Você está na página 1de 146

Todos os direitos autorais reservados pela TOTVS S.A.

Proibida a reprodução total ou parcial, bem como a armazenagem em sistema de recuperação e a transmissão,
de qualquer modo ou por qualquer outro meio, seja este eletrônico, mecânico, de fotocópia, de gravação, ou outros,
sem prévia autorização por escrito da proprietária.
O desrespeito a essa proibição configura em apropriação indevida dos direitos autorais e patrimoniais da TOTVS.
Conforme artigos 122 e 130 da LEI no. 5.988 de 14 de Dezembro de 1973.
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento
Índice

Índice.......................................................................................................................................................... 2
1. Objetivos........................................................................................................................................... 4
2. Introdução......................................................................................................................................... 4
2.1. Conceito de estoques............................................................................................................................ 4
2.2. Classificação dos itens.......................................................................................................................... 4

Fechamento Logix – 10.02


Estoque/Custos

Habilitar o participante nas funcionalidades do ambiente de forma


sistemática e prática, abordando diversas opções oferecidas pelo
sistema, tais como: fechamento fiscal, fechamento de estoque e
fechamento de custo.

2.3. Etapas da movimentação de estoque.................................................................................................... 5


3. Fluxo.................................................................................................................................................. 8
4. Fechamento fiscal............................................................................................................................... 8
5. Fechamento de estoque..................................................................................................................... 9
5.1. Princípios contábeis de estoque............................................................................................................ 9
5.2. Parâmetros........................................................................................................................................... 11
5.3. Cadastros............................................................................................................................................. 14
5.4. Bloqueio movimentação....................................................................................................................... 15
5.5. Valorização dos estoques (ALMOXARIFADO)......................................................................................... 19
Fechamento Estoque/Custos

5.6. Consistências de Estoques.................................................................................................................... 27


5.7. Relatórios........................................................................................................................................... 36
5.8. Contabilização.................................................................................................................................... 42
6. Fechamento de custos........................................................................................................................ 49
6.1. Conceitos de custos.............................................................................................................................. 49
6.2. Exercício conceitual.............................................................................................................................. 51
6.3. Cadastros............................................................................................................................................. 56
6.4. Parâmetros........................................................................................................................................... 63
6.5. Preparação dos dados........................................................................................................................... 65
6.5.1. Estrutura utilizada.............................................................................................................................. 70
6.5.2. Apropriação de consumo................................................................................................................... 70
6.5.3. Tempos.............................................................................................................................................. 80
6.5.4. Taxa de absorção............................................................................................................................... 86
6.5.5. Custos operacionais........................................................................................................................... 94
6.5.6. Consistências de Custos..................................................................................................................... 96
6.6. Valorização dos estoques (PRODUÇÃO)................................................................................................. 97
6.7. Contabilização custos............................................................................................................................ 103
6.7.1 CST5010 Tipo de despesa por componente de custo............................................................................103
6.7.2 CST5370 Custo de produção................................................................................................................ 104
6.7.3 CST5380 Consumo Semi-acabados/Finais............................................................................................ 106
6.7.4 CST5470 Custo das vendas.................................................................................................................. 108
6.7.5 CST7150 Ordens em processo............................................................................................................. 110
6.7.6 CST7110 Lançamentos contábeis......................................................................................................... 111
6.7.7 CST5390 Libera lote para contabilidade............................................................................................... 113
6.7.8 CST5410 Consulta lançamentos contábeis........................................................................................... 114
7. Encerramento e reabertura................................................................................................................ 116
7.1. Encerra mes.......................................................................................................................................... 116
7.2. SUP0505 Reabertura de estoque........................................................................................................... 118
7.3. CST5320 Exclusão de versão de custo.................................................................................................... 119
8. Relatórios........................................................................................................................................... 120
8.1. Relatórios de estoque........................................................................................................................... 120
8.1.1. SUP6260 Consumo por centro custo/ordem serviço/tipo despesa......................................................120
8.1.2. SUP0428 Posição de estoque por conta contábil.................................................................................123
8.1.3. SUP7620 Lançamentos contábeis por conta........................................................................................ 124
8.2. Relatórios de custos.............................................................................................................................. 124
8.2.1. CST5560 Custo dos produtos vendidos............................................................................................... 125
8.2.2. CST7260 CPV por componente de custo............................................................................................. 126
8.2.3. CST7240 Custo de produção por item................................................................................................. 128
9. LOG00086 Parâmetros do sistema...................................................................................................... 130

3
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento
9.1. Cadastros de custos.............................................................................................................................. 130
9.2. Preparação dos dados........................................................................................................................... 130
9.3. Custo por ordem de produção............................................................................................................... 137
9.4. Cálculo custo........................................................................................................................................ 141
9.5. Contabilização...................................................................................................................................... 141
Fechamento Estoque/Custos

1. Objetivos

Orientar e capacitar cada participante a entender e utilizar o módulo de Fechamento Estoque/Custos.

2. Introdução

O objetivo do módulo de Fechamento de estoque e custo é valorizar os estoques de produtos acabados, produtos em processo e
matérias-primas, permitindo um completo gerenciamento de custo dos itens da empresa.
Da mesma forma que o controle do estoque é efetuado através da unidade de medida do do item, o custo médio contábil, o custo
médio em moeda forte e o custo de reposição calculados por este módulo referem-se à unidade de medida.
Este sistema atualiza o custo das movimentações de estoque dos itens conforme a sua utilização:
- Entrada de nota fiscal
- Terceirização
- Transferências
- Apontamento de produção
- Consumos
- Vendas
- Devoluções
- Ajustes

2.1. Conceito de estoques

São quantidades armazenadas ou em processo de produção com a função principal de criar uma interdependência
das necessidades de materiais entre os vários estágios da cadeia produtiva.
A interdependência das movimentações de estoque pode ser representada pela figura abaixo:

Para produzir o item A-01 existe uma dependência da existência de saldo de estoques dos itens MP-B-01 e MP-B-02. A
entrada e a saída geram movimentações de estoque, que são os registros da sinergia em toda a cadeia produtiva deste item.
Assim ocorre em praticamente todos os itens que são consumidos no mundo.

2.2. Classificação dos itens

Estoque de Matéria Prima - São os materiais diretos, de forma bruta ou não, utilizados na produção. Normalmente
são comprados ou obtidos pela própria empresa. Entram no estoque através da digitação de um documento fiscal no
recebimento de materiais. (Ex: Barra de ferro, ferro gusa, tubo, algodão, trigo etc ...)

5
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento
Estoque de Material de Processo – São os materiais indiretos, de forma bruta ou não, que dão forma, mas não
agregam ao produto. Normalmente são comprados ou obtidos pela própria empresa. Entram no estoque através da digitação
de um documento fiscal no recebimento de materiais. (Ex: Esmeril, lixa, rebolo, carvão, resina etc ...)

Estoque de Itens Produzidos ou em Processo – São os materiais que estão dentro da linha de produção e que já
sofreram fisicamente alguma operação de produção ou transformação, mas que ainda não podem ser considerados como
finalizados ou prontos para o consumo final.
(Ex: Tubo cortado, dobrado, retorcido, fio bruto, etc ...)

Estoque de Material Beneficiado – São os materiais que são agregados no produto em alguma operação do processo
produtivo, onde a responsabilidade pelo serviço de produção é de terceiros. Também é conhecido como beneficiamento
externo, industrialização ou terceirização. (Ex: Pintura, polimento, zincagem, cromagem etc ...)

Estoque de Produto Final – São itens que estão com o seu processo de produção finalizados estando prontos para
consumo pelos clientes.

Estoque de Materiais de Uso e Consumo – São materiais de apoio utilizados na atividade do dia a dia da empresa e
que não estão ligados diretamente ao processo produtivo. Estão enquadrados nesta classe materiais de consumo na
produção e escritório, materiais de manutenção elétrica e mecânica, imobilizado e outros. (Uniformes, rolamentos, cabos,
toner, etc ...).

No Logix, os itens são classificados da seguinte forma:

C – Comprados que correspondem a:


Estoque de Matéria Prima
Estoque de Materiais de Processo
Estoque de Material de Uso e Consumo

B – Beneficiado que corresponde a Estoque de Material Beneficiado

P – Produzido que corresponde a Estoque de Itens em Processo ou Produzidos

F – Final que corresponde a Estoque de Produto Final

T – Fantasma que corresponde a item de ligação de Estrutura, não controla estoque e serve para custear uma
determinada fase de fabricação.

2.3. Etapas da movimentação de estoque

Movimentação de estoque é uma transação que envolve o movimento de um ou mais material de um local para
outro. Alguns exemplos de movimentação de estoque:
 Recebimento de Materiais
 Requisição de Materiais
 Apontamento de Produção
 Baixa por Apontamento (Back-flush)
 Faturamento
 Ajuste de Inventário de Estoques
 Ajuste de Custo do Item no Fechamento
 Consignação de Materiais
 Devolução de Fornecedores, clientes e Nota de Débito
 Terceirização
Fechamento Estoque/Custos

Todas essas etapas devem ser custeadas, valorizadas e contabilizadas, para que isso aconteça de forma natural é
preciso uma boa parametrização nas operações de estoque que relacionam cada uma das etapas acima ao movimento de
estoque. Essa parametrização é realizada no programa SUP0660 (Operações de estoque).

Principais campos:

Tipo operação: identifica se é entrada, saída ou diversos (que não movimenta estoque), onde:
D – Diversos
E – Entrada
S - Saída

Origem/Destino: identifica de onde vem e para onde vai aquela movimentação no estoque, do
fornecedor/cliente/local da empresa mesmo/da produção/ajuste (não tem origem certa)/transferência (de outra empresa),
onde:
F – Fornecedor
L – Local
U – CC/Produção
C – Cliente
A – Ajuste
T – Transferência

Quantidade: se a operação for controlar apenas valor do estoque essa opção deve estar desmarcada, usado apenas
para ajustes de valor no estoque.

Custo: se é sem custo, informado ou calculado pelo médio mensal ou médio diário, onde
S – Sem custo
M – Custo médio mensal
D – Custo médio diário
I – Custo informado

Detalhamento: indica se exige conta contábil para a contabilização.

7
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento
Recálculo: identifica se deve ser efetuado cálculo do custo médio do item.

Acumulado: identifica se quantidade/valor irá entrar ou sair do estoque, onde:


1 – Saída positiva, o estoque será diminuído.
2 – Saída negativa, o estoque será acrescido.
3 – Entrada positiva, o estoque será acrescido.
5 – Não acumulado, o estoque não é alterado.

A seguir, alguns exemplos de parametrização das principais operações de estoque do sistema:

Oper. Descrição Tip Ori Dest Qtde Custo Detalh Recalc Acum Ord/PV Parâmetro/Utilização
g
APON Apontamento de Produção E U L SIM I SIM SIM 3 3 MAN2040 Rec. Planejado CST5730 Produção
ACSG Entrada estoque consignação S L U SIM M SIM NÃO 1 3 SUP7170 – Operação entrada estoque consignação
AQ+ Ajuste de quantidade para (+) E A L SIM M SIM NÃO 3 3 Manual
AQ- Ajude de quantidade para (-) S A L SIM M SIM NÃO 1 3 Manual
AJCG Ajuste consumo consignação E A L SIM I SIM SIM 3 3 SUP7170 – Ajuste consumo consignação
AJQ+ Ajuste de quantidade para (+) Autom E A L SIM M SIM NÃO 3 3 SUP1499
AJQ- Ajude de quantidade para (-) Autom S A L SIM M SIM NÃO 1 3 SUP14990
AR Aviso rec. NF de compras E F L SIM I SIM SIM 3 1 SUP5110 Contagem física
AV+ Ajuste de valor para (+) E A L NÃO I SIM SIM 3 3 Manual
AV- Ajuste de valor para (-) S A L NÃO I SIM SIM 1 3 Manual
AVA+ Ajuste valor automático para (+) E A L NÃO I NÃO NÃO 3 3 SUP6100 Cod. operac. dif. Positiva
AVA- Ajuste valor automático para (-) S A L NÃO I NÃO NÃO 1 3 SUP6100 Cod. operac. dif. Negativa
AVQ+ Ajuste valor e quantidade para (+) E A L SIM I SIM SIM 3 3 Manual
AVQ- Ajuste valor e quantidade para (-) S A L SIM I SIM SIM 1 3 Manual
BAIX Baixa automática produção S L U SIM M SIM NÃO 1 3 MAN2040 Saída planejada CST5730 Consumo
BXIN Baixa para industrialização S A L SIM M SIM NÃO 1 3 SUP5110 Baixa industrialização
DEBF Nota de débito a fornecedores S L F NÃO I SIM SIM 1 3 SUP5110 Débito a fornecedores
DEVC Devolução de clientes E C L SIM M NÃO NÃO 3 3 SUP7160 Oper estoque com custo médio
DEC Devolução de cliente custo da venda E C L SIM I NÃO SIM 3 3 SUP7160 Oper custo utilizado na venda
DEV Devolução ao fornec s/ reposição S L F SIM I SIM SIM 1 3 SUP5110 Dev fornec sem reposição
DEVR Devolução ao fornec c/ reposição S L F SIM I SIM SIM 1 2 SUP5110 Dev fornec com reposição
DM Devolução material produção/almox S L U SIM M SIM NÃO 2 3 Manual
EIND Entrada por industrialização E F L SIM I SIM SIM 3 3 SUP5110 Retorno industrialização
EINS Entrada industr. s/ baixa componente E F L NÃO I SIM SIM 3 3 SUP5110 Retorno indust sem baixa comp
EVC Entrada por variação de custo E A L NÃO I SIM SIM 3 3 SUP5110 Variação custo entrada
IMPL Implantação de saldo E A L SIM I SIM SIM 3 3 Manual
INSP Inspeção de materiais D L L SIM S NÃO NÃO 5 3 SUP5110 Inspeção materiais
INV+ Ajuste de inventário para mais E A L SIM M SIM NÃO 3 3 SUP7980 Código operação (+)
INV- Ajuste de inventário para menos S A L SIM M SIM NÃO 1 3 SUP7980 Código operação (-)
MPUT Valor das matérias primas utilizadas E A L NÃO I SIM SIM 3 3 SUP5110 Matérias-primas utilizadas
REMI Remessa para industrialização S A L SIM M SIM NÃO 1 3 VDP0050 Operação de estoque
REQC Baixa estoque consignação S L U SIM M SIM NÃO 1 3 SUP7170 – Operação baixa estoque consignação
RETT Retorno terceiros E F L SIM I SIM SIM 3 3 LOG00086 Proc. Entr. – Terceir. – Nota de retorno de
terceiros – Operação de estoque com custo
informado na remessa
RM Requisição material almoxarifado S L U SIM M SIM NÃO 1 3 Manual
RQM Requisição de material para produção S L U SIM M SIM NÃO 1 3 Manual
RVEN Revenda de material de estoque S L C SIM M SIM NÃO 1 3 VDP0050 Operação de estoque
SVC Saída por variação de custo S A L NÃO I SIM SIM 1 3 SUP5110 Variação custo saída
VEND Saída por venda de produtos S L C SIM M SIM NÃO 1 3 VDP0050 Operação de estoque
TRC+ Transf. entre itens entrada E A L SIM I SIM SIM 3 3 Manual
TRC- Transf. entre itens saída S A L SIM M SIM NÃO 1 3 Manual
TRGR Transferência entre grades D L L SIM S NÃO NÃO 5 3 SUP5110 Operação transf padrão/grade
TRLO Transferência entre locais D L L SIM S NÃO NÃO 5 3 Manual
TRTE Transferência para terceiros D L L SIM S NÃO NÃO 5 3 SUP5110 Controle local terceiros
TRUS Transferência entre unidades-saidas S L T SIM M SIM NÃO 1 3 VDP0050 Operação de estoque
TRUE Transferencia entre unidades-entrada E T L SIM I SIM SIM 3 3 SUP5110 Transferencia entre unidades
Fechamento Estoque/Custos

3. Fluxo

4. Fechamento fiscal

O foco desse treinamento não é o fechamento e contabilização do recebimento fiscal. Mas para entender seu funcionamento
e sua conciliação, visto que também lança nas contas de estoque, segue abaixo um passo-a-passo resumido da sequencia de
processamento.

Para fechamento do recebimento fiscal, inicialmente deve ocorrer a liberação do fechamento do recebimento fiscal / contábil.
Nesta etapa, é efetuada a escrituração das notas fiscais que deram entrada no recebimento de materiais. Envolve a correção
de possíveis erros de consistências fiscais, a contabilização e análise dos lançamentos contábeis. Após a conciliação e
validação dos lançamentos, na seqüência, é passado para a etapa do fechamento de estoques. A etapa do fechamento do
recebimento, pode ser feita diariamente para diminuir as atividades do fechamento no final do mês. Abaixo está o passo a
passo das atividades a serem realizadas no fechamento do recebimento fiscal.

01 - SUP3640 “Fechamento do Recebimento Fiscal” – Encerrar a digitação dos documentos fiscais de entrada no recebimento
de materiais. Atualizar os campos “Data último fech.Recebto” e “Data ultimo fech. I.P.I” para o último dia do mês que estiver
em processo de fechamento.

02 – SUP0980/SUP0480 “Emissão dos Processos Fiscais Pendentes” – Analisar e eliminar as consistências do relatório até a
regularização total das pendências. Os documentos fiscais deverão ser corrigidos utilizando os programas sup3760 (notas
fiscais), o sup0580 (fretes) e o sup9220 (fretes de autônomos).

03 – SUP1430 “Gera Lançamentos Contábeis” – Processar o programa de geração dos lançamentos contábeis automáticos do
período de fechamento.

9
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento
04 – SUP1710 “Notas Fiscais/Fretes não Contabilizados” – Analisar e eliminar as consistências do relatório até a regularização
total das pendências. Os documentos fiscais não contabilizados deverão ser analisados e corrigidos quanto a contabilização,
utilizando os programas sup3760 (notas fiscais), o sup0580 (fretes) e o sup9220 (fretes de autônomos). Após correção dos
documentos, iniciar o fechamento a partir do passo 03.

05 – SUP1650 “Relatório dos Lançamentos Contábeis (Recebimento)” - Analisar e eliminar as consistências dos lançamentos
contábeis das notas fiscais com erro na contabilização. A mensagem “Conta contábil igual a zero ou total de débito difere do
total de crédito” deverá ser corrigida nas notas fiscais que estiverem com este problema. Os documentos fiscais deverão ser
corrigidos utilizando os programas sup3760 (notas fiscais), o sup0580 (fretes) e o sup9220 (fretes de autônomos). Após a
correção dos documentos, iniciar o fechamento a partir do passo 03.

Importante/Saiba Mais

Poderá ser utilizado o programa SUP1730 – Emissão dos Lançamentos


Contábeis (Recebimento) para análise dos lançamentos das notas fiscais
recebidas no período. Este programa tem as mesmas funcionalidades do
SUP1650 com outros filtros e quebras.

06 – Caso o parâmetro de efetivação automática do lote REC não esteja marcado, efetivar na contabilidade o lote gerado pelo
programa CON3950.

07- Efetuar a conferência dos totais a débito e a crédito da capa de lote CON3950 com os totais do relatório dos lançamentos
contábeis do recebimento SUP1650. Estes totais deverão fechar, caso não fechem, significa ainda existem avisos de
recebimentos com lançamentos contábeis pendentes de regularização. Rever o processo de análise e resolução das
consistências e iniciar o fechamento a partir do passo 03.

5. Fechamento de estoque

5.1. Princípios contábeis de estoque

Os lançamentos que dão entrada em uma conta contábil de estoque, no sentido de aumentar o saldo da conta, são
Debitados.
Os lançamentos que dão saída em uma conta contábil, no sentido de diminuir o saldo da conta, são Creditados.

Método das partidas dobradas simples:

A característica deste método é que todo lançamento contábil deve possuir um débito e um crédito de igual valor. A Relação é
sempre um para um (1-1).

Os programas de contabilização de estoques (SUP7660), terceirização (SUP0318) e custos (CST7110) do Logix, sempre
efetuam os lançamentos da contabilização somente pelo método das partidas dobradas simples.

Exemplo1: Implantação de saldo de Estoque (SUP0710)

D – Estoques 100,00
C – Custo MP 100,00
Fechamento Estoque/Custos

Exemplo2: Remessa de itens em Terceiros. (SUP2280)

D – Estoque em Poder de terceiros 100,00


C – Estoques 100,00

Exemplo3: Retorno de itens em Terceiros. (SUP2290)

D – Estoques 50,00
C – Estoque em Poder de terceiros 50,00

Exemplo4: Apontamento de produção. (CST7110)

D – Estoques 150,00
C – Transitória de custos 150,00

Método das Partidas Dobradas Compostas:

A característica deste método é que todo lançamento contábil possui vários débitos e créditos que somados são de igual
valor. A Relação pode ser (1-N), (N-1) e (N-N).

Os programas de contabilização do recebimento de materiais (SUP1430 – Automática) e (SUP1440 – Manual) do Logix,


efetuam lançamentos contábeis pelo método das partidas dobradas compostas.

Exemplo1: Entrada de matéria-prima (SUP3760) com total da NF igual a R$ 110,00 e com IPI – 10
%, ICMS – 12 %, PIS – 1,65 % e Cofins – 7,6 %, todos com crédito de impostos.

D – Estoques MP 78,75
D – ICMS a recup. 12,00
D – COFINS a recup. 7,60
D – PIS a recup. 1,65
D – IPI a recup. 10,00
C – Fornecedores 110,00
Total 110,00 110,00

Exemplo2: Entrada do frete da MP com o total do conhecimento igual a R$ 10,00 e com ICMS – 12%
com crédito de impostos.

D – Estoques MP 8,80
D – ICMS a recup. 1,20
C – Fornecedores 10,00
Total 10,00 10,00

Exemplo3: Devolução (SUP0460) ou Débito (SUP5960) ao Fornecedor de 1 peça da NF do exemplo


anterior igual a R$ 11,00 e com IPI – 10 %, ICMS – 12 %, PIS – 1,65 % e Cofins – 7,6 %, todos
com crédito de impostos.

D – Fornecedores 11,00
C – Estoques MP 7,87
C – ICMS a recup. 1,20
C – COFINS a recup. 0,76
C – PIS a recup. 0,17
C – IPI a recup. 1,00
Total 11,00 11,00

Assim, os lotes contábeis lançados nas contas de estoque são gerados por 4 módulos:

Recebimento de Materiais
- SUP1430/SUP1440 – Contabilização Automática e Manual.

11
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento
Fechamento de Estoques
- SUP7660 – Contabilização Automática.

Custos
- CST7110 – Contabilização Automática.
- CST5390 – Gerar lote para contabilidade – Sistema CST.

Terceirização
- SUP0318/SUP0323 – Contabilização Automática e Manual.
- SUP0339 – Gerar lote para contabilidade – Sistema TER.

5.2. Parâmetros

SUP1790 – Fechamento de mês

Objetivo: Efetuar manutenção dos parâmetros para o controle de estoques, relacionado a fechamentos com outros módulos
e/ou sistemas e o tipo de custo médio utilizado pelo sistema.

Principais Atributos:

Tipo de Custo Médio:


Indica o tipo de custo médio utilizado pela empresa para a valorização dos estoques.
D – Diário, para este tipo de custo, a liberação para o estoque deverá estar vinculada ao recebimento fiscal do item;
M – Mensal.

Módulo Manufatura
Indica se o módulo de Manufatura está ou não instalado na empresa. Esta informação será utilizada na rotina mensal
de fechamento dos estoques.
Fechamento Estoque/Custos

Data Ult_Fech Manufatura


Data de referência do último fechamento mensal do apontamento da produção. Não será permitida a execução da
rotina mensal de fechamento dos estoques, caso o módulo de Manufatura estiver instalado e esta data for menor que a data
do próximo fechamento mensal dos estoques. Esta data será atualizada através do processamento do MAN3870.

Módulo Comercial
Indica se o sistema Comercial está ou não instalado na empresa. Esta informação será utilizada na rotina mensal de
fechamento dos estoques.

Data Ult_Fech Com


Data de referência do último fechamento mensal do módulo de Faturamento. Não será permitida a execução da
rotina mensal de fechamento dos estoques caso o módulo Comercial estiver instalado e esta data for menor do que a data do
próximo fechamento mensal dos estoques. Esta data será atualizada através do processamento do VDP0500.

Módulo Suprimentos
Indica se o sistema de Suprimentos está ou não instalado na empresa. Esta informação será utilizada na rotina mensal
de fechamento dos estoques.

Data Ult_Fech Sup


Data de referência do último fechamento mensal do sistema de Suprimentos. Não será permitida a execução da rotina
mensal de fechamento dos estoques caso o sistema de Suprimentos esteja instalado e esta data for menor que a data do
próximo fechamento mensal dos estoques. Esta data Será atualizada através do processamento do SUP1940.

Data Próx Fechamento Estoque


Data do próximo fechamento mensal dos estoques. Esta data é atualizada a cada fechamento, pela rotina “Encerra
mês” do CST8610, o antigo SUP2090.
Para identificar se o mês está em processo de fechamento, todas as datas relacionadas acima devem estar iguais a
data do próximo fechamento de estoque. Exemplo:
Data Ult_Fech Manufatura: 31/03/2009
Data Ult_Fech Com: 31/03/2009
Data Ult_Fech Sup: 31/03/2009
Data Próx Fechamento Estoque: 31/03/2009
Nesse caso, o mês de março/2009 está em processo de fechamento

Para identificar se o mês está em encerrado, a data do próximo fechamento de estoque será sempre maior que as
demais. Exemplo:
Data Ult_Fech Manufatura: 31/03/2009
Data Ult_Fech Com: 31/03/2009
Data Ult_Fech Sup: 31/03/2009
Data Próx Fechamento Estoque: 30/04/2009
Nesse caso, o mês de março está fechado e o mês de abril está em aberto.

Cálculo Custo de Fechamento Mês


Poderá ser:
“S” – Ativa conceito unificação dos custos matriz x filiais Para isto, torna-se necessário ativar o parâmetro em questão
e indicar nos parâmetros da contabilidade das filiais, o código da empresa mestre (matriz), conforme FAQ:
http://tdn.totvs.com/pages/releaseview.action?pageId=54429353

“U” – Realiza fechamento unificado para as empresas que estão parametrizadas como “matriz” e “filiais” (parâmetros
da Contabilidade). Não realiza unificação do Custo Médio entre Matriz e Filiais, consequentemente, não gera variação de
custo correspondente à unificação do custo. A parametrização das empresas é a mesma do parâmetro acima.

13
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento
“V” – Ativa valorização dos acabados pela geração de relacionamentos no apontamento da produção (caso a empresa
opte por essa valorização). Para isso, torna-se necessário que o módulo de Manufatura gere os relacionamentos origem e
destino entre o produto acabado e os componentes;

“N” – Valorização do custo médio dos itens sem unificação de custos entre matriz x filiais e sem considerar valorização
dos acabados por relacionamentos origem x destino do MAN.

Cód Hist Lanctos Mod “Estoque”


Código de histórico dos lançamentos contábeis do módulo de Estoques.

Importante/Saiba Mais

Como parametrizar os históricos contábeis do lote EST por operação de estoque?


Para abertura no razão contábil dos lançamentos por operação de estoque, deve-
se cadastrar o relacionamento entre operação de estoque no SUP0660
(Cadastro) e código de histórico padrão no CON0020 (Códigos Históricos
Padronizados) na rotina SUP0732 – Relacionamento Histórico padrão x Operação
estoque.

http://tdn.totvs.com/pages/releaseview.action?pageId=77300506
Fechamento Estoque/Custos

Importante/Saiba Mais

CST8610 "Este programa está sendo executado pelo usuário XX desde


DD/MM/AAAA as HH:MM:SS horas"
http://tdn.totvs.com/pages/releaseview.action?pageId=66127124

SUP7660 "Este programa está sendo executado pelo usuário XX desde


DD/MM/AAAA as HH:MM:SS horas"
http://tdn.totvs.com/pages/releaseview.action?pageId=73078777

5.3. Cadastros

CST5820 – Versões de custo

Objetivo: Cadastrar uma versão de custo com as respectivas parametrizações. O número da versão será requisitado por todos
os processos de custos e também pela valorização dos estoques (antigo SUP2070 atual CST8610), para identificar qual o
intervalo de datas que deverá ser calculado o custo da empresa, e qual o tipo de versão está sendo utilizada.

Principais Atributos:

Número de Versão: corresponde a um número de 0 à 9999 que representará a versão de custo que será processada.

Importante/Saiba Mais

Para facilitar a associação do número da versão de custos com a data de


processamento, sugere-se usar o mês e ano, exemplo: janeiro de 2014
corresponde ao número 114.

15
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento
Tipo Versão: corresponde ao tipo de custo que será processada a versão. Este campo aceita os seguintes valores:
“S” – Versão contábil (Versão oficial que será contabilizada);
“N” – Versão não contábil (Versão utilizada para a realização de simulações);
“E” – Versão econômica (Versão utilizada para o cálculo do custo gerencial).

Movimentação: corresponde a um período de datas, que deverão estar dentro do Período Contábil e Segmento do Período,
informados nessa tela.

Importante/Saiba Mais

A empresa DEVERÁ ter somente uma Versão Contábil (oficial) do custo


para cada mês/ano de processamento, e PODERÁ ter inúmeras versões
Não Contábil ou Gerencial para o mesmo mês.

5.4. Bloqueio movimentação

SUP5000 – Itens em processo de contagem

Objetivo: Este programa apresenta os itens que ainda estão em processo de contagem no Recebimento Fiscal. Deve-se
efetuar a contagem dos avisos de recebimento pendentes de contagem e que estão identificados na listagem emitida pelo
programa, utilizando o programa SUP0530 – Contagem.

MAN3870 – Encerramento produção (estoque)

Objetivo: Este programa permite que se realize o bloqueio das movimentações de estoque referente à produção no mês que
estiver em processo de fechamento, garantindo que nenhuma movimentação deixe de ser processada enquanto as atividades
mensais não estiverem totalmente concluídas.
Fechamento Estoque/Custos

Importante/Saiba Mais

O bloqueio das movimentações, consiste na atualização na Data do Último


Fechamento de Manufatura que é mostrada no programa SUP1790 –
Controles de Estoque.

VDP0500 – Encerramento comercial (estoque)

Objetivo: Este programa permite que se realize o bloqueio das movimentações de estoque referente ao comercial no mês que
estiver em processo de fechamento, garantindo que nenhuma movimentação deixe de ser processada enquanto as atividades
mensais não estiverem totalmente concluídas.

Importante/Saiba Mais

O bloqueio das movimentações, consiste na atualização na Data do Último


Fechamento Comercial que é mostrada no programa SUP1790 – Controles
de Estoque.

17
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento

SUP1940 – Bloqueia movimentação

Objetivo: Este programa permite que se realize o bloqueio das movimentações de estoque no mês que estiver em processo
de fechamento, garantindo que nenhuma movimentação deixe de ser processada enquanto as atividades mensais não
estiverem totalmente concluídas.
Fechamento Estoque/Custos

Não será possível informar um mês ou ano de referência com a existência de notas fiscais com erros fiscais graves ou erros
fiscais não assumidos. Estes erros podem ser analisados na listagem emitida pelo programa SUP0980 – Emissão dos Processos
Fiscais Pendentes, e após, deverão ser corrigidos no programa SUP3760 – Dados da Nota fiscal. E não será possível informar
um mês ou ano de referência com a existência de avisos de recebimento pendentes de contagem para os itens da nota fiscal
que movimentam estoques. Estas pendências devem ser analisadas na listagem emitida pelo programa SUP5000 – Relação
de Aviso Rec. Em Processo de Contagem, e após, deverão ser contados no programa SUP0530 – Contagem do Item.

Importante/Saiba Mais

O bloqueio das movimentações, consiste na atualização na Data do Último


Fechamento de Suprimentos que é mostrada no programa SUP1790 –
Controles de Estoque.

19
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento
Importante/Saiba Mais

Caso haja necessidade de efetuar movimentações de estoque no mês e


ano que estiver em processo de fechamento de estoque, poderão ser informadas
no programa SUP0710 – Movimentações de Estoque, utilizando as funções
abaixo:
M_inclusão – Incluir a movimentação de estoque.
E_repete_m – Repetir a última movimentação de estoque, permitindo
alterações.
O_reversão_m – Reverter a movimentação de estoque exibida na tela.

5.5. Valorização dos estoques (ALMOXARIFADO)

O CST8610, programa de valorização dos estoques, tem como objetivos:


 Valorizar o custo das entradas do recebimento;
 Valorizar o custo das transferências entre empresas;
 Calcular o custo da devolução de clientes ao custo da nota de origem
 Valorizar o custo das matérias-primas utilizadas no processo de beneficiamento;
 Valorizar o custo das transferências entre itens;
 Calcular o custo médio de todos os itens;
 Calcular o custo médio dos itens de terceiros;
 Ajustar a conta de CPV vendas a embarcar ME.

Importante/Saiba Mais

A versão informada nessa rotina deve ser contábil e a data final cadastrada no
CST5830 (Versão de custos) deve ser igual a data do próximo fechamento do
SUP1790 (Suprimentos – Cadastros e tabelas – Parâmetros – Estoque –
Fechamento mensal).
Fechamento Estoque/Custos

Como funcionam as opções de seleção de itens e processamento dessa tela?

http://tdn.totvs.com/pages/releaseview.action?pageId=95617936

Como funciona o campo “Ordenação itens”?

http://tdn.totvs.com/pages/viewpage.action?pageId=73083562

Quando o parâmetro “Deverá ser gravada a relação de apontamento e consumo dos itens?” (LOG00086 – Processo
Manufatura – Chão de Fábrica – Apontamento de produção) estiver marcado com “S”, o programa de apontamento de
produção MAN8228 gravará as movimentações de saída (BAIX) relacionadas com as de entrada (APON). Caso o sistema de
Custos não esteja implantado, a valorização do APON será feita somente com base nos consumos efetuados, na opção
“Almoxarifado” do CST8610. Mas no caso de estar implantando, o APON será valorizado pela opção “Produção” do CST8610 e
não deve ser valorizado no cálculo do custo médio. Para isso, o parâmetro “Oper. Custo na Valorização” do SUP8780 deve
estar marcado estiver marcado com “S”.

O cálculo do custo médio poderá ser efetuado para mais de uma empresa, conforme o parâmetro “Calculo Custo de
Fechamento mês” do SUP1790 (Controles de Estoque):
http://tdn.totvs.com/pages/viewpage.action?pageId=54429353

Após informar os dados na tela, será mostrada a tela , que indica se o processo
será apenas simulação ou o fechamento mensal. Caso seja selecionado “SIM”, será iniciado o processamento das opções
marcadas e não atualizará o custo médio no atual no SUP1300 (Custo médio e Preço da última compra). Caso seja selecionado

21
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento

“NÃO” será mostrada a tela , na qual deve-se escolher a opção “SIM” para início
do processamento.

As informações referentes ao custo médio dos itens e situação de estoque geradas neste processo poderão ser
consultadas em:
- SUP0710 (Suprimentos – Estoques – Atividades diárias – Movimentação – Movimentação do estoque)
- SUP0070 (Suprimentos – Fechamento Estoque/Custos – Consultas e manutenções – Históricos de estoque – Situação
estoque), na opção “Fechamento_mes”.
- CST5430 (Suprimentos – Fechamento Estoque/Custos – Consultas e manutenções – Custos – Custo médio dos itens)
- CST5970 (Suprimentos – Fechamento Estoque/Custos – Consultas e manutenções – Custos – Custo médio por
componente).
- SUP1300 (Suprimentos – Estoques – Atividades diárias – Consultas – Custo médio e preço última compra)
Fechamento Estoque/Custos

SUP0710 – Movimentação do estoque

As etapas abaixo atualizam os campos “Custo unitário” e “Custo total” dos movimentos de estoque das operações
com custo INFORMADO correspondentes:

Valorizar entradas recebimento?


Operação AR: SUP5110 Contagem física
Operação EIND: SUP5110 Retorno industrialização
Operação EINS: SUP5110 Retorno indust sem baixa comp

Valorizar transferência entre unidades?


Operação TRUE: SUP5110 Transferencia entre unidades

Calcular custo devolução clientes?


Operação DEC: SUP7160 Oper custo utilizado na venda
Operação RETT: LOG00086 Proc. Entr. – Terceir. – Nota de retorno de terceiros – Operação de estoque com
custo informado na remessa

Calcular custo médio?


Operação APON: MAN2040 Rec. Planejado CST5730 Produção (est_trans_relac)
Operação TRC+: Transferências entre itens SUP5620/SUP0638 (est_trans_relac)
Operação MPUT: SUP5110 Matérias-primas utilizadas

23
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento

Importante/Saiba Mais

A operação de matérias-primas utilizadas (MPUT) pode ser valorizada de 2


formas:
1. Caso o parâmetro “Valorizar MP c/ transações relac.?” do SUP8780
“Tela 2” estiver marcado, no início do processamento do CST8610,
será gerado o relacionamento entre as operações de baixa de
industrialização e a operação de matérias-primas utilizadas através
da tabela est_trans_relac. Recomendado apenas quando a empresa
trabalha com “Baixa itens utilizados” no “retorno de
industrialização” (parâmetro do SUP5110);
2. Caso o paraâmetro ““Valorizar MP c/ transações relac.?” do SUP8780 “Tela
2” estiver desmarcado, a valorização será feita conforme o campo “Valor estoque” do
SUP2280 (Controle das remessas). Esse valor é gravado na execução do CST8610
conforme “Data emissão” da nota fiscal. Recomendado quando a empresa trabalha
com “Baixa itens utilizados” no “envio NF remessa” (parâmetro do SUP5110).

A opção “Calcular custo médio?” atualiza os campos “Custo unitário” e “Custo total” dos movimentos de estoque das
operações com custo MÉDIO MENSAL OU DIÁRIO:
EXEMPLOS:
Operação BAIX: MAN2040 Saída planejada CST5730 Consumo
Operação BXIN: SUP5110 Baixa industrialização
Operação DEVC: SUP7160 Oper estoque com custo médio
Operação INV+: SUP7980 Código operação (+)
Operação INV-: SUP7980 Código operação (-)
Operação VEND: VDP0050 Operação de estoque de vendas
Operação TRC-: Transferência entre itens saída
Operação TRUS:VDP0050 Operação de saída de transferência entre unidades

SUP0070 - Situação Estoque (Fechamento mês)

Objetivo: Este programa possibilita a consulta das informações da situação de estoque dos itens, o custo médio contábil e o
custo de reposição na moeda padrão e na moeda forte que é também conhecida como moeda CMCAC/FASB no mês que está
sendo fechado. Estas informações são disponibilizadas no sistema após a execução do CST8610.
Fechamento Estoque/Custos

Principais campos:

Item: neste campo, deverá ser informado o código do item que se deseja consultar as informações do valor do custo.
O item deverá possuir o controle de estoque, conforme o campo Controla estoque que deverá estar marcado na aba Estoque
do programa MAN9922 – Itens, do módulo de ENGENHARIA.

Qtd.Entrada: Quantidade de entrada do item no estoque no mês que está sendo fechado.

Qtd.Saída: Quantidade de saída do item do estoque no mês que está sendo fechado.

Qtd.Consumo: Quantidade do item movimentada em operações de estoque parametrizadas com destino igual a “U”
(CC/Produção) no SUP0660 (Suprimentos – Cadastros e Tabelas - Operações de estoque).

Qtd.Estoque: Quantidade do estoque do item no mês que está sendo fechado.

Custo unit médio (Moeda padrão): neste campo, é exibido o custo médio do item no mês que está sendo fechado, que é
obtido no fechamento mensal no processamento das movimentações de estoque do item. O valor é mostrado na moeda
padrão conforme o campo Moeda padrão do programa CON0040 – Parâmetros Contabilidade.

Custo unit médio (Moeda forte): neste campo, é exibido o custo médio do item no mês que está sendo fechado, que é obtido
no fechamento mensal no processamento das movimentações de estoque do item. O Valor é mostrado na moeda forte
conforme o campo Moeda FASB/USGAAP do programa CON0040 – Parâmetros Contabilidade.

Custo unit médio reposição (Padrão): neste campo, é exibido o custo médio de reposição do item no mês que está sendo
fechado, que é obtido no fechamento mensal no processamento das movimentações de estoque nas operações de estoque
parametrizadas com origem ou destino igual a “F” (Fornecedor) no SUP0660. O valor é mostrado na moeda padrão conforme
o campo Moeda padrão do programa CON0040 – Parâmetros Contabilidade.

25
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento
Custo unit médio reposição (Forte): neste campo, é exibido o custo médio do item no mês que está sendo fechado, que é
obtido no fechamento mensal no processamento das movimentações de estoque nas operações de estoque parametrizadas
com origem ou destino igual a “F” (Fornecedor) no SUP0660. O Valor é mostrado na moeda forte conforme o campo Moeda
FASB/USGAAP do programa CON0040 – Parâmetros Contabilidade.

CST5430 – Custo médio dos itens

Objetivo: consultar e dar manutenção no custo médio de estoque e de produção dos itens.

Importante/Saiba Mais

Para consultar nesse programa, a versão de custo informada já deve ter sido
processada no CST8610 (Valorização dos estoques).

Principais campos:

Item: corresponde ao código do item movimentado no período, cujos valores e quantidades resultaram em um novo custo
médio de estoque, ou que foi produzido no mês e que gerou custo médio de produção.

Custo unitário médio: corresponde ao custo médio de estoque do item baseado em seu saldo anterior e no custo de
produção do mês referente ao componente de custo exibido.

Custo unitário médio no mês: corresponde ao custo unitário da produção de uma unidade do item no mês em questão
referente ao componente de custo exibido.
Fechamento Estoque/Custos

CST5970 – Custo médio por componente

Objetivo: Consultar e dar manutenção no custo médio de estoque e de produção dos itens, por componente de custo. O
somatório dos custos dos componentes de custo de um item constitui o custo total do item e poderá ser consultado no
CST5430 (Custo médio dos itens)

Importante/Saiba Mais

Para consultar nesse programa, a versão de custo informada já deve ter sido
processada no CST8610 (Valorização dos estoques).

Principais campos:

Item: corresponde ao código do item movimentado no período, cujos valores e quantidades resultaram em um novo custo
médio de estoque, ou que foi produzido no mês e que gerou custo médio de produção.

Componente de custo: corresponde ao componente de custo referente aos valores exibidos na tela.

Custo unitário médio: corresponde ao custo médio de estoque do item baseado em seu saldo anterior e no custo de
produção do mês referente ao componente de custo exibido.

Importante/Saiba Mais
Custo unitário médio no mês: corresponde ao custo unitário da produção d
O somatório do custo unitário médio apresentado nesse programa deve ser igual ao
custo unitário médio contábil apresentado no SUP0070 (Situação estoque).

27
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento
SUP1300 – Custo médio e preço última compra

Objetivo: Consultar as informações do custo da última compra, do último custo médio contábil na moeda padrão e na moeda
forte que é também conhecida como moeda CMCAC/FASB. Estas informações são disponibilizadas no sistema a cada
fechamento mensal.

Principais campos:

Item: neste campo, deverá ser informado o código do item que se deseja consultar as informações do valor do custo. O item
deverá possuir o controle de estoque, conforme o campo Controla estoque que deverá estar marcado na aba Estoque do
programa MAN9922 – Itens, do módulo de ENGENHARIA.

Versão: neste campo, é exibido o número da versão correspondente a última atualização das informações mostradas na tela e
que estão associadas ao usuário responsável pela alteração, a data, a hora e o programa utilizado. Nesta tela somente é
mostrada a versão atual.

Custo ultima compra: neste campo, é exibido o custo da última compra que é obtido no processamento do CST8610 das
movimentações de estoque de aviso de recebimento do item, onde as operações de estoque estão definidas no programa
SUP0660 – Operações com o campo “Tipo operação” igual a “E - Entrada” e “Origem” igual a “F – Fornecedor”.

Data: neste campo, é exibida a data de entrada no estoque da última compra que esta relacionado ao campo Custo ultima
compra.
Fechamento Estoque/Custos

Custo unit contábil: neste campo, é exibido o último custo médio do item que é obtido no CST8610 somente se a rotina não
estiver sendo processada em simulação. O valor é mostrado na moeda padrão conforme o campo Moeda padrão do
programa CON0040 – Parâmetros Contabilidade.

Custo unitario C.M.I: neste campo, é exibido o último custo médio do item que é obtido no fechamento mensal no
processamento das movimentações de estoque do item. O Valor é mostrado na moeda forte conforme o campo Moeda
FASB/USGAAP do programa CON0040 – Parâmetros Contabilidade.

FUNCIONALIDADES ESPECÍFICAS:

versão_anterior - Ao clicar sobre esta funcionalidade, serão exibidas as modificações anteriores nas informações de custo do
item, relacionadas a cada versão de acordo com o usuário responsável, data, hora e o programa utilizado.

5.6. Consistências de Estoques

SUP1810 - Consistências do Recebimento

Objetivo: Efetuar a análise das consistências encontradas na entrada das notas fiscais no recebimento de materiais. Nesta
seleção, serão consideradas todas as notas fiscais lançadas no sistema dentro do mês que está em processo de fechamento.

Importante/Saiba Mais

Caso sejam encontradas divergências nesse relatório, após a correção deve ser
processada novamente a rotina CST8610.

29
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento
Principais campos:

Período De: corresponde ao dia, mês e ano inicial do intervalo de seleção das informações dos avisos de recebimento que
deram entrada no sistema de acordo com a data de entrada da nota fiscal.
Período Até: corresponde ao dia, mês e ano final do intervalo de seleção das informações dos avisos de recebimento que
deram entrada no sistema de acordo com a data de entrada da nota fiscal.

Abaixo é exibido o modelo do relatório impresso pelo programa.

Mensagens de Consistência:

“DOC.SEM TRANSAÇÃO DE ESTOQUE”

Indica que o aviso de recebimento e a seqüência mostrada nos campos num.docto. (número do aviso de recebimento) e o it
(item do aviso de recebimento), não possui um registro de movimentação de estoque correspondente. Para solucionar esta
consistência, é necessário que seja efetuada a contagem do aviso de material e da seqüência, utilizando o programa SUP0530
– Contagem do Item do Aviso de Recebimento.

“QTD.RECEB. <> QTD EM ESTOQ.”

Indica que a quantidade recebida informada no aviso de recebimento e seqüência que é mostrada no campo Quantidade, é
diferente da quantidade da movimentação de estoque gerada pelo programa SUP0530 – Contagem do Item do aviso de
recebimento e seqüência. Esta mensagem pode ocorrer se for alterado o fator de conversão do item e fornecedor de acordo
com o campo Fator conversão do programa SUP0090 – Fornecedores Credenciados, após o processo de contagem do aviso de
recebimento. Esta mensagem pode se tratar de apenas um alerta, devido a uma mudança de cadastro que se fez necessário,
no entanto a checagem da informação é importante para evitar problemas de integridade de base.
Caso não se trate de alteração do fator de conversão no programa SUP0090 – Fornecedores Credenciados, poderá
tratar-se de erro no sistema ou de base de dados e a causa deverá ser investigada. É necessário que a contagem destes avisos
de recebimento seja excluída e incluída novamente pelo SUP0530 – Contagem do Item do Aviso de Recebimento.

“QUANTIDADE SEM VALOR”

Indica que provavelmente não foi rodado o programa CST8610 – Cálculo Custo Médio, onde deverá estar marcado o botão
Valoriza Entradas Recebimento, que marcado efetuará a valorização das entradas de notas fiscais. Também pode ser uma
mensagem de alerta devido a entrada de uma nota fiscal de remessa de quantidade sem valor fiscal.

“FALTA COTAÇÃO MOEDA FORTE”

Na valorização da moeda forte, o programa CST8610 – Cálculo Custo Médio, deverá estar marcado o botão Valoriza Entradas
Recebimento. Deverá ser analisado se a cotação da moeda forte foi cadastrada no PAT0150 – Cotações das Moedas, e se está
maior que zero na data em que a nota fiscal deu entrada no sistema de acordo com o campo Entrada do SUP3760 – Dados
Fechamento Estoque/Custos

Nota Fiscal, ou então, deverá ser analisado se a cotação da moeda forte foi cadastrada no PAT0150 – Cotações das Moedas, e
se está maior que zero na data em que a nota fiscal foi emitida pelo fornecedor de acordo com o campo Emissão do SUP3760
– Dados Nota Fiscal.

Importante/Saiba Mais

O sistema poderá considerar a data de entrada da nota fiscal no sistema, ou a data


de emissão da nota fiscal pelo fornecedor. Para considerar uma das duas datas na
pesquisa da cotação da moeda forte, é necessário que o parâmetro “Data p/
Valorizar Entradas” do programa SUP8740 – Diversos, esteja marcado com o
“SALDO NEGATIVO”
conteúdo 1 – Data de Emissão NF ou 2 – Data de Entega NF.

Indica que o custo médio do item ou o saldo de estoque do item estão negativos. É necessário que seja efetuada uma análise
das movimentações de estoque do item utilizando o relatório SUP1820 – Movimento Mês ou o programa de consulta
SUP3400 – Razão do Movimento de Estoque. Como resultado da análise, deverá ser efetuado entrada no estoque em valor ou
quantidade, utilizando programas de apontamento de produção ou manualmente pelo SUP0710 – Movimentação, até que o
saldo negativo se torne positivo e coerente com o valor do custo ou quantidade do item analisado.

“CONTA DEBITO DESP.NAO CADAST”

Indica que a conta contábil do aviso de recebimento e da seqüência do aviso de recebimento de acordo com os campos
Num.Docto e IT, não está cadastrada no plano de contas da empresa, conforme o programa CON0010 – Plano Contas. Para
solucionar este problema, a conta contábil deverá ser alterada utilizando o programa SUP3760 – Dados da Nota Fiscal.

“CONTA NÃO PODE SER TÍTULO”

Indica que no aviso de recebimento e na seqüência do aviso de recebimento foi informada uma conta contábil definida como
título conforme o campo “Conta título?” do programa CON0010 – Plano Contas. Para solucionar este problema, a conta
contábil deverá ser alterada utilizando o programa SUP3760 – Dados da Nota Fiscal.

“CONTA NÃO ESTÁ ATIVA”

Indica que no aviso de recebimento e na seqüência do aviso de recebimento foi informada uma conta contábil não ativa no
plano de contas, conforme o campo “Situação conta” do programa CON0010 – Plano Contas. Para solucionar este problema, a
conta contábil deverá ser alterada utilizando o programa SUP3760 – Dados da Nota Fiscal.

“CONTA NÃO ESTOQ P/ITEM ESTOQ”

Indica que no aviso de recebimento e na seqüência do aviso de recebimento, referente a um item de estoque, foi informada
uma conta contábil definida como sendo de estoque no plano de contas, conforme o campo “Conta estoque?” do programa
CON0010 – Plano Contas. Para solucionar este problema, a conta contábil deverá ser alterada para uma conta estoque,
utilizando o programa SUP3760 – Dados da Nota Fiscal.

“CONTA ESTOQ P/ITEM NÃO ESTOQ”

Indica que no aviso de recebimento e na seqüência do aviso de recebimento, referente a um item não de estoque, foi
informada uma conta contábil definida como sendo de estoque no plano de contas, conforme o campo “Conta estoque?” do
programa CON0010- Plano Contas. Para solucionar este problema, a conta contábil deverá ser alterada para uma conta não
de estoque, utilizando o programa SUP3760 – Dados da Nota Fiscal.

31
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento
SUP2080 - Consistências de Estoque

Objetivo: Efetuar a análise das consistências encontradas nas movimentações de estoque realizadas para o item dentro do
mês em processo de fechamento.

Importante/Saiba Mais

Caso sejam encontradas divergências nesse relatório, após a correção deve ser
processada novamente a rotina CST8610.

Principais campos:

Tipo do item: corresponde ao tipo de item que se deseja processar a extração do relatório. Podem ser selecionados itens
comprados, fabricados ou todos os itens.

Grupo Estoque de: neste campo, solicita o preenchimento do grupo de controle de estoque inicial do intervalo DE / ATÉ dos
itens a serem selecionados no processamento. O grupo de controle de estoque deve estar previamente cadastrado no
programa SUP0270 – Grupos de Controle de Estoques.

Grupo Estoque até: neste campo, solicita o preenchimento do grupo de controle de estoque final do intervalo DE / ATÉ dos
itens a serem selecionados no processamento. O grupo de controle de estoque deve estar previamente cadastrado no
programa SUP0270 – Grupos de Controle de Estoques.
Itens de: neste campo, solicita o preenchimento do código do item inicial do intervalo DE / ATÉ dos itens a serem
selecionados no processamento. O item deverá possuir o controle de estoque, conforme o campo Controla estoque que
deverá estar marcado na aba Estoque do programa MAN9922 – Itens, do módulo de ENGENHARIA.
Fechamento Estoque/Custos

Itens até: neste campo, solicita o preenchimento do código do item final do intervalo DE / ATÉ dos itens a serem selecionados
no processamento. O item deverá possuir o controle de estoque, conforme o campo Controla estoque que deverá estar
marcado na aba Estoque do programa MAN9922 – Itens, do módulo de ENGENHARIA.

Abaixo é exibido o modelo do relatório impresso pelo programa.

Importante/Saiba Mais

O processo de fechamento do mês, não poderá ser passado para o próximo passo,
enquanto todas as consistências apresentadas, não forem analisadas e corrigidas.

Mensagens de Consistência:

“ITEM CONTROLE FISICO”

Indica que o código do item mostrado no campo cod.item é de controle físico e possui custo médio na moeda padrão maior
do que zero. Como solução para o problema, é necessário que seja efetuado um ajuste de valor manual no estoque na moeda
padrão, utilizando o programa SUP0710 – Movimentação, com o objetivo de zerar o saldo contábil do item. O item de
controle físico, controla o saldo de estoque apenas fisicamente e não contabilmente. O custo médio dos itens de controle
físico deve ser sempre igual a zero.

33
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento
“SALDO NEGATIVO”

Indica que o custo médio ou a quantidade de saldo do final do mês do item mostrado no campo cod.item, esta negativo. Isto
caracteriza que as saídas de estoque do mês representaram uma quantidade maior que o saldo inicial do mês mais as
entradas do mês. Isto é possível devido o Logix permitir que durante o mês o apontamento de produção deixe negativo o
saldo de estoque dos componentes utilizados na estrutura do item produzido, caso a empresa opte em permitir esta situação.
No entanto, a cada fechamento de mês é necessário que esta consistência seja eliminada, pois acarreta em problemas na
emissão do livro de inventário de estoques e na Instrução Normativa que não permitem a existência de saldo negativo. Como
solução para o problema, é necessário que seja efetuado apontamento de entrada no estoque para tornar o saldo de estoque
positivo em quantidade e valor.

“QUANTIDADE SEM VALOR”

Indica que o custo médio do item está igual a zero para um saldo em quantidade maior do que zero. Para solucionar este
problema, é necessário verificar se o item está dentro do conceito de controle físico, mas não foi marcado o campo “Controle
Estoque Físico” no programa SUP6200 – Parâmetros Diversos. Em não se tratando de item de controle físico, deverá ser
implantado o saldo em valor para tornar o custo médio maior do que zero. A implantação do saldo em valor, poderá ser
efetuada pelo programa SUP0710 – Movimentação, utilizando uma operação de entrada definida no SUP0660 – Cadastro de
Operações, com os campos quantidade desmarcado, e detalhamento marcado.

“CUSTO/QTDE IGUAL A ZERO”

Indica que no final do mês o valor do custo médio padrão e o saldo em quantidade ficaram com o valor igual a zero. Esta
mensagem pode ser apenas um alerta, pois é normal esta situação quando o saldo de estoque do item em quantidade e valor
é zerado. No entanto, dependendo do caso, é necessário que se faça uma averiguação para se certificar que a situação é
realmente correta.

Importante/Saiba Mais

A mensagem “CUSTO/QTDE IGUAL A ZERO” poderá ser inibida da impressão


realizada pelo programa SUP2080, quando a situação se apresentar verdadeira.
Neste caso, deve ser parametrizado no LOG00086 – Parâmetros Gerais do Logix, o
parâmetro “Emitir consistência de custo e quantidade zerados para o item?” com
o conteúdo igual a “N”. O valor default deste parâmetro, caso não esteja
inicializado, é para que não seja emitida esta mensagem.

“DIFERENÇA DE VALOR”

Indica que o item possui uma diferença de valor maior que zero entre o saldo final calculado e o saldo final contábil, no mês
que está em processo de fechamento.

O saldo final calculado corresponde a fórmula a seguir:


 Saldo final calculado = saldo do final do mês em quantidade multiplicado pelo custo médio unitário na moeda
padrão do final do mês.

O saldo final contábil corresponde a fórmula a seguir:


 Saldo final contábil = saldo do início do mês em quantidade multiplicado pelo custo médio unitário na moeda
padrão do início do mês, mais o valor do custo total das movimentações de entrada do mês na moeda padrão,
menos o valor do custo total das movimentações de saída do mês na moeda padrão.
Fechamento Estoque/Custos

Para solucionar este problema, será necessário efetuar uma análise das movimentações de estoque do item no mês que está
em processo de fechamento, utilizando como base de análise os relatórios sup1820 e sup1830 que são emitidos pelo
programa sup1820. As situações abaixo podem ser a causa desta mensagem:
 Foi efetuada uma entrada de valor no estoque, sem que tenha ocorrido o recálculo do custo médio. Verificar o
cadastro da operação de estoque no programa SUP0660 – Operações de Estoque, conforme o campo “Recálculo”,
que deverá estar marcado.
 Foi efetuada uma saída de valor no estoque, sem que tenha ocorrido o recalculo do custo médio. Verificar o
cadastro da operação de estoque no programa SUP0660 – Operações de Estoque, conforme o campo “Recálculo”,
que deverá estar marcado.
 O saldo em estoque contábil ficou negativo em algum dia do mês e nesta situação o recálculo do custo médio não é
efetuado. É necessário efetuar o apontamento de entrada para deixar o saldo de estoque positivo no dia.
 O saldo de estoque em quantidade no final do mês ficou igual a zero deixando o saldo calculado igual a zero, mas
contabilmente ainda existe um saldo. Neste caso é necessário efetuar um ajuste de valor de saída para que o saldo
contábil seja estornado, de modo que também fique igual a zero.

“ENTRADA DE VALOR SEM QTD (P)”

Indica que houve uma movimentação de entrada no estoque referente uma nota fiscal no recebimento de materiais, de valor,
sem quantidade, sem o valor na moeda padrão. Esta mensagem pode se tratar somente de um alerta. No entanto pode ser
necessária uma checagem, para se verificar se a contagem da seqüência da nota fiscal foi efetuada com a quantidade zero
indevidamente.

Importante/Saiba Mais

Os ajustes de valor nos estoques, quando houver diferenças de valores, poderão


ser gerados automaticamente, caso a empresa optar na utilização desta
funcionalidade. Para que isto ocorra, deverão ser parametrizadas as informações
no programa SUP6100 – Ajuste Automático de Valor, informando as operações,
valores limites e a conta contábil a serem utilizadas na inclusão da movimentação
de estoque de ajuste.

SUP1750 - Consistências na conta de almoxarifado

Objetivo: Efetuar a análise do valor do custo dos avisos de recebimento recebidos no período de seleção informado em tela.
O valor do custo apresentado no relatório se refere a movimentação de entrada na conta de estoque de materiais. É efetuado
um cruzamento das informações, por aviso de recebimento e seqüência, com o objetivo de apresentar diferenças de valores
entre os lançamentos contábeis, as entradas de notas fiscais e fretes, e a movimentação de entrada no estoque dos avisos de
recebimento.

35
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento

Importante/Saiba Mais

Caso sejam encontradas divergências nesse relatório, após a correção deve ser
processada novamente a rotina CST8610.

Principais campos:

Período de: corresponde ao dia, mês e ano inicial na seleção das informações a serem exibidas no relatório.

Período até: corresponde ao dia, mês e ano final na seleção das informações a serem exibidas no relatório.

Tipo: Permite que seja extraído o relatório com todos os avisos de recebimento recebidos ou os que somente possuam
diferenças na valorização do custo dos avisos de recebimento, de acordo com o período selecionado. Quando solicitado o
relatório para listar os avisos de recebimento somente com diferenças, é efetuado um comparativo entre os valores das
colunas “Valor Estoque”, “Valor AR” e “Valor Contábil”.

Abaixo é exibido o modelo do relatório impresso pelo programa:


Fechamento Estoque/Custos

Quando o item apresentar diferença entre as colunas “Valor Estoque”, “Valor AR” e “Valor Contábil”, será impresso uma
seqüência de “***” no final da linha do lado direito do relatório, acusando que o aviso de recebimento e seqüência estão
apresentando diferenças entre si.

A fórmula de cálculo do custo dos avisos de recebimento e seqüência, que é realizada pelo programa CST8610 – Cálculo Custo
Médio, Processo: Valoriza entradas recebimento, e que é mostrada na coluna “Valor Estoque”, está abaixo descrita. Esta
mesma fórmula é considerada na coluna “Valor AR” que o programa SUP1750 Consistências do Recebimento também exibe.
Os impostos são descontados se houver crédito dos impostos.

. Custo = Valor da sequencia do A.R. +


Valor do frete rateado –
Valor do ICMS da sequencia do A.R. –
Valor do ICMS do frete rateado –
Valor do IPI da sequencia do A.R. –
Valor do PIS da sequencia do A.R. –
Valor do COFINS da sequencia do A.R. –
Valor do PIS do frete rateado –
Valor do COFINS do frete rateado.

O valor do ICMS diferencial de alíquota da nota fiscal e fretes é considerado no valor do custo quando a incidência do imposto
é sem direito a crédito do ICMS.

O valor da despesa acessória de IPI e ICMS é descontado do valor do custo da mercadoria, havendo crédito do imposto.

Os valores da nota fiscal relacionada ao aviso de recebimento e seqüência podem ser consultados no programa SUP3760 –
Dados da Nota Fiscal, utilizando as funções 7_inf_compl_nf – Consulta informações complementares NF e Q_impostos –
Consulta os valores dos Impostos.

As causas das diferenças podem ser as que estão mencionadas abaixo:

1. Houve alteração manual no lançamento contábil do aviso de recebimento e seqüência, onde foi utilizado o
programa SUP1440 – Lançamentos Contábeis. É necessário analisar se o usuário esta ciente da situação, pois o
correto é que os lançamentos contábeis dos avisos de recebimento sejam realizados pelo programa SUP1430 – Gera
Lançamentos Contábeis / Lote.
2. Houve alteração nos dados do aviso de recebimento e seqüência utilizando-se o programa SUP3760 – Dados da
Nota Fiscal e a nota ainda não foi recontabilizada.
3. Não foi executado o programa CST8610 – Cálculo Custo Médio, no processo Valoriza entradas recebimento,
deixando o valor do custo da movimentação de estoque desatualizado em relação aos dados do aviso de
recebimento e seqüência.

37
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento
4. Deverá ser analisado o campo “Conta estoque?” do programa CON0010 – Plano Contas, referente as contas
contábeis utilizadas no lançamento contábil do aviso de recebimento e seqüência. É possível que este indicador em
alguma conta contábil, esteja parametrizado indevidamente causando a diferença apresentada. Somente as contas
de estoque deverão estar com este indicador marcado.

5.7. Relatórios

SUP1820 – Razão de movimentos no mês

Objetivo: Efetuar uma análise detalhada das movimentações de estoque por código de item, ocorridas dentro do mês em
processo de fechamento e também em meses já fechados. É apresentado as operações de estoque realizadas, a origem dos
documentos informados, quantidades movimentadas, valores totais das entradas e saídas e os saldos de estoque em cada
movimentação, além do saldo inicial do mês e final do mês em quantidade e valor. Também é emitido um relatório com o
resumo das movimentações de estoque por operação de estoque e o saldo inicial e final total para ser utilizado na conciliação
contábil.

Principais campos:

Tipo do item: corresponde ao tipo de item grade que se deseja processar a extração do relatório. Podem ser selecionados
itens comprados, fabricados ou todos os itens.

Emitir moeda forte?: Indica se as informações do custo exibido no relatório devem ser mostradas em moeda forte quando a
empresa trabalha com o conceito de moeda forte de acordo com os parâmetros Moeda CMCAC ou Moeda FASB/USGAAP do
programa CON0040 – Parâmetros Contabilidade.

Considerar itens grade?: Indica se no relatório devem ser considerados os itens definidos com grade no programa MAN9922 –
Itens na aba Controle Grade.
Fechamento Estoque/Custos

Sumarizar?: Indica se as operações de estoque iguais em uma mesma sequencia cronológica, devem ser sumarizadas em
quantidade e valor. O objetivo deste parâmetro é diminuir a quantidade de páginas impressas eliminando a repetição das
operações nas linhas do relatório em um mesmo dia e documento.

Tipo seleção: Indica se devem ser selecionados todos os itens de estoque ou somente os itens que possuírem movimentação
no mês do processamento.

Seleção grupo?: Indica se devem ser informados grupos de controle de estoque individualizados para selecionar os itens de
acordo com os grupos preenchidos na tela exibida quando o campo seleção grupo estiver marcado.

Seleção conta?: Indica se devem ser informadas as contas contábeis de estoque para selecionar os itens de acordo com as
contas preenchidas na tela exibida quando esse campo estiver marcado.

Importante/Saiba Mais

A opção “Seleção conta?” será usada no processo de conciliação das contas de


estoque com o razão das contas da contabilidade.

Grupo Ctr.Estoque de: neste campo, solicita o preenchimento do grupo de controle de estoque inicial do intervalo DE / ATÉ
dos itens a serem selecionados no processamento. O grupo de controle de estoque deve estar previamente cadastrado no
programa SUP0270 – Grupos de Controle de Estoques.

Grupo Ctr.Estoque até: neste campo, solicita o preenchimento do grupo de controle de estoque final do intervalo DE / ATÉ
dos itens a serem selecionados no processamento. O grupo de controle de estoque deve estar previamente cadastrado no
programa SUP0270 – Grupos de Controle de Estoques.

Família: neste campo, deverá ser informado o código da família para seleção dos códigos de itens de acordo com a família
preenchida neste campo. A família deve estar previamente cadastrada no MAN0040 – Famílias.

Itens de: neste campo, solicita o preenchimento do código do item inicial do intervalo DE / ATÉ dos itens a serem
selecionados no processamento. O item deverá possuir o controle de estoque, conforme o campo Controla estoque que
deverá estar marcado na aba Estoque do programa MAN9922 – Itens, do módulo de ENGENHARIA.

Itens até: neste campo, solicita o preenchimento do código do item final do intervalo DE / ATÉ dos itens a serem selecionados
no processamento. O item deverá possuir o controle de estoque, conforme o campo Controla estoque que deverá estar
marcado na aba Estoque do programa MAN9922 – Itens, do módulo de ENGENHARIA.

Documento: corresponde ao documento de referência que se deseja selecionar e que foi utilizado na movimentação de
estoques. Esta informação pode ser usada para rastreabilidade do movimento.

Tipo embalagem: Indica que as quantidades mostradas no relatório poderão ou não ser convertidas pela quantidade padrão
da embalagem do item que é cadastrado no MAN8670 – De / Para de Estoques. Para isto é necessário que seja esteja
marcado o parâmetro Utiliz.Unidade de Medida Venda do programa SUP1790 – Controles de Estoque. Para converter as
quantidades pelo padrão de embalagem, o conteúdo deste campo deverá estar preenchido como “V” (Vendas). Para deixar a
quantidade na unidade de medida do estoque, sem efetuar a conversão, o conteúdo do campo deverá estar preenchido como
“E”.

Período de: neste campo, solicita o preenchimento da data de seleção inicial do intervalo DE / ATÉ dos movimentos de
estoque a serem selecionados no processamento. A data informada deve ser inferior a data do último fechamento de
estoque.

39
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento
Período até: neste campo, solicita o preenchimento da data de seleção final do intervalo DE / ATÉ dos movimentos de
estoque a serem selecionados no processamento. A data informada deve ser inferior a data do último fechamento de
estoque.

Movimentos histórico?: corresponde a forma de pesquisa que o programa irá efetuar na base de dados para selecionar as
movimentações de estoque. Poderá ser selecionada a base não histórica ou a base histórica, mas não permite ambas, quando
o período compreender um intervalo de datas em que as informações das movimentações de estoque estejam disponíveis na
base histórica e na base não histórica.

Folha/página: Indica se na impressão do cabeçalho do relatório a cada salto de pagina, será impressa a constante “Folha” ou
“Pagina” ao lado da numeração sequencial.

Emite resumo grupo?: Indica se deverá ser impresso o resumo por grupo de controle de estoque relacionado ao item,
conforme o campo Grupo ctr.estoq. da aba Básico do programa MAN9922 – Item.

Abaixo é exibido o modelo do relatório detalhado das movimentações de estoque impresso pelo programa:

Abaixo é exibido o modelo do relatório resumo das movimentações de estoque impresso pelo programa:
Fechamento Estoque/Custos

Importante/Saiba Mais

O processo de fechamento do mês, não poderá ser passado para o próximo passo,
enquanto a diferença de valor apresentada (ESTOQUE FINAL CALCULADO <>
ESTOQUE FINAL CONTÁBIL), não for analisada e corrigida.

Após a correção, deve ser processada novamente a rotina CST8610.

Quando o campo diferença estiver maior do que zero, indica que o item possui uma diferença de valor entre os campos
estoque final calculado e o estoque final contábil, no período em que o relatório foi processado.

O estoque final calculado corresponde a fórmula a seguir:


 Estoque final calculado = saldo do final do mês em quantidade multiplicado pelo custo médio unitário na moeda
padrão do final do mês.

O estoque final contábil corresponde a fórmula a seguir:


 Estoque final contábil = saldo do início do mês em quantidade multiplicado pelo custo médio unitário na moeda
padrão do início do mês, mais o valor do custo total das movimentações de entrada do mês na moeda padrão,
menos o valor do custo total das movimentações de saída do mês na moeda padrão.

Para solucionar este problema, será necessário efetuar uma análise das movimentações de estoque do item no mês que está
em processo de fechamento, utilizando como base de análise os relatórios sup1820 e sup1830 que são emitidos pelo
programa sup1820. As situações abaixo podem ser a causa desta mensagem:
 Foi efetuada uma entrada de valor no estoque, sem que tenha ocorrido o recálculo do custo médio. Verificar o
cadastro da operação de estoque no programa SUP0660 – Operações de Estoque, conforme o campo “Recálculo”,
que deverá estar marcado.
 Foi efetuada uma saída de valor no estoque, sem que tenha ocorrido o recalculo do custo médio. Verificar o
cadastro da operação de estoque no programa SUP0660 – Operações de Estoque, conforme o campo “Recálculo”,
que deverá estar marcado.
 O saldo em estoque contábil ficou negativo em algum dia do mês e nesta situação o recálculo do custo médio não é
efetuado. É necessário efetuar o apontamento de entrada para deixar o saldo de estoque positivo no dia.
 O saldo de estoque em quantidade no final do mês ficou igual a zero deixando o saldo calculado igual a zero, mas
contabilmente ainda existe um saldo. Neste caso é necessário efetuar um ajuste de valor de saída para que o saldo
contábil seja estornado, de modo que também fique igual a zero.

SUP5460 – Consumo por grupo de estoque / centro de custo

Objetivo: Consultar as movimentações de estoque efetuadas em contas contábeis de centro de custo, no período informado
em tela. Também é possível obter as informações de identificação do lançamento, pela análise do conteúdo dos campos
utilizados na movimentação de estoque, como o código da operação de estoque, data da movimentação, número do
documento, código do item, a quantidade movimentada, custo unitário e custo total. Emite também totalização por grupo de
controle de estoque, conta contábil e centro de custo.

41
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento

Importante/Saiba Mais

Para o fechamento, deve-se emitir e conferir se a soma das operações de consumo


para centros de custo do SUP1830 fecha com o total geral do SUP5460. Caso não
fechem, significa que existem movimentações de estoque de consumo por centro
de custo com conta contábil diferente do tipo 08 –centro de custo. As contas
destas movimentações deverão ser alteradas pelo programa SUP0710 –
Principais Movimentação
campos: Diária, pela função D_modifica_conta.

Tipo item: corresponde ao tipo de item que se deseja consultar. Pode ser selecionado os itens comprados, fabricados ou
todos os itens.

Itens de: neste campo, solicita o preenchimento do código do item inicial do intervalo DE / ATÉ dos itens a serem
selecionados no processamento. O item deverá possuir o controle de estoque, conforme o campo Controla estoque que
deverá estar marcado na aba Estoque do programa MAN9922 – Itens, do módulo de ENGENHARIA.

Itens até: neste campo, solicita o preenchimento do código do item final do intervalo DE / ATÉ dos itens a serem selecionados
no processamento. O item deverá possuir o controle de estoque, conforme o campo Controla estoque que deverá estar
marcado na aba Estoque do programa MAN9922 – Itens, do módulo de ENGENHARIA.

Grupo Ctr.Estoque de: neste campo, solicita o preenchimento do grupo de controle de estoque inicial do intervalo DE / ATÉ
dos itens a serem selecionados no processamento. O grupo de controle de estoque deve estar previamente cadastrado no
programa SUP0270 – Grupos de Controle de Estoques.
Fechamento Estoque/Custos

Grupo Ctr.Estoque até: neste campo, solicita o preenchimento do grupo de controle de estoque final do intervalo DE / ATÉ
dos itens a serem selecionados no processamento. O grupo de controle de estoque deve estar previamente cadastrado no
programa SUP0270 – Grupos de Controle de Estoques.

Quebra por grupo estq: neste campo, indica se haverá ou não uma quebra para totalização por grupo de controle de estoque.

Centro de Custo de: neste campo, solicita o preenchimento do código do centro de custo inicial do intervalo DE / ATÉ dos
movimentos de estoque a serem selecionados no processamento. O código do centro de custo deve estar previamente
cadastrado no programa CON0480 – Cadastro de Centros de Custo.

Centro de Custo ate: neste campo, solicita o preenchimento do código do centro de custo final do intervalo DE / ATÉ dos
movimentos de estoque a serem selecionados no processamento. O grupo de controle de estoque deve estar previamente
cadastrado no programa CON0480 – Cadastro de Centros de Custo.

Data de: neste campo, solicita o preenchimento da data de seleção inicial do intervalo DE / ATÉ dos movimentos de estoque a
serem selecionados no processamento. A data informada deve ser inferior a data do último fechamento de estoque.

Data até: neste campo, solicita o preenchimento da data de seleção final do intervalo DE / ATÉ dos movimentos de estoque a
serem selecionados no processamento. A data informada deve ser inferior a data do último fechamento de estoque.

Sumariza por Operação: neste campo, indica se na impressão do relatório haverá ou não, uma sumarização das
movimentações de estoque por código da operação.

Seleciona Família: neste campo, indica se deverão ser selecionadas famílias de itens de acordo com o código do item que foi
informado na movimentação do estoque. Marcando este campo, será exibida uma tela para informar as famílias selecionadas
para o processamento do relatório. A família deve estar previamente cadastrada no MAN0040 – Famílias.

Abaixo é exibido o modelo do relatório impresso pelo programa:

5.8. Contabilização

43
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento
SUP3290 – Contabilização estoque mensal

Objetivo: Efetuar manutenção das operações de estoque que deverão ser contabilizadas automaticamente pelo
sistema, na rotina de fechamento mensal dos estoques.

Todas as operações aqui informadas, deverão ter o indicador de contabilização igual a “S”, programa (SUP0660). As
movimentações de estoque que foram contabilizadas pelo módulo de Recebimento de Materiais (Aviso de recebimento,
Entradas de serviço referente industrialização, Devoluções de mercadorias a fornecedores e Débitos a fornecedores por
divergências com compras), não poderão ser lançadas neste cadastro.
Existem operações que mesmo oriundas de “Entradas pelo Recebimento” devem também ser contabilizadas neste
módulo como, devoluções de clientes e baixa de componentes utilizados na industrialização externa, quando a baixa ocorre
no retorno do item beneficiado.

SUP7240 – Contas contábeis

Objetivo: Informar as contas de débito e crédito para cada operação utilizada na movimentação do estoque.
Fechamento Estoque/Custos

Informar conta débito, crédito ou ambas. Na movimentação de estoque manual, programa (SUP0710), será obtida a
conta correspondente a operação de estoque que está sendo utilizada. Este cadastro é opcional, e se existir informações para
a operação de estoque, será utilizada também pelos demais módulos do LOGIX.

SUP0732 – Relacionamento Histórico padrão x Operação estoque

Objetivo: Cadastrar relacionamento entre Operação de Estoque no SUP0660 (Cadastro) e Código de Histórico Padrão no
CON0020 (Códigos Históricos Padronizados), para abertura no razão contábil dos lançamentos por operação de estoque.

45
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento

SUP7660 – Emissão dos lançamentos contábeis

Objetivo: Efetuar a preparação e a listagem das informações dos lançamentos contábeis das movimentações de estoque no
mês e ano de referência, de acordo com os argumentos de seleção informados na tela. Também é emitido um relatório com
as consistências encontradas durante o processamento das informações contábeis, e que devem ser corrigidas antes de se
dar a continuidade no processo de fechamento.
Fechamento Estoque/Custos

Principais campos:

Mês/ano referencia: neste campo, deverá ser informado o mês e o ano de referência, para permitir a obtenção das
informações das movimentações de estoque do item da data informada. O mês/ano de referencia informado, deverá ser
menor ou igual que a data do próximo fechamento de estoque, conforme o campo Data prox.fechamento estoque do
programa SUP1790 – Controles de Estoque.

Comprados: Se essa opção for marcada, serão selecionados somente dos itens do tipo “Comprado” (parametrizados no
MAN9922/MAN10021 - Aba básico) para o processamento da contabilização das movimentações de estoque

Beneficiados: Se essa opção for marcada, serão selecionados somente dos itens do tipo “Beneficiado” (parametrizados no
MAN9922/MAN10021 - Aba básico) para o processamento da contabilização das movimentações de estoque

Produzidos: Se essa opção for marcada, serão selecionados somente dos itens do tipo “Produzido” (parametrizados no
MAN9922/MAN10021 - Aba básico) para o processamento da contabilização das movimentações de estoque

Finais: Se essa opção for marcada, serão selecionados somente dos itens do tipo “Final” (parametrizados no
MAN9922/MAN10021 - Aba básico) para o processamento da contabilização das movimentações de estoque

Movimentos histórico?: corresponde a forma de pesquisa que o programa irá efetuar na base de dados para selecionar as
movimentações de estoque. Poderá ser selecionada a base não histórica ou a base histórica, mas não permite ambas, quando
o período compreender um intervalo de datas em que as informações das movimentações de estoque estejam disponíveis na
base histórica e na base não histórica.

Operações estoque: correspondem as operações de estoque que devem ser processadas na contabilização e na listagem.
Normalmente consideram-se todas as operações de estoque utilizadas nas movimentações do mês e ano informados, com
exceção das operações de estoque definidas no SUP0660 – Cadastro de Operações com os campos origem e destino com o
conteúdo igual a “F” (Fornecedor), correspondentes as entradas de avisos de recebimento, devolução e nota débito a
fornecedores, pois estes documentos são contabilizados pelo programa SUP1430 – Gera Lançamentos Contábeis/Lote no
módulo de recebimento de materiais. As operações de estoque podem estar previamente cadastradas no programa SUP3290
– “Contabilização Automática”, e desta forma, serão carregadas automaticamente na abertura da tela do SUP7660.

47
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento

Importante/Saiba Mais

Para o fechamento, deverá ser verificado se as operações de estoque exibidas no


relatório SUP1830 – Resumo das Movimentações de Estoque por Operação, que é
listado pelo SUP1820 – Movimento Mês, estão cadastradas no programa SUP3290
– Contabilização Automática. A não contabilização de uma operação de estoque,
causará diferenças entre os saldos de estoque enviados para a contabilidade com
os saldos existentes nos relatórios de estoque.

Importante/Saiba Mais

As operações de estoque de entrada de aviso de recebimento, devolução e nota de


débito a fornecedores não poderão ser contabilizadas pelo programa SUP7660,
pois estão definidas no SUP0660 – Cadastro de Operações com o campo origem e
destino com o conteúdo igual a “F” (fornecedores).

Moeda forte?: Indica se as informações para contabilização do custo e que também é exibido no relatório devem ser
processadas em moeda forte quando a empresa trabalha com o conceito de moeda forte de acordo com os parâmetros
Moeda CMCAC ou Moeda FASB/USGAAP do programa CON0040 – Parâmetros Contabilidade.

Imprimir descrição item?: Indica se na emissão dos lançamentos contábeis do estoque, será impressa a descrição dos itens
contabilizados.

Utiliza PC especial?: Indica se emitirá os relatórios utilizando o plano de contas normal ou o da ANS (Agência Nacional de
Saúde), de acordo com as opções abaixo:

S – Considera o plano de contas da ANS (Agência Nacional de Saúde).


N – Emitirá os relatórios utilizando o plano de contas normal.

Abaixo estão relacionados, conceitos importantes no entendimento do processo de contabilização dos estoques.

Uma das pernas do lançamento, que pode ser o débito ou o crédito, sempre tem como origem a conta contábil informada na
movimentação de estoque. A conta contábil do movimento pode ser consultada no programa SUP0710 – Movimentações.

Para saber se a conta contábil da movimentação de estoque será creditada ou debitada, basta verificar o campo tipo da
operação de estoque do movimento no programa SUP0660 – Cadastro de Operações e obedecer a regra abaixo:
 Entrada Normal ou Saída Reversão – A conta contábil da movimentação de estoque será creditada.
 Saída Normal ou Entrada Reversão – A conta contábil da movimentação de estoque será debitada.

A perna de contra-partida do lançamento contábil de estoques e obedecem o seguinte critério de obtenção:


1) Busca a conta contábil do programa sup7240 – Contabilização – Contra – Partida, de acordo com o código da operação
de estoque informada na movimentação de estoques. Em se tratando de uma movimentação de entrada no estoque,
será considerada a conta débito. Em se tratando de uma movimentação de saída do estoque, será considerada a conta
crédito.
2) Caso no passo 1 não seja encontrada a conta contábil, então a mesma será obtida no programa MAN9922 – Cadastro do
item – Aba Fiscal, de acordo com o campo Conta Contábil do item.
3) Caso no passo 2 também não seja encontrada a conta contábil, então a mesma será obtida no programa VDP0340 –
Linha de Produto (Area de Negócio), de acordo com o campo Conta Contab. Estoque.
Fechamento Estoque/Custos

4) Caso a conta não seja obtida em nenhum dos três passos mencionados anteriormente, então a conta contábil será
assumida com o conteúdo igual a zero e será emitida uma mensagem de erro no relatório de consistência para que o
usuário corrija esta situação.

FUNCIONALIDADE ESPECÍFICA:

Mês retroativo – Ao clicar sobre esta funcionalidade, será exibida uma tela para informar os argumentos de seleção para
permitir a impressão das informações da contabilização das movimentações de estoque em meses já encerrados.

Abaixo é exibido o modelo do relatório dos lançamentos contábeis das movimentações de estoque impresso pelo programa:

Abaixo é exibido o modelo do relatório das consistências dos lançamentos contábeis das movimentações de estoque
impresso pelo programa que será emitido com o código SUP7661:

Importante/Saiba Mais

O processo de fechamento do mês, não poderá ser passado para o próximo passo,
enquanto as consistências não forem analisadas e solucionadas.

Mensagens de Consistência:

49
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento
“ESTOQUE_TRANS” Indica que a conta contábil da movimentação de estoque não foi informada. Esta conta é utilizada na
partida do lançamento contábil. Para solucionar esta consistência, deve-se informar a conta contábil na movimentação e
como sugestão, utilizar a função D_modifica_conta do SUP0710 – Movimentação.

“ESTOQUE_OPERAC_CT/ITEM_SUP/LINHA_PRODUTO” Indica que a conta contábil de contra-partida do lançamento contábil


não foi informada. Para solucionar esta consistência, deve-se verificar em qual origem a conta contábil deverá ser informada.

“CONTA DÉBITO IGUAL A CONTA CRÉDITO” Indica que a conta contábil de débito e de crédito informado no lançamento são
iguais. Para solucionar esta consistência é necessário revisar os cadastros da conta contábil de contra-partida ou alterar a
conta-contábil da movimentação de estoque utilizando a função D_modifica_conta do SUP0710 – Movimentações.

Este tipo de mensagem, ocasionará na contabilidade nenhum efeito nos saldos contábeis de estoque, mas afeta diretamente
os saldos considerando os relatórios de fechamento do estoque. Na prática, os saldos das contas de estoque do CON0210 –
Razão, não vão bater com o saldo do SUP1830 – Resumo das Movimentações de Estoque.

“CTAS DÉBITO E CRÉDITO DE ESTOQUE” Indica que a conta contábil de débito e de crédito informadas, estão definidas como
sendo de estoque no plano de contas, conforme o programa CON0010 – Plano Contas. Esta mensagem pode ser apenas um
alerta, caso se tratar de movimentações de operações relacionadas (uma movimentação de entrada relacionada a uma
movimentação de saída), caracterizando uma transferência de saldo entre itens ou dimensionais. A característica deste
lançamento é que a conta contábil de contra-partida é uma conta transitória para transferência dos saldos que sempre deve
estar com valor igual a zero no CON0210 – Razão.

“CTAS DÉBITO E CRÉDITO NÃO ESTOQUE” Indica que a conta contábil de débito e de crédito informadas, estão definidas como
sendo de não estoque no plano de contas, conforme o programa CON0010 – Plano Contas. Para solucionar este problema,
deve-se analisar se a conta contábil da movimentação de estoque esta correta. Caso não esteja, utilzar a função
D_modifica_conta do SUP0710 e informar uma conta contábil de estoque. Caso a conta contábil da movimentação de
estoque estiver correta, verificar se as contas contábeis de contra-partida foram informadas corretamente.

“TIPO DE CONTA INVÁLIDA PARA OPERAÇÃO” Indica que o tipo da conta contábil definida no CON0010 – Plano Contas é
incompatível com o destino que esta definido como consumo na operação de estoque, conforme o programa SUP0660 –
Operações de Estoque. A mensagem é emitida conforme regra abaixo:

 Quando a operação for de consumo (destino “U”), a conta contábil deverá ser do tipo 08 (centro de custo) ou 09 (ordem
de serviço).

 Quando a operação não for de consumo (destino “U”), a conta contábil não poderá ser do tipo 08 (centro de custo) ou
09 (ordem de serviço).

Importante/Saiba Mais

Caso o parâmetro de efetivação automática do lote EST não esteja marcado no


CON1640, deve-se efetivar o lote gerado pelo programa CON3950.
Fechamento Estoque/Custos

6. Fechamento de custos

6.1. Conceitos de custos

A Contabilidade de Custos nasceu da Contabilidade financeira, quando da necessidade de avaliar estoques de produtos
acabados na indústria, mais especificamente com o início da Revolução industrial. Anteriormente a esse período, os produtos
eram fabricados por artesãos que, via de regra, não constituíam pessoas jurídicas e pouco preocupavam-se com o cálculo de
custos.
A contabilidade nessa época, tinha sua aplicação maior no segmento comercial, sendo utilizada para apuração do resultado
do exercício. Porém, com o incremento da indústria surge a necessidade de cálculo de custos para formação de estoques.
Anteriormente, os comerciantes, para apurar o resultado do exercício, somavam as receitas e subtraíam delas o custo da
mercadoria vendida, gerando o lucro bruto. Do lucro bruto eram deduzidas as demais despesas e, assim, encontravam o lucro
ou prejuízo do período (esse sistema de apuração ainda hoje é utilizado pela contabilidade).

Exemplo:
(+) Vendas
(-) Custo das mercadorias vendidas
(=) Lucro bruto
(-) Despesas administrativas
(-) Despesas comerciais
(-) Despesas financeiras
(=) Lucro/prejuízo

Na atividade comercial o custo da mercadoria vendida era fácil de ser identificado, uma vez que sua composição resulta do
valor pago pela mercadoria, mais tributos não compensáveis, mais fretes pagos e seguros. No caso de haver variação de
estoques, aplica-se a fórmula envolvendo, estoque inicial, compras e estoque final para se encontrar o CMV (Custo da
Mercadoria Vendida).

CMV = Estoque inicial + Compras – Estoque final

No segmento industrial, essa mesma sistemática não poderia ser utilizada para calcular o CPV (Custos dos Produtos
Vendidos), uma vez que o fabricante compra materiais e os transforma, paga mão-de-obra para elaborá-los e ainda consome
uma infinidade de outros custos (energia, água etc.), para enfim gerar o bem para venda.
Nessa situação, na qual vários insumos são consumidos para elaboração de um novo produto, não é tão simples o cálculo de
custos a ser implementado. Essa dificuldade ou necessidade fez surgir a contabilidade de custos, inicialmente com a
finalidade de mensurar os estoques produzidos e determinar o resultado do exercício.
Resumidamente, podemos dizer que o sistema de custos busca identificar os gastos com a produção ( Custos totais), para que
com base nestes dados possam ser realizadas classificações, análises, avaliações, controles e planejamentos,
consequentemente, transforma-se num importante instrumento de gestão, como fonte primária e básica para a tomada de
decisão.
O módulo de Fechamento Estoque/Custos do Logix, fornece ferramentas necessárias para atender aos requisitos que a
Contabilidade de Custos exige: a valorização das entradas do mês, a valorização dos estoques de produtos acabados e em
processo, o cálculo do custo médio dos itens, a apuração dos saldos em estoque e a contabilização de todas as operações
envolvendo contas de estoque.

Segue abaixo alguns conceitos utilizados por Custos:

CUSTEAR: “Significa coletar, acumular, organizar, analisar, interpretar e informar custos e dados de custos, com o objetivo de
auxiliar a gerência da empresa”. (LEONE, G. G. Sistemas de Custeamento. In: Custos. Planejamento, Implantação e Controle. P.
229)
CENTRO DE CUSTO: É um agrupador dos custos e gastos da empresa, e fornecerá o custo de produção do período. Um centro
de custo pode ser de serviço, auxiliar ou produtivo.

51
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento
SERVIÇO: Os gastos lançados nos centros de custo de serviço correspondem as despesas da empresa; Exemplos: Marketing,
Comercial.
AUXILIAR: os gastos dos centros de custo auxiliares correspondem aos indiretos da produção, ou seja, que não estão
diretamente ligados a atividade produtiva da empresa, e serão rateados para os centros de custo produtivos; Exemplos:
Manutenção, Almoxarifado
PRODUTIVO: os gastos dos centros de custo produtivos são aqueles que correspondem diretamente a atividade da empresa e
são apropriados ao produto pela taxa de absorção.

GIF: Gastos indiretos de fabricação. É o primeiro passo para o fechamento de custos e permite zerar os centros de custo
auxiliares para os produtivos sem zerar diretamente as despesas.

Métodos de custeio

Correspondem aos métodos de apropriação dos custos aos produtos. No Logix temos 2 métodos:

CUSTO POR ORDEM DE PRODUÇÃO: é o método de custeio onde cada ordem de produção pode conter uma estrutura de
insumos e tempos diferente. Indicado quando a empresa personaliza o item a cada produção, para cada cliente. Exemplos:
indústria automobilística, empresas que trabalham com projetos, indústrias químicas.
Observação: o custo de produção do item no estoque é composto pela média de produção de todas as ordens.

CUSTO POR PROCESSO: é o método de custeio onde não existe variação nos componentes da estrutura de um item, ou a
variação é mínima. Indicado quando a empresa trabalha com produção seriada. Exemplos: produção de potes plásticos,
baldes, brinquedos, indústrias de montagem eletrônica.

Composição de custos de produção

INSUMOS OU MATÉRIA-PRIMA: São os custos dos itens comprados que são consumidos no processo produtivo. Sua
apropriação é feita através da multiplicação da quantidade utilizada pelo seu custo médio. Quando o método de custeio for
por processo, a quantidade utilizada será calculada com base na estrutura, já quando for por ordem de produção, será
considerada a quantidade consumida em cada ordem de produção.

Custo matéria-prima = Quantidade utilizada * custo médio

ITEM SEMI-ACABADO: Refere-se aos itens intermediários na estrutura, definidos como “P” Produzido ou “T” fanTasma no
MAN9922 (Cadastro de Itens). Sua apropriação é igual ao custo da matéria-prima

MÃO DE OBRA: São os custos dos salários, encargos e demais despesas dos funcionários da empresa, que estão alocados em
centros de custo produtivos. Sua apropriação é feita através da multiplicação do total de horas de mão de obra aplicada pela
taxa de absorção do centro de custo.

Custo mão-de-obra = Tempo utilizado * taxa de absorção

DEPRECIAÇÃO: São os custos referentes a aquisição de máquinas e equipamentos, apropriados mensalmente, conforme
legislação. Sua apropriação normalmente é realizada através da multiplicação do total de horas máquina aplicadas pela taxa
de absorção do centro de custo.

Custo depreciação = Tempo utilizado * taxa de absorção

GASTOS GERAIS DE FABRICAÇÃO (GGF) ou CUSTOS INDIRETOS DE FABRICAÇÃO(CIF): São os demais custos incorridos na
fábrica, que normalmente são lançados em centros de custo auxiliares (indiretos) e rateados para os centros de custo
Fechamento Estoque/Custos

produtivos através do módulo GIF. Sua apropriação varia muito de empresa para empresa, mas normalmente é realizada pelo
total de horas aplicadas (homem + máquina).

Custo GGF = Tempo utilizado * taxa de absorção

6.2. Exercício conceitual

Uma empresa produziu no mês de março, 1.000 unidades do produto A. São dadas as seguintes informações:

1) O produto A tem a seguinte estrutura:

2) Os itens B, D e E são comprados e custam respectivamente: R$2,00, R$3,00 e R$1,00.

3) Para produção do item A, o consumo de seus componentes é automático, ou seja, a quantidade é correspondente a
estrutura do produto.

4) Os itens A e C são itens fabricados e sofrem processos nos seguintes centros de custo:

Item A:
Centro de custo Arranjo Horas
310 2 máquinas e 3 homens 1 hora
410 1 máquina e 1 homem 2 horas

Item C:
Centro de custo Arranjo Horas
310 2 máquinas e 4 homens 0,5 horas
410 1 máquina e 2 homens 1 hora

5) O total dos custos com mão de obra direta (MOD) e Gastos Gerais de Fabricação (GGF) nos centros são:

Centro de Custo 310 410 TOTAL


Mão de Obra (MOD) 9.100 10.200 19.300
Gastos Gerais de Fabricação 8.000 6.000 14.000
TOTAL 15.000 16.000 33.300

6) Os custos com mão de obra devem ser apropriados pelas horas homem, já os gastos gerais de fabricação devem ser
apropriados pelas horas máquina.

7) O item C possui estoque de 500 peças a R$13,00 a unidade. O item A possui estoque de 250 peças a R$40,00 a unidade.
(Esta informação será utilizada para calcular os novos custos médios dos itens fabricados)

CALCULE:

53
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento
- o custo de produção do item A
- o novo custo médio dos itens A e C

DICAS:
Custo de Produção:

Matéria Prima Quantidade Consumida x Custo Unitário Médio (+)


M.O.D. Quantidade Horas homem x Taxa Hora (+)
G.G.F. Quantidade Horas máquina x Taxa Hora (+)
= Custo de Fabricação

Custo Unitário Médio = Saldo inicial ($) + Oper C.Infor ($) .


Saldo inicial (qtd) + Oper C.Infor(qtd)

Calculando a quantidade total produzida:

Item Quantidade Produzida

A 1.000 unidades

C 2.000 unidades

Calculando a quantidade total consumida:

Item Quantidade Consumida

B 2.000 unidades

C 2.000 unidades

D 2.000 unidades

E 2.000 unidades
Fechamento Estoque/Custos

Calculando o tempo total:

Item A:
CC Tipo hora Tempo Total

310 HOMEM 3 hom x 1 h x 1000 unidades 3.000 horas

310 MÁQUINA 2 maq x 1 h x 1000 unidades 2.000 horas

410 HOMEM 1 hom x 2 h x 1000 unidades 2.000 horas

410 MÁQUINA 1 maq x 2 h x 1000 unidades 2.000 horas

Item C:
CC Tipo hora Tempo Total

310 HOMEM 4 hom X 0,5 h x 2000 unidades 4.000 horas

310 MÁQUINA 2 maq x 0,5 h x 2000 unidades 2.000 horas

410 HOMEM 2 hom x 1 h x 2000 unidades 4.000 horas

410 MÁQUINA 1 maq x 1 h x 2000 unidades 2.000 horas

Calculando a Taxa de Absorção:

Centro de Custo 310

Comp Custos* Tempos Totais** Taxa de Absorção

MOD R$ 9.100 3.000(A) + 4.000(C) 9.100 ( despesas ) / 7.000 ( tempo ) = R$ 1,30

GGF R$ 8.000 2.000(A) + 2.000(C) 8.000 ( despesas ) / 4.000 ( tempo ) = R$ 2,00

55
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento
Centro de Custo 410

Comp Custos* Tempos Totais** Taxa de Absorção

MOD R$ 10.200 2.000(A) + 4.000(C) 10.200 ( despesas ) / 6.000 ( tempo ) = R$ 1,70

GGF R$ 6.000 2.000(A) + 2.000(C) 6.000 ( despesas ) / 4.000 ( tempo ) = R$ 1,50

*Custos = Gastos na Contabilidade.


**Tempos Totais = tempo total no centro de custo (hora homem ou máquina)

Calculando Custos de Transformação:

Item A
Comp Custo Centro Custo = 310 Centro Custo = 410 Custo Transf. Total

MOD 3.000 h * 1,30 (tx) 2.000 h * 1,70 (tx) 3.900 + 3.400 = 7.300

GGF 2.000 h * 2,00 (tx) 2.000 h * 1,50 (tx) 4.000 + 3.000 = 7.000

TOTAL 14.300

Item C
Comp Custo Centro Custo = 310 Centro Custo = 410 Custo Transf. Total

MOD 4.000 h * 1,30 (tx) 4.000 h * 1,70 (tx) 5.200 + 6.800 = 12.000

GGF 2.000 h * 2,00 (tx) 2.000 h * 1,50 (tx) 4.000 + 3.000 = 7.000

TOTAL 19.000

Calculando o Custo de Produção e Médio dos Itens:

Qual item deve ser calculado primeiro: A ou C ???

O item C pois precisamos ter o custo médio deste item calculado para calcular o custo de produção do item A.
Fechamento Estoque/Custos

Custo Produção Item C:


Processos + Matéria-prima / Qtde. produzida = Custo unitário

(D) ( 2000 * R$ 3,00 )


R$ 19.000 2.000 R$ 13,50

(E) ( 2000 * R$ 1,00)

Custo unitário de produção por Componente de Custo (Item C):

Matéria-prima 6.000 (D) + 2.000 (E) / 2.000 R$ 4,00

Mão de obra 12.000 / 2.000 R$ 6,00

Gastos gerais fabricação 7.000 / 2.000 R$ 3,50

Total R$ 13,50

Custo médio Item C:


[ Saldo Inicial ($) + Produção ($) ] / Saldo inicial (qtd) + Produção (qtd) ]

500 un. * R$ 13,00 2.000 un. * R$ 13,50 500 unidades 2.000 unidades

Custo médio 13,40

Custo de Produção do A:
Processos + Matéria-prima / Qtde. produzida = Custo unitário

(B) ( 2000 * R$ 2,00 )


R$ 14.300 1.000 R$ 45,10

(C) ( 2000 * R$ 13,40)

57
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento
Custo unitário de produção por Componente de Custo (Item A):

Matéria-prima 4.000 (B) / 1.000 R$ 4,00

Mão de obra 7.300 / 1.000 R$ 7,30

Gastos gerais fabricação 7.000 / 1.000 R$ 7,00

Semi-acabado 26.800 / 1.000 R$ 26,80

Total R$ 45,10

Custo médio Item A:


[ Saldo Inicial ($) + Produção ($) ] / Saldo inicial (qtd) + Produção (qtd) ]

250 un. * R$ 40,00 1.000 un. * R$ 45,10 250 unidades 1.000 unidades

Custo médio R$ 44,08

6.3. Cadastros

Para efetuar o fechamento de Estoque e Custos, deve-se configurar alguns parâmetros iniciais e efetuar alguns cadastros
básicos, que serão considerados e tratados durante o processo.

A seguir, serão apresentados os programas onde essas parametrizações e cadastros são realizados dentro do Sistema.

CST5820 – Versões de custo

Objetivo: Cadastrar uma versão de custo com as respectivas parametrizações. O número da versão será requisitado por todos
os processos de custos e também pela valorização dos estoques (antigo SUP2070 atual CST8610), para identificar qual o
intervalo de datas que deverá ser calculado o custo da empresa, e qual o tipo de versão está sendo utilizada.
Fechamento Estoque/Custos

Principais Atributos:

Número de Versão: corresponde a um número de 0 à 9999 que representará a versão de custo que será processada.

Importante/Saiba Mais

Para facilitar a associação do número da versão de custos com a data de


processamento, sugere-se usar o mês e ano, exemplo: janeiro de 2014 corresponde
ao número 114.

Tipo Versão: corresponde ao tipo de custo que será processada a versão. Este campo aceita os seguintes valores:
“S” – Versão contábil (Versão oficial que será contabilizada);
“N” – Versão não contábil (Versão utilizada para a realização de simulações);
“E” – Versão econômica (Versão utilizada para o cálculo do custo gerencial).

Movimentação: corresponde a um período de datas, que deverão estar dentro do Período Contábil e Segmento do Período,
informados nessa tela.

Importante/Saiba Mais

A empresa DEVERÁ ter somente uma Versão Contábil (oficial) do custo para cada
mês/ano de processamento, e PODERÁ ter inúmeras versões Não Contábil ou
Gerencial para o mesmo mês.

59
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento
Importante/Saiba Mais

Ao incluir uma nova versão de custo de qualquer tipo (contábil, não contábil ou
gerencial), ao final do preenchimento das informações é aberta uma tela que
pergunta se o usuário “Deseja copiar componente de custo e tipo de despesa de
outra versão?”. Ao responder “SIM” é aberta uma outra tela onde será permitido
informar uma versão de custo atual para que sejam copiadas as informações dos
cadastros do CST5830 (Componente de custo) e CST5010 (Tipo de despesa por
componente).

Funcionalidades específicas

coPia empresa: Copia a versão de custos consultada, para as empresas filiais.

copia Geral: Copia todos os cadastros, referente à versão de custos consultada, para as empresas filiais. São eles:
- CST5820 – Versão de custo;
- CST5830 – Componentes de custo;
- CST5010 – Tipo Despesa para Componente.

CST5830 – Componente de custo

Objetivo: O custo de produção calculado pelo Fechamento de Custos é divido em custo de insumo e custo de transformação.
Custo de insumo, refere-se ao valor total de todos os itens que foram consumidos para fabricação de um bem, e custo de
transformação, refere-se ao valor dos demais gastos apropriados ao item, como por exemplo: mão de obra, depreciação,
gastos gerais, etc.

Este programa tem como objetivo cadastrar as subdivisões dos custos dentro do conceito acima, ou seja, o cadastro dos
componentes de custo. Esses componentes determinarão a composição do custo da produção. Como exemplo, podemos
cadastrar nessa tela os seguintes componentes:
- Matéria-prima
- Mão-de-obra
- Depreciação
- GGF (Gastos Gerais de Fabricação)
- Embalagens e outros.

Sendo assim, o componente de matéria-prima será a soma de todos os custos das matérias-primas utilizadas na produção. A
mão-de-obra será a soma de todos os custos com mão-de-obra utilizados na produção. A depreciação será o custo de
depreciação das máquinas utilizadas na produção, etc.

Todos os custos desses componentes somados resultarão no custo de produção.


Fechamento Estoque/Custos

Principais campos:

Componente Custo: corresponde ao código do componente de custo, que determinará como será aberto o custo de
produção.

Tipo Tratamento: corresponde a origem da despesa do componente de custo.


Este campo aceita os seguintes valores:
“T” – Taxa de absorção horária (Componentes que possuem despesas lançadas nos centros de custos produtivos e tipos de
despesas relacionados, um exemplo é o componente de Mão-de-Obra, que possui as despesas de folha de pagamento
lançadas no centro de custo produtivo). A taxa de absorção de um centro de custo produtivo é o total dos custos, dividido
pelo que foi gasto em horas no centro de custo durante a produção.
“I” – Insumos (Componentes que a origem do custo esta na estrutura, ou seja, utilizam o custo médio do item, resultante do
fechamento mensal do Estoque. Um exemplo é o componente Matéria-prima, que busca o custo médio de todos os itens
cadastrado na estrutura de item produzido pela empresa).

O relacionamento entre o componente de custo definido como insumo e os itens deverá ser efetuado no MAN9922 –
Cadastro de Itens – Aba de Custos. Dessa forma, o sistema permite que a abertura do componente de custo seja feita a nível
de item componente, por exemplo, se temos a seguinte estrutura:

61
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento
Podemos visualizar o custo de produção do item “Suco em caixa” de muitas formas:

Padrão Físico: corresponde ao divisor do cálculo da taxa de absorção dos centros de custos produtivos. Este campo aceita os
seguintes valores:
“H” – Horas homem
“M” – Horas Máquina
“T” – Total de horas (soma das horas máquinas e horas homem)
“U” – Taxa unificada de mão-de-obra
“Q” – Quantidade
“P” – Peso

O padrão físico está diretamente relacionado com o campo Tipo de Tratamento, ou seja, se o Tipo de tratamento estiver
preenchido com I(Insumos), só será possível escolher o Padrão físico que trabalha com Quantidade. Para o Tipo de
Tratamento for igual a T(Taxa) será possível escolher os outros padrões físicos.
No exemplo da energia elétrica, temos o tipo de tratamento como T(taxa) e o padrão físico M(horas Máquina), então a taxa
de absorção, ou seja, o custo com energia elétrica no centro de custo Estamparia será igual a despesa (conta da energia
elétrica) dividido pelo padrão físico M(horas máquina utilizadas durante a produção).

Classificação Custo: corresponde ao cálculo do custo marginal utilizado no custo econômico. Este campo aceita os seguintes
valores:
“F” – Fixo – quando o custo é fixo independente da produção, exemplo: aluguel.
“V” – Variável – quando o custo varia conforme a produção, exemplo: Matéria-prima.
“N” – Fixo/Variável – quando o custo tem um limite inferior fixo, mas varia conforme a produção, exemplo: energia elétrica
tem uma mensalidade mínima, mas irá variar conforme a produção.

Tipo Custo: corresponde ao tipo do componente, se afeta diretamente ou indiretamente o custo de produção. Este campo
aceita os seguintes valores:
“D” – Custo direto
“I” – Custo indireto
Um exemplo de custo indireto, são os custos dos centros de custo administrativos, que afetam o custo da produção
indiretamente.
Fechamento Estoque/Custos

FUNCIONALIDADES ESPECÍFICAS:

Cópia: Copia a versão atual para uma nova versão.

coPia empresa: Copia, para as empresas filiais, a versão consultada para uma nova versão.

CST5010 – Tipos de despesa por componente

Objetivo: Cadastrar os tipos de despesas relacionados a cada componente de custo e que será utilizado no cálculo da taxa de
absorção.

Tipo de Despesa Componente de Custo


101 – Salários Mão de Obra
102 – Horas Extras Mão de Obra
103 – Encargos Mão de Obra
201 – Energia Elétrica Gastos Gerais
....

Principais campos:

Tipo Despesa: corresponde ao código do tipo de despesa cadastrado na Contabilidade pelo CON0640(Tipo Despesas) e irá
compor os 4 últimos dígitos da conta contábil. Deverão ser lançados todos os tipos de despesa que serão absorvidos pelo
custo de produção do mês.

8.CCCC.TT.TT estendida
CCCCTTTT reduzida

63
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento
Versão: corresponde ao código que identifica qual a versão atual que está sendo utilizada no cálculo dos custos. Informar zero
(0) para indicar que a versão é atual.

Componente Custo: corresponde ao código do componente de custo, que determinará como será composto o custo de
produção, e está cadastrado no CST5830 (Componente Custo).

Importante/Saiba Mais

Componentes de Custo que são insumos somente deverão ser cadastrados nesta
tela se estiverem sendo contabilizados em contas de centro de custo produtivo,
conforme parâmetro “Contabiliza insumos em conta de centro de custo” do
LOG00086 (Processo entradas – Custos – Preparação dos dados)

A explicação dos campos “Tipo despesa crédito” e “Conta reduzida débito”, será vista no Processo de Contabilização de
Custos.

FUNCIONALIDADES ESPECÍFICAS:

Cópia: Copia a versão atual para uma nova versão.

coPia empresa: Copia, para as empresas filiais, a versão consultada para uma nova versão.

CST5730 – Operações por tipo movimento

Objetivo: Cadastrar as operações de estoque que deverão ser consideradas no sistema de Custos.
Fechamento Estoque/Custos

Principais campos:

Tipo Movimento: corresponde ao tipo de movimento que ocorre no estoque e como serão considerados no custo. Este
campo aceita os seguintes valores:
“Consumo” - Consumo de uma matéria-prima por um item semi-acabado ou final, ou consumo de um produto semi-acabado
por um item final;
“Produção” - Apontamento de produção dos itens semi-acabados e finais;

Operação: corresponde ao código da operação de estoque, que está cadastrado no SUP0660 – Operação de Estoque.
Exemplo:
- Operação de Estoque APON (Apontamento de Produção), é do tipo Produção;
- Operação de Estoque REQ (Requisição de Matéria-prima), é do tipo Consumo;
- Operação de Estoque BAIX (Baixa das Matérias-primas utilizadas), é do tipo Consumo;

6.4. Parâmetros

Todos os parâmetros de custos são cadastrados no LOG00086, no caminho Processo Entradas – Custos. A seguir, uma
explicação dos principais parâmetros:

Método de Custeio

Indica qual o método de custeio utilizado pela empresa.


P – Processo: acumula os custos de produção por item.
O – Ordem de produção: acumula os custos de produção na ordem de produção.
PADRÃO: P

Rateio de matéria-prima

Indica de onde vem a informação para a montagem da estrutura que será utilizada no cálculo de Custos. As opções
disponíveis são:
E – Engenharia: utiliza como base a estrutura cadastrada no MAN0050 (Produção – Engenharia – Itens – Estrutura
item)
G – Grade: utiliza como base a estrutura grade cadastrada no MAN0057 (Produção – Engenharia – Itens – Estrutura-
grade)
A – Apontamento: utiliza como base a estrutura do item no momento do apontamento da produção no MAN8228
(Produção - Chão-de-Fábrica – Apontamentos – Apontamentos Produção)
C – Consumo: utiliza como base a tabela de movimentação de estoque (SUP0710), relacionando os itens pais aos
componentes através do número do documento (ordem de produção).
PADRÃO: E (quando método de custeio igual a “P” -Processo)
PADRÃO: C (quando método de custeio igual a “O” - Ordem de produção)

Considera grade 1 da estrutura?

Informa se o sistema de custos deverá prever a utilização da grade 1 da estrutura do item.


PADRÃO: N

Considera grade 2 da estrutura?

Informa se o sistema de custos deverá prever a utilização da grade 2 da estrutura do item.


PADRÃO: N

Considera grade 3 da estrutura?

Informa se o sistema de custos deverá prever a utilização da grade 3 da estrutura do item.


PADRÃO: N

65
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento
Considera grade 4 da estrutura?

Informa se o sistema de custos deverá prever a utilização da grade 4 da estrutura do item.


PADRÃO: N

Considera grade 5 da estrutura?

Informa se o sistema de custos deverá prever a utilização da grade 5 da estrutura do item.


PADRÃO: N

Tipo de Horas

Indica o tipo de hora que será utilizado para ratear os custos de transformação entre os produtos.
As opções possíveis são:
A – Horas apontadas
P – Horas padrões
M – Horas mistas (somente possível para custo por ordem)
PADRÃO: P

Calcula tempo de setup?

Indica se deverá ser incorporado ao custo, o tempo despendido para a preparação da máquina antes da mesma iniciar
em produção. Esse tempo será calculado dividindo o tempo de setup cadastrado no MAN0214 (Produção - Engenharia –
Processos fabricação – Tempos padrões fabricação) pelo lote padrão do item (parametrizado no MAN9922 – Cadastro de
Itens – Aba Planejamento), somado ao tempo normal de horas homem e máquina e só será considerado quando o parâmetro
“Tipo de horas” for igual a “P” (Horas padrões).
PADRÃO: N

Considera centro de custo do apontamento quando tempo apontado?

Indica se o centro de custo deverá ser selecionado através do centro de trabalho cadastrado no CST6500
(Suprimentos – Custos – Cadastros e Parâmetros – Parâmetros gerais - Relação C.Custo x C.Trabalho) ou através do
apontamento de produção.
Opções disponíveis:
S – utiliza o centro de custo do apontamento
N – busca o centro de custo do relacionamento com o centro de trabalho.
Observação: esta regra só será utilizada quando o parâmetro “Tipo de horas” (Processo Entradas – Custos –
Preparação dos dados) estiver marcado como “A” (Apontada)
PADRÃO: S

Considera centro de custo do apontamento quando tempo padrão?

Indica se Custos irá utilizar o centro de custo do apontamento de produção ou o padrão do item.
Opções disponíveis:
S – Busca o centro de custo do apontamento
N – Carrega o centro de custo padrão.
Observação: esta regra só será utilizada quando o parâmetro “Tipo de horas” (Processo Entradas – Custos –
Preparação dos dados) estiver marcado como “P” (Padrão).
PADRÃO: N

Considera débito direto de matéria-prima na ordem de produção?

Indica se o módulo de Custos irá considerar débitos diretos nas ordens de produção. Isso significa que as matérias-
primas que não passarem pelo estoque mas estiverem com o número da ordem de produção no número do documento da
ordem de compra, serão incorporadas diretamente no custo do item produzido.
PADRÃO: N

Controla estoque de itens em elaboração


Fechamento Estoque/Custos

Indica se custo controla as ordens de produção em elaboração (ou em processo).


Se este parâmetro estiver marcado com “N” (Não), todas as ordens no período terão que ter registro de itens
entrando no estoque (apontamento de produção).
Quando este parâmetro estiver marcado, devem ser parametrizadas as contas contábeis do lançamento de PRC
(Ordens em Processo) no CST7150. A conta crédito corresponde a conta transitória, e a débito a conta de estoque de itens em
elaboração.
PADRÃO: N

Calculo custo médio aberto por componente de custo

Indica se calcula o custo médio será aberto por componente de custo no cálculo de Custos (CST8610).
PADRÃO: S

6.5. Preparação dos dados

Após efetuar as parametrizações do Sistema Logix, referentes ao módulo de Custos, o Sistema estará apto a efetuar as rotinas
responsáveis pela preparação dos dados para o fechamento.

O programa de preparação dos dados (CST8600) tem como objetivos:

 emitir o relatório de consistência de custos;


 selecionar a estrutura utilizada dos itens no módulo de Engenharia;
 calcular a apropriação dos itens que foram consumidos no período em processamento, através da seleção das
movimentações de estoque;
 calcular os tempos utilizados na produção dos itens no período;
 calcular a taxa de absorção horária dos centros de custos produtivos;
 calcular os custos operacionais dos itens.

Permite ainda a execução do relatório de inconsistências dos cadastros e movimentações dos módulos que fazem integração
com custos e a execução das grades de custos indiretos de fabricação (GIF).

67
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento

PRINCIPAIS CAMPOS:

Versão: corresponde a versão de custeio do período que está sendo fechado

Importante/Saiba Mais

A versão informada nessa rotina pode ser contábil ou não contábil. A versão
contábil refere-se ao período de fechamento que será contabilizado ao final da
execução, já a não contábil, refere-se a simulações que podem ser efetuadas
durante o mês, ou até mesmo como base para emitir o relatório das
inconsistências de custos (CST5780).

Moeda: corresponde a moeda na qual os valores em processamento serão associados. O módulo de custos poderá ser
executado em mais de uma moeda, conforme necessidade da empresa.

Etapas: esta opção permite marcar as etapas da preparação dos dados que serão processadas.

Importante/Saiba Mais

Para o fechamento contábil, é necessário que todas as etapas sejam executadas.


Mas para a emissão do relatório das inconsistências, somente as etapas
“Estrutura utilizada”, “Apropriação de consumo” e “Tempos” são necessárias. As
mesmas etapas serão necessárias para efetuar o rateio dos gastos indiretos de
fabricação (GIF), caso utilizem as seguintes bases de rateio no CON3050
(Contabilidade – Rateios – Gastos indiretos de fabricação – Atualização bases
automáticas): Horas homem, horas máquina, peso produzido ou quantidade
produzida.de custos (CST5780).
Fechamento Estoque/Custos

ETAPAS DO PROCESSO:

Até a versão 05.10 os programas a serem processados referentes a cada etapa do CST8600 eram:

Etapa Custo por Ordem Custo por Processo Custo Grade


Ao final
Estrutura utilizada CST7000 CST5030/CST5000 CST5037/CST5007
do
Apropriação consumo CST7000 CST5000/CST5090 CST5037/CST5097
Tempos CST7010 CST5050 CST5057
Taxa de absorção CST7020 CST5060 CST5067
Custos operacionais CST7120 CST5070 CST5077

processamento, caso ocorram erros no processo, será apresentada a tela , e deve-


se escolher a opção “SIM” para emitir um relatório com as mensagens ocorridas.

69
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento
Ao final do processamento, caso não ocorram erros no processo, será apresentada a tela

, e deve-se escolher a opção “SIM” para emitir um relatório com


as mensagens de sucesso.

Caso seja necessário o reprocessamento de alguma etapa ou de todas as etapas, após o preenchimento dos campos versão e
moeda será apresentado ao lado de cada etapa a data e hora do último processamento da etapa correspondente.
Depois de assinalar a etapa a ser reprocessada, será aberta uma tela conforme abaixo:

Caso seja pressionado o botão “Sim”, automaticamente será excluída e reprocessada a etapa assinalada. Caso seja respondido
“Não” o processo será cancelado.
Fechamento Estoque/Custos

A seguir, será apresentado um detalhamento de cada uma das etapas do processo de preparação dos dados.

71
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento
6.5.1. Estrutura utilizada

Objetivos:
 Selecionar nas movimentações de estoque do período todos os apontamentos de produção;
 Montar a estrutura dos itens para Custos.

Considerações gerais:

1 - Para selecionar as movimentações de estoque do período, serão consideradas as operações de estoque cadastradas como
“Produção” no CST5730 (Suprimentos – Custos – Cadastros e parâmetros – Parâmetros gerais – Operações estoque custos) e
a data inicial e final da versão de custo informada;

Importante/Saiba Mais

Para carregar as movimentações de produção não será considerado o tipo do item,


ou seja, buscará movimentos de produção inclusive de itens comprados e
beneficiados.

2 - A montagem da estrutura dos itens será conforme o parâmetro “Rateio de matéria-prima” do LOG00086 (Processo
Entradas – Custos – Preparação dos dados), onde:

E – Engenharia: utiliza como base a estrutura cadastrada no MAN0050 (Produção – Engenharia – Itens – Estrutura item)
G – Grade: utiliza como base a estrutura grade cadastrada no MAN0057 (Produção – Engenharia – Itens – Estrutura-grade)
A – Apontamento: utiliza como base a estrutura do item no momento do apontamento da produção no MAN8228 (Produção
- Chão-de-Fábrica – Apontamentos – Apontamentos Produção)- tabela chf_componente
C – Consumo: utiliza como base a tabela de movimentação de estoque (SUP0710), relacionando os itens pais aos
componentes através do número do documento (ordem de produção).

3 – Essa etapa também carrega os itens alternativos da Engenharia, caso estejam cadastrados no MAN3321 (Produção –
Engenharia – Itens – Itens Alternativos)

4 – As informações geradas nesta etapa poderão ser consultadas no CST5040 (Suprimentos – Fechamento estoque/custos –
Consultas e manutenções – Custos – Estrutura dos itens) e no CST7050 (Suprimentos – Fechamento estoque/custos –
Consultas e manutenções – Custos – Movimentação dos itens).

6.5.2. Apropriação de consumo

Objetivos:
 Selecionar nas movimentações de estoque do período todos os consumos realizados para a produção;
 Apropriar os custos dos consumos aos itens produzidos.

Considerações gerais:

1 - Para selecionar todos os consumos para produção do período, serão consideradas as operações de estoque cadastradas
como “Consumo” no CST5730 (Suprimentos – Custos – Cadastros e parâmetros – Parâmetros gerais – Operações estoque
custos) e a data inicial e final da versão de custo informada;
Fechamento Estoque/Custos

Importante/Saiba Mais

Recomenda-se que os consumos de matéria-prima sejam contabilizados nos


centros de custo produtivos requisitantes, em tipo de despesa relacionado com
componente de custo com tipo de tratamento igual a “I” (Insumo) no CST5010
(Suprimentos – Custos – Cadastros e parâmetros - Tipo despesa por
componente). Dessa forma, se o parâmetro “Contabiliza insumos em conta de
centro de custo” do LOG00086 (Processo Entradas – Custos – Preparação dos
dados) estiver marcado com “S” (SIM), somente esses consumos serão
considerados no fechamento de Custos.

2 – Se o parâmetro “Rateio de matéria-prima” do LOG00086 (Processo Entradas – Custos – Preparação dos dados) for igual a
“C” (Consumo), apropria os consumos aos itens produzidos diretamente através do número do documento da movimentação
de estoque no SUP0710 (Suprimentos - Estoques - Atividades Diárias - Movimentação – Manual-Diária), que é o número da
ordem de produção.

Por exemplo:
APON (operação de estoque de apontamento de produção)
BAIX (operação de estoque de baixa de componentes)

As seguintes movimentações de estoque foram registradas numa empresa que produz bicicletas:
APON de 10 bicicletas na ordem de produção 1000
BAIX de 20 rodas na ordem de produção 1000
BAIX de 10 quadros na ordem de produção 1000

APON de 15 bicicletas na ordem de produção 1001


BAIX de 30 rodas na ordem de produção 1001
BAIX de 15 quadros na ordem de produção 1001

A apropriação direta dos materiais para a ordem 1000 ficaria:


20 rodas e 10 quadros

E na ordem 1001 ficaria:


30 rodas e 15 quadros

Importante/Saiba Mais

Quando o “Método de custeio”, (LOG00086 – Processo Entradas – Custos –


Preparação dos dados) for igual a “O” (Ordem de produção) todos os consumos
serão apropriados primeiramente através do número do documento da
movimentação de estoque. Caso este parâmetro esteja marcado com “P”
(Processo), será obedecida a regra do parâmetro “Rateio de matéria-prima”
(Processo Entradas – Custos – Preparação dos dados)

3 – Se o parâmetro “Consiste ordem de produção” do LOG00086 (Processo Entradas – Custos – Custo por Ordem de
Produção) estiver marcado com a opção “N” (Não), o número do documento da movimentação de estoque não será
consistido com o número da ordem de produção e a movimentação será carregada com o número que é apresentado no
SUP0710 (Suprimentos - Estoques - Atividades Diárias - Movimentação – Manual-Diária); caso contrário, somente serão
carregadas as movimentações que estiverem com o número do documento igual a uma ordem de produção cadastrada no
MAN0515 (Produção – Plano Operacional – Programação fábrica – Ordens produção).

73
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento
4 – Para os casos onde o número do documento da movimentação não corresponder a uma ordem de produção cadastrada
no MAN0515 (Produção – Plano Operacional – Programação fábrica – Ordens produção), e o parâmetro de “ Rateio de
matéria-prima” for igual a “C” (consumo), a quantidade consumida será rateada para ordens de produção que consumiram o
mesmo material durante o período em ordens válidas.

Complementando o exemplo acima, ocorreu nesse mesmo período um consumo manual de 50 rodas na ordem 1234 (que
não está cadastrada). A apropriação desse consumo entraria proporcionalmente nas ordens 1000 e 1001 conforme abaixo:
OP 1000 - 22 rodas
OP 1001 – 33 rodas

5 - Se o parâmetro “Rateio de matéria-prima” do LOG00086 (Processo Entradas – Custos – Preparação dos dados) for
diferente de “C” (Consumo), apropria os consumos aos itens produzidos conforme a estrutura carregada na etapa anterior
(Estrutura utilizada).
Primeiramente será calculada uma quantidade padrão para cada componente na estrutura, multiplicando-se a quantidade
necessária pela quantidade produzida do item pai.

Quantidade padrão = quantidade produzida * quantidade necessária

A quantidade rateada será apurada através da distribuição da diferença entre padrão/real entre os itens pais que consumiram
o componente no período.

Quantidade rateada = quantidade padrão * (quantidade total real consumida / quantidade total padrão)

Por exemplo, numa fábrica de roupas de malha, temos a seguinte estrutura padrão:

PRODUTO PRODUÇÃO COMPONENTE NECESSARIA QTD. PADRAO PCT. CONSUMO


CAMISETA 1000 MALHA 1 1000 25%
CUECA 2000 MALHA 1 2000 50%
REGATA 1000 MALHA 1 1000 25%
TOTAL 4000 4000 100%

O consumo real do componente MALHA foi de 4800 unidades, então será efetuado um rateio proporcional nos itens
que o utilizam conforme a quantidade padrão. Este rateio está na tabela abaixo na coluna Qtd. Rateada.

PRODUTO PRODUÇÃO COMPONENTE QTD. PADRÃO QTD. RATEADA


CAMISETA 1000 MALHA 1000 1200
CUECA 2000 MALHA 2000 2400
REGATA 1000 MALHA 1000 1200
TOTAL 4000 4000 4800

Sendo assim, será apropriado para o custo do produto a quantidade real consumida multiplicado pelo seu custo
unitário.

6 – Se o parâmetro “Rateio de matéria-prima” estiver marcado como “E” (estrutura) ou “G” (Grade) e existirem itens
fantasmas (que não movimentam estoque) na estrutura, será simulada uma quantidade produzida e uma quantidade
consumida para esses itens com base na produção dos seus respectivos itens pais.

Por exemplo:
Item pai: Bicicleta (Final)
Item componente: Rodas (Fantasma)

Produção de bicicletas: 10.000 un.


Fechamento Estoque/Custos

Produção “simulada” de rodas: 20.000 un.


(considerando que para produzir uma bicicleta serão necessárias 2 rodas)

7 – Se algum item não pôde ser rateado porque a ordem de produção não está cadastrada, ou porque o item pai não teve
produção no período, ou porque não tem estrutura cadastrada, será apresentado um relatório de consistências ao final do
processamento da etapa, ou do processamento de todas as etapas, listando caso a caso e o motivo de não haver sido
rateado.

8 – Se o parâmetro “Considera débito direto de matéria-prima na ordem de produção?” estiver marcado com “S” (Sim), a
etapa de “Apropriação de Custos” irá incorporar como custo de insumo as matérias-primas que não passam pelo estoque,
mas que estão com o número da ordem de produção no campo “Doc” da ordem de compra no SUP0300 (Suprimentos –
Planejamento de materiais – Ordens de compra débito direto – Criação manual).

9 - As informações geradas nesta etapa poderão ser consultadas no CST5040 (Suprimentos – Fechamento estoque/custos –
Consultas e manutenções – Custos – Estrutura dos itens) e no CST7050 (Suprimentos – Fechamento estoque/custos –
Consultas e manutenções – Custos – Movimentação dos itens); e listadas no CST7080 (Suprimentos – Fechamento
Estoque/Custos – Relatórios – Relatórios de Custos – Variação dos insumos básicos) e no CST6620 (Suprimentos –
Fechamento Estoque/Custos – Relatórios – Relatórios de Custos – Consumo de insumo estoque X CST).

CST5040 – CONSULTA E MANUTENÇÃO - Estrutura dos itens

Objetivo: Consultar e dar manutenção na estrutura dos itens utilizada pelo módulo de Custos. Estrutura é o relacionamento
entre os itens produzidos e seus componentes com as devidas quantidades usadas e serve para relacionar os itens entre si, de
modo que seja formada uma cadeia de relacionamento entre um item pai (conjunto) e um ou mais itens filhos
(componentes).

Importante/Saiba Mais

Para consultar nesse programa, a versão de custo informada já deve ter sido
processada na etapa “Estrutura utilizada” do CST8600
75 (Preparação dos dados). E
para consultar as quantidades padrão e rateada dos itens componentes, deve ter
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento

Principais Campos:

Item pai: corresponde ao código do item que será produzido a partir de um outro. O item-pai (conjunto) deve ser um
item do tipo “Final”, “Produzido”, “Beneficiado” ou “Fantasma” e é composto de um ou mais componentes para sua
formação. O item pai deve estar cadastrado no MAN9922 (Produção – Engenharia – Itens - Itens).

Item componente: corresponde ao item que será transformado (matéria-prima) em um outro. O item deve estar cadastrado
no MAN9922 (Produção – Engenharia – Itens – Itens).

Quantidade necessária: corresponde à quantidade do componente necessária para fabricar uma unidade do item pai. Este
valor é armazenado como consumo teórico do componente e é utilizado para calcular a quantidade rateada do item na etapa
“Apropriação dos consumos” de matéria-prima e materiais semi-acabados, no CST8600 (Preparação dos dados).

Quantidade padrão: Quantidade necessária do item componente multiplicado pela quantidade produzida do item pai. Seria a
quantidade padrão necessária do item componente para atender a produção do item pai no mês. Esta quantidade será
calculada na etapa “Apropriação de consumo” no CST8600 (Preparação dos dados).

Quantidade rateada: Quantidade real consumida do item componente. Se a quantidade real for maior que a quantidade
padrão, então a diferença será rateada entre os itens pais que consumiram o componente no mês, gerando a quantidade
rateada. Esta quantidade será calculada na etapa “Apropriação de consumo” no CST8600 (Preparação dos dados).

Componente de custo: corresponde ao componente de custo do item componente, cadastrado no MAN9922 (Produção –
Engenharia – Itens – Itens – Aba Custos). Este campo é meramente informativo nessa tela.

Importante/Saiba Mais

Nos casos onde a estrutura de um item que foi produzido no período não está
cadastrada no MAN0050 (Produção – Engenharia – Itens – Estrutura item), e o
“Rateio de matéria-prima” for pela estrutura do item, Custos não irá calcular custo
de produção para esse item. Mas existe a possibilidade de efetuar a inclusão da
estrutura desse item somente para o cálculo de custos.

FUNCIONALIDADES ESPECÍFICAS:

Cópia - Permite copiar as estruturas cadastradas de uma versão para outra. Ao pressionar esse botão será aberta uma tela,
permitindo informar a versão atual, que servirá de base para efetuar a cópia, e a versão nova, que receberá as informações
copiadas da versão atual.

Rateio - Essa opção permite efetuar o rateio manual da quantidade total consumida de um item componente no período,
para os itens pais cadastrados, ou mesmo para itens pais informados manualmente.

FUNCIONALIDADES DO RATEIO
Fechamento Estoque/Custos

Direto - Esta função permite ratear a quantidade consumida de um item componente para itens pais que não estejam
cadastrados na estrutura padrão, ou então para distribuir de outra forma a quantidade rateada entre os itens pais. Por
exemplo, se um item pai está recebendo 20 unidades e o outro 10, e o correto seria que cada um estivesse recebendo 15,
nessa opção é possível efetuar essa distribuição.

Esta função permite ratear a quantidade consumida, ou uma quantidade menor que a realmente consumida, de um item
componente para itens pais que não estejam cadastrados na estrutura padrão, ou então para distribuir de outra forma a
quantidade rateada entre os itens pais.
O valor da quantidade consumida pode ser alterado, e caso seja alterado a diferença será automaticamente distribuída entre
todos os itens pais

aJustar - Ajusta a quantidade necessária dos itens componentes dividindo a quantidade rateada pela quantidade produzida
do item pai.

Nível - Consulta o número do nível do item componente para a versão de custos que está sendo consultada. O número do
nível corresponde a seqüência que os itens serão selecionados na valorização dos estoques dos itens (CST8610), sendo que os
itens com maior nível serão calculados antes.

Principais opções:
Nível: este campo apresenta o número de nível mais baixo do item ou low-level-code, mecanismo que identifica para cada
item, qual é o nível mais baixo que ele aparece cadastrado em qualquer estrutura de produto, na estrutura da ordem ou nos
processos de beneficiamento. O número do nível é carregado no início do processamento do CST8610.

CST7050 – CONSULTA E MANUTENÇÃO – Movimentação da ordem

Objetivo: Consultar e dar manutenção nas informações referentes a movimentação de estoque das ordens de produção de
cada item. Ao efetuar uma manutenção ou incluir um novo item neste programa, podem ocorrer diferenças no relatório
CST6620 (Suprimentos – Fechamento Estoque/Custos – Relatórios – Relatórios de Custos – Consumo de insumo estoque X
CST) entre as colunas ESTOQUE e CUSTOS; e possivelmente as contas de estoque no balancete contábil (CON0221) e no
SUP8710 (Suprimentos – Fechamento Estoque/Custos – Relatórios – Relatórios posição estoque – Estoque por conta contábil)
não terão o mesmo saldo.

77
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento

Importante/Saiba Mais

Para consultar nesse programa, a versão de custo informada já deve ter sido
processada nas etapas “Estrutura utilizada” e “Apropriação dos consumos” do
CST8600 (Preparação dos dados).

Principais Campos

Ordem: corresponde ao número da ordem de produção em que o item foi produzido. Quando o parâmetro “ Método de
custeio” for “O” (Ordem de produção) ou o parâmetro “Rateio de matéria-prima” do LOG00086 (Processo Entradas – Custos –
Preparação dos dados) for “C” (Consumo), o número da ordem de produção será o número do documento da movimentação
de estoque, que pode ser consultado no SUP0710 (Suprimentos - Estoques - Atividades Diárias - Movimentação – Manual-
Diária), no campo “Documento”.
Quando o parâmetro “Método de custeio” for “P” (Processo) e o parâmetro “Rateio de matéria-prima” for diferente de “C”
(Consumo), o número da ordem de produção será um número seqüencial conforme a movimentação de produção dos itens.

Tipo movimento item: corresponde ao tipo de movimento da operação de estoque efetuada no item, parametrizado no
CST5730 (Suprimentos – Custos – Cadastros e parâmetros – Parâmetros gerais – Operações estoque custos). Quando for
“Produção” a quantidade produzida do item estará preenchida e corresponde a movimentos do tipo “Produção”, quando for
“Consumo”, a quantidade consumida estará preenchida e corresponde a movimentos do tipo “Consumo”.

Quantidade produzida: corresponde a quantidade total produzida (apontada) do item no período. Para o cálculo da
quantidade produzida serão considerados os movimentos de estoque referentes as operações de estoque cadastradas no
CST5730 (Operações Estoque Custos) com o campo “Tipo de Movimento” igual a “P”.
Fechamento Estoque/Custos

Quantidade refugada: corresponde a quantidade do item que foi refugada na ordem de produção. Para o cálculo da
quantidade refugada será verificado se o parâmetro “Considera horas de refugo e retrabalho” (LOG00086 – Processo entradas
– Custos – Preparação dos dados) está marcado com “S” SIM. Nesse caso, a quantidade de refugo será aquela movimentada
na ordem de produção com indicador de destino do estoque como “R” REJEITADO no SUP0710 (Suprimentos - Estoques -
Atividades Diárias - Movimentação – Manual-Diária).

Quantidade consumida: corresponde a quantidade do item consumida (baixada) na ordem de produção. Para o cálculo da
quantidade consumida serão considerados os movimentos de estoque referentes as operações de estoque cadastradas como
tipo “Consumo” no CST5730 (Suprimentos – Custos – Cadastros e parâmetros – Parâmetros gerais – Operações estoque
custos).

Custo Unitário: corresponde ao custo unitário de produção do item que está sendo produzido. Este valor será gerado com
valor zero na rotina de preparação dos dados (CST8600), e seu valor será gerado posteriormente na rotina de valorização dos
estoques (CST8610).

Custo Total do Consumo: Custo do consumo do item na ordem de produção. Este valor será atualizado somente na
valorização dos estoques (CST8610).

CST6620 – RELATÓRIOS CUSTOS – Demonstrativo Movimentação

Objetivo: Exibir o comparativo da movimentação de estoque dos consumos e da produção entre o módulo de Custos e
Estoques.

Importante/Saiba Mais

Para emissão deste relatório, a versão de custo informada já deve ter sido
processada nas etapas “Estrutura utilizada” e “Apropriação dos consumos” do
CST8600 (Preparação dos dados).

79
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento
PRINCIPAIS CAMPOS:

Versão: corresponde a versão de custeio do período de processamento, que determina a data inicial e final das
movimentações de estoque que serão impressas.

Somente itens com diferença?: Esta opção indica se haverá filtro para apresentar no relatório emitido somente os itens que
possuem diferença entre a movimentação de estoque e a apropriação em custos.

OPÇÕES DE RELATÓRIO:

Opção Consumo - Permite emitir o comparativo das movimentações de estoque de consumo do período informado.

Principais colunas do relatório:

Comp.Custo: refere-se ao agrupamento do componente de custo da conta contábil da movimentação de estoque.


Por exemplo: A movimentação de estoque foi contabilizada na conta 30140101.
 os primeiros quatro dígitos referem-se ao centro de custo que requisitou e consumiu a matéria-prima (3014)
 os últimos quatro dígitos referem-se ao tipo de despesa do item consumido (101) cadastrado no MAN9922
(Produção – Engenharia – Itens – Itens – Aba fiscal).
No CST5010 (Tipo despesa por componente), o tipo de despesa 101 está relacionado com o componente de custo MP
(Matéria-prima). Nesse caso, o componente de custo que será apresentado no agrupamento, será o MP.
Se a conta for 30140102, e o tipo de despesa 102 estiver relacionado com o componente de custo EM (Embalagem), será esse
o componente de custo apresentado no agrupamento.

CC: corresponde ao componente de custo do item, cadastrado no MAN9922 (Produção – Engenharia – Itens – Itens – Aba
Custos).
Este componente de custo pode ser diferente do apresentado no agrupamento, quando o tipo de despesa do item (MAN9922
– Produção – Engenharia – Itens – Itens – Aba fiscal) não estiver relacionado com o componente de custo do item (MAN9922
– Produção – Engenharia – Itens – Itens – Aba custo) no CST5010 (Tipo de despesa por componente).
Por exemplo: O tipo de despesa cadastrado para o item é o 102, e o componente de custo é o MP, ambos no MAN9922. No
entanto, o tipo de despesa 102 está relacionado com o componente de custo EM (Embalagem) no CST5010.
Nesse caso, no agrupamento, esse item aparecerá abaixo do componente de custo EM e na coluna CC, apresentará MP.
Caso isso ocorra, todos os itens que apresentam esse problema de cadastro estarão sendo apresentados na consistência
“Itens com componente ou T.D. incorretos (MAN0022 X SUP3220 X CST5010).” do CST5780 (Emissão de consistências). E essa
divergência pode gerar diferença nos totais dos componentes de custo do tipo INSUMO entre o relatório CST7210 (Mapa
Localização de Custos) e o CST7100 (Valorização da Produção), por que o item foi contabilizado em um tipo de despesa (o da
movimentação de estoque), mas o processamento de Custos está absorvendo o valor desse consumo no componente de
custo informado para o item.

Oper: corresponde ao código da operação da movimentação de estoque do item.

I: indica se a operação de estoque da movimentação está cadastrada no CST5730 (Suprimentos – Custos – Cadastros e
parâmetros – Parâmetros gerais - Operações estoque custos).
Opções possíveis:
S – indica que a operação de estoque está cadastrada no CST5730 como “Consumo”
N – indica que a operação de estoque não está cadastrada no CST5730 como “Consumo”

Quando a movimentação de estoque foi contabilizada em conta de centro de custo produtivo e tipo de despesa de insumo, e
a operação de estoque não está cadastrada no CST5730 (Operação estoque custos), irá gerar diferença nos totais dos
componentes de custo do tipo INSUMO entre o relatório CST7210 (Mapa Localização de Custos) e o CST7100 (Valorização da
Fechamento Estoque/Custos

Produção), por que o item foi contabilizado no centro de custo produtivo, mas o processamento de Custos não irá absorver o
valor desse consumo.
As quantidades e valores apresentados na coluna ESTOQUE do relatório são àqueles que foram contabilizados em centro de
custo produtivo e tipo de despesa relacionado com componente de custo insumo no CST5010 (Tipo de despesa por
componente)
As quantidades e valores apresentados na coluna CUSTOS do relatório são àqueles que foram processados na etapa
“Apropriação de consumo” do CST8600 (Preparação dos dados), e que podem ser consultados no CST7050 (Movimentação
dos itens).

Contábil: corresponde ao valor total contabilizado lançado na contabilidade, em todos os tipos de despesa e centros de custo
produtivos relacionados ao componente de custo do agrupamento.
A diferença apresentada após o campo “Contábil” pode acontecer porque:
 existem lançamentos nas contas de centro de custo produtivo e tipo de despesa de insumo que não foram
efetivados pelo sistema gerador “EST” (lote contábil diferente de estoque);
 o lote de estoque ainda não foi contabilizado;
 o lote de estoque está desatualizado na contabilidade, ou seja, ocorreram movimentações de estoque com conta
contábil de centro de custo produtivo e tipo de despesa de insumo, no entanto, ainda não foram contabilizadas.

Abaixo é exibido o modelo do relatório impresso pela opção consumo:

Opção Produção - permite emitir o comparativo das movimentações de estoque de produção do período informado.

Principais colunas do relatório:

Conta item: corresponde a conta contábil do item cadastrada no MAN9922 (Produção – Engenharia – Itens – Itens – Aba
fiscal) e será usada como agrupador para identificar possíveis diferenças entre os lançamentos contábeis e as movimentações
de estoque na conta.

Oper: corresponde ao código da operação da movimentação de estoque do item, que está cadastrado no SUP0660
(Suprimentos – Cadastros e tabelas – Parâmetros – Operações de estoque – Cadastro) como “origem” igual a “U”
(CC/Produção) e “Custo” igual a “I” (Informado).

81
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento
I: indica se a operação de estoque da movimentação está cadastrada no CST5730 (Suprimentos – Custos – Cadastros e
parâmetros – Parâmetros gerais - Operações estoque custos).
Opções possíveis:
S – indica que a operação de estoque está cadastrada no CST5730 como “Produção”
N – indica que a operação de estoque não está cadastrada no CST5730 como “Produção”

As quantidades e valores apresentados na coluna ESTOQUE do relatório são àqueles que foram movimentados em operações
de estoque cadastradas no SUP0660 (Suprimentos – Cadastros e tabelas – Parâmetros – Operações de estoque – Cadastro)
como “Origem” igual a “U” (CC/Produção) e “Custo” igual a “I” (Informado).

As quantidades e valores apresentados na coluna CUSTOS do relatório são àqueles que foram processados na etapa
“Estrutura utilizada” do CST8600 (Preparação dos dados), e que podem ser consultados no CST7050 (Movimentação dos
itens).

Abaixo é exibido o modelo do relatório impresso pela opção produção:

6.5.3. Tempos

Objetivo: Calcular o tempo em horas homem e máquina, utilizado na produção dos itens no período, por ordem de produção,
item, centro de custo e operação de produção.

Considerações gerais:

1 – A fabricação de um item final envolve várias operações organizadas em roteiro. Além de estabelecer a seqüência, o roteiro
indica o arranjo físico necessário para a execução de cada tarefa, ou seja, o conjunto de recursos e respectivas quantidades
requeridas para tanto. Assim, com a lista de recursos em mãos, poderá ser apurada a quantidade de horas consumidas de
cada item e definido o custo em tempo do processo.
Fechamento Estoque/Custos

2 - O tempo total de mão-de-obra e de máquina será resultado da quantidade produzida do item pelo tempo unitário gasto
de mão-de-obra e máquina.

3 – O cálculo dos tempos totais gastos para a produção no período pode ser efetuado de três maneiras, conforme parâmetro
“Tipo de horas” do LOG00086 (Processo Entradas – Custos – Preparação dos dados):

Com base nas horas padrões: Obtido através da multiplicação das quantidades produzidas pelos tempos
unitários padrões de fabricação definidos no MAN0214 (Produção -
Engenharia – Processos Fabricação - Tempos Padrões Processos) para cada
operação efetuada no item.
Com base nas horas apontadas: Obtido caso a empresa trabalhe com apontamento por operação a partir
das horas reais apontadas, ou seja, em cada operação efetuada na ordem
de produção será informado hora inicial e final do processo.
Com base nas horas mistas: Obtido através dos tempos padrões definidos no MAN0214 mais o tempo
real apontado, para cada operação apontada, diferente das cadastradas
como padrões.

Dando continuidade ao exemplo da fábrica de roupas de malha, temos que os itens passam pelas seguintes operações de
fabricação (cadastradas no MAN0214):

PRODUTO OPERACAO ARRANJO CENTRO CUSTO TEMPO UNITÁRIO


CAMISETA RECORTAR RECOR 0301 0,20 h.
COSTURAR COST 0302 0,30 h.
CUECA RECORTAR RECOR 0301 0,10 h.
COSTURAR COST 0302 0,10 h.
REGATA RECORTAR RECOR 0301 0,15 h.
COSTURAR COST 0302 0,15 h.

No MAN0160 (Produção – Engenharia – Recursos fabricação – Recursos x Arranjo físico) temos os seguintes arranjos
cadastrados:

ARRANJO QTDE. HOMEM QTDE. EQUIPAMENTO


RECOR 2 1
COST 1 1

No chão de fábrica, MAN8228 (Produção - Chão-de-Fábrica – Apontamentos – Apontamentos Produção), foram registrados os
seguintes apontamentos de produção para os itens:

PRODUTO PRODUÇÃO OPERACAO TOTAL HORAS


CAMISETA 1000 pçs. RECORTAR 220 horas
COSTURAR 310 horas
CUECA 2000 pçs. RECORTAR 205 horas
COSTURAR 210 horas
REGATA 1000 pçs. RECORTAR 160 horas
COSTURAR 140 horas

Caso as horas consideradas para Custos sejam as padrões, o cálculo da etapa tempos resultará nos valores abaixo:

83
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento
PRODUTO C.C. HORAS HOMEM HORAS MÁQUINA
CAMISETA 0301 0,20h * 1000pçs * 2 Hom = 400 h 0,20h * 1000pçs * 1 Maq = 200 h
0302 0,30h * 1000pçs * 1 Hom = 300 h 0,30h * 1000pçs * 1 Maq = 300 h
CUECA 0301 0,10h * 2000pçs * 2 Hom = 400 h 0,10h * 2000pçs * 1 Maq = 200 h
0302 0,10h * 2000pçs * 1 Hom = 200 h 0,10h * 2000pçs * 1 Maq = 200 h
REGATA 0301 0,15h * 1000pçs * 2 Hom = 300 h 0,15h * 1000pçs * 1 Maq = 150 h
0302 0,15h * 1000pçs * 1 Hom = 150 h 0,15h * 1000pçs * 1 Maq = 150 h

Caso as horas consideradas para Custos sejam as apontadas, o cálculo da etapa tempos resultará nos valores abaixo:

PRODUTO C.C. HORAS HOMEM HORAS MÁQUINA


CAMISETA 0301 220h * 2 Hom = 440 h 220h * 1 Maq = 220 h
0302 310h * 1 Hom = 310 h 310h * 1 Maq = 310 h
CUECA 0301 205h * 2 Hom = 410 h 205h * 1 Maq = 205 h
0302 210h * 1 Hom = 210 h 210h * 1 Maq = 210 h
REGATA 0301 160h * 2 Hom = 320 h 160h * 1 Maq = 160 h
0302 140h * 1 Hom = 140 h 140h * 1 Maq = 140 h

4 – No caso de calcular os tempos com base nas horas apontadas, não será obrigatório o apontamento das horas reais em
todas as operações da ordem de produção. Aquelas operações que tiverem o parâmetro “Apon” do MAN0214 (Produção -
Engenharia – Processos fabricação – Tempos padrões fabricação) marcado será considerado o tempo apontado, nas demais
operações, será considerado o tempo padrão.

5 - No caso de calcular os tempos com base nas horas apontadas, não será obrigatório o apontamento das horas reais para
todos os itens. Os itens que tiverem o parâmetro “Apont” do MAN9922 (Produção – Engenharia – Itens Itens – Aba
Planejamento) marcado, será considerado o tempo apontado, nos demais, será considerado o tempo padrão.

6 – Os tempos padrões podem ser calculados a partir do roteiro padrão do item, cadastrado no MAN9922 (Produção –
Engenharia – Itens Itens – Aba Planejamento) ou pelo roteiro da ordem de produção, informado no MAN0515 (Produção –
Plano Operacional – Programação fábrica – Ordens produção).

7 – O parâmetro “Calcula tempo de setup” do LOG00086 (Processo Entradas – Custos – Preparação dos dados) indica se o
tempo despendido com a preparação da máquina antes da mesma iniciar em produção será incorporado ao tempo total do
item (inclusive horas homem). Esse tempo será calculado dividindo o tempo de setup cadastrado no MAN0214 (Tempos
padrões fabricação) pelo Lote Padrão do item cadastrado no MAN9922 (Cadastro de Item – Aba Planejamento). Caso o
parâmetro “Calcula tempo de setup somente dos tempos de máquina” do LOG00086 (Processo Entradas – Custos – Custo por
Ordem de Produção) estiver como “S” (Sim), o tempo de setup será calculado somente sobre os recursos máquina. O tempo
de setup será considerado somente se o parâmetro “Tipo de horas” for “P” (Padrão).

9 - As informações geradas nesta etapa poderão ser consultadas no CST7060 (Suprimentos – Fechamento Estoque/Custos –
Consultas e manutenções – Custos – Tempos consumidos nos itens); e listadas no relatório CST7140 (Suprimentos –
Fechamento Estoque/Custos – Relatórios – Relatórios de Custos - Tempos Consumidos por Centro Custo) para conferência dos
tempos por item e/ou centro de custo.

CST7060 – CONSULTA E MANUTENÇÃO – Tempos consumidos na ordem


Fechamento Estoque/Custos

Objetivo: Consultar e dar manutenção nas informações referentes às horas de mão-de-obra e máquina consumidas no
período.

Importante/Saiba Mais

Ao efetuar uma manutenção ou incluir um novo item neste programa, caso já tenha
sido processada a etapa “Taxa absorção” do CST8600, deve-se reprocessá-la.

Importante/Saiba Mais

Para consultar nesse programa, a versão de custo informada já deve ter sido
processada na etapa “Tempos” do CST8600 (Preparação dos dados).

Principais Campos

Ordem: corresponde ao número da ordem de produção em que o item foi produzido.

Centro de custo: corresponde ao centro de custo por onde o item passou durante o seu processo de produção.
Quando o parâmetro “Tipo de horas” do LOG00086 (Processo entradas – Custos – Preparação dos dados) estiver como “P”, o
centro de custo apresentado será o parametrizado no MAN0214 (Produção - Engenharia – Processos fabricação – Tempos
padrões fabricação), exceto quando o parâmetro “Considera centro de custo do apontamento quando tempo padrão?”
estiver marcado. Nesses casos o centro de custo será o apontado na operação.
Quando o parâmetro “Tipo de horas” do LOG00086 (Processo entradas – Custos – Preparação dos dados) estiver como “A”, o
centro de custo apresentado será aquele onde o item foi apontado no MAN8228 (Produção - Chão-de-Fábrica –
Apontamentos – Apontamentos Produção), exceto quando o parâmetro “Considera centro de custo do apontamento quando
tempo apontado?” estiver desmarcado. Nesses casos o centro de custo será aquele que estiver relacionado com o centro de

85
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento
trabalho do apontamento de produção no CST6500 (Suprimentos – Custos – Cadastros e Parâmetros – Parâmetros gerais -
Relação C.Custo x C.Trabalho)

Operação: corresponde a operação de fabricação pertencente ao roteiro de produção. Essa operação de fabricação deverá
estar previamente cadastrada no programa MAN0071 (Produção – Engenharia – Processos fabricação – Operações
fabricação).

Tempo unitário de mão-de-obra: corresponde ao tempo de mão-de-obra utilizado para fabricação de 1 unidade do item.

Tempo total de mão de obra: corresponde ao tempo de mão-de-obra utilizado para fabricação do total de unidades do item
no período.

Tempo unitário de máquina: corresponde ao tempo de máquina utilizado para fabricação de 1 unidade do item.

Tempo total de máquina: corresponde ao tempo de máquina utilizado para fabricação do total de unidades do item no
período.

CST7140 – RELATÓRIOS CUSTOS – Tempos consumidos por centro custo

Objetivo: Exibir os tempos gastos na produção do mês, em horas máquina e horas homem, por item, centro de custo ou
operação de produção.

Principais Campos
Versão: corresponde a versão de custeio do período de processamento, que determina a data inicial e final dos tempos de
produção que serão impressos.
Fechamento Estoque/Custos

Importante/Saiba Mais

Para emissão desse relatório, a versão de custo informada já deve ter sido processada
na etapa “Tempos” do CST8600 (Preparação dos dados).

Totaliza por centro de custo?: Esta opção indica se o relatório será totalizado por centro de custo ou por item. Quando essa
opção for assinalada, todos os demais campos da tela ficam inabilitados, pois o relatório será impresso para todos os centros
de custo produtivos que possuem tempos consumidos.

Todos os centros de custo?: Indica se haverá ou não seleção de centros de custo para o processamento do relatório. Se essa
opção for desmarcada, será exibida uma tela para informar os centros de custo para emissão do relatório.

Todos os itens?: Indica se haverá ou não seleção de itens para o processamento do relatório. Se essa opção for desmarcada,
será exibida uma tela para informar os itens para emissão do relatório.

Abaixo é exibido o modelo do relatório impresso quando selecionada a totalização por item:

Abaixo é exibido o modelo do relatório impresso quando selecionada a totalização por centro de custo:

87
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento

6.5.4. Taxa de absorção

Objetivo: Calcular a taxa de absorção horária dos centros de custo produtivos por componente de custo.

Considerações gerais:

1 – Para o cálculo da taxa de absorção, todas as despesas já deverão ter sido lançadas na Contabilidade nos centros de custo
produtivos, e o rateio dos centros de custo auxiliares para os produtivos (GIF) deverá ter sido efetivado.

Rateio Lanc - Este botão executa o programa de rateio dos lançamentos – RAT (CON4060), da Contabilidade. Este programa
tem por objetivo ratear despesas lançadas em 1 única conta para os centros de custo através do percentual cadastrado no
CON0450 (Cadastro relacionamentos).

GIF - Este botão executa o programa de Cálculo de rateio automático – GIF (CON4070), da Contabilidade. Este programa tem
por objetivo ratear as despesas dos centros de custo auxiliares para centros de custo produtivos a partir das parametrizações
realizadas nas rotinas detalhadas no quadro abaixo.
Fechamento Estoque/Custos

Parametrizações para GIF:

Programa: CON0960 – Versão de rateio

Este programa, pertencente ao módulo de Gastos Indiretos de Fabricação (GIF), da contabilidade, será
usado, no custo Econômico Gerencial, caso a empresa não utilize o rateio dos centros dos custos
auxiliares na sua Contabilidade. Serão cadastradas nesta tela as versões de rateio de centros de custo
auxiliares que a empresa desejar. Exemplo: versão rateio centros auxiliares, versão rateio energia
elétrica etc.

Programa: CON0970 – Bases de Rateio

Da mesma forma que o programa anterior, este pertence ao GIF, e será utilizado para criação das bases
de rateio utilizadas pela empresa para rateio dos centros de custos auxiliares nos produtivos. Exemplo:
número de funcionários, quantidade produzida, horas trabalhadas, etc.

Programa: CON0950 – Agrupamentos de despesas

Possibilita o agrupamento de vários centros de custos doadores para rateio dos mesmos aos seus
devidos centros de custos produtivos, possuindo a mesma lógica do programa CST5840, com a
diferença que neste programa são agrupados tipos de despesa e não centros de custo.

Programa: CON0980 - Grade de Rateio dos Valores

Nesta tela, que também pertencente ao módulo de GIF, são definidas as grades de rateio dos valores,
para centros de custos produtivos, na parte superior fica disposta a conta ou agrupamento de contas
doadoras e na parte inferior as contas recebedoras. Pode-se fazer algumas combinações, como:
Ratear uma conta para várias contas
Ratear uma conta para vários centros de custo

89
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento
Ratear um centro de custo e tipo de despesa para várias contas
Ratear um centro de custo e tipo de despesa para vários centros de custo
Ratear um centro de custo para várias contas
Ratear um centro de custo para vários centros de custo

Isto pode ser combinado na tela acima usando os respectivos campos de contas doadoras (Conta/O.S.,
C.Custo, Tipo Desp. e Codigo agrup. Tipo despesa) e nos campos de contas recebedoras (Conta/O.S.,
C.Custo e Tipo Desp).

Principais Campos:

Nr. Da Versao: Número da versão criada no CON0960

Contas Doadoras

Prioridade: Este campo define a prioridade de rateio dos centros de custos/contas, ou seja, quais
centros de custos/contas serão rateados primeiro. Este campo é importantíssimo, pois evita que
centros de custos recebam lançamentos, via rateio, após já terem sido rateados, não ficando, assim,
zerados. Desta forma os centros de custos que são apenas doadores deverão ter prioridade 1 e os que
são doadores e recebedores deverão ter prioridade 2 em diante, conforme estrutura de rateio montada
pela empresa.

Sequencia: Define dentro da prioridade a seqüência de execução do rateio, este número não pode ser
repetir dentro da mesma prioridade. Quando mudar a prioridade deve-se reiniciar de 1 o número da
seqüência.

Base de Rateio: Base de rateio usada neste rateio, conforme cadastrada no programa CON0970.

Conta/OS: Conta contábil ou Ordem de Serviço a ser rateada, se estiver sendo rateada uma única conta
ou Ordem de Serviço.

C.Custo: Centro de custo doador, a ser rateado, caso seja rateado um centro de custo inteiro.

Tipo Desp.: Tipo de Despesa a ser rateado, caso se desejar ratear o saldo de um tipo de despesa. Pode
ser associado com o centro de custo, do campo anterior, caso de desejar ratear apenas um tipo de
despesa do centro de custo.

Código agrup. Tipo despesa: Código do agrupamento, criado no CON0970, caso se desejar ratear um
grupo de tipo de despesa.

Código histórico: Código do histórico de lançamento para contabilização deste lançamento de rateio. É
importante quando o rateio é contabilizado.

Tipo de despesa p/ lançamento: Tipo de despesa para lançamento a crédito nos centros de custos
doadores, quando da contabilização deste rateio.

Area/linha: Área e linha de negócio a ser rateada, quando a empresa trabalhar com contabilidade por
área e linha de negócio.

Contas Recebedoras
Conta/OS: Conta contábil ou Ordem de Serviço que deverá receber valor do rateio.
Fechamento Estoque/Custos

Centro de Custo: Centro de custo que receberá o lançamento a débito da despesa doada.

Tipo Despesa: Tipo de despesa que receberá, neste centro de custo, o lançamento a débito da despesa
doada.

Área/Linha: Área e linha de negócio que receberá o rateio das despesas, caso a empresa trabalhe por
área e linha de negócio.

Valor da Base de Rateio: Qual o valor da base de rateio. Este valor pode ser diretamente um
percentual, ou um valor propriamente dito como número de funcionários, quantidade produzida, etc,
nestes casos o sistema calcula automaticamente o percentual de rateio.
OBS: Podem ser cadastradas várias contas recebedoras, sendo que deve-se teclar “Confirma” apenas
quando se digitou todas as contas recebedoras.

CON3050 – Cálculo das bases de rateio


CON3080 – Atualização automática das bases de rateio
Programas executados quando utiliza bases diferenciadas e automáticas para cada mês.

2 – Os centros de custo selecionados para o cálculo das taxas de absorção, são identificados no CON0480 (Controladoria –
Contabilidade – Cadastros e Tabelas – Centro custo), como tipo “Produtivo”.

3 - O valor calculado da taxa será resultado do valor total das despesas de cada centro de custo produtivo referentes ao
componente de custo, dividido pelo total de tempo (homem/máquina) deste mesmo centro de custo.

4 - A utilização do total das horas homem ou horas máquina está condicionada ao campo padrão físico do componente de
custo no CST5830 (Custos – Cadastros e parâmetros – Parâmetros gerais – Componente de custo).

5 - Caso alguma taxa de absorção tenha o seu valor negativo é sinal de que o centro de custo possui mais lançamentos
a crédito que a débito.

6 - Para que a despesa seja considerada no cálculo da taxa de absorção esta deverá estar relacionada com um
componente de custo que tenha como padrão físico horas homem, máquina ou horas totais e tenha tipo tratamento igual a
“T” (taxa) no CST5010 (Suprimentos – Custos – Cadastros e parâmetros – Parâmetros gerais – Tipo despesa por componente).

Dando continuidade ao exemplo da fábrica de roupas de malha, vemos abaixo o cálculo efetuado pela etapa “Taxa absorção”,
considerando que as horas são padrões e que o componente de custo 02 (MOD) é rateado com base nas horas homem e o
componente de custo 03 (GGF) é rateado com base nas horas máquina:

Centro Custo Valor Tipo Despesa Componente Tempo Taxa Horária


0301 6.600,00 101 – Salários Diretos 02 – MOD 1.100 h/H 6,00
Corte 4.400,00 102 – Encargos Diretos 02 – MOD 1.100 h/H 4,00
1.100,00 301 – Energia Elétrica 03 – GGF 550 h/M 2,00
0302 9.750,00 101 – Salários Diretos 02 – MOD 650 h/H 15,00
Costura 7.800,00 102 – Encargos Diretos 02 – MOD 650 h/H 12,00
2.275,00 301 – Energia Elétrica 03 – GGF 650 h/M 3,50
Total 31.925,00

6 – O cálculo da taxa de absorção resume-se então a seguinte lógica:

Componente com Padrão Físico igual “Horas Homem”:


Taxa Hora = Total Despesas do componente/Total horas homem do centro de custo

Componente com Padrão Físico igual “Horas Máquina”:


Taxa Hora = Total Despesas do componente/Total horas máquina do centro de custo

91
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento
Componente com Padrão Físico igual “Horas Totais”:
Taxa Hora = Total Despesas do componente/Total horas máquina + horas homem do centro de custo.

7 - Caso existam valores fora da realidade a causa poderá ter duas fontes:
1. Problemas no número de horas apontadas para o centro de custo;
2. Valor das despesas para o componente no centro de custo.

Caso seja a primeira fonte, a causa poderá ser a má parametrização dos tempos unitários do item MAN0214
(Produção - Engenharia - Processos Fabricação - Tempos padrões fabricação) ou a quantidade produzida.
Deverá ser extraído o relatório CST7140 (Tempos Consumidos por Centro Custo) de forma analítica, ou seja, “Lista aberto por
operação = “S” para conferência da produção e tempo consumido por item.
Caso seja a segunda fonte, deverá ser verificado na contabilidade o motivo do montante da despesa aplicada ao centro de
custo ou se o problema for nas despesas recebidas dos centros de custos auxiliares, deverá ser verificada a grade de rateio do
GIF CON0980 (Contabilidade - Rateios - Gastos Indiretos Fabricação GIF - Grade Rateio Valores).

Importante/Saiba Mais

Para calcular a taxa de absorção baseado nas despesas de centro de custo produtivo
para uma ou mais AEN’s (Área e linha de negócio), deve-se marcar o parâmetro
“Seleciona AEN das despesas em CC?” no LOG00086 (Processo Entradas – Custos –
Preparação dos dados). Dessa forma, será aberta uma tela antes da execução da etapa
“Taxa absorção”, onde serão informadas as AEN’s dos lançamentos contábeis.
8 - As informações geradas nesta etapa poderão ser consultadas no CST5200 (Suprimentos – Fechamento Estoque/Custos –
Consultas e manutenções – Custos –Taxa de absorção); e listadas no relatório CST7210 (Suprimentos – Fechamento
Estoque/Custos – Relatórios – Relatórios de Custos – Mapa de localização de Custos), onde poderá ser verificado de onde
vieram as despesas, o total de horas de cada centro de custo e a taxa de absorção.

CST5200 – CONSULTA E MANUTENÇÃO – Taxa de absorção

O objetivo desse programa é consultar e dar manutenção nas informações referentes às taxas de absorção por centro de
custo aplicadas no período.
Fechamento Estoque/Custos

Importante/Saiba Mais

Ao efetuar uma manutenção ou incluir uma nova taxa neste programa, podem ocorrer
diferenças entre os relatórios CST7210 (Mapa de Localização de custos) e o CST7100
(Valorização da produção), e possivelmente as contas transitórias de Custos não serão
zeradas.

Importante/Saiba Mais

Para consultar nesse programa, a versão de custo informada já deve ter sido
processada na etapa “Taxa absorção” do CST8600 (Preparação dos dados).

Principais Campos

Centro de custo: corresponde ao centro de custo que acumula as despesas do processo produtivo. Esse centro de custo deve
estar previamente cadastrado no CON0480 (Controladoria – Contabilidade – Cadastros e Tabelas – Centro custo), como tipo
“Produtivo”.

Componente de custo: corresponde ao componente de custo que agrupa os tipos de despesa dos centros de custo. Esse
componente de custo deve estar previamente cadastrado no CST5830 (Suprimentos – Custos – Cadastros e parâmetros –
Parâmetros gerais – Componente de custo) como tipo tratamento igual a “Taxa” e estar relacionado aos tipos de despesa dos

93
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento
centros de custo produtivos no CST5010 (Custos – Cadastros e parâmetros – Parâmetros gerais – Tipo despesa por
componente).

Valor componente custo: corresponde ao valor da taxa de absorção calculado com base no somatório dos valores dos tipos de
despesa relacionados com o componente de custo dividido pelo tempo total consumido na produção do centro de custo. O
tempo total utilizado no cálculo será conforme o padrão físico do componente de custo.

CST7210 – RELATÓRIOS CUSTOS – Mapa de Localização de Custos

Os objetivos desse relatório são:


 exibir as despesas por centro de custo e tipo de despesa totalizando por componente de custo;
 exibir as horas de produção homem e máquina de cada centro de custo e a taxa de absorção calculada;
 permitir análises comparativas das despesas entre a versão de custo atual e a anterior;
 permitir análises do custo total dos centros de custo com o que foi absorvido pela produção mensal.

Esse relatório é utilizado no fechamento de Custos para verificar se todas as despesas contábeis foram absorvidas por Custos.
Para isso, deverá ser comparado com o relatório de Despesas por centro de custo - CON0240 (Controladoria – Contabilidade –
Relatórios – Despesas por centro custo)

Importante/Saiba Mais

Para emissão deste relatório, a versão de custo informada já deve ter sido processada
na etapa “Taxa absorção” do CST8600 (Preparação dos dados).

Principais Campos
Fechamento Estoque/Custos

Versão: corresponde a versão de custeio do período de processamento, que determina a data inicial e final das despesas que
serão impressas.

Versão anterior: corresponde a versão de custeio do período anterior ao processado, que permite um comparativo das
despesas de um mês para o outro.

Tipo do centro de custo: permite selecionar o tipo de centro de custo que será emitido no relatório, conforme parametrização
do centro de custo no CON0480 (Controladoria – Contabilidade – Cadastros e tabelas – Centro custo).

Importante/Saiba Mais

Para efetuar a comparação entre os totais por componente de custo desse relatório
com o CST7100 (Valorização da produção), deve-se selecionar apenas os centros de
custo produtivos.

Todos os centros de custo?: Indica se haverá ou não seleção de centros de custo para o processamento do relatório. Se essa
opção for desmarcada, será exibida a tela abaixo para informar os centros de custo para emissão do relatório:

Principais colunas do relatório:


Centro de custo: corresponde ao centro de custo em que foram lançadas as despesas apresentadas no relatório. Haverá
quebra de página a cada centro de custo apresentado.
Horas MOD: corresponde as horas totais de mão-de-obra consumidas na produção no centro de custo.
Horas MAQ: corresponde as horas totais de máquina consumidas na produção no centro de custo.
Taxa: corresponde a taxa de absorção calculada para cada componente de custo. No relatório abaixo, por exemplo:

Total MO - MAO DE OBRA 848,630


DIVIDIDO POR:
Horas MOD 4,683
É IGUAL A:
Taxa MO - MAO DE OBRA 181,215

Ou seja, a hora de produção consumida no centro de custo 1550 (Engarrafamento) equivale a $ 181,215.

Abaixo é exibido o modelo do relatório impresso por esse programa:

95
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento

6.5.5. Custos operacionais

Objetivos:
 Calcular os custos operacionais das ordens de produção por centro de custo e componente de custo;
 Distribuir os custos operacionais (despesas advindas da Contabilidade) aos produtos fabricados no período.

Considerações gerais:
1 - O cálculo é efetuado da seguinte maneira: São acumulados os tempos de mão-de-obra direta e de máquina dos
itens (CST7060 - Suprimentos – Fechamento Estoque/Custos – Consultas e manutenções – Custos – Tempos consumidos nos
itens) e selecionadas as taxas de absorção por centro de custo e componente, multiplicando o valor dessa taxa pelo tempo
consumido do componente, conforme o seu padrão físico.

2 - As informações geradas nesta etapa poderão ser consultadas no CST7130 (Suprimentos – Fechamento
Estoque/Custos – Consultas e manutenções – Custos –Custos operacionais dos itens).
Continuando o exemplo da fábrica de roupas de malha, tempos que o resultado do cálculo dos custos operacionais será:

PRODUTO C.C. COMPONENTE CUSTO OPERACIONAL


CAMISETA 0301 CORTE 02 MOD 400 h * $ 10,00/h = $ 4.000,00
03 GGF 200 h * $ 2,00/h = $ 400,00
0302 COSTURA 02 MOD 300 h * $ 27,00/h = $ 8.100,00
03 GGF 300 h * $ 3,50/h = $ 1.050,00
CUECA 0301 CORTE 02 MOD 400 h * $ 10,00/h = $ 4.000,00
03 GGF 200 h * $ 2,00/h = $ 400,00
0302 COSTURA 02 MOD 200 h * $ 27,00/h = $ 5.400,00
03 GGF 200 h * $ 3,50/h = $ 700,00
REGATA 0301 CORTE 02 MOD 300 h * $ 10,00/h = $ 3.000,00
03 GGF 150 h * $ 2,00/h = $ 300,00
0302 COSTURA 02 MOD 150 h * $ 27,00/h = $ 4.050,00
03 GGF 150 h * $ 3,50/h = $ 525,00
TOTAL $ 31.925,00
Fechamento Estoque/Custos

Dessa forma, o total das despesas dos centros de custos ($ 31.925,00) foi totalmente distribuído entre os itens que foram
fabricados na empresa durante o mês.

CST7130 – CONSULTA E MANUTENAÇÃO – Mapa de Localização de Custos

Objetivo: Consultar e dar manutenção nas informações referentes aos custos operacionais dos itens calculados no período.
Os custos apresentados nessa tela representam o total dos custos de transformação na produção do item, referente somente
aos componentes de custo com tipo tratamento igual a T “Taxa” no CST5830 (Suprimentos - Custos – Cadastros e parâmetros
– Parâmetros Gerais – Componentes de custo)

Importante/Saiba Mais

Para consultar nesse programa, a versão de custo informada já deve ter sido
processada na etapa “Custos operacionais” do CST8600 (Preparação dos dados).

Principais Campos

Ordem: corresponde ao número da ordem de produção em que o item foi produzido.

Item: corresponde ao código do item produzido no período e que recebeu custos operacionais referente ao tempo de
produção consumido no centro de custo.

Centro de custo: corresponde ao centro de custo onde o item foi produzido e consumiu tempos.

Componente de custo: corresponde ao componente de custo referente aos valores exibidos na tela.

Valor operacional: corresponde ao total do custo operacional calculado para o item no centro de custo e referente ao
componente de custo, calculado com base na multiplicação dos tempos totais do item no centro de custo, pela taxa de
absorção do centro de custo e componente de custo.

97
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento
6.5.6. Consistências de Custos

Este botão executa o programa de Consistências, que emite um relatório de consistências encontradas nos dados dos
módulos que fazem integração com Custos (Chão de fábrica, Engenharia, Estoque e Contabilidade) e que acarretarão em
erros/distorções no cálculo de custos. Estas consistências deverão ser analisadas e na medida do possível resolvidas para que
se possa dar prosseguimento no fechamento de Custos.

Importante/Saiba Mais

Este programa pode ser emitido durante o mês, e tem como pré-requisito o
processamento das etapas: Estrutura utilizada, Apropriação de consumo e Tempos.

PRINCIPAIS CAMPOS:

Versão: corresponde a versão de custeio do período de onde virão as informações para emissão do relatório

Moeda: corresponde a moeda na qual os valores em processamento serão associados. O módulo de custos poderá ser
executado em mais de uma moeda, conforme necessidade da empresa.

Após informar os dados na tela, deve-se clicar no botão ‘OK’. Em seguida, será exibida uma tela para selecionar as
consistências a serem emitidas no relatório, e trará automaticamente marcadas as consistências padrões cadastradas no
CST8620 (Consistências padrões de Custos).

FUNCIONALIDADES ESPECÍFICAS:

Padrão - Este botão executa o programa de cadastro das Consistências padrões de Custos (CST8620). Neste programa deverão
ser marcadas as consistências que devem ser apresentadas como padrões no relatório CST5780.

DESCRIÇÃO CONSISTÊNCIAS

A descrição das principais consistências podem ser encontradas em:


http://tdn.totvs.com/pages/releaseview.action?pageId=51254465
Fechamento Estoque/Custos

6.6. Valorização dos estoques (PRODUÇÃO)

O programa de valorização dos estoques (CST8610) tem como objetivos:


1. Valorizar o custo das matérias-primas utilizadas no processo de beneficiamento;
2. Valorizar o custo das transferências entre empresas;
3. Valorizar o custo das transferências entre itens;
4. Calcular o custo de produção dos itens;
5. Valorizar a produção dos itens;
6. Calcular o custo médio de todos os itens.

Este botão executa a rotina de cálculo do custo de produção dos itens, a valorização da produção dos itens no estoque e o
cálculo do custo médio dos itens no estoque, da mesma forma que a opção “Calcula custo médio?” do almoxarifado.

PRINCIPAIS CAMPOS:

Versão: corresponde a versão de custeio do período que está sendo fechado.


A versão informada nessa rotina deve ser contábil e a data final cadastrada no CST5830 (Versão de custos) deve ser igual a
data do próximo fechamento do SUP1790 (Suprimentos – Cadastros e tabelas – Parâmetros – Estoque – Fechamento mensal).

99
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento
Moeda: corresponde a moeda na qual os valores em processamento serão associados. O módulo de custos poderá ser
executado em mais de uma moeda, conforme necessidade da empresa.

Calcular custo médio de terceiro? Indica se será processado ou não o cálculo do custo médio dos itens de terceiro que estão
em poder da empresa para apresentação no relatório SUP0284 (Relatório de estoque – Modelo 3).

Ordenação itens: Indica qual a forma de seleção do número do nível para ordenação dos itens no cálculo do custo de
produção e médio dos itens.
Como funciona o campo “Ordenação itens”?
http://tdn.totvs.com/pages/viewpage.action?pageId=73083562

As informações referentes ao custo de produção das ordens e dos itens geradas neste processo poderão ser consultadas em:
- CST7040 (Suprimentos – Fechamento Estoque/Custos – Consultas e manutenções – Custos – Custo por Componente de
Custo).
- CST5430 (Suprimentos – Fechamento Estoque/Custos – Consultas e manutenções – Custos – Custo médio dos itens), atualiza
o custo unitário da produção.
- CST5970 (Suprimentos – Fechamento Estoque/Custos – Consultas e manutenções – Custos – Custo médio por componente),
atualiza o custo unitário da produção.
- CST7050 (Suprimentos – Fechamento Estoque/Custos – Consultas e manutenções – Custos – Movimentação dos itens),
atualiza o custo unitário e o custo total consumo.
- CST7100 (Suprimentos – Fechamento Estoque/Custos – Relatórios – Relatórios de Custos – Valorização da Produção).

CST7040 – CONSULTAS E MANUTENÇÕES – Custo por componente de custo

Objetivo: Consultar e dar manutenção nas informações referentes aos custos totais dos itens calculados no período. Os custos
apresentados nessa tela representam o total dos custos de transformação na produção do item, o total dos custos de
matéria-prima e os custos dos consumos de itens semi-acabados.
Fechamento Estoque/Custos

Importante/Saiba Mais

Ao efetuar uma manutenção ou incluir um novo custo para o item, podem ocorrer
diferenças entre os relatórios CST7210 (Mapa de Localização de custos) e o CST7100
(Valorização da produção), e possivelmente as contas transitórias de Custos não
serão zeradas.

Importante/Saiba Mais

Para consultar nesse programa, a versão de custo informada já deve ter sido
processada no CST8610 (Valorização dos estoques)

Principais campos:

Ordem: corresponde ao número da ordem de produção em que o item foi produzido.

Item: corresponde ao código do item produzido no período e que recebeu custos totais de produção referente aos
componentes de custo apresentados.

Componente de custo: corresponde ao componente de custo referente aos valores exibidos na tela.

Valor componente custo: corresponde ao total do custo calculado para o item no componente de custo.

Situação ordem: corresponde a situação da ordem de produção no módulo de Custos. Os valores possíveis para este campo
são:
1 – Em Processo: ordem de produção em processo (será continuada no mês seguinte).
2 – Acabada: ordem de produção acabada (não receberá mais movimentações).
3 – Rateada: ordem de produção que foi rateada para outras ordens.
4 – Encerrada: ordem de produção que foi encerrada sem apontamento.
5 – Sucateada: ordem de produção somente com apontamento de sucata.

CST7100 – RELATÓRIOS CUSTOS – Valorização da produção

Objetivo: é exibir a composição do custo de produção dos itens semi-acabados e finais.

101
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento

Importante/Saiba Mais

Para consultar nesse programa, a versão de custo informada já deve ter sido
processada no CST8610 (Valorização dos estoques)

Esse relatório será utilizado no fechamento de Custos para verificar se Custos absorveu todos os custos dos centros de custo
produtivos. Para isso, deverá ser comparado o total por componente de custo desse relatório com o total por componente de
custo do CST7210 (Mapa Localização Custos).
Caso essa verificação não seja efetuada, e ocorrerem diferenças, estas serão identificadas posteriormente na verificação do
balancete, pois as contas transitórias não irão zerar, ou seja, o valor dos lançamentos a débito será maior que os lançamentos
a crédito, ou vice-versa.
Para identificar possíveis causas de diferenças entre os totais dos dois relatórios, deve-se analisar componente de custo por
componente de custo.

Caso o tipo de tratamento do componente de custo seja “Taxa de absorção”:


- Extrair o CST7210 (Mapa de Localização de Custos), verificando se existem tempos em todos os centros de custo ou emitir a
consistência “Centros de custo produtivos com despesa e sem produção” do CST5780 (Consistências de Custos);
As causas prováveis da diferença e as formas de corrigir foram apresentadas nos comentários da consistência “Centros de
custo produtivos com despesa e sem produção”.

Caso o tipo de tratamento do componente de custo seja “Insumo”:


- Extrair a opção “Consumo” do CST6620 (Consumo de insumo Estoque X CST), que demonstra as diferenças entre o que foi
consumido no estoque, o que foi identificado por Custos e o que foi realmente contabilizado.
As causas prováveis da diferença e as forma de corrigir podem ser verificadas emitindo-se as seguintes consistências:
- Itens com consumo cujos pais não têm produção apontada.
- Itens consumidos em T.D. de insumo sem cadastro na ficha técnica.
Fechamento Estoque/Custos

- Itens consumidos em ordem de produção não cadastrada


- Itens com componente ou T.D. incorretos (MAN0022 X SUP3220 X CST5010).
- Itens consumidos em T.D. p/ taxa de absorção com ficha técnica.
- Operação de estoque contabilizada em T.D insumo não cadastradas como Consumo
- Lançamentos em C.C. produtivo c/ sistema gerador diferente de EST.

PRINCIPAIS CAMPOS:

Versão: corresponde a versão de custeio do período de processamento, que determina a data inicial e final da produção dos
itens que serão impressas.

Todos os itens?: Indica se haverá ou não seleção de itens para o processamento do relatório. Se essa opção for desmarcada,
será exibida uma tela para informar os itens para emissão do relatório.

Principais colunas do relatório:

Código: corresponde ao código do item que foi produzido ou consumido. Conforme o espaçamento dado no relatório, é
possível identificar a diferença: o código do item que está bem à margem esquerda da página é o item produzido, e os que
estão abaixo e com um pequeno afastamento da margem, são os itens que foram consumidos.

Por exemplo: o item FINAL-1 foi produzido e os itens C-1 e PRD-1 foram consumidos na produção:

FINAL-1 FINAL1
C-1 COMPRADO - 2
PRD-1 PRD-1

Ordem: corresponde ao número da ordem de produção em que o item foi produzido.

Produção mês: corresponde a quantidade total produzida no período na ordem de produção (quando o campo ordem
apresentar uma ordem de produção), ou a quantidade total produzida do item no período.

Consumo físico: corresponde a quantidade total consumida do item no período.

Importante/Saiba Mais

As quantidades produzidas e consumidas dos itens, apresentadas nesse relatório são


carregadas respectivamente nas etapas “Estrutura utilizada” e “Apropriação de
consumo” do CST8600 (Preparação dos dados).

Consumo financeiro: corresponde ao valor total do custo consumido do item no período. O valor apresentado nesse campo é
resultado da multiplicação da quantidade consumida pelo custo médio do item. Para o cálculo do consumo financeiro é
utilizado o custo unitário médio do item e não o custo unitário de produção do mês.

Custo do mês: corresponde ao custo de produção do item/ordem no período para cada componente de custo. O valor é
apresentado aberto por componente de custo.

Importante/Saiba Mais

O custo do mês do item/ordem apresentado nessa coluna, pode ser consultado no


CST7040 (Suprimentos – Fechamento estoque/custos – Consulta e manutenções –
Custos – Custo por componente de custo) na versão atual.

103
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento

Custo dos meses anteriores: corresponde ao custo total do item/ordem acumulado nos meses anteriores.

Importante/Saiba Mais

O custo dos meses anteriores será apresentado se a empresa controla o estoque de


itens em elaboração (parâmetro “Controla estoque de itens em elaboração” do
LOG00086 – Processo entradas – Custos – Custo por ordem de produção), ou seja, se
as ordens possuem consumo de itens, tempos de mão de obra ou máquina, mas
ainda não possuem a movimentação de estoque de produção do item.

Custo Semi-acabado/Final: corresponde ao custo do consumo de itens produzidos (Tipo do item “P” no MAN9922) para a
fabricação de itens finais.

Custo unitário: corresponde ao custo unitário de produção do item no período. O valor apresentado nesse campo é resultado
da divisão do custo total pela quantidade produzida do item.

Custo total: corresponde ao custo total de produção do item/ordem. É o somatório dos componentes de custo apresentado
no custo do mês com o custo semi-acabado/final.

Importante/Saiba Mais

Ao final do relatório será impresso o resumo por componente de custo referente ao


custo total de todos os itens produzidos no período, que deve ser comparado com o
resumo do relatório CST7210 (Mapa de Localização de Custos).
Fechamento Estoque/Custos

6.7. Contabilização custos

Quando a versão processada no fechamento de Custos for uma versão contábil, deve-se efetuar os lançamentos contábeis de
Custos necessários para o fechamento mensal.

Para efetuar a contabilização do módulo de Custos, deve-se configurar alguns parâmetros e efetuar alguns cadastros básicos,
que serão considerados e tratados durante o processo.

6.7.1 CST5010 Tipo de despesa por componente de custo

Tipo Despesa Crédito: corresponde ao código do tipo de despesa cadastrado no CON0640(Tipo Despesas) que será utilizado
na contabilização do zeramento dos centros de custos produtivos, creditando o valor total das despesas.

Conta Reduzida Débito: corresponde ao código da conta transitória onde será registrado o custo de produção do mês. A conta
reduzida débito será debitada pelo lançamento ZER (zeramento dos centros de custos produtivos) e creditada pelo
lançamento PRD (Custo de produção), ficando com o saldo zerado no mês.

Importante/Saiba Mais

Sugere-se a criação de uma conta reduzida a débito para cada componente de custo
criado no CST5830 (Componente de custo). Dessa forma, se por algum motivo o
cálculo do custo de produção não absorver todas as despesas dos centros de custo, o
saldo não absorvido ficará na transitória do componente de custo com problema.

Exemplo: A contabilização dos custos relativos a salários pagos aos funcionários alocados no centro de custo 1249 (Costura
Vies), valor este lançado na conta 8.1249.01.01, onde 8 é a máscara das contas de centro de custo, 1249 o próprio centro de

105
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento
custo e 101 o tipo de despesa salários, respeitará a parametrização existente para o tipo de despesa e componente de custo a
que se refere.
Neste exemplo, o custo de salário será creditado numa conta formada a partir do centro de custo 1249 mais o tipo de
despesa a crédito 9403, ou seja, a conta 8.1249.9403. O débito ocorrerá numa conta de resultado (transitória) pertencente a
um grupo de contas específico do custo, aqui representada pela conta 3.6.01.01.0002, também cadastrada nessa tela.

6.7.2 CST5370 Custo de produção

Objetivo: Parametrizar as contas contábeis utilizadas na contabilização do Custo, para os itens produzidos e finais. Será
utilizada a conta reduzida de crédito e débito para lançamento do valor correspondente ao custo total da produção do
componente de custo para o tipo de produto (produzido ou final).
Fechamento Estoque/Custos

Principais campos:

Tipo do Produto: corresponde a classificação do tipo do item. O código do item tem o seu tipo cadastrado no MAN9922 –
Cadastro de Itens. Este campo aceita os seguintes valores:
“Final” (Item produzido, pronto para ser vendido);
“Semi-acabado” (Item produzido que pode ser vendido ou que pode também compor um item final, exemplo: Uma roda de
uma bicicleta, pode ser vendida separadamente, mas também é utilizada na fabricação da bicicleta).

Componente de Custo: corresponde ao código do componente de custo, que determinará como será aberto o custo de
produção. Esse código está cadastrado no CST5830 – Componente de Custo.

Cód. Linha de Produto: corresponde ao código do primeiro nível da linha do produto.

Cód. Linha de Receita: corresponde ao código do segundo nível da linha do produto.

Cód. Segmento de Mercado: corresponde ao código do terceiro nível da linha do produto.

Cód. Classe de Uso: corresponde ao código do quarto nível da linha do produto.

Os quatro códigos acima, (Linha de produto, Linha de receita, Segmento de mercado e Classe de uso) trabalham em conjunto.
Exemplo: para um produto bicicleta, podemos ter:

Nivel 1 Nivel 2 Nivel 3 Nivel 4 Denominação


------- ------- ------- ------- -----------------
01 00 00 00 Bicicleta
01 01 00 00 Esportiva
01 01 01 00 Masculina
01 01 01 01 Tipo 1
01 01 01 02 Tipo 2

107
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento
01 01 02 00 Feminina
01 01 02 01 Tipo 1
01 01 02 02 Tipo 2
01 02 00 00 Carga Pesada
01 02 01 00 Barra Forte
01 02 01 01 Tipo 1
01 02 01 02 Tipo 2

São disponíveis apenas 4 níveis da estrutura, não sendo obrigatório o uso de todos os níveis. De acordo com a necessidade da
empresa pode-se cadastrar de 1 a 4 níveis.
Os níveis exemplificados acima, são denominados AEN, e só poderão ser utilizados se o parâmetro “Contabiliza Custos por
AEN” for igual a “S” no LOG00086; caso o parâmetro seja igual a “L”, será utilizado somente o primeiro nível da AEN.

Nr. Conta Red. de Crédito: corresponde ao número da conta transitória, utilizada para os lançamentos de créditos dos itens
que foram produzidos (mesma conta do CST5010).

Nr. Conta Red. de Débito: corresponde ao número da conta reduzida de estoque, utilizada para os lançamentos de débitos
dos itens que foram produzidos.

Importante/Saiba Mais

Quando for parametrizado no LOG00086, o campo “Contabiliza conta de estoque”


igual a S (Sim), a conta débito deve ser 0. Dessa forma, na rotina de contabilização de
Custos, será buscada a conta de estoque do item produzido no MAN9922 – Aba fiscal.

6.7.3 CST5380 Consumo Semi-acabados/Finais

Objetivo: Parametrizar as contas contábeis utilizadas na contabilização do Custo dos itens semi-acabados utilizados na
produção dos itens finais. Será creditado o estoque de produtos em processo (semi-acabados) e debitado o estoque de
produtos acabados para os itens tipo “P” consumidos pelos itens tipo “F” do MAN9922 – Cadastro de Itens.
Fechamento Estoque/Custos

Principais campos:

Tipo de Mercado: corresponde ao mercado que será comercializado o item produzido pela empresa. Esse campo aceita os
valores:
“Externo” – Mercado externo;
“Interno” – Mercado interno.

Linha Produto: corresponde ao código do primeiro nível da linha do produto.

Linha Receita: corresponde ao código do segundo nível da linha do produto.

Segmento Mercado: corresponde ao código do terceiro nível da linha do produto.

Classe Uso: corresponde ao código do quarto nível da linha do produto.

Os níveis definidos acima foram exemplificados no CST5370 – Custo de produção


Estes níveis são denominados AEN, e só poderão ser utilizados se o parâmetro “Contabiliza Custos por AEN” for igual a “S” ou
“L” no LOG00086.
A AEN informada refere-se ao item semi-acabado (item que está sendo consumido).

Componente de Custo: corresponde ao código do componente de custo, que determinará como será aberto o custo de
produção. Esse código está cadastrado no CST5830 – Componente de Custo.

Conta Reduzida Crédito: corresponde ao número da conta reduzida de crédito, utilizada para os lançamentos de créditos dos
itens semi-acabados que foram consumidos por itens finais.

Conta Reduzida Débito: corresponde ao número da conta reduzida de débito, utilizada para os lançamentos de débitos dos
itens semi-acabados que foram consumidos por itens finais.

109
Fechamento Estoque/Custos

Importante/Saiba Mais
do Treinamento
É necessário, a parametrização das contas, para todos os componentes de custo,
inclusive “TR” – Transferências cadastrado no CST5830(Componentes de Custo).

Importante/Saiba Mais

Quando for parametrizado no LOG00086, o campo “Contabiliza conta de estoque”


igual a S (Sim), a conta débito e crédito devem ser 0. Dessa forma, na rotina de
contabilização de Custos, será buscada a conta de estoque do item consumido e
produzido no MAN9922 – Aba fiscal.

6.7.4 CST5470 Custo das vendas

Objetivo: Parametrizar as contas contábeis utilizadas na contabilização do Custo dos produtos vendidos. É necessário
cadastrar todas as operações de estoque que movimentam o estoque de produtos finais ou acabados, com exceção das
operações cadastradas no CST5730 (Operações para Custos) como produção e consumo.

Principais campos:

Operação estoque: corresponde ao código da operação de estoque cadastrado no SUP0660 – Cadastro. Para operações
parametrizadas no SUP0660 (Operações de Estoque) com custo informado e recálculo, será obrigatório informar apenas o
componente de custo “TR” – transferência (cadastrado no CST5830 – Componente de Custo).

Histórico Padrão: corresponde a origem do lançamento contábil através de um código de histórico informado, que deve estar
cadastrado no CON0020 – Códigos Históricos Padronizados.
Fechamento Estoque/Custos

Importante/Saiba Mais

Sugere-se a criação de um histórico padrão diferente para cada operação de estoque


parametrizada nessa tela.
FAQ: http://tdn.totvs.com/x/3oJmBg

Centro Custo: corresponde ao código que referência uma divisão do parque fabril onde são agregados os custos, deverá estar
cadastrado no CON0480 - Cadastro dos centros de custo. Somente serão considerados os centros de custos produtivos
(centros de custos que fazem parte da linha de produção da empresa).

Componente Custo: corresponde ao código do componente de custo, que determinará como será aberto o custo de
produção. Esse código está cadastrado no CST5830 – Componente de Custo.

Importante/Saiba Mais

Os campos Centro Custo e Componente Custo não são obrigatórios. Quando esses
campos receberem o valor 0 (zero), valem para todos os centros de custos e
componentes.

Importante/Saiba Mais

A parametrização do componente de custo 0 (zero) nesse cadastro, gera uma melhoria


de performance
Linha Produto: corresponde considerável no processamento
ao código do primeiro nível da linha da contabilização de Custos
do produto.
(CST7110).

Linha Receita: corresponde ao código do segundo nível da linha do produto.

Segmento Mercado: corresponde ao código do terceiro nível da linha do produto.

Classe Uso: corresponde ao código do quarto nível da linha do produto.

Os níveis definidos acima foram exemplificados no CST5370 – Custo de produção


Estes níveis são denominados AEN, e só poderão ser utilizados se o parâmetro “Contabiliza Custos por AEN” for igual a “S” ou
“L” no LOG00086.

Conta Reduzida Crédito: corresponde ao número da conta reduzida de crédito, utilizada para os lançamentos de créditos dos
itens vendidos.

Conta Reduzida Débito: corresponde ao número da conta reduzida de débito, utilizada para os lançamentos de débitos dos
itens vendidos.

Quando for parametrizado no LOG00086, o campo “Contabiliza conta de estoque” igual a S (Sim), dependendo da operação
de estoque a conta débito ou crédito deverá ser parametrizada como 0 (zero) e posteriormente, no processo da
contabilização, será selecionada dos parâmetros do item no MAN9922 – Aba Fiscal.
Exemplo:
Quando for uma venda, ou seja, uma saída, a conta crédito será parametrizada como 0 (zero), para buscar a conta que está
cadastrada no MAN9922 - Página fiscal.
Quando for uma devolução, ou seja, uma entrada, a conta dédito será parametrizada como 0 (zero), para buscar a conta que
está cadastrada no MAN9922 – Aba fiscal.

111
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento
6.7.5 CST7150 Ordens em processo

Objetivo: Parametrizar as contas contábeis utilizadas na contabilização do Custo, para os itens que ainda estão na linha de
produção e não foram finalizados. Ou seja, são ordens de produção em processo, que não possuem apontamento (entrada do
item final), então, o custo da matéria-prima ou custo de mão de obra apontada que já foi utilizada será contabilizado na conta
de Estoque em Elaboração cadastrado nessa tela. Esse custo pode ter sido gerado por um consumo de matéria-prima manual,
ou por apontamento de tempos nas operações de produção intermediárias. Só será calculado custo de ordens em elaboração
se o parâmetro “Controla estoque de itens em elaboração” do LOG00086 (Processo Entradas – Custos – Custo por ordem de
produção) estiver marcado com “S”. Se este parâmetro estiver marcado com “N” (Não), todas as ordens do período terão que
ter registro de itens entrando no estoque (apontamento de produção).

Principais campos:

Tipo do Produto: corresponde a classificação do tipo do item. O código do item tem o seu tipo cadastrado no MAN9922 –
Cadastro de Itens. Este campo aceita os seguintes valores:
“Final” (Item produzido, pronto para ser vendido);
“Semi-acabado” (Item produzido que pode ser vendido ou que pode também compor um item final, exemplo: Uma roda de
uma bicicleta pode ser vendida separadamente, mas também é utilizada na fabricação da bicicleta).

Componente de Custo: corresponde ao código do componente de custo, que determinará como será aberto o custo de
produção. Esse código está cadastrado no CST5830 – Componente de Custo.

Cód. Linha de Produto: corresponde ao código do primeiro nível da linha do produto.

Cód. Linha de Receita: corresponde ao código do segundo nível da linha do produto.


Fechamento Estoque/Custos

Cód. Segmento de Mercado: corresponde ao código do terceiro nível da linha do produto.

Cód. Classe de Uso: corresponde ao código do quarto nível da linha do produto.

Os níveis definidos acima foram exemplificados no CST5370 – Custo de produção


Estes níveis são denominados AEN, e só poderão ser utilizados se o parâmetro “Contabiliza Custos por AEN” for igual a “S” ou
“L” no LOG00086.

Nr. Conta Red. de Crédito: corresponde ao número da conta transitória de custos, utilizada para os lançamentos de créditos
dos itens que ainda estão em processo (mesma conta do CST5010).

Nr. Conta Red. de Débito: corresponde ao número da conta reduzida das ordens em elaboração, utilizada para os lançamentos
de débitos dos itens que ainda estão em processo.

Importante/Saiba Mais

A conta débito deve ser diferente da conta de item acabado e semi-acabado, e seu
saldo não pode ser confrontado com o relatório SUP8710 (Posição dos estoque por
conta contábil), pelo fato da ordem que recebeu custo de elaboração ainda não ter
movimentado estoque (Operação de entrada de produção).

6.7.6 CST7110 Lançamentos contábeis

O programa de lançamentos contábeis tem os seguintes objetivos:


 Atualizar o custo de produção no estoque dos itens acabados e semi-acabados;
 Zerar os centros de custo produtivos;
 Lançar o custo com as vendas efetuadas no mês (CPV).

113
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento
PRINCIPAIS CAMPOS:

Versão: corresponde a versão de custeio do período que está sendo fechado.

Importante/Saiba Mais

A versão informada nessa rotina deve ser contábil e a data final cadastrada no CST5830
(Versão de custos) deve ser igual a data do próximo fechamento do SUP1790
(Suprimentos – Cadastros e tabelas – Parâmetros – Estoque – Fechamento mensal).

Moeda: corresponde a moeda na qual os valores em processamento serão associados. O módulo de custos poderá ser
executado em mais de uma moeda, conforme necessidade da empresa.

PROCESSO:

A contabilização de Custos classifica os lançamentos contábeis por natureza, sendo:

1) ZER - Transferência das despesas dos centros de custo produtivos para Custos de Produção.
Parametrizado no CST5010 (Tipo de despesa por componente de custo)

2) PRD - Transferência dos custos de produção para estoque de produto acabado ou para estoque de produto semi-
acabado conforme o tipo de item.
Parametrizado no CST5370 (Custo de produção)

3) PT - Transferência do estoque de produto semi-acabado para o estoque de produto acabado.


Parametrizado no CST5380 (Consumo semi-acabados/finais)

4) CPV - Transferência estoque de produto acabado para custo das vendas


Parametrizado no CST5470 (Custo das vendas)

5) PRC - Transferência dos custos de produção para estoque de produto em elaboração (processo).
Parametrizado no CST7150 (Ordens em processo)
Fechamento Estoque/Custos

Para emitir o relatório detalhado da contabilização, deve-se marcar a opção “Emitir relatório detalhado” em tela. O relatório
gerado apresenta todos os lançamentos contábeis efetuados pelo processo. Caso existam lançamentos que não foram
efetuados por falta de parâmetros, será gerado outro relatório com as mensagens de consistência. Essas mensagens devem
ser corrigidas nos cadastros de parâmetros e reprocessado novamente a rotina CST7110.

Importante/Saiba Mais

Quando algum lançamento for efetuado em conta 0 (zero), provavelmente algum


item está sem conta contábil parametrizada no MAN9922 (Produção – Engenharia –
Itens – Itens – Aba fiscal). Para identificar esses itens, deve-se emitir as seguintes
consistências no CST5780:
 Itens movimentados em operações de CPV sem conta contábil informada.
 Itens movimentados em operações de produção s/ cta contábil informada.
 Itens movimentados em operações de consumo s/ cta contábil informada.

6.7.7 CST5390 Libera lote para contabilidade

Objetivo: Liberar os lançamentos contábeis incluídos do módulo de custos para que o sistema de Contabilidade possa efetuar
a consistência e efetivação do lote contábil.

PRINCIPAIS CAMPOS:

115
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento
Versão: corresponde a versão de custeio do período que está sendo fechado.

Moeda: corresponde a moeda na qual os valores em processamento serão associados. O módulo de custos poderá ser
executado em mais de uma moeda, conforme necessidade da empresa.

Importante/Saiba Mais

Se o parâmetro “Efetivação automática” do sistema CST no CON1640 (Parâmetros dos


sistemas geradores) estiver marcado, o CST5390 fará automaticamente o processo de
consistência e efetivação do lote contábil, não sendo necessário fazê-lo pelos
processos da Contabilidade.

6.7.8 CST5410 Consulta lançamentos contábeis

Objetivo: Exibir os lançamentos contábeis gerados pelo módulo de Custos.

PRINCIPAIS CAMPOS:

Nr. Versão: corresponde a versão de custeio do período de processamento, que determina a data inicial e final dos
lançamentos contábeis.

Cod. Moeda: corresponde a moeda na qual os valores em processamento foram contabilizados.


Fechamento Estoque/Custos

Nr. Lote: Corresponde ao número do lote contábil gerado para a Contabilidade. Este número será igual a 0 (zero) enquanto o
CST5390 (Gera Lote Contabilidade) não for executado.

FUNCIONALIDADES ESPECÍFICAS:

Listar_1 - Lista os lançamentos contábeis de custos por natureza de lançamento.

Para conferir os lançamentos gerados na rotina de contabilização de Custos e antes da integração do lote na Contabilidade,
deverá ser listado este relatório e executadas as seguintes conferências:

Naturezas do lançamento:
ZER – Diferença entre débito e crédito no CST5410 x Total de despesas dos centros de custo produtivos no CST7210
(Fechamento Estoque/Custos – Relatórios – Relatórios de Custos - Mapa de localização de Custos)
PRD – Diferença entre débito e crédito no CST5410 x Total dos componentes de custo das ordens acabadas no CST7100
(Fechamento Estoque/Custos – Relatórios – Relatórios de Custos – Valorização da Produção)
PT – Diferença entre débito e crédito no CST5410 x Total do componente de custo de semi-acabado no CST7100 (Fechamento
Estoque/Custos – Relatórios – Relatórios de Custos – Valorização da Produção)
CPV – Diferença entre débito e crédito no CST5410 x Total CPV do CST5560 (Fechamento Estoque/Custos – Relatórios –
Relatórios de Custos – Custo dos produtos vendidos)

lisTar_2 - Lista somente os lançamentos contábeis de CPV quebrando por grupo de controle de estoque.

117
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento
7. Encerramento e reabertura

7.1. Encerra mes

Para encerramento do mês, deve utilizar o botão abaixo na rotina CST8610:

Objetivo: Preparar as tabelas do sistema para tornar operacional um novo período de controle de estoque, conforme a data
do fechamento do mês.

O campo mês e ano apresentado na tela refere-se a “Data próx. fechamento estoque” do SUP1790, e não é permitido alterá-
lo.

As informações referentes ao custo médio dos itens e situação de estoque geradas neste processo poderão ser consultadas
no SUP0070 (Suprimentos – Fechamento Estoque/Custos – Consultas e manutenções – Históricos de estoque – Situação
estoque).

SUP0070 – CONSULTAS E MANUTENÇÕES – Situação Estoque

Objetivo: Possibilitar a consulta das informações da situação de estoque dos itens, o custo médio contábil e o
custo de reposição na moeda padrão e na moeda forte que é também conhecida como moeda CMCAC/FASB por
período. Estas informações são disponibilizadas no sistema após a execução do CST8610, opção “Encerra mês”.
Fechamento Estoque/Custos

Principais campos:

Item: neste campo, deverá ser informado o código do item que se deseja consultar as informações do valor do custo. O item
deverá possuir o controle de estoque, conforme o campo Controla estoque que deverá estar marcado na aba Estoque do
programa MAN9922 – Itens, do módulo de ENGENHARIA.

Mês/ano referencia: neste campo, deverá ser informado o mês e o ano de referência, para permitir a obtenção da situação
em estoque do item no período informado. O mês/ano de referencia informados precisarão estar com o estoque fechado.

Entradas no mês: Quantidade de entrada do item no estoque no período.

Saídas no mês: Quantidade de saída do item do estoque no período.

Estoque final no mês: Quantidade do estoque do item no período.

Custo unit médio Contábil: neste campo, é exibido o custo médio do item no período, que é obtido no fechamento mensal no
processamento das movimentações de estoque do item. O valor é mostrado na moeda padrão conforme o campo Moeda
padrão do programa CON0040 – Parâmetros Contabilidade.

Custo unit médio (C.M.I.): neste campo, é exibido o custo médio do item no período, que é obtido no fechamento mensal no
processamento das movimentações de estoque do item. O Valor é mostrado na moeda forte conforme o campo Moeda
FASB/USGAAP do programa CON0040 – Parâmetros Contabilidade.

Custo unit médio Reposição: neste campo, é exibido o custo médio de reposição do item no período, que é obtido no
fechamento mensal no processamento das movimentações de estoque nas operações de estoque parametrizadas com
origem ou destino igual a “F” (Fornecedor) no SUP0660. O valor é mostrado na moeda padrão conforme o campo Moeda
padrão do programa CON0040 – Parâmetros Contabilidade.

119
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento
Custo unit médio Reposição (C.M.I.): neste campo, é exibido o custo médio do item no período, que é obtido no fechamento
mensal no processamento das movimentações de estoque nas operações de estoque parametrizadas com origem ou destino
igual a “F” (Fornecedor) no SUP0660. O Valor é mostrado na moeda forte conforme o campo Moeda FASB/USGAAP do
programa CON0040 – Parâmetros Contabilidade.

7.2. SUP0505 Reabertura de estoque

Objetivo: Efetuar a reabertura do fechamento de estoque referente ao último mês fechado. Durante o processamento serão
eliminados os controles gerados na oficialização do fechamento anterior, bem como recuperadas as informações do histórico,
caso este processo já tenha sido efetuado.

Importante/Saiba Mais

Se para o mês a ser reaberto existir lote já integrado com a Contabilidade, será emitida
uma mensagem de alerta e será solicitada uma confirmação do processo.

Importante/Saiba Mais

Se as movimentações de estoque referentes ao mês a ser reaberto já tiverem sido


enviadas para histórico, serão retornadas estas movimentações para as tabelas normais
de movimentação.
Fechamento Estoque/Custos

7.3. CST5320 Exclusão de versão de custo

Objetivo: Eliminar as informações referente a uma versão de custos e efetuar a cópia das informações de uma versão de custo
para outra.

PRINCIPAIS CAMPOS:

Versão: corresponde a versão de custeio do período de processamento que deseja-se eliminar ou copiar.

FUNCIONALIDADES ESPECÍFICAS

Deletar - Nessa opção, todas as informações das tabelas relacionadas a versão de custeio selecionada serão excluídas
definitivamente do sistema.

Copiar - Nessa opção, todas as informações das tabelas relacionadas a versão de custeio selecionada serão copiadas para a
nova versão que será informada na tela abaixo:

121
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento
8. Relatórios

8.1. Relatórios de estoque

8.1.1. SUP6260 Consumo por centro custo/ordem serviço/tipo despesa

Objetivo: Consultar as movimentações de estoque de consumo do item efetuadas por ordem de serviço, centro de custo e
conta contábil, permitindo que seja possível utilizar as informações nas conciliações contábeis e no fechamento mensal de
estoques e na apuração do custo do item.

Principais campos:

Data Base de: neste campo, solicita o preenchimento da data de seleção inicial do intervalo DE / ATÉ dos movimentos de
estoque de consumo a serem selecionados no processamento.

Data Base até: neste campo, solicita o preenchimento da data de seleção final do intervalo DE / ATÉ dos movimentos de
estoque de consumo a serem selecionados no processamento.

Seleciona Ordem de Serviço: neste campo, indica se haverá ou não a seleção das movimentações de estoque de consumo das
ordens de serviço.

Ordem de Serviço Inicial: neste campo, caso seja selecionada a opção por ordem de serviço, solicita opcionalmente o
preenchimento da ordem de serviço inicial do intervalo DE / ATÉ das movimentações de estoque de consumo das ordens de
serviço. A ordem de serviço deve estar previamente cadastrado no programa CON0490 – Cadastro de Ordens de Serviço.
Fechamento Estoque/Custos

Ordem de Serviço Final: neste campo, caso seja selecionada a opção por ordem de serviço, solicita opcionalmente o
preenchimento da ordem de serviço final do intervalo DE / ATÉ das movimentações de estoque de consumo das ordens de
serviço. A ordem de serviço deve estar previamente cadastrado no programa CON0490 – Cadastro de Ordens de Serviço.

Seleciona Cta Centro Custo: neste campo, indica se haverá ou não a seleção das movimentações de estoque de consumo dos
centros de custo.

Centro de Custo Inicial: neste campo, caso seja selecionada a opção por centro de custo, solicita opcionalmente o
preenchimento do centro de custo inicial do intervalo DE / ATÉ das movimentações de estoque de consumo dos centros de
custo. O código do centro de custo deve estar previamente cadastrado no programa CON0480 – Cadastro de Centros de
Custo.

Centro de Custo Final: neste campo, caso seja selecionada a opção por centro de custo, solicita opcionalmente o
preenchimento do centro de custo final do intervalo DE / ATÉ das movimentações de estoque de consumo dos centros de
custo. O código do centro de custo deve estar previamente cadastrado no programa CON0480 – Cadastro de Centros de
Custo.

Grupo/Tipo Despesa Inicial: neste campo, solicita o preenchimento do tipo de despesa inicial do intervalo DE / ATÉ das
movimentações de estoque de consumo a serem selecionados no processamento. O código do tipo de despesa deve estar
previamente cadastrado no programa CON0640 – Tipos Despesas.

Grupo/Tipo Despesa final: neste campo, solicita o preenchimento do tipo de despesa final do intervalo DE / ATÉ das
movimentações de estoque de consumo a serem selecionados no processamento. O código do tipo de despesa deve estar
previamente cadastrado no programa CON0640 – Tipos Despesas.

Movimentos histórico: corresponde a forma de pesquisa que o programa irá efetuar na base de dados para selecionar as
movimentações de estoque. Poderá ser selecionada a base não histórica ou a base histórica, mas não permite ambas, quando
o período compreender um intervalo de datas em que as informações das movimentações de estoque estejam disponíveis na
base histórica e na base não histórica.

Seleciona Cta Patrimonial: neste campo, indica se haverá ou não a seleção das movimentações de estoque de consumo das
contas patrimoniais.

Conta Contábil Inicial: neste campo, caso seja selecionada a opção por conta patrimonial, solicita opcionalmente o
preenchimento da conta contábil inicial do intervalo DE / ATÉ das movimentações de estoque de consumo das contas
contábeis. A conta contábil deve estar previamente cadastrada no programa CON0010 – Plano Contas.

Conta Contábil Final: neste campo, caso seja selecionada a opção por conta patrimonial, solicita opcionalmente o
preenchimento da conta contábil do intervalo DE / ATÉ das movimentações de estoque de consumo das contas contábeis. A
conta contábil deve estar previamente cadastrada no programa CON0010 – Plano Contas.

123
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento
Fechamento Estoque/Custos

8.1.2. SUP0428 Posição de estoque por conta contábil

Objetivo: Consultar as informações do total do custo das movimentações de estoque dos itens por conta contábil, para
possibilitar a sua utilização como facilitador das conciliações contábeis durante o processo de fechamento mensal. Neste
relatório é impresso também subtotais por item, considerando as operações de estoque e das movimentações de entrada e
de saída do estoque.

Principais campos:

Mês/ano referencia: neste campo, deverá ser informado o mês e o ano de referência, para permtir a obtenção das
informações das movimentações de estoque do item da data informada. O mês/ano de referencia informados não precisarão
estar com o estoque fechado.

Seleção Contas: neste campo, permite espedificar as contas contábeis que se deseja obter as informações de custo das
movimentações de estoque no período selecionado. Em se preenchendo o conteúdo deste campo com “S”, será aberto zoom
solicitando o preenchimento das contas contábeis.

Tipo de seleção: neste campo, é solicitado se deverão ser selecionados os movimentos de estoque do item com custo igual a
zero ou com custo maior que zero. Permite o preenchimento do conteúdo abaixo:
 T – Serão selecionados os movimentos de estoque do item com custo igual ou maior do que zero.
 M – Serão selecionados os movimentos de estoque somente com custo maior do que zero.

As contas contábeis que são exibidas no relatório emitido por este programa, são as contra-partidas do lançamento contábil
de estoques e obedecem o seguinte critério de obtenção:

 Busca a conta contábil do programa sup7240 – Contabilização – Contra – Partida, de acordo com o código da operação de
estoque informada na movimentação de estoques. Em se tratando de uma movimentação de entrada no estoque, será
considerada a conta débito. Em se tratando de uma movimentação de saída do estoque, será considerada a conta crédito.

125
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento
 Caso no passo 1 não seja encontrada a conta contábil, então a mesma será obtida no programa MAN9922 – Aba Fiscal do
item, de acordo com o campo Conta Contábil.

 Caso no passo 2 também não seja encontrada a conta contábil, então a mesma será obtida no programa VDP0340 – Linha de
Produto (Area de Negócio), de acordo com o campo Conta Contab. Estoque.

 Caso a conta não seja obtida em nenhum dos tres passos mencionados anteriormente, então a conta contábil será assumida
com o conteúdo igual a zero.

A conta contábil informada nas movimentações de estoque, e que pode ser consultada pelo programa SUP0710 –
Movimentação, é a conta de partida do lançamento de estoque e não é considerada por este programa.

8.1.3. SUP7620 Lançamentos contábeis por conta

Objetivo: Emitir e conferir o relatório de lançamentos contábeis (sintético) da movimentação de itens no estoque para o mês
em processo de fechamento mensal, apresentando os valores lançados para cada conta contábil e total geral dos
lançamentos. As informações serão selecionadas em função do último processamento do SUP7660.

8.2. Relatórios de custos

Para analisar de forma mais detalhada as informações geradas pelo fechamento de Custo, pode-se emitir alguns relatórios,
que auxiliam nas análises do custo de produção dos itens, e no processo de fechamento mensal.

A seguir, serão apresentados os programas onde esses relatórios são emitidos dentro do Sistema.
Fechamento Estoque/Custos

8.2.1. CST5560 Custo dos produtos vendidos

Objetivo: Apresentar as operações de estoque contabilizadas em CPV (Custo dos produtos vendidos) para conferência com os
lançamentos contábeis.

Importante/Saiba Mais

As operações de estoque listadas nesse relatório devem estar previamente cadastradas


no CST5470 (Suprimentos – Custos – Cadastros e parâmetros – Parâmetros de
Contabilização – Custo das Vendas).

PRINCIPAIS CAMPOS:

Versão: corresponde a versão de custeio do período de processamento, que determina a data inicial e final da movimentação
de estoque dos itens que serão impressos.

Classificação movimentação: Indica a forma de apresentação da movimentação de estoque no relatório. As opções


disponíveis são:
1 – Por item: exibe o total movimentado em quantidade e valor para cada operação de estoque de CPV item a item.
2 – Por operação de estoque: exibe o total movimentado em quantidade e valor para cada operação de estoque sumarizado.

Seleção: Operações? Indica se haverá ou não seleção de operações de estoque de CPV para o processamento do relatório. Se
essa opção for marcada, será exibida uma tela com as operações de estoque de CPV parametrizadas no CST5470 para serem
selecionadas para o processamento.

127
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento
8.2.2. CST7260 CPV por componente de custo

Objetivo: Apresentar as operações de estoque contabilizadas em CPV (Custo dos produtos vendidos), exibindo os valores
abertos por componente de custo para conferência com os lançamentos contábeis.

Importante/Saiba Mais

As operações de estoque listadas nesse relatório devem estar previamente cadastradas


no CST5470 (Suprimentos – Custos – Cadastros e parâmetros – Parâmetros de
Contabilização – Custo das Vendas).

PRINCIPAIS CAMPOS:

Versão: corresponde a versão de custeio do período de processamento, que determina a data inicial e final da movimentação
de estoque dos itens que serão impressos.

Classificação movimentação: Indica a forma de apresentação da movimentação de estoque no relatório. As opções


disponíveis são:
1 – Por item: exibe o total movimentado em quantidade e valor para cada operação de estoque de CPV item a item.
2 – Por operação de estoque: exibe o total movimentado em quantidade e valor para cada operação de estoque sumarizado.

Seleção: Operações? Indica se haverá ou não seleção de operações de estoque de CPV para o processamento do relatório. Se
essa opção for marcada, será exibida uma tela com as operações de estoque de CPV parametrizadas no CST5470 para serem
selecionadas para o processamento.
Fechamento Estoque/Custos

Totais: 1. Grupo de estoque?: Indica se haverá ou não seleção de itens através do grupo de estoque para o processamento do
relatório. Se essa opção for marcada, será exibida uma tela para informar os grupos de estoque para emissão do relatório.

Totais: 2. Linha de produto?: Indica se haverá ou não seleção de itens através da linha de produto para o processamento do
relatório. Se essa opção for marcada, será exibida uma tela para informar as linhas de produto para emissão do relatório.

Totais: 3. Família?: Indica se haverá ou não seleção de itens através da família para o processamento do relatório. Se essa
opção for marcada, será exibida uma tela para informar as famílias para emissão do relatório.

Importante/Saiba Mais

O preenchimento do campo “Ordenação” será habilitado somente se forem


informadas mais de uma opção no campo “Totais”, e sua função será ordenar o
relatório conforme seqüência informada. Por exemplo: no relatório deve apresentar
primeiro a quebra por família e depois pelo grupo de estoque do item. Deve-se então
informar no campo ordenação no espaço “1” o número 3, que indica a ordenação
pela família em primeiro lugar; e no espaço “2” o número 1, que indica a ordenação
pelo grupo de estoque em segundo lugar.

129
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento

8.2.3. CST7240 Custo de produção por item

Objetivo: Emitir o cálculo detalhado do custo de produção do item selecionado, aberto por ordem de produção e
componente de custo, reproduzindo para o item informado cálculo efetuado na rotina de cálculo do custo de produção,
realizado pelo CST8610 (Valorização dos estoques)
Fechamento Estoque/Custos

PRINCIPAIS CAMPOS:

Versão: corresponde a versão de custeio do período de processamento, que determina a data inicial e final da movimentação
de estoque dos itens que serão impressos.

Item: corresponde ao item de referência para a apresentação no relatório detalhado. O relatório permite apresentar o cálculo
de um item de cada vez.

Principais colunas do relatório:

Qtd. Produz: corresponde a quantidade produzida total do item no mês de referência.

Custos operacionais por componente de custo do item: correspondem aos custos de transformação do item aberto nas
ordens de produção onde ele foi produzido, e por componente de custo.

Custos operacionais dos itens componentes: corresponde aos custos dos insumos e semi-acabados consumidos na produção,
aberto nas ordens de produção e por componente de custo.
Cálculo do custo produção: apresenta a fórmula do cálculo custo de produção e as informações utilizadas para o cálculo do
item apresentado.

131
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento
9. LOG00086 Parâmetros do sistema

O objetivo desse programa é definir parâmetros do Sistema para o módulo de CUSTOS, dentro do Processo Entradas.

Os parâmetros a seguir são utilizados pelo módulo de CUSTOS.

9.1. Cadastros de custos

Replica automaticamente cadastros de custos para as filiais

Identifica se serão replicados os cadastros de versão de custo (CST5820), componente de custo (CST5830) e tipo de despesa
(CST5010) para as empresas filiais após a inclusão, modificação ou exclusão na empresa matriz.
Quando este parâmetro estiver marcado com “S” (Sim), será aberta uma nova funcionalidade no menu dos programas acima,
que permite copiar para as empresas filiais o cadastro completo da empresa matriz.
PADRÃO: N

9.2. Preparação dos dados

Calcula quantidade padrão/rateada por centro de custo?

Indica se o módulo de Custos irá calcular a quantidade padrão e rateada da matéria-prima consumida conforme o
apontamento de produção do item pai, por centro de custo. Este rateio só será efetuado quando o parâmetro “Método de
custeio” for igual a “P” (Custo por Processo).
Para determinar o centro de custo da movimentação de estoque de produção e consumo, será selecionada a unidade
funcional do SUP0710 (Movimentação diária), e verificado qual o centro de custo da unidade no RHU0460 (Relações
Humanas – Folha de Pagamento – Tabelas – Quadro funcional).
Este rateio será efetuado pelas etapas “Estrutura utilizada” e “Apropriação de Consumo” do CST8600 (Preparação dos dados).
PADRÃO: N

Calcula tempo de setup?

Indica se deverá ser incorporado ao custo, o tempo despendido para a preparação da máquina antes da mesma iniciar em
produção. Esse tempo será calculado dividindo o tempo de setup cadastrado no MAN0214 (Produção - Engenharia –
Processos fabricação – Tempos padrões fabricação) pelo lote padrão do item (parametrizado no MAN9922 – Cadastro de
Itens – Aba Planejamento), somado ao tempo normal de horas homem e máquina e só será considerado quando o parâmetro
“Tipo de horas” for igual a “P” (Horas padrões).
PADRÃO: N

Considera centro de custo do apontamento quando tempo apontado?

Indica se o centro de custo deverá ser selecionado através do centro de trabalho cadastrado no CST6500 (Suprimentos –
Custos – Cadastros e Parâmetros – Parâmetros gerais - Relação C.Custo x C.Trabalho) ou através do apontamento de
produção.
Opções disponíveis:
S – utiliza o centro de custo do apontamento
N – busca o centro de custo do relacionamento com o centro de trabalho.
Fechamento Estoque/Custos

Observação: esta regra só será utilizada quando o parâmetro “Tipo de horas” (Processo Entradas – Custos – Preparação dos
dados) estiver marcado como “A” (Apontada)
PADRÃO: S

CST6500 – Centro de custo x Centro de trabalho

Este programa é utilizado para parametrizar os relacionamentos dos Centros de Custo com os Centros de Trabalho no
cálculo das horas.
Na Engenharia existem os centros de trabalho, porém o sistema de Custos trabalha somente com os Centros de Custos,
então nessa tela, serão relacionados os centros de trabalho pertencentes a cada centro de custo.

Principais campos:
Centro de Custo: corresponde ao código que referencia uma divisão do parque fabril onde são agregados os custos,
deverá estar cadastrado no CON0480 - Cadastro dos centros de custo. Para cálculo de Custos, somente serão
considerados os centros de custos produtivos (centros de custos que fazem parte da linha de produção da empresa).

Centro de Trabalho: corresponde ao código que referencia uma divisão física do parque fabril e que agrega recursos de
mão-de-obra e equipamentos. Deverá estar cadastrado no MAN0100 – Centro de Trabalho.

Considera centro de custo do apontamento quando tempo padrão?

Indica se Custos irá utilizar o centro de custo do apontamento de produção ou o padrão do item.
Opções disponíveis:
S – Busca o centro de custo do apontamento
N – Carrega o centro de custo padrão.
Observação: esta regra só será utilizada quando o parâmetro “Tipo de horas” (Processo Entradas – Custos – Preparação dos
dados) estiver marcado como “P” (Padrão).
PADRÃO: N

Considera consumo real do item pai?

Indica se a apropriação dos consumos de matéria-prima será realizada conforme o relacionamento direto entre a
movimentação de estoque de apontamento do item pai com as movimentações de consumos de seus componentes. Este
relacionamento é gravado no momento do apontamento de produção, quando o parâmetro “Deverá ser gravada a relação de
apontamento e consumo dos itens?” (LOG00086 – Processo Manufatura – Chão de Fábrica – Apontamento de produção)
estiver marcado com “S” e considerado no fechamento de custo. Este parâmetro, a princípio, não é contemplado pelo
CST8600.
O relacionamento é considerado em Custos no CST5000 (Movimentação dos itens) e pode ser consultado no CST6700
(Relacionamento das movimentações dos itens). Enquanto não for processado o cálculo da quantidade padrão e rateada
(CST6710), o campo ESTRUTURA está sendo apresentado com o valor “E” (ESTRUT-PADRAO), isso significa que o
relacionamento entre item componente e item pai ainda faz parte da Estrutura Padrão.
CST6710 - Cálculo da quantidade padrão e rateada: quando este programa é for processado, automaticamente ele consiste o
consumo ocorrido no mês relacionando a estrutura cadastrada no programa CST5040 (Estrutura dos itens). Caso o mesmo
encontre algum tipo de divergência, uma tela de aviso aparecerá para o usuário indicando que ocorreu algum erro durante o
processamento. As divergências podem ser:
1 ) - Itens consumidos no mês não pertencentes a estrutura do item pai.
2 ) - Itens consumidos no mês sem cadastro de estrutura.
Neste momento, estes relacionamentos estarão sendo apresentados no CST6700 como o status “N” - Isto significa que esse
consumo não faz parte da Estrutura Padrão e passa a fazer parte da Estrutura Real do item.
Para corrigir os erros, deve-se usar a opção “Verifica_erro” ou “Listar”.
Após as correções, o status passará a ser “I” – Estrutura incluída.
PADRÃO: N

Considera débito direto de matéria-prima na ordem de produção?

133
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento
Indica se o módulo de Custos irá considerar débitos diretos nas ordens de produção. Isso significa que as matérias-primas que
não passarem pelo estoque mas estiverem com o número da ordem de produção no número do documento da ordem de
compra, serão incorporadas diretamente no custo do item produzido.
PADRÃO: N

Considera grade 1 da estrutura?

Informa se o sistema de custos deverá prever a utilização da grade 1 da estrutura do item.


PADRÃO: N

Considera grade 2 da estrutura?

Informa se o sistema de custos deverá prever a utilização da grade 2 da estrutura do item.


PADRÃO: N

Considera grade 3 da estrutura?

Informa se o sistema de custos deverá prever a utilização da grade 3 da estrutura do item.


PADRÃO: N

Considera grade 4 da estrutura?

Informa se o sistema de custos deverá prever a utilização da grade 4 da estrutura do item.


PADRÃO: N

Considera grade 5 da estrutura?

Informa se o sistema de custos deverá prever a utilização da grade 5 da estrutura do item.


PADRÃO: N

Considera horas de refugo e retrabalho?

Indica se Custos irá considerar a quantidade de refugo e retrabalho do item. A quantidade de refugo será apontada pelo
Manufatura no SUP0710 (Suprimentos - Estoques - Atividades Diárias - Movimentação – Manual-Diária) com situação “R”
(rejeitada). Na etapa “Estrutura utilizada” da preparação dos dados (CST8600) será gravada a quantidade refugada e pode ser
consultada no CST7050 no campo “Quantidade refugada”. Sua utilização, será na etapa “Tempos”, que irá considerar essa
quantidade para calcular o tempo total do refugo que será consultado no CST7060.
A quantidade de retrabalho será apontada no MAN8228 (Produção - Chão-de-Fábrica – Apontamentos – Apontamentos
Produção) com o campo “Movto” igual a “R” (Retrabalho). Seu cálculo será efetuado na etapa “Tempos” do CST8600
(Preparação dos dados), que irá considerar todo tempo apontado com esse movimento como tempo total de retrabalho no
CST7060.
O sistema só irá calcular o custo do refugo e do retrabalho quando o "Método de Custeio for igual a “O” (Ordem de produção)
e o “Tipo de horas” for igual a “A” (Apontada)

Exemplo:
Ordem de Produção para 1.000 peças 1 A precisa de 1 B
Fechamento Estoque/Custos

Item Operação Quantidade


A APON 900
A SUCA 100
B BAIX 1000

Estas são as movimentações de estoque geradas.

O sistema de custos por ordem de produção, considera o refugo e o trabalho como custo normal de produção, as peças boas
irão absorver o custo do consumo dos 1.000 B's e todas as horas em cima das 900 peças boas do item A.
No caso da matéria-prima utilizada no refugo ser reaproveitada, será devolvida para o estoque através de mais uma operação
de estoque DEVP de 100 B's. Então a matéria-prima é descontada do custo de produção.
A taxa é calculada pela seguinte fórmula, TOTAL DE DESPESAS/ qtd horas refugo + qtd horas boas + qtd horas retrabalho),
como temos quanto cada OP utilizou de horas de retrabalho, refugo e boas; para saber o custo de cada um apenas é
necessário multiplicar o tempo de cada tipo de horas pela taxa calculada. O relatório CST7410 demonstra estes valores.
Importante frisar que o custo da ordem de produção visualizada no CST7100 (Ficha de Custo), listará as 900 peças como a
quantidade produzida, e somará todos os gastos nas peças refugas nestas peças boas.
Outro detalhe, APENAS É DEMONSTRADO O CUSTO DO RETRABALHO, REFUGO DO MÊS, se uma peça for consumida, num
mês e sua produção foi de meses anteriores, não se tem como compor o custo do refugo e do retrabalho que aquela peça
teve na época da sua produção
PADRÃO: N

Consiste movimentações no SUP0710?

Informar se serão habilitadas as consistências on-line de Custos no SUP0710 (Suprimentos - Estoques - Atividades Diárias -
Movimentação – Manual-Diária), facilitando assim o fechamento mensal.

Todas as consistências serão efetuadas somente se o código da operação de estoque que está sendo feito o movimento
estiver cadastrado no CST5730 (Operações de estoque para Custos como operação de Consumo ou Produção.

Quando o “Método de Custeio” for “O” - Custos por Ordem, serão efetuadas as seguintes consistências:

Consistir o campo do número documento para verificar se existe um número de ordem cadastrado no MAN0515 (Produção –
Plano Operacional – Programação fábrica – Ordens produção) ou no MAN6260 (Produção – Plano Operacional – Programação
fábrica – Históricos programação - Ordem Produção). Mensagem: “Número da ordem não cadastrada no sistema do
Manufatura”. Obs.: Caso o número do documento esteja preenchido com o valor 0 (zero), não será necessário consistir, pois
todas as movimentações efetuadas no número do documento zero, serão rateadas entre as demais ordens que consumiram o
item movimentado.

Buscar o componente de custo do item no MAN9922, se não existir emitir a Mensagem: “Item não possui componente de
Custo cadastrado no MAN0022 (Engenharia - Itens - Item Geral)”.

Verificar se a conta contábil da movimentação é uma conta de centro de custo produtivo. Se não for uma conta de Centro de
Custo produtivo, não será necessário consistir a movimentação.

Quando o parâmetro “Contabiliza insumos em conta de centro de custo” do LOG00086 (Processo Entradas – Custos –
Preparação dos dados) estiver marcado com “S” (Sim), então:
Conta = C.C. Produtivo + T.D. Insumo Entra pela estrutura
Conta = C.C. Produtivo + T.D. Taxa Entra por taxa
Conta = C.C. Auxiliar + T.D. qualquer G.I.F.
Conta = Qualquer outra conta Custos não considera

- Quando a conta for de Centro de Custo (conta do Tipo “8” cadastrada no CON0010 – Plano de Contas), será verificado se o
tipo de despesa da conta está cadastrado no CST5010 (Tipo de despesa por componente de custo). Se não existir, emitir a
Mensagem: “Item movimentado em tipo de despesa não cadastrado no CST5010 (Tipo Despesa Componente).”.

135
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento
Quando o parâmetro “Contabiliza insumos em conta de centro de custo” do LOG00086 (Processo Entradas – Custos –
Preparação dos dados) estiver marcado com “N” (Não), então:
Conta = C.C. Produtivo + T.D. Insumo Entra pela estrutura
Conta = C.C. Produtivo + T.D. Taxa Entra pela estrutura e por taxa

Conta = C.C. Auxiliar + T.D. qualquer Entra pela estrutura e por G.I.F.

Conta = Qualquer outra conta Entra pela estrutura

- Quando a conta for de Centro de Custo (conta do Tipo 8 cadastrada no CON0010 – Plano de Contas), será verificado se o tipo
de despesa da conta está relacionado no CST5010 (Tipo de despesa) com um componente de custo do tipo “I” (Insumo). Se
não existir, emitir a Mensagem: “Item movimentado em tipo de despesa não referente a Insumo”.

- Será verificado se o tipo de despesa está relacionado no CST5010 (Tipo de despesa) como um componente de custo de
insumo que não seja o do item, parametrizado no MAN9922. Se existir, emitir a Mensagem: “Tipo de despesa não
pertencente ao componente de custo do item.”

Quando o “Método de Custeio” for “P” – Custos por Processo, serão efetuadas as seguintes consistências:

Quando o parâmetro “Contabiliza insumos em conta de centro de custo” do LOG00086 (Processo Entradas – Custos –
Preparação dos dados) estiver marcado com “S” (Sim), então:

Se estiver cadastrado na Estrutura


Conta = C.C. Produtivo + T.D. Insumo Entra pela estrutura
Conta = C.C. Produtivo + T.D. Taxa Entra por taxa
Conta = C.C. Auxiliar + T.D. qualquer Entra pelo G.I.F.
Conta = Qualquer outra conta Custos não considera

Se não estiver cadastrado na Estrutura


Conta = C.C. Produtivo + T.D. Insumo Custo não considera
Conta = C.C. Produtivo + T.D. Taxa Entra por taxa
Conta = C.C. Auxiliar + T.D. qualquer Entra pelo G.I.F.
Conta = Qualquer outra conta Custos não considera

- Quando a conta for de Centro de Custo (conta do Tipo 8 cadastrada no CON0010 – Plano de Contas), será verificado se o
item que está sendo movimentado está cadastrado na estrutura como item componente.
Se estiver cadastrado, então:
- Será verificado se o tipo de despesa da conta é um tipo de despesa de insumo. Se não for, emitir a Mensagem: “Item
movimentado em tipo de despesa não cadastrado no CST5010 (Tipos Despesa Componente).”.

Se não estiver cadastrado na estrutura, então:


- Será verificado se o centro de custo é produtivo, se for produtivo, então:
- Será verificado se o tipo de despesa da conta está relacionado no CST5010 (Tipo de despesa) com um componente de custos
do tipo “T” (Taxa). Se não estiver cadastrado, emitir a Mensagem: “Tipo de despesa não parametrizado como taxa no
CST5010 (Tipos Despesa Componente)”.

Quando o parâmetro “Contabiliza insumos em conta de centro de custo” do LOG00086 (Processo Entradas – Custos –
Preparação dos dados) estiver marcado com “N” (Não), então:

Se estiver cadastrado na Estrutura


Conta = C.C. Produtivo + T.D. Insumo Entra pela estrutura
Conta = C.C. Produtivo + T.D. Taxa Entra pela estrutura e por taxa
Conta = C.C. Auxiliar + T.D. qualquer Entra pela estrutura e por G.I.F.

Conta = Qualquer outra conta Entra pela estrutura

Se não estiver cadastrado na Estrutura


Conta = C.C. Produtivo + T.D. Insumo Custos não considera
Conta = C.C. Produtivo + T.D. Taxa Entra por taxa
Fechamento Estoque/Custos

Conta = C.C. Auxiliar + T.D. qualquer Entra pelo G.I.F.


Conta = Qualquer outra conta Custos não considera

- Quando a conta for de Centro de Custo (conta do Tipo 8 cadastrada no CON0010 – Plano de Contas), será verificado se o
item está cadastrado na Estrutura, se estiver então:
- Será verificado se o tipo de despesa da conta está relacionado com um componente de custo de “I” (Insumo) no CST5010. Se
não existir, emitir a Mensagem: “Item movimentado em tipo de despesa não referente a Insumo”.

Senão:

- Será verificado se o tipo de despesa está relacionado no CST5010 com um componente de custo de insumo que não seja o
parametrizado no MAN9922. Se existir, emitir a Mensagem: “Tipo de despesa não pertencente ao componente de custo do
item.”

Se não estiver cadastrado na estrutura, então:


- Será verificado se o centro de custo é produtivo e se o tipo de despesa da conta está relacionado no CST5010 com um
componente de custo do tipo “T” (Taxa). Se não estiver cadastrado, emitir a Mensagem “Tipo de despesa não parametrizado
como taxa no CST5010 (Tipos Despesa Componente)”.
PADRÃO: S

Contabiliza insumos em conta de centro de custo?

Indica se o consumo de insumos (requisição de matéria-prima) será contabilizado em uma conta de centro de custo ou
diretamente na conta transitória de estoque de matéria-prima.
Caso seja informado S (Sim) serão considerados somente os insumos movimentados nas contas de centro de custo (Conta do
movimento de estoque – SUP0710). O tipo de despesa deverá estar parametrizado no CST5010 (Tipos de despesa por
componente) relacionado à componentes de custo cadastrados como “I” (Insumo) no CST5830 (Componentes de Custo).
PADRÃO: S

Explode estrutura grade dos itens

Indica se na montagem da estrutura de Custos gravará as grades da estrutura da engenharia (opção G), ou todas as
combinações possíveis de grade para a estrutura do item final (opção E), ou somente as grades movimentadas no período
(opção M).

Por exemplo:
Temos a seguinte estrutura cadastrada para uma camiseta:
Man0057 (Estrutura Grade)

Cor Tamanho Componente Quantidade


Azul Tinta Azul 0,2 L
Vermelha Tinta Vermelha 0,2 L
P Malha 2.5 m
M Malha 2.7 m
G Malha 3.0 m

As combinações possíveis para produção dessa camiseta são:

Cor Tamanho Componente Quantidade


Azul P Tinta Azul 0,2 L
Malha 2.5 m

137
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento
Azul M Tinta Azul 0,2 L
Malha 2.7 m
Azul G Tinta Azul 0,2 L
Malha 3.0 m
Vermelha P Tinta Vermelha 0,2 L
Malha 2.5 m
Vermelha M Tinta Vermelha 0,2 L
Malha 2.7 m
Vermelha G Tinta Vermelha 0,2 L
Malha 3.0 m

No mês de novembro/2013 foram produzidas somente camisetas do tamanho M e G de todas as cores.

Resultado:
Se este parâmetro estiver como “G” (Grades estrutura), a estrutura que Custos usará para calcular os consumos dos itens
estará exatamente igual a primeira tabela apresentada, ou seja, a estrutura cadastrada na Engenharia; caso seja “E” (Explode
grade), a estrutura será conforme a segunda tabela, ou seja, todas as combinações possíveis; caso seja “M”, somente serão
carregadas as estruturas movimentadas no mês, conforme tabela abaixo:

Cor Tamanho Componente Quantidade


Azul M Tinta Azul 0,2 L
Malha 2.7 m
Azul G Tinta Azul 0,2 L
Malha 3.0 m
Vermelha M Tinta Vermelha 0,2 L
Malha 2.7 m
Vermelha G Tinta Vermelha 0,2 L
Malha 3.0 m

PADRÃO: G

Método de Custeio

Indica qual o método de custeio utilizado pela empresa.


P – Processo: acumula os custos de produção por item.
O – Ordem de produção: acumula os custos de produção na ordem de produção.
PADRÃO: P

Rateio de matéria-prima

Indica de onde vem a informação para a montagem da estrutura que será utilizada no cálculo de Custos. As opções
disponíveis são:
E – Engenharia: utiliza como base a estrutura cadastrada no MAN0050 (Produção – Engenharia – Itens – Estrutura item)
G – Grade: utiliza como base a estrutura grade cadastrada no MAN0057 (Produção – Engenharia – Itens – Estrutura-grade)
A – Apontamento: utiliza como base a estrutura do item no momento do apontamento da produção no MAN8228 (Produção
- Chão-de-Fábrica – Apontamentos – Apontamentos Produção)
C – Consumo: utiliza como base a tabela de movimentação de estoque (SUP0710), relacionando os itens pais aos
componentes através do número do documento (ordem de produção).
PADRÃO: E (quando método de custeio igual a “P” -Processo)
PADRÃO: C (quando método de custeio igual a “O” - Ordem de produção)
Fechamento Estoque/Custos

Retira ociosidade?

Indica se será retirada a ociosidade do processo produtivo no cálculo da taxa de absorção. Se essa opção estiver marcada, no
CST8600 será aberta uma nova etapa para seleção e cálculo da “Ociosidade”.
Anteriormente, deve-se parametrizar no CST6170 (Manutenção das contas contábeis dos lançamentos de ociosidade por
componente de custo), onde será parametrizado um tipo de despesa credor dos centros de custo produtivos e uma conta de
resultado para receber o valor da ociosidade. E também o relacionamento entre centro de trabalho e centro de custo no
CST7500.
A etapa de “Ociosidade” será calculada a ociosidade, fazendo uma relação entre a capacidade do centro de custo (cadastrada
no MAN8810 – Disponibilidade de recursos) e as horas realmente utilizadas na produção.
No CST7490 (Disponibilidade de horas) pode-se consultar o valor ocioso de cada centro de custo e o CST7480 (Valor da
ociosidade calculada) pode-se consultar as horas disponíveis do teste de capacidade e as horas utilizadas.
PADRÃO: N

Seleciona AEN das despesas em CC?

Indica se será aberta uma tela no programa de preparação dos dados para o cálculo do custo, onde serão informadas as AEN’s
dos lançamentos contábeis dos centros de custo produtivos que deverão ser consideradas para o cálculo da taxa de absorção.
PADRÃO: N

Tipo de Horas

Indica o tipo de hora que será utilizado para ratear os custos de transformação entre os produtos.
As opções possíveis são:
A – Horas apontadas
P – Horas padrões
M – Horas mistas (somente possível para custo por ordem)
PADRÃO: P

9.3. Custo por ordem de produção

Calcula Equivalência de Produção?

Indica se o sistema de custo deverá efetuar o cálculo equivalente do custo de produção. Exemplo: Foi aberta uma ordem de
produção de 10 itens e apontados 8 na operação final e 10 nas operações anteriores. O sistema contabilizará na conta de
produtos acabados o custo referente a 8 itens. Esta regra será utilizada apenas para custos de transformação e quando o
parâmetro Tipo de horas for igual a “A” (Apontada)
PADRÃO: N

Calcula equivalência de produção por quantidade planejada

Indica se o cálculo de equivalência de produção no custo por ordem será realizado conforme a quantidade planejada da
ordem, onde o total acumulado na ordem será divido pela diferença da quantidade planejada com a quantidade produzida
nos meses anteriores, e multiplicado pela quantidade produzida no mês, conforme apresentado abaixo:

139
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento
A. Valores rateados no mês para as ordens de produção, tanto do tipo '1' (em processo) como do tipo '2' (acabadas);

B. Selecionar o valor em processo acumulado nos meses anteriores, pode ser consultado no CST7830;

C. Quantidade planejada da ordem de produção, pode ser consultada no MAN0515;

D. Quantidade já produzida em meses anteriores, pode ser consultada no CST7830;

E. Quantidade produzida no mês, pode ser consultada no CST7050.

Fórmula: [ ( A + B ) / ( C - D ) ] * E

O resultado será considerado custo de produção acabado do mês.

Nesse formato, todos os custos de produção serão contabilizados diretamente na conta de estoque de itens em elaboração,
para isso, deve-se parametrizar a “Conta reduzida débito” do CST5010 (Tipo de despesa por componente) como conta de
estoque em elaboração, e as contas crédito do CST5370 com essa conta também.
A ficha de custo (CST7810) que será emitida nesses casos, terá um layout diferenciado, conforme abaixo:

Ordem Item Qtde. Produz. Qtde. Produz Ant. Qtde. Planej.


2 XXXXXXXXXXXXXXX 4,00 2,00 14,00

(1) Total em Processo Meses Anteriores


02 - Mão de Obra Direta 12.857,14
03 - Tratos Culturais 6.857,14

(2) Total em Processo no Mês


02 - Mão de Obra Direta 11.238,10
03 - Tratos Culturais 6.238,10

(3) Total Acabado no Mês


02 - Mão de Obra Direta 5.619,05
03 - Tratos Culturais 3.119,05

(4) Custos do Mês (2) + (3) - (1)


02 - Mão de Obra Direta 4.000,00
03 - Tratos Culturais 2.500,00

No final do relatório será apresentada uma totalização geral desses valores.


- A totalização das ordens em processo no mês (2) deverá ser comparada com o saldo da conta de itens em elaboração.
- A totalização das ordens acabadas no mês (3) deverá ser comparada com o saldo da conta de itens acabados.
- A totalização do Custos do Mês (4) deverá ser comparada com o Mapa de Localização de Custos (CST7210).

Para esta forma de equivalência de produção calcular corretamente os valores das ordens acabadas no mês e não apresentar
saldos indevidos na conta de Itens em Elaboração, a quantidade produzida total da ordem deve ser igual a quantidade
planejada desta. Para isto, deve-se emitir as consistências abaixo no CST5780:
- Ordens de produção cuja quantidade produzida é maior que a quantidade planejada.
- Ordens de produção encerradas cuja quantidade produzida é menor que a quantidade planejada.
Nesses casos, deve ser alterada a quantidade planejada da ordem de produção na Manufatura.
PADRÃO: N

Calcula custo das ordens encerradas e sucateadas no mês?


Fechamento Estoque/Custos

Indica se serão calculados e contabilizados os custos das ordens de produção encerradas no período sem nenhum
apontamento de produção e das ordens que foram sucateadas por completo no período.
Para contabilizar o valor dessas ordens de produção, deve-se parametrizar as contas contábeis no CST7770 (Manutenção
contas contábeis Ordens encerradas), onde a conta crédito é a transitória de custos, e a débito uma conta de resultado. O
programa que efetua os lançamentos contábeis deve ser o CST7111.
PADRÃO: N

Calcula tempo de setup somente dos tempos de máquina

Indica se o tempo de setup será calculado somente sobre os recursos máquina. Se este parâmetro estiver marcado como N
(Não), calculará sobre o total das horas (recursos máquina e recursos homem).
PADRÃO: N

Componente de custo para rateio de consumo

Componente de custo que será utilizado para absorver o custo do rateio de consumo de matéria-prima das ordens de
produção 0.
As transações de estoque no SUP0710 (Suprimentos - Estoques - Atividades Diárias - Movimentação – Manual-Diária) serão
registradas por documento, entretanto, não existe regra para o seu preenchimento. Por isso, quando o documento não reflete
uma ordem de produção e o custeio for por ordem, a única maneira de reconhecer este custo será absorvendo-o por um
componente de custo. Este componente deverá estar previamente cadastrado no CST5830 (Componentes de custo) como
insumo.
PADRÃO: branco

Componente de custo para rateio das ordens

Componente de custo que será utilizado para absorver o custo do rateio das ordens de produção que se encontram em
situação cancelada ou encerrada, e no sistema de custos estão com a situação de ordens em processo.
Esse rateio das ordens será efetuado no CST7200 (Rateio Ordens). O programa de cálculo de custo médio (CST8610)
absorverá os custos das ordens em processo rateadas nas ordens acabadas no componente de custo parametrizado nesse
campo.
Na contabilização, as ordens rateadas dos meses anteriores serão estornadas dos estoques de elaboração e contabilizadas
normalmente, pois seu valor se encontra nas ordens acabadas do mês, tendo apenas que parametrizar o componente de
custo de rateio no CST5370 (Custo Produção) e o no CST5380 (Produtos em processo).
PADRÃO: branco

Considera perda de insumo no refugo

Indica se deverão ser considerados os componentes utilizados no apontamento do refugo nas peças boas.
Caso o parâmetro “Considera horas de refugo e retrabalho” estiver marcado como “S” e este parâmetro como “N”, o CST8610
(Valorização dos Estoques, opção Produção) buscará a quantidade de semi-acabado que foi baixada na operação
parametrizada em “Operação de baixa dos componentes no apontamento quando gerado refugo” do LOG00086 (Processo
Manufatura – Chão de Fábrica – Apontamento de Produção), onde somente o que foi gasto por taxa de absorção deverá ser
considerado no custo do produto. Os custos dos insumos ficam de fora, pois o mesmo será reaproveitado.

Final Apontamento Boas 10 Refugo 5


Produzido Baixa do Produzido 20 Refugo 10
Qtd.Necessaria 2

141
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento
Custo aberto por comp. do item produzido
01 - Materia Prima = 1,00 R$
02 - GGF = 1,00 R$
Total = 2,00 R$

Apontamento Bom = Considera o custo de 2,00 (item produzido) * 20 (Qtd. consumida) =


40,00 R$
Apontamento Refugo = Considera somente o custo das Taxas 1,00 (item produzido) * 10 (Qtd. consumida refugada) = 10,00
R$
PADRÃO: N

Consiste ordem de produção

Indica se o número do documento da movimentação de estoque deve ser consistido com o número da ordem de produção no
momento em que custos carrega as movimentações de estoque dos itens. Esse parâmetro deve ser marcado caso o MRP
trabalhe com o conceito de MRP Destrói, ou seja, o processo do MRP irá excluir as ordens de produção que já sofreram
apontamento de produção e criará novas ordens. Nesses casos, na movimentação de estoque (SUP0710) o número do
documento do movimento já apontado, não será de uma ordem de produção válida.
PADRÃO: S

Controla estoque de itens em elaboração

Indica se custo controla as ordens de produção em elaboração (ou em processo).


Se este parâmetro estiver marcado com “N” (Não), todas as ordens no período terão que ter registro de itens entrando no
estoque (apontamento de produção).
Quando este parâmetro estiver marcado, devem ser parametrizadas as contas contábeis do lançamento de PRC (Ordens em
Processo) no CST7150. A conta crédito corresponde a conta transitória, e a débito a conta de estoque de itens em elaboração.
PADRÃO: N

Efetua rotina de rateio de ordens de produção zero

Indica se efetuará o cálculo de rateio dos consumos em ordens de produção com número de documento igual a zero. Para
este rateio, o item consumido no documento 0, deve ter sido consumido em outra ordem de produção cadastrada. Este
conceito só será válido até a versão 05.10
PADRÃO: N

9.4. Cálculo custo

Calculo custo médio aberto por componente de custo

Indica se calcula o custo médio será aberto por componente de custo no cálculo de Custos (CST8610).
PADRÃO: S
Fechamento Estoque/Custos

Calcula custo médio das transferências por transação?

Indica se o cálculo do custo médio será transacional ou pelo médio mensal. Será necessário parametrizar o sistema para custo
transacional quando a empresa trabalha com transferência entre empresas e não deseja que os custos médios sejam iguais e
unificados entre as unidades.
PADRÃO: N

Componente de custo para frete das transferências entre empresas

Indica em qual componente de custo entrará o valor do frete das transferências entre empresas.
PADRÃO: branco

Número de interações no cálculo do custo médio

Indica o número de vezes que o processo de cálculo de custo de produção/médio (CST8610) irá processar para acertar as
recursividades na estrutura.
PADRÃO: 1

Valoriza somente operações de produção?

Indica se a valorização dos apontamentos de produção será realizada somente para as operações cadastradas no CST5730
(Operação de Estoque) como Produção.
Valores aceitos:
S - Sim, somente para as operações cadastradas no CST5730 como “Produção”.
N - Não, valoriza todas as operações cadastradas no SUP0660 com origem no CC/Produção.
PADRÃO: N

9.5. Contabilização

Consistir a geração do lote contábil para o período?

Indica se deverá ser consistindo ou não a geração de dois ou mais lotes contábeis para o mesmo período, e para o
processamento da moeda padrão ou a moeda que a empresa solicitar, informada no CST5390 (Suprimentos – Fechamento
Estoque/Custos – Atividades mensais – Contabilização Custos - Gera lote para contabilidade)
PADRÃO: S

Contabilizar CPV pela AEN da movimentação (SUP0710)?

Indica se a contabilização do CPV (Custo dos produtos vendidos) será realizada pela AEN (Área e linha de negócio) da
movimentação de estoque, visualizada no SUP0710 (Suprimentos - Estoques - Atividades Diárias - Movimentação – Manual-
Diária); ou será realizada pela AEN do item, cadastrada no MAN9922 (Produção – Engenharia – Itens Itens – Aba básico)
PADRÃO: N

143
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento
Contabiliza CPV por operação?

Indica se a contabilização do CPV (Custos dos Produtos Vendidos) será por operação de estoque. Este campo sempre deverá
estar selecionado como S (Sim), pois a opção N (Não) é específica de um cliente e não poderá ser utilizada por outra empresa.
PADRÃO: S

Contabiliza Custo no Sistema?

Indica se o sistema de Custos será utilizado para contabilizar o custo de produção da empresa ou a contabilização se dará de
forma manual. Este parâmetro será utilizado nos programas de apontamento de produção para indicar se deve ou não
montar a conta contábil da movimentação de estoque.
PADRÃO: S

Contabiliza conta estoque?

Indica se a conta de estoque dos itens contabilizados nos lançamentos de produção (PRD), consumo de itens semi-acabados
(PT) e custo dos produtos vendidos (CPV) será informada nos programas de parâmetros da contabilização (PRD – CST5370; PT
– CST5380; CPV – CST5470), ou se o programa de contabilização buscará a conta contábil do item no MAN9922 (Produção –
Engenharia – Itens Itens – Aba fiscal)
PADRÃO: S

Contabiliza itens finais consumidos em finais?

Indica se o programa de contabilização do Custo por Processo (CST5340/CST5660) contabiliza os consumos de itens finais em
itens finais. Somente até a versão 05.10 do Logix.
PADRÃO: N

Data última contabilização

Esta data refere-se a última contabilização de custos. Esse parâmetro é atualizado nas rotinas de contabilização e não pode
ser alterado.
PADRÃO: data

Histórico padrão ociosidade

Código do histórico que será enviado para a Contabilidade nos lançamentos de contabilização ociosidade.
Durante a produção do período poderão surgir eventualidades que elevarão o custo da produção em conseqüência da
redução do volume produzido, como exemplo, uma parada decorrente da quebra de máquina. Para que este custo possa ser
abatido do resultado do próprio período, ao invés de ir para o estoque e elevar o custo da produção, ele será lançado como
ociosidade, aplicando-se um percentual sobre o custo do centro de custo.
PADRÃO: branco
Fechamento Estoque/Custos

Histórico padrão disponibilidade

Código do histórico que será enviado para a Contabilidade nos lançamentos de contabilização de disponibilidade.
Quando o custo se base nas horas produzidas, a taxa horária resulta da divisão entre o valor total consumido na produção e o
número total de horas apontadas.
Já para o custo por hora disponível, esta equação ainda considera para o valor o saldo anterior, ou seja, os produtos em
elaboração que não estavam acabados e ficaram de um período para o outro.
PADRÃO: branco

Histórico padrão da Produção

Código do histórico que será enviado para a Contabilidade nos lançamentos de contabilização do Custo de Produção (PRD).
PADRÃO: branco

Histórico padrão consumo de semi-acabados

Código do histórico que será enviado para a Contabilidade nos lançamentos de contabilização dos consumos de itens semi-
acabados (PT).
PADRÃO: branco

Histórico padrão produtos em processo

Código do histórico que será enviado para a Contabilidade nos lançamentos de contabilização das ordens de produção em
processo, também denominadas ordens em elaboração (PRC).
PADRÃO: branco

Histórico padrão de CPV

Código do histórico que será enviado para a Contabilidade nos lançamentos de contabilização dos Custos dos Produtos
Vendidos (CPV).
PADRÃO: branco

Histórico padrão da variação

Código do histórico que será enviado para a Contabilidade nos lançamentos de contabilização de Variação dos estoques
(VAR).
O histórico de variação identifica o lançamento contábil que registra a diferença entre os estoques inicial e final, quando não
se utiliza o lançamento de CPV por operação.

145
Fechamento Estoque/Custos

do Treinamento
O valor lançado complementa o CPV, que nesse caso, corresponde ao custo da produção mais a variação de estoques, já que
uma parte dos itens, o estoque inicial, estava registrado pelo custo médio do mês anterior.
PADRÃO: branco

Histórico padrão do zeramento centro de custo produtivo

Código do histórico que será enviado para a Contabilidade nos lançamentos de contabilização dos zeramentos dos centros de
custo produtivos (ZER).
PADRÃO: branco

Lançamentos de PT estruturados por AEN?

Indica se serão contabilizados os consumos de um item semi-acabado de uma AEN (Área e Linha de Negócio) por um outro
item semi-acabado de outra AEN.
Ex: Item A (produzido)
AEN 02 01 00 00
Item B (produzido)
AEN 02 02 00 00
Nesse caso, o item A consumiu o item B. Como ambos são itens produzidos, este consumo normalmente não seria
contabilizado, mas utilizando este parâmetro será efetuado um lançamento entre as contas das AEN’s 02 01 00 00 e 02 02 00
00 conforme parametrização cadastrada no CST6400 (Produtos em Processo).
PADRÃO: N

Contabiliza Custos por AEN?

Indica se a parametrização das contas contábeis de custos será aberta por AEN ou não.
Este parâmetro permite 3 opções, conforme abaixo:
S – Sim, as contas serão parametrizadas informando os 4 níveis da AEN;
N – Não, as contas não serão parametrizadas por AEN.
L – As contas serão parametrizadas informando somente o primeiro nível da AEN.
PADRÃO: N

Efetuar zeramento dos centros de custo na empresa?

Indica se empresa efetuará ou não o zeramento dos centros de custo produtivos.


NOTA: Este parâmetro deverá ser selecionado com “S” (Sim), quando a empresa usa a Contabilidade centralizada numa
empresa, parâmetro: “Empresa para Integração” no CON0040 (Cadastros e Tabelas – Parâmetros – Gerais – Parâmetros
contábeis), e o Fechamento de Custos é efetuado em mais de uma empresa.
Assim, somente na primeira empresa será efetuado o zeramento dos centros de custo produtivos.
Nas demais empresas, este parâmetro deverá ser selecionado com “N” (Não), para que não efetue o zeramento no momento
da contabilização.
Rotinas de Contabilização: CST7110 (Custo por ordem de produção); CST5340 e CST5660 (Custo por processo); CST5347 e
CST5667 (Custo por processo – grade).
PADRÃO: S

Bibliografia recomendada:

Contabilidade de Custos – Eliseu Martins