Você está na página 1de 5

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA

INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE


DEPARTAMENTO DE BIOMORFOLOGIA
ANATOMIA DOS SISTEMAS – ICS A86 – Medicina – 2º Semestre

ROTEIRO 1: SISTEMA DIGESTÓRIO*


I. Introdução
II. Divisão do sistema digestório
1. Canal alimentar: cavidade bucal, faringe, esôfago, estômago, intestinos
2. Órgãos anexos: glândulas salivares, fígado, pâncreas
III. Cavidade bucal
1. Divisão: vestíbulo e cavidade própria da boca
2. Paredes: anterior (lábios); lateral (bochechas); superior (palato); inferior (m. milo-hióideo); posterior (istmo das fauces)
3. Lábios – zona de transição dos lábios (ver margem vermelha do lábio); rima da boca
a. lábio superior: filtro; tubérculo do lábio superior; comissura dos lábios, sulco nasolabial
b. labio inferior – sulco mentolabial
4. Bochechas
a. m. bucinador
b. corpo adiposo da bochecha
5. Vestíbulo da boca
a. papila do ducto parotídeo
b. gengiva
c. frênulo do lábio superior
d. frênulo do lábio inferior
6. Cavidade própria da boca
a. soalho - m. milo-hióideo
b. teto
 palato duro:- ossos constituintes: processo palatino da maxila e lâmina horizontal do palatino
- papila incisiva; rafe do palato; pregas palatinas transversas
 palato mole: -istmo das fauces (forma a parede posterior da cavidade bucal)
 constituição: úvula palatina; arco e pilar (ou prega) palatoglosso; arco e pilar (ou
prega) palatofaríngeo; tonsila palatina; fossa tonsilar
 músculos do palato mole:
- m. levantador do véu palatino
- m. tensor do véu palatino
- m. da úvula
- m. palatoglosso
- m. palatofaríngeo
c. língua  raiz da língua – tonsila lingual
 corpo da língua
• dorso da língua
- papilas gustativas (circunvaladas, fungiformes, filiformes e folhadas)
- sulco mediano - identificar em corte coronal ou transversal, a rafe (septo) da língua
- sulco terminal
- forame cego
• face inferior da língua: - frênulo da língua e pregas franjadas
• ápice da língua
• margem da língua
• região sublingual: - carúncula sublingual e prega sublingual
 músculos da língua
 mm. intrínsecos: m. longitudinal superior; m. longitudinal inferior; m. transverso (rafe da
língua); m. vertical
 mm. extrínsecos: m. estiloglosso; m. hioglosso {m. condroglosso (corno menor do
hióide) + m. ceratoglosso (corno maior do hióide)}; m. genioglosso; palatoglosso
d. dentes  tipos de dentes: incisivos, caninos, pré-molares (somente na dentição permanente) e
molares
 dentição: decídua e permanente

*
Nomenclatura de acordo com a Terminologia anatômica. São Paulo: Manole. 2001
tsm
Roteiro 4 – Sistema Digestório 2

7. Glândulas salivares menores (labiais, da bochecha ou bucais, palatinas e linguais)


8. Glândulas salivares maiores
a. glândula parótida
- localização
- partes: superficial e profunda
- fáscia (cápsula) parotídea
- relações
- ducto parotídeo
b. glândula sublingual – ducto da glândula sublingual maior e menores
c. glândula submandibular – partes superficial e profunda, ducto da glândula submandibular
9. Vascularização e inervação da boca e glândulas salivares
IV. Faringe
1. Localização
2. Comunicações
3. Cavidade da faringe
a. parte nasal da faringe
 cóanos (coanas)
 tonsila faríngea
 toro tubário
• prega salpingofaríngea
• prega salpingopalatina
 óstio faríngeo da tuba auditiva
 recesso faríngeo
b. parte oral da faringe
 istmo das fauces
 valécula epiglótica
 prega glossoepiglótica mediana (1)
 prega glossoepiglótica lateral (2)
c. parte laríngea da faringe
 recesso piriforme
 junção faringoesofágica
4. Músculos da faringe
a. rafe da faringe
b. m. constritor superior da faringe: parte pterigofaríngea
 parte bucofaríngea (identifique a rafe pterigomandibular)
 parte milofaríngea
 parte glossofaríngea
c. m. constritor médio da faringe:  parte condrofaríngea(corno menor do hióide)
 parte ceratofaríngea (corno maior do hióide)
d. m. constritor inferior da faringe:  parte tireofaríngea
 parte cricofaríngea (porção oblíqua e porção transversa)
e. m. estilofaríngeo
f. m. salpingofaríngeo
g. m. palatofarígeo
5. Vascularização e inervação
V. Mecanismo da Deglutição
VI. Esôfago
1. Localização
2. Comunicações
3. Relações
4. Divisão: porções cervical, torácica e abdominal
5. Estratigrafia
6. Constrições (in vivo): faringoesofágica (esfíncter superior do esôfago), broncoaórtica (torácica);
diafragmática
7. Vascularização e inervação

tsm
Roteiro 4 – Sistema Digestório 3

VII. Regiões abdominais


• Divisões:
- Regiões abdominais: hipocôndrio direito, epigástrio, hipocôndrio esquerdo, lateral direito, umbilical,
lateral esquerdo, inguinal direito, hipogástrio, inguinal esquerdo.
- Quadrantes abdominais: quadrante superior direito; quadrante superior esquerdo; quadrante inferior
direito; quadrante inferior esquerdo
• tela subcutânea (panículo adiposo + estrato membranáceo); vasos da parede anterolateral do abdome
VIII. Estômago
1. Localização e comunicações
2. Partes: cárdia (identificar a incisura cárdica), fundo gástrico, corpo gástrico, parte pilórica (antro e canal
pilórico – identificar o esfíncter pilórico)
3. Paredes: anterior, posterior
4. Curvaturas: menor (identificar a incisura angular); maior
5. Óstio cárdico; piloro e óstio pilórico
6. Pregas gástricas; canal gástrico; esfíncter pilórico
7. Relações
8. Estratigrafia
9. Vascularização e inervação
IX. Intestinos
1. Intestino delgado
a. Divisão: duodeno, jejuno, íleo
b. Características: pregas circulares
c. estratigrafia
d. duodeno: - Partes: superior (identificar a ampola ou bulbo do duodeno), descendente, horizontal
ou inferior, ascendente
- Relações
- Papilas: maior (esfíncter de Oddi) e menor do duodeno (na parte descendente do duodeno)
- Flexura superior do duodeno, flexura inferior do duodeno, flexura duodenojejunal e m.
suspensor do duodeno (identificar o lg. de Treitz)
- Parte coberta do duodeno
e. jejuno e íleo: - mesentério e raiz do mesentério
- características
2. Intestino grosso
a. características: tênias do colo (mesocólica, omental, livre), saculações do colo, apêndices adiposos do
colo, pregas semilunares
b. estratigrafia
c. divisão: ceco, colo ascendente, colo transverso, colo descendente, colo sigmóide, reto, canal anal
d. ceco: localização, junção ileocecal, papila ileal (in vivo), óstio ileal (em cadáveres identifique as
seguintes estruturas do óstio ileal: frênulo do óstio ileal, lábio ileocólico, lábio ileocecal) e apêndice
vermiforme {localização, variações anatômicas (retrocecal, descendente – pélvica, paracólica),
mesoapêndice, óstio do apêndice vermiforme, ponto de McBurney}
e. colos: localização, fáscia de fusão (coalescência), flexura direita do colo, flexura esquerda do colo,
mesocolo transverso e mesocolo sigmóide, sulcos paracólicos direito e esquerdo, lig. frenocólico
f. reto {flexura sacral, flexuras laterais {(superior (lado esquerdo), intermediária (lado direito), inferior
(lado esquerdo), ampola do reto, pregas transversas do reto (superior, intermediária, inferior),
junção retosigmóide} e canal anal {flexura anorretal, junção anorretal, colunas anais, seios anais,
válvulas anais, linha pectinada, músculo puboretal (parte do músculo elevador do ânus), músculo
esfíncter interno do ânus e músculo esfíncter externo do ânus}.
g. ânus
3. Vascularização e inervação dos intestinos
X. Anexos do canal alimentar
1. Glândulas salivares (já estudado)
2. Fígado
a. Localização
b. Faces: diafragmática, visceral (ver as impressões: gástrica, cólica, duodenal, renal e supra-renal)
c. Divisão: lobo direito, lobo esquerdo, lobo caudado, lobo quadrado.
d. Hilo (ou porta) hepático
e. Tríade portal do hilo hepático e extra-hepática – sintopia.

tsm
Roteiro 4 – Sistema Digestório 4

f. Pedículo hepático - constituintes: ducto hepático, a. hepática, v. porta, nn. e vasos linfáticos.
g. Ligamentos: falciforme (identificar os recessos subfrênicos direito e esquerdo), redondo do fígado (na
fissura homônima - contém a v. umbilical obliterada), venoso (na fissura homônima), coronário,
triangular direito e triangular esquerdo.
h. Área nua do fígado; margem inferior do fígado.
i. veia cava inferior (sulco da veia cava inferior); veia porta e sistema porta-hepático
j. Segmentação hepática:
• Parte hepática esquerda
- divisão lateral esquerda: segmento posterior lateral esquerdo; segmento anterior lateral esquerdo.
- divisão medial esquerda: segmento medial esquerdo.
• Parte posterior do fígado (lobo caudado): segmento posterior
• Parte hepática direita
- divisão medial direita: segmento anterior medial direito; segmento posterior medial direito.
- divisão lateral direita: segmento anterior lateral direito; segmento posterior lateral direito.
k. Vascularização e inervação
3. Vias biliares
a. Vesícula biliar - Divisão: fundo da vesícula biliar, corpo da vesícula biliar e colo da vesícula biliar
- Fossa da vesícula biliar
- Vascularização e inervação
b. Vias biliares
• ducto hepático direito 
+ ducto hepático comum 
• ducto hepático esquerdo  + ducto colédoco
ducto cístico  
duodeno
(papila maior do duodeno)
Ducto colédoco: partes supraduodenal, retroduodenal, pancreática e intramural
4. Pâncreas
a. Localização
b. Divisão: cabeça do pâncreas, colo do pâncreas, corpo do pâncreas, cauda do pâncreas
c. Processo uncinado e incisura pancreática
d. Vias pancreáticas
• ducto pancreático  duodeno (na papila maior do duodeno)
• - ducto pancreático acessório  duodeno (na papila menor do duodeno)
e. Ampola hepatopancreática (de Oddi)
f. Vascularização e inervação
XI. Peritônio
- Peritônio parietal
 Cavidade peritoneal (líquido peritoneal)
- Peritônio visceral

• meso: ex. mesentério (raiz do mesentério) mesocolo transverso (compartimento supracólico e infracólico), mesocolo
sigmóide, mesoapêndice
• omento: ex. omento maior (lg. gastrocólico, lg. gastroesplênico, lg. gastrofrênico); omento menor (lg. hepatogástrico e lg.
hepatoduodenal) – ver tríade portal e sua sintopia
• fáscia de fusão (de coalescência)
• bolsa omental (recessos) e forame epiplóico (omental)
• Face interna da parede abdominal anterior
- prega umbilical mediana (conteúdo)
- prega umbilical medial (conteúdo)
- prega umbilical lateral (conteúdo)
- fossas: supravesical, inguinais medial (identifique o trígono inguinal) e lateral
* Hérnias (localização): inguinais (maiores detalhes no segundo bimestre, em genital masculino), epigástrica,
supravesical umbilical, femoral, lombar, obturatória, incisional, supravesical
• desenvolvimento da cavidade peritoneal - embriologia

tsm
Roteiro 4 – Sistema Digestório 5

VASOS ARTERIAIS DO ABDOME


PARTE DESCENDENTE DA AORTA:  Parte abdominal da aorta
I. Ramos parietais: - aa. frênicas inferiores (D, E)
- aa. suprarrenais superiores
- aa. lombares
- a. sacral mediana
II. Ramos viscerais:
1. tronco celíaco  a. gástrica E.  rr. esofágicos
a. gastromental D.

 a. hepática comum  a. gastroduodenal
 a. pancreáticoduodenal superior
(anterior e posterior)
 a. gástrica D.
 a. hepática própria  a. hepática D.  a. cística
 a. hepática E.
 a. esplênica (ou lienal)  rr. pancreáticos
 a. gastromental E.
 aa. gástricas curtas
 rr. esplênicos (ou lienais)
 a. gástrica posterior
2. a. mesentérica superior  a. pancreaticoduodenal inferior (ramos anterior e posterior)
 aa. jejunais e ileais
 a. ileocólica  r. ileal  a. cecal anterior
 a. cecal posterior
 r. cólico  a. apendicular

 a. cólica direita
 a. cólica média
3. aa. renais (D. e E.) e supra-renais médias (D e E)
4. aa. gonadais (D. e E.) (a. testicular ou a. ovárica)
5. a. mesentérica inferior  a. cólica E.
 aa. sigmóideas
 a. retal superior
6. a. sacral mediana
7. aa. ilíacas comuns (D. e E). (rr. terminais da aorta)
OBS: Identifique também as artérias da parede anterior do abdome:
- a. epigástrica inferior (ramo da a. ilíaca externa): anastomosa-se com a a. epigástrica superior (ramo
terminal da a. torácica interna
- a. circunflexa ilíaca profunda (ramo da a. ilíaca externa)
- a. epigástrica superficial (ramo da a. femoral)
- a. circunflexa ilíaca superficial (ramo da a. femoral)
- a. pudenda externa (ramo da a. femoral)
XII. VASOS VENOSOS DO ABDOME
v. mesentérica superior

V. CAVA INFERIOR

 vv. hepáticas  fígado  v. porta



v. esplênica (ou v. lienal)

v. mesentérica inferior
v. renal D. e v. renal E.
 vv. gonadais D. (as vv. gonadais E. são tributárias da v. renal E.)
vv. ilíacas comuns D. e E. (formadoras da v. cava inferior)

OBS: Identifique também as tributárias das veias do sistema porta. Essas veias, em sua maioria, recebem a mesma denominação
das artérias que as acompanham. A v. mesentérica inferior pode também drenar na v. mesentérica superior ou na junção das veias
mesentérica superior com a esplênica.
XIII. DRENAGEM LINFÁTICA DO ABDOME
- Linfonodos parietais e Linfonodos viscerais

tsm