maioritariamente, para as costas italiano. É o país mais próximo da” Europa de portas neste momento uma das grandes
devem indicar o nome e a morada da Itália e este país “tem” de para os desgraçados imigrantes escancaradas”. Poderá a praças Ænanceiras no continente
do autor, bem como um número resolver a questão candente. Os que se lançam ao mar em frágeis Comunidade Europeia, ou certos asiático. Este estatuto está em
telefónico de contacto. O PÚBLICO outros países da Comunidade embarcações. Mas, atente-se no países da Comunidade Europeia, risco. O projecto de lei de
reserva-se o direito de seleccionar e Europeia, num primeiro momento, antepenúltimo período do continuar(em), ad lib, “de portas extradição proposto pelo
eventualmente reduzir os textos não não se mostram muito receptivos a editorial de Manuel Carvalho escancaradas”, senhor director do Governo, cheÆado por Carrie
solicitados e não prestará receber mais imigrantes. O quando aÆrma: “Haver um PÚBLICO? Lam, gerou uma grande onda
informação postal sobre eles. problema é do governo italiano. Só ministro europeu que recusa a António Cândido Miguéis manifestações que já dura há 11
quando veriÆcam que existe acostagem de um navio onde há semanas. Terá Portugal deixado
relutância e delongas da parte do pessoas em risco de vida e fazer Pró-Democracia casinos em Macau e o Reino Unido
executivo italiano, mais disso gala(!?) e programa é algo a democracia em Hong Kong?
Email: cartasdirector@publico.pt propriamente do seu ministro do que não pode ser visto à luz das A 1 de Julho de 1997 Hong Kong Fábio Cravinho Coutinho,
Telefone: 210 111 000 Interior Matteo Salvini, é que se tradicionais clivagens entre a passou a ter o status de região São Silvestre
Público • Terça-feira, 20 de Agosto de 2019 • 5

A opinião publicada no jornal respeita a norma ortográfica escolhida pelos autores

O ex-Presidente do Sudão, derrubado por um Apesar do desmentido oficial, a situação é


golpe militar em Abril após 30 anos no poder, tensa na fronteira entre a Guiné Equatorial e
é suspeito de ter recebido milhões de dólares os Camarões, que acusam o regime de
da Arábia Saudita, foi revelado no tribunal onde está Obiang de estar a construir um muro. Malabo diz
a ser julgado por corrupção, entre outros crimes — que pretende apenas cercar a cidade de Ebebiyín,
o julgamento é um teste às novas autoridades. de modo a evitar o contrabando na tripla fronteira,
Indiciado pelo TPI (que emitiu um mandado de na qual se inclui o Gabão. A verdade é que há um
captura internacional) de ter orquestrado o problema fronteiriço que se arrasta há 45 anos e
genocídio do Darfur, Bashir tinha grandes somas de Obiang é agora acusado de ter alterado as
Omar al-Bashir dinheiro em casa quando foi detido. (Pág. 23) J.J.M. Teodoro Obiang delimitações geográficas. (Pág. 23) J.J.M.

ESCRITO NA PEDRA
Já te ligo
Desculpar-se antes da ocasião é culpar-se
Baltasar Gracián y Morales (1601-1658) escritor e pedagogo

SEM COMENTÁRIOS HONG KONG, CHINA


ISSEI KATO /REUTERS

D
Miguel Esteves Cardoso
Ainda ontem
izer que se aprende muito com
as pessoas mais novas é das
aÆrmações mais estúpidas,
embora atraentes, que há.
Aprende-se muito com as
pessoas. O qualiÆcativo “mais
novas” é condescendente. Só
falta acrescentar: “São jovens,
coitadas, não são inteiramente
estúpidas, sabias?”
Muitas das coisas que as pessoas mais
novas (ou mais inteligentes ou mais
dinâmicas ou morenas) nos ensinam levam
muito tempo a aprender, porque não são
apresentadas como lições. Vou dar um
exemplo, aprendido só esta semana com as
minhas Ælhas Tristana e Sara. Desde a
invenção do telemóvel, quando Dom Dinis
ainda estava no trono, que elas só me
atendem quando lhes apetece.
Até esta semana de 2019 pensei: “Como é
que são capazes de ver que o pai delas está a
telefonar e deixam tocar?” Note-se que já as
conheço (e adoro) há muitos anos e todos os
dias as vejo a olhar para o telemóvel, para ver
quem está a telefonar, atendendo apenas
quando lhes interessa. É o que fazem bem.
Porque a minha geração só liga ao dever. A
minha geração, porventura por ainda estar
fascinada pela novidade de haver telefones
portáteis, atende sempre.
Dizemos: “Já te ligo.” Ou: “Não posso
falar, estou a guiar.” Mais valeria confessar
EM PUBLICO.PT directamente: “Olha, agora não me
apetece nada falar contigo porque estou
ocupado.” Em contrapartida, às minhas
EUA voltam a adiar sanções Levar areia da praia? Casal Descoberto fóssil de um Ælhas, quando atendem, apetece-lhes
à Huawei arrisca pena de prisão pinguim que tinha o tamanho sempre falar comigo. Se for preciso,
de uma pessoa falamos horas. É raro atenderem porque,
Algumas transacções entre empresas Franceses foram apanhados a tentar sair da como toda a gente, têm muita coisa para
americanas e a multinacional chinesa Sardenha com 40 quilos de areia no carro. Há 60 milhões de anos, pinguim antigo da fazer e não dá jeito estar a falar ao telefone
continuarão a poder ser feitas até meados Disseram que se tratava de um souvenir. Nova Zelândia tinha um parente próximo na ao mesmo tempo.
de Novembro publico.pt/tecnologia publico.pt/fugas Antárctida publico.pt/ciencia Ainda bem!
6 • Público • Terça-feira, 20 de Agosto de 2019

ESPAÇO PÚBLICO

Cracóvia e Salónica, Auschwitz e Vergina


— a questão do sentido
PAULO PIMENTA
Macedónia, vive em volta de Alexandre o

1.
Paulo Rangel Grande e do seu legado para a expansão da
Palavra e Poder civilização helénica. Cracóvia organiza-se em
redor de João Paulo II e do seu combate ao
Sentado numa esplanada de nazismo (alemão) e em especial ao
Salónica, diante do mar Egeu, comunismo (russo). Cracóvia também
junto à Avenida Aristóteles, reclama para João Paulo II o epíteto de
desespero por um café. Escrevo “Grande”, que, até ao presente, só quatro
estas linhas, pensando na enorme Papas ostentam. Os dois merecem decerto
mudança que as companhias uma especial atenção, mas seria redutor e
aéreas de baixo custo e o mesmo enganador julgar as cidades pelos
alojamento local trouxeram à méritos dos seus heróis.
cultura europeia, à identidade
europeia. A Europa das capitais — 3. Não se pode ir a Cracóvia sem andar
e de mais algumas metrópoles e atracções umas poucas dezenas de quilómetros para
turísticas — transformou-se rapidamente na visitar o campo de
Europa das cidades. Gente do Porto ou de morte de
Dubrovnik, que nunca se lembraria de ir a Auschwitz-Birkenau.
Gotemburgo ou a Lyon, passou a inscrever Não se pode ir a
as cidades médias nos seus roteiros mais Salónica sem fazer
prováveis. A riqueza inabarcável da cultura outros tantos
europeia só se pode palpar, aquilatar e A riqueza quilómetros para
sentir quando saímos do circuito expectável
das cidades incontornáveis. Esta
inabarcável da visitar Vergina (antiga
Aigai), onde está o
tumbas, das quais duas estão em perfeito
estado de conservação (entre elas, a de Filipe
depois encaminhadas para as câmaras de
gás. Em seguida, eram incineradas nos
transumância das cidades improváveis cria cultura túmulo de Filipe II da II). Não só os “templos” de mármore estão em fornos crematórios, as suas cinzas atiradas ao
rede, cria espessura, fabrica identidade. Só europeia só se Macedónia. Este admiráveis condições como é possível ver rio e o remanescente dos ossos triturado e
nestas cidades é possível a “Europa dos complexo funerário, todo o espólio que ali estava depositado. As destruído. Ao invés do que imporia a norma
cafés” de George Steiner. Só nestas cidades pode palpar, pertencente ao sítio armas, escudos e armaduras; as coroas, jóias nazi de organização rígida, não havia registo
se pode compreender o mundo de ontem de aquilatar e arqueológico de Aigai e caixas funerárias em ouro; os serviços de de nomes nem de identidades; não havia
Stefan Zweig.
sentir quando (primeira capital da
Macedónia), é uma
cozinha e de jantar em prata; os utensílios de
banho em bronze e ferro, nas cores originais;
registo de nada. Nada se passara aÆnal. A
morte em massa como morte de anónimos,
2. Neste Agosto, voltei a Cracóvia e saímos do das mais vibrantes as pinturas das paredes com enorme grau de desconhecidos, não pessoas. Nem um só
descobri Salónica. Cracóvia, hoje largamente
tomada pelo frenesim turístico, que aqui e ali
circuito descobertas culturais
que Æz nos últimos
nitidez; as peças de cerâmica em estado
admirável. E — note-se — um vasto conjunto
vestígio. A morte era o ponto Ænal, o Æm,
para lá do qual não havia nada nem podia
a mascara e disfarça, mostra a Polónia que expectável das anos. Em Aigai, de lápides funerárias de cidadãos comuns, sobrar nada.
nunca poderia ser apreciada em Varsóvia. cidades podem ver-se as com relevos e estatuária, onde Æguram Em Aigai, para todos e cada um, mas,
Salónica, cheia de autenticidade, entalada ruínas do palácio real inscrições pungentes e arrepiantes. muito ostensivamente, para a família real,
entre os Balcãs e a Ásia Menor, apresenta a incontornáveis (talvez o maior havia a celebração da morte e a crença na
Grécia que Atenas diÆcilmente pode mostrar. edifício do mundo 4. O grande contraste deste Verão, eternidade. O funeral do pai de Alexandre o
Ambas exibem com orgulho uma história grego) e do teatro em marcado pela morte, foi mesmo entre Grande foi o mais espectacular de que havia
densa e rica, ambas se perÆlam como que foi assassinado Auschwitz e Aigai. No campo de morte, tudo memória: pelos túmulos construídos, pelas
“reservas” da identidade nacional. Cracóvia e Filipe II; mas nada se foi feito para a ocultar e esconder. À medida riquezas ali deixadas, pelos relatos que
Salónica são as segundas cidades da Polónia e compara ao seu que as vítimas chegavam aos milhares, eram existem da cerimónia de cremação e de
da Grécia; não por acaso, fazem o túmulo. Neste rapidamente desapossadas dos seus sinais depósito no túmulo. Como provam as lápides
contraponto às capitais e revelam por que complexo, há quatro identitários, devidamente numeradas e das pessoas comuns, para os macedónios, a
razão a Europa não pode dispensar o lastro morte não era uma banalidade. Mesmo
genético da cultura eslava e da cultura pondo de parte a fé na eternidade, a morte
helénica, a semente espiritual do catolicismo, era celebrada, assinalada, documentada. A
da ortodoxia e do judaísmo. morte era um momento de identidade,
Cracóvia é belíssima, Salónica nem tanto. A consubstanciava o reconhecimento do valor
história de ambas é também uma história de da pessoa. A morte era produtora de sentido;
sofrimento e de sufocação: Cracóvia por largo de sentido e de valor.
tempo sob domínio austríaco, Salónica sob o
jugo otomano. A narrativa da resistência e da 5. A Europa não pode hesitar entre o
resiliência é o músculo que dá força à aniquilamento da pessoa, através da
identidade das duas cidades. Curiosamente, a
população judaica teve um papel
Alexandre Soares dos Santos António Barreto ocultação, ignorância e descaso da morte, e a
valorização da pessoa, por via do
determinante na história de cada uma delas — A fundação que deixou, O seu artigo Ameaças, no P2 reconhecimento e do respeito da morte. Há
e, em Salónica, em especial, a comunidade
sefardita, provinda da expulsão da península
a intervenção livre e de domingo, retrata fielmente que escolher entre Auschwitz e Aigai. A mais
humana das condições é o culto dos mortos.
ibérica —, embora ambas tenham sido independente e o seu sentido a cedência do PS ao populismo Onde não há contemplação da morte, não há
largamente dizimadas pela ocupação nazi. cívico mostram bem que não e ao politicamente correcto. humanidade.
No simplismo da mensagem turística, as
duas cidades projectam-se em torno das perdemos apenas um Costa tomou o gosto ao Eurodeputado (PSD). Escreve à terça-feira
personalidades míticas. Salónica, capital da grande empresário controlo político e social paulo.rangel@europarl.europa.eu
Público • Terça-feira, 20 de Agosto de 2019 • 7

ESPAÇO PÚBLICO

Sérgio e as outras vítimas

REUTERS

Carolina Larriera
A organização onde Sérgio
trabalhou se recusa a seguir
a determinação da lei
brasileira, que garante que

O
Sérgio e eu tínhamos uma
união estável
sol abrasador que mantinha a
temperatura de Bagdad
estacionada em 50º C fez com
que nossa manhã começasse
cedo, como ele tanto gostava.
Entrei na cozinha para preparar
um chocolate quente e uma
fatia de mamão, mas os planos
de um café da manhã tranquilo
foram frustrados quando
percebi que uma queda de energia durante
a madrugada havia talhado o leite. Tivemos
que nos contentar com Ovomaltine diluído
em água. Ele não reclamou. Tomou minha
mão entre as suas e disse, para me consolar,
que logo estaríamos no Rio de Janeiro. A
promessa foi acompanhada de seu sorriso
franco e de um beijo apressado. Em seguida,
ele pegou a pasta e partimos na direção do
Hotel Canal, onde Æcava nosso escritório.
Voltamos a nos encontrar horas mais tarde.
Ele já não sorria, então. Preso entre os
escombros de um prédio em chamas,
esforçava-se para manter a consciência
enquanto eu tentava, inutilmente, declaração Æcou de fora das investigações. O um reconhecimento importante por elementar de qualquer mulher: o de ter seu
resgatá-lo. tratamento diferenciado deveu-se ao meu proteger mulheres que vivem com seus papel reconhecido, sua Ægura legitimada e
O atentado terrorista contra a sede das estado conjugal; sem um documento que parceiros sem um documento que sua existência conÆrmada como parceira do
Nações Unidas no Iraque, em 19 de agosto de provasse que éramos marido e mulher, eu comprove essa união. AÆnal, são essas homem com quem escolheu viver. Também
2003, matou 22 funcionários da simplesmente não mulheres as que mais sofrem preconceitos e fere a dignidade humana ao incitar
organização, entre eles meu marido, o existia para a têm seus direitos ignorados quando perdem desvantagens, estereótipos e preconceitos
diplomata brasileiro Sérgio Vieira de Mello. organização. companheiros em eventos trágicos. políticos e sociais.
No momento de sua morte Sérgio ocupava o Essa é uma atitude Embora reconheça isso oÆcialmente, em Sérgio costumava dizer que é preciso
cargo de alto-comissário da ONU para os difícil de entender seu estatuto interno, a burocracia da ONU expor a igualdade entre as pessoas com
Direitos Humanos. Ele fora enviado ao Essa quando se leva em continua promovendo o conceito tradicional ações, não com palavras. Dezasseis anos se
Iraque para ajudar o país a construir um conta o historial das de família, isto é, a constituída unicamente passaram desde então. Está na hora de
governo democrático no pós-guerra, e eu o mentalidade Nações Unidas na via casamento. Devido a essa situação homenageá-lo, e a tantos outros como ele,
acompanhei no papel de economista para patriarcal, que promoção dos paradoxal, a organização onde Sérgio respeitando suas escolhas pessoais e
seguir as discussões sobre o futuro do
petróleo na região. Trabalhei sete anos na
protege valores direitos humanos.
Tanto na Plataforma
trabalhou durante 34 anos se recusa a seguir
a determinação da lei brasileira, que garante
legitimando a família e a mulher que o
acompanharam nos últimos anos de sua
ONU. Sofremos lado a lado o excesso de anacrônicos, de Ação de Pequim que Sérgio e eu tínhamos uma união estável. vida em vez de soterrá-las sob preconceitos
calor e a falta de segurança, as diÆculdades
no trabalho e a desconÆança da população,
viola o direito (1995) como na
convenção sobre a
O julgamento brasileiro — obtido como
consequência de um processo judicial de
que não encontram mais espaço nos tempos
atuais. Está na hora de a ONU pôr um Æm à
mas também compartilhamos o sonho de elementar de eliminação de todas dez anos, que examinou cuidadosamente as incoerência entre o discurso oÆcial e sua
um futuro melhor. Nunca passou pela minha qualquer as formas de evidências apresentadas por todas as partes política interna, para que as vítimas negadas
cabeça não o acompanhar ao Iraque. AÆnal, discriminação — é claro e deÆnitivo. O governo brasileiro pelo sistema encontrem a paz e a dignidade
éramos uma família. Vivemos juntos em mulher contra as mulheres também conÆrmou às Nações Unidas que, que merecem.
Genebra, Nova Iorque e Timor-Leste, não (1979), a entidade com base no julgamento, nossa família “tem
seria diferente em Bagdad. Mesmo assim, a promove a status igual ao casamento, para todos os Æns A economista argentina trabalhou quase
ONU se recusou a reconhecer o meu papel existência de legais”. No entanto, a organização persiste uma década na ONU. Estava em Bagdad
na vida de Sérgio. Fui excluída das listas de diversas formas não em seus valores vitorianos. durante o atentado contra a sede da
sobreviventes do atentado e, apesar de ter convencionais de Essa mentalidade patriarcal, que protege organização que vitimou o diplomata
sido testemunha da tragédia, minha famílias. Trata-se de valores anacrônicos, viola o direito brasileiro Sérgio Vieira de Mello
8 • Público • Terça-feira, 20 de Agosto de 2019

POLÍTICA
Alexandre Relvas diz que gestão
da greve “confortou” empresários
O empresário e político do PSD prefere não comentar as declarações de Rui Rio durante a crise
dos combustíveis, ao contrário de Silva Peneda e de Alexandre Patrício Gouveia, que as elogiam
MIGUEL MANSO

Greve
Leonete Botelho
O empresário Alexandre Relvas, CEO
da Logoplaste com um passado polí-
tico relevante no PSD — partido em
que esteve por diversas vezes ao lado
de Cavaco Silva —, elogia a gestão que
o Governo socialista fez da crise ener-
gética. “O que o Governo conseguiu
com a política que pôs em prática
merece um apoio consensual dos
empresários”, aÆrmou ao PÚBLICO.
Apesar de se encontrar de férias, Ale-
xandre Relvas disse que acompanhou
a crise e as decisões do Governo, mas
não as declarações de Rui Rio sobre o
assunto. “Quem quer que tenha res-
ponsabilidades empresariais teve de
acompanhar a situação e sentiu-se
confortado com a gestão do Gover-
no”, acrescentou.
No dia em que terminou a crise
energética declarada pelo Governo
na sequência da greve dos motoristas
de matérias perigosas, o PÚBLICO
quis ouvir empresários e Æguras rele-
vantes do PSD sobre a forma como o
presidente deste partido agiu e reagiu
nesta situação, mas Alexandre Relvas
preferiu nada dizer sobre o assunto.
“Não li as declarações do dr. Rui Rio,
mas o meu sentimento é que a políti-
ca seguida pelo Governo em relação
a este tema tem o apoio da generali-
dade dos empresários”, sublinhou o “O que o Governo conseguiu com a política que pôs em prática merece um apoio consensual dos empresários”, diz Alexandre Relvas
antigo secretário de Estado do Turis-
mo de Cavaco Silva, de cuja campa- cisco Sá Carneiro durante a liderança nicação” que aponta a Rui Rio, Alexan- em defesa de Rui Rio, ainda que tam- se pôr do lado dos trabalhadores”.
nha presidencial foi director em de Passos Coelho. dre Patrício Gouveia sai em sua defesa bém elogie a actuação do Governo na Silva Peneda chama a atenção para
2006, já depois de ter sido um dos Patrício Gouveia considera que a e critica abertamente a política do deÆnição dos serviços mínimos. “Não a questão de fundo, que diz ser um
fundadores do Compromisso Portu- intervenção de Rui Rio durante a cri- Governo, em particular o aumento do é fácil estar na posição do líder do “problema de regulação”. As petrolí-
gal em 2004. se “visou favorecer todos os portu- IRC, que “prejudica tanto empresários PSD neste processo”, diz ao PÚBLICO, feras entregaram o transporte, por
Ao longo deste processo, o presi- gueses, pois quis ter uma visão equi- como trabalhadores”. entre considerações sobre o “aprovei- outsourcing, e assim não têm proble-
dente do PSD interveio poucas vezes distante dos patrões e dos sindicatos”, O PSD, enfatiza, “preocupa-se mais tamento político” que o Governo fez ma nenhum com os transportes nem
e para acusar o Governo de se colocar mas que esse posicionamento não com o crescimento económico, o que do assunto, que julga compreensível, com motoristas, esmagaram as mar-
ao lado de uma das partes — a dos passou de uma “questão pontual”. No acaba por favorecer tanto empresá- a “inacção” do PCP e do BE e um gens para as empresas transportado-
empresários —, de “montar um circo” que lhe interessa, que é a política eco- rios como trabalhadores; enquanto o reparo à reacção tardia de Rio. ras e estas vêem-se aÇitas para resol-
mediático para tirar dividendos polí- nómica, elogia o líder do PSD. discurso do PS nunca vai proporcio- “O que Æcou patente nesta greve ver o problema”, analisa.
ticos e para alertar sobretudo para as “O discurso do PSD é seguramente nar crescimento económico porque foram as condições de trabalho dos E se concorda com o PSD na cha-
condições de trabalho dos motoristas. melhor, relativamente à economia, do as variáveis da sua política económica motoristas, que não são deste século. mada de atenção sobre este proble-
Será que Rui Rio já não fala para os que o do PS. Porque, apesar de tudo, são o aumento da despesa pública e E o que mais me impressionou foi a ma, também vai dizendo que não
empresários? “O PSD não falou parti- ainda tem algumas medidas para pro- o aumento do consumo”. forma de pagamento, que é ilegal”, chega. “Este assunto merece um
cularmente para os empresários, mover o investimento, o que é funda- aÆrmou. “Isto é quase escravatura”, debate mais a sério, uma análise mais
falou mais para o país”, diz Alexandre mental para o crescimento económico “Um problema de regulação” sublinha, aÆrmando-se “social-de- Æna, também na Concertação Social,
Patrício Gouveia, outro gestor social- e o aumento de salários, e que é uma José Silva Peneda, que foi ministro do mocrata” com uma costela de esquer- sobre a forma como o sector está
democrata, que também esteve no variável que o PS e o Governo têm des- Trabalho de Cavaco Silva e presiden- da: “Desse ponto de vista, alguém regulado.”
Compromisso Portugal e no conselho curado completamente”, aÆrmou ao te da Concertação Social, vê a questão responsável, consciente e com preo-
de administração do Instituto Fran- PÚBLICO. “Apesar das falhas de comu- com outros olhos, mas também sai cupações sociais não pode deixar de leonete.botelho@publico.pt
Público • Terça-feira, 20 de Agosto de 2019 • 9

POLÍTICA
LUÍS FORRA/LUSA

Verba de quatro mil euros BE questiona


para 100 municípios suspensão
leva sociais-democratas de marcações
a interpelar Governo no SEF
ma será Ænanciado por verbas do
Incêndios Feder com uma taxa máxima de co- Imigração
Luciano Alvarez Ænanciamento de 85% das despesas Sofia Rodrigues
elegíveis e que estão em causa cerca
Valor destina-se a toda a de 100 concelhos que podem apre- O deputado José Manuel
sentar candidaturas, estranhamos o
região Centro no âmbito Pureza fala numa situação
facto de a dotação disponível do co-
dos fundos europeus Ænanciamento Feder atribuir à tota- “terrível” para os
Portugal 2020 lidade das operações a seleccionar Futebolada marcou edição da festa em 2018 imigrantes
no âmbito deste concurso abrangido
O grupo parlamentar do PSD ques-
tionou ontem o Governo sobre a
razão que explica que, “para toda a
pelo aviso acima referido ser de qua-
tro mil euros”, diz o PSD na pergun-
ta ao Governo.
PSD aposta em festa O Bloco de Esquerda critica a sus-
pensão de marcações de atendimen-
to para imigrantes até ao Ænal deste
região Centro, em matéria de fundos
comunitários, só estejam disponíveis
quatro mil euros para os concelhos
Para os sociais-democratas, “ou
este aviso não é para cumprir e é
apenas uma farsa, ou então trata-se
do Pontal popular ano por parte do Serviço de Estran-
geiros e Fronteiras (SEF) e quer
saber que medidas o Governo vai
investirem na ‘protecção contra o
risco de incêndios’”.
A verba está inscrita no Aviso n.º
de um lapso e de um erro o facto de
se dotar este concurso de uma verba
tão irrisória”.
e ecológica tomar “de imediato” para permitir
ultrapassar a situação. A pergunta é
dirigida ao ministro da Administra-
Centro-14–2019–11, que enquadra o “Se se trata de facto de um lapso, ção Interna, Eduardo Cabrita, e é
pacote de medidas desenvolvidas e tendo em conta que já passaram 19 entregue hoje na mesa da Assem-
pelo Governo no sentido de melho- dias desde a publicação deste aviso, realizou em Fonte Filipe, na locali- bleia da República.
rar a resiliência e protecção das muito estranhamos que não tenha Partidos dade de Querença, num espaço O SEF, como noticiou o PÚBLICO
populações às ameaças dos fogos surgido qualquer alerta ou correcção Sofia Rodrigues mais pequeno. A festa do PSD foi, na passada sexta-feira, deixou de
rurais no âmbito dos fundos euro- no Balcão do PT2020”, escrevem. em 2018, mais barata do que em fazer marcações para atendimento
peus Portugal 2020. Além de pedirem explicações ao Iniciativa pretende juntar anos anteriores, tendo custado ape- aos imigrantes para tratar, por exem-
O aviso destina-se a municípios e ministro do Desenvolvimento Regio- nas 10.389 euros, quando as rentrées plo, de processos de autorização de
1500 pessoas, em
comunidades intermunicipais e foi nal sobre o facto de só estarem “dis- do tempo de Passos tinham facturas residência ou renovação ou ainda
aberto pela CCDR Centro com o poníveis quatro mil euros para os Monchique. Jornalista da 12 vezes mais altas. “Queremos fazer para reagrupamento familiar. Não
objectivo de permitir aos concelhos concelhos investirem na protecção TVI será convidada da também um evento mais ecológico existem marcações até ao Ænal do
desta região o acesso a Ænanciamen- contra o risco de incêndios, os depu- Universidade de Verão e não usar plástico para que o que ano, nem há data deÆnida para agen-
to para operações de “protecção tados do PSD perguntam, caso se defendemos não sejam apenas pala- damentos em 2020.
contra risco de incêndios”. Estão trate de “um lapso e a verba prevista O PSD vai voltar a organizar uma vras”, aÆrmou David Santos ao “A nossa preocupação é que isso
incluídos investimentos em equipa- for outra bastante superior”, quando festa do Pontal com cariz popular e PÚBLICO. põe em causa a vida das pessoas, que
mentos destinados à protecção e pretende o Governo corrigir esta um toque ecológico, desta vez em Com os pormenores ainda a não conseguem autorização de resi-
socorro das populações, para aloja- situação. “Se se conÆrmar o lapso, Monchique. A iniciativa marca a serem ultimados, a festa do Pontal dência e Æcam em situação irregular,
mento e abastecimento de desalo- pretende o Governo alargar o prazo rentrée de Rui Rio, que já recomeçou será também o momento de apre- ou que querem renovar a autoriza-
jados, bem como centros munici- das candidaturas de modo a não pre- a ter agenda pública após um perío- sentação dos candidatos à Assem- ção e também não conseguem. É
pais de protecção civil, equipamen- judicar os municípios que não con- do de férias. bleia da República, pelo menos os terrível”, disse ao PÚBLICO o depu-
tos destinados à protecção de correram devido ao baixo montante À semelhança do que aconteceu que concorrem pelo círculo do tado bloquista José Manuel Pureza.
aglomerados populacionais e cam- disponível?”, questionam ainda. no ano passado, já sob a liderança Algarve. Na pergunta dirigida a Eduardo
panhas de prevenção. de Rui Rio, a tradicional festa do Noutro evento que decorre nos Cabrita, o BE quer saber que medi-
“Tendo em conta que este progra- luciano.alvarez@publico.pt Pontal será um convívio de militan- dias anteriores, a Universidade de das o Governo vai adoptar “para
PAULO PIMENTA
tes que começa com jogos tradicio- Verão do PSD, foram convidados a permitir que essa suspensão de agen-
nais e uma partida de futebol. No participar outros cabeças de lista do damentos seja ultrapassada”. A situa-
ano passado, o próprio líder do PSD partido. É o caso de Filipa Roseta ção, adiantam os bloquistas, deve-se
entrou em campo e participou no (Lisboa), Hugo Carvalho (Porto) e à escassez de pessoal e não se resolve
jogo, mas a equipa da direcção Ana Miguel Santos (Aveiro), que com a contratação de 116 técnicos
nacional perdeu. Este ano, o PSD foram escolhas pessoais do líder do cujo concurso está em marcha.
convidou as distritais a levarem pro- PSD. Outros dirigentes nacionais Os bloquistas defendem a criação
dutos regionais que estarão em como Salvador Malheiro e David de uma estrutura de missão para
exposição em bancas. Justino também estão conÆrmados “diminuir drasticamente o volume
Segundo David Santos, líder do no programa já disponibilizado. Da de pendências no SEF”. A proposta
PSD-Algarve, o jantar e as interven- área socialista participa o ex-comis- passaria pela criação de uma equipa
ções políticas serão por volta das sário europeu António Vitorino e do de 30 pessoas com formação jurídi-
20h00, ao contrário do ano passado CDS foi convidado o vice-presidente ca e cuja função seria “repor o con-
que decorreram durante o almoço, Adolfo Mesquita Nunes. tador a zeros”. O BE apresentou a
após a futebolada. Para a noite de sábado, o PSD con- medida num projecto de resolução
vidou para o jantar-conferência a que não chegou a ser votado em ple-
Plastic free jornalista da TVI Alexandra Borges. nário. Mas, agora, os bloquistas con-
Nesta edição, agendada para dia 31 A Universidade de Verão é encerra- sideram que as notícias tornam esta
deste mês, o dirigente espera juntar da por Rui Rio, no domingo, dia 31. solução “ainda mais evidente”, a par
à volta de 1500 militantes, mais do da “urgente e adequada contratação
PSD estranha verba “irrisória” para protecção contra incêndios que a edição do ano passado que se srodrigues@publico.pt de pessoal”.
10 • Público • Terça-feira, 20 de Agosto de 2019

POLÍTICA

“O grande vence
vencedor é o
goste-se ou não.
Governo, goste-
objectivo”,
É factual, é objec
Marques Mendes
afirmou Marque

Breves
Regionais
Jardim regressa Crise energética Acção de militares não afectou “missões habituais”
aos comícios
NUNO FERREIRA SANTOS

do PSD-Madeira
Alberto João Jardim, antigo
líder do Governo da Madeira,
volta hoje, às 18h30, a discursar
num comício do PSD regional.
O partido vai apresentar os
candidatos às eleições
regionais no pico dos Barcelos
e, além de Jardim, vai subir ao
palco também o actual
presidente do governo e do
PSD, Miguel Albuquerque.

Efeméride
Portal assinala 40
anos do SNS, um pilar
da democracia
O Ministério da Saúde lançou
um portal para assinalar os 40
anos do SNS, que tornou o
acesso a cuidados de saúde
“geral, universal e gratuito”. O
portal recorda a audácia da
criação do SNS, que é um O ministro da Defesa Nacional, motoristas não pôs em causa as sem pôr em causa as missões Protecção Civil”, disse o ministro
importante pilar da legitimação João Gomes Cravinho, garantiu “missões habituais” da Marinha, habituais, quer seja de defesa de após visita ao Comando
do regime democrático, a 15 de ontem que a acção das Forças Força Aérea e Exército. soberania, quer sejam outras, Conjunto para as Operações
Setembro de 1979. Armadas durante a greve dos “Foi possível fazer este esforço nomeadamente de apoio à Militares, no concelho de Oeiras.

Museu Salazar Óbito Livro Madeira


Mais de 7000 pessoas Morreu o primeiro Rui Zink lança Manual Redução do número
pedem intervenção presidente do do Bom Fascista de deputados entra
do Governo Parlamento da Madeira com 100 lições na pré-campanha
Depois de um abaixo-assinado, Emanuel Rodrigues, o primeiro Vai estar disponível nas livrarias a A redução do número de
foi lançada uma petição online a presidente da Assembleia partir de 29 de Agosto o novo deputados entrou na
pedir a intervenção do Governo Legislativa Regional da Madeira, livro de Rui Zink, intitulado pré-campanha das eleições
na questão do Museu Salazar, a morreu ontem, no Funchal, aos Manual do Bom Fascista. regionais madeirenses de 22 de
construir em Santa Comba Dão. 74 anos, vítima de doença À beira de eleições legislativas, o Setembro. Álvaro Araújo,
Mais de 7000 pessoas já prolongada. Emanuel Rodrigues, autor reconhece que a ideologia enfermeiro e cabeça de lista do
assinaram o texto promovido, advogado de profissão, conduziu que foi responsável por alguns PNR no arquipélago, propôs a
entre outros, por Carvalho da os destinos do Parlamento dos mais negros episódios da redução de 47 para 30
Silva, Maria Teresa Horta, Barata madeirense entre os anos de história mundial volta a ganhar deputados no parlamento
Moura e Pedro Adão e Silva. 1976 e 1984. seguidores. regional, em entrevista à Lusa.
Os resfriados
não tiram férias
O SNS 24 também não
Informam-se os estimados cidadãos que o SNS 24
estará aberto entre os dias 1 de janeiro e 31 de dezembro,
de segunda a domingo, entre as 0 e as 24 horas.
Para qualquer assunto relacionado com arrepios, febre
ou dores de garganta é favor contactar-nos através
do 808 24 24 24 para triagem e aconselhamento.
12 • Público • Terça-feira, 20 de Agosto de 2019

SOCIEDADE
Enfermeiros não querem lavar
ambulâncias do INEM
Ordem dos Enfermeiros diz que lavar as viaturas não constitui acto próprio da proÄssão. INEM alega
que há uma norma que deÄne que a limpeza é da responsabilidade da equipa, mas a tarefa é voluntária
SÉRGIO AZENHA

Saúde
Sónia Trigueirão
Vários proÆssionais queixaram-se e a
Ordem dos Enfermeiros decidiu con-
testar e informar o Instituto Nacional
de Emergência Médica (INEM) de que
lavar as ambulâncias, nomeadamen-
te as de suporte imediato de vida (SIV)
— 44, ao todo —, não faz parte do seu
regulamento de exercício proÆssional
ou das suas normas técnicas e deon-
tológicas.
“Aos enfermeiros não compete,
nunca, a higienização e lavagem de
viaturas, nem tal resulta do enunciado
no seu regulamento”, lê-se na infor-
mação enviada pela Ordem dos Enfer-
meiros ao presidente do conselho
directivo do INEM, Luís Meira. Refere
o mesmo documento que a informa-
ção que chegou à Ordem é que esta
tarefa seria uma imposição da direc-
ção do INEM e não uma colaboração
voluntária dos enfermeiros.
“Uma vez que o que está em causa
não constitui um acto próprio da pro-
Æssão, a Ordem dos Enfermeiros irá
dar conhecimento da sua posição e
orientação aos enfermeiros que se
encontram a exercer funções no
INEM, não podendo da sua recusa em
participar na higienização de viatu-
ras, advir qualquer consequência,
porquanto não se trata de procedi-
mento susceptível de ser enquadrado
no seu conteúdo funcional”, aÆrmou O INEM diz que a tarefa é voluntária e que os enfermeiros que se recusem a realizá-la não terão qualquer sanção
a Ordem na informação que enviou.
Aí deixa também claro que “é da mental para assegurar medidas de limpeza exterior, nem sempre reque- um enfermeiro, “em que as questões tipo de imposição pela direcção de
exclusiva competência do regulador, controlo de infecção, garantindo a rem a intervenção directa da sua tri- relacionadas com a viatura (limpeza enfermagem para que sejam os enfer-
Ordem dos Enfermeiros, a deÆnição segurança dos cuidados prestados pulação”. e higienização, aspectos mecânicos meiros a realizar a lavagem exterior
dos actos próprios do exercício da aos nossos utentes.” Diz o INEM que, “na prática, os pro- essenciais e a veriÆcação das condi- das ambulâncias e, muito menos, que
proÆssão da enfermagem”. O INEM acrescenta que, “no que Æssionais e colaboradores, indepen- ções de segurança das viaturas) exista qualquer ameaça de procedi-
Contactado pelo PÚBLICO, o INEM concerne à lavagem exterior dos veí- dentemente da sua classe proÆssio- devem ser realizadas pelos elementos mento disciplinar, caso essa (alegada)
conÆrmou a situação e disse que hou- culos, existe uma norma, em vigor nal, têm procedido à lavagem exterior da equipa”. imposição não seja cumprida”.
ve efectivamente “uma contestação desde 2013, que prevê a limpeza exte- dos veículos por primarem pelo zelo, Ainda a propósito do exemplo das Ao Sindicato dos Enfermeiros Por-
por parte da Ordem dos Enfermeiros rior da ambulância pelos elementos rigor, preservação da imagem do ser- VMER, o INEM salienta que “a condu- tugueses também já chegaram quei-
ao facto do proÆssionais de enferma- que constituem a sua equipa, sem viço que prestam e respeito pelo inte- ção de viaturas não está contemplada xas, conÆrma Rui Marroni, que expli-
gem colaborarem na limpeza interior especiÆcar que tarefas concretas com- resse público, facto que o INEM reco- no REPE (Regulamento do Exercício ca que a higienização geral dos veícu-
e exterior dos veículos do instituto”. petem a cada um desses elementos”. nhece, agradece e considera ser ProÆssional dos Enfermeiros) ou nas los é tarefa da competência do pessoal
Porém, é referido o seguinte: “É Acresce que também é explicado demonstrativo do empenho destes suas normas técnicas e deontológicas, auxiliar, como de resto acontece nos
entendimento do INEM que os enfer- que “as condições em que são efec- proÆssionais para com o serviço o que não impede que sejam os enfer- centros de saúde e unidades hospita-
meiros que trabalham e colaboram tuados os procedimentos de limpeza público que prestam”. meiros a garantir, e com muita com- lares. “Vamos pedir uma reunião ao
com o INEM têm um papel funda- e higienização das ambulâncias Também é referido que esta ques- petência, esta função essencial para conselho directivo do INEM para dis-
mental na limpeza e higienização da dependem das condições locais, dife- tão apresenta algumas semelhanças garantir a prestação de cuidados de cutir este e outros assuntos que aguar-
célula sanitária dos ambulâncias de rindo de ambulância para ambulân- com o que acontece nas viaturas emergência médica pré-hospitalar”. dam resposta”, revela o sindicalista.
suporte imediato de vida e dos seus cia, pelo que existem soluções diver- médicas de emergência e reanimação Por Æm, o instituto desmente “de
equipamentos. Esta limpeza é funda- sas para esta questão que, no caso da (VMER), tripuladas por um médico e forma categórica que exista qualquer sonia.trigueirao@publico.pt
Público • Terça-feira, 20 de Agosto de 2019 • 13
CONTEÚDO
CO

SOCIEDADE COMERCIAL
CO

O modelo português nos


comportamentos adictivos
— vinte anos de estratégia

Finanças. A atual ministra da Saúde


comprometeu-se publicamente a
aprovar, até Ænal da legislatura, as
mudanças esperadas por milhares
de trabalhadores que trabalham nas
unidades de intervenção local.
Opinião Sabe-se que o decreto-lei está
Emídio Abrantes pronto, e aguarda aprovação pelo

NA PRIMAVERA, NO LUSO...
Conselho de Ministros.
Comemoramos, neste ano de 2019, Estamos em pleno verão e até
vinte anos de Estratégia Nacional agora nada aconteceu, as eleições
para os Comportamentos Aditivos e legislativas estão marcadas para 6 de
Dependências. outubro. É expectável que seja ainda Era uma bela tarde de um sábado de Abril e a vinha? O atraso já se cifrava numa boa meia hora, mas
Não faltam elogios ao modelo aprovado uma decisão? Fortes Primavera sentia-se há muito na folhagem das o percurso dele apresentava-se bem mais longo e
português, estudos e relatórios que dúvidas, mas, como diz o ditado, a árvores, no chilrear dos passarinhos e nas roupas muito mais sinuoso. Havia que contemporizar… Por
demonstram a sua eÆcácia e esperança é a última a morrer. Os mais alegres das gentes. Marcáramos um encontro fim ele lá chegou, com desculpas lógicas e coerentes.
eÆciência, inúmeras delegações problemas das adições deixaram de no Café “Casino” do Luso, bem no centro da estância E eu senti-me reconfortada.
internacionais deslocam-se a ser uma prioridade social e política, termal, um Café com História e cheio de histórias para Entrámos então no “Casino” (hoje “Rosa Biscoito Luso”)
Portugal para conhecer o nosso contudo não quer dizer que os contar, muito marcado pela arquitectura Arte Nova e satisfizemos a vontade tornada hábito de pedir um
modelo português, somos citados problemas acabaram, aliás os e um bom serviço de bolinhos, chás e cafés. café e um descafeinado, sentados numa mesinha
em revistas, jornais, séries de TV, desaÆos são hoje mais complexos. A Cheguei de carro, um pouco antes da hora combinada escolhida pelos dois, no cantinho mais aconchegado
etc., até o Presidente Marcelo perceção do risco é diferente, as e sentei-me num banco, cá fora, esperando-o com da sala. Enquanto saboreávamos a bebida, desfiámos
Rebelo de Sousa se pronunciou há substâncias psicoativas apresentam
uma certa inquietação e ansiedade. Conhecemo-nos alguns lugares comuns, enveredando depois por
pouco tempo na visita que fez ao características diferentes e os
uns meses antes, mas o velho telefone constituía uma conversa longa e muito mais séria…
Observatório Europeu da Droga e da comportamentos aditivos apelam a
ainda o meio mais rápido e mais eficaz, para entre Saímos do Café “Casino” de mãos dadas e rumámos
Toxicodependência: “O exemplo intervenções cada vez mais focadas.
nós se ir desenvolvendo uma amizade madura, ao cimo da Serra do Buçaco, para de lá perdermos
português foi um exemplo em A discussão em torno das adições
termos de visão de serviço público… tem hoje outro campo de ação, a própria de quem já havia ultrapassado a fasquia dos o olhar numa paisagem deslumbrante, que nos leva
foi um exemplo na Europa, porque, insustentável leveza do prazer, não cinquenta. Coisas de velhos, nem pensar! A juventude até ao mar.
da direita à esquerda, os governos está alheio a isso tudo o facto de se não reside no ADN (não o dos genes mas o do ano de Aconteceu o amor, que nos liga há já quase vinte anos
passavam, mudavam, e a política confundir o conceito de consumos nascimento), mas na curiosidade e na alegria com que e que floresceu naquela tarde de um sábado de Abril,
continuava”, manifestou-se também para Æns recreativos ou uso de uma se encara o dia-a-dia… no aconchego de uma mesinha do café “Casino do Luso”.
preocupado com “um ambiente de determinada substância para Æns Não me atrevi a entrar sozinha…esperava. Será que E o café foi só o pretexto para este encontro…
diminuição de prioridade política” terapêuticos. No que respeita às
O que não foi dito até agora é que equipas terapêuticas, estão em *Autora: Maria Teresa Albuquerque
o modelo português está esvaziado, rutura e sem capacidade de resposta,
falido e existe apenas de forma com limitação de recursos,
idealizada! Falta recorrentemente tecnologicamente inadaptadas para
um elemento importante para a corresponder às exigências atuais de
compreensão e execução do modelo comunicar com o novo público-alvo.
que é o seu modelo operativo. O Neste momento, é claro que importa
modelo assenta numa intervenção dar um novo enquadramento
integrada em cinco pilares — organizacional aos serviços, no
prevenção, tratamento, reinserção, âmbito dos comportamentos aditivos
redução de riscos, minimização de e dependências. Os proÆssionais, de
danos e dissuasão — e é na uma forma global, tal como as
articulação, comunicação e diversas plataformas de utentes
cooperação entre estes pilares que o existentes ,são unânimes em admitir
seu sucesso assenta. Em Ænais de que a melhor forma de garantir a
2012, o anterior Governo coerência da intervenção nos CAD
espartilhou as áreas por diferentes passa pela constituição de um
estruturas, e desde então assistimos serviço especializado em adições,
ao deÆnhamento dos serviços, com num modelo integrado, coeso,
consequências ao nível da coerente, compreensivo e Çexível.
intervenção junto dos utentes e da Mas, aÆnal, o que é que impede o
comunidade. Governo de decidir?
O PS, nesta legislatura, assumiu
diversos compromissos para alterar Coordenador Centro Respostas
o statu quo dos serviços públicos, Integradas de Aveiro, Unidade
inclusivamente o anterior ministro de Intervenção local em
da Saúde, Adalberto Fernandes, Comportamentos Aditivos;
*O autor foi escolhido no âmbito da sua participação no passatempo
chegou a apresentar uma nova membro do Grupo de Aveiro; Histórias de Café. Saiba mais em www.historiasdecafe.publico.pt
proposta de estrutura que foi membro da Associação
recusada pelo Ministério das Portuguesa de Adictologia
14 • Público • Terça-feira, 20 de Agosto de 2019

SOCIEDADE

Bebidas com menos açúcar foram


as que registaram maior quebra
Houve uma “corrida” à compra de refrigerantes, imediatamente antes da entrada em vigor da taxa sobre
as bebidas açucaradas. Ainda assim, os portugueses consumiram menos açúcar
RUI GAUDÊNCIO
vezes até acima disso, o que poderá
Refrigerantes estar relacionado com custos associa-
Patrícia Carvalho dos à reformulação do produto).
Também a reacção dos portugue-
Os portugueses estão a consumir ses nos meses imediatamente ante-
menos açúcar nos refrigerantes, des- riores à entrada em vigor da taxa
de que entrou em vigor, em Fevereiro pode ser encarada como normal,
de 2017, a taxa sobre as bebidas açu- referem os autores do estudo, citando
caradas e os refrigerantes. Mas não mesmo a corrida aos postos de com-
porque tenha havido uma grande bustível aquando da paralisação dos
quebra na compra dessas bebidas, camionistas de matérias perigosas em
revela um estudo de dois economistas Abril. Ou seja, os consumidores tra-
da Nova School of Business & Econo- taram de acumular refrigerantes
mics, divulgado pelo Gabinete de antes da prevista subida de preços.
Estratégia e Estudos do Ministério da Depois, tudo estabilizou. “Houve
Economia. A quebra no açúcar deveu- alguma quebra no consumo de refri-
se, sobretudo, à reformulação das gerantes, mas, na maior parte dos
quantidades desta substância em casos, ela não foi signiÆcativa”, diz ao
algumas bebidas, com a indústria a PÚBLICO Judite Gonçalves. Nas bebi-
evitar assim pagar o imposto mais das mais açucaradas, os investigado-
elevado. A quebra mais visível no con- res apontam para uma quebra de 6%
sumo deu-se, curiosamente, entre as no consumo, mas eles mesmo refe-
bebidas menos açucaradas. rem que “a estimativa não é suÆcien-
Os investigadores Judite Gonçalves temente precisa para ser estatistica-
e João Pereira dos Santos analisaram mente signiÆcativa”. A quebra mais
os dados “extremamente detalha- visível, de 18%, é nas bebidas menos
dos” de um dos dois maiores retalhis- açucaradas.
tas do país, entre Fevereiro de 2015 e Um dado que pode parecer estra-
Janeiro de 2018, e chegaram a uma Por causa da taxa, as empresas baixaram o teor de açúcar presente nas bebidas nho, mas para o qual os autores do
conclusão: “Os benefícios da taxa do estudo apontam explicações. Por um
açúcar em termos de redução do lado, referem, há a hipótese de estas
consumo do açúcar têm sobretudo a
ver com a reformulação, uma vez que
Taxa do sal ainda à espera bebidas causarem menos habituação
do que as outras, levando a que o seu
os produtores reduziram as quanti- abandono seja mais fácil. Por outro,
dades de açúcar em algumas bebidas, Ordem dos Nutricionistas quer que medida avance na próxima legislatura os consumidores deste tipo de bebi-
para Æcarem abaixo do limiar dos 80 das podem ter tido uma maior percep-

À
gramas por litro”, referem. O impos- semelhança do que se poder político a sua posição devido. É preciso aumentar a ção de que elas também fazem mal,
to foi já este ano alterado, ganhando passa com o açúcar, já nesta matéria, com a bastonária literacia da população, é preciso levando a que as comprassem em
novos escalões, mas na primeira ver- houve tentativas para criar a admitir que gostaria de a ver haver mais medidas menor quantidade. Os que consomem
são, que foi analisada neste estudo, uma taxa para os produtos entrar em vigor na próxima informativas. E se não tivermos as bebidas com maior teor de açúcar
ele signiÆcava uma taxa de 0,08 com mais elevado teor de sal. legislatura. “Insistimos na nutricionistas em número já sabiam que elas eram prejudiciais,
euros por litro, para bebidas com Mas neste caso a medida acabou necessidade de promover suficiente e nos sítios certos, não pelo que não foi a discussão do tema
mais de 80 gramas de açúcar por litro travada no Parlamento. políticas na área da alimentação é fácil melhorarmos”, insiste. Em nos meses que antecederam a entrada
(g/l), e de 0,16 euros para as que tives- Alexandra Bento não tem e nutrição, e este é um exemplo. 2017, na votação do Orçamento em vigor da nova taxa que levou a que
sem 80 g/l ou mais. dúvidas de que ela teria efeitos Até auxiliamos ao seu desenho. do Estado, uma proposta do deixassem de as comprar.
Para chegar às conclusões agora positivos ao nível da saúde dos Não nos podemos colocar de executivo para aumentar a taxa A bastonária da Ordem dos Nutri-
divulgadas, os dois economistas divi- portugueses. “O sucesso desta forma mais pró-activa. Gostaria sobre os alimentos com elevado cionistas, Alexandra Bento, salienta
diram as bebidas açucaradas em qua- medida [a taxa sobre as bebidas que se chegasse a essa taxa, mas teor de sal acabou por ser que este é mais um estudo que apon-
tro grupos — o primeiro com bebidas açucaradas] assim o diz. Mas a que não se ficasse só pela chumbada, recebendo votos ta para a importância deste imposto.
com mais de 80g/l; o segundo com contra-informação a que muitas taxa”, sublinha. Tal como favoráveis do PS e do Bloco de “Se calhar foi das mais importantes
bebidas exactamente abaixo desse vezes assistimos, a tentar velar o no caso da ingestão de Esquerda. Na mesma altura, medidas em termos de saúde pública
limiar; o terceiro para todas as que sucesso desta medida, pode açúcar, é necessário que uma proposta de alteração ao a que assistimos nos últimos tempos”,
estivessem abaixo dos 70g/l e o quar- fazer com que haja confusão e os portugueses percebem documento, apresentada pelo disse ao PÚBLICO. A situação pode
to para aquelas sem adição de açúcar. não se avance. É uma questão de as consequências do CDS, que previa a eliminação melhorar se a nova versão da taxa,
Em termos económicos, os resultados percebermos o que é a consumo excessivo de do Imposto sobre os com quatro escalões em vez de dois,
não são surpreendentes — os produ- evidência”, diz. A Ordem dos sal. “As medidas, Alimentos com Elevado Teor levar a uma nova diminuição do açú-
tores Æzeram reÇectir os custos acres- Nutricionistas, garante, vai quando são isoladas, de Sal, foi aprovada, com o car em algumas bebidas, refere.
cidos decrescentes dos impostos no continuar a fazer chegar ao não surtem o efeito apoio do PCP. P.C.
preço levado ao consumidor (e às patricia.carvalho@publico.pt
Público • Terça-feira, 20 de Agosto de 2019 • 15

SOCIEDADE

Atrasos no SEF: Bruna Pais manteriam filhas


de dez anos em garagem
teve de ir de Lisboa à Madeira e sem ir à escola. Gémeas
para permanecer legal retiradas à família
RUI GAUDÊNCIO
à escola e presenciavam agressões
Imigração Justiça físicas e psicológicas permanentes
Natália Faria Mariana Oliveira entre os pais”, lê-se na nota.
Ao PÚBLICO, a subcomissária Lau-
Bruna Santos pediu 500 A PSP anunciou a detenção de um ra Bicheiro explicou que foi a pedido
casal suspeito de violência domésti- da Comissão de Protecção de Crian-
euros para renovar a
ca sobre as Ælhas, duas gémeas de ças e Jovens da Amadora que a PSP
autorização de residência. dez anos, com quem vivia numa se dirigiu à garagem, para averiguar
Priscila Labanca não pôde garagem “em condições deplorá- uma eventual situação de maus tra-
visitar a mãe doente veis”. As meninas não iam à escola e tos denunciada por vizinhos. “Depa-
presenciavam permanentemente ramo-nos com um cenário de grande
Bruna Pereira dos Santos, uma brasi- agressões físicas e psicológicas entre sujidade. Além da família, a garagem
leira de 33 anos a viver em Lisboa os pais. Foram retiradas ao casal e tinha um carro e vários animais, cães
desde 2016, teve de pedir dinheiro acolhidas numa residência de aco- e gatos no interior”, descreve. As
emprestado para conseguir deslocar- lhimento temporário. meninas não iriam há mais de três
-se ao Funchal, na Madeira, o único Num comunicado divulgado anos à escola e só sairiam à noite do
local onde conseguiu ser atendida no ontem, o Comando Metropolitano local, para não serem detectadas,
Serviço de Estrangeiros e Fronteiras de Lisboa revela que deteve o casal, segundo relataram vizinhos à polí-
(SEF) a tempo de renovar a sua auto- de 51 e 34 anos, suspeitos da prática cia. “Estavam subnutridas e apresen-
rização de residência que caduca no O SEF já não tem capacidade para mais marcações este ano de dois crimes de violência domés- tavam problemas de higiene”, refere
próximo dia 11 de Setembro. Quando tica, na passada quarta-feira. “As a subcomissária.
há uns meses tentou agendar um SEF, chorei, escrevi cartas à direcção, “Em Lisboa é impossível”, assegu- vítimas do crime eram as filhas O casal foi sujeito a primeiro inter-
atendimento no continente, o que lhe mas tudo o que me diziam era que ra. Se não conseguir ser atendida a gémeas do casal, de dez anos, que, rogatório judicial, tendo sido liber-
disseram é que não havia marcações podia sair do país, mas corria o risco tempo, corre o risco de ser multada , suspeita-se, viviam em condições tado e prestado o simples termo de
até ao Ænal do ano. “Comecei a deses- de não conseguir voltar a entrar”. como acontecera a Bruna, que, deploráveis e sem salubridade no identidade e residência.
perar e a ligar todos os dias, até que Além das despesas e das horas de tra- aquando da primeira renovação da interior de uma garagem, andavam
um senhor me disse que tinha uma balho que perdeu, Priscila indignou- autorização de residência, foi obriga- mal vestidas e higienizadas, não iam mariana.oliveira@publico.pt
data para o [passado] dia 5, mas na -se com a forma como viu outros da a pagar 250 euros por ter Æcado
Madeira”, relata. imigrantes a serem “maltratados”. ilegal durante uns meses. “Eu traba- PUBLICIDADE

Na iminência de ficar em situação “Eu sou branca e falo português, mas, lhava e pagava impostos e o atraso na
irregular, Bruna pediu um emprésti- na Guarda, vi nepaleses a chorarem renovação não foi culpa minha, mas
mo na clínica onde trabalha. “Só de de desespero por não conseguirem do SEF. Expliquei isso direitinho, mas
passagens [aéreas] paguei à volta de ser atendidos depois de se terem des- disseram-me que eram as regras”.
350 euros, mais 46 euros de hospe- locado do Algarve até ali, com hora Ao PÚBLICO, o SEF explica que até AVISO
1. Nos termos e para os efeitos previstos no n.º 2 do artigo 47.º da Lei n.º 19/2012, de 8 de
dagem. No Ænal, com comida e trans- de atendimento marcada! Também ao Ænal do ano tem 48.890 agenda- maio, torna-se público que a Autoridade da Concorrência recebeu, a 2019-08-09, uma notifi-
portes, gastei 500 euros. Era um me chocou ver que o inspector do mentos registados só para renovação cação de uma operação de concentração de empresas, apresentada ao abrigo do disposto
dinheiro que eu não tinha”, declarou SEF atendia as pessoas que iam recla- de título de residência. E lembra que no n.º 4 do artigo 37.º do referido diploma legal.
2. A operação de concentração projetada consiste na aquisição do controlo conjunto pela
ao PÚBLICO. mar, já em pranto e desesperadas, no início deste mês foram reafectadas MASMOVIL IBERCOM, S.A. (“MásMóvil”) e GAEA INVERSIÓN, S.C.R., S.A. (“GAEA”) da
A espera para conseguir atendi- com uma arma na cintura. Achei cerca de 8000 vagas para os proces- Cabonitel, S.A. (“Cabonitel”) e, indirectamente, das filiais directa ou indirectamente detidas
mento no SEF não é nova e tem leva- superagressivo”, acrescentando que, sos com maior procura — renovação por esta, nomeadamente a Nowo Communications, S.A. (“Nowo”) e a Onitelecom - Infoco-
municações, S.A., (“Oni”) à Cabolink, S.à rl (“Cabolink”), uma empresa indiretamente detida
do ao desespero de milhares de imi- este ano, e com a documentação a de autorização de residência, autori- por fundos geridos pela KKR e Co. Inc. (“KKR”).
grantes que precisam de requerer expirar em Novembro, conseguiu zação de residência para exercício de 3. As atividades das empresas envolvidas são as seguintes:
autorização de residência ou a sua uma marcação para atendimento no actividade e reagrupamento familiar. • MásMóvil – empresa-mãe de direito espanhol de um grupo de empresas dedicadas à
venda e distribuição de produtos e serviços de comunicações eletrónica e de tecnologias
renovação. No caso de Priscila Laban- SEF em Outubro, mas em Portimão. Aquelas estão já, no entanto, preen- de informação em Espanha – Grupo Másmóvil.
ca, outra brasileira, de 30 anos, que chidas. “O SEF está e continuará a • GAEA – sociedade-veículo de direito espanhol especificamente constituída para a reali-
zação da transação ora projetada, é uma sociedade de investimento de capital de risco,
trabalha como chef de cozinha em implementar medidas extraordiná- integralmente detida pela Inveready GP Holding, S.C.R., S.A., do Grupo Inveready, que
Lisboa desde que chegou a Portugal, rias para garantir a resolução destas investe, através de fundos e de outras entidades financeiras semelhantes, em diversas
em Maio de 2017, a solução foi deslo- situações”, garantiu, acrescentando empresas, operando em Espanha.
• Cabonitel – empresa de direito português que detém 100% do capital social da Nowo
car-se à Guarda. “Tinha entrado com que tem a decorrer um concurso que, por sua vez, detém a totalidade do capital social da Oni, empresas de prestações de
visto de turista de três meses, mas público para 116 assistentes técnicos, serviços de telecomunicações. Estas empresas são detidas pela Cabolink, sociedade de
consegui emprego logo no primeiro Escrevi ao SEF, o que “permitirá duplicar a capacida- direito luxemburguês maioritariamente detida por fundos geridos pelos fundos KKR.
4. Quaisquer observações sobre a operação de concentração em causa, devem identificar o
mês. O meu patrão pediu em Julho o chorei... Tudo o de de atendimento ao público”. interessado e indicar o respetivo endereço postal, e-mail, n.º de telefone e fax.
meu número de Segurança Social que Para Timóteo Macedo, da Associa- Se aplicável, as observações devem ser acompanhadas de uma versão não confidencial,
chegou em Setembro e, com esse que me diziam era ção Solidariedade Imigrante, o pro- bem como da respetiva fundamentação do seu caráter confidencial, sob pena de serem
tornadas públicas.
número e contrato de trabalho, come- que podia sair blema não se resume à falta de pes- 5. As observações devem ser remetidas à Autoridade da Concorrência, no prazo de 10 dias
cei a pagar impostos. Tinha tudo cer- soal no SEF. “Falta vontade política úteis contados da publicação do presente Aviso, indicando a referência Ccent. n.º 41/2019 –
to, até porque sou muito organizada, para ir ver a minha para resolver estes atrasos que levam MásMóvil*GAEA / Cabonitel, e pelos seguintes meios: fax, e-mail, via postal para o endereço
abaixo indicado, ou entregues em mão durante o horário de expediente abaixo indicado.
mas só em Novembro do ano seguin- mãe ao Brasil, mas os imigrantes, que trabalham e con- Autoridade da Concorrência
te consegui o visto e, para isso, tive de tribuem para o desenvolvimento do Avenida de Berna, 19
me deslocar duas vezes à Guarda.” corria o risco de país, ao desespero, porque Æcam 1050-037 Lisboa
E-mail: adc@concorrencia.pt
Nesse mais de um ano de intervalo, não voltar a entrar impossibilitados de fazerem a sua Telefone: (351) 21 790 20 00 - Fax: (351) 21 790 20 95
Horário de expediente: das 9h00 às 18h00
a mãe adoeceu com um cancro no vida normal”, denunciou.
Brasil e Priscila não pôde acompanhá- Priscila Labanca O Diretor do Departamento de Controlo de Concentrações
Paulo Gonçalves
la na cirurgia. “Expus a situação ao Imigrante nfaria@publico.pt
16 • Público • Terça-feira, 20 de Agosto de 2019

LOCAL
Sector agro-alimentar vai ter
centro de investigação na Lezíria
Quatro anos depois da apresentação da candidatura, foi aprovada a adaptação da antiga Estação
Zootécnica, em Santarém, às novas valências de investigação, um investimento de 5,2 milhões de euros
RUI GAUDÊNCIO

Santarém
Jorge Talixa
A antiga Estação Zootécnica Nacional
de Santarém vai evoluir para “Centro
de Excelência para a Agricultura e a
Agro-indústria (CEAAI)”, de acordo
com um projecto agora aprovado
pelo Programa Operacional do Alen-
tejo 2020. A iniciativa envolve um
investimento global de 5,2 milhões de
euros no complexo actualmente geri-
do pelo Instituto Nacional de Investi-
gação Agrária e Veterinária (INIAV).
De acordo com um protocolo assi-
nado entre a Comunidade Intermu-
nicipal da Lezíria do Tejo e o INIAV,
o projecto contempla “a recupera-
ção, capacitação e expansão da esta-
ção zootécnica nacional”, criando
condições para “a valorização e
transferência de tecnologia para os
sectores agro-pecuário e agro-indus-
trial, de forma a reunir conhecimen-
tos e competências especializadas,
alojar empresas inovadoras e dina-
mizar eventos de divulgação”. Deve-
rá, ainda, dotar este CEAAI de “mais
e melhores valências e competências
no suporte tecnológico e laborato-
rial” e no apoio ao desenvolvimento
e às exportações.
Instalada na Quinta da Fonte Boa,
nos arredores de Santarém, desde
Julho de 1913, sucedendo à antiga
Coudelaria Nacional que ali funcio-
nou, a Estação Zootécnica Nacional O novo centro de investigação vai ter como compromisso um trabalho próximo das empresas do sector agro-alimentar da região
(EZN) chegou a empregar mais de 700
trabalhadores. Nas últimas décadas, cos” e como uma das suas principais Excelência para a Agricultura e a racional (PO) do Alentejo, no qual a unidade de fabrico de alimentos
atravessou vários problemas ligados oportunidades “o alargamento das Agro-indústria (CEAAI). Em Dezem- Lezíria está integrada, para efeitos compostos, câmaras bioclimatológi-
à falta de investimento na renovação cadeias de valor da agricultura à agro- bro de 2014, foi assinado um Memo- de acesso a fundos comunitários, cas, cirurgia experimental), labora-
de instalações e equipamentos. Ocu- indústria e às indústrias alimentares rando de Entendimento para a cria- com um Ænanciamento de 5, 2 tórios (nutrição e alimentação, qua-
pa uma área de 240 hectares, situada e a aposta no reforço das infra-estru- ção do CEAAI, que envolveu a milhões de euros. lidade e segurança dos produtos,
próximo do Centro Nacional de Expo- turas tecnológicas actuais”. Comunidade Intermunicipal da O projecto pretende aproveitar e biotecnologias reprodutivas, genéti-
sições e Mercados Agrícolas (CNEMA) Nesse sentido, surgiu o projecto Lezíria Tejo, a Câmara e o Politécni- renovar toda a estrutura e compe- ca molecular), e ainda um Centro de
e está vocacionada para a investiga- de desenvolvimento deste Centro de co de Santarém, a Associação tências acumuladas na antiga esta- Documentação e Informação (três
ção, para o desenvolvimento, trans- Empresarial da Região de Santarém ção. “A EZN, pelas suas caraterísti- anÆteatros, salas de reuniões e
missão e difusão do saber de natureza (Nersant), o Agro-cluster do Ribate- cas, foi considerada o local mais biblioteca)”, sublinha uma nota con-
proÆssional e para a prestação de ser-
A Estação jo, as universidades de Lisboa e de adequado para acolher uma estrutu- junta da CIMLT e do INIAV.
viços técnicos à agricultura, agro-pe- Zootécnica Évora e o INIAV. Estas mesmas enti- ra desta natureza. A resposta que se De acordo com os promotores,
cuária e agro-indústria. dades assinaram, em Abril de 2015, pretende dar às necessidades do sec- um dos principais eixos de interven-
Na década passada, no âmbito da
Nacional ocupa um protocolo de cooperação que tor produtivo no âmbito dos objecti- ção do CEAAI “relacionar-se-á com
elaboração do seu Plano Territorial 240 hectares. estabelece os objectivos de referên- vos do CEAAI é possível devido às a investigação à medida, dedicada
Integrado Lezíria 2020, a CIMLT iden- cia para o CEAAI. Mas o processo de condições únicas que reúne, concen- ao serviço exclusivo para cada
tiÆcou como uma das fraquezas desta
Chegou a candidatura a apoios comunitários trando infra-estruturas de experi- empresa, com foco nas pequenas e
sub-região “a insuÆciente rede de empregar mais de revelou-se demorado e só agora, mentação animal (instalações para médias empresas, com recursos
infra-estruturas de investigação e des- quatro anos depois, é que o projec- animais, unidade de engorda de reduzidos para o desenvolvimento
envolvimento e de centros tecnológi-
700 trabalhadores to foi aprovado pelo Programa Ope- bovinos, matadouro experimental, de novos produtos”.
Público • Terça-feira, 20 de Agosto de 2019 • 17

LOCAL
DANIEL ROCHA

Lisboa na Já é possível
Rua leva carregar o
cinema ao passe na app
Zoo MobiCascais

Animação urbana Mobilidade


Entre 27 de Agosto e 29 de Clientes poderão carregar
Setembro, entre a música, os seus passes Navegante
literatura, cinema ou dança Cascais ou Navegante
há dezenas de actividades Metropolitano no
gratuitas na cidade telemóvel, e evitar as filas
A edição deste ano do Lisboa na Rua Quem utiliza os transportes públicos
propõe a comemoração dos 135 na Área Metropolitana de Lisboa
anos do jardim zoológico da cidade (AML) e tem no seu telemóvel a apli-
com sessões de cinema neste espa- cação MobiCascais já pode carregar
ço, a inauguração de uma biblioteca o passe mensal através dela, evitan-
ao ar livre e ainda concertos de jazz do assim as Ælas nas bilheteiras ou
e fado. De acordo com a programa- máquinas de carregamento que nor-
ção que foi ontem divulgada pela Vhils, um dos curadores deste festival, será também um dos artistas urbanos a participar no festival malmente se formam no Æm e início
Empresa de Gestão de Equipamen- de cada mês.
tos e Animação Cultural (EGEAC),
da Câmara de Lisboa, responsável
por esta iniciativa, são várias as
Festival Iminente Esta solução, nota a Câmara de
Cascais em comunicado, resulta de
“um esforço de desenvolvimento
“propostas culturais gratuitas e dife-
renciadoras” que o Lisboa na Rua
traz aos jardins e largos da cidade
passa a ter quatro dias conjunto MobiCascais e Otlis” — a
empresa que gere a bilhética na
Grande Lisboa — e está disponível
durante um mês, entre 27 de Agosto
e 29 de Setembro.
Assim, todas as sextas-feiras vão
e traz Common a Lisboa para todos os utilizadores dos trans-
portes públicos da AML, sejam ou
não residentes em Cascais. Caso não
ser preenchidas com cinema ao ar residam no concelho e queiram usar
livre no Jardim Zoológico de Lisboa a aplicação, devem registar-se na
— que este ano comemora os seus 135 Ao longo dos quatro dias, marcarão A programação inclui ainda perfor- plataforma e validar previamente os
anos —, em sessões do CineCidade, Cultura presença no festival os artistas visuais mances dos portugueses Odete e títulos na rede MobiCascais, avisa a
a partir das 21h. O cartaz apresenta Abdel Queta Tavares, Francisco Oechidaceae, da brasileira Mariana autarquia. O pagamento é feito com
uma selecção de Ælmes clássicos, de A quarta edição do evento Vidal, Herberto Smith, Sosek, Kaur, Barros e da luso-cabo-verdiana Melis- cartão de crédito.
aventura ou animação, do cinema Coxas, Thiago Neves, Aka Corleone, sa Rodrigues. Os utilizadores podem ainda asso-
ocupa o Panorâmico de
americano, como O Feiticeiro de Oz, Ana Aragão, Blac Dwelle, Colectivo O Panorâmico de Monsanto situa-se ciar aos passes Navegante Metropo-
Os Salteadores da Arca Perdida, Par- Monsanto entre 19 e 22 de Rua, Gonçalo Barreiros, Maria Imagi- no Parque Florestal de Monsanto e o litano e Navegante Cascais os com-
que Jurássico e Up — Altamente. Setembro e traz a Portugal nário, Rita RA, Sara Morais, Tamara acesso ao local é vedado a automó- plementos de bike sharing, estacio-
Uma das novidades da programa- o rapper Common Alves, Thunders Crew, Miguel Januá- veis. Em alternativa, a organização namento e car sharing da plataforma
ção deste ano é a inauguração, em rio (com o projecto maismenos) e o estabeleceu, à semelhança do ano MobiCascais, através da aplicação,
Setembro, do BiblióÆlo, uma biblio- O festival Iminente, que tem Vhils próprio Vhils. passado, parcerias com a Carris, que do site, ou mesmo presencialmente
teca ao ar livre, no jardim do Museu como um dos curadores, regressa ao A programação musical inclui garante transporte gratuito aos por- num ponto de venda. Ou seja, toda
de Lisboa — Palácio Pimenta, no Panorâmico de Monsanto, em Lisboa, actuações, entre outros, do rapper tadores de bilhete a partir de Sete Rios a oferta de mobilidade do concelho
Campo Grande, na qual será possí- de 19 a 22 de Setembro, para quatro norte-americano Common, o seu e do Pólo Universitário da Ajuda, e está disponível num único dispositi-
vel encontrar “algumas edições dias de arte e música, com um cartaz colega Jay Electronica e o seu produ- com a plataforma de transporte Uber. vo, facilitando a vida a quem usa
raras e que durante todos os Æns-de- que inclui a estreia em Portugal do tor, Just Blaze, um dos arquitectos do Os bilhetes para o festival, que este vários modos de transporte.
semana estará literalmente “de rapper norte-americano Common. som da fase The Blueprint de Jay-Z, dos ano têm um custo de 15 euros por dia Entretanto, no próximo ano, quem
livros abertos””. Aos domingos de À quarta edição (as duas primeiras cabo-verdianos Bulimundo e Mayra (não são vendidos passes), são limita- residir no concelho e for utilizador
manhã, a biblioteca terá histórias realizaram-se em Oeiras e a terceira, Andrade, da brasileira Linn da Que- dos a cinco mil e estarão à venda no do passe Navegante Cascais vai poder
para os mais novos, e a partir do Æm no ano passado, em Lisboa), o festival brada, e dos portugueses Dealema, dia 2 de Setembro a partir das 16h, nos viajar gratuitamente. A medida foi
da tarde leituras para os mais Iminente passa de três para quatro Pedro Mafama, Classe Crua (projecto locais habituais. anunciada pelo presidente de câma-
velhos, com convidados, como JP dias e esse é, de acordo com o direc- que junta Sam the Kid e Beware Jack), O Iminente realizou-se pela pri- ra, Carlos Carreiras, no Ænal de Mar-
Simões, João Paulo Cotrim, Valério tor do festival, Tiago Silva, “o maior Beatbombers (DJ Ride e Stereossau- meira vez em Oeiras, em 2016 e vol- ço, antes da entrada em vigor dos
Romão, Rita Loureiro ou Mafalda destaque” este ano. ro), David Bruno, Deau, Fado Bicha, tou àquela cidade no ano seguinte. passes que permitem viajar dentro
Veiga. Do cartaz, que inclui cem nomes Filho da Mãe, Fred, Mynda Guevara, Em 2018, já em parceria com a Câma- de cada município da AML por 30
Nos dias 1 e 28 de Setembro, a das artes visuais e performativas e da Kappa Jotta, Omiri, Scúru Fitchadu e ra Municipal de Lisboa, o Iminente euros ou, por 40, caso de desloque
comunidade de leitura Ecotemporâ- música, de 11 nacionalidades, Tiago Vado Más Ki Ás. realizou-se no Panorâmico de Mon- entre concelhos. Segundo disse na
neos encontra-se no Jardim do Cam- Silva destaca “a diversidade que este- No cartaz acaba por ser “tudo um santo, onde irá manter-se até 2020. altura Carlos Carreiras, a medida
po de Santana para discutir um livro ve presente na curadoria”, da respon- pouco iminente”, considera o direc- Em 2017 e 2018, o festival teve tam- custará cerca de 12 milhões de euros
escolhido por um convidado espe- sabilidade de Vhils e da plataforma tor: “Artistas já consagrados, mas com bém lugar em Londres. Este ano foi por ano aos cofres da autarquia. No
cial. No primeiro dia será Cem Anos Underdogs, e que na música contou projectos novos, artistas consagrados a vez de Xangai acolher, em Março, início de 2020, deverá iniciar-se tam-
de Solidão, de Gabriel Garcia Mar- com a colaboração de Shaka Lion. que nunca tocaram em Portugal, um showcase do festival, que em Maio bém a operação da nova concessão
quez, escolhido pela escritora Dulce “Conseguimos atingir todo o tipo de como é o caso de Common, e artistas se realizou pela primeira vez no Rio municipal de transporte colectivo
Maria Cardoso. estilos”, diz. que nunca sequer tocaram [ao vivo].” de Janeiro. Lusa rodoviário. PÚBLICO
18 • Público • Terça-feira, 20 de Agosto de 2019

ECONOMIA
Sindicato vs patrões: novo
combate entre balizas e biombos
Sindicato admite que greve não atingiu
resultados visados, mas promete
continuar a bater-se nas negociações.
Patrões deÄnem balizas: não discriminar
motoristas e assegurar a sustentabilidade
de greve avançará, se “a Antram con-
Crise dos combustíveis tinuar a recusar reconhecer, de uma
Luísa Pinto vez por todas, o estatuto proÆssional”
destes motoristas, “quer no que diz
Não será propriamente começar do respeito às horas extraordinárias,
zero, mas quase. Pelo menos, garan- quer no pagamento de um valor tri-
tem os dirigentes do sindicato de butável e pago pelos patrões que, não
motoristas de matérias perigosas , e sendo salário-base, conta quer para
conÆrmam os representantes dos efeitos de baixa, quer para as contas
patrões, ambos vão hoje negociar da reforma”. Foi num comunicado,
com vontade de chegar a um acordo, ontem à tarde que o sindicato expli-
de resolver os problemas. Demore o cou o que aconteceu no plenário que
tempo que demorar — a última vez desconvocou a greve, sublinhando
que o sindicato dos motoristas e o acreditar que as reivindicações dos
ministro das Infra-Estruturas estive- motoristas são justas, e por que razão
ram reunidos o encontro prolongou- vai assumir o seu lugar à mesa das
se por dez horas e terminou sem negociações. “Salário é salário e não
resultados. Mas agora, dizem sindica- deve ser pago às escondidas”, argu-
to e empresas, estão disponíveis para menta Francisco São Bento.
esquecer que travaram uma intensa
luta durante as últimas semanas, luta Em cima da mesa
essa que Æcou particularmente aguer- A última vez que Antram e SNMMP
rida durante a semana de greve, com estiveram de acordo foi a 17 de Maio,
diversas trocas de acusações. quando assinaram um protocolo de
No Ænal do plenário dos motoristas entendimento. Depois ambos se
do passado domingo, tanto o presi- desentenderam, alegando que não
dente do Sindicato Nacional de Moto- estavam a cumprir o acordo. O
ristas de Matérias Perigosas (SNMMP), SNMMP diz que a Antram não tencio-
Francisco São Bento, como o porta- nava cumprir aquilo a que se compro-
voz e assessor jurídico, Pedro Pardal meteu, isto é, garantir que em 2022 o
Henriques, disseram estar conÆantes salário-base dos motoristas seria de
de que a reunião ia correr bem. “Só 900 euros. Marcou um congresso e
há motivos para isso”, disse Pardal convocou uma greve, com o Sindica-
Henriques. to Independente dos Motoristas de
André Matias de Almeida, da Mercadorias (SIMM) como aliado.
Antram, também disse ao PÚBLICO A Antram diz que só se comprome-
conÆar que as coisas poderiam Æcar teu com os 700 euros em 2019 — e é 17 de Maio. E ao quinto dia de greve ela pode signiÆcar o encerramento de
resolvidas. “O limite que temos é fácil isso que se lê no acordo de 17 de Maio também convenceu o SIMM a aceitá- muitas empresas. Mas conÆrma que
de perceber, é aquele que é deÆnido — e continuou a negociar esse proto- lo e a desconvocar a greve. é possível criar uma portaria de exten-
pela capacidade das empresas. Nin- colo com a Fectrans, a federação de Já o SNMMP, que tem como lema são ao acordo para os sócios deste
guém quer ver as empresas a fechar”, sindicatos que mantém um contrato demonstrar que estes proÆssionais sindicato, ao qual os outros se podem
recordou. O facto de a direcção do colectivo de trabalho assinado e em O limite é aquele são “duros como o aço”, tem vindo a opor. “Não deve haver discriminação
sindicato já ter uma moção aprovada vigor com os patrões. O SNMMP, demonstrar que são, de facto, bem para um motorista, dependendo do
que a mandata para convocar nova entretanto, decidiu aligeirar as exi- que as empresas mais duros de roer. Após a reunião sindicato a que pertence. Tal só acon-
greve, agora aos Æns-de-semana e às gências salariais, desde que fossem conseguem com o ministro Pedro Nuno Santos, a tece se um sindicato deduzir oposição
horas extraordinárias, não condicio- aceites outras contrapartidas, como Antram informou que a reivindicação ao contrato colectivo de trabalho e,
na a posição que a Antram vai tomar. o subsídio de operações. suportar. Não do sindicato passava por fazer acres- nesses casos, os seus associados não
“O limite é aquele que as empresas No decorrer da greve, e como for- podemos ir além cer em 50% o subsídio de operações se encontrarão abrangidos pelo acor-
conseguem suportar. Não podemos ma de pressionar os sindicatos grevis- negociado com os outros sindicatos do”, diz, mantendo-se Ærme nesta
ir além disso, como não podemos tas, o Governo anunciou um novo disso — ou seja, passarem a receber 175 posição negocial.
discriminar motoristas e trabalhado- acordo entre a Fectrans e a Antram, André Matias de Almeida euros, em vez dos 125 euros vertidos Francisco São Bento diz que o que
res. São essas as nossas balizas”, argu- protocolo esse que acrescenta cláu- Porta-voz da Antram no acordo colectivo. já foi alcançado com os outros sindi-
mentou o porta-voz da Antram. sulas e contrapartidas, a favor dos André Matias de Almeida acha difí- catos “não garante por completo o
O SNMMP garante que o pré-aviso motoristas, para além do acordo de cil esta proposta ser aceite, porque Æm dos esquemas salariais que são
Público • Terça-feira, 20 de Agosto de 2019 • 19

Sindicato
A ausência de
Nacional de problemas não foi
Motoristas de
Matérias
obra do acaso
Perigosas António Costa
desconvocou Primeiro-ministro
a greve este
domingo, após
plenário
RUI GAUDÊNCIO

Depois da greve, António Costa


geriu o resultado no terreno
recusa as leituras que defendem que matérias tão sensíveis como aquelas
Liliana Valente houve uma excessiva resposta à greve que têm que ver com abastecimento
e usa uma metáfora futebolística para de combustíveis”.
Eram 10h30 de ontem, a manhã aqueles que criticam o Governo Em relação às forças armadas, Cos-
seguinte à desconvocação da greve depois de Ænda a paralisação: “É o ta recusou que tenham sido envolvi-
por parte do Sindicato de Motoristas mesmo que perguntar a uma equipa das mais do que as necessárias e
de Matérias Perigosas (SNMMP), e já que ganha por 3-0 porque precisou respondeu aos críticos dizendo que
o primeiro-ministro estava na sua de tantos defesas.” se não tivesse existido “força” na res-
segunda aparição em público, além Apesar da analogia, Costa recusou posta a esta greve, os efeitos da para-
de ter marcado um conselho de falar em vitórias, enaltecendo o clima lisação seriam semelhantes aos da
ministros electrónico para declarar o de “maturidade” numa “greve que greve de Abril. “Estamos muito gra-
Æm da crise energética. podia ter tido consequências muito tos ao serviço que as forças armadas
António Costa agendou três visitas graves”. “A verdade é que foi possível e de segurança desempenharam no
matinais para agradecer aos serviços que o país se mantivesse em funcio- quadro da legalidade democrática e
do Estado, às forças armadas e às for- namento sem que isso pusesse em no quadro das competências que
ças de segurança e para se congratu- causa o legítimo direito à greve dos têm no quadro da crise energética”,
lar com o Æm de uma greve que teve trabalhadores”, disse. disse. Mais tarde acrescentaria: “O
efeitos mitigados. “Hoje, depois de A ideia de que nunca esteve em empenho dos militares das forças
saber o resultado das medidas, é fácil causa o direito à greve tem sido um armadas, dos elementos das forças
dizer que não houve problemas. ponto em que todo o Governo tem de segurança, foram essenciais, não
Teria havido problemas, se as medi- insistido, nomeadamente quando o só para a sua função de manutenção
das não tivessem sido adoptadas. A ministro do Trabalho, Solidariedade da ordem pública, mas também para
ausência de problemas não foi obra e Segurança Social, Vieira da Silva, o assegurar o transporte de combustí-
do acaso”, disse. primeiro a dar a cara pelas decisões vel para serviços absolutamente
Passada a tempestade, Costa saiu a do Governo, argumentou que a greve essenciais sem os quais o país teria
terreno para, em inúmeras declara- é um direito constitucionalmente sofrido muito mais.”
ções durante a manhã, puxar dos previsto e que tem como objectivo Em termos de números, a interven-
galões pela resolução da crise e para produzir efeitos “numa parte do con- ção do executivo mediu-se em 161
atacar os críticos — com especial enfo- Çito”, mas que tem limites. O mesmo transportes em camiões-cisterna fei-
que no presidente do PSD, Rui Rio, foi defendido por Costa, ao admitir tos por militares das Forças Armadas
que por diversas vezes o atacou por que em qualquer paralisação há dos três ramos e por 139 transportes
ter montado um “circo” de “dramati- “danos colaterais a outros cidadãos” realizados por agentes da PSP e mili-
zação e ameaças” nesta paralisação que não estão envolvidos na conten- tares da GNR. “Só foi levantado um
dos motoristas. “Eu sei que há pessoas da, tal como acontece com outras auto de notícia”, destacou Costa.
que têm a ideia de que não haveria greves, mas que é preciso “limitar
problema, se nada tivéssemos feito, esses danos colaterais, sobretudo em liliana.valente@publico.pt
mas eu recordo-me de quais foram as MÁRIO CRUZ/LUSA
consequências em Abril, quando não
conhecidos”. No comunicado, São extraordinárias. No plenário houve houve um empenho tão forte do con-
Bento refere-se “à fatia signiÆcativa motoristas a defender que esta cláu- junto dos nossos recursos. Aquilo que
do que deveria ser salário-base a ser sula devia ser extinta. Mas a exigência ninguém nos teria perdoado é que
pago num esquema de cláusulas e de não Æcou deÆnida de forma clara na perante uma greve ilimitada, com as
subsídios que prejudicam os trabalha- moção Ænal aprovada. consequências que esta seguramente
dores, os contribuintes e o Estado, O SNMMP diz que vai assumir o seu teria, nada tivéssemos feito”, aÆrmou.
beneÆciando apenas os interesses das lugar à mesa das negociações, mas Ao Ænal do dia, Rui Rio insistiu na pos-
empresas que facturam o suor do chama a atenção para o “biombo tura “eleitoralista” do executivo e
trabalho [dos motoristas]”. onde se esconderam os patrões” e lamentou que o Governo tenha demo-
Em causa está a Cláusula 61, que atrás do qual, acusam, está “um rado a “desmontar circo”.
remunera em duas horas de trabalho arquitectado e perigoso plano de ata- Em especial, foram dois os temas,
suplementar todos os motoristas. E que concertado no direito à greve”. que se misturam um no outro, a saltar
que, defendem, dada redacção ainda “Estaremos em campo para desen- como argumento dos críticos para
em vigor, a que se acresce a interpre- volver ferramentas de combate para discordarem da actuação do Governo:
tação abusiva (ou ilegal, segundo a defender este valioso direito consti- a possibilidade de a resposta do exe-
Fectrans) de alguns patrões, os moto- tucional”, diz o SNMMP. cutivo pôr em causa o direito à greve
ristas deixaram de ser remunerados e o envolvimento dos militares das
pelo trabalho nocturno e horas luisa.pinto@publico.pt forças armadas. O primeiro-ministro Costa saiu a terreno para puxar dos galões pela resolução da crise
20 • Público • Terça-feira, 20 de Agosto de 2019

ECONOMIA

Marcelo promulga Código Bundesbank


receia
do Trabalho sem contestar recessão na
período experimental Alemanha
RUI GAUDÊNCIO

Concertação Social Conjuntura


Raquel Martins
O Bundesbank, banco central ale-
Presidente da República mão, alertou ontem que a economia
alemã, a maior da Europa, pode
optou por não enviar o
estar a recuar durante os meses de
diploma para o Tribunal Verão, depois da contracção já regis-
Constitucional, como tada no segundo trimestre deste
exigiam o BE e o PCP ano, aumentando a possibilidade de
entrar em recessão.
Marcelo Rebelo de Sousa promul- No relatório mensal, ontem divul-
gou ontem o diploma que altera o gado, o Bundesbank aÆrma que o
Código do Trabalho, sem pôr em Produto Interno Bruto (PIB) alemão
causa o aumento do período expe- “pode continuar a cair ligeiramente”
rimental de 90 para 180 dias exigido no terceiro trimestre. A conÆrmar-se,
aos trabalhadores à procura do pri- este será o segundo trimestre conse-
meiro emprego e desempregados cutivo de contracção da economia
de longa duração. Ao contrário do alemã, depois de o PIB ter recuado
que era a expectativa do Bloco de 0,1% entre Abril e Junho. Uma reces-
Esquerda e do PCP, o Presidente da são técnica consiste em dois trimes-
República deu luz verde ao diploma tres consecutivos de recuo da econo-
e optou por não o enviar ao Tribu- mia, medida pelo PIB.
nal Constitucional (TC) para Æscali- No relatório mensal, o banco cen-
zação preventiva. tral alemão indica que, com a des-
A lei passou a primeira prova de cida na produção industrial e nas
fogo e, logo que seja publicada, encomendas ao sector é provável
entrará em vigor. Porém, e após a que a quebra na economia alemã
sua entrada em vigor, há ainda a esteja a manter-se durante o Verão.
possibilidade de um décimo dos 230 “O desempenho económico geral
deputados pedirem a Æscalização Acordo foi assinado há pouco mais de um ano na concertação social , sem a CGTP pode recuar ligeiramente mais uma
sucessiva das normas que lhes sus- vez. Crucial para isso é a desacele-
citam dúvidas. Basta para isso que longa duração previsto no diploma cura do primeiro emprego e desem- de 180 dias para todos os trabalha- ração em curso na indústria”, aÆr-
o Bloco e o PCP se juntem (dado que não é equivalente à norma que em pregados de longa duração], o Pre- dores indiferenciados (que tinham ma a instituição, citada pela Asso-
somam 34 deputados), algo que 2008 foi chumbada pelo TC e que sidente da República decidiu pro- apenas de respeitar um tempo de ciated Press.
ameaçaram fazer logo no dia em alargava o período experimental mulgar o diploma que altera o experiência de 90 dias) e que ocu-
que o diploma foi aprovado no Par- para todos os trabalhadores indife- Código de Trabalho (…) e respectiva pavam cargos de complexidade
O Bundesbank,
lamento. renciados. regulamentação, e o Código dos técnica (mantendo os 240 dias para liderado por Jens
Numa nota publicada no site da “Não se aÆgurando que a funda- Regimes Contributivos do Sistema os cargos de direcção). Weidmann,
Presidência da República, Marcelo mentação do Acórdão do Tribunal Previdencial de Segurança Social”. Cavaco Silva, que na altura ocu- receia que o PIB
Rebelo de Sousa justiÆca a promul- Constitucional n.º 638/2008, de 23 A lei agora promulgada alarga de pava o lugar de Presidente da Repú- alemão volta a
gação do Código do Trabalho com de Dezembro, respeitante ao alar- 90 para 180 dias o período de expe- blica, teve dúvidas e pedir a inter- contrair no final
de Setembro
o facto de o diploma resultar de um gamento do período experimental riência exigido aos jovens à procu- venção do Constitucional. A medida
acordo assinado com a maioria dos para os trabalhadores indiferencia- ra de primeiro emprego e aos des- colocou dúvidas aos 12 juízes do TC,
parceiros sociais (apenas a CGTP dos, valha, nos mesmos exactos empregados de longa duração por entenderem que diÆcultava a “Os desenvolvimentos futuros vão
Æcou de fora) e com os “sinais que termos, para as duas situações ora quando são contratados sem termo segurança do emprego, não possuía depender de quanto tempo dura a
se esboçam de desaceleração eco- mencionadas [trabalhadores à pro- e passa a Æcar claro que o período razoabilidade e desprotegia os tra- actual dicotomia económica e qual a
nómica internacional e sua virtual experimental “é reduzido ou excluí- balhadores indiferenciados, e aca- direcção que tomará”, aÆrma tam-
repercussão no emprego em Portu- Lei agora do”, consoante a duração de ante- bou por não avançar. bém o Bundesbank, citado pela agên-
gal – nomeadamente no primeiro rior contrato a termo, de trabalho Também ontem, Marcelo Rebelo cia Blooomberg, acrescentando que,
emprego e no nos desempregados
promulgada alarga temporário, de prestação de servi- de Sousa promulgou o diploma que “como as coisas estão actualmente,
de longa duração”. de 90 para 180 dias ços ou de estágio. altera o Código de Processo do Tra- não é claro se as exportações e, por
O Presidente da República diz O PS tentou introduzir na propos- balho, adequando-o ao Código de extensão, a indústria vão recuperar
ainda por que razão optou por não
período de ta de lei do Governo um travão para Processo Civil, assim como o diplo- o equilíbrio, antes que a economia
enviar a lei que altera o código labo- experiência prevenir eventuais abusos por parte ma da Assembleia da República que doméstica seja mais severamente
ral para o Tribunal Constitucio- das empresas e a deÆnição de traba- cria a Ordem dos Fisioterapeutas e afectada”.
nal, como pediam os partidos que
exigido aos jovens lhador à procura de primeiro empre- aprova o respectivo estatuto. Esta O Bundesbank aponta ainda que a
apoiam o Governo no Parlamento à procura de go, mas os restantes partidos chum- legislação havia sido aprovada na guerra comercial entre os EUA e a
e a CGTP. baram as propostas socialistas. especialidade pela Comissão Parla- China e o “Brexit”, entre outros fac-
Marcelo Rebelo de Sousa argu-
primeiro emprego Em 2008, as alterações ao Código mentar de Trabalho no Ænal de tores, têm penalizado a economia
menta que o período experimental e aos do Trabalho da autoria de Vieira da Junho, tendo a votação em plenário alemã, muito dependente das expor-
de 180 dias na contratação sem ter- Silva que, tal como agora, era minis- decorrido no início de Julho. tações, apesar de ser esperado que o
mo de pessoas à procura do primei-
desempregados tro do Trabalho, previam a genera- PIB alemão registe um crescimento
ro emprego e de desempregados de de longa duração lização do período de experiência raquel.martins@publico.pt no conjunto do ano. Lusa
Público • Terça-feira, 20 de Agosto de 2019 • 21

ECONOMIA

Pescadores compensados EDP Serviço Universal


muda de nome para
com 500 mil euros por SU Electricidade
cabo submarino
PAULO PIMENTA
A entidade liderada por Cristina
Energia Energia Portugal destaca que “a medida visa
Ana Brito Ana Brito evitar confusão com as demais mar-
cas do grupo EDP e implica a total
Há 28 pescadores de Viana Mudança de imagem não distinção dos elementos gráÆcos,
cromáticos, simbológicos e comuni-
que vão deixar de poder terá encargos para os
cacionais daquele comercializador
pescar por cima do cabo consumidores. Logótipo de último recurso”.
que escoará a energia do deixa o encarnado da EDP A ERSE refere ainda que a efecti-
parque eólico Windfloat e passa a ser verde vação da mudança “assegura a neu-
tralidade de custos para os consumi-
Os pescadores de Viana do Castelo A Entidade Reguladora dos Serviços dores de energia eléctrica”.
que serão afectados pela instalação Energéticos (ERSE) anunciou ontem A mudança anunciada ainda em
do cabo submarino que vai ligar o que a EDP Serviço Universal (EDP Dezembro de 2017 concretiza-se,
parque eólico Çutuante WindÇoat à SU) vai passar a chamar-se SU Elec- assim, depois de a ERSE ter estado a
rede eléctrica, em terra, vão receber tricidade. analisar as propostas que a empresa
500 mil euros como compensação. A ERSE impôs ao grupo EDP que fez à reguladora.
O valor foi acordado esta segunda- Æzesse uma separação total de desi- Pendente está, por enquanto, a
feira entre o Governo e os pescado- gnação e imagem entre as empresas mudança de nome e imagem da EDP
res, disse ao PÚBLICO o advogado Festas de Nossa Senhora da Agonia vão decorrer sem protestos do grupo que prestam serviços regu- Distribuição, que assegura a distri-
que os representa, Pedro Meira. lados — ou seja, têm uma função buição eléctrica à generalidade dos
Desta compensação, 400 mil euros mil serão suportados pelos accionis- especíÆca no sector eléctrico e são clientes no país. A entidade regula-
serão pagos pela REN, a concessioná- tas do Windplus (onde, além da EDP remuneradas por isso através das dora tem justiÆcado o impasse com
ria da rede de transporte eléctrico, Renováveis, estão Engie, Repsol e tarifas da electricidade — e aquelas o facto de o Governo ter congelado
que tem mandato do Governo para a Principle Power), enquanto os restan- que actuam no mercado liberaliza- o processo de renovação das conces-
instalação do cabo submarino, e tes 400 mil serão, segundo informa- do, como a EDP Comercial. sões eléctricas municipais, que deve-
serão suportados pelas tarifas de A compensação ção recolhida pelo PÚBLICO, diluídos Esta é uma confusão que, segundo riam ter-se concretizado este ano
electricidade, apurou o PÚBLICO. Os pelas tarifas de electricidade nos pró- os concorrentes da EDP Comercial através de concursos.
restantes 100 mil serão desembolsa- não se compara ximos 25 anos da duração prevista do (a líder do mercado liberalizado), dá Para esta mudança, a EDP Distri-
dos pelo consórcio Windplus, lidera- com a que foi feita projecto nesta fase pré-comercial vantagem à empresa e é um entrave buição já tem registado nomes como
do pela EDP Renováveis. (que inclui tarifas garantidas de 100 ao crescimento das restantes comer- E-Redes (que já adoptou em Espa-
“A compensação não se compara às embarcações euros por megawatt hora durante cializadoras. Neste caso, a EDP SU, nha, onde também houve obrigato-
com a que foi feita às embarcações costeiras, mas, esse período). que é a empresa que abastece os riedade de separar a imagem), Inodis
costeiras, mas, atendendo às circuns- Entre esta e a próxima semana, o clientes de electricidade que ainda e Edis, estando a aguardar o registo
tâncias, foi um bom acordo”, disse ao atendendo às WindÇoat deverá conhecer avanços estão no mercado regulado (e é desi- do nome Endis.
PÚBLICO Pedro Meira, acrescentan- circunstâncias, foi signiÆcativos. Por estes dias é espe- gnada como comercializador de últi- A EDP Distribuição tem reclamado
do que o compromisso deverá ser rado que o Windplus possa rebocar, mo recurso), passará a ser conhecida que os custos da mudança de ima-
formalizado “nos próximos dias”. um bom acordo a partir de Ferrol, na Galiza, para a como SU Electricidade. gem são uma imposição regulatória
O desentendimento entre os 28 Pedro Meira localização do parque, a plataforma Muda o nome e muda também a e, como tal, devem poder ser recu-
pescadores e o Governo, mediado Advogado de 28 pescadores de Çutuante com a primeira das três cor associada à empresa, que passa perados através das tarifas.
pelo presidente da Câmara Municipal Viana do Castelo turbinas. Na próxima semana será a do tradicional encarnado da EDP
de Viana do Castelo, José Maria Costa, vez de a REN iniciar a instalação do para o verde. ana.brito@pubico.pt
ganhou força depois de os promoto- cabo, que chegará por barco. Tudo NUNOFERREIRA SANTOS
res do WindÇoat terem garantido para que o parque eólico de três tur-
compensações de um milhão de passarem a ter concorrência nas suas binas de cerca de 8 megawatts este-
euros a 16 armadores pelas restrições águas) rejeitaram a proposta e amea- ja a produzir até ao Ænal do ano e
de pesca na zona do parque eólico, çaram com medidas que chegaram a não se arrisque a perder o cheque
sem que fosse adoptada igual medida incluir o boicote à procissão marítima de 30 milhões de euros conseguido
para as embarcações locais que Æca- das festas de Nossa Senhora da Ago- em Bruxelas.
rão impedidas de pescar nos cerca de nia, que se realiza hoje, terça-feira. O Governo também destinou
17 quilómetros de extensão (e um km Entretanto, os 28 pescadores con- entretanto à REN uma verba de 30
de largo) do cabo submarino. seguiram obter um compromisso do milhões de euros, provenientes de
Num primeiro momento, a propos- Governo de que a proposta de com- fundos comunitários, para as obras
ta feita pelo secretário de Estado das pensação seria revista e Æcou acorda- do cabo.
Pescas, José Apolinário, a estes pes- do que os cerca de 40 pescadores A contrapartida nacional do par-
cadores que se queixavam de ter Æca- indirectamente afectados (de locali- que eólico são 19 milhões de euros,
do à margem das negociações foi de dades como Vila Praia de Âncora, que têm estado a ser pagos à
200 mil euros. Caminha e Castelo do Neiva) seriam Windplus pelo Fundo Ambiental.
Os pescadores (no início, um grupo apoiados com medidas que visam Além disso, o WindÇoat recebeu, na
de aproximadamente 70, dos quais especiÆcamente estas comunidades. fase de testes (com um protótipo de
28 directamente afectados pela inter- As negociações com as tutelas do 2 megawatts instalado na Póvoa de
dição de pesca na zona do cabo e os mar e da energia levaram Ænalmente Varzim), um subsídio de três milhões
restantes, das regiões vizinhas, pena- a um aumento da compensação, de de euros do Fundo de Apoio à Ino-
lizados indirectamente pelo facto de 200 para 500 mil euros. Destes, 100 vação. EDP teve de distinguir serviços regulado de liberalizado na imagem
22 • Público • Terça-feira, 20 de Agosto de 2019

MUNDO
Corbyn promete evitar o no deal
mas quer ser primeiro-ministro
Líder trabalhista recusa dizer se abdicaria de liderar um Governo de transição até eleições antecipadas,
caso essa fosse a única maneira de impedir uma saída do Reino Unido da UE sem acordo
HENRY NICHOLLS/REUTERS

“Brexit”
Maria João Guimarães
O líder trabalhista britânico, Jeremy
Corbyn, prometeu ontem “apresen-
tar uma moção de censura ao Gover-
no, tentar formar um executivo de
transição para impedir a saída da
União Europeia sem acordo, e mar-
car imediatamente eleições anteci-
padas para que as pessoas possam
decidir o futuro do país”.
Pouco depois o primeiro-ministro,
Boris Johnson, disse que será a União
Europeia a ter de ceder para que não
haja uma saída sem acordo — embo-
ra Bruxelas já tenha dito vezes sem
conta que o acordo que está em cima
da mesa é o que foi assinado pela ex-
primeira-ministra Theresa May e que
a Câmara dos Comuns rejeitou três
vezes. Johnson vai estar em Berlim e
Paris esta semana para se reunir com
Angela Merkel e Emmanuel Macron
e discutir o “Brexit” e acredita, no
entanto, que é possível que os líderes
europeus mudem de ideias.
Já o líder do Labour fez antes um
discurso em Corby (East Midlands),
prometendo tudo fazer para impedir
que o Reino Unido saia sem acordo
da União Europeia — mas a uma per-
gunta de um jornalista sobre se isso
implicaria abdicar da cheÆa de um
Governo de transição, Corbyn foi
evasivo: disse que todos os prece-
dentes apontam para que seja o líder Jeremy Corbyn disse que o Partido Conservador vai destruir os serviços públicos se vencer as próximas eleições
da oposição a assumir esse cargo, e
que se seguirá uma eleição geral. paraíso Æscal para os muito ricos e sas americanas”, referindo-se a uma Fez uma série de propostas, desde cos e uma fronteira física na Irlanda.
Disse que se os deputados “forem assinar um acordo especial com os sugestão feita por Donald Trump renacionalizar a ferrovia (o que foi O relatório deu mais força ao pedi-
sinceros na intenção de impedir uma Estados Unidos”. E avisou: “Não numa visita a Londres. especialmente aplaudido), fazer com do de cem deputados numa carta a
saída sem acordo” devem votar a tenham dúvidas de que a saída sem que o Reino Unido seja o primeiro Johnson para interromper a pausa
favor da moção de censura. acordo vai servir para destruir os Propostas eleitorais país a declarar emergência climática, dos trabalhos parlamentares. “Desde
A questão de quem liderará um nossos empregos, aumentar os pre- O líder trabalhista centrou-se, no dis- e reduzir as desigualdades. a II Guerra, o Parlamento tem-se reu-
Governo de transição está já a dividir ços dos alimentos, e abrir o nosso curso, nas propostas do Labour para O que levou a um comentário de nido excepcionalmente várias vezes
a oposição. A líder do Partido Liberal Serviço Nacional de Saúde a empre- os problemas do país que são anterio- Simon Jenkins, colunista do The Guar- em todas as décadas por um leque
Democrata, Jo Swinson, rejeitou na res à discussão sobre o “Brexit”. Ata- dian e da BBC: “O discurso era a hipó- alargado de questões de política,
semana passada qualquer plano que cou os conservadores por terem tese de o líder do Labour conseguir segurança ou economia”, dizem os
implicasse ter Corbyn como primei- Boris Johnson “virado à direita” e terem “como prio- uma coligação contra a saída sem signatários, de todos os partidos
ro-ministro. ridade descer impostos para as maio- acordo. Mas o que ele quer mesmo é representados na Câmara dos
Segundo uma sondagem do You-
disse acreditar que res empresas e as pessoas mais ricas” uma eleição antecipada”. Comuns excepto o DUP (unionistas
Gov, citada no site Politico, cerca de a União Europeia e descreveu as próximas eleições Um documento conÆdencial, reve- da Irlanda do Norte).
metade dos eleitores preferem agora como “decisivas para os serviços lado pelo Sunday Times, detalhava O líder do Labour disse que apoia
que o Reino Unido saísse sem acordo
pode ainda ceder públicos”: num Governo conservador consequências de uma saída sem que os Comuns se reúnam antecipa-
e que Jeremy Corbyn não seja pri- para evitar que seriam destruídos, argumentou, acordo: três meses com escassez de damente — o regresso de férias está
meiro-ministro. “porque não se pode descer os impos- combustível, alimentos e medica- marcado para 3 de Setembro.
Corbyn acusou o Governo de que-
haja um “Brexit” tos para os ricos e ter os serviços mentos — que pode estender-se até
rer usar o “Brexit” para “criar um sem acordo públicos a funcionar”. seis meses —, caos nos portos britâni- mguimaraes@publico.pt
Público • Terça-feira, 20 de Agosto de 2019 • 23

MUNDO

O “muro da vergonha” Presidente do Sudão


recebeu milhões de dólares
que a Guiné Equatorial estará da Arábia Saudita, diz
a construir na fronteira testemunha no julgamento
A tripla fronteira Segundo o brigadeiro Ahmed Ali
África Malabo Yaoundé África Mohamed, detective na equipa que
António Rodrigues CAMARÕES
investiga os crimes atribuídos a
O julgamento de Omar Bashir, este disse-lhe que tinha rece-
CAMARÕES
Governo de Malabo nega bido 25 milhões de dólares do prínci-
Bashir é um teste à vontade
Rio Campo pe saudita Mohammed bin Salman.
estar a criar o muro que de os militares apagarem O detective disse que Bashir lhe con-
indignou os Camarões, mas Oceano Bata o rasto de uma ditadura tou que o príncipe lhe deu o dinheiro
Atlântico GUINÉ
admite movimentações EQUATORIAL que durou 30 anos para ser gasto no pagamento de doa-
para proteger Ebebiyín ções, mas não deu mais explicações.
O antigo presidente do Sudão Omar Mohamed disse que Bashir contou
A Guiné Equatorial anda a construir Libreville GABÃO Kyé-Ossi al-Bashir recebeu milhões de dólares aos investigadores ter recebido 65
um muro na fronteira com os Cama- da Arábia Saudita, revelou um detec- milhões de dólares, em dois paga-
rões e terá movido as delimitações tive no tribunal de Cartum onde o mentos separados, do anterior rei
geográÆcas um pouco mais para nor- antigo chefe de Estado começou saudita, Abdullah.
te, causando a indignação do país ontem a ser julgado por corrupção, Quando Omar al-Bashir foi preso,
vizinho. Malabo garante, no entanto,
GUINÉ EQUATORIAL posse ilícita de moeda estrangeira e foram encontradas grandes somas de
que não tem qualquer intenção de GABÃO por receber presentes ilegais. dinheiro na sua residência: 351 mil
construir um muro ao longo dos 189 Bashir não fez comentários — falou dólares, mais de seis milhões de
km da linha divisória entre os dois apenas para dizer o nome e a mora- euros e cinco milhões de libras suda-
países, apenas pretende cercar a da. “Antes morava perto do aeropor- nesas.
cidade de Ebebiyín, de modo a evitar to, num quartel do Exército, agora na “Não há informação ou provas
o contrabando na tripla-fronteira. prisão de Kobar”, disse a rir. Mas o sobre estas acusações relativas a
Vista a partir de um mapa de saté- Ebebiyín seu advogado negou as acusações e, ganhos ilícitos de Bashir”, disse o
lite, a cidade de Ebebiyín estende-se depois da sessão no tribunal, disse advogado do ex-Presidente, Ahmed
para os dois lados da fronteira com o aos jornalistas que é normal os diri- Ibrahim. A próxima sessão foi mar-
Gabão e Æca a alguns quilómetros da gentes de países terem divisas. cada para sábado.
Fonte: PÚBLICO
linha divisória com os Camarões. Mas O Governo saudita não respondeu Bashir foi acusado em Maio de inci-
o mapa foi traçado pelos europeus longe da fronteira entre os dois paí- resolução, declara que pretende ao pedido para comentar o testemu- tamento à violência e envolvimento
em Berlim no século XIX e a cidade, ses fechar os caminhos e todas as resolver os problemas fronteiriços nho do detective. na morte de manifestantes, e a acu-
situada numa zona de selva trans- vias de trânsito ilegais.” por via diplomática. Bashir enfrentou múltiplas rebe- sação quer questioná-lo também por
fronteiriça, expandiu-se segundo a TráÆco de droga, imigração clan- Como lembra o artigo de laotra- liões, uma crise económica, sanções suspeitas de lavagem de dinheiro e
vida da região, para lá dessa linha de destina, delinquência transfronteiri- voz.info, “havia que perguntar aos dos Estados Unidos e tentativas de Ænanciamento de terrorismo. O Pre-
régua e esquadro, sendo já hoje a ter- ça e evasão Æscal são crimes que que defendem essa tese”, da invasão golpe até ser derrubado num golpe sidente deposto foi indiciado pelo
ceira maior da Guiné Equatorial. Malabo quer travar com uma “veda- equato-guineense, “se conhecem o militar em Abril, depois de uma Tribunal Criminal Internacional, em
Na sexta-feira, o ministro dos Negó- ção de protecção na cidade de Ebe- conÇito que houve nesta zona fron- vaga de protestos a exigir a sua saída Haia, por ter orquestrado o genocídio
cios Estrangeiros equato-guineense, biyín” e não com um muro ao longo teiriça em 1974, quando as forças após 30 anos de poder. O seu julga- no Darfur.
Siméon Oyono Esono, foi recebido da fronteira comum com os Cama- camaronesas ocuparam, com incur- mento é visto como um teste às No sábado, a junta militar no poder
em Yaoundé pelo primeiro-ministro rões, de Ebebiyín até ao rio Campo são militar, a zona de Kyé-Ossi, inva- autoridades e à seriedade com que no Sudão assinou um acordo de par-
camaronês, Joseph Dion Ngute, para ou Ntem, junto à costa. A jornalista dindo as fronteiras tradicionais regu- estão a apagar a herança de uma tilha de poder com uma coligação da
transmitir um desmentido formal do da DW Elisabeth Ansen garantia, no lamentarmente estabelecidas”. ditadura marcada pela violência oposição, abrindo caminho para a
presidente Teodoro Obiang ao seu entanto, no seu artigo que a constru- Salom Abeso, líder do Cidadãos generalizada e pela secessão do criação de um governo de transição
homólogo Paul Biya e lhe assegurar ção era visível do lado camaronês. para a Inovação, principal partido da Sudão do Sul. e para a realização de eleições.
que não está a construir nenhum Malabo desmente igualmente que oposição equato-guineense, ilegali- MOHAMED NURELDIN ABDALLAH/REUTERS
“muro da vergonha”, como escreveu tenha feito uma incursão em territó- zado em Fevereiro deste ano, escre-
a imprensa. rio dos Camarões para instalar novos veu na caixa de comentários ao arti-
“Acho que as pessoas que falam marcos de demarcação territorial go do laotravoz.info que Teodoro
em muro o fazem por falta de infor- junto à povoação de Akonangui. E Obiang “veio provar mais uma vez à
mação. Se há um problema entre os que mereceram, no Ænal de Julho, comunidade internacional que não
nossos dois países, vamos resolvê-lo uma visita à região do chefe do Esta- respeita nem os tratados, nem as
através de meios pacíÆcos, diplomá- do-Maior General das Forças Arma- leis, nem os decretos”.
ticos”, disse o ministro à saída da das camaronês, general René-Claude Para o político, que vive exilado
audiência com Dion Ngute. Meka, para observar in loco “as velei- em Londres há 18 anos e foi em
O laotravoz.info, site que normal- dades expansionistas do vizinho Junho condenado à revelia a 60 anos
mente serve de eco às posições do equato-guineense”. de prisão por tentativa de golpe de
Governo de Obiang, traz um longo Um oÆcial do exército dos Cama- Estado, “o presidente Obiang acha
desmentido em espanhol e francês rões, que pediu para não ser identi- que é o imperador da China”, que-
à notícia, avançada pela Deutsche Æcado, explicava à AFP que tinham rendo ediÆcar um “muro da vergo-
Welle: “Falar de um muro ao longo “constatado que militares equato- nha que é a assinatura de um regime
da fronteira entre a Guiné Equatorial guineenses atravessaram o rio e colo- sem capacidade em matéria de
e os Camarões é uma falta de infor- caram marcos do lado camaronês”, ideias e de desenvolvimento econó-
mação e, em alguns casos, de objec- na zona de Kyé-Ossi. A Guiné Equa- mico-social”.
tividade. A Guiné Equatorial só deci- torial, embora sublinhando que a
diu sobre o seu território e muito questão se arrasta há 45 anos sem antonio.rodrigues@publico.pt Bashir sorriu e acenou a familiares durante o início do julgamento
24 • Público • Terça-feira, 20 de Agosto de 2019

MUNDO

Cimeira de risco médio


em Brégançon
GÉRARD JULIEN/REUTERS
“conivência política” já conseguiu
derrubar o Governo da Áustria, de
coligação entre os conservadores
de Sebastian Kurz e a
extrema-direita.

Análise 4. Em 2017, durante a campanha


Teresa de Sousa presidencial francesa, o Kremlin
começou por apostar em François
1. A troca de palavras inicial Fillon, antigo primeiro-ministro de
apenas conÆrmou a possibilidade Nicolas Sarkozy e candidato do
de um encontro sem grandes centro-direita ao Eliseu, bastante
resultados. Mesmo assim, o mais condescendente com a Rússia
Presidente francês, que não tem do que o então presidente François
medo de arriscar, convidou ontem Hollande. Na segunda volta, não
o seu homólogo russo, Vladimir escondeu o seu apoio a Marine Le
Putin, para uma “reunião de Pen. DesconÆava do jovem Macron,
trabalho” no Forte de Brégançon, apesar de o próprio ter defendido
a residência de Verão dos que a França tinha interesse numa
habitantes do Eliseu, no Sul de política mais “gaullista” (ou seja,
França, cinco dias antes da mais autónoma em relação a
cimeira do G7 a que presidirá em Washington) em relação à Rússia.
Biarritz. Emmanuel Macron Menos de três meses depois de ser
também nunca escondeu os seus eleito, Macron surpreendeu toda a
objectivos: devolver à França o gente ao convidar o seu homólogo
seu papel de liderança da Europa, russo para um encontro em
ao lado da Alemanha, e o seu Versailles, a pretexto das
estatuto de potência internacional celebrações dos 300 anos da visita
com uma dose razoável de de Pedro, o Grande, a convite de
autonomia estratégica. da Ucrânia, alegadamente em respeitar os princípios básicos da Louis XV, para dizer a Putin que a
Praticamente todos os pontos da apoio das populações que falam democracia: “Apelámos para a
Emmanuel Macron Rússia só foi grande quando se
agenda dos líderes das sete russo e que defendem o liberdade de protestar, de falar, de convidou Vladimir abriu à Europa.
democracias mais desenvolvidas separatismo. Será possível? A ter opinião e para a realização de A visita não teve resultados
do mundo, no próximo própria diplomacia francesa diz eleições livres, que devem ser
Putin para uma dignos de nota, mas a relação entre
Æm-de-semana, envolvem a Rússia, que é difícil, mesmo que insista em integralmente respeitadas na “reunião de os dois líderes manteve-se “activa”
directa ou indirectamente. O que é do interesse da Europa Rússia como em qualquer outro com uma deslocação de Macron a
Presidente francês gostaria de levar encontrar um terreno comum de país do Conselho da Europa.” A
trabalho” São Petersburgo e a ida de Putin a
consigo alguns sinais de boa cooperação com o seu grande França ajudou recentemente a no Forte de Paris para as celebrações do Æm da
vontade de Putin para a resolução vizinho do Leste, e o Presidente Rússia a regressar ao Conselho da I Guerra. “Os dois países não têm
das questões mais quentes da francês acrescente que é necessário Europa, do qual tinha sido
Brégançon, no Sul grandes ilusões” sobre o seu
agenda internacional: o Irão, para manter um “diálogo directo e suspensa. Conhecem-se os de França, cinco relacionamento, “nem são a
uma derradeira tentativa de salvar franco” com Moscovo. A ideia do “incidentes” que têm marcado os prioridade um para o outro”,
o acordo nuclear, mas também a Eliseu é relançar as negociações no últimos dias em Moscovo, com
dias antes da escreve o Libération, o que também
Ucrânia ou a Síria, que constituem chamado “formato Normandia” — grandes manifestações contra o cimeira do G7 ajuda à distensão.
as duas mais incómodas “pedras” entre a França, Alemanha, Rússia e banimento dos candidatos da Ver-se-á o resultado deste
no sapato das relações entre a Ucrânia. Moscovo não diz que não, oposição às próximas eleições da encontro, mesmo que a Rússia
Rússia e a Europa. O risco está em mas vai acrescentando que só se cidade. Putin respondeu-lhe que a ameaça directa à sua segurança. tenha muito pouco a dizer sobre o
que não tem havido quaisquer houver alguma coisa de concreta Rússia não queria ter os seus gilets Foi possível articular uma resposta assunto que vai dominar as
sinais de boa vontade da parte do para aprovar. jaunes, apenas “manifestações conjunta com Washington, ainda conversações do G7: o
Kremlin em relação a esses Ontem, à chegada a Brégançon, pacíÆcas”. no tempo de Obama, e foram arrefecimento da economia global
dossiers. Vladimir Putin reforçou essa ideia, decretadas sanções económicas e a “guerra comercial” dos Estados
A eleição de um novo presidente dizendo que não vê alternativa ao 3. A ruptura das relações entre a que têm sido sistematicamente Unidos com a China e com quem
ucraniano, Volodimir Zelenski , “formato Normandia”, sem se Europa e a Rússia nasceu, renovadas e que doem a uma vier a seguir. De qualquer modo,
em Abril passado, seria uma comprometer, no entanto, com a precisamente, da crise ucraniana economia muito dependente do com a chanceler alemã a viver o seu
“janela de oportunidade”, como convocação de uma nova cimeira. de 2014, quando tropas russas investimento europeu. Nos últimos ocaso político e a Alemanha cada
referem na imprensa francesa Macron tinha dito que uma reunião intervieram directamente na região quatro anos, a política de vez mais virada para si própria,
fontes do Eliseu, para insuÇar entre os quatro líderes talvez fosse do Donbass e quando anexaram a interferência de Moscovo na União com o Reino Unido mergulhado na
alguma vida aos acordos de Minsk possível num prazo “de semanas”. península da Crimeia, parte do Europeia aumentou de sua maior crise existencial desde a
de 2015, negociados por Paris e território ucraniano onde se situa a intensidade, agora sob a forma de II Guerra, o palco pertence quase
Berlim com Kiev e Moscovo, numa 2. Segundo ponto de mais importante base naval russa Ænanciamento e de apoio aos todo ao Presidente francês para
tentativa até agora falhada de controvérsia inevitável nas do mar Negro, em Sebastopol. Os partidos de extrema-direita e tentar fazer alguma diferença na
resolver a guerra intermitente primeiras declarações: as europeus — e, em primeiro lugar, a populistas — de Marine Le Pen, em frente externa europeia.
provocada pela ingerência militar liberdades fundamentais. O Alemanha — perceberam que a França, a Viktor Orbán na Hungria,
russa na região do Donbass, Leste Presidente francês desaÆou Putin a Rússia se tinha transformado numa passando pela Liga de Salvini. Esta teresa.de.sousa@publico.pt
Público • Terça-feira, 20 de Agosto de 2019 • 25

CIÊNCIA
Se o mundo aquecer dois graus,
os Verões serão mais extremos
O aumento da duração dos fenómenos meteorológicos extremos no Verão, como ondas de calor e secas,
poderá conduzir a impactos signiÄcativos na agricultura, na saúde e na economia
EPA/STR

Clima
Teresa Sofia Serafim
AÆnal, não nos esperam apenas
Verões com fenómenos meteoroló-
gicos extremos mais intensos e fre-
quentes, mas também mais duradou-
ros. De acordo com um estudo publi-
cado ontem na revista Nature Climate
Change, se a temperatura média glo-
bal do planeta aumentar dois graus
Celsius face aos níveis pré-indus-
triais, ondas de calor, secas e perío-
dos de chuvas no Verão poderão ser
mais longos na Europa, na América
do Norte e em algumas partes da
Ásia. Mas ainda se pode evitar gran-
de parte desta situação se se limitar
o aquecimento global a um grau e
meio Celsius.
Ao longo deste estudo, uma equi-
pa de investigadores da Alemanha,
Holanda, Reino Unido e Estados Uni-
dos comparou projecções de dife-
rentes modelos climáticos. Depois,
partiram do aumento de cerca de
um grau Celsius da temperatura
média global (GMT) face aos níveis
pré-industriais e criaram dois cená-
rios futuros: num, a GMT subiria um
grau e meio relativamente aos níveis
pré-industriais, e no outro aumen- Para chamar a atenção para as alterações climáticas, descerrou-se uma placa no sítio de um glaciar já desaparecido na Islândia, o Ok
taria dois graus.
Consequência neste segundo rica do Norte Central. Já períodos de Mas, segundo os autores, se se sível limitar a subida da temperatu- Já noutras latitudes assinala-se a
cenário: se a GMT subir dois graus, chuva intensa poderão ser 26% mais limitar a subida da temperatura ra global a um grau e meio Celsius. perda de glaciares devido às altera-
os períodos meteorológicos quentes elevados em toda a zona temperada média global a um grau e meio Cel- Contudo, Carl-Friedrich Schleuss- ções climáticas. Anteontem, descer-
mais longos do que duas semanas do hemisfério Norte, em compara- sius relativamente aos níveis pré-in- ner alerta que, se o percurso das rou-se uma placa no sítio do desa-
aumentarão cerca de 4% nas latitu- ção com o clima actual, o que pode- dustriais, o aumento da duração dos emissões actuais se mantiver, o parecido glaciar Okjokull (ou apenas
des médias do hemisfério Norte rá levar a mais cheias. fenómenos meteorológicos extre- aumento dos dois graus Celsius Ok) no Oeste da Islândia para se cha-
comparados com os do clima actual. mos no Verão veriÆcado no cenário poderá ser alcançado em meados mar a atenção do aquecimento glo-
“Fenómenos meteorológicos extre- Em Portugal dos dois graus será evitado. “A nossa deste século e podemos mesmo che- bal. Na placa intitulada Uma Carta
mos poderão tornar-se mais persis- Neste estudo, Portugal integra a investigação mostra que se limitar- gar aos três graus Celsius. ao Futuro e com a menção de “415
tentes — tanto períodos quentes e região Mediterrânea (não foi feita mos o aquecimento a um grau e Caso isso venha mesmo a aconte- ppm [partes por milhão] CO2”, uma
secos como dias consecutivos de uma análise por país), onde se veri- meio Celsius, tal como os governos cer e os fenómenos extremos no referência ao nível-recorde de con-
chuva intensa poderão ser mais lon- Æca uma diminuição do índice acordaram quando assinaram o Verão se tornarem mais duradouros centração de dióxido de carbono
gos”, realça Peter PÇeiderer, do ins- padronizado de precipitação nos Acordo de Paris [de 2015 e negocia- e intensos, haverá impactos “signi- registado em Maio deste ano, refere-
tituto alemão Climate Analytics e um três meses anteriores, um decrésci- do por 195 países], muitos desses Æcativos” na saúde, nos ecossiste- se que o Ok foi o primeiro glaciar
dos autores do trabalho, num comu- mo da faixa onde ocorrem tempes- impactos [do cenário dos dois graus] mas, na agricultura e na economia, islandês com nome próprio a perder
nicado da sua instituição. tades e um aumento da aridez dos poderão ser reduzidos”, assinala reforça-se no comunicado. Para esse estatuto devido ao aquecimen-
No mesmo comunicado, destaca- solos, o que “provavelmente contri- Carl-Friedrich Schleussner. exempliÆcar esses impactos, os to global. “Nos próximos 200 anos,
-se que o aumento dos fenómenos bui para um aumento de uma seca Em 2018, um relatório do Painel autores destacam os longos perío- espera-se que todos os nossos gla-
meteorológicos extremos poderá ser persistente”, segundo o artigo cien- Intergovernamental para as Altera- dos de clima quente e seco entre ciares sigam o mesmo caminho”,
mais acentuado no Leste da América tíÆco. Também Carl-Friedrich ções Climáticas (IPCC) sobre os Abril e Setembro de 2018 no Oeste lê-se ainda. Será este um Æm anun-
do Norte, na Europa Central e no Schleussner, do Climate Analytics e impactos da subida da temperatura da Europa (apenas com pequenas ciado para o clima que estamos
Norte da Ásia. Concretamente, um dos autores do artigo, destaca em um grau e meio Celsius até ao interrupções de um clima mais frio habituados em diferentes regiões do
períodos de muito calor e seca mais ao PÚBLICO o “aumento da duração Ænal do século XXI face aos valores e de chuva), que contribuíram para planeta?
longos do que duas semanas pode- do calor e dos períodos de seca” em pré-industriais mostrou que com perdas de 15% na produção de trigo
rão ser 10% mais prováveis na Amé- Portugal. um esforço signiÆcativo ainda é pos- na Alemanha. teresa.serafim@publico.pt
26 • Público • Terça-feira, 20 de Agosto de 2019

CULTURA
Nesta livraria-galeria,
o desenho é uma experiência
Descobrir com prazer os trânsitos
nas obras e entre as obras: eis o lema
da Tinta nos Nervos, o novo espaço
de Lisboa onde cabem a arte,
a banda desenhada e a ilustração
diferente da que conhecemos de
Artes outros espaços galerísticos de outros
José Marmeleira países, ou mesmo de livrarias, onde
esse tipo de cruzamento é corrente e
Em Lisboa, à Madragoa, nasceu reconhecido. Mas ainda há espaços,
recentemente a livraria-galeria Tinta entre nós, onde algumas dessas expe-
nos Nervos, um espaço novo. Per- riências vão acontecendo.” Pedro
guntará o leitor: novo? O que oferece Moura dá o exemplo, em Lisboa, da
à cidade que esta antes não tinha? galeria Passevite, e no Porto, da Dama
Uma pista: em simultâneo, publica- AÇita e da Mundo Fantasma. E no
ções de manga, fanzines, obras do contexto da arte contemporânea
artista William Kentridge, livros da menciona o caso da Quadrum, que
Planeta Tangerina, álbuns de banda apresentou, ao lado de outras obras,
desenhada francesa? Mais uma ache- em edição fac-similada, Le lait de la
ga: uma conÇuência livre, com o voie lactée, uma banda desenhada do
prazer da descoberta, das artes do artista português Manuel Zimbro. “O
desenho? Na cafetaria da Tinta nos facto de se ter mostrado nesse con-
Nervos, o crítico e académico Pedro texto uma obra que até então perma-
Moura, um dos fundadores, concor- necia inédita pode indiciar já uma
da: “Este é um projecto assinado por abertura a esse diálogo. Não por aca-
pessoas com percursos diferentes, so, vamos organizar um evento dedi-
mas com um interesse genuíno por cado ao livro.” A Tinta nos Nervos
disciplinas que, por sua vez, se unem quer pois tirar da obscuridade esses
pelo desenho.” trânsitos, materializados em obras
Uma livraria especializada avessa (livros ou não), o que signiÆca falar
a especializações, eis um lema que sobre eles.
não lhe Æcaria mal. Com Pedro Mou-
ra estão Ana Ruivo, Vanessa Alfaro, Consagrados e emergentes
Luiz Azeredo, Anabela Almeida e A natureza híbrida e plural da livra-
Frederico Duarte, seis personalida- ria-galeria também se exprime nas
des sensíveis a uma realidade que se exposições: “Começámos com uma
vai manifestando. “Conhecemos colectiva que ilustra o trabalho que
muito praticantes do desenho que queremos fazer no futuro. Com Nas
cultivam várias disciplinas, mas isso artistas internacionais e nacionais, prateleiras e
nem sempre foi ou é reconhecido”, mais consagrados ou emergentes. nas paredes
diz. “Sentimos que há uma maior Mais ligados às galerias e aos museus da Tinta dos
apetência em ver esses diálogos, aÆ# ou aos circuitos independentes. Não Nervos, que
nidades, intervalos, ponto de contac- haverá divisões.” recentemente
to. Não diria que estejamos a colma- Fio da Navalha, a exposição inau- se instalou na
tar falhas, mas a colocar no mesmo gural da Tinta nos Nervos, que se Madragoa, o
local uma oferta que existe separa- despede das paredes da galeria no desenho
damente.” O académico recorda que próximo dia 30, sustenta essa máxi- desdobra-se
existem, no país, outras livrarias de ma de inclusão: podem ali ser con- em múltiplas
banda desenhada, de ilustração para templados desenhos inéditos de declinações
a infância, de artes gráÆcas. “Nesse Pedro Proença (Lubango, 1962), tra-
contexto, queremos que a [Tinta nos balhos da autora de banda desenhada
Nervos] seja um ponto de convergên- e ilustração Ema Gaspar (Almada,
cia, um lugar onde uma área possa 1993), fotograÆas manipuladas de José
alimentar a outra.” Cardoso (Fafe, 1984) e Ælmes de ani-
A inÇuência de exemplos interna- mação de William Kentridge ( Joanes-
cionais não é despicienda, mas o pro- burgo, 1955), que no ano passado foi
jecto não nasce, em termos locais, objecto de uma grande exposição no
num vácuo histórico: “A experiência Museu Reina Sofía, em Madrid. “Inte-
que queremos replicar não é muito ressou-nos abrir com a diversidade,
Público • Terça-feira, 20 de Agosto de 2019 • 27

À volta
da praia SÉRIE ESPECIAL VERÃO
Do Minho ao Algarve, à beira-mar ou à beira-rio,
memórias de gente que vive a praia e de praias
FOTOS: ANDREIA GOMES CARVALHO sem gente. À volta, um petisco para provar, um
segredo para descobrir, um roteiro para cumprir.
Até Setembro, andamos à volta da praia.
publico.pt/a-volta-da-praia

“Conhecemos reÇecte-se positivamente na presença


de um público estrangeiro que Æca
muitos praticantes surpreendido. Tem um poder de
do desenho que compra diferente, mas nem sempre
entra”, ressalva Pedro Moura.
cultivam várias Públicos à parte, uma das Ænalida-
disciplinas (...) e des da Tinta nos Nervos é proporcio-
nar o prazer de descobrir coisas, de
sentimos que há perceber, sem desculpas, diálogos e
maior apetência inÇuências, mesmo reconhecendo a
existência de categorias e formas
por esses diálogos, que delimitam, quando não sepa-
aÄnidades, pontos ram. “Temos aqui autores que vivem
em fronteiras muito porosas entre o
de contacto”, diz livro de artista e o álbum ilustrado,
Pedro Moura livros que podem ser lidos por uma
criança e apreciados por um adulto.
Há aqui objectos que mostram, por
si mesmos, os territórios que preten-
daí a o cariz colectivo [da primeira Fronteiras porosas demos explorar, mas também gosta-
exposição], mas as próximas exposi- DeÆnir um público-modelo será tal- mos de pôr lado a lado, em diálogo,
ções serão, na sua maioria, indivi- vez precipitado, mas a abertura que coisas diferentes.”
duais de longa duração, interrompi- está na base do projecto e a convicção Pedimos a Pedro Moura que sugi-
das por outras mais curtas, associadas de que existem leitores tão interessa- ra livros representativos do espírito
a lançamentos editoriais”, explica dos numa obra de banda desenhada Tinta nos Nervos. Serão todos, mas,
Pedro Moura. como num livro de artista deixam após a nossa insistência, aponta para
Livraria-galeria, a Tinta nos Nervos antever um horizonte promissor. colecção Les Cahiers Dessinées, em
inscreve-se numa história prévia, Entra entretanto na galeria um gru- que se incluem, entre outros, Cour-
numa tradição. “Temos essa cons- po de turistas, que, depois de obser- bet, Buzelli, Ungerer, mostra os
ciência. Recordo a actividade da var as prateleiras, onde se encontram objectos produzidos por Fábio Zim-
Buchholz, da Galeria 111, da Livraria livros em pop-up e outros objectos, e bres, autor brasileiro de banda dese-
Barata e, mais recentemente, da os desenhos expostos, vai fazendo nhada, abre o maravilhoso livro
Abysmo. Não se trata de uma expe- perguntas — ocasião oportuna para L’année de la comète, de Clément
riência inédita”, enfatiza o responsá- trazer à conversa o tema da localiza- Vuillier, folheia o álbum de banda
vel. Admite que a Tinta nos Nervos ção. “Quando pensámos no projecto, desenhada Xibalba, de Simon Rous-
“entra em cena num contexto de apa- esta zona não estava assim. Há um sin, menciona os fanzines, feitos em
rente contraciclo, dado que há muitas processo de gentriÆcação. Não ape- risograÆa, de Ana Humana. Todas Descarregue a nova
livrarias a fechar”. Ainda assim, diz, nas por causa do turismo e dos efeitos estas são experiências de um dese- aplicação do Público
o projecto é mesmo este: ser “um do Airbnb. A embaixada de França e nho que se expande, se desdobra,
espaço independente com uma ofer- a sua mediateca estão aqui e abriu em histórias, cores, referências, ima-
ta especializada”. recentemente a Galeria Acervo. Isso ginários. Com tinta nos nervos.
28 • Público • Terça-feira, 20 de Agosto de 2019

CULTURA

O actor Ewan
E McGregor estará em
negociações com a Disney para retomar
negocia
o seu papel
pa como Obi-Wan Kenobi,
desta vez
ve numa série dedicada a esta
personagem da Guerra das Estrelas
persona

Breves
Cinema
Variações: antestreia Património Hasankeyf ficará submersa, e com ela milénios de História
no Cinema São Jorge,
SERTAC KAYAR/REUTERS

concerto no Trump’s
É já depois de amanhã que
Variações, o filme de João Maia
sobre António Variações, chega
às salas. Antes, porém, tem no
São Jorge, em Lisboa, nova
antestreia — a primeira foi
ontem, em Amares, terra natal
do cantor. A sessão de hoje será
seguida de um concerto no
Trump’s pela banda do filme,
liderada pelo actor Sérgio Praia.

Banda desenhada
Art Spiegelman acusa
Marvel de censura
após alusão a Trump
O aclamado autor de banda
desenhada Art Spiegelman, que
em 1992 ganhou um Pulitzer por
Maus, acusa a Marvel de ter
censurado um ensaio que
escreveu para a editora Folio
sobre a era dourada dos comics. A cidade turca de Hasankeyf, um que apagará mais de dez mil seljúcida e otomano. Os e diÆculdades na obtenção de
No texto, Spiegelman “museu ao ar livre” junto ao rio anos de história e as marcas primeiros planos para esta Ænanciamento retardaram a
comparava Trump a um vilão da Tigre, vai Æcar submersa devido patrimoniais ali deixadas pelos barragem datam dos anos 80, materialização do projecto, que
BD Capitão América, Red Skull. à construção de uma barragem impérios bizantino, romano, mas pressões dos ambientalistas deverá concluir-se este ano.

Música Igualdade de género Antiguidades Ópera


The Roots vão festejar Encontro de rede de Metropolitan Museum Ai Weiwei vai abordar
com edições de luxo mulheres da indústria investiga 15 objectos a crise em Hong Kong
três álbuns icónicos musical em Portimão da sua colecção na sua Turandot
Os The Roots vão reeditar, em Portimão vai acolher entre 3 e 6 O Metropolitan Museum of Art vai O artista e activista chinês Ai
versão de luxo, três dos seus de Outubro o primeiro encontro reavaliar os 15 objectos da sua Weiwei planeia fazer referência
álbuns: Do You Want More?!!!??! internacional da shesaid.so, uma colecção que lhe chegaram directa à crise política em Hong
(1994), Illadelph Halflife (1996) e rede de mulheres da indústria através do marchand indiano Kong na encenação da Turandot
Things Fall Apart (1999). O musical fundada em 2014. Entre Subhash Kapoor, acusado por um que prepara para o Teatro de
primeiro a sair, já a 27 de as presenças anunciadas tribunal americano da prática de Ópera de Roma, produção em
Setembro, será este último; a destacam-se Jennifer Justice, 86 crimes e suspeito, desde 2011, que tem também a seu cargo os
edição terá faixas-bónus, fotos responsável pela gestão da de estar por trás de uma das figurinos e a cenografia. A
raras e ensaios dos rappers carreira de Jay-Z, e Georgia maiores redes mundiais de ópera de Puccini terá estreia a
Black Thought e Questlove. Taglietti, do Sónar de Barcelona. tráfico de antiguidades. 25 de Março de 2020.
+7,95 € Colecção Representar
QUARTA, 21 AGO
COM O PÚBLICO os Portugueses
Breve História de Grandes Partidos.
Vasco Ribeiro e José Santana Pereira

Das preocupações ambientais à defesa dos animais, da fundação do


Partido Ecologista “Os Verdes” nos anos 80 à meteórica ascensão eleitoral,
mais recentemente, do ainda jovem Pessoas-Animais-Natureza. Conheça
os bastidores dos dois partidos do parlamento português que fizeram da
bandeira ecológica o elemento central da sua acção política.
Uma colecção de 6 livros Público, que relata a importância dos 7 principais
partidos da actualidade na evolução da sociedade portuguesa. Ilustrada
por um conjunto de fotografias de Alfredo Cunha e selecção de propaganda
de José Pacheco Pereira/Arquivo Ephemera.

Colecção de 6 volumes. PVP Unitário: 7,95 €. Preço total em Portugal Continental: 47,70 €. Periodicidade semanal: sai às Quartas, entre 17 de Julho e 21 de Agosto.
30 • Público • Terça-feira, 20 de Agosto de 2019

CLASSIFICADOS Edif. Diogo Cão, Doca de Alcântara Norte, Tel. 21 011 10 10/20 Fax 21 011 10 30
1350-352 Lisboa
pequenosa@publico.pt
De seg a sex das 09H às 19H
Sábado 11H às 17H

EMPREGO
INSCREVA-SE EM
EMPREGO.PUBLICO.PT
AVISO EM PARCERIA COM
AdRA - Águas da Região de Aveiro, S.A.
     
Avisam-se os eventuais interessados, que se en-
OFEREÇA

  
contra aberto procedimento concursal na moda-
AVISO lidade de relação de emprego público por tempo
INTERRUPÇÃO DO ABASTECIMENTO DE ÁGUA indeterminado para técnico superior – licenciatura
em engenharia civil, tendo em vista o preenchimen-
CULTURA
to de 1 posto de trabalho previsto no Mapa de Pes-
20/08/2019 – DAS 14:00H ÀS 17:00H soal desta Câmara Municipal para desempenhar
funções na Divisão de Projetos, Energia e Obras
Rua Doutor Cunha Municipais. O formulário de candidatura próprio, EDIFÍCIO
disponível na Secção de Recursos Humanos ou
² União de Freguesias de Ovar, São João, Arada e São Vicente Pereira Jusã ² no site www.cm-tavira.pt (balcão virtual-recursos
DIOGO CÃO
Município de Ovar humanos-recrutamento e seleção-procedimentos PROCEDIMENTO CONCURSAL DOCA DE ALCÂNTARA
concursais-formulários de uso obrigatório) deve
ser apresentado na Secção de Recursos Humanos 2 ASSISTENTES OPERACIONAIS (M/F) NORTE, LISBOA
desta Câmara Municipal, ou expedidos pelo cor- (JUNTO AO
reio, com aviso de receção, para a Câmara Munici- Consultar o DR – Série 2.ª, n.º 156, MUSEU DO ORIENTE)
pal de Tavira, Praça da República, 8800-951 Tavira, de 16/08/2019 HORÁRIO:
Investimento ao serviço das populações: no prazo de 10 dias úteis a contar da publicação do
2.ª – 6.ª FEIRA: 9H – 19H
pelo prazo de dez dias úteis, a contar da publica-
ção do presente aviso na Bolsa de Emprego Públi- SÁBADO: 11H – 17H
co, o qual deverá ser consultado obrigatoriamente A oferta encontra-se publicada
pelos potenciais candidatos. na BEP em: www.bep.gov.pt
Paços do Município de Tavira, 16 de agosto de 2019 O prazo de candidatura
O Presidente do Conselho de Administração
O Presidente da Câmara Municipal, encerra a 30.08.2019
Fernando Vasconcelos, Eng.
Jorge Botelho
INFO: 210 111 010
TRIBUNAL JUDICIAL TRIBUNAL JUDICIAL TRIBUNAL JUDICIAL TRIBUNAL JUDICIAL TRIBUNAL JUDICIAL TRIBUNAL JUDICIAL TRIBUNAL JUDICIAL TRIBUNAL JUDICIAL TRIBUNAL JUDICIAL
DA COMARCA DA COMARCA DA COMARCA DA COMARCA DA COMARCA DA COMARCA DA COMARCA DA COMARCA DA COMARCA
DE LISBOA OESTE DE LISBOA NORTE DE LISBOA NORTE DE LISBOA NORTE DE LISBOA NORTE DE LISBOA NORTE DE LISBOA DE FARO DE LISBOA NORTE
Juízo Local Cível do Seixal Juízo Local Cível de Albufeira Juízo Local Cível de Loures
Juízo Local Cível de Sintra Juízo Local Cível de Loures Juízo Local Cível de Loures Juízo Local Cível de Loures Juízo Local Cível de Loures Juízo Local Cível de Loures Juiz 2
Juiz 3 Juiz 3 Juiz 3 Juiz 3 Juiz 3 Juiz 3 Juiz 1 Processo: 638/18.0T8ABF Processo: 237/18.6T8LRS
Processo: 14893/18.1T8SNT Processo: 125/19.9T8LRS Processo: 772/19.9T8LRS Processo: 709/19.5T8LRS Processo: 121/19.6T8LRS Processo: 219/19.0T8LRS Processo: 1774/19.0T8SXL ANÚNCIO ANÚNCIO
ANÚNCIO ANÚNCIO Interdição / Inabilitação Interdição / Inabilitação
ANÚNCIO ANÚNCIO ANÚNCIO ANÚNCIO ANÚNCIO Acompanhamento de Maior Requerente: Ministério Público Requerente: Ministério Público de Loures
Acompanhada: Carla Alexandra Salvado
Interdição / Inabilitação Interdição / Inabilitação Interdição / Inabilitação Interdição / Inabilitação Interdição / Inabilitação Interdição / Inabilitação Requerido: Sérgio Manuel Vicente Pereira
Requerente: António João Costa Mendes Requerente: Ministério Público dos Santos Nicolau Nos autos acima identificados, por sentença
Requerente: Ministério Público Requerente: Ministério Público Requerente: Ministério Público Requerente: Ministério Público Requerente: Ministério Público Acompanhado: Bruno Sérgio Oli- proferida em 01-04-2019 foi decretada a In-
Acompanhado: José Maria Costa Nos autos de Acompanhamento terdição/lnabilitação, movida a Carla Alexan-
Mendes Requerido: Dário de Sousa Requerida: Catarina da Graça Requerido: Paulo Alexandre Requerido: Francisco Carrasco Requerida: Helena da Câmara veira Martins dra Salvado Pereira, nascida a 10-08-1976,
de Maior, acima identificados, por
No Tribunal Judicial da Comarca de Fonseca da Trindade Moura Caldeira Vieira de Matos Mendes Pestana Correia sentença já transitada em julgado, e
natural da freguesia de São Sebastião da Pe-
Faz-se saber que foi distribuído dreira, Lisboa, com residência em domicílio:
Lisboa Oeste, Juízo Local Cível de Sintra Faz-se saber que foi distribuída Faz-se saber que foi distribuída Faz-se saber que foi distribuída Faz-se saber que foi distribuída Faz-se saber que foi distribuí- em que é beneficiário Sérgio Manuel Rua D. José I, Vv. Carla, Lt. 224 - 1.º, Serra da
- Juiz 3 de Sintra, faz-se saber, que nos neste tribunal, o processo de Luz, 1675-631 Pontinha.
neste tribunal a ação de Interdi- neste tribunal a ação de Inter- neste tribunal a ação de Inter- neste tribunal a ação de Inter- da neste tribunal a ação de Vicente dos Santos Nicolau, foi de- Medidas decretadas:
autos de Acompanhamento do Maior, Acompanhamento de Maior em cretado o seu acompanhamento, em Representação geral — artigo 145.º, n.º 1
acima identificados, por sentença já ção / Inabilitação em que é re- dição / Inabilitação em que é dição / Inabilitação em que dição / Inabilitação em que é Interdição / Inabilitação em que é beneficiário Bruno Sérgio função da doença de que padece alínea b) e 258.º do C.C.;
transitada em julgado, foram decretadas querido Dário de Sousa Fonse- requerida Catarina da Graça é requerido Paulo Alexandre requerido Francisco Carrasco que é requerida Helena da Deverá o Acompanhante assegurar que a
as medidas de acompanhamento José Oliveira Martins, nascido em 26- desde os dois anos de idade, deve Acompanhada mantenha seguimento re-
ca da Trindade, BI - 31151828, Moura Caldeira, nascida em Vieira de Matos, BI - 10960808, Mendes, BI - 11405414, com Câmara Pestana Correia, BI - beneficiar das seguintes medidas de gular em consultas de especialidade e seja
Maria Costa Mendes, BI - 2452055, NIF 02-1983, filho(a) de António Jor- observada periodicamente por médico de
0zz7, com residência em do- 18-10-1960, BI - 08346526, com residência em domicílio: residência em domicílio: Casa 14132543, com residência em acompanhamento de maior: medicina geral e familiar - artigo 145.º n.º
- 117117145, com residência em Casa de ge Garcia Martins e de Maria de 1 alínea e);
Saúde do Telhal, Estrada do Telhal N.º micílio: Rua Guilherme Gomes com residência em domicílio: Rua Luís de Camões, Casal de Repouso Amélia Sena, Rua domicílio: Rua Júlio Dinis, N.º - Representação geral;
Fátima Contramestre de Oliveira - Administração total de bens.
Deverá o Acompanhante assegurar que as
55, 2725-588 Mem Martins, tendo sido Fernandes, 54, 2 Dt.º, 2675- B.º Sr.ª da Saúde, Rua do José Maria, 5, Quinta Nova de Cidade Rio de Janeiro, N.º 47, 4, 1.º Dt.º, 2685-215 Portela, prescrições médicas sejam seguidas.
determinado a representação geral, sem Martins, com domicílio: Av. Carlos O acompanhamento será pela irmã Nos termos do disposto no artigo 147.º do
367 Odivelas, para efeito de Comércio, Viv.ª Moura, 2680- São Roque, 2670-000 Loures, Mealhada, 2670-492 Loures, para efeito de ser decretada C.C., determina-se a restrição dos seguintes
constituição do conselho de família e a de Oliveira, 53-A, Quinta da Boa do Requerido, Maria Alice Cabrita direitos pessoais:
para efeito de ser decretada
limitação do direito de testar. ser decretada a sua interdição 575 Catujal, para efeito de ser para efeito de ser decretada a sua interdição por anomalia Hora, 2840-728 Arrentela, com dos Santos, com os deveres e con- Relativos à realização de negócios da vida
Foi nomeado acompanhante António a sua interdição por anomalia sequências pela inobservância dos corrente;
por anomalia psíquica. decretada a sua interdição por a sua interdição por anomalia psíquica. vista à determinação de medidas Capacidade de testar;
João Costa Mendes, irmão do benefi- psíquica. mesmos legalmente previstos. Capacidade de perfilhar;
ciário. N/ Referência: 140140359 anomalia psíquica. psíquica. N/ Referência: 140122891 adequadas Capacidade de adoptar.
N/ Referência: 140117996 Passei o presente e o outro de igual No caso em apreço e de acordo com os da-
N/ Referência: 140054666 N/ Referência: 140054812 N/ Referência: 389189632 teor para serem afixados.
N/ Referência: 120738735 Loures, 08/02/2019 Loures, 07/02/2019 dos do processo, o quadro de incapacidade
Loures, 01/02/2019 Loures, 01/02/2019 Loures, 07/02/2019 Seixal, 05/08/2019 N/ Referência: 113880459 permanente reporta-se ao nascimento.
Sintra, 13-08-2019. A Juíza de Direito A Juíza de Direito Passei o presente e outro de igual teor para
A Juíza de Direito A Juíza de Direito A Juíza de Direito A Juíza de Direito Albufeira, 18/07/2019 serem afixados.
O Juiz de Direito Dra. Cláudia Roque Dra. Cláudia Roque Dra. Cláudia Roque Dra. Cláudia Roque Dra. Cláudia Roque Dra. Cláudia Barata A Juíza de Direito N/ Referência: 140745274
Dr. João Paulo Machado Loures, 02/04/2019
O Oficial de Justiça O Oficial de Justiça Dra. Maria de Fátima Batista O Juiz de Direito
A Oficial de Justiça O Oficial de Justiça O Oficial de Justiça O Oficial de Justiça A Oficial de Justiça O Oficial de Justiça Diogo Alves
Maria Odete Fernandes Jocelino Martins Jocelino Martins Jocelino Martins Jocelino Martins Jocelino Martins Maria Dulce Henriques Baltazar A Oficial de Justiça
Pedro Amâncio Ferreira
Ana Maria Branco C. Corda
Público, 20/08/2019 Público, 20/08/2019 Público, 20/08/2019 Público, 20/08/2019 Público, 20/08/2019 Público, 20/08/2019 Público, 20/08/2019 Público, 20/08/2019 Público, 20/08/2019

TRIBUNAL JUDICIAL TRIBUNAL JUDICIAL TRIBUNAL JUDICIAL TRIBUNAL JUDICIAL TRIBUNAL JUDICIAL TRIBUNAL JUDICIAL TRIBUNAL JUDICIAL TRIBUNAL JUDICIAL TRIBUNAL JUDICIAL
DA COMARCA DA COMARCA DA COMARCA DA COMARCA DA COMARCA DA COMARCA DA COMARCA DA COMARCA DA COMARCA
DE SANTARÉM DE LISBOA OESTE DE LISBOA DE LISBOA NORTE DE LISBOA NORTE DE LISBOA NORTE DE LISBOA NORTE DE LISBOA DE FARO
Juízo Local Cível do Seixal Juízo Local Cível de Loures Juízo Local Cível do Seixal Juízo Local Cível de Albufeira
Juízo Local Cível Juízo Local Cível de Cascais Juízo Local Cível de Loures Juízo Local Cível de Loures Juízo Local Cível de Loures Juiz 2
de Benavente Juiz 4 Juiz 1 Juiz 3 Juiz 2 Juiz 3 Processo: 228/18.7T8LRS Juiz 1 Processo: 736/18.0T8ABF
Processo: 2296/19.5T8VFX Processo: 2450/19.0T8CSC Processo: 2134/18.6T8SXL Processo: 362/19.6T8LRS Processo: 771/19.0T8LRS Processo: 126/19.7T8LRS
ANÚNCIO
Processo: 418/19.5T8SXL ANÚNCIO
ANÚNCIO ANÚNCIO Interdição / Inabilitação ANÚNCIO Interdição / Inabilitação
ANÚNCIO ANÚNCIO Interdição / Inabilitação ANÚNCIO ANÚNCIO Requerente: Comarca de Lisboa Norte - Acompanhamento de Maior Requerente: Ministério Público
Interdição / Inabilitação Ministério Público - Loures Requerente: Ministério Público Requerido: Rúben Mamadú Hanna
Acompanhamento de Maior Acompanhamento de Maior Requerente: Ministério Público Interdição / Inabilitação Interdição / Inabilitação Requerido: Orlando Rosa Nunes
Beneficiário: João António Cardoso
Beneficiária: Maria Aurora Águas Car- Requerente: Ministério Público Nos autos acima identificados, por sentença Embaló
Requerente: Ministério Público Requerente: Maria Teresa da Requerente: Ministério Público Requerente: Ministério Público Mourato
rilho Ruas Requerido: Nuno Alexandre Gon- foi decretado a Interdição/ Inabilitação, em que
Faz-se saber que foi distribuído, neste Nos autos de Acompanhamento de
Acompanhada: Maria Rodrigues Fonseca Franco Falcão Osório Faz-se saber, que nos autos de Acompa- Requerido: Paulo Jorge Sarai- çalves Silva Requerido: Vítor Manuel dos San- é acompanhado Orlando Rosa Nunes, com
Maior, acima identificados, por senten-
residência em domicílio: R. da Paz 390, 1º Andar, tribunal, o processo de Acompanhamento
Mendes Alarcão nhamento do Maior, acima identificados, va Monteiro Silva Félix Faz-se saber que foi distribuída tos Correia Casal da Silveira, 1685-811 Famões. de Maior, em que é requerido João António ça já transitada em julgado, e em que
por sentença já transitada em julgado, fo- Faz-se saber que foi distribuída Por sentença datada de 17-05-2019 foi determi- Cardoso Mourato, nascido em 08-05-1941, é beneficiário Rúben Mamadú Hanna
Faz-se saber que foi distribuído Acompanhado: Carlos Alberto Faz-se saber que foi distribuí- neste tribunal a ação de Interdição nado que este beneficie de medidas de acom- filho(a) de João Paulo Mourato e de Maria
ram decretadas as medidas de acompa- neste tribunal a ação de Interdi- panhamento, as quais a seguir se discriminam: Embaló, foi totalmente procedente a
neste tribunal, o processo de da Fonseca Franco Falcão nhamento de Maria Aurora Águas Carri- da neste tribunal a ação de / Inabilitação em que é requerido • Representação geral — artigo 145.º n.º 1 alínea Isabel Cardoso, natural de São Lourenço acção e, em consequência, decretado o
Acompanhamento de Maior em Faz-se saber que foi distribuído lho Ruas, com domicílio em Rua António Interdição / Inabilitação em Nuno Alexandre Gonçalves Silva, ção / Inabilitação em que é re- b) e 258.º do CC.; (Portalegre), com domicílio na Rua Ci-
acompanhamento do Requerido Rúben
• Deverá a Acompanhante assegurar que o dade Carmona, n.º 5 - R/C Dtº, Corroios,
que é requerida Maria Rodrigues neste tribunal, o processo de Luís, 68, Cruz de Pau, 2845-000 Amora, que é requerido Paulo Jorge estado civil: Solteiro, filho de An- querido Vítor Manuel dos Santos Acompanhado mantenha seguimento regular em 2855-000 Corroios, tendo, por Sentença, Mamadú Hanna Embaló, que em fun-
Acompanhamento de Maior em mediante aplicação da(s) medida(s) de tónio Maria Silva e de Maria Odí- Correia, nascido em 19-07-1963, consultas de especialidade (neurologia) e seja sido definidas as seguintes medidas de ção da doença de que padece desde a
Mendes, nascida em 12-06- representação geral e de administração Saraiva Monteiro Silva Félix, observado periodicamente por médico de me- acompanhamento:- nascença, deve beneficiar das seguintes
lia Nascimento Gonçalves Silva, BI - 10006693 3zy9, com residên- dicina geral e familiar - artigo 145.º n.º 1 alínea e);
1940, filha de António Apolino que é requerido Carlos Alberto ordinária dos bens imóveis, dos bens nascido em 02-12-1968, BI - • medida de representação geral e de medidas de acompanhamento de maior:
nascido em 07-03-1973, nacional cia em domicílio: Rua Cristóvão • Deverá a Acompanhante assegurar que as administração ordinária dos bens imóveis,
Mendes e de Zulmira do Carmo da Fonseca Franco Falcão, com móveis e do rendimento mensal do/a 8450765, com residência em de Portugal, BI - 10032259, com
prescrições médicas sejam seguidas (crises
dos bens móveis e do rendimento mensal - Representação geral;
Rodrigues, com domicílio: Urb. domicílio Akedemia Imperium, beneficiário/a, incluindo a satisfação dos da Gama, N.º 16, 4.º C, Quinta epilépticas e síndrome demencial);
do/a beneficiário/a, incluindo a satisfação - Administração total de bens.
seus encargos, tornada(s) necessária(s) domicílio: Praceta D. Lourenço residência em domicílio: Rua do do Pinheiro, 1675-194 Pontinha,
• Deverá garantir-se que o Beneficiário se man-
dos seus encargos, tornada(s) necessá-
Belo Jardim, Rua das Bugan- R. Almirante Gago Coutinho, tenha a residir no seu actual domicílio (enquanto O acompanhamento será pela mãe do
desde 01.03.2019, sendo nomeado seu de Almeida, N.º 4, 3.º C, Santo Sr. Roubado, N.º 13 - 3.º Dt.º, para efeito de ser decretada a sua a Acompanhante tiver condições para continuar ria(s) desde 1 de Janeiro de 2012; Requerido, Linda Farjallah Hanna, id. nos
vílias, Lt. A 4, 2635-042 Samora 100, 2765-529 ESTORIL, com acompanhante Henrique Águas Gomes António dos Cavaleiros, 2660- 2675-000 Odivelas para efeito de a exercer este cargo); • Nomeado, como acompanhante(s) autos, com os deveres e consequências
interdição por anomalia psíquica. • Nos termos do disposto no artigo 147.º do do/a beneficiário/a, o seu cônjuge, Maria
Correia, com vista à determi- vista à determinação de medi- Ruas, cônjuge, a quem foi atribuído os
338 Loures, para efeito de ser ser decretada a sua interdição por C.C., determina-se a restrição dos seguintes Francisca Coelho Rita Cardoso Mourato, pela inobservância dos mesmos legal-
poderes gerais de representação geral e Passei o presente e outro de igual direitos pessoais:
nação de medidas adequadas. das adequadas. decretada a sua interdição por anomalia psíquica. Relativos à realização de negócios da vida ao/à(s) qual(ais) foram atribuídos poderes mente previstos. Foi dispensada a cons-
de administração ordinária dos bens imó-
Passei o presente e outro de igual teor para serem afixados. corrente; Capacidade de testar; Capacidade de gerais de representação geral e de admi- tituição do conselho de família.
N/ Referência: 81735655 N/ Referência: 120684901 veis, dos bens móveis e do rendimento anomalia psíquica. N/ Referência: 140137684 perfilhar; Capacidade de adoptar. nistração ordinária dos bens imóveis, dos Passei o presente e outro de igual teor
mensal do/a beneficiário/a, incluindo a teor para serem afixados. No caso em apreço e de acordo com os dados bens móveis e do rendimento mensal do/a
Benavente, 01-08-2019. Cascais, 06-08-2019. N/ Referência: 139937746 N/ Referência: 140103410 do processo, o quadro de incapacidade perma- beneficiário/a, incluindo a satisfação dos para serem afixados.
satisfação dos seus encargos. Loures, 08/02/2019
N/ Referência: 389198005 Loures, 23/01/2019 Loures, 06/02/2019
nente reporta-se ao ano de 2017 . seus encargos. N/ Referência: 113913620
O Juiz de Direito A Juíza de Direito A Juíza de Direito A Juíza de Direito Passei o presente e outro de igual teor para N/ Referência: 389342811 Albufeira, 24/07/2019
Seixal, 05/08/2019 O Juiz de Direito serem afixados.
Seixal, 14-08-2019
Dr. S. Martins Dr.ª Ausenda Brás Moreira Pires A Juíza de Direito Dra. Cláudia Roque Dra. Cláudia Roque N/ Referência: 141233854
A Juíza de Direito
A Juíza de Direito
Diogo Alves Loures, 20/05/2019. Dra. Maria de Fátima Batista
O Oficial de Justiça O Oficial de Justiça Dra. Cláudia Barata O Oficial de Justiça O Oficial de Justiça O Juiz de Direito Laura Maria Dias Godinho Ribeiro Rações
A Oficial de Justiça A Oficial de Justiça A Oficial de Justiça O Oficial de Justiça
Fernando Guerra Artur Gonçalves Jocelino Martins Ana Maria Branco C. Corda Jocelino Martins Diogo Alves
Pedro Amâncio Ferreira
Maria Dulce Henriques Baltazar A Oficial de Justiça Maria de Fátima Pereira Coelho
Ana Maria Branco C. Corda
Público, 20/08/2019 Público, 20/08/2019 Público, 20/08/2019 Público, 20/08/2019 Público, 20/08/2019 Público, 20/08/2019 Público, 20/08/2019 Público, 20/08/2019 Público, 20/08/2019

CONHEÇA AS NOSSAS COLECÇÕES


DE MÚSICA, LITERATURA, CINEMA,
BANDA DESENHADA, HISTÓRIA E VINHOS
MAIS INFORMAÇÕES: loja.publico.pt | 210 111 010
Público ClassiÄcados • Terça-feira, 20 de Agosto de 2019 • 31
32 • Público • Terça-feira, 20 de Agosto de 2019

SAIR

13h30, 15h30, 18h10, 21h40, 00h20; Ibiza M12. Leão M6. 13h45, 15h20, 16h15, 17h50, 21h25,

CINEMA 13h, 15h10, 17h20, 19h30, 21h50, 00h15; Era


Uma Vez em... Hollywood M16. Sala IMAX ?
14h, 17h50, 21h10, 00h30
23h55 (V.Port./2D), 13h20, 19h10, 21h40,
00h10 (V.Orig./2D); UglyDolls M6. 13h20,
17h55 (V.Port./2D); Velocidade Furiosa:
Cinemas Nos Vasco da Gama Hobbs e Shaw M12. 13h10, 15h45, 16h20,
Lisboa Parque das Nações. T. 16996 17h10, 18h30, 19h25, 21h20, 21h40, 22h10,
Cinema City Alvalade Toy Story 4 M3. 11h15, 13h40, 16h20, 18h50 00h10; Era Uma Vez em... Hollywood M16.
Av. de Roma, nº 100. T. 218413040
Adeus, Professor M14. 13h20,
22h; Síndrome de Estocolmo M12. 13h30; O
(V.Port./2D); Homem-Aranha: Longe de
Casa M12. 21h10, 24h; O Rei Leão M6.
10h50, 13h10, 16h (V.Port./2D), 18h40,
Em estreia 13h10, 15h30, 17h40, 18h40, 21h, 21h50,
00h15; Tony M12. 17h50; The Kitchen -
Rainhas do Crime M16. 13h25, 22h,
lazer@publico.pt
Rei Leão M6. 15h20, 17h40 (V. 21h30, 00h30 (V.Orig./2D); Booksmart: 00h20; Angry Birds 2 - O Filme M6. 13h25,
Port./2D); Velocidade Furiosa: Hobbs e Inteligentes e Rebeldes M14. 12h50, 15h50, 15h30, 15h50, 17h20, 19h45, 21h50, 24h (V.
Shaw M12. 13h10, 21h20; Era Uma Vez em... 18h20, 21h, 23h40; Era Uma Vez em... Port./2D); Ibiza M12. 13h25, 15h25, 20h,
Hollywood M16. 15h10, 18h20, Hollywood M16. 13h, 16h40, 20h50,
Angry Birds 2 - O Filme 159m. Drama. M16. 21h45, 23h50
21h30; Angry Birds 2 - O Filme M6. 13h20, 00h15; The Kitchen - Rainhas do De Thurop Van Orman. Com Los Angeles (EUA), 1969. Rick UCI UBBO
15h30, 17h50, 19h55 (V.Port./2D); Ibiza M12. Crime M16. 21h20, 23h50; Angry Birds 2 - O Tiffany Haddish (Voz), Peter Dalton é um actor de westerns C.C. da Amadora, Venteira.
15h45, 19h30, 21h50; Sousa Filme M6. 11h, 13h20, 15h40, 18h10 (V. Dinklage (Voz), Dove Cameron televisivos que, juntamente com Síndrome de Estocolmo M12. 13h30,
Martins 20h10; Nada a Perder 2 M12. 17h30 Port./2D); Histórias Assustadoras para 16h10; O Rei Leão M6. 13h30, 16h10, 18h45,
(Voz), Jason Sudeikis (Voz), o seu duplo Cliè Booth, chega a
Cinema Ideal Contar no Escuro M16. 13h50, 16h30, 19h10, 21h20 (V.Port./2D); UglyDolls M6. 13h55,
Rua do Loreto, 15/17. T. 210998295 21h45, 00h20 Josh Gad (Voz). EUA/FIN. 2019. Hollywood determinado a 16h05 (V.Port./2D); Velocidade Furiosa:
Ran - Os Senhores da Guerra 18h50; Era Nimas 96m. Animação, Comédia. M6. reavivar a sua carreira. Ali, para Hobbs e Shaw M12. 15h, 18h20, 18h40,
Uma Vez em... Hollywood M16. 16h, Av. 5 Outubro, 42B. T. 213574362 Era uma vez uma ilha além de conhecer várias 21h15, 21h55; Era Uma Vez em...
21h40; Um Segredo de Família 14h A Idade de Ouro M12. 14h, 16h30, 19h, Hollywood M16. 13h30, 17h,
paradisíaca habitada por personalidades ligadas à 7ª Arte,
CinemaCity Campo Pequeno 21h30 ; Um Cão Andaluz M12. 14h, 16h30, 21h10; Nomis M16. 14h, 16h25, 19h20,
Centro de Lazer Cpo Pequeno. T. 217981420 19h, 21h30; pássaros de todos os géneros. eles vão presenciar eventos que 21h35; Um Ajuste de Contas M16. 14h05,
Síndrome de Estocolmo M12. 16h, UCI Cinemas - El Corte Inglés Uns são populares; outros, pelo marcaram uma época. 16h30, 19h05; Angry Birds 2 - O Filme M6.
00h20; Toy Story 4 M3. 13h20, 15h30 (V. Av. Ant. Aug. Aguiar, 31. contrário, esforçam-se por ser 13h45, 16h30, 19h, 21h30 (V.
Port./2D); Campeões M12. 19h10; O Rei Em Liberdade! M14. 19h05, 21h45, aceites. É o caso de Red, Chuck Nada a Perder 2 Port./2D); Histórias Assustadoras para
Leão M6. 13h45, 16h20, 00h10 (V.Port./2D), 00h15; Adeus, Professor M14. 16h35, 21h25, Contar no Escuro M16. 19h15,
15h25, 21h40 (V.Orig./2D); UglyDolls M6. 23h35; Síndrome de Estocolmo M12. 13h55,
e Bomb, três passarocos cuja De Alexandre Avancini. Com 21h55; Ibiza M12. 13h55, 16h20, 19h15,
13h20 (V.Port./2D); Velocidade Furiosa: 16h25, 19h, 21h25, 23h55; O Corvo inadaptação resultou em graves Petrônio Gontijo, Day 21h50; Nada a Perder 2 M12. 14h, 16h15,
Hobbs e Shaw M12. 13h10, 15h50, 17h55, Branco M12. 18h55, 21h35, 00h15; O Rei problemas de autocontrolo. Um Mesquita, Beth Goulart. BRA. 18h30, 21h30; Mission Mangal 21h30
18h50, 21h, 21h45, 23h55, 00h15; Era Uma Leão M6. 13h25, 16h05 (V.Port./2D), 19h05, dia, a ilha é invadida. 2019. 100m. Drama, Biografia.
Vez em... Hollywood M16. 13h10, 15h20, 21h50, 00h25 (V.Orig./2D); Booksmart:
17h50, 18h40, 21h10, 21h50, 23h50; The Inteligentes e Rebeldes M14. 13h45, 16h10,
M12. Cascais
Kitchen - Rainhas do Crime M16. 19h45, 18h40, 21h15, 23h45; Pavarotti M12. 14h05, Booksmart: Inteligentes e Sequela do Ælme de 2018, esta Cinemas Nos CascaiShopping
00h05; Nomis M16. 13h15, 15h30, 17h45, 16h30; UglyDolls M6. 13h45, 16h25 (V. Rebeldes Æcção baseada em factos reais, CascaiShopping-EN 9. T. 16996
21h55, 00h30; Angry Birds 2 - O Filme M6. Port./2D); Velocidade Furiosa: Hobbs e De Olivia Wilde. Com Kaitlyn continua a história do brasileiro Toy Story 4 M3. 12h45, 15h20, 17h40 (V.
13h30, 15h40, 17h40, 19h50, 21h55 (V. Shaw M12. 13h15, 16h, 18h45, 21h30, Port./2D); O Rei Leão M6. 12h50, 15h30,
Dever, Billie Lourd, Skyler Edir Macedo, o polémico líder e
Port./2D); Nada a Perder 2 M12. 13h30, 00h15; Era Uma Vez em... Hollywood M16. 18h10 (V.Port./2D), 20h50, 23h30 (V.
17h30, 19h30, 21h30 13h30, 17h, 21h10, 00h30; The Kitchen - Gisondo, Beanie Feldstein, fundador da Igreja Universal do Orig./2D); Booksmart: Inteligentes e
Cinemas Nos Alvaláxia Rainhas do Crime M16. 14h, Diana Silvers. EUA. 2019. Reino de Deus (IURD), com Rebeldes M14. 12h40, 15h10, 17h50, 21h20,
Estádio José Alvalade, Cpo Grande. T. 16996 19h10; Nomis M16. 14h20, 16h45, 19h25, 102m. Comédia. M14. particular foco nos vários 00h05; UglyDolls M6. 13h30, 15h50 (V.
Síndrome de Estocolmo M12. 18h50; John 21h55, 00h10; Angry Birds 2 - O Filme M6. Port./2D); Era Uma Vez em... Hollywood M16.
Agora que o ano lectivo se escândalos a ele associado.
Wick 3 - Implacável M16. 18h10, 23h50; Toy 14h10, 16h40, 19h20, 21h40, 24h (V. 13h20, 17h, 20h30, 23h55; The Kitchen -
Story 4 M3. 13h10, 15h50, 18h20 (V. Port./2D); Histórias Assustadoras para aproxima do Æm, Amy e Molly Rainhas do Crime M16. 21h10, 23h35; Angry
Port./2D); Homem-Aranha: Longe de Contar no Escuro M16. 13h40, 16h20, 18h55, chegam a uma terrível Nomis Birds 2 - O Filme M6. 13h10, 15h40, 18h,
Casa M12. 14h30, 17h40, 21h10, 00h10; O Rei 00h25; Ibiza M12. 13h55, 16h20, 18h50, 21h20, conclusão: tendo em conta o De David Raymond. Com 20h40, 23h10 (V.Port./2D); Histórias
Leão M6. 13h10, 13h50, 16h, 16h30,18h40 (V. 23h50; Fotografia M12. 14h15, 16h50, 19h30, sucesso dos restantes colegas na Minka Kelly, Alexandra Assustadoras para Contar no Escuro M16.
Port./2D), 19h10, 21h20, 21h50, 00h10, 00h30 22h, 00h20; Nada a Perder 2 M12. 14h, 16h15, 18h50, 21h40, 00h20; Ibiza M12. 13h, 15h05
(V.Orig./2D); Rastejantes M16. 20h50, 18h30, 21h30, 23h40; Mission Mangal 21h30
entrada para a universidade, Daddario, Henry Cavill, 17h10, 19h20, 21h30, 23h40; Era Uma Vez
00h25; Booksmart: Inteligentes e não era necessário terem Stanley Tucci, Ben Kingsley. em... Hollywood M16. Sala IMAX - 12h50,
Rebeldes M14. 13h45, 16h10, 18h35, 21h10,
Almada sacriÆcado tanto pelos seus EUA/CAN. 2018. 98m. Thriller, 16h, 21h, 00h15
23h40; Era Uma Vez em... Hollywood M16. estudos. É assim que, Acção. M16. O Cinema da Villa - Cascais
14h, 17h30, 21h, 23h30; Anna - Assassina Cinemas Nos Almada Fórum CascaisVilla Shopping Center. T. 215887311
Profissional M16. 13h15, 15h55, 21h15, Estr. Caminho Municipal, 1011 - Vale de
determinadas a experienciar Um juiz reformado dedica-se a O Rei Leão M6. 13h05 (V.Port./2D), 15h20,
23h55; Nomis M16. 13h05, 15h25, 17h50, Mourelos. T. 16996 numa só noite tudo o que capturar predadores sexuais 19h10 (V.Orig./2D); Velocidade Furiosa:
21h05, 23h25; Um Ajuste de Contas M16. Adeus, Professor M14. 23h30; Síndrome de abdicaram ao longo de anos, com a ajuda de Lara, que se Hobbs e Shaw M12. 16h30, 21h30; Era Uma
20h55, 23h20; Angry Birds 2 - O Filme M6. Estocolmo M12. 21h55, 00h15; Toy Story elas vão até ao limite. apresenta como isco. Mas, Vez em... Hollywood M16. 13h25, 14h50,
13h15, 15h35, 18h (V.Port./2D); Histórias 4 M3. 13h45, 16h30, 19h10 (V. 17h55, 21h; Tony M12. 13h10; Angry Birds 2 -
quando a meio de uma
Assustadoras para Contar no Escuro M16. Port./2D); Homem-Aranha: Longe de O Filme M6. 13h30, 15h40, 18h (V.
14h05, 16h40, 19h15, 21h45, 00h20; Ibiza M12. Casa M12. 12h20, 15h25, 18h15, 21h10, Era Uma Vez em... Hollywood investigação, a rapariga Port./2D); Ibiza M12. 13h, 17h40,
14h20, 16h35, 19h, 21h25, 23h35; Nada a 00h05; O Rei Leão M6. 12h30, 13h20, 15h20, De Quentin Tarantino. Com desaparece, ele vê-se forçado a 21h40; Fotografia M12. 19h30, 21h30; Nada
Perder 2 M12. 15h30, 21h30 16h10, 18h10 (V.Port./2D), 18h50, 21h, 21h40, Margot Robbie, James pedir ajuda à polícia. O decorrer a Perder 2 M12. 15h30, 17h30, 19h30, 21h30
Cinemas Nos Amoreiras 23h45, 00h25 (V.Orig./2D); Booksmart:
Marsden, Leonardo DiCaprio, do inquérito levam-nos a
Av. Eng. Duarte Pacheco. T. 16996 Inteligentes e Rebeldes M14. 13h40, 16h15,
Adeus, Professor M14. 13h20, 15h30, 18h45, 21h30, 23h55; UglyDolls M6. 15h15, Brad Pitt, Dakota Fanning, Tim capturar um homem parece Caldas da Rainha
20h50, 23h; Síndrome de Estocolmo M12. 17h30, 19h45 (V.Port./2D); Era Uma Vez em... Roth, Luke Perry, Al Pacino, estar ligado a um sem-número Cineplace - Caldas da Rainha
21h20, 23h30; O Rei Leão M6. 12h40, 15h20, Hollywood M16. 13h, 17h, 20h30, Kurt Russell. EUA/GB. 2019. de raptos e assassínios. La Vie Caldas da Rainha Shopping Center.
18h (V.Port./2D), 21h, 23h40 (V.Orig./2D); Era 24h; Tony M12. 21h35, 00h15; The Kitchen - O Rei Leão M6. 13h50, 16h20, 18h50 (V.
Uma Vez em... Hollywood M16. 13h30, 17h, Rainhas do Crime M16. 20h50, Port./2D), 21h20 (V.Orig./2D); UglyDolls M6.
20h40, 00h05 ; The Kitchen - Rainhas do 23h20; Nomis M16. 13h30, 16h, 18h35, Nomis 12h50 (V.Port./2D); Velocidade Furiosa:
Crime M16. 18h10; Nomis M16. 13h40, 21h45, 00h10; Um Ajuste de Contas M16. Hobbs e Shaw M12. 13h, 15h50, 18h40,
16h10, 18h50, 21h10, 23h30; Angry Birds 2 - 13h50, 16h20, 21h50, 00h25; Angry Birds 2 - 21h30; Era Uma Vez em... Hollywood M16.
O Filme M6. 13h10, 15h40, 18h20 (V. O Filme M6. 13h10, 15h50, 18h20 (V. 15h, 18h10, 21h20, 21h30; Angry Birds 2 - O
Port./2D); Ibiza M12. 13h, 15h10, 17h20, Port./2D); Histórias Assustadoras para Filme M6. 13h, 15h10, 17h20, 19h30 (V.
19h30, 21h50, 00h10; Fotografia M12. Contar no Escuro M16. 12h45, 15h55, 18h30, Port./2D); Histórias Assustadoras para
12h50, 15h50, 18h30, 21h30, 24h 21h15, 23h50; Ibiza M12. 12h40, 15h10, 17h25, Contar no Escuro M16. 21h40; Nada a
Cinemas Nos Colombo 19h40, 22h, 00h20; Fotografia M12. Perder 2 M12. 17h20, 19h30
Av. Lusíada. T. 16996 18h55; Nada a Perder 2 M12. 14h, 17h,
Toy Story 4 M3. 13h40, 16h30, 18h50 (V. 20h30; O Rei Leão M6. Sala 4DX - 13h10,
Port./2D); Homem-Aranha: Longe de 15h40, 18h40, 21h20, 23h45
Sintra
Casa M12. 21h15, 00h10; O Rei Leão M6. Cinema City Beloura
12h40, 13h10, 15h20, 16h, 18h (V.Port./2D), Beloura Shopping, R. Matos Cruzadas, EN 9,
21h20, 23h40, 24h (V.Orig./2D); Booksmart:
Amadora Quinta da Beloura II, Linhó. T. 219247643
Inteligentes e Rebeldes M14. 13h25, 16h10, CinemaCity Alegro Alfragide A Vida Secreta dos Nossos Bichos 2 M6.
18h40, 21h30, 00h05; Era Uma Vez em... C.C. Alegro Alfragide. T. 214221030 15h30 (V.Port./2D); O Rei Leão M6. 15h20,
Hollywood M16. 12h50, 16h20, 20h, Adeus, Professor M14. 20h10; A Vida 16h20, 21h55 (V.Port./2D), 16h, 18h50, 21h30
23h30; The Kitchen - Rainhas do Crime M16. Secreta dos Nossos Bichos 2 M6. 13h30, (V.Orig./2D); Velocidade Furiosa: Hobbs e
23h50; Angry Birds 2 - O Filme M6. 13h20, 15h25 (V.Port./2D); Annabelle 3 - O Shaw M12. 15h45, 18h30, 19h, 21h25,
15h40, 18h30 (V.Port./2D); Histórias Regresso a Casa M16. 00h30; Toy Story 22h; Era Uma Vez em... Hollywood M16.
Assustadoras para Contar no Escuro M16. 4 M3. 13h30, 15h40, 19h (V.Port./2D); O Rei 15h30, 17h55, 19h40, 21h20, 21h50; The
Público • Terça-feira, 20 de Agosto de 2019 • 33

SAIR

Kitchen - Rainhas do Crime M16. 17h50, 23h55; Angry Birds 2 - O Filme M6. 13h25,
19h50; Angry Birds 2 - O Filme M6. 15h40,
16h10, 17h25, 19h35, 21h45 (V.
15h45, 18h10 (V.Port./2D); Nada a Perder
2 M12. 19h FARMÁCIAS
Port./2D); Ibiza M12. 19h20, 21h40
Castello Lopes - Fórum Sintra Lisboa/Serviço Permanente
Loja 2.21 - Alto do Forte. T. 219184352
Albufeira Marluz (Picheleira - Olaias) - Calçada da
Picheleira, 140 A - B - Tel. 218437550 Pátria
Toy Story 4 M3. 16h30 (V.Port./2D); O Rei Cineplace - AlgarveShopping (Campolide) - Calçada dos Mestres, 30 - A - Tel.
Leão M6. 13h30, 16h05, 18h40, 21h20 (V. Estrada Nacional 125 - Vale Verde. 213880627 Fernandes Borges - Rua Cidade
Port./2D), 19h (V.Orig./2D); UglyDolls M6. Síndrome de Estocolmo M12. 13h10; Toy Bolama, Lt 388 - Tel. 218540550 Barreto
16h30 (V.Port./2D); Velocidade Furiosa: Story 4 M3. 13h20, 15h30 (V.Port./2D); O Rei (Encarnação) - Rua do Loreto, 30 - Tel.
Hobbs e Shaw M12. 13h20, 16h05, 18h55, Leão M6. 14h, 16h30 (V.Port./2D); Booksmart: 213427284
21h40; Era Uma Vez em... Hollywood M16. Inteligentes e Rebeldes M14. 12h50, 15h10, Outras Localidades/Serviço Permanente
Abrantes - Silva Alandroal - Santiago Maior ,
14h, 17h30, 21h; Tony M12. 13h30; Angry 17h30; UglyDolls M6. 13h50, 15h50 (V.
Alandroalense Albufeira - Alves de Sousa
Birds 2 - O Filme M6. 14h15, 16h30, 18h45, Port./2D); Velocidade Furiosa: Hobbs e Alcácer do Sal - Misericórdia Alcanena -
21h (V.Port./2D); Histórias Assustadoras Shaw M12. 13h, 15h50, 18h40, 21h10, 21h30, Ramalho Alcobaça - Campeão Alcochete -
para Contar no Escuro M16. 14h, 16h30, 24h, 0h20; Era Uma Vez em... Hollywood M16. Nunes , Póvoas (Samouco) Alcoutim - Caimoto
21h40; Ibiza M12. 21h40; Nada a Perder 15h10, 18h20, 21h30, 23h30; The Kitchen - Alenquer - Catarino Aljustrel - Dias Almada -
2 M12. 13h, 15h10, 17h20, 19h30, Rainhas do Crime M16. 15h10, Vale de Figueira Almeirim - Mendonça
21h40; It M16. 18h30 17h20; Nomis M16. 19h50, 22h, 00h10; Um Almodôvar - Aurea Alpiarça - Aguiar Alter do
Chão - Alter , Portugal (Chança) Alvaiázere -
Ajuste de Contas M16. 19h30; Angry Birds 2 -
Ferreira da Gama , Castro Machado (Alvorge),
O Filme M6. 12h40, 14h50, 17h, 21h20 (V.
Leiria Port./2D), 19h10 (V.Port./3D); Histórias
Pacheco Pereira (Cabaços), Anubis (Maçãs D.
Maria) Alvito - Nobre Sobrinho Amadora -
Cinema City Leiria Assustadoras para Contar no Escuro M16. Continente Amadora , Nunes Ansião - Medeiros
Rua Dr. Virgílio Vieira da Cunha, Ponte das 21h40, 24h; Ibiza M12. 17h40, 19h40, 21h50, (Avelar) , Pires (Santiago da Guarda) Arraiolos -
Mestras. T. 244845071 23h50; Nada a Perder 2 M12. 19h; O Rei Vieira Arronches - Batista , Esperança
Síndrome de Estocolmo M12. 15h30, Leão M6. 13h50, 16h20, 18h50 (V.Port./2D), (Esperança/Arronches) Arruda dos Vinhos - Da
Misericórdia Avis - Nova de Aviz Azambuja -
17h40; O Rei Leão M6. 15h25, 17h55, 21h40 21h20, 23h45 (V.Orig./2D); Era Uma Vez em...
Miranda , Peralta (Alcoentre), Ferreira Camilo
(V.Port./2D), 19h40 (V.Orig./2D); Velocidade Hollywood M16. 17h50, 21h, 00h10 (Manique do Intendente) Barrancos -
Furiosa: Hobbs e Shaw M12. 16h, 17h15, Barranquense Batalha - Moreira Padrão , Silva
18h45, 21h30, 22h; Era Uma Vez em... Fernandes (Golpilheira) Beja - Fonseca
Hollywood M16. 15h30, 17h50, 18h40, Contar no Escuro M16. 13h, 15h30, 18h50, 13h25, 15h35 (V.Port./2D); Homem-Aranha:
Olhão Belmonte - Costa , Central (Caria) Benavente -
21h20, 21h50; The Kitchen - Rainhas do 21h30, 24h; Nada a Perder 2 M12. 19h30 Longe de Casa M12. 00h15; O Rei Leão M6. Algarcine - Cinemas de Olhão Miguens Bombarral - Franca Borba - Central
Cadaval - Misericórdia Caldas da Rainha -
Crime M16. 15h20; Nomis M16. 15h15, 20h, 13h50, 15h25, 16h10, 17h55, 18h50, 21h25, C.C. Ria Shopping. T. 289703332
Perdigão Campo Maior - Central Cartaxo -
22h10; Angry Birds 2 - O Filme M6. 15h40, 23h55 (V.Port./2D), 13h10, 16h30, 19h, 21h30, O Rei Leão M6. 16h30 (V.Port./2D), 21h30 (V.
17h30, 19h50, 21h55 (V.Port./2D)
Oeiras 24h (V.Orig./2D); UglyDolls M6. 13h20 (V. Orig./2D); UglyDolls M6. 14h15 (V.
Abílio Guerra Cascais - Bicesse (Bicesse) , da
Madorna (Madorna) Castelo Branco - Rodrigues
Cineplace - Leiria Shopping Cinemas Nos Oeiras Parque Port./2D); Velocidade Furiosa: Hobbs e Port./2D); Velocidade Furiosa: Hobbs e dos Santos (Sarzedas) Castelo de Vide - Roque
CC Leiria Shopping, IC2. T. 244826516 C. C. Oeirashopping. T. 16996 Shaw M12. 13h10, 15h55, 17h45, 18h45, 21h10, Shaw M12. 14h15, 16h45, 19h15, Castro Verde - Alentejana Chamusca - Bonfim ,
A Vida Secreta dos Nossos Bichos 2 M6. Adeus, Professor M14. 21h30, 21h35, 22h, 23h50, 00h10; Era Uma Vez em... 21h45; Histórias Assustadoras para Contar S. Pedro Constância - Vila Farma Constância ,
12h50 (V.Port./2D); Toy Story 4 M3. 15h20 (V. 23h50; Síndrome de Estocolmo M12. 21h, Hollywood M16. 13h20, 15h30, 17h50, 18h40, no Escuro M16. 14h15; Ibiza M12. 16h30, Carrasqueira (Montalvo) Coruche - Misericórdia
Covilhã - Santana (Boidobra) Cuba - Da
Port./2D); O Rei Leão M6. 14h, 16h3, 19h (V. 23h30 ; Toy Story 4 M3. 13h10, 15h40, 18h10 21h20, 21h40; The Kitchen - Rainhas do 21h30; Nada a Perder 2 M12. 19h
Misericórdia Elvas - Sousa Entroncamento -
Port./2D), 21h30 (V.Port./2D); UglyDolls M6. (V.Port./2D); O Rei Leão M6. 12h50, 15h30, Crime M16. 17h30, 00h25; Angry Birds 2 - O Almeida Gonçalves Estremoz - Godinho Évora
13h40, 15h40 (V.Port./2D); Velocidade 18h20 (V.Port./2D), 21h10, 24h (V. Filme M6. 13h30, 15h40, 17h30, 19h40,
Furiosa: Hobbs e Shaw M12. 12h50, 15h40, Orig./2D); Era Uma Vez em... 21h50, 00h30 (V.Port./2D); Nada a Perder
Portimão - Misericórdia Faro - Almeida , Da Penha
Ferreira do Alentejo - Fialho Ferreira do Zêzere
18h30, 21h20; Era Uma Vez em... Hollywood M16. 13h30, 17h, 20h50, 2 M12. 15h30, 19h30 Algarcine - Cinemas de Portimão - Graciosa , Soeiro, Moderna (Frazoeira/Ferreira
Hollywood M16. 14h50, 18h, 21h10, 00h20; Nomis M16. 13h, 15h20, 18h, 21h20, Av. Miguel Bombarda. T. 282411888 do Zezere) Figueiró dos Vinhos - Campos
21h30; The Kitchen - Rainhas do Crime M16. 23h40; Angry Birds 2 - O Filme M6. 13h20, O Rei Leão M6. 13h30, 15h30 (V. (Aguda) , Correia Suc. Fronteira - Costa Coelho
13h10, 17h30; Um Ajuste de Contas M16. 15h150, 18h30 (V.Port./2D); Ibiza M12.
Seixal Port./2D); UglyDolls M6. 13h30 (V.
Fundão - Sena Padez (Fatela) Gavião - Mendes
(Belver) , Pimentel Golegã - Lusitano Grândola -
19h40; Angry Birds 2 - O Filme M6. 12h40, 13h35, 16h10, 18h40, 21h40, 00h10 Cineplace - Seixal Port./2D); Velocidade Furiosa: Hobbs e Moderna Idanha-a-Nova - Andrade (Idanha A
13h, 14h50, 17h (V.Port./2D), 19h10 (V. Qta. Nova do Rio Judeu. Shaw M12. 17h15, 19h15, 21h30; Histórias Nova) Lagoa - Sousa Pires Lagos - Neves Loulé
Port./3D); Histórias Assustadoras para A Vida Secreta dos Nossos Bichos 2 M6. Assustadoras para Contar no Escuro M16.
Contar no Escuro M16. 21h50; Ibiza M12.
Torres Vedras 13h10 (V.Port./2D); Toy Story 4 M3. 15h20; O 19h30, 24h; Ibiza M12. 15h30, 17h45, 21h30, 24h
- Pinto Loures - Saraiva , Matos (Prior Velho)
Lourinhã - Marteleirense , Ribamar (Ribamar)
17h40, 19h40, 21h40; Nada a Perder 2 M12. Cinemas Nos Torres Vedras Rei Leão M6. 13h50, 16h20, 18h50 (V. Cineplace - Portimão Mação - Saldanha Mafra - Marques (Azueira) ,
15h10, 17h20, 19h30 C.C. Arena Shopping. T. 16996 Port./2D), 21h20 (V.Orig./2D); UglyDolls M6. Centro Comercial Continente. Rolim (S. Cosme) Marinha Grande - Duarte
Marvão - Roque Pinto Mértola - Nova de
Toy Story 4 M3. 13h20, 16h, 18h20 (V. 13h40, 15h40, 17h40 (V.Port./2D); Velocidade Síndrome de Estocolmo M12. 13h20; Toy Story Mértola Monchique - Moderna Monforte -
Port./2D); Homem-Aranha: Longe de Furiosa: Hobbs e Shaw M12. 12h50, 15h40, 4 M3. 15h20, 17h30 (V.Port./2D); O Rei Leão M6.
Loures Casa M12. 20h50, 23h50; O Rei Leão M6. 18h30, 21h20; Era Uma Vez em... 13h40, 16h10, 18h40 (V.Port./2D), 21h10, 23h40
Jardim Montemor-o-Novo - Novalentejo
Montijo - Nova Circular Mora - Canelas Pais
Cineplace - Loures Shopping 10h45, 12h50, 15h40, 18h40 (V.Port./2D), Hollywood M16. 14h50, 18h, 21h10, 21h30; The (V.Orig./2D); UglyDolls M6. 17h (V. (Cabeção) , Falcão, Central (Pavia) Moura - São
Quinta do Infantado, Loja A003. 21h30, 00h20 (V.Orig./2D); Era Uma Vez Kitchen - Rainhas do Crime M16. 17h30, Port./2D); Velocidade Furiosa: Hobbs e Miguel Mourão - Central Nazaré - Silvério ,
Síndrome de Estocolmo M12. 19h50; A Vida em... Hollywood M16. 13h30, 17h30, 21h, 19h40; Angry Birds 2 - O Filme M6. 13h, 15h10, Shaw M12. 12h50, 15h40, 18h30, 21h20, Maria Orlanda (Sitio da Nazaré) Nisa - São
Damião Óbidos - Vital (Amoreira/Óbidos) ,
Secreta dos Nossos Bichos 2 M6. 13h (V. 00h25; Tony M12. 21h40, 00h15; Angry 17h20, 19h30, 21h40 (V.Port./2D); Histórias 00h05; Era Uma Vez em... Hollywood M16.
Senhora da Ajuda (Gaeiras), Oliveira Odivelas -
Port./2D); A Vida Secreta dos Nossos Bichos Birds 2 - O Filme M6. 11h, 13h10, 15h50, Assustadoras para Contar no Escuro M16. 14h50, 18h20, 21h, 21h20, 00h10; Um Ajuste de Sena Belo , Aniceto Ferronha (Urb. Bons Dias -
2 M6. 13h, 15h40 (V.Port./2D); Toy Story 4 M3. 18h30 (V.Port./2D); Ibiza M12. 13h, 15h30, 21h50; Ibiza M12. 19h40, 21h40; Nada a Perder Contas M16. 19h40; Angry Birds 2 - O Filme M6. Odivelas) Oeiras - Sacoor de St. Amaro de
13h30, 15h40 (V.Port./2D); O Rei Leão M6. 21h20, 23h30; Nada a Perder 2 M12. 19h 2 M12. 15h10, 17h20, 19h30 12h50, 13h, 15h10, 17h20, 21h40, 23h50 (V. Oeiras Oleiros - Martins Gonçalves (Estreito -
13h50, 16h20, 18h50 (V.Port./2D), 21h20 (V. Port./2D), 19h30 (V.Port./3D); Histórias Oleiros) , Garcia Guerra, Xavier Gomes
Orig./2D); UglyDolls M6. 13h, 15h, 17h (V. Assustadoras para Contar no Escuro M16. (Orvalho-Oleiros) Olhão - Nobre Sousa Ourém -
Port./2D); Velocidade Furiosa: Hobbs e
Santarém Évora 21h50, 00h15; Nada a Perder 2 M12. 15h, 19h Leitão Ourique - Nova (Garvão) , Ouriquense
Pedrógão Grande - Baeta Rebelo Penamacor -
Shaw M12. 13h, 15h50, 18h40, 21h30; Era Uma Castello Lopes - Santarém Cinemas Nos Évora Plaza
Nova Peniche - Higiénica Pombal - Paiva Ponte
Vez em... Hollywood M16. 15h10, 18h20, Largo Cndido dos Reis. T. 243309340 Centro Comercial Évora Plaza, loja n.º 1.
21h30; The Kitchen - Rainhas do Crime M16. Síndrome de Estocolmo M12. 17h30, Toy Story 4 M3. 10h50, 13h10, 15h40, 18h10
Tavira de Sor - Varela Dias Portalegre - Nova Portel -
Misericordia Portimão - Amparo Porto de Mós -
13h30, 17h40; Um Ajuste de Contas M16. 21h40; O Rei Leão M6. 13h30, 16h10, 18h50, (V.Port./2D) ; O Rei Leão M6. 10h45, 13h20, Cinemas Nos Tavira Lopes Proença-a-Nova - Roda , Daniel de Matos
21h50; Angry Birds 2 - O Filme M6. 12h50, 15h, 21h25 (V.Port./2D); UglyDolls M6. 13h (V. 16h, 18h40 (V.Port./2D), 21h20, 00h10 (V. R. Almirante Cndido dos Reis. T. 16996 (Sobreira Formosa) Redondo - Holon Redondo
17h10, 21h40 (V.Port./2D), 19h20 (V. Port./2D); Velocidade Furiosa: Hobbs e Orig./2D); Era Uma Vez em... Toy Story 4 M3. 10h40, 13h, 15h20, 17h40 (V. Reguengos de Monsaraz - Martins Rio Maior -
Port./3D); Histórias Assustadoras para Contar Shaw M12. 13h, 15h50, 18h40, 21h35; Era Hollywood M16. 13h, 17h, 21h30, Port./2D); Homem-Aranha: Longe de Candido Barbosa Salvaterra de Magos -
Carvalho Santarém - Helena (Vale de Figueira)
no Escuro M16. 21h40; Ibiza M12. 17h50, Uma Vez em... Hollywood M16. 14h05, 23h30; Angry Birds 2 - O Filme M6. 11h, Casa M12. 21h10, 24h; O Rei Leão M6. 10h30,
Santiago do Cacém - Barradas Sardoal -
19h50, 21h50; Nada a Perder 2 M12. 19h20 17h30, 21h; Angry Birds 2 - O Filme M6. 14h, 13h15, 15h30, 18h20 (V.Port./2D); Histórias 12h50, 15h30, 18h10 (V.Port./2D), 21h30, 00h10 Passarinho Seixal - Matos Lopes (Amora) Serpa
16h15, 18h40, 21h15 (V.Port./2D); Histórias Assustadoras para Contar no Escuro M16. (V.Orig./2D); Era Uma Vez em... Hollywood M16. - Central Sertã - Patricio , Farinha (Cernache do
Assustadoras para Contar no Escuro M16. 21h10, 23h40; Ibiza M12. 13h30, 15h50, 12h40, 16h, 21h, 23h30; Tony M12. Bonjardim) Sesimbra - Leão Setúbal - Carmo
Montijo 00h10; Ibiza M12. 13h20, 15h25, 17h25, 21h15, 23h50; Nada a Perder 2 M12. 18h40 22h20; Angry Birds 2 - O Filme M6. 11h, 13h20, Sobral , Louro Silves - Cruz de Portugal , Dias
Cinemas Nos Fórum Montijo 19h25, 21h30; Nada a Perder 2 M12. 15h40, 18h20 (V.Port./2D); Ibiza M12. 13h10, Neves Sines - Monteiro Telhada (Porto Covo) ,
Central Sintra - Ascensão Nunes , Portela,
C. C. Fórum Montijo. T. 16996 19h30; O Rei Leão M6. 15h (V.Port./2D) 15h50, 18h, 21h20, 00h20
Annabelle 3 - O Regresso a Casa M16.
Faro Tereza Garcia Sobral Monte Agraço - Moderna
Sousel - Mendes Dordio (Cano) , Andrade Tavira
21h20, 23h55; Toy Story 4 M3. 12h40, 15h, Cinemas Nos Fórum Algarve
Setúbal - Félix Franco Tomar - Dias Costa Torres Novas -
17h15 (V.Port./2D); Homem-Aranha: Longe
de Casa M12. 21h, 23h50; O Rei Leão M6.
13h05, 15h50, 18h30 (V.Port./2D), 21h10,
Auditório Charlot
Av. Dr. Ant. Manuel Gamito, 11. T. 265522446
C. C. Fórum Algarve. T. 289887212
Adeus, Professor M14. 13h05, 15h25, 17h35,
19h45, 21h55; Síndrome de Estocolmo M12.
TEATRO Palmeira Torres Vedras - Quintela Vendas
Novas - Ribeiro Viana do Alentejo - Viana
Vidigueira - Costa Vila de Rei - Silva Domingos
23h45 (V.Orig./2D); UglyDolls M6. 13h20, O Rei Leão M6. 15h (V.Port./2D); Era Uma 21h15, 00h05; O Rei Leão M6. 10h40, 10h45, Vila Franca de Xira - Madragoa , Nova Alverca,
15h40, 18h40 (V.Port./2D); Era Uma Vez Vez em... Hollywood M16. 21h30 13h15, 15h55, 18h30 (V.Port./2D), 10h50,
Vila Nova de Milfontes César Vila Nova da Barquinha - Tente (Atalaia) ,
Carvalho (Praia do Ribatejo), Oliveira Vila Real
em... Hollywood M16. 13h10, 17h, 20h50, Cinema City Alegro Setúbal 21h25, 24h (V.Orig./2D); UglyDolls M6. Vila Nova de Milfontes de Santo António - Pombalina Vila Velha de
00h10; The Kitchen - Rainhas do C. Comercial Alegro Setúbal. T. 265239853 10h55, 13h, 15h15, 17h20 (V.Port./2D); Era Vila Nova de Milfontes. Rodão - Pinto Vila Viçosa - Monte Alvito -
Crime M16. 21h45, 00h05; Angry Birds 2 - O Síndrome de Estocolmo M12. 13h30, Uma Vez em... Hollywood M16. 12h20, Estar - Encontros de Teatro e Animações Baronia Ansião - Moniz Nogueira Redondo -
Filme M6. 13h30, 16h, 18h20 (V. 21h45; A Vida Secreta dos Nossos Bichos 15h35, 18h50, 22h05, 23h25; The Kitchen - de Rua 2019 De 20/8 a 21/8. 3ª e 4ª às 22h Alentejo
Port./2D); Histórias Assustadoras para 2 M6. 13h35 (V.Port./2D); Toy Story 4 M3. Rainhas do Crime M16. 21h35, (Forte de São Clemente). Sexta edição.
34 • Público • Terça-feira, 20 de Agosto de 2019

FICAR

altura em que vinho está na moda


CINEMA Os mais vistos da TV RTP1 10,5
e o português nunca teve tanto
reconhecimento como agora, uma
Domingo, 18 de Agosto
O Agente Disfarçado
Cinemundo, 21h10 Esta Mensagem é para Ti
% Aud. Share
SIC 10,4 22,1
RTP2 1,4 viagem pelas vinhas e adegas,
descobrindo paixões, crimes e
Malcolm Turner (Martin Lawrence)
é um agente especial do FBI
Não Há Crise! SIC 9,6 25,9 SIC 16,1 aventuras, num convite à reÇexão
sobre a natureza humana e à
TVI
Jornal da Noite SIC 8,8 19,7
conhecido pela sua mestria em
disfarces. A sua actual missão
Televisão Jornal das 8 TVI 8,6 19,8 14,5 relação entre os donos da terra e
quem a trabalha.
Cabo
lazer@publico.pt Primeiro Jornal SIC 7,3 22,0
consiste em capturar um perigoso
FONTE: CAEM
41,9
assaltante de bancos e, para isso, O Primeiro Choro
ocupa o lugar de uma septuage- TVC2, 16h30
nária tipicamente sulista conheci- RTP 1 Campo de Treino Pais e Filhos 2.40 O Força Especial 22.15 Chicago P.D. A história extraordinária do
da como Big Momma. Uma comé- 6.30 Bom Dia Portugal 10.00 Turismo Instituto Rosewood 4.20 Prece Ao 23.05 Velocidade Furiosa 6 1.23 C.S.I. primeiro grito da vida, no
dia despretensiosa de Raja Gosnell. em Rede: Lousada 13.00 Jornal da Nascer do Dia Miami 4.20 Investigação Criminal: Los momento do nascimento de cada
Tarde 14.18 Turismo em Rede: Lousada Angeles 5.45 Sob Suspeita criança. O documentário leva-nos
Invencível 17.30 Portugal em Directo 19.10 O através de uma série de locais do
Hollywood, 21h30 Preço Certo 19.59 Telejornal 21.00 FOX MOVIES mundo, desde os mais selvagens e
Louie é um rapaz que não Solteira e Boa Rapariga 21.35 Joker 9.21 007 - GoldenEye 11.23 007 - O FOX LIFE recônditos aos mais urbanizados,
consegue Æcar longe de sarilhos. 22.30 Prova Oral 23.54 Um Violino no Mundo Não Chega 13.21 007 - Morre 10.59 Lei & Ordem: Unidade Especial para mostrar o nascimento de uma
Graças ao irmão mais velho, Telhado 3.03 Água de Mar 3.43 Noutro Dia 15.24 007: Casino Royale 12.31 Ossos 14.00 The Perfect Stalker criança, esse instante sempre
canaliza a sua energia para o Televendas 17.37 TRON: O Legado 19.30 Batman 15.31 A Date to Die For 17.05 Mommy’s mágico, independentemente dos
desporto e torna-se atleta 21.15 Batman Regressa 23.10 Homem Little Secrets 18.39 Lei & Ordem: contrastes geográÆcos, culturais e
olímpico. Mas o eclodir da II Demolidor 0.56 O Mecânico 2.31 Unidade Especial 20.16 Honey 2: a sociais.
Guerra Mundial interrompe-lhe os RTP 2 Carrie (1976) 4.03 Cyborg 5.22 007 - O Dança Continua 22.20 Bull 0.07 The
sonhos de glória. Louie alista-se 6.32 Repórter África - 2.ª Edição 7.00 Mundo Não Chega Wrong Mother 1.42 No Limite 3.32 Actos de Cinema
como piloto. Durante uma missão, Espaço Zig Zag 12.07 Sangue de Lobo Ossos 4.59 Lei & Ordem: Unidade TVC2, 22h
o bombardeiro em que segue 12.34 Faça Chuva Faça Sol 13.03 Santa Especial Um Ælme de Jorge Cramez (2018)
despenha-se no PacíÆco. Fica à Maria Connection 13.59 Folha de Sala CANAL HOLLYWOOD que alterna “‘instantâneos’ de
deriva durante 47 dias, até ser 14.06 Sonhar o Futuro: A Habitação 9.50 O 5º Elemento 11.55 Uma Família rodagens e a memória presente de
resgatado. Porém, os seus 15.00 A Fé dos Homens 15.32 História à Beira de um Ataque de Nervos 13.40 DISNEY pessoas” com quem o próprio
salvadores são da Marinha a História: Os Escravos e a Escravatura Moneyball - Jogada de Risco 15.55 A 15.00 Miraculous - As Aventuras de trabalhou: Teresa Villaverde, João
japonesa, que fazem dele em Portugal 16.03 Tawaraya - Um Mulher da Casa 17.45 Terra Prometida Ladybug 15.23 A Raven Voltou 16.11 Mário Grilo, José Álvaro de Morais,
prisioneiro. É então enviado para Legado Japonês 16.54 Espaço Zig Zag (2012) 19.35 Mil e uma Maneiras de Bizaardvark 16.59 Acampamento Fernando Lopes ou Miguel Gomes.
um campo onde permanecerá dois 21.02 Sangue de Lobo 21.30 Jornal 2 Bater as Botas 21.30 Invencível (2014) Kikiwaka 17.46 A Irmã do Meio 18.33 O realizador descreve o
anos, enfrentando difíceis e cruéis 22.04 Folha de Sala 22.11 Jack Taylor 23.45 A Experiência Belko 1.20 Get Miraculous - As Aventuras de Ladybug documentário como um conjunto
condições que serão o maior dos 23.44 Joanna Lumley na Rota da Seda Rich or Die Tryin’ - Vencer ou Morrer 19.20 Os Green na Cidade Grande de “afectos da vida nas imagens”.
testes à sua resistência física e, 0.32 No Game, No Life 0.57 Grande 3.20 Manhattan 5.00 Hollywood News 19.45 Gravity Falls 20.30 A Irmã do
sobretudo, à sua força mental. De Plano 1.28 E2 - Escola Superior de Feed 5.15 Coco Avant Chanel Meio 21.18 Bizaardvark 22.05 Fast Joanna Lumley na Rota da Seda
Angelina Jolie, com Jack O’Connell, Comunicação Social 1.57 Sonhar o Layne 22.30 A Raven Voltou RTP2, 23h45
a partir da história real do aviador Futuro: O Sexo 2.51 Euronews Segundo episódio. A actriz
e atleta Louis Zamperini AXN britânica Joanna Lumley deixa a
(1917-2014), um celebrado 13.18 Arma Mortífera 15.39 Anjos e DISCOVERY Turquia e atravessa a fronteira
sobrevivente norte-americano. SIC Demónios 17.55 Arma Mortífera 20.25 17.30 No Meio do Nada 19.15 NASA, para a Geórgia, um pequeno país
6.00 Edição da Manhã 9.10 Alô Mentes Criminosas 22.05 Bite Club Ficheiros Secretos 21.00 Expedição ao com uma gigantesca importância
Amor em Little Italy Portugal 10.10 O Programa da Cristina 22.57 Chappie 1.00 Homens de Honra Passado 22.55 O Tesouro de Cooper para o comércio entre Oriente e
TVC3, 22h30 13.00 Primeiro Jornal 14.45 Amor (2000) 3.12 Bite Club 3.56 The 0.40 Expedição ao Passado 2.15 A Ocidente e para a Rota da Seda.
Em tempos, Sal e Vince, dois Maior 16.15 Júlia - Emoções Fortes Blacklist: Redemption História do Universo 3.00 Os Em Cachétia, a mais famosa região
imigrantes italianos, foram sócios 18.15 Avenida Brasil 19.10 Prémio de Caçadores de Mitos 5.00 Guerra de vinícola da Geórgia, vai conhecer
de uma pizaria de sucesso em Sonho 19.57 Jornal da Noite 21.50 Propriedades 5.25 Desmontar a um dos mais respeitados
Little Italy, um bairro italiano na Golpe de Sorte 22.40 Alma e Coração AXN BLACK História produtores de vinho do país, que
cidade canadense de Toronto. 23.50 A Dona do Pedaço 0.30 13.57 Out of Time - Tempo Limite 15.44 continua a usar os mesmos
Mas, por algum motivo que já Passadeira Vermelha 2.30 Cabaret da Jogos Quase Perigosos 17.27 Jogo de métodos de há milhares de anos.
ninguém recorda, a amizade Coxa - Especial 2019 3.45 Televendas Honra 19.22 Momento da Verdade II HISTÓRIA
perdeu-se e eles tornaram-se 21.14 Final Fantasy (VO) 22.57 O Falcão 17.22 A Maldição de Oak Island 18.44 A
rivais, abrindo cada um o seu Ataca de Novo 0.37 Mercado de Maldição do Ouro dos Confederados INFANTIL
próprio negócio. Os anos passaram TVI Capitais 2.17 Alta Traição 4.10 Lobo 20.09 Forjado no Fogo 0.20 O Preço
e, tal como numa das mais 6.30 Diário da Manhã 10.14 Você na TV! da História 4.31 Cidades Debaixo de Uma Aventura do Outro Mundo
celebradas histórias de amor 13.00 Jornal da Uma 14.42 Belmonte Terra (V. Port.)
alguma vez contadas, Nikki e Leo, 16.15 A Tarde é Sua 19.00 Jornal das 8 AXN WHITE TVC3, 12h15
os Ælhos de ambos, agora 20.00 Futebol: Liga dos Campeões 13.32 O Mentalista 14.17 O Grande Ano Esta é a história do Luís, um rapaz
crescidos, apaixonam-se 22.10 Amar Depois de Amar 23.00 15.55 Isto Só a Mim! 17.26 O Mentalista ODISSEIA solitário, de 12 anos, que vê a sua
perdidamente. Uma comédia Prisioneira 0.45 Like Me - Diários 1.15 18.56 A Teoria do Big Bang 21.24 O 17.42 Vulcão: Destruição e Criação vida transformada quando
familiar realizada por Donald 1000 à Hora 2.27 Meu Amor 3.24 Turno da Noite 22.09 Manhattan 18.27 Predadores do Oceano 19.13 conhece Nag, Wabo e Mog, três
Petrie, com Emma Roberts e Remédio Santo 4.15 Saber Amar Nocturne 23.59 Eddie 1.39 O Turno da Amor na Natureza 20.06 Resgate na alienígenas amorosos, mas muito
Hayden Christensen. Noite 3.09 Timeless Praia 20.51 Guerreiros do Ar 21.43 trapalhões, cuja nave se
Aviões SOS Viral 22.30 Guerreiros do Ar despenhou no seu quintal.
TVC1 23.22 Aviões Que Mudaram o Mundo Fascinado com o que acaba de
DOCUMENTÁRIOS 9.45 Porto 11.05 A Montanha Entre Nós FOX 0.09 Aviões SOS Viral 0.57 Guerreiros encontrar, torna-se
13.00 Ocean’s 8 14.55 Grinch (VP) 10.30 Hawai Força Especial 11.15 C.S.I. do Ar 1.49 Aviões Que Mudaram o imediatamente amigo deles. Mas,
Setembro a Vida Inteira 16.25 A Turma da Noite 18.15 15:17 14.24 Investigação Criminal: Los Mundo 2.36 Aviões SOS Viral 3.24 infelizmente, sabe que tem de os
TVC2, 10h25 Destino Paris 19.45 Clube dos Angeles 15.55 Hawai Força Especial Guerreiros do Ar 4.16 A Origem das proteger de um inimigo mortal: o
De Ana SoÆa Fonseca (2018), um Bilionários 21.30 Golpe Final 23.20 17.27 C.S.I. Miami 18.58 Investigação Coisas 5.01 Resgate na Praia 5.55 seu próprio pai, que acha que os
documentário que retrata a vida Cinetendinha 23.30 Braven 1.05 Criminal: Los Angeles 20.37 Hawai Conversações Com Golfinhos extraterrestres são seres muito
íntima do vinho português. Numa perigosos…
Apoio Co-edição

O ANO EMQUE
OSESCRAVOS
FORAM
SENHORESDE SI
VOL. 12

+7,50€
SEXTA, 23 AGO
COM O PÚBLICO COLECÇÃO “PORTUGAL, UMA RETROSPECTIVA”
Direcção de Rui Tavares
Eis-nos no Reino de Portugal num tempo dominado pelo tráfico de milhões de africanos,
impulsionado pela descoberta de ouro no Brasil. E eis-nos de um lado da história por vezes
negligenciado: o dos escravos e da sua resistência heróica. Conheça a história do Quilombo
de Palmares, uma sociedade de escravos fugitivos auto-organizados naquilo a que
chamavam Angola Janga – a Pequena Angola, o último refúgio com o sabor da terra-mãe.
Não perca, todas as sextas com o Público, uma colecção que vai fazer História.

Colecção de 25 títulos. PVP unitário: 7,50 €. Preço total da colecção: 187,50 €. Periodicidade semanal às sextas-feiras, entre 7 de Junho e 22 de Novembro. Limitado ao stock existente.
Apesar de os editores desta colecção optarem pela norma ortográfica anterior ao Acordo Ortográfico de 1990, respeitou-se, em cada volume, a opção ortográfica dos respectivos autores.
36 • Público • Terça-feira, 20 de Agosto de 2019

DESPORTO
Está a formar-se um novo
colosso no ciclismo mundial
O holandês Tom Dumoulin trocou a Sunweb pela Jumbo-Visma e fará parte de um trio que, em 2020,
quer ganhar tudo no calendário internacional. Será uma “dream team” anti-Ineos ou uma “Movistar 2.0”?
NORSK TELEGRAMBYRA/REUTERS
correr mal. Na prática, há um “fantas-
Ciclismo ma” chamado “Movistar 2.0”, porque
Diogo Cardoso Oliveira a presença de Dumoulin, Roglic e
Kruijswik signiÆca, à cabeça, um pro-
Uma equipa, três estrelas: o ciclista blema de gestão de recursos.
holandês Tom Dumoulin é o novo A Jumbo poderá querer dar uma
reforço da Jumbo-Visma e junta-se a “grande volta” a cada um dos líderes,
Primoz Roglic e Steven Kruijswijk “apostando as Æchas” todas num só
numa formação que, em 2020, quer homem para cada uma das provas.
ganhar tudo no ciclismo mundial. Uma solução arriscada do ponto de
Esta ideia pode ser resumida de outra vista desportivo, salomónica na ges-
forma: há, agora, provável e imedita- tão interna da equipa e das ambições
mente, uma “dream team” para dar individuais de três ciclistas que, em
verdadeira luta individual e colectiva teoria, almejam vencer o Tour.
à poderosa Ineos. A outra hipótese é a Jumbo formar
A transferência marcante, anuncia- um duo ou até um trio com estes atle-
da ontem, traz um lote considerável tas, fortalecendo as probabilidades
de dados para analisar. Desde logo, de vitória, mas diÆcultando a orgâni-
do ponto de vista individual. Para ca da equipa. E é aqui que residirá o
Dumoulin, que passará a ganhar 2,5 maior desaÆo: formar um duo ou um
milhões de euros anuais, bastante trio de chefes-de-Æla foi algo já expe-
mais do que na Sunweb, é um eviden- rimentado, sem sucesso, pela Movis-
te passo em frente. O holandês expli- tar (Quintana, Landa e Valverde), mas
cou a opção. já testado, com sucesso, pela SKY
“Como ciclistas, procuramos sem- (Froome-Thomas, Thomas-Bernal).
pre o nível mais alto possível e ques- Ainda no lado problemático, há os
tionamo-nos sobre se estamos no sítio casos dos talentosos Laurens de Plus
certo e onde estão as boas oportuni- e George Bennett, sobretudo estes,
dades”, começou por justiÆcar, para que, com a chegada de Dumoulin,
acrescentar: “Depois da desilusão de diÆcilmente terão hipótese de enca-
falhar a Volta à França [por lesão] e beçar a Jumbo numa grande volta.
de me ver sentado, em casa, comecei Na “luta anti-Ineos”, a Jumbo con-
a pensar que um novo contexto seria trapõe este “excesso de talento” com
‘refrescante’. Foi por isso que come- uma valência que a Movistar nunca
cei a explorar o interesse de algumas teve: líderes fortes no contra-relógio.
equipas. Houve grandes ofertas e, E isto signiÆca dois cenários interes-
nesta fase da carreira, senti que era a santes: por um lado, um contraste de
altura de dar este passo.” estilos na competição directa entre o
Em matéria de força colectiva, com trepador Bernal (o regresso de Froo-
a adição de Dumoulin, a Jumbo for- me é uma incógnita) e um dos contra-
ma, seguramente, um dos três melho- relogistas da Jumbo. Por outro, esta
res plantéis do ciclismo mundial. E dissemelhança entre os favoritos dará
mais do que a qualidade individual da aos organizadores das “grandes vol-
equipa, o ponto-chave desta mudan- tas” uma pressão adicional no dese-
ça na Jumbo é o eclectismo do pró- nho do perÆl das corridas — um perÆl
prio elenco: há Dumoulin, Roglic e pró-Bernal, com montanhas duras e
Kruijswijk para atacar o triunfo nas uma carga reduzida de contra-reló-
“grandes voltas”, há Groenewegen a gio, ou um perÆl pró-Jumbo, com
tentar conÆrmar o estatuto de melhor predominância de “cronos”.
sprinter do mundo e há o jovem belga A transferência de Tom Dumoulin
Wout van Aert preparado para uma é, a jusante, uma opção de carreira
época de sonho nas clássicas. tremenda para o holandês — que terá
Mais: a Jumbo tem, neste momen- uma equipa forte para o apoiar — e, a
to, um lote de domestiques (ciclistas montante, um prenúncio de um 2020
de segunda linha para ajudarem os recheado de dúvidas: será a Jumbo a
líderes) de luxo, com nomes como primeira grande rival da Ineos ou ape-
Bennett, Gesink, Tony Martin, De nas uma “nova Movistar”?
Plus, Tolhoek ou Teunissen.
Em teoria, pouco ou nada poderá Tom Dumoulin: “Nesta fase da carreira, senti que era altura de dar este passo” diogo.oliveira@publico.pt
Público • Terça-feira, 20 de Agosto de 2019 • 37

DESPORTO

Primeiro CLASSIFICAÇÃO “Interferir com o adversário”,


triunfo do
uma reflexão sobre
I LIGA

Portimonense
Jornada 2
Famalicão-Rio Ave 1-0

o fora-de-jogo posicional
Moreirense-Gil Vicente 3-0

na Liga Belenenses SAD-Benfica


FC Porto-V. Setúbal
P. Ferreira-Santa Clara
0-2
4-0
0-1
Desp. Aves-Marítimo 3-1
V. Guimarães-Boavista 1-1
Sporting-Sp. Braga 2-1
Tondela -Portimonense 1-2 MÁRIO CRUZ/LUSA
*SportTV
Futebol J V E D M-S P

David Andrade 1.º Benfica


2.º Famalicão
2 2 0 0 7-0
2 2 0 0 3-0
6
6
3.º Sporting 2 1 1 0 3-2 4
O Portimonense subiu ao grupo dos 3.º Boavista 2 1 1 0 3-2 4
terceiros classiÆcados da I Liga com 5.º Portimonense 2 1 1 0 2-1 4
quatro pontos, a par de Sporting e 6.º FC Porto 2 1 0 1 5-2 3 Análise
Boavista, após conseguir em Tonde-
7.º Sp. Braga
7.º Moreirense
2 1 0 1 4-3
2 1 0 1 4-3
3
3 Pedro Henriques
la a primeira vitória no campeonato, 7.º Desp. Aves 2 1 0 1 4-3 3
por 1-2. A equipa algarvia mostrou 10º Santa Clara 2 1 0 1 1-2 3 Desta jornada que passou queria
mais clarividência na primeira parte, 11.º Gil Vicente 2 1 0 1 2-4 3 destacar um caso que tem dividido
12.º V. Guimarães 1 0 1 0 1-1 1
período em que construiu uma van- os especialistas em arbitragem e que
13.º Tondela 2 0 1 1 1-2 1
tagem de dois golos, e nos últimos 14.º Marítimo 2 0 1 1 2-4 1 tem que ver com a interpretação
45 minutos resistiu à pressão dos 15.º Belenenses SAD 2 0 1 1 0-2 1 teórica ao nível do fora-de-jogo. Em
tondelenses, que apenas consegui- 16.º V. Setúbal 2 0 1 1 0-4 1 causa está o impacto provocado por
17.º Rio Ave 1 0 0 1 0-1 0
ram reduzir na parte Ænal. um jogador que está em
18.º P. Ferreira 2 0 0 2 0-6 0
Após iniciarem o campeonato fora-de-jogo posicional e que se
Próxima jornada V. Setúbal-Moreirense,
com empates a zero, Tondela e Por- Rio Ave-Desp. Aves, Boavista-Paços Ferreira,
movimenta em relação à bola e ao
timonense repartiram o domínio do Benfica-FC Porto, Santa Clara-Belenenses SAD, seu adversário, sem chegar a tocar profundidade e que Seferovic, em movimentação de Seferovic em
jogo nos primeiros minutos, mas na Marítimo-Tondela, Portimonense-Sporting, nela, importando discutir se, nestas fora-de-jogo posicional, começa alguns dos itens que estão na lei e
Gil Vicente-Sp. Braga, V. Guimarães-Famalicão
parte Ænal do primeiro tempo os circunstâncias, pode ou deve (ou logo por mostrar a sua intenção de que servem para enquadrar o caso
algarvios aproveitaram dois erros II LIGA não) ser sancionado, de acordo com tomar parte activa na jogada. E na tal “interferência no adversário”.
Jornada 2
defensivos para fazerem dois golos: Ac. Viseu-Académica 0-0
o que a lei deÆne como “interferir porquê? Porque não Æcou parado, Não obstante a decisão Ænal, de
Aylton Boa Morte marcou aos 36’ e Oliveirense-Sp. Covilhã 0-2 com o adversário”. não se desinteressou do lance, fez anular o golo, ter sido assertiva, o
assistiu Iury Castilho para o segun- Desp. Chaves-Mafra 2-1 O caso ocorreu no Belenenses exactamente o contrário, correu futebol espera que um jogador que
Casa Pia-Penafiel 1-2
do, aos 45’. Estoril-Farense 1-2 SAD-BenÆca, ao minuto 89, num claramente 11 metros para ir captar sai da posição de fora-de-jogo,
Com uma vantagem confortável, FC Porto B-Varzim 1-1 golo anulado aos “encarnados”, por e receber a bola no local onde esta corre com um adversário e o obriga
Leixões-Nacional 1-1
o Portimonense baixou o ritmo após Cova da Piedade-Feirense 2-1
fora-de-jogo a Seferovic no início da ia cair e aí, nas costas de Nuno a cortar de forma deÆciente uma
o intervalo e o Tondela aproveitou Vilafranquense-Benfica B 4-0 jogada — curiosamente, acabou por Coelho, fez com que o jogador do bola seja punido, quer pelo senso
para arriscar e aproximar-se mais da *SportTV **Porto Canal ser ele mesmo, no Ænal de todo o Belenenses SAD (que se estivesse comum, quer pela deÆnição da
J V E D M-S P
baliza de Ricardo Ferreira. No entan- lance, a introduzir a bola na baliza. sozinho provavelmente deixaria própria lei. É clara a interferência
to, a equipa comandada pelo espa- 1.º Sp. Covilhã 2 2 0 0 4-0 6 Começo por dizer que estou de passar a bola ou a dominaria) a que, mesmo não tocando na bola,
nhol Natxo González apenas conse- 2.º Farense 2 2 0 0 5-2 6 acordo com a decisão Ænal, do interceptasse de forma incorrecta, tem sobre o adversário, por isso
3.º Nacional 2 1 1 0 4-1 4
guiu reduzir a diferença Ænal, com 4.º Ac. Viseu 2 1 1 0 2-0 4
binómio árbitro-videoárbitro (Var), ao ponto de a colocar directamente estou completamente de acordo
um golo marcado por Richard Ale- 5.º Académica 2 1 1 0 3-2 4 pois considero que a acção de nos pés de um jogador do BenÆca. com a análise que Carlos Xistra e
xandre, já aos 83’. 6.º Vilafranquense 2 1 0 1 4-2 3 Seferovic interferiu com o Ora, esta acção denota a clara Jorge Cruz (Var e Avar) e Fábio
7.º Feirense 2 1 0 1 3-2 3 adversário (não obstante o suíço Veríssimo (árbitro) Æzeram do lance
8.º Mafra 2 1 0 1 4-4 3
dandrade@publico.pt 8.º Cova da Piedade 2 1 0 1 4-4 3
não ter tocado na bola) e que o tal depois de verem as respectivas
10.º Penafiel 2 1 0 1 2-3 3 impacto existiu e foi suÆciente para imagens e repetições.
11.º Desp. Chaves 2 1 0 1 2-4 3 ser penalizado. Em rodapé, destaco ainda dois
Tondela 1 12.º Benfica B 2 1 0 1 2-5 3 A lei 11 (fora-de-jogo) determina, lances. FC Porto-Setúbal, minuto 1,
Richard Alexandre 83’ 13.º Varzim 2 0 2 0 1-1 2
14.º Leixões 2 0 1 1 3-4 1
de forma resumida, três acções
principais para a punição: quando
É claro o impacto Pirri não pára o seu movimento e no
interior da área acaba por usar de
15.º FC Porto B 2 0 1 1 1-3 1
Portimonense 2 16.º Oliveirense 2 0 1 1 0-2 1 um jogador interfere no jogo, que, mesmo não forma incorreta o corpo,
Aylton Boa Morte 36’, Iury 45’
17.º Estoril
18.º Casa Pia
2
2
0
0
0
0
2
2
2-4
2-5
0
0
quando ganha vantagem a partir da
posição onde se encontra (em
tocando na bola, derrubando Luis Díaz. Sporting-Sp.
Braga, minuto 56, Ricardo Horta no
Próxima jornada Benfica B-Oliveirense,
Académica-Desp. Chaves, Feirense-Ac. Viseu,
ambas há contacto físico com a Seferovic tem interior da área leonina, depois de

Estádio João Cardoso, em Tondela


Sp. Covilhã-Vilafranquense, Penafiel-Cova
Piedade, Farense-FC Porto B, Nacional-Mafra,
bola) e quando interfere com o
adversário. Nesta última não há
sobre o adversário ter sofrido um puxão no braço de
Acuña, acaba por ser derrubado por
Espectadores 2953 Casa Pia-Estoril, Varzim-Leixões
contacto com a bola, há uma entrada de Mathieu.
movimentação em relação à bola e/ inÇuência que Seferovic teve em O que têm estes lances em
Tondela Cláudio Ramos, Moufi, Yohan
Tavares, Bruno Wilson a82’, Filipe ou ao seu adversário, colocando-se Nuno Coelho, na forma como o comum? Para os árbitros, em jogo
Ferreira (Vigário, 69’), Murillo, João a questão, para a sua punição, se médio/defesa aliviou a bola, e a corrido, Æca a ideia de haver apenas
Pedro (Xavier, 61’), Pepelu, Pedro essa acção, movimentação, distância curta de 3 metros a que se choque na disputa de bola, para os
Augusto (Pité, 46’), Richard, Toro. deslocamento ou atitude tem encontrava mostra o raio de acção respectivos Var, por não se tratar de
Treinador Natxo González
impacto no adversário. É aquilo que que normalmente é considerado um erro claro e óbvio, e de acordo
Portimonense Ricardo Ferreira, Anzai, anteriormente se designava como como sendo a distância jogável e com o protocolo, não podem
Jadson, Willyan, Henrique, Tabata inÇuenciar o adversário. Apesar de que se aceita para outras situações interferir. Na minha opinião, em
(Rodrigo Freitas, 88’), Romulo, Pedro este verbo ter sido retirado do texto, de jogo (é, por exemplo, a distância ambos os casos Æcaram penáltis por
Sá, Aylton Boa Morte (Hackman, 90’),
Iury a90’, Cevallos (Dener, 74’).
é disso que se trata: inÇuenciar, a que a bola tem de estar para que assinalar a favor do FC Porto e do
Treinador António Folha levar a um gesto técnico errado, se possa tornar legal uma carga Sp. Braga.
MELHORES MARCADORES deÆciente, do oponente. correcta sobre o adversário). Por
Árbitro Hugo Miguel (AFLisboa) I Liga Se olharmos para o lance, isso, podemos perfeitamente Ex-árbitro e actual
3 golos Zé Luís (FC Porto) e Pizzi (Benfica) veriÆcamos que a bola é metida em enquadrar toda a acção e comentador de arbitragem
Tenha acesso
gratu
gratuito aos
conteúdos
con
exclus
exclusivos do

Público na
n app
nova

Uma oferta

Guardar artigos
para ler disponíve
disponível até 15/09

A NOVA APP DO PÚBLICO DÁ-LHE MAIS


quando quiser.
TEMPO PARA APROVEITAR MELHOR O SEU
TEMPO.
O Público de sempre
A nova aplicação permite guardar as notícias,
os cadernos e os conteúdos que mais lhe
numa nova app.
interessam, para ver quando quiser. Uma nova
forma de personalizar o seu Público ao que mais
se adequa a si. Descarregue a nova aplicação
e guarde para si esta nova forma de ler o seu
Público.

Descarregue a nova aplicação.


Público • Terça-feira, 20 de Agosto de 2019 • 39

DESPORTO
KATIA CHRISTODOULOU/EPA

Patrício e “Top 10” no


Neves em alta horizonte de
no empate Oliveira em
dos “wolves” Breves Silverstone

Futebol internacional Futebol


Motociclismo
Nuno Sousa Coutinho cedido
Piloto português mais
Wolverhampton somou o ao Bayern Munique confiante depois da
segundo ponto na Premier por 8,5 milhões prestação na Áustria,
League, depois de ter O brasileiro Philippe Coutinho agora com uma moto
estado a perder diante O treino de ontem do Ajax, já em Nicósia foi emprestado pelo totalmente de fábrica
do Manchester United Barcelona ao Bayern Munique,

O jogo que encerrou a segunda jor-


nada da Premier League foi mais um
Favoritismo para por um ano, a troco de 8,5
milhões de euros, e com
opção de compra fixada em
O português Miguel Oliveira (KTM)
aponta a uma classiÆcação perto
dos (ou entre os) dez primeiros no
veículo de promoção da qualidade do
campeonato inglês. O Wolverhamp-
ton-Manchester United terminou
Ajax, equilíbrio na 120 milhões. “Sempre que
vestir esta camisola, vou dar
tudo de mim. É uma honra que
Grande Prémio de Inglaterra de
MotoGP, 12.ª prova do Mundial de
motociclismo, que se disputa no
com um empate (1-1), depois de uma
mudança brusca de rumo no arran-
que da segunda parte, ditada por um
Roménia e Áustria o Bayern esteja interessado
em mim. É um grande clube,
com uma grande tradição e
próximo Æm--de-semana, em Sil-
verstone.
Depois de ter conseguido a
momento sublime de Ruben Neves. estou impaciente por melhor classificação da temporada
A goleada sobre o Chelsea (4-0) na começar”, disse o médio à na ronda anterior do calendário, na
ronda inaugural aconselhava caute- gal (jogou 26 minutos na eliminatória televisão do clube alemão. Áustria, com um oitavo lugar, o pilo-
las especiais face ao momento actual Liga dos Campeões anterior), o APOEL ainda não realizou Coutinho, de 27 anos, to almadense espera que os progres-
dos “red devils”, que se apresenta- David Andrade qualquer jogo no campeonato de Chi- representa desde 2017-18 o sos evidenciados com a nova moto,
ram num 4x2x3x1 que viveu muito pre e teve que sofrer contra o Qarabag campeão espanhol, ao qual agora totalmente de fábrica, se tor-
das movimentações ofensivas de Arranca hoje o play-off — foi derrotado em Nicósia (1-2), ven- chegou a meio da época nem mais consistentes.
Rashford, Lingard e Martial. E have- cendo depois no Azerbaijão (2-0). proveniente do Liverpool. “Depois do grande Æm-de-semana
da competição, com os
ria de ser este trio a gerar a jogada Já o Ajax, apesar de ter perdido Formado no Vasco da Gama, que tivemos na Áustria, espero
que resultou no 0-1, aos 27’. Numa cipriotas do APOEL a jogadores da qualidade de Matthijs de Coutinho passou ainda pelo ansiosamente continuar o bom tra-
altura em que o Manchester United braços com o maior desafio Ligt e Frenkie de Jong, tem mostrado Inter Milão e pelo Espanyol. balho com a equipa e estar mais
dominava por completo, uma trian- atributos neste primeiro mês de com- perto do ‘top 10’”, assumiu Miguel
gulação à entrada da área culminou Já sem a presença do FC Porto, três petição. Para além de afastar o PAOK Oliveira, em declarações divulgadas
com uma assistência de Rashford das seis eliminatórias do play-oè da na terceira pré-eliminatória, a forma- Canoagem pela equipa Tech3. Sobre a corrida
para a Ænalização de Martial na pas-
sada. Rui Patrício pouco mais pode-
Liga dos Campeões começam a ser
disputadas hoje, a partir das 20h, e
ção treinada por Erik ten Hag con-
quistou a Supertaça da Holanda (2-0
Laurence Lapointe em solo britânico, o português con-
sidera que “é sempre uma corrida
ria ter feito. em apenas um dos confrontos a contra o PSV) e goleou nas duas últi- suspensa após análise interessante, sobretudo devido ao
O 3x5x2 inicial de Nuno Espírito-
Santo transformou-se, após o inter-
balança parece pender claramente
para um dos lados: o Ajax parte como
mas jornadas do campeonato holan-
dês: 5-0 contra o FC Emmen e 4-1 no
de doping positiva tempo”, que apresenta muitas vezes
“temperaturas baixas e condições
valo, num 3x4x3 por força da entra- favorito frente ao APOEL. Nos restan- terreno do VV Venlo. A canadiana Laurence difíceis”.
da de Adama Traoré. O Wolverhamp- tes duelos, o equilíbrio promete ser a Na Roménia, o Cluj de Mário Camo- Vincent-Lapointe, 11 vezes A corrida de 2018, recorde-se,
ton passou a ser mais perigoso pelos nota dominante entre Cluj e Slavia ra e Luís Aurélio prosseguirá uma campeã mundial, foi suspensa acabou mesmo por ser cancelada
corredores laterais e ganhou um can- Praha, e LASK Linz e Club Brugge. maratona iniciada a 9 de Julho, quan- temporariamente, após ter devido à chuva que se abateu sobre
to aos 54’. Um lance de laboratório, No assalto Ænal aos milhões garan- do defrontou o Astana na primeira acusado positivo num teste de o circuito e à fraca capacidade de
resolvido com um passe rasteiro e tidos pela presença entre as 32 equi- pré-eliminatória. Os romenos já dei- antidoping, informou a drenagem da pista, que posterior-
atrasado para a cabeça da área, direi- pas que vão participar na fase de gru- xaram pelo caminho a equipa do Federação Internacional de mente recebeu um novo asfal-
to a Ruben Neves: sem preparação, pos da Liga dos Campeões 2019-20, o Cazaquistão, o Maccabi Tel Aviv e o Canoagem. Através de um to.“Estamos motivados e em boa
o médio português rematou em arco Ajax, tal como na ronda anterior, Celtic, e apostam tudo no apuramen- comunicado, o organismo forma para continuar o bom traba-
para um golo soberbo. começará por ter uma deslocação em to para a fase de grupos — têm poupa- indicou que a atleta, de 27 lho. A pista, em si, é muito desaÆan-
O momento ainda foi “Æscalizado” que irá encontrar um ambiente hostil. do alguns dos habituais titulares no anos, que compete na te. É longa [5,9 quilómetros], com
pelo VAR mas contou mesmo. Apro- Após iniciar a terceira pré-eliminató- campeonato romeno. vertente de C1 e C2, “acusou muitas curvas rápidas, mas também
veitaram, então, os “wolves” para ria com um empate (2-2) em Salónica Do outro lado, estará o campeão positivo a uma substância pontos de travagem fortes. Por isso,
discutirem mais o jogo com bola e contra o PAOK, a equipa de Amester- checo, que na época passada surpreen- proibida”, ficando é uma mistura de tudo o que se
ainda colocaram o United em apuros dão terá pela frente o APOEL e conti- deu ao chegar aos quartos-de-Ænal da “provisoriamente suspensa”. pode encontrar num circuito. Será
num par de ocasiões, mas a ocasião nuará a ter por perto o mar Egeu. Liga Europa e iniciou bem a competi- Desta forma, Vincent-Lapointe interessante conduzir ali uma mota
mais Çagrante até ao Ænal pertenceu Com Joãozinho (o defesa ainda não ção interna: cinco vitórias e um empa- fica impedida de participar de MotoGP”, terminou Miguel Oli-
mesmo aos “red devils”, que conquis- foi utilizado esta época) e André Vidi- te nas primeiras seis jornadas. nos Mundiais de Szeged, na veira.
taram uma grande penalidade aos Em Pasching, na Áustria, haverá Hungria, que começam O Grande Prémio de Inglaterra é
68’. Pogba assumiu a marcação, mas um frente a frente entre dois clubes amanhã. “Estamos muito a 12.ª prova das 19 do Campeonato
não contava com uma reacção tão CALENDÁRIO que contrariaram o favoritismo dos decepcionados com o que do Mundo, actualmente liderado
pronta e decidida de Rui Patrício, rivais na terceira pré-eliminatória. O está a acontecer na véspera da pelo espanhol Marc Márquez (Hon-
que, com aquela defesa, voltou a aju- PLAY-OFF LASK deixou pelo caminho o Basileia, maior competição do ano”, da), com 230 pontos. Miguel Olivei-
APOEL-Ajax 20h
dar a equipa a travar o Manchester. o Brugge afastou o Dínamo Kiev. lamentou Simon Toulson, ra, em época de estreia na categoria-
Cluj-Slavia Praga 20h secretário-geral da federação. rainha, ocupa o 15.º lugar, com 26.
LASK Linz-Club Brugge
nsousa@publico.pt 20h dandrade@publico.pt PÚBLICO/Lusa
Terça-feira, 20 de Agosto de 2019

BARTOON LUÍS AFONSO

O RESPEITINHO NÃO É BONITO

O significado de ‘superior’ junto à palavra ‘cultura’


RITA CHANTRE
sexuais ou da religião. Católica perpetuou na belíssima
Não sou multiculturalista no cerimónia do lava-pés, e que o
sentido de achar que é tudo igual. grande Samuel Úria canta no
Sou multiculturalista no sentido de magníÆco É preciso que eu diminua,
achar que o contacto com o outro que não é um convite para que nos
é, por regra, enriquecedor. E que tornemos idiotas, mas sim para
João Miguel Tavares

E
todos temos um dever muito sério que nos tornemos humildes.
e bonito — que ainda é dever Neste contexto, jamais qualquer
ste é um texto intimista, mas supremo em velhas tribos e conceito de “cultura superior”
que se torna necessário pequenas aldeias, mas que poderia signiÆcar o desejo de
escrever para esclarecer tendemos a esquecer nas grandes destruir, humilhar ou desrespeitar
qual é, para mim, o cidades — chamado aquilo que está à volta, como se eu
verdadeiro signiÆcado do “hospitalidade”. Há uma discussão fosse Aguirre a descer o Amazonas.
adjectivo “superior” quando teológica muito interessante Aliás, para quem se recorda do
colocado junto à palavra acerca de qual terá sido o pecado texto que escrevi na sequência do
“cultura”. Não o utilizo num de Sodoma que tanto irritou a badalado artigo de Maria de Fátima
sentido competitivo (tipo: Lewis Deus, ao ponto de Ele mandar Bonifácio, a minha principal crítica
Hamilton superiorizou-se a Max destruir a cidade de forma foi ela ter usado a palavra
Verstappen no Grande Prémio da tremenda e total. A história de “cristandade” para justiÆcar a
Hungria), mas num sentido Sodoma está contada no livro de exclusão de quem quer que seja.
humanista e até religioso — as Génesis e tem várias referências ao Na Bíblia, como se sabe, há Culturas superiores, como escrevi
culturas a que chamo superiores, longo da Bíblia. Alguns teólogos, pecados (e possibilidades de no meu primeiro texto, são aquelas
precisamente por estarem que ainda hoje animam as facções interpretação) para (quase) todos que oferecem uma maior liberdade
convencidas dos seus méritos e conservadoras do cristianismo, os gostos, mas eu gosto de estar para cada indivíduo poder ser
terem uma ambição universal, aÆrmam que o pecado era — como com Lot e com a mensagem aquilo que deseja; e também
devem ser sempre culturas de
acolhimento, e nunca de exclusão.
o próprio nome indica — a
sodomia. Outros há que, baseados
Não sou multiculturalista central dos Evangelhos: o maior
pecado é não cuidar de quem
aquelas — acrescento agora — que
sabem acolher a diferença e as
O grande desaÆo das sociedades na história de Lot, que tenta no sentido de achar necessita de ajuda. E, por isso, a melhores ideias que vêm de fora, já
em que vivemos reside aqui: ser ao
mesmo tempo intransigente na
proteger dois mensageiros que
recebeu em sua casa, dizem algo
que é tudo igual. palavra “superior”, no meu
vocabulário, tem o signiÆcado que
que a capacidade de assimilação é
uma das principais características
defesa dos melhores valores (o muito diferente — o pecado que Sou multiculturalista se encontra em Mateus, na do tipo de superioridade que aqui
que implica tê-los, reconhecê-los e Deus não perdoa é a falta de no sentido de achar que passagem em que o farisaísmo é estou a defender.
cultivá-los), e acolhedor de todos hospitalidade: “Não façais mal a destruído de cima a baixo, com a Até Setembro.
os que estiverem dispostos a esses homens, porque vieram o contacto com o outro é, mesma violência de Sodoma: “O
partilhá-los, independentemente acolher-se à sombra do meu por regra, enriquecedor maior de entre vós será o vosso Jornalista
da cor da pele, das preferências tecto.” servo.” Uma ideia que a Igreja jmtavares@outlook.com

Esta informação não dispensa a


consulta da lista oficial de prémios Lotaria clássica 1 0 4 5 7 1.º Prémio
600.000€
Contribuinte n.º 502265094 | Depósito legal n.º 45458/91 | Registo ERC n.º 114410 | Conselho de Administração - Presidente: Ângelo Paupério Vogais: Cláudia Azevedo, Cristina Soares E-mail publico@publico.
A93E48DC-0314-47E8-8841-46AC9E99CFD5
pt Estatuto Editorial publico.pt/nos/estatuto-editorial Lisboa Edifício Diogo Cão, Doca de Alcântara Norte, 1350-352 Lisboa; Telef.:210111000 (PPCA); Fax: Dir. Empresa 210111015; Dir. Editorial 210111006; Redacção
210111008; Publicidade 210111013/210111014 Porto Rua Júlio Dinis, n.º270, Bloco A, 3.º, 4050-318 Porto; Telef: 226151000 (PPCA) / 226103214; Fax: Redacção 226151099 / 226102213; Publicidade, Distribuição
226151011 Madeira Telef.: 963388260 e/ou 291639102 Proprietário PÚBLICO, Comunicação Social, SA. Sede: Lugar do Espido, Via Norte, Maia. Capital Social €4.050.000,00. Detentor de
100% de capital: Sonaecom, SGPS, S.A. Impressão Unipress, Travessa de Anselmo Braancamp, 220, 4410-350 Arcozelo, Valadares; Telef.: 227537030; Lisgráfica - Impressão e Artes
Gráficas, SA, Estrada Consiglieri Pedroso, 90, Queluz de Baixo, 2730-053 Barcarena. Telf.: 214345400 Distribuição VASP – Distribuidora de Publicações, SA, Quinta do Grajal - Venda Seca,
2739-511 Agualva Cacém, Telef.: 214 337 000 Fax : 214 337 009 e-mail: geral@vasp.pt Assinaturas 808200095 Tiragem média total de Julho 31.910 exemplares Membro da APCT

PUBLICIDADE

O Público de sempre numa nova app


Tenha acesso aos conteúdos
exclusivos do Público Uma oferta
disponível até 15 de Setembro

a93e48dc-0314-47e8-8841-46ac9e99cfd5