Você está na página 1de 6

13/05/2019

DEFINIÇÃO

FIBRAS ➢ No Brasil, o Ministério da Saúde, portaria nº41, de


14/01/1998 da ANVISA, define fibras alimentares

ALIMENTARES (FA), como:

Qualquer material comestível de origem vegetal que não seja


hidrolisado pelas enzimas endógenas do trato digestivo humano,
determinado segundo o método 985.29 da AOAC* 15ª edição 1990
(método enzimático-gravimétrico) ou edição mais atual”

1 2

DEFINIÇÃO DEFINIÇÃO

CHO não
Consiste em digeríveis que
carboidratos Fibra
foram
não digeríveis Fibra isolados,
Alimentar Adicionada
e lignina que /funcional extraídos ou
são intactos e fabricados e
presentes nas que atribuem
plantas benefícios
(estruturais) fisiológicos aos
seres humanos

FIBRA TOTAL
3 4

FIBRAS SOLÚVEIS
PROPRIEDADES DAS FIBRAS
Propriedades fisiológicas

Podem absorver ou ligar nutrientes (redução na


➢ Em relação à solubilidade: Fibras Alimentares absorção LP; ácido biliar aumentando
excreção).
Solúveis (FAS):
AÇÕES
TIPOS FONTES
FISIOLÓGICAS Podem formar gel: reduz absorção de nutrientes;
Retardam o aumenta tempo trânsito.
Frutas, hortaliças, esvaziamento
Pectinas, gomas, gástrico e o
farelo de aveia,
hemiceluloses e trânsito intestinal
cevada, Podem se ligar à água: aumento volume fecal;
beta-glucanos
leguminosas Muito menor tempo trânsito – aumenta evacuações.
fermentáveis

5 6

1
13/05/2019

PROPRIEDADES DAS FIBRAS PROPRIEDADES DAS FIBRAS

➢ Capacidade de Absorção e Retenção de Água:


➢ Em relação à solubilidade: Fibras Alimentares
➢ Propriedade atribuída principalmente às fibras insolúveis;
Insolúveis (FAI):
➢ Facilitam o movimento do bolo alimentar no sistema
TIPOS FONTES AÇÕES FISIOLÓGICAS digestório;
Aumentam o bolo ➢ Aumenta o peso das fezes;
fecal (peso);
Celulose, lignina e aceleram o trânsito ➢ Aumenta a velocidade de trânsito;
Farelo de trigo, grãos intestinal
algumas
integrais, hortaliças Aumenta a absorção de nutrientes;
hemiceluloses Retêm água ➢

Pouco fermentáveis ➢ Redução do colesterol sérico.

7 8

EFEITOS FISIOLÓGICOS EFEITOS FISIOLÓGICOS

Podem ser classificadas de acordo com seu Podem ser classificadas de acordo com seu
progresso no sistema digestório: progresso no sistema digestório:

Fluxo Bolo Velocidade


Boca
salivar alimentar Estômago de Saciedade
esvaziamento

9 10

EFEITOS FISIOLÓGICOS EFEITOS FISIOLÓGICOS

Podem ser classificadas de acordo com seu Podem ser classificadas de acordo com seu
progresso no sistema digestório: progresso no sistema digestório:

Digestão e
Intestino Intestino Volume Velocidade Formação
Velocidade Reabsorção absorção
Delgado
de CHO/LP
Grosso fecal de trânsito de AGCC
de Trânsito ác. biliares

11 12

2
13/05/2019

TIPOS DE FIBRAS
EFEITOS FISIOLÓGICOS
CELULOSE

➢ Peso das fezes e o conteúdo de água: é afetado no ➢ Presente em frutas com cascas, farelo de trigo, feijões,

cólon pelas fibras totais. As FAI são as principais leguminosas, milho verde, repolho, couve manteiga e
hortaliças;
responsáveis pelo aumento de peso;
➢ Aumenta o volume e o peso das fezes;
➢ Concentrações de Glicose e Colesterol: as fibras
➢ Diminui o tempo de trânsito colônico;
solúveis diminuem a glicose pós prandial no soro e as
concentrações de insulina e colesterol no sangue. ➢ Aumenta o número de evacuações;

➢ Fermenta pouco e favorece o peristaltismo no cólon.

13 14

TIPOS DE FIBRAS TIPOS DE FIBRAS


HEMICELULOSE PECTINA

➢ Presente no farelo de trigo, soja, centeio, oleaginosos, ➢ Frutas cítricas, cascas de frutas cítricas (maracujá), maçã,
abóbora, beterraba, couve de bruxelas; morango, farelo de aveia, feijão carioca, feijão branco,

➢ Aumenta o volume e peso das fezes; cenoura, germe de trigo, aveia.

➢ Favorece o peristaltismo intestinal; ➢ Alta capacidade hidrofílica;

➢ Diminui o tempo de trânsito colônico; ➢ Retarda o esvaziamento gástrico;

➢ Aumenta o número de evacuações. ➢ Reduz a concentração plasmática de colesterol e melhora


a tolerância a glicose.

15 16

TIPOS DE FIBRAS
TIPOS DE FIBRAS
FRUTANOS OU FRUTO-
GOMAS OLIGOSSACARÍDEOS (FOS)
➢ Presente no farelo de aveia, farinha de aveia, farelo de ➢ Encontrados naturalmente na beterraba, banana, chicória, alho,
cevada, chia** ; cebola, trigo, tomate, aspargos, açúcar mascavo, batata yacon ;

➢ Alta capacidade hidrofílica; ➢ Chamados de “assistentes da flora saprófita” por seu efeito no
crescimento de Lactobacillus e Bifidobactéria ;
➢ Retardam o esvaziamento gástrico;
➢ Inibe seletivamente bactérias patogênicas como E. coli, C.
➢ Proporcionam substrato fermentável para bactérias do
perfringens;
cólon;
➢ Diminuem o ph do cólon destruindo bactérias putrefativas e
➢ Reduzem a concentração de colesterol;
redução do colesterol
➢ Solúveis . ** 2 colheres de sopa (28g) possui 9,8 g de fibras

17 18

3
13/05/2019

TIPOS DE FIBRAS TIPOS DE FIBRAS


QUITINA E QUITOSANA β GLUCANAS

➢ Encontrado no esqueleto externo de animais como ➢ Componentes estruturais das paredes dos cereais ( aveia e
conchas dos caranguejos, camarões e lagosta; cevada );
➢ Insolúvel em água; ➢ Formam gel e soluções viscosas;
➢ Liga-se aos lipídios no estômago formando um gel insolúvel ➢ Propriedades hipocolesterolêmicas atribuídas à aveia;
que é eliminado pelas fezes;
➢ Reduz a absorção de glicose;
➢ Estudos sugerem que a quitosana pode melhorar o sistema
➢ Evidências de proteção contra o
imunológico;

➢ Podem ser consideradas fibras funcionais câncer de cólon.

19 20

PREBIÓTICOS E
PROBIÓTICOS

PREBIÓTICOS: ingrediente alimentar não

PREBIÓTICOS E digerível que afeta de forma benéfica o


hospedeiro por estimular seletivamente o
PROBIÓTICOS crescimento e/ou atividade de uma
quantidade limitada de bactérias do
cólon.

21 22

PREBIÓTICOS E PREBIÓTICOS E
PROBIÓTICOS PROBIÓTICOS
➢ Efeito prebiótico está vinculado a três condições Benefícios
essenciais:
Alivia
DM2
1. Não deve ser hidrolizado por enzimas ; constipação

2. Deve ser fermentado por bactérias benéficas; Controla


Obesidade
diarreia
3. A fermentação seletiva deve resultar em um efeito
benéfico para a saúde ou bem estar do Reduz risco Reduz risco
DCV osteoporose
hospedeiro;

23 24

4
13/05/2019

PREBIÓTICOS E PREBIÓTICOS E
PROBIÓTICOS PROBIÓTICOS
Probiótico:
PROBIÓTICOS: são microorganismos vivos
➢ Para um efeito benéfico ou terapêutico é
que, ingeridos em certas quantidades, necessária a ingestão de 100 milhões a 10 bilhões de
exercem benefícios à saúde além UFC/dia;
daqueles inerentes à nutrição básica. ➢Culturas: Lactobacillus acidophilus, casei, paracasei,
lactis , rhamnosus , fermentum , helveticus e reuteri .

25 26

PREBIÓTICOS E PREBIÓTICOS E
PROBIÓTICOS PROBIÓTICOS

Benefícios PREVENÇÃO E TRATAMENTO

Reduz risco Minimiza


câncer de sintomas de Retardo do Impede a
intolerância Controle Aumenta a
cólon esvaziamento absorção de
a lactose glicêmico
gástrico CHO saciedade

Diminui
chance de Melhora a
diarreia por função
rotavírus imune

27 28

PREBIÓTICOS E PREBIÓTICOS E
PROBIÓTICOS PROBIÓTICOS
PREVENÇÃO E TRATAMENTO RECOMENDAÇÕES

➢ Dietary Reference Intakes (DRI):


1-3 anos 19 g/dia;
Crianças
Retardo do 4-8 anos 25 g/dia;
Sensação de
Perda de Peso esvaziamento 9-13 anos 31 g/dia;
saciedade
gástrico
Homens 14-50anos 38 g/dia;
50 a > 70 anos 30 g/dia
9-18 anos 26 g/dia;
Mulheres 19-50 anos 25 g/dia;
50 a > 70 anos 21 g/dia.

29 30

5
13/05/2019

PREBIÓTICOS E
Questões
PROBIÓTICOS
RECOMENDAÇÕES 1. O que são fibras alimentares (FA)?
2. Cite uma fonte e uma função fisiológica das fibras
➢ Dietary Reference Intakes (DRI): alimentares solúveis (FAS) e insolúveis (FAI).
3. Qual a diferença entre fibra alimentar e fibra
alimentar adicionada?
Relação fibra solúvel/ fibra
Relação fibra solúvel/ fibra insolúvel ( DRI ): 4. Defina prebióticos e cite um beneficio.
insolúvel:
adultos 1:3 a 1:4
adultos 1:3 a 1:4 5. Defina probióticos e cite um beneficio.
6. Porque o consumo de fibras auxiliam na perda de
peso?

31 32