Você está na página 1de 13

3 ALGUNS TIPOS DE SELOS MECÂNICOS DA LINHA MECFLU®

3.1 SELO MECÂNICO MF377 – MOLA ÚNICA

Características técnicas:
Selo mecânico industrial de efeito simples, com mola
única cônica, dependente do sentido de rotação do
equipamento, vedação primária tungstênio x
tungstênio. Pode ser balanceado e sua fácil montagem
possibilita inúmeras combinações de materiais. A
transmissão do torque é feita pela mola cônica que
auxilia no bombeamento do liquido para as faces,
aumentando a eficiência da refrigeração e diminuindo
a probabilidade de bloqueamento por sólidos.

Aplicações:
Os selos mecânicos MF377 são utilizados em bombas centrífugas, helicoidais, bombas de
vácuo e outros equipamentos rotativos de pequeno e médio porte. São mais utilizados devido
sua robustez e custo reduzido. Possui aplicação mais indicada para fluídos com concentração
de partículas sólidas, como caldo de cana, caldo primário, caldo clarificado, vinho, vinhaça,
água de rio com concentração de areia e impurezas, entre outros.

Limites de aplicação:
dn = 16 ... 80 mm
p1 = 10 bar
t = - 20 ... 180°c
vg = 10 m/s

Componentes:
Item Descrição
1 Anel Deslizante
2 Sede Estacionária
3 Arruela
4 Anel de Encosto
5 Mola
6 Anel O-Ring
7 Parafuso de Arrasto
8 Anel O-Ring
9 Pastilhas de Tungstênio

12
3.2 SELO MECÂNICO MF32 - CARVÃO x INOX

Características técnicas:
Selo mecânico industrial de efeito simples, com mola
única e cônica que faz a transmissão do torque,
dependente do sentido de rotação do equipamento e com
possibilidade de ser balanceado. Sua fácil montagem
permite inúmeras combinações de materiais.

Aplicações:
Os selos mecânicos MF32 são utilizados em bombas
centrífugas, helicoidais, bombas de vácuo, compressores e outros equipamentos rotativos de
pequeno e médio porte. Sua aplicação é mais indicada para fluidos como água, álcool,
acetona, shampoo, detergentes, gás freon, óleo de soja, óleo mineral, óleo diesel e perfumes.

Obs.: há várias possibilidades de aplicação e vedação com selos mecânicos, desde que se
estude e analise cada caso. Em caso de dúvidas, o Departamento Técnico e o Departamento
de Engenharia MECFLU® estarão prontos para atendê-lo.

Limites de aplicação:

dn = 16 ... 80 mm
p1 = 10 bar
t = - 20 ... 180°C
vg = 20 m/s

Componentes:
Item Descrição
1 Anel Deslizante
2 Sede estacionária
3 Arruela
4 Anel de Encosto
5 Mola
6 Anel O-ring
7 Parafuso de Arrasto
8 Anel O-ring
9 Pastilha de Carvão

13
3.3 SELO MECÂNICO MF477GK – FONTE EXTERNA

Características técnicas:
Selo mecânico industrial refrigerado por fonte externa, de
múltiplas molas, efeito simples, independente do sentido
de rotação e comprimento axial reduzido. É montado
externamente à caixa de selagem, portanto as molas
(múltiplas), não apresentam contato com o produto, não
ocorrendo o risco de travamento por impurezas.

Aplicações:

Os selos mecânicos MF477GK são utilizados em bombas centrífugas, helicoidais, bombas de


vácuo e outros equipamentos rotativos de médio e grande porte. São utilizados também em
vedações verticais superiores para agitadores, reatores e misturadores. Sua aplicação é mais
indicada para fluidos com alta concentração de sólidos, como: caldo de cana, caldo primário,
caldo clarificado, mel de açúcar ou melaço, massa de açúcar, vinho, vinhaça, água de rio com
concentração de areia e impurezas, entre outros.

Limites de aplicação:
dn = 20 … 350 mm
p1 = 12 bar
t = - 20 … 120°C
vg = 10 m/s

Componentes:
Item Descrição
1 Anel Deslizante
2 Sede Estacionária
3 Anel de Arraste
4 Juntas
5 Anel O-Ring
6 Parafuso de Arrasto
7 Pastilhas de Tungstênio
8 Retentor
9 Mola Paralela
10 Sobreposta

14
3.4 SELO MECÂNICO TIPO 21 - CARVÃO X CERÂMICA

Características técnicas:
Selo mecânico de efeito simples, mola única e paralela
(torque através do fole e anel acionador), independente
do sentido de rotação do equipamento, não balanceado,
fácil montagem possibilita inúmeras combinações de
materiais.

Aplicações:
Os selos mecânicos TIPO 21 são utilizados em bombas
centrífugas e monobloco. Na configuração de faces (carvão x cerâmica) é indicado para
aplicações leves, como: água limpa e óleos. Nas demais configurações (tungstênio x
tungstênio) e (silício x silício) são mais indicados para ácidos, água suja, detergentes, vinhaça,
etc. As sedes podem ser confeccionadas no padrão (anel copo) ou em qualquer tipo de sede e
o elastômero pode ser de Buna, Viton, EPDM, de acordo com as necessidades exigidas pelo
equipamento.

Obs.: há várias possibilidades de aplicação e vedação com selos mecânicos, desde que se
estude e analise cada caso. Em caso de dúvidas, o Departamento Técnico e o Departamento
de Engenharia MECFLU® estarão prontos para atendê-lo.

Limites de aplicação
dn = 1/4" ... 4"
p1 = 7 bar
t = - 20 ... 180°C
vg = 13 m/s

Componentes:
Item Descrição
1 Fole
2 Sede Estacionária
3 Anel Acionador
4 Mola
5 Anel Deslizante
6 Anel Copo
15
3.5 SELO MECÂNICO MG1 – FOLE DE BORRACHA

Características técnicas:
Selo mecânico industrial de efeito simples
de fole de borracha (torque através do fole
– proteção total do eixo), independente do
sentido de rotação do equipamento, não
balanceado, possibilita inúmeras
combinações de materiais.

Aplicações:
Os selos mecânicos MG1 são utilizados em bombas de deslocamento positivo, monobloco e
submersas. A vedação por fole permite maior tolerância para eventuais jogos axiais e
desalinhamento do equipamento. O torque é absorvido, as tensões deformadoras e o
deslizamento são eliminados protegendo o eixo ou a luva contra desgastes. É recomendado
para funções com meios contendo sólidos, por exemplo, em aplicações de águas residuais,
efluentes e óleos. As sedes podem ser confeccionadas no padrão (anel copo) ou em qualquer
tipo de sede de acordo com as necessidades do equipamento.

Limites de aplicação
dn = 10 ... 100 mm
p1 = 10 bar
t = - 20 ... 140°C
vg = 10 m/s

Componentes:
Item Descrição
1 Pastilha de Silício
2 Fole
3 Mola
4 Anel O-ring
5 Sede Estacionária

16
3.6 SELO MECÂNICO MFCS15 - CARTUCHO

Características técnicas:
O termo selo cartucho é utilizado para descrever os selos que
já são pré-montados, ou seja, pronto para ser instalado no
equipamento sem necessidade de ajustes ou cálculos de
montagem trazendo maior facilidade na hora da montagem.

Aplicações:
Selo MFCS15 é utilizado para condições de trabalho mais
severas, onde o selo interno fica em contato com o produto
bombeado, indicado especialmente para Agitadores e
Reatores. Suas molas protegidas impossibilitam o contato com o produto, trazendo maior vida
útil ao conjunto, pois impossibilita o travamento por partículas sólidas. A facilidade na hora
da montagem é um dos seus grandes diferencias.

Limites de aplicação
dn = 25 ... 125 mm
p1 = 20 bar
t = - 30 ... 180°C
vg = 10 m/s

Componentes:
Item Descrição
1 Anel Deslizante
2 Sede Estacioária
3 Luva
4 Anel de Arraste
5 Mola
6 Anel o-ring
7 Parafuso de Arrasto
8 Anel o-ring
9 Pastilhas de Tungstênio
10 Anel 0-ring
11 Anel de Teflon

17
3.7 SELOS MECÂNICOS MFK - REATOR

Características técnicas:
Efeitos simples ou duplo, balanceado ou não,
externo em unidade pronta para montagem.
Dispensam acessórios para pressurização e
controle. Opera com circulação de fluido limpo e
neutro de qualquer fonte sem pressão.

Aplicações:
Reatores, misturadores, agitadores e outros equipamentos de acionamento superior que
operem com pressões e velocidades moderadas. Fabricados em materiais adequados para cada
aplicação específica. Pode ser aplicado na vedação de líquidos abrasivos, inflamáveis ou
tóxicos, podendo ser aplicado na vedação de gases.

Limites de Aplicação:
dn = 40 ... 220 mm
p = vácuo ... 6 bar
t = - 80 … 350ºC
vg = 2 m/s

18
4 NOMENCLATURA DOS SELOS MECÂNICOS MECFLU®

4.1 EXEMPLO:

[MF]1 [3]2 [77]3 [S5]4 – [D]5 – [C]6 / [60 MM]7 – [R]8

[ ]1: MECFLU®
[ ]2: Modelo do selo: 3 = mola cônica e 4 = molas múltiplas
[ ]3: Combinação de faces:
2 = carvão x inox
27 = carvão x tungstênio
27= carvão x silício
77= tungstênio x tungstênio
77= silício x silício
Obs: demais combinações é expressa por extenso, ex: carvão x cerâmica

[ ]4: modelo sede estacionária:


S5: sede pinada
2F: sede com canal para o anel o-ring
GK: sede para selo externo com juntas de papelão hidráulico
G4: perfil da sede S5 sem o rasgo para ancoragem do pino
G60: Sede com anel copo

[ ]5: letra “D” usada para identificar selos duplos


[ ]6: letra “C” usada para identificar selos cartuchos
[ ]7: diâmetro nominal do eixo ou luva do equipamento a ser selado
[ ]8: sentido de enrolamento da mola:
“L” de left – anti-horário e “R” de right – horário

19
De acordo com EN 12756/ DIN 24960:

Material das faces Vedações Secundárias Molas e materiais de


construção
B1: carvão E: EPDM®
G ou G1: aço inox CrNiMo K: Kalrez®, Chemraz® G: aço inox
U1: tungstênio soldado N: Neopren® M: Hastelloy®
U2: tungstênio maciço P: Nitrilica M4: Monel®
U22: tungstênio emanchado S: Silicone M6: Inconel®
Q2: silício maciço V: Viton® T2: Titanium
Q22: silício emanchado M1: Viton encapsulado PTFE

4.2 MODELOS DE SEDES ESTACIONÁRIAS

Obs.: Existe uma série de modelos de sedes estacionárias disponíveis no catálogo da


MECFLU®, contudo é possível desenvolver qualquer tipo de sede de acordo com a exigência
do cliente, seguido sempre os padrões de engenharia e os limites de aplicação para cada
equipamento. Em caso de dúvidas, o Departamento Técnico e o Departamento de Engenharia
MECFLU® estarão prontos para atendê-lo.

20
4.3 COMBINAÇÕES DE FACES

Os materiais deslizantes podem ser classificados conforme na figura abaixo:

Propriedades das combinações dos materiais das faces deslizantes:

21
4.4 PROPRIEDADES DOS ELASTÔMEROS

Elastômeros são materiais poliméricos com grandes cadeias moleculares, não


perdendo as características elásticas com a variação de temperatura. Em baixas temperaturas
aumentam sua rigidez e em altas temperaturas mantém a elasticidade, sem fluir, até atingir sua
temperatura de deterioração. Podem ser obtidos a partir de meios orgânicos (plantas vegetais)
ou de hidrocarbonetos (borracha sintética). Atualmente, são produzidos em torno de 30 tipos
de elastômeros, sendo os principais:

 Borracha de nitril-butadieno (NBR)


 Borracha de etileno-propileno-dieno (EPDM)
 Borracha fluorada (FKM - Viton®)
 Borracha perfluorada (FFKM - Chemraz®)

BORRACHA NITRÍLICA (BUNA-N) – N.B.R

Descrição: É o elastômero mais difundido na indústria de vedadores por suas


excelentes propriedades de resistência química. Também é usado por suas excelentes
características físicas com baixa deformação permanente, alta resistência à tração e a abrasão.

Limites de Temperatura: -40°C até 100°C (calor seco e nunca contínuo).

Limitações: Nunca deve entrar em contato com solventes altamente polares como
acetona e M.E.K., hidrocarbonetos clorados e nitro-hidrocarbonetos. Também se deve evitar
contatos diretos com ozônio e luz solar. Recomenda-se o uso de Borracha Nitrílica para:

 Vedações em geral;
 Óleos e Fluidos à base de Petróleo;
 Água;
 Álcoois
 Graxas e Óleos de Silicone;
 Lubrificantes à base de Di-Ester (MIL - L - 7808);
 Fluidos à base de Etileno Glicol (Hydrolubs).
22
ETILENO – PROPILENO (E.P.D.M.)

Descrição: É um copolímero de etileno e propileno (EPM) combinado com um


terceiro comonômero (EPDM). Tem sido muito aceito na indústria de vedantes por suas
excepcionais características de resistência. Ultrapassa aos agentes químicos que causam
deterioração rápida a Nitrila. Caracteriza‑se pela boa resistência aos solventes polares tais
como as cetonas (MEK e Acetona).

Limites de temperatura: -50°C até +150°C

Limitações: Não se recomenda o uso de modo geral a solventes, óleos e combustíveis


derivados de petróleo. Recomenda-se o uso de Etileno Propileno para:

 Fluidos hidráulicos à base de Ester-Fosfato (Skydrol, Fyrquel, Paydraul);


 Vapor (até 200ºC);
 Água quente;
 Óleos e Graxas de Silicone;
 Ácidos diluídos;
 Álcalis diluídos;
 Cetonas;
 Álcool;
 Fluido de freio automotivo.

FLUOROCARBONO – F.K.M (Viton®)

Descrição: Combinação de uma alta resistência à temperatura e uma destacada


resistência química. Os fluorocarbonos são altamente resistentes ao inchamento em gasolina,
misturas de gasolina e misturas de gasolina/álcool, bem como resistentes a degradação por luz
ultravioleta e ozônio. Com uma baixa permeabilidade aos gases, os fluorcarbonos são bem
adequados para serviços de vácuo severo.

Limites de Temperatura: Composto Padrão -25ºC até 200ºC.

23
 Óleos de Petróleo:
 Lubrificantes de Di-Ester (MIL-L-7807, MIL-L-6085):
 Graxas e Fluidos de Silicone;
 Hidrocarbonetos Halogenados (Tetracloreto de Carbono, Tricloroetileno);
 Alguns fluidos à base de Éster-Fosfato;
 Ácidos.

BORRACHA PERFLUORADA (FFKM - CHEMRAZ®)

Ligação do tetrafluoretilino com fluorelastômero. Alia a resistência química do PTFE


com a elasticidade dos fluorelastômeros. Em caso de aplicações em água quente absorve a
mesma.
Apresenta uma larga faixa de aplicação quanto a temperatura, que vai de -30ºC a
+316ºC. Apresenta pouca perda de massa quando submetido ao vácuo, mesmo em altas
temperaturas. Resiste bem quimicamente a:

 Praticamente quase todos os produtos químicos.


 Oxigênio, ozônio, intempéries e envelhecimento.

Não resiste quimicamente a:


 Substâncias a base de flúor.
 Álcalis (sódio e potássio).

24

Você também pode gostar