Você está na página 1de 14

Interbits – SuperPro ® Web

1. (Unicamp 2013) Os tubarões e os golfinhos são semelhantes quanto ao formato corpóreo,


como pode ser notado nas figuras abaixo. Tal semelhança, no entanto, não reflete proximidade
filogenética.

a) Dado que a semelhança apontada entre os tubarões e os golfinhos não pode ser explicada
por ancestralidade comum, a que ela se deve? Explique o processo que originou tal
semelhança.
b) Diferencie os tubarões dos golfinhos quanto ao sistema respiratório e quanto à estrutura do
coração.

2. (Unicamp 2013) Olhos pouco desenvolvidos e ausência de pigmentação externa são


algumas das características comuns a diversos organismos que habitam exclusivamente
cavernas. Dentre esses organismos, encontram-se espécies de peixes, anfíbios, crustáceos,
aracnídeos, insetos e anelídeos. Em relação às características mencionadas, é correto afirmar
que:
a) O ambiente escuro da caverna induz a ocorrência de mutações que tornam os organismos
albinos e cegos, características que seriam transmitidas para as gerações futuras.
b) Os indivíduos que habitam cavernas escuras não utilizam a visão e não precisam de
pigmentação; por isso, seus olhos atrofiam e sua pele perde pigmentos ao longo da vida.
c) As características típicas de todos os animais de caverna surgiram no ancestral comum e
exclusivo desses animais e, portanto, indicam proximidade filogenética.
d) A perda de pigmentação e a perda de visão nesses animais são características adaptativas
selecionadas pelo ambiente escuro das cavernas.

3. (Unicamp 2011) O gráfico abaixo mostra a variação ao longo do tempo na frequência de


dois fenótipos, relativos à forma do bico de uma espécie de ave. Os pesquisadores notaram
uma relação dessa variação fenotípica com uma alteração na disponibilidade de diferentes
tipos de organismos predados por essas aves e atribuíram a variação observada a seleção
natural.

Página 1 de 14
Interbits – SuperPro ® Web

a) Explique como a variação em populações de presas pode causar as mudanças nas


frequências dos fenótipos mostradas no gráfico.
b) Como o darwinismo explica o mecanismo de adaptação como parte do processo evolutivo?

4. (Unicamp 2010) As figuras a seguir mostram o isolamento, por um longo período de tempo,
de duas populações de uma mesma espécie de planta em consequência do aumento do nível
do mar por derretimento de uma geleira.

a) Qual é o tipo de especiação representado nas figuras? Explique.


b) Se o nível do mar voltar a baixar e as duas populações mostradas em B recolonizarem a
área de sobreposição (Figura C), como poderia ser evidenciado que realmente houve
especiação?
Explique.

5. (Unicamp 2009) Várias evidências científicas comprovam que as aves são descendentes
diretas de espécies de dinossauros que sobreviveram ao evento de extinção em massa que
assolou o planeta 65 milhões de anos atrás. O achado mais recente, um dinossauro
emplumado chamado Epidexipteryx hui, foi apresentado na revista "Nature". Alguns
dinossauros menores adquiriram a capacidade de voar, e foram eles, provavelmente, que
sobreviveram ao cataclismo e deram origem às aves modernas.
Adaptado de Herton Escobar, Curiosidades e maravilhas científicas do mundo em que vivemos.
http://www.estadao.com.br/vidae/imagineso_265208,0.htm. Acessado em 27/10/2008.

a) Conforme o texto, as aves provavelmente seriam descendentes de um grupo de


dinossauros, relação cada vez mais evidenciada pelo estudo dos fósseis. Contudo, as aves
modernas diferem dos répteis quanto ao sistema respiratório, diferença essa que pode ser
considerada uma adaptação ao voo. Que diferença é essa e como ela está relacionada ao
voo?

b) A capacidade de voar ocorre não só em aves, mas também em mamíferos, como os


morcegos, e em insetos. Os pesquisadores explicam que as asas podem ser órgãos
homólogos, em alguns casos, e órgãos análogos, em outros. Indique em quais dos animais
citados as asas são órgãos homólogos e em quais são órgãos análogos. Em que diferem
esses dois tipos de órgãos?

6. (Unicamp 2008) Na tabela a seguir são apresentados os resultados das análises realizadas
para identificar as substâncias excretadas por girinos, sapos e pombos.

Página 2 de 14
Interbits – SuperPro ® Web

a) Identifique, na tabela, qual amostra corresponde às substâncias excretadas por pombos.


Explique a vantagem desse tipo de excreção para as aves.
b) Identifique, na tabela, qual amostra corresponde às substâncias excretadas por girinos e
qual corresponde às dos sapos. Explique a relação entre o tipo de substância excretada por
esses animais e o ambiente em que vivem.

7. (Unicamp 2008) A evolução biológica é tema amplamente debatido e as teorias


evolucionistas mais conhecidas são as de Lamarck e Darwin, a que remete a tira do Calvin a
seguir.

Tradução:
Quadro 1: Uma das criaturas mais peculiares da natureza, a girafa, está singularmente
adaptada ao seu ambiente.
Quadro 2: Sua tremenda altura lhe permite mastigar os suculentos petiscos mais difíceis de
alcançar.
Quadro 3: Biscoitos.

Página 3 de 14
Interbits – SuperPro ® Web

a) Como a altura da girafa, lembrada pela tira do Calvin, foi utilizada para explicar a teoria de
Lamarck?
b) Como a teoria de Darwin poderia explicar a situação relacionada com a altura da girafa?

8. (Unicamp 2007) Analise o gráfico a seguir, no qual é mostrada a variação do nível de


oxigênio na atmosfera terrestre em função do tempo em bilhões de anos.

a) Em que período (A ou B) devem ter surgido os primeiros organismos eucariotos capazes de


fazer respiração aeróbica? E os primeiros organismos fotossintetizantes? Justifique as duas
respostas.
b) Qual organela celular foi imprescindível para o aparecimento dos organismos eucariotos
aeróbicos? E para os organismos eucariotos fotossintetizantes?
c) Explique a teoria cientificamente mais aceita sobre a origem dessas organelas. Dê uma
característica comum a essas organelas que apóie a teoria.

9. (Unicamp 2007) Os morcegos, únicos mamíferos capazes de voar, têm se adaptado ao


espaço urbano e passado a viver em casas e galpões abandonados. A consequência imediata
desse processo é o aumento do número de ataques de morcegos hematófagos ao homem e a
outros animais. Esses morcegos podem transmitir a raiva quando estão contaminados pelo
agente causador dessa doença.
a) Indique o agente causador da raiva e explique como a doença é transmitida.
b) Os morcegos exercem papéis importantes nos ecossistemas. Indique dois desses papéis.
c) As asas são estruturas presentes nos morcegos, aves e insetos e são consideradas
evidências do processo evolutivo. Explique por quê.

TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO:


"O agronegócio responde por um terço do PIB, 42% das exportações e 37% dos
empregos. Com clima privilegiado, solo fértil, disponibilidade de água, rica biodiversidade e
mão de obra qualificada, o Brasil é capaz de colher até duas safras anuais de grãos. As
palavras são do Ministério da Agricultura e correspondem aos fatos. Essa é, no entanto,
apenas metade da história. Há uma série de questões pouco debatidas: Como se distribui a
riqueza gerada no campo? Que impactos o agronegócio causa na sociedade, na forma de
desemprego, concentração de renda e poder, êxodo rural, contaminação da água e do solo e
destruição de biomas? Quanto tempo essa bonança vai durar, tendo em vista a exaustão dos
recursos naturais? O descuido socioambiental vai servir de argumento para a criação de
barreiras não-tarifárias, como a que vivemos com a China na questão da soja contaminada por
agrotóxicos?"
(Adaptado de Amália Safatle e Flávia Pardini, Grãos na Balança. Carta Capital, 01/09/2004, p.
42.)

Página 4 de 14
Interbits – SuperPro ® Web

10. (Unicamp 2007) A contaminação por agrotóxicos também é mencionada no texto. A


aplicação intensiva de agrotóxicos a partir da década de 1940 aumentou a produtividade na
agricultura. Atualmente, são produzidas e cultivadas plantas transgênicas, isto é,
geneticamente modificadas para serem resistentes à ação de insetos. Um exemplo conhecido
é o milho geneticamente modificado com um gene da bactéria 'Bacillus thuringensis' (Bt), o que
lhe confere resistência a ataques de insetos. Contudo, alguns pesquisadores têm observado
que diferentes espécies de insetos adquirem resistência às toxinas bioinseticidas produzidas
por essas plantas.
a) Explique como os insetos se tornam resistentes.
b) Sabe-se que a aplicação intensiva de agrotóxicos, como o DDT, pode afetar a cadeia
alimentar tanto de ambientes aquáticos como de solos. Explique por que isso ocorre.

11. (Unicamp 2006) A biodiversidade brasileira, no que diz respeito a aranhas, pode ser ainda
maior do que suspeitavam os cientistas. É o que apontam as últimas descobertas de uma
equipe de pesquisadores brasileiros. Entre janeiro e julho de 2005, o grupo identificou nove
espécies novas de aranha, a maioria da região amazônica. Os pesquisadores também
compararam geneticamente a espécie 'Ericaella florezi' com outras do mesmo gênero e
sugeriram que a especiação pode ter se iniciado com o aparecimento da Cordilheira dos
Andes, há cerca de 12 milhões de anos.
(Adaptado de "Brasileiros acham nove espécies de aranha em 2005","Folha de S.
Paulo", 22/08/2005. http://www1.folha.uol.com.br/folhalclenclalult306u1 3625shtml)

a) Por que o surgimento da Cordilheira dos Andes teria iniciado o processo de especiação?
b) Que processos posteriores devem ter ocorrido para que essas aranhas se tornassem
espécies distintas?

12. (Unicamp 2004) O melanismo industrial tem sido frequentemente citado como exemplo de
seleção natural. Esse fenômeno foi observado em Manchester, na Inglaterra, onde, com a
industrialização iniciada em 1850, o ar carregado de fuligem e outros poluentes provocou o
desaparecimento dos liquens de cor esbranquiçada que viviam no tronco das árvores. Antes da
industrialização, esses liquens permitiam a camuflagem de mariposas da espécie 'Biston
betularia' de cor clara, que eram predominantes. Com o desaparecimento dos liquens e
escurecimento dos troncos pela fuligem, as formas escuras das mariposas passaram a
predominar.
a) Por que esse fenômeno pode ser considerado um exemplo de seleção natural?
b) Como a mudança ocorrida na população seria explicada pela teoria de Lamarck?

13. (Unicamp 2003) Uma das hipóteses mais aceitas para explicar a origem das mitocôndrias
sugere que estas organelas se originaram de bactérias aeróbicas primitivas, que
estabeleceram uma relação de simbiose com uma célula eucarionte anaeróbica primitiva.
a) Dê uma característica comum a bactérias e mitocôndrias que apoie a hipótese acima.
b) Qual seria a vantagem dessa simbiose para a bactéria? E para a célula hospedeira?
c) Que outra organela é considerada também de origem simbiótica?

14. (Unicamp 2003) A figura a seguir representa uma árvore filogenética do Filo Chordata.
Cada retângulo entre os ramos representa o surgimento de novidades evolutivas
compartilhadas por todos os grupos dos ramos acima dele.

Página 5 de 14
Interbits – SuperPro ® Web

a) O retângulo I indica, portanto, que todos os cordados apresentam caracteres em comum.


Cite 2 destes caracteres.
b) Cite uma novidade evolutiva que ocorreu no retângulo II e uma que ocorreu no retângulo III.
Explique por que cada uma delas foi importante para a irradiação dos cordados.

15. (Unicamp 2002) O mapa a seguir mostra os países que reúnem em seus territórios 70%
das espécies vegetais e animais existentes sobre a Terra. A maioria dos países que apresenta
megadiversidade está localizada nas regiões tropicais.

a) Que bioma é comum à maioria dos países tropicais?

b) "A diversidade gera diversidade". Por que esta frase pode ser aplicada à grande
biodiversidade das regiões tropicais?

c) Explique por que Madagascar, Indonésia e Filipinas apresentam, além de grande


biodiversidade, um elevado número de espécies que ocorrem apenas nesses locais.

16. (Unicamp 2001) Desde 1995 alguns estados norte-americanos estão excluindo o ensino da
teoria de evolução biológica dos seus currículos escolares alegando, entre outras razões, que
ninguém estava presente quando a vida surgiu na Terra. Alguns cientistas defendem a teoria da
evolução argumentando que, se é necessário "ver para crer", então não poderemos acreditar
na existência dos átomos, pois estes também não podem ser vistos.
(Adaptado da "ISTO É", 25/08/1999.)

a) Apresente três evidências que apóiam a teoria da evolução biológica.

b) A mutação gênica é considerada um dos principais fatores evolutivos. Por quê?

Página 6 de 14
Interbits – SuperPro ® Web

17. (Unicamp 2000) A fauna de fundo de cavernas é caracterizada por turbelários, minhocas,
sanguessugas, muitos crustáceos e insetos, aracnídeos e caramujos. Os vertebrados são
representados por peixes, salamandras e morcegos. Os morcegos se refugiam na caverna
durante o dia. Geralmente os animais são despigmentados e os peixes são cegos. Muitos
insetos, miriápodes e aracnídeos têm pernas e antenas desmesuradas, não raro densamente
revestidas de cerdas. Alguns besouros têm cerdas distribuídas pelo corpo todo. A umidade
constante é de especial importância; geralmente os animais são estenotermos. O alimento é
raro, a escuridão é completa, faltam vegetais.
(Adaptado de Mello Leitão, C. ZOOGEOGRAFIA DO BRASIL, 1943)

a) Pode-se dizer que foi a falta de luz que fez com que os peixes ficassem cegos? Explique sua
resposta do ponto de vista evolutivo.

b) No texto são citadas adaptações que permitem aos animais sobreviverem nesse ambiente.
Identifique uma delas e explique a sua função.

c) Construa uma cadeia alimentar de três níveis tróficos que pode ocorrer em cavernas,
utilizando as informações do texto.

18. (Unicamp 2000) Leia com atenção a tira a seguir:

a) Calvin não entende por que precisa estudar os morcegos. Esses animais, porém, têm
funções biológicas importantes nos ecossistemas. Cite duas dessas funções.

b) Calvin acredita que os morcegos são insetos porque, além de considerá-los nojentos, eles
voam. No entanto, o que ele não sabe é que asas de insetos e de morcegos não são estruturas
homólogas, mas análogas. Qual a diferença entre estruturas análogas e homólogas?

c) Dê duas características exclusivas da classe a que pertencem os morcegos.

19. (Unicamp 1999) Aves que não voam são nativas da África (avestruzes), América do Sul
(emas), Austrália (emus e casuares) e Nova Zelândia (kiwi).
a) Considerando que essas aves têm um ancestral comum, como se pode explicar a
distribuição atual pelos diferentes continentes?
b) Que processos provocaram a diferenciação dos animais dessas regiões?

20. (Unicamp 1998) Em 1950, o vírus mixoma foi introduzido em uma região da Austrália para
controlar o grande aumento de coelhos europeus. O primeiro surto de mixomatose matou 99,8
% dos coelhos infectados. O surto seguinte matou 90%. No terceiro surto somente 40 a 60%
dos coelhos infectados morreram e a população voltou a crescer novamente. O vírus é
transmitido por mosquitos que só picam coelhos vivos. O declínio da mortalidade dos coelhos

Página 7 de 14
Interbits – SuperPro ® Web

foi atribuído a fatores evolutivos.


a) Do ponto de vista evolutivo, o que ocorreu com a população de coelhos?
b) Como os mosquitos podem ter contribuído para diminuição da mortalidade dos coelhos?

21. (Unicamp 1997) Em um arquipelago oceânico, todas as ilhas são habitadas por aves de
um mesmo gênero. Cada ilha possui uma única espécie deste gênero e as diferenças
morfológicas principais entre elas são o tamanho e o formato do bico.
a) Qual foi a primeira etapa desse processo de especiação?
b) Que pressão seletiva deve ter determinado a presença de aves com bicos diferentes em
diferentes ilhas?
c) Qual seria o procedimento para confirmar que as aves encontradas nas diferentes ilhas são
de fato espécies diferentes?

22. (Unicamp 1995) Imagine que tenha sido elaborada a seguinte hipótese para explicar a
extinção dos dinossauros:
Os dinossauros eram répteis herbívoros que viveram no período Cambriano, há cerca de 600
milhões de anos. Nesse período surgiram as gimnospermas, que foram os primeiros vegetais a
ocupar o ambiente Terrestre. Essas plantas possuíam vasos pouco desenvolvidos, e por isso, a
circulação de seiva elaborada através do xilema não era eficiente, causando a retenção de
resíduos metabólicos tóxicos em suas folhas, flores e frutos. Os dinossauros incapazes de
reconhecer o sabor amargo característico das plantas tóxicas, alimentaram-se delas e
morreram envenenados.
Há varias informações erradas no texto acima. Indique três delas e explique por que cada uma
das afirmações que você selecionou é errada.

23. (Unicamp 1995) Escolha a frase que corresponde ao conceito atual de evolução e dê, para
cada uma das outras duas, a razão de não a ter escolhido:

I. A evolução resulta da modificação das populações e não dos indivíduos.

II. A evolução ocorrerá tanto mais rapidamente quanto mais os indivíduos se modificarem para
se adaptar ao ambiente.

III. Os indivíduos que vencem a "luta pela sobrevivência" são os que determinam o rumo da
evolução, não importando se produzem descendentes e quantos eles são.

24. (Unicamp 1994) "Os antepassados dos golfinhos tinham patas, que, de tanto serem
usadas para a natação, foram se transformando em nadadeiras."
a) A frase acima está de acordo com a teoria de Lamarck ou com a teoria de Darwin?
Justifique, relacionando a teoria escolhida com a frase.
b) Por que a frase está em desacordo com a teoria não escolhida?

25. (Unicamp 1992) Em uma determinada espécie, flores amarelas representam uma
adaptação bem sucedida em relação a um certo polinizador. Todos os indivíduos atuais dessa
espécie apresentam flores amarelas, mas, há muito tempo atrás, existiram flores de outras
cores. Cite a teoria que explica esse fato e descreva o processo que levou à existência de uma
única cor para as flores dessa espécie.

Página 8 de 14
Interbits – SuperPro ® Web

Gabarito:

Resposta da questão 1:
a) As semelhanças morfológicas observadas entre o tubarão (peixe) e o golfinho (mamífero)
ocorrem devido ao processo evolutivo denominado convergência adaptativa. A forma
hidrodinâmica desses animais resulta da seleção natural de variações favoráveis para a
sobrevivência no ambiente aquático.
b) Os tubarões possuem coração bicavitário com 1 átrio e 1 ventrículo, circulação fechada e
simples e respiração branquial.
Os golfinhos apresentam coração tetracavitário com 2 átrios e 2 ventrículos completamente
separados. Nesses animais a circulação é fechada, dupla e completa. Os golfinhos respiram
por pulmões.

Resposta da questão 2:
[D]

Animais com olhos pouco desenvolvidos e o albinismo são características adaptativas


selecionadas pelo ambiente escuro das cavernas.

Resposta da questão 3:
a) O aumento populacional das aves dotadas de bico fino é resultante de sua capacidade de
capturar as presas que lhes servem de alimento. A diminuição das aves de bico largo deve-
se, provavelmente, à escassez de suas presas usuais ou incapacidade de sua captura.
b) Segundo Darwin, a adaptação é o resultado da seleção natural de características favoráveis
em determinado ambiente.

Resposta da questão 4:
a) As figuras acima mostram um esquema de especiação alopátrica ou geográfica, processo
de formação de novas espécies a partir da separação geográfica de uma população
ancestral em duas por uma barreira física ou geográfica.

b) Evidencia-se a especiação quando há a constatação do isolamento reprodutivo como


consequência da diversificação do conjunto gênico de cada população durante o isolamento
geográfico.

Resposta da questão 5:
a) As aves modernas possuem sacos aéreos e ossos pneumáticos, estruturas que
diminuem o peso do animal.

b) Órgãos homólogos são aqueles que apresentam a mesma origem embrionária; é o caso das
asas das aves e dos morcegos. Órgãos análogos apresentam a mesma função, isto ocorre
entre as asas dos insetos e as das aves e morcegos.

Resposta da questão 6:
a) Amostra 2. O ácido úrico é insolúvel e menos tóxico. A vantagem está relacionada à
economia de água e à facilitação do voo.

b) Girino: Amostra 1.
Sapo: Amostra 3.

Girinio: disponibilidade de água.


Sapo: economia de água.

Resposta da questão 7:
a) Segundo Lamarck, as girafas primitivas, de pescoço curto, forçadas a procurar alimento em

Página 9 de 14
Interbits – SuperPro ® Web

árvores altas (uso e desuso), sofreram, ao longo das gerações, um aumento no comprimento
do pescoço, chegando ao tamanho atual.

b) Para Darwin, haveria inicialmente girafas com tamanhos variados de pescoço, todas
buscando alimento nas árvores. Por meio da seleção natural, teria ocorrido a sobrevivência
apenas dos animais com pescoços maiores.

Resposta da questão 8:
a) Período A: Primeiros organismos fotossintetizantes.
Período B: Primeiros organismos que fazem respiração aeróbia.
No período B já havia O2, resultante da fotossíntese do período A.

b) Respiração Aeróbia: mitocôndrias


Fotossíntese: cloroplastos

c) Hipótese endossimbionte: estas organelas foram fagocitadas, fato comprovado pela


presença de DNA circular, RNA e ribossomos típicos de bactérias.

Resposta da questão 9:
a) Vírus, transmitido pela saliva de organismos contaminados.
b) Predadores de insetos, portanto, controle populacional e dispersores de sementes.
c) A origem embrionária de asas de aves e morcegos difere da origem de asas de insetos. A
função é a mesma, no caso, demonstrando uma convergência adaptativa.

Resposta da questão 10:


a) Mutações e recombinações gênicas geram variabilidade, portanto existem insetos não-
resistentes e resistentes.
As toxinas agem selecionando os insetos resistentes e eliminando os não-resistentes (seleção
natural).

b) O D.D.T é um organoclorado pouco degradável, portanto apresenta efeito acumulativo. Pode


ser aplicado no ambiente terrestre e, posteriormente, contaminar o ambiente aquático.

Resposta da questão 11:


a) Ocorreu o isolamento geográfico, evento que inicia o processo de especiação.

b) Mutações e recombinações gênicas selecionadas pelo meio, provocando o isolamento


reprodutivo.

Resposta da questão 12:


a) as mariposas camufladas são pouco vistas pelo predador, determinando uma seleção
natural pelo meio ambiente.
b) Segundo Lamarck, as mariposas claras se transformariam em escuras e transmitiriam esta
característica para os seus descendentes.

Resposta da questão 13:


a) Bactérias e mitocôndrias apresentam DNA e RNA e, consequentemente, capacidade de
crescimento e autoduplicação.
b) No interior da célula hospedeira as bactérias recebem nutrientes e ficam protegidas. Em
contrapartida, fornecem moléculas de ATP, produzidas durante a respiração aeróbica.
c) Cloroplastos.

Resposta da questão 14:


a) Todos os representantes do filo cordados apresentam um tubo neural dorsal, notocorda e
fendas na faringe, em algum estágio de seu ciclo vital.

Página 10 de 14
Interbits – SuperPro ® Web

b) O retângulo II indica o desenvolvimento de patas, o que representou um avanço


evolucionário fundamental para a conquista do meio terrestre. O retângulo III representa o
aparecimento do ovo com casca, provido de anexos embrionários como o âmnio, o alantoide e
o cório. Estas estruturas permitiram o desenvolvimento no meio aéreo e, portanto, a conquista
definitiva do meio terrestre.

Resposta da questão 15:


a) Floresta pluvial tropical.

b) Nas florestas tropicais a grande diversidade de condições abióticas tais como temperatura,
umidade, luminosidade, relevo etc., favorece a diversificação de inúmeras espécies que podem
ocupar diferentes nichos ecológicos.

c) Ilhas se constituem em ambientes propícios para a evolução de espécies exclusivas, pois


estão isoladas geograficamente dos continentes.

Resposta da questão 16:


a) Evidências da evolução biológica:
- fósseis;
- bioquímica comparada;
- existência de estruturas vestigiais;
- homologias;
- embriologia comparada.

b) A mutação gênica é a fonte de novos genes, o que determina a variabilidade dentro dos
grupos biológicos, sobre a qual age a seleção natural.

Resposta da questão 17:


a) A falta de luz não pode fazer com que os peixes fiquem cegos. Esta seria uma explicação
lamarckista, ou seja, o ser vivo pode se modificar ativamente em resposta às mudanças
ambientais. O ambiente escuro das cavernas selecionou os peixes cegos. Tais peixes devem
apresentar outras características que os adaptam muito bem a este tipo de ambiente.

b) Pernas desmesuradas permitem aos animais cavernícolas o deslocamento rápido com a


finalidade de atacar e evadir-se de predadores; abundância de cerdas determinam grande
capacidade de percepção sensorial do ambiente escuro de cavernas.

c) Crustáceos � Peixes � Sanguessugas

Resposta da questão 18:


a) Os morcegos que se alimentam de néctar de flores contribuem para a polinização.
Dispersam sementes as espécies frugívoras. Os insetívoros controlam as populações de
insetos dos quais se alimentam.

b) Homólogos são órgãos que possuem a mesma origem embrionária, independentemente de


sua função.
Ex: Asas dos morcegos e asas das aves.

Análogos são órgãos que possuem a mesma função, independentemente de sua origem
embrionária.
Ex: Asas dos morcegos e asa dos insetos.

c) São características exclusivas dos animais da classe Mamíferos:

Página 11 de 14
Interbits – SuperPro ® Web

- pelos
- glândulas mamárias, sebáceas e sudoríparas
- músculo diafragma
- placenta
- hemácias anucleadas

Resposta da questão 19:


a) Teoria da Deriva Continental.
b) Isolamento geográfico, seleção natural e isolamento reprodutivo (especiação).

Resposta da questão 20:


a) Os coelhos foram submetidos a um processo de seleção natural, ou seja, foram eliminados
os animais sensíveis e preservados os resistentes que puderam recuperar o tamanho da
população.

b) Os mosquitos vetores contribuíram para a sobrevivência dos coelhos transmitindo entre os


indivíduos desta população formas atenuadas do vírus mixoma.

Resposta da questão 21:


a) Isolamento geográfico.
b) Tipo de alimento disponível em cada ilha.
c) Cruzamentos e análise da descendência. Se não produzem descendentes, ou estes são
estéreis ou inviáveis, já ocorreu o isolamento reprodutivo que determina a formação de
espécies diferentes.

Resposta da questão 22:


Os dinossauros são répteis que surgiram no Período Triássico, da Era Mesozoica há cerca de
200 milhões de anos. As coníferas surgiram há cerca de 280 milhões de anos, no Período
Permiano da Era Paleozoica. Possuem vasos condutores eficientes para o transporte de seiva
elaborada, o floema e não há evidências de que produziam substâncias tóxicas que os répteis
herbívoros não pudessem identificar pelo sabor.

Resposta da questão 23:


A frase I está de acordo com o conceito moderno de evolução biológica. Na frase II aparece a
ideia Lamarckista de que os seres se modificam para se adaptar às condições ambientais. A
frase III também não está de acordo, pois preconiza que qualquer ser vivo que vença a luta
pela sobrevivência poderia produzir descendência.

Resposta da questão 24:


a) Lamarck porque preconiza que as "patas" do golfinho se transformaram em nadadeiras,
pelo uso exagerado, para se adaptar ao ambiente aquático.

b) A frase está em desacordo com a teoria de Darwin porque os golfinhos foram selecionados
nesse ambiente, dentre as variações produzidas pelos seus ancestrais.

Resposta da questão 25:


Os vegetais que produzem flores amarelas, dentre outras variações, foram mais bem
sucedidos e puderam deixar maior número de descendentes já que foram selecionados pelo
tipo de polinizador.

Página 12 de 14
Interbits – SuperPro ® Web

Resumo das questões selecionadas nesta atividade

Data de elaboração: 21/09/2013 às 01:03


Nome do arquivo: EVOLUÇÃO

Legenda:
Q/Prova = número da questão na prova
Q/DB = número da questão no banco de dados do SuperPro®

Q/prova Q/DB Grau/Dif. Matéria Fonte Tipo

1.............123322.....Média.............Biologia..........Unicamp/2013......................Analítica

2.............121599.....Média.............Biologia..........Unicamp/2013......................Múltipla escolha

3.............102120.....Média.............Biologia..........Unicamp/2011......................Analítica

4.............93548.......Média.............Biologia..........Unicamp/2010......................Analítica

5.............84214.......Não definida. .Biologia..........Unicamp/2009......................Analítica

6.............82854.......Não definida. .Biologia..........Unicamp/2008......................Analítica

7.............82864.......Não definida. .Biologia..........Unicamp/2008......................Analítica

8.............81653.......Não definida. .Biologia..........Unicamp/2007......................Analítica

9.............81648.......Não definida. .Biologia..........Unicamp/2007......................Analítica

10...........69707.......Não definida. .Biologia..........Unicamp/2007......................Analítica

11...........79985.......Não definida. .Biologia..........Unicamp/2006......................Analítica

12...........52373.......Não definida. .Biologia..........Unicamp/2004......................Analítica

13...........42553.......Não definida. .Biologia..........Unicamp/2003......................Analítica

14...........42548.......Não definida. .Biologia..........Unicamp/2003......................Analítica

15...........37427.......Não definida. .Biologia..........Unicamp/2002......................Analítica

16...........35641.......Não definida. .Biologia..........Unicamp/2001......................Analítica

17...........33188.......Não definida. .Biologia..........Unicamp/2000......................Analítica

18...........33170.......Não definida. .Biologia..........Unicamp/2000......................Analítica

19...........25205.......Não definida. .Biologia..........Unicamp/1999......................Analítica

20...........21214.......Não definida. .Biologia..........Unicamp/1998......................Analítica

21...........18634.......Não definida. .Biologia..........Unicamp/1997......................Analítica

Página 13 de 14
Interbits – SuperPro ® Web

22...........665...........Não definida. .Biologia..........Unicamp/1995......................Analítica

23...........1287.........Não definida. .Biologia..........Unicamp/1995......................Analítica

24...........173...........Não definida. .Biologia..........Unicamp/1994......................Analítica

25...........1571.........Não definida. .Biologia..........Unicamp/1992......................Analítica

Página 14 de 14

Você também pode gostar