Você está na página 1de 4

Interbits – SuperPro ® Web

1. (Fgv 2018) Observe a imagem.

“Eu vou construir para você um irmão”, diz uma bolha de pensamento ao lado do retrato de
Trump, enquanto ele coloca sua mão em uma imagem de uma parede, composta por placas de
concreto de 26 pés de altura. Devido às ambições do presidente Trump de construir um muro
ao longo da fronteira entre os EUA e o México, o artista, então, considerou apropriado que
Trump esteja presente no muro mais controverso do mundo – um exemplo para ele do tipo de
muro fronteiriço que quer construir.

(www.washingtonpost.com. Adaptado)

A partir da imagem, do excerto e de conhecimentos sobre a geopolítica mundial, é correto


afirmar que o “muro mais controverso do mundo” em que Trump foi retratado separa
a) Israel da Síria.
b) Egito de Gaza.
c) Israel da Cisjordânia.
d) Cisjordânia de Gaza.
e) Líbano da Síria.

Resposta:

[C]

A alternativa correta é [C] porque o Muro da Cisjordânia, construído entre Israel e territórios
palestinos é um indicio da forte segregação que caracteriza o litígio entre judeus e palestinos.
As alternativas seguintes são incorretas porque não são áreas separadas por muros.

2. (Upf 2017) Além de apresentar uma multiplicidade de culturas e etnias, o continente africano
exibe, também, significativos contrastes naturais e socioeconômicos. Sobre as características
que marcaram/marcam o continente africano, é correto afirmar que
a) o continente africano caracteriza-se por um relevo predominantemente sedimentar no Norte
e por maciços cristalinos no Sul, além de apresentar um contorno retilíneo do seu litoral,
facilitando a ocorrência de portos marítimos.
b) a partir dos primeiros anos do século XXI, a África passou a receber investimentos da
crescente economia asiática, especialmente da chinesa, que apostou, principalmente, nos
recursos minerais e energéticos africanos.

Página 1 de 4
Interbits – SuperPro ® Web

c) a porção meridional da África é um conjunto de países com características histórica se


culturais que refletem a religião islâmica e a língua árabe e uma crescente economia voltada
para o mercado interno.
d) o processo de urbanização da África só está ocorrendo no século XXI, de forma ordenada,
mas lenta, pois só em 2015 o continente atingiu equilíbrio numérico entre a população
urbana e a população rural.
e) a região de altas latitudes é marcada por clima equatorial e escassez de chuvas, além de
extensas florestas preservadas.

Resposta:

[B]

A alternativa [B] está correta porque a China tem direcionado seus investimentos para o
continente africano em seu processo de expansionismo geopolítico e ao mesmo tempo,
garantindo o fornecimento de produtos primários para sua economia crescente. As alternativas
incorretas são: [A], porque a porção norte do continente registra terrenos orogênicos recentes
além de apresentar um litoral reto; [C], porque é na porção norte do continente que ocorre o
predomínio de população árabe muçulmana; [D], porque o processo de urbanização da África
se consolida a partir da década de 1970; [E], porque a África se encontra inserida em baixas
latitudes.

3. (Enade 2014)

O Brasil é um país extraordinariamente africanizado. E só a quem não conhece a África pode


escapar o quanto há de africano nos gestos, nas maneiras de ser e de viver e no sentimento
estético do brasileiro. Por sua vez, em toda a outra costa atlântica podem-se facilmente
reconheceros brasileirismos.
SILVA, A.C. O Brasil, a África e o Atlântico no século XIX. Estudos Avançados. 1994, p. 39-40.

Considerando o diálogo atlântico estabelecido entre europeus, africanos e brasileiros entre os


séculos XVI e XVIII, referido no mapa e no fragmento do texto, avalie as afirmações a seguir.

Página 2 de 4
Interbits – SuperPro ® Web

I. Os portugueses, pioneiros nas expedições de exploração da costa atlântica africana, desde o


início estavam interessados no comércio de escravos, que seriam vendidos, inicialmente, na
Europa e depois nas ilhas atlânticas, no Caribe e na América Espanhola.
II. A multiplicação das rotas comerciais transatlânticas estabelecidas pelos europeus ao longo
dos séculos XVI e XVIII, conforme observado no mapa, favoreceu o crescimento de cidades
do interior africano, visto que muitos povos buscavam nessa região, refúgio diante das
capturas ou do aprisionamento por guerra para o comércio de escravos.
III. Os intercâmbios produzidos pelo comércio atlântico promoveram a mútua influência entre
Brasil e África, como pode ser comprovado pelos laços estabelecidos entre comerciantes
baianos e africanos da Costa da Mina, em virtude do interesse desses últimos no tabaco
produzido na Bahia.
IV. O aumento da produção açucareira no século XVII desencadeou uma demanda
considerável por escravos que, nesse período, foram fornecidos pelos portos da Costa da
Mina e de Angola, estreitando ainda mais as relações desses com Salvador e o Rio de
Janeiro.

É correto apenas o que se afirma em


a) I.
b) II.
c) I e III.
d) II e IV.
e) III e IV.

Resposta:

[E]

Página 3 de 4
Interbits – SuperPro ® Web

Resumo das questões selecionadas nesta atividade

Data de elaboração: 22/08/2019 às 11:54


Nome do arquivo: Substituição de questões P3 EM3

Legenda:
Q/Prova = número da questão na prova
Q/DB = número da questão no banco de dados do SuperPro®

Q/prova Q/DB Grau/Dif. Matéria Fonte Tipo

1.............181335.....Elevada.........Geografia.......Fgv/2018..............................Múltipla escolha

2.............173060.....Média.............Geografia.......Upf/2017...............................Múltipla escolha

3.............157188...........................Componente Específico..............................Enade/2014
...............Múltipla escolha

Página 4 de 4