Você está na página 1de 4

Missão Cristã Integral

1ª ALIANÇA (EDÊNICA) – A
DISPENSAÇÃO DA INOCÊNCIA
Wolney Garcia

“E Deus os abençoou e lhes disse: Sede fecundos, multiplicai-vos, enchei a terra e sujeitai-a; dominai sobre os peixes do
mar, sobre as aves dos céus e sobre todo animal que rasteja pela terra.” (Gênesis 1.28)

Em Gn l.28, começa a Primeira 5. Zelar do jardim: “guardar” (Gn 2.15).


Dispensação. Uma Dispensação é um 6. Abster-se de comer da árvore da
período de tempo em que o homem é ciência do bem e do mal (Gn 2.17).
provado com respeito à sua obediência e
alguma revelação específica da vontade
divina. As outras alianças são:

Vejamos os seguintes temas sobre 2ª. Com Adão: (Gn 3.15) condiciona a vida
“aliança” que o Senhor fez com a do homem caído e da promessa de um
humanidade. E o seu principal objetivo em Redentor Jesus;
estabelecê-las sobre nós; e o fim dessas 3ª. Com Noé: (Gn 9.1) estabelece o
alianças foi a restauração daqueles que princípio do governo humano;
por meio da fé no Messias, entregaram-se 4ª. Com Abraão: (Gn 15.18) inaugura a
inteiramente à sua Majestade. nação de Israel e confirma, com
acréscimos específicos, a promessa
adâmica da redenção;
Aliança significa: Acordo com Deus, por 5ª. Com Moisés: (Êx 19.5) condena todos
causa do seu amor (Dt 7.8-9); trato, pacto, os homens, "pois todos pecaram" (Rm
contrato, concerto. 3.23, 5.12);
6ª. Com Davi: (2 Sm 7.16) estabelece a
Em Gênesis 1.28; 2.16 vemos a primeira perpetuidade da família davídica
das oito grandes alianças da Bíblia, são as (cumprida em Cristo, Mt 1.1; Lc 1.31-
seguintes: 33; Rm 1.3), e do reino davídico sobre
Israel e sobre a terra, a ser cumprida
em e por Cristo (II Sm 7.8-17; Zc 12.8;
1ª. Edênica ou Éden: condiciona a vida do Lc 1.31-33; At 15.14-17; I Cor 15.24);
homem na inocência que determina a 7ª. A Nova Aliança: por meio de Jesus (Hb
vida e a salvação do homem. E esta 8.8) repousa sobre o sacrifício de Cristo
aliança tem seis elementos: e garante a Vida Eterna, sob a Aliança
Abraâmica (Gl 3.13-29), de todo aquele
que crê. É absolutamente incondicional,
1

1. Encher a terra: “multiplicai-vos” (Gn


Página

ela é final e irreversível, e requer de


1.28). nós fé para obedecer e fé para
2. Subjugar a terra para o proveito conquistar o Reino dos Céus.
humano: “sujeitai-a” (Gn 1.28).
3. Ter domínio sobre toda, a criação 8. A Aliança Milênica: por meio da
animal: “dominai” (Gn 1.26 e 28). Parousia, ou seja, Jesus Cristo descerá
4. Comer daquilo que plantar: “cultivar” pessoalmente a terra e será REI. Este
(Gn 2.15).

MCIMinistérios.org
Missão Cristã Integral

tempo também é chamado de “Tempo de desobediência. Por que o Éden era o


Restauração” (At 3.20,21). descanso eterno para o homem. Portanto
Jesus é o descanso eterno para o homem
regenerado, e o Jardim do Éden será
A palavra “aliança” entre Deus e Adão é restaurado, pois o Éden é o repouso
mencionada uma só vez na Bíblia, no Livro Eterno, e o novo nome do Éden é: A Nova
de Oséias 6.7, relatando a infidelidade de Jerusalém o Jardim de Deus, onde os
Israel com o Senhor. salvos em Cristo habitarão num descanso
Eterno, Aleluia!
A primeira aliança veio a fim de
estabelecer vida ao homem (ou “Portanto, resta um descanso para o povo de Deus”
humanidade), e também para que este e (Hb 4.9).
toda sua descendência desfrutassem da
presença pessoal do Eterno no jardim do “Esforcemo-nos, pois, por entrar naquele descanso, a
Éden que Ele mesmo o plantou. fim de que ninguém caia, segundo o mesmo exemplo de
desobediência” (Hb 4.11).

Observem o texto:
AS CARACTERÍSTICAS DESTA
“E plantou o SENHOR Deus um jardim no Éden, na
ALIANÇA E SUAS PENALIDADES POR
direção do Oriente, e pôs nele o homem que havia
DESOBEDECÊ-LA
formado” (Gn 2.8).

Ao desobedecerem à Lei que o Senhor O homem foi colocado em um ambiente


havia estabelecido; a aliança então foi perfeito, sujeito a uma lei simples e
quebrada, transgredida (Oséias 6.7), e o advertido das consequências da
homem não mais desfrutou da presença desobediência. A mulher caiu pelo orgulho;
pessoal do Eterno por isso o Éden foi o homem deliberadamente, ou seja, foi
tomado: uma decisão preconcebida. Deus
restaurou as suas criaturas pecaminosas,
“O SENHOR Deus, por isso, o lançou fora do jardim mas a Dispensação da inocência terminou.
do Éden, a fim de lavrar a terra de que fora tomado” As consequências foram: o julgamento e a
(Gn 3.23). expulsão do casal (Gn 3.24). Nesta
Dispensação o homem tinha uma perfeita
comunhão com Deus, pois o Senhor
E a terra foi amaldiçoada. andava no jardim na viração do dia (Gn
3.8). O homem foi dotado de inteligência
“Maldita é a terra por tua causa” (Gn 3.17). perfeita e capacidade para poder
administrar o mundo. Foi-lhe dado o direito
O homem então, não mais andou com de dar os nomes aos animais, orientado e
Deus, no sentido de experimentar de sua discernindo os propósitos divinos a seu
presença pessoal na viração do dia. O respeito.
2

Éden foi tomado e o homem o perdeu no


Página

7º dia, o homem perdeu o Éden no O homem era orientado pelo discernimento


descanso. O interessante é que se algo foi dos propósitos do Senhor, e não por um
“tomado” é por que já havia sido entregue, processo didático, uma perfeição física,
não há como ser tomado algo que não foi mental e moral (uma auto-dependência).
entregue. O Éden havia sido entregue ao
homem e ele entrou no descanso (pois, o Em Gn l.28, temos também a primeira das
Éden é o descanso), por um período Adão oito grandes Alianças da Bíblia - A
entrou e desfrutou do descanso, mas este Edênica, que determina a vida e a
lhe foi tomado por conta de sua salvação do homem.

MCIMinistérios.org
Missão Cristã Integral

 O espírito do homem ficou em estado


a) Esta aliança tem seis elementos, onde de morte (“A alma que pecar, essa morrerá” –
o homem e a mulher haviam de: Ezequiel 18.20);
 A perversão da natureza moral (um
1. Encher a Terra de uma nova ordem - a estado lastimável por sua impiedade);
humana;  Tornou-se escravo do pecado e de
2. Subjugar a Terra, para o proveito Satanás;
humano;  Perdeu muito de sua inteligência (além
3. Ter domínio sobre a criação animal; de outros).
4. Zelar do jardim;
5. Comer ervas e frutas; c) As três consequências sobre a mulher,
6. Abster-se de comer da árvore da uma maldição tríplice:
ciência do bem e do mal.
1º. A concepção multiplicada (Gênesis
A penalidade pela desobediência desta 3.16);
última ordenação foi a morte. 2º. O aumento de dores durante seu parto
(Gênesis 3.16);
O Elemento Estranho Satanás, cujo único 3º. Sujeição ao domínio do homem sobre
desejo era destruir o ambiente de paz. A ela (“e ele a dominará” – Gênesis 3.16).
armadilha usada foi a “Dúvida” que
conseguiu introduzir na mente da mulher, O Senhor é verdadeiramente
por meio de insinuação muito disfarçada. misericordioso e compassivo, Ele vedou o
Caminho da Árvore da Vida (Gn 3.24).
Em Gn 2.16,17: Deus disse: “mas da árvore da Mas, por quê? Foi por misericórdia que
ciência do bem e do mal, dela mo comerás”. O Deus expulsou Adão e Eva do Jardim e
homem, no seu livre-arbítrio, estava sendo proibiu a sua aproximação da árvore da
testado. vida, pois se tivessem comido dessa
árvore amargariam uma existência eterna,
a) Verifique os passos que o homem deu no triste estado em que se encontravam de
para sua queda: morte e sem a Presença Pessoal do
Eterno.
 Ver;
 Cobiçar; Era preferível estarem sujeitos à morte
 Tomar; física, pois esta morte serviria para
 Esconder; conduzir o homem a Cristo. Em Gn 3.15,
 Transmitir; encontramos a Primeira Promessa do
 Morrer. Redentor Jesus o Messias.

“Então, a cobiça, depois de haver concebido, dá à luz “Porei inimizade entre ti e a mulher, entre a tua
o pecado; e o pecado, uma vez consumado, gera a descendência e o seu descendente. Este te ferirá a
morte” (Tiago 1.15). cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar” (Gênesis 3.15).
3
Página

b) As Consequências da Queda do Veja o quanto são profundos os planos do


Homem: Eterno, em levar àqueles que herdaram o
pecado em Adão, para a Vida por meio de
 Conhecimento do mal (até então eles Cristo Jesus.
não conheciam a transgressão);
 A perda da comunhão com Deus (a “Se, pela ofensa de um e por meio de um só, reinou a
pior das consequências); morte, muito mais os que recebem a abundância da

MCIMinistérios.org
Missão Cristã Integral

graça e o dom da justiça reinarão em vida por meio de


um só, a saber, Jesus Cristo” (Romanos 5.17).

Ministrado em Junho de 2004


Anápolis-GO

4
Página

MCIMinistérios.org