Você está na página 1de 31

Mateus

Jesus como o Rei prometido


Marcos
Marcos 8.27-37
27 Jesus e os seus discípulos dirigiram-se para os
povoados nas proximidades de Cesaréia de Filipe.
No caminho, ele lhes perguntou: “Quem o povo diz
que eu sou?”

28 Eles responderam: “Alguns dizem que és João Batista;

outros, Elias; e, ainda outros, um dos profetas”.

29 “E vocês?”, perguntou ele. “Quem vocês dizem que

eu sou?” Pedro respondeu: “Tu és o Cristo”.

30 Jesus os advertiu que não falassem a ninguém a

seu respeito.
Marcos 8.27-37
31 Então ele começou a ensinar-lhes que era
necessário que o Filho do homem sofresse muitas
coisas e fosse rejeitado pelos líderes religiosos,
pelos chefes dos sacerdotes e pelos mestres da lei,
fosse morto e três dias depois ressuscitasse.

32 Ele falou claramente a esse respeito. Então Pedro,

chamando-o à parte, começou a repreendê-lo.

33 Jesus, porém, voltou-se, olhou para os seus

discípulos e repreendeu Pedro, dizendo: “Para trás


de mim, Satanás! Você não pensa nas coisas de
Deus, mas nas dos homens”.
Marcos 8.27-37
34 Então ele chamou a multidão e os discípulos e
disse: “Se alguém quiser acompanhar-me, negue-
se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me.

35 Pois quem quiser salvar a sua vida, a perderá; mas

quem perder a sua vida por minha causa e pelo


evangelho, a salvará.

36 Pois, que adianta ao homem ganhar o mundo inteiro

e perder a sua alma?

37 Ou, o que o homem poderia dar em troca de sua alma?


8.27-30 -> Marcos 1-8

Foco na identidade de Jesus como Filho de Deus


(alguém especial, com poderes especiais)

Jesus Jesus
acalmando
uma expulsando
tempestade
demônios

poder sobre as
poder sobre a forças das trevas
Exemplo
natureza

4.35-5.43
Jesus Jesus
curando ressuscitando
uma mulher
uma menina

poder sobre as poder sobre a


doenças morte
8.27-30 -> Marcos 1-8

Foco na identidade de Jesus como Filho de Deus

“E vocês?”, perguntou ele. “Quem vocês


dizem que eu sou?” Pedro respondeu:
“Tu és o Cristo”. (8.29)
Em relação a Deus: Em relação a Israel:

Messias

(em hebraico)

Ungido
Salvador

Escolhido
Libertador

Cristo

(em grego)
Predestinado Redentor
Jesus os advertiu que
não falassem a ninguém
a seu respeito. (8.30)
Talvez a ideia que os
discípulos tinham de
Por que? um Rei não fosse
exatamente a ideia
de Jesus
8.31-37 -> Marcos 9-16:

Foco na missão de Jesus como o servo que sofre

Então ele começou a ensinar-lhes que


era necessário que o Filho do homem
sofresse muitas coisas e fosse rejeitado
pelos líderes religiosos, pelos chefes dos
sacerdotes e pelos mestres da lei, fosse
morto e três dias depois ressuscitasse. (8.31)

mudança de poder poder


paradigma: dominação serviço
8.31-37 -> Marcos 9-16:

Foco na missão de Jesus como o servo que sofre

poder poder
dominação
serviço

conquista sofrimento
vitória sacrifício
sucesso perda

é possível

ganhar perdendo
legitimidade

e perder ganhando (autoridade)


E se o Reino de
Deus precisar
fracassar para ter
sucesso?

Brian McLaren
Poder Autoridade
Força
Influência

“faça isso senão...” “por você...”


Poder Autoridade
pode ser vendido precisa ser

e comprado, conquistada
dado e tomado
Poder Autoridade
Se constrói sobre Se constrói
uma imagem sobre o caráter
Poder Autoridade
Manipula as Valoriza as
pessoas pessoas
Poder Autoridade
Deseja o controle Oferece o serviço
Poder Autoridade
Provoca
Provoca

resistência admiração
Poder Autoridade
Afasta as Aproxima as
pessoas pessoas
o poder que vem da fraqueza
8.31-37 -> Marcos 9-16:

Foco na missão de Jesus como o servo que sofre

Então Pedro, chamando-o à parte,


começou a repreendê-lo. (8.32)

Que rei é esse?

Jesus foi o mais


notável fracasso de
toda a história.

James Houston
8.31-37 -> Marcos 9-16:

Foco na missão de Jesus como o servo que sofre

Jesus, porém, voltou-se, olhou para os


seus discípulos e repreendeu Pedro,
dizendo: “Para trás de mim, Satanás!
Você não pensa nas coisas de Deus,
mas nas dos homens”. (8.33)

Não por força nem por violência, mas pelo meu


Espírito”, diz o Senhor dos Exércitos. Zacarias 4.6
Não existe drama maior no registro humano do que
a visão de alguns cristãos, desprezados e oprimidos
por uma sucessão de imperadores, enfrentando
todos os tribunais com uma tenacidade feroz,
multiplicando-se silenciosamente, criando ordem
enquanto seus inimigos geravam o caos,
enfrentando a espada com a palavra, a brutalidade
com a esperança e finalmente derrotando o estado
mais forte que a história já conheceu. César e Cristo
encontraram-se na arena, e Cristo venceu.

Will Durant (História da Civilização)


A cruz de Cristo... e a nossa!

34 Então ele chamou a multidão e os discípulos e


disse: “Se alguém quiser acompanhar-me, negue-
se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me.

35 Pois quem quiser salvar a sua vida, a perderá; mas

quem perder a sua vida por minha causa e pelo


evangelho, a salvará.

36 Pois, que adianta ao homem ganhar o mundo inteiro

e perder a sua alma?

37 Ou, o que o homem poderia dar em troca de sua alma?


A cruz de Cristo... e a nossa!

o caminho de
Jesus é o
caminho da cruz
Frases do universo gospel:
‣ Não sou dono do mundo, mas sou filho do dono!

‣ Você é filho do Rei!

‣ Você não nasceu pra ser calda, e sim cabeça!

‣ Venha para Jesus e pare de sofrer!

‣ Nunca desista dos seus sonhos!

‣ Quanto mais glória você manda pra cima, mais


glória Deus manda pra baixo!

‣ Pisa na cabeça do inimigo!

‣ Hoje o seu milagre vai chegar!


A cruz de Cristo... e a nossa!

o caminho de Jesus
é o caminho da cruz

amor entrega sacrifício


http://www.youtube.com/watch?v=Qx1oAImbDnE
Mobilidade Descendente

Henri Nouwen

A sociedade em que vivemos sugere de inúmeras


maneiras que o caminho a seguir é para cima.
Alcançar o topo, ficar no centro das atenções,
quebrar o recorde - isso é o que chama a atenção,
que nos coloca na primeira página do jornal, e nos
oferece as recompensas de dinheiro e fama.

O caminho de Jesus é radicalmente diferente. É o


caminho não de mobilidade ascendente, mas de
mobilidade descendente. Está em ir para o fundo,
ficar atrás dos bastidores, e escolher o último lugar!
Por que é que vale a pena escolher caminho de
Jesus? Porque é o caminho para o Reino, o caminho
que Jesus tomou, e o caminho que traz a vida eterna.
Para refletir e praticar:

1. Em que áreas da sua vida você precisa abrir


mão do exercício do poder dominação?

2. Em que áreas da sua vida você precisa confiar


mais no poder de Deus e menos no seu
próprio poder?

3. Pense em algumas atitudes práticas para


tomar o caminho descendente.