Você está na página 1de 49

INTRODUÇÃO À PSICOLOGIA

Prof. Saulo Almeida


Psicologia = Psykhé (Alma) + Lógos (Estudo)

- Ciência
Psicologia - Disciplina Acadêmica
- Profissão

Psicologia - Ciência que estuda os processos mentais (sentimentos,


pensamentos, razão) e o comportamento humano e animal.
O QUE É A PSICOLOGIA?

 Psicologia é a ciência que estuda o comportamento humano


(comportamento: qualquer ação motora ou verbal) e os processos
mentais (pensamento, inteligência, memória, etc...), nos aspectos
conscientes (intencional e deliberado) e inconscientes (casuais e
incontroláveis).
O termo “psi”, bastante utilizado pelas pessoas, muitas vezes pode ser
permeado de confusão quanto aos significados, principalmente quando se
refere aos profissionais indicados por este termo: psiquiatra, psicólogo ou
psicanalista.

• Psiquiatra = Medicina

• Psicólogo = Psicologia

• Psicanalista = formações diversas


Psiquiatria

• É uma especialização da Medicina;

• Têm por objetivo tratar as doenças mentais, que possuem uma causa orgânica (endógenas);

• Utiliza-se exclusivamente do modelo médico, tanto no diagnóstico, como no tratamento das


doenças;

• O tratamento é predominantemente baseado na terapia medicamentosa, apesar de


existirem muitos psiquiatras que realizam uma formação complementar (Psicanálise,
Psicodrama, Gestalt), o que lhes daria subsídios para a realização de psicoterapia.
Psicologia

O psicólogo tem formação superior em psicologia, ciência que estuda os processos mentais
(sentimentos, pensamentos, razão) e o comportamento humano.

O curso tem duração de 5 anos para obtenção do título de psicólogo.

No decorrer do curso a teoria é complementada por estágios supervisionados que habilita o


psicólogo a realizar psicodiagnóstico, psicoterapia, orientação, entre outras.

Pode atuar no campo da psicologia clínica, escolar, social, do trabalho, entre outras.
• A Psicologia por receber influências teóricas de diversas áreas (Filosofia,
Medicina, Ciências Humanas em geral) possui um espectro de atuação muito
mais amplo do que a Psiquiatria (como em empresas, escolas, comunidades,
hospitais e etc.);

• O treinamento básico do psicólogo (caso ele opte por esta área) também lhe
permite a realização de psicoterapia, sem precisar para isto uma formação
complementar como no caso do psiquiatra.

• O psicólogo ainda não pode receitar medicamentos.


Psicanálise

O psicanalista é o profissional que possui uma formação em psicanálise, método


terapêutico criado pelo médico austríaco Sigmund Freud, que consiste na
interpretação dos conteúdos inconscientes de palavras, ações e produções
imaginárias de uma pessoa, baseado nas associações livres e na transferência.
PSICOLOGIA:
Há 5 questionamentos básicos importantes para a
Psicologia:
 Pessoa x situação
 Natureza x criação
 Estabilidade x mudança
 Diversidade x universalidade
 Mente x corpo
Questionamento básico 1:
Pessoa x situação:
Até que ponto o comportamento é…
 resultado de processos internos  causado por fatores externos à
a qualquer pessoa como: pessoa como:
 pensamentos, sentimentos,  incentivos, punições,
motivações, atitudes, valores, características do ambiente,
personalidade e genes? presença de outras pessoas,
regras da sociedade e
determinantes culturais?
Questionamento básico 2:
Natureza x criação:
A pessoa que nos tornamos é…
(Filho de peixe peixinho é?)
 produto de tendências inatas  um reflexo de nossas
 características hereditárias que experiências de vida e da
herdamos de nossos pais e que se maneira como fomos educados:
combinam nos genes que  As vivências peculiares que
possuímos e que vão tivemos e as influências que
amadurecendo com a idade? sofremos: os valores, as tradições,
os modelos, etc?
Questionamento básico 3:
Estabilidade x mudança:
(Pau que nasce torto morre torto?)
 são mais ou menos  são capazes de mudar ao longo
permanentes e fixas, definindo dos anos, tornando as pessoas
nossa personalidade para o mais flexíveis e adaptáveis às
resto de nossa vida? diferentes fases de suas vidas ?
Questionamento básico 4:
Diversidade x universalidade:
Quais as características que fazem com que todos
os seres humanos sejam iguais entre si?

1. sejam iguais 2. tais


apenas a características
algumas sejam
exclusivamente
pessoas?
suas e de mais
ninguém?
Questionamento básico 5:
Mente x corpo:
 Quais são as bases biológicas (atividade do sistema nervoso) para as nossas
experiências subjetivas (pensamentos e sentimentos)?
 Doenças psicossomáticas?
Exemplos de temas estudados:

 Os transtornos mentais: neuroses, psicoses, o retardo mental;


 O processo de aprendizagem;
 As etapas do desenvolvimento infantil: afetivo, motor, social, moral,
etc.;
 As diferentes motivações para um comportamento humano;
 O papel da linguagem no pensamento humano;
 A memória e o esquecimento seletivo;
 A criatividade (causas, conseqüências, barreiras e estímulos);
 A influência do grupo no comportamento do indivíduo, e vice-versa;
 A influência de nossos valores e atitudes em nossas percepções.
O QUE NÃO É PSICOLOGIA?

 Psicologia de senso comum:


 É um tipo de psicologia popular, mas que não se baseia no estudo
sistemático dos fenômenos psicológicos, através do método
científico.
 É fruto do conhecimento acumulado no dia-a-dia: ter psicologia para atrair
alguém, vender um produto, ouvir nossos problemas, etc...
 É fruto também da apropriação simplista de conhecimentos da psicologia
científica: amiga com carência afetiva, professor neurótico, tia histérica,
pessoa complexada, etc...
O QUE NÃO É PSICOLOGIA?

 Psicologia e as práticas adivinhatórias:


 Práticas adivinhatórias: tarô (cartas), astrologia (mapa astral), horóscopo
(previsão para os signos), búzios (conchas), runas (pedras), numerologia
(nomes e datas), iridologia (leitura da íris dos olhos), cafeomancia (leitura em
borras de café), florais de Bach (essências), quiromancia (leitura das mãos),
etc.
 Tais práticas não podem ser usadas em nome da Psicologia, pois não
possuem critério científico comprovado e, caso isto ocorra, os
profissionais podem ser punidos por charlatanismo e desempenho
inadequado da profissão.
O QUE NÃO É PSICOLOGIA?

 Ideias errôneas a respeito da Psicologia:


 Muitas pessoas leigas têm uma visão errada da Psicologia e fazem
alguma confusão.
 Receio em conversar com um psicólogo por temer que seus pensamentos e
sentimentos mais secretos sejam devassados pelo olhar de raio x do
profissional.
 Erro em crer que algumas pessoas já nascem psicólogas, por serem boas em
dar conselhos.
 Desinformação ao acreditar no poder mágico dos testes psicológicos.
O QUE NÃO É PSICOLOGIA?

 Ideias errôneas a respeito da Psicologia:


 Confusão entre Psicologia e Auto-ajuda (O alquimista; O diário de um mago;
Quem mexeu no meu queijo? Homens são de Marte e mulheres são de
Vênus; Eu estou ok, você está ok? etc.).
 Confusão entre diferentes profissionais de saúde mental: psicólogo,
psiquiatra (fez medicina) e psicanalista (é uma pessoa graduada que fez
especialização em Psicanálise).
 O comportamento humano seja monocausado, ao invés de considerar que
possui causalidade múltipla, quando na verdade é determinado por aspectos
internos (biológicos e históricos) e externos (familiares, comunitários, sociais
e culturais).
Teoria Behaviorista ou
Comportamentalista
O BEHAVIORISMO E A PSICOLOGIA COMO
CIÊNCIA
 O termo behaviorismo vem do inglês behavior (comportamento):

 Ilustra o comportamento, entendido como a relação entre o


indivíduo e seu ambiente físico, químico ou social.

 O "radical" do behaviorismo se deve ao fato de que as técnicas


descritas não apelam para estados mentais. (ANTI-MENTALISTA)
Behaviorismo
OBSERVAÇÃO, PREVISÃO E CONTROLE DE
COMPORTAMENTO

Estudo observável, quantificável, reproduzível e


descritível em termos tão elementares que
dispensassem a subjetividade

Tentativa de transpor explicações no universo animal


para explicar os comportamentos humanos.
Pesquisa com: pombos, ratos e chimpanzés.
BEHAVIORISMO: PRESSUPOSTOS TEÓRICOS

 O comportamento resulta de um processo de APRENDIZAGEM.

 Todo comportamento pode ser condicionado, por meio do controle e


manipulação das variáveis ambientais.

 O comportamento compreende apenas as reações observadas de


forma direta.
 WATSON, PAVLOV E SKINNER
 Os três grandes expoentes desta teoria e suas principais diferenças:

 Watson (o homem é produto do meio)

 Pavlov (aprendizagem por meio do condicionamento clássico citar o


exemplo do cão, experiência realizada em seu laboratório de fisiologia)

 Skinner (o comportamento é estabelecido com base naquilo que o


ambiente fornece e, também dadas as condições ambientais, esse
mesmo repertório é por nós modificado tendo em vista os reforçadores
que almejamos).
Os achados de Ivan Pavlov (1849-1936)

 As relações entre ambiente e fisiologia são também de cunho


psicológico e não apenas biológico.

 Mostrou que comportamentos essencialmente biológicos como


salivação e sucção não eram apenas de natureza fisiológica, mas
podiam ser controlados por fatores ambientais e psicológicos.
Os achados de Ivan Pavlov (1849-1936)

 É possível que esta capacidade de alguns animais e de seres humanos


esteja na base de adaptações ao ambiente físico e social.

 Do ponto de vista educacional, alguns processos emocionais, que


afetam a vida escolar, como ansiedade, também possuem uma base
psicofisiológica.
O Experimento de Pavlov

 Condicionamento clássico
– Associar um estímulo neutro
a um estímulo que provoca
uma reação
– Aprender - desaprender
O experimento de Pavlov
Alimento Salivação

Alimento
+ Salivação
Sino

Sino Salivação
Exemplo Pavlov

Beijo ardente Excitação

Cebola + Beijo Excitação

Cebola Excitação
Exemplo Pavlov

Droga Náusea

Sala Espera + Droga Náusea

Sala Espera Náusea


TEORIA S-R: Watson

 Estuda o comportamento, entendido como reação observável


diretamente e explicável como RESPOSTA do organismo a
modificações ambientais ou a ESTÍMULOS.

 S = ESTÍMULO = modificações de aspectos do meio.


 R = RESPOSTA = modificações de aspectos do comportamento.
TEORIA S-R: Watson

 O Behaviorismo objetiva, por meio da manipulação dos estímulos


ambientais, planejar e formar seres humanos.

 “Dai-me uma dúzia de crianças sadias, bem formadas e um ambiente


de acordo com minhas especificações e garanto que poderei tomar
qualquer uma ao acaso e treiná-la para que se torne qualquer tipo de
especialista – médico, advogado, artista, comerciante, executivo,
mendigo, ou mesmo um ladrão, independente de suas inclinações,
tendências, talentos, habilidades, vocações e da raça de seus
ancestrais” (Watson).
Experimento do Pequeno Albert
Visão do coelho Sorriso

Sino Medo

Visão do coelho
+ Medo
Sino

Visão do coelho Medo


CONEXIONISMO: Thorndike

 A aprendizagem comportamental é a formação de conexões entre


estímulos e respostas ou a modificação de conexões já formadas.

 Lei do exercício: a conexão é tanto mais forte, quanto mais


frequentemente é exercitada.

 Lei do efeito: a conexão entre S-R é reforçada diante de resultados


agradáveis e enfraquecida diante de resultados desagradáveis.
Burrhus F. Skinner (1904-1990)

Behaviorismo Radical
Aprendizagem seria, então, alterações explícitas de comportamento,
mediante processos intencionais de condicionamento e reforço,
podendo ser observadas e mensuradas pelo educador.
Importantes Conceitos:

• Estímulo, (ação ou evento)


• Resposta, (reação comportamental com a qual o
estímulo está associado)
• Condicionamento (processo de aprendizagem
através do qual uma determinada proposta é
desencadeada por um determinado estímulo).
Principais Técnicas:
Reforços positivos, (apresentação de um estímulo agradável – aumenta a
frequência da resposta)
Reforços negativos (retirada de um estímulo aversivo – aumenta a
frequência da resposta)
Extinção do comportamento (não apresentar nenhum tipo de estímulo,
apenas ignorar a resposta para a diminuição da frequência da resposta).
Para estudar o comportamento

Examinar como o comportamento se relaciona a eventos


antecedentes e suas conseqüências

Antecedentes

A B C Conseqüência

Comportamento

Ver um carro Pedir uma esmola Ganhar uma moeda

Prova surpresa Colar Tirar zero


Comportamento Operante
“Um operante é uma resposta que opera no ambiente e modifica-o”

A B C
Tipos de conseqüências

Reforço Punição Ausência


(Extinção)
Reforço: aumenta a probabilidade da ocorrência da resposta

Positivo: Apresentação de estímulos

Boas notas no colégio Sorvete no fim de semana

aumenta a probabilidade

Negativo: Retirada de estímulos

Andar rápido Tirar uma pedra do sapato


aumenta a probabilidade
REFORÇO PRIMÁRIO OU INCONDICIONADO

•Não depende de uma aprendizagem anterior para ser


considerado pelo indivíduo como um estímulo reforçador.
•Utilizado para satisfazer uma necessidade básica do indivíduo.

•EX: Água, comida, sexo


REFORÇO SECUNDÁRIO OU CONDICIONADO

•Passam a ser reforçadores por associações prévias com um reforço já


estabelecido, em que o indivíduo aprendeu a reconhecer aquele evento
como reforçador.

•Antes eram neutros - Não tinham propriedades reforçadoras.

Mamadeira = Estímulo Neutro


Leite = Reforço Primário
Mamadeira + Leite = Reforço Condicionado
REFORÇOS SOCIAIS

•Indicam aspectos reforçadores das interações sociais. São


condicionados no desempenho do papel social e por isso são
considerados reforços sociais

•EX: Elogios, atenção, aprovação, reconhecimento


Punição: diminui a probabilidade da ocorrência da resposta

Positiva: Apresentação de estímulos


Desrespeitar o pai Levar palmadas

diminui a probabilidade

Negativa: Retirada de estímulos


Cometer um crime Ficar sem liberdade

diminui a probabilidade
 Extinção do comportamento:

 NÃO APRESENTAR NENHUM REFORÇO

 Processo de eliminação dos comportamentos indesejáveis ou


inadequados.

 é um procedimento no qual uma resposta deixa abruptamente de ser


reforçada. Como consequência, a resposta diminuirá de frequência e até
mesmo poderá deixar de ser emitida.
Extinção: diminui a probabilidade da ocorrência da resposta pela ausência de
conseqüências

Reclamações do namorada(o) Ficar quieto

diminui a probabilidade
Considerações Finais

 O esquema da Psicologia Behaviorista está baseada na observação do


comportamento. Outras escolas se baseiam nessa: Behaviorismo
Radical, Terapia Cognitiva, Terapia Cognitivo-comportamental, entre
outras.

 O processo do pensamento é desconsiderado por não proporcionar


um instrumento de mensuração dele.
CRITICAS

igualam homens e animais inferiores, Importação do paradigma de


desconsiderando a peculiaridade psicológica, estudo das Ciências Naturais
histórica e cultural dos primeiros (Cunha, 2002, para compreender os processos
p.52). humanos

PARA REFLETIR:
E a singularidade humana
que é construída pela ação da cultura?