Você está na página 1de 6

Table 1

SALAS TIPO TURMA DIA HORA PROFESSOR


GAT00154
PROPOSIÇÕES
A 206 GRAGOATA 01 PROPOSIÇÕES CROMÁTICAS E
A1 SEG 09:00 - 13:00 Pierre Crapez
LUMINOSAS
GAT00160
EXPERIMENTAÇÃO Professor
C 100 IACS 01 PROPOSIÇÕES POÉTICA DO CORPO E
A1 TER 09:00 - 13:00
estagiário
DO MOVIMENTO
GAT00159
EXPERIMENTOS
POÉTICOS COM
A 206 GRAGOATA 01 PROPOSIÇÕES MATERIAIS E
A1 TER 14:00 - 18:00 Italo Bruno Alves
PROCESSOS
CONSTRUTIVOS
GAT00157 EXPRESSÃO
A 206 GRAGOATA 01 PROPOSIÇÕES E INVENÇÃO GRÁFICA
A1 QUA 14:00 - 18:00 Jorge Freund
GAT00155
PROPOSIÇÕES COM Luiz Sérgio de
A 206 GRAGOATA 01 PROPOSIÇÕES INTERAÇÕES HUMANAS
A1 QUA 09:00 - 13:00
Oliveira
E AMBIENTAIS
GAT00158
EXPLORAÇÕES E
A 206 GRAGOATA 01 PROPOSIÇÕES RECONFIGURAÇÕES
A1 QUI 14:00 - 18:00 Jorge Freund
ESPACIAIS
GAT00156
ESTÚDIO DE MANIPULAÇÃO Léo Vieira Alves
01 PROPOSIÇÕES A1 QUI 09:00 - 13:00
ÁUDIO IACS EXPRESSIVA DE RITMOS e Tato Taborda
E SONORIDADES
GAT00161
ESTÚDIO DE EXPERIMENTAÇÃO Professor
01 PROPOSIÇÕES A1 SEX 09:00 - 13:00
ÁUDIO IACS ARTÍSTICA COM MEIOS substituto
TECNOLÓGICOS

GAT00166
professora
C 100 IACS 02 CONFORMAÇÕES CONFORMAÇÕES A1 SEG 09:00 - 13:00
ATRAVÉS DO CORPO estagiária
GAT00167
ESTÚDIO DE CONFORMAÇÕES professora
02 CONFORMAÇÕES ATRAVÉS DOS MEIOS A1 TER 14:00 - 18:00
ÁUDIO IACS estagiária
ACÚSTICOS
GAT00169
CONFORMAÇÕES
LAB INFO II IACS 02 CONFORMAÇÕES ATRAVÉS DOS MEIOS A1 TER 09:00 - 13:00 Italo Bruno Alves
TECNOLÓGICOS

GAT00168
CONFORMAÇÕES
A 204 GRAGOATA 02 CONFORMAÇÕES ATRAVÉS DOS MEIOS A1 QUA 14:00 - 18:00 Ricardo Basbaum
PLÁSTICOS

GAT00165
02 CONFORMAÇÕES CONFORMAÇÕES A1 QUA 14:00 - 18:00 Luiz Sérgio de
C 100 IACS ATRAVÉS DE Oliveira
APROPRIAÇÕES

GAT00168
CONFORMAÇÕES
A 206 GRAGOATA 02 CONFORMAÇÕES ATRAVÉS DOS MEIOS A3 QUI 09:00 - 13:00 Jorge Freund
PLÁSTICOS

GAT00168
CONFORMAÇÕES
A 204 GRAGOATA 02 CONFORMAÇÕES ATRAVÉS DOS MEIOS A2 TER 09:00 - 13:00 Luciano Vinhosa
PLÁSTICOS

GAT00215
GENEALOGIAS DAS
B 109 IACS 03 GENEALOGIAS ARTES / A1 QUI 09:00 - 13:00 Tato Taborda
REPRESENTAÇÃO E
IMAGINÁRIO

1
SALAS TIPO TURMA DIA HORA PROFESSOR
GAT00216
GENEALOGIAS DAS
A 202 GRAGOATA 03 GENEALOGIAS A1 TER 14:00 - 18:00 Viviane Matesco
ARTES / POLÍTICA E
INTERAÇÕES SOCIAIS

GAT00222
03 GENEALOGIAS INTERLOCUÇÕES EM
A1 QUA 14:00 - 18:00 Luiz Guilherme
C 222 IACS ARTES / ESPAÇO E Vergara
MEIO AMBIENTE

GAT00218
GENEALOGIAS DAS Professor
A 206 GRAGOATA 03 GENEALOGIAS ARTES / POÉTICAS
A1 QUI 14:00 - 18:00
estagiário
TECNOLÓGICAS

GAT00223
A 206 GRAGOATA 04 INTERLOCUÇÕES INTERLOCUÇÕES EM A1 SEG 14:00 - 18:00 Professor
ARTES / POÉTICAS estagiário
TECNOLÓGICAS

GAT00221
09:00 - 18:00 Martha Mello
INTERLOCUÇÕES EM
C 306 IACS 04 INTERLOCUÇÕES ARTES / CRIAÇÃO E A1 TER Curso condensado,
a partir de 21/10 Ribeiro
PALAVRA

GAT00220
INTERLOCUÇÕES EM
ESTÚDIO FOTO Luciano Vinhosa/
04 INTERLOCUÇÕES ARTES / A2 QUI 09:00 - 13:00
IACS REPRESENTAÇÃO E America Cupello
IMAGINÁRIO
GAT00220
INTERLOCUÇÕES EM
Centro de Artes 04 INTERLOCUÇÕES ARTES / A1 TER 14:00 - 18:00 Tania Rivera
Hélio Oiticica REPRESENTAÇÃO E
IMAGINÁRIO

GAT00224
Professoras
A 202 GRAGOATA 04 INTERLOCUÇÕES INTERLOCUÇÕES EM A1 SEX 09:00 - 13:00
ARTES / POLÍTICA E estagiárias
INTERAÇÕES SOCIAIS

GAT00222
Museu do Ingá (a 04 INTERLOCUÇÕES INTERLOCUÇÕES EM A1 SEX 14:00 - 18:00 Professora
confirmar) ARTES / ESPAÇO E estagiária
MEIO AMBIENTE

GAT00162 PRÁTICAS
SEM SALA 05 PROJETOS A1 SEG 09:00 - 15:00
DEFINIDA
EXPERIMENTAIS DO Ricardo Basbaum
PROJETO ARTÍSTICO
GAT00162 PRÁTICAS
SEM SALA 05 PROJETOS EXPERIMENTAIS DO A1 SEX 09:00 - 15:00 Martha Mello
DEFINIDA PROJETO ARTÍSTICO Ribeiro
GAT00163
SEM SALA DESENVOLVIMENTO
DEFINIDA
05 PROJETOS CONCEITUAL DO
A2 SEX 09:00 - 15:00 Italo Bruno Alves
PROJETO ARTÍSTICO
GAT00163
SEM SALA DESENVOLVIMENTO
DEFINIDA
05 PROJETOS CONCEITUAL DO
A2 SAB 09:00 - 15:00 Tania Rivera
PROJETO ARTÍSTICO
SEM SALA GAT00164 PROJETO Luiz Sérgio de
05 PROJETOS A1 SEG 09:00 - 15:00
DEFINIDA ARTÍSTICO FINAL Oliveira
SEM SALA GAT00164 PROJETO
DEFINIDA
05 PROJETOS ARTÍSTICO FINAL
A2 SAB 09:00 - 15:00 Luciano Vinhosa

2
SALAS ESTAGIÁRIO TÓPICO VARIÁVEL

A 206 GRAGOATA

Davi Pontes/
C 100 IACS
Erika Villeroy

A 206 GRAGOATA

A 206 GRAGOATA

A 206 GRAGOATA L

A 206 GRAGOATA

ESTÚDIO DE
ÁUDIO IACS Léo Vieira

ESTÚDIO DE
ÁUDIO IACS

C 100 IACS
Poéticas da
Natalia Roque
gravidade

ESTÚDIO DE A voz como objeto


ÁUDIO IACS Branca Temer
de obra de arte

IMAGENS DE TOPO: O LEGADO


LAB INFO II IACS DE POLLOCK, DEEPOIS DOS
DRONES.

A 204 GRAGOATA O PERFORMATIVO

Arte e
descolonialidade em
C 100 IACS
uma perspectiva
amazônica

O JARDIM DAS DELÍCIAS


A 206 GRAGOATA
CONTINUA

A 204 GRAGOATA CANTO, QUINA, CHÃO

“NÃO IMAGINO O QUE


B 109 IACS NÃO EXPERIMENTO”

3
SALAS ESTAGIÁRIO TÓPICO VARIÁVEL

A 202 GRAGOATA
Vanguardas
históricas

LABORATÓRIO
C 222 IACS AMBIENTAL DE PRÁTICAS
COLABORATIVAS

Escultura:
A 206 GRAGOATA Lucas Alberto
reflexões histórico-
críticas

Dimensões do
objeto relacional
A 206 GRAGOATA Luíza Martelote enquanto
dispositivo
tecnológico
A escrita
dramatúrgica
C 306 IACS autoficcional,
experiência e
intimidade”

ESTÚDIO FOTO IMAGEM E FICÇÕES


IACS

Centro de Artes ARTE, PSICANÁLISE E


Hélio Oiticica POLÍTICA

A R T E E
PERFORMATIVIDADE:
Aline Massa/ DA PRÁTICA
A 202 GRAGOATA
Marcela Fauth ARTÍSTICA COMO
CONSTRUÇÃO DE SI

Museu do Ingá (a DA BOCA AO BARRO


confirmar) Monica Coster

SEM SALA
DEFINIDA

SEM SALA
DEFINIDA

SEM SALA
DEFINIDA

SEM SALA
DEFINIDA

SEM SALA
DEFINIDA
SEM SALA
DEFINIDA

4
SALAS RESUMO

A 206 GRAGOATA

C 100 IACS

A 206 GRAGOATA

A 206 GRAGOATA

A 206 GRAGOATA

A 206 GRAGOATA

ESTÚDIO DE
ÁUDIO IACS

ESTÚDIO DE
ÁUDIO IACS

Este curso de caráter teórico propõe uma reflexão sobre a gravidade e como ela age sobre corpos e desejos,
C 100 IACS
criando paradoxos e organizando sentidos. Ele busca traçar um caminho para pensar a arte, percorrendo
conceitos e expondo os lugares de confluência com a criação artística.

ESTÚDIO DE Uma investigação de reflexão teórica e experimentação prática a fim de verificar as possíveis
ÁUDIO IACS contribuições para a criação de um treinamento vocal próprio do ator.

A disciplina propõe uma abordagem poética das perspectivas possibilitadas pelas imagens de
satélites, estabelecendo por meio de operações metodológicas de apropriação, um diálogo entre
LAB INFO II IACS poéticas individuais e um olhar global, georeferenciado e problematizador das categorias espaciais
tradicionais da invenção artística.
Partindo da consideração de que uma certa 'conceitualidade' seria característica da arte
contemporânea, o curso irá discutir aspectos da arte conceitual, do conceitualismo e da arte pós-
conceitual, a partir da leitura de textos de artistas, hstoriadores, críticos e filósofos – tanto
recentes quanto de registro histórico, procurando investigar a relevância da questão. Afinal, tal
A 204 GRAGOATA debate envolve as relações entre obra de arte e discurso, as inter-relações entre campo sensorial e
conceitual, a utilização de dispositivos de intercessão e mediação, aspectos de relação institucional
a partir de um circuito ou sistema de arte, entre outros problemas – aspectos relevantes para a
compreensão e produção da arte contemporânea.
O curso tem como objetivo estimular debates e proposições artísticas críticas em torno das relações entre arte
e política no contemporâneo, a partir das teorias e experiências descoloniais. Em um cenário de reflexões,
debates e troca de experiências, a produção amazônica no território das artes e da cultura ganhará
centralidade no curso como tática de resistência e de desobediência epistêmica. Especial atenção será
C 100 IACS dedicada ao processo criativo (em suas diversas dimensões) dos participantes do curso, contemplando
manifestações de arte que possam se alinhar (ou ser entendidas) como uma opção descolonial. Neste sentido,
a proposta de criação de um trabalho de intervenção urbana pelos estudantes e professores será colocada em
debate com os participantes a partir de um olhar sobre Niterói e a UFF.
Através de expressão plástico tridimensional (manipulação das qualidades formais de superfícies
volumes de formas) experimentar e elaborar trabalhos que reflitam sobre a questão da vida e
ecologia, lembrando como referência as imagens paradisíacas da natureza e uma relação
A 206 GRAGOATA maipróxima com o meio ambiente. Fazendo dos trabalhos legitimas expressões da earth art
oextensões do conceito como obras de paisagismo. Resgatar o espírito do Peripathos de Aristóteles
na criação de espaço de meditação e encontro manipulando elementos da paisagem, elementos
naturais e semeando vida na construção do Jardim das Delicias!

Curso prático. A partir de experiências com nossos espaços cotidianos, notadamente a quina, o canto
e o chão, pretende-se que o sujeito desenvolva trabalhos com base nesses conceitos e práticas
A 204 GRAGOATA espaciais. Recorrendo a diferentes mídias ou à mídia de sua preferência, espera-se que o sujeito
desenvolva 5 trabalhos para cada uma dessas modalidades espaciais. Referencias bibliográficas e
de trabalhos de artistas serão usadas em salas de aula.
O curso propõe reflexões e experimentos a partir do binômio experimentação-imaginação.
Partindo da frase do compositor John Cage que dá nome ao curso, textos de Vilém Flusser, Gilbert
B 109 IACS Simondon, Rodolfo Caesar, Simone Voegelin e do próprio J. Cage, além do filme A Caverna dos
Sonhos Esquecidos de Werner Herzog, servem como propulsores de um trânsito interdisciplinar
que  interconecta a dimensão imaginal no pensamento artístico à práticas experimentais.

5
SALAS RESUMO
O curso discute a questão das vanguardas históricas como resposta à crise da tradicional
relação arte e sociedade. A dinâmica da formação de movimentos, manifestos e revistas
A 202 GRAGOATA
será analisada com o propósito de questionar a noção equivocada de estilo para se referir
aos “ismos” da primeira metade do século XX.
Microgeografias de afetos – corpo, espaço e meio ambiente
Práticas colaborativas para iniciação poética-crítica em estados de invenção compartilhados
Zonas de confluência: paralaborátorio arte-educação-sociedade
C 222 IACS A partir da conceituação de um paralaboratório de agenciamentos e prática colaborativas. Propõe-se o
estudo das viradas de premissas curatoriais, artísticas e pedagógicas decoloniais através de interlocuções
experimentais da produção multissensorial de sentido do corpo, espaço-tempo e ambiental explorando
microgeografias de afetos, geopoéticas e conexões de imaginários improváveis;jogo-festa-simbólico;
O curso busca refletir sobre uma “História da escultura”, a partir de uma investigação das tecnologias
implicadas historicamente nas poéticas tridimensionais. Nesse trajeto,serão discutidas as técnicas
escultóricas e suas contextualizações e consequências histórico-espaciais, destacando-se o estudo da
escultura moderna, com ênfase nos processos tridimensionais do construtivismo e as técnicas de composição
A 206 GRAGOATA e construção; O estudo das linguagens artísticas tridimensionais do século XX, com ênfase na pop art e
minimalismo; A distensão do fazer escultórico em campo ampliado, atravessando a formatação do campo do
site-specific, instalação e land art; Por fim, a aula estudará as técnicas de apropriação e montagem a partir
do cenário contemporâneo e o discutirá acerca da proposta de escultura social e a problematização da
técnica nas poéticas atuais.

O curso trata-se de um laboratório investigativo das relações entre o objeto de arte e sua dimensão
A 206 GRAGOATA tecnológica, construindo uma reflexão teórica que pensa as relações entre o sensorial e o digital a partir de
uma espécie de virtualidade bruta produzida pelos objetos relacionais de Lygia Clark.

O curso trata-se de um mergulho experimental nos procedimentos de autoficção, na ideia de compartilhamento da


C 306 IACS intimidade do autor com um leitor implícito, transgredindo as fronteiras da ficção

Curso prático e teórico. Tendo por base a produção contemporânea, o curso se propõe a discutir as possibilidades
da imagem como disparadora de processos criativos. No decorrer do curso serão problematizadas, além do
ESTÚDIO FOTO próprio conceito de imagem, as relações entre documento e representação; montagem e colagem; narrativas,
IACS ficcionalidade e ficções; imagem e suporte.

O curso apresentará o diálogo entre psicanálise e arte moderna e contemporânea, percorrendo textos de Freud e Lacan em
Centro de Artes articulação com a obra de artistas variados, para explorar o campo ampliado no qual a produção contemporânea aproxima-
Hélio Oiticica se da política ou apresenta-se explicitamente como ação política, articulando tal dimensão ao nível micropolítico dos afetos
e desejos singulares.

A disciplina propõe experimentações em múltiplas práticas artísticas a fim de dialogar


sobre:
- a construção de singularidades;
A 202 GRAGOATA - as cascas e seus simbolismos;
- o ato performativo e o gesto como construções de si;
- moda e maquiagem como construção política;
- questões de gênero e sexualidade
Da boca ao barro é uma disciplina prática que propõe a experimentação e o pensamento do barro e da cerâmica. Durante a
disciplina, serão propostos exercícios práticos e provocações a serem respondidas (ativadas) através de formas e ações com
Museu do Ingá (a ocomida
barro: o cubo de barro - a linha reta impossível; cópias imperfeitas - fôrmas de gesso e objetos afetivos; o barro e a
- os apetites; o que é a boca do barro, qual é a sua lingua? O que ele pensa? Como se comporta? Como pensar
confirmar) barro? O “buraco” do barro; como pensar buracos; comer o barro e comer através do barro; o desafio da corrente e objetos
atrelados - técnicas mistas; arranhando. O curso também propõe uma parte teórica na qual serão discutias referências de
artistas contemporâneos que trabalham com barro cru e cozido

SEM SALA
DEFINIDA

SEM SALA
DEFINIDA

SEM SALA
DEFINIDA

SEM SALA
DEFINIDA

SEM SALA
DEFINIDA
SEM SALA
DEFINIDA