Você está na página 1de 13

SISTEMA NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL - SENAI

ANDRÉ LUIZ DIMIRAS TOLEDO

CLAUDIO TRESSINO DE OLIVEIRA

LUIS GUSTAVO MAÇAN

RELATÓRIO

SISTEMAS DE CLIMATIZAÇÃO – AR CONDICIONADO

LONDRINA

2018
ANDRÉ LUIZ DIMIRAS TOLEDO

CLAUDIO TRESSINO DE OLIVEIRA

LUIS GUSTAVO MAÇAN

RELATÓRIO

SISTEMAS DE CLIMATIZAÇÃO – AR CONDICIONADO

Este trabalho tem por finalidade a obtenção de


nota parcial na disciplina UC08 Sistemas de
Conforto, Conveniência e Entreterimento
ministrado pelo professor: Fábio Costa.

LONDRINA

2018

2
SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO ........................................................................................................................4
2. CAUSAS DA ANOMALIA ......................................................................................................5
3. PROCEDIMENTOS ................................................................................................................6
3.1. procedimentos de teste ....................................................................................................6
3.2. Procedimentos de reparo .................................................................................................8
3.3. procedimento de recarga de gás refrigerante ................................................................8
3.4. Procedimentos na utilização da estação recicladora ...................................................9
3.5. Reposição de óleo lubrificante ...................................................................................... 10
3.6. Equipamentos, ferramentas e fluidos ......................................................................... 11
3.7. Epis, materiais utilizados ................................................................................................ 11
4. CONCLUSÃO ....................................................................................................................... 12
REFERÊNCIAS ........................................................................................................................ 13

3
1. INTRODUÇÃO

Automóveis modernos contam com sistemas de conforto os quais proporcionam aos


ocupantes viagens mais prazerosas, confortáveis e menos cansativas. Um dos sistemas é
indispensável para veículos de todos os lugares do mundo, os sistemas de climatização
para resfriamento e/ou aquecimento do habitáculo do veículo. O princípio de funcionamento
dos condicionadores de ar nada mais é do que a troca de temperatura do ambiente interno
pelo externo, através da passagem do ar pela serpentina do evaporador (radiador frio) que,
por contato, sofre queda de temperatura, diminuindo a umidade relativa do ar. A refrigeração
é possível graças às mudanças de estado do refrigerante, ora em estado líquido (alta
pressão), ora gasoso (baixa pressão). Ao mudar do estado líquido para o gasoso, processo
chamado de evaporação, o refrigerante absorve o calor do ar dentro do habitáculo,
superaquecendo o fluído. De modo inverso, ao passar do estado gasoso para o líquido, o
refrigerante perde calor na parte externa do veículo, processo chamado de condensação, no
qual o gás refrigerante recebe super-resfriamento. Ou seja, perde o calor absorvido no
evaporador. Este trabalho tem como objetivo simular e demosntrar um possível serviço de
reparo no sistema de ar condicionado automotivo, tanto quanto as ferramentas utilizadas e
diagnóstico realizado no veículo.

Figura 1. Esquema de funcionamento do ar condicionado automotivo.

Fonte: ambientegelado.com.br

4
2. CAUSAS DA ANOMALIA

Existem algumas anomalias que interferem no sistema do Ar condicionado, é


importante sempre que for fazer algum procedimento de diagnostico, manuntençao,
montagem e desmontagem de componentes do sistema de climatização, em qualquer
veiculo ter em mãos o manual de manutenção do veiculo e o devido diagrama elétrico.

Ao receber as informações do Sr Manuel chefe da oficina sobre o veículo com


problema, verificamos a tensão da bateria, já que uma tensão insuficiente na bateria pode
inviabilizar o funcionamento do sistema de ar condicionado.Depois de verificar a tensão o
próximo passo é medir a eficiência do ar condicionado, neste caso é necessário medir a
temperatura do ar na saída do painel do veiculo com um termômetro de preferencia o digital.

A possível causa relatada pelo cliente sobre o seu veiculo pode estar relacionado
aos componentes de refrigeração de Ar, ligado diretamente a fuga de gás
refrigerante,compressor do ar condicionado,ventoinha do condensador, filtros e falhas
elétricas.

Fuga de gás: Esse problema é um pouco mais difícil de ser identificado, mas, ainda assim,
muito simples de ser resolvido. Ele acontece, geralmente, porque alguma das conexões do
equipamento está pouco apertada e causando esse “transtorno”.O óleo lubrificante do ar é
vitalício,sendo substituído apenas quando hover problema com os sitema,como a
contaminação do sistema por ar quando há vazamentos e o sistema perde a pressão por
completo

Compressor do Ar Condicionado: Para que o ar condicionado esteja em perfeito


funcionamento, o compressor do ar condicionado precisa estar lubrificado a todo momento.
Se, mesmo por alguns instantes, essa lubrificação parar de acontecer, o ar condicionado
não irá gelar,pois o compressor é responsável por comprimir o gas do circuito e faze-lo
circular em todo sistema,passando por todos os componentes do circuito de ar.

Ventoinha do condensador: Algum defeito na ventoinha do condensador, por exemplo. Esse


caso é motivado, em geral, pelo desgaste da peça,a ventoinha ou eletroventilador trabalha
junto com o condensador tendo a função de dissipar a alta temperatura acumalada durante
a compressão do gás.

Filtros: Quando sujos pode impedir o fluxo de ar e,com isso não refrigera o habitáculo de
maneira correta.

5
Falhas Eletricas: As falhas elétricas costumam ser ignoradas, mas é mais frequente do que
se imagina. Nesse caso, os ventiladores param de funcionar, ou não funcionam de forma
adequada, ventilando apenas internamente, não expelindo os ares pelas saídas. Esse
processo faz com que resfriado pelo sistema não se espalhe pelo carro,
causando problemas, desde a simples falta de refrigeração no interior do veículo até o
sobrecarregamento do sistema que ficam sem ter para onde mandar o fluxo de ar.

3. PROCEDIMENTOS

3.1. procedimentos de teste

Para fazer os testes do veiculo precisei de algumas ferramentas:

Dispositivo de Medição: É o que mede a quantidade de ar que o compressor movimenta


num determinado tempo,e com isso ele vai medir a pressão da saída de ar do compressor
automotivo.

Figura 2. Dispositivo de medição.


Fonte: redehds.com

Inserçao de Contraste e Lanterna: O Líquido para contraste detecta vazamentos em


sistemas de ar condicionado através do contraste de cor com a lâmpada U.V.. É compatível
com os gases R12/R134a, não reagindo quimicamente quando em contato com
esses gases e com óleos. Substitui os processos para detecção de vazamento
convencionais, tais como, espuma e métodos mecânicos. O sistema de ar condicionado
funciona perfeitamente, mesmo com a presença do contraste.

6
Figura 3. Líquido de contraste.
Fonte: wurth.com.br

Analizador de Gases: É um instrumento que detecta vazamentos de diferentes gases


halogênicos,indicando a concentração de gas emitindo um sinal sonoro com frequência
variável.

Figura 4. Dispositivo de análise de gases.


Fonte: redehds.com

Analise Visual: É a maneira mais simples de fazer a verificaçao inicial é pelo modo tatil,que
é tocado em partes do circuito a fim de perceber sua tempeartura.

7
3.2. Procedimentos de reparo

O problema relatado pelo cliente sobre o sistema de ar devera ser reparado,assim


fazendo todos os testes e diagnoticos mensionados, verificando todo o sistema de ar. Se o
procedimento for apenas conexao é so apertar ou subistituir em caso de roptura,se for
mangueira é necerssario substiuila. Todas as peças que apresentarem defeito sera
necessario fazer reparo ou substituila. Lembrando sempre que a reparaçao devera ser de
acordo com as instruçoes do manual do veiculo, obedecendo as normas descritas na NBR
15629-2008, vale ressaltar que é essencial ter em maos o diagrama do veículo para a
manuntenção.

3.3. procedimento de recarga de gás refrigerante

Veículo analisado conforme agendamento do cliente:

Marca: Volkswagem
Modelo: Fox 1,6 – Xtreme Flex
Ano 2016/2017

Iniciamos as analises, verificando o manual do veículo, onde nos informa a


quantidade de Fluido e a densidade que será utilizado:

• Fluido R134A – Na quantidade especifica deste veículo é de 450-550 g;


• Óleo Compressor 150ml
• Óleo condensador 25ml
• Óleo evaporador 25ml

Inicialmente, os procedimentos à serem efetuadas levam em conta a segurança


pessoal e de outras pessoas, por isso é importante a utilização de equipamentos adequados
e de segurança para todos.
Mediante aos requisitos, nunca devemos abrir as válvulas de pressão do sistema de
ar-condicionado, pois este possui gases nocivos ao meio ambiente e aos seres humanos.

8
Quanto a reciclagem dos fluidos devemos inicialmente com ajuda de um manômetro,
plugando os cabos de alta pressão e baixa pressão, para assim iniciarmos as medidas de
gases no sistema como um todo.
Não podemos efetuar a reciclagem dos fluidos, somente pela leitura da pressão, pois
esta poderá apresentar algum erro na leitura, já que no manual de reciclagem destes fluidos,
temos que utilizar a leitura dos fluidos e também fazer a medição pelo PESO destes fluidos.
Assim nos dando plena segurança na quantidade correta que devemos acrescentar ao
sistema de ar-condicionado. Então utilizamos na reciclagem e aplicação dos fluidos e gases
sua medição em pressão e peso, evitando assim maiores problemas aos nossos clientes.

3.4. Procedimentos na utilização da estação recicladora

1. Ligue o cabo de energia a uma tomada elétrica em 220 Volts;

2. Ligue a TD 7000 na chave liga/desliga no painel;

3. Conecte as válvulas de alta e baixa pressão nas conexões do sistema de ar


condicionado do veículo;

4. Abra as válvulas do engate rápido de alta e baixa pressão;

5. Se houver uma pressão acima de 0,30 bar ou 4,35 psi nas linhas de alta ou baixa
pressão, inicie o processo de reciclagem através da tecla Caso contrário execute o teste de
vácuo.

6. Aguarde a pressão nas linhas serem menores que 0 bar, caso esteja, pressione a tecla
STOP, caso contrário repita o processo de reciclagem.

7. Neste momento a máquina iniciará o processo de drenagem automaticamente, aguarde


aproximadamente 30s e aperte a tecla STOP.

8. Verifique a quantidade de óleo descartado na garrafa graduada parte lateral da TD 7000,


anote a quantidade.

9. Inicie o processo de vácuo acionando a tecla “VACUUM” alfanumérico selecione o tempo


de vácuo;

10. Aguarde o final do processo;

9
11. Neste momento o display exibirá a seguinte mensagem “INJECT OIL”, insira na garrafa
graduada, localizada na parte lateral da máquina, a mesma quantidade de óleo descartada
no passo 7. Essa reposição só deve ser realizada após o término do processo de vácuo.

12. Inicie o processo de carga através da tecla “CHARGE” quantidade de líquido refrigerante
a ser colocado, utilizando o teclado alfanumérico;

13. Aguarde o final do processo;

14. Ligue o sistema de ar condicionado do veículo e verifique a pressão manômetros;

15. Feche as válvulas de alta e de baixa pressão e remova as mangueiras do veículo.

16. Ainda contém gás nas mangueiras, para remover o gás e, consequentemente a pressão,
aperte a tecla “RECOVER”, aguarde até que a pressão seja menor que 0 bar e, em seguida
aperte a tecla “STOP”.

17. Desligue a TD 7000 na chave liga/desliga no painel e retire o cabo de energia da


tomada;

3.5. Reposição de óleo lubrificante

O óleo lubrificante é algo muito importante para o bom funcionamento do sistema de


refrigeração automotiva. Ele é misturado com o próprio fluído sistema e circula com o
objetivo de lubrificar as peças móveis como compressor, válvula de expansão, além de
conexões e mangueiras. A falta de óleo poderá causar danos ao compressor e mangueiras.
O excesso poderá causar isolação térmica diminuindo a capacidade de rendimento do
sistema de refrigeração.

Caso haja a necessidade de troca de algum componente do sistema, será


necessário recarregar o óleo lubrificante durante a carga de fluído refrigerante.

10
3.6. Equipamentos, ferramentas e fluidos

Chave Philips;
Chaves 10;11;12 ;
Gás Refrigerante R 134 A;
Óleo Refrigerante Sintético;
Manômetro de pressão;
Lanterna Ultravioleta;
Analisador de Gases
Estação de Recarga de Gás Refrigerante – Modelo TD 7000;
• Funções:
Recolhe o fluido refrigerante (R134A) do ar-condicionado;
Troca o óleo do sistema de ar-condicionado;
Retira óleo usado e injeta um novo óleo;
Verifica Vazamentos;
Injeta um novo fluido refrigerante (R134A) na quantidade correta, conforme
especificação do fabricante .

3.7. Epis, materiais utilizados

Óculos de proteção;
Luvas;
Botinas fechada;
Jaleco;
Calça Comprida;
Elevador hidráulico.

11
4. CONCLUSÃO

O sistema de climatização é composto por diversos componentes que, ligados em


série em um circuito fechado atuando através do sistema de compressão e expansão de
gases, permitem o controle do ar interno do veículo para um melhor conforto durante a
viagem. Assim como diversos outros sistemas veículares, o sistema de ar condicionado
possui manutenções preventivas a serem respeitas as quais asseguram um perfeito
funcionamento. Por este motivo, é altamente recomendado que o mecânico que atue na
manutenção corretiva ou preventiva preferencialmente se atente ao funcionamento do
sistema, assim como peças de reposição corretas, montagem e teste do equipamento
instalado no veículo. O mecânico deve seguir os procedimentos de manutenção detalhados
especificamente para cada veículo, se atentar ao uso correto dos EPIs e EPCs fornecidos
pela empresa e informar ao cliente exatamente quais componentes foram analisados,
substituídos ou reparados, tanto quanto informações sobre condução adequada e prazos ou
distâncias percorridas recomendadas para a próxima manutenção preventiva. O descarte do
material substituído, óleo, cabos, pastilhas, estopas e etc. deve ser realizado de acordo com
cada correta respectiva destinação de descarte evitando a contaminação do meio, da água
e sujeira no ambiente de trabalho.

12
REFERÊNCIAS

Ambiente Gelado. PRINCÍPIO DE FUNCIONAMENTO AR CONDICIONADO


AUTOMOTIVO. Disponível em: < http://www.ambientegelado.com.br/v51/index.php/artigos-
tecnicos/arcondicionado/598-principio-de-funcionamento-ar-condicionado-automotivo>.
Acesso em: 01/03/2018

Minuto Seguros. AR CONDICIONADO NÃO ESTÁ GELANDO O CARRO? SAIBA QUAL


PODE SER O PROBLEMA. Disponível em: <https://www.minutoseguros.com.br/blog/ar-
condicionado-nao-esta-gelando-o-carro/>. Acesso em: 01/03/2018.

K2 Ar Condicionado. ÁREAS DE ALTA E BAIXA PRESSÃO DO AR CONDICIONADO


AUTOMOTIVO. Disponível em: <http://k2arcondicionado.com.br/article/areas-de-alta-baixa-
pressao.html>. Acesso em: 01/03/2018.

13

Você também pode gostar