Você está na página 1de 5

LAUDO TÉCNICO

CONSTRUTORA: ENGER Engenharia da Construção Civil


Ltda
OBRA: RIO IÇA
EQUIPAMENTO: ELEVADOR PINHÃO CREMALHEIRA
CAPACIDADE: 1300 Kg/18 PESSOAS CABINE SIMPLES
TIPO: 13/18
O presente laudo tem por objetivo demonstrar os requisitos que a Norma ABNT
16.200 e NR 18 solicitam para os elevadores sistema pinhão e cremalheira em relação
ao dispositivo de detecção de segurança de sobrecarga. O modelo o qual foi
inspecionado é o 13/18 cabine simples da fabricante MONTARTE, adquirido pela
ENGER, instalado no canteiro de obras da Rio Iça.

Diante das inspeções e tomando por base a Norma Regulamentadora NBR


16.200 e NR 18, apontaremos o item em questão. Segue abaixo os itens na norma que
tratam dos pontos abordados nesse laudo:

18.14.23.3 O elevador de passageiros deve dispor de:

g) sistema que impeça a movimentação do equipamento quando a carga ultrapassar a


capacidade permitida. (Alterada pela Portaria SIT n.º 224, de 06 de maio de 2011) -
Vide prazo no art. 2º da Portaria MTE n.º 644, 09 de maio de 2013.

ABNT NBR 16200 - 5.6.3 Dispositivo de detecção de sobrecarga

5.6.3.1 Deve ser provido um dispositivo de detecção de sobrecarga que dê um sinal


claro na cabina e evite a partida normal, na eventualidade de sobrecarga na cabina. A
sobrecarga ocorre quando a carga nominal é excedida. Esta Norma especifica um
método de detecção de sobrecarga, mas não exige que seja provido um dispositivo de
detecção de momento excessivo, uma vez que o momento é abordado pelos cálculos de
estabilidade e tensões (5.2) juntamente com o dispositivo de detecção de sobrecarga.
Não pode haver de o usuário cancelar a advertência. A detecção de sobrecarga deve ser
realizada pelo menos enquanto a cabina estiver estacionária.

Como verificado in loco, segue o item que o elevador MONTARTE 13/18


Cabine simples da referida obra possui em acordo com as normas descritas:

- Célula de carga; (de acordo com a norma);

Seguem algumas fotos tiradas durante a inspeção, programação da célula de


carga e teste com sobrecarga do elevador 13/18 Cabine simples do item em análise,
objeto desse laudo: célula de carga (dispositivo de sobrecarga).
- TESTE DE SOBRECARGA:

CABINE SEM CABINE COM CABINE COM


CARGA CARGA SOBRECARGA

Obs: Os números que aparecem no indicador são aleatórios, são algoritmos, o


dispositivo não condiz a uma balança convencional que pesa por quilos, é um número
para ter referencia de carga e limita-la. A balança é programada em cima desses
números e o elevador não funciona com carga acima do programado. Esse modelo de
célula de carga não tem o recurso de aferir o peso em quilos ou toneladas, mas sim em
algoritmos, conforme as fotos.

Conforme a foto abaixo, o elevador está com a carga de 1.350 kg e esta apresentando o
algoritmo de sobrecarga (1.51), não dando a partida, pois sua capacidade máxima é de
1.300 kg.
O teste foi realizado na data de 22 de Março de 2018, com uma carga inicial de 1300 kg,
e depois colocamos mais 50 kg totalizando 1.350 kg, nessa carga limitamos o
dispositivo de sobrecarga para o elevador evitando a partida do elevador. Realizado a
parametrização e depois o teste, tudo ocorreu dentro dos padrões de carga nominal e
sobrecarga.

A célula de carga instalada no elevador MONTARTE está em conformidade


com as normas regentes.
CONCLUSÃO

Realizando essa vistoria na instalação do elevador de modelo 13/18 da marca


MONTARTE, foi diagnosticado que está de acordo com as normas ABNT 16.200 e NR
18 que regem esse tipo de equipamento, pois as normas não exigem que haja medição
em da carga em quilos ou toneladas, e sim que exista a limitação pré estabelecida da
carga máxima nominal do equipamento. Portanto, o dispositivo de sobrecarga instalado
no equipamento está de acordo com as normas vigentes.

João Pessoa, 28 de Março de 2018.

_____________________________________________
Nélio Araújo Leite Neto
Engenheiro Mecânico e de Segurança do Trabalho
CREA: 160725395-0