Você está na página 1de 12

PILHAS ELETROQUIMICAS

Referencia: Corrosão, Vicente Gentil 4º Edição

1
Considerações Gerais

Componentes:
a) Anodo: eletrodo em que há oxidação e onde a corrente elétrica, na forma de íons metálicos positivos,
entra no eletrólito;
b) Eletrólito, condutor contendo íons que transportam a corrente elétrica do anodo para o catodo;
c) Catodo: eletrodo onde a corrente elétrica sai do eletrólito ou o eletrodo no qual as cargas negativas
(elétrons) provocam reações de redução;
d) Circuito metálico: ligação metálica entre o anodo e o catodo por onde escoam os elétrons, no sentido
anodo-catodo.

Tipos de pilhas:

a) Pilha de eletrodos metalicos diferentes

b) Pilhas de concentração

c) Pilha de temperaturas diferentes.

2
PILHAS GALVÂNICAS

DOIS METAIS OU LIGAS DIFERENTES ESTÃO EM CONTATO E IMERSOS NUM MESMO


ELETRÓLITO.

3
4
5
PILHA ATIVA PASSIVA

Metais e Ligas que se tornam passivos devido à formação de um película fina e aderente de óxidos ou outro
composto insolúvel nas suas superfícies.
Exemplos:
❑ Aluminio
❑ Chumbo
❑ Aço inoxidável
❑ Titanio
❑ Ferro
❑ Cromo
A passivação faz com que esses materiais funcionem como áreas catódicas

A destruição da camada pode ser feito por:


• Ion cloreto
• Brometo
• Iodeto
• Risco na camada de óxido

6
PILHA DE AÇÃO LOCAL

Zn de alta pureza resiste mais a acido sulfúrico diluído que o zinco comercial.
Isso ocorre devido ao fato de que observando microscopicamente, verifica-se o desprendimento de hidrogênio
gasoso em determinados pontos da superfície do Zn comercial.

As impurezas (Fe, C, Cu) funcionam como micro catodos, e o Zn como anodo.

7
PILHA DE CONCENTRAÇÃO

Casos de materiais metálicos da mesma natureza, mas que originam uma diferença de potencial, ocasionando
processo de corrosão.
Ocorre quando:
Mesmo material em contato com diferentes concentrações de um mesmo eletrólito (pilha de concentração
iônica) ou em contato com o mesmo eletrólito, porem em locais em que os teores de gases dissolvidos são
diferentes (pilha de aeração diferencial);

8
PILHA DE CONCENTRAÇÃO IÔNICA

Ex:
𝑀𝑛+ + 𝑛𝑒 ↔ 𝑀

Diminui-se a concentração dos ions Mn+ o equilíbrio tende a deslocar-se no sentido (1).
Anodo: aquele que estiver imerso na solução mais diluída;
Catodo: aquele que estiver imerso na solução mais concentrada.

9
PILHA DE AERAÇÃO DIFERENCIAL

É A PILHA CONSTITUIDA DE ELETRODOS DE UM SÓ MATERIAL METÁLICO EM CONTATO COM UM MESMO


ELETRÓLITO, MAS APRESENTANDO REGIÕES COM DIFERENTES TEORES DE GASES DISSOLVIDOS.
A DIFERENÇA DE CONCENTRAÇÃO DE OXIGÊNIO ORIGINA UMA DIFERENÇA DE POTENCIAL, FUNCIONANDO O
ELETRODO MAIS AERADO COMO CATODO E O MENOS AERADO COMO ANODO.

10
PILHA DE TEMPERATURAS DIFERENTES

PILHA CONSTITUIDA DE ELETRODOS DE UM MESMO MATERIAL METALICO, PORÉM OS ELETRODOS ESTÃO EM


TEMPERATURAS DIFERENTES. CHAMADO DE PILHA TERMOGALVÂNICA E É RESPONSAVEL PELA CORROSÃO
TERMOGALVANICA.

11
PILHA ELETROLÍTICA

NOS TIPOS DE PILHAS ANTERIORES A DIFERENÇA DE POTENCIAL ENTRE OS ELETRODOS É DEVIDA AOS
POTENCIAIS DIFERENTES DESSES ELETRODOS E É ORIGINÁRIA DE PROCESSO.

PODEM OCORRER CASOS EM QUE A DIFERENÇA DE POTENCIAL É PROVENIENTE DE UMA FONTE DE ENERGIA
EXTERNA.
O metal que funciona como anodo em uma pilha eletrolítica é rapidamente oxidado.
O metal que funciona como catodo fica protegido pela proteção dada
pela energia externa e não pelo consumo do anodo.
Pode-se usar um anodo inerte (grafite, ..) somente para completar o circuito.

Esta conclusão explica o mecanismo da proteção catódica por corrente impressa


Ou forçada, onde são usados anodos inertes para proteção de oleodutos, gasodutos
Adutora, casco de navio.

12