Você está na página 1de 4

GLOBALIZAÇÃO

O que é isso, afinal?

Cristina Strazzacappa
Valdir Montanari

ORIENTAÇÕES PEDAGÓGICAS

E SUGESTÕES DE ATIVIDADES

mática e Ciências da rede pública e particular


OS AUTORES de ensino do Estado de São Paulo desde 1974.

Cristina Strazzacappa
A OBRA
Formada em Geografia, Pedagogia e Direi-
to pela Universidade Católica de Santos. Pós- Nesta obra os autores descrevem os ante-
graduada (lato sensu) em Direito Comparado cedentes do fenômeno da globalização, a par-
pela Universidade de Paris I, Sorbonne. Profes- tir das Grandes Navegações, que começaram a
sora de Geografia da rede pública e particular interligar os povos de diversos continentes. Mas
de ensino do Estado de São Paulo desde 1964. o grande impulso se deu com o desenvolvimen-
to dos meios de comunicação, seja para o des-
Valdir Montanari locamento de pessoas, como os aviões super-
sônicos, seja para os contatos instantâneos fei-
Formado em Tecnologia de Obras Hidráuli- tos por telefone, fax, Internet, rádio e tevê,
cas Civis pela UNESP. Formado em Física pela intermediados por satélites artificiais.
USP. Pós-graduado (lato sensu), em Física Nu- Dessa forma, o mundo não continuou tal
clear, pela USP. Formado em Jornalismo pela como era, em que as nações assumiam carac-
Faculdade de Comunicação Social Cásper Líbe- terísticas que as distinguiam das demais: ago-
ro. Formado em Direito pela Universidade Ca- ra, a troca constante de informações altera os
tólica de Santos. Pós-graduado (lato sensu) em costumes nos mais variados aspectos: nas for-
Direito Comparado pela Universidade de Paris mas de trabalho, de lazer, de cultura, no âmbi-
I, Sorbonne. Professor de Física, Química, Mate- to econômico, político e científico. Como pre-
dizia MacLuhan, o mundo se transformou mesmo tempo despertar para a convivência
numa “aldeia global”. e a responsabilidade social.

Ler textos e dar significado ao mundo


TEMAS ABORDADOS
O grande desafio da educação começa
• Globalização • Expansão marítima euro- pelo desenvolvimento da capacidade leitora
péia • Progresso das comunicações • Empre- dos alunos, em todas as áreas curriculares, a
sas multinacionais e transnacionais • Globa- fim de que eles possam entender o que lêem,
lização e meios de produção • Desemprego compreender o que ouvem e expressar-se
estrutural • Sindicatos • Globalização da ci- oralmente nos debates com seus colegas e na
ência • Interação de mercados • Blocos eco- redação de seus textos. Dominar criticamen-
nômicos • Globalização cultural te a linguagem supõe a superação de defici-
ências de longa data e já verificadas em di-
versas pesquisas educacionais aplicadas no
ORIENTAÇÕES PEDAGÓGICAS Brasil e também por órgãos internacionais.
Além da constatação do baixo nível de com-
Uma escola para o século XXI preensão leitora e expressão escrita, a pobre-
za do vocabulário reflete a falta de hábito de
Há bastante tempo professores e pedago- leitura de crianças e jovens.
gos vêm discutindo sobre a necessidade de No entanto, desenvolver a compreensão
transformação dos procedimentos de ensino e leitora não se reduz à tarefa solitária de deci-
aprendizagem, sobretudo no que diz respeito frar textos, mas é um processo que deve dar
à superação de arraigadas heranças da escola condições para que o aluno se abra ao con-
tradicional, tais como a ênfase na transmissão fronto com o mundo vivido. Isso acontece não
do conteúdo que, em última análise, leva à pas- só quando ele pode partir da experiência que
sividade dos alunos e à indesejada separação já traz consigo, mas também quando, estimu-
escola-vida. Mais do que nunca sabemos que o lado e enriquecido pela leitura e pelos deba-
mundo contemporâneo, em constante mudan- tes em aula, for capaz de reexaminar os pro-
ça, exige educação diferente, que possibilite aos blemas e conflitos da realidade.
jovens o enfrentamento de situações inespera- O conhecimento contextualizado oferece
das. Em outras palavras, além de adquirir co- mais chances de se tornar um saber ativo, por
nhecimentos, os alunos devem desenvolver permitir que o aluno encontre por si mesmo
competências que lhes permitam continuar novos significados a partir da situação por ele
aprendendo por si mesmos. vivida. Dessa forma, estará aprendendo a des-
As mudanças a que nos referimos são de cobrir os laços indissolúveis entre o conteúdo
naturezas diversas, mas destacaremos apenas de qualquer disciplina e os valores humanos.
duas: a que tem ocorrido no mundo do tra- Para tanto, é importante que seja desenvolvi-
balho e a da formação da identidade pesso- da, além da competência de compreensão do
al. Com a globalização, algumas profissões texto, a análise crítica do conteúdo, que per-
mudam o seu perfil ou simplesmente desa- mita a sua interpretação e problematização.
parecem, enquanto outras novas surgem,
desafiando o trabalhador em termos de mai-
or exigência de sua qualificação bem como SUGESTÕES DE ATIVIDADES
capacidade de flexibilização. Sob esse aspec-
to, a escola precisa saber que tipo de habili- A seguir, apresentamos algumas sugestões
dades estimular para atender às novas de- de atividades, lembrando que elas poderão
mandas. Quanto à formação integral do edu- ser aproveitadas de diversas maneiras, seja
cando, as condições de manutenção das de- para seu uso integral, seja selecionadas se-
mocracias atuais exigem cidadãos que sejam gundo o tempo disponível e as característi-
sujeitos autônomos para pensar e agir. Para cas dos alunos. Você poderá ainda inspirar-
tanto, não basta transmitir informação, mas se nelas para elaborar outras questões, de
educar a partir de valores éticos, estéticos e acordo com os acontecimentos de sua comu-
políticos, de modo a permitir que cada um nidade. É importante destacar que, ao lado
seja capaz de construir sua identidade e ao do trabalho individual, devem ser estimula-
dos os diálogos, o confronto de opiniões, as 5. Verificar se os conceitos estão sendo bem
atividades em equipe. compreendidos ou se há necessidade de al-
Distribuímos as questões segundo três mo- guns esclarecimentos ao longo da leitura.
mentos significativos: as propostas de discus-
são para antes da leitura; o acompanhamento Após a leitura
durante a leitura; e, para após a leitura, a veri-
ficação da compreensão dos conteúdos, bem Algumas questões servem para verificar a
como os elementos para a discussão crítica dos compreensão de conceitos e para identificar as
conceitos aprendidos. principais teses dos autores. A seguir, as discus-
sões devem permitir a retomada das considera-
Antes da leitura ções iniciais para examiná-las à luz dos novos
conceitos aprendidos e para aplicá-las ao con-
É estimulante iniciar a leitura com os conhe- texto vivido. Nessa etapa, a interpretação e pro-
cimentos que os alunos já trazem consigo, le- blematização são importantes para o desenvol-
vantando questões que provoquem a curiosi- vimento do pensamento crítico. Esse processo
dade ao antecipar o que vai ser lido, a fim de será enriquecido pelo exercício da interdiscipli-
instigar a participação. naridade, ao se relacionar o que foi discutido
com outras áreas do conhecimento humano. Em
1. Nessa fase, você deve aproveitar para acos- algumas questões há pistas de respostas ou des-
tumar os alunos ao manuseio do livro: iden- dobramento da própria questão.
tificar os autores e a editora, verificar se o
título é sugestivo, consultar o sumário, ler 6. Dividir a classe em grupos, incumbindo cada
a 4a capa, observar as imagens e outros as- um deles de resumir para os demais o con-
pectos gráficos do livro. teúdo dos seguintes temas, abordados no
livro: a) Primeiro, Segundo e Terceiro Mun-
2. Verificar o que os alunos já ouviram falar dos; b) Empresas multinacionais e transna-
dos costumes de outros países, que hábitos cionais; c) Desemprego estrutural; d) Ter-
estrangeiros foram assimilados no Brasil ceirização e subemprego; e) Teoria dos blo-
(festas, expressões, dança, música etc.). cos regionais e teoria da globalização via
mercados supranacionais.
3. Indagar quem já estabeleceu contatos com
outros países, por exemplo, pelo rádio, te- 7. A globalização tem provocado o chamado
levisão a cabo, telefone, Internet, se já via- desemprego estrutural. Discutir quais seri-
jou (quanto tempo levou para chegar ao am as novas metas de educação da popula-
destino). ção para o enfrentamento desse problema.

Durante a leitura Seria preciso reduzir o analfabetismo e a


evasão escolar; além disso, orientar o aluno
Embora os alunos tenham ritmos diferentes para um mundo em constante mutação: aces-
de leitura, é importante que o professor os so à informática, aprendizagem de línguas,
acompanhe, a fim de contornar possíveis difi- desenvolvimento do senso crítico e da capaci-
culdades e tornar o processo mais sistemático. dade de continuar aprendendo por si mesmo.
Por exemplo, chamar a atenção para a estrutu-
ra do texto, esclarecer dúvidas de vocabulário, 8. Explicar que tipo de empresas estão se de-
de gráficos, tabelas ou de alguns temas abor- senvolvendo, a partir da citação do soció-
dados, utilizar mapas quando for o caso etc. Para logo Renato Ortiz: “Um carro esporte Maz-
que a leitura se torne ainda mais ativa, é bom da é desenhado na Califórnia, financiado
propor que o leitor faça sinais a lápis nas mar- por Tóquio, o protótipo é criado em Wor-
gens das páginas: (!) se ficou surpreso com al- thing (Inglaterra) e a montagem é feita nos
guma passagem por sua novidade; (?) se não Estados Unidos e no México, usando com-
compreendeu bem algum trecho; ou (#) quan- ponentes eletrônicos inventados em Nova
do não concordou com o autor. Jérsei, fabricados no Japão”.

4. Perguntar quais são as principais dúvidas de 9. Ler na figura da pág. 44 do livro a resposta
vocabulário, orientando a utilização do di- da personagem mais velha: poderíamos es-
cionário. clarecer sua dúvida lembrando que a China
utiliza mão-de-obra extremamente barata, tipo de pesquisas têm sido realizadas pelo
além de explorar o trabalho escravo de pri- Projeto Genoma no Brasil.
sioneiros; a Coréia do Sul também paga sa-
lários baixíssimos e submete os empregados A Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa
a rígida rotina de trabalho. Discutir se o Bra- do Estado de São Paulo) investiu em vários pro-
sil deveria ou não evitar a entrada desses jetos, com parceria de diversas empresas, para
produtos. investigar doenças humanas (esquistossomose
e leptospirose) e culturas como cana e eucalip-
O importante no debate é cada aluno justi- to. Em 2000, fizeram o seqüenciamento gené-
ficar o ponto de vista com argumentos, a dis- tico da bactéria Xylella fastidiosa, causadora
cussão poderá seguir duas linhas diferentes: a) do amarelinho, praga da laranja.
quem defende o livre mercado não coloca res-
trições à entrada desses produtos; b) quem visa Identificar no processo de trabalho de nos-
proteger a indústria nacional, propõe restrições sos cientistas, as características da globaliza-
de importação ou taxação. ção no âmbito da ciência.

10. O tema da globalização tem produzido acir- Artes


radas controvérsias. Os alunos deverão fazer
uma pesquisa sobre o Fórum Econômico 12. Dividir a classe em dois grupos a fim de
Mundial de Davos e o Fórum Social de Porto realizar as seguintes pesquisas sobre:
Alegre para que, em seguida, estabeleçam a) o tipo de música estrangeira mais apre-
um debate para se posicionarem a respeito. ciada pelos brasileiros;
b) que países estrangeiros apreciam a mú-
O Fórum Econômico Mundial de Davos reú- sica brasileira, e qual é o tipo preferido.
ne, desde 1971, chefes de Estado, economis-
tas, empresários para discutir as políticas eco- Geografia
nômicas liberais que estão sendo adotadas no
mundo. O Fórum Social de Porto Alegre, cria- 13. Identificar os países que pertencem ao
do em 2000, reúne pessoas do mundo inteiro Mercosul e discutir a importância dessa ali-
que propõem a “globalização solidária”, opon- ança entre os países.
do-se ao tipo de globalização neo-liberal, por
considerar que privilegia os países ricos e pre- Educação física
judica os países emergentes.
14. Discutir a Copa do Mundo, as Olimpíadas,
a Fórmula 1 como exemplos de esportes na
ATIVIDADES INTERDISCIPLINARES era da globalização.

Ciências Língua portuguesa

11. O Brasil tem feito pesquisas com técnicas 15. Fazer uma redação tendo como tema: “Por
de seqüenciamento genético.Investigar que que pretendo ser uma pessoa globalizada”.