Você está na página 1de 43

COMO OPERAR NO

MERCADO DE AÇÕES
ANÁLISE TÉCNICA

METATRADER 4.0

TRADEZONE

DEZEMBRO 2008 – REVISÃO 1.2


1- INTRODUÇÃO

Operar no mercado de ações pode parecer como apostar em um jogo de azar, mas posso
garantir que não é.
Existem maneiras de operarmos no mercado de ações de maneira planejada, uma delas
é através da análise técnica (ou análise gráfica), conhecida também pela sigla AT. A AT
será o objeto deste estudo.
Nosso intuito é apresentar ao leitor os conceitos básicos de AT, dando maior segurança
às suas operações.
A linguagem a ser empregada será a mais simples possível, uma vez que temos como
objetivo prover informações ao iniciante na bolsa de valores, a ferramenta para dar
suporte às nossas análises será o software Metatrader 4.0 ( que pode ser “baixado”
gratuitamente no site do fornecedor Metaquotes), em sessão específica estaremos
passando todas as “dicas” necessárias.
Não é necessário nenhum conhecimento prévio sobre finanças ou mercado financeiro, o
foco de nosso estudo é demonstrar que é possível ter um perfil do mercado através da
análise gráfica, identificando pontos de entrada e saída de operações. Os termos
utilizados serão apresentados no decorrer de cada capítulo, não estaremos
demonstrando matematicamente nenhuma fórmula ou indicador, como dissemos
anteriormente a linguagem será a mais simples e direta possível.
Sugestões e críticas serão bem-vindas, esperamos que a cada revisão o conteúdo seja
aprimorado e contamos com a colaboração de nossos amigos leitores.
Tenham em mente que o bom “trader” (negociador) deve estar sempre estudando,
buscando informações, realmente “antenado” no que está acontecendo no Brasil e no
mundo.
Esperamos que a leitura desse estudo seja proveitosa, desejamos muito sucesso em suas
operações na bolsa de valores.
Sugestões, comentários, críticas são bem-vindas, estaremos sempre abertos para as
opiniões e críticas, só assim aprimoraremos nosso trabalho.
Para tanto disponibilizamos o seguinte e-mail para contato:

mtmaster2009@hotmail.com

Acessem também o meu blog:


www.atmetamaster.blogspot.com

2
2- O QUE É UMA AÇÃO:

Ação é a menor parte de uma empresa (quando a mesma é de capital aberto, ou seja
uma SA, isto é , Sociedade Anônima).
As ações podem ser basicamente de dois tipos:
ON – Ordinárias Nominais – com direito a voto nas assembléias deliberativas, e
PN - Preferenciais Ordinárias – que oferecem preferência na distribuição de resultados
ou no reembolso do capital em caso de liquidação da companhia, não concedendo o
direito de voto, ou restringindo-o.

Se multiplicarmos o número de ações de uma empresa por seu respectivo valor de face
teremos o valor de mercado da empresa.

As ações são negociadas através da bolsa de valores, tendo como intermediários os


bancos e corretoras de valores.

Não estaremos entrando em detalhes quanto ao processo de liquidação e custódia das


ações, estaremos focados no processo de negociação.

Em geral são negociadas na quantidade de 100 ações (lote padrão), quantidades


inferiores ao lote padrão são negociadas no mercado denominado fracionário, sempre é
interessante operar com o lote padrão !!!!
Nosso objetivo é prover informações para negociar ações utilizando homebroker e
análise técnica.

3- COMO ESCOLHER UMA CORRETORA

Lembre-se que para negociar as ações você deverá estar cadastrado em uma corretora
de valores ou em algum banco que tenha homebroker.
Recomendamos sempre corretoras que tenham o valor de transação fixo, a tabela
BOVESPA é baseada em porcentagem, geralmente o lucro é menor quando utilizamos
corretoras que operam com porcentagem.
Ao comprar e vender ações teremos custos com corretagem, emolumentos, impostos,
etc...
Quanto ao Imposto de renda estaremos discutindo em sessão específica esse tema.
Existem corretoras que cobram taxas por custodiar ações, outras não, outras tem regras
específicas ( por exemplo: se você fizer ao menos uma transação por mês não será
cobrada taxa de custódia).
Portanto:Ao optar por uma corretora avalie:
a- o custo de corretagem, se a corretagem é fixa ou variável
b- se é cobrada taxa de custódia ou não
c- se o homebroker é estável (para isso é bom consultar alguém que opere pela corretora
ou banco, a opinião de terceiros é muito importante nesse quesito).
Acesse o site da BOVESPA (www.bovespa.com.br) e faça uma consulta na sessão
corretoras, lá você poderá constatar se a corretora está devidamente cadastrada.

3
4- GRÁFICOS

Como dissemos em nosso primeiro capítulo (Introdução), nosso objetivo é entender o


comportamento das ações utilizando a análise técnica (AT) ou análise gráfica, para isso
nosso objeto de análise serão os gráficos.

Vocês já devem ter visto vários tipos de gráficos demonstrando a evolução de uma ação
(ou índice, como o BOVESPA, SP&500) com relação ao tempo.

Os gráficos geralmente apresentam no eixo X (horizontal) a variável tempo, tendo


como base: ano, mês, semana, dia, gráficos intraday (5 minutos, 15 minutos, etc...)

No eixo Y (vertical) geralmente são apresentados os valores das ações ou índices.

O gráfico mais simples é o gráfico de linhas, apresentam geralmente o fechamento da


ação (valor no final do pregão), por isso não o recomendo pois não nos dá idéia da
variação do valor da ação ou índice ( abertura, máxima, mínima e fechamento)

Exemplo de gráfico de linhas:

Notaram que os valores para cada dia são pontuais, não sabemos quanto foi o valor de
abertura, a máxima, mínima, apenas o fechamento......

4
Um gráfico mais detalhado é o gráfico de barras, veja exemplo abaixo:

O topo da barra representa o valor máximo alcançado no dia (máxima), a parte inferior
da barra representa o valor mínimo, a semi-reta do lado esquerdo representa o valor de
abertura e a semi-reta representa o valor de fechamento.

Muitas informações importantes e representadas com simplicidade !!!!

5
Gráfico de candles (candlesticks), ou velas:

Um candle branco (ou verde e vazio geralmente) significa que o fechamento foi
superior à abertura, isto é, o ativo subiu.
Um candle preto ( ou vermelho e cheio geralmente) significa que o fechamento foi
inferior à abertura, isso significa que o ativo baixou.
Dedicaremos um capítulo específico aos candles, a análise dos mesmos é muito
interessante.
Para os conceitos básico tenham em mente a forma gráfica (sendo um linha, barra ou
candle).
Lembrem-se que os gráficos são aplicáveis para ações, commodities (arroz, café, boi
gordo, etc...), FOREX (Foreign Exchange (negociação com moédas), etc...

6
5- CONCEITOS BÁSICOS:

Para se ganhar dinheiro na bolsa o conceito básico é: Compre na baixa e venda na alta.
Esse conceito parece extremamente básico, mas em geral não é respeitado, os fatores
psicológicos às vezes fazem o investidor comprar uma ação apenas por comprar, ou
porque ouviu um palpite ou leu nos jornais.
Só de ver uma reportagem na TV sobre a Petrobras o sujeito já sai comprando.....Isso é
mais comum do que pensamos......
Para podermos comprar na baixa e vender na alta estaremos apresentando alguns
conceitos básicos.
A partir de agora iremos começar com as definições:

5.1 – TOPOS E FUNDOS

Toda vez que tivermos uma inflexão, isto é, uma mudança de tendência (de subida ou
descida) teremos um topo ou fundo, vejam na figura abaixo
a- topos (quadrados) – como o nome diz são os pontos mais altos
b- fundos (circulos) – são os pontos mais baixos

Fica fácil entender que o interessante é comprarmos nos fundos e vendermos nos topos.
Imagine você comprando naquele topo mais alto (o chamado topo histórico, o TH, o
valor mais alto atingido), a partir deste dia só prejuízo....mal não????

7
5.2 – SUPORTE E RESISTÊNCIA
O suporte (indicado em amarelo na figura abaixo) representa um valor imaginário o qual os
preços em tendência de baixa ao atingirem este valor retornam à tendência de alta.
A resistência (indicada em vermelho na figura abaixo) por sua vez representa um valor
imaginário ao qual os preços em tendência de alta ao atingirem este valor revertem à
tendência de baixa.

Vejam só como é importante indicar suportes e resistências em nossos gráficos.


Compra no suporte, ou próximo a ele. Venda na resistência ou nas suas proximidades.
O suporte se rompido vira resistência !!! A resistência se rompida vira um novo suporte !!!
Aproveitamos esses conceitos para dar uma dica importantíssima, é sobre o famoso STOP.
O STOP é uma ferramenta muito interessante, ele pode ser entendido como uma ordem
automática, você pode programar seu STOP para vender logo abaixo do valor do suporte,
isso significa uma proteção contra as perdas, se o suporte for rompido a tendência baixista
fica reforçada quanto da ruptura de um suporte. Nesse caso é o STOP LOSS ( parada das
perdas).
Com relação ao ganho você pode programar seu STOP na resistência ou próximo a ela,
assim seu lucro está garantido.....Nesse caso é o STOP GAIN......
Afinal de contas não estamos 100% do nosso tempo monitorando nossas ações, portanto é
necessário utilizar de ferramentas automáticas, o STOP é praticamente mandatório, para
nos proteger de eventuais quedas ou para garantir nosso lucro.
Ao comprar uma ação sempre coloque um STOP LOSS !!!!!! Você irá se proteger !!!!
Anote aí:
a- compre perto do suporte
b- coloque um STOP LOSS para proteger sua operação ( 3 a 5% abaixo do suporte)
c- programe seu STOP GAIN próximo à resistência para garantir seu lucro.

Algumas corretoras disponibilizam o STOP móvel, você pode operar garantindo um


determinado porcentual de proteção ou lucro, consulte esta função no seu homebroker.

8
5.3- LINHA DE TENDÊNCIA DE ALTA /CANAL DE ALTA

Se você notar que a cada transição os topos e fundos cada vez mais estão com uma
trajetória ascendente, então estamos em um movimento altista ( ou bullish, em inglês, o
mercado do touro, o touro sempre ataca de baixo para cima).

Unindo os fundos ascendentes teremos a LTA (linha de tendência de alta, veja a linha azul).
Se traçarmos uma linha paralela unindo os topos, teremos o canal de alta (formado pelas
linhas amarela e azul).

A linha amarela irá funcionar como uma resistência e a azul como suporte. Veja o gráfico
do IBOVESPA acima (Agosto 2006 / Julho 2007).

Ainda não chegamos nos indicadores, mas tomando partido da imagem podemos ver que
foram aplicadas as bandas de Bollinger (BB), para identificarmos um movimento altista ou
bullish podemos ver que os pontos plotados no canal de alta ficam posicionados na metade
superior da BB.

Depois estaremos falamos mais sobre a BB, é um dos indicadores que mais gosto, pois
trabalha meio em “avançado”.

Nota: estamos utilizando o gráfico de candles no exemplo, acho o mais apropriado para a
análise gráfica, falaremos com detalhes em sessão específica, o importante é se fixar na
forma gráfica, seja ela uma linha, candle ou barra. Não se preocupe agora, falaremos
detalhadamente sobre candles.

9
5.4- LINHA DE TENDÊNCIA DE BAIXA / CANAL DE BAIXA

Se você notar que os topos e fundos estão sucessivamente se alternando com uma tendência
descendente, então teremos um canal de baixa.

A LTB (Linha de tendência de baixa) é formada unindo-se os topos, que seguem em


tendência descendente (mercado baixista, bear market, mercado do urso, o urso ataca de
cima para baixo...). A LTB está indicada em azul.

Se traçarmos uma reta paralela à LTB passando pelos fundos que vão se alternando com
tendência descendente teremos o canal de baixa ( formado pelas linhas azul e amarela), a
linha amarela funciona como um suporte e azul como resistência)

Em contrapartida vocês podem observar que aplicando as bandas de Bollinger (indicadas na


cor laranja) o canal de baixa se caracteriza por ter os pontos localizados na metade inferior
da BB.

O canal de baixa ficou bem caracterizado no exemplo acima, sendo bem respeitado entre
maio e agosto.

10
5.5- Padrões de Tendência (Padrões gráficos)

Com já apresentamos anteriormente os conceitos de suporte e resistência, apresentaremos


algumas padrões gráficos de tendência, principalmente os triângulos, que são de especial
importância e podem ser facilmente identificados nos gráficos.

5.5.1 – Triângulo ascendente ou triângulo de alta


Podemos observar que a linha horizontal funciona como resistência, vemos que os fundos
cada vez mais tem uma tendência ascendente, a reta ascendente funciona como resistência,
o rompimento da resistência significa a sinalização de um movimento de alta.

Notem que a variação entre topos e fundos vai diminuindo com o tempo, a volatilidade
diminui, o mercado está caminhando para um consenso, confirmado com o rompimento da
resistência.

5.5.2- Triângulo descendente ou triângulo de baixa


Agora o raciocínio é oposto, a linha horizontal representa um suporte, a reta inclinada agora
tem tendência baixista (descendente), os topos estão com valores menores ao decorrer do
tempo.

O rompimento da reta horizontal (suporte) confirma a tendência de baixa.

11
5.5.3- Triângulo simétrico (triângulo de indecisão)
Neste caso os topos e fundos apresentam variação, a indecisão fica em saber se será
rompida a reta de suporte ou a reta de resistência.
É uma formação típica de mercados indefinidos, não é recomendável operar na
proximidade do vértice do triângulo, melhor aguardar a definição de tendência, como no
exemplo abaixo uma tendência de alta.

5.6- Padrões de rompimento de tendência (quebra de trajetória)

5.6.1- Formação OCO (Ombro – Cabeça – Ombro)


Essa configuração clássica representa uma quebra de tendência de alta, veja a linha
denominada linha de pescoço representando um suporte rompido (tornando-se resistência)

5.6.2- Formação OCO-I ( Ombro – Cabeça – Ombro Invertido)


Em oposição à figura anterior a linha horizontal (linha de pescoço) representa uma
resistência, o ponto de quebra assinalado em vermelho faz a resistência se tornar o novo
suporte.

12
5.6.3- Topo duplo (M)

Representam a quebra de uma tendência de alta.

Note como é recomendável ter cuidado ao operar comprado em um topo histórico (TH)
Veja abaixo o topo duplo em maio/2008, que gerou toda a derrocada do Ibovespa !!!!!

5.6.4 – Fundo duplo (W)


Representa a quebra de tendência de baixa.
Situação confortável de quem comprou no fundo, não?????

13
5.7 – CANDLESTICKS (Gráficos de velas)
Esse método gráfico foi desenvolvido por um mercador de arroz japonês, a ele é atribuída a
façanha de 100 negócios sucessivos efetuados com sucesso !!!!!
Um livro altamente recomendável para quem quer se aprofundar neste tema segue abaixo:

“Japanese Candlestick Charting Techniques – Steve Nison”

Nosso intuito é apresentar resumidamente alguns padrões simples, formados por um ou


dois candles, estes padrões são muito úteis principalmente para identificar situações de
reversão, quando perto de uma resistência ou suporte a importância de um candle é
amplificada, reforçando a quebra de tendência.

Apenas para relembrar segue novamente a explicação sobre a formação dos candles
(apresentada anteriormente na página 6).

Um candle branco (ou verde e vazio geralmente) significa que o fechamento foi
superior à abertura, isto é, o ativo subiu.
Um candle preto ( ou vermelho e cheio geralmente) significa que o fechamento foi
inferior à abertura, isso significa que o ativo baixou.

O corpo do candle é a parte mais grossa (corpo da vela), as sombras são as partes finas
(pavio da vela).

Vamos começar com os padrões representados por apenas um candle, facilmente


identificados nos gráficos.

5.7.1- Martelo (Bullish Hammer)


Padrão altista, representado por uma sombra longa e um corpo pequeno (realmente
parece um martelo !!!!).
Após uma tendência de baixa aparece um martelo, sinal de reversão, tem especial
importância quando próximos a um suporte, é irrelevante se o candle é branco ou preto,
por isso representamos em cinza. Hora boa para comprar !!!!!!

14
5.7.2 – Enforcado (Bearish Hangman)

Formação idêntica ao martelo, mas situado ao final de uma tendência de alta, agora tem
significado reforçado quando perto de uma resistência !!!!!
Se a reversão for confirmada é a hora certa para vender !!!!

Não seja tão simplista ao seguir cegamente os candles, sempre tenham em mente os
conceitos de suporte e resistência.

5.7.3- Martelo invertido (Bullish inverted hammer)


Padrão não tão forte quanto o martelo, mas também muito importante, indica reversão
de uma tendência de baixa, é um sinal bullish (altista). A cor do candle é irrelevante.

5.7.4 – Estrela Cadente ( shooting star)


O nome já diz tudo, representa a reversão de um período de alta, como podem observar
a construção é idêntica ao martelo invertido, divergindo apenas que representa a
transição de alta para baixa, note que a cor do candle é irrelevante.

15
Como exercício tente identificar martelos, martelos invertidos, estrelas cadentes,
enforcados no gráfico abaixo.

5.7.5- Marubozu
Marubozu é um candle com corpo longo e nenhuma sombra

Marubozu branco – alta Marubozu negro - baixa

O Marubozu branco tem grande importância quando aparece no final de uma série de
baixas (representando reversão para alta), em contrapartida o Marubozu negro tem grande
significado quando aparece após uma sequência de alta (representando uma reversão para
baixa de mercado). Os candles com corpo longo também são chamados de long-day,
demonstram uma tendência forte do mercado (seja de alta ou baixa).

16
5.7.6 – Harami (mãe e filha, grávida em japonês)
Padrão de dois candles, onde o primeiro candle apresenta um corpo longo e o segundo
candle apresenta um pequeno corpo, note a diferença entre o harami de alta e o de baixa,
notar que a cor da mãe e da filha (candle com corpo grande e candle com corpo pequeno,
são alternados), o harami de alta aparece em sequência a uma série descendente, o harami
de baixa após uma sequência ascendente.

5.7.7 – Engolfo (alta e baixa)


Padrão de dois candles, sendo o primeiro um candle de corpo pequeno e o segundo um
grande corpo envolvendo (engolfando) o candle anterior, note a alternância de cores,
sempre o segundo candle tem a cor diferente do primeiro.

5.7.8 – Estrela ( da manhã, da noite)


Note que neste padrão a cor da estrela(segundo dia) é indiferente (por isso representada em
cinza), ficando no meio de candles com cores distintas (primeiro e terceiro dia)

17
5.7.9 – Doji (indecisão)

Padrão de extrema importância, pois implica em uma indecisão do mercado, fechamento


próximo à abertura.

Podem perfeitamenta estar em substituição à estrela, vejam alguns exemplos abaixo:

Nota:
- Sempre os candles tem o significado amplificado quando próximos a resistências ou
suportes.

- Não tente interpretar individualmente os candles mas sim num contexto mais amplo,
como dissemos anteriormente é importante analisar suportes/resistências, padrões gráficos,
indicadores e osciladores (que serão o alvo de nosso próximo capítulo).

18
5.8- Indicadores e osciladores
Os indicadores e osciladoressão ferramentas que visam rastrear e identificar tendências,
não os considere como direcionadores de operação mas como ferramentas auxiliares em
suas decisões, existe uma gama enorme de indicadores/osciladores, estaremos apresentando
alguns, os mais utilizados.

5.8.1 – Médias móveis (MM)


Muito utilizadas as mais comuns são:
MM3 (média curta)
MM21 – média de controle, serve como um grande parâmetro de mercado
MM50 - média de médio prazo
MM200 - média de longo prazo (muito boa para identificar tendências)

Quanto menor for o período da média maior sua oscilação, por exemplo, uma média curta
de 3 dias acompanha praticamente o traçado do gráfico.
No gráfico abaixo MM3 (em rosa), praticamente acompanha o traçado do gráfico, a
MM21(em azul) segue como parêmtro de mercado, veja que o gráfico quando acima da
MM21 ele apresenta tendência de alta (altista, bullish), quando abaixo da MM21 apresenta
tendência de baixa (baixista, bearish).
No mercado de baixa é bom vender perto da MM21 e no altista é bom comprar próximo a
MM21....boa referência !!!! Veja que a MM21 funciona como uma resistência no mercado
de baixa e como um suporte no mercado de alta.
Sou um fã entusiasta das médias móveis, indicador simples e muito confiável !!!!!

19
5.8.2- Índice de força relativa IFR ( Relative Strength Índex)
É um dos indicadores mais utilizados na análise técnica, muito bom para determinar se
determinado ativo está sobre-comprado ou sobre-vendido.
O Índice de força relativa ou IFR mede a aceleração do movimento dos preços de
determinado ativo e dá suas indicações à medida que o movimento diminui a velocidade,
dentro da idéia de que é preciso desacelerar para poder mudar de direção. Para medir esta
aceleração J. Welles Wilder em seu livro New Concepts in Technical Trading Systems
(1978) desenvolveu o conceito de Força Relativa que é monitorar as mudanças nos preços
de fechamento. Seu acompanhamento muitas vezes possibilita observar o enfraquecimento
de uma tendência, rompimentos, suporte e resistência antes de se tornarem aparentes.
Entre as faixas 30 e 70 o ativo se encontra na faixa de trabalho, acima de 70 significa que
está sobre-comprado (o mercado comprou demais, hora de vender), quando está abaixo de
30 significa que o ativo está sobre-vendido (hora de comprar).

Note que nos fundos o IFR está bem baixo, indicando momentos para compra, sempre é
bom ter a confirmação de compra ou venda por mais de um indicador, suas decisões devem
ser baseadas sempre em um estudo amplo, levando em consideração suportes e resistências,
indicadores técnicos e análise de candles.

20
5.8.3 – Oscilador estocástico (Stochastic Oscilator)
O estocástico é um importante indicador do tipo oscilador criado por George Lane na
década de 50.
Ele mede a capacidade das forças compradoras de realizar o fechamento próximo ao
valor máximo atingido dentro de um determinado intervalo de tempo e a capacidade das
forças vendedoras em trazer esse fechamento para as proximidades do valor mínimo da
janela de tempo.
A faixa normal de operação é entre 20 e 80, acima de 80 o ativo é considerado sobre-
comprado e abaixo de 20 é considerado sobre vendido.
Veja que no oscilador estocástico existe a linha cheia (em azul)e a linha de controle
tracejada (em vermelho). Quando a linha cheia cruza a tracejada de baixo para cima
sinaliza um sinal de compra, quando a linha cheia cruza a linha tracejada de cima para
baixo sinaliza uma venda.

Veja no exemplo abaixo que os fundos geralmente apresentam cruzamento do estocástico


na condição de compra (perto de 6 de outubro e 28 de outubro), note que existe divergência
deste indicador no fundo formado perto de 18 de Julho.

21
5.9 – Bandas de Bollinger – BB (Bollinger Bands)
Este é um estudo gráfico muito interessante, trabalha em “avançado”, foi desenvolvido por
John Bollinger, que escreveu o livro “ Bollinger on Bollinger Bands.”
As bandas são uma ferramenta bastante interessante. Como veremos, elas mantém uma
relação intensa com a volatilidade, podendo nos ajudar a antecipar movimentos fortes e
identificar pontos de compra e venda.
Quanto maior forem as bandas (maior afastamento entre a banda superior e inferior) maior
será a volatilidade do ativo, quando as BB estão se fechando significa que a volatilidade
está diminuindo (mercado chegando ao consenso, hora de fechar posições).
Uma indicação básica: Ativo bateu na banda superior (sinal de venda), ativo bateu na banda
inferior (sinal de compra). Um candle fora da banda de Bollinger tende a voltar
rapidamente para dentro da banda.
Veja abaixo as BB, a linha do centro geralmente é a MM21.
A análise gráfica apresenta um sinal de compra (logo após primeiro de fevereiro) e sinal de
venda em 27 de fevereiro, ótimo trade (comprando perto dos 27 reais e vendendo a 35 !!!)

22
Note que em tendência altista o ativo está entre a banda superior e a MM21(central), em
tendência baixista entre a BB inferior e a MM21. Veja o gráfico do IBOV abaixo.

5.10- Fibonacci (FIBO)

Essa seqüência é muito interessante, uma vez que há uma estreita inter-relação entre seus
componentes: (1,1,2,3,5,8,13,21,34,55,89,144)

Quaisquer dois números adjacentes formam o número superior:

1+1=2, 1+2=3, 2+3=5, 3+5=8, 5+8=13...

- Após os primeiros números, a relação de qualquer número, ao seguinte mais alto é 0,618
para 1, e para o anterior mais baixo, 1,618 para 1;
- Entre dois números alternados, a sequência é 2,618 ou 0,382;
- A soma de quaisquer 10 números da sequência é sempre divisível por 11;
- Além dessas, existem uma infinidade de outras relações...

A relação principal para a seqüência de Fibonacci é 0,618, conhecida como razão áurea e
encontrada nas mais variadas áreas: música, biologia, astronomia, física, etc... E também no
livro e filme “ O código da Vinci”.

Veja no exemplo acima uma aplicação do FIBO. Para traçar pegue um topo e um fundo, os
objetivos seguintes estarão representados por “degraus” nos patamares de 28, 38,50, 62 e
100%.

23
5.11 – STOP ( Regra fundamental)

Já falamos anteriormente sobre a importância do STOP (parada).


Esta é uma ferramente essencial para se evitar perdas de patrimônio e realização de lucros.
Sempre que comprar um ativo sempre estabeleça seu STOP LOSS (parada de perda, serve
para evitar perdas) e seu STOP GAIN ( para realizar a venda e auferir lucro).
Nunca opere sem STOP !!!!! Se você sempre ficar “stopado” revise seu método, evite stops
muito “largos”, eles podem implicar em grandes perdas.

Um bom ponto para estabelecer o STOP LOSS:

1- Porcentagem pré-estabelecida (use no princípio 3%, se for um ativo com bons


fundamentos (PETRO, VALE, blue chips em geral) pode se aplicar 5%). Lembre-
se, essa porcentagem é o valor que você está assumindo perder caso o ativo caia, o
stop por si só não representa a venda do ativo, uma queda acentuada pode “furar”
seu stop.
2- Um pouco abaixo do valor de suporte.
3- Próximo (um pouco abaixo) da mínima do dia anterior (muito usado em day trades)
4- Próximo (um pouco abaixo) de uma retração de Fibonacci.

NOTA: Em mercados em baixa opere com stops mais apertados, minimizando o risco, em
mercados de alta opere com stops mais elásticos.

Para o STOP GAIN você pode estabelecer os seguintes critérios:

1- Porcentagem pré-estabelecida
2- Próximo a linha de suporte (abaixo ou acima, um pouco abaixo é mais garantida a
venda)
3- Próximo ao próximo objetivo de FIBO

NOTA: Algumas corretoras tem o stop móvel, o mesmo vai se ajustando conforme o ativo
vai se valorizando, informe-se quanto ao stop móvel em sua corretora, é uma ferramenta
bastante interessante, assim você pode ter ganhos um pouco maiores e garantir seu lucro em
caso de queda.

24
STOPS em mercado em congestão

Veja exemplo de operacionalização de stops em mercado em congestão (andando de lado)


Entenda: C(compra) V (venda) E (Stop)

Regras para o STOP:

1-Nunca, nunca, mas nunca mesmo !!!! opere sem stop, isso irá salvá-lo de grandes perdas.

2- Não mude seus stops, planeje os mesmos e siga seu planejamento à risca, disciplina !!!

3- Lucro bom é lucro no bolso, não almeje lucros exorbitantes, lembre que a renda fixa em
um dia dá 0,05% !!!!!! Portanto se você conseguir lucros acima de 1% você já estará
ganhando mais de 20 vezes se estivesse deixado seu dinheiro em RF !! Não seja
ganancioso, caso contrário nunca realizará lucros !!!!!

4- Se você constantemente for “stopado” com prejuízo, pare de operar por um tempo,
repense sua estratégia, estude o mercado...

25
5.12 – Operando em mercados de baixa

Lembre-se de tudo que falamos anteriormente, ainda a regra maior: Comprar na baixa e
vender na alta vale para o mercado de baixa !!!!!
Operando comprado:
Atente para o seguinte:
§ Opere nos repiques, atentando aos Candles;

§ Procure comprar muito próximo a importantes suportes;

§ Garimpe ativos que estão em situação melhor que o restante do mercado;

§ Trades mais curtos, atentando ao andamento do Índice, ou seja, ao se


aproximar da LTB, vc encurta radicalmente seu stop gain;

§ Papéis de baixa liquidez apresentam dificuldades para sair, mas por outro lado
são menos suscetíveis ao mau humor do mercado.

Operando vendido
Atente para um detalhe: Compre na baixa e venda na alta !!! A ordem dessa operação pode
ser invertida, você pode vender um ativo que está caindo bastante e fechar a operação no
mesmo dia comprando o mesmo ativo por um preço inferior ao vendido !!!! Grande
negócio não????? Venda caro e compre barato.
Em um raciocínio análogo você pode vender no topo (mesmo sem ter o ativo) e comprar
por um preço menor. Esta é chamada venda a descoberto, geralmente essa operação só é
realizada pela mesa de operações, se a operação não for fechada no mesmo dia você terá
que alugar a ação, em geral são requisitadas garantias (em dinheiro ou em outras ações
custodiadas) ou é necessário ter uma conta margem (sua corretora emprestando dinheiro à
você e cobrando juros....).
Recomendamos que primeiro se familiarize com as operações compradas ( comprar na
baixa e vender na alta), e somente quando estiver com segurança comece a operar vendido.
Operando vendido seu STOP LOSS fica “para cima”, quanto mais o ativo sobe mais você
perde !!!!! Exemplo: Venda a descoberto de PETR4 a R$22,00 assumindo que esse ativo
irá cair, sua idéia é comprar a um valor menor no final do dia ( R$ 20,00 por exemplo) só
que por algum motivo ele começa a subir.....Seu STOP foi colocado a R$ 23,00 (prejuízo
de um real por ação !!!!)
É muito interessante a operação de venda a descoberto !!!!! Mas é uma operação mais
elaborada, se a mesma não for fechada no intraday você terá que alugar uma ação, se a
tendência de alta for confirmada (diferente do que você supunha !!!!) cada dia mais seu
prejuízo irá aumentar !!!!

26
5.13 – Gerenciamento de Capital (Money Management) e Estratégias operacionais

5.13.1 – Gerenciamento de Capital


Seu objetivo maior é ganhar dinheiro e não perder !!!!
Nunca perca mais que 6% de seu capital investido em ações durante um mês !!!! Estipule
seu prejuízo máximo e nunca o supere !!!!
No começo nunca invista mais que 10% de seu capital em renda variável !!!!
Após ter verificado que está operando com segurança aumente sua exposição ao risco, mas
nunca invista em ações dinheiro que irá necessitar a curto prazo ou dinheiro para operação
essencial (compra de um carro, casa, pagamento de uma dívida, etc...)
Após um ano operando com segurança aumente sua participação em renda variável, uma
boa fórmula é: Invista em Renda variável a porcentagem referente a diferença entre o
número 80 e sua idade, exemplo: Se você tem 30 anos você poderá investir até 50% em
Renda variável (ações, fundos de ações, etc...). O número 80 é a expectativa de vida (pelo
menos a minha !!!) Se for mais conservador diminua 80 para 70 ou 60....

5.13.2 – Estratégias operacionais


Desenvolva um sistema para classificar suas transações (trades), um diário de operações é
uma ferramenta incrível, servirá como um relato vivo de suas experiências, o que você fez
de certo e o que fez de errado registrado !!!!! Informação de valor inestimável !!!! Eu uso
um caderno, do lado esquerdo colo o gráfico que me levou a comprar o ativo, com preço de
compra. Do lado esquerdo registro o momento da venda com o gráfico e a justificativa. Se
for uma operação de venda a descoberto a venda vem antes da compra, óbvio !!!
Uma média razoável de trades vencedores é de 65% !!!!!, se você estiver operando com
uma performance inferior suspenda os trades e repense sua estratégia..

Erros freqüentes dos operadores no mercado de ações:


n Deixar uma ordem de compra antes do mercado abrir;
n Iniciar uma operação na primeira Meia-Hora do pregão;
n Não levar em consideração a situação do IBOV na preparação de uma
operação;
n Desrespeitar o STOP, na esperança de uma subida;
n Operar pesado próximo ao vencimento de opções;
n Entrar em um ativo por dica de fórum, Chat ou Noticia; ou pior: PALPITE !!!!
n Não acreditar na sua análise técnica;
n Acreditar em demasia na sua análise técnica;

O que leva aos erros elencados acima:


n Indisciplina;
n Inflexibilidade;
n Teimosia;
n Arrogância;
n Desfocar, perder objetividade.
n Operar Demais.
n Desrespeitar sua própria metodologia.
n Parar de Estudar.

27
Tente sempre operar com um número reduzido de ações, estude a fundo uma dúzia de
ações, assim você conseguirá entender o mercado e como elas se comportam, você saberá
quando elas estão caras, quando estão baratas, que fatos são relevantes para determinada
ação. É muito importante sempre estar acompanhando o noticiário econômico, é um ótimo
complemento à análise técnica.

Participe de fórums , leia jornais, estude sempre. Lembre-se que se palpite fosse bom
ninguém dava, vendia !!!! A principal decisão é sua, não se deixe influenciar pela multidão,
o efeito manada (seguir a multidão) é devastador!!!! Sempre fundamente suas decisões na
análise técnica. O mercado sobe no boato é cai no fato, rumores, fofocas, especulações
apenas servem para desfocá-lo !!!!!!

Use gráficos semanais para decidir se irá operar comprado ou vendido, use os gráficos
diários para decider quando entrar, use os gráficos intraday para saber com certeza qual o
melhor momento. Esse é o princípio do triple screen (tela tripla) que o Alexander Elder
utiliza, recomendo a leitura do livro:

“ APRENDA A OPERAR NO MERCADO DE AÇÕES”

28
5.13 – Imposto de renda , acertando as contas com o Leão !!!!!

1 - Periodicidade de apuração e pagamento do IR


A apuração dos ganhos líquidos nas negociações com ações deverá ser feita em bases
mensais. É obrigatória a separação destas operações por tipo: à vista (ou normais) e Day
Trade. O pagamento do imposto devido será realizado até o último dia do mês seguinte ao
da apuração, através do preenchimento de DARF com código 6015.

2 - Compensação de perdas incorridas com os ganhos líquidos


As perdas poderão ser compensadas com os ganhos líquidos auferidos, no próprio mês ou
nos subseqüentes. A compensação só pode ser feita em operações do mesmo tipo, ou seja,
perdas em operações à vista (ou normais) só poderão ser compensadas com lucros em
operações da mesma espécie, assim como nas operações Day Trade que só podem ser
compensadas com operações Day Trade.

3 - Deduções
O IRRF sobre as operações com ações pode ser utilizado para deduzir o valor do imposto
devido do mês desde que a soma das retenções no mês seja igual ou superior a R$ 1,00. O
valor do IRRF é de 1% sobre o lucro de operações Day Trade e 0,005% sobre o total das
vendas no mercado à vista.
Os custos e despesas efetivamente pagos, constantes em notas de corretagens, para a
realização de operações de compra ou venda de ações podem ser considerados na apuração
do ganho líquido, acrescidos ao preço de compra ou deduzidos do preço de venda das
ações.

4 - Alíquota
A alíquota para as operações à vista (ou normais) é de 15% sobre o ganho líquido. Para as
operações do tipo Day Trade o valor é de 20% sobre o ganho líquido.

Multa

É calculada à taxa de trinta e três centésimos por cento (0,33%) por dia de atraso, limitada
ao máximo de 20% do valor do imposto devido. A contagem dos dias de atraso inicia-se no
primeiro dia útil imediatamente subseqüente ao do vencimento do débito e termina no dia
do efetivo pagamento.
Esse critério de cálculo da multa de mora aplica-se independentemente da época de
ocorrência do fato gerador.

Juros

É calculado aplicando-se a variação da taxa Selic sobre o valor do imposto devido, de


acordo com a data de pagamento, observado o seguinte:
a) Para pagamentos no mês imediatamente posterior ao do vencimento: Aplicar a taxa de
1% sobre o valor do imposto devido.
b) Para pagamentos efetuados quando já estiver decorrido mais de um mês do vencimento:
Aplicar a taxa Selic acumulada desde o mês imediatamente posterior ao vencimento
acrescidos de 1% do próprio mês, sobre o valor do imposto devido.

29
Campo 01: "Nome/ Telefone" Preencha com nome e telefone do contribuinte

Campo 02: "Período de apuração" Preencha com a data do encerramento do período-base


(este imposto será apurado por períodos mensais). No caso de renda variável, último dia do
mês em que for auferido o lucro.

Campo 03: "Número do CPF ou CNPJ" Preencha com o número completo do CNPJ (14
dígitos), no caso de pessoa jurídica, ou com o número do CPF (11 dígitos), no caso de
pessoa física.

Campo 04: "Código da receita" Preencha com o código para tributação sobre renda
variável: a) Pessoa física - código: 6015 b) Pessoa jurídica - código: 3317

Campo 05: "Número de referência" Não é necessário o preenchimento

Campo 06: "Data de vencimento" Preencha com a data de vencimento do prazo legal para
pagamento, mesmo nos casos de pagamentos antes ou após essa data. No caso de tributação
sobre renda variável, a data correta é o último dia útil do mês subseqüente ao da apuração.

Campo 07: "Valor do principal" Indique o valor do principal que está sendo pago.

Campo 08: "Valor da multa" Preencha o valor da multa* devida, quando o pagamento
estiver sendo feito após a data de vencimento indicada no campo 06.

Campo 09: "Valor dos juros e/ou encargos DL - 1025/69" Preencha o valor dos juros*
devidos, quando o pagamento estiver sendo feito a partir do mês seguinte ao do vencimento
do prazo indicado no campo 06.

Campo 10: "Valor total" Preencha com o valor a recolher, igual ao indicado no campo 07,
se o pagamento estiver sendo feito dentro do prazo indicado no campo 06, ou a soma dos
valores indicados nos campos 07, 08 e 09, se o pagamento estiver sendo feito após esse
prazo.

30
Modelo de DARF

MINISTÉRIO DA FAZENDA 02 PERÍODO DE APURAÇÃO

SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL 03 NÚMERO DO CPF OU CGC

Documento de Arrecadação de Receitas Federais


04 CÓDIGO DA RECEITA

DARF
05 NÚMERO DE REFERÊNCIA

01 NOME / TELEFONE

06 DATA DE VENCIMENTO

07 VALOR DO PRINCIPAL

V eja no verso
instruções para preenchimento 08 VALOR DA MULTA

09 VALOR DOS JUROS E / OU


ENCARGOS DL - 1. 025/ 69
ATENÇÃO
Aprovado pela IN/SRF nº 81/96

É vedado o recolhimento de tributos e contribuições 10 VALOR TOTAL


administrados pela Secretaria da Receita Federal cujo valor total
seja inferior a R$ 10,00. Ocorrendo tal situação, adicione esse
valor ao tributo/contribuição de mesmo código de períodos
11 AUTENTICAÇÃO BANCÁRIA (Soment e nas 1ª e 2ª vias)

subseqüentes, até que o total seja igual ou superior a R$ 10,00.

....................................................................................................................................
.......................................................

MINISTÉRIO DA FAZENDA 02 PERÍODO DE APURAÇÃO

SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL 03 NÚMERO DO CPF OU CGC

Documento de Arrecadação de Receitas Federais


04 CÓDIGO DA RECEITA

DARF
05 NÚMERO DE REFERÊNCIA

01 NOME / TELEFONE

06 DATA DE VENCIMENTO

07 VALOR DO PRINCIPAL

V eja no verso
instruções para preenchimento 08 VALOR DA MULTA

09 VALOR DOS JUROS E / OU


ENCARGOS DL - 1. 025/ 69
ATENÇÃO
Aprovado pela IN/SRF nº 81/96

É vedado o recolhimento de tributos e contribuições 10 VALOR TOTAL


administrados pela Secretaria da Receita Federal cujo valor total
seja inferior a R$ 10,00. Ocorrendo tal situação, adicione esse
valor ao tributo/contribuição de mesmo código de períodos
11 AUTENTICAÇÃO BANCÁRIA (Soment e nas 1ª e 2ª vias)

subseqüentes, até que o total seja igual ou superior a R$ 10,00.

31
5.14 – Mãos à obra !!!!! Baixando o Metatrader 4.00

O programa é gratuito, você pode usar o serviço do BAIXAKI (www.baixaki.com.br)

Ao instalar o Metatrade é necessário também abrir uma conta demo gratuíta, logado ao
banco de dados do Metatrade você terá acesso a pares de moédas (FOREX) e a cotação do
ouro também. Os dados para FOREX são atualizados online, muito bom !!!!

5.15 – Instalando o TZMT4

Acesso o site do tradezone: www.tradezone.com.br

32
Clique em produtos e em TZMT4 Solution e faça o download

Para ter sua senha de acesso (LOGIN) gratuito clique em LOGIN

Com o metatrader 4.0 instalado e também o TZMT4 siga os próximos passos para ter a
base de dados diária, que é gratuita.

Para se ter os dados online ou com atraso é necessário pagar pelo serviço, mas o preço é
bem honesto e a qualidade dos dados é excelente, sem contar que o pessoal do Tradezone é
super atencioso e profissional. Site do tradezone : www.tradezone.com.br

33
5.16 – Guia rápido de utilização do TZMT4 (elaborado pelo pessoal do TRADEZONE)

Guia rápido de utilização do TZMT4Solution

- Abra o TZMT4Solution e faça login

- Abra o
MetaTrader.

34
Clique em Arquivo > Login

Coloque as seguintes informações:


Login: 1
Senha: 1
Servidor: TZ (o “TZ” deve ser colocado manualmente pois não existe esta opção no
MetaTrader)

35
Será exibida uma mensagem informando que será necessário reiniciar o MetaTrader para
que as configurações corretas sejam carregadas.
Caso deseje, marque a opção “Não perguntar novamente” para que esta mensagem não
seja exibida e o MetaTrader seja reiniciado automaticamente toda vez que for necessário.

Será carregado o MetaTrader com a conta 1 e alguns ativos.


As informações Bid, Ask, Alta e Baixo, estarão sempre com valor 0 (zero)

36
Para abrir o gráfico do ativo, clique com o botão direito do mouse em cima do ativo
desejado e selecione “Janela com gráfico”.

Para alterar os ativos no TZMT4Solution, clique no perfil Default no rodapé do


MetaTrader e escolha o perfil TZ-MANUT

37
Com o Perfil TZ-MANUT selecionado, clique com o botão direito do mouse em cotações
de mercado e selecione “Símbolos”.

Será exibida a lista de ativos disponíveis divididos por Mercado.

38
Ao selecionar um ativo que não consta na janela “cotações de mercado”, habilita a opção
“mostre” caso este ativo já esteja na janela “cotações de mercado” (símbolo $ em
amarelo), habilita a opção “esconde”.

O TZMT4Solution suporta um total de 12 Ativos na janela “Cotações de Mercado”.

Ao terminar de editar a lista de ativos, volte o perfil para Default

39
5.17- Utilizando o Metatrader 4.0 em conjunto com a base de dados do Tradezone

Uma vez instalado o Metatrader, o TZMT4 e você já com toda a base do material didático,
já é hora de utilizar seus conhecimentos e montar seu trade system !!!!!

Toda parte didática foi bastante sintetizada, visando ser o pontapé inicial no mundo dos
traders, lembre-se sempre de estudar, estudar e estudar !!!!!

5.17.1- Traçando linhas horizontais, linhas de tendência, FIBO, caixta de texto

Para realizar as funções de “desenho” acesse o menu descrito abaixo, é muito simples, basta
clicar no ícone desejado e aplicar sobre o gráfico. Tente identificar suportes, resistências,
linhas de tendência de baixa (LTB), linhas de tendência de alta (LTA), etc... é um excelente
exercício !!!!!

Para “deslizar” o gráfico, tanto para a direita como para a esquerda você pode utilizar o
mouse, clicando com o botão esquerdo e arrastando no sentido desejado

Para selecionar a base de tempo selecione o menu abaixo da caixa de desenho, lembre-se
que a base de dados grátis é a diária, portanto as bases intraday (minuto, 5 minutos, 30
minutos, etc...) não estarão a disposição, a base semanal e mensal funcionam.

40
5.17.2 – Inserindo indicadores e osciladores

O Metatrader é muito amigável quanto à utilização e aplicação de indicadores, para aplicar


um indicador basta clicar no ícone “Navegador”, a partir daí é só dar o duplo clique no
indicador desejado.

41
Outra maneira para inserir indicadores é através do menu inserir como segue abaixo:

Para editar seus gráficos basta clicar com o botão direito em cima do gráfico e será exibido
o menu

42
6 – Considerações finais e sugestões

Antes de começar a fazer operações reais, simule algumas operações virtuais, isto é,
compre e venda apenas no papel, anotando sua estratégia e valores de compra e venda, a
partir do momento que tiver realizado várias operações com sucesso entre no mundo real do
mercado de ações. Garanto para você que não perderá dinheiro nessas operações e ganhará
muito conhecimento e segurança, não tenha pressa, não faça um trade (negócio) sem ter
segurança na operação, não opere por instinto ou palpite, basei-se sempre na AT (análise
técnica).

Você pode utilizar simuladores, tais quais o Infomoney e Folha Invest.

Lembre-se de ter sempre seu diário de bordo, o registro de suas operações, experiência é
algo que não se passa, aprender com os erros e tirar partido dos acertos é muito importante
para o trader !!!!

Para ficar sempre antenado nas notícias assine informativos grátis, o do infomoney é muito
legal, acesse o site: www.infomoney.com.br e dê uma navegada.

Se você domina o idioma inglês recomendo o Financial Times, eles tem um newsletter
muito interessante, dê uma olhada no site www.ft.com é muito bom mesmo !!!!!

Um blog muito interessante com análises muito consistentes é o blog do Leitão, esse
grafista realmente é fera, sempre com vídeos e gráficos comentados e com uma grande
disposição para ensinar.

http://leitaoemacao.com/

Para uma visão geral do mercado de ações, acesse o site da BMF BOVESPA.

http://www.bovespa.com.br/Principal.asp

Para uma visão do mercado financeiro como um todo acesse o site do Portal do Investidor

http://www.portaldoinvestidor.gov.br/

E também o meu blog !!!!

www.atmetamaster.blogspot.com

Agora é só estudar cada vez mais, aprender (com os erros e acertos) e não repetir os erros .

O material aqui exposto é um ponto de partida, como disse Einstein: “ Só existem duas
coisas infinitas: O Universo e a Ignorância dos Homens !”, portanto nunca desista de
aprender. Sucesso !!!! Bons negócios !!!!!!

43

Interesses relacionados