Você está na página 1de 19

INTRODUÇÃO À NATAÇÃO

Conceitos, evolução histórica, benefícios e mercado de trabalho

Prof. Me: Michael N. S. Santana


micsantos@gmail.com
Seria legal cê aprender a nadar hein?? Vai que...
História da natação

O homem pré-histórico já nadava

 recolher alimento
 fugir dos perigos em terra (sobrevivência)

 Outras necessidades
História da natação

Os povos antigos (assírios, egípcios, fenícios, ameríndios, etc.) eram exímios


nadadores.

Entre os gregos, o culto da beleza física fez da natação um dos exercícios mais
importantes para o desenvolvimento harmonioso do corpo.

A natação começou a ser difundida somente após a primeira metade do século XIX,
realizando-se as primeiras provas em Londres- Inglaterra, em 1837.

No Brasil, a natação foi introduzida em 31 de julho de 1897, quando clubes Botafogo,


Gragoatá, Icaraí e Flamengo fundaram o Conselho Superior de Regatas e Federação
Brasileira das Sociedades de Remo.
Conceitos
A FINA* conceitua natação como “ação
de autopropulsão e auto-sustentação na
água que o homem aprendeu por instinto
ou observando os animais”.

Gomes (1995) diz que nadar significa


deslocar-se equilibradamente no meio
aquático, sem nenhum apoio.

“A natação é um esporte aquático que tem como objetivo imediato, para o


atleta, vencer uma determinada distância em meio líquido no menor tempo
possível” (NOLASCO et al., 2006).

*Federação Internacional de Natação. Disponível em: www.fina.org


Melhora da capacidade respiratória;

Redução da gordura corporal;

Melhora na força, RML e flexibilidade;

Melhora do equilíbrio e coordenação motora;

Ferramenta de socialização.

Benefícios da Natação
Mercado de trabalho

Clubes

Academias

Alto rendimento
Princípios e propriedades físicas aplicadas:
tipos de fluxo e arrasto
A abordagem das leis físicas e características do meio líquido facilita a
compreensão do movimento humano em imersão horizontal – são princípios e
propriedades do meio líquido.

Fluido – É qualquer substância não sólida capaz de escoar e assumir a forma


do recipiente que a contém.
Força causada pela ação dinâmica de um fluido que age na direção das
correntes livres do fluxo do fluido.

Arrastos ou força de resistência


Durante a prática da natação, encontram-se dois tipos de fluxo:

FLUXO LAMINAR
Caracteriza-se por movimentos suaves das moléculas
de água que não se misturam e adotam uma trajetória
única – caracterizado por camadas regulares e
paralelas de fluido.

FLUXO TURBULENTO
Há uma mistura das moléculas de água, que se
desalinham e formam redemoinhos, absorvendo
muito mais energia do que no fluxo laminar –
caracterizado pela mistura das camadas fluídicas
adjacentes.

Área de turbulência
Resistência do fluido = força de arrasto
O arrasto é uma força de atrito que, por se opor ao movimento, diminui a
velocidade do mesmo.

O atrito depende do:

- tamanho e da forma;
- da posição do corpo;
- da velocidade do fluido;
- da densidade do fluido;
- da temperatura do fluido (torna-o menos denso).
No Mar Morto, banhistas nadam
mas não afundam nas águas

 Localizado no Oriente Médio, mais


precisamente na divisa dos territórios de
Israel, Palestina e Jordânia.

 Os oceanos têm uma média de 35 g de sal


por litro de água, enquanto o mar Morto
tem quase 300 g.

 Mar Morto é o ponto mais baixo da Terra


(417 metros abaixo do nível do mar, para ser
exato).
Fluxo laminar

Fluxo turbulento

Forma de Asa
Arrasto mínimo
Não produz redemoinhos

Forma de Esfera
Arrasto médio
Poucos redemoinhos

Forma de Plano
Grande Arrasto
Muitos redemoinhos
Altura: 1,93
Arrastos
Os três tipos de arrasto que influenciam a propulsão do homem na água são:

Arrasto de forma: causado pela forma e direção do nadador, podendo ser


reduzido com uma melhor técnica de nado. Por exemplo: levar a cabeça à
frente e não para o lado durante a respiração no nado crawl aumenta o arrasto
de forma.
Arrastos

Arrasto de superfície ou de fricção da pele: causado pela fricção entre a água


e a pele do nadador. A raspagem de pelos e a utilização de maiôs especiais
visam reduzir a quantidade de arrasto de superfície.
Arrastos

Arrasto de onda: causado pela formação de ondas externas, criadas pelo


vento ou por outros nadadores, e ondas internas, criadas pelo próprio
indivíduo durante seu deslocamento.
http://www.rio2016.org.br/os-jogos/esportes/olimpicos/natacao

http://www.cbda.org.br/
http://www.fina.org/
Até a próxima!