Você está na página 1de 1

ENID UR: traballiadores querenl particilli!d.

Os trabalhadores da Empresa de Desenvolvimento Urbano e Rural de


Toledo(E~IDUR),através de seu sindicato, apresentaram ao Prefeito José Carlos Schiavinato
uma sugestão de alteração no estatuto que rege a empresaA sugestão foi encaminhada ao
Prefeito no dia 16 de abril e visa alterar o Artigo 15 do estatuto,que trata da composição do
Conselho administrativo da empresa
Atualmente o Conselho Administrativo da EMDUR é composto por 09 membros, todos
nomeados pelo Prefeito.
Na sua composição estão presentes representantes de várias entidades de
Toledo,entretanto não há nenhum representante dos trabalhadores.
Queremos con-igir esta distorção e estamos sugerindo que o Prefeito altere o Artigo
15,permitindo assim que o sindicato dos trabalhadores indique um membro para compor
tão importante conselho.
É uma questão justa e que visa ampliar os espaços democráticos de participação dos
trabalhadores.
Os trabalhadores da EMDUR querem ter o direito de participar mais ativamente das
decisões internas da empresa,e vêem no Conselho Administrativo uma oportunidade única
de conhecer mais a fundo a empresa onde h-abalham.
Sabemos que importantes decisões podem ser tomadas,novos nnnos podem ser debatidos
e decididos em suas reuniões e deliberações. Os trabalhadores querem fazer parte,querem
ajudar a definir linhas administrativas que levem a EMDUR a um maior
desenvolvimento,afinal assim os próprios trabalhadores podem ser beneficiados.
Se a empresa vai bem,não tem porque o trabalhador não ír bem.
Acreditamos ser o Conselho Administrativo o "coração" da empresa, e nada mais
adequado do que colocarmos um trabalhador para mostrar ao Conselho o lado dos
funcionários, afinal às decisões ali tomadas afetam diretamente nossa vida profissional.
Nossa intenção é unicamente ajudar,mosfrando que os h'abalhadores também têm
capacidade e competência para tomar acertadas decisões adrninistrativas.
Estamos ainda na expectativa de uma resposta por parte do Prefeito,contando com sua
visionária percepção do fhturo,um filturo cada vez mais próximo, onde cada vez mais os
trabalhadores participam com voz e vez das importantes decisões tomadas nas empresas.
Será mais do que uma simples alteração estatutária,será uma revolução administrativa na
medida em que promove uma reformulação que pennite aos trabalhadores llilXiliarem na
deí1niçãe de novos mmos para nossa única empresa pública mmÚcipal.
Fala-se muito hoje no cooperativismo e em sistemas de parcerias,me parece que este de
fmo é o caminho sem volta para a.'3modernas administrações.
Na E1tIDUR esta parceria enh'e "patrões" e h"abalhadores pode ter seu início com um
gesto tão simples,mas que vai abrir caminho para que novos 1111110S possam vir a ser
tomados,sempre visando o maior bem-estar social dos h-abalhadores.
Democracia é isso:participação efetiva!

Luiz Carlos dos Santos


Presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas Públicas Municipais de
Toledo(SINTRAEP)