Você está na página 1de 32

Governo do Distrito Federal

Secretaria de Estado das Cidades


Comissão Especial de Seleção Pública - CESP

EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 003/2018 - SECID/DF

1. PREÂMBULO

1.1. O Distrito Federal, por intermédio da Secretaria de Estado das Cidades, inscrita no
CNPJ/MF sob o nº 26266497.0001-88, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo
Decreto nº 37.625 de 15 de setembro de 2016, na Lei nº 5.730, de 24 de outubro de 2016, na
Lei nº 4.748, de 02 de fevereiro de 2012 e no Decreto nº 38.554, de 16 de outubro de 2017,
alterado pelo Decreto nº 39.457 de 14 de novembro de 2018 torna pública a realização de
CONVOCAÇÃO para o credenciamento de feirantes e, posterior sorteio com o objetivo de
selecionar interessados para ocupação, provisória, até que seja realizada licitação, de 66 boxes
localizados na Feira Permanente da Estrutural, situada na Região Administrativa do SCIA/RA
XXV, no Setor Central, Área Especial 04 do Setor Complementar de Indústria e abastecimento
– SCIA a ser realizado nas datas, horários e na forma e condições estabelecidas neste Edital.

LOCAL DO SORTEIO: Estádio Mané Garrincha, Portão 05, subsolo, às 08:00 horas, do dia
08/02/2019.

CONTATOS E INFORMAÇÕES: No endereço acima identificado, no horário de 09:00 às


16:00, no período de 14/01/2019 à 17/01/2019. Telefone: 61 991556594 ou no
sítio http://www.cidades.df.gov.br/feira-da-estrutural/.

DA OBTENÇÃO DO EDITAL: O edital poderá ser obtido na Secretaria Adjunta de


Mobiliário Urbano e Apoio às Cidades, localizada no Estádio Nacional de Brasília, Portão 5,
subsolo, de segunda à sexta-feira, no período das 9:00 às 16:00, ou no
sítio http://www.cidades.df.gov.br/feira-da-estrutural/.

2. DO OBJETO

2.1. O presente edital tem por objeto convocar todos os interessados para firmar Termo de
Cessão de Uso para ocupação provisória de boxes ou bloco de boxes até que seja realizada a
licitação, localizados na Feira Permanente da Estrutural, situada na Região Administrativa do
SCIA/RA XXV, no Setor Central, Área Especial 04 do Setor Complementar de Indústria e
abastecimento – SCIA, através de sorteio, para ocupação do espaço público conforme
especificações constantes, neste edital e seus anexos, observado o que segue:

2.1.1. A feira dispõe de 66 (sessenta e seis) boxes desocupados para este procedimento
seletivo impessoal, sendo 15 sem instalações de água e 51 com instalações de água;
separados da seguinte forma: 22 em boxes unitários e 44 boxes unitários agrupados em
blocos de boxes, totalizando 22 blocos de boxes, a fim de atender as atividades a serem
desenvolvidas, conforme descreve a tabela 1 e 2 e Planta Baixa (16779960), conforme Anexo
VI.

2.1.2. As atividades a serem executadas em cada box ou bloco de boxes são aquelas
discriminadas nas tabelas 1 e 2, conforme se verifica abaixo:
Governo do Distrito Federal
Secretaria de Estado das Cidades
Comissão Especial de Seleção Pública - CESP

Tabela 1: Zoneamento das atividades e quantidade de boxes unitários


Boxes
Metragem de unitários
Tipo Numeração box e atividade permitida
cada box (m²)
(Total:22)
Seco 118, 125, 126, 149 a 154, 162, 182 e 184 a 186
4 14
– Confecção, cama, mesa e banho
(Sem instalação
de água)
4 183 – Eletrônicos/informática 01
(15 boxes)
Com água 4 109, 129, 130, 131 e 132 - Hortifrutigranjeiro 05
4 94 e 95 – Eletrônicos/informática 02
(07 boxes)

Tabela 2: Zoneamento em blocos com as atividades e o quantitativo de boxes


Quantidade de blocos
de boxes por
Metragem de atividades
Tipo Numeração do box e atividade permitida
cada bloco (m²)
(Total: 22 blocos de
boxes)
139/140, 141/142, 143/144, 166/167, 168/169,
08 170/171, 173/174, 176/177, 178/179, 180/181- 10 blocos
Lanchonete
08 135/136 - Cosméticos 01 bloco
08 92/93 - Floricultura 01 bloco
Com 08 96/97 – Eletrônicos/informática 01 bloco
água 08 61/62 e 71/72 - Mercearia 02 blocos
08 33/34 e 35/36 – Açougue 02 bloco
08 21/22 - Peixaria 01 bloco
08 29/30 - Aves 01 bloco
08 145/146 e 164/165 – Laticínios 02 blocos
08 133/134 – Utilidades/Ferragens 01 bloco

2.1.3. Este processo seletivo impessoal é destinado, para ocupação de boxes, exclusivamente,
para exercício de atividades de venda a varejo de produtos hortifrutigranjeiros, cereais, doces,
laticínios, pescados, flores, plantas ornamentais, produtos de artesanato, lanches, caldo de cana,
temperos, raízes, carnes e aves abatidas, resfriadas ou congeladas, confecções, tecidos,
armarinhos, calçados e bolsas, bijuterias, artigos religiosos, ferramentas e utensílios
Governo do Distrito Federal
Secretaria de Estado das Cidades
Comissão Especial de Seleção Pública - CESP

domésticos, produtos da lavoura, agropecuários e de indústria rural, produtos de bazar,


refeições típicas regionais, jornais, revistas, além de prestação de pequenos serviços, na forma
deste instrumento convocatório.

2.1.4. As atividades previstas no item anterior devem ser exercidas por feirante produtor,
feirante artesão ou feirante mercador, observado o disposto no §1º do art. 7º da Lei nº
4.748/2012 e §4º, art. 59-A, do Decreto nº 38.554/2017.

2.1.5. Para fins do disposto neste edital entende-se como:

2.1.5.1. Feirante produtor, aquele que comercializa única e exclusivamente o produto de sua
lavoura, criação ou industrialização;

2.1.5.2. Feirante mercador, aquele que comercializa mercadorias produzidas por terceiros ou
presta serviços;

2.1.5.3. Feirante artesão, aquele comercializa produto artesanal por ele criado ou
confeccionado.

2.2. Será objeto deste procedimento seletivo impessoal apenas a área do box ou bloco de box de
utilização do térreo para exposição de produtos e/ou prestação de serviços.

3. DAS CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO

3.1. A participação neste procedimento seletivo impessoal implica na aceitação integral e


irretratável pelos participantes, dos termos, cláusulas, condições e Anexos do Edital, bem como
na observância dos regulamentos administrativos e das normas técnicas aplicáveis, não sendo
aceita, sob qualquer hipótese, alegação de seu desconhecimento em qualquer fase do
procedimento administrativo e execução dos serviços.

3.2. Poderão concorrer todos os interessados não impedidos por Lei, observados ainda as
vedações dispostas no art. 14, da Lei nº 4.748/2012 e art.13, inciso XII, do Decreto nº
38.554/2017, desde que atendam as seguintes exigências:

a) não ser ocupante de cargo, emprego ou função pública da Administração Pública Direta,
Indireta Federal, Estadual, Distrital e Municipal, conforme Anexo II;

b) não possuir permissão, cessão, concessão ou autorização de uso de nenhuma área pública do
Distrito Federal, onde seja desenvolvida atividade econômica, conforme Anexo I;

c) não explorar ramo de atividade incompatível com o objeto deste edital, conforme Anexo III;

d) não estar em atraso no cumprimento de obrigação assumida com o Distrito Federal;


Governo do Distrito Federal
Secretaria de Estado das Cidades
Comissão Especial de Seleção Pública - CESP

e) satisfazer as condições da Lei nº 5.730, de 24 de outubro 2016, Lei nº 4.748, de 02 de


fevereiro de 2012, do Decreto nº 38.554, de 16 de outubro de 2017, deste edital e seus anexos;

f) não ocupar de maneira irregular qualquer área pública, para fins comerciais, no Distrito
Federal, conforme Anexo III.

3.2.1. Caso o interessado que ocupar área pública for contemplado no sorteio deverá optar por
apenas uma ocupação pública, para fins comerciais.

3.3. Não poderá participar, direta ou indiretamente, deste processo seletivo, observadas as
hipóteses previstas nos parágrafos do art. 9º da Lei Federal nº 8.666/1993:

I - o autor do projeto, básico ou executivo, pessoa física ou jurídica;

II - empresa, isoladamente ou em consórcio, responsável pela elaboração do projeto básico ou


executivo ou da qual o autor do projeto seja dirigente, gerente, acionista ou detentor de mais de
5% (cinco por cento) do capital com direito a voto ou controlador, responsável técnico ou
subcontratado;

III - servidor ou dirigente de órgão ou entidade contratante ou responsável por este


chamamento público.

4. DOS PRAZOS

4.1. O atendimento ao público para credenciamento e documentação a que se refere os itens 5


e 6 será realizado, conforme cronograma a seguir:

CRONOGRAMA DE ATENDIMENTO
Período Ação
14/01 à 17/01/2019 Recepção de requerimento e documentação
18/01 à 23/01/2019 Análise de documentos
24/01/2019 Publicação dos Habilitados
25/01 à 31/01/2019 Recurso
01/02 à 06/02/2019 Julgamento do recurso
07/02/2019 Publicação do julgamento do recurso
08/02/2019 Sorteio
11/02/2019 Publicação do Resultado
12/02 à 18/02/2019 Recurso
19 e 20/02/2019 Análise de Recurso
Publicação do Resultado Preliminar e Entrega dos
28/02/2019
Termos
Governo do Distrito Federal
Secretaria de Estado das Cidades
Comissão Especial de Seleção Pública - CESP

01/03/2019 Publicação no DODF dos Termos

5 – DO CREDENCIAMENTO

5.1. Os feirantes interessados e que cumprirem os critérios previstos nesse edital deverão
comparecer à Secretaria Adjunta de Mobiliário Urbano e Apoio às Cidades, do dia 14/01/2019
ao dia 17/01/2019 no horário de 09:00 as 16:00, nos dias úteis, localizada no Estádio Nacional
de Brasília, Portão 5, telefone 61 991556594, munidos dos documentos comprobatórios e
cópias, previstos nos itens 6.1 a 6.4;

5.2. As documentações deverão ser apresentadas pessoalmente ou por procuração do


interessado, sendo entregue à Comissão, em separado, em envelopes identificados da seguinte
forma:

A – Documentos para Habilitação;

B – Documentos para comprovação de atividade;

C – Documentos relativa à regularidade fiscal e trabalhista.

5.2.1. Todos os envelopes deverão conter a identificação da interessada (nome, número de


identidade e do CPF do representante da Interessada e respectivo CNPJ, Endereço, Telefone, E-
mail e atividade escolhida, conforme tabela 1 ou 2).

5.2.2. Quando a interessada se fizer representar por procuração, deverá conferir poderes para a
prática dos atos necessários e inerentes ao procedimento, devidamente assinado por
representante legal da interessada.

5.2.3. Quando a interessada se fizer representar por sócio, deverá este apresentar documento
devidamente registrado na Junta Comercial ou órgão equivalente, comprovando tal situação.

5.3. A não apresentação dos documentos de que tratam o item 5.2 e de seus subitens impedirá o
representante de se manifestar e responder pela interessada.

5.4. Os envelopes deverão ser entregues lacrados, contendo, os documentos de Habilitação,


comprovação de atividade e relativos à regularidade fiscal e trabalhista, diretamente à
Comissão Especial de Seleção Pública, até a data prevista no preâmbulo deste Edital, devendo
os envelopes conter, além do nome ou timbre da interessada, os seguintes sobrescritos em suas
partes exteriores:

ENVELOPE A – DOCUMENTOS PARA HABILITAÇÃO

SECRETARIA DE ESTADO DAS CIDADES – CONVOCAÇÃO N°


003/2018
INTERESSADA: (nome, número de identidade e do CPF do representante da
Governo do Distrito Federal
Secretaria de Estado das Cidades
Comissão Especial de Seleção Pública - CESP

Interessada e respectivo CNPJ, Endereço, Telefone, E-mail e atividade escolhida, conforme


tabela 1 ou 2).

ENVELOPE B – DOCUMENTOS PARA COMPROVAÇÃO DE ATIVIDADE

SECRETARIA DE ESTADO DAS CIDADES – CONVOCAÇÃO N°


003/2018
INTERESSADA: (nome, número de identidade e do CPF do representante da
Interessada e respectivo CNPJ, Endereço, Telefone, E-mail e atividade escolhida, conforme
tabela 1 ou 2).

ENVELOPE C – DOCUMENTOS RELATIVOS À HABILITAÇÃO FISCAL E


TRABALHISTA

SECRETARIA DE ESTADO DAS CIDADES – CONVOCAÇÃO N°


003/2018
INTERESSADA: (nome, número de identidade e do CPF do representante da
Interessada e respectivo CNPJ, Endereço, Telefone, E-mail e atividade escolhida, conforme
tabela 1 ou 2).

5.5. O sorteio ocorrerá após a análise da documentação apresentada pelos participantes.

5.5.1. O sorteio será realizado dentre aqueles interessados que sejam considerados habilitados
pela Comissão Especial de Seleção Pública.

5.5.2. Será considerado habilitado o interessado que apresentar toda documentação relativa à
habilitação jurídica, tiver a comprovação do exercício da atividade constatado pela Comissão
de Seleção Pública e apresentar a documentação relativa à regularidade fiscal e trabalhista.

5.5.2.1. Qualquer documentação relativa à seguridade fiscal e trabalhista poderá se apresentada


no momento da assinatura do termo de cessão de uso, conforme previsão dos arts.42 e 43 da
Lei Complementar Federal nº 123, de 14 de dezembro de 2006.

5.6. Será desclassificada a interessada que deixar de apresentar qualquer dos documentos
exigidos ou apresentá-los em desacordo com as exigências deste Edital.

5.7. O envelope A – Documentos para Habilitação deverá conter a documentação referente à


habilitação jurídica, discriminado no item 6.1.

5.8. O envelope B – Documentos para comprovação de atividade deverá conter a


documentação discriminada no item 6.2.

5.9. O envelope C – Documentos relativos à regularidade fiscal e trabalhista deverá conter a


documentação discriminado nos itens 6.3 e 6.4.
Governo do Distrito Federal
Secretaria de Estado das Cidades
Comissão Especial de Seleção Pública - CESP

6. DOCUMENTAÇÃO RELATIVA À HABILITAÇÃO

6.1. DOCUMENTAÇÃO RELATIVA À HABILITAÇÃO JURÍDICA

6.1.1. No ato do credenciamento o interessado deve apresentar os seguintes documentos:

I - cópia do registro de identidade;

6.1.2. Registro comercial, no caso de empresa individual;

6.1.2.1. Certificado de microempreendedor individual

6.1.3. Ato constitutivo, estatuto ou contrato social em vigor, juntamente com todas as eventuais
alterações ou, se for o caso, a última alteração social consolidada, em ambos os casos
devidamente registrada(s) na Junta Comercial, e, em ambas as hipóteses, em se tratando de
sociedades comerciais, e, no caso de sociedades por ações, acompanhado de documentos de
eleição de seus administradores, com a comprovação da publicação do ato de constituição, no
Diário Oficial respectivo e nos jornais de grande circulação;

6.1.4. Inscrição do ato constitutivo, no caso de sociedades civis, acompanhada de prova da


diretoria em exercício;

6.1.5 Declaração de que o representante da interessada não é servidor ou empregado público,


na forma do Anexo II.

6.1.6. – Declaração de que o representante da interessado não tem concessão, permissão ou


autorização de uso de nenhuma outra área pública no Distrito Federal, na forma do Anexo I;

6.1.7. Declaração de que o representante da interessado não explora ramo de atividade


incompatível com o objeto deste edital e não ocupa de maneira irregular, para fins comerciais,
qualquer área pública no Distrito Federal, conforme modelo do Anexo III.

6.2 DOCUMENTAÇÃO PARA COMPROVAÇÃO DE ATIVIDADE

O exercício de atividade como feirante produtor, feirante mercador ou feirante artesão, a pessoa
física representante da pessoa jurídica interessada em participar do procedimento seletivo
previsto neste edital comprovará, alternativamente:

6.2.1. constar em processo administrativo para ocupação de área pública em feira livre ou
permanente, há, no mínimo 2 anos;

6.2.2. documento público emitido pelo Governo do Distrito Federal para ocupação de área
pública em feira livre ou permanente;
Governo do Distrito Federal
Secretaria de Estado das Cidades
Comissão Especial de Seleção Pública - CESP

6.2.3. constar em vistorias, cadastros ou outros levantamentos oficiais como ocupante de área
pública em feira livre ou permanente;

6.2.4. em algum momento ter obtido com o Poder Executivo Distrital autorização para
ocupação de área pública em feira livre permanente.

6.2.5. Para fins de comprovação da atividade, conforme itens 6.2.1 a 6.2.4, a interessada
apresentará declaração, na forma do Anexo IV deste edital, anexando os demais documentos
que possam subsidiar sua declaração.

6.3. DOCUMENTAÇÃO RELATIVA À REGULARIDADE FISCAL E TRABALHISTA

6.3.1. Prova de inscrição no Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ/MF);

6.3.2. Certidão de regularidade perante a Fazenda Nacional, mediante a apresentação de


certidão conjunta expedida pela Secretaria da Receita Federal e Procuradoria-Geral da Fazenda
Nacional, referente aos tributos federais e à Dívida Ativa da União;

6.3.3. Certidão de regularidade perante a Fazenda do Distrito Federal, mediante a apresentação


de certidão negativa de débitos expedida pela Secretaria de Estado de Fazenda do Distrito
Federal.

6.3.4. Prova de inscrição no cadastro de contribuintes do Distrito Federal, relativo ao


domicílio ou sede do participante, pertinente ao seu ramo de atividade e compatível com o
objeto contratual;

6.3.5. Certidão de regularidade para com a Fazenda do Distrito Federal do domicílio ou sede
da participante;

6.3.6. Prova de regularidade relativo ao Fundo de Garantia por Tempo de Serviço -


FGTS, por meio do Certificado de Regularidade de Situação (CRS);

6.3.7. Certidão Negativa de Débitos Trabalhistas - CNDT.

6.4. DECLARAÇÃO PARA FINS TRABALHISTAS

6.4.1. O interessado deverá apresentar Declaração em cumprimento ao inciso XXXIII, do art.


7º, da Constituição Federal, de que não emprega menor de dezoito anos em trabalho noturno,
perigoso ou insalubre e não emprega menor de dezesseis anos, salvo na condição de aprendiz, a
partir dos quatorze anos, devidamente assinada e carimbada com a identificação de sócio ou
representante legal da interessada, conforme modelo contido no Anexo V.

7. DOS PROCEDIMENTOS E ANÁLISE DOS ENVELOPES


Governo do Distrito Federal
Secretaria de Estado das Cidades
Comissão Especial de Seleção Pública - CESP

7.1. Os Envelopes A, B e C (DOCUMENTAÇÃO DE HABILITAÇÃO, COMPROVAÇÃO


DE ATIVIDADE e REGULARIDADE FISCAL E TRABALHISTA, respectivamente) serão
abertos pela Comissão Especial de Seleção Pública, na Secretaria Adjunta de Mobiliário
Urbano e Apoio às Cidades, localizada no Estádio Nacional de Brasília, Portão 5, subsolo, ou
em outro local previamente determinado, para análise, sendo os documentos neles contidos
rubricados por, no mínimo, dois dos membros da citada Comissão.

7.2 Em cada uma das fases do Procedimento Seletivo, caso a Comissão julgue conveniente,
poderá haver suspensão da respectiva reunião ou ato, a fim de que tenha melhores condições de
analisar os documentos apresentados, marcando-se, na oportunidade, sempre que possível e
necessário, uma nova data e horário em que voltará a se reunir e proceder à continuidade do
ato.

7.3. Das sessões para recebimento e abertura dos envelopes, serão lavradas atas
circunstanciadas, assinadas por todos os presentes.

7.4. Após análise da documentação, será publicada uma lista de habilitados por ordem
alfabética, para cada atividade, conforme tabela de zoneamento, constante do item 2.1.2. deste
edital.

7.5. O número a ser considerado para o sorteio será aquele constante da lista de publicação de
habilitados.

7.6. O sorteio ocorrerá dentre os interessados habilitados, conforme atividade escolhida e


indicada nos envelopes A e B, observado a Tabela 3 – Organização do Sorteio, constante no
item 7.8.

7.7. O sorteio será realizado por box ou bloco de boxes, conforme zoneamento da feira e
atividade escolhida pelo interessado.

7.8. Serão realizados 12 sorteios, conforme tabela abaixo, considerada as seguintes situações:

a) tipo de box (Seco ou molhado), conforme tabela prevista no item 2.1.2;

b) atividade escolhida pelo interessado, conforme tabela 1 ou 2, constante no item 2.1.2.;

c) zoneamento da feira

d) interessados habilitados

Tabela 3: Organização do Sorteio


Ordem de Quantidade de
Atividade a ser sorteada Tipo do box
sorteio Vaga
1º Confecção, cama, mesa e banho Box unitário – 14 boxes
Governo do Distrito Federal
Secretaria de Estado das Cidades
Comissão Especial de Seleção Pública - CESP

seco (4m²)
Box unitário –seco
01 box
(4m²)
Box unitário –com
02 boxes
água (4m²)
01 Bloco
Eletrônicos/informática Bloco de Boxes –
2º com água (8m²)
(02 boxes)
01 Bloco
Bloco de Boxes –
3º Cosméticos
com água (8m²)
(02 boxes)
01 Bloco
Bloco de Boxes –
4º Utilidades/ferragens
com água (8m²)
(02 boxes)
Box unitário –com
5º Hortifrutigranjeiro 05 boxes
água (4m²)
01 Bloco
Bloco de box –
6º Aves
com água (8m²)
(02 boxes)
Blocos de box – 01 bloco de (02
7º Peixaria
com água (8m²) boxes)
Blocos de boxes – 02 blocos de
8º Açougue
com água (8m²) boxes (8m²)
Bloco de box – 02 blocos de
9º Mercearia/cereais
com água (8m²) boxes (8m²)
Bloco de box – 02 blocos de
10º Laticínios
com água (8m²) boxes (8m²)
10 blocos de
Bloco de box – boxes (8m²)
11º Lanchonete
com água (8m²)

01 Bloco
Bloco de box –
12º Floricultura
com água (8m²)
(02 boxes)

7.9. O interessado em participar do procedimento seletivo impessoal poderá ser sorteado


somente para 1 (um) box ou 1 (um) bloco de boxes, conforme atividade escolhida pelo
interessado.
Governo do Distrito Federal
Secretaria de Estado das Cidades
Comissão Especial de Seleção Pública - CESP

7.10. O sorteio dos boxes ou bloco de boxes de que trata este Edital será realizado na
Secretaria Adjunta de Mobiliário Urbano e Apoio às Cidades, da Secretaria de Estado das
Cidades, no Estádio Mané Garrincha, Portão 05, às 08 horas, do dia 08/02/2019.

7.11.1. No momento de realização do sorteio, o interessado deverá estar presente, portando


documento de identificação pessoal com foto, no dia, horário e local indicado no item 7.10.

7.11.2. A ocupação de cada box ou bloco de boxes, será realizada por item em ordem crescente
de numeração, e definida por sorteio dentre os interessados habilitados, conforme a atividade
indicada em seu envelope A e o zoneamento da feira, de acordo com as tabelas 1 e 2.

7.11.3. O sorteio será realizado na presença dos interessados, elaborando-se ata sobre o
procedimento realizado que deverá ser publicada posteriormente.

7.11.4. O interessado que não apresentar todos os documentos indicados neste Edital não
estará habilitado para participar do sorteio, excepcionalmente, poderá entregar qualquer
documentação relativa à seguridade fiscal e trabalhista conforme indicado no item 5.5.2.1 deste
Edital no momento da assinatura do termo de cessão de uso.

7.12. Os interessados em participar do sorteio se comprometem a obedecer aos termos deste


Edital, seus anexos e a legislação vigente.

7.13. O Termo de Cessão de Uso é o definido no Anexo VII deste Edital, e será expedido pela
Secretaria de Estado das Cidades, para os interessados habilitados e selecionados na forma
deste edital.

7.14. O termo de cessão de uso, pra fins de aplicação deste edital, tem caráter provisório,
precário e personalíssimo e não geram direito à nenhuma indenização ao cessionário.

8. DIVULGAÇÃO DO RESULTADO

8.1 A Secretaria de Estado das Cidades divulgará o resultado final do julgamento do presente
edital de convocação, com a respectiva publicação no Diário Oficial do Distrito Federal, assim
como no sítio oficial da Secretaria, sem prejuízo da divulgação em outros meios que se
entender adequado.

9. RECURSOS ADMINISTRATIVOS

9.1. No prazo de 05 (cinco) dias úteis após a publicação dos habilitados, qualquer interessado
poderá interpor Recurso Administrativo, o qual deverá ser protocolado no protocolo da
Secretaria das Cidades, localizada no anexo do buriti, 8º andar, no horário das 8h às 12h e das
14h às 18h e dirigido ao Presidente da Comissão Especial de Seleção Pública.

9.2. Havendo Recurso Administrativo, o participante que se julgar prejudicado terá o mesmo
prazo, contado a partir do término do prazo do Recorrente, para apresentação de contrarrazões,
Governo do Distrito Federal
Secretaria de Estado das Cidades
Comissão Especial de Seleção Pública - CESP

dirigidas ao Presidente da Comissão Especial de Seleção Pública, no protocolo da Secretaria


das Cidades, localizada no anexo do buriti, 8º andar, no horário das 8h às 12h e das 14h às 18h.

9.3. Decidido o Recurso Administrativo pela Comissão Especial de Seleção Pública, o


resultado será publicado no Diário Oficial do Distrito Federal.

10. DA ASSINATURA DO TERMO DE CESSÃO DE USO

10.1. O resultado do procedimento seletivo impessoal será submetido à autoridade competente


para o procedimento de elaboração de 44 Termos de Cessão de Uso, conforme Anexo VII, e a
respectiva assinatura.

10.2. O contemplado assinará o Termo de Cessão de Uso, conforme cronograma previsto no


item 4.1 deste edital.

10.3 Em caso de não obediência ao prazo citado no item anterior, fica a Secretaria de Estado
das Cidades autorizada a proceder à convocação de outros habilitados, realizando sorteio a ser
agendado e realizado na forma deste edital.

10.4 A emissão do termo de cessão de uso somente poderá ocorrer após o primeiro pagamento
do preço público.

10.5 O termo de cessão de uso pode ser revogado a qualquer tempo em razão do interesse
público, sem direito a nenhuma indenização ao cessionário.

11. DO PREÇO PÚBLICO

11.1. Será cobrado preço público no valor de R$ 5,69 (cinco reais e sessenta e nove centavos)
por metro quadrado do box ou do bloco de boxes, pela utilização da área pública, conforme
estabelecido pelo Decreto nº 38.554 de 16 outubro 2017 e Portaria nº 7 de 30 de janeiro de
2018.

11.1.1. O valor do preço público é atualizado na forma da legislação vigente.

11.2. O descumprimento do prazo estipulado para pagamento do preço público implica a


imposição de multa de 2% (dois por cento) sobre o principal e juros de 1% (um por cento) ao
mês sobre o principal, mais atualização monetária.

11.3 Os valores previstos dos preços públicos devem ser corrigidos anualmente com base no
Índice Nacional de Preços ao Consumidor - INPC, calculado pelo Instituto Brasileiro de
Geografia e Estatística - IBGE.

11.4 O recolhimento do preço público fixado não desobriga o cessionário de pagar as despesas
individuais do box, bem como as despesas comuns, na forma dos §§ 1º e 2º do art. 18 da Lei nº
4.748/2012.
Governo do Distrito Federal
Secretaria de Estado das Cidades
Comissão Especial de Seleção Pública - CESP

11.5. As despesas comuns de que trata o item acima devem ser rateadas entre os cessionários e
fixadas na forma do Regimento Interno da feira.

11.6. Compete à Agência de Fiscalização do Distrito Federal - AGEFIS o controle de


pagamento e a arrecadação do preço público em cooperação com a SECID.

12. DO PAGAMENTO DA CONTRIBUIÇÃO DE RATEIO:

12.1. Deverá ser instituída contribuição de rateio, na forma do art. 18, §1º, da Lei nº
4.748/2012, e do art. 35, do Decreto n° 38.554/207;

12.2. O pagamento do preço público não desobriga o CESSIONÁRIO do pagamento das


despesas com segurança, energia elétrica, água, limpeza e outras despesas referentes às áreas
comuns da feira;

12.3. O não pagamento da contribuição de rateio instituída pela entidade representativa local
ensejará na aplicação das penalidades previstas na Lei nº 4.748/2012 e no Decreto nº 38.554, de
16 de outubro de 2017.

13. DAS OBRIGAÇÕES E RESPONSABILIDADES DOS CESSIONÁRIOS

13.1. É de responsabilidade de cada cessionário (a) a manutenção, a conservação e a limpeza


da área de uso individual de cada box ou bloco de boxes, bem como o pagamento dos preços
públicos e contribuição de rateio, além das que seguem:

I – trabalhar, exclusivamente, no box objeto do seu termo de cessão de uso;

II - manter os equipamentos em bom estado de higiene e conservação;

III - acondicionar todo o lixo produzido, em recipiente adequado, para recolhimento ao término
da feira;

IV - manter rigoroso asseio pessoal;

V - manter exposto o preço do produto;

VI - manter registro da procedência dos produtos comercializados;

VII - tratar com civilidade o cliente, o público em geral e o gestor da feira;

VIII - manter balança aferida e nivelada, se for o caso;

IX - respeitar o local demarcado para a instalação de sua banca;

X - respeitar e cumprir os dias e os horários para o funcionamento da feira;


Governo do Distrito Federal
Secretaria de Estado das Cidades
Comissão Especial de Seleção Pública - CESP

XI – respeitar e cumprir os dias e os horários para o recebimento de mercadorias;

XII - adotar o modelo de equipamento definido pelo Poder Executivo, se houver;

XIII - colaborar com a fiscalização, prestando as informações solicitadas e apresentando os


documentos pertinentes à atividade;

XIV - respeitar as normas de vigilância sanitária e as demais normas expedidas pelo órgão
competente do Poder Executivo;

XV - recolher as taxas e preços públicos, na forma e no prazo estipulado na legislação em


vigor;

XVI - apresentar os documentos exigidos sempre que solicitados pelos órgãos competentes;

XVII - manter os dados cadastrais atualizados;

XVIII – manter, ininterruptamente, em perfeito estado de conservação, segurança, higiene e


asseio os seus boxes, as respectivas entradas, vidros, esquadrias, vitrines, fachadas, divisões,
portas, acessórios, equipamentos, benfeitorias, iluminação e ventilação, inclusive fazendo
executar pinturas e reformas periódicas, de modo a mantê-las em perfeito estado;

XIX – cumprir o disposto na Lei nº 4.748/2012 e em sua regulamentação;

XX - não realizar qualquer alteração da área objeto da cessão, salvo se houver autorização
expressa da Secretaria de Estado das Cidades;

XXI – entregar ao Distrito Federal o objeto da cessão imediatamente após o final de sua
vigência;

XXII - a cobrir toda e qualquer despesa relativa à manutenção e à conservação do objeto desta
Cessão, bem como os danos porventura causados por seus agentes;

XXIII – a entregar ao Distrito Federal o objeto da cessão no estado de funcionamento e uso em


que o recebeu, ressalvadas as deteriorações naturais do uso regular.

XXIV - É responsabilidade dos cessionários, individualmente, a segurança interna dos seus


boxes, assim como a vigilância e a segurança no atendimento a seus clientes, a garantia dos
seus produtos comercializados, como também a guarda destes.

13.2. Os custos da área comum e os custos individuais, correrão às expensas dos cessionários
contemplados, na forma do art. 18, parágrafo primeiro da Lei nº 4.748/2012, não havendo
qualquer repasse de recurso financeiro por parte do Distrito Federal.
Governo do Distrito Federal
Secretaria de Estado das Cidades
Comissão Especial de Seleção Pública - CESP

13.3. É nula a cessão de uso a que for dada destinação diversa daquela prevista no termo de
uso

14. DAS PROIBIÇÕES AOS CESSIONÁRIOS

14.1. Constituem proibições ao CESSIONÁRIO, com base na Lei nº 4.748/2012 e no Decreto


nº 38.554/2017:

I - vender produtos fora do grupo previsto em seu Termo de Cessão de Uso;

II - fornecer a terceiros mercadorias para venda ou revenda no âmbito da respectiva feira;

III – descarregar mercadoria fora do horário permitido;

IV – exercer atividade fora do horário de funcionamento da feira;

V- colocar ou expor mercadoria fora dos limites da área do seu box, exceto cabides de
mostruário, que não podem exceder a trinta centímetros;

VI – obstruir as áreas comuns da feira, impedindo a passagem dos usuários e descumprindo os


dispositivos legais quanto à acessibilidade;

VII - manter balança empregada para a comercialização de suas mercadorias em local que não
permita a leitura da pesagem pelo consumidor;

VIII - deixar de usar o uniforme e equipamentos de higiene estabelecidos pelo órgão


competente nas atividades que envolvam a manipulação de alimentos, produtos perecíveis e
agropecuários;

IX - desacatar servidores da Administração Pública no exercício de suas atribuições ou em


razão delas;

X - fazer uso de passeio, arborização pública, mobiliário urbano público, fachada ou de


qualquer área das edificações lindeiras para exposição, depósito ou estocagem de mercadoria
ou vasilhame, ou de pilastras, postes ou paredes das feiras permanentes para colocação de
mostruários ou com qualquer outra finalidade e que obstrua a passagem dos usuários;

XI - deixar de observar os horários de funcionamento da feira, conforme estabelecido no


Regimento Interno;

XII - usar jornais impressos e papéis usados ou quaisquer outros que contenham substâncias
químicas prejudiciais à saúde para embalagem de mercadorias;

XIII - lançar, na área da feira ou em seus arredores, detrito, gordura ou lixo de qualquer
natureza;
Governo do Distrito Federal
Secretaria de Estado das Cidades
Comissão Especial de Seleção Pública - CESP

XIV - prestar informações falsas ou documentos inverídicos em qualquer finalidade referente à


feira;

XV - portar arma branca ou arma de fogo;

XVI - deixar de zelar pela conservação e pela higiene de área do boxe;

XVII - vender gêneros alimentícios impróprios para o consumo, deteriorados ou condenados


pelo Serviço de Fiscalização Sanitária ou, ainda, com peso ou medida irreal;

XVIII - deixar de cumprir as normas estabelecidas na legislação específica e em seus


regulamentos e normativos, no Termo de Cessão, Licença de Funcionamento ou no regimento
interno da feira, quando houver;

XIX – deixar de exibir a documentação exigida para o exercício de sua atividade quando
solicitado pela fiscalização, bem como deixar de atender à solicitação ou determinação da
fiscalização;

XX – utilizar qualquer tipo de aparelho ou equipamento de som, bem como executar música ao
vivo nas áreas da feira, salvo com permissão do órgão competente e anuência da entidade local
representativa da categoria e da administração interna da feira;

XXI - praticar quaisquer jogos de azar nas dependências da feira, inclusive nos
estacionamentos;

XXII – exercer atividade na feira em estado de embriaguez;

XXIII - utilizar o espaço público exclusivamente por meio de preposto, salvo na hipótese
prevista em lei;

XXIV resistir à execução de ato legal, mediante violência ou ameaça a servidor púbico,
funcionário ou dirigentes competentes para executá-lo;

XXV - deixar de observar o trato e a boa postura com o público e com os demais feirantes;

XXVI - fumar nas dependências da feira, nos termos da Lei Federal de nº 9.294/96, da Lei
Distrital nº 1.162/96 e suas alterações;

XXVII - colocar tampas, portas ou outros utensílios nos corredores da feira, bem como em
locais que atrapalhem a circulação do púbico em geral;

XXVIII - usar roupas de banho ou traje inadequados nas dependências da feira;

XXIX - utilizar o box com fim diverso do estabelecido no Termo de Cessão de Uso;
Governo do Distrito Federal
Secretaria de Estado das Cidades
Comissão Especial de Seleção Pública - CESP

XXX - produzir e comercializar produtos alimentícios em lojas destinadas a outros tipos de


mercadorias;

XXXI - fazer uso de cobertura da feira, bem como acessá-la sem prévia autorização;

XXXIII - promover qualquer tipo de evento, sem prévia autorização;

XXXIV - embarcar ou desembarcar mercadorias em local diferente do destinado a essa


atividade.

XXXV- fazer uso de qualquer método ruidoso de divulgação, mesmo que durante as
campanhas promocionais autorizadas, assim como música em nível elevado, ou produzir ruído
de qualquer natureza, capaz de molestar os demais cessionários, exceto quando autorizado pela
administração interna da feira;

XXXVI - deixar de cumprir o disposto na legislação de regência;

XXXVII - manter fechado o estabelecimento por sete dias consecutivos ou quinze alternados
no decorrer de trinta dias, sem motivo justificado;

XXXVIII - vender, arrendar, alugar ou ceder a qualquer título, o box ou o bloco objeto de
cessão de uso, terá cancelada imediatamente sua cessão, sem direito a qualquer indenização.

15. DAS PENALIDADES

15.1. O Cessionário que cometer as infrações descritas na Lei nº 4.748/12, e no Decreto nº


38.554/17, está sujeito às sanções, aplicadas isolada ou cumulativamente, previstas na lei e
decreto regulamentador de regência.

16. DO LICENCIAMENTO DA ATIVIDADE ECONÔMICA

16.1. A Secretaria de Estado das Cidades expedirá o Termo de Cessão de Uso e encaminhará
cópia à Administração Regional do SCIA, para subsidiar os procedimentos de emissão da
licença de funcionamento, em atendimento à Lei nº 5.547, de 06 de outubro de 2015 e Decreto
regulamentador nº 36.948, de 04 de dezembro de 2015.

16.2. O cessionário deverá requerer, no prazo máximo de 30 (trinta) dias, a licença de


funcionamento, contados a partir da data de assinatura do Termo de Cessão de Uso.

16.3. A licença de funcionamento emitida para as atividades econômicas realizadas em feiras,


na forma do Decreto nº 38.554 de 16 de outubro de 2017, e seus anexos, deverá ser renovada
anualmente.

16.4. A licença de funcionamento só será renovada, observados os requisitos da legislação


específica e mediante a comprovação pelo cessionário de que está adimplente com o preço
Governo do Distrito Federal
Secretaria de Estado das Cidades
Comissão Especial de Seleção Pública - CESP

público, com a contribuição de rateio e com as despesas individuais do box ou bloco de boxes
licenciado.

16.5. Somente será permitido o funcionamento da atividade econômica no box ou bloco de


boxes, após emissão da Licença de Funcionamento, nos termos da legislação vigente.

17. DISPOSIÇÕES FINAIS

17.1. A preservação do boxe da referida feira, ficará sob responsabilidade do cessionário e o


design do mesmo não poderá ser alterado;

17.2. Findo o Termo de Cessão de Uso, o CESSIONÁRIO deverá devolver o bem,


devidamente limpo, higienizado, desratizado, desinsetizado e pintado, da forma como recebido,
em perfeito estado de conservação e uso, no prazo de 10 (dez) dias úteis;

17.3. Os casos omissos neste Edital e seus anexos serão resolvidos pela Comissão de Seleção
Pública.

17.4. Os interessados em obter quaisquer esclarecimentos acerca do presente procedimento


seletivo impessoal deverão solicitá-los por escrito, em até 02 (dois) dias úteis anteriores ao
sorteio, por meio de documento assinado por seu representante legal ou procurador com
poderes para tal (documento comprobatório devidamente anexado), no protocolo geral da
Secretaria de Estado das Cidades, localizado no 8º andar do Anexo do Palácio do Buriti, no
horário das 8h às 12h e das 14h às 18h.

Brasília, 27 de Dezembro de 2019.

Presidente da Comissão Especial de Seleção Pública

Secretaria de Estado de Cidades do Distrito Federal – SECID


Governo do Distrito Federal
Secretaria de Estado das Cidades
Comissão Especial de Seleção Pública - CESP

ALTERAÇÃO NO EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 003/2018 - SECID/DF


(Diário Oficial da União n° 29, segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019)

SECRETARIA ADJUNTA DAS CIDADES


COMISSÃO ESPECIAL DE SELEÇÃO PÚBLICA
AVISO DE ALTERAÇÃO
EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE SELEÇÃO PÚBLICA Nº 03/2018

O Governo do Distrito Federal, através da Comissão Especial de Seleção Pública da Casa Civil
do Distrito Federal, instituída por meio da Portaria nº 05, de 04/02/2019, publicada no DODF
nº 25, de 05/02/2019, pág. 25, informa que o Edital nº 003/2018-SECID, publicado a minuta no
DODF nº 01, de 01 de janeiro de 2019, pág. 22, fica alterado em suas datas no Cronograma de
atividades da Comissão, conforme verifica-se abaixo:

ONDE SE LÊ

Período Ações
14/01 à 17/01/2019 Recepção de requerimento e documentação
18/01 à 23/01/2019 Análise de documentos
24/01/2019 Publicação dos habilitados
25/01 à 31/01/2019 Recurso
01/02/ à 06/02/2019 Julgamento do recurso
07/02/2019 Publicação do julgamento do recurso
08/02/2019 Sorteio
11/ 02/ 2019 Publicação do resultado
12/02 à 18/02/2019 Recurso
19 e 20/02/2019 Analise do recurso
28/02/2019 Publicação do resultado preliminar e entrega dos Termos
01/03/2019 Publicação no DODF dos Termos

LEIA-SE

Período Ações
14/01 à 17/01/2019 Recepção de requerimento e documentação - prazo cumprido
13 à 18/02/2019 Análise de documentos
22/02/2019 Publicação dos habilitados
25/02 à 01/03/2019 Recurso
08/03/ à 14/03/2019 Julgamento do recurso
20/03/2019 Publicação do julgamento do recurso
25/03/2019 Sorteio
29/03/2019 Publicação do resultado preliminar
01/04 à 05/04/2019 Recurso
08/04 à 11/04/2019 Analise do recurso
17/04/2019 Publicação do resultado
Governo do Distrito Federal
Secretaria de Estado das Cidades
Comissão Especial de Seleção Pública - CESP

24/04/2019 Entrega dos Termos


29/04/2019 Publicação dos Termos no DODF

TIAGO BEZERRA MONTE MOR

Presidente da Comissão
Governo do Distrito Federal
Secretaria de Estado das Cidades
Comissão Especial de Seleção Pública - CESP

ANEXO I

DECLARAÇÃO NEGATIVA DE OCUPAÇÃO DE ÁREA PÚBLICA

EU,_______________________________________________________________,
PORTADOR(A) do CPF Nº:__________________, e do RG Nº:____________________,
declaro, sob pena das medidas legais cabíveis, que não possuo cessão, concessão, permissão ou
autorização de uso e que não ocupo nenhuma área pública do Distrito Federal, em que seja
desenvolvida atividade econômica.

Por ser a expressão da verdade, assumindo inteira responsabilidade pelas declarações acima,
sob pena da lei, assino a presente declaração para que produza seus efeitos legais.

Brasília-DF,______de__________________2019.

_______________________________

Assinatura
Governo do Distrito Federal
Secretaria de Estado das Cidades
Comissão Especial de Seleção Pública - CESP

ANEXO II

DECLARAÇÃO NEGATIVA DE OCUPAÇÃO DE CARGO, EMPREGO OU FUNÇÃO


PÚBLICA

EU, ______________________________________________________________,
PORTADOR(A) do CPF Nº:________________________, e do RG Nº:_________
___________________, declaro, sob pena das medidas legais cabíveis, não ser servidor ou
empregado público ativo da Administração Pública Direta, Indireta Federal, Estadual, Distrital
e Municipal.

Por ser a expressão da verdade, assumindo inteira responsabilidade pelas declarações acima,
sob pena da lei, assino a presente declaração para que produza seus efeitos legais.

Brasília-DF, _______ de ____________________ 2019.

_______________________________________

Assinatura
Governo do Distrito Federal
Secretaria de Estado das Cidades
Comissão Especial de Seleção Pública - CESP

ANEXO III

DECLARAÇÃO DE COMPATIBILIDADE COM O OBJETO DO EDITAL DE


CONVOCAÇÃO Nº 003/2018, E DE NÃO OCUPAÇÃO DE ÁREA PÚBLICA DE
FORMA IRREGULAR

EU,_____________________________________________, Portador (A) do CPF Nº:


_________________________, e do RG Nº: __________UF_____ declaro para os devidos
fins, que não exploro ramo de atividade incompatível com o objeto deste edital, bem como que
não ocupo de maneira irregular qualquer área pública para fins comerciais no Distrito Federal.

Brasília, _____ de ______________________ 2019.

__________________________________

Assinatura
Governo do Distrito Federal
Secretaria de Estado das Cidades
Comissão Especial de Seleção Pública - CESP

ANEXO IV

DECLARAÇÃO DE ENTREGA DE DOCUMENTOS DE COMPROVAÇÃO DE


EXERCÍCIO DA ATIVIDADE DE FEIRANTE

EU,_____________________________________________, Portador (A) do CPF Nº:


_________________________, e do RG Nº: __________UF_____ declaro para os devidos
fins, que exerço a atividade de feirante produtor, feirante artesão ou feirante mercador,
atendendo, com isso, os requisitos do Edital de Convocação nº 003/2018, ocasião em que
apresento, alternativamente, os seguintes documentos:

I- Comprovação de que consta em processo administrativo de ocupação de área pública em


feira livre ou permanente, há 02 anos, no mínimo. Processo nº________________________ (se
souber)

II- Comprovação de exercício da atividade por meio de documento público emitido pelo
Distrito Federal;

III- Comprovação de que consta em vistorias como ocupante da área, em cadastros ou outros
levantamentos oficiais realizados pelo Distrito Federal nos últimos 02 anos;

IV- Comprovação de que em algum momento tenha obtido com o Poder Executivo distrital
autorização para ocupação de área pública em feira livre ou permanente; DODF
nº_____________(se souber)

V- Outros:

____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
______________________________________________________

Brasília, _____ de ______________________ 2019.

__________________________________

Assinatura
Governo do Distrito Federal
Secretaria de Estado das Cidades
Comissão Especial de Seleção Pública - CESP

ANEXO V

DECLARAÇÃO PARA FINS TRABALHISTAS

Prezados,

__________________________, portador(a) do Documento de Identidade n°


___________________ e do CPF n° _________________, DECLARA, que não emprega
menor de 18 (dezoito) anos em trabalho noturno, perigoso ou insalubre e não emprega menor
de dezesseis anos.

( ) Ressalva: Emprega menor, a partir de quatorze anos, na condição de aprendiz.

Brasília, ____ de _____________ de 2019.

_______________________________________

Assinatura
Governo do Distrito Federal
Secretaria de Estado das Cidades
Comissão Especial de Seleção Pública - CESP

ANEXO VI

PLANTA BAIXA ___________________________________

As plantas baixas estão disponíveis no processo 00394-00009033/2018-85- links (16779960)


Governo do Distrito Federal
Secretaria de Estado das Cidades
Comissão Especial de Seleção Pública - CESP

ANEXO VII

Termo de Cessão de Uso de Bem Móvel do Distrito Federal nº. __/2019, nos moldes do Padrão
nº. 16/2002.

Processo nº XXXXXXXXXXX

Cláusula Primeira – Das Partes

O Distrito Federal, por meio da SECRETARIA DE ESTADO DAS CIDADES -


SECID, representada por MARCOS DE ALENCAR DANTAS, na qualidade de Secretário de
Estado das Cidades, nomeado pelo Decreto de 06 de abril de 2018, Suplemento ao nº 67, do
DODF de 09 de abril de 2018, com delegação de competência prevista nas Normas de
Execução Orçamentária, Financeira e Contábil do Distrito Federal, resolve ceder a
_____________________, doravante denominado Cessionário o uso do bem objeto do presente
Termo.

Cláusula Segunda – Do Objeto

O Termo tem por objeto a cessão de uso de box__________, localizado na Feira Permanente da
Estrutural, com __________ m², conforme especifica o Edital de Convocação nº 003/2018 –
Secid.

Cláusula Terceira – Do Prazo de Vigência

O Termo terá vigência de 12 meses, a contar de sua assinatura, ou até a realização do certame
para a ocupação do espaço público, o que ocorrer primeiro.

Cláusula Quarta – Das obrigações e Responsabilidades da Cessionária

A Cessionária se obriga:

I – a cobrir toda e qualquer despesa relativa à manutenção e à conservação do objeto desta


Cessão, bem como os danos porventura causados por seus agentes;

II – a entregar ao Distrito Federal o objeto da Cessão no estado de funcionamento e uso em que


o recebeu, ressalvadas as deteriorações naturais do uso regular.

III – a cumprir todas as obrigações previstas na Lei nº 4.748/2012, no Decreto nº 38.554/2017,


no edital de convocação e no termo de referência.
Governo do Distrito Federal
Secretaria de Estado das Cidades
Comissão Especial de Seleção Pública - CESP

Cláusula Quinta – Do Preço Público

O cessionário pagará mensalmente, a título de preço público pela ocupação do box/bloco nº


______________, o valor de R$ ______________________ o metro quadrado, até o 5º
(quinto) dia útil do mês seguinte ao vencido, recolhido pela AGEFIS.

O valor do preço público será reajustado anualmente pela variação acumulada do INPC, ou
outro índice que vier a substituí-lo, devidamente publicado pelo Poder Público, com base na
Lei nº 4.748, de 02 de fevereiro de 2012 e no Decreto nº 38.554, de 16 de outubro de 2017.

Cláusula Sexta – Da Alteração

Toda e qualquer alteração deverá ser processada mediante a celebração de Termo Aditivo,
vedada a alteração do objeto, assim como quaisquer modificações na destinação ou utilização.

Cláusula Sétima – Da Dissolução

A Cessão poderá ser dissolvida de comum acordo, bastando, para tanto, manifestação escrita de
uma das partes, com antecedência mínima de 30 (trinta) dias.

Cláusula Oitava – Da Rescisão Unilateral

O Distrito Federal poderá rescindir, unilateralmente, a Cessão, verificado o descumprimento de


quaisquer das cláusulas constantes da legislação, do edital de convocação, do termo de
referencia, deste Termo ou, ainda, a realização de licitação ou superveniência de norma legal
que impeça sua continuidade.

Cláusula Nona – Do Executor

O Distrito Federal, por meio de ______________, designará um Executor para a Cessão, que
desempenhará as atribuições previstas nas Normas de Execução Orçamentária, Financeira e
Contábil.

Cláusula Décima - Da Publicação e do Registro

A eficácia do Contrato fica condicionada à publicação resumida do instrumento pela


Administração, na Imprensa Oficial, até o quinto dia útil do mês seguinte ao de sua assinatura,
para ocorrer no prazo de vinte dias daquela data.

Cláusula Décima Primeira – Do Foro

Fica eleito o foro de Brasília, Distrito Federal, para dirimir quaisquer dúvidas relativas ao
cumprimento do presente Contrato.

Brasília, _____ de ___________ de 2019.


Governo do Distrito Federal
Secretaria de Estado das Cidades
Comissão Especial de Seleção Pública - CESP

Pelo Distrito Federal:

Pelo Distrito Federal:

___________________________________

MARCOS DE ALENCAR DANTAS

Secretário de Estado das Cidades

Cessionário:

_____________________________________
Governo do Distrito Federal
Secretaria de Estado das Cidades
Comissão Especial de Seleção Pública - CESP

ANEXO VIII

TERMO DE REFERÊNCIA Nº 03/2018 (16779546)


Governo do Distrito Federal
Secretaria de Estado das Cidades
Comissão Especial de Seleção Pública - CESP

ANEXO IX

RECIBO DE ENTREGA DOS ENVELOPES

1-Dados do Requerente:

Nome: ______________________________________________________

CPF: ____________________ RG:_____________Órgão Emissor: ________

2 – Documentação entregue:

Envelope “’A” - DOCUMENTAÇÃO RELATIVA À HABILITAÇÃO


JURÍDICA
Envelope “B” - DOCUMENTAÇÃO PARA COMPROVAÇÃO DE
ATIVIDADE
Envelope “C” - DOCUMENTAÇÃO RELATIVA
À REGULARIDADEFISCAL E TRABALHISTA, e DECLARAÇÃO PARA
FINS TRABALHISTAS

3 - Assinaturas:

Brasília, _____/_______/_______ __________________________

Interessado
Governo do Distrito Federal
Secretaria de Estado das Cidades
Comissão Especial de Seleção Pública - CESP

Brasília, _____/_______/_______ __________________________

Assinatura/Matrícula

------------------------------------------------------------------------------------------------------

RECIBO DE ENTREGA DOS ENVELOPES - INTERESSADO

1 - Recibo de entrega dos envelopes:

Envelope “’A” - DOCUMENTAÇÃO RELATIVA À HABILITAÇÃO


JURÍDICA
Envelope “B” - DOCUMENTAÇÃO PARA COMPROVAÇÃO DE
ATIVIDADE
Envelope “C” - DOCUMENTAÇÃO RELATIVA
À REGULARIDADEFISCAL E TRABALHISTA, e DECLARAÇÃO PARA
FINS TRABALHISTAS

2 - Assinaturas:

Brasília, _____/_______/_______ __________________________

Assinatura/Matrícula