Você está na página 1de 1

Mistério em Porto Dourado

Sugestão de mini-campanha para Dungeons & Dragons

Sinopse: Um velho mercador viajante, que chegou pelo mar no dia anterior, procura por
aventureiros para desvendar o que aconteceu a seus comandados. Após serem enviados para
descarregar as mercadorias de sua embarcação - um veleiro atracado no porto - nenhum deles
retornou. Ele diz que, ao se aproximar do veleiro, ele próprio teve uma sensação desagradável e
mórbida, de que algo estava terrivelmente errado. Se aceitarem o “serviço” e investigarem a
embarcação, os aventureiros descobrirão que demônios e mortos-vivos a dominaram (alguns
dos mortos-vivos são os antigos comandados do mercador), e que dentro de um baú, no porão
mais distante, existe uma misteriosa pedra azul cinzenta, emanando energia. Os aventureiros
podem entender que a pedra é a causa do problema e ter de decidir se entregarão ou não ao
mercador.

Qual é a origem dessa pedra? Será que o mercador sabia de seu poder? Ele aceitará não tê-la de
volta? Se ela é mesmo a origem de um poder maligno, deve ser destruída. Mas, será assim tão
simples?

Sugestões de continuidade: O mestre pode usar uma ou mais das seguintes sugestões para
conduzir o encerramento da aventura e as próximas histórias.

a) Os aventureiros percebem que o mercador nada sabia sobre o poder emanado pela
pedra. Ele pede aos aventureiros que se livrem dela como puderem, pois só quer
resgatar o restante de suas mercadorias. Infelizmente, golpes normais ou mágicos,
entretanto, não são capazes de destruí-la. Os aventureiros terão de descobrir que pedra é
essa, para começar a entender como destruí-la. Encontrar alguém que saiba sobre essa
pedra será o começo da sua próxima aventura, e levá-la até o local onde um artefato
sagrado específico pode destruí-la será a seguinte.
b) Os aventureiros não compreendem que a pedra pode ser a origem do mal que abateu a
embarcação, ou simplesmente são convencidos pelo mercador a devolvê-la. Naquela
noite, o poder emanado pela pedra domina a mente do mercador, que se tornará
marionete de uma força demoníaca com uma agenda bastante perversa, que envolve
membros importantes da cidade...
c) Um viajante planar com uma idade contada em eras e praticamente indestrutível é a
força criadora desta pedra. Este viajante está tentando alcançar o status de divindade e a
criação de tão profano e poderoso artefato foi parte de seu Caminho para a
Imortalidade, o necessário rito de ascensão. Descobrir o nome desse poderoso ser
imortal, sua dimensão (ou mundo) de origem e que fraqueza pode ser explorada pelos
aventureiros para derrubá-lo podem ser objetivos de toda uma campanha.
d) Um indivíduo misterioso procura pelos aventureiros para alertá-los do perigo por trás
desta pedra e apontar-lhes um caminho para sua destruição. Ele não explicará nada
sobre si mesmo num primeiro momento. Seu segredo é que se trata de um emissário de
um deus (provavelmente um anjo), o qual pode ter seu status ameaçado por uma
possível ascensão do ser imortal que criou a pedra.