Você está na página 1de 23

Sensores e Atuadores

Sensores e Atuadores
Mestre Edir Branzoni Leal

Conceitos Básicos
Bibliografia
• Thomazini, D.; Albuquerque, P.U.B., Sensores
Industriais – Fundamentos e Aplicações, São
Paulo: Ed Érica.
Sensores e Atuadores
Se você não olhasse, não ouvisse, não sentisse o toque, o
cheiro e o gosto do mundo, como saberia que ele existe ?

A gente "pega" o mundo através dos cinco sentidos. São eles que transmitem
ao cérebro uma série de sensações importantes. O mundo é apresentado ao homem
através de cinco informações diferentes: o cheiro (olfato), o som (audição), a
imagem (visão), a sensação de tocá-lo (tato), e, por fim, o gosto (paladar). Os
sentidos funcionam o tempo todo como verdadeiros informantes do mundo exterior.
Sensores
Sensores
São dispositivos sensíveis a alguma forma de energia do ambiente
(luminosa, térmica, cinética), mudando seu comportamento sob a ação de
grandezas físicas, e podendo fornecer diretamente ou indiretamente um
sinal que indique esta grandeza.
Conceitos Básicos
• Sensores
- Analógicos
-Digitais
• Atuadores
• Transdutor
• Conversores A/D e D/A
• Características Importantes
• Classificação dos Instrumentos
Conceitos Básicos
• Variáveis
- Em qualquer processo existem variáveis que precisam
ser medidas e monitoradas.
- Isso é feito analisando-se fenômenos físicos tais como:
- Luz
- Calor
- Vibrações
- Força
- Posição
Sensores Analógicos
• Pode assumir qualquer valor no seu sinal de saída ao longo do
tempo, desde que esteja dentro da sua faixa de operação.
• Buscam-se sensores que possuam sua saída analógica
próxima a uma réplica da variação da grandeza física.
Sensores Digitais
• Pode assumir apenas dois valores no seu sinal de saída ao
longo do tempo (zero ou um).
• Esse tipo de sensor só é capaz de indicar se uma grandeza
física atingiu um valor predeterminado.
Atuadores
• Dispositivos que modificam uma variável
controlada. Recebem um sinal proveniente do
controlador e agem sobre o sistema
controlado
- Válvulas
- Relés
- Cilindros Motores
- Solenóides
Transdutor
• Denominação dada a um dispositivo completo
que contém o sensor e todos os circuitos de
interface necessários para transformar uma
grandeza qualquer em outra que pode ser
utilizada nos dispositivos de controle.
• Pode ser considerado uma interface às formas de
energia do ambiente e o circuito de controle ou
entre o controle e o atuador.
• Transdutores convertem grandezas físicas em
grandezas elétricas
Conversores A/D e D/A
• Devem ser bem dimensionados para não obter
valores falsos da grandeza física e torná-lo mais
lento durante a conversão.
Características Importantes
de Equipamentos
• Sensibilidade

- Indica qual deve ser a variação menor da intensidade da grandeza


medida que o sensor pode detectar, ou seja, a menor variação da
grandeza medida cause uma alteração sensível do sinal elétrico de
saída.
- (ou ganho) é a razão entre o sinal de saída e de entrada para um
dado sensor ou transdutor.

• Exatidão
- Consiste no erro da medida realizada por um transdutor em relação a
um medidor padrão.
- É a aptidão de um instrumento de medição para dar respostas
próximas a um valor verdadeiro.
Características Importantes
de Equipamentos
• Linearidade
- É a curva obtida plotando os valores medidos por um
transdutor sob teste. Pode variar conforme o tipo de sensor.
Características Importantes
de Equipamentos
• Precisão
- É a característica relativa ao grau de repetibilidade do valor medido por um
transdutor. Está associada à dispersão dos valores resultantes de uma série de
medidas.

• Alcance (Range)
- Representa toda a faixa de valores de entrada de um transdutor, também chamada
amplitude de operação. Faixa de Grandezas “ Pressão ou Temperatura”.

• Estabilidade
- Está relacionada com a flutuação da saída do sensor.

• Velocidade de resposta
- Velocidade com que a medida fornecida pelo sensor alcança o valor real do processo.
Características Importantes
de Equipamentos
Histerese
Um sensor ideal deve responder às variações de uma grandeza tanto quando elas
ocorram num sentido como no outro. Para um sensor de temperatura, por exemplo,
uma subida de 1 grau na temperatura deve ser respondida com uma variação de sua
resistência da mesma forma que uma descida de 1 grau, a partir do mesmo valor. No
entanto, na prática isso não ocorre com muitos sensores que se comportam de
maneiras diferentes quando a grandeza aumenta ou diminui de valor tomando como
referência um mesmo ponto. Se colocarmos isso num gráfico, veremos que o "trajeto"
das variações da grande num sentido é diferente do "trajeto' obtido quando ela varia
no sentido oposto.
Características Importantes
de Equipamentos
• Histerese
- A histerese pode ser traduzida como retardo que tem como
objetivo evitar falsas comutações na saída, este efeito
propícia ao sensor uma banda de segurança entre o ligar
(ON point) e o desligar (OFF point). As ilustrações abaixo
são para um sensor com as seguintes características:
distância sensora (SN) de 10 mm e histerese (H) de ± 20%.
Características Importantes
de Equipamentos
• Outras características levadas em consideração na
especificação:
- Facilidade de manutenção
- Custo
- Calibração
- Dimensões
- Faixa de trabalho
- Encapsulamento
- Vida útil
Alimentação dos Sensores
• Tensão contínua
- Os sensores encontrados no mercado operam em uma faixa de 10 a
30 VDC. Na automação é muito comum o uso de alimentação de 24
VDC.
• Tensão Alternada
- Para máquinas que não têm disponibilidade de uma fonte de
alimentação DC, os fabricantes disponibilizam também, sensores com
alimentação alternada de 90 a 265 VAC, tornando-os compatíveis com
os padrões brasileiros.
• Tensão Universal
- O avanço da tecnologia proporcionou comodidade à automação e os
fabricantes disponibilizam sensores capazes de operar em tensões de
12 a 250 V alternada ou contínua. É obvio que toda comodidade tem
um preço.
Tipo de Saída
Terminologia de Saída dos Sensores
Sensores com saída NPN
São utilizados para comutar a carga ao potencial positivo. O módulo de saída possui um
transistor NPN que conecta a carga à terra (0 V). A carga é conectada entre a saída do
sensor e a tensão de funcionamento positiva (VDC).
Tipo de Saída
Sensores com saída PNP
São utilizados para comutar a carga ao potencial negativo. O módulo de saída possui
um transistor PNP que conecta a carga à terra (0 V). A carga é conectada entre a saída
do sensor e a tensão de funcionamento negativo (0 V).
Terminologia
• Distância e face sensora:
- A face sensora é lado do sensor que detecta o objeto e a
distância é a distância entre a face sensora e o objeto a ser
detectado. Com este parâmetro podemos definir a maior
distância que podemos deixar o sensor do objeto a ser
detectado.
Classificação dos
Instrumentos
• Quanto à localização
- Instrumentos de Painel ou uso interno
- Instrumentos de campo – uso ao tempo
• Quanto à função
- Medidores
- Indicadores
- Registradores
- Controladores
- Alarmes
Sensores Industriais
• Tipos de sensores

- Sensores de presença
- Sensores de posição
- Sensores ópticos
- Sensores de velocidade
- Sensores de aceleração
- Sensores de temperatura
- Sensores de pressão
- Sensores de vazão

Você também pode gostar