Você está na página 1de 21
Princípios Ativos e Terapêuticos Ayurvédicos do Cardamomo Autora: Ana Sousa Disciplina: Medicina Ayurvédica Docente:

Princípios Ativos e Terapêuticos Ayurvédicos

do Cardamomo

Princípios Ativos e Terapêuticos Ayurvédicos do Cardamomo Autora: Ana Sousa Disciplina: Medicina Ayurvédica Docente:

Autora: Ana Sousa Disciplina: Medicina Ayurvédica

Docente: Michele Pó

Lisboa, 17 de Dezembro 2014

ÍNDICE

Introdução

Desenvolvimento:

Alimentação Ayurvédica

As especiarias

O Cardamomo

Estudo científico

Bibliografia

Desenvolvimento: • Alimentação Ayurvédica • As especiarias • O Cardamomo Estudo científico Bibliografia 2

INTRODUÇÃO

No âmbito da disciplina de Medicina Ayurvédica, elaborei um trabalho de pesquisa onde abordo os princípios ativos e terapêuticos Ayurvédicos do

Cardamomo.

Iniciarei o trabalho com uma pequena introdução aos aspetos terapêuticos da alimentação Ayurvédica e, de seguida, aprofundarei o tema abordado e apresentarei um estudo científico que comprovam a sua eficácia terapêutica.

Alimentação Ayurvédica

Na alimentação Ayurvédica, cada alimento contém um ou mais sabores

rasas que estão relacionados com sensações e sentimentos.

Os alimentos podem então ser classificadas de acordo com as seguintes características:

Rasa: sabor resultante do contato do alimento com a língua;

Virya: propriedade térmica do alimento ao chegar no estômago;

Vipak: efeito pós-digestivo.

Os rasas reconhecidos são seis, e são o resultado da combinação dos 5 elementos:

Os rasas reconhecidos são seis, e são o resultado da combinação dos 5 elementos: 5

As especiarias

Na alimentação Ayurvédica as especiarias são essenciais, pois ajudam a limpar os canais, queimam Ama (toxina) e promovem a atividade mental.

A nível digestivo, as especiarias além de serem importantes para regular o apetite e fortificar Agni (o fogo digestivo), funcionam como antídoto de certas propriedades dos alimentos, neutralizando as propriedades pesadas e facilitando a digestão.

As especiarias são altamente Sáttvicas, provocando assim uma regulação dos doshas e harmonização da energia vital do nosso corpo.

altamente Sáttvicas, provocando assim uma regulação dos doshas e harmonização da energia vital do nosso corpo.

6

O Cardamomo

O cardamomo ( Elletaria cardamomum) é uma planta originária da Costa de

Malabar, no sudoeste da Índia, e é da família das zingiberáceas.

Esta planta possui um caule alto com folhas grandes e pontiagudas, as suas flores são brancas com veias violetas, e o seu fruto é composto por uma cápsula oval (vagem), onde ficam depositadas as suas sementes, as quais são altamente aromáticas.

é composto por uma cápsula oval (vagem), onde ficam depositadas as suas sementes, as quais são

Existem três principais espécies designadas como cardamomo:

Elletaria cardamomum: cardamomo-verde;

Amomum c.: cardamomo-preto;

Aframomum c.: cardamomo-de-Madagáscar.

• Aframomum c.: cardamomo- de -Madagáscar. O cardamomo-verde é, dos três, o que possui uma maior

O cardamomo-verde é, dos três, o que possui uma maior qualidade.

A parte da planta mais utilizada é a semente, que tem um aroma muito agradável e refrescante, e tem propriedades energéticas equilibrantes.

É uma das especiaria mais usadas na Índia, podendo ser encontrado seco,

em cápsulas, com as sementes soltas ou já moídas. Faz parte de algumas misturas

de especiarias massalas.

seco, em cápsulas, com as sementes soltas ou já moídas. Faz parte de algumas misturas de

As características do cardamomo-verde segundo a Ayurveda são:

Rasa: doce

Virya: quente

Vipak: picante

O cardamomo em excesso aumenta Pitta e, por outro lado, atenua Vata e

Kapha. Deve por isso ser evitado em pessoas com agravamento Pitta.

É um excelente estimulante digestivo, pois estimula Samana Vayu , que está relacionado com o Manipura Chakra , localizado no plexo solar. Desperta o baço, estimula o Agni (fogo digestivo) e remove Kapha do estômago e dos pulmões.

As suas qualidades são Sáttvicas, permitindo abrir e suavizar o fluxo de prana no corpo, proporcionando clareza, estimulando o coração e a mente.

Atua como antídoto do café, do chocolate, do leite e lacticínios, de açúcares e alimentos frios. É também referido como antídoto para veneno de algumas cobras e escorpiões.

antídoto para veneno de algumas cobras e escorpiões. O Cardamomo é indicado para inúmeros estados patológicos

O

Cardamomo

é

indicado

para

inúmeros

estados

patológicos,

sendo

benéfico para o sistema digestivo, respiratório, renal, circulatório e nervoso.

Algumas pesquisas já relataram os seus benefícios no tratamento de vários

tipos de cancro.

Na índia é principalmente usado para tratar infeções nas gengivas e dentes,

na prevenção de doenças da garganta, tuberculose pulmonar, congestão pulmonar,

inflamação das pálpebras e como afrodisíaco.

de doenças da garganta, tuberculose pulmonar, congestão pulmonar, inflamação das pálpebras e como afrodisíaco. 13

O cardamomo exerce um grande efeito calmante no aparelho digestivo,

sendo indicado para tratar enjoos, falta de apetite, obstipação, indigestão, cólicas,

diarreia, dispepsias, gastrites, má absorção, pirose, halitose, entre outros.

Foi também já constatado a sua capacidade para combater a Helicobacter

Pylori.

Tem grande poder descongestionante do aparelho respiratório, sendo indicado no tratamento de resfriados, gripes,

Tem grande poder descongestionante do aparelho respiratório, sendo indicado no tratamento de resfriados, gripes, asma, bronquite, tosse e outros problemas do sistema respiratório, pois facilita a excreção do muco das vias aéreas.

As propriedades do cardamomo são inúmeras e incluem a ação analgésica, antisséptica, anti-inflamatória, anti-helmíntica, digestiva, estimulante,

estomáquica, carminativa, purgativa, desintoxicante, emenagoga, diurética,

diaforética, expetorante, laxante, tónico mental e sedante.

Alguns dos princípios ativos do cardamomo são: eugenol, ácido acético,

alcanfor, terpinol, borneol, eucaliptol, linalol, limoneno, óleo essencial, entre

outros.

do

cardamomo, o seu consumo em doses exageradas pode provocar náuseas e vômitos.

Embora

não

existam relatos

de

efeitos

colaterais

graves pelo

uso

Não são conhecidas contraindicações.

CONCLUSÃO

Este trabalho foi muito interessante e contribuiu para o meu conhecimento

sobre a riquíssima Medicina Ayurvédica e esta saborosa especiaria, o Cardamomo.

Além disso, foi um trabalho especialmente útil, pois mostrou-me que esta é uma especiaria muito indicada para mim, pois atenua Vata, o meu dosha

predominante.

Cardamom and oral health

In Indian sub continent, it is one of the most culinary spices. This warm spice has been in use since ancient

times in China, India, Korea and Vietnam for improving digestion. However, the most common use of cardamom in India has been as an excellent breath freshner and is an integral part of betel quid.

It is also invaluable for its medicinal properties. Cardamom is said to be loaded with a variety of health promoting nutrients such as calcium, iron, phosphorous, volatile oil (cineole), flavonoids, and ether extracts.

The seed contains a volatile oil. The principal constituents of the volatile oil are cineol, terpinene, limonene, sabinene, and terpineol in the form of formic and acetic acid. Cineole a major component of cardimum oil is an

antiseptic that can kill bad breath bacteria and various others.

Oral health is extremely important and cardamom is very beneficial in maintaining it. Aneja and Radhika conducted a study on the antimicrobial action of cardimum on the dental caries causing micro organisms. The study concluded that the cardimum extracts showed antimicrobial activity against oral pathogens like streptococci mutans and Candida albicans. Apart from this, its slightly pungent but pleasant taste stimulates salivary flow. Thus there is a strong possibility that cardimum can be used as a caries preventive agent.

FIM