Você está na página 1de 83

Genética aplicada

Prof. Me Genilson Júnior


Estrutura de Nucleotídeos e
Ácidos Nucléicos
Ácidos Nucléicos: Estrutura
Química
Ácidos Nucléicos: Estrutura Química

Nucleosídeo
Ácidos Nucléicos: Estrutura Química
Ácidos Nucléicos: Estrutura Química
Ácidos Nucléicos: Estrutura Química
Ácidos Nucléicos: Estrutura
Molecular
Ácidos Nucléicos: Estrutura Molecular
Ácidos Nucléicos: Estrutura Molecular
Ácidos Nucléicos: Estrutura Molecular
Dupla hélice
Dupla hélice
Formas tridimensionais
Formas tridimensionais
DNA x RNA
Propriedades que devemos
levar em consideração
Metabolismo do DNA
Mapa cromossômico da
E. coli
Metabolismo do DNA
Regras fundamentais da
Replicação do DNA
Como o DNA é replicado?
Como o DNA é replicado?
Regras fundamentais
Regras fundamentais

Eucariotos = Várias origens de replicação


Regras fundamentais
Quem participa da replicação?
Onde a replicação é iniciada?
Origem de replicação:
‐ Sequência específica para ligação de proteínas iniciadoras (promovem
abertura da dupla hélice)

Sequência Sequência
Abertura e desenrolamento
Abertura e desenrolamento
Uma vez aberta...
DNA Polimerase I
Contribuição geométrica dos pares de
bases para a fidelidade da replicação do
DNA
O problema da iniciação
DNA Polimerase I – Outras
funções
DNA Polimerase III – A
verdadeira responsável
A síntese é contínua numa fita
e descontínua na outra...
A síntese é contínua numa fita
e descontínua na outra...
Substituição dos primers e
fechamento
Diagrama da forquilha de
Replicação (E. coli)
Maquinária: DNA Replicase/
replissomo

• Separação das Fitas: Helicases


• Estresse Topológico: Topoisomerases (girase)
• Manutenção da “bolha”: SSB
• Adição de Iniciadores: Primases
• Polimerização (adição de nucleotídeos):
Polimerase III
• Retirada dos primers : Polimerase I
• Fechamento dos cortes: DNA Ligase
Término da replicação
Problemas ao término
Telômeros e Telomerase
Telômeros e Telomerase

• Tamanho do telômero e
envelhecimento em humanos:
distúrbios chamados progerias
(envelhecimento prematuro),
como Síndrome de Werner e
Síndrome Hutchinson‐Gilford
(HGPS)

Estimativa de vida: 14 – 16 anos


Incidência: 1 em 8.000.000
Dogma central da biologia molecular
e a transcriptase reversa
Reações da Transcriptase
reversa
Transcrição

Produção de RNA a partir da fita de DNA


O princípio da transcrição
Diferenças
Visão geral
Fita codificadora (sense)
Unidade de transcrição
Unidade de transcrição
sequências
Região promotora
RNA Polimerase – Procariota
Iniciação da transcrição
Iniciação da transcrição
Extensão da transcrição

A extremidade 5' do RNA liberado fica disponível para


tradução

Procariotos - Transcrição e Tradução podem


ocorrer concomitantemente.

Eucariotos - mRNAs recém‐sintetizados precisam


atravessar a membrana nuclear até atingirem os
ribossomos no citoplasma, sofrendo uma série de
modificações.
Extensão da transcrição
Término da transcrição
Término não dependente de Rho
Término Rho-dependente

• Não existe uma sequência rica em A e sim rica em CA


(reconhecida por rô)

• Término da transcrição precisa de uma proteína auxiliar →


rô(ρ), atividade de helicase (rompe o híbrido RNA‐DNA)
RNA polimerase - Eucariotos
Região promotora

Reconhecimento de regiões consensas (RNA polimerase II)


Região promotora - Eucariotos
Fatores transcricionais

• Interagem com o promotor


para iniciar a transcrição
• Várias subunidades (10‐15)
com funções específicas na
transcrição
• Fatores de transcrição (TF)
não fazem parte da RNA
polimerase
• TF ligam‐se previamente ao
DNA e depois as RNA
polimerases
• TF são específicos para cada
RNA pol (TFI, TFII e TFIII)
Pré mRNA (núcleo)

Adição do CAP 5’
Pré mRNA (núcleo)
Adição da cauda PoliA
Visão geral (ainda no núcleo)

Splicing
Splicing como forma de
variação

Gene da Calcitonina

Calcitonina ou CGRP
mRNA
Tradução

Produção de proteínas a partir da fita de RNA


O código genético
Códons
tRNA e anticódon
tRNA e aa
Ribossomos (rRNA + proteínas)
Extensão e alongamento
Término

• Códons de terminação
(UAA, UAG, UGA);

• Fatores de terminação ou fatores de


liberação
Eucariotos: eRF
Procariotos RF‐1, RF‐2 e RF‐3

• RF ‐ Induzem peptidil‐transferase a
transferir o polipeptídeo para uma
molécula de água → liberação do
polipeptídeo do tRNA no sítio P.
Genética aplicada

Prof. Me Genilson Júnior