Você está na página 1de 36

Belga Brasserie, Gastronomia da Bélgica no Centro

do Rio de Janeiro – Brasil


03/02/2017

O Belga Brasserie conta com o design do Belga Hotel, a cultura da zona portuária
revitalizada do Rio de Janeiro e a alta gastronomia fusion franco-belga-brasileira.
Depois de escrevermos um post especial sobre a localização e as dependências do Belga Hotel dedicamos esta publicação para falar
somente sobre a gastronomia do restaurante Belga Brasserie, que é aberto ao público e fica no térreo do prédio localizado no centro do
Rio de Janeiro, esquina da Rua dos Andradas com Avenida Marechal Floriano.
Comandado pelo chef belga Alexandre Binard o restaurante tem um cardápio fusion belgo-brasileiro e estréia como um point para happy
hour dos executivos da região.

Estivemos hospedados na pré-abertura do Belga Hotel a convite da MMA COMM e pudemos experimentar a gastronomia da brasserie em
seis refeições entre café da manhã, almoço e jantar. Provavelmente alguns dos pratos que degustamos não estarão disponíveis nos
menus (que ainda não estavam finalizados) ao mesmo tempo que muitos outros poderão vir a fazer parte do cardápio na estréia do
restaurante prevista para fevereiro de 2017.
O café da manhã no Belga Brasserie é servido à la carte e conta com opções de bebidas quentes, chás, sucos naturais e cerca de quatro
pratos. Aqui vai nossa primeira dica: Experimente o Chocolate Belga Quente. Tenho certeza que você vai desejar este chocolate todas as
manhãs! Outras opções incluem café expresso, café latte e cappuccino.
No primeiro dia experimentamos Salada de Frutas; Pão Baguete com Vleessalade, uma deliciosa salada fria com presunto, picles e
maionese caseira; Ovos Mexidos do Chef, ovos mexidos com tomate, orégano e azeitonas pretas cobertos com meio pão francês e o
Chocolate Koek, massa mil folhas enrolada em chocolate belga meio amargo. Acompanhamos o desjejum com suco natural de melancia.
No dia 2 o banquete teve Crepioca Doce recheada com banana, canela e mel; Pão Francês com Crab Salade, torradinhas com salada de
caranguejo, surimi e maionese caseira além de salada de frutas, suco natural de abacaxi e muito chocolate belga quente.
Os menus executivos dos almoços foram surpreendentes, o Belga Brasserie conseguiu atingir o equilíbrio entre o melhor da gastronomia da
Bélgica com vários ingredientes brasileiros, um bom exemplo é a seleção de entradas que incluiu Salada de Flandres / Vlaamse Salada,
com rúcula e chicória crespa, tiras de bacon crocante, vinagrete morna de gorgonzola, pera e nozes e o Croquete de Queijo
/ Kaaskroketten, típicas croquetes artesanais belgas de três queijos, crocante por fora e cremosa por dentro, acompanhada de salada.
Translate »

A cozinha belga é muito influenciada pela sua vizinha França, e o Belga Brasserie trouxe alguns exemplos desta combinação, como as
entradas Salade Française, torradas com cebola caramelizada, queijo Brie, acompanhadas de salada crua com molho de mostarda de
Dijon e os Cogumelos Frescos Recheados do Chef um prato com quatro diferentes tipos de cogumelos.
No menu de pratos principais experimentamos Vlaamse Stoofvlees, pedaços de carne preparadas em cerveja escura acompanhadas de
batatas fritas e cenouras e Asperges Van de Chef, aspargos frescos com salsinha, cebolinha, ovos cozidos ao mousseline e torradas.
Ainda no menu executivo do almoço provamos Chicon au Gratin, endivias de Bruxelas enroladas com presunto gratinados com molho
bechamel e queijo Gruyère e uma excelente Linguiça de Panela com Stoemp de Couve-flor, a linguiça branca é feita com vitela e carne
suína e o stoemp (que é o equivalente belga do hutsepot holandês) trata-se de um purê de couve flor com batata, cebola e molho de vinho
branco.
As sobremesas do almoço foram Mousse de Chocolate Belga, Crème brûlée, Mil folhas com crème pâtissière e Tarte Tatin. Estavam
todos deliciosos.
Em nosso primeiro jantar tivemos a oportunidade de provar o menu degustação de BAPAS (Belgische Biertapas), tapas
belgas harmonizadas com cerveja. Foi uma experiência fantástica, depois da metade já estava me sentindo como que teleportado para o
Belgian Beer Weekend em Bruxelas… Será que o chopp interferiu em minhas percepções???

Começamos com Stella Artois e Endívias Recheadas com Salada de Atum e Maionese Caseira, depois chegou a
Weissbier acompanhada de Peito de Frango Frito Empanado em Panko com Queijo Brie Derretido e Tomate Cereja.
Seguimos com a degustação da terceira cerveja, uma Brugse Zot Blonde acompanhada de Lula Com Chouriço, Pipoca e Maionese
Preta (simplesmente maravilhoso) o quarto passo foi Straffe Hendrik Tripel e Torradas com Caranguejo, Abacaxi, Pimentão
Amarelo e Molho Curry.
A quinta cerveja foi uma Chimay Trappist Dorée, que veio com Torrada com Carne de Porco Thai, Limão e Castanha de Caju, depois
ainda repetimos a Stella Artois, só que desta vez acompanhada de Pizza de Presunto de Parma, Mussarela e Orégano.
Em nosso último jantar no Belga Hotel o chef Alexandre Binard propôs uma brincadeira com o grupo de influenciadores hospedados, uma
espécie de reality show ao estilo Master Chef onde aprendemos a cozinhar Tomate Crevette, tomate recheado com cocktail de camarão
e Steak Tartare, tartare de filé cru picado, deliciosamente temperado com picles, alcaparras, cebola e condimentos. Foi uma loucura e uma
bagunça, mas no fim preparamos ótimos pratos.
Para este jantar tivemos, além das mundialmente reconhecidas cervejas, Vol-au-Vent com Fritas – Koninginnehapje met frietjes, uma
cestinha de massa folhada recheada com cubos de frango e cogumelos com molho cremoso. O outro prato principal foi Scampis au Beurre
Maître d´Hôtel à la Crème, camarões salteados na manteiga de ervas frescas com toque de creme de leite com arroz pilaf.
E para fechar com chave de ouro o jantar: Crepe Suzette com calda de caramelo e laranja, flambado com licor de laranja acompanhado
de sorvete de baunilha e Bavarois aux deux chocolat belge, um mousse de chocolate branco “dos deuses”.
Nossa experiência no Belga Brasserie foi de excelência, além das cervejas belgas, consideradas por especialistas as melhores do mundo, a
gastronomia do chef Alexandre Binard tem um estilo próprio e cativante, ficamos na expectativa a cada novo prato e sempre fomos
surpreendidos.

O Belga Hotel se mostrou uma ótima opção tanto para os executivos que circulam pelo centro do Rio de Janeiro quanto para os turistas.
Ótima localização, atendimento diferenciado e culinária (literalmente) de primeiro mundo.
Não perca a matéria inteiramente dedicada a estrutura do Belga Hotel e os incríveis passeios e museus da região central do Rio de Janeiro.

Belga Brasserie e Belga Hotel


Rua dos Andradas, 129, esquina com Av. Marechal Floriano
Centro
Rio de Janeiro – RJ – Brasil
+55 21 2263 9086
belgahotel.com.br

Comentários pelo Facebook

);