Você está na página 1de 3

Apostila de Aulas Práticas QUÍMICA ANALÍTICA – BMVV2

PRÁTICA 01 – PREPARO DE SOLUÇÕES

OBJETIVOS

Saber como deve ser feito o preparo de soluções em laboratório e como devem ser
realizadas as diluições das soluções preparadas, bem como entender os cálculos envolvidos.
Compreender o significado de uma solução saturada e de uma solução supersaturada,
possibilitando o entendimento posterior referente ao estudo das reações químicas que ocorrem
nas análises envolvendo cátions e ânions.

1. PROCEDIMENTO EXPERIMENTAL

1.1. MATERIAIS E REAGENTES

 Bastão de vidro  Frascos para guardar soluções


 Béqueres de 50, 100 e 250 mL  Etiquetas
 Pipetas de 5, 10 e 25 mL  Vidro de relógio
 Balões volumétricos de 25, 50 e 100 mL  Espátula
 Funil  Permanganato de potássio sólido (KMnO4)
 Tubos de ensaio  Acetato de sódio sólido (NaOAc)
 Estante para tubos

1.2. MÉTODOS

 PARTE A: PREPARO DE SOLUÇÕES E DILUIÇÃO

1. Preparo de Soluções

a) Preparar 2 soluções de KMnO4 (massa molar = 158 g/mol, verifique no frasco do reagente)
conforme as quantidades descritas abaixo. Numerar a vidraria utilizada de 1 a 2.
 Solução 1: 0,5 g em 50,0 mL de solução.
 Solução 2: 0,1 g em 50,0 mL de solução.

b) Calcular as concentrações em quantidade de matéria das 2 (duas) soluções preparadas.


Tabela 1. Concentração das Soluções Preparadas.
Solução Massa (g) Volume (mL) Concentração (mol/L)
1
2

2. Diluição de Soluções
a) Utilizando as soluções preparadas no item 1, fazer as seguintes diluições em balões
volumétricos, completando o volume com água destilada:
 Solução 3: 10,0 mL da Solução 1 em balão de 50,0 mL (diluir a Solução 1, de 5 vezes).

[12]
Apostila de Aulas Práticas QUÍMICA ANALÍTICA – BMVV2

 Solução 4: 5,0 mL da Solução 2 em balão de 50,0 mL (diluir a Solução 2, de 10 vezes: ou


seja, é uma diluição 1:10).

Tabela 2. Diluições das Soluções Preparadas.


Solução Volume Volume de Fator de Concentração Concentração
Inicial (mL) Final (mL) Diluição Inicial (mol/L) Final (mol/L)
3
4
VolumeInicial(mL)
* F Diluíção = ; C Final  FDiluíção .C Inicial
VolumeFinal(mL)

3. Diluições Sucessivas

a) Utilizando a Solução 1 (item 1), fazer as seguintes diluições em recipientes adequados:

 Preparo da Solução 5:
Esta solução será feita em 3 etapas (A, B e C):
- Etapa A: Diluir de 5 vezes, 5,0 mL da Solução 1 (dil. 1:5) (é a Solução 3, não precisa repetir).
- Etapa B: Em seguida, transferir 10,0 mL da solução preparada (etapa A) para um balão de
50,0 mL.
- Etapa C: Finalmente, tomar 20,0 mL dessa solução e levar a um volume final de 100,0 mL (ou
10,0 mL para balão de 50,0 mL).

b) Observar as colorações finais. Calcular a concentração final.

Tabela 3. Diluições Sucessivas.


Solução Fator de Fator de Fator de Fator de Concentração Concentração
Diluição Diluição Diluição Diluição Inicial (mol/L) Final (mol/L)
A B C Total
5

4. Mistura de Soluções de Mesmo Soluto


a) Determinar o volume da Solução 4 que deverá ser adicionado a 6,0 mL da Solução 2 para
que a solução final tenha concentração igual a 0,0050 mol/L.
b) Preparar a solução 0,0050 mol/L misturando as proporções determinadas em um tubo de
ensaio, e comparar o resultado com os demais grupos.

Tabela 4. Mistura de Soluções.


Solução Volume 2 Concentração 2 Volume 4 Concentração 4 Concentração
(mL) (mol/L) (mL) (mol/L) Final (mol/L)
6
[13]
Apostila de Aulas Práticas QUÍMICA ANALÍTICA – BMVV2

5. Preparo de solução de ácido clorídrico (HCl) aproximadamente 0,1 mol/L

Tabela 5. Dados do reagente de grau analítico ácido clorídrico (HCl).


Fórmula Massa Molar Densidade % p/p
HCl 36,46 g /mol 1,19 g/cm3 37,5

a) A partir do HCl concentrado cuja densidade e concentração (porcentagem em peso) são


conhecidas, calcular o volume deste ácido necessário para preparar 100 mL de solução 0,1
mol/L.

b) Medir o volume calculado de HCl concentrado e transferir para um balão volumétrico, que
deve conter aproximadamente 50 mL de água.

c) Completar o volume com água destilada e homogeneizar a mistura em balão volumétrico.

 PARTE B: GRAU DE SOLUBILIDADE

Obtenção de solução saturada e de solução supersaturada

a) Pese 8,5 g de acetato de sódio e dissolva em 5,0 mL de água, utilizando um béquer de 50


mL. Aqueça até solubilizar todo o sal, controlando a temperatura para que não ultrapasse
70ºC.
b) Aguarde a solução esfriar naturalmente (ou utilize banho de gelo).
c) Após a solução ter retornado à temperatura ambiente, introduza um bastão de vidro e atrite
as paredes internas com cuidado para não quebrar o tubo. Observe e anote.
d) Ao final, junte a sua solução saturada com as soluções dos outros grupos num mesmo
béquer. Elas serão evaporadas e recuperadas para outras aulas.

[14]