Você está na página 1de 7

N°:

MEMÓRIA DE CALCULO 011-2017


CLIENTE: FOLHA: 1 de 7
VITÓRIO COMPRI PACIULO
OBRA
ESTRADA DE FORÇA PARA NOVE MEDIDORES PADRÃO
JMO ELETROPAULO
Engenharia -
LOCAL:
Rua Armando de Arruda Pereira, 939 Fundos S.C.SUL.
-
TÍTULO:
Memória de Calculo – Alteração de Carga

MEMÓRIA DE CALCULO
1.0 – REQUISITOS DO PROJETO ELÉTRICO:

O projeto contem as seguintes informações relativas ao imóvel e às suas instalações


elétricas:

1.1 - Dados do Imóvel no Projeto Elétrico

a-) Nome Proprietário: VITÓRIO COMPRI PACIULO


b-) Telefone: (11) 99181 1705
c-) CPF: 246.050.178-10
d-) RG: 19.334.651-5
e-)Finalidade; Residencial
f-) Localização: Rua Armando de Arruda Pereira,939 Fundos –S.C.SUL
CEP: 09581-170

1.2 - Responsabilidade Técnica do Projeto e Execução das Instalações

a-) Nome: Jurandir Maia de Oliveira

b-) Número de registro no CREA, do Responsável Técnico pelo projeto, execução das
instalações elétricas, e assinatura (nas cópias do projeto): 0601819290.

d-) Recolhimento da Anotação de Responsabilidade Técnica (ART.) ao CREA,


sobre o projeto e a execução das instalações elétricas (anexo I): 28027230172845511

1.2.1 - Características Técnicas do Projeto Elétrico

A – Relação de Cargas

Alimentação elétrica

A energia elétrica necessária para alimentação do centro de medição do ADC será obtida
da rede da Concessionária em Baixa tensão.
Nº: VER
MEMÓRIA DE CALCULO 011-2017 00.
Local: FOLHA:
JMO Rua Armando de Arruda Pereira, 939 Fundos S.C.SUL. 2 de 7
Engenharia
TÍTULO:
Memória de Calculo – Alteração de Carga

1.3- Relação de Cargas - potência instalada considerada é a seguinte:

ITEM DESCRIÇÃO QUANT. UNID POTENCIA (W) TOTAL (KW)


1 CASA 1 6.080
Iluminação (2 x 40 w) 1 Ptos 80 80
Iluminação Incand. 100 w 05 Ptos 100 500
Chuveiro 1 Ptos 4000 4000
Tomadas uso esp. 02 Ptos 500 1000
Tomadas de uso geral 10 Ptos 100 500
2 CASA 2 6.080
Iluminação (2 x 40 w) 1 Ptos 80 80
Iluminação Incand. 100 w 05 Ptos 100 500
Chuveiro 1 Ptos 4000 4000
Tomadas uso esp. 02 Ptos 500 1000
Tomadas de uso geral 10 Ptos 100 500
3 CASA 3 7.660
Iluminação (2 x 40 w) 2 Ptos 80 160
Iluminação Incand. 100 w 05 Ptos 100 500
Chuveiro 1 Ptos 4000 4000
Tomadas uso esp. 03 Ptos 500 1500
Tomadas de uso geral 15 Ptos 100 1500
4 CASA 4 7.660
Iluminação (2 x 40 w) 2 Ptos 80 160
Iluminação Incand. 100 w 05 Ptos 100 500
Chuveiro 1 Ptos 4000 4000
Tomadas uso esp. 03 Ptos 500 1500
Tomadas de uso geral 15 Ptos 100 1500
5 CASA 5 7.660
Iluminação (2 x 40 w) 2 Ptos 80 160
Iluminação Incand. 100 w 05 Ptos 100 500
Chuveiro 1 Ptos 4000 4000
Tomadas uso esp. 03 Ptos 500 1500
Tomadas de uso geral 15 Ptos 100 1500
6 CASA 6 7.660
Iluminação (2 x 40 w) 2 Ptos 80 160
Iluminação Incand. 100 w 05 Ptos 100 500
Chuveiro 1 Ptos 4000 4000
Tomadas uso esp. 03 Ptos 500 1500
Tomadas de uso geral 15 Ptos 100 1500
7 CASA 7 6.080
Iluminação (2 x 40 w) 1 Ptos 80 80
Iluminação Incand. 100 w 05 Ptos 100 500
Chuveiro 1 Ptos 4000 4000
Tomadas uso esp. 02 Ptos 500 1000
Tomadas de uso geral 10 Ptos 100 500
8 CASA 8 6.080
Iluminação (2 x 40 w) 1 Ptos 80 80
Iluminação Incand. 100 w 05 Ptos 100 500
Chuveiro 1 Ptos 4000 4000
Tomadas uso esp. 02 Ptos 500 1000
Tomadas de uso geral 10 Ptos 100 500
9 CASA 9 6.040
Iluminação (2 x 40 w) 3 Ptos 80 240
Iluminação Incand. 100 w 03 Ptos 100 300
Torneira Elétrica 1 Ptos 3.500 3.500
Tomadas uso esp. 03 Ptos 500 1500
Tomadas de uso geral 05 Ptos 100 500

TOTAL 61.000 W
Nº: VER
MEMÓRIA DE CALCULO 011-2017 00.
Local: FOLHA:
JMO Rua Armando de Arruda Pereira, 939 Fundos S.C.SUL. 3 de 7
Engenharia
TÍTULO:
Memória de Calculo – Alteração de Carga

Admitindo-se um fator de utilização de 90% a potência efetiva a ser instalada será:


P= 54.900 kW e, pela Fórmula Fundamental de Potência: que nos permite adotar
Cabos de alimentação de 35 mm².

Os ramais de distribuição serão lançados conforme projeto específico.

A distribuição interna foi prevista visando o menor remanejamento durante a execução da


obra.

a-) memória de cálculo da demanda provável em kVA/kW (adotado fator de potência


0,92).

Conforme relação de cargas e fatores de demandas utilizados conforme tabela:

Considerações:

1) Atualmente a entrada de energia é realizada através de uma caixa M com dois medidores

Nº da Instalação: 0027335836

2) Em decorrência das adequações internas realizadas, se faz necessário a individualização


da MEDIÇÃO.
Nº: VER
MEMÓRIA DE CALCULO 011-2017 00.
Local: FOLHA:
JMO Rua Armando de Arruda Pereira, 939 Fundos S.C.SUL. 4 de 7
Engenharia
TÍTULO:
Memória de Calculo – Alteração de Carga

2.0 - CÁLCULOS DA DEMANDA

2.1 - Dados:

1. Zona de Distribuição Aérea


2. A potência instalada é 61kW;
3. Poste Metálico homologado pela AES.
4. Caixas de Medição Agrupada

Trata-se da instalação de caixas de medição individual tipo P, fabricada


integralmente em policarbonato com tampa totalmente transparente, agrupadas em um
único de medições.

4.1. Instalação e Localização das Caixas de Medição Agrupadas

Internamente no hall de entrada da edificação, tendo o conjunto de medições


protegido por portas suplementares.

4.2. Plaquetas de Identificação

Todas as unidades de consumo, serão identificadas, de forma idêntica ao projeto elétrico


liberado junto a Distribuidora, por meio de plaquetas metálicas gravadas ou esmaltadas a
fogo, ou acrílicas gravadas em relevo, devidamente fixadas por meio de parafusos ou
rebitadas, em locais apropriados, conforme indicações a seguir:

 Em Caixa de Medição Coletiva Externamente, as plaquetas de cada unidade de


consumo devem ser fixadas através de parafusos ou rebites sob as viseiras e,
internamente sobre o eletroduto de saída do seu respectivo ramal alimentador ou na
canaleta plástica próximo ao medidor.

2.2 - Cargas Totais:

Iluminação interna / externa: 5,5 kW


Tomadas de uso geral: 10,5 kW
Tomadas de uso específico : 2 kW
Chuveiro elétrico: 32 kW
Torneira elétrica: 3,5 KW cada (bifásicos)

08 Chuveiro elétrico: 4,0 kW cada (bifásico)


01 Torneira elétrica: 3,5 KW cada bifásicos)
Nº: VER
MEMÓRIA DE CALCULO 011-2017 00.
Local: FOLHA:
JMO Rua Armando de Arruda Pereira, 939 Fundos S.C.SUL. 5 de 7
Engenharia
TÍTULO:
Memória de Calculo – Alteração de Carga

3 - DEMANDA GERAL DE ENTRADA

A - DEMANDA REFERENTE Á ILUMINAÇÃO/TOMADAS DE USO GERAL: DA

Potência de iluminação X F.D.il. Potência de tomadas X F.D.tom.


DA = ------------------------------------------ + ---------------------------------------------
Fator de potência Fator de potência

5,5 Kw x 1 12,5 Kw x 1
DA = ------------------------------------------ + --------------------------------------------- =
. 0,92 0,92

DA = 5,98 kVA + 13,58 KVA

DA = 19,56 kVA

B) DEMANDA REFERENTE Á APARELHOS: DB

Qde. De aparelhos x Pot. Aparelho x Fator de demanda (tabela 3.3)


DB = -----------------------------------------------------------------------------------------------
Fator de Potência

a) Torneira elétrica:

1 x 3,5 kW x 1,0
DBa = --------------------------------- = 3,5 kVA
1

b) Chuveiro elétrico:

8 x 4,0 kW x 1,0
DBb = --------------------------------- = 32,0 kVA
1

DB = DBa + DBb
DB = 3,5 + 32,0
DB = 35,5 kVA

Nota: Aparelhos resistivos, fator de potência = 1.


Nº: VER
MEMÓRIA DE CALCULO 011-2017 00.
Local: FOLHA:
JMO Rua Armando de Arruda Pereira, 939 Fundos S.C.SUL. 6 de 7
Engenharia
TÍTULO:
Memória de Calculo – Alteração de Carga

4 - DEMANDA GERAL DA ENTRADA

Tendo em vista tratar-se de edificação para fins residencial popular, aplicamos um


coeficiente de simultaneidade sobre a demanda total.

a-) Demanda total X Coef. De simultaneidade (Tab. 3.9) = DTot

DTot = (Dem. de ilumin. e tomadas + Dem. De aparelhos + Dem. de cargas trifásicas) x


Coeficiente de simultaneidade

DTot = (19,56 kVA + 35,5 + 0) x 0,95 = 52,36 kVA

b-) Demanda da administração (diversos)

DADM = (Demanda de iluminação externa + Demanda de prev.futura + Demanda de


sobrecarga adicional) x Coeficiente de simultaneidade

DADM = (2,00 kVA + 8,00 kVA + 5,00 kVA) x 0,25 = 3,75 kVA

DEMANDA GERAL DA ENTRADA

DG= DTot + DADM

DG= 52,36 kVA +3,75 kVA

DG= 56,11 kVA


Nº: VER
MEMÓRIA DE CALCULO 011-2017 00.
Local: FOLHA:
JMO Rua Armando de Arruda Pereira, 939 Fundos S.C.SUL. 7 de 7
Engenharia
TÍTULO:
Memória de Calculo – Alteração de Carga

5. MATERIAIS

 8 Caixas de medição + 1 Caixa Barramento + 1 Cx Proteção Geral


Caixas tipo PP (dimensões: 84,6 cm altura x 1,30 m largura x 15 cm profundidade)

 Cabos de Entrada (Ramal Principal): 35mm² 3 lances de 6 metros cada (2F+1N); Bifásico.
 Cabos Dos Medidores (ramais Individuais): 10mm²
 Disjuntor Geral 100 A - 01 pç
 Disjuntores de Saída: 50ª - 08 pçs
 Bengala 1 1/2” (PVC) - 01 pç
 Press Bow, Roldana, Parafuso, Bucha e Arruela.
 KIT Aterramento (haste, caixa de inspeção, cabo do aterramento, conector haste, eletroduto,
bucha e arruela ½.
 Poste Galvanizado 200daN - atende padrões com cabos de entrada: 25 35, 50 e 70 mm².

Dimensões da Caixa:
altura: 1,04 metros
largura 52 cm
profundidade: 18,6 cm

Dados Técnicos:
Esta caixa deve ser assentada à 60 cm do nível do piso acabado.
Instalação Lateral
Sistema Delta com Neutro.

Você também pode gostar