Você está na página 1de 27

21| Agosto | 2019

agosto

21
quarta-feira

CLIPPING
21| Agosto | 2019

Governo do Pará vai ao STF cobrar decisão sobre dívida do Fundef


20/08/2019 21h40
A dívida de quase R$ 2 bilhões que a União tem com o Estado do Pará, rela va ao acumulado não repassado do ex nto
Fundef (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério), subs tuído
pelo Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb), foi tema da agenda do governador Helder
Barbalho com o presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, nesta terça-feira (20), em Brasília (DF). O
governador do Pará reforçou ao magistrado a importância da conclusão da votação pela Corte, para que o governo possa
garan r inves mentos na área.
"É um acumulado que cada estado tem direito de receber. Es vemos solicitando e revindicando ao presidente Toffoli que
conclua a votação, para que este direito possa fortalecer os estados e tenhamos mais recursos para inves r em
educação", explicou Helder Barbalho.
SAIBA MAIS
Inovação
Uepa inaugura espaços de fomento à tecnologia, ciência e proteção intelectual
Reconhecimento
Lacen-PA entrega cer ficados a dez estagiários da Uepa
Educação
Nova parceria facilita inscrições para o Ensino a Distância da Escola de Governança
Pós-Graduação
Alunos do mestrado indígena da Uepa par cipam de aula inaugural
O governo do Estado ingressou, ainda em 2004, com uma Ação Cível Originária (ACO 718) contra a União cobrando esse
montante, porque as regras do Fundef, que recebia aportes dos entes federa vos, previam que deveria ser apurado um
valor anual mínimo por aluno, e que os estados que vessem repasse abaixo desse valor anual mínimo receberiam uma
complementação federal, como forma de nivelar a qualidade da educação no país.
Ocorre que essa apuração acabou sendo feita no âmbito de cada estado, e dadas as circunstâncias de desenvolvimento
regional, o Pará sempre recebia um mínimo anual menor que o de São Paulo, por exemplo - e o propósito de atenuar as
distorções entre regiões acabou prejudicado.
Com essa argumentação, vários estados ajuizaram ações semelhantes, ao tempo em que, pelos mesmos mo vos, vários
municípios também foram a juízo. Agora, a decisão defini va cabe ao STF.
h ps://www.agenciapara.com.br/no cia/14415/

Senado confirma ex nção da Lei Kandir e compensações de R$ 4 bi para 2019

20/08/2019 18h08
O governador Helder Barbalho (c) confirmou a disposição do Senado em colocar em pauta o fim da Lei Kandir.
Em Brasília (DF) nesta terça-feira (20), para mais uma reunião da Frente Parlamentar Norte, Nordeste e Centro Oeste de
senadores e governadores, o governador Helder Barbalho confirmou que o Senado Federal apresentará uma emenda
cons tucional, em regime de urgência, para a ex nção da Lei Kandir de desoneração de exportações. A Casa quer ainda
que o novo Pacto Federa vo seja aprovado nos próximos 60, 65 dias, junto com o texto final da nova Previdência. O
presidente Davi Alcolumbre, à frente da audiência, confirmou emenda paralela para a inclusão de estados e municípios
na reforma previdenciária.
O senador anunciou, para o final deste ano, o repasse de cerca de R$ 4 bilhões aos estados exportadores em
compensações rela vas ao ano de 2019. De acordo com Alcolumbre, o Governo Federal depende apenas da
concre zação das licitações dos campos de petróleo para efetuar o pagamento, um acordo creditado por ele a uma
negociação polí ca entre presidência da República, Ministério da Economia e governadores.
SAIBA MAIS
Integração
Governo trabalha para implementar a Rede Estadual de Ouvidorias
Polí cas Públicas
1
21| Agosto | 2019

Governo do Estado abre 15ª Reunião Ordinária do Conselho das Cidades


Agropec
Em Paragominas, governo do Estado entrega tulo de terras a produtores rurais
Visita e homenagem
Estande do governo na Feira Agropecuária do Baixo Amazonas reúne 14 órgãos

Reunião, em Brasília, da Frente Parlamentar Norte, Nordeste e Centro Oeste de senadores e governadores.
Durante a agenda, que contou com a presença de 20 governadores, 51 senadores e alguns deputados federais, foram
es pulados detalhes do novo pacto relacionados à redistribuição de recursos, e que ainda estão vinculados a matérias
pendentes de votação no Legisla vo. Uma delas é a Proposta de Emenda Cons tucional (PEC) 98/2019, prevendo a
divisão de recursos de leilões da Petrobras na ordem de 15% para estados e outros 15% para municípios, e que já deve
entrar em pauta no Senado na próxima semana. A divisão leva em consideração os critérios estabelecidos pelos fundos
de par cipação dos Estados (FPE) e dos Municípios (FPM).
"A ideia é que se possa estabelecer uma parceria entre o Senado e a Câmara Federal para uma cronologia assemelhada,
que possa envolver toda a pauta do Pacto Federa vo, e não apenas isoladamente tratar de um assunto", detalhou
Barbalho, responsável por coordenar o grupo, formados por gestores estaduais, que cuidará das negociações rela vas à
Lei Kandir.
"Então a lógica, apartando a questão da inclusão de estados e municípios na reforma da Previdência, que necessitará de
uma dinâmica legisla va um pouco mais extensa, é de que em 60 dias, 65 dias, possamos, em concomitância, compor
este novo pacto", explicou o governador. Helder refere-se ao fato de que a emenda paralela não trava a aprovação do
texto da Previdência, mas precisa ser discu da em pelo menos 40 sessões antes da votação em plenário.
Os integrantes da Frente Parlamentar também conseguiram uma emenda paralela para a inclusão de estados e
municípios na reforma previdenciária
O governador do Pará confirmou a expecta va de que Alcolumbre envie uma PEC para a ex nção da legislação que, ao
dar maior compe vidade ao país no mercado internacional, gerou perdas bilionárias aos estados exportadores ao longo
de mais de 20 anos.
"Estamos dialogando no intuito de estabelecer uma regulagem mínima e máxima, de acordo com o perfil da commodity
beneficiada hoje pela Lei Kandir, como uma mensagem ao mercado externo, de que não correrá o risco de determinado
segmento da a vidade econômica estar inviabilizado no momento em que os estados es verem liberados para tributar",
tranquilizou o governador.
O presidente do Senado agradeceu a presença de todos os par cipantes e confirmou que, em cerca de seis a oito
reuniões realizadas este ano, coordenadas pelo que chama de "casa da federação", conseguiu destravar matérias
importantes relacionadas à descentralização de recursos.
"Precisamos dar autonomia aos estados para fazerem suas legislações, porque para os que são exportadores, a Lei Kandir
tem sido um entrave para o desenvolvimento, para a geração de riqueza, de renda, e de capacidade de inves mento
nesses estados, especialmente os exportadores", reconheceu.
h ps://www.agenciapara.com.br/no cia/14410/

Sessão de cinema anima pacientes internados no Hospital Galileu

20/08/2019 17h15
Projeto Cine Galileu ocorre toda semana, nas enfermarias da unidade de saúde
A tarde desta terça-feira (20) foi diferente e fora do habitual para a paciente Ana Beatriz, internada no Hospital Público
Estadual Galileu (HPEG), em Belém. Ela foi uma das expectadoras do projeto Cine Galileu, que leva sessões de filmes para
usuários e acompanhantes nas enfermarias da unidade de saúde do governo do Estado.
“Uma ideia como essa faz com que a gente sinta um carinho vindo dos profissionais que trabalham aqui no hospital. E
pensar que, mesmo com algumas dificuldades que passamos, tem alguém preocupado em nos manter distraídos”, disse
Ana Beatriz, que também aprovou a pipoca servida pelo Setor de Nutrição e Dieté ca (SND) da unidade de saúde.
SAIBA MAIS
Aprimoramento
Hospital Público da Transamazônica promove curso de reanimação neonatal
Balanço 2

Maternidade de Barcarena realiza 38,6 mil atendimentos com aprovação de 92%


21| Agosto | 2019

Mais saúde!
Governo do Estado firma acordo com barco hospital Papa Francisco
Balanço
Hospital Galileu realiza 76 mil atendimentos com aprovação de 99%
Além de Ana Beatriz, outros pacientes e acompanhantes que estavam presentes na enfermaria par ciparam do
momento. “Fiquei muito surpresa quando vieram me falar que teria cinema aqui na enfermaria, com suco e pipoca.
Ficamos todos muito felizes”, disse Elisabeth Amorim, que acompanha a recuperação de um familiar.
O projeto, organizado pelo setor de humanização, ocorre toda semana, nas enfermarias do Hospital Galileu. O obje vo
do cinema é proporcionar um momento de distração e tranquilidade aos pacientes internados.
"O Cine Galileu consegue alegrar e distrair, contribuindo para uma experiência posi va na ins tuição através da arte.
Muitas das vezes, existe uma mensagem a ser passada para esses usuários. A comissão de humanização acredita que
essa a vidade também contribua para uma reflexão dessas pessoas envolvidas no projeto", explica Keisy Ribeiro,
membro da Comissão de Humanização do HPEG.
Esses e outros projetos desenvolvidos na unidade de saúde garantem um melhor atendimento aos pacientes, que
passam por boas experiências durante o tempo de internação no hospital, contribuindo com o processo de recuperação.
Sobre o HPEG
O Hospital Público Estadual Galileu é uma unidade de retaguarda que atende baixa e média complexidades, e presta
assistência em trauma-ortopedia, clínica médica e cardiologia. O hospital está localizado na rodovia Mário Covas, nº
2.253.
h ps://www.agenciapara.com.br/no cia/14408/

Programa Forma Pará é lançado pelo Estado e Universidades Públicas


20/08/2019 16h21
O secretário Carlos Maneschy (e) assina o convênio com a UFPA, Unifesspa e Uepa
A assinatura de convênios entre o governo do Estado e 14 prefeituras marcou, na manhã desta terça-feira (20), o
lançamento oficial do Programa Forma Pará, em solenidade realizada no Teatro Waldemar Henrique, em Belém. Os
convênios firmados, por meio da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica
(Sectet), Universidade Federal do Pará (UFPA), Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) e Universidade
do Estado do Pará (Uepa), envolvem os 14 municípios alcançados na primeira versão do "Forma Pará".
Os primeiros convênios foram assinados com as ins tuições públicas de ensino superior. Em seguida, os representantes
dos municípios assinaram o documento que oficializa a parceria na oferta de vagas de cursos superiores em suas
localidades. Na mesa de abertura estavam o secretário de Ciência e Tecnologia, Carlos Maneschy; o reitor da Uepa,
Rubens Cardoso; o reitor da UFPA, Emmanuel Tourinho; o reitor da Unifesspa, Maurílio Monteiro, e a prefeita de
Mocajuba, Elieth de Fá ma Braga, representando os demais prefeitos e autoridades municipais presentes.
SAIBA MAIS
Processo sele vo
'Forma Pará' viabiliza a oferta de cursos de graduação em Mosqueiro
Capacitação
Workshop sobre tecnologias para o setor joalheiro está com inscrições abertas

Tecnologia
Nova versão do aplica vo “KD a Berlinda” trará mais informações e intera vidade
Sectet
Debate sobre a cadeia produ va do açaí encerra Semana de Ciência e Tecnologia
Expansão da oferta - O reitor Emmanuel Tourinho enfa zou que o Governo do Pará compreende a importância da
educação para o desenvolvimento do Estado. “A melhor aposta que se pode fazer para superar as dificuldades e
carências da nossa população é o inves mento em educação. Parabenizo o governador Helder Barbalho e o secretário
Carlos Maneschy por essa inicia va, que já nasce vitoriosa”, disse Emmanuel Tourinho, afirmando que o avanço na oferta
de cursos de nível superior só é possível por meio da parceria entre o Estado, as ins tuições e as prefeituras. “Só é
possível avançar, estender a oferta de vagas, juntando os esforços dos que têm compromisso com a população”,
ressaltou o reitor da UFPA.
3
Referindo-se à grande procura dos paraenses por um curso superior, o reitor da Uepa, Rubens Cardoso, contabilizou o
déficit no ensino superior, informando que ao somar todas as vagas ofertadas pelas ins tuições públicas do Pará há cerca
21| Agosto | 2019

de 17 mil vagas, e no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) inscrevem-se mais de 250 mil pessoas no Estado. “O
Programa Forma Pará é uma oportunidade ímpar. Possibilita formar mais e melhor as pessoas em seus próprios
municípios, que ao indicar os cursos ofertados atende vocações específicas, e o desenvolvimento virá de forma
sustentável e benéfica”, acrescentou o gestor da Uepa.
Pressão por melhorias - Com a implantação de cursos de graduação nos municípios onde não há campus universitário,
Maurílio Monteiro acredita que haverá maior cobrança dos profissionais formados sobre as polí cas públicas locais,
aumentando a pressão social sobre as administrações. “Será uma cobrança boa, que fará com que todos cresçam”, frisou
o reitor da Unifesspa, dirigindo-se aos prefeitos e secretários municipais presentes. Maurílio Monteiro também destacou
sua alegria de par cipar da implantação do Programa, e elogiou a inicia va do governo do Estado. “Num momento em
que enfrentamos problemas gravíssimos com o con ngenciamento dos inves mentos nas universidades federais, a
sociedade paraense responde com uma parceria que expande a oferta de vagas. Estou muito feliz de par cipar desse
momento”, reiterou.
O secretário, os reitores e a prefeita de Mocajuba compuseram a mesa de abertura
A prefeita Elieth Braga concordou com o reitor da Unifesspa, dizendo que a cobrança sobre as administrações municipais
será maior depois da implantação de cursos de nível superior, aumentando a pressão pelo desenvolvimento local. Ela
enfa zou, ainda, a importância da educação para o crescimento da sociedade. “A educação é tudo. Sem ela não há
desenvolvimento. Em apenas sete meses de governo já temos um programa como esse. Tenho certeza que com o
governador Helder Barbalho e o secretário Carlos Maneschy o Pará vai avançar muito mais”, declarou a prefeita de
Mocajuba.
Compromisso de governo - O secretário Carlos Maneschy agradeceu as palavras de incen vo da prefeita e dos reitores,
ra ficando o compromisso do Governo Helder Barbalho com o inves mento em educação como meio para alcançar o
desenvolvimento não apenas econômico, mas também social e humano da população paraense. “O 'Forma Pará' vem
diminuir o déficit da oferta de vagas no ensino superior no Estado. Sabemos que as desigualdades são imensas e
históricas. Uma das que mais me incomodam é a assimetria na educação. Vamos oferecer pelos menos 4 mil novas vagas
em quatro anos. Pode parecer pouco diante da demanda, mas, com certeza, é muito mais do que foi feito antes”,
ressaltou o secretário, reafirmando seu compromisso pessoal com a expansão do ensino superior público em território
paraense.
O resultado do processo sele vo especial, realizado pela Fundação de Amparo e Desenvolvimento da Pesquisa (Fadesp)
nos 14 municípios que já assinaram os convênios nesta terça-feira, será divulgado na próxima quinta-feira (22). Estão em
disputa 900 vagas, em oito cursos e 18 turmas. Mais 100 vagas serão ofertadas em Mosqueiro (distrito de Belém).
Mais informações sobre o processo sele vo estão no site da Fadesp - h ps://portalfadesp.org.br/
h ps://www.agenciapara.com.br/no cia/14407/

Lacen-PA entrega cer ficados a dez estagiários da Uepa

20/08/2019 15h59
O Laboratório Central do Estado (Lacen-PA) entregou, nesta terça-feira (20), em solenidade no auditório do Laboratório,
os cer ficados de conclusão de estágio curricular não remunerado a dez acadêmicos do Curso de Tecnologia de
Alimentos da Universidade do Estado do Pará (Uepa).
A chefe da Divisão de Biologia Médica, Patrícia Sato, que representou o diretor do Lacen-PA, Alberto Júnior, parabenizou
os concluintes do estágio e disse que foi muito bom tê-los presentes aproveitando um dos mais bem equipados
laboratórios de análise de produtos do Brasil. “Espero que a experiência contribua para a prá ca do exercício profissional
e que os novos estagiários também possam aproveitar o espaço e a oportunidade”, disse Patrícia.
SAIBA MAIS
Direito
Governo do Pará vai ao STF cobrar decisão sobre dívida do Fundef
Inovação
Uepa inaugura espaços de fomento à tecnologia, ciência e proteção intelectual
Educação
Nova parceria facilita inscrições para o Ensino a Distância da Escola de Governança

Pós-Graduação 4

Alunos do mestrado indígena da Uepa par cipam de aula inaugural


21| Agosto | 2019

Ela comentou sobre a carência de profissionais que o mercado enfrenta na área de análise de alimentos e que a Uepa é a
única universidade pública que tem solicitado estágio no Lacen-PA. “Sen mos falta de outras universidades públicas
terem interesse em fazer estágio aqui, como a Uepa”, lamentou Patrícia.
O coordenador de Estágio da Uepa, Marcos Cunha, agradeceu ao Lacen-PA pela oportunidade que tem dado aos alunos
do curso de Tecnologia de Alimentos da Uepa. “Estou muito feliz de estar aqui par cipando deste momento de entrega
de cer ficados, que representa a concre zação de um período importante para a formação e desenvolvimento
profissional. Que vocês possam reverter o aprendizado em trabalho, experiência e qualificação e permaneçam focados
nos próximos compromissos”, disse o coordenador.
O farmacêu co-bioquímico Heliomar Miranda, representante da Divisão de Análise de Produtos (DPA), setor que acolhe
os alunos para estágio, disse que estava feliz pelo Lacen-PA poder contribuir para a formação de profissionais para atuar
em áreas que ainda são carentes de profissionais preparados, como é a análise de produtos e alimentos. “Não é fácil ter
profissionais para conduzir esse po de a vidades e quem sabe vocês possam voltar futuramente como servidores para
o Laboratório”, comentou Heliomar.
Ele ressaltou que além de atender ao público e realizar diversos pos de análises, o Lacen-PA também é uma ins tuição
que produz conhecimento e ciência, que precisa ser disseminada e que o estágio é uma maneira de fazer essa
disseminação. “É muito importante a troca de informações entre estagiários e profissionais, pois contribui para a
melhoria da formação profissional e dos serviços prestados à sociedade”, enfa zou o farmacêu co-bioquímico.
O coordenador do Curso de Tecnologia de Alimentos, Werner Terrazas, fez um breve relato de como surgiu o estágio no
Lacen-PA para os alunos da Uepa e que tem contribuído muito para a formação dos futuros profissionais.
Werner tomou conhecimento da estrutura do Lacen-PA por meio da Vigilância Sanitária Municipal de Belém, para onde
os estagiários também são encaminhados. “Até então, eu achava que o Lacen-PA só realizava exames de análises clínicas,
mas fui saber depois que nha um setor só de análise de produtos, campo propício para os nossos estagiários, por dispor
de instalações, equipamentos de ponta, portanto um campo excelente de aprendizado para os alunos”, contou o
coordenador.
Ele informou, ainda, que para o próximo período de estágio já há 26 alunos inscritos, porém, só há 16 vagas, e que a
seleção será feita na próxima semana. “Sem dúvida, a parceria entre Lacen-PA e Uepa representa um ganho para as duas
ins tuições, pois enquanto os alunos aprendem os técnicos podem contar com os alunos como seus auxiliares”, afirmou
Terrazas.

A coordenadora do Laboratório de Química do Centro de Ciências Naturais e Tecnologia da Uepa, Marycely Toro,
também agradeceu ao Lacen-PA. “Aqui eles têm acesso a instalações e equipamentos com tecnologia avançada para a
prá ca de vários pos de análises, que eles não têm na Universidade”, disse a coordenadora.
A pedagoga Irene Pena, que coordena o Núcleo de Educação Permanente (NEP), estava gra ficada com o resultado
alcançado nos três meses de convivência com os estagiários. “Houve muito empenho, esforço e dedicação em cada
tarefa executada. Eles se sen am como servidores do Lacen-PA”, comemorou Irene.
Contribuição – Durante o estágio, as estudantes Pâmela Costa e Jacqueline Ferreira deixaram uma contribuição
importante para o Lacen-PA, que, sob orientação da chefe da Seção de Análise Físico-Química, Gleice Cabral, elaboraram
o Manual de Vidrarias e Equipamentos do Setor de Análise Físico-Química de Alimentos. O obje vo do manual é
apresentar as vidrarias e equipamentos que fazem parte da execução das principais análises realizadas nesse setor, bem
como os equipamentos de proteção individual e cole va, normas de biossegurança e qualidade e os princípios das
metodologias, que visam a conduzir as a vidades desenvolvidas no laboratório com maior segurança e confiabilidade.
A estudante Jacqueline Ferreira, de 25 anos, fez uma avaliação posi va do período de estágio no Lacen-PA. “Eu achei que
foi um tempo muito proveitoso, primeiro porque vemos maior contato com profissionais que atuam em áreas
semelhantes à nossa. Também é importante porque a gente vê muita coisa na prá ca, que a gente só nha visto na
teoria na universidade”, contou a estudante.
Assim como muitas pessoas, Jacqueline desconhecia a estrutura do Lacen-PA e, durante o estágio, teve a oportunidade
de par cipar e apresentar um trabalho em um congresso em Santa Catarina, onde pôde constatar que o Lacen-PA é uma
referência nacional.
O concluinte Gilvane Veloso, de 19 anos, disse que indicaria o Lacen-PA como campo de estágio para outros colegas. “É
um estágio muito importante, a gente adquire muito conhecimento. Eu aprendi muito com todas as pessoas com quem
convivi aqui. Eu também passei a conhecer melhor os serviços que são prestados pelo Lacen-PA à população paraense e
brasileira”, disse o estudante. 5

h ps://www.agenciapara.com.br/no cia/14404/
21| Agosto | 2019

Hospital Público da Transamazônica promove curso de reanimação neonatal


19/08/2019 19h02
Profissionais do Hospital Regional Público da Transamazônica, unidade do Governo do Estado do Pará localizada no
município de Altamira, par ciparam, entre os dias 16 e 17 de agosto, de um treinamento sobre cuidado e suporte a
recém-nascidos. O programa, que aborda a reanimação de recém-nascido com até 34 semanas em Sala de Parto, junto
com o transporte do bebê de alto risco, teve como obje vo capacitar e disseminar conhecimentos atualizados sobre o
cuidado do bebê ao nascer, tanto no transporte quanto na estabilização imediata após a reanimação.
Também com a finalidade de reduzir a mortalidade entre recém-nascidos, aprimorando a qualidade do atendimento
oferecido à população, o treinamento compar lhou diretrizes e didá cas voltadas às abordagens do Manual da
Sociedade Brasileira de Pediatria. A capacitação foi ministrada pela médica Vilma Hu m, membro da Sociedade Brasileira
de Pediatria, e por Diana Sato e Maria José de Souza, neonatologistas e instrutoras da unidade.
SAIBA MAIS
Humanização
Sessão de cinema anima pacientes internados no Hospital Galileu
Balanço
Maternidade de Barcarena realiza 38,6 mil atendimentos com aprovação de 92%
Mais saúde!
Governo do Estado firma acordo com barco hospital Papa Francisco
Balanço
Hospital Galileu realiza 76 mil atendimentos com aprovação de 99%
O curso apresentou ferramentas metodológicas teóricas e prá cas e proporcionou aos técnicos de enfermagem,
enfermeiros e médicos dos nove municípios de abrangência da região da Transamazônica, uma visão geral das técnicas
de preparo para admissão do recém-nascido, estabilização inicial, cuidados pós-reanimação e melhores abordagens
sistema zadas e organizadas dos cuidados necessários. Como forma de avaliação do desempenho do público-alvo, houve
ainda aplicação de testes (pré e pós) sobre o conteúdo programá co.
Nos dois dias de treinamento, as a vidades foram desenvolvidas em três estações de ensino: no auditório, sala de
reunião e anexo do Núcleo de Educação Permanente.
Referência - Inaugurado em dezembro de 2006, o Hospital Regional Público da Transamazônica (HRPT) foi concebido para
prestar atendimento humanizado e de qualidade, em média e alta complexidade, ao usuário referenciado pelo Sistema
Único de Saúde (SUS) na região de influência da Rodovia BR-230 (Transamazônica).
A unidade é referência para cerca de 500 mil habitantes dos nove municípios da Região de Integração do Xingu (Altamira,
Anapu, Brasil Novo, Medicilândia, Pacajá, Porto de Moz, Senador José Por rio, Uruará e Vitória do Xingu). Uma unidade
de retaguarda, com atendimento de urgência e emergência, e a única a possuir hemodiálise.
h ps://www.agenciapara.com.br/no cia/14393/

6
21| Agosto | 2019

7
21| Agosto | 2019

8
21| Agosto | 2019

9
21| Agosto | 2019

10
21| Agosto | 2019

11
21| Agosto | 2019

12
21| Agosto | 2019

País já registra 1.680 casos de sarampo em 11 Estados


Ministério da Saúde expandiu a recomendação da vacina a todos os bebês do País de 6 meses a um ano.
21.08.19 8h50
O sarampo se espalha pelo País. Da semana passada para cá, subiu de 4 para 11 o número de Estados que enfrentam
surto da doença. Em três meses, foram confirmadas 1.680 infecções, a maior parte delas em São Paulo (1.662). Com o
aumento de registros, o Ministério da Saúde expandiu a recomendação da vacina a todos os bebês do País de 6 meses a
um ano.Ba zada de dose zero, essa aplicação não dispensa as vacinas regulares, aplicadas aos 12 e 15 meses. Essa seria
uma dose para dar proteção adicional.
Secretário de Vigilância em Saúde do Ministério, Wanderson Kleber de Oliveira não descarta que novas medidas sejam
adotadas Entre as estudadas, está a chamada vacinação de resgate, dirigida para adultos jovens. O problema, contudo,
esbarra nos estoques escassos do imunizante.
Como a reportagem mostrou, o governo dispõe de quan ta vo limitado de doses. O governo recorreu à Organização
Pan-Americana de Saúde e encomendou a compra de 10 milhões de doses. A entrega, porém, deve ocorrer em dois
meses.
A pasta também pediu a Biomanguinhos, que produz a vacina para o País, o aumento da entrega de doses. Para que isso
seja feito, o laboratório terá de reduzir a produção de vacina contra febre amarela. Serão preparadas 26 milhões de
doses para sarampo - 12 milhões já foram entregues.
Até o momento, não foi confirmada nenhuma morte por sarampo. Além de São Paulo, os casos da doença foram
registrados no Rio (6), Pernambuco (4), Bahia (1), Paraná (1), Goiás (1), Maranhão (1), Rio Grande do Norte (1), Espírito
Santo (1), Sergipe (1) e Piauí (1).
Embora o sarampo tenha ressurgido no País no ano passado, a cobertura vacinal está bem abaixo do que seria
considerado ideal "(A doença) é muito di cil de se controlar rapidamente", afirma o pesquisador da Fiocruz Cláudio
Maierovitch.
As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.
h ps://www.oliberal.com/brasil/pais-ja-registra-1-680-casos-de-sarampo-em-11-estados-1.185233

Saúde recomenda dose extra contra o sarampo em bebês menores de 1 ano


Crianças de 6 meses a 11 meses e 29 dias devem ser imunizadas
20.08.19 22h42
O Ministério da Saúde passou a recomendar a vacinação contra o sarampo em crianças com idade entre 6 meses e 11
meses e 29 dias para combater a disseminação do vírus no país. Nessa faixa etária, segundo a pasta, será ofertada uma
dose complementar, chamada de dose zero, como já acontece em campanhas como a de combate à poliomielite. A
orientação foi apresentada hoje (20) em entrevista cole va na sede do órgão, em Brasília.Entre 19 de maio e 10 de
agosto deste ano, foram confirmados 1.680 casos de sarampo no Brasil, além de 7,5 mil casos em inves gação. No
período, de acordo com o ministério, não houve mortes confirmadas decorrentes da enfermidade.Após um surto
envolvendo estados da Região Norte no início do ano, um novo surto foi registrado no estado de São Paulo, que
concentra, atualmente, 1.662 casos em 74 municípios – 98,5% do total de casos. Em seguida aparecem Rio de Janeiro,
com seis casos, e Pernambuco, com quatro. Com um caso estão Goiás, Paraná, Maranhão, Rio Grande do Norte, Espírito
Santo, Bahia, Sergipe e Piauí.A recomendação da vacinação adicional de crianças com idade entre 6 meses e 11 meses e
29 dias se deve ao fato deste ser o público com maior potencial de contágio. O coeficiente de incidência em bebês de até
1 ano é de 38,28 casos para cada grupo de 100 mil, enquanto a média de todas as faixas etárias ficou em 4,12.
Normalmente, a imunização acontece por meio de duas doses, aos 12 meses e aos 15 meses de vida.
“Temos observado uma incidência elevada em menores de 1 ano. É fundamental estabelecermos estratégia diferenciada
para essa faixa etária, olhar para as crianças menores de 1 ano com especial atenção”, declarou o secretário de vigilância
em Saúde, Wanderson de Oliveira.Jovens adultos - Além dos bebês, outro público que preocupa o ministério é o de
jovens adultos. A pasta destacou a necessidade de pessoas de 20 a 29 anos regularizarem a vacinação contra o sarampo
– o grupo tem coeficiente de incidência de 9 casos para cada grupo de 100 mil, mais que o dobro da média nacional. A
orientação vale especialmente para São Paulo, estado com muitos casos e alta densidade populacional.De acordo com o
ministério, pela ro na de imunização estabelecida, pessoas com até 29 anos devem já ter recebido duas doses contra o
sarampo. Já quem tem entre 30 e 49 anos deve ter tomado pelo menos uma dose. O secretário ponderou, contudo, que
não há necessidade de corrida aos postos de saúde e que a regularização pode ser feita tranquilamente.Di cil controle -
13
21| Agosto | 2019

14
21| Agosto | 2019

15
21| Agosto | 2019

Inca vai mapear incidência de câncer na população feminina do Pará


terça-feira, 20/08/2019, 22:22
Dr. Jaques Neves; Dr. Luiz Cláudio Thuler, pesquisador do Inca e Dr. Rubens Kesley
O Ins tuto Nacional do Câncer (Inca), no Rio de Janeiro, irá acompanhar, com orientações e coleta de informações, o
projeto do Governo do Estado que realizará exames de mamografia e de prevenção ao câncer do colo de útero, em
cidades do interior paraense.
Um ônibus transformado em ambulatório móvel será u lizado para percorrer, principalmente, comunidades das zonas
rurais. O principal obje vo é a prevenção.
O projeto será executado por meio de parceria entre a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) e o Ins tuto Servir
Amazônia (ISA), mas foi viabilizado a par r de emenda parlamentar des nada pelo deputado estadual Dr. Jaques Neves
(PSC), presidente da Comissão de Saúde da Assembleia Legisla va do Estado (Alepa). No total, 7 mil mamografias e 7 mil
exames de PCCU serão realizados pelo projeto.
Nesta terça (20), o Dr. Jaques Neves, que também é médico cardiologista, esteve na sede do Inca, no Rio de Janeiro, para
definir o plano de atuação dos dois órgãos, no interior do Pará.
O convite foi feito pelo Dr. Rubens Kesley, Professor de Cirurgia Geral da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ),
Cirurgião Oncologista do Aparelho Diges vo e pesquisador de Câncer do Inca.
“O Pará possui uma população de quatro milhões de mulheres, o que da uma média de 540 casos de câncer de mama
por ano. Com a inves gação proposta pelo projeto, 30% desses potenciais casos serão iden ficados precocemente, o
que gera uma chance de cura de 95%. Ou seja, 140 mulheres que seriam iden ficadas com um câncer em estágio
avançado num futuro próximo, serão salvas por esse projeto porque terão acesso ao diagnós co precoce da doença”,
explicou o Dr. Rubens Kesley.
O projeto terá início no úl mo final de semana de agosto em Curuçá, no Nordeste do Estado, onde a Unidade Móvel
percorrerá diversas comunidades da zona rural do município. “Este ano, teremos um Outubro Rosa diferente. Pela
primeira vez nossa inicia va não se resumirá a discursos com cobranças e proposições. Estaremos agindo de fato e, o
que é mais importante, salvando vidas”, pontuou Dr. Jaques Neves.
Outra intenção do Inca ao estabelecer parceria com a Comissão de Saúde da Alepa é criar uma esta s ca mais precisa
sobre a situação da doença no interior do Pará, a par r do projeto. Os dados colhidos durante a realização dos exames
serão inseridos nas plataformas do Ins tuto, o que aumenta o grau de precisão sobre a doença na região e ajuda na
elaboração de futuras ações preven vas para esta parte do Brasil.
O projeto engloba o conjunto de ações desenvolvido pelo Governo do Estado para alcançar moradores de áreas onde o
atendimento em saúde ainda necessita de maior atenção. “Nosso Estado possui um território muito grande. É preciso
descentralizar as ações de saúde e olhar cada realidade com a par cularidade que ela possui. Ao mesmo tempo, é
preciso oferecer prevenção e orientação para essas comunidades. Só assim conseguiremos, efe vamente, salvar vidas”,
declarou, sobre o projeto, o governador Helder Barbalho.
O Dr. Rubens Kesley acredita, ainda, que “tanto quanto oferecer cura, o diagnós co precoce mantém a dignidade dessas
mulheres, já que a mama é um importante elemento de iden ficação feminina”. A redução nos custos do tratamento
também foi pontuada pelo pesquisador. “Não há comparação entre tratar um câncer em estado avançado com a doença
no estágio inicial. O diagnós co precoce representa economia para o poder público”.
h ps://www.diarioonline.com.br/no cias/para/532638/inca-vai-mapear-incidencia-de-cancer-na-populacao-feminina-
do-para

Senado confirma ex nção da Lei Kandir e compensações de R$ 4 bi para 2019


terça-feira, 20/08/2019, 18:57
Em Brasília (DF) nesta terça-feira (20), para mais uma reunião da Frente Parlamentar Norte, Nordeste e Centro Oeste de
senadores e governadores, o governador Helder Barbalho confirmou que o Senado Federal apresentará uma emenda
cons tucional, em regime de urgência, para a ex nção da Lei Kandir de desoneração de exportações. A Casa quer ainda
que o novo Pacto Federa vo seja aprovado nos próximos 60, 65 dias, junto com o texto final da nova Previdência. O
presidente Davi Alcolumbre, à frente da audiência, confirmou emenda paralela para a inclusão de estados e municípios
na reforma previdenciária.
O senador anunciou, para o final deste ano, o repasse de cerca de R$ 4 bilhões aos estados exportadores em
compensações rela vas ao ano de 2019. De acordo com Alcolumbre, o Governo Federal depende apenas da
16
21| Agosto | 2019

concre zação das licitações dos campos de petróleo para efetuar o pagamento, um acordo creditado por ele a uma
negociação polí ca entre presidência da República, Ministério da Economia e governadores.
Durante a agenda, que contou com a presença de 20 governadores, 51 senadores e alguns deputados federais, foram
es pulados detalhes do novo pacto relacionados à redistribuição de recursos, e que ainda estão vinculados a matérias
pendentes de votação no Legisla vo. Uma delas é a Proposta de Emenda Cons tucional (PEC) 98/2019, prevendo a
divisão de recursos de leilões da Petrobrás na ordem de 15% para estados e outros 15% para municípios, e que já deve
entrar em pauta no Senado na próxima semana. A divisão leva em consideração os critérios estabelecidos pelos fundos
de par cipação dos Estados (FPE) e dos Municípios (FPM).
"A ideia é que se possa estabelecer uma parceria entre o Senado e a Câmara Federal para uma cronologia assemelhada,
que possa envolver toda a pauta do Pacto Federa vo, e não apenas isoladamente tratar de um assunto", detalhou
Barbalho, responsável por coordenar o grupo, formados por gestores estaduais, que cuidará das negociações rela vas à
Lei Kandir.
"Então a lógica, apartando a questão da inclusão de estados e municípios na reforma da Previdência, que necessitará de
uma dinâmica legisla va um pouco mais extensa, é de que em 60 dias, 65 dias, possamos, em concomitância, compor
este novo pacto", explicou o governador. Helder refere-se ao fato de que a emenda paralela não trava a aprovação do
texto da Previdência, mas precisa ser discu da em pelo menos 40 sessões antes da votação em plenário.
O governador do Pará confirmou a expecta va de que Alcolumbre envie uma PEC para a ex nção da legislação que, ao
dar maior compe vidade ao país no mercado internacional, gerou perdas bilionárias aos estados exportadores ao longo
de mais de 20 anos.
"Estamos dialogando no intuito de estabelecer uma regulagem mínima e máxima, de acordo com o perfil da commodi e
beneficiada hoje pela Lei Kandir, como uma mensagem ao mercado externo, de que não correrá o risco de determinado
segmento da a vidade econômica estar inviabilizado no momento em que os estados es verem liberados para tributar",
tranquilizou o governador.
O presidente do Senado agradeceu a presença de todos os par cipantes e confirmou que, em cerca de seis a oito
reuniões realizadas esse ano, coordenadas pelo que chama de "casa da federação", conseguiu destravar matérias
importantes relacionadas à descentralização de recursos.
"Precisamos dar autonomia aos estados para fazerem suas legislações, porque para os que são exportadores, a Lei
Kandir tem sido um entrave para o desenvolvimento, para a geração de riqueza, de renda, e de capacidade de
inves mento nesses estados, especialmente os exportadores", reconheceu.
h ps://www.diarioonline.com.br/no cias/para/532624/senado-confirma-ex ncao-da-lei-kandir-e-compensacoes-de-r-
4-bi-para-2019

UFRA: 430 professores se formam em atendimento especializado para atender pessoas com Au smo.
terça-feira, 20/08/2019, 08:27 - Atualizado em 20/08/2019, 13:23 - Autor: DOL
A formatura dos profissionais acontecerá entre os dias 24 a 30 de agosto.
A formatura dos profissionais acontecerá entre os dias 24 a 30 de agosto.
Uma parceria entre a Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA), Ministério da Educação e as prefeituras de Belém,
Capanema, Capitão Poço, Tomé Açu,Parauapebas e Paragominas, que faz parte do Projeto TEA, forma 430 professores
para atender pessoas com au smo.
O Projeto TEA visa a educação e inclusão de pessoas com Au smo na Amazônia
O Projeto TEA combina ações de ensino, pesquisa e extensão sobre a condição do au smo.
A carga horária é de 180h, e foi dividida em seis módulos que vão desde o conhecimento teórico à prá ca com
metodologias a vas e produção de material didá co adaptado.
A festa de formatura dos profissionais acontecerá entre os dias 23 e 31 de agosto.
Serviço:
Formatura Capitão Poço: 23/08
Horário: 16h
Local: Auditório Francisco Leite da UFRA Capitão Poço
Formatura Capanema: 24/08
Horário: 15h
Local: Auditório da Igreja Católica Leônidas Vavasori
17
21| Agosto | 2019

Formatura Tomé- Açu: 26/08


Horário: 18h
Local: Auditório Prof. Sueo Numazawa UFRA Tomé-Açu.
Formatura Paragominas: 27/08
Horário: 18h
Local: Teatro Municipal Reinaldo Castanheira
Formatura Belém: 28/08
Horário: 15h

Local: Auditório Waldir Bouhid UFRA Belém


Formatura Parauapebas: 30/08
Horário: 19h
Local: Auditório do Centro Universitário de Parauapebas - CEUP

A formatura dos profissionais acontecerá entre os dias 24 a 30 de agosto.


A formatura dos profissionais acontecerá entre os dias 24 a 30 de agosto.
A formatura dos profissionais acontecerá entre os dias 24 a 30 de agosto.
h ps://www.diarioonline.com.br/no cias/para/532577/ufra-430-professores-se-formam-em-atendimento-
especializado-para-atender-pessoas-com-au smo

18
21| Agosto | 2019

Hemopa vai a Icoaraci para coleta de sangue nesta quarta e quinta


Unidade Móvel ficará na Estação Cidadania de Icoaraci de 7h30 às 15h. O banco de sangue precisa de doadores com
pagens 'A Nega vo', 'O Nega vo' e 'B Posi vo'.
21/08/2019 08h04
Hemopa precisa de doações de sangue. precisa de doações de sangue.
Hemopa precisa de doações de sangue.
A Unidade Móvel de Coleta da Fundação Hemopa estará nesta quarta (21) e quinta-feira (22) na Estação Cidadania de
Icoaraci, distrito de Belém, para coleta de sangue de voluntários. O atendimento será das 7h30 às 15h.
O hemocentro convoca principalmente os doadores com po A Nega vo, O Nega vo e B Posi vo, que estão em falta no
estoque. A Unidade Móvel tem capacidade para armazenar até 120 bolsas de sangue.
Pode doar sangue quem ver entre 16 e 69 anos (menores devem estar acompanhados do responsável legal), mais de 50
kg e está bem de saúde. Para doar sangue, basta levar um documento de iden ficação oficial, original e com foto.
O sangue é essencial para os atendimentos de urgência, realização de cirurgias de grande porte e tratamento de pessoas
com doenças crônicas, além de doenças oncológicas variadas que, frequentemente, necessitam de transfusão. Apenas
uma doação pode beneficiar até quatro pessoas.

Serviço
Unidade Móvel do Hemopa vai a Icoaraci
Data: 21 e 22/08/2019, das 7h30 às 15h
Local: Estação Cidadania de Icoaraci (Rua Lopo de Castro, 78 - Agulha)
Veja também
Globo Repórter pedala pelo Brasil e mostra incríveis registros da vida sobre duas rodas
Globo Repórter
Globo Repórter pedala pelo Brasil e mostra incríveis registros da vida sobre duas rodas
Programa desta sexta (16) mostra o papel da bicicleta na vida dos brasileiros e revela que quem vai pedalando ou a pé
para o trabalho tem uma chance seis vezes menor de contrair doenças crônicas.
15 de ago de 2019 às 11:07
h ps://g1.globo.com/pa/para/no cia/2019/08/21/hemopa-vai-a-icoaraci-para-coleta-de-sangue-nesta-quarta-e-
quinta.ghtml

19
21| Agosto | 2019

20
21| Agosto | 2019

Hemopa realiza coleta de sangue nesta quarta e quinta em Icoaraci


21 AGO 2019
Hemopa realiza coleta de sangue nesta quarta e quinta em Icoaraci
A Unidade Móvel de Coleta da Fundação Hemopa realiza nesta quarta (21) e quinta-feira (22), uma ação de coleta de
sangue voluntária na Estação Cidadania de Icoaraci, distrito de Belém. O atendimento será realizado das 7h30 às 15h.
Doadores po A po A Nega vo, O Nega vo e B Posi vo, são preferência devido falta no estoque. A Unidade Móvel tem
capacidade para armazenar até 120 bolsas de sangue.
Para doar é necessário ter entre 16 e 69 anos (menores devem estar acompanhados do responsável legal), mais de 50
kg, está com a saúde em dia e não esquecer de levar um documento de iden ficação oficial e original com foto.
O sangue é essencial para os atendimentos de urgência, realização de cirurgias de grande porte e tratamento de pessoas
com doenças crônicas, além de doenças oncológicas variadas que, frequentemente, necessitam de transfusão. Uma
única doação pode beneficiar até quatro pessoas.
h ps://www.romanews.com.br/cidade/hemopa-realiza-coleta-de-sangue-nesta-quarta-e-quinta-em-icoaraci/51112/

UNIVERSIDADE
Belém recebe I Congresso Norte de Medicina do Sono
Mais de 200 par cipantes que estudam o tema são esperados para uma discussão ampla a respeito do assunto
20 AGO 2019 - 15H16
A medicina do sono é a especialidade que trata dos distúrbios do sono
A Associação Paraense de Otorrinolaringologia (Aporl) está com inscrições abertas para o I Congresso Norte de Medicina
do Sono, que será nos dias 28 e 29 do próximo mês de setembro, no auditório do Centro Universitário do Estado do Pará
(Cesupa), localizado na avenida Alcindo.
O evento tem o apoio do Hospital Universitário Be na Ferro de Souza (HUBFS), do Complexo Hospitalar da Universidade
Federal do Pará (UFPA), Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh). Os interessados podem reservar as vagas
pelo site www.congressonortesono.com, efetuando a taxa de inscrição, que será rever da à Unidade de
Otorrinolaringologia do HUBFS.
Mais de 200 par cipantes, entre otorrinolaringologistas, pneumologistas, odontologistas bucomaxilofacial,
neurologistas, geriatras e profissionais de outras especialidades que estudam o tema são esperados para uma discussão
ampla a respeito do assunto. “O nosso obje vo é fazer a atualização dos profissionais, residentes e acadêmicos, porque a
medicina do sono é uma discussão muito complexa para nós pesquisadores e ela precisa ser avançada”, enfa za o
coordenador da capacitação, o vice-presidente da Aporl e responsável pelo Ambulatório de Ronco e Apneia Obstru va
do Sono do HU, José Roberto Capeloni.
Entre os palestrantes confirmados estão os otorrinolaringologistas Fábio Lorenze , do Estado de São Paulo; Karina Flexa,
da Associação Brasileira de Odontologia (ABO); geriatra Neuzilour Lobato, do Hospital João de Barros Barreto (HUJBB); a
otorrinolaringologista Maria Cláudia Olibeira, da UFPA; e os especialistas em medicina do sono e otorrinolaringologistas
do HUBFS, o chefe interino da Unidade de Otorrinolaringologia Henderson Cavalcante; o chefe do ambulatório do Sono,
Roberto Capeloni; e Erika Badarane.
Sobre a Ebserh
Vinculada ao Ministério da Educação, a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) atua na gestão de hospitais
universitários federais. O obje vo é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à
população, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas.
A empresa, criada em dezembro de 2011, administra atualmente 40 hospitais e é responsável pela gestão do Programa
Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), que contempla ações em todas as unidades
existentes no país, incluindo as não filiadas à Ebserh. O Complexo Hospitalar da UFPA integra a Rede Ebserh desde
outubro de 2015.
h ps://www.romanews.com.br/cidade/belem-recebe-i-congresso-norte-de-medicina-do-sono/51043/

21
21| Agosto | 2019

CORREIO BRAZILIENSE
Saúde
De acordo com estudo, estresse pode levar a prejuízos neurais
O esgotamento crônico causa a morte de células-tronco ligadas à formação de neurônios,
mostra experimento feito em ratos. Para os cientistas, a descoberta abre a possibilidade de
desenvolvimento de novas terapias contra Alzheimer e depressão

G1
Saúde
Câmara aprova projeto que obriga agressor a ressarcir SUS em caso de violência domés ca
Proposta já havia sido aprovada e enviada ao Senado, mas senadores mudaram o texto, que
voltou à Câmara. Agora, cabe a Bolsonaro sancionar ou vetar o projeto

METRÓPOLES
Saúde
Plano de saúde é condenado a migrar usuária para categoria mais barata
Na sentença, a juíza do 4º Juizado Especial Cível de Brasília considerou abusiva a postura da
operadora, que queria impedir o "downgrade"

O GLOBO
Saúde
Como o sistema de saúde brasileiro, baseado em modelo binário, afasta e prejudica as pessoas trans
Dificuldades começam no cadastro, uma vez que o gênero informado é pré-requisito em alguns
casos para a liberação de exames

ESTADÃO
Saúde
Arruinamos a infância
Para as crianças de hoje, uma hora de brincadeira é como uma gota d'água no deserto. É claro
que elas são infelizes

''Evento promovido pelo Estado discute saúde na era tecnológica


Do teleatendimento à atenção básica, encontro no hotel Maksoud Plaza promove debates com
os maiores nomes da área

País já registra 1.680 casos de sarampo em 11 Estados


São Paulo concentra mais de 90% das infecções em três meses; Ministério da Saúde expandiu
recomendação da vacina

Sarampo já mata mais que ebola na República Democrá ca do Congo


ONG Médicos sem Fronteiras alerta que mais de 2.700 pessoas, a maioria criança, morreram
no país africano por causa do sarampo

FOLHA DE S. PAULO
Saúde
Bactérias mul rresistentes são iden ficadas fora do ambiente hospitalar
Hipótese dos cientistas é a de que pessoas anteriormente hospitalizadas foram colonizadas
pelos micro-organismos

BBC BRASIL
Saúde
22
21| Agosto | 2019

23
21| Agosto | 2019

Ato de governo e direito convencional, o caso do embaixador


Convenção Americana assegura ao filho do presidente o direito fundamental de participar do
governo

ESTADÃO
Política
'Você pode contar com a gente', diz Procuradoria
Com objetivo de aproximar instituição da sociedade, Ministério Público Federal lança campanha
para reforçar atuação na defesa dos direitos fundamentais

Brasil se aproxima do 'rompimento diplomá co' ao vetar alto escalão de Maduro, dizem especialistas
Constitucionalistas e professores consideram que portaria publicada nesta terça, 20, proibindo
entrada no país de altos funcionários do regime venezuelano, pode provocar 'represália do país
vizinho'

Lava Jato 63 mira corrupção em medidas provisórias do governo Lula e propina de RS 118 mi
Pagamentos tinham como objetivo, segundo o Ministério Público Federal, a aprovação das MPs
470/2009 e 472/2009, que instituiriam um novo refinanciamento de dívidas fiscais e permitiriam
a utilização de prejuízos fiscais das empresas como forma de pagamento (Refis da Crise)

Notas & Informações


O governo descobriu a crise
Há vínculo entre o marasmo econômico e a escassez de dinheiro à disposição do governo.
Sem produção, vendas e emprego, impostos tendem a sumir. Bingo!

Na jugular no PCC
Operações Cravada e Caixa-Forte atingem, respectivamente, os núcleos financeiro e
administrativo da facção

Espaço Aberto
Não há deuses nesta tragédia
Nesta peça sem heróis, as almas enfermas só querem piorar as doenças de todos
José Nêumanne

Expediente incons tucional


Procuradoria-Geral da República é instituição da cidadania ou das facções militantes?
Fábio Pietro

FOLHA DE S. PAULO
Poder
Nova fase da Lava Jato mira suspeita de propina da Odebrecht a ex-ministros pe stas
PF cumpre dois mandados de prisão temporária e 11 de busca e apreensão em São Paulo e na
Bahia

Bolsonaro recebe ministros do TCU e planeja aproximação com outros tribunais


Presidente deve promover série de jantares com representantes de outros Poderes

Governo vai priva zar 17 estatais neste ano, diz Guedes


Para ministro, ideal seria fazer mais duas ou três fusões como Embraer e Boeing

Painel
24
21| Agosto | 2019

25
21| Agosto | 2019
GUIA DE PESQUISA

http://www.agenciapara.com.br/
http://www.diarioonline.com.br/
https://www.oliberal.com/
https://www.oliberal.com/amazonia
https://www.romanews.com.br/noticias/
https://g1.globo.com/pa/para/
http://www.portalparanews.com.br/
http://uruatapera.blogspot.com/
http://www.jesocarneiro.com.br/
http://pererecadavizinha.blogspot.com/
http://www.ver-o-fato.com.br/

Clipping CONASS

26