Você está na página 1de 80

SER

HUMANO
A FORMA HUMANA DE SER

CISSA GRILLI

1ª Edição

Campinas - SP
2017
Sumário
Agradecimentos.................................................................................. 5
Prefácio............................................................................................... 7
A busca pelo poder.............................................................................12
A ferramenta PNL...............................................................................14
A percepção de felicidade..................................................................15
Amor, a maior fonte de energia...........................................................18
Curar emoções através do amor........................................................ 20
Saber se relacionar é uma dádiva...................................................... 22
O pensamento conduz às realizações................................................ 25
As sensações despertam hormonios................................................. 28
Hábitos saudáveis levam ao sucesso..................................................31
Estar presente no aqui e no agora .................................................... 35
Quanto mais pensar, mais inteligente será........................................ 36
Nosso cérebro é nosso aliado............................................................ 38
Descobertas através de estudos........................................................ 40
A complexidade humana é única........................................................41
Os sentimentos nascem no coração.................................................. 43
As sensações dominam nossas atitudes............................................ 45
Um computador chamado cérebro.................................................... 50
Programamos inconscientes nossas decisões................................... 54
Inteligência emocional, ego, instinto e superego............................... 56
Os pilares da autoestima................................................................... 60
Nossa criação é parte integrante de como somoS............................. 64
A mente coletiva impulsiona decisões................................................67
Reprogramando a mente................................................................... 70
A importância do aqui e agora........................................................... 77
O mundo foi feito para dar certo........................................................ 78
Identificando sentimentos................................................................. 79
Agradecimentos
Quatro anos se passaram desde o início dessa obra, até a
conclusão. No início eram apenas ideias e com o passar dos anos
foi tomando forma, a forma mais impulsionada do meu ser. Nessa
obra coloquei toda a minha alegria e entusiasmo, e a cada palavra,
frase e a cada capitulo me sentia mais realizada, como se uma força
divina me abraçasse a cada passo dessa conquista.
Essa mesma força inspiradora que me guiou sabiamente, até a
conclusão dessa obra, eu agradeço primeiramente a DEUS, pois sei
que através da minha crença nele chegam minhas vitorias!
Agradeço a minha família, base de tudo na minha vida, meus
filhos Bruno e Luiza, que me ensinam todos os dias, que nutrem
minha sabedoria para querer ser uma pessoa melhor, não apenas
para ser um exemplo para eles, mas para ser uma boa guia e ter
a oportunidade concedida por DEUS de apresentar o mundo a eles
de uma forma leve e bonita, buscando sempre a intenção positiva
mesmo nos nossos erros e mostrando a eles, que acima de tudo somo
seres humanos e temos todos os defeitos e qualidades humanas.
Dedico essa obra ao meu Marido Junior, antes mesmo que
eu acreditasse em mim, ele acreditou! Companheiro, parceiro
inspirador e principalmente motivador, se existe um ser nesse
mundo que merece todo o meu amor, respeito e carinho é ele, me
deu incentivo além do necessário, seu amor e respeito por mim e
pela minha profissão me levaram além, em um lugar que nem nos
meus melhores e ousados sonhos imaginei chegar!
Prefácio
Conheci Cissa Grilli quando já estava pronta para o desabrochar
de sua excelência na comunicação. Fizemos alguns cursos de PNL
juntas e me deliciava com seu jeito alegre, espontâneo e firme de
agir. Ri muito com sua criança interior sempre viva! Este livro tem
profundidade nos ensinamentos, explicado com leveza, bem como
minha visão da autora.
Ao saborear cada parágrafo, sinto minha mente fazer ligações
que me impele a querer ser melhor. A premissa que diz “Se é possível
para o Mundo é possível para mim”, transborda em minha alma,
ao entender sua narrativa baseada nos estudos da PNL, Psicologia,
Psiquiatria, comprovados pela Vida.
Os pilares que procuro basear minha vida, estão contidos no
decorrer dos ensinamentos dos textos apresentados neste magnifico
trabalho.

Poder - pró atividade, coragem, ação


Sabedoria - superar o conhecimento através da ação
Amor - a forma adequada de agir consigo, com o outro,
com a Vida
Desejo a todos que escolherem mergulhar nesta oportunidade
de autoconhecimento, e mesmo diante aos desafios da vida, rir com
a vida, principalmente ser feliz!!!

Sirlene Gonçalves Silva


Trainee em PNL- Sócia fundadora da Academia Terapêutica PASE
Muitas vezes nos encontramos em situações que nos levam à
autoanálise e nos transformam, nem sempre para melhor. Muitas
vezes nos cegam, e nos levam a fechar o coração e a esquecer da
esperança. O que muitos de nós não sabem, é que a chave para a
plenitude está, sempre estará e esteve, na nossa própria mente. A
crença é autorrealizável, e o pior, não acreditamos nisso. Nossos
pensamentos negativos são como formiguinhas carregando folhas
para o formigueiro; podem até parecer inofensivos, mas aos montes,
fazem a diferença. Pude conhecer mais da natureza da minha mente,
e do poder que ela tem, que outrora eu subestimaria. Posso dizer
que é grande o poder de ter conhecimento sobre o poder que temos,
o livro traz um misto de lições valiosas e conhecimentos de vida que
para mim, ainda faziam parte de meu inconsciente. É uma leitura
rica e interessantíssima, enriquece o saber da alma e as emoções
do coração.

Larissa Camila Souzas Santos da Silva
Estudante, 18 anos
Tenho um enorme prazer de poder fazer parte dessa história de
sucesso da Cissa Grilli. Desde que a conheci, sempre estimulei esse
dom que ela possui de poder ajudar as pessoas. É algo nato dela, das
palavras que ela diz, na forma como se expressa, principalmente
usando essa sabedoria nos momentos certos.
Procurei ajudar no que estava ao meu alcance e isso fez com que
eu tivesse o prazer de desfrutar de cada palavra desse livro. Passei
por alguns momentos conturbados na minha vida, de mudanças
e crescimento pessoal e profissional e esse livro pode suportar
todo o meu saber. Me ajudou a me conhecer melhor, identificar
alguns pontos de atenção em mim mesmo. Me fez olhar para dentro
de mim e descobrir que o verdadeiro tesouro, a maior riqueza,
principalmente, todas as respostas para as minhas perguntas
estavam dentro de mim.
A forma como a autora expressa e coloca a questão de poder,
auto estima, a palavra amor, viver no aqui e agora, entre outras
coisas, as quais me fizeram refazer meus conceitos a respeito do
que é ser feliz, fará qualquer pessoa refletir sobre si mesmo, sobre
quem é, sobre como age consigo mesma e, consequentemente, com
as outras pessoas.
Esse livro fará você viajar para dentro do seu EU, da sua mente,
fazendo você refletir sobre alguns pontos de sua vida, que talvez
nunca tenha parado para pensar a respeito. Possui um conteúdo
riquíssimo e fantástico, o qual não imaginava que era possível de
existir.
Sinto muito orgulho da minha esposa em concluir essa obra,
principalmente da abrangência do seu trabalho, sempre buscando
ajudar as pessoas através de seu dom, o da palavra.
Parabéns pela obra meu amor, que esse seja o primeiro de muitos
outros e que todos possam contribuir para a vida das pessoas, assim
como esse contribuiu para a minha.
José Roberto Grilli Junior
Trader Profissional
Vivemos num mundo hoje que somos cobrados a todo instante,
seja no trabalho seja no relacionamento com família, filhos, marido
e amigos. Muitas vezes além de sermos cobrados, somos muitas
vezes julgados por nossos atos e chegamos a pensar o que de fato
está errado, será que são minhas atitudes, o meu jeito de agir, meu
jeito de pensar, onde de fato estamos errando?
Quantas vezes nos deparamos com situações difíceis em que
muitas vezes nos autocriticamos?
A proposta do autor é conduzir você leitor a uma experiência
fantástica de autoconhecimento, a fazer uma viagem interna dentro
de você.
A ponto principal é demonstrar de maneira simples e objetiva
que todos nós somos passives de falhas e sofremos decepções. Agora
o que podemos fazer para alcançar um equilíbrio, respeitando a
mente e fazendo dela uma ferramenta para conduzir melhor a vida?
99% das nossas atitudes e do nosso comportamento são iguais
uns aos outros, o que nos diferencia são apenas 1% que é nosso
talento.
É desse 1% que será tratado pelo autor, todos nós temos talentos
e somos capazes de ser melhores.
Trataremos aqui dos Pilares da Autoestima, que vamos abordar
temas como auto responsabilidade, autoafirmação.
Vejamos que o foco é levar você ao autoconhecimento, tudo
está dentro de nós mesmo e só precisamos aprimorar os sentidos e
exercitar a mente para assim viver de maneira mais leve.

Márcia Ramalho
Advogada
Sou uma coisa que pensa, isto é, que duvida,

que afirma, que ignora muitas, que ama, que

odeia, que quer e não quer, que também imagina

e que sente”. (Logo quem pensa é consciente de

sua existência) “penso, logo existo.

(Descartes (1596-1650)
A busca pelo poder
Uma antiga lenda conta a criação do homem.... ‘’enfim o Criador
da forma ao homem e como tal seria a sua imagem e semelhança,
alcançaria, como o Criador, um grande poder, pois designa a
semelhança. O poder que constrói e que com a mesma força
destrói, algo tão construtivo quanto destrutivo não poderia ficar à
mercê de qualquer tipo de homem. Assim o Criador, como um ser
uni potente e dotado de grande sabedoria, decide que esse poder
ficaria guardado na mente. O homem puro de coração, com mente
de homem e coração de menino, aquele que conhece a si mesmo,
tal como verdadeiramente é, e conhece a Deus, esse sim através de
sabedoria chegaria a alcançar o Poder.
O que leva a humanidade estar sempre em busca de poder, ao
desejo de ser poderoso, a meu ver, essa pequena palavra sugere
além de conquistas materiais, esta seguramente atrelada a
liberdade. Poder, tem também uma relação direta com capacidade
de se realizar algo, aquilo que se “pode” ou que se tem o “poder”,
te dá a liberdade de realizar ou fazer. Quem detém o poder é livre
para ser, fazer e ter.
Quando se tem permissão interna, todos os seus desejos podem,
ou seja, quando seus valores e crenças permitem, você se torna livre
para ser, fazer ou ter o que quiser e desejar. Conhecendo o poder
que lhe foi dado pelo criador, e sabendo usá-lo, você se conecta com
o talento puro e absoluto do seu ser, através da identificação dos
sentimentos.
Analisando conceitos de vida desde o início das civilizações,
verifica-se uma enorme necessidade da busca pelo PODER, bem-
estar e sucesso. Desde os primórdios da humanidade as relações
entre indivíduos e grupos se deram visando o poder, o monopólio,
seja ele econômico, militar, político, religioso ou qualquer outro.
Uma relação de poder pode se formar, por exemplo, no momento em

12 Cissa Grilli
que alguém deseja algo que depende da vontade de outra pessoa.
Esse desejo estabelece uma relação de dependência, criando um
patamar superior a quem detém o poder e consequentemente um
sentimento de satisfação e felicidade.
Portanto ao saber como funcionamos e como as pessoas
funcionam, alcançaremos o poder absoluto da comunicação interna
e externa. Através de reprogramação, conscientização e aceitação
de como somos e agimos de forma sistêmica, entenderemos nosso
sistema e nossas ações de maneira assertiva para tomadas de
decisões.
Escrever sobre mente e comportamento humano tem sido um
dos meus maiores desafios. As pessoas são complexas e únicas.
Cada pensamento e atitude, nascem de forma sistêmica e única
em cada um de nós. As mesmas ações em pessoas distintas, geram
reações e resultados distintos.

Ser Humano - O jeito humano de ser 13


A ferramenta PNL
Busco sabedoria e estudo comportamento humano, desde 2006
quando tive contato pela primeira vez com a ferramenta chamada
PNL, (programação Neurolinguistica). A PNL é uma das mais
completas ferramentas de desenvolvimento humano da atualidade.
Ela trabalha o ser humano de dentro para fora e consegue trazer à
tona o que cada um tem de melhor. Com a PNL é possível “Modelar”
qualquer resultado positivo desejado e transformá-lo na sua
realidade através de técnicas práticas e pragmáticas (foco total em
resultados).
A PNL trabalha também a COMUNICAÇÃO de uma maneira
totalmente ímpar, fazendo com que você consiga transmitir suas
mensagens de maneira muito mais clara, assertiva e decisiva,
maximizando a capacidade de persuasão, flexibilizando a maneira
como você entende os outros e a si mesmo. Ela consegue despertar
e usar ao máximo do seu potencial e transformar em realidade,
todos os seus sonhos e desejos com mais clareza, definindo metas
e objetivos concretos e atingíveis seguindo seu modelo de mundo.
Depois de alguns cursos de PNL, comecei a me conhecer a ter
percepção de como eu funcionava, a ter descobertas incríveis de
como a
mente humana é capaz de proezas imagináveis, até então não
conhecidas por mim.
Juntamente com meus estudos em PNL, tive a honra de ter
como mentoras e exemplos de sucesso da área de coaching
Valderez Ferreira – in memory – fundadora do Instituto Delphos e
Associados e Sirlene Gonçalves Silva – Trainee em PNL, com mais
de 15 anos de experiência na área de desenvolvimento humano,
as quais não poderia deixar de citar o quanto foram importantes
para meu aprendizado e crescimento dentro da minha profissão. As
trago como exemplos nos quais espelho meus atendimentos, cursos
e principalmente resultados a serem obtidos.

14 Cissa Grilli
A percepção de
felicidade
Felicidade é um estado de espírito interno que te acompanha
onde quer que você esteja em qualquer situação. O maior erro da
humanidade, é confundir felicidade com contentamento, alegria
ou satisfação. Esses sentimentos acompanham situações externas,
como por exemplo quando adquirimos algo material nos sentimos
contentes, ou quando acontece algo que vem esperando há muito
tempo, isso te leva a um estado de alegria. Nessas ocasiões esses
estados vão passar e a felicidade por sua vez, acompanha esses
sentimentos, porém nada tem a ver com eles. A felicidade é um
estado de ânimo, uma paz interior que nasce com você e depende de
si mesmo para que permaneça. Esse sentimento pode ser aflorado
ou diminuído através das suas escolhas sentimentais.
Você já se deu conta que acorda todas as manhas, seja lá quais
forem seus problemas, você, todos os dias, tem uma nova chance de
recomeçar. Todos os dias você ganha vinte quatro horas para fazer
o que quiser delas, inclusive despertar e reconhecer que o criador o
fez para um propósito maior, te deu a vida, um corpo e um cérebro
para fazer bom uso dele. Buscar conhecimento para reconhecer o
que é se sentir feliz, depende somente de você.
Partindo desse tipo de pensamento, mudei minha vida de dentro
para fora. Tive tomadas de decisões importantes como o termino de
um casamento de dez anos, por exemplo. Minha percepção interna
sobre relacionamento e felicidade, não estava mais no outro e sim, em
mim mesma. Percebi que ao não ser feliz não conseguia despertar a
felicidade no outro e aprisionava duas almas, a minha e a do meu ex
marido. Muitos de nós acreditamos que o parceiro tem a obrigação
de nos fazer feliz e vice e versa. Por vezes responsabilizei as outras
pessoas das minhas frustrações e infelicidade. Na realidade não

Ser Humano - O jeito humano de ser 15


trazemos para o consciente que a felicidade tem lugar cativo dentro
de nós, ela existe e é um sentimento somente nosso. Por não sabermos
como funcionamos, quando nos relacionamos com alguém que não
é compatível espiritualmente com nossa energia, que tem valores
diferenciado dos nossos, essas pessoas não despertam sensações
de conforto e de bem-estar e sucessivamente felicidade, mas podem
trazer sentimentos de segurança, ou qualquer outro que seja base
para o relacionamento, porém não satisfará necessidades essenciais
para a felicidade plena.
É comum vermos relacionamentos baseados em sentimentos de
segurança, de conforto, de interesses em comum, de comodidade.
Posso te garantir que esses sentimentos são de bases que não
sustentam um
casamento fiel, pois o ser humano necessita de completude em
seus relacionamentos.
Não só, não era feliz, como não deixava ele ser. Por uma series de
razões mantive meu ex casamento por dez anos, os quais são muito
relevantes, mas não o suficiente quanto minha vontade de crescer
e de buscar algo que me preenchesse por completo. Tal decisão
me fez buscar mais e mais, tive que lidar e aniquilar meu próprio
pré-conceito a respeito de ser uma mulher separada, admitir que
tinha falhado de alguma forma. Quando nos casamos, não o fazemos
pensando em se separar, apostamos nessa nova etapa de vida, tive
que me reerguer me reconstruir me reprogramar para uma nova
fase. Posso te garantir que nos separamos para nos livrar de um
problema e desencadeamos milhares de outros, mesmo assim,
acredito que foi uma escolha assertiva e evolutiva na minha vida.
Passei por momentos de insegurança, me relacionei com
algumas pessoas por pura carência afetiva, em busca desenfreada
de segurança emocional, tive alguns relacionamentos frustrados.
Depois do término de um casamento, esse sentimento de
incapacidade, de fracasso e carência afetiva, nos rodeia e assombra.
Apesar de toda a dor emocional e com um propósito de não errar
mais, pois aos trinta anos eu acreditava que era perfeitamente

16 Cissa Grilli
possível viver um grande e verdadeiro amor, abandonei a busca
imediata para substituir alguém. Tirei a plaquinha de Há Vagas do
Meu Coração e substitui por uma Fechado para Balanço. Contudo
nasceu também a garra, superação, principalmente a busca para
aprender a viver a solitude, um estado de reclusão voluntario de
busca pela paz comigo mesmo, diferentemente de solidão, que, em
sua essência, é um estado emocional em que buscamos ardentemente
uma companhia e não a temos. Uma pessoa pode estar cercada de
amigos, em meio a uma festa com muitas pessoas animadas, e ainda
assim estar ocorrido pela solidão. Aprendi que solidão e solitude
são duas coisas distintas e quando apreciei a minha companhia,
quando gostei de estar comigo mesma, comecei a me preparar para
estar verdadeiramente com alguém. Alguns anos depois, me casei
novamente, e hoje vivo a plenitude de um amor puro leal, sincero e
apaixonado.

Ser Humano - O jeito humano de ser 17


Amor, a maior
fonte de energia
Experimentei a essência que somente o amor pode trazer para
nossas vidas. Quando conseguimos amar alguém e nos sentimos
igualmente e verdadeiramente amado, esse sentimento nos
transforma, consegue extrair nosso melhor. Não nascemos para
ficar só, desde muito cedo aprendemos o valor da companhia, ao
contrário de muitos que dizem ter nascido sozinho e não precisar de
ninguém, se conforma com a condição para sobreviver a frustradas
tentativas de convivência. No fundo, todos almejamos um amor.
Precisamos e muito, de alguém, prova disso é a dependência que
temos dos cuidados de nossos pais ou criadores. Sem o amor deles,
aqui não estaríamos. Precisamos de amor, afeto, cuidados isso é
uma das primeiras necessidades humana.
O amor é a maior virtude da alma humana. Somente essa fonte
de energia move o homem a realizar grandes feitos. Seja qual for a
forma, o amor é o maior e mais poderoso sentimento humano.
Segundo os filósofos existem 4 formas de amor:
• O amor de Eros, que representa a parte consciente do
amor que uma pessoa sente pela outra. É representado
pela atração física, pela paixão ardente e frequentemente
compele as pessoas a manterem um relacionamento amoroso
continuado. Foi apresentado como sinônimo de sensualidade
que leva a atração física e depois as relações sexuais e por
fim, aos romances e a vida a dois.
• Amor de filos, a palavras filos vem do latim e significa eu sou
sincero, esse é o amor de pais e filhos. Esse tipo de amor é
incondicional, simplesmente puro e sincero sem interesse.
Esse amor nos impulsiona a nos preocuparmos com os

18 Cissa Grilli
outros seres humanos, incluindo o amor filantrópico que
também representa a responsabilidade para com o outro.
Esse é na minha opinião a forma de amor mais nobre que
conheço. Por diversas vezes me senti tomada por esse amor
a ponto de querer trocar de lugar com meus filhos quando
eles adoeciam ou sofriam, de alguma forma queria poupar,
proteger e cuidar.
• O amor storgê é o amor que sentimos pelos nossos pais e
parentes próximos, aqueles que confiamos nossas vidas.
Responsável pelo afeto, cuidado e gratidão, esse amor nos
traz a maneira mais ampla de como vemos nossos pais.
Quando nos tornamos pais, nossa percepção de que eles
fizeram o melhor que podiam movidos pelo amor de filos,
nos permite amar e respeitar e ser grato aos nossos pais ou
criadores.
• Por fim o amor ágape que em grego sugere simplesmente
amor. Amor por compatibilidade, aquele amor afetivo isento
de conotações sexuais, isento de segundas intenções, isento
de malicias ou de interesses pessoais. Esse amor engloba
todas as outras formas de amar. É a forma de amor por
afeição, por satisfação de estar junto, ele se manifesta entre
irmãos de sangue ou não, quer seja entre esposo e esposa,
quer seja entre um núcleo familiar, etc. Esse amor satisfaz
porque é compartilhado e tem resposta entre todos aqueles
que se reúnem para formar uma fraternidade de homens,
mulheres e crianças. Amor ao próximo é o tipo de amor que
Cristo nos ensinou.

Ser Humano - O jeito humano de ser 19


Curar emoções
através do amor
A ciência tenta alcançar a cura para os males da alma através
de medicamentos, antidepressivos, calmantes e etc., e não se
preocupa com a qualidade das emoções das pessoas. Quando o
amor e o cuidado para com o outro for prioridade e ficar claro para
a humanidade que ele sim cura, quando nos conscientizarmos que
nossas doenças começam no emocional, podemos começar a chegar
perto de uma qualidade de vida admirável.
Segundo um estudo que foi publicado on-line no periódico
científico “Proceedings of the National Academy of Sciences”, nosso
organismo produz um hormônio chamado Oxitocina. Podemos
denomina-lo como O Hormônio do Amor, pois é responsável por
nossos sentimentos para com os outros. É também o responsável
pelos famosos “sininhos nos ouvidos”, “borboletas no estomago”,
“friozinho na barriga”, indicando os primeiros sinais de afeição e
afeto para com o outro.
Foram realizados testes dos níveis hormonais em macacos de
um determinado laboratório, onde analisaram o comportamento e
alterações hormonais dos mesmos. Quando se mantinha um macaco
solitário em uma jaula e provocavam uma série de barulhos, os
níveis hormonais de Cortisol que podemos denominar de Hormônio
do Stress, subiam demasiadamente e ele se mantinha assustado
e deprimido. Quando esse mesmo macaco era colocado junto com
uma parceira, com o mesmo estímulo aos barulhos, o cortisol era
diminuído e apresentava níveis de oxitocina aumentados, ou seja,
na companhia de uma parceira, esse mesmo macaco se sentia mais
seguro, protegido e menos ansioso.

20 Cissa Grilli
Outras pesquisas também foram realizadas com macacos bebes e
suas mães, que correspondiam a estímulos de aprendizado. Quando
os níveis de oxitocina estavam mais presentes, eles apresentavam
mais inteligência, se mostraram mais dóceis e menos ansiosos.
Podemos acreditar que, quando estamos com alguém, nos sentimos
protegidos e seguros, ou seja o homem, também como os animais
precisa se relacionar para se sentir feliz, isso é um fato.
Precisamos das pessoas tanto quanto eles precisam de nós. Se
relacionar, ter amigos, ter um bom relacionamento familiar, ter um
amor, nos faz seres humanos dotados de sentimentos. A vida se faz
através de relacionamentos e tudo que te acontece, de positivo ou
negativo, vem através de um bom ou mal relacionamento.

Ser Humano - O jeito humano de ser 21


Saber se relacionar
é uma dádiva
Conhecer alguém aqui e ali, que pensa e sente como
nós, e que embora distante, está perto em espírito, eis o
que faz da Terra um jardim habitado.
Goethe

Toda pessoa deseja relacionar-se bem com os outros e, sobretudo,


sentir-se importante e apreciado pelos demais. Busca ter o dom da
conquista e fazer-se amada por todos.
Infelizmente, vemos a crescente dificuldade nas relações
interpessoais, isto é, na capacidade de relacionar-se com os outros.
O Relacionamento é fundamental para se viver bem, podendo até
melhorar sua qualidade de vida.
Relacionar-se bem com as pessoas pode trazer inúmeros
benefícios, desde os profissionais às vantagens pessoais. Portanto,
se desenvolvermos as habilidades necessárias para melhorar nossos
relacionamentos e nossa própria comunicação, alcançaremos
sucesso em várias áreas de nossa vida.
Para um relacionamento e uma comunicação serem efetivas é
necessária abertura, olhar, sorriso, entusiasmo, atitude acolhedora
e positiva, procurando identificar-se o melhor possível com o
seu interlocutor. Sobretudo, é necessário, saber ouvir, observar e
sincronizar a linguagem corporal, ritmo de voz e expressão facial.
Por isso, é sempre preciso saber o que se deseja obter e qual o
resultado que se pretende atingir.
Deste modo, é melhor pensarmos no que queremos, ao invés

22 Cissa Grilli
de pensar naquilo que não queremos, ou seja, temos que externar
sempre pensamentos e atitudes positivas. Portanto, deve comunicar-
se de forma coerente, isto é, a voz, gestos e palavras devem expressar
o mesmo sentido e ficar atento a estrutura da comunicação, sabe-se
que os gestos são responsáveis por 55% da comunicação, o tom de
voz por 38% e por fim apenas 7% o conteúdo, ou seja podemos falar
o que desejarmos para alguém, o que vai determinar se vai ser bem
aceito ou não é a maneira (forma) como nos expressamos.
Para conquistar pessoas é necessário despertar a confiança
delas e para isso, elas precisam saber que somos como elas. Uma
linguagem muito usada na PNL é entrar em RAPORT com a pessoa,
isso significa estar atento, entrar na mesma sintonia que ela, torna-
se semelhante a ela em “tudo”, buscando estabelecer uma maneira
discreta de igualdade. Se assemelhar a outra pessoa nos gestos, na
fala, no tom de voz, na expressão facial e assumir a sua postura
global. Por isso, é importante sempre descobrir os interesses
dos outros para poder traçar uma comunicação bem-sucedida e
assertiva.
Saber se relacionar é saber interagir com as pessoas, aceitar
que o ponto de vista delas pode ser diferente do seu. Respeitar
as diferenças e ser um bom ouvinte, nos faz ter maestria na
comunicação e nos relacionamentos.

A capacidade de se comunicar bem é o que acende uma


fogueira nas pessoas. É o que transforma grandes ideias
em ações. É o que torna possível todas as realizações.

Dale Carnegie

Ser Humano - O jeito humano de ser 23


Desperte entusiasmo nas pessoas, aprecie, incentive, aprove
e elogie. Demonstre seriedade e confiança em cada atitude.
Comunique-se com entusiasmo, animação e ardor. Deste modo, a
comunicação irá gerar impacto nos ouvintes. Sobretudo, faça com
que o outro se sinta importante, para desta maneira conquistá-lo.
Assim, estará despertando o grande interesse dos outros por nós.
Lembrando que - “A maneira como tratamos os outros, tem influência
direta em como somos vistos pelo mundo e como seremos tratados
pelo mundo. Aquilo que não queremos para nós, não podemos fazer
para os outros.

24 Cissa Grilli
O pensamento conduz
às realizações
Minha busca por conhecimento e sabedoria me levou a perceber
que quanto mais me aprofundava nos conhecimentos da mente,
mais movimentos interiores aconteciam. Comecei a manter meu
modo de pensar, independente da opinião pública. A percepção
de que não devemos andar em busca de aplausos, me fez ver que
nada mais me ofendia e que quanto mais eu curava minhas feridas
internas, mais livre, leve e realizada me tornava. Meus pensamentos
não eram mais sobre o passado e tão pouco sobre o futuro, comecei
a prestar atenção nos pensamentos que rodeavam minha mente
hoje, que tipo de pensamento condiziam minhas atitudes.

Segundo Descartes (1596-1650), filósofo de grande importância


na história do pensamento:

A essência do homem é pensar.

O pensamento é considerado a expressão mais “palpável” do


espírito humano, pois através de imagens e ideias, revela justamente
a vontade de um ser. Tudo que conhecemos ou experimentamos
é fundamental no processo de aprendizagem, pois através do
pensamento é construído o conhecimento de um ser.
Um pensamento se forma através de ligações neurais, ou seja,
uma sinapse nervosa manda impulso para um neurônio, que se liga
com outro neurônio. Com esse movimento, acontece um processo

Ser Humano - O jeito humano de ser 25


mental onde, um pensamento começa a surgir. Esse pensamento
pode nascer com um estimulo de uma sensação, como algo que
experimentamos através de um ou mais dos nossos 5 sentidos. O
ato de pensar, nos permite observar o mundo e com isso lidar com
ele de uma forma efetiva e de acordo com nossas metas, planos e
desejos e objetivos.
Palavras que se referem a conceitos e processos similares
incluem cognição, senciência (é a “capacidade de sofrer/sentir
prazer ou felicidade, que pode significar conhecimento, consciência
ou percepção. As duas palavras podem ser diferenciadas olhando-se
suas raízes latinas: sentire é “sentir” e sapere é “saber”. Senciência,
portanto, é a capacidade de sentir), consciência, ideia e imaginação.
O principal veículo do processo de conscientização é o
pensamento. A atividade de pensar dá ao homem “asas” para o
mundo e conectar-se com a realidade, segundo o seu modelo de
mundo, pois sua visão de realidade pode ser totalmente diferente
das outras pessoas.
Como somos seres pensantes, criamos e imaginamos o tempo
todo. Conforme as situações vão acontecendo na nossa vida, vamos
interpretando conforme nosso mundo interno e reagimos aos fatos,
de acordo com o nosso estado de espírito. Portanto a vida acontece
internamente e não externamente.
Nossa mente age como um mecanismo criativo. Boa parte do
que pensamos e criamos só existe dentro de nós mesmos. Estamos
todo o tempo criando fatos e dando continuidade a algo, como por
exemplo, quando alguém relata uma história a você, sua mente
cria os personagens da história. Mesmo você somente ouvindo, sua
mente está dando forma e criando cenas, cenários e personagens.
Ao nos depararmos com fatos reais em nossa vida, antes mesmo
que aconteça o fato em si já imaginamos além, damos sempre um
final, como por exemplo se alguém te liga e diz: - tal pessoa sofreu

26 Cissa Grilli
um gravíssimo acidente, e não diz mais nada, logo sua mente vai
associar acidente com morte e você já se lança a um sentimento de
perda. Sua mente progressivamente cria todo um cenário que pode
ou não acontecer e condizer com a realidade.
Criamos, imaginamos e pensamos a todo momento. A mente
humana cria e estabelece sentimento a sua criação, seja ela um fato
ou somente puro fruto da imaginação. Podemos afirmar que tudo
nasce e toma forma através de um pensamento. Portanto pensar,
refletir e analisar, nos traz a vida e consequentemente o que somos,
o que queremos e como agimos se encontra dentro de um cérebro.
Pensamentos geram sentimentos que geram ações. Seja lá o que
esteja acontecendo na sua vida, positivo ou negativo, está a acontecer
porque alguns tipos de pensamento te trouxeram sentimentos, os
quais geraram essas ações. Hoje você é resultado de pensamentos
que já passaram pela sua mente.

Ser Humano - O jeito humano de ser 27


As sensações
despertam hormonios
Ao buscarmos a felicidade fora de nós, sinto em dizer que
o caminho levará a frustrações e decepções. Felicidade é algo
permanente em nosso ser, nasceu conosco e está instalada 100% em
nossa mente, porém é um estado de espírito que tem que ser cultivado
todos os dias. Quando acordamos pela manhã, nossos primeiros
pensamentos ditarão o resto do dia. Temos apenas três milésimos
de segundos inconsciente para decidir que será um bom dia. Nossos
primeiros pensamentos virão acompanhados de sensações, as
quais liberam hormônios, os quais resultarão num dia positivo ou
negativo. Dependendo do tipo de pensamento que começamos o dia,
ele poderá ser maravilhoso e produtivo. Aproveitaremos os segundos
de uma nova chance de acontecimentos maravilhosos, que se abrem
todos os dias. Atrairemos pessoas compatíveis com nossa energia.
Isso acontece de forma mágica e sistêmica, pois uma pessoa erradia
energia ou podemos chamar de calor humano. O calor de fato existe,
tanto que conseguimos visualizá-lo com aparelhos específicos que
detectam radiação infravermelha. O Calor é definido na física como
uma energia em movimento. Mais especificamente, uma forma de
energia que sempre está se movimentando dos corpos de maior
temperatura para os corpos de menor temperatura.
Sentimos “calor” quando muito calor fica retido no nosso corpo.
O FRIO é simplesmente um estímulo elétrico enviado pelo nosso
cérebro para nos avisar que estamos perdendo muito calor. “Frio é
psicológico”. Ele não existe. Em outras palavras, que sentimos frio
quando estamos perdendo muito calor para o ambiente.

28 Cissa Grilli
Liberamos calor a um raio de um metro e meio de distância
do nosso corpo. Estamos trocando calor com o ambiente a todo
o momento e em qualquer lugar onde vamos. Nesse calor que
emitimos está contido partículas da nossa energia, daquilo que
vibramos e que somos. Isso explica cientificamente o que acontece
quando estamos em um ambiente fechado, com muita gente. O
lugar fica insuportavelmente quente. Ao pensarmos de um modo
espiritual, isso nos leva a crer que pessoas felizes atraem pessoas
felizes ou atraem pessoas que querem se sentir felizes
Quando chegamos em um ambiente onde encontramos pessoas
sorrindo, se divertindo, logo queremos nos manter por ali, aquela
energia nos atrai. Aquele ambiente está repleto de calor humano, que
irradia uma serie de hormônios, os quais nosso sistema reconhece
através da troca de calor e logo nosso nível hormonal se adéqua
àquele ambiente, transmitindo e recebendo esse calor positivo. Isso
também acontece em um ambiente que chamamos de ´pesado´.
Quando chegamos em um ambiente onde está tendo discussões ou
brigas, nos sentimos negativamente envolvidos, a ponto de nossa
energia mudar com um grande estimulo de hormônios limitantes
invadindo seu sistema, não tem jeito, certamente vai despertar em
você sensações negativas.
Nosso sistema é composto de hormônios, que, recrutados por
estímulos externos, despertam estados de euforia, contentamento,
satisfação. Sempre que estamos felizes, temos uma sensação de
bem-estar, um friozinho na barriga que nos mantem sorrindo o
tempo todo. Isso acontece devido aos hormônios da “felicidade”, que
nosso organismo libera quando recrutamos.
A endorfina por exemplo é um desses hormônios precursor da
“felicidade”. Se divide em 20 ou mais categorias diferentes, é um
neurotransmissor que tem todas as mesmas características. Tem
efeito de relaxar e dar prazer, causando uma sensação de bem-estar
Ser Humano - O jeito humano de ser 29
e euforia. Também aumenta a resistência, pois melhora o sistema
imunológico, combate os radicais livres, diminui a produção dos
hormônios do estresse e também melhora a memória, ou seja,
quanto mais uma pessoa escolhe estar bem, mais bem ela se sentirá.
Quanto mais hormônios forem recrutados para manter um estado
de “felicidade”, e quanto mais seu organismo produzir mais inibira
o hormônio do stress.
O mais importante sobre tudo isso é que somos capazes de
produzir esse hormônio a qualquer momento do dia. Se logo pela
manhã criarmos o hábito de pensar alguns segundos antes de se
levantar, fazer conexões neurais positivas, se encher de pensamentos
construtivos, despertará sensações boas e consequentemente
hormônios bons. Isso está ao nosso alcance, basta querer quanto
mais você sorrir, mais felicidade permanece com você. Com a prática
de exercícios físicos, também podemos liberar endorfinas. Quanto
maior a intensidade de exercícios maior a quantidade. Por isso para
manter mentes saudáveis temos que manter corpos saudáveis não
adianta trabalhar mente se não trabalharmos o físico.

30 Cissa Grilli
Hábitos saudáveis
levam ao sucesso
Não podemos falar de vida saudável e mente saudável, sem
falar de alimentação. Sabemos que a prática de exercícios é uma
necessidade, tanto quanto alimentar-se bem. Ao longo das sessões
de coaching que tenho aplicado, pessoas normalmente tem
problemas com peso, alguns acima outros abaixo do desejado. O
que devemos fazer todos os dias é perguntar para nosso corpo qual
o alimento que necessitamos. Trata-se de um exercício mental e
intuitivo. Não se deve confundir o que o organismo nos pede, com o
que nos apetece, que em muitos casos é pura gula.
Devemos escutar nosso corpo e entender qual sua necessidade.
Quando sentimos sede, por exemplo, é um sinal que os rins enviaram
ao cérebro avisando que precisamos beber água por meio de uma
mensagem interior. Se estivermos alinhados com o nosso interior,
esse tipo de mensagem ocorrerá também com a alimentação.
Insisto, não se deve confundir esse fato com gula e com caprichos.
Se o corpo pede açúcar, podemos lhe dar açúcar por meio de alguns
alimentos que o contenha. Existem pessoas que abusam do açúcar,
comendo demasiadamente. Se forem conscientes e sinceros consigo
mesmo, sabem que não é algo que o corpo necessita, e sim um
capricho do paladar. Logo após a ingestão excessiva do açúcar, se
sentem empachados, cheios, insatisfeitos e com certa rejeição do
corpo. Quando esse tipo de sensação aparece, é sinal que o corpo
e a mente não se conectaram. Você fez uso de alimentos que seu
corpo não necessitava. O organismo sabe pedir o que necessita, mas
também sabe rejeitar os abusos. Quando realizamos refeições fartas

Ser Humano - O jeito humano de ser 31


e abundantes não nos sentimos bem, ficamos sonolentos, cansados,
cheios e incapazes de pensar com clareza. Ao se alimentar por gula
ou capricho do paladar, nos tornamos reféns do sistema, ele nos
comanda. Nesse momento estamos aceitando ordens do paladar e
não do corpo. Se pararmos para analisar nossa fome ao invés de
comer nos primeiros impulsos, certamente escolheremos alimentos
mais saudáveis e exatamente o que nosso corpo necessita.
O que acontece na maioria das vezes é que vivemos sob o
comando automático da mente. Se sente fome, come a primeira
coisa que vê pela frente ou aquilo que apetece o paladar. Temos
costumes e hábitos imediatistas, que sugerem sempre o caminho
mais fácil e cômodo para armazenarmos energia como faziam
os primatas, pois eles necessitavam garantir energia para uma
longa jornada em busca de comida ou longas travessias a procura
de lugares seguros para suas estadias. Hoje o homem e o mundo
evoluíram tecnologicamente. Não vivemos mais em cavernas, temos
casa, geladeira, carro e poupamos energia o tempo todo. Com nossa
vida moderna, nosso mecanismo não se deu conta disso e por puro
instinto primitivo, nos mantemos em uma constante busca erronia
de armazenamento de energia.
Analisando comportamento humano de algumas civilizações,
algo me chamou a muita atenção em alguns povos em relação à
aspectos que envolviam alimentação e mente humana.
Na Índia por exemplo, um país subdesenvolvido, com problemas
de saneamento básico, fome, saúde, miséria, como poderiam nascer
tantos pensadores e cientistas das áreas de Economia, Medicina
e Filosofia? Como exemplos temos o indiano Amartya Sem, que
recebeu em 1998 o Prêmio Nobel de Economia; Osho, formado em
filosofia, o qual dava aulas na Universidade de Jabalpur e iniciou
um ciclo de palestras ao redor da Índia e também falava muito a

32 Cissa Grilli
respeito de meditações; Mohandas Karamchand Ghandi, líder
espiritual e pacifista indiano, que, quando adulto foi estudar direito
em Londres (Inglaterra), formando-se advogado e ao retornar para
a terra natal, tornou-se membro do Supremo Tribunal de Bombaim.
Outras figuras importantes também deixaram seu legado como
grandes filósofos e pensadores indianos.
Como coach, procuro sempre expandir minha percepção para
aspectos não somente mentais, mais também físicos, pois quem
entrega toda a capacidade mental é um órgão físico chamado
cérebro.
Quando se trata de trata da busca pelo sucesso, quase todos
pensam que tratamos apenas de resultados, desempenho e
cumprimento de metas. Sucesso é muitos mais que isso, trata de
englobar e desenvolver seu potencial como um todo, na sua profissão
e também na vida.
Nossa saúde física é fundamental para nosso sucesso. Como
disse, quem entrega os melhores resultados é um órgão físico, que
precisa de energia e de combustível para exercer com maestria o
que lhe é exigido do mental e emocional.
Ao citar os indianos acima, como também os japoneses conhecidos
por sua capacidade mental, quero elevar nosso pensamento ao tipo
de alimentação diferenciada dos povos ocidentais (Nós). Na índia
é comum usar uma manteiga chamada Ghee, livre de lactose, nos
pratos, eles cozinham seus alimentos com essa gordura. Como
o boi/vaca é um animal sagrado por lá, não fazem uso de carne
bovina, que se difere do peixe por ter fibras consistentes e a
digestão se torna um tanto lenta em relação a proteína do peixe.
Esses dois povos fazem uso diário de alimentos que proporcionam
a eles, maior aproveitamento da capacidade mental. Como nosso
organismo foi feito para poupar energia, se ele precisa de energia

Ser Humano - O jeito humano de ser 33


para uma digestão lenta, de algum lugar ele precisa tirar. Nada mais
inteligente de um sistema complexo como o nosso, do que poupar
energia do cérebro, pois ele é responsável por aproximadamente
20% do consumo para nossas atividades. Não estou falando para
não fazer uso desses alimentos, que contem lactose ou carne bovina,
porem preste atenção na quantidade, pois o que faz a diferença não
é algo que você faz de forma esporádica e sim o habito diário.
As células nervosas são amplamente compostas de lipídios. Por
essa razão a ingestão de gorduras saudáveis em uma dieta, são
extremamente importantes para a criação e manutenção da saúde
cerebral.
Em razão do cérebro ser composto amplamente por ácidos graxos,
ele é extremamente suscetível a sofrer danos por oxidação, causado
por radicais livres, que são moléculas altamente reativas que
atacam e danificam as membranas celulares, proteínas e mesmo o
código genético, trazendo também envelhecimento e doenças como
por exemplo o Alzheimer.
Além disso, para ter um bom funcionamento do cérebro é
importante não passar muitas horas sem comer, pois o cérebro
fica facilmente sem energia. Beber 1,5 a 3 litros de água por dia é
importantíssimo, pois se o corpo estiver desidratado o cérebro não
funciona bem.
Talvez nesse momento você possa traçar um paralelo entre esses
dois povos considerados inteligentes, com o tipo de alimentação
a qual fazem uso. Corpo e mente são processos sistêmicos. Ao
tratarmos de um estamos automaticamente beneficiados o outro,
pense nisso!

34 Cissa Grilli
Estar presente
no aqui e no agora
Ser consciente não é nos comportarmos como maquinas, mas
perceber onde estamos, onde vivemos, e, principalmente que
fazemos o que fazemos, porque nossa mente comanda e está atenta
a tudo, a nossa volta.
Ao longo do dia existem muitos atos que realizamos incon-
scientemente, desde o primeiro momento em que levantamos da
cama pela manhã. Se não controlarmos nossas ações, o “piloto
automático” assume e nos comportamos como maquinas. A rotina
diária é uma aliada do “piloto automático”, pois o cérebro entende
que a tarefa se torna repetitiva e como ele já conhece o caminho, o
faz para você.
Alguma vez na sua vida você já passou por uma situação de não
lembrar se fechou a porta de casa, ou apagou o fogo do forno após
utiliza-lo? Nesse lapso de memória, você não se lembra mas fez a
tarefa direitinho. Quem assumiu o comando foi seu cérebro e você
não estava presente no agora. Seu corpo estava presente, mas sua
mente não e provavelmente você estava tomando por pensamentos
que roubaram a energia do presente.

Ser Humano - O jeito humano de ser 35


Quanto mais pensar,
mais inteligente será
Por coincidência do destino ou por um propósito maior talvez,
prefiro acreditar que seja por um propósito maior, nos últimos seis
anos da minha vida, tenho vivido experiências totalmente sem
rotina.
Mudei-me de casa, cidade, estado e país por oito vezes, em
função de trabalho, devido ao fato do meu marido ser executivo
de multinacional. Em função de novos desafios e oportunidades,
optamos por aproveitar cada uma delas. Nesse período nossa
sensação se manteve em volta de cansaço físico e mental. Hoje
entendo melhor essa sensação de cansaço. A cada mudança meu
sistema era obrigado e se readaptar ao clima, as novidades, as
pessoas e a cultura local. Esse processo exigiu de meu cérebro
novas conexões, um novo aprendizado e, emocionalmente, exigiu
aceitação do novo e desconhecido.
Sempre escutei falar que precisamos exercitar nosso cérebro,
para não se manter no condicionamento e até então, não entendia
o porquê. Ao passar por essas experiências, hoje entendo que se
fizermos tudo sempre igual, limitamos nossa inteligência. Quanto
mais conexões neurais, mais inteligente somos, ou seja, quanto mais
experiências novas temos, mais seremos exigidos mentalmente a
pensar. A cada
novo lugar onde estive, precisei pensar muito mais. Havia a
necessidade de descobrir onde ficava o supermercado, por exemplo.
Atividades comuns para mim nesse momento, se tornavam
descobertas. Não estou dizendo para você se mudar de casa ou de

36 Cissa Grilli
país, mas sim para exercitar seu cérebro. Vá a lugares que nunca
foi antes, procure fazer novas amizades, experimente alimentos
que nunca experimentou, etc. Esse movimento vai levá-lo a fazer
novas conexões neurais e por fim, exercitar seu cérebro e te tirar
da zona de conforto. Quanto mais conexões neurais você for capaz
de produzir, mais soluções e mais alternativas você terá para
todas as questões da sua vida. Um cérebro produtivo é capaz de
melhor aceitação dos fatos. Sabe que encontrará logo soluções para
o inesperado ou algo que não esteja dentro do planejado. Você se
tornara uma pessoa mais flexível, produtiva e criativa pois seu
mecanismo está acostumado a pensar.
Sabemos que qualquer atividade que requer o ato de pensar,
refletir, analisar, deduzir e utilizar nossa inteligência ativa, ou
seja nossos neurônios, proporcionam o aumento do número de
conexões em nosso cérebro. Quanto mais comunicações forem
produzidas, mais possibilidades existem no desenvolvimento de
nossa inteligência, ou seja, quanto mais adquirimos o habito de
pensar, mais inteligente nos tornamos.
Einstein, que doou seu cérebro para a ciência, demonstrou que,
o que importava não era o tamanho do órgão, mas o número de
conexões entre os neurônios. Isso só é produzido se fizermos o nosso
cérebro trabalhar, se o forçarmos a pensar, refletir, se meditarmos,
sabendo que orar também é uma forma de meditação.

Se não entendemos nossa própria estrutura intima,


nossa psique, nosso sentir e pensar, como haveremos de
entender outras coisas.
Krishmamurti

Ser Humano - O jeito humano de ser 37


Nosso cérebro
é nosso aliado
Como sabemos nosso cérebro é capaz de realizar várias conexões
ao mesmo tempo. Através dos nossos pensamentos, conseguimos
acessar sentimentos. Para identificar seus reais sentimentos, é
preciso ir fundo à raiz dos seus pensamentos e trazê-los para o
consciente. Tudo aquilo que pensamos, gera sensações e nos levam
a atitudes, as quais por sua vez afetam nosso comportamento. É
tudo muito simples, você teve a atitude de pensar, o pensamento
virou sentimento que resultou em ações/comportamentos.
Somos resultado do nosso pensamento, pois ele age direto no
que fazemos. O que fazemos, por sua vez, age direto nos resultados
positivos ou negativos em nossas vidas. Para que isso aconteça, é
preciso pensar e refletir sobre tudo. Isso o tornará mais inteligente.
Fico muito triste quando as pessoas se casam rapidamente,
tomam decisões importante de morar juntos, com alguém que mal
conhecem e se apoiando em crenças do tipo, “se Deus colocou em
meu caminho tenho certeza que vai dar certo” ou “Deus quis assim”.
Deus não é responsável pelas escolhas erradas que você faz ou pela
sua falta de inteligência. Deus te deu um cérebro e o deu para fazer
uso dele. O caminho do pensar, do analisar, do conferir, do refletir
está sob sua responsabilidade.
Por inúmeras vezes presenciei pessoas agindo de forma insana,
se apoiando 100% em dogmas religiosos, esperando que Deus faça
um milagre, que Deus tome as rédeas de seus problemas. Pessoas
que decidiram não fazer uso de medicamento em seu filho doente
porque queriam um milagre. Não precisa ser muito inteligente para

38 Cissa Grilli
pensar que, se Deus permite que um medicamento exista, esse
sem dúvida é porque é necessário para algo. Deus criou o mundo e
tudo que existe nele é permissão divina para nossa sobrevivência.
Agarrado a essa religiosidade, vão fazendo besteiras, sem ao menos
parar e pensar que, o milagre já foi feito. Deus te deu a vida e fez
acontecer o milagre da vida pulsar no seu peito. Nos deu toda a
capacidade humana para ser sua imagem e semelhança, “você é
capaz de tudo o que acredita ser”, nossos problemas são resultado
das nossas escolhas.

Ser Humano - O jeito humano de ser 39


Descobertas através
de estudos
Ao decidir ter uma mente e um corpo saudável, é preciso respeitar
somente a verdade nas descobertas. É preciso ir fundo, mergulhar nos
ensinamentos, nas antigas escrituras, nos livros e nas descobertas
de cientistas. Esse tesouro está disponível, podemos ir em busca de
conhecimento e da verdade dos fatos. Bastar querer, para ser uma pessoa
mais livre. O conhecimento adquirido através dos ensinamentos, nos
liberta de dogmas, de religiosidade e de opressão. Hoje o ser humano
nasce em uma condição livre.
“Joao 8:32 - E conhecereis a verdade e a verdade vos libertara”
Um dos livros mais antigos da história da humanidade é a Bíblia.
Tenho lido com frequência. Não posso dizer que sou uma estudiosa
de teologia. O mais perto que me aproximei desse mundo literário, foi
quando morava nos Estados Unidos e participei de um curso chamado
Inteligência Emocional, o qual foi ministrado por um Pastor chamado
Paulo Abreu, um dos mestres em coaching e PNL que conheci. Também
tive a oportunidade de ter como companheiro de sala o tradutor, Joao
Ferreira de Almeida, uma pessoa simples e realmente iluminada.
Acredito que uma obra milenar sobrevive e é conhecida mundialmente
por conter relatos puramente verdadeiros.
A Bíblia é uma obra que, se lermos com clareza, nos faz refletir
sobre o caminho da bondade da paz e do amor. Nos ensina a falar o
necessário com inteligência, a viver com simplicidade no presente,
curar o passado e ter Fé no futuro.
Ao entender que as pessoas erram, sofrem, se arrependem,
compreendem, amam na mesma intensidade, que podemos desprezar
a própria opinião, tão depressa quanto se verifica um erro, isso não
significa falta de opinião ou vulnerabilidade, isso sim é ter sabedoria,
respeitar a si mesmo e as pessoas como elas realmente são, simplesmente
acreditando que não existe certo ou errado e sim, ponto de vista e que a
melhor e mais eficaz maneira de convivência é a flexibilidade.
40 Cissa Grilli
A complexidade
humana é única
A mente humana é complexa demais para afirmarmos que as
pessoas são apenas rótulos. Quantas vezes você já escutou alguém
dizer como você é egoísta... ou como você é bondosa, etc. Temos
atitudes egoístas ou bondosas, agimos conforme as situações e
conforme as nossas melhores escolhas naquele momento, as quais
adquirimos através de nossas experiências de vida. Não devemos
rotular ninguém, pois somos todos seres humanos com todos os
defeitos e todas as qualidades humanas. Temos 99% das nossas
atitudes e dos nossos comportamentos iguais uns aos outros, o que
nos diferencia um do outro é apenas 1%, o qual se refere apenas ao
nosso talento, que é único de cada ser. Somos a porção de um todo,
estamos juntos no mesmo barco chamado mundo.
O ser humano se perde em tantos pensamentos e em “achismos”.
Achamos que algo acontece na nossa vida e logo damos um
porque a elas, rotulando pessoas e situações, sem ao menos parar
para pensar o que nos levou àquela situação, quais as atitudes e
situações estamos repetidamente fazendo, seguindo um padrão do
inconsciente.
Convido-te a entrar em um mundo somente seu, um mundo que
te leve a enfrentar você mesmo, a olhar para dentro e identificar
qual seu ponto de partida para tomada de decisões, em qualquer
área da sua vida. Faça uma análise de como andam os seus pilares,
que áreas da sua vida precisam de atenção nesse momento.
Análise o gráfico abaixo, de uma nota de 0-10. Na parte de dentro,
de uma nota de como estão os pilares e na parte de fora de como
você gostaria que estivesse. Com esse exercício você começará a
mapear o seu interior a conhecer melhor o ponto de partida.

Ser Humano - O jeito humano de ser 41


Pilares da vida

42 Cissa Grilli
Os sentimentos
nascem no coração
Quando escutamos alguém dizer siga o seu coração, nos parece
algo filosófico demais para trazer a realidade. Posso garantir que
a fórmula secreta, parte do coração e se concretiza na mente. O
coração está diretamente ligado aos nossos sentimentos. Fisicamente
quando estamos nervosos, o nosso coração bate acelerado. Ele
manda impulsos nervosos para o resto do sistema e através das
sensações, sentimos medos, insegurança, impossibilidade, raiva,
desanimo e uma série de outras sensações, as quais nos limitam
através de um processo sistêmico, que engloba sentimentos físicos
e emocionais. Juntos vão disparar hormônios e transmitir energia
ao ambiente.
Acima descrevi como essas energias influenciam você e as
pessoas que vivem ao seu redor. Nesse momento, vamos entender
como os sentimentos se formaram e sucessivamente formam o seu
sistema emocional. Isso acontece através do conjunto de memórias,
armazenados através dos nossos 5 sentidos, compostos de imagens,
sons, cheiros partes do corpo e objetos que tocamos, sentimentos
e sensações vivenciadas, cheiros, sabores, texturas, temperatura
etc. Tudo que experimentamos através de tato, visão, paladar e
audição, formam nossas percepções do mundo, um bom exemplo
para entendermos isso é através de estudos realizados em bebes.
Os bebes não têm memória fotográfica, somente lembram e veem
o que está acontecendo no momento. Quando a mãe coloca o filho
acordado no berço e sai de perto ele chora. Experimenta a solidão ou
a ausência da mãe. Nesse momento está sendo gravado no sistema as
primeiras sensações limitantes associadas ao disparo de hormônios

Ser Humano - O jeito humano de ser 43


tipo cortisol, que vai levando o bebe ao stress. Decorrente dessa
situação o bebê chora, não tendo noção de tempo e espaço. Nessa
fase da vida, a ausência de imagem significa ausência total da
mãe. O bebê sofre e experimenta pela primeira vez o que podemos
chamar de solidão, desamparo, abandono e etc. O bebe não tem
consciência ativa disso, onde um conjunto de fatores associados a
um conjunto de hormônios, resultou em sentimento limitante. Isso
funciona como um HD, que fica gravado no subconsciente como
sensação ruim. Abre-se uma janela a qual o psiquiatra e escritor
Augusto Cury nomeou de “janelas Killers”, o que quer dizer “janela
assassina”. Esse sentimento será responsável pela maioria das
nossas limitações, que resultarão em possíveis fracassos. Conforme
o amadurecimento emocional, o cérebro vai reconhecer somente a
sensação e não o que a provocou.
A mente humana tem o poder de armazenar tudo que experimenta
e guardar no subconsciente. O subconsciente esse lugarzinho tão
importante, tem que existir, pois vivemos muitas experiências
e não é possível manter tudo na consciência ativa. Precisamos
aprender com os fatos ocorridos, assim tudo que experimentamos,
vai para essa caixinha. Coisas boas e coisas muito ruins ficam lá
guardadinhas. Quando necessitamos, e só abrir os arquivos para
sabermos lidar com as ocorrências.

44 Cissa Grilli
As sensações dominam
nossas atitudes
Para entendermos melhor como os sentimentos estão associados
diretamente na nossa vida, vamos ver como o cérebro armazena as
informações, através dos seus hemisférios.
Estudos de Roger Wolcott Sperry (20 de agosto de 1913 - 17 de
abril de 1994) foi um neuropsicólogo, neurobiólogo que, junto com
David Hunter Hubel e Torsten Wiesel Nils, ganhou em 1981 o Nobel
de Fisiologia e Medicina por seu trabalho com a divisão do cérebro.
De acordo com os estudos, o cérebro e dividido em dois
hemisférios:
• Hemisfério Esquerdo: responsável pelo nosso lado racional,
cognitivo, razão, memória, resolução dos problemas,
formação de pensamentos, juízo, idealização, intelectual,
objetivo, analítico ...
• Hemisfério Direito: responsável pelo emocional, percepção
das emoções, crenças, valores, traumas emocionais, criativo,
intuitivo...
Nesses Hemisférios, está a zona do cérebro chamada (sistema
Límbico). Um modelo Tri único da estrutura do cérebro foi
desenvolvido por Paul McLean. Este modelo, baseia-se em 3 parte;

Realidade x ilusão = realidade


1. Cérebro reptiliano ou arcaico (instinto); nasce junto com
o indivíduo. Um bom exemplo disso é que quando nasce o
bebê e ele e colocado no seio da mãe. Logo procura sugar
para ser alimentado. Instintivamente ele começa a mamar.
2. Cérebro mamífero ou sistema límbico (emoção); se
desenvolve através do meio e ambiente no qual vivemos.

Ser Humano - O jeito humano de ser 45


Desde que estimulado, se torna seu aliado para desenvolver
inteligência emocional.
3. Cérebro humano ou neocórtex (razão), são nossos
pensamentos a respeito de tudo o que experimentamos.
O cérebro humano (razão), trata-se de como uma pessoa
consegue lidar com as verdades. Cada indivíduo armazena suas
experiências, os fatos que acontecem, a realidade e a mente cria
projeções. Recebemos como positivo ou negativo um acontecimento
e daí por diante cada ser cria sua própria realidade, de acordo com
o seu prisma. O que para uns pode ser algo negativo, para outros
pode ser positivo.
Exemplo: Duas pessoas distintas passam pela mesma
experiência como um acidente de carro, por exemplo, e vão para o
hospital. Passam meses em coma e um dia acordam. Uma delas vai
refletir a realidade dos fatos, associar as suas crenças e criar um
movimento da sua realidade atual, que vai levá-la a se reabilitar
o mais rápido possível, curtir a vida, pois acredita ter renascido e
que dali por diante, cada minuto da sua vida é importante para ser
vivido com plenitude e felicidade. A outra pessoa que passou pela
mesma experiência, também acorda do coma, acreditando que não
vale mais a pena viver, que a vida é muito perigosa, que o acidente
destruiu seus sonhos e internamente sente que não há razoes para
continuar.
Duas situações idênticas, com realidades de acontecimentos
idêntico, porém com o diferencial das ilusões que cada um criou
para sua realidade.
Por isso precisamos ficar atentos na nossa realidade interna
e a ilusão que criamos a respeito dela, acima de tudo, respeitar a
realidade do outro. Buscar a porção positiva de tudo, absolutamente
tudo e se cercar de bons pensamentos, será sempre benéfico para
seu sistema emocional. Busque sempre a intenção positiva atrás
de qualquer comportamento, seja seu ou do outro. Se você fez, fez,

46 Cissa Grilli
porque era o que sabia fazer naquele momento. Pratique sempre
o auto perdão, se o outro fez, era o melhor que ele tinha naquele
momento e ponto, pratique aceitação.
Apesar da frase normalmente vir com uma conotação negativa,
quando escutamos alguém dizer “cai na realidade”, a intenção
positiva da pessoa é nos ajudar segundo o seu modelo e sua ilusão da
realidade interna. Ilusão é dar asas aos pensamentos negativos que
criamos diante dos fatos. Tudo o que acontece traz um aprendizado
real positivo e tem um propósito. Podemos não entender, mas com o
passar do tempo reconheceremos que tal fato nos trouxe benefícios
e aprendizados.
Aquilo que você acredita, seja suas crenças ou implantadas pela
mente coletiva, vira realidade. Aquilo que você diz repetidamente,
vira uma verdade e seu cérebro vai achar um modo de trazer para
você. Um bom exemplo disso são pessoas que dizem: “tenho dedo
podre para escolher homem”, sempre estão se envolvendo com
pessoas que as fazem infelizes. Como isso acontece? Será que é
falta de sorte ou seu comportamento está levando a se interessar
por pessoas com características iguais que vão levar ao fracasso
amoroso? Importante salientar que, quando me refiro à mente
coletiva, falo de como a sociedade e o meio em que você vive,
influencia sua vida, ou seja, o que os outros falam sobre você ou a
respeito do mundo.
O que acontece dentro da sua cabeça, vai encontrar seu
caminho para fora dela – para sua vida. Antes que qualquer coisa
se materialize, um dia ela esteve dentro da mente de alguém. Para
tudo que vemos criado pelo homem, um dia pertenceu a uma mente.
Nosso cérebro é nosso mordomo, o que o ordenarmos ele
executa. Quando temos consciência do uso dessa poderosa máquina,
alcançamos sucesso e felicidade, como um passe de mágicas. Tudo
aquilo que você acredita e ordena ao seu cérebro, seu corpo dá um
jeito de assumir a postura desejada.

Ser Humano - O jeito humano de ser 47


O que você comunica ao seu cérebro, é exatamente o que você
vai viver. No exemplo acima, a charge mostra perfeitamente como o
sistema neurológico obedece ao comando e a partir daí a cadeia de
hormônios entra em ação para realizar o objetivo.
O subconsciente está diretamente ligado aos nossos sentimentos.
Toda vez que experimentamos situações difíceis como por exemplo
o termino de um relacionamento, o sentimento que está lá gravado
e guardado é o sentimento do abandono, da perda e de solidão. Isso
vem com toda a carga negativa e limitante de uma criança indefesa,
que precisa de alguém e de cuidados da mãe para sobreviver.
Quando algo ruim nos acontece no aqui e no agora, a sensação
que conhecemos e que o cérebro indica, é a daquele bebê indefeso.
Por isso adultos choram como crianças, pois naquele momento se
sentem desprotegidos como os bebes.

48 Cissa Grilli
Um bom exemplo disso são os relacionamentos afetivos homem
e mulher. Mesmo sabendo conscientemente que aquela relação não
traz felicidade ou que, talvez não amasse a pessoa. Sentimos medo
da perda, porque a ausência da pessoa, está ligada diretamente
à terrível sensação que experimentamos pela primeira vez na
infância, o qual é o registro mais seguro e real do que aconteceu,
pois foi que você armazenou.
Quando criança não sabemos lidar com as emoções e não
sabemos nos comunicar com clareza, pois estamos aprendendo
tudo, conforme os fatos e situações vão acontecendo. A criança
não faz um feedback do que aprendeu, simplesmente vai vivendo e
acomodando os sentimentos, para continuar a jornada.
Na fase adulta, com o amadurecimento emocional, já estamos
preparados para lidar com as situações de conflito. Temos
consciência real dos fatos, vivemos o suficiente e aprendemos o
suficiente para dominar a comunicação. Devemos nos expressar
sempre com clareza, para sairmos da nossa zona de conforto e ter
equilíbrio, paciência, clareza de pensamentos e calma diante das
dificuldades.

Ser Humano - O jeito humano de ser 49


Um computador
chamado cérebro
Sabendo que, processamos todas as informações e ações através
dos nossos 5 sentidos, por onde absorvemos todas as informações
ao nosso redor, nosso sistema emocional obedece a todos comandos
dos sentimentos. Nossos conflitos de hoje, vêm acompanhado de
sensações, que estão no subconsciente e foram vividas durante a
vida ou até mesmo na fase infantil, uma fase na qual você ainda não
dominava a comunicação ou não tinha consciência da importância
dos sentimentos.
Traremos para o seu consciente que, você sobreviveu a tudo o
que te aconteceu, independente dos fatos, ocasiões e tombos. Todos
eles lhe trouxeram ensinamentos e aprendizados. Hoje você tem
recursos maduros através da comunicação, reflexão, autoanálise,
flexibilidade e mais uma série de outros recursos internos que te
levam ao sucesso. É exatamente nesse ponto que mora a grande
magia de uma pessoa de sucesso. O segredo está em como aprender
a lidar com esse incrível sistema pensante chamado CEREBRO.
Nosso cérebro é capaz de empenhar uma grande energia que
ainda desconhecemos. Muitos de nós destruímos parte de nossos
neurônios com hábitos insanos como drogas, bebidas, reduzidas
horas de sono, má alimentação e etc.
Vou fazer uma comparação para você começar a pensar como
é importante cuidar desse órgão chamado Cérebro. Você sabia
que o cérebro de uma borboleta-monarca é uma manchinha de
tecido nervoso, com apenas alguns milímetros de comprimento,
aproximadamente um milhão de vezes menor que o cérebro
humano? No entanto, com esse acumulo microscópio de células

50 Cissa Grilli
nervosas, a borboleta sabe utilizar suas patas e assas, caminhar,
voar e encontrar o caminho mediante formas desconhecidas de
navegação por milhares de quilômetros. Imagine agora o que o
nosso cérebro é capaz de fazer e nós desperdiçamos!
A comparação entre o cérebro humano e um computador ou
vice-versa, ficou mais séria e complexa depois de 1997, quando o
computador IBM Deep Blue venceu o campeão mundial de xadrez
Garry Kasparov, em uma partida de seis jogos, sendo que três delas
resultaram em empate.
O que será que aconteceu com o campeão mundial?
A velocidade de processamento do cérebro humano não pode
ser medida da mesma forma como fazemos com as CPUs, usadas
em nossos computadores. É possível estimar esse valor, com base
no funcionamento da retina humana, o tecido nervoso do olho
responsável, literalmente, pela visão que temos do mundo.
De acordo com o conhecimento atual da estrutura e
funcionamento da nossa retina, cientistas estabeleceram que ela
é capaz de processar o equivalente a 10 imagens de 1 milhão de
pontos por segundo. E, ao comparar o volume dessa parte do olho
com o do cérebro humano, pesquisadores chegaram à conclusão de
que o cérebro possui 100 milhões de MIPS (Milhões de Instruções
Computacionais por Segundo).
O Deep Blue, computador da IBM citado anteriormente, possuía
apenas 3 milhões de MIPS. De acordo com o artigo de Hans
Moravec, uma CPU Pentium de 700 MHz era capaz de executar 4,2
mil MIPS. Sendo assim, seriam necessárias 24 mil unidades dessa
CPU para chegar aos 100 milhões de MIPS do cérebro humano, o
que equivaleria a um clock conjunto de 16,8 milhões MHz ou 16,8
mil GHz. O processador Intel Core i7 Extreme Edition 3960X, por
exemplo, possui 177.730 MIPS e opera com clock de 3,33 GHz. Dessa
forma, precisaríamos de 564 CPUs dessas para alcançar a velocidade

Ser Humano - O jeito humano de ser 51


do cérebro. É claro que, apesar de essas serem informações curiosas,
não se pode, simplesmente, comparar o cérebro humano com um
processador. É fácil perceber que a “arquitetura” do nosso órgão
é muito mais complexa do que a de uma CPU e que ele trata as
tarefas de forma diferente, como se tivesse milhares de núcleos à
sua disposição.
Para você ter uma ideia, o espaço disponível para o armazena-
mento de informações em nosso cérebro, pode se dizer que é
quase ilimitado para uma vida longa. Passamos anos de nossas
vidas aprendendo coisas novas na escola e no dia a dia e, de
acordo com estudos do professor de psicologia Paul Reber, para
a revista Scientific American, apesar de o nosso cérebro possuir,
provavelmente, um limite
de armazenamento, ele é grande o suficiente para não termos
que nos preocupar com ele.
O cérebro humano possui aproximadamente, 1 bilhão de
neurônios. Cada um desses neurônios forma, pelo menos, mil
conexões com outros neurônios, totalizando cerca de 1 trilhão
de conexões. Se cada um desses neurônios pudesse armazenar
apenas uma memória ou informação, teríamos problema de
“espaço em disco”. Mas como os neurônios se combinam, cada um
pode armazenar muitos dados ao mesmo tempo, aumentando a
capacidade de armazenamento do cérebro humano para cerca de
2,5 Penta bytes (1 milhão de Gigabytes).
Isso significa que, se o seu cérebro fosse capaz de gravar
programas de TV, por exemplo, ele poderia armazenar 3 milhões
de horas de vídeos, onde a televisão teria que ficar ligada,
ininterruptamente, por 300 anos para encher todo o espaço livre.
Você certamente não viverá o suficiente para encher seu cérebro até
sua capacidade máxima.

52 Cissa Grilli
Se o cérebro humano fosse exatamente como um computador,
você poderia fazer apenas uma tarefa por vez. Teria que olhar para
uma paisagem e só depois pensar sobre ela. Felizmente o cérebro
funciona apenas em partes a um computador, onde os neurônios
fazem o papel de microprocessadores que trabalham em conjunto
e diferentemente de um sistema computacional comum, o cérebro
possui um baixo consumo de energia e dispensa sistemas de
refrigeração.
De acordo com o livro The Human Mind, se fosse possível
construir um computador tão complexo como o cérebro humano,
seria necessário construir uma usina elétrica exclusiva, capaz de
fornecer Megawatts de energia, além disso, a máquina exigiria que
o dissipador de calor fosse do tamanho de uma cidade.
Os dados acima trazem apenas um pequeno exemplo de como
o cérebro humano, comparado as máquinas, se sobressai. Podemos
afirmar também que apesar desse potencial ilimitado a humanidade
não consegue extrair o melhor dessa máquina.
Precisamos conhecer nosso cérebro e saber do que ele é capaz.
Somente através do autoconhecimento, chegaremos mais próximo
de nós mesmos. Tudo acontece de dentro para fora, as mudanças
são rápidas. Se você conseguir entender como seu mecanismo
funciona, você vai saber lidar com ele. O autoconhecimento vai
vindo com a autoanálise positiva, sempre buscando o melhor das
pessoas e de você. Quando você decide ficar com o lado bom de
tudo, o mundo ganha, nasce uma pessoa melhor longe do julgo
negativo, das críticas, da raiva, da intolerância, quem realmente
ganha e muito, é você. Buscar entendimento em todas as ocasiões é
um sinal de que você tem um cérebro e pensa, raciocina usa a sua
máquina chamada cérebro ao seu favor.

Ser Humano - O jeito humano de ser 53


Programamos inconscientes
nossas decisões
Quando decidimos explodir, sim isso é uma decisão minutos
antes de “perder a cabeça”, você se permitiu o fazer, tomou essa
decisão de ser explosivo ou agressivo. Nesse momento resolveu
usar o recurso primata que existe dentro de você. Quando se diz
“perdeu a cabeça”, infelizmente perdeu o controle, deixou de usar
seu cérebro ao seu favor. Quem não tem cabeça, não tem cérebro,
portanto não tem inteligência.
Sabemos que o hemisfério dominante, em 98% dos humanos,
é o hemisfério esquerdo, responsável pelo pensamento racional.
Generalizamos e racionalizamos frequentemente pessoas e
situações. Por não conhecermos ou não explorarmos melhor o
campo das emoções. Temos dificuldades de nos relacionar com nós
mesmos e com os outros.
Nosso hemisfério esquerdo é mais desenvolvido, devido ao
fato de que todos nós, ao longo da vida, recebemos uma série de
instruções, as quais nos levam ao condicionamento. Na escola por
exemplo, somos condicionados a acreditar numa determinada forma
de ver a vida, somos premiados, castigados ou absolvidos num
mundo competitivo, em que sempre devemos triunfar e se sobre
sair para ser alguém na vida ou possuir bens. Os pais cobram boas
notas do filho, não que isso não seja correto, mas quantos de nós
na infância, fomos incentivados a aprender tocar um instrumento
musical ou a colocar nossa criatividade inocente de criança, em uma
tela colorida? Quantas vezes você foi chamado a uma coordenação
da instituição onde você estudou, para falar de como você se sentia
naquele dia? Quantas vezes você foi convidado a refletir sobre seus

54 Cissa Grilli
sentimentos? Ao longo da vida estamos sempre tentando fazer
melhor que o outro para ser valorizado e reconhecido através dos
nossos êxitos racionais matemáticos ou memorização de texto,
para alcançar uma nota com excelência nas provas. A meu ver as
instituições de ensino, e os pais, deveriam se preocupar muito mais
com a inteligência emocional, s o objetivo é criar pessoas bem-
sucedidas.
Sabemos que por volta de 3% dos adultos possuem mais da
metade da riqueza global disponível. Ao mesmo tempo que, menos
de 3% da população são dotadas de inteligência emocional e usam
os controversos 10% da capacidade cerebral. Hoje já se fala que,
não podemos afirmar a real capacidade cerebral, em 10%, pois não
existe comprovação cientifica sobre isso. Mas podemos dizer que
não usamos a capacidade total do nosso cérebro, sejam usados
essa porcentagem ou não. O fato de que, existe um paralelo no
percentual entre pessoas bem-sucedidas, versos pessoas com um
nível de inteligência emocional acima da média. Coincidentemente,
os percentuais dos mais ricos e bem-sucedidos se aproximam dos
percentuais com inteligência acima da média, isso é um fato.

Ser Humano - O jeito humano de ser 55


Inteligência emocional,
ego, instinto e superego
A inteligência emocional é a maior responsável pelo sucesso
ou insucesso dos indivíduos. As pessoas com maior facilidade de
aceitação, flexibilidade, compreensão e gentileza, tem mais chances
de obter sucesso nos relacionamentos, no trabalho, na criação dos
filhos, nos negócios e na vida como um todo.
Quando nos deparamos com situações de conflito interno, agimos
de forma instintiva. Trazemos em nossos genes, uma herança
animal, que contém características predadoras, violentas, com o
intuito de defesa. Porém a agressividade que experimentamos, nem
sempre é consequência do nosso passado primitivo, em algumas
ocasiões, o meio pode ser detonante, o modo como foi criado ou
educado. Um bom exemplo, é como corrigimos nossos filhos. Nossos
pais bateram para educar e nós, por fim, também escolhemos bater
em nossos filhos, pelo simples motivo da ação movida por um
pensamento de que somos resultados de uma boa criação. Seja lá
como seus pais criaram você, de alguma forma deu certo. Hoje você
é uma pessoa adulta e se considera bem resolvida. Movida por esse
tipo de pensamento, você corrige seus filhos exatamente como foi
corrigido. Você foi vítima da ignorância de seus criadores, pois não
tinham melhores escolhas, argumentos ou conhecimento suficiente
para atender a sua necessidade. Diante desses fatos, você faz de
seus filhos, vítimas também da sua ignorância, adquirida de seus
criadores.
Nos dias de hoje, existem leis que impedem os pais de
corrigirem seus filhos com castigos físicos. Mas não ensinam como
corrigir. Crianças necessitam de limites, necessitam de cuidados
educacionais que os repreendam. Lembrem-se, crianças também
tem um cérebro eles pensam, sentem, e interagem com o meio.

56 Cissa Grilli
Existe uma etapa infantil na qual a criança acredita que é o centro
do mundo, que todos os seus caprichos devem ser cumpridos, que
não há nada mais importante do que ela. O ego, está constantemente
demandando satisfações a ela, e se não as consegue, vem a birra, o
choro e manha. É uma etapa complexa na qual os pais e educadores
devem evitar o excesso de consentimento. Se essa etapa não for
corrigida, a criança crescerá acreditando ser superior aos demais e
capaz de conseguir tudo o que quer, que o mudo deve se dobrar aos
seus sentimentos, eis aí a formação de um adulto egoísta.
Passamos parte de nossas vidas tentando equalizar os nossos
instintos (id), com nossos desejos (ego) e desejos da sociedade
(superego). Sigmund Freud, o mais respeitado cientista quando o
assunto é mente, nos deixou importantes analises sobre pensamento,
ele denominou o aparelho psíquico como sendo a formação do
pensamento, dividido em ego (EU), Id (instintos\desejos) e superego
(sociedade). A principal função do Ego é buscar uma harmonização
inicialmente entre os desejos do Id e a realidade do Superego. Há
muitos conflitos entre o Id e o Ego, pois os impulsos não civilizados
do Id estão sempre querendo expressar-se. Freud destacava que,
os impulsos do Id são muitas vezes reprimidos pelo Ego, por causa
do medo de castigo. O Ego pode coibir os impulsos inaceitáveis do
Id, o “desejo de roubar”, por exemplo, seria um impulso do id (que
é totalmente inconsciente). Porém, visto que o indivíduo não pode
sobreviver obedecendo somente aos impulsos do Id, é necessário
que ele reaja realisticamente a seu ambiente de convívio. O conjunto
de procedências que leva o indivíduo a comportar-se assim, é o Ego.
O Ego é, portanto, mais realístico do que o Id, visando sempre as
consequências dos impulsos inconscientes do Id.
Id (em alemão é, “ele, isso”) designa na teoria psicanalítica uma
das três estruturas do modelo do aparelho psíquico. O id seria a fonte
da energia psíquica (libido). É formado pelas pulsões - instintos,
impulsos orgânicos e desejos inconscientes. Funciona segundo o
prazer, ou seja, busca sempre o que produz prazer e evita o que é
aversivo.

Ser Humano - O jeito humano de ser 57


O id não faz planos, não espera, busca uma solução imediata
para as tensões, não aceita frustrações e não conhece inibição. Ele
não tem contato com a realidade, é uma satisfação na fantasia e
pode ter o mesmo efeito de atingir o objetivo através de uma ação
concreta. O id desconhece juízo, lógica, valores, ética ou moral,
sendo exigente, impulsivo, cego, irracional, antissocial, egoísta e
dirigido ao prazer é um sistema inconsciente.
Ego (em alemão ich, “eu”) designa, na teoria psicanalítica,
uma das três estruturas do modelo do aparelho psíquico. O ego
desenvolve-se a partir do Id com o objetivo de permitir que, seus
impulsos sejam eficientes, ou seja, levando em conta o mundo
externo: é o chamado princípio da realidade. É esse princípio que
introduz a razão, o planejamento e a espera no comportamento
humano. A satisfação das pulsões é retardada até o momento em
que a realidade permita satisfazê-las, com um máximo de prazer e
um mínimo de consequências negativas.
O Ego não é completamente consciente. Os mecanismos de
defesa fazem parte de um nível inconsciente.
Superego (“super eu”), é a parte moral psique. Representa os
valores da sociedade ou mente coletiva.

O superego divide-se em dois subsistemas:


• O ego ideal, que dita o bem a ser procurado;
• Consciência moral, que determina o mal a ser evitado.

O superego tem três objetivos:


• Inibir, através de punição ou sentimento de culpa, qualquer
impulso contrário às regras e ideais por ele ditados
(consciência moral);
• Forçar o ego a se comportar de maneira moral (mesmo que
irracional) e
• Conduzir o indivíduo à perfeição - em gestos, pensamentos e
palavras (ego ideal)

58 Cissa Grilli
O superego forma-se após o ego, durante o esforço da criança,
de assimilar os valores recebidos dos pais e da sociedade a fim de
receber amor e afeição, ou seja, ser aceito ou ser querido.
Ele pode funcionar de uma maneira bastante primitiva, punindo
o indivíduo não apenas por ações praticadas, mas também por
pensamentos. Outra característica sua é o pensamento dualista
(tudo ou nada, certo ou errado, sem meio-termo). Um exemplo bem
claro é quando usamos como moeda de troca, ou faz como eu quero
ou nada feito, leva as pessoas a não serem flexíveis.
Costuma dizer-se que “o superego é o herdeiro do complexo de
Édipo”. Uma vez que é nesse ponto, que se dá a primeira censura ou
corte através do tabu do incesto.
O superego ou mente coletiva nem sempre é consciente, muitos
valores e ideais podem ser despercebidos pelo eu consciente.
Diante dessas informações, podemos entender melhor como o
afeto dos pais na criação dos filhos, é determinante para sua saúde
mental. Devemos dosar carinho, castigos, moralidade, conscientizar
quanto aos nossos sentimentos e do próximo.
Freud denominou a existência desse sistema e comportamento,
à importância defesa do sistema. Cada elemento é necessário para
a sanidade mental. Conhecer cada um deles e qual a sua função, é
trazer para o consciente qualquer desequilíbrio entre eles e buscar
a harmonização entre os sentimentos.

O valor do homem é determinado, em primeira linha,


pelo grau e pelo sentido em que se libertou do seu ego.

Albert Einstein

Ser Humano - O jeito humano de ser 59


Os pilares da autoestima
Com o amadurecimento do aparelho psíquico, provamos todas
ou quase todas a sensações construtivas ou limitantes do sistema.
Desenvolvemos critérios e comportamento para o convívio social
e acomodamos em nosso sistema emocional, nossas frustrações,
bem como nossas conquistas. Para cada “rasteira emocional” que
provamos, temos que aprender lidar com elas para continuar a
jornada. Para isso contamos com a ajuda de mais um item essencial
para nossa sobrevivência emocional – A Autoestima. Esta é tão
importante para a saúde mental quanto o sistema imunológico é
para o corpo.
Da mesma forma como o corpo se protege dos ataques de
agentes nocivos ao organismo, a qualidade do afeto e valor próprio
que cada pessoa nutre sobre si mesma, protegerá sua saúde mental,
fortalecendo-a e preparando-a para lidar com o convívio social.
Uma pessoa que possui uma autoestima saudável, demonstra
confiar nas próprias ideias e aceita intimamente ser merecedora
da felicidade. É notável o comportamento de pessoas que possuem
autoestima saudável. Elas demonstram ser mais gratas e realizadas
do que outras, mesmo não tendo tanto quanto as outras pessoas
possam ter.
Segundo Nathaniel Branden, a autoestima se divide em seis
pilares.
O primeiro, ele descreve com clareza que é a “atitude de viver
conscientemente”. Significa estar presente no aqui e no agora.
É a capacidade que cada pessoa desenvolve, para estar o mais
consciente possível no hoje, presente ao espaço que ocupa e
determinar suas ações, de acordo com as percepções do momento
em que se encontra.
Viver consciente, para os biólogos, distingue o ser humano
das demais espécies vivas. Para os médicos é um importante

60 Cissa Grilli
sinal vital do cérebro. Para os filósofos é um dos mais nobres
atributos existenciais que o ser humano possui. Para religiosos e
espiritualistas ela é interpretada como a própria iluminação. Para
os cientistas da mente, ela é questão imprescindível para saúde
mental e finalmente para a psicanálise é o remédio das neuroses.
As pessoas que conseguem viver conscientemente, percebem
a força das palavras, das ações, percebem quão firme ou frouxo é
um aperto de mão, quão intenso ou vazio é um olhar, quão focada
ou dispersa está a atenção. Estar presente no aqui e no agora nos
traz, a percepção de tudo o que acontece ao nosso redor a maior
parte do tempo. Temos condições de nos alegrar com nossos acertos
e aprimorar aquilo que acreditamos que possa ser melhorado,
independentemente das críticas que recebemos, tanto as positivas
e construtivas, quanto as nocivas e depreciativas, pois presente
e atentos ao que realmente somos, estaremos com nosso sistema
imunológico mental fortalecido.
O segundo pilar da autoestima, seguramente tão importante que
os outros, é a auto aceitação. A atitude do auto aceitação começa,
quando reconhecemos que vivemos na pura condição humana. Esta
que é imperfeita apesar de fascinante e maravilhosa, ignorante
apesar de estudada, aluna apesar de docente, confiante apesar
de traída, cansada apesar de determinada, ingênua apesar de
inteligente, errante apesar de assertiva, enfim, todos somos tudo e
também somos nada. Estamos todos na mesma condição humana
de sermos passivos de erros e acertos. É a atitude da pessoa que
dirá quem ela é. Apesar do tempo, do lugar, das pessoas e das
circunstâncias, estamos sempre em movimento, sempre com a
intenção de acertar, mesmo cometendo os maiores erros.
Sobre o terceiro pilar da autoestima, a auto responsabilidade,
eu acredito que seja um dos pilares que devemos prestar muita
atenção, devido ao fato das punições que a maioria de nós tivemos
durante nossa infância onde, quando errávamos, as vezes éramos
severamente punidos ou castigados e com isso desenvolvemos uma
enorme necessidade de justificar. As vezes ao nos justificarmos,

Ser Humano - O jeito humano de ser 61


não reconhecemos onde erramos. Chamar a responsabilidade para
si dos fatos, não é apenas uma questão de ética e moral, mas sim
uma questão de autoestima. Segundo o Dr. Nathaniel Branden,
toda pessoa precisa, em algum momento, experimentar, exercer e
vivenciar qualquer controle sobre sua vida, só assim poderá sentir-
se competente e merecedora da felicidade.
O quarto pilar da autoestima é a atitude da autoafirmação.
O princípio da autoafirmação é a disposição que a pessoa tem
para tratar a si própria, com respeito em todos os seus contatos
diários e relacionamentos. Não se tem a necessidade indiscriminada,
de comportamento agressivo para defender as próprias convicções.
Faz uso de suas crenças somente para assuntos relacionados a si
mesmo e não tem necessidade que as pessoas compartilhem de sua
opinião.
O quinto pilar da autoestima, a intencionalidade. É viver com
um propósito. É preciso que cada pessoa estabeleça metas (curto
prazo) e objetivos (médio e longo prazos), para qualquer coisa
que pretenda realizar ou conquistar na vida, seja lá em que área
for. Não se pode viver por acaso, todos devemos ter sonhos metas
planejamento, um propósito maior para impulsionar nossa vida.
O sexto pilar da autoestima é a integridade pessoal. Sabe-se
que a falta de integridade é tão ou mais nociva, do que qualquer
censura ou rejeição externa, pois contamina intensamente o senso
do eu. Pode-se evitar uma pessoa que está sempre nos humilhando
e ofendendo, mas dificilmente se pode evitar a si mesmo em veladas
sessões de autocensura e auto cobrança.
Eu reconheço que uma junção a tudo descrito acima seja o
AMOR. Significativamente importante para nossa existência e para
toda e qualquer atitude de pensar e idealizar.
Tanto no âmbito religioso-espiritual, filosófico ou psicanalítico, o
emprego da palavra amor e suas variações, são de suma importância
para a humanidade. Tão poderosa ao ponto de fortalecer, revigorar
e gerar vida. Em outras palavras, o amor é como as turbinas de

62 Cissa Grilli
um avião ou o motor de um carro, sem eles nem um nem outro
poderiam sair do estado estático.
É neste sentido que o amor se aplica a autoestima, como a fim de
coroar. Sem esta força poderosa nada nem ninguém poderão mover-
se e muito menos transformar-se. Nenhum dos seis pilares
poderiam se efetivar.
Contudo, só o impulso de vida, amor, é capaz de fazer uma pessoa
mudar de ideia, se arrumar, tomar atitudes mais condizentes com o
auto respeito, a autoafirmação, a integridade pessoal, a prosperidade,
o crescimento pessoal e intelectual em todos os sentidos aplicáveis.
Qualquer que seja a fonte de inspiração movida pelo amor, é a mais
poderosa ferramenta da vida.
Não se pode ver o amor, mas pode-se percebê-lo atuante quando
as pessoas são tocadas a mudar e a fazer mudar qualquer coisa ou
pessoa para um estado melhor.
A melhor referência teórica de amor que eu conheço está
no primeiro livro que o apóstolo Paulo escreveu aos Coríntios,
registrado no Capítulo 13, versos 1 a 8 das Escrituras Sagradas,
como se segue: “Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos
anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o
sino que tine. E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse
todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de
maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada
seria. E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento
dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado,
e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria. O amor é sofredor,
é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade,
não se ensoberbece. Não se porta com indecência, não busca os seus
interesses, não se irrita, não suspeita mal; não folga com a injustiça,
mas folga com a verdade; tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo
suporta. O amor nunca falha[...]”.

Ser Humano - O jeito humano de ser 63


Nossa criação é parte
integrante de como somoS
Grande parte de sabermos quem somos e o lugar que ocupamos
perante o mundo, vem da nossa criação. Devemos agradecer aos
nossos pais pela educação que nos proporcionaram e também, por
nos amarem o suficiente para, por diversas vezes, dizer “não” e não
serem permissivos conosco. Sermos conscientes de quem somos e
do lugar que ocupamos, nos coloca em uma posição de igualdade
perante o mundo e tudo que existe nele, somos todos uma porção
integrante do todo.
Crianças são dotadas de um cérebro ativo, aprendem mais com
o que observam do que com o que falamos. Já nos primeiros meses
de vida, se conecta a uma porção enorme de sentimentos novos e
logo começam a reconhecer o ambiente onde vivem. Certamente
observará o respeito entre o pais, o amor e o carinho no leito familiar.
Perceberá quem tem o poder e o domínio. Diante disso ela entende
quem manda e quem obedece.
Não precisamos bater ou castigar fisicamente as crianças, basta
ter paciência o suficiente para não travar batalhas emocionais com
elas. O “NÃO” é uma frase completa, faça-a entender isso. Escute e
preste atenção à sua necessidade. Diante da negativa ao assunto,
coloque autoridade de pais ou educadores e use-a de forma segura
e coerente. Quando paramos para escutar a necessidade da criança,
mostrará o quanto você se preocupa com ela, já é um fato importante
para que ela obedeça a suas ordens. Fale com ela com autoridade e
confiança, se preciso várias vezes. Garanto quando alcançado esse
entendimento entre vocês, não necessitará recorrer as palmadas.
Ela saberá obedecer e te entender e vice-versa. Esse comportamento
certamente te tomará um certo tempo, mas lembre-se da famosa
frase de Einstein:

64 Cissa Grilli
... a mente que se abre a uma nova ideia jamais
voltara ao seu tamanho original

Albert Einstein

Certamente, depois de aprendido, está aprendido e ponto.


Incontestavelmente esse tempo que você dispõe aos seus filhos hoje,
evitará problemas mais tarde, tanto para você quanto para eles. As
escrituras sagradas nos trazem: provérbios 29:17 – “... Corrige o
teu filho, e ele te dará descanso; trará delicias para ti”, você educa
hoje para descansar amanhã.
Sabendo que temos um cérebro, o qual produz novos pensamentos
e novas atitudes, através de conhecimento e autoconhecimento
se alcançará o autocontrole emocional. É simples e rápida essa
conexão. Basta refletir por alguns segundos antes da tomada de
todas as decisões. Com o condicionamento da sua mente, pode ser
que você repita por algumas vezes o comportamento indesejado.
Isso não significa que você não aprendeu e sim, significa que
precisa aprimorar mais o sentido do pensar. Com persistência e
autodisciplina você chega lá. Se a tomada de consciência vir depois
do comportamento, está excelente, você já tem um dispositivo
avisando de que esse comportamento não serve mais. Agora é só
deixar o sistema agir por você, esse dispositivo logo vai avisá-lo
minutos antes do comportamento e por fim, basta você querer se
livrar dele.
Quando acreditamos que não somos capazes, ou que não
conseguiremos algo, estamos sendo movidos emocionalmente por
pensamentos limitantes produzidos por nós mesmo. Isso ocorre
através de experiências que não foram bem-sucedidas em nossas
vidas, ou através de crenças plantadas em nossas mentes por
nossos criadores ou pelo meio que vivemos. Devemos escolher
nos relacionar com pessoas que nos proporcionem seu saber,
inteligência, conhecimentos, harmonia e equilíbrio, essa escolha é
somente sua!

Ser Humano - O jeito humano de ser 65


... depois de um tempo, você aprende que há mais de
seus pais em você do que você imagina.

Willian Shakespeare

Convido você a fazer um auto analise do que não tem dado certo
na sua vida e quais os motivos por tais fatos não saírem como você
deseja. Faça uma viagem interna dentro de si mesmo e se reconheça
como o único autor da sua própria história.

... se você pensa que não pode ou se você pensa que


pode, de qualquer maneira você estará certo.

Henry Ford

Aprendemos a linguagem dos sentimentos ao longo da vida,


desde a nossa família, escola, pelo grupo de amigos até às pessoas
mais significativas. A vida é o processo pela qual passamos,
inevitavelmente, sendo o autor das nossas histórias. Quando
experimentamos as vitórias e sucessos, as derrotas e as desilusões,
as perdas e a dor, não dá para negar que isso gera traumas e
sofrimento. Mas lembre-se que se você está vivo, lendo esse livro,
seja lá o que te aconteceu, você sobreviveu a tudo, forte e capaz o
suficiente para de alguma forma superar.
Por outro lado, também aprendemos mecanismos de defesa,
justificação, racionalização, maximização, minimização, projeção, etc.
Ignorar que temos esses comandos é “fugir” das emoções negativas
e desconfortáveis, tais como o medo, a dor, a perda, a vergonha, a
mágoa, inveja, remorso e a culpa. Somos todos seres humanos e
como tal detemos de todas essas sensações. Esta constatação, não
é uma crítica e sim factos que correspondem à realidade humana.
Sabendo que você não foi trazido ao planeta terra por nenhuma
nave espacial e que nasceu como nascem todos os humanos, você
certamente possui todas as qualidades e defeitos humanos.

66 Cissa Grilli
A mente coletiva
impulsiona decisões
Como é do senso comum, nascemos com os sentimentos, mas
não nascemos ensinados a sentir. Aprendemos a observar e fazer,
imitando, aquilo que observamos à nossa volta desde o nascimento.
Na maioria dos casos, aprende-se mais com aquilo que se observa,
do que se ouve dizer. Somos influenciados pelas pessoas, lugares e
coisas à nossa volta.
Por vezes, a nossa cultura reforça este mecanismo de defesa e
de ilusão na gestão dos sentimentos. Quando as crenças da mente
coletiva (como toda a sociedade em massa age e pensa), os homens
desde cedo ouvem, à sua volta, como família e na escola, algumas
mensagens do tipo “Homem não tem medo...”; “Homem não chora...
senão é maricas”, “Homem tem que ser forte...”, etc.
Um assunto polêmico, sobre a escolha da opção sexual, a ciência
prova que não existem cromossomos homossexual, existe o x ou
y, que, respectivamente da forma a um homem ou a uma mulher.
Isso é um fato, onde se encaixa o homossexual que não se refere
a uma mulher e tão pouco ao um homem, ou vice-versa? Ao meu
ver, a humanidade não nasceu para aceitar repressão psicológica,
nascemos livres. Talvez um ser humano se permite ser o que quiser,
menos aceitar a condição de que “homem não chora, tem que ser
forte, mulher é o sexo frágil, menina brinca de boneca e menino de
carrinho”.
Certa vez conversando com um amigo homossexual, perguntei
se ele já tinha se relacionado sexualmente com mulheres antes
e para minha surpresa ele me respondeu que não. Quase que,
imediatamente perguntei: como é que ele não gosta daquilo que
não experimentou? Para minha surpresa ele respondeu, que
sempre se sentiu diferente dos outros meninos e que se interessava
pelas mesmas coisas de meninas quando criança. Nesse momento
passou pela minha mente que, ele teve que tomar uma decisão de
Ser Humano - O jeito humano de ser 67
se encaixar num contesto “gay” que se relacionaria com homens
somente assim faria parte de um contesto na sociedade. Quem
inventou os “gays”? ...em um mundo totalmente repressor, movido
por mentes dominadoras, que se enche de preconceitos em pilares
religiosos ou democráticos, um ser infelizmente não pode ser
realmente o que a sua essência acredita ser. A opção sexual de uma
pessoa só se manifesta na fase adulta, é a reação preconceituosa
de seus criadores que o levarão a fazer escolhas para sua vida,
portanto sem descriminação, sem opressão, uma pessoa seguirá o
curso natural da vida.
As fontes históricas disponíveis sobre a prática homossexual na
Roma Antiga, suas atitudes e a aceitação deste fato são abundantes.
Há obras literárias, poemas, gravuras e comentários sobre a condição
sexual de todos os tipos de personagens, incluindo imperadores
solteiros e casados. Por outro lado, as representações gráficas
são mais raras do que no período da Grécia clássica. Atitudes em
relação à homossexualidade mudaram com o tempo de acordo com
o contexto histórico, variando de forte condenação a uma aceitação
consideravelmente ampla. Na verdade, ela foi considerada um
costume cultural em certas províncias. Portanto essa condição foi
criada pela mente coletiva, a mesma que critica que julga e que
descrimina, detém a patente “gay”.
Vamos fazer um teste para saber como seu cérebro reage diante
da mente coletiva o que realmente é valor para você ou para os
outros.
Quanto feliz e realizado você considera estar hoje diante desses
pilares. Dê uma nota de 0 a 10, sabendo que menos de 5, precisa de
atenção e acima de 6 você já está no caminho para o ideal que é 10.

Como sua vida está hoje no campo:


Amoroso Social Filhos
Profissional Vocacional Emocional
Espiritual Familiar Educacional
Financeiro Saúde

68 Cissa Grilli
Quanto você acredita que a sociedade e ou mente coletiva
influencia você nesses pilares da sua vida. Dê uma nota de 0 a
10, sabendo-se que quanto maior a nota, mais você acredita que a
sociedade cobre de você.

O quanto as pessoas cobram de você, ou quanto está de


acordo com que a sociedade espera de você nesses pilares:

Amoroso Social Filhos


Profissional Vocacional Emocional
Espiritual Familiar Educacional
Financeiro Saúde

Agora observe o que realmente é valor para você e o que você
julga precisar melhorar, está relacionada no primeiro exercício. O
que você enxerga que as pessoas querem de você, está no segundo
exercício. Quanto mais notas altas a sociedade cobrar de você, mais
entregue inconscientemente, sua vida está aos outros.
O objetivo desse exercício é trazer para o seu consciente, que
o importante é de dentro para fora. O que você sente pertence a
você, o resto é ilusão negativa, pois se refere ao que você acha que
a sociedade cobra. Talvez as pessoas nem estejam preocupadas
com todos esses pilares da sua vida. O que as pessoas pensam, se
realmente pensam, é um problema delas. Você não pode controlar
a mente alheia, porém pode se aprisiona em “achismo”. Se você
se baseia nesse mecanismo para tomadas de decisões importante,
quando se dá mal o problema é unicamente seu. Você sente, você
sofre, tudo acontece internamente dentro de você. Portanto faça um
auto analise a respeito da influência da mente coletiva na sua vida.

Ser Humano - O jeito humano de ser 69


Reprogramando a mente
Em minha opinião, através de reprogramação e conscientização,
aprende-se a sentir e a fazer “ligação direta” aos sentimentos, no
aqui-e-agora. Não é possível usufruir da cura interior, sem permitir
que os sentimentos sigam o seu fluxo normal, àquela parte de nós,
tão preciosa e especial que foi ofuscada ao longo da vida.
Não podemos continuar escondendo nossos sentimentos,
por muito mais tempo através das drogas ou de comportamentos
destrutivos. O processo de cura dos sentimentos, nos leva a ser
uma pessoa melhor e a resgatar o sentido do amar. Nos livra da
sensação de dormência emocional, com substâncias ou com outro
tipo de drogas permitidas. Sabemos que alguns sentimentos, ou
a incapacidade de identificar, estão fortemente relacionados com
nosso vazio interior e com nossas frustrações.
A humanidade ao longo dos anos aprendeu a reprimir os
sentimentos, a pensar em formas de controlar e a agir no prazer
imediato como o uso drogas ou álcool, comida, pornografia ou
prostituição, mais uma ida ao casino, etc. Não recrimino nenhum
desses tipos de comportamentos, recrimino sim a fuga emocional
que levam a
cada um deles. Esse tipo de pensamento reforça que o que
importa é o prazer imediato. Evita-se planos a médio ou longo prazo,
opta-se pelas promessas, porque a probabilidade de os planos
falharem é enorme. Evitam-se os compromissos responsáveis e as
relações honestas.
Com esse tipo de comportamento chegamos até aqui. Basta estar
atento aos noticiários, para vermos essa pobre realidade. Não digo
que toda a humanidade se rende aos males, o que quero dizer é
que não devemos mais nos render aos comportamentos que nos
ferem e nos destroem tanto fisicamente, como emocionalmente.
Existem formas de ser um homem feliz e alcançar a plenitude.
Tudo e qualquer forma de aprisionamento faz mal. A escravidão

70 Cissa Grilli
ocorre quando você perde o direito de escolha. Por exemplo, se você
precisa fumar por uma necessidade, não consegue dizer não, é
uma forma de escravidão. Isso vale para todas as áreas da sua vida
onde você perdeu a liberdade. Quando por algum motivo, seja ele
interno ou externo, você não tem escolhas. Perde a conexão com a
divindade, se torna frustrado, se torna infeliz. O criador nos fez livre
e a liberdade é a única maneira de ser feliz.
O primeiro passo é dizer não! Para que haja uma transformação,
necessitamos de três importantes situações:

i. Primeiro - Querer

ii. Segundo - Saber como

iii. Terceiro – Aplicar

No fluxograma abaixo, ilustro as principais etapas onde as duas


principais são: Querer e Aplicar
Querer, você realmente quer, tem permissão interna para fazer
o que for necessário para alcançar seus objetivos?
Aplicar, esse definitivamente fará com que você atinja
rapidamente seus objetivos. Você está disposta a fazer os exercícios
sugeridos pelo coaching? Vai seguir as instruções de auto percepção,
auto analise e assegurar que seu sistema não resistirá às mudanças
necessárias para obter novos resultados?
Como, pertence à técnicas e conhecimento sobre funcionamento
da mente humana e direcionamento do coaching, dentro do
seu sistema, ou seja, como você funciona, pensa age e reage as
informações.

Ser Humano - O jeito humano de ser 71


72 Cissa Grilli
Nosso cérebro, como já sabemos, assemelha-se a um computador,
portanto precisa de programas específicos para funcionar como
queremos. Quando temos tomada de consciência de que, esse
sistema precisa ser alimentado com dados positivos e temos
consciência de que, maus hábitos levam esse sistema ao colapso
(Bug), começamos a dar o primeiro passo para promover mudanças
e assertividade em qualquer área da vida.
Estar e ser consciente não significa nos comportarmos como
maquinas, mas sim, perceber onde estamos, onde vivemos, como
vivemos o que fazemos, nesse momento, com total consciência. Esse
momento é único, o que verdadeiramente existe são os fatos que
estão acontecendo Aqui e Agora. Nesse momento você está diante
desse livro, lendo essas palavras, procure identificar qual seria
o seu proposito para fazer isso. O que realmente está em busca?
Traga para seu consciente os sentimentos que o levaram a buscar
um novo conhecimento.
Ao longo do dia existem muitos atos que realizamos incons-
cientemente, desde o próprio momento em que levantamos da cama
pela manhã. Se não controlarmos nossas ações, o famoso “piloto
automático assume” e nos comportamos como maquinas. A rotina
diária é uma aliada do “piloto automático”, pois o cérebro entende
que a tarefa se torna repetitiva e como ele já conhece o caminho
o faz para você. Alguma vez na sua vida você já passou por uma
situação de não lembrar se fechou a porta de casa, ou apagou o fogo
do forno após utiliza-lo? Quando isso acontece, mostra que estava no
piloto automático. Provavelmente você realizou essas atividades ou
outras, mas não estava presente no aqui e agora, seu corpo estava
presente, mas sua mente não. Possivelmente estava tomando por
outros pensamentos que roubaram a energia do presente. Nosso
sistema sempre buscará economizar energia, nesse momento você
deixa de pensar e de fazer novas conexões neurais.
Se você realmente quer e tem permissão interna, sabe como
fazer, então faça hoje, agora, nesse momento. Tome decisões que
transformarão sua vida positivamente. Entendo que há perdas de

Ser Humano - O jeito humano de ser 73


liberdade, que você talvez, nesse momento, não possa controlar e
realmente o tornaram cativo. Como no caso de um vício, se você
não consegue simplesmente dizer não e parar, admita que não pode
sozinho, que precisa de ajuda. Você não é ruim ou fraco porque
não sabe mais lidar com a situação, somente admita que precisa
de ajuda. Pare de racionalizar, minimizar ou justificar e se liberte,
a vida este aí, o presente esta te esperando para ser vivido, não
existem receitas mágicas ou milagres. É necessário fazer um
trabalho pessoal, emocional, voltado para dentro de si, de ajuda e
compromisso diário. É extremamente difícil enfrentar um desafio
do vício, com sucesso, caso o faça sozinho. Encontre pessoas
disponíveis e especializadas para ajudá-lo, não dá para mandar o
mundo parar para você descer. A vida continua e outro dia virá,
você pode e deve ser livre.
Talvez você pode até gostar do seu vício. Se recusa a lidar com
ele. O que é um simples cigarro, uma panela de brigadeiro ou uma
simples ida ao bingo, seja La o que tem feito você ser prisioneiro
de maus hábitos, você sabe que, em longo prazo será destrutivo.
Seja sincero com você mesmo, respeite os seus limites físicos
e psicológicos, ame mais você do que ama seu vício e, o mais
importante, seja obediente ao que no fundo do seu ser, você sabe o
que é certo ou errado.
Um dos comportamentos mais intrigantes da humanidade é a
capacidade de resistir a tudo. Isso, positivamente, faz de nós seres
totalmente adaptáveis, porém nos leva a uma forte tendência à
inércia ( 1ª Lei de Newton – Princípio da Inércia), ou seja, mantermos
um mesmo comportamento.
Podemos interpretar esse comportamento da seguinte forma: “
todos os corpos são preguiçosos “, não desejamos modificar nosso
estado atual. Existe uma forte resistência. Se estamos em movimento,
queremos continuar em movimento e se estamos parados, não
desejamos nos mover. Essa preguiça é chamada pelos físicos de
inércia e é característica de todos os corpos dotados de massa.

74 Cissa Grilli
Essa característica humana faz com que as pessoas resistam a
buscar um nível elevado de evolução. Somente as pessoas que são
submetidas a uma força externa maior que a inércia, saem desse
padrão (2ª Lei de Newton – Princípio Fundamental da Dinâmica /
Atitude), ou seja, quanto maior a força aplicada, força de vontade e
menor a resistência, mais rápido será o processo de aprendizado e
de evolução.
Uma pessoa buscará evolução no momento em que perde
o emprego e precisa se recolocar no mercado de trabalho ou até
mesmo mudar de profissão. Também em algum momento da vida
em que precise tomar decisões importantes. Quando o que se tem
não é o suficiente para que se sinta confortável, quando se dá conta
de que quer e precisa de um relacionamento duradouro, ou seja,
todas as situações em que se faz necessário sair da zona de conforto.
Apenas com um estímulo externo muito forte e sem resistência,
se vence a inércia. É comum adiarmos e prolongarmos o estado
atual pois nosso sistema está acostumado a esse padrão. Quebrar
um padrão é a maneira mais eficaz e edificada para alcançar novos
objetivos.” Quer chegar onde ninguém chegou, faça o que ninguém
faz”. Vença suas próprias resistências, observe onde está, onde quer
chegar, trace planos, coloque os em prática no hoje, para fazer do
amanhã um novo ponto de partida.
Talvez sua resistência seja mais forte que seus estímulos.
Busque ajuda de um profissional, um coaching ou um terapeuta
pode te ajudar a vencer suas resistências. Quando nos damos conta
de que não podemos fazer sozinhos e tomamos a decisão de pedir
ajuda, já podemos afirmar que vencemos o primeiro desafio para
sair da inércia.
A partir do momento em que você se compromete a observar
seus pensamentos, através de auto reflexão e no mesmo momento
converte-los para um prisma positivo, você reagirá positivamente
à absolutamente tudo, gerando sensações que te libertarão das
prisões emocionais, resultando em ações e resultados de sucesso
(3ª Lei de Newton – Principio da Ação e Reação)

Ser Humano - O jeito humano de ser 75


Leis de Newton
1a Lei de Newton
Princípios da Inércia
“ Um corpo em repouso tende a permanecer
em repouso, e um corpo em movimento
tende a permanecer em movimento.”

Conclui-se que um corpo só altera


seu estado de inércia, se alguém, ou
alguma coisa aplicar nele uma força
resultante diferente de zero.

2a Lei de Newton
Princípio Fundamental da Dinâmica
“Força é sempre diretamente proporcional
ao produto da aceleração de um
corpo pela sua massa.”

Concluindo que quanto maior a


força de vontade sobre a sua
resistência de aprendizado,
mais rápido será sua aceleração
(velocidade) de aprendizado.

3a Lei de Newton
Princípio da Reação
AÇÃO
“As forças atuam sempre em
pares, para toda força de ação,
existe uma força de reação” REAÇÃO
Volta ao
Para toto comportamento, avanço
estado inicial
ou mudança, necessita uma ação para sofrer uma
(agir) para se obter uma reação nova REAÇÃO
(resultado).

76 Cissa Grilli
A importância do
aqui e agora
Devemos nos manter no aqui-e-agora perante nossos conflitos
para não deixamos nosso cérebro nos enganar. O que realmente
existe é o hoje, esse momento é real, está acontecendo agora. Comece
hoje o que tem que ser feito! Tomadas de atitudes são necessárias
para as mudanças e aqui-e-agora é o ponto de partida para o
sucesso. Qualquer lembrança do passado ou projeção do futuro que
você vive eles no agora, está usando energia do presente para se
lançar ao futuro ou ao passado. Para estar vivo, você precisa de
energia. Todo tipo de energia agora! Se insistirmos manter nossos
pensamentos no passado ou em projeções futuras, falta energia
para viver o hoje. É pouco inteligente gastar energia para qualquer
outra coisa que não seja no presente, pois o que realmente existe
é o agora, nesse momento você está aqui lendo esse livro. Isso é
real, está acontecendo. Mantenha sua mente somente no que você
pode fazer hoje para alcançar seus objetivos. Isso não significa que
você não possa fazer planos. Tenha metas e coloque-as no papel
hoje, prestando atenção que hoje você está escolhendo algo para
seu futuro.

Ser Humano - O jeito humano de ser 77


O mundo foi feito
para dar certo
Uma coisa é certa, o CRIADOR, fez o mudo para dar certo, e
qualquer atitude ou comportamento que não condiz com valores de
amor, honestidade, verdade e gratidão tende ao fracasso. Por mais
perfeito que o plano parece, se os valores não forem nobres, cedo ou
tarde cai por terra. Isso significa que você nunca deve tomar atalhos,
siga o caminho correto. Faça as coisas que tem que ser feitas sem
pressa, mesmo que demore algum tempo para suas conquistas.
Esqueça o tempo, ele vai passar, você não consegue controlar o
tempo. Faça dos seus objetivos, motivos reais para sua vivencia.
Certa vez em um atendimento de coaching uma pessoa me
relatou que tinha um sonho de fazer medicina, mas o empecilho era
o tempo, pois a faculdade de medicina levaria mais de 8 anos da sua
vida para ser concluída. Sem pestanejar alertei, os anos vão passar
com você na faculdade ou não. Talvez fosse mais inteligente usar
esses 8 anos para seu sonho.
Não importa quantos anos você leve para construir sua casa,
ou abrir seu próprio negócio, comece hoje a erguer as estruturas.
O tempo passa e passa rápido demais sem nos darmos conta, esse
dia chega.

78 Cissa Grilli
Identificando sentimentos
Procure identificar o sentimento enquanto ele está a acontecer,
no aqui-e-agora. Pergunte a si mesmo:
• Como é que me sinto agora?
>> Estou triste?
>> Zangado?
>> Contente?
>> Confuso?
>> Feliz?
>> Ansioso?
Admita o sentimento e encontre a razão pela qual se sente assim.
Desenvolva a introspecção, discernimento e o autoconhecimento.
Lembre-se, nos sentimentos não existe certo ou errado ou qualquer
tipo de moralismo. Talvez tenha nascido na mente coletiva e não na
sua. Evite julgar ou criticar o sentimento.
• Qual o sentido deste sentimento?
• O que é que estou sentindo (sentimento)?
Identifique a “fonte”, a “raiz” do sentimento. Desenvolva a
autoconsciência e a responsabilização.
• O que é que está a provocar este sentimento?
Nasceu da sua criação, do meio onde vive, e lembre-se, seja lá
de onde veio, você somente você, escolheu aceitar essa crença como
verdade e, portanto, pode desfazer-se dela.
Você está no controle da sua mente. No meio de uma tempestade,
mudar o curso do barco, as vezes é sinal de sabedoria em prol a
sobrevivência.
Partilhe com alguém de confiança e disponível para ouvir, os
seus pensamentos e sentimentos. Alguém que tenha a capacidade

Ser Humano - O jeito humano de ser 79


em ouvir ativamente. Evite julgar ou criticar os sentimentos e
desenvolva o habito de falar dos seus sentimentos.
Reconheça e valorize os seus sentimentos, e os dos outros.
Desenvolva a empatia, espontaneidade, honestidade, a reciprocidade
e a autenticidade. Lembre-se que o “ mapa do outro não é seu
território”. A primeira vez que escutei essa frase, no primeiro curso
de PNL que participei, me parecia uma frase complexa demais para
meu pouco conhecimento. Se raciocinarmos sobre ela, entenderá
o mapa é o cérebro de alguém que contém toda uma história de
vida. Ninguém conhece mais esse mapa do que o próprio dono.
Esse território pertence àquele mapa e o seu mapa pertence ao
seu território. Você vê a vida e as situações, segundo o seu prisma.
Simplesmente respeite o próximo como a si mesmo.
Acredite, você é resultado da somatória de células mais bem-
sucedida. Você é um vencedor! Já nasceu com essa condição. Para
ser o que é, ganhou a primeira e a mais importante competição de
toda a sua existência. Uma disputa mais concorrida do que qualquer
vestibular. Fez os pontos necessários da loteria e ganhou sozinho o
prêmio. Você teve intuição, perseverança, força, garra, fé, contrariou
estatísticas, desafiou regras matemáticas de probabilidade e driblou
a sorte. Derrotou outros 300 milhões de concorrentes; Você Nasceu!
Aprenda a gerir as emoções de uma maneira construtiva. Mova
suas ações ao serviço de um bem maior espiritual, imaterial e
individual. Algo maior que você acredite, não religioso sem dogmas
e divindades. Algo que o transcende, que o surpreende, o inspira,
que o motive, que o liberte, que o orienta nos momentos complexos
e o aceite como é, pois, tudo faz parte de uma criação e pertence ao
seu Criador.
Nesse momento se pergunte:

Quem sou eu...


80 Cissa Grilli

Você também pode gostar