Você está na página 1de 6
ry 08 ambienes. Mas @naeeeoa que ono tor | opertundade de dosanvolvtla deforma sistematien 1 do agrogr novo recursos comunicativs que Ihe permitiao Constr sentengas bom formadas, Sentengas bem formada #80, ontenges de acordo com stem da lingua, No deveros enter. ‘er esse concoito como sende senteneas que segura todee a2 lupins aa gramaticanornativa, (ver ser mae sobre compatici comune euos co Iancatvor? Qua tener aor» dferenga ete core de corenas bom fmades a eocnt do overs ase! de aco coma ranatnnormsiva Ente lone od tea Maris orton sian Eterm ons mats, aril tor S80 Pals, om especial capt “Compete co ‘neat Quads sano rng deni trometer { erano mt crrepacosge une conpeltacis eomoatia tom deenolda ssn tbo decade dip ave compe 6 cute excl, nas scones fet de actriz {ork oportnae conocer ors ken de ae nearer vocation enpecico esas team go sregad eu eere de recrsocominston forma como oe ofstte de Sic adiam novos eoneton onlein, oan ‘tem onesie tle te ‘econ ¢um bom tars pars conto de psn ata ‘vem tach Peeps por telco os lnsvornaanclam sh nves formas a comecinerton et. ‘orn, sve os laconads Stn devi oe nos Fo Sirsa dass ntrca un a tga Shey Boe heath broessora da Uirsdade de Santer desmole com ea tos de clencns asec n qu elaseeur shuns dou cuso de formago de professores trabalharam, como veremos nos capl- | ts sbeeneros Gc Heth, O professor pesquisador sim como os pesqusadores que pesquisa caltaras tstanhas st, os pesgulsadores, em especial os etné- trafos que se propem a interpretar as ages que jugar enn uma escola ou em uma sala de aula come: «am seu trabalho de pesquisa procurando responder a irs pergunts: 1, O queesté acontecendo aqui? 2. O aque essas ages sinificam para as pessoas envovidas ne las? Ou sea, quals sto as perspectivas interpretativas dos agentes envolvdos nessasag0es? |. Como essas ages que tim lugar em um microcosmo como ‘2 aala de aula se relaclonam com dimensbes de naturera ‘macrossocial em diversos nfveis: 0 sistema local em que 4 escola estéInserida, a cidade e a comunidade nacional? (Erickson, 1990) ‘Ovando se voltam para a ands da eficigncia do trabalho pedo- aico, eses pesqisedores st8o mas ineressdos no processo do ‘gue produto. Tambémn no esto busca de fendmenos que team Stas de wa varivel explicago, mas sim ds significados que 0 3t0- res sociaisenvohidos no trabalho pedagéco conferem is sas 2908, [sto esto & busca das prspectiva signficativas desses ators. CConforme explica 0 etnégrafo Frederick Erickson (1990), ti ‘ofa da penqusa interpretativa édescobrir como padroes de orzani- ‘aso sola e cultura, locas eno locas, relactonam-se atv es de pessousespecficas quando eas escolhem come vo condzit ‘sia ago social. A pesquisa interpretativista no es interessada ‘emdescobri les universais por meio de generalizagbes estaisticas, ws sim em estudar com muitos detalhes uma sitagi espectica para compara a outra stuagoes. Dessa forma, tela da pesi- ‘a qualitativa de sala de aula construire apefeigoar tori sobre onganizagao sociale cognitiva da vida em sala de aula, que ¢ 0 con- texto por exceléncia paras aprendizagem dos edueanos, [Nos préximos capitulos deste lio, vamos nos familarizar ‘com procedimentos que nos habilitem a conduzir pesquisa qui tv, especialmente pesquisa de naturera etnografica Mas antes de passr discussto desses procediments,comen taremosrapidamente duas pesquisas que se tomnaram modelos. Na écada de 1970, a etndgrala norte-americana Shirly Brice-eath ‘onduziu uma importante etografa em comtnidades dos dos Es tados Unidos, no perfado de 1969 1978, enfocando a vida social nas ‘comunidades eno interior de suas escolas (Brice Heath, 1983). Ela ‘esta interessada em saber coma as pessoas wsava artfatos dele tramento, como listos de histris,jornais, mapas, cartas, paps de pparede et, em atvidades «eventos em sua vivéncia socal, Seu foo {pesquisa foram os modos de flare de aprender de erangas em ‘és comunidades: uma comunidade negra, rural de clase trabalh dora, uma comunidade branca, rural, de classe wabalhadora,e uma ‘comunidade de classe média urbana, etnieamente mista. Ela exam ‘ou interagéo de adultos eeriangas ede eriangas entre sina escola, ‘a rua, em pracinhas e outos espagos plies, Como professors e inguistica e de antropologia em um curso de Formagso de pro: Tessores de uma feuldade,transformou seus alunos em verdadeios ctndgrafos, levandoos a entender as maneiras como as criangas I davam com artefatos de lewamento em sas Familias e eomniades. Desa forma, induziu a adogo, em slas de aula das escolas leas, se pritieas familiares aos alunos, que facilitassem sua aprendiza em da lingua. Os estagros, investi na fungao de etnoarafos, ‘oltaram-se para a observagso de como as criangasconstruam suas rartatias, como interpretavam recamendagies e penguntas fitas pelos professores, entre outros aspects, Os estar ea eriangas enn an i Senin tenaeaee Sie en via cm i ala, depended Jo conten ‘Com os sunos da 5 src, Brice Heath ¢ seus professorandos arse adores oon oi jet aue ea denomine "Tomas ate sc jee trae abe adios oe rte lienares ca vida das ars fume ‘does ¢ os observavam em suas hortas ¢ jardins ¢ os ‘am os mora “mis colecionando documentos atts, ae Tivros de receita, fotografia e histérias de vida. Ses Gee ae ‘da comunidade procuravam traduzit a scan cena em cniecens vind ede Fae i potesrn corm sompondo uo, OF Tram daogrfdos pela rs cram dato ot ae mult seu desempenho na dsl alas ea falar sobre moos decbter¢ vera infor Asean uo de mevodos de pesquisa ctnograica, Oe npn ncn Ps © er ape ens nos reac eer de. rar eo para reservar ei de quent existe 6 um sida do qo ens re camnisades soi, conve CUS i arsecmns aderenta sone: sacicen= casos profesional te Tanbm evser manent abs Tacnepenenadee ng memes ‘Our peaguitade naturernetnogriica que 4 torou um mo- dlelo que fol condustda pea proessora de Harvard, Caurngy oven, no inicio dos anos 1980. Carden (1988) fsalizne ae ‘mensoes de continuidade edescontinuidade entre lara cess tava ds rang, dando stengao especial aon proceso nen cionals em sala de aula. Assim como Brice Heatlt cs meee oe cats os sch deve satan de ae to fins saividades das excolas. Quando iso aconlec a tansion ‘das criangas do lar para a escola é mais facilitada. oe Cazden também divulgou o conceito de andaimes, proposto srginalmente pelo psicdlogo americane Jerome Bruner coms base na teoria vigotslyana, NE egeac ane Ae ‘site velo ss uum meron nee 5 EB ere somo cara pesos tons en Sater ante na dh ate smo tee teagan tbo to eco desl ig aula, Na tradiedo do discurso de sala de aula, 08 andal- ies lo asinine ceges do om eof np | tes aun sagses os esperar or hon, Uns {ctor tse to races de noes ts eabceemte ‘ura nesta pat nt rset" esos pr ne Se one pndeesapioopa se Paa e Cleese Um trabalho de andaime, ou andaimagem, pode tomar for ‘ma de um prefécio a uma pergunta, de sobreposigio da fala do professor a do aluno, auxliando-a na elaborasao de sea enunci do, de sinais de retorno, comentarios, reformiulagdem reclabora, ‘80 € parirasec, principalmente, expansio do seu turno de fala Todas essasestratégis do a0 aluno a oportunidade de “recon zor anotagées entre uma atvidade eauta, sem que iso tome mit {empo, O dri também é uma antiga pratica de letramento bem consolidada em nossas cultras, Um evemplo iad por Alrichteret_ al. (1993) sio as Conissdes de santo Agostinho, Outro exemplo vem ‘do wabalho de Malinowski, comentad, Esse pesquisador fer us de dirs, reistanda com riqueza de detahes suas observes 2 brea comunidade que investiga, A produgio de um digrio de pesquisa varia muito de pessoa para pessoa, mas a literatura especiaizada traz sugestoes pa ‘© conteido de didrios dessa natureza. Os textos mals comuns ‘gue so incorporados aos didrios sto descritives de experién- cias que o professor deseja registrar, antes que se esqueca de de> talhes importantes. Sequencias descritivas nos didrios eontém narrativas de atividades, descrigdes de eventos, reprodugoes de didlogos, informagdes sobre gestos, entoagdo e expressbes fa ciais. Esses detalhes podem ser muito importantes. Falas do proprio professor ou de outra pessoa devem ser reproduzidas © ‘mais fielmente possvel ‘Alem das Sequéncias desritivas, constam também dos dlaios as sequeénciasinterpretativas, que contém interpretagoes, aval bes, especulagdes, ou sea, elementos que vio permit ao autor Aesenvolver uma teria sobre a agio que ests interpretando ‘A releltara das notas de um disrio € mato til porque pode propiciar a incluso de mais detalhes que voltem meméria. © Aisrio pode incluir também notas teéricas, que ajudem 0 pro- fessor @ construir sua teoria, bem como notas sobre a sia me= todologia jé posta em pritica, ou propostas para uma atividade fitura, B aconselhave! que, ao escrever um diéio, eja manual- ‘mente sea no computador, o autor delve uma margem razodvel ’ esquerda, onde poderd acrescentar observagoes ou lembretes. Note-se ainda que o protessor pesqulsador pode tomar notss si rmultaneamente 8 suas atividades ou p6s 0 trabalho: no p miro caso, ele vai precisar desenvolver algumas estratégias de abreviagdo para agilizar a escria Di bs lt aes registro sabre temas que pero sr objeto de ies Liga emsua prticadocent. qu vat elaboron nese da rio de bord sola uy dss toma fan sence, sala de wala quetie permitamecerrana 0% pigna de um dri cone anotages aconndas ‘no te xh, ‘Uma grande vantagem do trabalho do professor pesquisador & ‘qe ee resulta em uma "tora pitca on se, em confccimento que Pode influenciar as ates prtcas do professor, permitndo uma ope ‘acionalzagao do proceso agaelleo-ag30, como se demonstra na figura, Voce veri malssobre esa questo nos capitulo subsequentes ‘AGENDA DE UMA PROFESSO- RA PESQUISADORA & ‘eto do si eats cona potesor penne? et @ == As rotinas da pesquisa qualitativa’ ste capitulo trataré de rtinas da pesquisa qualitativa, {que se aplleam também ao trabalho do professor pes- uisador 0 objetivo da pesquisa quaitativa em sala de aula, em especial a etnografi, € 0 desvlamento do que est dentro da Caixa preta” no da a dia dos ambiente escolares,identificando rocessos que, por serem rotiniros, tomam-se invsives” para os ftores que deles participa Ditoem outraspalavas, os atores 3008 tumarnse tanto fs suas rotinas que tém difculdade de perceber os padres estituris sobre os quals essasroinase priticas se assen= fam ou —o que émais strio—tém diiculdade em identifica 08 sig- flieados dessa rotinas ea frm como se eneaisam em uma matriz Social mais ampla, matriz essa que as condiciona, mas éambbém por ‘las condicionada 0 objeto de sua pesquisa: perguntas exploratérias _ pesquisa niin se com perguntas exploratras sobre temas aque psi consttulr problemas de pesquisa. & multoimporan- STELLA MARIS BORTONI-RICARDO 0 professor pesquisador Introducao a pesquisa qualitativa