Você está na página 1de 49

Língua Portuguesa

Prof. Patrick Meneghetti


PROFESSOR PATRICK MENEGHETTI
patrick@dialoghi.com.br
opatrickmeneghetti
opatrickmeneghetti

_ Licenciado em Letras Português


_ Especialista em Língua Portuguesa
_ Professor de preparatório para concursos e
ENEM há mais de 12 anos
1
LÍNGUA PORTUGUESA

2
ANÁLISE SINTÁTICA EXTERNA

3
4
5
6
ORAÇÕES COORDENADAS

7
8
9
O ASSASSINO ERA O ESCRIBA

Meu professor de ANÁLISE SINTÁTICA era o tipo do SUJEITO


INEXISTENTE.
Um pleonasmo, o principal PREDICADO da sua vida, REGULAR
como um PARADIGMA DA 1.ª CONJUGAÇÃO.
Entre uma ORAÇÃO SUBORDINADA e um ADJUNTO
ADVERBIAL, ele não tinha dúvidas: sempre achava um jeito
ASSINDÉTICO de nos torturar com um APOSTO.
Casou com uma REGÊNCIA.

10
A VÍRGULA E AS ORAÇÕES COORDENADAS
1) As orações coordenadas assindéticas devem ser separadas umas
das outras por vírgulas.
Ex.: Nada ouve, nada vê, nada fala.

2) A mesma coisa deve ser feita em relação às orações


coordenadas sindéticas introduzidas por conjunções diferentes de e:
Ex.: Todos estudavam bastante, pois desejavam ser aprovados.

11
 3) Quando a conjunção e estiver presente, devem-se considerar
os seguintes casos:

a) Numa sequência de várias orações, todas são introduzidas pela


conjunção e; nesse caso, a vírgula precederá cada uma das
orações:
Ex.: E ia, e voltava, e ia, e voltava, e tentava outra vez...

12
b) A conjunção possui valor adversativo (=mas)
Ex.: Tivera a grande chance de sua vida, e a deixara escapar.

c) Quando a conjunção une orações de sujeitos diferentes, deve-se


usar a vírgula:

13
b) Quando intercaladas à principal ou a ela antepostas, as orações
subordinadas adverbiais devem ser separadas por vírgula:

Percebi, quando ainda havia tempo de escapar, a aproximação de


Or. Subordinada Adverbial Temporal
um vulto estranho.
Como não soubéssemos o endereço exato, procuramos aquela casa
Or. Subordinada Adverbial Causal
a manhã toda.

14
• Eduardo Leite foi
eleito governador
e já começou a
trabalhar.

15
16
17
ORAÇÕES
SUBORDINADAS ADJETIVAS

18
ORAÇÕES SUBORDINADAS ADJETIVAS: quando iniciam por
pronome relativo, caso em que exercem a mesma função que o
adjetivo, isto é, explicam ou determinam.

19
As subordinadas adjetivas classificam-se em:

EXPLICATIVAS:
Ex.: O sol, que é uma estrela, é o centro do nosso sistema
planetário.

OBS.: As orações subordinadas adjetivas explicativas são


obrigatoriamente separadas da principal por vírgulas.

20
RESTRITIVAS:
Ex.: O homem que trabalha vence na vida.

OBS.: As orações subordinadas adjetivas restritivas nunca são


introduzidas por sinal de pontuação.

21
A VÍRGULA E AS ORAÇÕES SUBORDINADAS ADJETIVAS

O homem, que é um ser social, tem sido isolado pela ambição.


Or. sub. Adjetiva explicativa

22
OBS.: Muitas vezes, o papel restritivo ou explicativo da oração
depende da visão que queremos transmitir:
Ex.: O homem, que é um ser corruptível, dá pouco valor à dignidade.
Or. sub. Adjetiva explicativa
(=Todos os homens são corruptíveis.)

O homem que é um ser corruptível dá pouco valor à dignidade.


Or. sub. Adjetiva Restritiva
(= Apenas aquele homem que se corrompe é que dá pouco valor à
dignidade.)

23
ORAÇÕES
SUBORDINADAS ADVERBIAIS

24
25
26
27
A VÍRGULA E AS ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS

Para pontuarmos os períodos em que surgem orações


subordinadas adverbiais, devemos considerar que essas orações
têm valor de adjuntos adverbiais. Assim, sua pontuação, como a dos
adjuntos, depende de sua posição no período:

28
a) As orações subordinadas adverbiais pospostas à principal podem
ser separadas desta por vírgula. Tal vírgula não é, entretanto,
obrigatória, dependendo da opção de quem escreve:

Virei aqui quando for necessário.


Or. Principal Or. Subordinada Adverbial Temporal

Agiu rapidamente, a fim de que problemas maiores não surgissem.


Or. Principal Or. Subordinada Adverbial Final

29
b) Quando intercaladas à principal ou a ela antepostas, as orações
subordinadas adverbiais devem ser separadas por vírgula:

Percebi, quando ainda havia tempo de escapar, a aproximação de


Or. Subordinada Adverbial Temporal
um vulto estranho.

Como não soubéssemos o endereço exato, procuramos aquela casa


Or. Subordinada Adverbial Causal
a manhã toda.

30
ORAÇÕES
SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS

31
32
A VÍRGULA E AS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS

Para pontuarmos os períodos compostos em que surjam


orações subordinadas substantivas, devemos prestar atenção às
funções sintáticas por ela exercidas. As orações subordinadas
substantivas atuam como sujeito, objeto direto, objeto indireto,
complemento nominal, predicativo e aposto. Dessas funções,
apenas a de aposto implica separação por vírgula. Assim, apenas as
orações subordinadas substantivas apositivas devem ser separadas
por vírgula da principal. Também se podem usar dois-pontos:

Fiz-lhe um pedido, que me deixasse ir ao cinema.


Oração principal Or. sub. substantiva apositiva 33
Fiz-lhe um pedido, que me deixasse ir ao cinema.
Oração principal Or. sub. substantiva apositiva

34
ORAÇÕES REDUZIDAS

35
ORAÇÕES REDUZIDAS

 São as próprias orações subordinadas.

 Não apresentam conectivo.

 São constituídas por verbos na forma nominal (infinitivo,


gerúndio e particípio).

Classificam-se em:

36
REDUZIDA DE INFINITIVO: é a oração caracterizada por verbo no
infinitivo.

Seu desejo era estudar para ser médico.

REDUZIDA DE GERÚNDIO: é a oração caracterizada por verbo no


gerúndio.

Mesmo estudando, não foi aprovado.

REDUZIDA DE PARTICÍPIO: é a oração caracterizada por verbo no


particípio. Para que haja oração subordinada reduzida de particípio,
37

além de não estar formando locução verbal, é necessário que o


REDUZIDA DE PARTICÍPIO: é a oração caracterizada por verbo no
particípio. Para que haja oração subordinada reduzida de particípio,
além de não estar formando locução verbal, é necessário que o
verbo no particípio tenha sujeito próprio, isto é, que o seu sujeito não
seja o mesmo da oração da qual depende.

Liquidada a conta, receberam-se as promissórias.

38
39
EX.:
O pai mandou o filho estudar. Reduzida de infinitivo
O pai mandou que o filho estudasse. Subordinada substantiva
objetiva direta.

40
Vi alguns homens trabalhando no telhado. Reduzida de gerúndio
Vi alguns homens que trabalhavam no telhado. Subordinada adjetiva
restritiva.

Terminada a sessão, todos se retiraram. Reduzida de particípio


Quando terminou a sessão, todos se retiraram. Subordinada
adverbial temporal.

41
EXERCÍCIO

42
1. Não só cantava como também representava.
2. Aquela estrada era perigosa, entretanto era muito usada.
3. Falta carne no mercado, conheça, pois, a comida vegetariana.
4. Dei-lhe um presente, pois era seu aniversário.
5. Ora chama pela mãe, ora procura o pai.
6. Vou sair, que aqui está muito abafado.
7. Aproximou-se e observou tudo à sua volta.
8. Algumas propagandas são horríveis, portanto precisam ser
mudadas.

43
9. Necessito de que ela volte.
10. Tenho necessidade de que ela volte.
11. É necessário que ela volte.
12. Eu sei que isto é importante.
13. Importa que você seja bom aluno.
14. Parece que algumas brincadeiras infantis já não existem.
15. Aquele político aspira a que o elejam prefeito da cidade.
16. Ele espera que os convidados cheguem a tempo.

44
17. As estatísticas mostram que o clima está muito instável.
18. O cientista informou que algumas medidas serão tomadas.
19. Nossa esperança é que os povos vivam em paz.
20. A esperança é uma: que melhore a condição de vida.

45
REVISÃO

46
ESQUEMATIZANDO!
COORDENADAS Assindética
Sindética Aditiva
Adversativa
Alternativa
Conclusiva
Explicativa
SUBORDINADAS Substantiva Subjetiva
+ Predicativa
OP Objetiva direta
Objetiva indireta
Completiva
Nominal
Apositiva
Adverbial Causal
Comparativa
Concessiva
Condicional
Conformativa
Consecutiva
Final
Proporcional
Temporal
Adjetiva
Restritiva

Explicativa

47
PROFESSOR PATRICK MENEGHETTI
patrick@dialoghi.com.br
opatrickmeneghetti
opatrickmeneghetti

48