Você está na página 1de 21

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JATAÍ

Laboratório de Anatomia Humana e Comparativa

FISIOTERAPIA

ROTEIRO

Anatomia Humana I

Prof. Dr. Luiz Fernando Gouvêa e Silva

Jataí/GO – 2019
2
RESPEITO AO CADÁVER
Prof. Dr. Renato Locchi

(Súmula de Aula na Escola Paulista de Medicina)

A utilização do cadáver é uma tríplice lição educativa:

a) Instrutiva ou informativa, como meio de conhecimento da organização do corpo humano,


precedendo o estudo ao vivo.
b) Normativa, disciplinadora do estudo, pelo seu caráter metodológico e de precisão de linguagem.
c) Estético-moral pela natureza do material de estudo, o cadáver, e pelo método primeiro de
aprendizado, a dissecação que é a experiência e fuga reportante na contemplação da beleza e
harmonia de construção do organismo humano.

Essencialmente, porém, LIÇÃO DE ÉTICA e de HUMILDADE, porque:

01. É o cadáver do indigente - homem, mulher, criança, velho, marginal da vida, da família e da
sociedade: cadáver que como o indigente não é fato isolado da comunidade, mas seu reflexo,
dela provindo: cadáver que é o meio para o vivo como o doente o é para a sociedade.
02. Cadáver cujos despojos miseráveis no "abandono da morte parecem ainda sofrer e pedir
piedade"; partes mortas que serão vivificadas pelo calor da juventude estudiosa e de seu
sentimento de gratidão.
03. Cadáver de pessoa sem lar, abandonada, esquecida ou ignorada pela família e pela sociedade,
em parte ao menos, culpada; de pessoa que mal viveu, do nascimento à agonia solitária, sem
amparo e sem conforto amigo; vida que de humana só recebe apelido.
04. Cadáver de um "Irmão em Humanidade", que não teve ilusões, descrente e sofrido; de pessoa
que quanto mais atingida pela desventura, mais se aproximava da mesa de dissecação, como
prêmio à sua desgraça.
05. Cadáver de alguém, que se foi inútil, oneroso ou mesmo nocivo à sociedade, paga pelo
conhecimento que proporciona aos futuros Biólogos, Dentistas, Fisioterapeutas, Médicos,
Psicólogos e Profissionais do Curso de Educação Física, com alto juro o mal que se lhe atribui,
do qual é mais vítima que culpado.
06. Que é de alguém e não de um de nós - eu ou um dos senhores - apenas pelo capricho do jogo
do acaso do destino genético.
07. Cadáver de um anônimo que adquire valor de um símbolo - cadáver desconhecido - e assim
ultrapassa o limite estreito de nome e, despersonalizado, distribui elementos para o bem
coletivo sem ter conhecimento que antes, durante ou depois de sua imolação, do seu destino a
um trágico tempo e de redenção.
08. Despojoso de alguém, que pelo seu sacrifício tudo oferece sem nada haver recebido; que dá sem
saber que dá, e por isso, sem conhecer a recompensa da gratidão e sem sentimento de valor de
sua dádiva generosa, na mais nobre expressão de caridade universal: caridade humilde e
indigente para humildes e poderosos.
09. O cadáver que dissecado, desmembrado, simboliza outra forma de crucificação para o bem e
marca o sentido profundamente humano da Medicina e dos Cursos da Área Biomédica.
10. O material de estudo da Anatomia Humana transcende, pois ao simples valor do meio ou objeto
de aprendizado; e nos fale em linguagem universal que nos educa na humildade da limitação
humana.
Eis porque na austeridade do ambiente do laboratório de dissecação a atitude física, mental e
verbal do aluno deve ser de sobriedade, meditação e elevada compostura, manuseando as peças
anatômicas com o mais profundo respeito e carinho.
3

ORAÇÃO AO CADÁVER DESCONHECIDO

"Ao curvar-te com a

lâmina rija de teu bisturi

sobre o cadáver

desconhecido, lembra-te que

este corpo nasceu do amor

de duas almas; cresceu

embalado pela fé e

esperança daquela que em

seu seio o agasalhou, sorriu

e sonhou os mesmos sonhos

das crianças e dos jovens;

por certo amou e foi amado e sentiu saudades dos outros que partiram,

acalentou um amanhã feliz e agora jaz na fria lousa, sem que por ele tivesse

derramado uma lágrima sequer, sem que tivesse uma só prece. Seu nome

só Deus o sabe; mas o destino inexorável deu-lhe o poder e a grandeza de

servir a humanidade que por ele passou indiferente."

Karl Rokitansky (1876)


Ao cadáver, respeito e agradecimento

(Fonte: www.sbanatomia.com.br)
4

ANATOMIA HUMANA I

Prof. Dr. Luiz Fernando Gouvêa e Silva

Ementa
Introdução ao estudo da anatomia humana. Estudo analítico e descritivo da organização
macroscópica e topográfica dos sistemas esquelético, articular, muscular, tegumentar e endócrino.

Competências
 Dominar linguagem específica para descrever e localizar estruturas no corpo humano;
 Compreender a relação entre forma e função;
 Localizar e descrever os diferentes componentes do aparelho locomotor e sistemas
tegumentar e endócrino;
 Compreender as funções dos diferentes componentes do aparelho locomotor e sistemas
tegumentar e endócrino;
 Compreender a integração dos sistemas esquelético, articular e muscular para a realização
do movimento;

Conteúdo
 Introdução ao estudo da Anatomia Humana e conceitos gerais.
 Sistema Tegumentar
 Sistema Endócrino
 Sistema Esquelético (Osteologia).
 Sistema Articular (Artrologia).
 Sistema Muscular (Miologia).
5

Referência Bibliográfica
DANGELO, J.G.; FATTINI, C.A. Anatomia Humana Sistêmica e Segmentar. 3ª ed. Rio de Janeiro:
Atheneu. 2007.
MOORE, K.L. – Fundamentos de Anatomia Clínica. 6ª ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2011.
VAN DE GRAAFF, K.M. Anatomia Humana. 6ª ed. Barueri: Manole. 2003.
TORTORA, G.J.; NIELSEN, M.T. Princípios de anatomia humana. 12 ed. Rio de Janeiro: Guanabara
Koogan, 2013.
TORTORA, G. J.; DERRICKSON, B. Princípios de anatomia e fisiologia. 12. ed. Rio de Janeiro: Guanabara
Koogan, 2013.
NETTER, F.H. Atlas de anatomia humana. 5ª ed. Porto Alegre: Artmed, 2011.
SOBOTTA, J. Altas de anatomia humana. 22ª ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2006.
SCHUNKE, M.; SCHULTE, E. SCHUMACHER, U. Prometheus: atlas de anatomia: anatomia geral e
sistema locomotor. 2. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2013.
TERMINOLOGIA ANATÔMICA: terminologia anatômica internacional / tradução da Co-missão de
Terminologia Anatômica, Sociedade Brasileira de Anatomia. São Paulo: Ma-nole, 2001.
MIRANDA, E. Bases de Anatomia e Cinesiologia. 7.ed. Rio de Janeiro: Sprint, 2008.
TORTORA, G; GROSOWSKI, S.R. Corpo humano: fundamentos de anatomia e fisiolo-gia. 6ª ed. Porto
Alegre: Artmed, 2006.
ROHEN, J.W.; YOKOSHI, C.; Lütjen-Drecoll, E. Anatomia Humana: atlas fotográfico de anatomia
sistêmica e regional. 8. ed. São Paulo: Manole, 2016.

Avaliações
DATA AVALIAÇÃO PONTUAÇÃO
05/04/19 Avaliação Teórica – T1 2,0
(introdução à anatomia/sistema tegumentar/sistema endócrino)
05/04/19 Avaliação Prática – P1 2,0
(introdução à anatomia/sistema tegumentar/sistema endócrino)
24/05/19 Avaliação Teórica – T2 4,0
(sistema esquelético/sistema articular)
24/05/19 Avaliação Prática – P2 4,0
(sistema esquelético/sistema articular)
05/07/19 Avaliação Teórica – T3 4,0
(sistema muscular)
05/07/19 Avaliação Prática – P3 4,0
(sistema muscular)

A nota final será calculada da seguinte maneira:


1ª nota parcial (NP1) = T1 + T2 + P2.
2ª nota parcial (NP2) = P1 + T3 + P3
Nota Final (NF) = (NP1 + NP2)/2
6

CRONOGRAMA
Dia da Semana: Sexta-feira
Horário: Teórica – 7:30 às 9:10h
Prática 1 – 9:30 às 11:10h Prática 2 – 13:30 às 15:10h Prática 1 – 15:30 às 17:10h

Carga Horária: 64 h/a (Teórica: 32h/a; Prática: 32h)


DATA AULA CONTEÚDO LOCAL
Teórica Apresentação da disciplina / Introdução ao estudo da Sala e Lab. de
15/03/19
Prática Anatomia Anatomia
Teórica Sala e Lab. de
22/03/19 Sistema Tegumentar
Prática Anatomia
Teórica Sala e Lab. de
29/03/19 Sistema Endócrino
Prática Anatomia
Teórica AVALIAÇÃO TEÓRICA – T1 Sala
05/04/19
Prática AVALIAÇÃO PRÁTICA – P1 Lab. de Anatomia
Teórica Entrega e correção da avaliação Sala e Lab. de
12/04/19
Prática Sistema Esquelético: generalidades Anatomia
19/04/19 FERIADO
Teórica Sala e Lab. de
26/04/19 Sistema Esquelético: esqueleto axial
Prática Anatomia
Teórica Sala e Lab. de
03/05/19 Sistema Esquelético: esqueleto apendicular
Prática Anatomia
Teórica Sala e Lab. de
10/05/19 Sistema Articular: generalidades
Prática Anatomia
Teórica Sala e Lab. de
17/05/19 Sistema Articular: articulações sinoviais
Prática Anatomia
Teórica AVALIAÇÃO TEÓRICA – T2 Sala
24/05/19
Prática AVALIAÇÃO PRÁTICA – P2 Lab. de Anatomia
31/05/19 FERIADO
Teórica Entrega e correção da avaliação Sala e Lab. de
07/06/19
Prática Sistema Muscular: generalidades Anatomia
Teórica Sala e Lab. de
14/06/19 Sistema Muscular: cabeça, pescoço e tronco
Prática Anatomia
21/06/19 FERIADO
Teórica Sala e Lab. de
28/06/19 Sistema Muscular: membros superiores e inferiores
Prática Anatomia
Teórica Sala e Lab. de
29/06/19 Revisão do sistema muscular
Prática Anatomia
Teórica AVALIAÇÃO TEÓRICA – T3 Sala
05/07/19
Prática AVALIAÇÃO PRÁTICA – P3 Lab. de Anatomia
Teórica Entrega e revisão das avaliações. Fechamento das notas Sala e Lab. de
12/07/19
Prática e encerramento da disciplina Anatomia
Observação: Os conteúdos acima descritos estão sujeitos a mudanças, para promover uma melhor
assimilação do conhecimento.

“Pensar para acertar.


Calar para resistir.
Agir para vencer.”
(RENATO KEHI)
7
CONCEITOS GERAIS

Introdução à Disciplina de Anatomia Humana


 Anatomia
☺Conceito (ANA = em partes; TOMEIN = Cortar);
 Cadáver
☺Conceito (Dissecare = Dissecar = Cortar).
 Campos de Estudo da Anatomia
☺Citologia ☺Histologia ☺Embriologia
☺Anatomia Topográfica ou Regional ☺Comparativa ☺Superfície
☺Radiológica ☺Anatomia Sistêmica.
 Níveis Estruturais Básicos (Constituição do Corpo Humano)
☺Átomos ☺Moléculas ☺Células ☺Tecidos
☺Órgãos ☺Sistemas ☺Aparelhos ☺Organismo
 Conceito de
☺Normal ☺Variação Anatômica
☺Anomalia ☺Monstruosidade.
 Fatores Gerais de Variação
☺Idade ☺Sexo ☺Raça
☺Biótipo (Longilíneo, brevilíneo e mediolíneo)
 Nomenclatura Anatômica
☺Epônimos ☺Terminologia Anatômica
☺Abreviaturas: a.=artéria; v.=veia; m.=músculo; n.=nervo; r.=ramo; gl.=glândula; lig.=ligamento;
fasc.= fascículo.
 Posição Anatômica:
☺Posição de descrição anatômica
 Planos de delimitação do Corpo Humano
☺superior/inferior ☺anterior/posterior ☺lateral direito/ lateral esquerdo
 Planos de secção Corpo Humano
☺sagital mediano ☺frontal ☺transversal ☺oblíquo
 Eixos do Corpo Humano
☺sagital ☺longitudinal ☺transversal.
 Termos que indicam Posição, Direção e Situação
☺superior/inferior ☺anterior/posterior ☺medial/lateral
☺médio/intermédio ☺mediano ☺proximal/distal
8
☺interno/externo ☺superficial/profundo.
 Termos Regionais
☺Cervical ☺Torácico ☺Lombar ☺Sacral
☺Coccígeo ☺Plantar ☺Palmar ☺Axilar.
 Cavidades do Corpo Humano
☺Craniana ☺Vertebral ☺Torácica
☺Abdominal ☺Pélvica.
 Divisão do Corpo Humano
9

SISTEMA TEGUMENTAR
ESTUDO PRÁTICO
Estrutura da Pele:
☺Epiderme ☺Derme ☺Tela subcutânea ou hipoderme
Estruturas Acessórias da Pele:
PELO E CABELO
☺Haste do pelo ☺Raiz do pelo ☺Folículo piloso
☺Bulbo do pelo ☺Músculo eretor do pelo ☺Plexo da raiz do pelo
GLÂNDULAS
☺Glândula sebácea ☺Glândula sudorífera apócrina ☺Glândula sudorífera écrina
☺Glândula ceruminosa ☺Glândula mamária
UNHA
☺Raiz da unha ☺Corpo da unha ☺Margem livre da unha
☺Lúnula ☺Hiponíquio ou Leito ungueal ☺Eponíquio ou Cutícula

☺Matriz da unha
10

SISTEMA ENDÓCRINO
ESTUDO PRÁTICO
HIPOTÁLAMO / GLÂNDULA HIPÓFISE / GLÂNDULA PINEAL:
☺Cérebro ☺Telencéfalo ☺Diencéfalo ☺Tálamo
☺Hipotálamo ☺Sulco hipotalâmico ☺Túber cinéreo ☺Infundíbulo
☺Hipófise: adeno-hipófise neuro-hipófise
☺Epitálamo ☺Glândula pineal
GLÂNDULA TIREÓIDE:
☺Lobo direito ☺Lobo esquerdo ☺Istmo
GLÂNDULAS PARATIREÓIDES:
☺Glândula paratireóide superior direita ☺Glândula paratireóide superior esquerda
☺Glândula paratireóide inferior direita ☺Glândula paratireóide inferior esquerda
GLÂNDULAS SUPRA-RENAIS:
☺Córtex da gl. supra-renal ☺Medula da gl. supra-renal
PÂNCREAS:
☺Cabeça ☺Corpo ☺Cauda
☺Ducto pancreático ☺Ducto pancreático acessório
OVÁRIOS
TESTÍCULOS
11

INTRODUÇÃO AO APARELHO LOCOMOTOR


(OSTEOLOGIA - ARTROLOGIA - MIOLOGIA)

1. Conceito de Aparelho Locomotor


2. Composição do Aparelho Locomotor

OSTEOLOGIA
ESTUDO PRÁTICO
I - SISTEMA ESQUELÉTICO:
☺Osso compacto ☺Osso esponjoso ☺Díploe
☺Face articular ☺Cavidade medular ☺Epífise
☺Diáfise ☺Periósteo ☺Esqueleto axial
☺Esqueleto apendicular

II - ESQUELETO AXIAL
☺Crânio (neurocrânio e vícero-crânio) ☺Hióide ☺Coluna Vertebral
☺Esterno ☺Costelas

III - ESQUELETO APENDICULAR:

A- OSSOS DO MEMBRO SUPERIOR:


☺Escápula ☺Clavícula ☺Úmero ☺Ulna
☺Radio ☺Carpo ☺Metacarpo ☺Falanges

B- OSSOS DO MEMBRO INFERIOR:


☺Osso do Quadril ☺Fêmur ☺Patela ☺Tíbia
☺Fíbula ☺Tarso ☺Metatarso ☺Falanges

OSTEOLOGIA DO CRÂNIO, COLUNA VERTEBRAL E TÓRAX

I - OSSOS DO CRÂNIO
 Osso Frontal: ☺Glabela ☺Incisura supra-orbital / Forame ☺Seio Frontal
☺Margem supra-orbital
 Osso Temporal: ☺Processo Mastóideo ☺Processo Estilóide
☺Processo Zigomático ☺Meato Acústico Externo ☺Meato Acústico Interno
☺Fossa Mandibular
 Osso Parietal: ☺Linha Temporal Superior ☺Linha Temporal Inferior
 Osso Occipital: ☺Forame Magno ☺Côndilos Occipitais
☺Protuberância Occipital Externa ☺Protuberância Occipital Interna
☺Linha Nucal Superior ☺Linha Nucal Inferior
 Osso Etmóide: ☺Crista Etmoidal ☺Lâmina Cribriforme ☺Lâmina Perpendicular
12
☺Concha Nasal Superior ☺Concha Nasal Média ☺Seio Etmoidal
 Osso Esfenóide: ☺Asa Menor ☺Asa Maior ☺Sela Turca
☺Tubérculo da Sela ☺Fossa Hipofisária ☺Dorso da Sela
☺Processo Clinóide Anterior ☺Processo Clinóide Posterior ☺Seio Esfenoidal
☺Processo Pterigóideo: Lâmina Lateral / Lâmina Medial
 Ossos Maxilares: ☺Espinha Nasal Anterior ☺Processo Palatino
☺Processos Alveolares Superiores ☺Seio Maxilar ☺Forame Infra-orbital
 Osso Zigomático: ☺Processo Temporal
 Mandíbula: ☺Processo Condilar ☺Processo Coronóide
☺Incisura ☺Ramo ☺Ângulo ☺Corpo
☺Protuberância Mentual
 Ossos Nasais
 Ossos Lacrimais
 Ossos Conchas Nasais Inferiores
 Ossos Palatinos: ☺Lâmina Horizontal ☺Lâmina Perpendicular
☺Espinha Nasal Posterior
 Osso Vômer

Crânio: ☺Órbita ☺Arco zigomático ☺Fossa Anterior do Crânio


☺Fossa Média do Crânio ☺Fossa Posterior do Crânio ☺Fontículo Anterior
☺Fontículo Posterior ☺Fontículo Ântero-lateral ☺Fontículo Póstero-lateral

 Forames Cranianos
☺Forame Magno (Bulbo; nervo acessório – XI; artéria vertebral)
☺Canal do Nervo Hipoglosso (nervo hipoglosso – XII)
☺Forame Jugular (n. glossofaríngeo – IX; n. vago – X; n. acessório – XI; veia jugular interna)
☺Forame ou incisura supra-orbita (n. supra-orbital, ramo do n. oftálmico; artéria supra-orbital)
☺Forame Mastóideo (vasos para as meninges do SNC)
☺Forame estilomastóideo (n. facial – VII)
☺Canal Carótido (a. carótida interna)
☺Meato Acústico Interno (n. vestibulococlear – VIII; n. facial – VII)
☺Canal Óptico (n. óptico – II; a. oftálmica)
☺Fissura Orbital Superior (n. oculomotor – III; n. troclear – IV; n. oftálmico, ramo do n. trigêmeo
– V; n. abducente – VI; v. oftálmica)
☺Forame Redondo (n. maxilar, ramo do n. trigêmeo – V)
13
☺Forame Oval (n. mandibular, ramo do n. trigêmeo – V)
☺Forame Espinhoso (vasos para as meninges do SNC)
☺Forame Lacerado (n. petroso maior)
☺Fissura Orbital Inferior (n. maxilar, ramo do n. trigêmeo – V)
☺Forames da Lâmina Cribriforme (ramos do n. olfatório – I)
☺Forame Mentual (n. mentual, ramo do n. mandibular – n. trigêmeo – V; vasos mentuais)
☺Forame da Mandíbula (n. alveolar inferior, ramo do n. mandibular – n. trigêmeo – V; vasos
alveolares inferiores)

II - OSSOS DA COLUNA VERTEBRAL

 Identificar as vértebras:
☺Cervicais (C1 a C7)
☺Torácicas (T1 a T12)
☺Lombares (L1 a L5)
☺Sacrais (S1 a S5)
☺Coccígeas (Co1 a Co4)

 Coluna Vertebral:
Curvaturas Normais:
☺Curvatura Cervical ☺Curvatura Torácica
☺Curvatura Lombar ☺Curvatura Sacral
Curvaturas Patológicas:
☺Cifose ☺Lordose ☺Escoliose.

 Estrutura Geral das Vértebras


☺Corpo da Vértebra ☺Arco Vertebral (lâminas e pedículos vertebrais)
☺Forame Intervertebral ☺Forame Vertebral ☺Processo Articular Superior
☺Processo Articular Inferior ☺Canal Vertebral ☺Processo Transverso
☺Processo Espinhoso

 Vértebras Cervicais
☺Forame Transverso ☺Processo Espinhoso Bífido
☺Atlas: arco anterior / arco posterior / tubérculo anterior / tubérculo posterior / fóvea do dente
☺Áxis: dente ou processo odontóide ☺Vértebra Proeminente

 Vértebras Torácicas: ☺Fóvea costal do processo transverso ☺Fóvea costal superior


☺Fóvea costal inferior

 Sacro
☺Promontório ☺Forames Sacrais Anteriores ☺Forames Sacrais Posteriores
☺Canal Sacral ☺Crista sacral mediana ☺Cristal sacral lateral
☺Tuberosidade Sacral ☺Face auricular ☺Processo articular superior
14
☺Corno sacral ☺Asa do Sacro ☺Hiato Sacral

 Cóccix: ☺Corno coccígeo

III - CAIXA TORÁCICA:


☺Cavidade Torácica ☺Espaço Intercostal
 ESTERNO
☺Manúbrio do Esterno ☺Corpo do Esterno ☺Processo Xifóide
☺Ângulo do Esterno ☺ Incisura jugular

 COSTELAS
☺Costelas Verdadeiras ☺Costelas Falsas (Costelas Flutuantes) ☺Cartilagens Costais
☺Cabeça da costela ☺Colo da costela ☺Tubérculo da costela
☺Ângulo da costela ☺Corpo da costela

IV – OSSO HIÓIDE
☺Corpo ☺Corno Maior ☺Corno Menor

OSTEOLOGIA DOS MEMBROS SUPERIORES E INFERIORES

 Generalidades e Constituição do Esqueleto Apendicular Superior


I - Cíngulo Peitoral ou Cintura Escapular
 Clavícula: ☺Extremidade acromial ☺Extremidade esternal
 Escápula
☺Face Costal (Anterior) ☺Face Posterior ☺Acrômio
☺Margem Medial ☺Margem Lateral ☺Ângulo Superior
☺Ângulo Inferior ☺Incisura da Escápula ☺Processo Coracóide
☺Cavidade Glenóide ☺Espinha da Escápula ☺Fossa Subescapular
☺Fossa Supra-Espinhal ☺Fossa Infra-Espinhal ☺Tubérculo Supraglenoidal
☺Tubérculo infraglenoidal

II - Membro Superior
 Úmero
☺Cabeça o úmero ☺Colo anatômico ☺Tubérculo maior
☺Tubérculo menor ☺Sulco Intertubercular ☺Tuberosidade para o músculo deltóide
☺Corpo ☺Fossa do olécrano ☺Fossa radial
☺Fossa coronóidea ☺Epicôndilo lateral ☺Epicôndilo medial
☺Capítulo do úmero ☺Tróclea do úmero
 Rádio
☺Cabeça do rádio ☺Colo do rádio ☺Tuberosidade do rádio
☺Processo estilóide do rádio ☺Incisura ulnar
 Ulna
☺Olécrano ☺Processo coronóide ☺Incisura troclear
☺Incisura radial ☺Cabeça da ulna ☺Processo estilóide da ulna
 Carpo
Fileira Proximal: ☺Escafóide ☺Semilunar ☺Piramidal ☺Pisiforme
Fileira Distal: ☺Trapézio ☺Trapezóide ☺Capitato ☺Hamato
 Metacarpo:
15
☺1o, 2o, 3o, 4o e 5o metacarpo (Cabeça / Corpo / Base)
 Falanges
☺Falange proximal ☺Falange média ☺Falange distal

 Generalidades e Constituição do Esqueleto Apendicular Inferior


III - Cíngulo Pélvico ou Cintura Pélvica
☺Forame obturado ☺Acetábulo ☺Face semilunar
☺Fossa do acetábulo ☺Abertura Superior da Pelve ☺Abertura Inferior da Pelve
☺Linha terminal ☺Ângulo subpúbico
 Diferenças entre as pelves masculina e feminina
IV - Ossos do Quadril
 Ílio
☺Crista ilíaca ☺Fossa ilíaca ☺Face glútea
☺Espinha ilíaca ântero-superior ☺Espinha ilíaca ântero-inferior
☺Espinha ilíaca póstero-superior ☺Espinha ilíaca póstero-inferior
☺Incisura isquiática maior ☺Linha arqueada ☺Tuberosidade ilíaca
☺Face auricular
 Ísquio
☺Tuber isquiático ☺Espinha isquiática ☺Incisura isquiática menor
 Púbis
☺Ramo superior do púbis ☺Ramo inferior do púbis ☺Tubérculo púbico
☺Linha pectínea do púbis

V - Ossos do Membro Inferior


 Fêmur
☺Cabeça do fêmur ☺Fóvea da cabeça do fêmur ☺Colo do fêmur
☺Corpo do fêmur ☺Trocânter maior ☺Trocânter menor
☺Linha intertrocantérica ☺Crista intertrocantérica ☺Tuberosidade glútea
☺Linha áspera ☺Côndilo medial ☺Côndilo lateral
☺Face patelar ☺Epicôndilo medial ☺Epicôndilo lateral
☺Fossa intercondilar ☺Face poplítea
 Patela
☺Base da patela ☺Ápice da patela ☺Face articular medial ☺Face articular lateral
 Tíbia
☺Côndilo medial ☺Côndilo lateral ☺Tuberosidade da tíbia
☺Corpo ☺Maléolo medial ☺Incisura fibular
 Fíbula
☺Cabeça da fíbula ☺Corpo ☺Maléolo lateral
 Tarso
☺Tálus ☺Calcâneo ☺Navicular ☺Cubóide
☺Cuneiforme lateral ☺Cuneiforme intermédio ☺Cuneiforme medial
 Metatarso
☺1o, 2o, 3o, 4o e 5o metatarso (Base / Corpo / Cabeça)
 Falanges
☺Falange proximal ☺Falange média ☺Falange distal
 Hálux
 Arcos do Pé
☺Arco Longitudinal Medial ☺Arco Longitudinal Lateral ☺Arco Transverso
16

ARTROLOGIA
ESTUDO TEÓRICO
 Conceito de Articulações ou Junturas
 Classificação das Articulações:
☺Estrutural (Fibrosa, Cartilagínea e Sinovial)
☺Funcional (Sinartrose, Anfiartrose e Diartrose)
 Articulações Fibrosas:
Suturas (Sinartrose)
Tipos: ☺Planas ☺Escamosas ☺Serreadas ou Denteadas
Sindesmoses (Anfiartrose)
Gonfoses (Sinartrose)
* Sinostoses
 Articulações Cartilagíneas:
Sincondroses (Sinartrose): união por cartilagem hialina
Ex: ☺Esfeno-Occipital ☺1ª Esternocostal ☺Disco Epifisário
Sínfises (Anfiartrose): união por fibrocartilagem
 Articulações Sinoviais (Diartroses)
Características das Articulações Sinoviais e de seus componentes
☺Cavidade Articular ☺Cápsula Articular (Membrana Fibrosa / Membrana Sinovial)
☺Superfície Articular ☺Cartilagem Articular ☺Líquido Sinovial (Sinóvia)
Estruturas Assessórias
☺Discos ☺Meniscos ☺Lábios ou Orlas
Movimentos das Articulações Sinoviais
☺Deslizamento ☺Flexão, Extensão e Hiperextensão ☺Adução e Abdução
☺Rotação ☺Circundução ☺Supinação e Pronação
☺Inversão e Eversão ☺Elevação e Depressão ☺Flexão Plantar e Dorsiflexão
Classificação das articulações sinoviais:
De acordo com o número de ossos que se articulam:
☺Simples ☺Composta
De acordo com os eixos de movimentos:
☺Não Axial ☺Uniaxial ☺Biaxial ☺Poliaxial
De acordo com a presença de complemento (estrutura acessória):
☺Completa ☺Incompleta

ESTUDO PRÁTICO
17
I- ARTICULAÇÕES FIBROSAS:
 Sindesmoses : ☺ membranas interósseas do antebraço e perna
 Suturas
☺Sutura coronal ☺Sutura Sagital ☺Sutura Escamosa
☺Sutura Lambdóide ☺Sutura Internasal
 Gonfose
☺Sindesmose dentoalveolar

II- ARTICULAÇÕES CARTILAGÍNEAS:


 Sincondrose: ☺disco epifisário ☺ 1ª esterno-costal
 Sínfise
☺Sínfise Púbica
☺Sínfise Intervertebral: Discos Intervertebrais (núcleo pulposo / anel fibroso)

III- ARTICULAÇÕES SINOVIAIS:


 Articulação Esternoclavicular: ☺Disco articular ☺Ligamento interclavicular
☺Ligamento esternoclavicular anterior ☺Ligamento esternoclavicular posterior
 Articulação Acromioclavicular: ☺Menisco
☺Ligamento coracoclavicular (Ligamento conóide / Ligamento trapezóide)
 Articulação da Coluna Vertebral: zigoapofisária
☺Ligamento Longitudinal anterior ☺Ligamento Longitudinal posterior
☺Ligamento nucal ☺Ligamento supra-espinal ☺Ligamento inter-espinal
☺Ligamento intertransversário ☺Ligamento amarelo
 Articulações Intercarpais: ☺Ligamento carpal transverso
 Articulações Metacarpofalângicas
 Articulações Metatarsofalângicas
 Articulação Atlantoccipital
 Articulação Atlantoaxial: ☺Ligamentos alares ☺Ligamento cruciforme do atlas
 Articulação Temporomandibular: ☺Disco articular
☺Ligamento esfenomandibular ☺Ligamento estilomandibular
 Articulação Glenoumeral: ☺Ligamento Coracoacromial ☺Lábio glenoidal
☺Ligamentos capsulares ☺Ligamento transverso do úmero
☺Bolsa subdeltóidea ☺Bolsa subacromial
 Articulação do Cotovelo: ☺Ligamento Colateral ulnar
☺Ligamento Colateral radial ☺Ligamento Anular
 Articulação Radiocárpica: ☺Disco articular
☺Ligamento colateral ulnar do carpo ☺Ligamento colateral radial do carpo
 Articulações Interfalângicas: ☺Ligamentos colaterais
 Articulação do Quadril: ☺Lábio do acetábulo ☺Ligamento Iliofemoral
☺Ligamento Isquiofemoral ☺Ligmento Pubofemoral
☺Ligamento da cabeça do fêmur
 Articulação do Joelho: ☺Ligamento Colateral tibial ☺Ligamento Colateral fibular
☺Ligamento Patelar ☺Ligamento Cruzado anterior
☺Ligamento Cruzado posterior ☺Menisco medial ☺Menisco lateral
18
☺Ligamento poplíteo oblíquo ☺Ligamento poplíteo arqueado
☺Corpo adiposo suprapatelar ☺Corpo adiposo infrapatelar
☺Bolsa subcutânea pré-patelar ☺Bolsa subcutânea infrapatelar
☺Bolsa infrapatelar profunda
 Articulação do Tornozelo: ☺Ligamento Colateral medial (Lig. deltóideo):
- Parte tibiotalar posterior / Parte tibiocalcâneo / Parte tibionavicular / Parte tibiotalar
anterior
☺Ligamento Colateral lateral: Ligamento talofibular posterior / Ligamento calcaneofibular
/ Ligamento talofibular anterior
☺Ligamento Tibiofibular Anterior ☺Ligamento Tibiofibular Posterior
19

MIOLOGIA
PARTE PRÁTICA
 MÚSCULOS
☺Origem [Ponto Fixo] ☺Inserção [Ponto Móvel] ☺Ventre Muscular
☺Tendão ☺Fáscia Muscular ☺Aponeurose

MIOLOGIA DA CABEÇA, PESCOÇO E TRONCO

 Generalidades dos Músculos da Cabeça

 Músculos da Face
☺m. Occipitofrontal (ventre frontal / ventre occipital / Aponeurose epicrânica)
☺m. Orbicular do Olho ☺m. Zigomático maior ☺m. Zigomático menor
☺m. Orbicular da Boca ☺m. Bucinador ☺m. Risório ☺m. Nasal
☺m. Levantador do lábio superior ☺m. Abaixador do lábio inferior
☺m. Levantador do ângulo da boca ☺m. Abaixador do ângulo da boca
☺m. Mentual

 Músculos da Mastigação
☺m. Masseter ☺m. Temporal
☺m. Pterigoideo lateral ☺m. Pterigoideo medial

 Pescoço
Músculos Superficiais
☺m. Platisma ☺m. Esternocleidomastóideo ☺m. Trapézio (porção superior)

Músculos Supra-hióides
☺m. Digástrico (ventre anterior / ventre posterior) ☺m. Estilo-hióide
☺m. Milo-hióide ☺m. Genio-hióide

Músculos Infra-hióides
☺m. Esterno-hióide ☺m. Omo-hióide (ventre superior / ventre inferior)
☺m. Esterno-tireóideo ☺m. Tireo-hióide

Músculos Profundos – pré-vertebrais


☺m. Longo da cabeça ☺m. Longo do pescoço
☺m. Reto anterior da cabeça ☺m. Reto lateral da cabeça

- pós-vertebrais
☺m. Esplênio da cabeça ☺m. Semi-espinal da cabeça
☺m. Eretor da espinha (m. Espinal / m. Longuíssimo / m. Iliocostal – partes lombares,
torácicas e do pescoço) ☺m. Multífido
☺m. Rotatores curto e longo ☺m. Interespinal ☺m. Intertransverso

- músculos suboccipitais
☺m. reto posterior maior da cabeça ☺m. reto posterior menor da cabeça
☺m. oblíquo superior da cabeça ☺m. oblíquo inferior da cabeça

- para-vertebrais
20
☺m. Escaleno anterior ☺m. Escaleno médio ☺m. Escaleno posterior

 Generalidades dos Músculos do Tronco

 Músculos do Tórax
☺m. Intercostais Externos ☺m. Intercostais Internos ☺m. Intercostais Intímos
☺m. Peitoral Maior ☺m. Serrátil Anterior

 Músculos do Abdome
☺m. Reto do Abdome ☺m. Oblíquo Externo do Abdome
☺m. Oblíquo Interno do Abdome ☺m. Transverso do Abdome
☺m. Quadrado lombar

 Músculos do Dorso
☺m. Latíssimo do dorso ☺m. Serrátil póstero-superior ☺m. Serrátil póstero-inferior
☺m. Trapézio: porção superior porção média porção inferior

MIOLOGIA DOS MEMBROS SUPERIORES E INFERIORES

 Generalidades

 Músculos que Atuam no Cíngulo do Membro Superior


☺m. Peitoral menor ☺m. Serrátil anterior
☺m. Trapézio ☺mm. Romboides maior e menor ☺m. Levantador da escápula

 Músculos que Movem o Úmero


☺m. Peitoral maior ☺m. Latíssimo do dorso ☺m. Coracobraquial
☺m. Deltóide (porção anterior / porção média / porção posterior)
☺m. Redondo maior ☺m. Redondo menor
☺m. Subescapular ☺m. Supra-espinal ☺m. Infra-espinal

Manguito Rotador: m.__________________________; m.___________________________


m.__________________________; m.___________________________

 Músculos que Atuam no Rádio e na Ulna


☺m. Bíceps Braquial:  cabeça lateral cabeça medial
☺m. Braquial ☺m. Braquiorradial ☺m. Ancôneo
☺m. Tríceps Braquial: cabeça medial cabeça lateral cabeça longa
☺m. Supinador ☺m. Pronador redondo ☺m. Pronador quadrado

 Músculos que Movem a Mão e os Dedos


Grupo dos Músculos Flexores da Mão e dos Dedos
☺m. Flexor radial do carpo ☺m. Palmar longo ☺Flexor ulnar do carpo
☺m. Flexor superficial dos dedos ☺m. Flexor profundo dos dedos
☺m. Flexor longo do polegar

Grupo dos Músculos Extensores da Mão e dos Dedos


☺m. Extensor radial longo do carpo ☺m. Extenso radial curto do carpo
☺m. Extensor dos dedos ☺m. Extensor ulnar do carpo
21
☺m. Extensor do dedo mínimo ☺m. Extensor do indicador

Tabaqueira anatômica
☺m. Abdutor longo do polegar ☺m. Extenso curto do polegar
☺m. Extensor longo do polegar

Músculos Intrínsecos da Mão


☺m. Adutor do polegar ☺m. Oponente do polegar ☺m. Abdutor do dedo mínimo
☺m. Abdutor curto do polegar ☺m. Flexor curto do polegar
☺m. Flexor curto do dedo mínimo ☺m. Oponente do dedo mínimo
☺m. Lumbricais (1º ao 4º) ☺m. Interósseos dorsais (1º ao 4º)
☺m. Interósseos palmares (1º ao 4º)

 Músculos que Atuam no Fêmur


☺m. Iliopsoas: m. Psoas Maior m. Ilíaco
☺m. Glúteo Máximo ☺m. Glúteo médio ☺m. Glúteo mínimo
☺m. Tensor da Fáscia Lata ☺m. Pectíneo ☺m. Adutor Longo
☺m. Adutor curto ☺m. Adutor mínimo ☺m. Adutor Magno
☺m. Grácil ☺m. Piriforme ☺m. Gêmeo superior
☺m. Obturador interno ☺m. Gêmeo inferior ☺m. Quadrado femoral
☺m. Obturador externo

 Músculos que Agem na Tíbia e na Fíbula


☺m. Sartório ☺m. Poplíteo
☺m. Quadríceps Femoral: m. Reto Femoral m.Vasto Lateral
m.Vasto Intermédio m.Vasto Medial
☺m. Bíceps Femoral ☺m. Semitendíneo ☺m. Semimembranáceo
 Músculos que Movem o Pé e os Dedos
☺m. Tibial anterior ☺m. Fibular longo ☺m. Fibular curto
☺m. Gastrocnêmio ☺m. Sóleo ☺m. Extensor longo dos dedos
☺m. Plantar ☺m. Tibial posterior ☺m. Flexor longo dos dedos
☺m. Flexor longo do Hálux ☺m. Extensor longo do Hálux

Músculos Intrínsecos do Pé
☺m. Extensor curto dos dedos ☺m. Extensor curto do Hálux ☺m. Abdutor do Hálux
☺m. Abdutor do dedo mínimo ☺m. Flexor curto dos dedos ☺m. Quadrado plantar
☺m. Lumbricais (1º ao 4º) ☺m. Flexor curto do Hálux
☺m. Adutor do Hálux: cabeça oblíqua / cabeça transversa
☺m. Flexor curto do dedo mínimo ☺m. Interósseos dorsais (1º ao 4º)
☺m. Interósseos plantares (1º ao 4º)